Webdesign Trends 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Webdesign Trends 2015"

Transcrição

1 Webdesign Trends 2015

2 Trend book by gatewit Index Webdesign trend list Visual Trends Clear and Simple Responsive Websites Semi-flat Design Better Fullscreen Images Unusual Navigation Custom Type App style Interface Grids, Cards, Tiles Content Trends Content is King Storytelling Single Version UX Centered Design Single Page Site Interactive Webgraphics Gamification The Internet of Things New Sensors and Interaction Design Automation

3 Trend Book 3 Webdesign Trend List / Versão 1.2 / Fevereiro 2015 Visual Trends #1 Clear and Simple #2 Responsive Websites #3 Semi-flat Design #4 Better Fullscreen Images & Video #5 Unusual Navigation #6 Custom Type #7 App style Interfaces #8 Grids, Cards, Tiles Content Trends #9 Content is King #10 Storytelling #11 Single Version #12 UX Centered Design #13 Single Page Site #14 Interactive Webgraphics #15 Gamification #16 The Internet of Things #17 New Sensors and Interaction #18 Design Automation

4 Trend book by gatewit Visual Trends #1 Clear and Simple Directo e eficaz. Ligado aos conceitos de Flat UI design e de primazia ao conteúdo (#9 Content is King), numa altura em que se procura eficiência, uma linguagem visual mais simples, no qual menos é mais, consegue ser mais chamativa. A simplicidade é o novo paradigma visual que resulta do processo de tornar acessível o conteúdo ao maior número de dispositivos, com a melhor experiência de utilização. Os visitantes não querem ter muito trabalho a procurar o conteúdo; haver menos elementos na página é uma ajuda. Ex: Sites com cores planas e mensagens curtas. As formas simples facilitam a leitura do conteúdo (haraldurthorleifsson.com). Muitos sites de produto e landing pages estão a adoptar uma abordagem mais racional e a cor branca tem tido uma maior preponderância como fundo sobre o qual se destacam naturalmente imagens e produtos. Nota: Esta tendência sempre existiu em design sendo oposta a uma abordagem mais extravagante e complexa. Manifesta-se agora como reacção às sombras e gradientes do Skeuomorphic. Referência:

5 Trend Book 5 Referência: Referência: Referência:

6 Trend book by gatewit #2 Responsive websites Preparado para todos os dispositivos. Os sites responsive reflectem a preocupação dos seus autores em chegar a um grande número de pessoas em variadas plataformas, não deixando ninguém de fora. A este nível, a grande subtendência revela-se na metodologia, ao pensar Mobile First e desktop depois, tendo em vista o grande aumento do mercado de tablets e smartphones. A web vai passar a ser maioritariamente mobile. Com o crescimento dos aparelhos e dispositivos usáveis (wearables) e os projectos para as Smart TVs essa necessidade tem tendência a tornar-se regra. A Google desenvolveu um novo algoritmo que afecta o ranking nas pesquisas em dispositivos móveis favorecendo conteúdo preparado para mobile. Content First (Stephen Hay) está a tornar-se uma metodologia mais abrangente para os sites futuros. Referência: Tablet Desktop Mobile

7 Trend Book 7 Desktop Tablet Mobile Referência: Desktop Tablet Mobile Referência: Desktop Tablet Mobile Referência:

8 Trend book by gatewit #3 Semi-flat Design No final de 2013 e inícios de 2014, verificámos um boom de flat design. Liderado pela Microsoft e pela Apple, o flat design estava por todo o lado. Contudo, verifica-se que estaríamos a ir longe demais na simplificação e que as relações de volumes e distâncias são necessárias e que não tornam os layouts skeuomorphicos. Esta tendência retrocedeu rapidamente e evoluiu para algo que era um misto de elementos flat com elementos de características reais (ex: sombras e gradientes), sendo o melhor exemplo o Material Design, da Google. Material Design O Material Design surge como uma nova abordagem face ao flat design. O objectivo é atribuir aos elementos gráficos determinadas propriedades físicas para dar ao utilizador uma forma de diferenciar os vários elementos entre si, assim como os seus comportamentos. Alguns exemplos mais óbvios, e mais frequentes, de Material design são o uso de drop shadows e representação de espaço 3D. Referência:

9 Trend Book 9 Referência: the8guild.com/themes/html/appica2/android/index.html Referência:www.polymer-project.org/ Referência:

10 Trend book by gatewit #4 Better Fullscreen Images & Videos Grandes imagens e vídeos com fundo da homepage. Tal como em 2014, as páginas estão a tornar-se mais simples. Mais directas. É possível ter uma página só com um vídeo ou imagem de fundo e com um texto ou formulário sobreposto. As páginas estão a deixar de ter textos pesados que exigem muita leitura e demasiada atenção da parte do utilizador. Ao mesmo tempo as imagens utilizadas estão a começar a ter mais atenção ao nível técnico da fotografia, o que contribui para uma imagem mais cuidada e melhor impressão sobre o produto/empresa/ serviço. Como a internet evolui em termos de velocidade também aumenta a qualidade. A qualidade dos dispositivos retina com elevada densidade de píxels, também acaba por exigir mais em termos de imagem. O primeiro impacto dos visitantes com o site é um vídeo ou uma imagem fotográfica a toda a largura do ecrã. Esta técnica ajuda a criar uma identidade forte enquanto site visitado. Referência:

11 Trend Book 11 Referência: Referência:

12 Trend book by gatewit #5 Unusual Navigation Navicon - Menu Escondido A navegação nos sites costuma ser colocada no topo e à esquerda e habitualmente permite interação apenas com o scroll e clique do rato. No entanto podemos encontrar cada vez mais sítios com navegação na base do layout, através de atalhos do teclado ou bolas de navegação tipo slideshow (site da apple). Ao mesmo tempo e ao nível de estilo está a aumentar a popularidade de menus minimalistas fruto do avanço do mobile. O ícone do hamburger ( ) já está muito presente mesmo em sites desktop. Referência: Referência: take-your-pulse.com/en-us

13 Trend Book 13 Navegação por Teclado Alguns sites permitem que a navegação seja feita com teclas específicas ou com as setas dos teclados, oferecendo uma alternativa simples ao scroll down em páginas com muito conteúdo. O uso do teclado não era algo que se esperasse tendo em conta o crescimento de dispositivos de touch screen. No entanto, o uso do teclado torna a navegação mais completa para o utilizador e pode ser mais fácil ou mesmo confortável clicar algumas vezes num botão do que fazer scroll indefinidamente. Por vezes, esta navegação apenas surge em determinadas secções do site uma vez que esta navegação funciona melhor para tarefas repetitivas como visualização de fotografias numa galeria de imagens. Referência: Menu Fullscreen Este tipo de menu é geralmente activado por um botão ou link (normalmente um navicon). A diferença entre este menu e um hidden menu é que, em vez de um pequeno painel que surge no ecrã, o menu que surge ocupa o ecrã inteiro. É algo comum em ambiente mobile, mas em desktop é uma tendência nova. Referência: longstoryshortdesign.co.uk/

14 Trend book by gatewit #6 Custom Type Um método simples e rápido para criar identidades. A tipografia continua a ter um forte papel em Textos de grande destaque e com variações de fontes e/ou cor são uma tendência que se mantém. Com o uso é possível termos practicamente qualquer tipo de letra no site. Uma tendência para os sites é incluir um tipo de letra próprio e às vezes variados tipos no mesmo site (serifados e não serifados) como parte de uma diferente identidade gráfica. Webfonts Trends The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Open Sans The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Lato The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Proxima Nova The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Gotham Rounded

15 Trend Book 15 The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Segoe UI The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Helvetica Neue The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Museo Sans The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Roboto Slab The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Josefin Sans The quick brown fox jumps over the lazy dog. Font: Oswald

16 Trend book by gatewit Roboto Slab Gotham

17 Trend Book 17 Open Sans Proxima Nova

18 Trend book by gatewit #7 App style Interfaces Sites com aspecto de apps. Os sites irão começar a imitar o estilo e interface das apps. Isto simplifica e unifica forma e conteúdo ao mesmo tempo que facilita o desenvolvimento de projectos adaptados aos mais diferentes dispositivos. Em vez de ter um aspecto promocional na parte pública e aplicacional/funcional na parte privada, existe coerência visual entre as duas. Os sites são cada vez mais pensados como aplicações. E muitos sites têm uma área privada o que permite aceder à mesma informação da app. Por exemplo o Pinterest, permite acesso ao nosso conteúdo através de uma app mobile e de um site. Tem que existir coerência e homogeneidade entre as versões. Como o conteúdo é o mesmo, o site é pensado visualmente da mesma maneira não existindo grande diferença formal entre as duas. Nota: Sites com uma linguagem gráfica mais simples (Clareza e Simplicidade) começam a adoptar frameworks Flat UI (Bootstrap, Foundation) porque os seus elementos gráficos puros permitem uma interacção mais directa e fácil de implementar. Referência:

19 Trend Book 19 Referência: Referência: citymapper.com/

20 Trend book by gatewit #8 Grids, Cards, Tiles Conteúdo modular. Em páginas que agregam diferentes tipos de conteúdos existe uma tendência de criar mosaicos ou caixas para organizar e criar uma estrutura sobre esses mesmos conteúdos. (pinterest). Ex: Este exemplo de layout obedece a uma grelha muito rígida. Todos os elementos estão alinhados e o espaço entre os mosaicos uniforme. Por vezes, para quebrar essa rigidez e repetição mantemos um parâmetro fixo e variamos o outro. Ex: utilizar diferentes alturas de mosaico e manter a largura fixa. Alterar mais que um parâmetro de dimensão destruiria a grelha. No caso do Pinterest (www.pinterest.com) o valor fixo é a largura e as imagens adaptam-se a esse valor fixo, o que faz com que, a horizontal, não existam linhas muito marcantes ou demasiado definidas. Nota: Esta estrutura modular é mais facilmente adaptável para os diferentes dispositivos em que podem ser visualizados os sites. Podendo passar de uma coluna em Smartphone para 3 ou 4 colunas em Tablet e para 6 ou 7 em Desktop. Por vezes, mantem-se a estrutura e combinam-se duas áreas para permitir mostrar conteúdos maiores. Referência:

21 Trend Book 21 Referência: Referência: designspiration.net/ Referência:

22 Trend book by gatewit Content Trends #9 Content is King Centrar a atenção no conteúdo. O objectivo do site é a consulta do texto, a visualização da fotografia, o dinamismo do vídeo, a leitura das webgraphics. O design cria a envolvência para o conteúdo tornando-o mais apelativo e facilmente compreensível. Não se deve sobrepor aos outros elementos em termos de presença, servindo apenas para o eleger e destacar. Se uma página não tiver conteúdo interessante e pertinente o utilizador não vai reconhecer valor. Ex: Single pages, fullscreen photo sites, a própria tendência crescente em criar Flat UI resultam na simplificação da forma em detrimento do conteúdo. Nada existe que atrapalhe a mensagem e o aspecto visual (layout) será o mais indicado à apresentação daquele tipo de informação em específico. Elementos simples são mais facilmente percepcionados. Numa altura em que os utilizadores têm pouco tempo e muitos meios a concorrer pela sua atenção, uma abordagem directa, centrada na mensagem e na objectividade consegue os melhores resultados. Fazer com que os utilizadores procurem ou tenham trabalho é algo que os fará facilmente desistir. A Apple foi pioneira nessa tendência, no modo como apresenta os seus produtos. Cada ecrã é focado em mostrar um produto ou apresentar uma funcionalidade. Muito simples e directo visualmente, com uma imagem que pode ser fullscreen e um curto bloco de texto. Na maior parte dos casos o fundo é plano com apenas uma cor. O conteúdo vale por si só e é esse que leva o utilizador ao site. Referência:

23 Trend Book 23 Referência: Referência:

24 Trend book by gatewit Layouts. Existem duas abordagens: Fullscreen image mais complicado de gerir do ponto de vista do conteúdo, porque precisamos encontrar uma imagem que permita uma boa área contrastante para o bloco de texto. Resulta bem com imagens de texturas ou áreas grandes de uma cor. Referência: 50/50 metade imagem metade texto+botão. Mais fácil de conjugar e utilizado tanto em slideshows como em descritivo de funcionalidades. A imagem pode aparecer totalmente ou cortada na base ou na lateral oposta ao texto. Limitação: fazer o texto bater com a altura da imagem. Referência:

25 Trend Book 25 Single Page Scroll Single Page Scroll Parallax Effect Single Page Scroll

26 Trend book by gatewit #10 Storytelling É um método mais eficaz de comunicação. Ao contar uma história estamos a envolver e a criar empatia com o público, aumentando a hipótese de conversão ou partilha do conteúdo. Um conteúdo rico associado a uma história ou experiência é mais facilmente vendido, partilhado e recordado. Há uma subtendência de Data telling: transformar dados em histórias para os consumidores. Digital gets emotional. O conteúdo é importante. Conteúdo emocional é mais envolvente e humaniza um contacto mais frio e objectivo. Nota: Na era das redes sociais, as marcas têm que adaptar a sua abordagem de modo a não serem postas de lado. Existem também sites (cowbird.com, narrative.ly) que se dedicam exclusivamente à partilha de histórias reais. Os utilizadores começam a produzir conteúdo e a querer chegar a outras pessoas. Esta estratégia também é muito usada em sites não lucrativos como o kiva.com, onde acompanhamos a história da pessoa que estamos a ajudar. E mesmo os sites de crowdfunding apresentam o produto e a história que está por trás. Referência:

27 Trend Book 27 Referência: tooyoungtowed.org/ Referência: Referência:

28 Trend book by gatewit Multimedia Experience Enquanto, há uns anos, o uso de interactividade ou uso de meios menos convencionais estava ligado ao flash e como tal sofria das suas limitações, o actual uso de Html5 permite-nos criar praticamente qualquer efeito visual num website, abrindo-nos portas para desenvolver a nossa criatividade. Referência: Referência: Referência: i-remember.fr/en

29 Trend Book 29 Animated Storybook Neste tipo de página, verifica-se uma sequência animada quando o utilizador atinge uma certa posição na página. Muitas vezes trata-se de alguns elementos com efeitos de transição (slide into, fade-in, fade-out). Algumas páginas trabalham as suas páginas de forma a apresentar uma metáfora visual que descreve o funcionamento do produto (ex: https://www.boldking.com/). Referência: Referência: yourpower.panda.org/ Referência: makeyourmoneymatter.org/

30 Trend book by gatewit #11 Single version Interface igual entre mobile app e website. Os conteúdos vão passar a ser unificados em vez de adaptados aos dispositivos diferentes com versões e aspecto alterados. Espera-se que o mesmo serviço funcione da mesma maneira independentemente da plataforma ou dispositivo que o utilizador utiliza para aceder. Os sites começam a utilizar recursos que os tornam mais parecidos com as aplicações porque deste modo é mais fácil manter a coerência visual e comportamento esperado entre as diferentes versões. Nota: Responsive, Adaptative Content, Mobile First, Device Agnostic, Resolution Independent; todas estas filosofias estão a evoluir para a unificação entre desktop e mobile. O grande desafio é manter experiências variando os dispositivos. Referência:

31 Trend Book 31 Referência: Referência:

32 Trend book by gatewit #12 UX Centered Design Foco na necessidade do utilizador. Mais do que uma tendência. Verifica-se uma crescente preocupação em compreender o ponto de vista do utilizador, a sua experiência de utilização e o valor do conteúdo devem ser os aspectos mais importantes do site. Devemos ter um site com óptimo aspecto, mas isso é apenas uma parte do produto. É preciso ter atenção para as acções não serem demasiado complexas, em enviar feedback das acções, e assegurar que o utilizador consegue perceber o que deve fazer naquela página, por exemplo. Devido ao aumento da oferta de serviços e produtos online, os sites são cada vez mais pensados em torno de funcionalidades, em torno daquilo que permitem ao utilizador fazer. Porque a primeira pergunta que o visitante faz na landing page é: Para que serve?. Muitos têm registos, login e áreas pessoais que replicam a utilização da app. É cada vez mais um factor diferenciador gerar uma experiência positiva com o serviço.

33 Trend Book 33

34 Trend book by gatewit #13 Single page site Tudo na mesma página. É um tendência para sites de empresas startups ou de produtos IT. Uma única página com um scroll grande e com navegação vertical. Neste tipo de páginas, o uso de Parallax scrolling, horizontal scrolling, column-based scrolling ou infinite scrolling são recursos a utilizar dependendo do tipo de site. Ex: Recentemente este tipo de sites tornou-se uma tendência em sites de portfólio de designers porque a sua estrutura e navegação adequam-se perfeitamente a mostrar imagens. Sites como o Pinterest e o Tumblr também usam esta tendência. Dentro deste tipo de página existe uma subdivisão entre as páginas que têm scroll infinito e aquelas que têm footer ou paginação. Nota: Os sites single page são mais directos e concisos. Habitualmente não incluem muita informação porque tem que caber tudo numa única página e os conteúdos ou são carregados de uma única vez ou divididos em secções e carregados à medida que o utilizador desce na página. Mostrar toda a informação numa única página é uma óptima maneira de poupar tempo aos visitantes que não vão ter que saltar entre páginas à procura do conteúdo. Como o carregamento do site será progressivo, o tempo de espera também será inferior. Utilizam-se técnicas de progressive disclosure, o que nos ajuda a manter o foco apenas naquilo que estamos a ver. Referência:

35 Trend Book 35 Referência: Referência:

36 Trend book by gatewit #14 Interactive Webgraphics Conteúdo mais simples de ler e apelativo. As infografias permitem que a informação seja mais facilmente interpretada. Elegendo os números e métricas mais importantes conseguimos comunicar mais directa e facilmente mesmo grandes porções de dados. Com a importância do Big Data e do exponencial aumento da informação a mostrar, este recurso tem vindo a ganhar popularidade. Cada vez mais as infografias são apresentadas de um modo interactivo ou animado (motion graphics), para ganhar mais importância. Estas infografias animadas ou interactivas, chamam-se agora Webgraphics. Por vezes é mais fácil perceber a mensagem através de números, gráficos ou esquemas simples. O uso da infografia é um método eficaz para passar informação técnica ou complexa de um modo mais leve. Referência: futureofcarsharing.com/

37 Trend Book 37 Referência: awesome.good.is/transparency/web/1204/your-daily-dose-of-water/flash.html Referência: desktime.com/webgraphic/

38 Trend book by gatewit #15 Gamification Games are much more than mindless fun. Gamification é o uso de lógicas de game design em aplicações e processos de engagement, acentuando a experiência de utilização e resolução de problemas. Criação de competições, atribuição de prémios/troféus/badges, checkpoints são apenas alguns exemplos de mecânicas que podemos adaptar. O principio por detrás da Gamification é dar feedback positivo para cada acção. Ajudanos a fornecer um incentivo onde não existe nenhum ou aumentar o incentivo actual. Isto resulta num sentimento de realização sempre que recebemos um novo troféu ou badge, por exemplo. Referência: secure-nikeplus.nike.com/plus/

39 Trend Book 39 Referência: teamtreehouse.com/ Referência: googlenewsblog.blogspot.pt/2011/07/shareable-google-news-badges-for-your.html Referência: tradiio.com/

40 Trend book by gatewit #16 The Internet of Things (IoT) Tirar todo o partido dos objectos do nosso dia-a-dia. Os objectos que mais usamos na nossa vida diária, e que à partida não teriam grande ligação com tecnologia serão conectados com a internet, serão aparelhos inteligentes que nos irão permitir recolher e medir a nossa informação para além de facilitar acções remotas. Um ecosistema de objectos inteligentes ligados e adaptados às nossas necessidades. Ex: O despertador toca à hora certa porque sabe que temos uma reunião e precisamos de 1,5h para lá chegar. A temperatura baixou durante a noite e o carro já começou a decongelar o vidro da frente. Antes de chegarmos a casa o termostato já colocou a casa na temperatura desejada e já começou a preparar a cozinha para fazermos o jantar. Teremos uma casa inteligente, electrodomésticos inteligentes, um carro inteligente, um escritório inteligente. Nota: Existe uma tendência de produtos físicos a serem colocados no mercado por empresas tecnológicas. Esses produtos permitem fazer mais que os produtos tradicionais e uma maior conectividade e controlo sobre o que fazemos com eles. O raciocínio é inverso: é a máquina fotográfica que coloca logo as fotos na cloud. A empresa apenas vendia o espaço para alojamento e acabou por criar o objecto que permite aos utilizadores precisarem de mais. O serviço gera o produto. A inovação é a criação da necessidade. Referência: Desta forma, a novidade disponibilizada em produtos e utensílios parte de empresas de TI (algumas de pequena dimensão) que aos poucos tomam o mercado de empresas grandes já estabelecidas e que não foram capazes de acompanhar, porque têm processos e procedimentos difíceis e complexos.

41 Trend Book 41 Referência: Referência: ninjablocks.com

42 Trend book by gatewit #17 New Sensors and Interaction A inovação não está limitada ao toque. Um caminho para a tecnologia, mobile e não só, é permitir novas experiências e modos de interacção através sensores, touch screens ou comandos de voz. Ex: Os inputs estão a ser cada vez mais e variados. Não é só o rato e teclado, não são só os nossos dedos no telefone. Podemos controlar os dispositivos através de comandos de voz (Google Glass), aneis (Ring, Nod), sensores corporais (Myo), sensores espaciais (Leap Motion, Ninja Sphere) ou mesmo sensores de actividade cerebral (Neurosky, Emotiv). Nota: Esta tendência tem vindo a crescer com a Internet of Things. Como os objectos conectados muitas vezes não têm displays ou foram desenhados para serem utilizados de outra forma é complicado que eles permitam outra funcionalidade. Também existem objectos que não permitem inputs tradiconais (seria complicado introduzir um teclado num par de óculos e manter a usabilidade). Por isso são desenvolvidas outras formas de interagir com esses objectos. Referência:

43 Trend Book 43 Referência: Referência:

44 Trend book by gatewit #18 Design Automation Acessibilidade do Webdesign Desde o Wordpress ao Squarespace, a possibilidade de criar páginas sem precisar de saber código facilita não só o trabalho do designer mas também a autonomia em relação às peças. No entanto, apesar desta tendência para a simplificação, a complexidade da web continua a aumentar, sendo necessário ter sempre em atenção os vários formatos e dispositivos. A forma mais fácil de contrariar isto é com o uso de Frameworks de Responsive Webdesign, de forma a que os conteúdos possam fluir entre os vários formatos. Existem cada vez mais website builders que nos permitem montar facilmente uma estrutura através de ferramentas de drag-and-drop de estruturas tipo, tendo já em conta todas estas questões e apresentando uma solução rápida e fácil às mesmas. Referência: thegrid.io/

45 Trend Book 45 Referência: designmodo.com/startup/ Referência: Referência:

46 Fev15M Versão 1.2 Fevereiro 2015

REGRAS DE ESCRITA PARA A WEB

REGRAS DE ESCRITA PARA A WEB REGRAS DE ESCRITA PARA A WEB ESTRUTURA BÁSICA... 2 ESCRITA PARA A WEB 1... 2 Layout para a web... 3 Classificação... 5 Navegação... 5 Design e layout do site... 7 1 Adaptado de: in MCGOVERN, Gerry, NORTON,

Leia mais

Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online. Ivo Gomes

Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online. Ivo Gomes Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online Ivo Gomes Análise aos websites dos Museus Nacionais Em colaboração com o Público Digital Análise aos websites dos Museus Nacionais O Público Digital pediu

Leia mais

P3 Tratamos tudo por tu. Duarte Pereira e Ivan Mendes

P3 Tratamos tudo por tu. Duarte Pereira e Ivan Mendes P3 Tratamos tudo por tu Duarte Pereira e Ivan Mendes Conteúdo 1.Introdução... 2 2. O caso p3... 3 2.1 Estatística... 3 3. Público-alvo... 4 4. Objetivos de Comunicação... 5 5. Vantagens desvantagens...

Leia mais

Especializado UI/UX Design. Sobre o curso. Destinatários. Pré-requisitos. Web & Mobile. Nível: Iniciado Duração: 63h

Especializado UI/UX Design. Sobre o curso. Destinatários. Pré-requisitos. Web & Mobile. Nível: Iniciado Duração: 63h Especializado UI/UX Design Web & Mobile Nível: Iniciado Duração: 63h Sobre o curso Aumentar a satisfação dos utilizadores, melhorando a usabilidade, acessibilidade e proporcionado uma boa interação entre

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Introdução. João Sá Marta 1 1/28/10

Introdução. João Sá Marta 1 1/28/10 Introdução CMS (Sistema de gestão de conteúdos) para WEB Possui um sistema de gestão de utilizadores e de permissões avançado Editor de páginas de fácil utilização Permite a adição de módulos de modo a

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Manual do Usuário Android Neocontrol

Manual do Usuário Android Neocontrol Manual do Usuário Android Neocontrol Sumário 1.Licença e Direitos Autorais...3 2.Sobre o produto...4 3. Instalando, Atualizando e executando o Android Neocontrol em seu aparelho...5 3.1. Instalando o aplicativo...5

Leia mais

Mobile UI / UX Design

Mobile UI / UX Design CURSO INTENSIVO Mobile UI / UX Design Mobile UI/UX Design #Lisboa Duração total: 124h 100h : Curso Intensivo prático 16h : 1 Workshop intensivo à escolha Investimento: 255 x 4 (sem juros) (Pronto Pagamento

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

PLANEAMENTO DO SITE. - Objectivos. - Público-alvo. -Estrutura. - Navegação

PLANEAMENTO DO SITE. - Objectivos. - Público-alvo. -Estrutura. - Navegação PLANEAMENTO DO SITE Desenhar e planear o site tendo em conta: - Objectivos - Público-alvo -Estrutura - Navegação MCM 2007 1 Objectivos Entender a posição do cliente O que se pretende com a criação do site?

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC Plano do Curso. Curso One. Os Cursos desenvolvidos pela One To One, são reflexo da experiência profissional no âmbito da Formação, do Design

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica.

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica. Google App Inventor: o criador de apps para Android para quem não sabe programar Por Alexandre Guiss Fonte: www.tecmundo.com.br/11458-google-app-inventor-o-criador-de-apps-para-android-para-quem-naosabe-programar.htm

Leia mais

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas)

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas) No final deste módulo o formando deverá estar apto a: Enunciar a definição do Microsoft Word 2007; Reconhecer as principais vantagens da utilização; Distinguir as diferentes áreas do ambiente de trabalho

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Guia de Websites para a Administração Pública

Guia de Websites para a Administração Pública Guia de Websites para a Administração Pública Portugal precisa de um desafio de exigência e de conhecimento que nos eleve aos níveis de competência e de produtividade dos países mais desenvolvidos, de

Leia mais

Design para internet. Resolução. - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim.

Design para internet. Resolução. - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim. Resolução - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim. Resolução Exemplo de imagem com diferentes resoluções de Pontos/Pixels por polegada". Em uma imagem digital quanto mais

Leia mais

PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE

PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE PRÓXIMA AULA: APRESENTAÇÃO DE PLANO DE COMUNICAÇÃO E O FILME DO YOUTUBE? AULA 12 A. EMAIL MARKETING - Objectivos e problemas - Ideias - Vantagens

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

Xerox FreeFlow Digital Publisher Automatização da impressão e produção digital abre-lhe novos horizontes a si e aos seus clientes.

Xerox FreeFlow Digital Publisher Automatização da impressão e produção digital abre-lhe novos horizontes a si e aos seus clientes. Xerox FreeFlow Digital Workflow Collection FreeFlow Digital Publisher Brochura Xerox FreeFlow Digital Publisher Automatização da impressão e produção digital abre-lhe novos horizontes a si e aos seus clientes.

Leia mais

Customização de Interface - Página Inicial

Customização de Interface - Página Inicial Customização de Interface - Página Inicial Sumário 1. Logo... 4 1.1. Edição... 4 2. Inputs - formulários... 4 2.1. Busca... 4 2.2. Novidades... 4 3. Fontes... 5 3.1. Cores (color)... 5 3.2. Tamanho (font-size)...

Leia mais

Educação Digital. A aplicação 20 Manual é um novo conceito de manual escolar. Mais motivador,

Educação Digital. A aplicação 20 Manual é um novo conceito de manual escolar. Mais motivador, A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1. Requisitos técnicos mínimos:... 3 II... 4 Começar a utilizar o 20 Manual... 4 1. Instalar o 20 Manual... 4 2. Criar uma conta no 20

Leia mais

20 Manual. Manual do utilizador Windows 8

20 Manual. Manual do utilizador Windows 8 20 Manual Manual do utilizador Windows 8 Índice A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1. Requisitos técnicos mínimos:... 3 II... 4 Começar a utilizar o 20 Manual... 4 1. Instalar

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

SLIDESHOWS PARA TODOS

SLIDESHOWS PARA TODOS 110 JULHO AGOSTO 2004 2004 / / EDIÇÃO 109 110 NO CD E DVD SLIDESHOWS PARA TODOS Aprenda organizar as suas fotos para uma posterior gravação num CD ou DVD. Tudo com excelentes efeitos visuais e com as suas

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

Educação Digital... 41... 19

Educação Digital... 41... 19 Versão 1.1 ... 3... 3... 3... 3... 3... 4... 4... 6... 9... 9... 10... 13... 15... 16... 16... 17... 18... 19... 21... 23... 27... 41... 42... 43... 44... 46... 60... 65 2 A aplicação 20 Manual é um novo

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Guião Páginas WWW com o editor do Microsoft Office Word 2003 1. Introdução. 2. Abrir uma página Web. 3. Guardar

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Instituto Federal do Sertão-PE Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Prof. Felipe Correia Conteúdo Por que estudar Design de Interfaces e Usabilidade?! Conceitos básicos sobre Design! Primeira

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Noções Básicas de Informática Componentes de hardware Monitor : permite visualizar informação na forma de imagem ou vídeo; todo o trabalho desenvolvido com o computador pode ser

Leia mais

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET Como Começar? Criação Páginas Apresentação Etapas Como começar Para que um site tenha sucesso é necessário um correcto planeamento do mesmo. Todos os aspectos de desenho de um site devem ser pensados de

Leia mais

academia portuguesa de seguros

academia portuguesa de seguros academia portuguesa de seguros Corretores de Seguros ou Mediadores de Resseguros - Ramos Não Vida e Ramo Vida na componente de e-learning dos cursos da Academia Portuguesa de Seguros. Neste Guia de Apresentação

Leia mais

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Gabriel da Costa Patrocínio Universidade Anhembi Morumbi patrocínio.design@gmail.com O presente artigo tem como proposta analisar

Leia mais

Primeiros Passos com o Windows 10

Primeiros Passos com o Windows 10 Primeiros Passos com o Windows 10 Completou com sucesso a atualização para o Windows 10 e agora pode usar todas as funcionalidades do novo sistema operativo. Queremos dar-lhe uma breve orientação para

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Word 2010 Colecção: Software

Leia mais

23 LOCAIS ESTRATÉGICOS PARA INSERIR O OPT-IN DO EMAIL MARKETING

23 LOCAIS ESTRATÉGICOS PARA INSERIR O OPT-IN DO EMAIL MARKETING WHITEPAPER 23 LOCAIS ESTRATÉGICOS PARA INSERIR O OPT-IN DO EMAIL MARKETING Por Juliana Padron CEO da Templateria INFO@TEMPLATERIA.COM WHITEPAPER 23 LOCAIS ESTRATÉGICOS PARA INSERIR O OPT-IN DO EMAIL MARKETING

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO SDILAB Investigação e Desenvolvimento de Software, Lda. Parque Industrial de Celeirós - 1ª Fase, Lote C 4705 Celeirós Braga, Portugal +351 253 678

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft PowerPoint 2010 Colecção: Software

Leia mais

Responsive Web Design

Responsive Web Design Professor: http://jemaf.github.com DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB - INFORMATICA - COLTEC/UFMG 2014 Introdução Atualmente, a web é acessada de qualquer lugar, em qualquer dispositivo. Acesso a web: Anos

Leia mais

Notebook 10 Software para aprendizagem colaborativa

Notebook 10 Software para aprendizagem colaborativa Notebook 10 Software para aprendizagem colaborativa Crie momentos extraordinários na sala de aula O software premiado Notebook está a criar o padrão mundial para criar, ensinar e gerir aulas interactivas

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign Sessão de Esclarecimento Curso de Webdesign Alguns factos: A industria de serviços de Webdesign representa um mercado de $24B apenas nos EUA. Todos os meses são publicados cerca de 16M novos websites.

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Excel 2010 Colecção: Software

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back.

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back. O que é o Flash? Copyright 2006/2007 Jorge Mota- Multimédia I/ISTEC O flash é uma ferramenta autor, que pode ser usada por designers, editores de conteúdos, engenheiros multimédia e programadores para

Leia mais

1- Objetivos de comunicação/adaptabilidade aos vários dispositivos

1- Objetivos de comunicação/adaptabilidade aos vários dispositivos UC: Tecnologia Multimédia Discente Brany Cunha Lisboa-1130499 Docente: Bruno Rego Proposta de melhoria de uma solução interativa Site: www.reporterstp.info 1- Objetivos de comunicação/adaptabilidade aos

Leia mais

Avaliação e Proposta de Melhoria de uma Solução Interativa

Avaliação e Proposta de Melhoria de uma Solução Interativa Avaliação e Proposta de Melhoria de uma Solução Interativa Website para avaliação: wwwmrpizzapt Introdução O Mr Pizza consiste numa cadeia de pizzarias baseada no franchising, fundada em 2001 em Portugal,

Leia mais

indispensáveis para professores Ferramentas

indispensáveis para professores Ferramentas Ferramentas indispensáveis para professores O Microsoft Office oferece aos professores múltiplas formas de tornarem o seu trabalho mais produtivo e colaborativo, através da utilização de versáteis aplicações

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Colocar em prática. Tópicos para aprender. Colocar em prática. Utilizar as aplicações da Microsoft Windows num quadro interactivo SMART Board

Colocar em prática. Tópicos para aprender. Colocar em prática. Utilizar as aplicações da Microsoft Windows num quadro interactivo SMART Board Utilizar as aplicações da Microsoft Windows num quadro interactivo SMART Board Quando se encontra a trabalhar em contexto grupal, a utilização do quadro interactivo SMART Board poderá ajudá-lo a poupar

Leia mais

Rastreamento Mobile. Manual de uso

Rastreamento Mobile. Manual de uso atualizado em 10/06/2014 Rastreamento Mobile Manual de uso Agora você pode utilizar seu aparelho móvel para acessar o seu sistema de rastreamento! O rastreamento Mobile é um website preparado para apresentar

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

Guião de Exploração. Introdução

Guião de Exploração. Introdução Guião de Exploração Introdução Ter o Mundo em 3D dentro de um computador e visualizar a superfície terrestre como se de uma viagem aérea se tratasse é a experiência que todos os professores já tiveram.

Leia mais

CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES

CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES 1. Introdução CTRL-SHIFT é um jogo de puzzle, plataforma 2D e 3D ao mesmo tempo. O jogador navega por um cenário de plataformas 2D, e quando

Leia mais

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress O pacote BrOffice é um pacote de escritório muito similar ao já conhecido Microsoft Office e ao longo do tempo vem evoluindo e cada vez mais ampliando as possibilidades

Leia mais

WEB DESIGN LAYOUT DE PÁGINA

WEB DESIGN LAYOUT DE PÁGINA LAYOUT DE PÁGINA Parte 1 José Manuel Russo 2005 2 Introdução Quando se projecta um Web Site é fundamental definir com o máximo rigor possível os Objectivos a atingir no projecto, para que a sua concepção

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Menus. v2011 - Certificado

ZS Rest. Manual Avançado. Menus. v2011 - Certificado Manual Avançado Menus v2011 - Certificado 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 4. Menus... 4 b) Novo Produto:... 5 i. Separador Geral.... 5 ii. Separador Preços e Impostos... 7 iii.

Leia mais

Pré-requisito Conhecimento básico do sistema operacional Windows ou Mac OS.

Pré-requisito Conhecimento básico do sistema operacional Windows ou Mac OS. 1 e Descrição Este treinamento abortará conceitos essenciais de HTML e CSS para a construção de páginas web através do uso do Adobe, com a mínima necessidade de intervir ou escrever códigos, utilizando

Leia mais

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia Relatório Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Docente: Leonel Cunha Rui Espírito Santo Laboratório

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

gettyimages.pt Guia do site área de Film

gettyimages.pt Guia do site área de Film gettyimages.pt Guia do site área de Film Bem-vindo à área de Film do novo site gettyimages.pt. Decidimos compilar este guia, para o ajudar a tirar o máximo partido da área de Film, agora diferente e melhorada.

Leia mais

Microsoft Power Point - Manual de Apoio

Microsoft Power Point - Manual de Apoio Microsoft Power Point - Manual de Apoio Pág. 1 de 26 Apresentação e introdução O ambiente de trabalho do Power Point. Abrir, guardar e iniciar apresentações. Obter ajuda enquanto trabalha. Principais barras

Leia mais

20 Manual Manual do Utilizador Android

20 Manual Manual do Utilizador Android 20 Manual Manual do Utilizador Android Versão 1.1 Conteúdos do Manual do Utilizador A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1 Especificações mínimas do tablet... 3 1.2 Software

Leia mais

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical Word II Título: Iniciação ao WORD 2003. Nível: 1 Duração: 2 Tempos Objectivo: Iniciar o estudo da aplicação Microsoft Office Word. Dar a conhecer algumas ferramentas do Microsoft Office Word. Microsoft

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

Tecnologia TI Nspire Versão 3.0

Tecnologia TI Nspire Versão 3.0 Tecnologia TI Nspire Versão 3.0 Resumo de funcionalidades Resumo de funcionalidades 1 Conteúdos 1. Novas unidades portáteis TI Nspire CX e TI Nspire CX CAS... 3 2. Aplicação Vernier DataQuest para TI Nspire...

Leia mais

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Webmail FEUP Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação Interacção Pessoa-Computador Junho 2013 Índice Índice 1. Introdução 2. Webmail FEUP

Leia mais

Introdução do Jornalismo Móvel

Introdução do Jornalismo Móvel Introdução do Jornalismo Móvel Semana 1: Visão geral das plataformas móveis, tendências e futuro Instrutor Técnico Móvel: Will Sullivan Instrutora Brasileira: Lorena Tárcia http://visual.ly/reaching-50-million-users

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão I POR Definições de notas Ao longo deste manual do utilizador, é utilizado o seguinte estilo de nota: especifica o ambiente operativo,

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Windows 8 Colecção: Software

Leia mais

ultimate design and technology.

ultimate design and technology. ultimate design and technology. -- Do it or do not. There is no try. yoda, 1980 4 DIGITAL IMPULSE DIGITAL IMPULSE 5 estas são as nossas raízes. -- Quando dizemos que somos de um sítio, o verbo não poderia

Leia mais

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC TINA Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós Manual de TIC Abril 2010 Manual de Formação Básica em TIC Vitor Gonçalves Raquel Patrício Abril 2010 2 ÍNDICE Introdução... 2 Windows... 2 Word...

Leia mais

Índice. Agradecimentos... XV. Sobre o Livro... XVII

Índice. Agradecimentos... XV. Sobre o Livro... XVII Índice Agradecimentos... XV Sobre o Livro... XVII Capítulo 1 Como usar o Ecrã Iniciar... 1 1.1 Navegar e personalizar mosaicos... 2 1.1.1 Deslocar mosaicos... 2 1.1.2 Redimensionar mosaicos... 3 1.1.3

Leia mais

Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone

Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone 2010 Fichas de Demonstração Demonstrações de Produtos Microsoft Office 2010 Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone Compatibilidade de Ficheiros Novo e melhorado para

Leia mais

Base de dados I. Base de dados II

Base de dados I. Base de dados II Base de dados I O que é? Uma base de dados é um simples repositório de informação, relacionada com um determinado assunto ou finalidade, armazenada em computador em forma de ficheiros Para que serve? Serve

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Microsoft Word Folha

Leia mais

Sistema De Entrega Guia Do Usuário

Sistema De Entrega Guia Do Usuário Sistema De Entrega Guia Do Usuário LEONARDO DA VINCI - Transferência de inovação MEDILINGUA - Advancing vocational competences in foreign languages for paramedics MEDILINGUA - Promovendo competências profissionais

Leia mais

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet...

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet... internet 1 http://www.uarte.mct. internet...... pag.. 2 abrir o programa...... pag.. 3 ecrã do internet explorer... pag.. 4 ligações...... pag.. 5 escrever um endereço de internet... pag.. 6 voltar à página

Leia mais

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Unidade de Ensino a Distância Equipa Guia

Leia mais

Disciplina de Interfaces Pessoa-Máquina 2010/2011. HomePad

Disciplina de Interfaces Pessoa-Máquina 2010/2011. HomePad Disciplina de Interfaces Pessoa-Máquina 2010/2011 HomePad Grupo 4 http://web.ist.utl.pt/~ist165924/ David Santos 65885 divad_maluku@hotmail.com José Sousa 65917 jms_hawk@hotmail.com Miguel Torres 65924

Leia mais

Portal da Imprensa Regional. Actualizações e Correcções

Portal da Imprensa Regional. Actualizações e Correcções Portal da Imprensa Regional Actualizações e Correcções Índice Versão: 3.1.3... 3... 3 BackOffice... 3 Versão: 3.0.1... 3... 3 BackOffice... 3 Versão: 3.0.0... 4... 4 BackOffice... 4 Histórico de Versões...

Leia mais

Curso: FLAGProfessional UI/UX Designer for Web & Mobile

Curso: FLAGProfessional UI/UX Designer for Web & Mobile Curso: FLAGProfessional UI/UX Designer for Web & Mobile Duração: 315h Área formativa: Design Web & Mobile Sobre o curso O Web Design é uma extensão do design cujo foco é a criação de websites e documentos

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC ONE TOONE CURSOS PARTICULARES HTML5 + CSS3 + ADOBE DREAMWEAVER CC Plano do Curso. Curso One. Os Cursos desenvolvidos pela One To One, são reflexo da experiência profissional no âmbito da Formação, do Design

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais