Como ser fornecedor da Petrobras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como ser fornecedor da Petrobras"

Transcrição

1 Bens Serviços Como ser fornecedor da Petrobras metalmecânico

2 PETROBRAS PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. E&P CORP/CBS Exploração e Produção Corporativo Contratação de Bens e Serviços E&P SSE/UO BC/CBS Exploração e Produção Sul-Sudeste Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Campos Contratação de Bens e Serviços MATERIAIS/DEMF/CCF Desenvolvimento Estratégico do Mercado Fornecedor de Bens e Serviços Cadastro Corporativo de Fornecedores SISTEMA FIRJAN FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira Presidente Augusto Franco Diretor Geral Grupo Metal Mecânico RJ Sindicatos Associados ao Sistema FIRJAN Luciana Costa M. de Sá Diretora de Desenvolvimento Econômico e Associativo Angela Cunha Gerente do Movimento Sindical FIRJAN SENAI-RJ Maria Lúcia Telles Diretora Regional Andréa Marinho de Souza Franco Diretora de Educação Luis Arruda Gerente de Projetos em Educação SEBRAE SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Cezar Vasquez Diretor Superintendente Armando Augusto Clemente Diretor de Produtos e Atendimento Evandro Peçanha Alves Diretor de Desenvolvimento Área de Desenvolvimento Industrial Renato Regazzi Gerente de Desenvolvimento Industrial Leandro Luis de Sousa Marinho Analista Técnico Maira Campos Analista Técnico

3 Como ser fornecedor da Petrobras Rio de Janeiro 2012

4 SIMME Sindicato das Indústrias Mecânicas e de Material Elétrico do Município do Rio de Janeiro César Moreira Presidente SIMMMERJ Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e Material Elétrico no Estado do Rio de Janeiro Lucenil Ferreira de Carvalho Presidente Sindmmep Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Petrópolis Waltraud Keuper Rodrigues Pereira Presidente Sindmetal Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e Material Elétrico de Nova Friburgo Cláudio Tângari Presidente Sinmetal Sindicato das Indústrias Metalúrgicas do Município do Rio de Janeiro Carlos Eduardo de Sá Baptista Presidente Metalsul Sindicato das Indústrias Metal-Mecânicas, Automotivas, de Informática e de Material Eletroeletrônico do Médio Paraíba e Sul Fluminense Henrique Almeida Carneiro Presidente Simmec Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico dos Municípios de Duque de Caxias, São João de Meriti e Nilópolis Orlando Soares Marques Presidente Sindmec Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Campos Luiz Eduardo Boynard de Faria Presidente SinMETAL-NO Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e Material Elétrico no Noroeste do Estado do Rio de Janeiro Jânio Anzolin Boechat Presidente Conteúdo técnico SEBRAE Petrobras Fotografia da capa Banco de Imagens Petrobras Geraldo Falcão Edição, projeto gráfico, programação visual e revisão editorial/gráfica In-Fólio Produção Editorial, Gráfica e Programação Visual

5 Sumário Aqui estão informações para que sua empresa do setor metalmecânico seja fornecedora da Petrobras Apresentação Fornecer para a Petrobras: uma oportunidade de negócios Cadastrar sua empresa é o caminho Cadastro Corporativo Registro Simplificado Confira aqui como se faz o Registro Simplificado para Bacia de Campos Petronect Lista Mestra de Fornecedores (LMFs) Prominp Progredir Acesso ao crédito

6

7 Apresentação metalmecânico Preparado para o futuro O Cenário atual de crescimento do segmento de petróleo e gás no país, bem como as perspectivas e desafios relacionados à cadeia de suprimento de bens e serviços, descortinam um horizonte promissor para os anos vindouros. A Petrobras, em parceria com o GMM Grupo MetalMecânico do Estado do Rio de Janeiro, integrado pelos sindicatos das indústrias filiadas ao Sistema Firjan, com o apoio do Sebrae, tem a honra de apresentar a cartilha Como Ser Fornecedor da Petrobras, que visa transmitir aos associados informações básicas de como fornecer Bens & Serviços para a Petrobras. De posse dessas informações, o GMM espera propiciar aos associados dos sindicatos um canal de informação direto, com vistas a ampliar o leque de fornecedores neste segmento. A elaboração desta cartilha visa, acima de tudo, esclarecer as principais regras que norteiam as relações comerciais da Petrobras com seus fornecedores, antigos ou novos. 5

8 Fornecer para a petrobras, uma oportunidade de negócios 1 Quem pode fornecer para a Petrobras? Toda empresa brasileira prestadora de serviços ou fornecedora de materiais disponíveis na lista de bens e serviços da Petrobras. 2 O que é necessário para ser fornecedor da Petrobras? A empresa interessada tem que fazer sua inscrição, ser avaliada e aprovada no Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras. E a partir do item de fornecimento ou prestação de serviço em questão, a empresa fará parte do Cadastro Corporativo ou Registro Simplificado. 3 O que é o Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras? É um sistema que a Petrobras utiliza para manter informações sobre empresas cadastradas que podem fornecer bens e/ou serviços. O primeiro passo para sua empresa negociar com a Petrobras é cadastrar-se. Com o cadastro aprovado, a empresa estará apta para participar dos processos de contratação. >>>>> UMA DICA <<<<< Faça seu cadastro e participe da dinâmica das contratações. Há inúmeras oportunidades de negócios para sua empresa. A aprovação no Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras não garante a participação em processos de contratação, é só o primeiro passo. Acompanhe aqui todos os passos para se tornar um fornecedor da Petrobras. 6

9 Cadastrar sua empresa é o caminho 4 Quais são as formas para se cadastrar na Petrobras? As empresas interessadas podem inscrever-se no Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras de acordo com a atividade, a área de atuação e os bens ou serviços Completos e/ou Simplificados. E a partir do item de fornecimento ou prestação de serviço em questão, a empresa fará parte do Cadastro Corporativo ou Registro Simplificado. Cadastro Corporativo Para fornecimento de bens e/ou serviços completos, ou seja, de interesse corporativo, de grande porte, maior complexidade ou valor. A empresa aprovada recebe o CRCC Certificado de Registro e Classificação Cadastral. RQT Os fabricantes devem possuir Certificado ISO Equipamentos Materiais de consumo Máquinas ou ferramentas cuja complexidade exige requisitos específicos de fabricação. Registro Simplificado Para fornecimento de bens e/ou serviços simplificados, ou seja, de interesse local, de menor porte, complexidade ou valor. A empresa aprovada fica visível para outras Unidades. NRQT Itens cuja complexidade não exige requisitos específicos de fabricação. 7

10 >>>>> UMA DICA <<<<< Verifique se a Petrobras tem interesse em adquirir o que você deseja fornecer. É importante você lembrar que as empresas devem se cadastrar de acordo com os bens que fornecem e/ou serviços que prestam. Bens Serviços cadastro Corporativo 5 O que é o Cadastro Corporativo? É um cadastro para fornecimento de bens e/ou serviços completos, ou seja, de interesse corporativo, de grande porte, maior complexidade ou valor. A empresa aprovada recebe o CRCC Certificado de Registro e Classificação Cadastral. 8

11 6 Quais são os critérios de avaliação do Cadastro Corporativo da Petrobras? Os critérios de avaliação são seis. Veja quais são eles. CRITÉRIO TÉCNICO Visa analisar a capacidade técnica da empresa para a produção de bens e/ou prestação de serviços, avaliando os recursos necessários para o bom desempenho dos bens a serem fornecidos e/ou dos serviços a serem executados. É muito importante Critério econômico Busca evidências da solidez econômica, de forma a assegurar que a empresa possa dar continuidade e concluir o fornecimento. Critério legal Tem o objetivo de conhecer e acompanhar a regularidade das empresas no cumprimento de suas obrigações junto ao mercado, aos órgãos de governo e à sociedade. Além da análise documental, utiliza instrumentos que permitem o levantamento direto de informações sobre certidões e documentos emitidos por entidades fiscais, possibilitando a atualização frequente dos indicadores de cumprimento da regularidade fiscal e tributária. Critério SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde) Tem por objetivo conhecer a gestão da empresa nas questões de Segurança, Meio Ambiente e Saúde, valorizando e estimulando as certificações segundo as Normas ISO e OHSAS Critério gerencial Tem o objetivo de conhecer a postura gerencial e de responsabilidade social das empresas, avaliando o compromisso com a qualidade e melhoria contínua, valorizando e estimulando a certificação segundo a Norma ISO Para as empresas Fornecedoras de Bens RQT, a apresentação da certificação é obrigatória. Critério Credenciamento Visa avaliar o documento emitido pelo fabricante, em que autoriza o comerciante a vender seus produtos. Além disso, garante a realização de inspeções exigidas pela Petrobras e avalia os meios disponibilizados pela empresa para que estas ocorram. Os dados do Balanço Patrimonial e de Demonstrações Financeiras geram indicadores para prever e monitorar o desempenho econômico. O CRCC emitido pelo Cadastro deverá ser renovado anualmente. 9

12 Registro simplificado Neste tópico você encontra informações para as empresas que desejam fazer parte do Registro Simplicado de Fornecedores e, consequentemente, estar aptas a participar dos processos de contratação de Bens NRQT e Pequenos Serviços. >>>> UMA DICA <<<< A empresa deve verificar se há na lista do Registro Simplificado os bens e/ou serviços que tem interesse. Caso haja, deve continuar o processo de registro. VALIDADE DO REGISTRO SIMPLIFICADO 365 dias 7 O que é Registro Simplificado? É um registro para fornecimento de bens e/ou serviços simplificados, ou seja, de interesse local, de menor porte, complexidade ou valor. Fornecedores de Bens NRQT Fornecedores de pequenos Serviços Materiais cuja complexidade não exige requisitos específicos de fabricação. 10

13 A verificação do Registro Simplificado deve ser realizada por profissional com conhecimento técnico dos itens da empresa. 8 Quais os critérios de avaliação do Registro Simplificado? Os critérios de avaliação são dois. Veja quais são. Avaliação no critério tecnico Para cumprir a fase técnica a empresa deverá apresentar atestados de fornecimento. Avaliação no critério legal Para cumprir a fase da Avaliação Jurídico-Fiscal, as empresas deverão apresentar toda a documentação solicitada no Critério. Acompanhe, a seguir, o quadro com toda documentação a ser apresentada por você. 11

14 Pessoa Jurídica Fornecedor de Bens e serviços Documentação a ser apresentada Ficha de Registro Simplificado Termo de Compromisso Prova de Capacidade Jurídica (Contratos, atas, estatutos e certidões) Prova de Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas CNPJ (Comprovante de inscrição no CNPJ) Prova de Regularidade com o INSS (Será verificado pela Petrobras, através da internet) Prova de Regularidade com FGTS (Será verificado pela Petrobras, através da internet) Prova de Regularidade com a Receita Federal do Brasil (Será verificado pela Petrobras, através da internet) Prova de Regularidade no Cadastro de Contribuintes do Estado (ICMS) (Certidão Negativa de Débito do ICMS) ou Prova de Regularidade no Cadastro de Contribuintes do Município (ISS) (Certidão Negativa de Débito do ISS) Prova de Habilitação Jurídica licença para funcionamento (Alvará para Funcionamento) Comprovante de Titularidade de Conta-Corrente Como você verificou, é importante a apresentação de toda documentação necessária para a realização do Registro Simplificado. 12

15 Confira aqui como se faz o Registro simplificado para Bacia de Campos É muito fácil fazer o cadastro Antes de iniciar o processo de cadastramento, tenha à mão: 1 CNPJ da empresa 2 Usuário login escolhido para o administrador do cadastro 3 Nome dos responsáveis pelo cadastro 4 5 Telefone Não esqueça de verificar se o item que deseja fornecer consta na lista de interesse da Petrobras 13

16 9 Como iniciar o processo de cadastramento na Petrobras? Para você inciar o processo de cadastramento, acesse o site da Petrobras. Clique em Centro de Negócios Centro de Negócios 14

17 Canal Fornecedor >> Como se Cadastrar Você pode, também, acessar diretamente o site 15

18 Clique em Quer se Cadastrar na Petrobras? Quer se cadastrar na Petobras? Enviar 16

19 Cadastro Identificação A etapa identificação está assim dividida: Dados Básicos Fornecimento Local de Fornecimento Resumo e Confirmação 17

20 Dados básicos Estas informações são importantes: Inscrição estadual Incrição municipal Relacionar os nomes das pessoas com acesso ao cadastro da empresa Lembre-se. Todos os campos marcados com são obrigatórios Fornecimento 1 Na aba de SERVIÇO SIMPLIFICADO, clique em ADICIONAR. 2 Escolha entre os itens disponíveis o mais adequado ao que você quer fornecer. 3 Para selecionar mais de um item, utilize a tecla Ctrl do seu teclado. 4 Após escolher todos os itens de serviço desejados, clique em OK. 5 Na aba BENS SIMPLIFICADO, clique em PESQUISA e repita os passos 2, 3 e 4. 6 Vá até o início da página e clique em PRÓXIMO. 18

21 Local de Fornecimento Selecione os locais que a sua empresa quer fornecer para a Petrobras. Siga esses passos: 1 Na janela geral escolha as regiões e os estados que você deseja fornecer. Neste caso é o Rio de Janeiro. 2 Clique em atribuir locais a todos os itens. 3 Entre em salvar como rascunho. 4 Clique em próximo, caso você tenha terminado a escolha dos locais de fornecimento. Se você tiver alguma restrição de fornecimento para algum item, selecione o item na listagem e clique em fornecimento. 19

22 resumo e confirmação 1 Na aba RESUMO e CONFIRMAÇÃO você visualiza somente o que foi preenchido anteriormente. 2 De acordo com os itens selecionados, em fornecimento estará marcado em Registro Simplificado, Fornecedor de Bens e/ou Prestador de Serviço. 3 Nas abas BENS e SERVIÇOS, é possível visualizar os itens e seus respectivos locais de fornecimento. 4 Após ter certeza que não fará mais alterações em IDENTIFICAÇÃO clique em CONFIRMAR. Nas telas exibidas em seguida, clique em SIM e OK. Agora estão disponíveis no menu QUESTIONÁRIOS, os Critério Técnico e Critério Legal para o preenchimento de informações técnicas e jurídico-fiscais. Após clicar em confirmar você não pode inserir ou alterar as informações em IDENTIFICAÇÃO. Depois de concluir a IDENTIFICAÇÃO, caso queira inserir mais itens de fornecimento ou alterar informações em DADOS BÁSICOS, faça um chamado pelo FALE CONOSCO informando as alterações desejadas e aguarde a resposta da Equipe de Atendimento. Ao concluir esta etapa serão abertos os Questionários dos Critérios para você preencher. 20

23 Questionários É por meio dos Questionários dos Critérios que a Petrobras avalia as empresas que desejam participar do Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços. Antes de preencher os Questionários, crie uma pasta em seu computador e coloque todos os documentos relacionados ao Cadastro. Siga esses passos: Preenchimento do questionário Neste tópico serão preenchidos os requisitos dos Critério Técnico e Critério Legal. 1 Em INSCRIÇÃO, clique em RESPONDER na linha do Critério Técnico ou Critério Legal. 2 Para preencher os dois Critérios em conjunto, clique em RESPONDER A TODOS. Importante: anexar documentos Esta fase refere-se a comprovação documental dos critérios de avaliação 1 Clique em ANEXOS na coluna VINCULAR ANEXOS. 2 Clique em ANEXOS VINCULADOS AO DOCUMENTO e a seguir em CARREGAR. 3 Escreva em DESCRIÇÃO o assunto do documento. 4 Clique em PROCURAR e selecione em seu computador o documento desejado. Não esqueça de vincular as famílias Para que se verifique a comprovação documental em relação ao item de fornecimento da sua empresa, é necessário que vincular a documentação à família escolhida. 1 Clique em FAMÍLIAS (0) na coluna VINCULAR FAMÍLIAS. 2 Escolha os itens de fornecimento no qual irá anexar o documento comprovando o requisito. 3 Clique em SALVAR. 21

24 Veja a seguir como responder ao questionário do Critério Técnico 1 Clique em responder no Critério Técnico 2 No canto esquerdo superior, clique em EDITAR e a seguir em TRADIÇÃO DE FORNECIMENTO. 3 Leia as Instruções de Preenchimento. 4 Descreva o solicitado no requisito TRADIÇÃO DE FORNECIMENTO PARA Registro Simplificado. 5 Anexe as cartas de comprovação técnica de cada item de fornecimento e faça a vinculação. 6 Clique em CONFIRMAR para concluir o preenchimento ou clique em SALVAR COMO RASCUNHO para salvar parcialmente as informações e voltar mais tarde para terminar o preenchimento. 22

25 10 Como devo proceder depois de preencher e encaminhar os Questionários do Critério Técnico e do Critério Legal? Depois de enviar os Questionários preenchidos, os documentos serão avaliados pelo Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras. Ao término da Avaliação, a empresa receberá um comunicado sobre a situação final no Registro Simplificado. Em caso de não aprovação a empresa poderá solicitar a reclassificação dos Critérios GUARDE ESSA BEM GUARDADO Você poderá solicitar contato com um especialista no Critério não aprovado 1 Por telefone Pelo fale conosco Menu cadastro fale conosco 11 Como faço para verificar as notas nos Critérios avaliados? Após o recebimento do comunicado infomando o término da avaliação, a empresa deverá acessar no menu Cadastro/ Relatório de Notas e Comentários. Escolher a unidade do Registro Simplificado. 23

26 OK 12 Quando o fornecedor já tiver a aprovação do Registro Simplificado, para uma das Unidades da Petrobras e quer fornecer para outra unidade, como deve proceder? Se o seu Registro estiver dentro da validade, siga estes passos: Quando se tratar do mesmo item Basta acessar o cadastro de bens e serviços da Petrobras seguindo o caminho: Cadastro Fale Conosco, informando a família e qual região que gostaria de passar a fornecer. Quando se tratar de item diferente Basta acessar o cadastro de bens e serviços da Petrobras seguindo o caminho: Cadastro Fale Conosco, informando a família do seu item e para qual região gostaria de passar a fornecer. Neste caso será aberto um novo questionário em que será solicitado a documentação pertinente apenas ao cadastro técnico. 24

27 Fale Conosco Petronect 13 O que é a PETRONECT? É uma via de relaciomento comercial em que as unidades da Petrobras realizam as cotações para contratação de bens e serviços. Nesta plataforma de negócios são realizadas diversas transações que vão desde solicitações de cotação e envio de propostas até a gestão de contratações e gerenciamento dos pedidos. 25

28 Unificação do Portal de Cadastro com a Petronect A partir de abril de 2012, o Portal de Cadastro se uniu com a Petronect. Agora a empresa pode acessar, no mesmo lugar, o Cadastro e as Cotações de Bens e Serviços. Com a unificação do Portal de Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras com a Petronect, após a aprovação no Cadastro, as empresas são inseridas automaticamente na Petronect. BEM GUARDADO GUARDE ESSA Petronect e o cadastro da petrobras Informações no Fale Conosco Ou faça uma ligação De segunda a sexta-feira Das 7h30 às 21 horas Lista Mestra de Fornecedores (LMFs) 14 O que são as Listas Mestras de Fornecedores (LMFs)? A área de Exploração e Produção da Petrobras (E&P) possui a estratégia de incluir nos seus contratos para a construção de novas unidades de produção uma Lista de Fornecedores que deverá ser utilizada para a seleção de empresas que irão fornecer bens e serviços listados naquele documento. 26

29 Estas Listas de Fornecedores são geradas a partir de Listas Mestras. Existem duas versões deste documento: uma para Unidades Terrestres (Lista Mestra de Fornecedores para Unidades Terrestres LMFT) e outra para Unidades Marítimas (Lista Mestra de Fornecedores para Unidades Marítimas LMFM). Lista de Fornecedores (Vendor List) 27

30 15 Como um fornecedor pode constar nas Listas Mestras? Para que um fornecedor conste destas listas é necessário que solicite a sua inclusão no item das Listas Mestras que atenda ao seu interesse. Prominp 16 O que é o Portal de Oportunidades do Prominp? É um portal que disponibiliza informações sobre a demanda de materiais, equipamentos e componentes necessários para a implantação dos projetos de investimentos. O Portal visa fomentar a interação entre os agentes da cadeia de suprimentos do setor de Petróleo e Gás. Por meio do Portal de Oportunidades, as empresas podem cadastrar seus principais produtos e serviços, identificar fornecedores para suas demandas e visualizar currículos de milhares de profissionais qualificados pelo Prominp. 28

31 O Prominp é um portal de oportunidades para sua empresa. Progredir acesso ao crédito 29

32 17 O que é o Progredir? É um programa que a Petrobras desenvolveu para conceder créditos a empresas e facilitar a implantação e crescimento sustentável da sua cadeia de fornecedores. Aqui se trocam informações entre todos: Bancos Parceiros do Progredir Banco do Brasil Bradesco Caixa Econômica Federal HSBC Itaú Santander BEM GUARDADO GUARDE ESSA Progredir É um instrumento que tem como finalidade facilitar a oferta de créditos que favoreça a ampliação do conjunto de fornecedores da Petrobras. Mais informações Você também pode ligar De segunda a sexta-feira Das 7h30 às 21 horas 30

33 BEM GUARDADO GUARDE ESSA Petronect e o cadastro da petrobras Informações no Fale Conosco Ou faça uma ligação De segunda a sexta-feira Das 7h30 às 21 horas

34

35

COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS. Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis

COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS. Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis GERÊNCIA - MATERIAIS/CDBS Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social

Leia mais

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Objetivos do Cadastro de Fornecedores Legal: atender o decreto 2745 e preservar a Cia. em questões relacionadas ao mercado fornecedor; Empresarial:

Leia mais

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após completar este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Entender os conceitos envolvidos no processo de avaliação realizado

Leia mais

Relatório de Notas e Comentários

Relatório de Notas e Comentários Relatório de Notas e Comentários MT-611-00007-7 Última Atualização : 13/08/2013 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Consultar um relatório de notas e seus comentários II.

Leia mais

Relatório de Notas e Comentários

Relatório de Notas e Comentários Relatório de Notas e Comentários MT-611-00007 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Consultar um relatório de notas e seus comentários II. Conceitos

Leia mais

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional,

Leia mais

CADASTRO CORPORATIVO DE FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS DA PETROBRAS

CADASTRO CORPORATIVO DE FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS DA PETROBRAS CADASTRO CORPORATIVO DE FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS DA PETROBRAS Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-13 Última Atualização 04/03/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Tokio Marine Seguro Garantia

Tokio Marine Seguro Garantia PRODUTO Seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, conforme os termos da apólice. Partes do Seguro Seguradora Tomador

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Manual de utilização do Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia

Manual de utilização do Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia (ERP utilizado nos Departamentos da AC SOLUTI) AR Soluti - Goiânia Versão 2.0 de 20 de Setembro de 2013 Digitally signed by BRUNO BARROS MENDES:0169426 7180 Date: 2013.09.20 12:22:59 BRT Catalogação do

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Luís Manual de uso dos serviços da SEMFAZ. Prefeitura Municipal de São Luís Manual de uso dos serviços da SEMFAZ

Prefeitura Municipal de São Luís Manual de uso dos serviços da SEMFAZ. Prefeitura Municipal de São Luís Manual de uso dos serviços da SEMFAZ Prefeitura Municipal de São Luís Manual de uso dos serviços da SEMFAZ 1 Sumário 1. Introdução 2. Emissão de Certidões 3. Autenticação de Certidões 4. Cadastro de Imóveis/Empresa 5. Acessando meu cadastro

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras R o t e i r o de a p r e s e n t a ç ã o Introdução Conceitos Objetivos do Cadastro Critérios de Avaliação Como se cadastrar Mecanismos para orientar

Leia mais

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML Observação: O arquivo XML da nota fiscal deve estar salvo em seu computador. Se o seu fornecedor não enviou o arquivo por e-mail, você pode obter o arquivo pela internet,

Leia mais

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle Domínio Registro O Domínio Registro foi desenvolvido para gerenciar todos os processos referentes à abertura e fechamento de empresas, permite a confecção de contratos, alterações e distratos sociais,

Leia mais

Cadastramento de Proponente

Cadastramento de Proponente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Cadastramento de Proponente

Leia mais

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento SEBRAE-GO 1 Sumário Introdução... 3 1) Acesso ao Sistema... 4 1.1. LOGIN... 4 1.2. ALTERAR SENHA... 7 1.3. RECUPERAR SENHA...

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.3 11/02/2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Objetivos... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES

Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES SOLICITANDO O CARTO BNDES NO PORTAL DE OPERAÇÕES DO BNDES CARTO Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES - Cartão BNDES Formatados: Marcadores e numeração C:\BNDES - SOLICITACAO DE CARTAO.doc

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2013 Nota Control Nota Cuiabana Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Já sou cadastrado 4 Menu

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões URI Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG Manual de Utilização Sistema de Projetos URI Módulo Projetos Versão 1 - Revisão

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES 1 Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3 3 Cliquei

Leia mais

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO CADASTRO DA SOLICITAÇÃO 1. Acessar www.agricultura.gov.br => Serviços e Sistemas => Sistemas => Sistemas Integrado

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS ELETRÔNICO

PORTAL DE COMPRAS ELETRÔNICO Página: 1 PORTAL DE COMPRAS ELETRÔNICO Manual do Fornecedor Página: 2 1. OBJETIVO Formalizar o método de preenchimento de cotações e retirada de pedidos de compras via E-PROCUREMENT. 2. RESPONSABILIDADES

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

ÍNDICE Acesso ao Portal... 2 Serviços Disponíveis... 3 Respondendo às Solicitações de Cotação... 6 Salvando a Solicitação de Cotação...

ÍNDICE Acesso ao Portal... 2 Serviços Disponíveis... 3 Respondendo às Solicitações de Cotação... 6 Salvando a Solicitação de Cotação... ÍNDICE 1. Acesso ao Portal... 2 2. Serviços Disponíveis... 3 2.1. Conferir/alterar os dados cadastrais do fornecedor... 4 2.2. Visualizar os pedidos pendentes... 4 2.3. Consultar a previsão de pagamentos...

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 03/03/2010 Pág.: 1/18 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES Índice 1 Acesso ao Sistema... 3 2 Inclusão de Novos Pedidos... 5 3 Carteira de Pedidos... 13 4 Consulta à clientes... 15 5 Consulta a Informações dos Clientes...

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SIASGnet - SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

PASSO A PASSO PARA HABILITAÇÃO COMPLETA NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Revisão 01 em 12/01/2015

PASSO A PASSO PARA HABILITAÇÃO COMPLETA NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Revisão 01 em 12/01/2015 GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E RECURSOS HUMANOS SEGER SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL SUBAD GERÊNCIA DE LICITAÇÕES GELIC SUBGERÊNCIA DE CADASTRO DE FORNECEDORES

Leia mais

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos Manual do Debit Jurídico Primeiros passos Índice Apresentação...2 Como acessar o produto...3 Tela Inicial...5 Como cadastrar o primeiro processo...5 Cliente...6 Advogado...6 Adverso...6 Dados do Processo...6

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual do Produto Índice Introdução - Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 1. Verificação de Ambiente 4 2. Instalação

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Cadastramento de Proponente Consórcio

Leia mais

MWORK MANUAIS EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL

MWORK MANUAIS EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL MWORK MANUAIS EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL PARANAGUÁ 2012 SUMÁRIO 1 MICROSOFT INTERNET EXPLORER...3 1.1 Opções de Internet... 3 1.2 Conteúdos... 4 1.3 Certificados... 5 1.4 Assistente de Exportação...

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA MANUAL INTERNET ÍNDICE Sistema Integrado de Administração da Receita 1 INTRODUÇÃO GERAL... 4 2 INTRODUÇÃO AO... 4 2.1 OBJETIVOS... 4 2.2 BENEFÍCIOS... 4 2.3

Leia mais

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia 1 Tutorial: Blogs no Clickideia Sumário Introdução... 2 Objetivos... 2 Instruções para utilização do Tutorial... 2 Acesso ao Portal e a Home Blog... 3 Página Inicial da área do Blog... 4 Apresentação da

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO 2014 - VALID Certificadora Digital Controle de Versões Autor Descrição Versão Data Lays Almeida Versão Inicial 1.0 06.11.2014 2014 - VALID Certificadora Digital

Leia mais

SISTEMA ELETRÔNICO DE COMPRAS

SISTEMA ELETRÔNICO DE COMPRAS Página: 1 SISTEMA ELETRÔNICO DE COMPRAS Página: 2 I - TÍTULO: PROCEDIMENTO PARA RESPOSTA DE COTAÇÃO 1. - OBJETIVO Formalizar o método de preenchimento de cotações via E-PROCUREMENT. 2. - RESPONSABILIDADES

Leia mais

Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Salvador, 21/03/2001 Paulínia, 25 de outubro de 2011 Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social

Leia mais

Selecionar as propostas a serem processadas, selecionar o diretório em que o arquivo será salvo e clicar em Gerar arquivo.

Selecionar as propostas a serem processadas, selecionar o diretório em que o arquivo será salvo e clicar em Gerar arquivo. 1. Alfa Seguradora Pelo kit consegue efetuar a importação das propostas Na tela de cálculos clique no botão Enviar Na tela seguinte clique no botão Gerar Arq. De Texto Selecionar as propostas a serem processadas,

Leia mais

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento Sistema Tributário On-line Recadastramento Introdução O PROGAM Programa de Governança Municipal desenvolveu o Sistema Tributário on-line com objetivo de aperfeiçoar a administração tributária no tocante

Leia mais

Sistema Auto Empresas

Sistema Auto Empresas Sistema Auto Empresas Itaú Seguros de Auto e Residência S.A Janeiro 2011 Como Acessar Acesse o Portal do Corretor (https://mais.itauseguros.com.br). Utilize a opção Cotação online para iniciar o cálculo

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos. Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO

Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos. Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO ÍNDICE Siat Online - Considerações Gerais Consulta Débito de IPTU Emitir Guias de ITPU

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

Manual do Usuário SisFAPERJ

Manual do Usuário SisFAPERJ Manual do Usuário SisFAPERJ SisFAPERJ - Manual do Usuário Página 1 Sumário Manual do Usuário... 1 SisFAPERJ... 1 1. Tela inicial Login... 3 1.1. Este é meu 1º acesso... 3 1.2. Esqueci minha senha... 4

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente.

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Ajuste do Plano de Trabalho, Termo

Leia mais

Sistema de Eventos - Usuário

Sistema de Eventos - Usuário 2013 Sistema de Eventos - Usuário Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 06/06/2013 Sumário 1- Sistema de eventos... 3 1.1 Eventos... 3 1.2 Eventos que participo... 4 1.3 Trabalhos...

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE Baixa Simplificada de Empresas 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro Acesso: Cadastro

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro da Educação Fernando Haddad Secretário-Executivo José Henrique Paim Fernandes Subsecretário de Assuntos Administrativos Jose Eduardo Bueno de

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais?

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Desde o dia 21/10/2013, esta em operação o Módulo Estadual de Licenciamento

Leia mais

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj Manual Atendimento Caberj ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 ATENDIMENTO... 3 FATURAMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO UM NOVO USUÁRIO... 5 EDITANDO

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET)

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA... 3 3. USUÁRIO GESTOR... 3 4. AMBIENTE DO SISTEMA - CANAL DE COMUNICAÇÃO INTERNET...

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC NOTAS FISCAIS DE SERVIÇO ELETRÔNICAS PREFEITURA DE JUIZ DE FORA COMPLEMENTO AO SUPORTE A ATENDIMENTO NÍVEL 1 1.0 Autor: Juiz de Fora, Fevereiro 2015. PÁGINA 1 DE 38 SUMÁRIO 1REQUISITOS MÍNIMOS CONFIGURAÇÕES

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS Diretoria Comercial Corporativa Página 2 de 14 Sumário 1 Introdução... 4 2 Acessando os serviços para Imobiliárias... 5 3 Gerenciando clientes... 8 4 Serviços...

Leia mais

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Introdução Esta cartilha tem o objetivo de orientar o contribuinte a implantar o sistema de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) em sua empresa

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Caderno de Orientações Emissão de NFS-e Profissionais Autônomos

Caderno de Orientações Emissão de NFS-e Profissionais Autônomos Caderno de Orientações Emissão de NFS-e Profissionais Autônomos Recife, Junho/2015. Página 1 de 21 PREFEITURA DO RECIFE Prefeito: Geraldo Júlio de Mello Filho Vice-Prefeito: Luciano Siqueira SECRETÁRIO

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Manual de aquisição de crédito no Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia

Manual de aquisição de crédito no Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia (ERP utilizado nos Departamentos da AC SOLUTI) AR Soluti - Goiânia Versão 1.0 de 7 de Janeiro de 2013 Classificação: Classificação: Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 1.0 de 7 de Janeiro

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS Área de Operações Indiretas - AOI SUMÁRIO 1 ENTRADA NO SISTEMA... 1 2 UTILIZAÇÃO DO AUTOSERVIÇO DE TROCA DE SENHAS... 7 3 MODALIDADES

Leia mais

Cadastro de Corretores Manual do Usuário

Cadastro de Corretores Manual do Usuário susep 2012 Cadastro de Corretores SUSEP - CGETI - COSIM Fevereiro/2012 Conteúdo Apresentação...3 Mapa do Sistema de Cadastro de Corretores...4 Padrões...5 Acesso ao Sistema...6 Menu Principal...6 Informações

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Portal de Fornecedores Não-Revenda

Portal de Fornecedores Não-Revenda Portal de Fornecedores Não-Revenda Emissão de Nota Fiscal e Criação de Espelho Consulte neste manual os procedimentos para emissão de Nota Fiscal para o Walmart e as atividades relativas à Criação do Espelho

Leia mais

Sistema Auto Frota. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A.

Sistema Auto Frota. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Sistema Auto Frota Itaú Seguros de Auto e Residência S.A Como Acessar Acesse o Portal do corretor www.itauseguros.com.br/portal, no caminho: Home> Meus Negócios> Cotações e Propostas> Auto Frota> Cotação

Leia mais

Manual Prático do Usuário

Manual Prático do Usuário Página 12 Saiba mais Em quanto tempo seu cliente recebe o produto Como é emitida a Nota fiscal e recolhido os impostos Pergunte ao Suporte Todos os pedidos serão enviados em até 24 horas úteis, após a

Leia mais

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS Apresentação As rotinas de Pedido de Compra do WinThor são utilizadas pelas empresas com objetivo de realizar: o pedido de compra baseado, ou não, em uma sugestão de compra, a cotação de compra entre fornecedores,

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Capítulo 1. Acesso ao programa e parametrização do Certificado Digital. Abrir o Programa NF-e Prosoft Gerenciador na Área de Trabalho:

Capítulo 1. Acesso ao programa e parametrização do Certificado Digital. Abrir o Programa NF-e Prosoft Gerenciador na Área de Trabalho: Capítulo 1 Acesso ao programa e parametrização do Certificado Digital Abrir o Programa NF-e Prosoft Gerenciador na Área de Trabalho: Cadastrar Certificado digital 1 - Cadastro > Empresas 2 - Na tela Cadastro

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais