Aula 10 Proxy cache Squid

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 10 Proxy cache Squid"

Transcrição

1 1 Aula 10 Proxy cache Squid 10.1 Proxy Um proxy é um servidor HTTP com características especiais de filtragem de pacotes que tipicamente são executados em uma máquina (com ou sem firewall). O proxy aguarda por uma requisição de dentro do firewall, a repassa para um servidor remoto do outro lado do firewall (caso tenha), recebe a resposta e a envia de volta ao cliente que requisitou o serviço ou página. A principal vantagem dos proxies é o armazenamento temporário de documentos, ou seja, em uma estação que utiliza proxy para acessar páginas da internet, uma cópia e cada página visitada é guardada no cache do proxy, que é uma área do disco rígido com tamanho especificado pelo administrador e que contém as requisições do sistema, portanto, caso algum outro usuário acessar a mesma página, não há a necessidade de se buscar essa ágina na internet novamente, já que a mesma está guarda localmente e assim carregada do servidor, não necessitando acesso externos, havendo portanto ganho de desempenho tanto ao carregar o arquivo, como também para o servidor atender ais demandas de acesso Squid O Squid foi feito a partir do projeto Harvest da ARPA, e tem como mentor do seu projeto Duane Wesseis, do National Laboratory for Apllied Network Reaserch, e uma lista enorme de colaboradores. O nome Squid (lula, animal marinho) foi colocado simplesmente para diferenciar um software do outro, ou seja, o Squid, do proxy. O Squid é um dos proxies para Linux mais utilizados na atualidade, pois trata se de um programa robusto, simples e extremamente confiável. A sua instalação e utilização tornou se quase que obrigatório em um sistema Linux, tanto é que vem em todos os CDs de instalação de quase todas as distribuições Linux. O Squid, além de ser um excelente cache (armazenador) de navegação, funciona também como uma extraordinária ferramenta de filtragem por conteúdo, como auxílio ao funcionamento de firewall, permitindo inclusive criação de regras (ACLs) que controlam a entrada de dados na rede. O Squid é um software livre, o que implica dizer que ele está licenciado nos termos da GPL (General Public License), com isso temos uma garantia a mais (ao nosso ver, sem sombras de dúvidas é muito mais seguro que ter o software nas mão de uma única corporação que pode fechar as portas de uma hora para outra, como já vimos por várias vezes) de que nenhuma corporação vai descontinuar o projeto e deixar os seus usuários sem rumo, já que é a própria comunidade de usuários que contribui com o desenvolvimento e avanços deste software Objetivos de um proxy A função básica de um proxy na rede é servir como um ponto intermediário, uma ponte na rede entre uma interface de rede local e a internet, e além disso também, ele possui a função de manter um cache de conteúdo acessado na internet, armazenando em disco no servidor proxy. Assim, quando partir uma

2 2 solicitação de outra máquina na rede buscando o mesmo conteúdo, será apenas verificado se não houve alterações na página original, se a modificação de fato não for confirmada, o proxy envia o conteúdo direto de seu cache interno para a máquina cliente da rede, pois a única máquina que sai diretamente para a internet é o serviço proxy, e os clientes da rede se comunicam diretamente com ele. Porém se o conteúdo não tiver sido cacheado antes, e por conseqüência não estiver presente no cache, então o servidor irá baixar esse conteúdo para o seu cache. Dessa forma, lá estará uma cópia para uma consulta futura proveniente dos clientes, reduzindo assim o tempo de acessos e o consumo de banda para uso de internet Normas Com relação a termos de segurança em redes, a utilização de um proxy cache em uma rede e sua configuração possuem vínculo de procedimento com a orientação da Norma BS7799 em sua versão NBR ISO/IEC 10799:2001 e NBR ISO/IEC 1079:2005, no item 9.4, onde se diz:... em uma rede devem existir mecanismos de controle de acesso à serviços de rede, tanto internos quantos externos (sendo que o segundo caso é o mais específico de controle de proxy), fazendo controle de acesso dos usuários aos serviços de informação Requisitos mínimos de hardware Os requisitos mínimos aconselháveis de hardware para um bom desempenho do seu servidor proxy são: K6 II 350 Mhz 128 RAM Disco IDE 10 GB para sistema e log. 2 placas de rede (para isolar as redes) 10.6 Instalação Caso queira se fazer a instalação do proxy cache Squid de forma isenta de distribuição, deve se buscar os pacotes binários do mesmo no endereço: cache.org Após o download do arquivo binário, deve se proceder com o desempacotamento e decompactação do mesmo: # tar xvfz squid 2.6.STABLE10.tar.gz # cd squid 2.6.STABLE10 #./configure prefix=/etc/squid # make # make install Os arquivos do Squid serão devidamente instalados no diretório /etc/squid neste caso, poruqe assim o definimos, mas geralmente quando instalamos via pacote coilado ele se instala em /usr/local/squid. Caso queira se utilizar os instaladores da distribuição, os passos são simples: Red Hat/Fedora: # yum install squid

3 3 ou, Debian: # apt get install squid Isso irá gerar os arquivos de configuração do squid dentro do diretório /etc Configuração básica do Squid O arquivo a ser utilizado aqui é o squid.conf que se localiza em /etc/squid/squid.conf. # vim /etc/squid/squid.con Passo 1: hablitar a porta do squid http_port :3128 Obs de segurança: o Squid deve habilitar o socket de conexão exclusivamente para a respectiva rede a fim de se obter uma proteção maior contra a possibilidade de o servidor ser atribuído com a função proxy anônimo, pois essa característica é utilizada muitas vezes por invasores para mascarar Ips de origem de invasão, ou até por usuários mal intencionados que desejam burlar políticas de controle de acesso préestabelecidas. Passo 2: habilitar o cache para do padrão para o valor de espaço em disco desejado e quantidade de diretórios desejados: padrão: cache_dir /var/cache/squid alteração: cache_dir /var/cache/squid valor_em_mb Passo 3: criar/ativar os diretórios de cache: # /etc/init.d/squid start ou # squid k reconfigure Somente estas alterações são suficientes para a ativação do Squid como um proxy cache básico, logo agora nos resta tomarmos alguns cuidados básicos de checagem, executando os seguintes comandos: netstat serve para verificar as portas ativas na pilha de rede do servidor: # netstat ntl less # netstat nul less fuser serve para verificar os processos ativos nas respectivas portas alocadas pelo Squid: # fuser v 3128/tcp # fuser v 3128/udp

4 Acessos e logs Os logs dos clientes podem ser monitorado através dos logs relacionados ao Squid, que se localizam em /usr/local/squid/var/logs/cache.log, por meio do comando tail: acessos : # tail f /var/log/squid/access.log cache: # tail f /var/log/squid/cache.log 10.9 ACLs (Access Lists Lista de Acessos) As ACL permitem especificar endereços de origem ou destino, domínios, horários, usuários, portas ou métodos de conexão ao Proxy, que servirão de base para permitir ou negar o acesso baseando se em conjuntos dessas ACL's. Isto permite uma grande flexibilidade na configuração do Squid: podemos, por exemplo, especificar quais endereços podem ser acessados, quais não podem ser acessados, que certo endereço somente pode ser acessado em determinado horário, que um usuário somente pode acessar a partir de uma maquina especifica, que um protocolo pode ou não ser utilizado, ou qualquer combinação dessas permissões/restrições. acl minharede src / Máscara da ACL _ Domínio, rede ou IP da ACL Tipo de ACL Nome da ACL Comando de criação de ACL Isto cria uma ACL de nome minharede do tipo src (IP de origem) sendo seu domínio / uma rede classe C. Agora temos que dar permissão a esta ACL a diretiva que faz isso e o http_access, então temos que inserir no squid.conf: http_access allow minharede Mas isso não pode ser feito em qualquer lugar, o squid e meio chato com a ordem dos parâmetros. Vamos ver como esta o arquivo padrão e quais alterações devem ser feitas para entendermos melhor. acl all src / acl manager proto cache_object acl localhost src / acl SSL_ports port acl Safe_ports port

5 5 acl Safe_ports port 280 # http mgmt acl Safe_ports port 488 # gss http acl Safe_ports port 591 # filemaker acl Safe_ports port 777 # multilink http acl CONNECT method CONNECT http_access allow manager localhost http_access deny manager http_access deny!safe_ports http_access deny CONNECT!SSL_ports http_access deny all Como podemos ver existem vários tipos de ACL, vamos nos ater a primeira, foi criada uma ACL do tipo src, isto significa maquina de origem, com nome "all" que corresponde a qualquer maquina existente. A ultima diretiva diz que a conexões correspondentes a diretiva all estão proibidas de continuar. A diretiva ACL tem de ser criada antes de ser conferido algum direito. Então agora a ordem das linhas deverá ser a seguinte: acl all src / acl manager proto cache_object acl localhost src / acl SSL_ports port acl Safe_ports port acl Safe_ports port 280 # http mgmt acl Safe_ports port 488 # gss http acl Safe_ports port 591 # filemaker acl Safe_ports port 777 # multilink http acl CONNECT method CONNECT # ACL's do usuário acl minharede src / #ACL correspondente a rede interna # permissões para as ACLs http_access allow minharede http_access deny all #permite conexões da rede interna Podemos ver que temos varias linhas para a ACL Safe_ports, isso merece duas considerações, primeiro e possível especificar vários parâmetros para uma ACL, seja dando um espaço entre os

6 6 parâmetros ou colocando duas entradas para a mesma ACL assim se tivéssemos que permitir também a rede / poderíamos criar a ACL de duas formas: # com espaço: acl minharede / / #ou com duas linhas acl minharede / acl minharede / A segunda consideração e que por padrão as diretivas ACL são do tipo "OU", ou seja uma conexão pertencera a uma ACL se qualquer um dos parâmetros coincidir. No nosso exemplo, a rede OU rede coincidiram com a ACL. A ordem entre as diretivas ACL não e importante. Para as diretivas http_access a coisa funciona diferente, como podemos ver a diretiva de permissão da rede interna foi inserida antes do deny all. O squid lê as diretivas de CIMA para BAIXO, parando a comparação na primeira que coincidir. Além disso as diretivas http_access são do tipo "E", para que a diretiva entre em ação, a conexão tem de estar coincidindo com TODAS as ACL's especificadas. EX: acl minharede src / acl horacom time SMTWHFA 09:00 10:00 http_access allow minharede horacom http_access deny all No exemplo acima, só as maquinas da rede / de 09:00 as 10:00 poderão acessar a Internet, as demais maquinas ou qualquer maquina fora deste horário não poderão acessar Configuração do squid.conf A seguir trecho do arquivo squid.conf, com parte de acl de rede e de regras pronto para usar: # ACLs acl permitir_rede src acl horario time SMTWHFA 09:00 10:00 acl proibir_sites dstdomain "/usr/local/squid/etc/sitios" acl proibir_palavras url_regex i "/usr/local/squid/etc/palavras" # permissões http_access allow permitir_rede http_access allow permitir_rede horario http_access deny proibir_sitios http_access deny proibir_palavras

7 7 http_access deny permitir_rede horario http_access deny proibir_ip Onde os arquivos proibir_sitios e proibir_palavras devem ser atualizados constantemente, para que possamos ter sempre um filtro de conteúdos bem atualizados e funcional. Exemplo do arquivo proibir_sitios: Exemplo de arquivo proibir_palavras: playboy sexy ninfeta msn orkut Outras ACLs ACL de arquivos de download Exemplo de ACL que servem para bloquear arquivos de downloads pela internet. Exemplo: acl mp3 url_regex i.*\.mp3$ acl mpeg url_regex i.*\.mpeg$ acl zip url_regex i.*\.zip$ acl avi url_regex i.*\.avi$ acl exe url_regex i.*\.exe$ acl rar url_regex i.rar acl scr url_regex i.scr acl msi url_regex i.msi acl wmv url_regex i.wmv acl pif url_regex i.pif ACL com MAC address Para que o Squid possa controlar o acesso por MAC ADDRESS da placa de rede: As regras adicionadas do arquivo squid.conf ficariam da seguinte maneira: # ACLs MAC address acl iface1 arp 11:11:11:11:11:11 acl iface2 arp 12:12:12:12:12:12

8 8 acl iface3 arp 13:13:13:13:13:13 # permissões MAC address http_access allow iface1 http_access allow iface2 http_access allow iface Squid com autenticação Para ativas autenticação de usuários no squid, devemos localizar a linha: #auth_param basic program /usr/libexec/ncsa_auth /usr/etc/passwd E descomentá la, deixando assim: auth_param basic program /usr/bin/ncsa_auth /etc/squid/passwd Descomentar as seguintes linhas também: auth_param basic children 5 auth_param basic realm Digite sua senha auth_param basic credentialsttl 2 hours auth_param basic casesensitive off Feito isso é só salvar e fechar o arquivo. Agora devemos localizar o arquivo ncsa_auth: # find / name ncsa_auth Depois de localizá lo, copie o para o diretório /usr/bin: # cp /usr/sbin/ncsa_auth /usr/bin/ncsa_auth Criando usuários do Squid Agora devemos criar o arquivo onde ficarão os usuários e senhas. No arquivo de configuração especificamos que o arquivo onde ficarão os usuários e senha é /etc/squid/passwd. Então vamos criá lo: # cd /etc/squid # htpasswd c passwd aluno Onde: htpasswd : comando para criar o arquivo de senhas; c : parâmetro para criar o arquivo; passwd : nome do arquivo; aluno : usuário. Isto se faz só na primeira vez para criar o arquivo, depois é só digitar (sem o " c"):

9 9 # htpasswd passwd outro_usuário Cada vez que você criar um usuário ele vai pedir para que você digite a senha dele. Agora vamos reiniciar o Squid: # /etc/init.d/squid restart ou # squid k reconfigure O Squid já estará autenticando os usuários, agora deve se configurar o navegador das estações para usar proxy Ativando proxy transparente no Squid 2.6.x Para ativar o suporte a proxy transparente no Squid série 2.6 basta: 1) acessar o arquivo /etc/squid/squid.conf e alterar as seguinte linha: http_port 3128 para: http_port :3128 transparent Salvar e reiniciar o Squid normalmente. 2) adicionar a seguinte linha no firewall: # iptables t nat A PREROUTING d /24 p tcp dport 80 j REDIRECT to port 3128 O Squid já está com suporte a proxy transparente Ativando proxy transparente no Squid 2.4.x Se quisermos usar o squid.conf da série 2.4, devemos retirar as seguintes linhas: httpd_accel_host virtual httpd_accel_port 80 httpd_accel_with_proxy on httpd_accel_uses_host_header on

4. Abra o prompt de comando acesse o diretório c:\squid\sbin e digite os comandos abaixo:

4. Abra o prompt de comando acesse o diretório c:\squid\sbin e digite os comandos abaixo: Tutorial Squid Tutorial Squid Tutorial apresentado para a disciplina de Redes de Computadores, curso Integrado de Informática, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA Campus

Leia mais

Depois que instalamos o Squid vamos renomear o arquivo de configuração para criarmos um do zero.

Depois que instalamos o Squid vamos renomear o arquivo de configuração para criarmos um do zero. Pessoal nesse artigo vou mostrar um pouco do Squid, um servidor de Proxy, ele trabalha como saída principal da rede, com isso podemos centralizar nosso foco em segurança (políticas de acesso, autenticação,

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior - ihtraum@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento

Leia mais

Segurança de Redes. Aula extra - Squid. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Aula extra - Squid. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Aula extra - Squid Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Instalação Instalando o Squid : # yum install squid Iniciando o serviço: # /etc/init.d/squid start Arquivos/Diretórios: /etc/squid/squid.conf

Leia mais

5/7/2010. Apresentação. Web Proxy. Proxies: Visão Geral. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

5/7/2010. Apresentação. Web Proxy. Proxies: Visão Geral. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Servidor Proxy Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Proxy (Capítulo

Leia mais

Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM

Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM Revisando Instalação do Squid - # apt-get install squid Toda a configuração do Squid é feita em um único arquivo, o "/etc/squid/squid.conf". Funcionamento

Leia mais

SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves

SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves O Proxy é um serviço de rede através do qual é possível estabelecer um alto nível de controle/filtro de tráfego/conteúdo

Leia mais

Apostila sobre Squid

Apostila sobre Squid CURSO : TECNÓLOGO EM REDES DE COMPUTADORES DISCIPLINA : SISTEMAS OPERACIONAIS DE REDES PROFESSOR: LUCIANO DE AGUIAR MONTEIRO Apostila sobre Squid 1. SQUID O Squid é um servidor Proxy e cache que permite

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais

Administração de Sistemas Operacionais Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Análise e Desenvolvimento de Sistemas INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE Administração de Sistemas Operacionais Serviço Proxy - SQUID Prof. Bruno Pereira

Leia mais

Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta. Servidor Proxy

Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta. Servidor Proxy Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta Servidor Proxy Um servidor Proxy possui a finalidade de possibilitar que máquinas contidas em uma determinada

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers Squid (Proxy) Linux Network Servers Objetivo Otimizar a velocidade de conteúdos web. É amplamente usado em ambientes corporativos, tendo como vantagem fazer cache de conteúdo, filtrar sites indesejados,

Leia mais

Pré-requisitos e passos iniciais. Topologia visual

Pré-requisitos e passos iniciais. Topologia visual Pré-requisitos e passos iniciais Resolvi escrever este artigo por 2 razões, a primeira é que o mikrotik (do qual sou fã incondicional) não é um bom sistema para proxy (exclusivamente na minha opinião)

Leia mais

Squid autenticando em Windows 2003 com msnt_auth

Squid autenticando em Windows 2003 com msnt_auth 1 de 6 28/3/2007 11:44 Squid autenticando em Windows 2003 com msnt_auth Autor: Cristyan Giovane de Souza Santos Data: 26/02/2007 Configurando o msnt_auth Primeiramente

Leia mais

Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Proxy SQUID Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Proxy (definições) O objetivo principal de um servidor proxy é possibilitar que máquinas de uma rede privada

Leia mais

SQUID Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com

SQUID Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com Linux Rodrigo Gentini gentini@msn.com SQUID é um Proxy cachê para WEB que suporta os protocolos HTTP, HTTPS, FTP, GOPHER entre outros. Ele reduz o uso da banda da internet e melhora a respostas das requisições

Leia mais

Sarg Proxy transparente

Sarg Proxy transparente Proxy Conteúdo Squid Proxy... 2 Instalar o squid... 4 Criando uma configuração básica... 5 Configurando o cache... 6 Adicionando restrições de acesso... 9 Bloqueando por domínio ou palavras... 9 Gerenciando

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Prof.: Roberto Franciscatto Introdução FIREWALL Introdução Firewall Tem o objetivo de proteger um computador ou uma rede de computadores,

Leia mais

TUTORIAL DE SQUID Versão 3.1

TUTORIAL DE SQUID Versão 3.1 TUTORIAL DE SQUID Versão 3.1 Autora: Juliana Cristina dos Santos Email: professora.julianacristina@gmail.com 1 SERVIDOR PROXY Serviço proxy é um representante do cliente web, que busca na Internet o conteúdo

Leia mais

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol (Protocolo de configuração dinâmica de host), é um protocolo

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Servidor Proxy/Cache (Squid) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Um servidor proxy/cache é bastante atrativo para as

Leia mais

Curitiba, Novembro 2010. Resumo

Curitiba, Novembro 2010. Resumo Implementando um DMZ Virtual com VMware vsphere (ESXi) André Luís Demathé Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Novembro 2010 Resumo A utilização de

Leia mais

Squid autenticado no Active Directory com Winbind

Squid autenticado no Active Directory com Winbind 1 de 5 4/2/2007 14:40 Squid autenticado no Active Directory com Winbind Autor: Anderson Leite Data: 30/08/2006 Introdução Este é um artigo bem resumido, entrando em detalhes somente

Leia mais

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall)

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Pág - 1 Instalação e Configuração Iptables - Firewall Desde o primeiro tutorial da sequencia dos passo a passo, aprendemos a configurar duas placas de rede,

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 3: Visão Geral das Tecnologias de Segurança Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Projeto de segurança de Redes Page 2 Etapas: Segurança em camadas

Leia mais

TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE

TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE Olá! A Idéia básica deste tutorial é fornecer, da forma mais detalhada possível, todos os passos para uma instalação com sucesso do sistema de cache Thunder

Leia mais

CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX CENTOS 5.7

CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX CENTOS 5.7 CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX CENTOS 5.7 Gerson Ribeiro Gonçalves www.websolutti.com.br Sumário 1 INSTALANDO CENTOS...3 2 INSTALANDO SERVIÇOS...15 3 COMANDOS BÁSICO DO EDITOR VIM...15 4 CONFIGURANDO

Leia mais

FPROT. SQUID SENAC TI Fernando Costa

FPROT. SQUID SENAC TI Fernando Costa FPROT SQUID SENAC TI Fernando Costa Proxy / Cache Proxy um agente que tem autorização para agir em nome de outro. Cache local disfarçado para se preservar e esconder provisões (dados) que são inconvenientes

Leia mais

Criando um Servidor Proxy com o SQUID. Roitier Campos

Criando um Servidor Proxy com o SQUID. Roitier Campos Criando um Servidor Proxy com o SQUID Roitier Campos Roteiro Redes de Computadores e Internet Arquitetura Cliente/Servidor e Serviços Básicos de Comunicação Componentes do Servidor e Configuração da VM

Leia mais

Instalação e configuração do serviço proxy Squid.

Instalação e configuração do serviço proxy Squid. Serviço proxy Squid agosto/2015 Instalação e configuração do serviço proxy Squid. 1 Serviço proxy Serviço proxy é um representante do cliente web, que busca na internet o conteúdo requisitado por este.

Leia mais

Implantando o Squid para Gerenciamento de Banda e Acesso a Internet

Implantando o Squid para Gerenciamento de Banda e Acesso a Internet Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR Implantando o Squid para Gerenciamento de Banda e Acesso a Internet Contribuições: Auxílio nos estudos dos problemas e riscos enfrentados pelas organizações

Leia mais

Filtro na ponte. Quando vários usuários na mesma rede acessam a. Mudanças chatas SYSADMIN. Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge

Filtro na ponte. Quando vários usuários na mesma rede acessam a. Mudanças chatas SYSADMIN. Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge SYSADMIN Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge Filtro na ponte Proxies com cache lembram-se de páginas e as servem localmente, economizando tempo e dinheiro. Os membros mais inteligentes

Leia mais

Proxyarp O Shorewall não exige qualquer configuração

Proxyarp O Shorewall não exige qualquer configuração SEGURANÇA Firewall fácil com o Shorewall Domando o fogo, parte 2 Na segunda parte de nosso tutorial de uso do poderoso Shorewall, aprenda a criar um firewall mais complexo e a proteger sua rede com muita

Leia mais

Configurando o Firewall no Kurumin

Configurando o Firewall no Kurumin Configurando o Firewall no Kurumin Introdução O Linux de uma forma geral é relativamente imune a vírus, worms e trojans, que são a principal causa de invasões e dores de cabeça em geral no Windows. Isto

Leia mais

Relatório SQUID e SAMBA. Instalação e Configuração de Servidores de Rede

Relatório SQUID e SAMBA. Instalação e Configuração de Servidores de Rede Relatório SQUID e SAMBA INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO Instalação e Configuração de Servidores de Rede Trabalho realizado por: Tiago Conceição Nº 11903 Tiago Maques

Leia mais

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall SEG. EM SISTEMAS E REDES Firewall Prof. Ulisses Cotta Cavalca Belo Horizonte/MG 2014 SUMÁRIO 1) Firewall 2) Sistema de detecção/prevenção de intrusão (IDS) 3) Implementação de

Leia mais

Servidor Proxy. Firewall e proxy

Servidor Proxy. Firewall e proxy Curso: Gestão em Tecnologia da Informação - Matutino Professor: Marissol Martins Barros Unidade Curricular: Fundamentos de Serviços IP Alunos: Matheus Pereira de Oliveira, Tárik Araujo de Sousa, Romero

Leia mais

Uso de softwares Open Source na autenticação de acesso WEB em controlador de domínio NT

Uso de softwares Open Source na autenticação de acesso WEB em controlador de domínio NT Uso de softwares Open Source na autenticação de acesso WEB em controlador de domínio NT Aluno: Angelo Alberto Delben Filho, Orientador: Elio Lovisi Filho. Departamento de Ciência da Computação Faculdade

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID Saulo Marques FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CARAPICUIBA Sumário 1 Instalação... 4 2 Configuração inicial... 6 2.1 Scripts e Arquivos Auxiliares... 10 2.2 O Squid e suas configurações...

Leia mais

Segurança Informática e nas Organizações. Guiões das Aulas Práticas

Segurança Informática e nas Organizações. Guiões das Aulas Práticas Segurança Informática e nas Organizações Guiões das Aulas Práticas João Paulo Barraca 1 e Hélder Gomes 2 1 Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática 2 Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Leia mais

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Firewall Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução! O firewall é uma combinação de hardware e software que isola a rede local de uma organização da internet; Com ele é possível

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO NComputing Brasil - #110311E Configurando o Firewall no Kurumin Introdução O Linux de uma forma geral é relativamente imune a vírus, worms e trojans, que são a principal causa de invasões

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Módulo 6 - FIREWALL E PROXY O LINUX é um sistema operacional em desenvolvimento contínuo desde 1992, e atualmente é utilizado por diversas corporações, devido à sua reconhecida confiabilidade e segurança.

Leia mais

CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX DEBIAN 6.0

CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX DEBIAN 6.0 CONSTRUINDO UM FIREWALL NO LINUX DEBIAN 6.0 Gerson Ribeiro Gonçalves www.websolutti.com.br Página 1 Sumário 1 INSTALANDO DEBIAN...3 2 COMANDOS BÁSICO DO EDITOR VIM...11 3 CONFIGURANDO IP ESTÁTICO PARA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS SOMBRIO RONALDO BORGES DE QUADROS SERVIÇOS DE REDE

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS SOMBRIO RONALDO BORGES DE QUADROS SERVIÇOS DE REDE INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS SOMBRIO RONALDO BORGES DE QUADROS SERVIÇOS DE REDE Sombrio (SC) 2011 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com IPTABLES Helder Nunes Haanunes@gmail.com Firewall Hoje em dia uma máquina sem conexão com a internet praticamente tem o mesmo valor que uma máquina de escrever. É certo que os micros precisam se conectar

Leia mais

DansGuardian Aplicação e Funcionalidades

DansGuardian Aplicação e Funcionalidades DansGuardian Aplicação e Funcionalidades Leonardo Rosa da Cruz Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Rua Gonçalves Chaves, 602 Centro CEP: 96015-560

Leia mais

Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia Elaborado por: Alexandre Faria de Oliveira Março de 2013 1 P á g i n a Sumário 1. Introdução... 3 2. Visão Geral...

Leia mais

Prática NAT/Proxy. Edgard Jamhour. Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr.

Prática NAT/Proxy. Edgard Jamhour. Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr. Prática NAT/Proxy Edgard Jamhour Exercícios práticos sobre NAT e Proxy, usando Linux. Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais:.ppgia.pucpr.br OBS. Esse roteiro utiliza

Leia mais

IM Control 3.2 2009, IM Control Systems

IM Control 3.2 2009, IM Control Systems IM Control 3.2 2009, IM Control Systems IM Control 3.2 2009, IM Control Systems Todos os direitos reservados. Nenhuma parte do software ou da documentação podem ser reproduzidos sem prévia autorização

Leia mais

HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy IM Control 2.0

HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy IM Control 2.0 HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy IM Control 2.0 HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy IM Control 2.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Firewall NetFilter (iptables) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O firewall é um programa que tem como objetivo proteger

Leia mais

SQUID UMA SOLUÇÃO DE PROXY PARA AMBIENTES HETEROGÊNEOS

SQUID UMA SOLUÇÃO DE PROXY PARA AMBIENTES HETEROGÊNEOS SEMANA DE REDES DE COMPUTADORES 2015 FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ SQUID UMA SOLUÇÃO DE PROXY PARA AMBIENTES HETEROGÊNEOS PROF: Flavio Alexandre dos Reis reis.falexandre@gmail.com 2/78 AGENDA APRESENTAÇÕES;

Leia mais

Procedimentos para configuração de Filters

Procedimentos para configuração de Filters 1 Procedimentos para configuração de Filters 1- Para realizar o procedimento de configuração de Filters, acesse agora a página de configuração do Roteador. Abra o Internet Explorer e digite na barra de

Leia mais

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY Gerson R. G. www.websolutti.com.br PASSO A PASSO PARA INSTALAÇÃO DO PFSENSE 1. BAIXANDO O PFSENSE 2. INICIANDO A INSTALAÇÃO 3. CONFIGURAÇÃO BÁSICA INICIAL

Leia mais

Configurando um servidor DHCP

Configurando um servidor DHCP Configurando um servidor DHCP OBS.: Esse documento retrata uma configuração em uma rede do tipo rede local (192.168.xx.xx), onde existe um servidor contendo duas interfaces de rede, eth0 e eth1. Hoje em

Leia mais

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS MOREIRA, Davisson Ronaldo (1); DAVID, Felipe Ferraz (1); OLIVEIRA, Ramon Gonçalves de (1); SOUZA, Reinaldo Alessandro de (1); AGOSTINHO,

Leia mais

Virtualização com Metarouter Squid Autenticado através do OpenWRT. Sérgio Souza. www.vialivre.net

Virtualização com Metarouter Squid Autenticado através do OpenWRT. Sérgio Souza. www.vialivre.net Virtualização com Metarouter Squid Autenticado através do OpenWRT Sérgio Souza 1 Sérgio Souza Profissional em Tecnologia da Informação, com atuação em gerência de redes desde 1996. Consultoria em Tecnologia

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian.

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Pré requisitos para pratica desse tutorial. Saber utilizar maquina virtual no virtual Box ou vmware. Saber instalar ubuntu ou debian na maquina virtual.

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Cláudio Leones Bazzi

Leia mais

Projeto e Configuração de Firewalls

Projeto e Configuração de Firewalls Projeto e Configuração de Firewalls Squid Proxy Prof. Emerson Ribeiro de Mello, Dr. mello@ifsc.edu.br Pós-Graduação em Redes de Computadores e Segurança de Sistemas UNIDAVI Dezembro de 2010 Prof. Emerson

Leia mais

DHCP: Instalando e configurando

DHCP: Instalando e configurando Definir as tecnologias de redes necessárias e adequadas para conexão e compartilhamento dos dados que fazem parte da automatização dos procedimentos bancários DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA CONTROLE DE ACESSOS DE SITES

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA CONTROLE DE ACESSOS DE SITES DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA CONTROLE DE ACESSOS DE SITES Carlos Henrique Soares de Souzal 1 André Peres 2 RESUMO Este artigo tem como objetivo apresentar a proposta para o desenvolvimento de um sistema

Leia mais

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Definição O Firewal é um programa que tem como objetivo proteger a máquina contra acessos indesejados, tráfego indesejado, proteger serviços que estejam rodando

Leia mais

MATHEUS BARRETO MEIRELES VIANNA. Autenticação de Usuários Utilizando MySQL Aliado à um Processo de Unificação de Senhas

MATHEUS BARRETO MEIRELES VIANNA. Autenticação de Usuários Utilizando MySQL Aliado à um Processo de Unificação de Senhas MATHEUS BARRETO MEIRELES VIANNA Autenticação de Usuários Utilizando MySQL Aliado à um Processo de Unificação de Senhas Monografia apresentada ao Curso de Administração em Redes Linux (ARL) da Universidade

Leia mais

Otimização da prestação de serviços e minimização de indisponibilidade através do uso de sistemas Linux customizados. Resumo

Otimização da prestação de serviços e minimização de indisponibilidade através do uso de sistemas Linux customizados. Resumo Otimização da prestação de serviços e minimização de indisponibilidade através do uso de sistemas Linux customizados Andre Luiz Ferreira Szczypior Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas

Leia mais

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE BACKUP ONLINE LINHA OFFICE Índice 1. INFORMAÇÕES INICIAIS... 03 2. REQUISITOS PARA FUNCIONAMENTO... 03 2.1. CONFIGURAÇÕES DE REDE... 03 2.2 INSTALAÇÃO DOTNET... 03 3. ROTINA DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP ONLINE...

Leia mais

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Sumário I. Introdução...3 I.1. Principais características...3 I.2. Exemplos de Uso...4 II. Instalação...6 II.1. Pré-Requisitos...6 II.2. Requisitos

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 13 Servidor Samba. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 13 Servidor Samba. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 13 Servidor Samba Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 INSTALANDO O SAMBA... 3 Verificando a versão... 3 Criando uma cópia do servidor samba original... 3 COMPARTILHAMENTOS

Leia mais

Firewall e Proxy. Relatório do Trabalho Prático nº 2. Segurança em Sistemas de Comunicação

Firewall e Proxy. Relatório do Trabalho Prático nº 2. Segurança em Sistemas de Comunicação Segurança em Sistemas de Comunicação Relatório do Trabalho Prático nº 2 Firewall e Proxy Documento elaborado pela equipa: Jorge Miguel Morgado Henriques Ricardo Nuno Mendão da Silva Data de entrega: 07.11.2006

Leia mais

Conectividade Social

Conectividade Social Conectividade Social Manual de configurações do Conectividade Social Empregador REROP/RJ Versão 1.0 Rio de Janeiro Outubro / 2004 REVISÕES Versão Data Propósito 1.0 19/10/2004 Criação do documento 2 Índice

Leia mais

Segurança de redes com Linux. Everson Scherrer Borges Willen Borges de Deus

Segurança de redes com Linux. Everson Scherrer Borges Willen Borges de Deus Segurança de redes com Linux Everson Scherrer Borges Willen Borges de Deus Segurança de Redes com Linux Protocolo TCP/UDP Portas Endereçamento IP Firewall Objetivos Firewall Tipos de Firewall Iptables

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas O DIR 635 tem duas opções para liberação de portas: Virtual server: A opção Virtual Server permite que você defina uma única porta pública

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Agradeço a todos, que colaboraram ou colaboram direta ou indiretamente pela realização deste.

Agradeço a todos, que colaboraram ou colaboram direta ou indiretamente pela realização deste. Introdução Configuração Mikrotik Busquei neste passo a passo, ajudar, de certa forma, aqueles que sentem dificuldade para realizar simples tarefas neste SO, Mikrotik. Basicamente a estrutura de todo este

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

Protocolo FTP. Professor Leonardo Larback

Protocolo FTP. Professor Leonardo Larback Protocolo FTP Professor Leonardo Larback Protocolo FTP O FTP (File Transfer Protocol) é um protocolo de transferência de arquivos. Atualmente, o FTP é definido pela RFC 959 File Transfer Protocol (FTP)

Leia mais

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 LABORATÓRIO V NAT E FIREWALL Documento versão 0.1 Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 Orientado pela Professora Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco Julho / 2010 Laboratório V NAT e Firewall

Leia mais

MSN-Proxy v0.7 no Debian 5 (Atualizado)

MSN-Proxy v0.7 no Debian 5 (Atualizado) Remontti MSN-Proxy v0.7 no Debian 5 (Atualizado) MSN-Proxy v0.7 no Debian 5 (Atualizado) Controle o uso do msn Messenger em sua rede. Desfrute de vários recursos, bem como log das conversas, aviso sobre

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Índice 1. Condições para acesso 2 2. Requisitos para conexão 2 3. Pré-requisitos para utilização do Applet Java com Internet Explorer versão 5.01

Leia mais

Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes.

Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes. Na guia Services, Proxy Server Na guia General: Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes. Bypass

Leia mais

Linux Networks Servers

Linux Networks Servers FTP O protocolo FTP ( File Transfer Protocol ) é um protocolo para transferências de arquivos amplamente utilizado na internet devido a sua facilidade de implementação e simplicidade de uso. Durante este

Leia mais

FIGURA 3.1 Transporte de dados através da tecnologia MIMO

FIGURA 3.1 Transporte de dados através da tecnologia MIMO COMUNICAÇÃO SEM FIOS 43 65 Mbps e os 600 Mbps, posicionando-se assim como a solução wireless para distribuição de conteúdos multimédia. Através do sistema MIMO (Multiple Input, Multiple Output), a área

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Revisão: Seg, 21 de Março de 2011 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4 1.1. Pré Requisitos...4 1.2. Na Prática...4 1.2.1. Download...4

Leia mais

Projeto Amadeus. Guia de Instalação 00.95.00 Linux

Projeto Amadeus. Guia de Instalação 00.95.00 Linux Projeto Amadeus Guia de Instalação 00.95.00 Linux Agosto 2010 Sumário 1. Introdução...3 2. Pré-Requisitos...4 2.1 Máquina Virtual Java...4 2.1.1 Instalando JDK via apt-get...4 2.1.2 Instalando JDK a partir

Leia mais

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões FACSENAC ECOFROTA Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.5 Data: 21/11/2013 Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: FacSenac

Leia mais

Acesso mais seguro. Quando se fala no aumento

Acesso mais seguro. Quando se fala no aumento Squid e OpenLDAP SYSADMIN Acesso mais seguro Use o sistema de autenticação por Digest no Squid e evite a exposição de senhas. por Emanuel dos Reis Rodrigues Quando se fala no aumento de segurança em redes,

Leia mais

Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux

Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux Introdução Mesmo as pessoas menos familiarizadas com a tecnologia sabem que a internet não é um "território" livre de perigos. É por esta razão que

Leia mais

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Objetivo: Instalar e configurar o sistema operacional Linux CentOS e efetuar suas configurações iniciais. 1- Abra o Virtuabox e clique em novo, e configure conforme

Leia mais

SPoP(Security Point of Presence) com OpenVPN

SPoP(Security Point of Presence) com OpenVPN Objetivo: Montar PoPs usando recursos de VPN(Virtual Private Network) para auxiliar no tráfego seguro de Informações em redes Wireless e usuários em viagem que tenham necessidade de acesso seguro para

Leia mais

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza FIREWALL Prof. Fabio de Jesus Souza fabiojsouza@gmail.com Professor Fabio Souza O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um

Leia mais