AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE CUBA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE CUBA"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE CUBA Ano letivo

2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO CENTRO DE ÁREA EDUCATIVA DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL Escola Básica Fialho de Almeida Introdução O projeto da Promoção e Educação para a Saúde pretende promover a saúde no meio escolar e intervir de forma a criar condições para ouvir e conhecer os problemas dos intervenientes da comunidade escolar, nomeadamente, os alunos, pais/encarregados de educação, professores e assistentes operacionais de forma a facilitar o diálogo entre os mesmos no processo educativo. A Saúde Escolar é o referencial do sistema de saúde para o processo de promoção da saúde na escola, que deve desenvolver competências na comunidade educativa que lhe permita melhorar o seu nível de bem-estar físico, mental e social e contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida. O quadro legislativo atual, torna obrigatória a inclusão da Promoção e Educação para a Saúde, como área de formação global do indivíduo, nos Projetos Curriculares do Agrupamento e das Turmas, na vivência de um currículo aberto, trabalhado em toda a escola. A Educação para a Saúde, está prevista, pelo menos desde 1998, tendo a sua operacionalização sido facilitada pela legislação posterior que define as áreas curriculares não disciplinares, no âmbito da formação pessoal e social, desde o 1º ao 9º ano de escolaridade (Decreto-Lei nº 6/2001, de 18 de janeiro). Sugerese uma intervenção preferencialmente preventiva, com ênfase no envolvimento e participação das crianças e adolescentes, e com especial destaque na colaboração com as famílias. Deste modo, o Projeto Educativo do Agrupamento deve integrar estratégias de promoção da saúde, tanto no desenvolvimento do currículo, como na organização de atividades de enriquecimento curricular, favorecendo a articulação escola família, e dinamizar parcerias com entidades externas à escola, nomeadamente com o Centro de Saúde. Página 2 de 16

3 Finalidades do Projeto - Desenvolver a consciência cívica de toda a comunidade como elemento fundamental no processo de formação de cidadãos responsáveis, ativos e intervenientes. - Consciencializar os alunos para a importância da aquisição de valores / atitudes, com vista à sua integração na sociedade. - Fomentar o reconhecimento da saúde como um bem precioso que todos desejamos e devemos promover. - Sensibilizar os diversos agentes da comunidade educativa para a necessidade da Educação para a Saúde e da Educação Sexual, fomentando a sua adesão e envolvimento neste projeto. - Fomentar hábitos de vida saudável. - Estimular o apreço pelo seu próprio corpo e pela conquista da saúde individual. - Promover uma cultura de respeito e responsabilidade no campo da sexualidade. - Promover a relação Escola Família, Escola Centro de Saúde e/ou outras instituições/recursos comunitários. - Desenvolver as vertentes de pesquisa e intervenção, promovendo a articulação dos diferentes conhecimentos disciplinares e não disciplinares. Metodologia A Educação para a Saúde, será efetuada numa perspetiva interdisciplinar, numa lógica de transversalidade. O desenvolvimento do projeto deverá ser adequado aos diferentes níveis etários e utilizará um modelo pedagógico compreensivo, envolvendo a comunidade educativa, e será dinamizado em colaboração estreita com os serviços de saúde, pais e Encarregados de Educação e outras entidades externas. Página 3 de 16

4 Objetivos Gerais - Divulgar conhecimentos e mobilizar a comunidade educativa na adoção de comportamentos mais saudáveis; - Consciencializar para a importância de uma alimentação equilibrada como um fator condicionante da saúde; - Estimular a prática de exercício físico, entendida como fator importante na manutenção da saúde física e mental; - Promover a articulação entre Escola e o Centro de Saúde. - Promover a articulação entre as diferentes áreas curriculares (ex: Ciências da Natureza, Educação física). - Promover a saúde no meio escolar. - Desenvolver projetos relacionados com o Dia da Alimentação, Dia Mundial sem Tabaco, Dia Mundial de Luta contra a SIDA, Dia Mundial da Saúde, seguindo a ordem do calendário. - Promover campanhas de prevenção de modo a evitar o consumo de substâncias psicoativas; - Desenvolver o conhecimento sobre reprodução humana de modo a compreender o funcionamento do corpo e adotar comportamentos promotores de saúde; - Esclarecer sobre mitos e/ou conceções pessoais relacionadas com aspetos da reprodução humana; - Esclarecer sobre a importância e interdependência das dimensões biológica, psicológica e ética da sexualidade humana; - Informar sobre métodos contracetivos e respetivas vantagens e desvantagens; - Desenvolver opiniões críticas e informadas face à utilização de métodos contracetivos; - Informar sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST). Página 4 de 16

5 Temáticas Prioritárias (Definidas no Despacho do Secretário de Estado da Educação, de 27 de setembro de 2006) a) Alimentação e Atividade Física; b) Consumo de Substâncias Psicoativas; c) Sexualidade; d) Infeções Sexualmente Transmissíveis, designadamente VIH SIDA; e) Violência em Meio Escolar. Competências Específicas por Ciclo, no âmbito da Educação para a Saúde - Na Educação Pré-escolar a educação para a saúde e higiene fazem parte do dia a dia do jardim de infância, onde a criança terá oportunidade de cuidar da sua higiene e saúde e de compreender as razões porque lava as mãos antes de comer, se agasalha no inverno e usa roupa mais leve quando está calor, porque deve comer a horas certas e porque não deve abusar de determinados alimentos. Estas questões podem levar ao aprofundamento de determinados conhecimentos sobre o funcionamento dos diferentes órgãos do corpo, as caraterísticas que distinguem os alimentos, etc - No 1º Ciclo (do 1º ao 4º ano), as questões que aparecem da maior relevância são competências pessoais e sociais, competências de prevenção da provocação / violência, e ainda algumas competências de proteção da sua saúde: Comunicação com os outros (aspetos verbais e não verbais). Identificação e resolução de problemas e conflitos ( para e pensa ). Página 5 de 16

6 Distinção entre pensamentos, sentimentos e ações (identificação, expressão e distinção de pensamentos, sentimentos e ações). Defesa de opiniões, resistência à pressão de pares e procura de informações e ajudas. Relação positiva com a escola, família, tempo de lazer e amigos. Gestão do tempo de trabalho e de lazer. Educação para a igualdade e diversidade individual, de géneros e de culturas. Prevenção da provocação / vitimização. Proteção do seu corpo (promoção do bem-estar, da higiene, dos bons hábitos alimentares, da atividade física, da segurança pessoal e da vacinação, prevenção das parasitoses, dos aci-dentes e das lesões). Expectativas positivas no seu futuro escolarizado. Prevenção do abandono escolar. - No 2º Ciclo (5º e 6º ano), as questões que aparecem da maior relevância são ainda as competências pessoais e sociais com uma maior complexidade, e ainda a proteção da saúde e prevenção do risco, nomeadamente nas áreas da sexualidade, consumos, comportamento alimentar e provocação / violência: Comunicação com os outros (aspetos verbais e não verbais, especificidades culturais, de género e outras): Identificação e resolução de problemas e conflitos (pensamento alternativo e consequencial, antecipação de consequências). Diferenciação entre pensamentos, sentimentos e ações (identificação, expressão e distinção de pensamentos, sentimentos e ações). Gestão do stress, da ansiedade, das crises. Defesa de direitos e opiniões, resistência à persuasão e procura de ajudas. Relação positiva com a escola, família, tempo de lazer e amigos. Gestão do tempo de trabalho e de lazer. Educação para a igualdade e diversidade individual, de géneros e de culturas. Página 6 de 16

7 Prevenção da provocação / vitimização. Proteção do seu corpo (promoção do bem-estar, da higiene, dos bons hábitos alimentares, da atividade física, prevenção dos acidentes, das lesões e dos consumos). Educação para os afetos e para a sexualidade. Expectativas positivas no seu futuro escolarizado ; Prevenção do abandono escolar. - No 3º Ciclo (do 7º ao 9º ano), as questões que aparecem da maior relevância são para além da complexidade crescente das competências pessoais e sociais, a proteção da saúde e bem-estar, a proteção face ao risco, a participação na vida social / comunitária e a construção de expectativas positivas face ao futuro: Comunicação com os outros (dificuldades e características). Identificação e resolução de problemas e conflitos (tomada de decisões, adiamento de decisões). Identificação de dificuldades em lidar com sentimentos e ações. Gestão do stress, da ansiedade e das crises. Culto da assertividade: espaços de escolha positiva. Relação positiva com a escola, família, tempo de lazer, amigos e namorados. Gestão do tempo de trabalho e de lazer. Proteção e prevenção da violência e do abuso físico e sexual. Proteção do seu corpo (promoção da higiene e dos bons hábitos alimentares, da atividade física, prevenção dos acidentes, das lesões e dos consumos, prevenção dos comportamentos sexuais de risco). Promoção da saúde sexual e reprodutiva: parentalidade. Proteção do ambiente. Participação na vida social e na comunidade. Educação para os direitos do consumidor. Proteção rodoviária. Manutenção da escola no seu futuro. Página 7 de 16

8 Valorização da escolaridade nas suas expectativas de futuro; Construção do futuro. Intervenientes - Comunidade educativa - Alunos - Professores - Psicólogos - Pais - Assistentes Operacionais - Centro de Saúde de Cuba - Médicos - Enfermeiros - Associação Abraço - APF e outras ONG s Público alvo - Alunos do pré-escolar - Alunos do 1º ciclo - Alunos do 2 e 3º ciclo - Pessoal Docente e Não Docente Página 8 de 16

9 Recursos - Humanos - Alunos - Pessoal Docente - Pais - Pessoal não docente - Técnicos dos serviços de saúde - Técnicos dos serviços de psicologia - Materiais - Filmes - Cartazes - Apresentações em PowerPoint - Transportes da Câmara Municipal - Material de desgaste (ex: cartolinas, lápis, papel, tesouras, cola, cores, etc) Página 9 de 16

10 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO CENTRO DE ÁREA EDUCATIVA DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ESCOLA BÁSICA FIALHO DE ALMEIDA DE CUBA Projeto da Educação para a Saúde Plano de atividades 2011/2012 Atividades Objetivos Intervenientes Calendário 1.Alimentação e Atividade Física - Nas turmas do pré-escolar e 1º ciclo, serão desenvolvidas atividades sobre a importância de uma alimentação equilibrada e saudável, nomeadamente sobre a importância de um pequeno almoço e lanche saudáveis. - Visita ao Mercado Municipal. - Avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC) e encaminhamento para uma Nutricionista caso se justifique. - Operacionalização do projeto da ULSBA, Lancheirasorriso em movimento. - Operacionalização do projeto, Heróis da Fruta, com a - Conhecer a variedade de alimentos ao seu dispor. - Descobrir o papel e a importância de cada grupo de alimentos. - Confrontar-se com o conceito de equilíbrio alimentar. - Descobrir a importância de fazer da refeição um momento sereno, de conversa, de partilha, num local agradável. - Compreender a importância de uma alimentação equilibrada. - Sensibilizar os alunos e envolver ativamente toda a comunidade educativa na aquisição de hábitos mais saudáveis do ponto de vista nutricional e de saúde. Alunos do préescolar, 1º, 2º e 3º ciclo Professores Encarregados de educação Assistentes Operacionais

