ANAMNESE ACUPUNTURA. OLHOS: ü Com brilho: Mente e Jing saudáveis ü Sem brilho: Mente afetada e Jing debilitado

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANAMNESE ACUPUNTURA. OLHOS: ü Com brilho: Mente e Jing saudáveis ü Sem brilho: Mente afetada e Jing debilitado"

Transcrição

1 ANAMNESE ACUPUNTURA FACE: ü Clara e úmida: Qi do Estômago intacto (independe da cor) ü Opaca e seca: Qi do Estômago exaurido (independe da cor) ü Cor verde: Padrão de Fígado; Vento Interior; Vento exterior; Dor ü Cor vermelha: Calor Vazio se apenas em malar; Calor Plenitude se em toda face ü Cor amarela: Padrão de Baço e/ou Umidade ü Cor branca: Deficiência; Frio ü Cor branca + pálido e opaco: Def. de Xue ü Cor branca + pálido e brilhante: Def. Yang ü Cor preta: Padrões de Rim OLHOS: ü Com brilho: Mente e Jing saudáveis ü Sem brilho: Mente afetada e Jing debilitado CABELOS: ü Queda: Def. de Xue ü Brancos: Declínio do Jing do Rim ü Quebradiços: Def. Qi do Pulmão LÁBIOS E BOCA: ü Vermelho-pálido + pouco umedecido + brilhante: Normal ü Roxo ou azulado: Estase de Xue ü Vermelhos e secos: Calor consumindo fluidos ü Esverdeado ao redor da boca: Estase de Xue do Fígado + Invasão do Baço pelo Qi do Fígado ü Gengivite: Calor no Estômago ü Afta: Calor no Coração EDEMA: ü Com cacifo: Df. Yang dos Rins ü Sem cacifo: Estase de Qi VOZ: ü Fraca e baixa: Def. Qi do Pulmão ü Perda súbita: Invasão de Vento-Calor exterior ü Perda gradual: Def. Qi ou Yin do Pulmão FEBRE: ü Sem aversão ao frio: Calor interno ü Alternando febre e calafrios: Invasão de Vento-Frio ou Vento-Calor ü Febre baixa que piora a tarde: Def. de Yin ü Temperatura baixa constante: Calor-Umidade ü Febre no meio da noite: Def. de Yin (em adultos) / Retenção de alimentos (crianças)

2 SUDORESE: ü Na cabeça: Calor no Estômago ou Umidade-Calor ü Oleosa na testa: Colapso de Yang ü Membros: Def. de Estômago e Baço ü Mãos: Def. Qi do Pulmão ü Corpo inteiro: Def. Qi do Pulmão ü 5 Centros: Def. de Yin ü De dia: Def. de Yang ü De noite: Def. Yin ü Gota a gota: Def. de Yang ü Sem suor: Def. de Jin Ye TONTURA: ü Severa com desequilibrio: Vento-Interno ü Leve + sensação de peso na cabeça: Fleuma ü Leve + cansaço: Def. de Qi DOR NO CORPO: ü Repentina com calor e febre: Vento-Frio externo ü Geral + cansaço: Def. de QiXue ü Muscular + calor: Calor no Estômago ü Dor + peso muscular: Umidade DOR ARTICULAR: ü Migratória: Vento ü Resistente: Frio ü Edema + Parestesia: Umidade ü Parestesia: Def. de Xue CEFALÉIA ü Frontal: Canal Yang Ming (Estômago e Intestino Grosso) ü Têmporo-Parietal: Canal Shao Yang (Vesícula Biliar e Triplo Aquecedor) ü Occipital: canal Tai Yang (Bexiga e Intestino Delgado) ü Vértice: Canal Jue Yin (Fígado) LOMBALGIA: ü Surda e contínua: Def. de Rim ü Repentina + severa + rigidez: estase de Xue ü Severa aliviada por calor: Invasão de frio e Umidade externo ü Continua sem movimento de rotação: Estase de Xue TÓRAX E ABDOMEN: ü Tosse seca: Def. Qi do Pulmão ü Dor no tórax: Estase Xue do Coração; Def. de Yang ü Dor no tórax + expectoração profusa e amarela: Calor no Pulmão ü Distensão + plenitude no hipocôndrio: Estase Qi do Fígado ü Dor severa em hipocôndrio: Estase Xue do Fígado

3 ü Dor no epigástrio: Retenção de alimentos; Calor no estômago ü Plenitude no epigástrio: Def. Qi do Baço ou Umidade ü Dor abdominal inferior: Frio interno; Estase Qi Fígado; Estase Xue do Fígado; Estase de Xue dos Intestinos Grosso e Delgado; Estase Xue Útero ALIMENTO E PALADAR: ü Anorexia: Def. Qi do Baço ü Sensação de fome constante: Calor no Estômago ü Sensação de plenitude pós alimentação: Retenção de alimentos ü Gosto amargo constante na boca: Fogo no Fígado ü Gosto amargo matinal na boca, pós insônia: Fogo no Coração ü Gosto doce na boca: Padrões de Baço ü Gosto Salgado na boca: Def. de Yin de Rim ü Gosto picante na boca: Calor no Pulmão ü Gosto azedo na boca: Desarmonia de Fígado e Estômago VÕMITO: ü Azedo: Invasão do Estômago pelo Fígado ü Amargo: Calor no Fígado ou Vesícula Biliar ü Claro e aquoso: Frio no Estômago CONSTIPAÇÃO: ü Aguda + sede + saburra amarela e seca: Calor no Estômago e nos Intestinos Grosso e Delgado ü Poucas fezes e em bolinhas: Estase Qi do Fígado e calor nos Intestinos Grosso e Delgado ü Com dor abdominal: Frio interno e Def. Yang ü Em idosos e mulheres pós parto: Def. Xue ü Fezes não secas + defecação difícil: Estase Qi de Fígado ü Fezes secas + ausência de sede: Def. Rim e/ou Estômago ü Alternância entre diarréia e constipação: Qi do Fígado invadindo o Baço DIARRÉIA: ü Com dor: Fígado ou Calor ü Crônica: Def. Yang Rim e/ou Baço ü Crônica matinal: Def. Yang do Rim ü Com dor abdominal: Frio nos Intestinos Grosso e Delgado ü Com muco: Umidade nos Intestinos Grosso e Delgado ü Com alimentos não digeridos: Def. Qi Baço ü Pretas e escuras: Estase Xue ü Com burborismo: Def. Baço ü Com burborismo + distensão abdominal + fezes não líquidas: Estase Qi do Fígado ü Flatulência com odor: Estase Qi do Fígado + Calor umidade no Baço ou Calor no Estômago ü Flatulência sem odor: Estase Qi do Fígado + Def. Yang do Baço URINA: ü Enurese ou incontinência: Def. do Rim ü Retenção: Calor-Umidade na Bexiga

4 ü Dificuldade para urinar: Def. de Rim + Calor na Bexiga ü Freqüente e abundante: Def. do Rim ü Freqüente e escassa: Def. Qi ü Dor antes: Estase Qi do Jiao Inferior ü Dor durante: Calor na Bexiga ü Dor após: Def. Qi ü Clara: Frio ü Escura: Calor ü Grande quantidade: Def. Yang do Rim ü Pequena quantidade: Def. Yin do Rim SONO: ü Dificuldade de iniciar sono: Def. Xue do Coração; Def. Yin do Coração ü Vagar durante a noite: Def. Yin do Rim ü Agitado: Fogo no Fígado; Fogo no Coração ü Acordar, caminhar e voltar a dormir: Def. Vesícula Biliar ü Acordar durante a noite: Desarmonia no órgão/víscera do horário energético EMOÇÕES: ü Raiva: Fígado ü Alegria: Coração ü Preocupação: Baço ü Tristeza: Pulmão ü Medo: Rim LETARGIA: ü Pós alimentação: Def. Qi do Baço ü Geral + peso no corpo: Retenção de umidade ü Com sensação de frio: Def. Yang do Rim ü Com sintomas de calor: Calor no Pericárdio ZUMBIDO: ü Início repentino: Fogo ou Vento no Fígado ü Gradual: Def. Rim ü Alto e agudo: Aumento do Yang ou Fogo ou Vendo do Fígado ü Baixo e som de água: Def. de Rim SURDEZ: ü Início repentino: Fogo ou Vento no Fígado ü Gradual: Def. de Rim ü Crônica: Def. de Rim + Def. Xue do Coração ou Def. Qi do Jiao Superior ou Def. Yang Qi OLHOS: ü Dor aguda + hiperemia: Fogo no Coração ü Dor + hiperemia + edema: Vento Calor externo ou Fogo no Fígado ü Turvo: Def. Xue de Fígado ü Peso: Def. Yin do Rim

5 ü Secura: Def. Yin do Rim e/ou do Fígado SEDE: ü Com desejo de grande quantidade: Calor ü Ausência: Frio ü Sem desejo de beber: Calor-Umidade ü Desejo de beber lentamente: Def. Yin MENSTRUAÇÃO: ü Ciclo antecipado: Calor no Xue ou Def de Qi ü Ciclo tardio: Def. ou Estase do Xue, ou Frio. ü Com alternância entre antecipado e tardio: Estase Qi ou Xue do Fígado, ou Def. de Baço ü Muito volume: Calor no Xue ou Def. Qi ü Pouco volume: Def. ou Estase do Xue ü Vermelho escuro: Calor no Xue ü Pálido: Def. Xue ü Púrpura ou preta: Estase de Xue ü Com coágulo: Estase de Xue ü Aquoso: Def. Yin ou Xue ü Dor antes: Estase Qi ou Xue ü Dor durante: Calor no Xue ou estase por frio ü Dor após: Def. Xue LÍNGUA (COR): ü Vermelho-pálido: Normal ü Pálida-seca: Def. Xue ü Pálida-úmida e edemaciada: Def. YangQi ü Vermelha sem saburra: Calor plenitude ü Vermelha na ponta: Fogo ou Calor no Coração ü Vermelha na lateral: Fogo no Fígado ou Calor na Vesícula Biliar ü Vermelha no centro: Calor no Estômago ü Vermelha + pupilas aumentadas: Calor + Estase de Xue ü Púpura avermelhada: Estase de Xue + Calor ü Púpura azulada: Estase de Xue + Frio LÍNGUA (FORMA): ü Fina e pálida: Def. Xue ü Fina vermelha ou áspera: Def. Yin ü Edemaciada e pálida: Umidade causada por Def. Yang ü Edemaciada e vermelho normal: Umidade calor ü Rígida ou Desviada: Vento ü Flácida: Def. Fluidos corpóreos ü Longa: Tendência a calor (+ no Coração) ü Curta + pálida e úmida: Frio interno ü Curta + vermelha e áspera: Def. de Yin ü Mole: Def. Qi ü Rachadura horizontal curta: Def. Yin do Estômago

6 ü Rachadura até a ponta: Padrão de Coração ü Rachadura curta e transversal: Def. Qi do Baço ü Trêmula: Def. Qi do Baço; Def. Xue ü Espelhada lateral: Padrão de Fígado LÍNGUA (SABURRA): ü Branca fina: Normal ü Branca: Frio ü Amarela: Calor plenitude ü Cinza úmida: Frio extremo ü Cinza seca: Calor extremo ü Gordurosa: Umidade/Mucosidade LÍNGUA (UMIDADE) ü Seca e vermelha: Calor consumindo fluidos ü Muito úmida: Def. de Yang

Fatores Patogênicos Externos Os Fatores Climáticos

Fatores Patogênicos Externos Os Fatores Climáticos Os Fatores Climáticos: Vento, Frio, Calor, Umidade Secura, Fogo O Vento: O Vento como líder dos fatores climáticos. (Passagem da Medicina Magico Ritualística para a Medicina Clássica) Yi Jing Vento: O

Leia mais

Conceito e Classificação das Síndromes Energéticas: Identificação dos padrões. Profa Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo Padreca Fernandes

Conceito e Classificação das Síndromes Energéticas: Identificação dos padrões. Profa Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo Padreca Fernandes Conceito e Classificação das Síndromes Energéticas: Identificação dos padrões Profa Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo Padreca Fernandes Síndromes energéticas São caracterizadas por uma série de

Leia mais

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS 1 Calor: Fígado Coração (ID) Tr.Aquecedor Deficiência Yin Rins Estagnação Estagnação Qi Fígado Deficiência T.Aq. Deficiência Yang Rins/ Baço Estagnação Umidade Bexiga Distúrbios Urinários

Leia mais

Fernanda Bento dos Santos

Fernanda Bento dos Santos Fernanda Bento dos Santos Protetor do Coração:Invasões de fatores patogênicos exteriores Residência da Mente:Problemas mental-emocionais Centro do Tórax :doença do canal Três fatores principais que diferenciam

Leia mais

Fórmulas Clássicas de Medicina Chinesa. Como prescrever? Formador: Larry Ibarra

Fórmulas Clássicas de Medicina Chinesa. Como prescrever? Formador: Larry Ibarra Fórmulas Clássicas de Medicina Chinesa Formador: 1 2 - - Por conseguinte, as costas assistem ao yáng, e o coração é o yáng dentro do yáng. As costas assistem ao yáng, e os pulmões são o yin dentro do yáng.

Leia mais

PADRÕES DE DESARMONIA DO PI

PADRÕES DE DESARMONIA DO PI PADRÕES DE DESARMONIA DO PI DEFICIÊNCIA DE QI DO PI ETIOLOGIA DIETA IRREGULAR DOENÇAS DE LONGA DURAÇÃO SINAIS E SINTOMAS PERDA DE APETITE DISTENÇÃO ABDOMINAL PÓS- PRANDRIAL PERDA DE FEZES FACE OPACA FADIGA

Leia mais

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM)

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM) LOMBO-CIATALGIA Causas na Medicina Ocidental: Processo inflamatório local radicular, traumatismos, processos degenerativos, compressão, tumores, tensão ligamentar, osteoartrites (osteófitos), herniação

Leia mais

Síndrome dos seis meridianos

Síndrome dos seis meridianos Síndrome dos seis meridianos CAMADAS 1ªTAE YANG (ID B) SUPERFICIAL 2ªCHAO YANG (VB TR) MÉDIO 3ªYANG MING (E IG) PROFUNDO 4ªTAE YIN (P BP) SUPERFICIAL 5ªCHAO YIN (C R) MÉDIO 6ªTSIUE YIN (F CS) PROFUNDO

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS Aplicação dos 8 princípios Aplicável em todos os casos, para doenças interiores e exteriores Divisão : Exterior-Interior Calor-Frio: Calor por

Leia mais

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE Como selecionar pontos? Critérios para selecionar pontos Que critérios são esses? Lembrete Diagnóstico pronto antes!!! QP Diagnóstico Principio de tratamento

Leia mais

10/4/2008. B18: tonifica o Xue do Fígado, domina o vento do Fígado;

10/4/2008. B18: tonifica o Xue do Fígado, domina o vento do Fígado; Padrões de Desarmonia do Fígado geral Padrões de Desarmonia do Fígado M. V. Adriano Luiz M. Caquetti I. Fatores Patogênicos Exteriores Vento Exterior: : afeta as funções do Fígado de: assegurar o fluxo

Leia mais

O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS. Alberto Bastos

O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS. Alberto Bastos 1 O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS INTRODUÇÃO Alberto Bastos No final dos anos 80, tive meu primeiro contato com a técnica de tratamento da dor pelos canais LIU JING, denominado pelo Dr. Ysao Yamamura

Leia mais

Introdução ao ZANG- FU

Introdução ao ZANG- FU Introdução ao ZANG- FU M.V. Celina Emiko Okamoto Acupunturista Veterinária celinaokamoto@hotmail.com e Prof. Ms. Daniel Mendes Netto Julho - 2009 CINCO MOVIMENTOS Madeira (F/ VB) Água (R/ B) Fogo (C/ ID/

Leia mais

Vasos Maravilhosos. Dr. Juliano C. Franceschi

Vasos Maravilhosos. Dr. Juliano C. Franceschi Vasos Maravilhosos Dr. Juliano C. Franceschi Vasos Maravilhosos Vaso Concepção (Ren( Mai) Yin Vaso Penetrador (Chong Mai) Vaso Yin de Conexão (Yin Wei Mai) Vaso Yin do Calcanhar (Yin Qiao Mai) Yang Vaso

Leia mais

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança.

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Síndromes do Baço Deficiência do Qi do Baço S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Pulso- vazio. Língua pálida e flácida, marcas de dentes.

Leia mais

Padrões de Desarmonia do Movimento Metal

Padrões de Desarmonia do Movimento Metal [Digite texto] Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária Padrões de Desarmonia do Movimento Metal Prof a. Márcia Valéria Rizzo Scognamillo marciascognamillo@yahoo.com.br Junho de 2011 Geral I.

Leia mais

Ciclo circadiano

Ciclo circadiano 10 11 12 13 14 09 15 08 16 07 06 05 Ciclo circadiano 17 18 19 04 20 03 21 02 01 24 23 22 Amargo Azedo Doce Picante Salgado Quente Morno Neutro Fresco Frio Flor Caule e Talos Raiz Folhas Semente Coração

Leia mais

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO INTERROGATÓRIO ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR AS PERGUNTAS INICIALMENTE TOMANDO POR BASE OS 8 CRITÉRIOS, SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS, ZANG FU E ETIOPATOGENIA. DEIXAR QUE O PACIENTE JUSTIFIQUE

Leia mais

Interrogatório DOR. No CD Rom

Interrogatório DOR. No CD Rom Interrogatório No CD Rom - Um artigo complementar sobre a importância do Interrogatório na MTC. - Modelo de Ficha de Avalição de pacientes. Imprima Frente e Verso. ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR

Leia mais

Movimento Orgão Yin Orgão Yang Sentido Orgão. Água Rim Bexiga Audição Ouvido. Madeira Fígado Vesicula Biliar Visão Olhos

Movimento Orgão Yin Orgão Yang Sentido Orgão. Água Rim Bexiga Audição Ouvido. Madeira Fígado Vesicula Biliar Visão Olhos Os Cinco Movimentos no Diagnóstico Os Movimentos e os orgãos Movimento Orgão Yin Orgão Yang Sentido Orgão Água Rim Bexiga Audição Ouvido Madeira Fígado Vesicula Biliar Visão Olhos Fogo Coração Intestino

Leia mais

ENERGIAS. Prof. Msc. Jean Luís s de Souza

ENERGIAS. Prof. Msc. Jean Luís s de Souza ENERGIAS Prof. Msc. Jean Luís s de Souza IPGU- Unisaúde Bibliografia O aparecimento e o desenvolvimento de uma doença a será o reflexo da luta entre o correto (reto) e o o perverso (nocivo) Força a do

Leia mais

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP Aula Inaugural Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP 1. História da Acupuntura 1.1. História da Acupuntura geral 1.2. História da Acupuntura Veterinária 1.3. Filosofia chinesa taoísmo 1.4. Pensamento

Leia mais

A DIAGNOSE EM MTC. Delvo Ferraz da Silva

A DIAGNOSE EM MTC. Delvo Ferraz da Silva A DIAGNOSE EM MTC Delvo Ferraz da Silva Diagnóstico Etiológico e Diagnóstico Síndrômico Os quatro procedimentos diagnósticos: o Ver o Escutar o Interrogar o Apalpar Ver ( Inspecionar ) o Olha-se o reflexo

Leia mais

DISTÚRBIOS DIGESTIVOS

DISTÚRBIOS DIGESTIVOS DISTÚRBIOS DIGESTIVOS Transporte Transformação Decomposição Digestão Qi Alimentos Qi Adquirido 1 2 Alimento/ Drogas/ Idade ALIMENTAÇÃO Frio invadindo o Retenção de Alimento Qi do Fígado invadindo o Calor

Leia mais

LÍNGUA 243 Língua superposta (dupla) ASPECTO LINGUAL Língua - Vermelho-viva.

LÍNGUA 243 Língua superposta (dupla) ASPECTO LINGUAL Língua - Vermelho-viva. LÍNGUA 243 Língua superposta (dupla) ASPECTO LINGUAL Língua - Vermelho-viva. Saburra - Branca e suja. A parte central é amarelo-clara; a parte inferior da língua apresenta-se edemaciada e levantada como

Leia mais

Função dos Sistemas Internos Zang Fu. Alessandra Barone Briani

Função dos Sistemas Internos Zang Fu. Alessandra Barone Briani Função dos Sistemas Internos Zang Fu Alessandra Barone Briani Sistema de órgãos internos Conhecido como centro da fisiologia da medicina chinesa Relacionados com conceitos de Qi, Yin-Yang e Cinco Elementos

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc. Gastrite, Úlcera, Diarréia, Prisão de ventre (constipação) Cólica, Vermes. Anamnese: Tipo de dor ou desconforto:

Leia mais

Fundamentos das Leis do Yin e Yang. Profa. Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo P Fernandes

Fundamentos das Leis do Yin e Yang. Profa. Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo P Fernandes Fundamentos das Leis do Yin e Yang Profa. Alessandra Barone Briani Prof. Archangelo P Fernandes Yin e yang Conceitos originados em 700 a.c Referenciados nos Livros das Mutações Desenvolvida posteriormente

Leia mais

TEORIA YIN E YANG BASE DE TODO O PENSAMENTO DAS TERAPIAS ORIENTAIS

TEORIA YIN E YANG BASE DE TODO O PENSAMENTO DAS TERAPIAS ORIENTAIS 1 TEORIA YIN E YANG BASE DE TODO O PENSAMENTO DAS TERAPIAS ORIENTAIS 700 a.c. LIVRO DAS MUTAÇÕES o É A MAIS ANTIGA REFERÊNCIA SOBRE ESTA TEORIA o ORIGINOU DA OBSERVAÇÃO DOS CAMPONESES SOBRE A ALTERNÂNCIA

Leia mais

ÓRGÃOS E VÍSCERAS. VB Fígado. Rim Bexiga TECIDOS. VB Olhos Tendões. Rim Bexiga. Ossos EMOÇÕES. Olhos Tendões Primavera Raiva. Rim Bexiga.

ÓRGÃOS E VÍSCERAS. VB Fígado. Rim Bexiga TECIDOS. VB Olhos Tendões. Rim Bexiga. Ossos EMOÇÕES. Olhos Tendões Primavera Raiva. Rim Bexiga. FISIOLOGIA DOS ZANG FU MOVIMENTO TERRA BAÇO E ESTÔMAGO ÓRGÃOS E VÍSCERAS VB Coração ID Pericárdio TA Baço-pâncreas Rim Bexiga Stelio P L Luna ÓRGÃOS DOS SENTIDOS VB Olhos Coração ID Pericárdio TA Língua

Leia mais

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura 2º Final de Semana Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura Data Temas Professores 08/03/2014 - Introdução geral à Acupuntura. História da Acupuntura. Teoria de Yin

Leia mais

PULMÃO (Pulso das vias respiratórias - amídalas e laringe) Pulso grande e duro Pulso macio

PULMÃO (Pulso das vias respiratórias - amídalas e laringe) Pulso grande e duro Pulso macio OS PULSOS E AS FUNÇÕES PERTINENTES PULMÃO (Pulso das vias respiratórias - amídalas e laringe) Pulso grande e duro há inflamação, respiração dificultosa; 1 Pulso macio - pouco perceptível há atonia esgotamento

Leia mais

Shāng Hán Lùn. 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio

Shāng Hán Lùn. 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio Shāng Hán Lùn 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio Tópicos Introdução ao Shang Han Lun Definição Shang Han 6 Canais Transmissão Huo Luan e gastroenterite Classificação Diferenciação e tratamento Autor e obras

Leia mais

PULMÃO(FEI) PROPENSÃO À RESFRIADOS E ÀS DOENÇAS DO PEITO NA INFÂNCIA. TORAX MAGRO. TEZ PÁLIDA.

PULMÃO(FEI) PROPENSÃO À RESFRIADOS E ÀS DOENÇAS DO PEITO NA INFÂNCIA. TORAX MAGRO. TEZ PÁLIDA. CONSTITUIÇÃO A CONSTITUIÇÃO DO CORPO HERDADA DOS PAIS DEPENDE DE 3 FATORES: DA SAÚDE GERAL DOS PAIS 1) SE O QI E A ESSÊNCIA (JING) DOS PAIS FOREM FRACOS, A ESSÊNCIA (JING) ANCESTRAL DA CRIANÇA TAMBÉM SERÁ

Leia mais

SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS QI, XUE E JIN YE

SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS QI, XUE E JIN YE SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS QI, XUE E JIN YE Elaborado por Denise Darin MEDICINA OCIDENTAL X MEDICINA ORIENTAL A Medicina Ocidental está baseada na estrutura. * A Medicina Oriental (Medicina Tradicional Chinesa)

Leia mais

OITO PRINCÍPI P O I S

OITO PRINCÍPI P O I S OITO PRINCÍPIOS TEM COMO FUNÇÃO IDENTIFICAR, ATRAVÉS DOS DADOS OBTIDOS DO PACIENTE: A LOCALIZAÇÃO DA DESARMONIA A NATUREZA DA DESARMONIA AS CONDIÇÕES DOS FATORES PATOGÊNICOS E DE RESISTÊNCIA DO ORGANISMO

Leia mais

BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO

BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL REFERÊNCIA PARA LOCALIZAÇÃO DAS VÉRTEBRAS VÉRTEBRAS DE TRANSIÇÃO VÉRTEBRAS DE TRANSIÇÃO C7: Vértebra mais proeminente

Leia mais

Prof. Henrique Adam Pasquini

Prof. Henrique Adam Pasquini Segundo a MTO Prof. Henrique Adam Pasquini RSRSRSRSRSRS... Prof. Henrique Adam Pasquini 2 INSPEÇÃO DA LÍNGUA MTC A Língua é o broto do Coração. Embriologia A Língua e o coração se originam de um mesmo

Leia mais

9/4/2008. O Fígado é como um general de exército do qual se origina a estratégia.

9/4/2008. O Fígado é como um general de exército do qual se origina a estratégia. M.V.: Adriano Luiz M. Caquetti O Fígado é como um general de exército do qual se origina a estratégia. 1 2 Armazenar o Sangue Xue Assegurar o fluxo suave do Qi Controlar os tendões Manifestar-se se nas

Leia mais

Caminho de transformação e uma opção de vida.

Caminho de transformação e uma opção de vida. Caminho de transformação e uma opção de vida. Baseada em: Princípios filosóficos; Observação de fenômenos da natureza; Influência das Energias no ser humano; Dualidade energética. O objetivo das práticas

Leia mais

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça,

Leia mais

CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI)

CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) DISCIPLINA DE ACCE TURMA Profº. Marcos Martini www.marcosmartini.webnode.com.br martinipuntura@gmail.com CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) 1 São as primeiras formações Arcaicas que aparecem

Leia mais

los DOIS MODELOS PATOLÓGICOS MAIS FREQUENTES

los DOIS MODELOS PATOLÓGICOS MAIS FREQUENTES los DOIS MODELOS PATOLÓGICOS MAIS FREQUENTES 1 - O modelo patológico de Fogo aumentado A função fogo, aumentado, estimula a madeira e a terra e inibe o metal e a água. Os sintomas de hiperfunção termogénica

Leia mais

10/06/2010 ORIGEM DE DOENÇAS. Componentes básicos do processo de adoecimento. Corpo. Corpo. Fatores de Doença

10/06/2010 ORIGEM DE DOENÇAS. Componentes básicos do processo de adoecimento. Corpo. Corpo. Fatores de Doença ORIGEM DE DOENÇAS Cecília Groke e Daniel M. Netto ETIOLOGIA E FATORES PATOGÊNICOS Componentes básicos do processo de adoecimento Componentes básicos do processo de adoecimento Corpo Fatores de Doença Padrão

Leia mais

VASOS EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI)

VASOS EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) DISCIPLINA DE ACCE TURMA: Profº. Marcos Martini www.marcosmartini.webnode.com.br martinipuntura@gmail.com VASOS EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) QI Extraordinários ; JING Canal ; BA Oito ; MAI Vaso. 1

Leia mais

Meridiano do Rim. Funções do Rim e da Bexiga 21/8/2011. Rim. Yin & Yang do Rim. Yin & Yang do Rim Funções do Yin e do Yang

Meridiano do Rim. Funções do Rim e da Bexiga 21/8/2011. Rim. Yin & Yang do Rim. Yin & Yang do Rim Funções do Yin e do Yang Meridiano do Funções do e da Bexiga Estudo e Localização dos Acupontos em Pequenos Animais Carolina C. T. Haddad Instituto Qualittas Raiz da Vida ou Raiz do Qi Pré-Celestial ; Armazena Jing (herança dos

Leia mais

VASOS LO. Alberto Bastos (fisioterapeuta-acupunturista)

VASOS LO. Alberto Bastos (fisioterapeuta-acupunturista) VASOS LO Alberto Bastos (fisioterapeuta-acupunturista) Total de 16 vasos: - Um para cada meridiano principal; - Um para o Vaso Governador (Du Mai); - Um para o Vaso Concepção(Ren Mai); - Grande Lo do Baço

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais: Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc; Gastrite; Úlcera; Diarréia; Prisão de ventre (constipação / obstipação); Cólica (intestinal); Vermes.

Leia mais

Linha Nº Aplicação de Fórmulas Chinesas em MTC Página 1 de 5

Linha Nº Aplicação de Fórmulas Chinesas em MTC  Página 1 de 5 1 Four nobles form Tonifica o Qi do Baço/Pâncreas/Estômago e Pulmão 2 Angel four form Tonifica e ativa o Sangue; retira a Estase 3 Angel eight form Tonifica o Qi e o Sangue; deficiência do Fígado e do

Leia mais

Fisiologia dos meridianos e pontos energéticos. Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo P. Fernandes

Fisiologia dos meridianos e pontos energéticos. Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo P. Fernandes Fisiologia dos meridianos e pontos energéticos Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo P. Fernandes Meridianos Meridianos São canais energéticos do corpo conhecidos como Jing Luo (( 经络 ) Apresentam trajetos

Leia mais

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO)

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) OU FLUIDOS ORGÂNICOS JIN = ÚMIDO = ALGO LÍQUIDO YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) JIN - FLUIDOS YE - LÍQUIDOS PUROS, CLAROS, AQUOSOS, DILUÍDOS TURVOS,

Leia mais

Vertigens, desmaios e crises convulsivas. Prof. Sabrina Cunha da Fonseca Site:

Vertigens, desmaios e crises convulsivas. Prof. Sabrina Cunha da Fonseca   Site: Vertigens, desmaios e crises convulsivas Prof. Sabrina Cunha da Fonseca E-mail: sabrina.cfonseca@hotmail.com Site: www.profsabrina.comunidades.net Vertigens: Vertigem refere-se a diminuição da força, visão

Leia mais

Etiologia e Fatores Patogênicos

Etiologia e Fatores Patogênicos Etiologia e Fatores Patogênicos Origem de Doenças Componentes básicos do processo de adoecimento Componentes básicos do processo de adoecimento Corpo Fatores de Doença Padrão de Desarmonia Corpo é a base

Leia mais

Plano Curricular do Curso de Acupunctura Módulo I Horas Creditadas HP e HAEO Total

Plano Curricular do Curso de Acupunctura Módulo I Horas Creditadas HP e HAEO Total Plano Curricular do Curso de Acupunctura Módulo I Teoria Básica de MTC e Diagnóstico 235 Auriculopunctura 50 Diagnóstico da Língua 50 Módulo II Estrutura dos Meridianos e Pontos de 235 Acupunctura Diagnóstico

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07 QUESTÃO 17 Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: a) Há 3.000 anos, agulhas de bronze e a pedra bian eram usadas como

Leia mais

1Dr. Fabricio Escudine www,escudine.com.br

1Dr. Fabricio Escudine www,escudine.com.br 1Dr. Fabricio Escudine PULSOLOGIA CHINESA Segundo Soulié de Morant, acupuntura sem pulsologia significa fórmulas aplicadas ao azar. O acupunturista que não se utiliza da pulsologia negligencia sinais de

Leia mais

O SUOR NOTURNO NA VISÃO DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

O SUOR NOTURNO NA VISÃO DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA EM SAÚDE - C.I.E.P.H ESPECIALIZAÇÃO EM ACUPUNTURA O SUOR NOTURNO NA VISÃO DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA GUSTAVO RIBEIRO DI MASE FLORIANÓPOLIS 2014 O

Leia mais

Koryo. Desvantagens: Apesar das agulhas serem pequenas, são doloridas. Aplicação de um maior número de agulhas. A localização dos pontos deve ser feit

Koryo. Desvantagens: Apesar das agulhas serem pequenas, são doloridas. Aplicação de um maior número de agulhas. A localização dos pontos deve ser feit Koryo o.vantagens: Fácil aplicação, manual ou c/ aplicador( simples ou automático). Não apresenta riscos Físicos. Acupuntura somente nas mãos. O Diagnóstico e Tratamento é muito mais simples que na Sistêmica,

Leia mais

História da acupunctura

História da acupunctura Acupunctura A palavra acupunctura originária do latim, sendo que acum significa agulha e punctum significa picada ou punção. A acupunctura refere-se portanto, à inserção de agulhas através da pele nos

Leia mais

Anamnese Acupuntura. Xin

Anamnese Acupuntura. Xin Anamnese Acupuntura Form: F6GV68KL v8 por Fernanda Gio Queixa Principal / HPMA Anteceentes Pessoais Família, relações, dças, traumas.. - Gestação / Periparto : - Infância / Adolescência : - 20 aos 30a

Leia mais

CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA PADRÕES ENERGÉTICOS

CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA PADRÕES ENERGÉTICOS CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA FÓRMULAS MAGISTRAIS CHINESAS PADRÕES ENERGÉTICOS SP 05/07/09 1 Oito princípios: Exterior: Cefálico Cefaléia capacete, costalgia Pulso superficial Face inespecífica

Leia mais

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende Métodos Diagnósticos na MTC Prof. Thiago Resende Observações da Forma do Corpo Existem cinco diferentes maneiras de se classificar: Yin e Yang Cinco Elementos (Constitucional) Influências pré e pós natais

Leia mais

PADRÕES DO FÍGADO (GAN)

PADRÕES DO FÍGADO (GAN) PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A ESTAGNAÇÃO DE FÍGADO SE MANIFESTA PRINCIPALMENTE NESTA REGIÃO, EM AMBOS OS LADOS.

Leia mais

AULA DE TRATAMENTO CORPORAL ESTÉTICO. INSTITUTO Long Tao

AULA DE TRATAMENTO CORPORAL ESTÉTICO. INSTITUTO Long Tao AULA DE TRATAMENTO CORPORAL ESTÉTICO INSTITUTO Long Tao CELULITE (FIBRO-EDEMA GELÓIDE) NA VISÃO DA MTC, EXISTEM 2 CAUSAS : CELULITE POR ESTAGNAÇÃO DO Qì DO FÍGADO; CELULITE POR DEFICIÊNCIA DE Yáng DO BAÇO/RIM.

Leia mais

Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab)

Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab) Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA (pembrolizumab) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida identificação de nova informação de segurança. Poderá

Leia mais

ACUPUNTURA PRATICAS CHINESA CURSO LIVRE DE ACUPUNTURA

ACUPUNTURA PRATICAS CHINESA CURSO LIVRE DE ACUPUNTURA ACUPUNTURA PRATICAS CHINESA CURSO LIVRE DE ACUPUNTURA Jorge Marcos Pereira Silveira Dori Edson Bovi Bianor Paulo Giordani Andrea Matielo Mari Bovi Maria Cecilia Vacaro Brasil FACILITADORES: CARGA HORÁRIA

Leia mais

Psicologia na Acupuntura. O que é importante saber quando estiver frente a frente com seu paciente

Psicologia na Acupuntura. O que é importante saber quando estiver frente a frente com seu paciente Psicologia na Acupuntura O que é importante saber quando estiver frente a frente com seu paciente 1) O Olhar 2) O Tocar 3) As Dores 4) O Diagnóstico 5) O Respeito 6) A Psicologia 7) O Cobrar Olhar o paciente

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Ficha No.: Data: Nome: Data Nasc.: Naturalidade: Estado civil: Filhos: Endereço: Profissão: Fone(s): 1. Queixa Principal (QP): 2. História da Moléstia

Leia mais

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA PRINCIPAIS SÍNDROMES Autor - Wanderley Rocha Casalecchi PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS: SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A

Leia mais

EXAME DE CONHECIMENTO PARA CONCESSÃO DE REGISTRO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA NAS ÁREAS DA FISIOTERAPIA E DA TERAPIA OCUPACIONAL DATA - 20/11/2016

EXAME DE CONHECIMENTO PARA CONCESSÃO DE REGISTRO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA NAS ÁREAS DA FISIOTERAPIA E DA TERAPIA OCUPACIONAL DATA - 20/11/2016 EXAME DE CONHECIMENTO PARA CONCESSÃO DE REGISTRO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA NAS ÁREAS DA FISIOTERAPIA E DA TERAPIA OCUPACIONAL DATA - 20/11/2016 PROVA OBJETIVA ESPECIALIDADE: FISIOTERAPIA EM ACUPUNTURA/MTC

Leia mais

Título Resumido. Poço (Jing)

Título Resumido. Poço (Jing) Analgesia Tendinomuscular pelo Ponto Poço (Jing) Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Dr. Reginaldo de Carvalho

Leia mais

Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab)

Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab) Brochura de informação para o doente sobre KEYTRUDA (pembrolizumab) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida identificação de nova informação de segurança. Poderá

Leia mais

Material produzido pelo professor: dfgdfg

Material produzido pelo professor: dfgdfg Material produzido pelo professor: dfgdfg 1 Prof. Ms. Jean Luís de Souza Material produzido pelo professor: 2 Material produzido pelo professor: Prof. Ms. Jean Luís de Souza 3 ÓRGÃOS E VÍSCERAS Manifestação

Leia mais

Medicina Tradicional Chinesa Uma introdução às práticas milenares orientais de bem-estar

Medicina Tradicional Chinesa Uma introdução às práticas milenares orientais de bem-estar Medicina Tradicional Chinesa Uma introdução às práticas milenares orientais de bem-estar por João Pereira 25/11/2017 João Pereira exerce atividade clínica na área da saúde e bem-estar com recurso à medicina

Leia mais

Por Renato Figueiredo Médico de Família e Acupunturista

Por Renato Figueiredo Médico de Família e Acupunturista Apresentações Por Renato Figueiredo Médico de Família e Acupunturista http://telessaude.sc.gov.br telessaude@saude.sc.gov.br +55 (48) 3212-3505 O que é Automassagem? Para quê se utiliza? Quem pode fazer?

Leia mais

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG)

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) O Pulmão (FEI) 11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) 1 O Pulmão (FEI) QI Pulmão (FEI) tem a função de dirigir o QI e a Respiração. O QI do ar junta-se

Leia mais

O PODER DO FENG SHUI

O PODER DO FENG SHUI O PODER DO FENG SHUI com Suzana Mendes As Cinco Transformações As cinco transformações ou cinco mutações são uma representação do ciclo da vida. As mesmas referem-se aos cinco elementos ou tipos energéticos

Leia mais

PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES

PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES A palpação dos pulsos é uma etapa de grande importância no diagnóstico da Medicina Chinesa e também de grande dificuldade prática. Interessa avaliar a qualidade do pulso e

Leia mais

YNSA - Yamamoto Neue Schädelakupunktur Nova Craniopuntura de Yamamoto

YNSA - Yamamoto Neue Schädelakupunktur Nova Craniopuntura de Yamamoto YNSA - Yamamoto Neue Schädelakupunktur Nova Craniopuntura de Yamamoto Desenvolvimento e História Introdução Atualização Área Funcional Diagnóstico Cervical e Abdominal Áreas Funcionais Desenvolvimento

Leia mais

***********************

*********************** ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa - Pi (Baço) - Wei (Estômago) *********************** PI (BAÇO) WEI (ESTÔMAGO) INTRODUÇÃO Pi (Baço) e Wei (Estômago) são os Zang Fu que

Leia mais

CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO)

CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO) CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO) MERIDIANOS ORDINÁRIOS (JING MAI) São os canais principais de energia, ou seja, os canais nos quais são feitos os estímulos para que o corpo possa reestabelecer sua

Leia mais

Procedimentos de Emergência. Profº Ms. Gil Oliveira

Procedimentos de Emergência. Profº Ms. Gil Oliveira Procedimentos de Emergência Obstrução das Vias Aéreas MANOBRA DE HEIMLICH Obstrução das Vias Aéreas Infarto Agudo do Miocárdio Ataque do Coração Infarto Agudo do Miocárdio Ataque do Coração Infarto Agudo

Leia mais

CINCO ELEMENTOS E OS DESEQUILÍBRIOS ESTÉTICOS FACIAIS. Por Luciana Silva Terapeuta Natural/Ortomolecular/Acupunturista

CINCO ELEMENTOS E OS DESEQUILÍBRIOS ESTÉTICOS FACIAIS. Por Luciana Silva Terapeuta Natural/Ortomolecular/Acupunturista CINCO ELEMENTOS E OS DESEQUILÍBRIOS ESTÉTICOS FACIAIS Por Luciana Silva Terapeuta Natural/Ortomolecular/Acupunturista Cinco Elementos e as Emoções Elemento Madeira Estação do Ano: Primavera Propriedade:

Leia mais

OS 5 MOVIMENTOS - 7 -

OS 5 MOVIMENTOS - 7 - OS 5 MOVIMENTOS Movimento Fogo (Yang máximo ou Yang do Yang) é a expansão máxima, mas vai ser consumida. Corresponde ao verão. O órgão é o Coração, que se expande passivamente na diástole e a víscera é

Leia mais

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Centro Brasileiro de Acupuntura Acupuntura Aplicada a Ginecologia e Obstetrícia Prof.: Marcelo Brum Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Aparelho Genital Feminino: Abrange: Útero; Ovários; Trompas

Leia mais

NOVA MARCA QUE APONTA PARA O FUTURO!

NOVA MARCA QUE APONTA PARA O FUTURO! NOVA MARCA QUE APONTA PARA O FUTURO! BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO X PONTOS MO (VENTRAIS) PONTOS ARAUTOS/ALAMARME COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL PONTOS ANATÔMICOS DE REFERÊNCIA PARA

Leia mais

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA A base do diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), está na observação dos sinais e sintomas do paciente, uma vez que eles refletem a condição dos Sistemas

Leia mais

Histórico. Técnica Moderna/ ; Origem Chinesa Hospital de Xangai; Desenvolvida pelo Dr. Xin Shu Chang ou Zhang Xinshu;

Histórico. Técnica Moderna/ ; Origem Chinesa Hospital de Xangai; Desenvolvida pelo Dr. Xin Shu Chang ou Zhang Xinshu; Histórico Técnica Moderna/1965 1975; Origem Chinesa Hospital de Xangai; Desenvolvida pelo Dr. Xin Shu Chang ou Zhang Xinshu; Histórico Utilizou a técnica inicialmente para patologias neurológicas - Hemiplegia

Leia mais

MOXABUSTÃO Jiu Fa 灸. Zhen Jiu Fá. Prof. Alexander Raspa. Curso livre de Medicina Chinesa Curso de pós-graduação em Acupuntura

MOXABUSTÃO Jiu Fa 灸. Zhen Jiu Fá. Prof. Alexander Raspa. Curso livre de Medicina Chinesa Curso de pós-graduação em Acupuntura MOXABUSTÃO Jiu Fa 灸 Curso livre de Medicina Chinesa Curso de pós-graduação em Acupuntura Zhen Jiu Fá 1 LING SHU, Cap. 73 o que não pode ser tratado com agulha deve ser feito com moxas YI XUE RU MEN devem-se

Leia mais

CROMOPUNTURA - RYODORAKU MAPA E SINTOMAS. PARTE 3 de 4. Compilação e desenvolvimento por Serrano Neves EBOOK LIBERLIBER.

CROMOPUNTURA - RYODORAKU MAPA E SINTOMAS. PARTE 3 de 4. Compilação e desenvolvimento por Serrano Neves EBOOK LIBERLIBER. MAPA E SINTOMAS PARTE 3 de 4 Compilação e desenvolvimento por Serrano Neves EBOOK LIBERLIBER Maio de 2015 USO NÃO COMERCIAL SERRANO NEVES - 1 PARTE 1 de 4 DIAGNÓSTICO RYODORAKU - Estudo para aplicação

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE. Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg

BULA PARA O PACIENTE. Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg BULA PARA O PACIENTE Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg BULA PARA O PACIENTE cloridrato de loperamida Medicamento genérico Lei nº 9.787, de

Leia mais

PRI R NC N Í C PIOS O FU F N U D N A D M A E M NT N A T I A S DA D A MT M C

PRI R NC N Í C PIOS O FU F N U D N A D M A E M NT N A T I A S DA D A MT M C Curso livre de Qualificação Profissional em Medicina Chinesa FUNDAMENTOS TRADICIONAIS DA MTC PARTE 1 ABRACIF (Associação Brasileira Científica de Fisioterapia) PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA MTC esvazie sua

Leia mais

ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES

ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES 1 INTRODUÇÃO Os Canais de Energia Tendino-Musculares são os Canais de Energia Secundários grandes e superficiais, de caráter Yang, que circulam

Leia mais