Disponibilização On-Line de Plantas de Localização para Instrução de Processos de Licenciamento de Obras

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Disponibilização On-Line de Plantas de Localização para Instrução de Processos de Licenciamento de Obras"

Transcrição

1 Disponibilização On-Line de Plantas de Localização para Instrução de Processos de Licenciamento de Obras Nuno Almeida, Ricardo Figueiredo, Jorge Barbosa* Resumo Detalha-se o desenvolvimento de uma ferramenta informática, sistema de fornecimento de conteúdos, de apoio aos municípios portugueses permitindo que estes disponham de um serviço on-line no seu portal de forma a facilitar a emissão de plantas de localização através da Web. Esta aplicação irá possibilitar que qualquer cidadão, independentemente da local onde se encontre, possa através do portal da sua Câmara Municipal visualizar ou solicitar via Web um conjunto de plantas de localização para simples consulta ou para a instrução de processos de licenciamento obras. Esta ferramenta irá permitir que os Municípios passem a disponibilizar mais um serviço ao cidadão libertando recursos humanos e materiais para outras tarefas. Palavras Chave Disponibilização On-Line, Plantas de Localização, Aplicações Web. 1 INTRODUÇÃO OPOL Plantas On-Line foi um sistema desenvolvido com vista à agilização e simplificação da relação do cidadão com a administração Pública. Em concreto foi desenvolvida uma aplicação que, via Internet, permite a visualização para simples consulta ou eventualmente requisição de plantas localização necessárias à instrução de qualquer processo de licenciamento de obras. Apesar de ser um processo simples, actualmente tal necessidade implica um processo moroso para o utente, que tem de se deslocar à sua Câmara Municipal, eventualmente vindo de longe, para solicitar uma simples planta de localização. Por outro lado, este procedimento actual também acarreta para as Câmaras Municipais dispêndio de recursos, principalmente humanos, que podem através de uma utilização intensiva e correcta de uma aplicação deste tipo serem desviados para outro tipo de tarefas. Esta aplicação constitui pois uma das ferramentas possíveis, à divulgação de Informação Cartográfica e Geográfica, *Estes autores estão ligados ao Instituto Superior de Engenharia Instituto Politécnico de Coimbra, Coimbra, Portugal. inserida no contexto dos Sistema de Informação Geográfica (SIG) Municipais. Os quais constituem actualmente um importante instrumento de apoio à decisão em questões que se prendem com a gestão do Território municipal. Fig. 1 Ecrã Inicial Os SIG estão a tornar-se uma ferramenta de excelência para a gestão territorial, contexto no qual as autarquias estão a ser chamadas cada vez mais a desempenhar um papel de coordenador e decisor, onde a informação deve sair clara, objectiva e acessível aos cidadãos. Daí a necessidade de implementar e fomentar o crescimento desses sistemas nas autarquias locais. Nos últimos anos, as autarquias tem visto aumentadas as suas competências relacionadas com a gestão e planeamento do seu território. Existe uma necessidade urgente por parte destas em utilizar ferramentas que tornem mais fácil o planeamento e a tomada de decisão do poder local. Neste contexto as autarquias fornecem - 1 -

2 ALMEIDA, FIGUEIREDO E BARBOSA: DISPONIBILIZAÇÃO ON-LINE DE PLANTAS DE LOCALIZAÇÃO PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO DE OBRAS actualmente uma variedade de serviços aos seus Munícipes. Um dos quais, é sem dúvida o fornecimento de Extractos de Plantas de localização e Plantas de Ordenamento para a instrução de pedidos de licenciamento municipal. Tudo isto numa altura em que as tecnologias de informação estão em franca ascensão no nosso país, constituindo inclusive uma das apostas a nível governamental, pelo que também as autarquias têm de encarar esta situação de uma forma séria e investir cada vez mais nesta área. O cidadão (munícipe), o investidor ou projectista esperam das autarquias o melhor atendimento pelo que este se deve basear num sistema bem estruturado e totalmente integrado. Como motor e dinamizador da sociedade de informação a administração local deve apostar na inovação e no desenvolvimento de soluções adequadas que motivem o aumento da produtividade e a eficácia dos serviços a prestar ao munícipe. Torna-se assim indispensável o recurso a sistemas informáticos para que, de forma eficaz, seja possível a gestão, armazenamento e divulgação da informação alfanumérica e georreferenciada. A aplicação desenvolvida, POL Plantas On-Line, é deste modo uma solução enquadrada na actual modernização da Administração Pública, permitindo que os municípios forneçam ao munícipe um serviço através da WEB, já que permite a divulgação, com comodismo, qualidade e rapidez, e o fornecimento de plantas, quer de localização quer de extracto de plantas de ordenamento ou mesmo de mapas temáticos resultantes do SIG: mapas estatísticos, utilização do solo, carta de declives, mapas de ruído, etc.. 2 ENQUADRAMENTO Naturalmente que o fornecimento de plantas e cartografia é já um serviço existente em qualquer autarquia há já longos anos. Desde de muito cedo que as autarquias disponibilizam informação cartográfica aos seus munícipes, principalmente para processos de licenciamento municipal. Não nos moldes que propomos fornecer actualmente mas em papel, ozalide, película, ou papel vegetal. É fundamental e obrigatório que qualquer processo de licenciamento de obras particulares seja instruído com plantas de localização a determinada escala, assim como extractos das plantas de ordenamento, carta militar, etc. Um simples processo de ocupação de via publica deverá ser acompanhado de planta de localização com a indicação precisa do local onde ocorrerá a ocupação de espaço público. O pedido de licenciamento de uma operação de loteamento e obras de urbanização, a comunicação previa para execução de uma piscina, ou mesmo pedido de licenciamento para a plantação de eucaliptos deverão ser instruídos com planta de localização, planta de ordenamento, Planta de Condicionantes, Extracto da Carta Militar, Extractos da Reserva Agrícola Nacional (RAN) e/ou da Reserva Ecológica Nacional (REN). No nosso caso de referência, o da Câmara Municipal de Mealhada cujo modelo de funcionamento e organização foi considerado como base de trabalho para o desenvolvimento desta aplicação e onde a mesma está em utilização em fase de testes, este serviço era até 2001, fornecido em papel, através de cópias dos originais mediante o pagamento da taxa respectiva. O funcionário responsável pelo fornecimento tinha já preparado várias máscaras em papel grosso, onde tinha sido recortado uma determinada área criando o buraco para a cópia do mapa. Era colocado a máscara em cima do vidro da fotocopiadora e por cima a planta que se queria copiar. Extraída a cópia procedia-se de igual forma para os restantes tipos de plantas. Em 2001 foi então adquirida uma aplicação de desktop, para a Emissão de Plantas de Localização, assente no servidor de mapas Mapguide 5.0 da Autodesk, tendo como base os dados e cartografia produzidos e tratados pelo SIG Mealhada. A partir desta data o fornecimento de plantas de localização tornou-se uma tarefa mais simples, permitindo que o mesmo funcionário fizesse um atendimento ao munícipe, mais cuidado, mais rápido e de melhor qualidade. Permitia que ambos estivessem sentados a uma secretária e a visualizar a informação pretendida. E com alguns passos simples são impressas as plantas pretendidas. Este serviço estava e continua a estar sujeito ao pagamento de uma taxa. Apesar de ter constituído uma grande melhoria este serviço, por falta de recursos humanos, só está disponível ao munícipe 3 manhãs por semana (segundas, quartas e sextas), além de que o munícipe tem que se dirigir à Câmara Municipal para solicitar e obter as plantas pretendidas. É aqui que o POL Plantas On Line é uma mais valia, porque permite que o - 2 -

3 IASK PROCEEDINGS cidadão/munícipe possa obter em sua casa e a qualquer hora as plantas de localização necessárias para instruir o seu pedido ou simplesmente para imprimir a planta do PDM e saber qual o tipo de espaço ao as condicionantes a que o seu terreno está sujeito. Esta é naturalmente uma mais-valia para projectistas e imobiliárias que poderão a qualquer hora, a qualquer momento mostrar e imprimir para os seus clientes as plantas relativas ao seu terreno. Naturalmente que a questão das taxas municipais não está esquecida. Apesar de a aplicação não prever qualquer controlo a nível de pagamentos, há uma forma fácil de os municípios continuarem a garantir esta receita. Actualmente todas as plantas impressas são carimbadas pelo funcionário como forma de as validar. Uma vez que a maioria das plantas passa novamente pela autarquia (à entrada do pedido de licenciamento), torna-se simples nesta altura validar a carta com o respectivo carimbo e cobrar a taxa respectiva. Desta forma permitimos uma aplicação aberta de acesso fácil sem registos e sem pagamentos a que todos podem aceder. Solicita-se apenas alguns dados para registo estatístico. Desses dados é solicitado o número de contribuinte (NIF), o qual deverá ser um número válido. É também solicitado um endereço de para onde será posteriormente enviado um com o link das plantas em PDF para download. A exigência de um NIF válido e o envio dos links para um endereço de , serve para evitar abusos de utilização. Já existem soluções similares no mercado que executam um serviço semelhante. No entanto todas essas aplicações utilizam servidores de mapa proprietários, como é o caso do Mapguide 6.5, cujo custo de aquisição é bastante elevado. A presente aplicação difere destas outras, essencialmente pela utilização de software Open Source, designadamente o novo servidor de mapas MapGuide Open Source v 2.0.2, de licença LGPL desenvolvido pela Autodesk e disponível através da Open Source Geospatial Foundation (http://mapguide.osgeo.org/). 3 IMPLEMENTAÇÃO O objectivo principal deste projecto é o desenvolvimento de uma aplicação que recorrendo a ferramentas de baixo custo e open source permita a disponibilização de plantas. Ao contrário das restantes aplicações que utilizam servidores de mapas proprietários, utilizou-se pois um servidor de mapas open source. 3.1 Tecnologias Utilizadas Com este objectivo, foi especificamente escolhido o Mapguide OS 2.0, pois de entre os outros servidores de mapas Open Source existentes cremos ser o mais robusto. Para além disto tem uma API bem documentada, suporta os formatos mais comuns e ter licença LGPL que permite a sua utilização para aplicações comerciais, diminuindo assim quer o custo financeiro de desenvolvimento, quer o custo para o cliente final tanto a nível de produto como de plataforma para o correr. Outro dos factores que nos levou à escolha deste servidor de mapas, é o facto de ser baseado em soluções anteriores da Autodesk, nomeadamente o Mapguide 6.5. Um servidor de mapas, não é mais que um servidor aplicacional que fornece ao cliente acesso e possibilidade de manipulação de mapas. Falamos naturalmente de mapas dinâmicos dispostos em layers, onde se pode ligar ou desligar um layer, fazer zoom, carregar informação vectorial, ou imagem raster georreferenciada. Fig. 2 Arquitectura da POL Associado a este servidor é necessário utilizar-se uma outra API open source para a criação dos PDFs. Para esse efeito utilizou-se uma biblioteca, Open Source e licença LGPL, de geração de PDFs on the fly, a API itextsharp,http://sourceforge.net/projects/ itextsharp. A aplicação POL Plantas On Line é pois composta de um site de frontend e outro de backoffice perfeitamente interligados. Na figura 2 mostra-se a arquitectura da aplicação

4 ALMEIDA, FIGUEIREDO E BARBOSA: DISPONIBILIZAÇÃO ON-LINE DE PLANTAS DE LOCALIZAÇÃO PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO DE OBRAS No frontend, acessível ao público em geral, são visualizados o mapa e escolhe-se os locais cujos pormenores se quer visualizar. Também se selecciona um ou vários modelos de planta para a qual se quer gerar o PDF ou então um conjunto de plantas associadas a um tipo de pedido de licenciamento. Preenchidos os dados pessoais, onde se incluiu o endereço de , o pedido é processado e é enviado um com os links dos PDFs para download. No backoffice, de acesso reservado aos administradores do sistema, pode ser manipulada toda a informação que permite o funcionamento do frontend. Pode-se criar pontos de interesse, associando-lhes um lugar, uma freguesia e um ponto no mapa. Podem-se criar modelos com layers e layouts associado e pode-se ou não associar os tipos de pedidos de licenciamento aos modelos respectivos como mostrado na figura 3. inovações e da colaboração de centenas de programadores de software. O MapGuide Open Source está disponível em onde a Open Source Geospatial Foundation aloja este projecto. A plataforma Mapguide OS é composta pelo Mapguide Server que corre tanto em plataformas Windows como Linux e responde aos pedidos dos cliente via protocolo TCP/IP. O Mapguide Server fornece sete serviços que são Site Service, Resource Service, Drawing Service, Feature Service, Mapping Service, Rendering Service, Tile Service e KML Service. A plataforma do Mapguide é ainda composta por um componente importante, o Mapguide Web Server Extensions. Esta extensão inclui o MapAgent CGI/ISAPI/Apache, que permite o acesso aos serviços oferecidos pelo MapGuide Server através de aplicações clientes a correr na Internet ou numa intranet usando o protocolo HTTP. O MapGuide Web Server Extensions pode ser executado tanto em Microsoft Windows como Linux e assim como pode trabalhar quer com o Apache Web Server quer com o Microsoft IIS. Fig. 3 Criação de Modelos de Plantas de Localização no BackOffice É no backoffice que serão também criados e editados os layouts a serem interpretados pala API de geração dos PDFs 3.2 Mapguide Open Source O pilar desta aplicação é o Mapguide OS. Para se poder implementar uma solução flexível, que permita ao utilizador criar os seus próprios mapas dinâmicos, compostos por dados vectoriais e raster, era necessário um servidor de mapas que respondesse rapidamente aos pedidos solicitados. O Mapguide tem uma plataforma bem definida, robusta e que permite responder a todas as solicitações necessárias neste tipo de aplicações SIG. O MapGuide Open Source é uma ferramenta de baixo custo que permite o desenvolvimento e implementação rápida de aplicações de cartografia para a web. Com ele, pode-se tirar partido de ciclos de lançamento rápidos, bem como das Fig. 4 Arquitectura da Plataforma Mapguide Na figura 4, mostra-se a arquitectura da plataforma Mapguide Open Source. O Mapguide OS utiliza Feature Data Objects (FDO), para aceder a variados DataSources, sejam eles SDF, SHP, MySQL, ArcSDE, ODBC, OGC WFS, OGC WMS e rasters (GDAL). O FDO o Geospatial Data - 4 -

5 IASK PROCEEDINGS Abstraction Library (GDAL) são mais dois projectos Open Source da Open Source Geospatial Foundation (www.osgeo.org). Em parceria com a OSGeo, a Autodesk lançou a tecnologia FDO como um projecto opensource para tirar partido do apoio dos programadores e da grande variedade de formatos de dados disponíveis. 3.3 Outras Tecnologias Utilizadas Conjuntamente com a adopção de um servidor de mapas OS, a solução mais económica passaria pelo somente de outro software open source para a estruturação do site como por exemplo o PHP, uma base de dados gratuita, e espaço de alojamento incluído, também gratuito. No entanto, isto apresenta dificuldades acrescidas no desenvolvimento, além de que tratando-se de um servidor de mapas com mapas proprietários, pelo que há que ter em conta a questão da segurança e a quantidade de espaço de alojamento pois os mapas ocupam bastante espaço. Estes factores conduziram-nos à escolha de uma solução baseada em servidores próprios. Como a grande maioria do públicoalvo são as autarquias locais, onde quase todas dispõe de sistemas Windows, incluindo versões Server, abre-se a possibilidade de uso de ASP.NET. Recorremos então aos servidores IIS gratuitos, incluídos nesses sistemas operativos, em conjunto com a versão gratuita do SQL Server Express que para a aplicação em causa é mais que suficiente. Por estes motivos a aplicação não é totalmente baseada em software Open Source mas baseada em bibliotecas Open Source, tendo sido desenvolvida para a plataforma.net 2.0 com extensões AJAX tendo como alvo um Sistema Operativo Windows Server com IIS 6.0, SQL Server Express 2005 /ou 2008 e MapGuide Open Source 2.0. Também se utilizou o MapGuide Maestro também Open Source (licença LGPL), que tem sofrido uma grande evolução por parte dos seus autores e que permite facilmente gerir, criar manipular layers, mapas, dados, etc. Para a construção das interfaces, estruturação e formatação das páginas utilizou-se complementarmente HTML, CSS, JavaScript. Fig. 5 Frontend da Aplicação 4 A POL Plantas On-Line 4.1 Estrutura da Aplicação A aplicação desenvolvida POL - Plantas On Line foi dividida em quatro componentes principais: POL - Aplicação Frontend de visualização de mapas e emissão de plantas de localização POLBackOffice - Aplicação de configuração do FrontEnd e outros elementos. POLDados - Conjunto de ficheiros de dados comuns ao FrontEnd e BackOffice, não acessível por rede. POLPDFs PDFs gerados pela aplicação de FrontEnd. Na figura 5 mostra-se a janela de visualização do frontend da aplicação POL Dessa estruturação resultou um conjunto de obrigatoriedades a implementar para facilitar a utilização da aplicação e que se descrevem de seguida. 4.2 Selecção de Pontos de Interesse Disponibilizar ao utilizador uma lista de pontos de interesse com localização da freguesia e respectivo lugar (ponto de interesse). Isto permite que o mapa se mova para esse ponto, centrando o ponto no mapa a uma escala predefinida para esse ponto específico. A escolha de um ponto de interesse não é obrigatória, o utilizador tem à sua disposição ferramentas de pan e de zoom para se poder movimentar no mapa. Esta informação dos pontos é guardada num ficheiro XML de nome pontos.xml e que contem seis elementos: freguesia, local, descrição do ponto de interesse, valor da - 5 -

6 ALMEIDA, FIGUEIREDO E BARBOSA: DISPONIBILIZAÇÃO ON-LINE DE PLANTAS DE LOCALIZAÇÃO PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO DE OBRAS coordenada x, valor da coordenada y e escala. Fig. 6 Selecção de Pontos de Interesse Na figura 6, mostra-se o processo de selecção de um ponto de interesse e na figura 7 o modelo utilizado na implementação da aplicação para a estrutura de dados para estes pontos de interesse. 4.3 Selecção de Modelos de Plantas A seguir à escolha do ponto pelo utilizador é dada a possibilidade ao utilizador de escolher como quer seleccionar as plantas a emitir tendo duas opções: O utilizador pode escolher por plantas isoladas, aparecendo-lhe de seguida uma lista de modelos de plantas para que seleccione as que pretende. freguesia {xs:string} lugar {xs:string} conjunto de plantas sem se preocupar com a escolha das plantas. Isto é vantajoso para os utilizadores menos habituados aos procedimentos administrativos de uma autarquia. Ou seja um determinado munícipe pretende requerer à Câmara Municipal um pedido de licenciamento para a construção da sua moradia. Ele sabe que para instruir o processo de licenciamento são necessárias plantas de localização e extractos dos planos de ordenamento, mas não sabe quais os modelos necessários. Ora não tem que se preocupar com isso, limita-se a escolher plantas por tipo de pedido e depois pedido de licenciamento. A aplicação encarrega-se de gerar os respectivos modelos. Para garantir este funcionamento esses dados foram armazenados em ficheiros XML. São eles o Modelos.XML e Pedidos.XML. O Modelos.XML contem o id do modelo, o título, escala, a lista dos layers a inserir na planta, informação se o modelo é ou não visível isoladamente, o nome do layout de impressão e o layout que servirá de legenda caso seja necessário. O Pedidos.XML contém o id do pedido, um título e uma lista dos modelos associados a este tipo de pedido. Na figura 8, mostra-se o ecrã onde é possível efectuar-se a selecção dos modelos de plantas. pontos /pontos S ponto S descr {xs:string} xloc {xs:float} yloc {xs:float} newscale {xs:float} Fig. 7 Estrutura de Dados dos Pontos de Interesse A outra alternativa passa pelo utilizador escolher por tipo de pedido de licenciamento, ou seja por um Fig. 8 Selecção de Modelos de Plantas Seleccionadas as plantas a emitir solicitase ao utilizador a inserção de alguns dados para inserção nas próprias plantas e para manter um registo histórico das solicitações. É então solicitado ao utilizador a introdução do nome, morada, NIF, , Local da obra, Freguesia, e um pequeno texto com o motivo pela qual solicita a planta. Obriga-se aqui à - 6 -

7 IASK PROCEEDINGS introdução de um válido e de um NIF também válido, deverá ser um número válido, de acordo com as regras da DGCI. O servirá para o envio dos links das plantas para download. estará disponível a todos sem qualquer tipo de solicitação de dados. 4.4 Edição de Layouts No backoffice é possível ao administrador da aplicação a criação e ou edição dos layouts que irão ser justapostos às plantas solicitadas. Para isso a aplicação dispõe de um conjunto de funcionalidades que lhe permitem essa edição. Na figura 9, é mostrada a interface de edição dessa configuração de layouts. Fig. 9 Interface de configuração de layouts A obrigatoriedade de introdução de alguns dados válidos é uma forma de forma a evitar uma utilização abusiva da aplicação. Relembramos que a obtenção de plantas sem um sistema similar ao que aqui apresentamos, obriga a que os interessados se dirijam à Câmara Municipal, em dias pré-determinados, estejam em filas à espera da sua vez e pagando a respectiva taxa depois de atendidos. Acreditamos que esta aplicação irá facilitar de forma bastante significativa a obtenção das plantas ao cidadão, pelo que, a introdução do seu NIF e do seu não serão uma limitação. Fig. 11 Planta de ruído nocturno 4.5 Tipos de Plantas A aplicação é capaz de gerar os diferentes tipos de plantas necessárias para a instrução de processos de licenciamento. Assim, são geradas plantas de cartografia, figura 10, plantas de ruído nocturno, figura 11, legendas de condicionantes, figura 12 bem como plantas de aglomerados urbanos, figura CONCLUSÕES Fig. 10 Planta de cartografia O acesso, consulta e navegação no mapa A aplicação desenvolvida permite a agilização de processos no que respeita ao fornecimento de plantas de localização para a instrução de processos de licenciamento de obras. Através da utilização de uma combinação de software open source com software proprietário mas amplamente divulgado em - 7 -

8 ALMEIDA, FIGUEIREDO E BARBOSA: DISPONIBILIZAÇÃO ON-LINE DE PLANTAS DE LOCALIZAÇÃO PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO DE OBRAS termos de autarquias, conseguiu-se implementar uma aplicação que possibilita a disponibilização on-line desta informação com um muito baixo custo de instalação. obterem via Internet as plantas que necessitam e apresentá-las de seguida aquando da instrução dos seus processos de obras. Fig. 12 Legendas de Condicionantes Do ponto de vista de utilizadores a aplicação apresenta-se com uma interface simples, intuitva e por isso de muito fácil utilização. A nível de administração, possui um conjunto de funcionalidades que permitem flexibilizar e expandir o tipo de plantas a disponibilizar as quais respondem a toda a necessidade actual de plantas prevista para a instrução de pedidos de licenciamento. A aplicação encontra-se actualmente em utilização, numa versão de teste, e é possível desde já poder concluir-se que constitui uma grande mais-valia pois permite por um lado a disponibilização remota de informação cartográfica, tem tido uma boa aceitação e permite, como era um dos objectivos pretendidos, uma melhoria na oferta aos munícipes e a libertação de recursos anteriormente afectos a esta função. Deste modo já é possível aos munícipes Fig. 13 Planta de Aglomerados Urbanos Ricardo Figueiredo é estudante graduado do Departamento de Engenharia Informática e de Sistemas do Instituto Superior de Engenharia do Instituto Politécnico de Coimbra e é Microsoft Student Partner do DEIS/ISEC. Nuno Almeida é Engenheiro Civil e estudante graduado do Departamento de Engenharia Informática e de Sistemas do Instituto Superior de Engenharia do Instituto Politécnico de Coimbra. É também Técnico Superior da Câmara Municipal da Mealhada. Jorge Barbosa é Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Informática e de Sistemas do Instituto Superior de Engenharia do Instituto Politécnico de Coimbra. Possui o Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores e o Doutoramento em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. É Presidente da Comissão Científica do DEIS/ISEC

O WebSig do Município de Guimarães

O WebSig do Município de Guimarães O WebSig do Município de Guimarães Pedro Pereira A Divisão SIG O SIG do Município de Guimarães Gabinete criado em 1998 (no âmbito do PROSIG) Nos 10 anos seguintes, o SIG serviu de apoio aos diversos serviços

Leia mais

SICOP Sistema de Inovação, Controlo e Optimização de Produtos

SICOP Sistema de Inovação, Controlo e Optimização de Produtos SICOP Sistema de Inovação, Controlo e Optimização de Produtos Célia Alves, Liliana Monteiro, Fernanda Barbosa, Ana Borges, Jorge Barbosa* Resumo De modo a facilitar e estandardizar o ciclo de desenvolvimento,

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a qualidade dos serviços prestados pela autarquia. O seu novo ambiente de trabalho optimiza

Leia mais

GeoMafra Portal Geográfico

GeoMafra Portal Geográfico GeoMafra Portal Geográfico Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica;

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica; Mapas Destinado especialmente aos Utilizadores do GEOPORTAL, nele são descritas e explicadas as diferentes funcionalidades existentes no FrontOffice (GEOPORTAL). O GEOPORTAL é baseado em tecnologia Web,

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

Software GEFISEME Aplicação destinada ao auxílio do serviço de Metrologia. Rua D. Afonso Henriques, 1726 4435-003 Rio Tinto www.worldsolutions.

Software GEFISEME Aplicação destinada ao auxílio do serviço de Metrologia. Rua D. Afonso Henriques, 1726 4435-003 Rio Tinto www.worldsolutions. Software GEFISEME Aplicação destinada ao auxílio do serviço de Metrologia Rua D. Afonso Henriques, 1726 4435-003 Rio Tinto www.worldsolutions.pt Conteúdo Introdução... 2 Gestão de acessos... 3 Ficha de

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software 2º Semestre de 2006/2007 Terceiro enunciado detalhado do projecto: Portal OurDocs ic-es+alameda@mega.ist.utl.pt ic-es+tagus@mega.ist.utl.pt 1. Introdução O terceiro enunciado do

Leia mais

Quando extrair o ficheiro SAFT

Quando extrair o ficheiro SAFT Conheça o seu ficheiro SAFT Quando extrair o ficheiro SAFT A partir de Janeiro de 2014 muitas empresas que não eram obrigadas a utilizar software de faturação certificado passaram a ser, tendo assim de

Leia mais

Manual do Utilizador

Manual do Utilizador Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Electrotécnica e Computadores Software de Localização GSM para o modem Siemens MC35i Manual do Utilizador Índice

Leia mais

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico de Castelo Branco Departamento de Informática Curso de Engenharia Informática Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais Ano Lectivo de 2005/2006

Leia mais

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um servidor WMS utilizando tecnologia Open Source: MapServer

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um servidor WMS utilizando tecnologia Open Source: MapServer Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um servidor WMS utilizando tecnologia Open Source: MapServer Danilo Furtado dfurtado@igeo.pt 2 as Jornadas SASIG Évora 2009 1 Agenda 1. Serviço

Leia mais

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer Danilo Furtado dfurtado@igeo.pt myesig2010 Lisboa 2010 1 Agenda 1.

Leia mais

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros PHC dcontroldoc O acesso a diversos tipos de ficheiros A possibilidade de consultar e introduzir documentos, imagens e outro tipo de ficheiros, a partir de um local com acesso à Internet. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

OFICINA USO DO I3GEO. Levindo Cardoso Medeiros. levindocm@gmail.com

OFICINA USO DO I3GEO. Levindo Cardoso Medeiros. levindocm@gmail.com OFICINA USO DO I3GEO Levindo Cardoso Medeiros levindocm@gmail.com ESTRUTURA INTRODUÇÃO UTILIZANDO O I3GEO Aprendendo a navegar pelo I3Geo Propriedades do mapa ADICIONANDO E MANIPULANDO CAMADAS Adicionando

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

Tarefas Geográficas. uma solução para atualização cartográfica num município. Alexandrina Meneses Engª Geógrafa

Tarefas Geográficas. uma solução para atualização cartográfica num município. Alexandrina Meneses Engª Geógrafa Tarefas Geográficas uma solução para atualização cartográfica num município Alexandrina Meneses Engª Geógrafa SUMÁRIO 1. GABINETE DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA 2. TAREFAS GEOGRÁFICAS 3. CONCLUSÕES 1. GABINETE

Leia mais

IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central. Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC

IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central. Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC O projecto IDE CIMAC Enquadramento e objectivos Componentes da solução

Leia mais

Manual Gespos Recovery

Manual Gespos Recovery Manual Gespos Recovery Introdução...3 Edição de dados Edicão directa de dados...4 Eliminar todos os dados excluindo tabelas e configurações...6 Estrutura Verificar valores Null das tabelas...6 Recriar

Leia mais

Guia de Utilização. A consulta dos e-books não exige a instalação de nenhum programa específico.

Guia de Utilização. A consulta dos e-books não exige a instalação de nenhum programa específico. Guia de Utilização Acompanhando a tendência actual para o acesso rápido a conteúdos informativos via Web e atendendo às solicitações dos clientes internos e externos do Centro de Recursos em Conhecimento/Mediateca

Leia mais

GISWEB - Informação Geográfica ao Alcance de Todos

GISWEB - Informação Geográfica ao Alcance de Todos GISWEB - Informação Geográfica ao Alcance de Todos Bruno Perboni Qualityware Conselheiro Laurindo 825 cj. 412 centro Curitiba PR fone: 3232-1126 bruno@qualityware.com.br Maysa Portugal de Oliveira Furquim

Leia mais

1. Rede de Apoio Topográfico... 2. 1.1. Características da Rede... 2. 2. Acesso e Utilização... 2. 2.1. Visualizador de mapa... 3

1. Rede de Apoio Topográfico... 2. 1.1. Características da Rede... 2. 2. Acesso e Utilização... 2. 2.1. Visualizador de mapa... 3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO... 2 1. Rede de Apoio Topográfico... 2 1.1. Características da Rede... 2 2. Acesso e Utilização... 2 2.1. Visualizador de mapa... 3 2.1.1. Elementos do mapa... 3 2.1.2. Tarefas...

Leia mais

PHC dcontroldoc Interno e Externo

PHC dcontroldoc Interno e Externo PHC dcontroldoc Interno e Externo DESCRITIVO Com o PHC dcontroldoc o utilizador tem a possibilidade de aceder a diversos tipos de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF) a partir de um local com acesso à

Leia mais

a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães

a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães processo de modernização administrativa prestação de um melhor serviço aos cidadãos utilização mais eficiente dos seus recursos no

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente o potencial da força

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

Software Adobe DreamWeaver. Requisitos para criar aplicações Web

Software Adobe DreamWeaver. Requisitos para criar aplicações Web Software Adobe DreamWeaver O Dreamweaver é uma ferramenta de desenvolvimento de sites que suporta diversas linguagens de scritpting para construir sites dinâmicos. Suporta várias linguagens como por exemplo:

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Índice 1. Sobre o Guia... 4 1.1 Objectivo... 4 1.2 Utilização do Guia... 4 1.3 Acrónimos e Abreviações... 4 2. Introdução ao Extracto on Line Aplicação

Leia mais

Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle

Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle Luís Filipe Borges Pinto Resumo: Este projecto consiste na implementação de uma aplicação WEB para monitorização

Leia mais

Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento

Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento Implementação utilizando o MapServer Danilo Furtado Laboratório Nacional de Engenharia Civil Agenda 1. Serviço de visualização INSPIRE View Service

Leia mais

SAMUO APP: MANUAL DO UTILIZADOR

SAMUO APP: MANUAL DO UTILIZADOR as novas tecnologias ao serviço do desenvolvimento de projectos w w w. i m a d i p. c o m CABO VERDE: REALIZAÇÃO DE UMA ACÇÃO- PILOTO PARA A MELHORIA DA GESTÃO NUM GABINETE TÉCNICO SELECCIONADO OFITEC

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO. Manual de Utilizador. Portal TRH

MINISTÉRIO DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO. Manual de Utilizador. Portal TRH MINISTÉRIO DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO Manual de Utilizador Portal TRH Novembro de 2009 ÍNDICE 1. Introdução...2 2. Registo...4 3. Visualização e criação de operadores...8 4. Introdução

Leia mais

SAMUO APP: MANUAL DO ADMINISTRADOR

SAMUO APP: MANUAL DO ADMINISTRADOR as novas tecnologias ao serviço do desenvolvimento de projectos w w w. i m a d i p. c o m CABO VERDE: REALIZAÇÃO DE UMA ACÇÃO- PILOTO PARA A MELHORIA DA GESTÃO NUM GABINETE TÉCNICO SELECCIONADO OFITEC

Leia mais

---- Webdbpro ----- Manual de implementação

---- Webdbpro ----- Manual de implementação ---- Webdbpro ----- Manual de implementação Index Pag. Introdução 2 PHP em IIS 7 3 Arquitectura 7 ECO SAF-T PT 8 Estrutura das directorias Glossário e licenciamento 12 13 Page 1 h t t p : / / w w w. e

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na actividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade PHC dcrm DESCRITIVO O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter

SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter v.1.2.1.0 Manual do Utilizador 2005-2007 Copyright SIQuant 2005, 2006, 2007. Todos os direitos reservados. O sistema SIQuant GeoQuality é licenciado pela empresa

Leia mais

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica Faturação Eletrónica DHL O que é a Faturação Eletrónica? O serviço de faturação eletrónica da DHL é um método alternativo ao correio e ao fax de receber as suas

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades.

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades. Projecto CITIUS CITIUS (do latim mais rápido, mais célere) é o projecto de desmaterialização dos processos nos tribunais judiciais desenvolvido pelo Ministério da Justiça. Englobando aplicações informáticas

Leia mais

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Evolução da última década Manuela Sampayo Martins (Eng.ª) Sistemas de Informação Sistemas de Geográfica, Informação Lda. Geográfica,

Leia mais

GeoMafra Portal Geográfico

GeoMafra Portal Geográfico GeoMafra Portal Geográfico Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar

Leia mais

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS Alexia Guilherme Bianque (PIBIC/CNPq), Ederson Marco Sgarbi (Orientador), a.g.bianque10@gmail.com.br Universidade

Leia mais

Instalar o Projeto Colibri RCP 7.0.2 no Ubuntu 12.04

Instalar o Projeto Colibri RCP 7.0.2 no Ubuntu 12.04 Instalar o Projeto Colibri RCP 7.0.2 no Ubuntu 12.04 O Sistema Operativo Linux, embora com uma baixíssima quota de mercado, quando comparado com Windows e OS X, no que refere a computadores pessoais, e

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

CONJUNTO COMERCIAL CENTRO COMERCIAL DE PORTIMÃO

CONJUNTO COMERCIAL CENTRO COMERCIAL DE PORTIMÃO CONJUNTO COMERCIAL CENTRO COMERCIAL DE PORTIMÃO RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJECTO DE EXECUÇÃO (RECAPE) SUMÁRIO EXECUTIVO JULHO DE 2008 Inovação e Projectos em Ambiente 1 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...

Leia mais

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet.

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. dcontroldoc Interno e Externo Descritivo completo A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. Benefícios Facilidade em pesquisar

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria guião de exploração dos serviços SIG na web Associação de Municípios da Ria 02 GUIA WEB ÍNDICE Introdução O que é um SIG? 03 O que é SIGRia?

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

TEMA: PDM Digital Uma metodologia para a conversão analógico-digital e integração em SIG

TEMA: PDM Digital Uma metodologia para a conversão analógico-digital e integração em SIG Autores: Fernando Cruz - E-mail: f2crux@clix.pt Rui Teixeira - E-mail: rtsf@clix.pt Instituição: Câmara Municipal de Salvaterra de Magos Palavras chave: Cartografia digital, PDM, integração em SIG. Sessão

Leia mais

ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG

ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG ZwCAD Standard ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG A solução ideal para quem trabalha só a 2D. Inclui funcionalidades como a inserção de imagens raster, todos os EXPRESS TOOLS, comandos como ALIGN,

Leia mais

Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web

Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web João Alexandre Oliveira Ferreira Dissertação realizada sob a orientação do Professor Doutor Mário de Sousa do Departamento de Engenharia

Leia mais

Impressão do Manual do Utilizador

Impressão do Manual do Utilizador bibliopac Interface WWW Versão 2003 Guia de instalação rápida Junho 2003 ATENÇÃO! Impressão do Manual do Utilizador No CD de instalação está disponível o ficheiro Interface WWW Manual.PDF. Este manual,

Leia mais

Cópias de Segurança no Akropole Backups

Cópias de Segurança no Akropole Backups Cópias de Segurança no Akropole Backups Cópias de Segurança - Backups As Cópias de Segurança são aquela coisa que todos sabemos que são necessárias mas que nunca nos preocupamos até ao dia em que são precisas.

Leia mais

EIC. Projecto I. Manual do Utilizador. Vídeo Vigilância Abordagem Open Source. Curso: Engenharia de Informática e Comunicações Ano Lectivo: 2005/2006

EIC. Projecto I. Manual do Utilizador. Vídeo Vigilância Abordagem Open Source. Curso: Engenharia de Informática e Comunicações Ano Lectivo: 2005/2006 EIC Engenharia de Informática e Comunicações Morro do Lena, Alto Vieiro Apart. 4163 2401 951 Leiria Tel.: +351 244 820 300 Fax.: +351 244 820 310 E-mail: estg@estg.iplei.pt http://www.estg.iplei.pt Engenharia

Leia mais

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação Ministério das Finanças Instituto de Informática Departamento de Sistemas de Informação Assiduidade para Calendários Específicos Junho 2010 Versão 6.0-2010 SUMÁRIO 1 OBJECTIVO 4 2 ECRÃ ELIMINADO 4 3 NOVOS

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM - R EVOLUÇÃO ADMINISTRATIVA A Autarquia de Santarém, em parceria com a PT Prime, desenvolveu um sistema de soluções integradas e inter-operantes que lhe possibilitaram operacionalizar

Leia mais

1. Introdução. 2. A área de trabalho

1. Introdução. 2. A área de trabalho Curso Criiar web siites com o Dreamweaver Parrttee II 1. Introdução O Macromedia DreamWeaver é um editor de HTML profissional para desenhar, codificar e desenvolver sites, páginas e aplicativos para a

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na atividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

Índice. Manual do programa Manage and Repair

Índice. Manual do programa Manage and Repair Manual do programa Manage and Repair Índice 1 Menu Ficheiro... 3 1.1 Entrar como... 3 1.2 Opções do utilizador... 3 2 Administração... 5 2.1 Opções do Programa... 5 2.1.1 Gerais (1)... 5 2.1.2 Gerais (2)...

Leia mais

INSTALAÇÃO DE SOFTWARES ÚTEIS EM ENGENHARIA CARTOGRÁFICA

INSTALAÇÃO DE SOFTWARES ÚTEIS EM ENGENHARIA CARTOGRÁFICA INSTALAÇÃO DE SOFTWARES ÚTEIS EM ENGENHARIA CARTOGRÁFICA Primeiramente é importante observar a importância do desenvolvimento de softwares específicos para agilizar o trabalho do Engenheiro Cartógrafo.

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP Trabalho Nº 4 - VoIP 1. Introdução A utilização de tecnologia VoIP como alternativa às redes telefónicas tradicionais está a ganhar cada vez mais a aceitação junto dos utilizadores, e está sobretudo em

Leia mais

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical Introdução aos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical DEFINIÇÃO DE SIG As definições são condicionadas pelo ambiente em que surgem e pela realidade

Leia mais

Aplicação da Qualidade. Manual do Utilizador. Versão 1 2006-05-30

Aplicação da Qualidade. Manual do Utilizador. Versão 1 2006-05-30 Aplicação da Qualidade Versão 1 2006-05-30 Índice 1. Introdução 2. Acesso à Aplicação 3. Menu principal 3.1. Processo 3.1.1. Registo da Ocorrência - Fase 1 3.1.2. Análise das Causas - Fase 2 3.1.3. Acção

Leia mais

Visão Geral. Autodesk Geospatial e Optimização de Processos de Desenho

Visão Geral. Autodesk Geospatial e Optimização de Processos de Desenho O novo AutoCAD Map 3D é a plataforma líder para engenharia, infraestruturas, cartografia e SIG. O AutoCAD MAP 3D permite efectuar a ponte entre CAD e GIS, ao permitir o acesso directo aos dados independentemente

Leia mais

Software PHC com MapPoint

Software PHC com MapPoint Software PHC com MapPoint A análise de informação geográfica A integração entre o Software PHC e o Microsoft Map Point permite a análise de informação geográfica, desde mapas a rotas, com base na informação

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Universidade Federal do Ceará Bacharelado em Computação cadeira de Engenharia de Software Estudo de Viabilidade Equipe: Carlos H. Sindeaux Edilson Júnior Emanuelle Vieira Franklin Chaves José M. Silveira

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL Automatização do processo de Controlo Ambiental Auto-controlo ambiental Sendo a Indústria que detém fontes poluidoras (Cimenteiras, Produção de energia, Incineradoras, etc.), uma das mais intervenientes

Leia mais

Guia de apoio à utilização. de serviços WFS

Guia de apoio à utilização. de serviços WFS Guia de apoio à utilização de serviços WFS maio de 2015 Ficha Técnica Referência: For ArcGIS for Desktop 10.3 Esri Portugal Sistemas e Informação Geográfica, S.A. Rua Julieta Ferrão, nº 10 10º 1600-131

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através do Portal das Escolas... 3 2.2 Registo de

Leia mais

Sistema GPB Gestão de Pombais

Sistema GPB Gestão de Pombais Sistema GPB Gestão de Pombais Manual Rápido (Versão 07.01) Janeiro de 2007 SITE : WWW.SISTEMAGP.COM EMAIL: GERAL@SISTEMAGP.COM Um produto POMOR Software de Gestão, Lda. Objectivo deste Manual Rápido Com

Leia mais

novo ManageToRefresh

novo ManageToRefresh novo ManageTo Refresh ENGINE2CONTENT P2/10 Novo ENGINE2CONTENT P3/10 Engine2Content v4.0 O motor para os seus conteúdos A nova ferramenta de gestão de backoffice Engine2content v4.0, permite de uma forma

Leia mais

O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços

O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços municipais, reduzindo-se os custos e os tempos associados.

Leia mais

SGAV Software de Gestão de Actividade de Vendedores

SGAV Software de Gestão de Actividade de Vendedores SGAV Software de Gestão de Actividade de Vendedores Luís Morgado, Pedro Sousa, Ana Borges, Fernanda Barbosa, Jorge Barbosa Resumo Descreve-se uma aplicação desenvolvida para o controlo, gestão e actividade

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade.

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Descritivo completo PHC dcrm Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Benefícios Acesso aos contactos

Leia mais

TERRAMAIS. Serviço on-line de suporte à gestão agro-florestal. Gomes Aires, José Miguel; Dias, Ana Paula; Duarte, Pedro; Coucelo, Carlos RESUMO

TERRAMAIS. Serviço on-line de suporte à gestão agro-florestal. Gomes Aires, José Miguel; Dias, Ana Paula; Duarte, Pedro; Coucelo, Carlos RESUMO TERRAMAIS Serviço on-line de suporte à gestão agro-florestal Gomes Aires, José Miguel; Dias, Ana Paula; Duarte, Pedro; Coucelo, Carlos RESUMO A vantagem na utilização de Sistemas de Informação Geográfica

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador Manual do Portal de Selfcare Utilizador Índice 1 Introdução... 3 1.1 Âmbito do Documento... 3 1.2 Acesso... 4 1.3 Autenticação... 4 2 Extensões... 5 2.1 Reencaminhamentos (redireccionamentos)... 6 2.2

Leia mais

PERIVER PLATAFORMA SOFTWARE REQUIREMENT SPECIFICATION. Periver_SoftwareRequirementSpecification_2008-03-31_v1.0.doc. Versão 1.0

PERIVER PLATAFORMA SOFTWARE REQUIREMENT SPECIFICATION. Periver_SoftwareRequirementSpecification_2008-03-31_v1.0.doc. Versão 1.0 PLATAFORMA Versão 1.0 31 de Março de 2008 TABELA DE REVISÕES Versão Autores Descrição da Versão Aprovadores Data António Rocha Cristina Rodrigues André Ligeiro V0.1r Dinis Monteiro Versão inicial António

Leia mais

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com Manual Gestix Guia do Utilizador Gestix.com Copyright Este documento é Copyright 2008 Westix TI Lda. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas referidas neste Manual são propriedade dos

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

Guia de utilização. Gestão de Mensagens. Março 2009

Guia de utilização. Gestão de Mensagens. Março 2009 Guia de utilização Gestão de Mensagens Março 2009 Índice Índice... 2 Novo Serviço de Gestão de Mensagens... 3 Criar Mensagens... 4 Layout Criar Mensagens... 5 Processo Criar Mensagens... 7 Gestão das Mensagens...

Leia mais

Desenvolvendo para WEB

Desenvolvendo para WEB Nível - Básico Desenvolvendo para WEB Por: Evandro Silva Neste nosso primeiro artigo vamos revisar alguns conceitos que envolvem a programação de aplicativos WEB. A ideia aqui é explicarmos a arquitetura

Leia mais

Guia passo a passo para o preenchimento do formulário de candidatura. Junho 2008

Guia passo a passo para o preenchimento do formulário de candidatura. Junho 2008 Guia passo a passo para o preenchimento do formulário de candidatura Junho 2008 ÍNDICE 1. Instruções gerais... 2 2. Parceria... 4 3. Grupos de tarefas... 8 4. Indicadores... 13 5. Preenchimento das outras

Leia mais

manual instalação e configuração v13 1

manual instalação e configuração v13 1 manual instalação e configuração v13 1 Conteúdo Introdução... 3 Conteúdo do DVD:... 3 Instalação e configuração do ERP... 4 Instalação do ERP... 4 Configuração do ERP... 6 Como actualização de versão...

Leia mais

UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento

UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento PT-SI, empresa PT responsável pela integração, implementa plataforma para Pagamentos Electrónicos para a Administração Pública. Os principais benefícios são

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Gestão de Equipas de Vendas

Gestão de Equipas de Vendas Gestão de Equipas de Vendas Análise Comercial Business Intelligence Gestão de Desempenho Atinjo os meus objectivos comerciais? Quais os vendedores com melhor desempenho? A função comercial é o motor de

Leia mais