LISTA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS APROVADOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS APROVADOS"

Transcrição

1 LISTA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS APROVADOS BANNERS CÓDIGO TÍTULO HORÁRIO 100 CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO MANUSEIO DO CATETER TOTALMENTE IMPLANTADO EM CRIANÇAS EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO 101 RODA DO CUIDAR: REFLETINDO SOBRE A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA ONCOLOGIA PEDIÁTRICA 102 A VIVÊNCIA DOSFAMLIARES NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE CRIANÇAS COM LEUCEMIA LINFOCÍTICA AGUDA 103 PRÁTICAS PREVENTIVAS DO ENFERMEIRO PARA CONTROLE DO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO 104 ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE ACOMETIDO POR CÂNCER DE PRÓSTATA 105 A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NO TRATAMENTO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA 106 CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO PACIENTE ONCOLÓGICO O PAPEL DA ENFERMAGEM NO TRATAMENTO DA MULHER COM CÂNCER DO COLO DO ÚTERO TUMOR OVARIANO DO EPITÉLIO GERMINATIVO EM LACTENTE: RELATO DE CASO AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E FADIGA ONCOLÓGICA DE... ASPECTOS SOCIODEMOGRÁFICOS, EPIDEMIOLÓGICOS E FUNCIONAIS DE INDIVÍDUOS COM CÂNCER DE MAMA PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO NO HOSPITAL DA FAP

2 160 A ENFERMAGEM NOS CUIDADOS AO PACIENTE COM NEOPLASIA EM FASE TERMINAL 112 ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS DECORRENTES DA MASTECTOMIA RADICAL MODIFICADA 113 SEQUELAS DO TRATAMENTO COM RADIOTERAPIA NA CAVIDADE ORAL 114 SEQUELAS DO TRATAMENTO COM RADIOTERAPIA NA CAVIDADE ORAL ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS DECORRENTES DA MASTECTOMIA RADICAL MODIFICADA O PAPEL DO ENFERMEIRO NO MANEJO DA FERIDA NEOPLÁSICA: UMA REVISÃO ASSISTEMÁTICA NEOPLASIAS DE CAVIDADE ORAL: ACHADOS SOCIODEMOGRÁFICOS, EPIDEMIOLÓGICOS E... AVALIAÇÃO FARMACOLÓGICA E CINÉTICO-FUNCIONAL DA CARDIOTOXICIDADE CONSEQUENTE... O EFEITO DA TERAPIA FOTOSSENSÍVEL NO CÂNCER DE PRÓSTATA: UMA ALTERNATIVA COMPLEMENTAR TERAPIA DESCONGESTIVA NO LINFEDEMA ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO CANCER INFANTIL: UMA REVISÃO DA LITERATURA TENS NO CONTROLE DA DOR DO CÂNCER OS CUIDADOS PALIATIVOS NA ONCOPEDIÁTRIA NO CONTEXTO HOSPITALIZAÇÃO FISIOTERAPIA NO ALIVIO DA DOR ONCOLOGICA FISIOTERAPIA NA REABILITAÇÃO FUNCIONAL DE MULHERES SUBMETIDAS À MASTECTOMIA OCORRÊNCIA DA FADIGA ONCOLÓGICA EM INDIVÍDUOS COM CÂNCER DE MAMA SUBMETIDOS A RADIOTERAPIA ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS DA LEUCEMIA MIELÓIDE AGUDA (LMA) NA FASE INFANTIL 210 DIALOGANDO SOBRE CÂNCER DE PULMÃO E MEDIDAS DE PREVENÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DA SAÚDE

3 206 EPIDEMIOLOGIA E ASPECTOS CLÍNICOS DAS NEOPLASIAS NO BRASIL EFEITOS ADVERSOS DA AÇÃO DOS QUIMIOTERÁPICOS UTILIZADOS PARA TRATAR... FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS PALIATIVOS NO CONTROLE DA DOR ONCOLÓGICA ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES EM PACIENTES PÓS-MASTECTOMIZADAS RESFRIAMENTO DO COURO CABELUDO PARA PREVENIR A ALOPECIA RELACIONADA À QUIMIO... REDUÇÃO DO RISCO DE SANGRAMENTO EM PACIENTES COM CÂNCER DE COLON METASTÁTICO HUMANIZAÇÃO NA ONCOLOGIA PEDIATRICA: O PAPEL DA FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS... CÂNCER DE PRÓSTATA: ENTRAVES DA NÃO ADESÃO AO RASTREAMENTO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO: ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA PARA DISFUNÇÕES NO ASSOALHO PÉLVICO DISFUNÇÕES RESPIRATÓRIAS EM CRINÇAS PORTADORAS DE LEUCEMIA SUBMETIDAS AO TRATAMENTO DE QUIMIOTERAPIA O PAPEL DA FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS PALIATIVOS A PACIENTES COM CÂNCER OCORRÊNCIA DE LINFEDEMA EM MULHERES DIAGNOSTICADAS COM NEOPLASIA MAMÁRIA MALIGNA SUBMETIDAS A MASTECTOMIA EFETIVIDADE DA INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA INCONTINÊNCIA URINÁRIA PÓS PROSTATECTOMIA RADICAL ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS PALIATIVOS DA DOR EM PACIENTES ONCOLÓGICOS A RELAÇÃO DAS NEOPLASIAS BUCAIS COM USÚARIOS ETILISTAS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PALIATIVOS À PESSOA COM CÂNCER. A PERCEPÇÃO DAS PACIENTES ONCOLÓGICAS FEMININAS, SUBMETIDAS À MASTECTOMIA... O PAPEL DA FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS PALIATIVOS A PACIENTES COM CÂNCER... HUMANIZAÇÃO NA ONCOLOGIA PEDIATRICA: O PAPEL DA FISIOTERAPIA NOS CUIDADOS PA..

4 148 DESAFIOS ENFRENTADOS PELA ENFERMAGEM COM PACIENTES ONCOLÓGICOS 149 RELATO DE CASO DE TUMOR DE APÊNDICE APÓS REABORDAGEM CIRÚRGICA 150 HELICOBACTER PYLORI: UMA ABORDAGEM EM RELAÇÃO AO CÂNCER DE ESTÔMAGO. 209 A ENFERMAGEM ONCOLÓGICA DO FUTURO: PERSPECTIVAS E DESAFIOS FRENTE AOS AVANÇOS TECNOLÓGICOS EM SAÚDE ORAIS CÓDIGO TÍTULO HORÁRIO 200 DIALOGANDO SOBRE CÂNCER DE PULMÃO E MEDIDAS DE PREVENÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DA SAÚDE 202 PREVENÇÃO PRIMÁRIA DO CÂNCER DE PELE: A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO DO ENFERMEIRO NA PROMOÇÃO E PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE 204 LINFOMA DE BURKITT: ASPECTOS GENÉTICOS E CLÍNICOS 205 SARCOMA DE EWING: UMA ABORDAGEM NOS ASPECTOS CLÍNICOS, EPIDEMIOLÓGICOS E SEUS ASPECTOS PSICOLÓGICOS E EMOCIONAIS DOS ENFERMEIROS QUE ATUAM NO TRATAMENTO DE CRIANÇAS COM CÂNCER REFLETINDO SOBRE O CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS 211 ORAL: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E CLÍNICOS, FATORES DE RISCO E TRATAMENTO 212 BENEFÍCIOS DA ACUPUNTURA EM ONCOLOGIA 213 QUALIDADE DE VIDA NO PACIENTE COM CARCINOMA MAMÁRIO SUBMETIDO Á MASTECTOMIA 214 OFICINA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER: COMO REALIZAR O AUTOEXAME DA MAMA 215 HUMOR BENEFICIA PACIENTES HOSPITALIZADOS: UMA REVISÃO DA LITERATURA 217 ASPECTOS PSICOLÓGICOS E EMOCIONAIS DOS ENFERMEIROS QUE ATUAM NO TRATAMENTO DE CRIANÇAS COM CÂNCER 218 CÂNCER DE MAMA MASCULINO SOBRE A ÓTICA DA ENFERMAGEM 220 A IMPORTÂNCIA DO APOIO FAMILIAR NA LUTA CONTRA O CÂNCER 221 EFEITOS DO EXERCÍCIO FÍSICO SOBRE O SISTEMA IMUNOLÓGICO NO COMBATE AO CÂNCER.

5 222 MORFINA : DOR EM PACIENTES ONCOLOGICOS, UMA REVISÃO DE LITERATURA SOBRE OS MITOS DO USO DA MORFINA 223 DESNUTRIÇÃO E LIMITAÇÕES EM PACIENTES ONCOLÓGICOS 224 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA: TUMOR DE APÊNDICE - AS MUDANÇAS HISTOLÓGICAS E AS VARIAÇÕES DE ACORDO COM SEXO E IDADE. 225 ENFERMAGEM NO CUIDADO A CRIANÇAS ONCOLÓGICAS 226 A ARTETERAPIA E A PERCEPÇÃO DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM NO TRATAMENTO À CRIANÇA COM CÂNCER a) Apresentação Oral, para trabalhos selecionados: Os trabalhos dessa modalidade são apresentados em sessões temáticas de Comunicação Coordenada; Cada trabalho terá dez minutos para apresentação e cinco minutos para ARGUIÇÃO DA BANCA; A apresentação deverá ser preparada em Power Point compatível com a versão 2007, contento a logo do Congresso (que está no rosto desse documento); O apresentador será responsável por levar sua apresentação em pen drive, bem como por passadores e/ou apontadores de slides, se achar necessário; A ordem de apresentação seguirá na ordem exposta acima. b) Exposição de Banner/Pôster: O banner deverá conter a logo do Congresso (que está no rosto desse documento); Será de inteira responsabilidade dos autores a impressão do banner, que deverá em lona ou papel. obs.: Alguns artigos não foram aprovados como apresentação oral, mas como banner. Foi feito parceria do CONINTER com a Maxgraf para confecção de banners em papel ou lona. Valores ofertados: - 20,00 reais banner de papel; - 40,00 reais banner em lona. Preferencialmente façam em lona! Contato Maxgraf: Cel

RESULTADO DOS TRABALHOS APROVADOS PARA A V SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ADMINISTRAÇÃO

RESULTADO DOS TRABALHOS APROVADOS PARA A V SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ADMINISTRAÇÃO ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR - APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI PORTARIA MEC 3631 DE 17/10/2005 CNPJ: 05.100.681/0001-83 RESULTADO DOS TRABALHOS APROVADOS PARA A V SEMANA DE INICIAÇÃO

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer - RHC HC-UFPR Casos de 2007 a 2009

Registro Hospitalar de Câncer - RHC HC-UFPR Casos de 2007 a 2009 Registro Hospitalar de Câncer - RHC HC-UFPR Casos de 2007 a 2009 Rosa Helena Silva Souza Coordenadora do RHC Distribuição das neoplasias segundo a faixa etária, o sexo e o ano de primeira consulta no HC-UFPR,

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE DA MULHER

ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE DA MULHER INSTITUTO CENTRAL Hospital das Clínicas da Faculdade da Medicina da Universidade de São Paulo Av. Enéas de Carvalho Aguiar n.º 255 CEP 05403-900 São Paulo Brasil ANEXO 1 ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA

Leia mais

Responda às perguntas seguintes usando exclusivamente o glossário.

Responda às perguntas seguintes usando exclusivamente o glossário. Responda às perguntas seguintes usando exclusivamente o glossário. 1 - Um homem de 50 anos com queixas de fadiga muito acentuada fez um exame médico completo que incluiu RX do tórax. Identificaram-se lesões

Leia mais

GBECAM. O Câncer de Mama no Estado de São Paulo

GBECAM. O Câncer de Mama no Estado de São Paulo GBECAM O Câncer de Mama no Estado de São Paulo Dra. Maria Del Pilar Estevez Diz Coordenadora Médica -Oncologia Clínica Diretora Médica Instituto do Câncer do Estado de São Paulo -ICESP Epidemiologia Incidência

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM NEOPLASIA DE MAMA EM TRATAMENTO COM TRANSTUZUMABE EM HOSPITAL NO INTERIOR DE ALAGOAS

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM NEOPLASIA DE MAMA EM TRATAMENTO COM TRANSTUZUMABE EM HOSPITAL NO INTERIOR DE ALAGOAS PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM NEOPLASIA DE MAMA EM TRATAMENTO COM TRANSTUZUMABE EM HOSPITAL NO INTERIOR DE ALAGOAS Andreia Herculano da Silva Casa de Saúde e Maternidade Afra Barbosa Andreiah.silva@hotmail.com

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 Altera a Lei nº 11.664, de 29 de abril de 2008, para incluir a pesquisa de biomarcadores entre as ações destinadas à detecção precoce das neoplasias malignas de mama

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO

NORMAS PARA SUBMISSÃO 1. REGRAS NORMAS PARA SUBMISSÃO O IV Congresso Internacional Multiprofissional em Saúde (IV CIMS) teve a data para submissão de trabalhos científicos prorrogada para o dia 30/09/2017 às 00h. O envio dos

Leia mais

Dia Mundial de Combate ao Câncer: desmistifique os mitos e verdades da doença

Dia Mundial de Combate ao Câncer: desmistifique os mitos e verdades da doença Dia Mundial de Combate ao Câncer: desmistifique os mitos e verdades da doença Enviado por Link Comunicação 03-Abr-2014 PQN - O Portal da Comunicação Link Comunicação É mito ou verdade? Câncer tem cura?

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 168 aprovado pela portaria Cetec nº 125 de 03/10/2012 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: ambiente e

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO DADOS DA DISCIPLINA PLANO DE ENSINO CÓDIGO NOME CH TOTAL PERÍODO HORÁRIO 0113 PROFESSOR(ES) Fisioterapia em Uroginecologia e Obstetrícia Profa. Ma. Nelbe Maria Ferreira de Amorim EMENTA 60 h 7º MATUTINO

Leia mais

www.sobope2016.com.br Câncer Infanto-Juvenil Nos últimos anos tem havido uma diminuição importante da mortalidade por câncer em crianças e adolescentes nos países de alta renda. Entretanto, no nosso continente

Leia mais

O que é e para que serve a Próstata

O que é e para que serve a Próstata O que é e para que serve a Próstata A próstata é uma glândula que faz parte do aparelho genital masculino. Está localizada abaixo da bexiga, atravessada pela uretra. Seu tamanho e forma correspondem a

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 DISCIPLINA: ENFERMAGEM NA SAUDE DO ADULTO I PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: Estudar o estado de doença do indivíduo em sua fase adulta. Intervir adequadamente

Leia mais

RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA

RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA Bases da Radioterapia Tipos de Radioterapia Efeitos Colaterais Enf. Alexandre Barros Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein - SP Paciente :

Leia mais

Workshops 06 de abril de 2017

Workshops 06 de abril de 2017 Workshops 06 de abril de 2017 Workshop 1 Ultra-Sonografia em Assoalho Pélvico / Pelvic Floor US Workshop Coordenador: Dr. Arceu Scanavini Neto Dia e horário: 06 de abril de 2017 08h00 as 16h30 Carga horária:

Leia mais

TABELA DE PROCEDIMENTOS SUS

TABELA DE PROCEDIMENTOS SUS TABELA DE PROCEDIMENTOS SUS QUIMIOTERAPIA PALIATIVA: 03.04.02.015-0 - Quimioterapia Paliativa do Carcinoma de Nasofaringe avançado (estádio IV C ou doença recidivada) C11.0, C11.1, C11.2, C11.3, C11.8,

Leia mais

Políticas de expansão do atendimento oncológico

Políticas de expansão do atendimento oncológico Rede de atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas Políticas de expansão do atendimento oncológico Atenção Básica: Reforço da prevenção (câncer de colo de útero e câncer de mama): Atualização das

Leia mais

Disciplina. 1 ano - 2 Semestre. Disciplina

Disciplina. 1 ano - 2 Semestre. Disciplina 1 ano - 1 Semestre Anatomia Humana I 60 4 Estudo da Genética e da Evolução 60 4 Necessidades Educacionais Especiais 60 4 História e Fundamentos da Fisioterapia 45 3 Antropologia 30 2 Fisiologia 60 4 Saúde

Leia mais

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Colo de útero Endométrio Ovário Sarcomas do corpo uterino Câncer de

Leia mais

Indicações de tratamento paliativo em pacientes oncológicos

Indicações de tratamento paliativo em pacientes oncológicos Indicações de tratamento paliativo em pacientes oncológicos Dra Ana Paula de O Ramos Setor de Cuidados Paliativos Disciplina de Clínica Médica UNIFESP/EPM 2009 O que é câncer??? Definição - câncer É uma

Leia mais

LISTA COMPLETA DOS TRABALHOS APROVADOS

LISTA COMPLETA DOS TRABALHOS APROVADOS LISTA COMPLETA DOS TRABALHOS APROVADOS DATA DAS APRESENTAÇÕES: 21/05/2010 (MANHÃ)/ (TARDE) Trabalho Relator Forma de Apresentação 2.ACOMPANHAMENTO DE UM PACIENTE HANSÊNICO EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

Leia mais

Dra. Mariana de A. C. Lautenschläger Dr. Milton Flávio Marques Lautenschläger Dr. Rafael Aron Schmerling

Dra. Mariana de A. C. Lautenschläger Dr. Milton Flávio Marques Lautenschläger Dr. Rafael Aron Schmerling Dra. Mariana de A. C. Lautenschläger Dr. Milton Flávio Marques Lautenschläger Dr. Rafael Aron Schmerling O que é Câncer Como isso acontece Por que é tão perigoso A proliferação do Câncer O Câncer pode

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA, ESTADIAMENTO E PREVENÇÃO DO CÂNCER

EPIDEMIOLOGIA, ESTADIAMENTO E PREVENÇÃO DO CÂNCER EPIDEMIOLOGIA, ESTADIAMENTO E PREVENÇÃO DO CÂNCER Felipe Trevisan Radioterapia HCFMRP USP Fevereiro / 2012 Epidemiologia Descritiva Incidência Mortalidade Analítica Estudo das causas das doenças Epidemiologia

Leia mais

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia 22 - Como se diagnostica um câncer? Antes de responder tecnicamente sobre métodos usados para o diagnóstico do câncer, é importante destacar como se suspeita de sua presença. As situações mais comuns que

Leia mais

Euroamerica Dr. Mario Ivo Serinolli 03/2010

Euroamerica Dr. Mario Ivo Serinolli 03/2010 Visão atual das Consultorias sobre gerenciamento das doenças / medicina preventiva na saúde suplementar Euroamerica Dr. Mario Ivo Serinolli 03/2010 Situação Atual Alto custo da assistência médica para

Leia mais

Tratamento Radioterápico do Câncer de Próstata

Tratamento Radioterápico do Câncer de Próstata MONTEIRO, Daniella Santos [1] SANTOS, Domingas Silva dos [2] CARDOSO, Ivanilson dos Santos [3] MARQUES, Kélya Mendes [4] SANTOS, Raone Domingues dos [5] SOARES, Wanessa Danielle Barbosa [6] MONTEIRO, Daniella

Leia mais

15º FÓRUM DE FISIOTERAPIA EM CARDIOLOGIA AUDITÓRIO 10

15º FÓRUM DE FISIOTERAPIA EM CARDIOLOGIA AUDITÓRIO 10 Fóruns 28 de setembro de 2013 15º FÓRUM DE FISIOTERAPIA EM CARDIOLOGIA AUDITÓRIO 10 Insuficiência Cardíaca Como abordar na: IC Fração de ejeção reduzida / normal IC descompensada IC Crônica IC Chagásica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CONCURSO DOCENTE, EDITAL Nº 14/2015 PONTOS DAS PROVAS ESCRITA E DIDÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CONCURSO DOCENTE, EDITAL Nº 14/2015 PONTOS DAS PROVAS ESCRITA E DIDÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CONCURSO DOCENTE, EDITAL Nº 14/2015 PONTOS DAS PROVAS ESCRITA E DIDÁTICA MATÉRIA: NEUROPSICOLOGIA 1. Modelos nomotéticos e ideográficos

Leia mais

10 ANOS DE LIGA DA MAMA: AÇÃO DE EXTENSÃO VOLTADA PARA PREVENÇÃO E COMBATE DAS DOENÇAS MAMÁRIAS

10 ANOS DE LIGA DA MAMA: AÇÃO DE EXTENSÃO VOLTADA PARA PREVENÇÃO E COMBATE DAS DOENÇAS MAMÁRIAS 10 ANOS DE LIGA DA MAMA: AÇÃO DE EXTENSÃO VOLTADA PARA PREVENÇÃO E COMBATE DAS DOENÇAS MAMÁRIAS SOUZA-NETO, José Augusto; FREITAS-JUNIOR, Ruffo; CABERO, Flávia Vidal; FREITAS, Thaís Castanheira; TERRA,

Leia mais

O câncer afeta hoje mais de 15 milhões de pessoas no mundo todos os anos, levando cerca de 8 milhões a óbito.

O câncer afeta hoje mais de 15 milhões de pessoas no mundo todos os anos, levando cerca de 8 milhões a óbito. O câncer afeta hoje mais de 15 milhões de pessoas no mundo todos os anos, levando cerca de 8 milhões a óbito. No Dia Nacional de Combate ao Câncer, celebrado em 27 de novembro, o site Coração & Vida faz

Leia mais

PORTARIA No , DE 8 DE DEZEMBRO DE 2016

PORTARIA No , DE 8 DE DEZEMBRO DE 2016 PORTARIA No - 1.074, DE 8 DE DEZEMBRO DE 2016 Defere projetos apresentados no âmbito do âmbito do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON). O SECRETÁRIO-EXECUTIVO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE,

Leia mais

Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório. Nut. Maria Emilia Fabre

Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório. Nut. Maria Emilia Fabre Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório Nut. Maria Emilia Fabre Recursos Financeiros 4% 96% SUS Convênios Consultório de Nutrição Acesso ao Ambulatório

Leia mais

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo é o 0003-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo.

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo é o 0003-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo. RESOLUÇÃO CONSEPE 27/2016 ALTERA MATRIZ CURRICULAR E APROVA O PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOTERAPIA HOSPITALAR DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE TEMAS LIVRES ORAIS E PÔSTERES DO I CONGRESSO PIAUIENSE MULTIDISCIPLINAR DE ONCOLOGIA/ II JORNADA PIAUIENSE DE ONCOLOGIA

EDITAL DO CONCURSO DE TEMAS LIVRES ORAIS E PÔSTERES DO I CONGRESSO PIAUIENSE MULTIDISCIPLINAR DE ONCOLOGIA/ II JORNADA PIAUIENSE DE ONCOLOGIA EDITAL DO CONCURSO DE TEMAS LIVRES ORAIS E PÔSTERES DO I CONGRESSO PIAUIENSE MULTIDISCIPLINAR DE ONCOLOGIA/ II JORNADA PIAUIENSE DE ONCOLOGIA 1. OBJETIVO 1.1. O presente concurso tem como objetivo promover

Leia mais

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Instituída pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977,

Leia mais

AVALIAÇÃO FARMACOTERAPÊUTICA DOS PACIENTES PEDIÁTRICOS DE UM SETOR ONCOLÓGICO

AVALIAÇÃO FARMACOTERAPÊUTICA DOS PACIENTES PEDIÁTRICOS DE UM SETOR ONCOLÓGICO AVALIAÇÃO FARMACOTERAPÊUTICA DOS PACIENTES PEDIÁTRICOS DE UM SETOR ONCOLÓGICO Charllyane Luiz de Queiroga¹; Adriana Amorim de Farias Leal¹; Rafaella Maia Costa²; Joycyelly Gomes Abdala³; Patrícia Trindade

Leia mais

Destaques da Nota Técnica do Ministério da Saúde sobre a vacina papilomavírus humano 6, 11, 16 e 18 (recombinante)

Destaques da Nota Técnica do Ministério da Saúde sobre a vacina papilomavírus humano 6, 11, 16 e 18 (recombinante) Destaques da Nota Técnica do Ministério da Saúde sobre a vacina papilomavírus humano 6, 11, 16 e 18 (recombinante) Março de 2015 Isabella Ballalai Presidente da SBIm Juarez Cunha Diretor da SBim Nacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Roberto Antonio dos Reis Gomes Shâmara Coelho dos Reis Victor

Leia mais

USO DO PICTOGRAMA DE FADIGA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA SUBMETIDAS À TELETERAPIA

USO DO PICTOGRAMA DE FADIGA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA SUBMETIDAS À TELETERAPIA USO DO PICTOGRAMA DE FADIGA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA SUBMETIDAS À TELETERAPIA Enfº Msc. Bruno César Teodoro Martins Doutorando em Ciência da Saúde pela UFG Introdução Fadiga é definida como uma sensação

Leia mais

Congresso Internacional De Enfermagem De Reabilitação A MULHER SUBMETIDA A MASTECTOMIA. Intervenção do Enfermeiro de Reabilitação

Congresso Internacional De Enfermagem De Reabilitação A MULHER SUBMETIDA A MASTECTOMIA. Intervenção do Enfermeiro de Reabilitação Congresso Internacional De Enfermagem De Reabilitação A MULHER SUBMETIDA A MASTECTOMIA Intervenção do Enfermeiro de Reabilitação Tânia Marisa Pinto Rodrigues Centro Hospitalar São João, MER, aluna PhD

Leia mais

Áreas Temáticas BVS Atenção Primária à Saúde

Áreas Temáticas BVS Atenção Primária à Saúde Áreas Temáticas BVS Atenção Primária à Saúde SINAIS E SINTOMAS Sinais, sintomas, observações e manifestações clínicas que podem ser tanto objetivas (quando observadas por médicos) como subjetivas (quando

Leia mais

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER Dra Juliana Monteiro Ramos Coelho Coordenadora da Área Técnica da Saúde da Mulher Responsável Técnica da Policlínica da Mulher OBJETIVOS Programar, qualificar, humanizar

Leia mais

Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem?

Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem? Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem? Lais Navarro Jorge Enfermeira Oncológica - Radioterapia Instituto do Câncer do Estado de São Paulo INTRODUÇÃO Introdução Tratamento do Câncer Cirurgia

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE O DIAGNÓSTICO PRECOCE E A MELHORIA NO PROGNÓSTICO DE CRIANÇAS COM CÂNCER

A RELAÇÃO ENTRE O DIAGNÓSTICO PRECOCE E A MELHORIA NO PROGNÓSTICO DE CRIANÇAS COM CÂNCER A RELAÇÃO ENTRE O DIAGNÓSTICO PRECOCE E A MELHORIA NO PROGNÓSTICO DE CRIANÇAS COM CÂNCER Débora V M A Duarte 1 ; Maine V A Confessor 2 1- Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande 2- DOCENTE/ ORIENTADOR

Leia mais

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 1 VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 2 3 Como muitas mulheres, Ângela Helena tem uma vida corrida. Ela trabalha, cuida da família, faz cursos e também reserva um tempo para cuidar

Leia mais

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE CARTILHA PROGRAM AS DE ATENÇÃO À SAÚDE PROGRAMAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A Unimed Cerrado pensando na saúde e bem-estar do seu cliente, disponibiliza diversos Programas de Atenção Integral à Saúde.

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem à Saúde da Mulher Professora: Renata Fernandes do N. Rosa E-mail: renata.nascimento@fasete.edu.br

Leia mais

ALTERAÇÃO DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Diário Oficial da União Nº 249, Seção I, de 30 de dezembro de 2009

ALTERAÇÃO DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Diário Oficial da União Nº 249, Seção I, de 30 de dezembro de 2009 Circular 001/2010 São Paulo, 05 de janeiro de 2010. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) ALTERAÇÃO DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Diário Oficial da União Nº 249, Seção I, de 30 de dezembro

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS

A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS Iara Bezerra de Alcantara 1 ; Mariana Gonçalves de Sousa 1 ; Sonia Maria Alves de Lira 2 ; Ana Carla Rodrigues da

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS REALIZADOS EM IDOSOS COM INFECÇÃO RELACIONADA À SAÚDE EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA NO TRATAMENTO DO CÂNCER

CARACTERIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS REALIZADOS EM IDOSOS COM INFECÇÃO RELACIONADA À SAÚDE EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA NO TRATAMENTO DO CÂNCER CARACTERIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS REALIZADOS EM IDOSOS COM INFECÇÃO RELACIONADA À SAÚDE EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA NO TRATAMENTO DO CÂNCER Joice Silva do Nascimento (1); Aryele Rayana Antunes

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas

Leia mais

A TECNOLOGIA AO SERVIÇO DA HUMANIZAÇÃO DOS CUIDADOS

A TECNOLOGIA AO SERVIÇO DA HUMANIZAÇÃO DOS CUIDADOS 1ST CHAMPALIMAUD CANCER NURSE CONFERENCE A TECNOLOGIA AO SERVIÇO DA HUMANIZAÇÃO DOS CUIDADOS Fundação Champalimaud Lisboa, Portugal 2 e 3 Junho 2016 Organização - Fundação Champalimaud Alexandra Belchior

Leia mais

PERFIL DOS IDOSOS PORTADORES DE CÂNCER ATENDIDOS PELA FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL DA PARAÍBA (FAP) EM TRATAMENTO DE RADIO E QUIMIOTERAPIA

PERFIL DOS IDOSOS PORTADORES DE CÂNCER ATENDIDOS PELA FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL DA PARAÍBA (FAP) EM TRATAMENTO DE RADIO E QUIMIOTERAPIA PERFIL DOS IDOSOS PORTADORES DE CÂNCER ATENDIDOS PELA FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL DA PARAÍBA (FAP) EM TRATAMENTO DE RADIO E QUIMIOTERAPIA Mirella Dias Marinho (1); Karla Lourrana Cavalcante Pontes (2), Maria

Leia mais

RESULTADO TRABALHOS CIENTÍFICOS

RESULTADO TRABALHOS CIENTÍFICOS RESULTADO TRABALHOS CIENTÍFICOS Apresentação Titulo Modalidade Dia Horário INVESTIGAÇÃO DE SURTO DE ACINETOBACTER BAUMANNII EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA EM DOENÇAS INFECCIOSAS

Leia mais

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Currículo Disciplina Carga Horária Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Assistência de Enfermagem a Criança a ao Adolescente Grave ou de Risco Estágio

Leia mais

A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA E O APOIO ÀS NECESSIDADES BÁSICAS DA FAMILIA

A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA E O APOIO ÀS NECESSIDADES BÁSICAS DA FAMILIA Pós-Graduação Saúde A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA E O APOIO ÀS NECESSIDADES BÁSICAS DA FAMILIA Gláucio Jorge de Souza glauciojsouza@ig.com.br Ana Lúcia Santana Maria Belém

Leia mais

Ana Luisa Monteiro Fisioterapeuta, Prática Privada

Ana Luisa Monteiro Fisioterapeuta, Prática Privada 1 Ana Luisa Monteiro (mailto:monteiro.analuisa@gmail.com) Fisioterapeuta, Prática Privada Elisabete Nave Leal (mailto:elisabete.nave.leal@estesl.ipl.pt) Docente Escola Superior de Tecnologia da Saúde de

Leia mais

I Workshop dos Programas de Pós-Graduação em Enfermagem

I Workshop dos Programas de Pós-Graduação em Enfermagem LISTA DE TRABALHOS- O PROCESSO DE CUIDAR TÍTULO DO TRABALHO APRESENTADOR SALA MODERADOR O ENSINO DA MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE: REVISÃO INTEGRATIVA PEREIRA CAROLINY AVALIAÇÃO

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010 EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010 GOMES, Higor Costa 1 ; CABERO, Flávia Vidal 2 ; FREITAS-JUNIOR, Ruffo 3 ; RAHAL, Rosemar Macedo Sousa

Leia mais

1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE

1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE Título 1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE Classificação 2.SUPERVISÃO EM ENFERMAGEM E OS MODELOS ORGANIZACIONAIS:

Leia mais

Prezado(a) Pesquisador(a)

Prezado(a) Pesquisador(a) Prezado(a) Pesquisador(a) É com alegria que a Comissão Científica do Congresso Internacional de Políticas Públicas 2017 comunica que sua pesquisa foi aprovada para apresentação no evento. Para sua informação

Leia mais

EDITAL PARA SUBMISSÂO DE TRABALHOS

EDITAL PARA SUBMISSÂO DE TRABALHOS 1 EDITAL PARA SUBMISSÂO DE TRABALHOS O Diretório Acadêmico Diogo Guimarães (DADG) do curso de graduação em Medicina do Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (IMEPAC) Araguari - MG, apresenta

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CHRISTUS CURSO DE ENFERMAGEM IV SEMANA DE ENFERMAGEM DA UNICHRISTUS EDITAL 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO CHRISTUS CURSO DE ENFERMAGEM IV SEMANA DE ENFERMAGEM DA UNICHRISTUS EDITAL 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO CHRISTUS CURSO DE ENFERMAGEM IV SEMANA DE ENFERMAGEM DA UNICHRISTUS EDITAL 2016 O curso de Enfermagem da Unichristus torna pública a abertura de inscrições e estabelecem normas relativas

Leia mais

Atuação Interdisciplinar no Atendimento de Urgências e Emergências

Atuação Interdisciplinar no Atendimento de Urgências e Emergências 1º SIMPÓSIO MULTIPROFISSIONAL DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DO ACRE 1º FÓRUM DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA-ABETI/AMIB Atuação Interdisciplinar no Atendimento de Urgências e Emergências

Leia mais

TIC 9 PERÍODO. A percepção do enfermeiro diante a morte /morrer no âmbito hospital. Pesquisa em Saúde Saúde no ciclo vital

TIC 9 PERÍODO. A percepção do enfermeiro diante a morte /morrer no âmbito hospital. Pesquisa em Saúde Saúde no ciclo vital Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI Centro de Ciências da Saúde Curso de Graduação em Enfermagem Disciplina: Metodologia da Pesquisa (13473) Professora responsável pela disciplina: Dra. Juliana Vieira

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA RADIOTERAPIA DE ALTA TECNOLOGIA

ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA RADIOTERAPIA DE ALTA TECNOLOGIA ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA RADIOTERAPIA DE ALTA TECNOLOGIA CADERNO DO PROGRAMA 2018 ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA RADIOTERAPIA DE ALTA TECNOLOGIA CADERNO DO PROGRAMA 2018 Reprodução autorizada pelo autor somente para

Leia mais

Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update Robson Ferrigno

Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update Robson Ferrigno Situações especiais Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update 2014 Robson Ferrigno Esta apresentação não tem qualquer Esta apresentação não tem qualquer conflito de interesse Metástases Cerebrais

Leia mais

VIII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA RESULTADO DA SELEÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS COMUNICAÇÃO ORAL - BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

VIII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA RESULTADO DA SELEÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS COMUNICAÇÃO ORAL - BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO VIII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA RESULTADO DA SELEÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS COMUNICAÇÃO ORAL - BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO TÍTULO DO ARTIGO: SISTEMA DE INFORMAÇÃO: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO DE DEPENDÊNCIA

Leia mais

Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama

Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE LESTE RH / DESENVOLVIMENTO 1 DENOMINAÇÃO Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino

Leia mais

Estamos Tratando Adequadamente as Urgências em Radioterapia?

Estamos Tratando Adequadamente as Urgências em Radioterapia? Estamos Tratando Adequadamente as Urgências em Radioterapia? Autores Alice de Campos Ana Carolina Rezende Icaro T. Carvalho Heloisa A. Carvalho Alice de Campos Residente HCFMUSP INTRODUÇÃO Urgências em

Leia mais

PROVA Curso Assistência de Enfermagem em Cuidados Paliativos em Oncologia

PROVA Curso Assistência de Enfermagem em Cuidados Paliativos em Oncologia PROVA - 2017 Curso Assistência de Enfermagem em Cuidados Paliativos em Oncologia 1. Considerando as estimativas de câncer para 2016 (INCA, 2015), observe as afirmativas abaixo assinalando V para as sentenças

Leia mais

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO.

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO. TÍTULO ORIENTADOR SALA DATA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NAS COMUNIDADES INDÍGENAS INFECÇÕES HOSPITALARES: REPENSANDO A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE COM HANSENÍASE:

Leia mais

PROTOCOLOS DO CEP/CEPON 2006

PROTOCOLOS DO CEP/CEPON 2006 PROTOCOLOS DO CEP/CEPON 2006 001/2006 Avaliação respiratória em pacientes submetidos à cirurgia para tratamento do câncer de mama Pesquisador Principal: Mirella Dias (orientadora) em 03/03/2006 002/2006

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Jornalismo 332 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Relações Públicas 56 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área:

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

Programação mês da Mulher GHC. Todo dia é dia da Saúde da Mulher!

Programação mês da Mulher GHC. Todo dia é dia da Saúde da Mulher! Programação mês da Mulher GHC Todo dia é dia da Saúde da Mulher! De 18 a 22 de março Realização do TESTE TUBERCULÍNICO Local: Saúde do Trabalhador no HNSC, HCR E HF Público alvo: trabalhadoras Organização:

Leia mais

CURSOS PRÉ-CONGRESSO

CURSOS PRÉ-CONGRESSO CURSO DA ESCOLA BRASILEIRA DE - ONCOPLASTIA SALA A CURSO DA ESCOLA BRASILEIRA DE ONCOPLASTIA 08h00-08h30 08h30-09h00 De Halsted a Oncoplástica Pensando 3D Fundamentos da oncoplastia Relação tumor x Mama

Leia mais

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE 1. Conhecimentos sobre o SUS - Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma

Leia mais

Câncer: sinais, sintomas e diagnóstico

Câncer: sinais, sintomas e diagnóstico Câncer: sinais, sintomas e diagnóstico ROSA, LM; SOUZA, AIJS; ANDERS, JC; TOURINHO, F; RADÜNZ, V.; ANDRADE, A. E.; BERNDT, L. K Departamento de Enfermagem - Projeto de Extensão: Atenção Oncológica na Atenção

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - UNIJUÍ

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - UNIJUÍ PARECER CONSUBSTANCIADO DO CEP DADOS DO PROJETO DE PESQUISA Título da Pesquisa: MULHERES COM CÂNCER DE MAMA QUE PARTICIPAM DE UM GRUPO DE APOIO E AÇÕES PARA MINIMIZAR O ESTRESSE Pesquisador: Eniva Miladi

Leia mais

Atuação do Psicólogo na Radioterapia. Psicóloga: Alyne Lopes Braghetto

Atuação do Psicólogo na Radioterapia. Psicóloga: Alyne Lopes Braghetto Atuação do Psicólogo na Radioterapia Psicóloga: Alyne Lopes Braghetto Hospital Israelita Albert Einstein 650 leitos História Década de 50: nascimento da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert

Leia mais

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 361 DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 Márcia Suelen Bento 2, Marcelo Oliveira Chamelete 3,

Leia mais

8:00-09:30 Auditório Abertura e Conferência Enfermagem e Residência de Enfermagem

8:00-09:30 Auditório Abertura e Conferência Enfermagem e Residência de Enfermagem XIV ENCONTRO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO, ENCONTRO DE BIOÉTICA E MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ENFERMAGEM E RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM 02 DE Outubro Hora/Local Modalidade da Atividade Título, Palestrante,

Leia mais

OCORRÊNCIA DE NEOPLASIAS MAMARIA NO HOMEM DO NORDESTE BRASILEIRO

OCORRÊNCIA DE NEOPLASIAS MAMARIA NO HOMEM DO NORDESTE BRASILEIRO OCORRÊNCIA DE NEOPLASIAS MAMARIA NO HOMEM DO NORDESTE BRASILEIRO Rosimery Cruz de Oliveira Dantas Universidade Federal de Campina Grande/UFCG Grupo GEPASH rmeryco_dantas@hotmail.com Jéssica Barreto Pereira

Leia mais

Homologação dos Trabalhos Científicos

Homologação dos Trabalhos Científicos A Comissão Científica da XXIII Semana da do COREN-RR, no uso de suas atribuições torna público a homologação dos resumos dos Trabalhos Científicos submetidos a esta Comissão. Os resumos que se encontram

Leia mais

Nos primeiros lugares das dores de cabeça da Urologia

Nos primeiros lugares das dores de cabeça da Urologia N i i l d d d b d Nos primeiros lugares das dores de cabeça da Urologia Câncer de próstata :malignidade mais diagnosticada em homens Incontinência urinária afeta diretamente qualidade de vida Cirurgia:

Leia mais

& O PÓS-DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE MAMA E ÚTERO:

& O PÓS-DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE MAMA E ÚTERO: & O PÓS-DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE MAMA E ÚTERO: Possibilidades de Atuação da Psicologia Adelise Salvagni 1 Alberto Manuel Quintana 2 Daniela Trevisan Monteiro 3 Valéri Pereira Camargo 4 RESUMO Este trabalho

Leia mais

Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia. Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli

Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia. Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli Roteiro da Apresentação 1. Estrutura da Pesquisa Científica 2. Classificação dos estudos epidemiológicos 3.

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento MASTOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento MASTOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas e disseminar

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Jônatas Catunda de Freitas

Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Jônatas Catunda de Freitas Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Jônatas Catunda de Freitas Fortaleza 2010 Lesões raras, acometendo principalmente mandíbula e maxila Quadro clínico

Leia mais

PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NA REABILITAÇÃO DE MULHERES PORTADORAS DE CÂNCER DE MAMA

PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NA REABILITAÇÃO DE MULHERES PORTADORAS DE CÂNCER DE MAMA PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NA REABILITAÇÃO DE MULHERES PORTADORAS DE CÂNCER DE MAMA Sabrina Barbosa da Silva¹; Alanna Silva dos Santos 2 ; Geilza Carla de Lima Silva 3 ¹Faculdade de Ciências Médicas(FCM).

Leia mais

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede 4ª Reunião do GT de Oncologia Projeto OncoRede Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor Rio de Janeiro, 02 de Setembro de 2016 Clique para editar local e data Pauta da 4ª

Leia mais

ONCOLOGIA ORTOPÉDICA

ONCOLOGIA ORTOPÉDICA Programa de Capacitação Profissional ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas e disseminar

Leia mais