Preço ou Custo? Transporte sua Escolha!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preço ou Custo? Transporte sua Escolha!"

Transcrição

1 DHL Supply Chain Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! Douglas Tacla Vice President Transport Operation

2 Agenda 1. DP DHL 2. DHL Supply Chain América Latina 3. DHL Supply Chain Brasil - Transportes 4. Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! 5. Estudo de Casos Deutsche Post DHL 2

3 Corporate structure & Key Figures Corporate Center Corporate Functions MAIL EXPRESS GLOBAL FOR-WARDING, FREIGHT SUPPLY CHAIN GLOBAL BUSINESS SERVICES Deutsche Post DHL is the world s leading mail and logistics services group. The Deutsche Post and DHL corporate brands represent a one-of-a-kind portfolio of logistics (DHL) and communications (Deutsche Post) services. The Group provides its customers with both easy to use standardized products as well as innovative and tailored solutions ranging from dialog marketing to industrial supply chains. About 470,000 employees in more than 220 countries in million Revenue 46,201 51,481 Reported EBIT 231 1,835 Source: Official DP Annual Report 3

4 Successful initiatives Increase customer loyalty Employee focus to monitor our potentials for improvements Sustainable and credible engagement in the focus areas of environmental protection (GoGreen), disaster management (GoHelp), education (GoTeach) 4

5 Corporate division SUPPLY CHAIN (I) DHL Supply Chain World s No.1 in contract logistics Presence in more than 60 countries and territories Approx. 120,000 employees worldwide 2,400 logistic centers, warehouses, terminals Approx. 23 million sqm storage capacities worldwide Expertise in key sectors including Consumer goods, Retail, Technology, Life Sciences & Healthcare, Automotive, Energy Business units and products: Warehousing Distribution Managed transport services Value-added services (e.g. packaging, technical services, procurement) Business process outsourcing Supply chain management & consulting Lead Logistics Provider 5

6 Main Transportation Customers per Sector LATAM Transportation AICE Consumer Technology Life Science Retail 6

7 DSC Transportation Brazil Transportation Overview 2010 Share of the Regions by Weight # of Customers # of Associates % 12% # of Carriers # of Cities attained Cargo Value USD 11,7 bi 7% 64% 12% Month Average Automotive Chem. & Ind Technology Consumer Life Science Retail Total # of invoices 76,925 24,115 2,941 33,777 27, ,879 Shipments Weight (ton) Volume (m³) 47,379 13, ,240 17,752 98,443 10,018 9,671 5,820 3, ,195 13,397 60,818 5,164 15,946 14, ,489 On Time Delivery 94% - 96% 94% - 96% 92% - 94% 93% - 95% 93% - 95% 95% 7

8 Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! Reduzir preço ou reduzir custos? O trabalho busca responder a questão proposta propondo caminhos e discutindo as variáveis que mais impactam os custos do Setor Apontar os custos que não deveriam existir, e assim buscar eliminálos pode ser mais efetivo do que buscar preços menores sempre, essa é a discussão a que se propõe o trabalho Artigo publicado na Mundo Logística em

9 O Objetivo do Trabalho O transporte é a maior parcela dos custos logísticos. Nos EUA a Logística é 10% do PIB; no Brasil ainda mais, 13%. Transporte é 60% desse total. Mostrar os principais aspectos que determinam os sobre custos no Transporte Rodoviário de Carga nos grandes centros brasileiros, e como podem ser reduzidos de forma a propiciar menor valor de Frete. A idéia é trazer o entendimento que existem formas factíveis e razoáveis de reduzir frete sem valer-se somente do expediente comum de redução do preço do serviço. Reduzir preço ou reduzir custos? O trabalho busca responder a questão proposta apontando caminhos e discutindo as variáveis que mais impactam os custos do Setor 9

10 No que Mexer 1. Produtividade O Caminhão é uma máquina que deveria produzir KMs 2. Consolidação de Carga Mais FTL em distâncias médias 3. Menos Paradas, mais Carga na Rota Muitas paradas com pouca carga por entrega é caro 10

11 Principais Elementos de SOBRE Custos no TRC Filas para carga e descarga Improdutividade Roteirização Estradas ruins Falta ou baixa colaboração entre embarcadores/transportadores Congestionamentos, Planejamento deficitário de vendas/compras Desalinhamento de planejamento entre logística, produção, e vendas, Problema/Impacto Custo de Capital Salário Motorista Combustível Manutenção Pneu Diretos Operacionais Filas para carga e descarga X X x Roteirização X X X X Estradas ruins X X X X X X Colaboração X X X X X X Congestionamentos X X X Planejamento de Carga X X Desalinhamento de planejamento X X X 11

12 Efeito da Produtividade nos Custos As tabelas trazem de forma didática, a comparação entre a proporção dos principais custos fixos e variáveis (em %), para uma carreta (cavalo mecânico + semi reboque) para percorrer km (tabela 1) e km (tabela 2) em mês Custos Diretos Fixos 59% Custos Diretos Fixos 49% Custo de Capital 29% Custo de Capital 24% Salário do Motorista 19% Salário do Motorista 16% Impostos e Administrativos 12% Impostos e Administrativos 10% Custos Diretos Variáveis 41% Custos Diretos Variáveis 51% Combustível 27% Combustível 33% Manutenção 6% Manutenção 7% Pneu 6% Pneu 8% Diretos Operacionais 2% Diretos Operacionais 3% Tabela 1: Custos kmPercentuais Carreta km Tabela 2: Custos Percentuais Tabela 2: Carreta km10.000km 12

13 Efeito da Produtividade nos Custos Um caminhão, por exemplo, que gasta 2 horas de carga, 4 horas de descarga, e 1 hora parado em congestionamento e assim produz km em um mês, produziria mais km se reduzisse esses tempos a metade. Factível!! Ou deveria ser 13

14 Consolidação de Carga Estudo de Caso: Consolidação de carga, com a utilização de um Operador Logístico (em São Paulo), para o Centro de Distribuição de uma grande Rede Varejista (Brasília) Resultados: Redução de 86% dos caminhões utilizados 14

15 Menos Paradas, mais Carga na Rota (1) A tabela mostra o cálculo ABC, ressaltando a influência das quantidades de paradas e carga por veículo em uma rota de distribuição O Gráfico a redução do custo do frete (1) Novaes, 2010 Demais Referências bibliográficas no artigo 15

16 Project Implemented with Relevant COST Saving Description Overall Costs Reduction: 12.2% Synergy with DSC Customers Increase FTL shipments Result Fully Operational Integration between Warehousing and Transportation Risk Management Adequation and and cost cost optimization Apply optimization concepts with with all all operational possibilities 16

17 Conclusões e Recomendações É possível ganhar em redução de custos entre 5 a 20%, trabalhando de forma efetiva nos pontos discutidos (Produtividade, Consolidação e Planejamento de Rotas. O caminho começa com planejamento e passa pela integração de processos da cadeia logística e atinge o nível ótimo com a colaboração entre os players da cadeia. Logística Colaborativa entre Clientes e Operadores podem e devem fazer parte do planejamento e os tornar cúmplices na execução. Redução de preços, sem aumento de produtividade, não é sustentável. Essa prática está levando à insolvência empresas tradicionais, e o mercado está bem perto do limite e no limiar de um colapso. Preço ou Custo? A resposta é: ambos, primeiro custo, depois preço. Transporte sua opção! 17

18 Fim da apresentação (1)Novaes, 2010 Demais Referências Bibliográficas no artigo publicado na Mundo Logística 18

Preço ou Custo? Transporte sua Escolha!

Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! Por: Douglas Tacla * 1- Introdução Reduzir preço ou reduzir custos? Este artigo tem por objetivo mostrar os principais aspectos que determinam os sobre custos para

Leia mais

COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA. Miquele Lioi - DHL

COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA. Miquele Lioi - DHL COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA Miquele Lioi - DHL 19/08/2015 Empresa global com portfolio único No. 1 in international express delivery Europe s largest postal service Leader

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

Perspectivas para o Modal Aéreo Transporte de passageiros e de carga no Brasil. FIESP, São Paulo 27/08/2015

Perspectivas para o Modal Aéreo Transporte de passageiros e de carga no Brasil. FIESP, São Paulo 27/08/2015 Perspectivas para o Modal Aéreo Transporte de passageiros e de carga no Brasil FIESP, São Paulo 27/08/2015 Conteúdo Custos Logísticos no Brasil Carga Aérea no Mundo Evolução do Transporte Aéreo no Brasil

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion Fazemos parte do processo de retalho de moda com o objetivo de aumentar as suas vendas Desde a fundação em 1980 que somos um operador ativo e inovador,

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos

Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos Risks and Advantages of Global Supply Chain Management Luiz Evangelista Gerente de Gestão de Ativos Asset Management Manager CHEP do Brasil

Leia mais

Automação de fluxos de informação em RH com o apoio de ferramentas de workflow

Automação de fluxos de informação em RH com o apoio de ferramentas de workflow Automação de fluxos de informação em RH com o apoio de ferramentas de workflow PEX WEEK BRASIL 2013 6ª EDIÇÃO Public Leonardo Marinelli Head of HR CTP (Controlling, Technology and Processes) Latin America

Leia mais

Wallenius Wilhelmsen Logistics. Making a Multimodal Brazil

Wallenius Wilhelmsen Logistics. Making a Multimodal Brazil Wallenius Wilhelmsen Logistics Making a Multimodal Brazil Agenda This is Wallenius Wilhelmsen Logistics Multimodal in Brazil Trucking Rail Air Sea Future This is Wallenius Wilhelmsen Logistics A global

Leia mais

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil 2009-2010 SALARY GUIDE Brazil Conteúdo Introdução...1 Finance and Accounting...2 Engineering...3 Sales & Marketing...4 Technology...5 Banking...6 Banking (Continued)...7 Insurance...8 About Robert Half...9

Leia mais

SDV BRASIL OUTUBRO 2014. Preparado por: Eduardo Rampani

SDV BRASIL OUTUBRO 2014. Preparado por: Eduardo Rampani SDV BRASIL OUTUBRO 2014 Preparado por: Eduardo Rampani AGENDA Grupo Bolloré / SDV - Apresentação da empresa SDV BrasilApresentação do Case EC 725 H-XBR Vídeo SDV Aerospace 2 OUR SHAREHOLDER THE BOLLORÉ

Leia mais

O mercado M2M Latino Americano

O mercado M2M Latino Americano O mercado M2M Latino Americano Março 2013 1 Ricardo Buranello That s Telit? Telit Wireless Solutions desenvolve, manufatura e comercializa produtos GSM/GPRS, EDGE, UMTS/WEDGE/HSDPA/HSPA+, CDMA, Short Range

Leia mais

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dayves Pereira Fernandes de Souza Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Utilização de Aço Inoxidável em Veiculos Pesados e a Tendência Futura Jose Eduardo Lepore Jr

Utilização de Aço Inoxidável em Veiculos Pesados e a Tendência Futura Jose Eduardo Lepore Jr Utilização de Aço Inoxidável em Veiculos Pesados e a Tendência Futura Jose Eduardo Lepore Jr Outubro 2013 A worldwide leader Introdução Legislação: Motor do Desenvolvimento Evolução das Tecnologias Uso

Leia mais

Artigo publicado. na edição 29. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. julho e agosto de 2012

Artigo publicado. na edição 29. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. julho e agosto de 2012 Artigo publicado na edição 29 Assine a revista através do nosso site julho e agosto de 2012 www.revistamundologistica.com.br Paulo Guedes :: opinião O crescimento dos Gastos Logísticos no Brasil e no mundo

Leia mais

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 Estrutura da Apresentação 1. Breve Introdução 2. Presente e Futuro 3. Resultados

Leia mais

PROJETO SERIALIZAÇÃO. Projeto Serialização DHL

PROJETO SERIALIZAÇÃO. Projeto Serialização DHL PROJETO SERIALIZAÇÃO Projeto Serialização DHL 1 Serialização SETRM 2015 DEUTSCHE POST DHL DHL Supply Chain é parte do Grupo Deutsche Post com presença global e extensivo portifólio em serviços Logísticos

Leia mais

A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)?

<Insert Picture Here> A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)? A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)? Sessão Aberta Homero Silveira - Sector Público e Saúde Contratação Pública agenda

Leia mais

Solução Logística de Transportes

<Insert Picture Here> Solução Logística de Transportes Solução Logística de Transportes Reynaldo Braga Senior Sales Manager Importância Estratégica Gestão de Transportes Custos de transporte são o elemento de maior representatividade

Leia mais

Supply Chain Management / Siemens Real Estate

Supply Chain Management / Siemens Real Estate Siemens em Portugal Supply Chain Management / Siemens Real Estate Lisbon, September 2010 Page 1 Supply Chain Management Organização RC Portugal Board SCM Supply Chain Management ECC - Export Control and

Leia mais

Logistics / Supply Chain

Logistics / Supply Chain Deixar descongelar o produto durante cerca de 60minutos Colocar o creme no saco de pasteleiro Efectuar um corte inclinado até meio da bola, na sua parte superior (logo a seguir á emenda) Cortar o bico

Leia mais

Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning

Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning If you don t know where you want to go, any path will do. Estratégia é o processo onde planos são formulados para posicionar a empresa

Leia mais

Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético.

Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético. Priscila de Andrade Ramos Boisson Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético. Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

Color variant: Siemens White

Color variant: Siemens White 2º Forum da Responsabilidade Social das Organizações A Glocal Company Color variant: Siemens White Key Figures - Siemens Global Dados Gerais Americas 25% 22% 33% 101 19.1 96 Europe (excl. Germany) 27%

Leia mais

Evolução do Outsourcing IT: Real ICT A evolução do IT Outsourcing é baseada em soluções end to end flexíveis e com um único SLA orientado ao negócio. Rui Franco Chief Sales & Support Officer T-Systems

Leia mais

RESULTADOS PRELIMINARES QUALITATIVOS: O Estudo de Caso do Rio de Janeiro

RESULTADOS PRELIMINARES QUALITATIVOS: O Estudo de Caso do Rio de Janeiro RESULTADOS PRELIMINARES QUALITATIVOS: O Estudo de Caso do Rio de Janeiro Qualitative Preliminary Results: The case study of Rio de Janeiro Coordenador: Márcio D Agosto Cíntia Oliveira Luíza Franca Daniel

Leia mais

Cloud para o Brasil Cloud Services

Cloud para o Brasil Cloud Services Cloud para o Brasil Como as ofertas da Capgemini endereçam os principais pontos levantados pela pesquisa exclusiva We orchestrate your Cloud Services Current Market Situation with Cloud 2 Current Market

Leia mais

IDC Access. 12 Meses de Acesso Ilimitado aos Eventos e Estudos da IDC. Principais Benefícios:

IDC Access. 12 Meses de Acesso Ilimitado aos Eventos e Estudos da IDC. Principais Benefícios: IDC Access 12 Meses de Acesso Ilimitado aos Eventos e Estudos da IDC Principais Benefícios: Presença nos principiais eventos sobre TIC em Portugal Acompanhamento das principais tendências Análise global

Leia mais

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Outubro, 2013 UTi Provedor de Soluções Logísticas Financeiro

Leia mais

Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION. Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015

Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION. Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015 Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015 Quem somos? Perfil Empresa Grupo familiar fundado em 1948 Capital 100% propriedade da família Luís Simões Capital

Leia mais

and work, with work having a multiplication factor double). Relacionamento Comercial Internacional International Commercial Relationship

and work, with work having a multiplication factor double). Relacionamento Comercial Internacional International Commercial Relationship Sucesso é a união de três elementos: confiança, reciprocidade e trabalho, tendo o trabalho um fator duplo de multiplicação (success is basically the union of three elements: trust, reciprocity and work,

Leia mais

André Romano Alho Fevereiro, 2015

André Romano Alho Fevereiro, 2015 Melhorando a mobilidade, e a sustentabilidade das operações de Logística Urbana, através da configuração e fiscalização de um sistema de baías de cargas e descargas. Tese de Doutoramento Estudante André

Leia mais

Ana Paula Gamberali Nóbrega. Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico

Ana Paula Gamberali Nóbrega. Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico Ana Paula Gamberali Nóbrega Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

SAP Excelência Operacional & Inovação. Daniel Bio Setembro 2013

SAP Excelência Operacional & Inovação. Daniel Bio Setembro 2013 SAP Excelência Operacional & Inovação Daniel Bio Setembro 2013 Portfolio de informações atualmente Fragmentado, antigo e não orientado ao usuário Serviço ao Consumidor Gerente de Vendas Finanças e Operações

Leia mais

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II Prof. Alessandro Camargo Logística Internacional As principais características das operações logísticas são: - Complexidade: que podem ser desde o produto até a

Leia mais

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO INTEGRADA DA LOGISTICA SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI ANNA KAROLINE DINIZ CAMILA MOURA FAVARO FERNANDO DOS ANJOS REINALDO FRANCISCO TIAGO SOUZA

Leia mais

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil October, 2013 Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil AGENDA Visão da Industria de Seguros (Brasil x Mundo) Drivers que movem a Indústria Análise da Penetração da Indústria

Leia mais

Novos desafios na logística e supply chain. São Paulo, October 07th, 2014

Novos desafios na logística e supply chain. São Paulo, October 07th, 2014 Novos desafios na logística e supply chain São Paulo, October 07th, 2014 Agenda FM Group FM Brasil Desafios na inovação logística FM Group From a small business to an international group 1967 1982 1990

Leia mais

Apresentação corporativa. Dez 2010

Apresentação corporativa. Dez 2010 Apresentação corporativa do Grupo Reditus Dez 2010 Índice A. Apresentação do grupo Reditus B. A nossa oferta de serviços C. Os nossos clientes D. Projecto na Defesa 2 Índice A. Apresentação do grupo Reditus

Leia mais

Yusen Logistics do Brazil. Supply Chain Solutions

Yusen Logistics do Brazil. Supply Chain Solutions Yusen Logistics do Brazil Supply Chain Solutions Yusen Logistics Group NYK A YUSEN LOGISTICS é uma empresa do Grupo NYK (fundada em Tóquio em 1885), que atua na gestão do fluxo de bens, serviços e informações

Leia mais

QUEM SOMOS WHO WE ARE

QUEM SOMOS WHO WE ARE QUEM SOMOS A 5PM Consulting é uma empresa de consultoria que atua nos segmentos industrial, construção civil e obras de infraestrutura, fornecendo planejamento, gerenciamento e Follow Up dos empreendimentos.

Leia mais

NEGÓCIA DA CADEIA DE FRIOS NO PERU. Jose Enrique Carranza

NEGÓCIA DA CADEIA DE FRIOS NO PERU. Jose Enrique Carranza NEGÓCIA DA CADEIA DE FRIOS NO PERU Jose Enrique Carranza Resultados desta apresentação Até of final destaapresentação você poderá... Apreciar o desenvolvimento econômico sólido que o Peru está tendo atualmente

Leia mais

FDLI s Brazil Conference

FDLI s Brazil Conference Programa Alimentos Seguros: uma experiência brasileira Food Safety Program: a Brazilian experience FDLI s Brazil Conference Zeide Lúcia Gusmão, MSc. National Coordinator PAS SENAI Nacional Department São

Leia mais

Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework. José Maria de Macedo

Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework. José Maria de Macedo Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework José Maria de Macedo Chief Distribution and Sales Officer May 2008 1/XX Cemig Distribuição in numbers Indicator

Leia mais

Engineering the future. Electronic Manufacturing Services

Engineering the future. Electronic Manufacturing Services Engineering the future Electronic Manufacturing Services 1 Company presentation Primetec is a technological based company, dedicated to the development and manufacture of complete electronic equipment,

Leia mais

I Seminário Nacional dos Fóruns Estaduais das

I Seminário Nacional dos Fóruns Estaduais das BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE SERVIÇOS* - US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN SERVICES BALANCE* - US$ Billion I Seminário Nacional dos Fóruns Estaduais das Microempresas e Empresas 2010

Leia mais

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Antonio Donatelli Desenvolvendo relacionamento com clientes

Leia mais

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados?

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados? Gestão de Transporte Que fatores a serem considerados? A Atividade de Transporte: Sua Gestão Barco Trem Caminhão Peso Morto por T transportada 350 kg 800kg 700 kg Força de Tração 4.000 kg 500 kg 150 kg

Leia mais

Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística:

Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística: Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística: Optimize as suas Operações Movimente Eficiência Lisboa, 29 Novembro 2012 Automotive Consumer Energy & Chemicals Retail Technology Life Sciences & Healthcare

Leia mais

Case Hidrovias do Brasil Inovação Logística com drástica redução de Custos Dr. Rogério Dutra, PMP. www.cloudimagination.com

Case Hidrovias do Brasil Inovação Logística com drástica redução de Custos Dr. Rogério Dutra, PMP. www.cloudimagination.com Case Hidrovias do Brasil Inovação Logística com drástica redução de Custos Dr. Rogério Dutra, PMP Apresentação Institucional Bulk Commodities Value Chain Institucional Hidrovias do Brasil S.A. Produção

Leia mais

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas SUMÁRIO 1. Link Aula Anterior; 2. Gestão de Custos X Gastos; 3. Custo Direto, Indireto, Fixo e Variável; 4. Custo Marginal, Histórico, Orçado. 5. Etapas do Custeio;

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL

CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL www.clubbrasil.org Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Jr. Problemas da Logística Urbana Logística Urbana Questões Desafiadoras Logística Empresarial Concorrência Sistemas

Leia mais

CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO

CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Instituto de Engenharia de Produção e Gestão www.rslima.unifei.edu.br rslima@unifei.edu.br Conceituacão Sistema de Distribuição um para um

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

Universidade São Judas Tadeu

Universidade São Judas Tadeu Universidade São Judas Tadeu Anna Karoline Diniz Fortaleza Camila Moura Favaro Fernando dos Anjos Reinaldo Francisco Carvalho Tiago Souza Tecnologia da Informação no Transporte São Paulo 2013 1 Tecnologia

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement Porto, 18th April 2007 Outline 1. Presentation of CEIIA

Leia mais

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Geraldo Guimarães Jr Diretor para Indústria de Utilities SAP para Utilities Liderança Global no Setor Maior Provedor de Soluções e Aplicações

Leia mais

AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013. Joinville/ Jaraguá do Sul

AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013. Joinville/ Jaraguá do Sul AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013 Training Overview SAP01 SAP Overview SAPTEC Fundamentals of SAP NetWeaver Application Server Conhec. MS Office e Internet Conhec. Tecn. da Informação 3 ECC6.0

Leia mais

ANTÓNIO BELMAR DA COSTA. Tendência dos Serviços Marítimos. Quais as apostas para o futuro?

ANTÓNIO BELMAR DA COSTA. Tendência dos Serviços Marítimos. Quais as apostas para o futuro? ANTÓNIO BELMAR DA COSTA Tendência dos Serviços Marítimos. Quais as apostas para o futuro? Lloyd s List Bulletin Oct 16, 2008 Industrial Carriers files for bankruptcy Noble to sue STX for $8m over charter

Leia mais

O papel do MBA na carreira do executivo

O papel do MBA na carreira do executivo O papel do MBA na carreira do executivo Renata Fabrini 09.03.2010 CONFERÊNCIA ANAMBA E ENCONTRO REGIONAL LATINO AMERICANO DO EMBA COUNCIL 2010 sobre a Fesa maior empresa consultoria especializada com atuação

Leia mais

Sustentabilidade na Cadeia de Abastecimento

Sustentabilidade na Cadeia de Abastecimento Sustentabilidade na Cadeia de Abastecimento 9.11.01 Artur Andrade Gestor de Projectos MARCA www.gs1pt.org Workshop Normas GS1 nos T&L Optimize as suas Operações Movimente Eficiência 01 GS1 Portugal 9 Novembro,

Leia mais

Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels

Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels José Pedro Alenquer 18 Fevereiro 2014 0 Caixa Geral de Depósitos Benchmark Operator in the Portuguese Financial System PE & V C Investment Banking

Leia mais

BPM (Business Process Management)

BPM (Business Process Management) Instituto Superior de Economia e Gestão Ano lectivo 2007/2008 Cadeira de Tecnologias de Informação BPM (Business Process Management) Planeamento e Controlo de Gestão Baseados nos Processos de Negócio José

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

Os Sistemas Inteligentes na Europa: Enquadramento e Evolução Prevista no Período 2007-2013

Os Sistemas Inteligentes na Europa: Enquadramento e Evolução Prevista no Período 2007-2013 Os Sistemas Inteligentes na Europa: Enquadramento e Evolução Prevista no Período 2007-2013 COLÓQUIO APCAP 2008 Sistemas e Serviços Inteligentes na Rede Concessionada Rui Camolino 19Jun08 Agenda Plano de

Leia mais

Ações da iniciativa privada no combate à corrupção

Ações da iniciativa privada no combate à corrupção Ações da iniciativa privada no combate à corrupção IBRADEMP Instituto Brasileiro de Direito Empresarial Reunião da comissão Anticorrupção e Compliance São Paulo, 09 de agosto de 2012 Siemens no mundo Compromisso

Leia mais

w w w. c t c o m e x. c o m. b r

w w w. c t c o m e x. c o m. b r www.ctcomex.com.br A EMPRESA The company Fundada em 2009, pela associação de profissionais com expertise em Logística Internacional, Economia e Marketing. Estamos localizados na cidade de Fortaleza, na

Leia mais

BlueBiz. Infraestruturas para a competitividade. Parque Empresarial da Península de Setúbal

BlueBiz. Infraestruturas para a competitividade. Parque Empresarial da Península de Setúbal BlueBiz Parque Empresarial da Península de Setúbal Infraestruturas para a competitividade Paulo Mateus Calado CFO aicep Global Parques pmcalado@globalparques.pt Portugal uma localização estratégica Setúbal:

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

egovernment The Endless Frontier

egovernment The Endless Frontier CENTRO DE GESTÃO DA REDE INFORMÁTICA DO GOVERNO (Management Center for the Electronic Government Network) egovernment The Endless Frontier Alexandre Caldas 29 th June 2010 Summary VISION AND LEADERSHIP

Leia mais

1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões

1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões PORTUGAL COMO DTINO DE NEARSHORE OUTSOURCING EDIÇÃO 2012 Sumário Executivo Índice 1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões Este estudo baseou-se em informação

Leia mais

Enhancing opportunities

Enhancing opportunities www.pwc.com/pt Enhancing opportunities Tourism, Hospitality and Leisure in Portugal and Cape Verde 2 PwC Qualquer que seja o seu posicionamento e objectivos no sector do Turismo e Lazer, estamos habilitados

Leia mais

Programa Intel Technology Provider. Manual externo 2014

Programa Intel Technology Provider. Manual externo 2014 Manual externo 2014 Visão geral do Programa Intel Technology Provider O que é o ITP? Níveis de parceiros Pilares e benefícios do Programa O que esperar para 2014? Pontos do ITP Reconhecimento por treinamento

Leia mais

Indicadores de Desempenho Logístico

Indicadores de Desempenho Logístico Indicadores de Desempenho Logístico Lívia B. Ângelo, liviabangelo@hotmail.com 1. Estratégia X Indicadores de Desempenho As estratégias servem como guia para as empresas desenvolverem e utilizarem recursos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS Prof. Marcelo Rodrigues dos Santos UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Stéfano Angioletti UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Marcello

Leia mais

Gestão e Teoria da Decisão

Gestão e Teoria da Decisão Gestão e Teoria da Decisão e Gestão de Stocks Licenciatura em Engenharia Civil Licenciatura em Engenharia do Território 1 Agenda 1. Introdução 2. Definição de 3. Evolução Histórica da 4. Integração - Aproximação

Leia mais

Intelligrid A visão de Futuro do Sistema Elétrico

Intelligrid A visão de Futuro do Sistema Elétrico Intelligrid A visão de Futuro do Sistema Elétrico Petronio Spyer Prates Co-located with: Intelligrid Architecture Architecture for the Intelligent Electricity Grid of the Future Visão do Sistema de Potência

Leia mais

Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience)

Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience) Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience) 1 Jose de Ribamar, Ger Qualidade e Food Safety Cargill Amidos e Adoçantes América do Sul jose_ribamar@cargill.com

Leia mais

ANÁLISE DOS PADRÕES DE VEÍCULOS NA LOGÍSTICA URBANA DE CARGAS

ANÁLISE DOS PADRÕES DE VEÍCULOS NA LOGÍSTICA URBANA DE CARGAS ANÁLISE DOS PADRÕES DE VEÍCULOS NA LOGÍSTICA URBANA DE CARGAS Alexsandro Silva Solon (UFTM ) alex_solon@hotmail.com Fernando de Araujo (UNIUBE ) fernandoengenharia@yahoo.com.br Jardel Inacio Moreira Vieira

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DO SETOR DE TRANSPORTES DE UMA EMPRESA PRODUTORA DE BENS DE CONSUMO

ANÁLISE ECONÔMICA DO SETOR DE TRANSPORTES DE UMA EMPRESA PRODUTORA DE BENS DE CONSUMO Verax consultoria VX00 090828 AnaliseEconomicaTransportes.docx Função: operações Segmento: logística / supply chain Tema: cadeia de suprimentos / análise de projetos Metodologia: administração ANÁLISE

Leia mais

ADITIVAÇÃO TOTAL DA GASOLINA A EXPERIÊNCIA AMERICANA

ADITIVAÇÃO TOTAL DA GASOLINA A EXPERIÊNCIA AMERICANA ADITIVAÇÃO TOTAL DA GASOLINA A EXPERIÊNCIA AMERICANA V SIMPÓSIO DE COMBUSTÍVEIS AEA Airton Britto 20/06/2012 The Lubrizol Corporation Segments Lubrizol Additives Lubrizol Advanced Materials The Right Mix

Leia mais

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS 1 de 7 26/6/2009 16:33 SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS Suelen Neves Boschetto, Flávio Neves Jr CPGEI Universidade Tecnológica

Leia mais

Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa

Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi de Souza (UNIMEP) fbsouza@unimep.br Resumo A partir da análise

Leia mais

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA Segue Conteúdo Nós compreendemos NÓS COMPREENDEMOS SUAS EXIGÊNCIAS Nós compreendemos Você está em uma posição invejável. Crescendo em média 25% ao ano ao longo

Leia mais

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems Tecnologia de instalações electrónicas Training systems / trainers for electrical wiring/building management systems: Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom

Leia mais

Climate Change - Coal Overview

Climate Change - Coal Overview CSLF : Capacity Building Climate Change - Coal Overview Fernando Luiz Zancan President - Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM Salvador - 08 September 2008 BRAZILIAN COAL INDUSTRY Resources: 31,7

Leia mais

Contact Contato. FLV Representações Ltda. Av. Ibirapuera, 2064 São Paulo - SP - 04028-001 Telefone: +55 11 5572-0411 Brasil fabio.viviani@flv-rep.

Contact Contato. FLV Representações Ltda. Av. Ibirapuera, 2064 São Paulo - SP - 04028-001 Telefone: +55 11 5572-0411 Brasil fabio.viviani@flv-rep. A Companhia Advanced Car Technology Systems é o centro de competência para a segurança veicular dentro do grupo Magna. É um dos mais modernos centros para desenvolvimento e testes no mundo, aonde componentes

Leia mais

Taking care of the world s water

Taking care of the world s water Industry Sector Portugal Taking care of the world s water Page 1 Siemens AG 2012. 2009. All rights reserved. Organização da Siemens Energy Healthcare Industry Infrastructure & Cities Fossil Power Generation

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA Índice Duração Total... 3 Destinatários... 3 Perfil de saída... 3 Pré-Requisitos... 3 Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos... 3 Estrutura modular

Leia mais

Tendências de Mercado para 2011

Tendências de Mercado para 2011 Tendências de Mercado para 2011 Dezembro, 2010 Alexandre Vargas IT Infrastructure Market Analyst Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. IDC: Empresa líder em inteligência

Leia mais

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies?

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Organization: Cooperation: Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Volkswagen do Brasil Cologne, August 25 th, 2008 Volkswagen do Brasil Present in Brazil since 1953

Leia mais

Overview of the GHG Protocol. - Rachel Biderman

Overview of the GHG Protocol. - Rachel Biderman Overview of the GHG Protocol - Rachel Biderman O Greenhouse Gas Protocol O GHG Protocol foi lançado em 1998 por Parceria multi-stakeholder entre empresários, ONGs, governos e outros Objetivos Simplificar

Leia mais

"Oportunidades e desafios nos serviços de logística no setor de P&G. 22 de Agosto de 2013

Oportunidades e desafios nos serviços de logística no setor de P&G. 22 de Agosto de 2013 "Oportunidades e desafios nos serviços de logística no setor de P&G 22 de Agosto de 2013 SUMÁRIO 1.INTRODUÇÃO 2.RELEVÂNCIA DO SETOR DE P&G NO BRASIL 3.CENÁRIO ATUAL 4.DESAFIOS 5.CONCLUSÃO SUMÁRIO 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Sistemas de Informações

Sistemas de Informações Sistemas de Informações Prof. Marco Pozam- mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Ementa da disciplina Sistemas de Informações Gerenciais: Conceitos e Operacionalização. Suporte ao processo decisório. ERP Sistemas

Leia mais

Leonardo Antonio Siervo da Motta

Leonardo Antonio Siervo da Motta Leonardo Antonio Siervo da Motta Uma análise da aplicação da matriz de portfólio de Kraljic no processo de compra de uma empresa de cosméticos no Brasil Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais