CORREÇÃO DE ATIVIDADES DO CADERNO FOLHA DE PERGUNTAS SOBRE OS TIPOS DE SUJEITOS

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CORREÇÃO DE ATIVIDADES DO CADERNO FOLHA DE PERGUNTAS SOBRE OS TIPOS DE SUJEITOS"

Transcrição

1 OLÉGIO IMACULADA CONCEIÇÃO 7º ano CORREÇÃO DE ATIVIDADES DO CADERNO FOLHA DE PERGUNTAS SOBRE OS TIPOS DE SUJEITOS 1) Quem é o sujeito de uma oração? Nas orações, o sujeito é um substantivo ou pronome com o qual o verbo concorda em número (singular e plural) e pessoa (1ª, 2ª, 3ª) 2) Como é chamado o sujeito que aparece na oração? Sujeito claro ou explícito. 3) Qual a ligação entre o sujeito claro e as flexões de número e pessoa do verbo? As flexões de número e pessoa do verbo do predicado acompanham as do sujeito claro. ( Ou seja, o verbo tem que concordar com o sujeito claro). 4) Quando o sujeito é chamado de simples? Quando só tiver um núcleo. 5) Como se chama o sujeito constituído por mais de um núcleo? Sujeito composto. 6) Quais são as unidades básicas da oração? Sujeito e predicado. 7) Defina núcleo, de acordo com a gramática. Núcleo é a palavra central de um termo. 8) Que palavra pode representar o núcleo do sujeito? O núcleo do sujeito é um substantivo (ou uma palavra que substitua o substantivo, como o pronome.) 9) Qual é, geralmente, o núcleo do predicado? Geralmente, o núcleo do predicado é um verbo, mas há casos de predicados cujo núcleo é um adjetivo. (Você ainda vai estudar esse assunto.) 10) Quando o sujeito não está explícito, como pode ser também ser identificado? Pode ser identificado pelo contexto ou pelas desinências do verbo do predicado. 11) Por que o sujeito pode ser suprimido? Para evitar repetição. (Não repetimos a palavra que representa o sujeito porque ela já foi identificada no texto.) 12) De que maneira o verbo pode nos ajudar a ocultar o sujeito? Com suas desinências verbais, isto é, com suas diferentes terminações.

2 13) O que é um sujeito oculto? É aquele que não se mostra, mas que conseguimos identificar. 14) Quando o sujeito é chamado de indeterminado? Quando não é possível determiná-lo ou identificá-lo. 15) Em que circunstâncias o sujeito indeterminado é usado? Quando não é possível identificar o ser de quem se fala. E quando não é conveniente, ou não se deseja, identificar o ser de quem se fala. 16) Qual é a técnica mais comum de se indeterminar o sujeito? Uma das técnicas mais comuns de se indeterminar o sujeito é deixar vazia a posição do sujeito e colocar o verbo na 3ª pessoa do plural. 17) Qual a diferença entre sujeito oculto e sujeito indeterminado? O sujeito oculto pode ser identificado pelo contexto ou pela desinência do verbo. Já o sujeito indeterminado não pode ser identificado, nem mesmo pelo contexto. 18) Sempre que o verbo estiver na 3ª pessoa do plural teremos um sujeito indeterminado? Explique sua resposta. Não. As vezes o sujeito foi ocultado para evitar repetição e, mesmo o verbo estando na terceira pessoa, não teremos um sujeito indeterminado, e sim um sujeito oculto. 19) A afirmação Não existe oração sem sujeito e predicado está correta? Justifique. Está incorreta. Existem orações sem sujeito, mas nunca sem predicado. 20) Dê cinco exemplos de verbos que indicam fenômeno da natureza. Chover, trovejar, nevar, amanhecer, anoitecer. 21) De que verbos são formadas as orações sem sujeito? As orações sem sujeito são formadas por verbos impessoais. 22) O que são verbos impessoais? Verbos que não se referem a nenhum sujeito, sendo sempre conjugados na 3ª pessoa do singular. 23) O que é preciso para que uma oração que denota fenômeno da natureza seja uma oração sem sujeito? É preciso que o verbo empregado na oração denote fenômeno da natureza. 24) Em quais circunstâncias o verbo fazer compõe uma oração sem sujeito? Quando indicar tempo que passou e condições climáticas. 25) Quando o verbo haver indicará oração sem sujeito? Quando tiver o sentido de existir ou de acontecer. 26) Que uso do verbo ter deve ser evitado na linguagem formal? Na linguagem formal, devemos evitar substituir o verbo haver pelo verbo ter. Então, usar o verbo ter no sentido de existir só na linguagem coloquial!

3 FOLHA DE PERGUNTAS: NOÇÕES SOBRE OS VERBOS 1) De que parte da oração os verbos fazem parte? O verbo faz parte do predicado. 2) Quem é responsável por expressar os fatos e localizá-los no tempo? O verbo. 3) O que indicam as flexões ou desinências verbais? Indicam modo, tempo, pessoa e número. (não se preocupe, esse assunto será visto nos próximos anos, em especial no Ensino Médio.) 4) O que é o radical de um verbo? É a parte da palavra que contém seu significado básico. 5) Quais são os três modos verbais? Caracterize-os. Indicativo: representa fatos dados como reais, de ocorrência certa. Subjuntivo: representa fatos incertos, hipotéticos, incertos. Imperativo: expressa ordem, pedido, sugestão. 6) Quais são os três tempos naturais do verbo? Presente, passado, futuro. 7) Quais são as pessoas do discurso? Explique-as. Primeira: quem fala; segunda: com quem se fala; terceira: de quem se fala. 8) Em que conjugações os verbos são agrupados? 1ª conjugação: verbos terminados em AR. 2ª conjugação; verbos terminados em ER. 3ª conjugação: verbos terminados em IR. 9) Que verbos são chamados de regulares? Dê exemplos. São chamados regulares os verbos que apresentam radical inalterado em toda a conjugação, e suas flexões (terminações) seguem o modelo de sua conjugação. 10) Dê o significado de paradigma verbal. É um verbo que serve de modelo para todos os verbos regulares de mesma conjugação. 11) Que verbos são chamados de irregulares? Exemplifique. São verbos com algumas formas que não seguem o modelo de sua conjugação. Exemplos: caber, medir, haver, odiar. FOLHA DE PERGUNTAS MODOS DO VERBO: INDICATIV0 E SUBJUNTIVO

4 1) Os modos verbais são três, mas neste momento estudaremos dois. Quais são eles? Modo indicativo e modo subjuntivo. 2) Em uma frase, o que indica o emprego do modo indicativo? Indica a certeza do falante diante do fato. 3) Em que caso o modo subjuntivo deve ser empregado? Quando o fato for apenas uma hipótese, uma suposição do falante, não havendo, portanto, a certeza. 4) A que se referem os modos do verbo? Os modos do verbo se referem à atitude do enunciador em relação ao fato que comunica (certeza ou incerteza). 5) Em um discurso, quem é o enunciador? Quem fala ou escreve. 6) Quando o modo indicativo deve ser empregado? O modo indicativo deve ser empregado quando o enunciador revela ter certeza sobre a existência do fato. 7) Em que tempos o falante pode situar o fato? Presente, passado, futuro. 8) Como determinamos os tempos do verbo? Os tempos do verbo são determinados em relação ao momento da fala. 9) O modo indicativo possui seis tempos. Quais são eles? Presente do indicativo, pretérito perfeito, pretérito imperfeito, pretérito maisque-perfeito, futuro do presente, futuro do pretérito. 10) Caracterize o presente do indicativo. O presente do indicativo situa o fato em um momento simultâneo ao momento da fala, indicando que o fato ocorre ao mesmo tempo em que se fala. 11) Cite outros dois empregos do presente do indicativo. O presente também pode ser usado para expressar um fato habitual e situações (verdades) consideradas permanentes, como verdades científicas, os provérbios, as crenças. 12) Explique o recurso chamado de presente histórico. É quando o presente é empregado em lugar do pretérito para dar um efeito de atualidade, de vivacidade aos fatos passados. 13) Qual o efeito do uso do presente histórico? O efeito é que o leitor tem a sensação de acompanhar de perto o desenrolar dos fatos. 14) Caracterize o pretérito. Indica um fato anterior ao momento em que se fala.

5 15) Cite os três tipos de pretérito. Pretérito perfeito, pretérito imperfeito, pretérito mais-que-perfeito. 16) Diferencie os três tipos de pretérito. O perfeito apresenta o fato como concluído; no imperfeito o fato não está concluído (os fatos estão acontecendo num momento passado); o mais-queperfeito apresenta o fato anterior a outro também já passado. 17) Na linguagem informal, como se dá o uso do pretérito mais-que-perfeito? É mais comum usar a forma composta do pretérito mais-que-perfeito. 18) Quais são os dois tipos de futuro? Futuro do presente e futuro do pretérito. 19) Caracterize os dois tipos de futuro. O futuro do presente indica como certo ou provável um fato posterior ao momento da fala. O futuro do pretérito situa o fato em um momento posterior a outro no passado. 20) Qual o efeito do emprego do futuro de pretérito em vez do presente do indicativo? Pode conferir polidez a pedidos ou perguntas. 21) Em que circunstância o modo subjuntivo é empregado? O modo subjuntivo é empregado quando o falante pretende apresentar o fato como duvidosos, incerto, possível. 22) Qual a origem da palavra subjuntivo? A palavra subjuntivo vem do latim. 23) O que significa subjuntivo? Que serve para ligar, subordinando. 24) Justifique o nome subjuntivo. É porque o subjuntivo é usado principalmente em orações que se subordinam (dependem) a outra, chamada de principal. (Isso é assunto do 9º ano!!!) 25) Em que orações o emprego do subjuntivo é mais frequente? O emprego do subjuntivo é mais frequente em orações iniciadas pelas conjunções que ou se. 26) Quais são os tempos do modo subjuntivo? São três: presente, imperfeito e futuro. 27) Por que devemos evitar formas verbais como seje e esteje? Porque não existem na linguagem formal. O correto é seja, esteja.

GRAMATICAIS OU DE PALAVRAS REVISÃO

GRAMATICAIS OU DE PALAVRAS REVISÃO CLASSES GRAMATICAIS OU DE PALAVRAS REVISÃO CLASSIFICAÇÃO A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo Artigo Adjetivo Numeral

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves VERBO É a palavra que indica ação, fato ou fenômeno da natureza, situados no tempo. Exemplo: Nosso time jogou bem. Ação A sobremesa ficou deliciosa. Estado Está chovendo bastante em Recife. Fenômeno CONJUGAÇÃO

Leia mais

Manhã de chuva Chove; chove e choveu a noite inteira. A vidraça está cheia de pinguinhos; a água chora cantando na goteira

Manhã de chuva Chove; chove e choveu a noite inteira. A vidraça está cheia de pinguinhos; a água chora cantando na goteira VERBO I Manhã de chuva Chove; chove e choveu a noite inteira. A vidraça está cheia de pinguinhos; a água chora cantando na goteira Que dó dos passarinhos! Quanto vento! Que frio! Chove tanto As roseiras

Leia mais

Verbos. Língua Portuguesa Professora Raysa Ferreira

Verbos. Língua Portuguesa Professora Raysa Ferreira Verbos Língua Portuguesa Professora Raysa Ferreira Os verbos expressam: - Ação; -Estado; - Fenômenos Naturais. São três conjugações: 1ª Conjugação: verbos terminados em AR 2ª Conjugação: verbos terminados

Leia mais

Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere;

Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere; Tipos de sujeito Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere; - indicar quem é esse elemento. Exemplo:

Leia mais

Flexão os verbos se flexionam em pessoa, número, tempo, modo e voz.

Flexão os verbos se flexionam em pessoa, número, tempo, modo e voz. Verbo Definição é a palavra que indica ação, fenômeno, estado ou mudança de estado, fato. ação: Chamei meus amigos. fenômeno: Garoava naquela noite. estado ou mudança de estado: Estava resfriada. Fiquei

Leia mais

Verbos - Primeira Parte. Professora Tamires Maio de 2016

Verbos - Primeira Parte. Professora Tamires Maio de 2016 Verbos - Primeira Parte Professora Tamires Maio de 2016 No Dicionário Houaiss verbo (ver.bo) substantivo masculino 1 palavra, discurso 2 gram classe de palavras que designam ação, processo ou estado Os

Leia mais

Prof. Aramis de Cássio Internet: twitter:

Prof. Aramis de Cássio Internet:    twitter: Prof. Aramis de Cássio Internet: www.blogdoaramis.wordpress.com e-mail: aramisdecassio@rocketmail.com twitter: www.twitter.com/aramisdecassio São palavras que exprimem ação, estado, mudança de estado e

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense Ensino Fundamental II 2º Bimestre. Verbo. Professora: Caliana Medeiros.

Colégio Diocesano Seridoense Ensino Fundamental II 2º Bimestre. Verbo. Professora: Caliana Medeiros. Colégio Diocesano Seridoense Ensino Fundamental II 2º Bimestre Verbo Professora: Caliana Medeiros. Verbo é a palavra que indica ação (física ou mental praticada ou sofrida pelo sujeito), fato (de que o

Leia mais

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito.

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. feita através do predicado. : é o termo da oração que funciona como suporte de uma afirmação : é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. A pequena criança

Leia mais

TERMOS BÁSICOS DA ORAÇÃO: SUJEITO E PREDICADO

TERMOS BÁSICOS DA ORAÇÃO: SUJEITO E PREDICADO Frase, oração, período TERMOS BÁSICOS DA ORAÇÃO: SUJEITO E PREDICADO Frase é uma palavra ou um conjunto organizado de palavras que estabelecem comunicação entre duas ou mais pessoas. A frase é marcada,

Leia mais

PORTUGUÊS Professor Nei Xavier FLEXÕES VERBAIS

PORTUGUÊS Professor Nei Xavier FLEXÕES VERBAIS PORTUGUÊS Professor Nei Xavier FLEXÕES VERBAIS FLEXÕES VERBAIS Verbo palavra que exprime um processo. Pode indicar ação, estado ou mudança de estado e fenômeno da natureza. Os verbos possuem cinco flexões:

Leia mais

Desinência: são os elementos mórficos que se juntam ao radical para indicar a flexão do tempo, modo, número e pessoa.

Desinência: são os elementos mórficos que se juntam ao radical para indicar a flexão do tempo, modo, número e pessoa. AULA 04 GRAMÁTICA VERBO O verbo indica: Ação: Beijaram-se ininterruptamente. Estado (verbo de ligação): Estou livre Fenômenos naturais: Nevou durante três dias Ocorrências: Aconteceram acidentes no sábado.

Leia mais

Lista de exercícios de LP 2-7º ano

Lista de exercícios de LP 2-7º ano 1) Tipos de sujeito p. 77 2) Tipos de predicado p. 108 TIPOS DE SUJEITO Explique: Lista de exercícios de LP 2-7º ano Sujeito simples: É aquele que possui apenas um núcleo. Sujeito composto: É aquele que

Leia mais

Profªs.: Manuela Amorim / Rosângela Bezerra.

Profªs.: Manuela Amorim / Rosângela Bezerra. Profªs.: Manuela Amorim / Rosângela Bezerra. Ações pedalar correr jogar Estado Fenômenos da Natureza VERBO É a palavra variável que: futuro. pode ser conjugada no passado (pretérito), presente e indica

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense- CDS

Colégio Diocesano Seridoense- CDS Colégio Diocesano Seridoense- CDS SUJEITO E PREDICADO C A L I A N A M E D E I R O S A morfologia estuda as classes gramaticais, isto é, o campo da seleção, enquanto a sintaxe estuda o campo da combinação

Leia mais

MODO SUBJUNTIVO. Profª Fernanda Machado

MODO SUBJUNTIVO. Profª Fernanda Machado MODO SUBJUNTIVO Profª Fernanda Machado MODOS Os modos verbais indicam diferentes maneiras de um fato ser expresso. MODO INDICATIVO Indica um fato certo. Ex: Ele canta no teatro hoje à noite. MODO SUBJUNTIVO

Leia mais

Verbos PROFESSORA CAMILLA

Verbos PROFESSORA CAMILLA Verbos PROFESSORA CAMILLA Conceituando Verbo é a classe de palavras que se flexiona em pessoa, número, tempo, modo e voz. Pode indicar, entre outros processos: ação; estado; fenômeno; ocorrência; desejo.

Leia mais

VERBOS 1ª PARTE. Ele entregou seus cúmplices. Anoitecera já de todo. A mulher entregará a carta amanhã. Como estavam velhos!

VERBOS 1ª PARTE. Ele entregou seus cúmplices. Anoitecera já de todo. A mulher entregará a carta amanhã. Como estavam velhos! VERBOS 1ª PARTE Ele entregou seus cúmplices. A mulher entregará a carta amanhã. Como estavam velhos! Anoitecera já de todo. Verbo é uma palavra de forma variável que exprime um acontecimento representado

Leia mais

MODOS VERBAIS indicativo subjuntivo imperativo

MODOS VERBAIS indicativo subjuntivo imperativo VERBOS MODOS VERBAIS Três são os modos: indicativo, subjuntivo e imperativo. Normalmente, o indicativo exprime certeza e é o modo típico das orações coordenadas e principais; o subjuntivo exprime incerteza,

Leia mais

REVISÃO PROFESSORA FÁTIMA DANTAS

REVISÃO PROFESSORA FÁTIMA DANTAS REVISÃO PROFESSORA FÁTIMA DANTAS RELATOS DE VIAGEM Características e finalidade VAMOS RECORDAR? O autor regista fatos e acontecimentos ocorridos ao longo de uma viagem, por meio de suas próprias perspectivas

Leia mais

AULA 10 CLASSES DE PALAVRAS VI. POLÍCIA CIVIL de São Paulo

AULA 10 CLASSES DE PALAVRAS VI. POLÍCIA CIVIL de São Paulo AULA 10 CLASSES DE PALAVRAS VI POLÍCIA CIVIL de São Paulo Professor Marlus Geronasso MODOS VERBAIS Três são os modos: indicativo, subjuntivo e imperativo. Normalmente, o indicativo exprime certeza e é

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves Termos essenciais da oração Introdução Chamamos de termos essenciais da oração aqueles compõem a estrutura básica da oração, ou seja, que são necessários para que a oração tenha significado. São eles:

Leia mais

Aluna: Lyvia Andrade Dantas Professora: Inglith Conceição Disciplina: Gramática / Série: 7ª (8º ano)

Aluna: Lyvia Andrade Dantas Professora: Inglith Conceição Disciplina: Gramática / Série: 7ª (8º ano) Aluna: Lyvia Andrade Dantas Professora: Inglith Conceição Disciplina: Gramática / Série: 7ª (8º ano) Observe as palavras nas frases: 1. Dois terços dos eleitores votaram nos partidos de oposição. votaram

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense- CDS 6º Ano- Língua Portuguesa Ensino Fundamental II. Modo Verbal. Prof: Caliana Medeiros

Colégio Diocesano Seridoense- CDS 6º Ano- Língua Portuguesa Ensino Fundamental II. Modo Verbal. Prof: Caliana Medeiros Colégio Diocesano Seridoense- CDS 6º Ano- Língua Portuguesa Ensino Fundamental II Modo Verbal Prof: Caliana Medeiros O que é o VERBO? São palavras que exprimem ação física ou mental, estado, fenômenos

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS - P2 1º TRIMESTRE

CALENDÁRIO DE PROVAS - P2 1º TRIMESTRE 6º Ano Conteúdo Interpretação de texto, Livro Pitágoras até a página 65, Linguagem e língua, Linguagem verbal, não verbal e mista, Onomatopeia, Oralidade e escrita, norma padrão, tipos de frase. Livro

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 55 Classificação do sujeito

Bárbara da Silva. Português. Aula 55 Classificação do sujeito Bárbara da Silva Português Aula 55 Classificação do sujeito Classificação do Sujeito O sujeito das orações da língua portuguesa pode ser determinado ou indeterminado. Existem ainda as orações sem sujeito.

Leia mais

O VERBO É A CLASSE QUE MAIS É FLEXIONADA A todo o momento estamos praticando uma ação, como ler, pular, brincar, passear.

O VERBO É A CLASSE QUE MAIS É FLEXIONADA A todo o momento estamos praticando uma ação, como ler, pular, brincar, passear. O VERBO É A CLASSE QUE MAIS É FLEXIONADA A todo o momento estamos praticando uma ação, como ler, pular, brincar, passear. E durante esses momentos em que fazemos algo, manifestamos nossos sentimentos,

Leia mais

EMPREGO DOS TEMPOS E. Prof. Everson Pereira

EMPREGO DOS TEMPOS E. Prof. Everson Pereira EMPREGO DOS TEMPOS E MODOS VERBAIS Prof. Everson Pereira MODOS VERBAIS Há três modos verbais: o indicativo, o subjuntivo e o imperativo. O indicativo é usado quando se toma como real ouverdadeiroaquiloquesefalaouseescreve.

Leia mais

Língua Portuguesa Professora: Juliana Prado

Língua Portuguesa Professora: Juliana Prado Língua Portuguesa Professora: Juliana Prado Definição São palavras que indicam acontecimentos representados no tempo, como uma ação, um estado, um processo ou um fenômeno. Flexionam-se em número, pessoa,

Leia mais

SUJEITO: O QUE É? QUAIS SÃO SEUS TIPOS?

SUJEITO: O QUE É? QUAIS SÃO SEUS TIPOS? Aulas 33 à 36 Prof. Sabrina Moraes SUJEITO: O QUE É? QUAIS SÃO SEUS TIPOS? O sujeito é o termo da oração que realiza ou sofre com uma ação verbal, concordando com o verbo e nomeando o ser do qual se declara

Leia mais

Estudos de morfologia verbal: aspectos verbais, paradigmas de conjugação e tempos verbais

Estudos de morfologia verbal: aspectos verbais, paradigmas de conjugação e tempos verbais COLÉGIO DELOS APARECIDA DE GOIÂNIA ENSINO MÉDIO GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA TEMA: Estudos de morfologia verbal: aspectos verbais, paradigmas de conjugação e tempos verbais Professor Eliel de Queiroz

Leia mais

VERBOS. Prof. Cleo Kuhn

VERBOS. Prof. Cleo Kuhn VERBOS Prof. Cleo Kuhn Conceito Verbo é uma palavra com origem no termo em Latim "verbum", que significa "palavra". Na Grática da Língua Portuguesa, designa a classe de palavras que indic ação, uma situação

Leia mais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais Língua Portuguesa Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais assuntos estudados. Quando falamos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS AULA 8 O VERBO E SEUS COMPLEMENTOS pág. 57 A ORAÇÃO E SUA ESTRUTURA BÁSICA Sujeito = o ser sobre o qual se declara alguma coisa. Predicado = o que se declara sobre o sujeito.

Leia mais

Sujeito e predicado. Professora: Allana Rauana Almeida Cortez.

Sujeito e predicado. Professora: Allana Rauana Almeida Cortez. Sujeito e predicado Professora: Allana Rauana Almeida Cortez. O sujeito e o predicado são chamado de termos essenciais da oração por serem os dois termos que formam a estrutura básica das orações. É em

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves EMPREGO DO VERBO Para que possamos iniciar a segunda parte do tutorial Emprego do verbo, vamos relembrar alguns aspectos do tutorial passado: MODO INDICATIVO É o modo verbal que expressa um fato real,

Leia mais

Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos

Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos Verbos Regulares Acompanhe o exemplo do verbo FALAR: Presente Pretérito Perfeito Radical Terminação Radical Terminação Fal o fal ei fal as fal

Leia mais

ESTUDO DO VERBO TEMPOS DO MODO INDICATIVO. Profª Fernanda Machado

ESTUDO DO VERBO TEMPOS DO MODO INDICATIVO. Profª Fernanda Machado ESTUDO DO VERBO TEMPOS DO MODO INDICATIVO Profª Fernanda Machado O que é o VERBO? Verbo é uma categoria que expressa um fato, um acontecimento.(rocha Lima) É uma classe gramatical complexa e abrangente,

Leia mais

Lista 3 - Língua Portuguesa 1

Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Frase, oração e período; sujeito e predicado LISTA 3 - LP 1 - FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO; SUJEITO E PREDICADO Frase, oração e período; sujeito e predicado Na fala ou na escrita,

Leia mais

Verbo é a palavra variável que:

Verbo é a palavra variável que: 1ª. PARTE pode vir precedida pelos pronomes pessoais retos: eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas, que representam as pessoas gramaticais ou pessoas verbais. Verbo é a palavra variável que: muda as terminações

Leia mais

AULAS 25 E 26 CONCORDÂNCIA

AULAS 25 E 26 CONCORDÂNCIA AULAS 25 E 26 CONCORDÂNCIA Chama-se concordância ao princípio linguístico segundo o qual o vocábulo determinante se adapta a certas categorias gramaticais do vocábulo determinado. TENDEU??? SIMPLES, NÉ?

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO VERBAL

INTRODUÇÃO AO ESTUDO VERBAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO VERBAL Prof. Dr. Antônio Jackson de Souza Brandão Verbo é a classe de palavra que possui a maior quantidade de flexões: tempo, modo, pessoa e número. Isso nos ajuda a identificá lo,

Leia mais

REVISÃO DOS TEMPOS VERBAIS DO MODO INDICATIVO. Profª. Fernanda Machado

REVISÃO DOS TEMPOS VERBAIS DO MODO INDICATIVO. Profª. Fernanda Machado REVISÃO DOS TEMPOS VERBAIS DO MODO INDICATIVO Profª. Fernanda Machado 1 Os tempos do modo indicativo são: presente, pretérito perfeito, pretérito mais-que-perfeito, pretérito imperfeito, futuro do presente

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia Língua Portuguesa Professoras: Fernanda e Danúzia Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais

Leia mais

Análise sintática: Sujeito

Análise sintática: Sujeito Análise sintática: Sujeito ANÁLISE SINTÁTICA Analisar sintaticamente uma oração significa dividi-la em partes e estudar a relação existente entre elas. Dessa forma, torna-se possível determinar a função

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 6º ano Usar a Língua Portuguesa como língua materna, para integrar e organizar o mundo e a própria identidade com visão empreendedora e como pensador capaz de

Leia mais

CONJUGAÇÃO DOS VERBOS REGULARES Prof.ª Rafaella Eleutério

CONJUGAÇÃO DOS VERBOS REGULARES Prof.ª Rafaella Eleutério CONJUGAÇÃO DOS VERBOS REGULARES Prof.ª Rafaella Eleutério Emprego de tempos e modos verbais Presente do indicativo O presente pode ocorrer com valor de pretérito perfeito, indicando um processo já ocorrido

Leia mais

Tipos de Sujeito. Profª Fernanda Machado

Tipos de Sujeito. Profª Fernanda Machado Tipos de Sujeito Profª Fernanda Machado Sujeito Simples: possui apenas um núcleo e este vem expresso na sentença. Os homens destroem a natureza. Quem destrói a natureza? Os homens Deus é perfeito! Quem

Leia mais

OBSERVE NO QUADRO A SEGUIR COMO A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES PESSOAS DO DISCURSO DE UM TEXTO GERA DIFERENTES EFEITOS:

OBSERVE NO QUADRO A SEGUIR COMO A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES PESSOAS DO DISCURSO DE UM TEXTO GERA DIFERENTES EFEITOS: A LINGUAGEM DO TEXTO DISSERTATIVO - ARGUMENTATIVO OBSERVE NO QUADRO A SEGUIR COMO A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES PESSOAS DO DISCURSO DE UM TEXTO GERA DIFERENTES EFEITOS: Posição subjetiva em relação ao que

Leia mais

AVALIAÇÃO MENSAL - A1-3º BIMESTRE

AVALIAÇÃO MENSAL - A1-3º BIMESTRE AVALIAÇÃO MENSAL - A1-3º BIMESTRE - 2013 2º ANO A Leitura de textos instrucionais; Percepção de que o gênero é organizado em duas partes: lista de materiais e modo de fazer; Reconhecimento da importância

Leia mais

REDAÇÃO PARA CONCURSOS

REDAÇÃO PARA CONCURSOS REDAÇÃO PARA CONCURSOS Sumário Primeira Parte Primeira Lição Poesia matemática Gramática acentuação gráfica Tipos de palavras Regras gerais Dupla prosódia Pronúncia duvidosa Orientação Ortográfica emprego

Leia mais

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO SUJEITO: DEFINIÇÃO 1. Termo da oração sobre o qual se dá uma informação; 2. Elemento do qual se fala na oração; 3. O ser a quem se refere a informação verbal da oração; TIPOS

Leia mais

Regulares e irregulares, irregulares abundantes, abundantes defectivos e anômalos

Regulares e irregulares, irregulares abundantes, abundantes defectivos e anômalos Ensino Fundamental II e Médio Médi Regulares e irregulares, irregulares abundantes, abundantes defectivos e anômalos Verbos Regulares g Acompanhe o exemplo do verbo FALAR: Presente Pretérito Perfeito Radical

Leia mais

Lista de exercícios de LP 2-7º ano

Lista de exercícios de LP 2-7º ano 1) Tipos de sujeito p. 77 2) Tipos de predicado p. 108 TIPOS DE SUJEITO Explique: Sujeito simples: Sujeito composto: Sujeito desinencial/ oculto / elíptico: Sujeito indeterminado: É aquele que, embora

Leia mais

VERBO É A PALAVRA VARIÁVEL EM PESSOA, TEMPO, NÚMERO E MODO, QUE EXPRIME UM PROCESSO QUALQUER, SITUADO NO TEMPO

VERBO É A PALAVRA VARIÁVEL EM PESSOA, TEMPO, NÚMERO E MODO, QUE EXPRIME UM PROCESSO QUALQUER, SITUADO NO TEMPO VERBO É A PALAVRA VARIÁVEL EM PESSOA, TEMPO, NÚMERO E MODO, QUE EXPRIME UM PROCESSO QUALQUER, SITUADO NO TEMPO Verbo é a palavra que indica AÇÃO, praticada ou sofrida pelo sujeito; FATO de que o sujeito

Leia mais

REVISÃO: PARCIAL I UNIDADE

REVISÃO: PARCIAL I UNIDADE REVISÃO: PARCIAL I UNIDADE O gênero conto O conto é uma narrativa curta, com poucas personagens e poucas ações. Devido ao seu tamanho, a duração dos fatos e o espaço onde ocorre a história também são reduzidos.

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos:

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos: 2 Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos: Modos Verbais; O conceito de Flexão Verbal. 3 Habilidades: Observar os usos dos modos verbais; Compreender o conceito de flexão

Leia mais

In: TAVARES, Ulisses. O eu entre nós. São Paulo: Núcleo Pindaíba Edições e Debates, (Coleção PF)

In: TAVARES, Ulisses. O eu entre nós. São Paulo: Núcleo Pindaíba Edições e Debates, (Coleção PF) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== Leia o poema abaixo

Leia mais

Exercícios de múltipla escolha

Exercícios de múltipla escolha Exercícios de múltipla escolha 1-A classe gramatical da palavra alegria é: a-substantivo b-adjetivo c-advérbio d-pronome e-sujeito 2-A função sintática da palavra alegria é: a-predicado b-predicativo do

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 11 Sintaxe IV

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 11 Sintaxe IV LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 11 Sintaxe IV CONCORDÂNCIA VERBAL REGRA GERAL O verbo concorda em número e pessoa com o sujeito. Com sujeito simples e singular ou substantivo coletivo,

Leia mais

4.2 Emprego de tempos e modos. verbais. O que é verbo? Os verbos flexionam-se em: número; pessoa; modo; tempo; voz.

4.2 Emprego de tempos e modos. verbais. O que é verbo? Os verbos flexionam-se em: número; pessoa; modo; tempo; voz. 4.2 Emprego de tempos e modos O que é verbo? Os verbos flexionam-se em: número; pessoa; modo; tempo; voz. verbais. As três conjugações: 1ª conjugação - ar: cantar, estudar, trabalhar 2ª conjugação - er:

Leia mais

Categorias morfossintáticas do verbo

Categorias morfossintáticas do verbo Categorias morfossintáticas do verbo A- Tempo O tempo identifica o momento em que se realiza a ação. Presente: situa a ação no momento da enunciação. Pretérito: situa a ação num momento anterior ao da

Leia mais

REVISÃO PROFESSORA CAMILLA

REVISÃO PROFESSORA CAMILLA REVISÃO PROFESSORA CAMILLA RELATOS DE VIAGEM Características e finalidade VAMOS RECORDAR? O autor regista fatos e acontecimentos ocorridos ao longo de uma viagem, por meio de suas próprias perspectivas

Leia mais

Sujeito e Predicado. Exercício 01. Exercício 02. Exercício 03. Exercício 04. (UECE) Exerce função de sujeito o termo destacado em:

Sujeito e Predicado. Exercício 01. Exercício 02. Exercício 03. Exercício 04. (UECE) Exerce função de sujeito o termo destacado em: Sujeito e Predicado Português Professor: Erica Heredia Exercício 01 (UECE) Exerce função de sujeito o termo destacado em: a. O corpo me doía todo, a cabeça também b. mas tranquei a boca. c. o sujeito já

Leia mais

Centro Your logo Educacional Adventista do Gama. Verbos. Professora Eliene Lacerda

Centro Your logo Educacional Adventista do Gama. Verbos. Professora Eliene Lacerda Centro Your logo Educacional Adventista do Gama Verbos Professora Eliene Lacerda Significação Quanto ao significado, o verbo é uma palavra que comunica: 1. Uma ação: Cláudio plantou uma árvore. 2. Um estado:

Leia mais

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO Observe os exemplos... Marisa comprou um carro. São termos essenciais da oração: Sujeito É o termo da oração sobre quem se declara alguma coisa Predicado É tudo aquilo

Leia mais

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia 1. Gabarito: A. O terceiro parágrafo já se inicia com um conectivo que corrobora o valor semântico de finalidade. No 10º parágrafo, o autor diz o contrário. O Brasil se desdobra em planos individuais.

Leia mais

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais.

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais. Uso do onde e aonde O advérbio é uma classe de palavras cuja função gramatical é acompanhar e modificar um verbo, exprimindo a circunstância da ação verbal, por isso o nome ad-vérbio, ou seja, a palavra

Leia mais

PRETÉRITO PERFEITO COMPOSTO MODO INDICATIVO

PRETÉRITO PERFEITO COMPOSTO MODO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO COMPOSTO MODO INDICATIVO Pretérito perfeito composto formas Forma-se o Pretérito perfeito composto Do indicativo com o verbo auxiliar TER no Presente do indicativo e o particípio passado

Leia mais

O que é o VERBO? Exemplos: O professor ensina. Eu gosto de Língua Portuguesa. Há muito silêncio na sala.

O que é o VERBO? Exemplos: O professor ensina. Eu gosto de Língua Portuguesa. Há muito silêncio na sala. ESTUDO DO VERBO O que é o VERBO? O verbo é uma palavra que pode variar em número, pessoa, modo, tempo e voz, indicando ações, processos, estados, mudanças de estado, manifestação de fenômenos da natureza.

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios 01 Compreensão da Ideia Central do Texto; o Estudo do Verbo: Conceito, Conjugação e Estrutura 01 1 a conjugação preciso, ficar, aguarde, treinar etc. 2 a conjugação deve, ser,

Leia mais

QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL CONCURSOS

QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL CONCURSOS QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL CONCURSOS 1. Com base no texto, analise as sentenças abaixo. Em "...nada ocorreu..." o verbo A) transmite a ideia de uma ação contínua. B) expressa uma ação que está ocorrendo

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios COMPREENSÃO TEXTUAL E GRAMÁTICA II 01 Compreensão da Ideia Central do Texto; o Estudo do Verbo: Conceito, Conjugação e Estrutura C) Sorrísseis Sorr- (radical); -i- (vogal temática);

Leia mais

CONCORDÂNCIA VERBAL. Na concordância verbal, o verbo concorda em número e pessoa com o sujeito.

CONCORDÂNCIA VERBAL. Na concordância verbal, o verbo concorda em número e pessoa com o sujeito. CONCORDÂNCIA VERBAL Na concordância verbal, o verbo concorda em número e pessoa com o sujeito. TIPOS DE SUJEITO 1- SUJEITO SIMPLES: É aquele que apresenta apenas um núcleo significativo. Faltam seis minutos

Leia mais

2. Para construir o humor da história, o autor dá uma informação importante apenas no último quadrinho. Qual é ela?

2. Para construir o humor da história, o autor dá uma informação importante apenas no último quadrinho. Qual é ela? VERBO CONSTRUINDO O CONCEITO Leia esta história em quadrinhos: 1. Nos três primeiros quadrinhos, o Menino Maluquinho dá uma série de ordens ao cãozinho. a) Que palavras traduzem essas ordens? b) Qual foi

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

SUJEITO TIPOS DE SUJEITO

SUJEITO TIPOS DE SUJEITO Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa 9 ano Professora: Lusia Raquel SUJEITO TIPOS DE SUJEITO Caicó RN 2018 SUJEITO SIMPLES Sujeito simples: é aquele que possui apenas um núcleo,

Leia mais

Aula 16 Termos essenciais da oração. Professor Guga Valente

Aula 16 Termos essenciais da oração. Professor Guga Valente Aula 16 Termos essenciais da oração Professor Guga Valente Termos essenciais 1. Termos essenciais: aqueles que são indispensáveis, isto é, não podem faltar. São eles: sujeito e predicado. 2. Termos integrantes:

Leia mais

Prof. Eloy Gustavo. Derivação Verbal

Prof. Eloy Gustavo. Derivação Verbal Prof. Eloy Gustavo Derivação Verbal Derivação Verbal: Sabendo-se conjugar um verbo numa das formas primitivas, consegue-se obter também as que lhe são derivadas. Abaixo aparecem as três formas primitivas

Leia mais

SUMÁRIO ORTOGRAFIA... 29

SUMÁRIO ORTOGRAFIA... 29 SUMÁRIO CAPÍTULO I ORTOGRAFIA... 29 1. Ditongo... 31 2. Formas variantes... 35 3. Homônimos e parônimos... 36 4. Porque, por que, por quê, porquê... 44 5. Hífen... 45 6. Questões desafio... 50 CAPÍTULO

Leia mais

Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português

Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português A Conjugação A origem: Eu - Presente do Indicativo ex. Falo, posso Retirar a terminação -o: Ex. Fal-, poss- Adicionar

Leia mais

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe Página1 Curso/Disciplina: Português para Concurso. Aula: Estudo da Sintaxe: Sujeito. Conceito; Classificações: sujeito determinado e indeterminado - 02 Professor (a): Rafael Cunha Monitor (a): Amanda Ibiapina

Leia mais

Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima.

Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima. Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima. Termos essenciais 1) Sujeito: é o termo a respeito do qual se declara alguma

Leia mais

OBJETIVO CONCURSOS PORTUGUÊS ASSUNTOS: compreensão, interpretação, reescritura e concordância verbal PROFª Emília Parente 1 CONCORDÂNCIA VERBAL Ocorre quando o verbo se flexiona para concordar com seu

Leia mais

PLURAL DOS COMPOSTOS. I) FAZEM O PLURAL COMO OS SUBSTANTIVOS SIMPLES QUANDO. Girassóis, pontapés, mandachuvas.

PLURAL DOS COMPOSTOS. I) FAZEM O PLURAL COMO OS SUBSTANTIVOS SIMPLES QUANDO. Girassóis, pontapés, mandachuvas. PLURAL DOS COMPOSTOS. I) FAZEM O PLURAL COMO OS SUBSTANTIVOS SIMPLES QUANDO NÃO LIGADOS POR HÍFEN. Girassóis, pontapés, mandachuvas. II) FLEXIONAM-SE OS DOIS ELEMENTOS NO CASO DE: substantivo + substantivo

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 33 Modos verbais: Subjuntivo

Bárbara da Silva. Português. Aula 33 Modos verbais: Subjuntivo Bárbara da Silva Português Aula 33 Modos verbais: Subjuntivo Modo subjuntivo Quando o verbo expressa uma possibilidade, suposição, condição, etc, o chamamos de subjuntivo. O modo subjuntivo apresenta os

Leia mais

3. O comportamento de realizar ações mecanicamente, sem raciocinar, ou seja, de maneira repetida e impensada.

3. O comportamento de realizar ações mecanicamente, sem raciocinar, ou seja, de maneira repetida e impensada. GABARITO DOS EXERCÍCIOS DO LIVRO LINGUAGENS 7 ANO GRAMÁTICA PROF.ª LORNA Página 27-28 4. a) 1ª conjugação: articular, inspirar. 2ª conjugação: saber, querer, compreender, ser. 3ª conjugação: vir b) Regulares:

Leia mais

CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO FINAL - 6º ANO

CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO FINAL - 6º ANO CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO FINAL - 6º ANO - 2018 Prezados pais e/ou responsáveis pelos alunos do 6º ano A, Com o objetivo de obter um melhor desempenho na Recuperação Final, encaminhamos o calendário de

Leia mais

Vestibular UFRGS 2016 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2016 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Vestibular UFRGS 2016 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 1. Alternativa (A) às vésperas : locução adverbial cujo núcleo é palavra feminina tem crase obrigatória (substitua por, por exemplo, ao lado

Leia mais

Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa

Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa Questões 1 a 20 1. Alternativa E Comentário único: Devido à falta de emprego, o personagem se tornou miserável; por isso, a letra e é a

Leia mais

TEMPOS VERBAIS Os tempos verbais indicam fatos que acontecem no momento da fala, fatos conclusos, fatos não concluídos no momento em que estavam sendo observados e fatos que acontecem depois do momento

Leia mais

VERBOS. Profª Giovana Uggioni Silveira

VERBOS. Profª Giovana Uggioni Silveira VERBOS Profª Giovana Uggioni Silveira AÇÃO ESTADO FENÔMENOS DA NATUREZA FORMAS NOMINAIS DO VERBO Infinitivo (amar, fazer, partir, comemorar, por, ser, ir) terminados em AR - 1ª conjugação terminados em

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA: REVISÃO DE TEXTO II

LÍNGUA PORTUGUESA: REVISÃO DE TEXTO II LÍNGUA PORTUGUESA: REVISÃO DE TEXTO II Prof. Francisco Platão Savioli ESTRUTURA SINTÁTICA DO PERÍODO SIMPLES (1) (TEMA 3) SUJEITO E PREDICADO Constituintes básicos da oração As chuvas sujeito provocaram

Leia mais

Português. Flexão Verbal de Tempo (Presente, Pretérito, Futuro) Professor Arthur Scandelari.

Português. Flexão Verbal de Tempo (Presente, Pretérito, Futuro) Professor Arthur Scandelari. Português Flexão Verbal de Tempo (Presente, Pretérito, Futuro) Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português FLEXÃO VERBAL DE TEMPO (PRESENTE, PRETÉRITO, FUTURO) Tempos verbais 1.

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos VERBO

Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos VERBO Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos VERBO VERBOS REGULARES Acompanhe o exemplo do verbo FALAR: Presente Pretérito Perfeito Radical Terminação Radical Terminação Fal o fal ei fal

Leia mais

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é uma forma verbal. Existem também o sintagma adjetival

Leia mais

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS. Tutora: Ariana de Carvalho

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS. Tutora: Ariana de Carvalho APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS Tutora: Ariana de Carvalho O QUE É SINTAXE? É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro

Leia mais