11 turma do Pré-escolar e 1º ciclo no pólo de Faro. - Operacionalização do projeto Fruta na Escola, em parceria com a Câmara Municipal de Cuba. - Compreender a importância de uma alimentação saudável e equilibrada no bom funcionamento do organismo. - Conhecer a relação direta existente entre a obesidade e uma alimentação não equilibrada. - Evitar a prevalência da obesidade. - Cumprimento das regras básicas de confeção e manipulação de alimentos. - Refeições escolares promotoras de saúde. Alunos do préescolar, 1º, 2º e 3º ciclo Professores Encarregados de educação Assistentes Operacionais Ao longo do ano letivo 2-Comemoração do Dia Mundial da Saúde (7 de abril). - Realização de uma mini-caminhada com os alunos do pré-escolar e 1º ciclo. - Realização de uma caminhada e passeio de BTT em articulação com o Clube Europeu e o grupo de Educação Física, em colaboração com o Clube de Proteção Civil e Centro de Saúde. - Compreender a importância de uma vida ativa. - Perceber a relação entre alimentação e atividade física. - Conhecer formas de integrar o exercício físico no quotidiano. Pré-escolar e Alunos dos 1º, 2º e 3º ciclo Professores Encarregados de educação Assistentes Operacionais 25 de Maio Página 11 de 16

12 3-Educação Sexual em Meio Escolar e Infeções sexualmente Transmissíveis -Comemoração do Dia Mundial Contra a Sida (1 de dezembro). - Realização de trabalhos de sensibilização, com base na visualização de um filme, com os alunos de 9º ano. - Sessão de esclarecimento com os alunos das turmas de 9º anos. - Realização de debates e outras atividades que promovam a educação para os valores. -Colaboração da Equipa de Saúde Escolar para esclarecimento do uso e acessibilidade dos métodos contracetivos. - Distribuição de amostras às turmas de 9º anos. - Projeção de filmes. - Desenvolvimento do Projeto LED on Values - Desenvolvimento de competências que permitam tomadas de decisão responsáveis nos domínios afetivo/relacional. - Promoção de valores que conduzam à adoção de hábitos de vida saudáveis - Reconhecer as principais Doenças sexualmente transmissíveis (DST), destacando a SIDA. - Reconhecer as formas de prevenção das DST. - Valorizar a importância da responsabilidade e da segurança nas relações sexuais. - Conhecer os principais métodos anticoncecionais. - Reconhecer o uso do preservativo como forma de prevenção das DST. - Reconhecer os efeitos das doenças na qualidade de vida do indivíduo. - Promover hábitos de vida saudáveis. - Reconhecer alguns cuidados a ter na prevenção de doenças. Alunos do 2º e 3º ciclo Professores Assistentes Operacionais Alunos dos 9º anos Final do 1º período Ao longo de todo o ano letivo Página 12 de 16

13 4-Prevenção do Consumo de Substâncias Psicoativas - Debates, sessões de esclarecimento e de sensibilização. - Projeção de filmes. - Desenvolvimento do Projeto Eu e os outros - Colaboração com a Escola Segura na sensibilização e prevenção do consumo de substâncias psicoativas. - Reconhecer o efeito das drogas no organismo. - Reconhecer as consequências da toxicodependência no indivíduo na família e na sociedade. - Sugerir medidas para evitar a toxicodependência. - Reconhecer aspetos históricos e culturais relacionados com o consumo de bebidas alcoólicas. - Distinguir os vários tipos de bebidas alcoólicas. - Reconhecer os efeitos do álcool no organismo. - Reconhecer os efeitos do álcool na família e sociedade. - Prevenir as doenças e os problemas sociais ligados ao alcoolismo. Alunos do 3º ciclo Professores Encarregados de Educação Equipa de saúde escolar Assistentes Operacionais 2º/3º Período - Comemoração do Dia mundial sem tabaco (31 de maio). - Atividades lúdico-desportivas com a colaboração dos docentes do grupo de Educação Física. - Compreender a importância de uma vida sem tabaco. Toda a comunidade escolar 31 de maio Página 13 de 16

14 5-Violência em Meio Escolar - Debates, sessões de esclarecimento e de sensibilização (Bullying). - Em articulação com o GASPP participação no Programa Cuida-te Teatro debate (Macacos e pombos, no âmbito do Bullying - Identificar os vários tipos de comportamentos relacionados com a violência. - Promover uma intervenção eficaz baseada em conhecimento. Alunos do 2º e 3º ciclo Professores Equipa de saúde escolar Assistentes Operacionais 2º Período 6-Diversos Saúde Ambiental - Recolha de resíduos para compostagem. - Exposição de trabalhos dos alunos sobre a importância da água para a saúde das populações. - Análise de águas, em colaboração com o Centro de Saúde e o Departamento de Matemática e Ciências Experimentais. - Incentivar boas práticas de manipulação, higiene, controle de pragas, controle de lixo, utensílios e equipamentos. Toda a comunidade escolar Ao longo do Ano Letivo Dia 30 de janeiro (Dia aberto à Comunidade) Ao longo do Ano Letivo Página 14 de 16

15 Higiene corporal - Discutir regras de higiene, nomeadamente, a importância de lavar as mãos e os dentes. - Escovagem dos dentes (pré-escolar) e flúor dentífrico 1º, 2º ciclos e 7º e 8º anos), de acordo com a planificação da Proposta de Boas Práticas de Saúde Oral em Saúde Escolar. - Desenvolvimento do Projeto e-bug. - Promover a higiene oral - Reduzir a cárie dentária - Sensibilizar jovens em meio escolar para a prevenção de doenças transmissíveis e uso prudente de antibióticos. Toda a comunidade escolar Pré-escolar e Alunos dos 1º, 2º e 3º ciclo 2º/3º Período 2º Período - Dia mundial do doente (11 de Fevereiro) Em articulação com a disciplina de Educação artística, apresentação da dramatização de A lua de Joana - Dia europeu da internet segura (12 de Fevereiro) Em articulação com a disciplina de Educação artística, apresentação de uma dramatização sobre a problemática associada ao uso da internet. - Sensibilizar para o valores da solidariedade com os doentes. Sensibilizar para a problemática associada ao uso da internet. Alunos dos 6º e 9º anos Toda a comunidade escolar 2º/3º Período Página 15 de 16

16 - Promover a postura corporal nos 3º e 4º anos, em colaboração com a Fisioterapeuta do Centro de Saúde) - Sensibilizar e educar para a importância da prática de boas posturas laborais como forma de valorizar a prática de uma vida saudável Alunos dos 2º e 3º anos. NOTA: Este projeto pretende ser uma proposta de trabalho, que poderá vir a ser reformulado de acordo com as sugestões dos vários intervenientes do mesmo. Página 16 de 16

Plano de acção. Outubro 2011

Plano de acção. Outubro 2011 Plano de acção Outubro 2011 Ano Lectivo 2011/2012 PÁGINA - 2 INTRODUÇÃO A legislação em vigor determina que o Projecto Educativo da Escola (PEE) deve incluir temáticas relacionadas com a Promoção e Educação

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE Ano letivo 2014/2015 1. Enquadramento Entre os objetivos prioritários da atual política educativa encontram-se os

Leia mais

2013/2017 Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck)

2013/2017 Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck) 2013/2017 Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck) Índice Introdução... 2 Caracterização... 4 Objetivos do Projecto... 4 Metodologia... 5 Identificação

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 09/13 INTRODUÇÃO

EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 09/13 INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A par do trabalho de transmissão de conhecimentos organizados em disciplinas, a escola deve, também, educar para os valores, promover a saúde, a formação e a participação cívica dos alunos,

Leia mais

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROJETO EDUCAR PARA A SAÚDE Atividades a desenvolver Dia mundial da alimentação - Disponibilizar fruta grátis no bar da escola. - Disponibilizar

Leia mais

Saúde Escolar. Secretaria Regional da Educação e Formação

Saúde Escolar. Secretaria Regional da Educação e Formação Saúde Escolar Secretaria Regional da Educação e Formação «Um programa de saúde escolar efectivo é o investimento de custo-benefício mais eficaz que um País pode fazer para melhorar, simultaneamente, a

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE

PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE A promoção da educação para a saúde em meio escolar é um processo em permanente desenvolvimento para o qual concorrem os sectores da Educação

Leia mais

AEAMS. Promoção e Educação para a Saúde 2014/2015

AEAMS. Promoção e Educação para a Saúde 2014/2015 AEAMS Promoção e Educação para a Saúde 2014/2015 PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE TEMÁTICAS PRIORITÁRIAS Alimentação e Atividade Física Consumo de Substâncias Psicoativas Sexualidade IST designadamente

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita 171311 Sede Escola Secundária da Moita

Agrupamento de Escolas da Moita 171311 Sede Escola Secundária da Moita Agrupamento de Escolas da Moita 171311 Sede Escola Secundária da Moita 1. Introdução No âmbito do protocolo entre os Ministérios da Educação e Ministério da Saúde Despacho nº 25 995/2005 (2ª série), Despacho

Leia mais

Crescer com Saúde um Projeto de Educação e Promoção da Saúde

Crescer com Saúde um Projeto de Educação e Promoção da Saúde Plano Anual de Atividades Da Educação e Promoção da Saúde Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome? Tenho os três. E sou? Tenho de mudar quando

Leia mais

M. E. - GEPE. Promoção e Educação para a Saúde MAIS E MELHOR SAÚDE PLANO DE AÇÃO 2014/2015

M. E. - GEPE. Promoção e Educação para a Saúde MAIS E MELHOR SAÚDE PLANO DE AÇÃO 2014/2015 M. E. - GEPE Promoção e Educação para a Saúde MAIS E MELHOR SAÚDE PLANO DE AÇÃO 2014/2015 O Projeto Mais e Melhor Saúde 2014/15 enquadra-se no âmbito da Educação para a Saúde, de acordo com o consignado

Leia mais

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Anabela Martins Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Sumário Nota prévia Objetivos da Saúde Escolar Literacia em saúde Eixo estratégicos Exemplos de Boas

Leia mais

2011/2013. Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck)

2011/2013. Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck) 2011/2013 Se não posso realizar grandes coisas, posso pelo menos fazer pequenas coisas com grandeza. (Clarck) Índice Introdução... 2 Caracterização... 4 Objectivos do Projecto... 4 Metodologia... 5 Identificação

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação. Plano de Trabalho

Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação. Plano de Trabalho Plano de Trabalho 2013/2014 Índice ntrodução... 2 Finalidade do projeto... 3 Objetivos do projeto... 3 Áreas temáticas de... 3 Objetivos por área temática... 4 ntervenientes... 4 Atividades... 5 Avaliação...

Leia mais

Projeto Saúde Escolar

Projeto Saúde Escolar Agrupamento de Escolas de Eixo PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - 2013/2014 Projeto Saúde Escolar PROJETOS E ATIVIDADES A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO META/ OBJETIVO do P.E. NOME DO PROJETO /ATIVIDADE SÍNTESE

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 2012-2013

PROJETO DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 2012-2013 ESCOLA SECUNDÁRIA JORGE PEIXINHO PROJETO DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 2012-2013 Professora-coordenadora do Projeto Educação para a Saúde: Sandra Russo Índice Escola Secundária Jorge Peixinho Projeto de Educação

Leia mais

PES Promoção e Educação para a Saúde

PES Promoção e Educação para a Saúde (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto PES Promoção e Educação para a Saúde Equipa Dinamizadora: Alice Gonçalves e Rosa Rêgo Ano letivo 2014/2015

Leia mais

Atividades do Projeto Educação para a Saúde

Atividades do Projeto Educação para a Saúde Atividades do Projeto Educação para a Saúde A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, não consistindo somente numa ausência de

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 05/06 8ºAno Código 070 Educação para a Cidadania Ano Letivo: 05 / 06 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

Projeto de Promoção e Educação para a Saúde PES

Projeto de Promoção e Educação para a Saúde PES Projeto de Promoção e Educação para a Saúde Data Atividades Desenvolvidas Nº de Partici pantes Ano/ Turmas Grupo Disciplinar Exposição de Trabalhos realizados pelos alunos sobre o Dia da Alimentação. JI,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALMEIDA GARRETT VILA NOVA DE GAIA CÓDIGO 400798 FORMAÇÃO CÍVICA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALMEIDA GARRETT VILA NOVA DE GAIA CÓDIGO 400798 FORMAÇÃO CÍVICA ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALMEIDA GARRETT VILA NOVA DE GAIA CÓDIGO 400798 FORMAÇÃO CÍVICA Para uma Educação e Formação Social, Humana e Profissional dos alunos da Escola Secundária Almeida Garrett 1. Orientações

Leia mais

Promoção da Educação para a Saúde - +Saúde EDUCAÇÃO SEXUAL

Promoção da Educação para a Saúde - +Saúde EDUCAÇÃO SEXUAL EDUCAÇÃO SEXUAL Distribuição de conteúdos Curriculares, tempos letivos e disciplinas intervenientes.º Ciclo 7.º Dimensão ética da sexualidade humana. Compreensão da sexualidade como uma das componentes

Leia mais

Plano Regional de Saúde 2009-2012 Programa Regional de Saúde em Meio Escolar da Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico

Plano Regional de Saúde 2009-2012 Programa Regional de Saúde em Meio Escolar da Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico ÁREA DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIA : OBESIDADE Público Alvo: Alunos do 2.º e 3.º Ciclos 1 Dar continuidade à prevenção da obesidade na população em idade escolar -Sensibilização da comunidade educativa para

Leia mais

Plano Anual Saúde Escolar

Plano Anual Saúde Escolar Escola Básica e Secundária de Velas Plano Anual Saúde Escolar 2014-2015 Equipa de Saúde Escolar INTRODUÇÃO A Escola Básica e Secundária de Velas, através da Equipa de Saúde Escolar e conjuntamente com

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARTIM DE FREITAS 2014/2015 PROJETO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARTIM DE FREITAS 2014/2015 PROJETO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARTIM DE FREITAS 20142015 PROJETO Crescer Saudável Responsáveis do Projeto de Educação para a Saúde: Professoras - Ana Paula Lucas Ferreira e Regina Vieira Pires Página 1 1. Descrição

Leia mais

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 QUEM SOMOS A APF Associação para o Planeamento da Família, é uma Organização Não Governamental com estatuto de IPSS (Instituição Particular de Solidariedade

Leia mais

2010/2011 Plano Anual de Actividades

2010/2011 Plano Anual de Actividades 2010/2011 Plano Anual de Actividades Cristiana Fonseca Departamento de Educação para a Saúde 01-07-2010 2 Plano Anual de Actividades Introdução Quando em 1948 a Organização Mundial de Saúde definiu a saúde

Leia mais

Educação para a Cidadania linhas orientadoras

Educação para a Cidadania linhas orientadoras Educação para a Cidadania linhas orientadoras A prática da cidadania constitui um processo participado, individual e coletivo, que apela à reflexão e à ação sobre os problemas sentidos por cada um e pela

Leia mais

Projeto de Educação para a Saúde e Sexualidade

Projeto de Educação para a Saúde e Sexualidade AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO BRUNO ESCOLA E.B.I. de SÃO BRUNO Projeto de Educação para a Saúde e Sexualidade 2015/2016 «A promoção da educação para a saúde em meio escolar é um processo em permanente

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Sampaio

Agrupamento de Escolas de Sampaio Agrupamento de Escolas de Sampaio Projeto de Educação para a Saúde 2014/2015 Índice 1. Prioridades...3 1.1. Educação Alimentar e Atividade Física. 3 1.2. Prevenção dos Comportamentos Aditivos e Dependências....4

Leia mais

Planificação Anual do Projeto Educação para a Saúde

Planificação Anual do Projeto Educação para a Saúde AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ANTÓNIO FEIJÓ ANO LETIVO 2012.2013 Planificação Anual do Projeto Saúde Designação do Projeto Objetivos Ligação ao Projeto Educativo /PAA Calendarização Intervenientes

Leia mais

Projeto Curricular de Escola

Projeto Curricular de Escola Projeto Curricular de Escola QUADRIÉNIO 2014-2018 Somos aquilo que comemos. Hipócrates Cooperativa de Ensino A Colmeia 2 Índice Introdução... 4 Identificação do Problema... 5 Objetivos... 6 Estratégias/Atividades...

Leia mais

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)?

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? São unidades especializadas de apoio educativo multidisciplinares que asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MAFRA PLANO DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIA PIP 2 PREVENÇÃO E COMBATE DA INDISCIPLINA ANO LETIVO 2014 2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MAFRA PLANO DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIA PIP 2 PREVENÇÃO E COMBATE DA INDISCIPLINA ANO LETIVO 2014 2015 PLANO DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIA PIP 2 PREVENÇÃO E COMBATE DA INDISCIPLINA ANO LETIVO 2014 2015 PROJETO DE INTERVENÇÃO AO NÍVEL DA INDISCIPLINA 1- FUNDAMENTAÇÃO A Equipa Multidisciplinar foi constituída

Leia mais

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO 1 Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO Setembro Acolhimento das crianças - Integração e adaptação das crianças ao Centro Infantil Setembro Reunião de Pais e Encarregados

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty

qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOÃO CARLOS CELESTINO GOMES uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn

Leia mais

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo.

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo. Atualizar e divulgar a composição da equipa. Divulgar as atividades. Atualizar e divulgar diversos materiais. ano lectivo Informação/divulgação dos serviços especializados na página da escola /EE Representar

Leia mais

Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva

Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 2013/14 A Coordenadora: Maria do Castelo Nunes da Costa INTRODUÇÃO A Saúde é um fator essencial da vida humana. Segundo

Leia mais

Plano Anual Saúde Escolar

Plano Anual Saúde Escolar Escola Básica e Secundária de Velas Plano Anual Saúde Escolar 2015- Equipa de Saúde Escolar INTRODUÇÃO A Escola Básica e Secundária de Velas, através da Equipa de Saúde Escolar e conjuntamente com o Centro

Leia mais

Projeto de Promoção e Educação para a Saúde 2015/2016 ESPRODOURO ESCOLA PROFISSIONAL DO ALTO DOURO. A Coordenadora: Elisabete de Jesus Duarte

Projeto de Promoção e Educação para a Saúde 2015/2016 ESPRODOURO ESCOLA PROFISSIONAL DO ALTO DOURO. A Coordenadora: Elisabete de Jesus Duarte Projeto de Promoção e Educação para a Saúde 2015/2016 A Coordenadora: Elisabete de Jesus Duarte ESPRODOURO ESCOLA PROFISSIONAL DO ALTO DOURO INTRODUÇÃO A Saúde é um fator essencial da vida humana. Segundo

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica n.º1 de Gondomar APEBN1 Plano Anual de Atividades 2012/2013 Nota Introdutória A Associação de Pais tem por objeto, o exercício do direito

Leia mais

Projecto Educação Para a Saúde

Projecto Educação Para a Saúde AGRUPAMENTO VERTICAL FERNANDO CASIMIRO Escola Básica Integrada Fernando Casimiro Introdução Projecto Educação Para a Saúde No seguimento do Ofício-Circular nº 69 de 20 de Outubro de 2006 procedente do

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3. PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.º CICLOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2017 O Projeto Plurianual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sophia de Mello

Leia mais

PROGRAMA ECO-ESCOLAS

PROGRAMA ECO-ESCOLAS PROGRAMA ECO-ESCOLAS Programa de Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável PLANO DE AÇÃO 2014/2015 O Eco-Escolas é um Programa internacional, coordenado em Portugal pela Associação

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14 Agrupamento de Escolas da Moita Plano de Melhoria P r o v i s ó r i o P p P r o Ano letivo 2013-14 Moita, 22 de abril de 2015 A COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO o Célia Romão o Hélder Fernandes o Ana Bela Rodrigues

Leia mais

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade)

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade) Escola Secundária da Ramada Plano Plurianual de Atividades Pro Qualitate (Pela Qualidade) 2014 A Escola está ao serviço de um Projeto de aprendizagem (Nóvoa, 2006). ii ÍNDICE GERAL Pág. Introdução 1 Dimensões

Leia mais

Plano de Atividades 2014-15. Gabinete de Serviço Social

Plano de Atividades 2014-15. Gabinete de Serviço Social Plano de Atividades 2014-15 Gabinete de Serviço Social 1. Voluntariado e Dinamização da Comunidade 1.1. Clube Social 1.2. Projeto Conhecer a Terceira Idade 1.3. Campanha de Natal 1.4. Campanha Papel por

Leia mais

DGEste - Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO. Código 152213 2014.2015

DGEste - Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO. Código 152213 2014.2015 DGEste - Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código 152213 2014.2015 Equipa: Beatriz Vilarinho (coordenadora) Ana Paula Silva (psicóloga) Marta Ferreira

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 660/X ESTABELECE O REGIME DE APLICAÇÃO DA EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJECTO DE LEI N.º 660/X ESTABELECE O REGIME DE APLICAÇÃO DA EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJECTO DE LEI N.º 660/X ESTABELECE O REGIME DE APLICAÇÃO DA EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR Exposição de Motivos A garantia da saúde sexual e reprodutiva na sociedade contemporânea é condição necessária

Leia mais

Pré-Projeto de Educação Ambiental

Pré-Projeto de Educação Ambiental Pré-Projeto de Educação Ambiental Vamos Descobrir e Valorizar o Alvão Ano 2014/15 Centro de Informação e Interpretação Lugar do Barrio 4880-164 Mondim de Basto Telefone: 255 381 2009 ou 255 389 250 1 Descobrir

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA G.A.A.F. Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA G.A.A.F. Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA G.A.A.F. Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família Ano Letivo 2013/14 G.A.A.F. O é um projeto de mediação escolar e social que funciona na Escola Secundária de S. Pedro

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes Consciencializar toda a Comunidade Escolar para a Preservação do Meio Envolvente; Sensibilizar a comunidade para a poupança de recursos, promovendo a reutilização e a reciclagem. Valorizar a Educação para

Leia mais

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Programa para a disciplina de oferta complementar do AER (ensino básico): Educação para a Cidadania

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 0/0 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 ÍNDICE - Introdução...

Leia mais

Departamento de Psicologia e de Educação Especial

Departamento de Psicologia e de Educação Especial Departamento de Psicologia e de Educação Especial 1- Avaliação e acompanhamento psicológico Avaliação e acompanhamento psicológico e psicopedagógico individual (promoção da autoestima e comportamentos

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO

PROJETO DE INTERVENÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES CANDIDATURA A DIRETOR PROJETO DE INTERVENÇÃO (2013-2017) Pedro Paulo da Costa Cerqueira Amares, maio de 2013 As organizações, tal como os organismos vivos, têm os seus

Leia mais

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR)

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Nota Introdutória Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Apoiar e promover os objetivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo

Leia mais

P L A N O D E A Ç Ã O - PES

P L A N O D E A Ç Ã O - PES ALIMENTAÇÃO, AÚDE ORAL, HIGIENE E ATIVIDADE FÍICA P L A N O D E A Ç Ã O - PE ÁREA TEMÁTICA AÇÕE OBJETIVO ATIVIDADE INTERVENIENTE ALU NO DOC EN TE PÚBLICO/POPULAÇÃO-ALVO AO EE JI EB1 2º cicl o 3º cicl o

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar

Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar Liderança 1.1 1.2 1.3 1.4 1. As decisões tomadas pelo Conselho Pedagógico, pela Direção e pelo Conselho Geral são disponibilizadas atempadamente. 2. Os vários

Leia mais

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental TRANSVERSALIDADE Os temas transversais contribuem para formação humanística, compreensão das relações sociais, através de situações de aprendizagens que envolvem a experiência do/a estudante, temas da

Leia mais

PARTILHAR em São Tomé

PARTILHAR em São Tomé PARTILHAR em São Tomé 1. Enquadramento De acordo com as notícias do país, as doenças crónicas não transmissíveis têm estado a ganhar terreno alarmante nos últimos anos em São Tomé e Príncipe. Não se sabe

Leia mais

Critérios de avaliação dos alunos abrangidos pela Educação Especial

Critérios de avaliação dos alunos abrangidos pela Educação Especial Critérios de avaliação dos alunos abrangidos pela Educação Especial ANO LETIVO 2015 / 2016 Departamento de Educação Especial Proposta para o Ano Letivo 2015 / 2016 Avaliação dos alunos com NEE de carácter

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 0/05 7ºAno Código 070 Educação para a Cidadania 7º Ano Ano Letivo: 0 / 05 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

Projeto: Promoção e Educação para a Saúde

Projeto: Promoção e Educação para a Saúde Projeto: Promoção e Educação para a Saúde Plano Anual de Atividades 1.º CEB Ano letivo 2013/2014 ATIVIDADES - 1º PERÍODO Aveleira Inquérito-alunos/família Ficha de trabalho: Pequeno-almoço: verdade ou

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades Atividades Previstas para o ano letivo de 2013 2014 Atividades Objetivos Estratégias Calendarização Adaptar a criança à escola e à vida Diálogos conviventes de social; apresentação

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR (A.E.C.)

REGIMENTO DO PROGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR (A.E.C.) REGIMENTO DO PROGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR (A.E.C.) A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E B E N A V E N T E INTRODUÇÃO Tendo por base os normativos legais

Leia mais

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS ORIENTADORES DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DAS ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI Ano lectivo 2009/2010 1 Princípios Orientadores de acordo com o Projecto Educativo A Lei

Leia mais

CATÁLOGO DE ATIVIDADES

CATÁLOGO DE ATIVIDADES 2015 CATÁLOGO DE ATIVIDADES 2 1 1 Fotografia da Capa: Architectural Concepts By Roman Vlasov com Wendy F. Strange In 3dfirstaid Visual Architecture INTRODUÇÃO A SENTIDO DIRECTO desenvolve, de forma sistemática,

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO. Projeto do. CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO. Projeto do. CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto do CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz Uma ação educativa de abertura para a comunidade Ano letivo 2014/2015 Índice 1. Introdução

Leia mais

PROJETO PREVENIR E AGIR : RETER E PROTEGER UTILIZAÇÃO ADEQUADA DOS SISTEMAS DE RETENÇÃO DE CRIANÇAS 2014 ÍNDICE

PROJETO PREVENIR E AGIR : RETER E PROTEGER UTILIZAÇÃO ADEQUADA DOS SISTEMAS DE RETENÇÃO DE CRIANÇAS 2014 ÍNDICE ÍNDICE Pág. 0. Enquadramento. 4 1. Intervenção Reter e Proteger Utilização Adequada dos Sistemas de Retenção de Crianças...... 6 2. População Alvo de intervenção. 7 3. Parcerias.... 7 4. Recursos Necessários..

Leia mais

2014/2015. 9º Ano Turma A. Orientação Escolar e Vocacional

2014/2015. 9º Ano Turma A. Orientação Escolar e Vocacional 2014/2015 9º Ano Turma A Orientação Escolar e Vocacional Programa de Orientação Escolar e Profissional 9.º Ano e agora??? Serviço de Apoios Educativos Ano Lectivo 2014/2015 Orientação Escolar e Profissional

Leia mais

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba 1 A dignidade do ser humano é inviolável. Deve ser respeitada e protegida Artigo 1º da

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FUNDÃO + ESCOLA + PESSOA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA 2013-2017 Agrupamento de Escolas do Fundão Página 1 Perante o diagnóstico realizado, o Agrupamento assume um conjunto de prioridades

Leia mais

Plano de ação para o tema: Resíduos

Plano de ação para o tema: Resíduos Plano de ação para o tema: Resíduos Diagnóstico (situações a melhorar) Objetivo(s) Meta(s) Ações e Atividades Previstas Concretização Avaliação- instrumentos e Indicadores (de monitorização e avaliação

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

REFERENCIAL PARA A CONTRATUALIZAÇÃO DE AÇÕES DE CAPACITAÇÃO

REFERENCIAL PARA A CONTRATUALIZAÇÃO DE AÇÕES DE CAPACITAÇÃO PROGRAMA TEIP3 REFERENCIAL PARA A CONTRATUALIZAÇÃO DE AÇÕES DE CAPACITAÇÃO Novembro de 2013 DGE / EPIPSE Programa TEIP3 Página 1 de 5 A Direção-Geral de Educação, através da EPIPSE, após análise de conteúdo

Leia mais

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE UBERLÂNDIA Fazenda Sobradinho, s/ nº, Município de Uberlândia, CEP: 38.400-974, telefone: (34) 3233-8800 Fax: (34) 3233-8833,

Leia mais

LINHAS ORIENTADORAS DO PLANEAMENTO E EXECUÇÃO, PELA DIRETORA, DAS ATIVIDADES NO DOMÍNIO DA AÇÃO SOCIAL ESCOLAR PARA

LINHAS ORIENTADORAS DO PLANEAMENTO E EXECUÇÃO, PELA DIRETORA, DAS ATIVIDADES NO DOMÍNIO DA AÇÃO SOCIAL ESCOLAR PARA CONSELHO GERAL LINHAS ORIENTADORAS DO PLANEAMENTO E EXECUÇÃO, PELA DIRETORA, DAS ATIVIDADES NO DOMÍNIO DA AÇÃO SOCIAL ESCOLAR PARA 2015 O regime jurídico dos apoios concedidos pelo Estado no âmbito da

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA Ano lectivo 2014/2015 Introdução A Educação para a Cidadania é um processo ao longo da vida. Começa em casa e no meio próximo das crianças com as questões da identidade, relações

Leia mais

PROJECTO EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

PROJECTO EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE PROJECTO EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 2009/2010 Índice ÍNDICE... 1 1. IDENTIFICAÇÃO... 2 2. FUNDAMENTAÇÃO... 2 3. FINALIDADES/OBJECTIVOS... 3 4. ESTRATÉGIA OPERATIVA/METODOLOGIA... 3 4.1. PÚBLICO-ALVO... 3 4.2.

Leia mais

PARA UMA ESCOLA PROMOTORA DA CIDADANIA E DA SAÚDE

PARA UMA ESCOLA PROMOTORA DA CIDADANIA E DA SAÚDE PARA UMA ESCOLA PROMOTORA DA CIDADANIA E DA SAÚDE Apresentação da APF A Associação para o Planeamento da Família (APF) é uma IPSS com Finalidades de Saúde, criada em 1967 e que tem como missão Contribuir

Leia mais

Projeto Pedagógico Sala da Alegria. Vamos descobrir os Alimentos

Projeto Pedagógico Sala da Alegria. Vamos descobrir os Alimentos Projeto Pedagógico Sala da Alegria Vamos descobrir os Alimentos Ano letivo 2015-2016 Índice Introdução... 3 2. Caraterização do grupo... 4 3. Organização e Gestão do Tempo... 4 4. Fundamentação do tema...

Leia mais

Aprender a Educar Programa para Pais

Aprender a Educar Programa para Pais Aprender a Educar Programa para Pais 9ª Edição 2013 Ser Pai e Mãe é um desafio constante! O Programa APRENDER A EDUCAR é uma iniciativa da Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico Não houve recomendações emanadas do Conselho Pedagógico. Data de apresentação à direção/ conselho

Leia mais

Escola Secundária com 3º CEB de Coruche EDUCAÇÃO SEXUAL

Escola Secundária com 3º CEB de Coruche EDUCAÇÃO SEXUAL Escola Secundária com 3º CEB de Coruche 0 EDUCAÇÃO SEXUAL INTRODUÇÃO A Educação da sexualidade é uma educação moral porque o ser humano é moral. É, também, uma educação das atitudes uma vez que, com base

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2010

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2010 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2010 Institui diretrizes para a promoção da alimentação saudável nas escolas de educação infantil, fundamental e de nível médio das redes pública e privada, em âmbito nacional.

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES (3ª ACTUALIZAÇÃO)

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES (3ª ACTUALIZAÇÃO) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PÚBLICAS DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA (3ª ACTUALIZAÇÃO) (3ª Actualização JULHO/2008) 1 Mês: Abril/2008 ANULAR (Estava na 1ª versão sem data) ANULAR (estava na 2ª versão para o 3º

Leia mais

SEXUALIDADE.NÓS. Equipa do Projeto: Carla Santos e Silva. Elisabete Baptista. Susana Serra

SEXUALIDADE.NÓS. Equipa do Projeto: Carla Santos e Silva. Elisabete Baptista. Susana Serra SEXUALIDADE.NÓS Equipa do Projeto: Carla Santos e Silva Elisabete Baptista Susana Serra Índice Índice... 2 Introdução... 3 Legislação... 4 Lei n.º 3/84... 4 Lei 46/86 (Lei de Bases do Sistema Educativo)...

Leia mais

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015/2016 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015-2016 POR UM AGRUPAMENTO DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA JI Fojo EB 1/JI Major David Neto EB 2,3 Prof. José Buísel E.S. Manuel Teixeira Gomes

Leia mais