Logística. Supply Chain Management. Lins - SP. Profº MSc. João Luiz G. Carvalho (43) (43)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Logística. Supply Chain Management. Lins - SP. Profº MSc. João Luiz G. Carvalho jlcarvalho@uol.com.br (43) 3326-7300 (43) 9996-7300"

Transcrição

1 Logística Supply Chain Management Lins - SP Profº MSc. João Luiz G. Carvalho (43) (43) Setembro e Outubro / 2009

2 Logística e Supply Chain Management 1. Logística paradoxo e diferencial Conceituação básica; Fluxos logísticos: físico e de informações; Logística em serviços; Estratégia e tática; Logística empresarial suprimento, produção, distribuição e reversa; Logística e marketing; Valores agregados pela logística. 2. Integração de Cadeias Conceito de Supply Chain Management; Tipos de distribuição; Canais de distribuição e intermediários; Logística Global e Glocal. 3. Trade Marketing Varejo Conceito; Poder de negociação; Atmosfera no PDV; Experiências no PDV; Mix de Varejo. 4. Atacado Atacarejo; Novos formatos e funções; Vantagens na utilização; Unitização e movimentação de cargas; Picking, packing e endereçamento; Etiqueta RFid. Logística e Supply Chain Management (MBA) Profº MSc. João Luiz G. Carvalho Lins (SP) 12 e 26 / Setembro 03 / Outubro / 2009

3 REFERÊNCIAS ARBACHE, Fernando Saba et al. Gestão de logística, distribuição e trade marketing. Rio de Janeiro : FGV, BALLOU, Ronald. H. Logística empresarial. São Paulo : Atlas, BERNARDINO, Eliane de Castro et al. Marketing de Varejo. Rio de Janeiro : Editora FGV, BERTAGLIA, Paulo Roberto. Logística e gerenciamento da cadeia de abastecimento. São Paulo : Saraiva, BLESSA, Regina. Merchandising no Ponto-de-Venda. São Paulo : Atlas, BOWERSOX, Donald J.; CLOSS, David J. Logística empresarial. São Paulo : Atlas, DORNIER, Philip-Pierre et al. Logística e Operações Globais. São Paulo : Atlas, FLEURY, Paulo Fernando; WANKE, Peter; FIGUEIREDO, Kleber Fossati (org.). Logística empresarial. São Paulo : Atlas, LEITE, Paulo Roberto. Logística reversa. São Paulo : Prentice Hall, LEVY, Michael; WEITZ, Barton A. Administração de Varejo. São Paulo : Atlas, LUDOVICO, Nelson. Logística Internacional: enfocando o comércio exterior. São Paulo : STS, MOURA, Moacir. Os Segredos da Loja que Vende: como se tornar um campeão no fantástico mundo do varejo! Rio de Janeiro : Campus, NOVAES, Antônio Galvão. Logística e gerenciamento da cadeia de distribuição: estratégia, operação e avaliação. Rio de Janeiro : Campus, PARENTE, Juracy. Varejo no Brasil: gestão e estratégia. São Paulo : Atlas, PIRES, Sílvio R.I. Gestão da Cadeia de Suprimentos: supply chain management. São Paulo : Atlas, SAIANI, Edmour. Loja viva: revolução no pequeno varejo brasileiro. Rio de Janeiro : SENAC, UNDERHILL, Paco. A magia dos shoppings. Rio de Janeiro : Elsevier, Vamos às compras! Rio de Janeiro : Campus, OUTRAS REFERÊNCIAS: Revista Distribuição. Revista Logística. Revista Mundo Logística. Revista SuperHiper. Revista Supermercado Moderno. Revista Tecnologística. Revista do Varejo. Logística e Supply Chain Management (MBA) Profº MSc. João Luiz G. Carvalho Lins (SP) 12 e 26 / Setembro 03 / Outubro / 2009

4 MBA em Gestão Empresarial Lins (SP) Logística e Supply Chain Management Profº MSc. João Luiz Gilberto de Carvalho 12 e 26 / Setembro 03 / Outubro / 2009 Agenda: Logística Gerência de Cadeia Canais de Distribuição Varejo Atacado 1

5 Objetivos Propostos Conceituar de maneira ampla o termo Logística e suas aplicações no mercado empresarial. Identificar os processos logísticos na administração dos canais de distribuição e cadeias de abastecimento. Analisar ferramentas dos canais de distribuição: varejo e atacado. Avaliação do Módulo Atividades e debates realizados em sala, em grupos, com formalização escrita. Auto-avaliação ao final do módulo. Média simples das 2 notas X 1 Paradoxo e Diferencial LOGÍSTICA 2

6 LOGÍSTICA NÃO É Conceito de Logística É o processo de planejar, executar as atividades, implementar e controlar o fluxo de produtos - da origem ao ponto de consumo - de maneira eficiente, atendendo às necessidades dos clientes. 3

7 Paradoxo e Diferencial Logística deve conciliar: Desejos e necessidades dos consumidores (B2B / B2C) B2B Business to Business B2C Business to Consumer 4

8 Mercado B2C é diferente do B2B B2C Emocional Marcas Comportamento B2B Negociação Mercado internacional 5

9 Logística deve conciliar: Desejos e necessidades dos consumidores (B2B / B2C) Menor custo possível Prazo adequado Expectativas geradas Interesses do fornecedor e do consumidor O Processo Logístico deve integrar: Transporte Estoque Armazenamento Fluxo Informações Embalagem Manuseio de Materiais 6

10 Matéria Prima Produtos em Processo Produtos Acabados Logística em Serviços Intangibilidade Perecibilidade Características das Prestações de Serviços Variabilidade (qualidade e percepção) Inseparabilidade (produção e consumo) 7

11 Origem Estratégia e Tática Tática OBJETIVO Tática Tática Tática... Tática Estratégia 8

12 Logística Empresarial COMO FAZER? Como planejar? Como executar? Como dirigir? Como controlar? Como fazer melhor? Como... Áreas da Logística Empresarial Logística de Suprimento Logística de Produção Logística de Distribuição Logística Reversa 9

13 Interação entre: Administração da Produção Gestão de Pessoas Logística Marketing Processos Logística de Suprimento Logística de Produção Logística de Distribuição Logística Reversa Logística Reversa Planeja, opera e controla o fluxo e as informações logísticas correspondentes ao retorno dos bens (ou serviços) de pós-venda e de pósconsumo ao ciclo de negócios ou ao ciclo produtivo. 10

14 Resumo Logística reversa cuida: Resíduos da produção; Resíduos do consumo; Procedimentos pós-venda; Retorno de entregas incorretas; Procedimentos de pesquisa pósconsumo (feed back); Realimentação da cadeia. Além do conceito... Diferencial mercadológico Fortalecimento de imagem corporativa Controle rigoroso de custos Canais de distribuição reversos Atendimento à legislação Sintonia c/ o novo conceito de Marketing Surpreender o consumidor Ciclo Logístico 11

15 Ciclo Logístico Necessidade do Mercado Cliente Transporte e Entrega Fornecedor Expedição e Controles de Saída Gestão de Compras Controles do Produto Acabado Transportes Primários Produção Movimenação Interna Logística de suprimento Logística de produção Logística de distribuição Logística reversa Logística não é a ação! Logística é como organizar as ações. Logística é fazer funcionar. PROATIVA X REATIVA 12

16 Mercado: Logística e Marketing Marketing Marketing é um processo que tem por objetivo a construção de relacionamentos duradouros, conquistando e preservando clientes, garantindo que suas necessidades sejam satisfeitas, gerando lucros para a empresa. 13

17 MARKETING NÃO É: Propaganda Enganação Arte sem compromisso Jeitinho Brasileiro 4 Ps 4 Cs Produto Necessidades Promoção Preço Distribuição e PDV Comunicação Custo-benefício Conveniência COMMODITY ( ) 14

18 COMODITIZAÇÃO DE PRODUTOS É realidade em todos os segmentos de mercado Agregar Valor Valor de Lugar Valor de Tempo Valor de Qualidade Valor de Informação 15

19 PONTE ORESUND (liga a Dinamarca e Suécia) TÚNEL ILHA ARTIFICIAL PONTE 16 km de extensão total (11 km de ponte + 5 km de túnel) Túnel com 10 m de profundidade Inaugurada em julho / 2000 Custou 2 bilhões de euros Pedágio custa cerca de 30,00 (veículo pequeno) CANAL-PONTE MAGDEBURG (Alemanha) 918 metros de extensão Custou 500 milhões de euros Cruzamento de ruas de água Inaugurada em outubro de m de largura 4,25 m de profundidade VIADUTO MILLAU (França) 2,5 km de extensão 340 m de altura Inaugurada em dezembro / 2004 Custou 400 milhões de euros 16

20 Não-Logística Processos burocratizados que contrariam a eficiência e as possíveis melhorias. A logística é a última fronteira gerencial que resta ser explorada para reduzir tempos e custos, melhorar o nível e a qualidade de serviços, agregar valores que diferenciem e fortaleçam a posição competitiva da empresa. Peter Drucker 2 Cadeias de Abastecimento INTEGRAÇÃO DE CADEIAS 17

21 Supply Chain Cadeia de Suprimento Fornecedores de Matéria Prima Varejo Consumidor Final Fabricantes de Componentes Distribuidor Ações de Pós-Venda Indústria Atacado Relacionamentos na Cadeia de Suprimento Canais de Distribuição 18

22 Tipos de Canais de Distribuição Direto Indireto Canais múltiplos Distribuição de Serviços Rede de Relacionamentos 19

23 Logística Logística Logística Fornecedores Logística Logística Logística Consumidor de Matéria Varejo Final Prima Logística Logística Logística Logística Fabricantes Logística Logística Ações de de Distribuidor Logística Logística Logística Pós-Venda Componentes Logística Logística Logística Logística Indústria Logística Atacado Logística Logística Logística Logística Logística Logística Logística Estratégias de Distribuição Estrutura Escalonada Sistema Direto Tipos de Distribuição Escalonada 20

24 Intensiva Exclusiva Seletiva Intermediários Benefícios Agilidade e rapidez; Diversidade de contatos; Maior escala de abrangência para distribuição; Especialização no serviço; Qualidade; Economia (em muitos casos); Aumento do número de clientes; Personalização no atendimento. 21

25 Modelo de Distribuição SEM intermediário transações comerciais. Modelo de Distribuição COM intermediário transações comerciais. Características das Cadeias de Suprimento Briga de interesses Concentração de mercado Varejo X atacado X indústria Sistemas de parcerias 22

26 Trade-off Equilíbrio Compensação Conciliação Trade-off em sistemas logísticos Compras em maior quantidade (melhores preços) X Quantidade suficiente para produção (estoques menores) Trade-off em sistemas logísticos Pedidos pequenos de compras e mais freqüentes (redução do custo de estoque) X Menores custos de transporte (pedidos maiores) 23

27 Trade-off em sistemas logísticos Maiores níveis de estoques (maior segurança para produção) X Produção Just In Time (níveis mínimos / risco de falta de insumos) Trade-off em sistemas logísticos Interesses do cliente, atendimento das necessidades X Interesses da empresa, lucratividade, sem desperdícios Trade-off em sistemas logísticos Aumento das expectativas dos clientes, maiores exigências X Maior concorrência, menores margens de lucro 24

28 Logística Global O mundo está menor Globalização Pensar Globalmente e Agir Globalmente 25

29 NOVO modelo de globalização Pensar Globalmente + Agir Localmente Global Glocalização Local 26

30 Empatia Informação Adaptação Aliança Reação em Cadeia 3 Ferramentas da eficiência VAREJO 27

31 Trade Marketing Investiga e discute o desenvolvimento das relações entre fabricantes e canais de vendas, pelo entendimento da relação entre marcas, pontos-devendas e consumidor (ARBACHE, 2004, p.123) Estabelece a necessidade de se adaptar produtos, logística e estratégias de marketing, de modo a conquistar o consumidor nos pontos-de-vendas (ARBACHE, 2004, p.123) 28

32 Poder de Negociação Maior varejo do mundo O Varejo faz parte do cotidiano das pessoas 29

33 PDV PONTO DE VENDA 85% das decisões de compra acontecem no PDV PDV PONTO DE VENDA Conhece o consumidor Reconhece as necessidades do consumidor mais rapidamente que as indústrias PDV PONTO DE VENDA Influencia diretamente a compra O ambiente gera diversos estímulos para o cliente Merchandising influencia a percepção Mídia poderosa Incentiva a compra por impulso 30

34 Atmosfera do PDV Experiências no PDV A loja conversa com o cliente 31

35 Transformar o PDV em espaço para relacionamento. PDR PDV Ponto Ponto de Venda de Relacionamento Logística e Varejo 32

36 Ferramentas (Mix de Varejo) Localização Recursos Humanos Fornecedores Instalações Físicas Fachada e Vitrine 33

37 Ambiente Interno Iluminação Climatização Odorização Leiaute Música ambiente Utilização das cores Localização Recursos Humanos Fornecedores Instalações Físicas Políticas (Preço, Crédito e Cobrança) Comunicação Interna da Loja Merchandising 34

38 Localização Recursos Humanos Fornecedores Instalações Físicas Políticas (Preço, Crédito e Cobrança) Comunicação Interna da Loja Serviços Agregados Sortimento de Produto Sortimento de Produtos Abrangência de linha de produto (produtos diferentes) Extensão de linha de produtos (produtos similares) Portfólio (variedade) Abrangência Extensão 35

39 4 Reinventando o modelo ATACADO Atacarejo NOVO ATACADO Novos formatos Adequação aos novos mercados Atendimento de segmentos diferenciados Aumento da oferta de produtos 36

40 VANTAGENS Sortimento dos produtos Equipe de vendas Quebra de lotes de compras Estoque extra perante o varejo Financiamento aos pequenos varejistas Administra riscos Serviços de gerenciamento e consultoria Unitização (formação de carga) Unitização É uma carga constituída de embalagens de transporte, arranjadas ou acondicionadas de modo que possibilite o seu manuseio, transporte e armazenagem por meios mecânicos como se fosse uma única unidade. 37

41 Paletização Leiaute Físico As instalações físicas e o leiaute de armazenagem podem ser entendidas como: o arranjo físico e a disposição dos equipamentos, pessoas e materiais, da maneira mais adequada a empresa, incluindo o planejamento do espaço físico a ser utilizado. Áreas de Armazenagem Devem considerar as características dos materiais armazenados, como: Fragilidade; Perecibilidade; Evaporação; Excesso de luz; Oxidação e corrosão; Explosividade; Inflamabilidade; Intoxicação; Radiação; Conservação de temperatura; Empenamento; Volume; Peso; Forma. 38

42 Estruturas de Armazenagem Picking Área ou ação de separação dos pedidos Packing Área ou ação de preparação e expedição 39

43 Endereçamento Localização de Materiais Rua: corredor de armazenagem. Conjunto: lado da prateleira. Nível ou andar: altura da prateleira onde se encontra o material. Casa: divisão da prateleira onde se encontra o produto. Exemplo de código: A RUA CONJUNTO NÍVEL CASA A Etiqueta Inteligente ou RFId (Radio Frequency Identification Identificação por Rádio Freqüência) 40

44 João Luiz Gilberto de Carvalho Mestre em Administração e Consultor Empresarial nas áreas de Logística, Marketing e Propaganda Professor em cursos de graduação e pós-graduação (43) / (43) / (43)

45 Ciclo Logístico Necessidade do Mercado Fornecedor Gestão de Compras Transportes Primários Logística de suprimento Logística de produção Logística de distribuição Logística reversa Cliente Transporte e Entrega Movimenação Interna Expedição e Controles de Saída Controles do Produto Acabado Produção

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO DISCIPLINA: Logística em Agronegócio CÓDIGO: DP 0092 PROFESSOR: Nelson de Mello AULA 1 03/03/2016 Logística

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO EXTENSÃO EE ESTERINA PLACCO Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

Definir embalagem de transporte. Desenvolver políticas que atendam conceitos, princípios e legislação específica a logística reversa.

Definir embalagem de transporte. Desenvolver políticas que atendam conceitos, princípios e legislação específica a logística reversa. Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO EXTENSÃO EE ESTERINA PLACCO

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO EXTENSÃO EE ESTERINA PLACCO Plano Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO EXTENSÃO EE ESTERINA PLACCO Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico Nível

Leia mais

Canais de Distribuição e Logística

Canais de Distribuição e Logística Canais de Distribuição e Logística Lins - SP Profº MSc. João Luiz G. Carvalho jlcarvalho@uol.com.br (43) 3326-7300 (43) 9996-7300 Outubro e Novembro 2009 Canais de Distribuição e Logística 1. Logística

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade III DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Canais de distribuição Canal vertical: Antigamente, os canais de distribuição eram estruturas mercadológicas verticais, em que a responsabilidade

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

ARMAZENAGEM E T.I. Prof.: Disciplina Integrantes

ARMAZENAGEM E T.I. Prof.: Disciplina Integrantes ARMAZENAGEM E T.I. Pós-Graduação em Gestão Integrada da Logística Turma: GIL131M - 2013 Universidade São Judas Tadeu Prof.: Ms. Maurício Pimentel Disciplina: Tecnologia da Informação Aplicada a Logística

Leia mais

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING PROGRAMA PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA PRIME GESTÃO MERCADOLÓGICA 2009 REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING Todo comprador poderá adquirir o seu automóvel da cor que desejar, desde que seja preto.

Leia mais

DEFINIÇÕES COUNCIL SCM

DEFINIÇÕES COUNCIL SCM ADM DE MATERIAIS DEFINIÇÕES COUNCIL SCM Logística empresarial é a parte do Supply Chain Management que planeja, implementa e controla o eficiente e efetivo fluxo direto e reverso, a estocagem de bens,

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial IETEC INSTITUTO DE EDUCAÇAO TECNOLÓGICA PÓS GRADUAÇAO LATU SENSU 15 a. Turma Gestão da Logística Logística Empresarial Elenilce Lopes Coelis Belo Horizonte MG Julho - 2006 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO À LOGÍSTICA...PÁGINA

Leia mais

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes.

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes. Logística Empresarial Aula 6 Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II Prof. Me. John Jackson Buettgen Contextualização Conceitos Importantes Fluxos logísticos É o movimento ou

Leia mais

Logística Reversa de Materiais

Logística Reversa de Materiais Logística Reversa de Materiais Aplicação de ferramentas de gestão e operação da Cadeia de Abastecimento na Logística Reversa Apresentador: João Paulo Lopez Outubro / 2.008 Objetivos: Conceituar Logística

Leia mais

Capítulo 2. Logística e Cadeia de Suprimentos

Capítulo 2. Logística e Cadeia de Suprimentos Capítulo 2 Logística e Cadeia de Suprimentos Prof. Glauber Santos glauber@justocantins.com.br 1 Capítulo 2 - Logística e Cadeia de Suprimentos Papel primordial da Logística na organização Gestão da Produção

Leia mais

Pesquisa sobre a integração da Logística com o Marketing em empresas de grande porte

Pesquisa sobre a integração da Logística com o Marketing em empresas de grande porte III SEGeT Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia 1 Pesquisa sobre a integração da Logística com o Marketing em empresas de grande porte Alexandre Valentim 1 Heloisa Nogueira 1 Dário Pinto Junior

Leia mais

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final Logística de Distribuição e Reversa MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br Mestre em Engenharia de Produção Conceito Relação empresa-cliente-consumidor Distribuição física do produto final

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN MANAGEMENT Coordenação Acadêmica: Prof. Jamil Moysés Filho OBJETIVO: Ao final do Curso, o aluno será capaz de: Conhecer

Leia mais

O termo logística tem sua origem no meio militar, estando relacionado a atividade de abastecimento de tropas.

O termo logística tem sua origem no meio militar, estando relacionado a atividade de abastecimento de tropas. Logística e Distribuição Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT Histórico O termo logística tem sua origem no meio militar, estando relacionado a atividade de abastecimento de tropas. A história mostra que

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Administração Mercadológica

Administração Mercadológica Organização Competitiva e Estratégias de Branding Administração Mercadológica Os elementos do mix de marketing Marketing-mix = Composto de MKt = 4P s Estratégia de produto Estratégia de preço Estratégia

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Administração de Empresas 6º Período Resumo Introdução ao Conceito de Logística Logística Empresarial (ótica acadêmica e empresarial) Globalização e Comércio Internacional Infra-Estrutura

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing de serviços: Marketing de agronegócios Área: Marketing e Vendas Competências diagnóstico mercadológico; metodologia de análise e segmentação de mercado

Leia mais

Introdução e Planejamento Cap. 1. Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br

Introdução e Planejamento Cap. 1. Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br BALLOU, Ronald H. Gerenciamenrto da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2006 Introdução e Planejamento Cap. 1 Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br

Leia mais

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing Questão 01: (ENADE 2009): Um fabricante de sapatos pode usar a mesma marca em duas ou mais linhas de produtos com o objetivo de reduzir os custos de

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO Prof. Marcelo Mello Unidade I GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Objetivos gerenciamento de serviços Utilizar modelos de gestão e desenvolvimento voltados para o segmento de prestação de serviços em empresas de

Leia mais

Introdução e Planejamento Cap. 1

Introdução e Planejamento Cap. 1 BALLOU, Ronald H. Gerenciamenrto da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2006 Introdução e Planejamento Cap. 1 Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@fae.br L

Leia mais

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX:

Leia mais

A Excelência no Supply Chain Management Como Vantagem Competitiva no Mercado Nacional de Flores

A Excelência no Supply Chain Management Como Vantagem Competitiva no Mercado Nacional de Flores A Excelência no Supply Chain Management Como Vantagem Competitiva no Mercado Nacional de Flores Ana Cristina de Oliveira Souza Assunto: Introdução e Conclusão Patrícia Francisca de Souza Assunto: Conceito,

Leia mais

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins Logística Integrada Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística Bases da Logística Integrada Conceitos

Leia mais

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Estratégia Competitiva é o conjunto de planos, políticas,

Leia mais

Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos. Prof. Paulo Medeiros

Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos. Prof. Paulo Medeiros Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos Prof. Paulo Medeiros Introdução nos EUA surgiram 100 novos operadores logísticos entre 1990 e 1995. O mercado para estas empresas que

Leia mais

Paulo Gadas JUNHO-14 1

Paulo Gadas JUNHO-14 1 Paulo Gadas JUNHO-14 1 Cadeia de Suprimentos Fornecedor Fabricante Distribuidor Loja Paulo Gadas JUNHO-14 2 Exemplo de cadeia de suprimentos Fornecedores de matériaprima Indústria principal Varejistas

Leia mais

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA Importância da Logística O lugar da Logística nas Empresas A logística diz respeito à criação de valor; O valor em logística é expresso em termos de tempo e lugar. Produtos e serviços

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING PÓS-GRADUAÇÃO / FIB-2009 Prof. Paulo Neto O QUE É MARKETING? Marketing: palavra em inglês derivada de market que significa: mercado. Entende-se que a empresa que pratica

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA:

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: Prof. Jean Cavaleiro Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Introdução Entender a integração logística. A relação produção e demanda. Distribuição e demanda. Desenvolver visão sistêmica para

Leia mais

Aula 2º bim. GEBD dia16/10

Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Compras e Manufatura (produção) O ciclo de compras liga uma organização a seus fornecedores. O ciclo de manufatura envolve a logística de apoio à produção. O ciclo de atendimento

Leia mais

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a...

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... INNOVA Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... Maximizar o rendimento e a produtividade Estar em conformidade com os padrões de qualidade e garantir a segurança dos alimentos Obter

Leia mais

A LOGÍSTICA COMO INSTRUMENTO DE DIFERENCIAL COMPETITIVO EM EMPRESAS FORNECEDORAS DE BENS DE CONSUMO NÃO DURÁVEIS.

A LOGÍSTICA COMO INSTRUMENTO DE DIFERENCIAL COMPETITIVO EM EMPRESAS FORNECEDORAS DE BENS DE CONSUMO NÃO DURÁVEIS. A LOGÍSTICA COMO INSTRUMENTO DE DIFERENCIAL COMPETITIVO EM EMPRESAS FORNECEDORAS DE BENS DE CONSUMO NÃO DURÁVEIS. Carolina Salem de OLIVEIRA 1 Cristiane Tarifa NÉSPOLIS 2 Jamile Machado GEA 3 Mayara Meliso

Leia mais

Vamos nos conhecer. Avaliações 23/08/2015. Módulo I Introdução à Logistica Empresarial Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc.

Vamos nos conhecer. Avaliações 23/08/2015. Módulo I Introdução à Logistica Empresarial Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. Módulo I Introdução à Logistica Empresarial Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. Vamos nos conhecer Danillo Tourinho Sancho da Silva, M.Sc Bacharel em Administração, UNEB Especialista em Gestão da Produção

Leia mais

2. Logística. 2.1 Definição de Logística

2. Logística. 2.1 Definição de Logística 2. Logística 2.1 Definição de Logística Por muito tempo a Logística foi tratada de forma desagregada. Cada uma das funções logísticas era tratada independentemente e como áreas de apoio ao negócio. Segundo

Leia mais

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo.

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. Cristian Carlos Vicari (UNIOESTE) viccari@certto.com.br Rua Engenharia, 450 Jd. Universitário C.E.P. 85.819-190 Cascavel Paraná

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Leia mais

TÍTULO: LOGISTICA INTEGRADA COM FOCO EM DISTRIBUIÇÃO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO

TÍTULO: LOGISTICA INTEGRADA COM FOCO EM DISTRIBUIÇÃO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO TÍTULO: LOGISTICA INTEGRADA COM FOCO EM DISTRIBUIÇÃO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR PRESIDENTE

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Gestão e Negócios Componente Curricular: Gestão da Cadeia

Leia mais

Logística Reversa. Conceito de Logística. Reversa 15/09/2011. Objetivos da aula. e o Meio Ambiente

Logística Reversa. Conceito de Logística. Reversa 15/09/2011. Objetivos da aula. e o Meio Ambiente Logística Reversa e o Meio Ambiente Objetivos da aula 1. Estabelecer as relações entre os canais de distribuição diretos e os canais reversos; 2. Identificar as diferentes categorias de canais de distribuição

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Profª Caroline Pauletto Spanhol Cadeia de Abastecimento Conceitos e Definições Elementos Principais Entendendo a Cadeia de Abastecimento Integrada Importância

Leia mais

MBA Executivo - Gestão do Varejo e Vendas

MBA Executivo - Gestão do Varejo e Vendas MBA Executivo - Gestão do Varejo e Vendas Proposta do curso: O curso de MBA Executivo em Gestão do Varejo e Vendas possibilita ao participante conhecer a respeito dos processos envolvidos na gestão de

Leia mais

30/09/2010. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves. Como surgiu o termo?

30/09/2010. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves. Como surgiu o termo? Engenheiro Agrônomo CCA/UFSCar 1998 Mestre em Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente IE/UNICAMP 2001 Doutor em Engenhariade Produção PPGEP/UFSCar 2005 Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Consultor

Leia mais

FEA. Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios. Sergio Rodrigues Bio

FEA. Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios. Sergio Rodrigues Bio FEA Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios Sergio Rodrigues Bio Centro Breve Apresentação USP 6 campi, 5.000 profs. 60.000 alunos Cerca de 30% da produção científica

Leia mais

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 www.brazilpanels.com.br www.abcomm.com.br www.ecommerceschool.com.br Apoio: INTRODUÇÃO A Logística foi escolhida para ser o tema do primeiro estudo

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação (X) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

Logística empresarial

Logística empresarial 1 Logística empresarial 2 Logística é um conceito relativamente novo, apesar de que todas as empresas sempre desenvolveram atividades de suprimento, transporte, estocagem e distribuição de produtos. melhor

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial. Conteúdo Programático. Administração Geral / 100h

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial. Conteúdo Programático. Administração Geral / 100h Administração Geral / 100h O CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BÁSICO DESTA DISCIPLINA CONTEMPLA... Administração, conceitos e aplicações organizações níveis organizacionais responsabilidades Escola Clássica história

Leia mais

Sistemas de Informação. O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão

Sistemas de Informação. O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão Sistemas de Informação O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão Objetivos Impactos na gestão das empresas: Macro mudanças no ambiente Novas tecnologias de comunicação e informática Macro

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO / E.E. ESTERINA PLACCO (EXTENSAO) Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Nível

Leia mais

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Fabiana Rubim Cintra Murilo Rodrigues da Silva Patrick Beirigo Andrade RESUMO Este artigo tem o objetivo de expor os principais problemas que o comércio eletrônico

Leia mais

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento Gisela Gonzaga Rodrigues (PUC-Rio) giselagonzaga@yahoo.com.br Nélio Domingues Pizzolato (PUC-Rio) ndp@ind.puc-rio.br Resumo Este

Leia mais

Sistemas de Armazenagem de

Sistemas de Armazenagem de Sistemas de Armazenagem de Materiais Características e conceitos para utilização de Sistemas de armazenagem de materiais Objetivos Destacar a importância do lay-out out, dos equipamentos de armazenagem

Leia mais

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009 LOGÍSTICA EMPRESARIAL Rodolfo Cola Santolin 2009 Conteúdo Cadeia de suprimentos Custos Logísticos Administração de Compras e Suprimentos Logística Reversa CADEIA DE SUPRIMENTOS Logística Logística Fornecedor

Leia mais

Armazenagem e Movimentação de Materiais II

Armazenagem e Movimentação de Materiais II Tendências da armazenagem de materiais Embalagem: classificação, arranjos de embalagens em paletes, formação de carga paletizada, contêineres Controle e operação do armazém Equipamentos de movimentação

Leia mais

Função: Operação da Cadeia de materiais. 1.1 Identificar princípios da organização da área de materiais.

Função: Operação da Cadeia de materiais. 1.1 Identificar princípios da organização da área de materiais. MÓDULO II Qualificação Técnica de Nível Médio ASSISTENTE DE LOGÍSTICA II.1 Gestão de Recursos e Materiais Função: Operação da Cadeia de materiais 1. Contextualizar a importância da Administração de materiais

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br Fazendo a diferença no Ponto de Venda EBOOK Sumário Revisão O que é Trade Marketing? Entenda o Comportamento de Compra do Consumidor O que é Merchandising? Revisão Para entender sobre Trade Marketing devemos

Leia mais

A EVOLUÇÃO DO MARKETING:

A EVOLUÇÃO DO MARKETING: A EVOLUÇÃO DO MARKETING: ( 4 Gerações ): Primeira Geração - Ajudar a Vender - antes da II Guerra até o início dos anos 60 Segunda Geração - Ajudar a fazer o melhor para os consumidores - início dos anos

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING

CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING EMENTA (2012) Disciplina: COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR Aspectos introdutórios. Os processos decisórios do consumidor. Diferenças individuais. Processos psicológicos. Influências

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras?

Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras? Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras? Introdução O Contexto econômico do mundo globalizado vem sinalizando para as empresas que suas estratégias de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO EXTENSÃO EE ESTERINA PLACCO Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

Prof: Carlos Alberto

Prof: Carlos Alberto AULA 1 Marketing Prof: Carlos Alberto Bacharel em Administração Bacharel em Comunicação Social Jornalismo Tecnólogo em Gestão Financeira MBA em Gestão de Negócios Mestrado em Administração de Empresas

Leia mais

Palavras-chaves: Logística, centro de distribuição, armazenagem, picking.

Palavras-chaves: Logística, centro de distribuição, armazenagem, picking. MÉTODOS DE ORGANIZAÇÃO DA ATIVIDADE DE PICKING NA GESTÃO LOGÍSTICA: UM ESTUDO DE CASO NO CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE UMA REDE SUPERMERCADISTA DO RIO GRANDE DO SUL Jessica de Assis Dornelles (Unipampa ) jessica-dornelles@hotmail.com

Leia mais

Gestão em Logística. Fundação de Estudos Sociais do Paraná. Luiz Alexandre Friedrich

Gestão em Logística. Fundação de Estudos Sociais do Paraná. Luiz Alexandre Friedrich Gestão em Logística Fundação de Estudos Sociais do Paraná Luiz Alexandre Friedrich Nosso contrato... Fornecedor : Luizão Cliente : Alunos de Adm. da FESP - Fornecer subsídios de teoria e prática de Gestão

Leia mais

LOGÍSTICA: história e conceitos RESUMO

LOGÍSTICA: história e conceitos RESUMO 1 LOGÍSTICA: história e conceitos Newilson Ferreira Coelho FAFIJAN Marilda da Silva Bueno FAFIJAN RESUMO Através de uma pesquisa bibliográfica, este estudo apresenta a logística, sua história e conceitos

Leia mais

Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo

Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo III.1 GESTÃO DE TRANSPORTES 1.1. O desenvolvimento econômico e o transporte. 1.2. A geografia brasileira, a infraestrutura dos estados, municípios

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA SIGA: PMBAIE*08/00 Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA As grandes questões emergentes que permeiam o cenário organizacional exigem

Leia mais

LOGÍSTICA COMO INVESTIMENTO. João Roberto Rodrigues Bio

LOGÍSTICA COMO INVESTIMENTO. João Roberto Rodrigues Bio LOGÍSTICA COMO INVESTIMENTO Apresentação E M P R E S A S FIPECAFI Projetos Consultoria Desenvolvimento Gerencial MBA USP - Universidade de São Paulo FEA Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística : Técnico em Logística Descrição do Perfil Profissional: Planejar, programar e controlar o fluxo de materiais e informações correlatas desde a origem dos insumos até o cliente final, abrangendo as atividades

Leia mais

Método: aulas expositivas, transparências e Estudo de Casos. Exercícios estruturados; Provas e trabalhos em grupo.

Método: aulas expositivas, transparências e Estudo de Casos. Exercícios estruturados; Provas e trabalhos em grupo. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CCJE Departamento de Administração Prof. Marcos Paulo Valadares de Oliveira marcos.p.oliveira@ufes.br ADM 2179 - Administração de Materiais - Programa 1 Semestre

Leia mais

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual Logística Empresarial Evolução da Disciplina Aula 1 Aula 1 O papel da Logística empresarial Aula 2 A flexibilidade e a Resposta Rápida (RR) Operadores logísticos: conceitos e funções Aula 3 Prof. Me. John

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

www.nsclogistica.com.br

www.nsclogistica.com.br www.nsclogistica.com.br A Missão, Visão Valores Infra-Estrutura Nossa Frota Soluções Gris A A NSC logística atua no segmento de logística de telecomunicações desde 1988, estrategicamente situada as margens

Leia mais

Sobre os autores. Apresentação

Sobre os autores. Apresentação Sobre os autores Apresentação 1 Gestão de marketing, 1 1.1 Estratégia e as forças competitivas, 2 1.1.1 Primeira força: ameaça de entrada de novos concorrentes, 3 1.1.2 Segunda força: pressão dos produtos

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

ANÁLISE DAS VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOGÍSTICA VMI EM UMA MULTINACIONAL DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

ANÁLISE DAS VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOGÍSTICA VMI EM UMA MULTINACIONAL DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES ANÁLISE DAS VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOGÍSTICA VMI EM UMA MULTINACIONAL DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES Nathalia Maciel Rosa (UEPA) nathmrosa@gmail.com Thais Souza Pelaes (UEPA) thaispelaes@gmail.com

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 141 A LOGÍSTICA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Douglas Fernandes 1, Josélia Galiciano Pedro 1 Docente do Curso Superior

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES A Prima Consultoria A Prima Consultoria é uma empresa regional de consultoria em gestão, fundamentada no princípio de entregar produtos de valor para empresas, governo

Leia mais

Questões abordadas - Distribuição

Questões abordadas - Distribuição AULA 11 Marketing Questões abordadas - Distribuição O que é um sistema de canais de marketing e uma rede de valor? Qual é o trabalho realizado pelos canais de marketing? Como esses canais devem ser projetados?

Leia mais

LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 4.1 Área de Concentração 4.1.1 Administração de Recursos Humanos 4.1.1.1 Linha de Pesquisa Esta linha tem como principal objetivo pesquisar a importância dos

Leia mais

Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição. Prof. Paulo Medeiros

Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição. Prof. Paulo Medeiros Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição Prof. Paulo Medeiros Canais de suprimento e distribuição Podemos dividir as operações logísticas de uma empresa em três áreas: Suprimentos;

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento Logístico Gerenciamento Logístico A missão do gerenciamento logístico é planejar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec ETEC de São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics. A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce

Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics. A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce Seminário Logística Ubifrance 2014: E-logistics A Excelência em Logística para seus Processos de e-commerce Junho 2014 Sobre: Generix Group Diagma Generix Group presentation - Confidential document Do

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais