EXERCÍCIOS 3º ANO ENS. MÉDIO NÚMEROS BINOMIAIS e POLINÔMIOS.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXERCÍCIOS 3º ANO ENS. MÉDIO NÚMEROS BINOMIAIS e POLINÔMIOS."

Transcrição

1 EXERCÍCIOS º ANO ENS. MÉDIO NÚMEROS BINOMIAIS e POLINÔMIOS Dado o número binomial, temos: 18 a)190 b)180 c)80 d)0 e)n.d.a. 1. Dado o binômio x, determine o polinômio que representa sua solução:. O termo dependente desenvolvido a partir de x do polinômio x é: a) 64 b)84 c)104 d)114 e)14 x 1 é: a) b) - c)1 d)-1 e)n.d.a. 4. O termo independente de 6 5. O quarto termo T(5) do polinômio que resulta x é: a) 80x b) e)n.d.a. de 5 80x c) 4 80x d) 4 80x 6. O termo que representa x³ dado a partir do 1 binômio x Calculando o coeficiente numérico do termo x do polinômio dado a partir da resolução do x, temos: a) 40 b)40 c)40 d)40 e)n.d.a binômio 9 8. Determine o coeficiente numérico de x² dado na expressão que resulta de x 4 : (A) 4 (B) -4 (C) 4 (D) 14 (E) n.d.a. POLINÔMIOS 9. (UFGRS) O polinômio (m² - 4)x³+(m-)x² - (m+) é de grau se, e somente se, (A) m= - (B) m= (C) m = ± (D) m (E) m (UFRGS) O valor de a para que a 1x 4 a² a x³ ax² x seja um polinômio do º grau na variável x é: (A) - (B) -1 (C) 0 (D) 1 (E) 11. (UFRGS) Se P(x) = x²+1x-7, então P(-1) vale: (A) -16 (B) -7 (C) 0 (D) (E) 4 1. (UFRGS) O polinomio P(x) do 1º grau tal que P(1)=5 e P(-1)=1 é: (A) x+4 (B) x+ (C) x+ (D) x+4 (E) 5x 4 1. Dado o polinômio P x x x x x 1, então P(-1); P(1) e P(-), respectivamente são: (A) -1; ; 9 (B) -1; - ; 9 (C) -1; ; -9 (D) 1; ; 9 (E) -1; - ; A partir do polinômio 4 1 P x x x x x 1,então P é: (A) 1 16 (B) 5 16 (C) 1 16 (D) Dado o polinômio p ( x) 4x x x 1, calculando p (), obteremos: (A) 144 (B) (C) (D) 1 1

2 (E) N.d.a. 16. Calcule a e b de modo que os polinômios sejam idênticos P(x) = (a +6)x³ + (b-4)x² e Q(x)=x³+5x². Resp. - e. 17. Dados os polinômios A ( x) x² 5x 6 e B ( x) x³ 6x 10, dê o que se pede: a) A( x) B( x). Resp. x ³ x² x 4 b) A( x) B( x). Resp. x ³ x² 11x 16 c) B( x) A( x). Resp. x ³ x² 11x 16 d) A( x) B( x). Resp. x 5 5x 4 18x³ 10x² 86x Sendo os polinômios 4 P ( x) x x x x e Q ( x) x x de P() Q( - 1). (A) 8 (B) 1 (C) 8 (D) 90 (E) n.d.a. x, calcule o valor numérico 19. Considere os polinômios P( x) x³ x, 4 Q ( x) x 6x³ x² x 4 e calcule: a) P (x) ². Resp. x 6 x 4 x ² b) P ( x). Q( x). Resp x 6x 4x 4x x x² 4x 0. Obtenha o quociente e o resto de cada divisão abaixo: 1. A ( x) x² x 4 por B ( x) x 1. A ( x) x³ x² 11x 10 por B ( x) x. A ( x) x³ 9x² x 6 por B ( x) x² 4. A ( x) 7x² 8 por B ( x) x 4 5. A( x) x 5x² x por B ( x) x² 1 6. Dê o quociente e o resto da divisão de 4 p ( x) x 4x 4x 9 por g ( x) x x Determine o valor do resto da divisão entre p ( x) 4x x x 1 e g ( x) x, usando o teorema do resto. 8. (UFRGS) A divisão de P(x) por x²+1 tem quociente x- e resto 1. O polinômio P(x) é: (A) x²+x-1 (B) x²-x-1 (C) x²+x (D) x³-x²+x- (E) x³-x²+x-1 9. (UFRGS) Na divisão do polinômio A(x)=x³+x²-10x+8 pelo binômio x-1, obteve-se o quociente Q(x)=0. As raízes da equação Q(x)=0 são: (A) 0 e1 (B) -1 e 0 (C) - e 4 (D) -4 e (E) -1 e 0. Encontre o quociente da divisão do polinômio 4 x 6x² x 6 pelo binômio x +. Este exercício pode ser resolvido pelo dispositivo de Briot-Ruffini. 1. (UFRGS) O quociente da divisão de x³+5x-1 por x- é: (A) x²+x-19 (B) x²+x+ (C) x²-x+1 (D) x²+x-1 (E) x²+x+9. Calcule através do dispositivo de Briot-Ruffini o quociente e o resto da divisão de p ( x) x 8x 5 6 por g ( x) x.. Determinar o valor de k, de modo que a divisão do polinômio A ( x) x² x 4 pelo binômio x+k seja exata. 4. Determinar, usando o dispositivo Briot-Ruffini, o quociente e o resto da divisão do polinômio A ( x) 4x³ x² 8 por B ( x) x 1 5. (UFGRS) Uma das raízes do polinômio x³ x² 9x 18 0é -. A soma das outras raízes é: (A) - (B) -1 (C) 0 (D) 1 (E) 6. O polinômio representado no gráfico abaixo é:

3 (C) somente para a= e b=. (D) somente para a=0 e b= (E) a e b qualquer valor real. (A) x³ x² x (B) x³ 5x² x (C) x³ x² x (D) x³ x² x 7. (UFGRGS) Considere o gráfico abaixo. Esse gráfico pode representar a função definida por: (A) x³ 5x² 0 (B) x³ 5x² 4x 0 (C) 4 x 5x³ 0x 4 (D) x 4 5x 4x 0 (E) x 5x 4x² 0x 8. (Unicruz) Uma equação algébrica possui como raízes os valores 4, e. Esta equação é: (A) x³ x² 4x 4 0 (B) x³ x² x 8 0 (C) x³ x² x 0 (D) x 9x 6x 4 0 (E) 4x x² x 0 9. (UFRGS) O resto da divisão de x³+ax²-x+a por x-1 é 4. O valor de a é; (A) 0 (B) 1 (C) -1 (D) (E) (UFRGS) Para que o polinômio P(x) = x²+(ab)x-a seja divisível por x-, a e b devem satisfazer: (A) a qualquer número real e b =. (B) a= e b qualquer numero real ANÁLISE COMBINATÓRIA n! Cn, p p!( n p)! A p n, p n n! ( n p)! n! n! pn( a! b!...) a! b!... FATORIAL 41. Entre as alternativas abaixo, a verdadeira é: (A) 4!=8 (B) 0!=0 (C) 1!=0 (D)!= (E)!=9 4. O valor de 5!+! é: (A) 1 (B) 5040 (C) 14 (D) 10 (E) 70 x! 4. Sabendo-se que 10 podemos afirmar x 1! que x vale: (A) 9 (B) 10 (C) 11 (D) 1 (E) 110 x! x! 44. O conjunto solução de equação 0 (A) {-4;5} (B) {-5 ; 4} (C) {4} (D) {5} (E) {4 ; 5} ARRANJO SIMPLES 45. Quantos números de três algarismos distintos podemos formar com os elementos do conjunto E 1,,,4,5? (A)0 (B)60 (C)0 ( D) 89 (E)N.d.a. 46. Uma empresa possui 16 funcionários administrativos, entre os quais serão escolhidos é:

4 três, que disputarão para os cargos de diretor, vicediretor e tesoureiro. De quantas maneiras pode ser feita a escolha? (A)00 (B) 60 (C)400 ( D) 500 (E) Júlio deseja pintar a palavra LIVRE em um cartaz de publicidade, usando uma cor em cada letra. De quantos modos isso pode ser feito, se ele dispõe de 8 cores de tinta? (A) 890 (B)14 (C) 8901 ( D) 670 (E)N.d.a. 48. Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos,4,5,6,7,8 e 9? (A) 678 (B)840 (C) 4 ( D) 9098 (E) Quantos números pares de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos,4,5,6,7,8 e 9? (A)41 (B) 6 (C) 60 ( D)6 (E) Quantos números impares de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos,4,5,6,7,8 e 9? (A) 480 (B) 9078 (C) 51 ( D) 5 (E) Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos,4,5,6,7,8 e 9 que comecem com 4? (A)4 (B) 10 (C) 70 ( D)64 (E)4 5. Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos,4,5,6,7,8 e 9 que comecem com e terminem com 9? (A) 0 (B)10 (C)! ( D) 4 (E)10 5. Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos 0,1,,,4 e 5? (A) 4 (B) (C) 00 ( D)5 (E) Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar a partir dos algarismos 1,,,4,5, e 6? (A) 1 (B)1 (C)100 ( D) 60 (E) Quantos números ímpares com três algarismos podemos formar a partir de 0,1,,,4,5 e 6? (A) 1 (B) (C)40 ( D)44 (E) 75 PERMUTAÇÃO SIMPLES 56. Quantos anagramas podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 90 (B) 70 (C) 60 ( D)1 (E) Quantos anagramas, que começam com a letra S, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 10 (B)0 (C) 0 ( D)9 (E)8 58. Quantos anagramas, que começam com a letra S e terminam com a letra I, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 4 (B)5 (C)6 ( D) 7 (E)8 59. Quantos anagramas, que começam com uma vogal, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 10 (B) 40 (C)480 ( D)70 (E)4 60. Quantos anagramas, que começam e terminam com vogais, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 1 (B) 48 (C) 6 ( D)56 (E) Quantos anagramas, que começam e terminam com consoantes, podemos formar a partir da palavra TRAPO? (A) 6 (B) 4 (C) 44 ( D)54 (E)58 6. Quantos anagramas, que começam mantém as letras I e V juntas, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 440 (B) 60 (C) 40 ( D)10 (E)60 6. Quantos anagramas, que mantém as letras IV juntas e nessa ordem, podemos formar a partir da palavra LIVRES? (A) 10 (B) (C)14 ( D)5 (E) Sem repetir algarismos, quantas senhas diferentes podemos formar com seis dígitos, 0,1,,,4 e 5? (A)889 (B)990 (C) 908 ( D)909 (E) O número de anagramas da palavra FUVEST que começam e terminam com vogais é: (A) (B)4 (C)66 ( D)45 (E) 48 COMBINAÇAO SIMPLES 66. Nove professores de matemática se candidataram a quatro vagas de um congresso, calcular quantos grupos serão possíveis. 4

5 (A) 54 (B)56 (C)66 ( D)45 (E) Quantos grupos diferentes de quatro lâmpadas podem ficar acesos num galpão que tem 10 lâmpadas? (A)10 (B)45 (C)16 ( D)645 (E) Quantos subconjuntos de 4 elementos possuem um conjunto de seis elementos? (A)1 (B)1 (C)4 ( D)54 (E) O número de combinações de n objetos distintos tomados a é 15. Determine n. (A) (B)4 (C)5 ( D)6 (E) Quantas comissões de 5 membros podemos formar numa assembléia de 1 participantes? (A)4 (B)5 (C)64 ( D)865 (E) Quantos produtos de fatores podemos obter com os divisores naturais do número 1? (A)1 (B) (C)4 ( D)8 (E)15 PERMUTAÇÃO COM REPETIÇÃO 7. Qual é o número de anagramas que podemos formar com as letras da palavra URUGUAI? (A)840 (B)14 (C)54 ( D)5 (E) Qual é o número de anagramas que podemos formar com as letras da palavra URUGUAIANA? (A) (B)4990 (C)4000 ( D) (E) Qual é o número de anagramas que podemos formar com as letras da palavra PÁSSARO? (A) 10 (B)09 (C)4890 ( D) (E) Qual é o número de anagramas que podemos formar com as letras da palavra ARARA? (A) (B) 4 (C) 1 ( D) 4 (E) A partir da palavra AMADA, o número de anagramas formado é: (A) 0 (B)0 (C) 40 ( D) 50 (E)60 GEOMETRIA PLANA 1. (UFSM) Na figura AB é paralelo a CD. Sendo CDB=150º,então CBD mede: A. 10º B. 8º C. 5º D. º E. N.d.a.. (EPCAR) Observe a figura abaixo. Calcule o valor da expressão 5z-(5y+4x), considerando r//s//t. A. 60º B. 50º C. 70º D. 40º E. 0º. (UCS) Na figura a seguir considere que as retas AB e EF são paralelas e que os ângulos BCD, CDE e DEF medem, respectivamente, 98º, 51 e 48. Nessas condições, é correto afirmar que o ângulo ABC mede: (A) 94 (B) 96 (C) 95 (D) 98 (E) (UCMG) Na figura, o ângulo CBD é reto. 5

6 O valor, em graus, do ângulo CBD é: (A) 95 (B) 100 (C) 105 (D) 10 (E) (UFRGS) No triângulo a seguir tem-se que AB=AC, AD, BD e CD são as bissetrizes do triângulo e o ângulo D vale o triplo do ângulo A, a medida do ângulo A é: (A) 1 (B) 15 (C) 18 (D) 4 (E) 6 6. (PUCS) Na figura, BC=AC=AD=DE. 8. (UFRGS) O retângulo ABCD do desenho abaixo tem área de 8². P é o ponto médio do lado AD e Q é o ponto médio do segmento AP. A área do triângulo QCP é, em ², de: (A),4 (B),5 (C),75 (D) 4 (E) 4,5 9. Na figura abaixo, a malha quadriculada é formada por quadrados de área 1. Os vértices do polígono sombreado coincidem com vértices de quadrados dessa malha. A área escura é: O ângulo CAD mede: (A) 10 (B) 0 (C) 0 (D) 40 (E) (UFRGS) Dada a figura. a) 4 b) 6 c) d) 1 e) A figura abaixo demonstra um quadrado de lado 4, onde se encontra uma circunferência que toca os lados do quadrado como mostra a figura. Determine a área pintada. (A) 8² (B) 16² (C) 1² (D) 10² (E) ² Qual o valor de x? (A),15 (B),5 (C),75 (D),15 (E),5 11. A figura abaixo determina um losango ABCD inscrito em um retângulo MNOP. Sabendo que do losango a diagonal maior d é 10 6

7 e a menor d1é sua metade, determine a área pintada. (A) 8² (B) 16² (C) 1² (D) 10² (E) 5² medida da área em hectares de terra e o comprimento da cerca desse sítio. Determine essas medidas completando o anúncio. Vende-se sítio no Litoral com 9.hectares e 1400 metros de cerca. 1. Determine a área escura na figura abaixo ( Use para PI=,14): Resp 15. Temos um triângulo eqüilátero (três lados iguais) de lado 4. Qual é a área deste triângulo? (A) 8² (B) 16² (C) 1² (D) 4 ² (E) 5² (A) 1,76² (B) 16² (C) 1,5² (D) 10,² 1. Determine a área pintada no retângulo cujas medidas, em, estão no desenho abaixo: 16. Um trapézio tem a base menor com de comprimento, a base maior é igual a e a altura igual a 10. Qual a área deste trapézio? (A) 5² (B) 6² (C) 5² (D) 60² 17. (UFRGS) Seis octógonos regulares de lado são justapostos em um retângulo, como representado na figura abaixo. A área escura é: a) 48² b) 6² c) 5² d) 60² e) N.d.a. 14. Uma porção de terra 100m x 100m determina uma unidade de área chamada hectare (10.000m²). Sabendo disso, termos abaixo a representação do terreno ocupado pelo sítio anunciado no jornal. O anuncio deve comunicar a (A) 5u.a. (B) 6u.a. (C) 5u.a. (D) 60u.a. (E) 48u.a. 18. (UFRGS) Um triângulo eqüilátero foi inscrito no hexágono regular, como mostra a figura abaixo. 7

8 1. A área pintada entre os dois quadrados idênticos de área 8², cujo vértice de um é o Se a área do triângulo eqüilátero é ², então a área do hexágono regular é: a) b) c) d) 19. Determine a área da superfície total da figura dada: centro do outro, é: a) ² b) 4² c) 6² d) 8² e) 16². Determine a área tracejada indicada na figura abaixo: Adote,14 para PI. (A) 5,² (B) 6² (C) 5² (D) 89,1² (E) 45,89². 0. No desenho abaixo x² y² é: (A) 5² (B) 6² (C) 5² (D) 60² (E) 64².. (UFPR) Um cavalo está preso por uma corda do lado de fora de um galpão retangular fechado de 6 metros de comprimento por 4 metros de largura. A corda de 10 metros de comprimento e está fixada num dos vértices do galpão, conforme ilustra a figura abaixo. Determine a área total da regia em que o animal pode se deslocar. 8

9 B. 10 C. 1 D. 14 E. 16 a) 88 m² b) ( 75 4) m² c) 0 m² d) ( 100 4) m² e) 176 m² 4. Em um círculo de raio r está inscrito um triângulo isósceles, cujo lado maior está sobre o diâmetro do círculo e seus vértices tangenciam o mesmo, sendo assim é correto afirma que a área desse triângulo vale: a) r² b) r c) r² d) ² e) 4r POLIEDROS E PRISMAS 5. (UFPA) Um poliedro que tem 6 faces e 8 vértices. O número de arestas é: a) 6 b) 8 c)10 d)1 e) Num poliedro convexo, o número de arestas é 16 e o número de faces é 9. Determine o número de vértices desse poliedro: (A) 6 vértices. (B) 8 vértices. (C) 9 vértices. (D) 10 vértices. (E) 1 vértices. 7. (FER) Um poliedro convexo possui 10 faces e arestas. O numero de vértices deste poliedro é igual a: A. 91. B. 17 C. 15 D. 1 E (FER) Um poliedro convexo possui 10 vértices e o número de arestas igual ao dobro de número de faces. O número de arestas deste poliedro é igual a. A (FER) Um poliedro convexo possui oito faces triangulares, cinco faces quadrangulares, seis pentagonais e quatro hexagonais. O número de vértices deste poliedro é igual a: A. 49 B. 51 C. 4 D. 6 E (UFGRS) Um poliedro convexo de onze faces tem seis faces triangulares e cinco faces quadrangulares. O número de arestas e de vértices do poliedro é, respectivamente, A. 4 e 10 B. 19 e 10 C. 4 e 0 D. 1 e 10 E. 19 e 1 1. Quantos vértices têm o poliedro convexo, sabendo-se que ele apresenta uma face hexagonal e seis faces triangulares? (A) 6 vértices. (B) 7 vértices. (C) 9 vértices. (D) 10 vértices. (E) 1 vértices.. (PUC-SP) O número de vértices de um poliedro convexo constituído por 1 faces triangulares é: a) 4 b) 1 c)10 d)6 e) 8. (ACAFE-SC) Um poliedro convexo tem 15 faces triangulares, 1 face quadrangular, 7 faces pentagonais e faces hexagonais. O número de vértices desse poliedro é: a) 5 b) 48 c)7 d)96 e) Um prisma quadrangular regular tem 7 de aresta lateral e 5 de aresta da base. Pense 9

10 sobre a planificação desse prisma e determine a área lateral dele. (A) 140 ² (B) 150² (C) 160 ² (D) 170 ² (E) 180 ² 5. (UFRGS) Deseja-se elevar em 0 o nível de água da piscina de um clube. A piscina é retangular, com 0 m de comprimento e 10 m de largura. A quantidade de litros de água a ser acrescentada é: A B C D E Determine a área total da superfície do prisma abaixo: (A) 5u.a. (B) 6u.a. (C) 5u.a. (D) 60u.a. (E) 7u.a. 9. (UFP) A base de um prisma hexagonal regular está inscrita num círculo de 10 de diâmetro. A altura desse prisma, para que a área lateral seja 01 ² mede: A. 4,5 B. 6,7 C. 7,5 D. 9, E. 1,6 40. Dê a superfície de um prisma hexagonal de aresta da base e altura 6 representado abaixo. (A) 88 ² (B) ( 75 4) ² (C) 0 ² (D) ( 100 4) ² (E) 7( 4) ² 7. O paralelepípedo tem seis faces, observando o exemplo abaixo, determine o valor da superfície desse paralelepípedo em ². a) 18. b) 19 c) 176. d) 7. e) N.d.a. 8. Na figura abaixo, temos uma face delimitada pelos vértices ABCD, calcule a área dessa face sabendo que o cubo tem aresta de. 41. Um prisma triangular regular tem volume de 0 e aresta lateral de 5. Calcule a aresta da base desse prisma. a) 4 b) 6 c) 7 d) 8 e) 9 4. Dada a figura abaixo, determine o comprimento da aresta x, sabendo que o segmento AB mede

11 a) 4 b) 6 c) 10 d) e) N.d.a. 4. Um prisma triangular regular tem aresta da base e aresta lateral 0, determine o volume desse prisma. a) 6 b) 60 c) 70 d) 5,7 e) N.d.a. 44. (UFRGS-09) Na figura abaixo está representada a planificação de um prisma hexagonal regular de altura igual à aresta da base. PIRÂMIDES E CILINDROS 46. Determine a área da superfície de uma pirâmide quadrangular de aresta 10 e altura 5. a. 0 ² b. 00 ² c. 0 ² d. 6² e. N.d.a. 47. (PUC) A área da base de uma pirâmide quadrangular regular é 6m². se a altura da pirâmide mede 4m, sua área total é, em m², igual a: A. 8 B. 48 C. 96 D. 11 E (PUC) Se uma pirâmide triangular regular a altura tem 15 e o perímetro da base 54, então o apótema da pirâmide, em, vale: A. B. C. 6 D. 7 E. 49. Dê o volume da pirâmide inscrita no cubo de aresta Um prisma triangular regular apresenta aresta da base m e aresta lateral 10, determine a área total da superfície desse prisma. (Use 1, 7 ). (A) 1,76² (B) 6,4² (C) 1,5² (D) 10,² a. 1, b. 1 c. 1,5 d. 4,5 e. N.d.a. 50. (UFRGS) A figura abaixo representa a planificação de um sólido. 11

12 b. c d. O volume desse sólido, de acordo com as medidas indicadas é: A. 180 B. 60 C. 480 D. 70 E Uma pirâmide quadrada tem todas as arestas medindo, a sua altura mede: A. 1 B. C. D. E. 5. (UFRGS) O volume de um tetraedro regular de aresta 1 vale: A. 1 B. C. D. E. 5. (UFRGS) Um pedaço de cano de 0 de comprimento e 10 de diâmetro interno, encontra-se na posição vertical e possui base inferior vedada. Colocando-se dois litros de água no interior, a água: A. Ultrapassa o meio do cano. B. Transborda. C. Não chega ao meio do cano. D. Enche o cano até a borda. E. Atinge exatamente o meio do cano. 54. Dê o volume de uma pirâmide inscrita num prisma hexagonal de aresta e altura. a. 55. Dê o volume de uma pirâmide inscrita num prisma triangular reto de aresta da base 4 e altura 5. a. 0 b. c. d Dê o volume de uma pirâmide inscrita num prisma triangular reto cuja aresta da base é 8 e altura 10. a. b. c d Dê o volume de um pirâmide inscrita num prisma hexagonal de aresta da base e altura 6. a. 7 b. 7 c. 6 7 d (UNISINOS) O valor do raio de um cilindro circular reto que possui a área lateral e o volume expresso pelo valor numérico é: A. 1 1

13 B. C. D. 4 E (UFRGS) O retângulo da figura, com base BD igual ao dobro da altura AB, é transformado na superfície lateral de um cilindro circular de modo a AB coincidir com CD. Se o volume do cilindro é 8/π, então o perímetro é: A. 9 B. 1 C. 16 D. 4 E (UFRGS) Um cilindro de revolução cuja área total é igual ao quádruplo da área lateral e cuja secção meridiana tem 14 de perímetro, tem área da base, em ², igual a: A. π B. 4π C. 6π D. 9π E. 16π 61. (UFRGS) Um tanque de chapa de comprimento tem a forma de um semicilindro de diâmetro da base. A área da chapa é: A. π B. π C. 4π D. 6π E. 8π 6. Determine a área da superfície de um cilindro cujo raio da base é r = e altura h= 5. a. 0 ² b. 00 ² c. 48 ² d. 45 ² 6. Determine a área da superfície de um cilindro cujo raio da base é r =10 e altura h=5 a. 00 ² b. 00 ² c. 48 ² d. 45 ² 64. Determine a área da superfície e o volume de um cilindro eqüilátero cujo raio da base é r = 6. a. 4 ;4 b. 16 ;4 c. 16 ²;4 d. 19 ²;4 65. Determine a área o volume de um cilindro eqüilátero cuja seção meridional tem 16² de área. a. 16 ;48 b. 48 ;16 c. 48 ²;6 d. 48 ²;0 66. Determine o volume de um cilindro eqüilátero cuja diagonal da seção transversal é 7. a. 45 b. 54 c. 7 d. 1

14 67. A razão entre os volumes de dois cilindros cuja altura de um mede o dobro da altura do outro. a. b. 4 c. 8 d. /4 68. O volume que ainda podemos encher é de: c. 54 d. 7 ESFERAS E CONES. Sb r² Sl rg 1 v r² h a. 800 b c d Determine o volume do cilindro que comporta exatamente três bolas de diâmetro 5. a. 9,75 b. 54,45 c. 15 d. 1π S 4r ² 4 v r³ 71. Um cone eqüilátero tem raio r da base, qual é a área lateral desse cone? (A) 45 ² (B) 54 ² (C) 7 ² (D) ² (E) 18 ² 7. Dê o volume de um cone circular reto cuja altura é 4 e a geratriz mede 5. (A) 45 (B) 54 (C) 7 (D) (E) 1 7. A superfície da base de um cone reto mede 16 ², quanto mede o raio desse cone? 4. (A) 4 (B) 10 (C) 15 (D) 1 (E) Determine o volume de um cilindro eqüilátero cuja diagonal da seção transversal é 7. a. 45 b. π 74. Calcule o volume de areia contida na ampulheta abaixo, sabendo que a mesma ocupa 5% do volume do cone, como mostra a figura. (A) 45 (B) 54 (C) 7 (D) 14

15 (E) Uma esfera de raio R = 5 é seccionada por um plano que dista de seu centro d=. Qual a área dessa secção circular? 75. Duas esferas de aço cujos raios são 1 e respectivamente, forma fundidas e modeladas como um cilindro de altura. Qual é o raio desse cilindro? (A) 1. (B). (C). (D) A rotação do triângulo abaixo descreve dois cones, um com rotação em AC e outro na rotação de AB, calculando a razão entre o volume do cone de maior raio pelo volume do cone de menor obtemos: A. / B. 1/ C. /4 D. /5 E. 1/ 77. (UFRGS) Uma esfera de raio é mergulhada num copo cilíndrico de 4 de raio, até encostar no fundo, de modo que a água do copo recubra exatamente a esfera. Antes da esfera ser colocada no copo, a altura da água era: A. 7/8. B. 19/ C. 18/5 D. 10/ E. 7/ (A) 6 (B) 54 (C) 16 (D) Uma esfera está inscrita no cubo cujo volume é 8, qual é o volume dessa esfera? (A) 54 (B) 16 (C) / 4 (D) 4/ 80. A figura abaixo mostra um cubo de aresta 4 inscrito em uma esfera. Sabendo que os vértices do cubo tangenciam a superfície da esfera determine o volume da esfera. (A) 1 (B) 16 (C) / 4 (D) 4/ 15

16 81. Dentro de um copo cilíndrico encontra-se uma bolinha de bilhar cujo raio é aproximadamente. Sabendo que a esfera tangencia a base e a superfície lateral desse copo, determino a diferença entre o volume do copo e o da esfera. (A) 54 (B) 16 / (C) / 4 (D) 4/ 8. Duas esferas de aço cujos raios são 1 e respectivamente, serão derretidas e fundidas na forma de um cilindro com altura de. Sendo assim, qual é o raio desse cilindro? A. B. C. 4 D. 5 E. n.d.a. NÚMEROS COMPLEXOS. 8. (FMU-SP) O resultado da equação x ² x 5 0 no conjunto dos números complexos é dada por: a) i. b) i c) 1 i d) i e) N.d.a. 84. Determine p para que Z=p+1-7i seja um número imaginário puro. (A) -1/ (B) 1/ (C) (D)- (E)n.d.a 85. Determine p para que Z=-7+(9p+)i seja um número real. (A) -1/4 (B) -1/ (C) - (D)/ (E)n.d.a 86. Calcule o valor positivo de x para tornar verdadeira a igualdade 40 ( x² x) i 40 6i. (A) (B) 1 (C) (D)5 (E)n.d.a 87. Dados z1 i, z 5 i e z i calculando z1 z, z1 z e z z obtemos, respectivamente os seguintes resultados: (A) +i; 8+i; -5+4i (B) -+i; 8+i; -5+4i (C) 8+i; -+i; -5+4i (D) -5+4i;-+i; 8+i; (E)n.d.a 88. A partir de z1 1/ i e z 5/ 6 1/ 5i, determine o resultado de z1 z (A) 4/+(16/5)i (B) -4/+(16/5)i (C) 4/- (16/5)i (D)- 4/-(16/5)i (E)n.d.a 89. Seja z1 i e z 5 8i, então z1 z é: (A) 0 i (B) 7 i (C) 7 i (D) 0 i (E) 7i 90. O conjugado do número complexo z i i é: (A) 9+i (B) 9-1i. (C) 11-i (D) 11+i (E) Nenhuma das alternativas anteriores. 91. Dado z 5 i, então o número z multiplicado pelo seu conjugado é: (A) (B) 9 (C) 4 (D) (E) 1 9. O conjugado de um número complexo z a bi é z a bi, portanto resolva z z 10 4i e determino número z. (A) 10/+4i (B) 1/1-19/ i (C) +4i (D) +4i (E) N.d.a 9. 1 Calcule z para que 5z z 8i. (A) 10/+4i (B) 1/1-19/ i 16

17 (C) +4i (D) +4i (E) N.d.a 94. Dê o número z, tal que 5z z 1 16i. (A) 10/+4i (B) 1/1-19/ i (C) +4i (D) +4i (E) N.d.a 95. Dados os números complexos z1 1 i e z1 z i, calcule : z (A) 4 i 5 i 4 i (B) (C) 5 5 (D) 4 i (E)n.d.a 96. A partir de z1 i e z 1 i, determine z 1 : z (A) i 5 i 4 i 4 i (B) (C) (D) 5 5 (E)n.d.a 97. (UFRGS) Efetuando as operações indicadas 5 i 4 i na expressão, obtemos: 1 i i (A) 1-i. (B) 1+i. (C) -1 i. (D) I (E) -i. 98. Dados os números complexos z1 i e z i, o número que representa z1 z é: 7 4i a) 5 7 4i b) 5 7 4i c) 7 4i d) 6 7 4i e) 99. Sendo o número complexo z i, o inverso de z é: i i i 1 i (A) (B) (C) (D) (E)n.d.a 100. Observando a potenciação do imaginário, calculei ; i ; i, obtemos nessa ordem: (A) 1; i ;-1 (B) 1; -i; -1 (C) 1; -1; 1 (D)i; -i; i (E)1; -1; -i Determine o módulo, argumento e a forma trigonométrica dos números complexos abaixo. ( A) z (cos isen ) ( B) z (cos isen ) 6 6 ( C) z (cos 7 isen7 ) ( D) z (cos isen ) 10. Determine a forma trigonométrica do número complexo z1 i ( A) z (cos isen ) ( B) z (cos isen ) 6 6 ( C) z (cos 7 isen7 ) ( D) z (cos isen ) 10. Determine a forma trigonométrica do número complexo z i ( A) z (cos isen ) ( B) z (cos isen ) 6 6 ( C) z (cos 7 isen7 ) ( D) z (cos isen ) 17

18 104. Determine a forma trigonométrica do número complexo z i ( A) z (cos isen ) ( B) z (cos isen ) 6 6 ( C) z (cos 7 isen7 ) ( D) z (cos isen ) 105. Determine a forma trigonométrica do número complexo z4 i ( A) z (cos isen ) ( B) z (cos isen ) 6 6 ( C) z (cos 7 isen7 ) ( D) z (cos isen ) EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES 106. (Unic-MT) Para que o número z1 x i xiseja real, devemos ter x R tal que: (A) x 0 1 (B) x (C) x 9 (D) x (E) Nenhum x R satisfaz a condição (Fafi-BH) O conjugado de z1 i 5 ié: a) 16-6i b) 16-11i c) 10-6i d) 10+6i 108. (Fameca-SP) o conjugado do número complexo 1 i é: a) +i b) -i c) -+i d) 1+i e) -+i (UEL-PR) Um número complexo Z é tal que iz z z 4i. Nessas condições a imagem de z no plano de Gauss é um ponto que pertence ao: a) Eixo real. b) Eixo imaginário. c) Quarto quadrante. d) Terceiro quadrante. e) Segundo quadrante (UFSM-RS) Dado o número complexo z a bi e z 5z 14 6i, determine o valor de a+b: (A) (B) 14 (C) 17 (D) 15 (E) (UFSM-RS) A soma dos números complexos 5 5i 0 e é: 1 i 1 i 5 5i a) b) 10+10i. c) i d) 15+10i. e) 0+0i. 11. (Fafi-BH) A fração 17 5 i i² i i corresponde ao número complexo: a) 1+i. b) -1+i. c) -1-i. d) 1-i. e) +i. i i 11. (PUC-RS) Seja o número complexo. A sua forma trigonométrica é: a) cos isen 7 7 b) cos isen c) 4. cos isen d) cos isen i 4i z 1 i 18

19 7 7 e) cos isen GEOMETRIA ANALÍTICA ESTUDO DO PONTO 114. Dentre os pontos abaixo o único que pertence ao eixo das ordenadas é. A 0, a) b) A, c) A,0 d) A, e) A 5, 115. O único ponto que pertence à segunda bissetriz é: a) A 0, A, b) c) A,0 d) A, e) A 5, 116. O ponto que pertence à primeira bissetriz é: a) A 0, b) A, c) A,0 d) A, e) A 5, 117. O ponto P(k²+4k-5 ; ) pertence ao eixo das ordenadas para k igual a: a) 0 e 4. b) 1 e. c) e 4. d) e. e) 1 e Os valores de K para que P(, k²-16) pertença ao eixo das abscissas é: a) b) 4 c) 5 d) 16 e) Nenhuma das alternativas anteriores Para dois valores de k o ponto A(K² -4, 5) pertence à 1º bissetriz.calcule-os. a) b) 4 c) d) 1 e) Nenhuma das alternativas anteriores. 10. Para dois valores de k o ponto A(K² -k+1, 1) pertence à º bissetriz. Calcule-os. a) 0 e 4. b) 1 e. c) e 4. d) e. e) 1 e. 11. O ponto médio do segmento AB, sendo 0, B 1, é: A e a) PM 0, b) 1 1 PM, c) PM 0,0 d) 1 1 PM, PM 1, e) 1. O ponto médio do segmento AB, sendo A, 4 eb( 1, ) é: a) (-,-) b) (,) c) (-,-) d) (-,-5) e) (-,5) 1. O ponto médio do segmento A,, D, é: 4 6 a) 1 1, 4 1 b), c), d), 4 e) Nenhuma das alternativas anteriores. 14. Seja o segmento AB, cujo ponto médio P tem abscissa 6 e ordenada. Sendo B(-1, -), encontre as coordenadas de A. a) (1,- 8) b) (-1, 8) c) (-1,- 8) d) (10, 5) e) (1, 8) 15. Seja o segmento ED, cujo ponto médio P tem abscissa 5 e ordenada. Sendo D(, 4), encontre as coordenadas de E. a) (-8, 0) b) (0, 8) c) (8, 8) d) (8, 0) 19

20 e) N.d.a. 16. Dados os pontos A(0, ), B(4, 10) e C(, 6),é correto afirmar que C é o ponto médio de AB. Resp: sim. 17. A distância entre os pontos A(-, 5) e B(4, -) é: a) b) c) 4 d) 10 e) N.d.a. 18. A distância entre o ponto Origem e (-5, 1) é: a) 10 b) 1 c) 14 d) 15 e) N.d.a. 19. Calcular o perímetro do triângulo que tem por vértices os pontos A(4, 7), B(-1, -8) e C(8, - 5). a) 1 10 b) 1 c) 10 d) e) N.d.a. 10. Determine o ponto do eixo das abscissas eqüidistante de A(-, 4) e B(-, 9). a) (0, 0 ) b) (0, 0) c) (0, 0) d) (10, 0) e) N.d.a. 11. Determine o ponto do eixo das ordenadas eqüidistante de A(-, 4) e B(-, 9). a) (0, 6) b) (0, 0) c) ( 0,10) d) (0, 60) e) N.d.a. 1. Determinar a equação geral da reta que y y1 m passa pelos pontos: x x a) A(, 1) e B(7, -1) b) A(5, -) e B(0, ) c) A(-, ) e B(5, 1) Respostas: A. x 5y 9 0 B. 4x 5y 10 0 C. x 7y 17 0 y y 0 1 m( x x0 ) 14. Verifique se os pontos A(, 1) e B(4, -) pertencem a reta x y - 5 =0. Respostas: A(sim) e B(não) 15. Uma reta r: x + y -10 =0, determine: a) O ponto de r com abscissa. Resposta y 4 b) O ponto de r com ordenada. Resposta x Calcular o ponto de intersecção das retas: a) r: x + y - = 0 e s: x + 4y - 5 =0. b) r: x + y - 5=0 e s: x y 1=0. c) t: x + y -9 = 0 e u: x y 1= 0. d) v: x + 5y 17=0 e s: x y -16 =0. Respostas: a) P 1,1 b) Q, c) R 5, d) S 6,1 17. Determine a equação geral das retas representadas a seguir. 1. Verifique se os pontos abaixo estão alinhados: a) A( -, 1), B(1, ) e C(,4 ) b) D(4, ), E(0,0) e F(6,-). Respostas: a) Os três pontos estão alinhados; b) A Det=0, portanto os pontos não estão alinhados. RETAS 0

21 14. Qual é a posição da reta r, de equação 4x y 0, em relação à reta s, cuja equação é 1x y 5 0? Resposta: paralelas. 14. As retas r e s de equações x y 1 e 5 x y 5 0, estão no mesmo plano. Como você classifica as retas entre si? a. Apenas concorrentes. b. Perpendiculares. c. Paralelas. Respostas: a: x y 4 0, b: x y 4 0 e c: x y 1 0 RETAS, ÁREAS DE TRIÂNGULOS E CIRCUNFERÊNCIAS. 18. Determine a equação geral da reta que passa no eixo das abscissas em 4 determinando com o mesmo eixo um ângulo de 60º. Resposta: x y Qual é a equação geral dessa reta (use tg 15 =-1)? Resposta: x+y-4= Dada a reta de equação x y 5 0, escreva a equação da reta paralela à dada e que passa pelo ponto A(-,). Resposta: x-y+6= São dados os pontos A(4,) e B(,-5). Determine a equação da reta t, que passa pelo ponto C(8,-6), paralela à reta determinada pelos pontos A e B. Resposta 4x-y-8= A reta r passa pelo ponto P(5,-1) e é perpendicular à reta de equação x y 1. Determine a equação da reta r. Resposta: x-y- 17= Verifique se as retas r e s são paralelas ou perpendiculares, sabendo que r passa pelos pontos A(1,1) e B(6,) e s pelos pontos C(-5,-1) e D(-0,1). Resp. Paralelas 148. Dê o ângulo agudo ou reto formado pelas retas r: y= e s: x + y = -7. Resposta: Qual a equação geral que forma com o eixo das abscissas um ângulo de 60º e passa pelo P(5,)? Resposta: x y (UFES) A equação da reta que passa por P(, -) com inclinação de 60º, é: a) x y 0 b) x y 6 0 c) x y 0 d) x y 0 e) x y Determine o ângulo forma pelas retas de equações: x y 1 0 e x 0. a)45º b)0º c)60º d)1º e)n.d.a Qual o ângulo formado entre as retas x y 5 0 e x y 1 0? a)45º b)0º c)60º d)1º e)n.d.a Determine a área do triângulo de vértices: a) A(4,-), B(5,1) e C(-,-) Resp. 17/ 1

22 b) E(0,6), F(,) e G(5,4). Resp. 8 c) R(1,1), T(1,6) e U(6,1). Resp. 5/ CIRCUNFERÊNCIA. 15. Determine as coordenadas do centro C(a,b) e o raio da circunferência de equação: a) x 5 y 6 8 b) x y Determine a equação da circunferência: a. De centro C(,5) e raio r=. b. De centro C(,0) e raio r=4. c. De centro C(-,-4) e raio r= Dentre os pontos A(,5), B(0,5) e C(,1), quais pertencem à circunferência de equação x y Completando quadrados, escreva a equação reduzida da circunferência dada e destaque seu centro e raio. a) x y 8x 10y 4 0. b) x y 8x 1y 51 0 c) x y x 6y 6 0 d) x y 5 0 e) x y 4x 4y 0 f) x y 18x 14y (PUC) A equação da circunferência de centro C( -, ) e tangente ao eixo das ordenadas é: a. x y 4x 6y 4 0 b. x y 6x 4y 9 0 c. x y 4x 6y 9 0 d. x y 6x 4y 1 0 e. x y 6x 4y (FGV) Os pontos A(-1, 4) e B(,) são extremidades de um diâmetro de uma circunferência. A equação desta circunferência é: x 1 y a. 5 b. x 1 y 5 c. x 1 y 5 d. x 1 y 5 e. x 1 y (PUC) O diâmetro de uma circunferência é o segmento da reta y = -x+4 compreendido entre os eixos coordenados. A equação dessa circunferência é: a. x y 4x 4y 8 0 b. x y x y 0 c. x y 4x 4y 0 d. x y 16 e. x y (SANTA CASA) E dada a circunferência (a) de equação x y 6x y 1 0. A equação da circunferência concêntrica a (a) e que passa pelo ponto A(,1) é: a. x y 6x y 9 0 b. x y 6x y 1 0 c. x y 6x y 16 0 d. x y 6x y 0 0 e. x y 6x y (UFRGS) A área do quadrado inscrito na circunferência de equação x² - x + y² =0 vale: a. 1 b. ½ c. d. 4 e. 1/ (UFMG) A área do circulo delimitado pela circunferência de equação 4x 4y 4x 11 0 é: a. 11 b. c. 11 / 4 d. 9 e. 11 / (ULBRA) A equação da circunferência da figura abaixo é x²+y²-1=0. A ordenada do ponto P é: a. Zero. b. -6 c. d. e. 4 POSIÇÃO RELATIVA ENTRE PONTO E CIRCUNFERÊNCIA.

23 16. Dada uma circunferência de equação x y x 4y 0, qual é a posição do ponto P(, -4) em relação a essa circunferência? Resposta: pertence Verifique a posição do ponto A(, -) em relação à circunferência de equação x y x 8y 9 0. Resposta: externo O ponto Q(1, -) não pertence à circunferência x y x 4y 0, nessas condições, o ponto Q é externo ou interno? Resposta: interno. POSIÇÃO RELATIVA ENTRE RETA E CIRCUNFERÊNCIA Qual a posição relativa da reta r, de equação x-y-1=0, e a circunferência, de equação x y x y 0? Resposta: secante A reta r: x+y-5=0, intersecta a circunferência de equação x y 10x y 1 0 em dois pontos. Determine as coordenadas desses pontos. Resposta: A(,) e B(6, -1) (UFBA) Determine os valores de n para que a reta de equação y=x+n seja tangente à circunferência de equação x²+y²=4. Resposta: n= 169. Dada a reta t de equação x+y+=0 e a circunferência de equação x²+y²-4x- y-1=0, qual a posição relativa entre a reta t e a circunferência? Resposta: tangente Determine a equação da circunferência de centro C(,1) e que é tangente à reta t de equação x+y-0=0. Resposta: x ² y 1 ² A circunferência de centro C(1,1) é tangente à reta de equação x+y-10=0, calcule a equação dessa circunferência. x 1 ² y 1 ²

(D) 9. Dados os polinômios A ( x) , obteremos:

(D) 9. Dados os polinômios A ( x) , obteremos: EXERCÍCIOS º ANO ENS. MÉDIO POLINÔMIOS 1. (UFGRS) O polinômio (m² - 4)x³+(m-)x² - (m+) é de grau se, e somente se, (A) m= - (B) m= (C) m = ± (D) m (E) m -. (UFRGS) O valor de a para que a 1x 4 a² a x³

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750 Lista de exercícios de Geometria Espacial PRISMAS 1) Calcular a medida da diagonal de um paralelepípedo retângulo de dimensões 10 cm, 8 cm e 6 cm 10 2 cm 2) Determine a capacidade em dm 3 de um paralelepípedo

Leia mais

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO OBSERVAÇÕES: 1) AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA A PARTE COM

Leia mais

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II 1 MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II Fonte: http://www.migmeg.com.br/ MÓDULO II Estudaremos neste módulo geometria espacial e volume dos principais sólidos geométricos. Mas antes de começar a aula, segue uma

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 6/06/ PROFESSOR: MALTEZ Uma pirâmide quadrangular regular possui área da base igual a 6 e altura igual a. A área total da pirâmide é igual

Leia mais

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano A Geometria espacial (euclidiana) funciona como uma ampliação da Geometria plana (euclidiana) e trata dos métodos apropriados para o estudo

Leia mais

UFRGS 2005 - MATEMÁTICA. 01) Considere as desigualdades abaixo. 2 2 3 3. 1 1 3 3. III) 3 2. II) Quais são verdadeiras?

UFRGS 2005 - MATEMÁTICA. 01) Considere as desigualdades abaixo. 2 2 3 3. 1 1 3 3. III) 3 2. II) Quais são verdadeiras? UFRGS 005 - MATEMÁTICA 0) Considere as desigualdades abaixo. I) 000 3000 3. II) 3 3. III) 3 3. Quais são verdadeiras? a) Apenas I. b) Apenas II. Apenas I e II. d) Apenas I e III e) Apenas II e III 0) Observe

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE PRISMAS PROF.: ARI

LISTA DE EXERCÍCIOS DE PRISMAS PROF.: ARI 01.: (Acafe SC) Num paralelepípedo reto, as arestas da base medem 8 dm e 6dm, e a altura mede 4dm. Calcule a área da figura determinada pela diagonal do paralelepípedo com a diagonal da base e a aresta

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 010 Prova de Matemática Vestibular ª Fase Resolução das Questões Discursivas São apresentadas abaixo possíveis

Leia mais

www.exatas.clic3.net

www.exatas.clic3.net www.exatas.clic.net 8)5*6±0$7(0È7,&$± (67$59$6(5 87,/,=$'66 6(*8,7(66Ì0%/6(6,*,),&$'6 i: unidade imaginária número complexo : a +bi; a, b números reais log x: logaritmo de x na base 0 cos x: cosseno de

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1 1º Bimestre/013 Aluno(a): Número: Turma: 1) Determine

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C Questão TIPO DE PROVA: A Se a circunferência de um círculo tiver o seu comprimento aumentado de 00%, a área do círculo ficará aumentada de: a) 00% d) 00% b) 400% e) 00% c) 50% Aumentando o comprimento

Leia mais

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br A Matemática no Vestibular do ITA Material Complementar: Prova 01 c 01, Sergio Lima Netto sergioln@smtufrjbr 11 Vestibular 01 Questão 01: Das afirmações: I Se x, y R Q, com y x, então x + y R Q; II Se

Leia mais

PRISMAS Prisma é um poliedro com duas bases paralelas formadas por polígonos iguais e faces laterais que são paralelogramos.

PRISMAS Prisma é um poliedro com duas bases paralelas formadas por polígonos iguais e faces laterais que são paralelogramos. GEOMETRIA ESPACIAL Geometria Espacial é o estudo da geometria no espaço tridimensional (as 3 dimensões são: largura, comprimento e profundidade). Essas figuras recebem o nome de sólidos geométricos ou

Leia mais

PROFº. LUIS HENRIQUE MATEMÁTICA

PROFº. LUIS HENRIQUE MATEMÁTICA Geometria Analítica A Geometria Analítica, famosa G.A., ou conhecida como Geometria Cartesiana, é o estudo dos elementos geométricos no plano cartesiano. PLANO CARTESIANO O sistema cartesiano de coordenada,

Leia mais

FUVEST 2008 2 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia.

FUVEST 2008 2 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. FUVEST 008 a Fase Matemática Professora Maria Antônia Gouveia Q0 João entrou na lanchonete BOG e pediu hambúrgueres, suco de laranja e cocadas, gastando R$,0 Na mesa ao lado, algumas pessoas pediram 8

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura.

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura. NOME: ANO: º Nº: POFESSO(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Áreas: Quadrado: EVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência A, onde representa o lado etângulo: A b h, onde b representa a

Leia mais

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA 1. Prismas Geometria Métrica

Leia mais

a = 6 m + = a + 6 3 3a + m = 18 3 a m 3a 2m = 0 = 2 3 = 18 a = 6 m = 36 3a 2m = 0 a = 24 m = 36

a = 6 m + = a + 6 3 3a + m = 18 3 a m 3a 2m = 0 = 2 3 = 18 a = 6 m = 36 3a 2m = 0 a = 24 m = 36 MATEMÁTICA Se Amélia der R$ 3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia. Se Maria der um terço do que tem a Lúcia, então esta ficará com R$ 6,00 a mais do que Amélia. Se Amélia perder a metade

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

GA Estudo das Retas. 1. (Pucrj 2013) O triângulo ABC da figura abaixo tem área 25 e vértices A = (4, 5), B = (4, 0) e C = (c, 0).

GA Estudo das Retas. 1. (Pucrj 2013) O triângulo ABC da figura abaixo tem área 25 e vértices A = (4, 5), B = (4, 0) e C = (c, 0). GA Estudo das Retas 1. (Pucrj 01) O triângulo ABC da figura abaixo tem área 5 e vértices A = (, 5), B = (, 0) e C = (c, 0). A equação da reta r que passa pelos vértices A e C é: a) y x 7 x b) y 5 x c)

Leia mais

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A AULA - ÁREAS Área de um Triângulo - A área de um triângulo pode ser calculada a partir de dois lados consecutivos e o ângulo entre eles. h sen a h a sen b h a b sen A - A área de um triângulo eqüilátero

Leia mais

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números complexos : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números inteiros = {0,,, 3,...} * = {,, 3,...} Ø: conjunto vazio A\B =

Leia mais

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Considere os conjuntos S = {0,2,4,6}, T = {1,3,5} e U = {0,1} e as afirmações: I. {0} S e S U. II. {2} S\U e S T U={0,1}.

Leia mais

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se "Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada." 01. Um consumidor necessita comprar um determinado produto. Na loja, o vendedor

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II. Notas de aula de Matemática. 3º ano/ensino Médio. Prof.

COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II. Notas de aula de Matemática. 3º ano/ensino Médio. Prof. COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II Notas de aula de Matemática 3º ano/ensino Médio Prof. Andrezinho NOÇÕES DE GEOMETRIA ESPACIAL Notas de aula de Matemática Prof. André

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Distribuição das 1.048 Questões do I T A 94 (8,97%) 104 (9,92%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais 23 (2, 101 (9,64%) Geo. Espacial Geo. Analítica Funções Conjuntos 31 (2,96%)

Leia mais

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03. Teste Intermédio Matemática Versão 1 Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.2014 9.º Ano de Escolaridade Indica de forma legível a versão do teste. O teste é constituído por dois

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 3.º CICLO do Ensino BÁSICO Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/1.ª Chamada 8 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância:

Leia mais

1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA

1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL I 1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA Só relembrando a primeira aula de Geometria Plana, aqui vão algumas dicas bem úteis para abordagem geral de uma questão de geometria:

Leia mais

Matemática Régis Cortes GEOMETRIA ESPACIAL

Matemática Régis Cortes GEOMETRIA ESPACIAL GEOMETRIA ESPACIAL 1 GEOMETRIA ESPACIAL PIRÂMIDE g g = apótema da pirâmide ; a p = apótema da base h g 2 = h 2 + a p 2 a p Al = p. g At = Al + Ab V = Ab. h 3 triangular quadrangular pentagonal hexagonal

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Q ) Um apostador ganhou um premio de R$ 1.000.000,00 na loteria e decidiu investir parte do valor

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 25/05/13 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 25/05/13 PROFESSOR: MALTEZ RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 5/05/ PROFESSOR: MALTEZ QUESTÃO 0 O piso de uma cozinha retangular de m de largura e m de comprimento deverá ser revestido por cerâmicas

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

Considere um triângulo eqüilátero T 1

Considere um triângulo eqüilátero T 1 Considere um triângulo eqüilátero T de área 6 cm. Unindo-se os pontos médios dos lados desse triângulo, obtém-se um segundo triângulo eqüilátero T, que tem os pontos médios dos lados de T como vértices.

Leia mais

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m.

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m. ÁREAS DE FIGURAS PLANAS RETÂNGULO PARALELOGRAMO Exemplo: Calcule a área de um paralelogramo que tem,4 cmdebasee1,3cmdealtura. Resposta: A= B h A=,4x1,3 A=3,1 cm² 01. Calcule a área do paralelogramo, sabendo-se

Leia mais

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Resolução por Maria Antônia Conceição Gouveia da Prova de Matemática _ Vestibular 5 da Ufba _ 1ª fase QUESTÕES de 1 a 8 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema Matemática 01. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6 cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da face contendo C e D, e F é o pé da perpendicular a BD traçada a

Leia mais

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI 01.: A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. comprimento dessa escada é de: a) 12 m. b) 30 m. c) 15 m. d) 17 m. e) 20 m.

Leia mais

MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE REVISÃO GEOMETRIA SÓLIDA

MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE REVISÃO GEOMETRIA SÓLIDA 1 MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE REVISÃO GEOMETRIA SÓLIDA ===================================================== 1) As dimensões de um paralelepípedo retângulo são dadas por números inteiros em P.A. de razão

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2 Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA NOME Nº SÉRIE: DATA BIMESTRE PROFESSOR : Denis Rocha DISCIPLINA : Matemática EM 1) Dê as equações das elipses desenhadas a seguir: a.) 6 b.) -8 8-6 ) Determinar

Leia mais

(M120397A8) Observe a reta numérica abaixo. O número 0,20 está representado pelo ponto A) A. B) B. C) C. D) D. E) E.

(M120397A8) Observe a reta numérica abaixo. O número 0,20 está representado pelo ponto A) A. B) B. C) C. D) D. E) E. (M120397A8) Observe a reta numérica abaixo. O número 0,20 está representado pelo ponto A) A. B) B. C) C. D) D. E) E. (M050280A8) A professora Clotilde pediu que seus alunos escrevessem um número que representasse

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 0 - FGV CURSO DE ECONOMIA Profa. Maria Antônia C. Gouveia QUESTÃO 0 Laura caminha pelo menos km por dia. Rita também caminha todos os dias, e a soma das distâncias diárias

Leia mais

O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem.

O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem. TRIDIMENSIONALIDADE O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem. As formas tridimensionais são aquelas que têm

Leia mais

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Escola da Imaculada Estudo da Pirâmide Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Estudo da Pirâmide 1- Definição As pirâmides são poliedros cuja base é uma região poligonal e as faces laterais

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul Resolução da Prova da Escola Naval 29. Matemática Prova Azul GABARITO D A 2 E 2 E B C 4 D 4 C 5 D 5 A 6 E 6 C 7 B 7 B 8 D 8 E 9 A 9 A C 2 B. Os 6 melhores alunos do Colégio Naval submeteram-se a uma prova

Leia mais

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces Prismas A reunião dos infinitos segmentos, paralelos a s, que têm um de seus extremos no polígono ABCDEF contido em e outro extremo pertencente ao plano, constitui um sólido geométrico chamado prisma.

Leia mais

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas MODULO 1 - AULA 1 Aula 1 Áreas de Superfícies Planas Superfície de um polígono é a reunião do polígono com o seu interior. A figura mostra uma superfície retangular. Área de uma superfície é um número

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos Resolução das atividades complementares Matemática M Trigonometria nos Triângulos p. 1 Em cada caso, calcule o seno, o cosseno e a tangente do ângulo agudo assinalado. a) b) sen γ = cos γ = tg γ 1 sen

Leia mais

935 MATEMÁTICA Prova escrita

935 MATEMÁTICA Prova escrita 935 MATEMÁTICA Prova escrita PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Duração: 120 minutos Ano: 2014 2ª fase - julho 11º e 12º anos Identifique claramente os grupos e os itens a que responde e apresente o seu

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa E. alternativa B. alternativa E. A figura exibe um mapa representando 13 países.

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa E. alternativa B. alternativa E. A figura exibe um mapa representando 13 países. Questão A figura eibe um mapa representando países. alternativa E Inicialmente, no recipiente encontram-se 40% ( 000) = 400 m de diesel e 60% ( 000) = = 600 m de álcool. Sendo, em mililitros, a quantidade

Leia mais

Planificação de Matemática -6ºAno

Planificação de Matemática -6ºAno DGEstE - Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Alentejo Agrupamento de Escolas de Moura código n.º 135471 Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) código n.º 342294 Planificação

Leia mais

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares.

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares. MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária, i = z: módulo do número z Re(z): parte real do número z Im(z): parte imaginária do número z det

Leia mais

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra GEOMETRIA PLANA: SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2 1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra a figura. A rodovia AC tem 40km, a rodovia AB tem 50km, os ângulos

Leia mais

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Apresentação dos Conteúdos e Objetivos para o 3º Teste de Avaliação de

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 2. Questão 4. alternativa E. alternativa A. alternativa B

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 2. Questão 4. alternativa E. alternativa A. alternativa B Questão TIPO DE PROVA: A Em uma promoção de final de semana, uma montadora de veículos colocou à venda n unidades, ao preço único unitário de R$ 0.000,00. No sábado foram vendidos 9 dos Questão Na figura,

Leia mais

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3 ) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular. A área do triângulo OAB, em unidades de área, é igual a: a) b) c) d)4 (correta) e)5 O(0,0) 0 6 0

Leia mais

Geometria Plana Noções Primitivas

Geometria Plana Noções Primitivas Geometria Plana Noções Primitivas Questão 1 (CESGRANRIO-85) Numa carpintaria, empilham-se 50 tábuas, umas de 2 cm e outras de 5 cm de espessura. A altura da pilha é de 154 cm. A diferença entre o número

Leia mais

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir Sólidos Geométricos As figuras geométricas espaciais também recebem o nome de sólidos geométricos, que são divididos em: poliedros e corpos redondos. Vamos abordar as definições e propriedades dos poliedros.

Leia mais

POLINÔMIOS. x 2x 5x 6 por x 1 x 2. 10 seja x x 3

POLINÔMIOS. x 2x 5x 6 por x 1 x 2. 10 seja x x 3 POLINÔMIOS 1. (Ueg 01) A divisão do polinômio a) x b) x + c) x 6 d) x + 6 x x 5x 6 por x 1 x é igual a:. (Espcex (Aman) 01) Os polinômios A(x) e B(x) são tais que A x B x x x x 1. Sabendo-se que 1 é raiz

Leia mais

Caderno de Respostas

Caderno de Respostas Caderno de Respostas DESENHO TÉCNICO BÁSICO Prof. Dr.Roberto Alcarria do Nascimento Ms. Luís Renato do Nascimento CAPÍTULO 1: ELEMENTOS BÁSICOS DO DESENHO TÉCNICO 1. A figura ilustra um cubo ao lado de

Leia mais

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de QUESTÃO - EFOMM 0 QUESTÃO - EFOMM 0 Se tgx sec x, o valor de senx cos x vale: ( 7 ( ( ( ( O lucro obtido pela venda de cada peça de roupa é de, sendo o preço da venda e 0 o preço do custo quantidade vendida

Leia mais

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática 6º Ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. FUVEST VESTIBULAR 00 FASE II PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. Q 0. Para a fabricação de bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto A, pagando R$9, 00, e unidades do produto B, pagando R$8,00. Sabendo-se

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: ircunferência p. (Uneb-A) A condição para que a equação 6 m 9 represente uma circunferência é: a), m, ou, m, c) < m < e), m, ou,

Leia mais

Ensino Médio - 3ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 2011 MATEMÁTICA Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Gab 02 - (FGV )

Ensino Médio - 3ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 2011 MATEMÁTICA Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Gab 02 - (FGV ) Ensino Médio - ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 011 Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Se y = x, sendo 1 i x 1 i e i 1, o valor de (x +

Leia mais

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova resolvida Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova de Matemática - UFRGS/00 0. Durante os jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, os rasileiros perderam o ouro para os cuanos por

Leia mais

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos Estudo de Polígonos Enchendo a piscina A piscina de um clube de minha cidade, vista de cima, tem formato retangular. O comprimento dela é de 18 m. o fundo é uma rampa reta. Vista lateralmente, ela tem

Leia mais

RASCUNHO {a, e} X {a, e, i, o}?

RASCUNHO {a, e} X {a, e, i, o}? 01. Qual o número de conjuntos X que satisfazem a relação {a, e} X {a, e, i, o}? a) d) 7 b) 4 e) 5 c) 6 0. Considere os conjuntos A = {n.a n N} e B = {n.b n N} tal que a e b são números naturais não nulos.

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA

GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA PROF. ENZO MARCON TAKARA 05 - PLANO CARTESIANO ORTOGONAL Considere num plano a dois eixos x e y perpendiculares em O. O par de eixos

Leia mais

Exercícios de Números Complexos com Gabarito

Exercícios de Números Complexos com Gabarito Exercícios de Números Complexos com Gabarito ) (UNIFESP-007) Quatro números complexos representam, no plano complexo, vértices de um paralelogramo. Três dos números são z = i, z = e z = + ( 5 )i. O quarto

Leia mais

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 *

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Objetivas 01 1 Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/ B) /3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Considere três números, a, b e c. A média aritmética entre a e b é 17 e a média aritmética entre a, b

Leia mais

( ) = = MATEMÁTICA. Prova: 28/07/13. Questão 17. Questão 18

( ) = = MATEMÁTICA. Prova: 28/07/13. Questão 17. Questão 18 Prova: 8/07/13 MATEMÁTICA Questão 17 A equação x 3 4 x + 5x + 3 = 0 possui as raízes m, p e q. O valor da expressão m + p + q é pq mq mp (A). (B) 3. (C). (D) 3. Gabarito: Letra A. A expressão é igual a:

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 (OBMEP RJ) Num triângulo retângulo, definimos o cosseno de seus ângulos agudos O triângulo retângulo da figura

Leia mais

MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS. d) 2 e) 3

MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS. d) 2 e) 3 MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS 1. U. Católica Dom Bosco-MS O valor do número real x para que o conjugado do número complexo (x + i)(1 + xi) seja igual a i é: a) b) 1 c) 1 d) e) 1. UFCE Considere o número

Leia mais

Problemas de volumes

Problemas de volumes Problemas de volumes A UUL AL A Nesta aula, vamos resolver problemas de volumes. Com isso, teremos oportunidade de recordar os principais sólidos: o prisma, o cilindro, a pirâmide, o cone e a esfera. Introdução

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

Matemática 3. Aula 1. Geometria Plana. A escolha de quem pensa! 1

Matemática 3. Aula 1. Geometria Plana. A escolha de quem pensa! 1 Matemática Aula 1 Geometria Plana 01. A bandeira do Brasil, hasteada na Praça dos Três Poderes, em Brasília, é uma das maiores bandeiras hasteadas do mundo. A figura abaixo indica as suas medidas de acordo

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 A figura ilustra a planificação da superfície lateral de um cilindro reto de 10 metros de altura. Considere π = 3,14. Qual o valor da área total desse cilindro, em metros quadrados?

Leia mais

Questão 1 Descritor: D4 Identificar a relação entre o número de vértices, faces e/ou arestas de poliedros expressa em um problema.

Questão 1 Descritor: D4 Identificar a relação entre o número de vértices, faces e/ou arestas de poliedros expressa em um problema. SIMULADO SAEB - 2015 Matemática 3ª série do Ensino Médio GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO QUESTÕES E COMENTÁRIOS Questão 1 D4 Identificar a relação entre o número de vértices, faces

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 2012 2. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 2012 2. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 0 Profa. Maria Antônia Gouveia. Questão Em um grupo de 0 casas, sabe-se que 8 são brancas, 9 possuem jardim e possuem piscina. Considerando-se essa infomação e as

Leia mais

SÓLIDOS GEOMÉTRICOS. da - 2. Sólidos de. geométricos. Rodrigo. Roberto. Tetraedro (4) Hexaedro (6) Octaedro (8) Dudecaedro (12) Icosaedro (20)

SÓLIDOS GEOMÉTRICOS. da - 2. Sólidos de. geométricos. Rodrigo. Roberto. Tetraedro (4) Hexaedro (6) Octaedro (8) Dudecaedro (12) Icosaedro (20) Sólidos Geométricos Poliedros Sólidos de Revolução SÓLIOS GEOMÉTRICOS Regulares Irregulares Cone Cilindro Tetraedro (4) Hexaedro (6) Octaedro (8) udecaedro (12) Icosaedro (20) Prisma Pirâmide Reto Oblíquo

Leia mais

O quadrado ABCD, inscrito no círculo de raio r é formado por 4 triângulos retângulos (AOB, BOC, COD e DOA),

O quadrado ABCD, inscrito no círculo de raio r é formado por 4 triângulos retângulos (AOB, BOC, COD e DOA), 0 - (UERN) A AVALIAÇÃO UNIDADE I -05 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Em uma sorveteria, há x sabores de sorvete e y sabores de cobertura.

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

n! (n r)!r! P(A B) P(A B) = P(A)+P(B) P(A B) P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1

n! (n r)!r! P(A B) P(A B) = P(A)+P(B) P(A B) P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1 FORMULÁRIO DE MATEMÁTICA Análise Combinatória P n = n! = 1 n A n,r = Probabilidade P(A) = n! (n r)! número de resultados favoráveis a A número de resultados possíveis Progressões aritméticas a n = a 1

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Espacial º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1º Bimestre/01 Aluno(a): Número: Turma: 1) Dado um paralelepípedo

Leia mais

= volume do cone => Vc. 48.000 80 N = 25, 47 (se π 3,14)

= volume do cone => Vc. 48.000 80 N = 25, 47 (se π 3,14) ) Fernando utiliza um recipiente, em forma de um cone circular reto, para encher com água um aquário em forma de um paralelepípedo retângulo. As dimensões do cone são: 0 cm de diâmetro de base e 0 cm de

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO GABARITO ª CHAMADA 3ª ETAPA MATEMÁTICA COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 5 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA Rua Frei Vidal, 161 São João do Tauape/Fone/Fax: 37-195 www.jovinianobarreto.com.br º ANO Nº

Leia mais