DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO"

Transcrição

1 DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO SER HUMANO Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL

2 A estruturação deste livro, que encerra um alto objetivo pedagógico e formativo, mostra com muita evidência que a Logosofia vai diretamente à raiz do velho e até hoje insolúvel problema do aperfeiçoamento humano, resolvendo-o definitivamente. Não podemos negar que uma ou outra vez se tenham mencionado as deficiências e propensões dadas a conhecer nesta obra. Ninguém ignora, é verdade, que há pessoas vaidosas, impulsivas, egoístas, indolentes, indiscretas, etc. Entretanto, quem se encarregou de tratar delas a fundo, não só como deficiências caracterológicas que afetam a vida psíquica, moral e espiritual do ser, mas também como parte de um estudo integral, derivado de um plano de evolução consciente? Foi somente a ciência logosófica que as focalizou dessa forma, à luz de sua própria concepção original, permitindo o desenvolvimento da consciência e, conseqüentemente, a depuração progressiva de tais deficiências como fatores de permanente perturbação na vida do homem. O exame analítico e a descrição que fazemos de cada deficiência e propensão, para apresentá-las aos olhos do entendimento que queira apreciar sua realidade, mostram a inquestionável importância que seu conhecimento assume na condução consciente da vida. O conhecimento logosófico é de tal forma essencial, que não se pode prescindir de seu auxílio quando cada ser humano encara a realização do processo de evolução consciente, por ser parte fundamental do plano que, primeiramente, leva à exploração e, depois, à descoberta de tudo o que o indivíduo possui de positivo e negativo. Dessa maneira, o ser já não pode ignorar com que recursos conta e quais são as falhas que deve corrigir, para triunfar conscientemente na experiência de sua própria vida. Essa é a razão pela qual já assinalamos, mais de uma vez, a diferença enorme, fundamental, que existe entre o simples enunciado Conhece-te a ti mesmo e o conhecimento real e efetivo que ensina a concretizar, de forma sistemática e acabada, esse desiderato no próprio interessado.a prova disto está no fato de que, vinte e cinco séculos depois de seu enunciado, ninguém ainda chegou sequer a vislumbrar esse conhecimento, porque ninguém, fora da Logosofia, ainda o ensinou. Hoje tem a palavra nossa ciência. Em seus pronunciamentos, cada um encontrará fundamentadas verdades. E, em cada verdade que a concepção logosófica apresenta e, explica, o homem apreciará, com exato e sereno juízo, quais foram as causas que postergaram sua evolução interna e as manifestações conscientes de seu espírito.

3 NINGUÉM PODE AFIRMAR QUE DOMINA CONSCIENTEMENTE O CAMPO DE SUA PRÓPRIA PSICOLOGIA, SE NÃO ENFRENTOU ANTES, COM ÊXITO, AS FALHAS CARACTEROLÓGICAS QUE O ANGUSTIAM.

4 Título do original: Deficiencias y Propensiones del Ser Humano Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol) REVISÃO DA TRADUÇÃO: José Dalmy Silva Gama CAPA E PROJETO GRÁFICO: Silvia Ribeiro ASSISTENTES DE DESIGN : Nicole Boehringuer e Clarice Uba PRODUÇÃO GRÁFICA: Adesign Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) González Pecotche, Carlos Bernardo, Deficiências e propensões do ser humano / Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol) ; [traduzido do espanhol por Filiados da Fundação Logosófica ; revisão da tradução José Dalmy Silva Gama]. -- São Paulo : Logosófica, Título original: Deficiencias y propensiones del ser humano 1ª reimpr. da 11. ed. de ISBN Comportamento humano 2. Conduta de vida 3. Logosofia I. Título CDD Índices para catálogo sistemático: 1. Deficiências humanas : Ética Copyright da Editora Logosófica fone/fax: (11) Rua Coronel Oscar Porto, 818 CEP São Paulo SP Brasil, da Fundação Logosófica Em Prol da Superação Humana Sede central: SHCG/NORTE Quadra 704 Área de Escolas CEP Brasília DF Brasil vide representantes regionais na última página EDITORA AFILIADA

5 ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES DO AUTOR Intermedio Logosófico, 216 págs., (1) Introducción al Conocimiento Logosófico, 494 págs., Diálogos, 212 págs., (1) Exégesis Logosófica, 110 págs., (1) (2) (4) (1) (2) (4) El Mecanismo de la Vida Consciente, 125 págs., (1) (2) (4) La Herencia de Sí Mismo, 32 págs., (1) (2) (4) Logosofía. Ciencia y Método, 150 págs., El Señor de Sándara, 509 págs., (1) (1) (2) (4) Deficiencias y Propensiones del Ser Humano, 213 págs., (1) (2) (4) (6) Curso de Iniciación Logosófica, 102 págs., Bases para Tu Conducta, 55 págs., El Espíritu, 196 págs., (1) (2) (4) (7) (1) (2) (3) (4) (5) (6) Colección de la Revista Logosofía (tomos I (1), II (1), III), 715 págs., Colección de la Revista Logosofía (tomos IV, V), 649 págs., (1) (2) (1) Em português. (2) Em inglês. (3) Em esperanto. (4) Em francês. (5) Em catalão. (6) Em italiano. (7) Em hebraico.

6 DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO SER HUMANO Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL 1ª Reimpressão da 11ª Edição Editora Logosófica São Paulo 2007

7 Primeira Parte Metodologia das Deficiências e Propensões

8 Introdução A ntes de entrar em cheio no desenvolvimento desta obra, será necessário oferecer ao leitor um conjunto de explicações que porão à sua disposição os elementos mínimos exigidos por tão importantíssima parte do conhecimento de si mesmo: a que corresponde às deficiências psicológicas, por serem causas determinantes da incapacidade e impotência dos esforços humanos na procura do despertar consciente nas altas esferas do espírito. Desde que o homem começou a ter as primeiras noções de moral, vem-lhe sendo repetido que deve ser bom, que deve elevar sua vida e ser melhor. Entretanto, foi-lhe ensinado positivamente como fazer para alcançar semelhante desiderato? A resposta, por demais sugestiva, é oferecida pelo estado de incrível desorientação em que hoje ele se encontra. Não lhe foi ensinado como ser melhor. Os que pretenderam fazê-lo careciam de 9

9 Carlos Bernardo González Pecotche (raumsol) conhecimentos capazes de substanciar esse propósito e, na falta disso, adotaram o sistema de inculcar no semelhante, desde a mais tenra idade, pensamentos e sugestões incompatíveis com sua razão e sua sensibilidade. Inculcar idéias que não respondem a fins superiores, e sim a fins de submissão como sempre se procurou, em parte com êxito, é fazer das mentes humanas moldes rígidos, destinados à recepção cega de um saber quimérico. E dizemos quimérico porque o autêntico saber não endurece a mente, não a fanatiza nem a submete a farsas dogmáticas; ao contrário, propicia as manifestações do livre-arbítrio e desperta a consciência individual. Sempre se buscou é bom destacar, para que ninguém se engane, sempre se buscou, repetimos, o fácil, o ilusório e sedutor, a fim de conquistar adeptos para uma ou outra seita religiosa, para uma ou outra tendência filosófica ou ideológica extremista, nas quais o ser depois fica enjaulado atrás das grades dos inúmeros preconceitos que a credulidade infunde. Entretanto, se bem que a alma humana seja sugestionável por excelência e sofra, com incompreensível resignação, o aniquilamento de sua capacidade perceptiva e analítica, o espírito reclama, ao contrário, com indagadora insistência, tratamento e respeito próprios de sua paridade existencial. Explica-se assim como, através das gerações, se veio acentuando uma rebeldia espontânea, gestada em espíritos indômitos; naqueles, logicamente, que se recusaram a admitir esse tratamento assaz contrário à evolução integral do homem. 10

10 Deficiências e Propensões do Ser Humano De nossa parte, declaramos inoperantes e sem consistência os métodos ensaiados até aqui com vistas ao aperfeiçoamento humano, por não conterem os conhecimentos básicos sobre a estruturação mental, psicológica e espiritual que caracteriza cada indivíduo, nem tampouco o domínio dos fatores que governam a vida interna. Nossa concepção parte do estudo da própria mente, por ser ela, especificamente considerada, o órgão promotor da vida psíquica, e se projeta sobre os pensamentos, por serem os agentes naturais que configuram a vida de cada homem em seus aspectos mais preponderantes. Uma prova de que os caminhos até agora seguidos foram equivocados nos é dada, sem mais rodeios, pelo fato de que nenhum deles levou o homem a meta alguma que evidenciasse a culminação de um processo de aperfeiçoamento integral e consciente. Não podia ser de outro modo, já que se deixou de começar pelo essencial: conhecer, bloquear, debilitar e anular todas as deficiências psicológicas que afetam a criatura humana, para que sua nefasta influência não prejudique nem detenha o processo de evolução mediante o qual se rompem as limitações a que está sujeito o ser corrente, por falta de preparação e fortalecimento internos adequados. Queremos com isso dizer que não houve, no estudo das possibilidades humanas, referência alguma a este gênero de conhecimentos que hoje a concepção logosófica oferece. Já se falou, esporadicamente e em termos gerais, dos vícios e 11

11 As deficiências são também feras, feras mentais que não se conformam em devorar os pensamentos e projetos úteis que cada um armazena ou cultiva em seu campo mental. Seu afã de destruir como acontece com o pessimismo, a obstinação, o descuido, a irritabilidade, a veemência, etc. as induz a atentar contra os sentimentos mais nobres, e inclusive contra a própria vida de seu dono. é preciso, pois, que acabemos com tais pensamentos, se não quisermos que eles acabem conosco.

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES DO AUTOR

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES DO AUTOR ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES DO AUTOR Intermedio Logosófico, 216 págs., 1950. (1) Introducción al Conocimiento Logosófico, 494 págs., 1951. (1) (2) Diálogos, 212 págs., 1952. (1) Exégesis Logosófica, 110 págs.,

Leia mais

curso de iniciação logosófica

curso de iniciação logosófica curso de iniciação logosófica estudo e prática dos conhecimentos que o integram Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL Estamos em condições de assegurar, com a autoridade que nos é conferida pela própria

Leia mais

Si Mesmo. Logosófica. Carlos Bernardo González Pecotche. Editora RAUMSOL

Si Mesmo. Logosófica. Carlos Bernardo González Pecotche. Editora RAUMSOL Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL A Herança de Si Mesmo Editora Logosófica A HerAnçA de Si Mesmo Ao publicar o presente tra balho, o autor levou em conta a repercussão que ele pode alcançar no

Leia mais

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. Logosofia COLETÂNEA DA REVISTA. Tomo

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. Logosofia COLETÂNEA DA REVISTA. Tomo Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL COLETÂNEA DA REVISTA Logosofia Tomo 2 NAS ENTRANHAS DA AMÉRICA GESTA-SE O FUTURO DA HUMANIDADE. RAUMSOL Últimas publicações do autor Intermedio Logosófico, 216

Leia mais

Primeira Parte: Aprender a Relacionar-se. Capítulo Três: A Relação Consigo Mesmo

Primeira Parte: Aprender a Relacionar-se. Capítulo Três: A Relação Consigo Mesmo A ARTE DE VIVER A RELAÇÃO por Jorge Waxemberg Copyright 1992 por Jorge Waxemberg Tradução - Equipe da ECE - Editora de Cultura Espiritual Direitos para a língua portuguesa adquiridos pela ECE Primeira

Leia mais

IV PARTE FILOSOFIA DA

IV PARTE FILOSOFIA DA IV PARTE FILOSOFIA DA 119 P á g i n a O que é? Como surgiu? E qual o seu objetivo? É o que veremos ao longo desta narrativa sobre a abertura do trabalho. Irmos em busca das estrelas, no espaço exterior,

Leia mais

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA de Si Mesmo EDITORA 1 / 9 Iluminação Interior Como iniciar o trabalho de iluminação de nossa própria alma? Deve-se começar com o autodomínio. Disciplina de sentimentos

Leia mais

Roteiro 31. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 31. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 31 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivos Explicar a abrangência da Teoria dos valores e sua evolução histórica Analisar

Leia mais

ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN. Prof. Helder Salvador

ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN. Prof. Helder Salvador ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN Prof. Helder Salvador 3 - A ANTROPOLOGIA COMO FUNDAMENTO DA PEDAGOGIA. Para Edith Stein existe uma profunda relação entre os termos metafísica, antropologia e pedagogia

Leia mais

RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL

RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL Conselho de Arbitragem RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL Abril /2013 1 / 4 1. INTRODUÇÃO O Futebol evolui consideravelmente nos últimos anos e a competitividade

Leia mais

Os 12 Trabalhos de Hércules x O Caminho da Iniciação. Hércules: o Herói dentro de cada um

Os 12 Trabalhos de Hércules x O Caminho da Iniciação. Hércules: o Herói dentro de cada um Os 12 Trabalhos de Hércules x O Caminho da Iniciação Hércules: o Herói dentro de cada um Hércules é o herói que alegoriza o Homem Autêntico o Auto realizado. Somente o Herói Solar pode realizar tal tarefa,

Leia mais

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade CELD - 8 o EEJA A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis O cérebro triúno O conceito do cérebro triúno foi proposto pelo médico e cientista Paul MacLean.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

Código Deontológico. (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro)

Código Deontológico. (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro) Código Deontológico (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro) SECÇÃO II Do código deontológico do enfermeiro Artigo 78.º Princípios gerais 1 - As intervenções

Leia mais

Introdução ao Conhecimento Logosófico

Introdução ao Conhecimento Logosófico Introdução ao Conhecimento Logosófico Especialme estudantes este livro há por extensã que simpati Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL ensinament todos aquel sejam atraíd servindo-lhe ao conhecim

Leia mais

DIREITO DE ACESSIBILIDADE NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

DIREITO DE ACESSIBILIDADE NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA 1 DIREITO DE ACESSIBILIDADE NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA Cezar E. Martinelli 1 RESUMO: O artigo fala sobre o Direito de Acessibilidade e sua importância, ligado aos movimentos sociais que promovem

Leia mais

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE ÍNDICE PARTE I A TEORIA DA CURA 1. POR QUE AS AFIRMAÇÕES FAZEM EFEITO... 19 O poder espiritual da palavra humana... 20 O poder que Deus deu ao homem... 21 O emprego da vontade, do sentimento e da razão...

Leia mais

CURSO DE INICIAÇÃO LOGOSÓFICA

CURSO DE INICIAÇÃO LOGOSÓFICA CURSO DE INICIAÇÃO LOGOSÓFICA ESTUDO E PRÁTICA DOS CONHECIMENTOS QUE O INTEGRAM Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL Estamos em condições de assegurar, com a autoridade que nos é conferida pela própria

Leia mais

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Autor: Regis Mesquita Blog Nascer Várias Vezes - http://www.nascervariasvezes.com/ "Não ser autêntico é uma forma de evitar aquilo

Leia mais

Declaração dos Direitos da Criança (1959)

Declaração dos Direitos da Criança (1959) Declaração dos Direitos da Criança (1959) Preâmbulo Visto que os povos das Nações Unidas, na Carta, reafirmaram a sua fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e no valor do ser humano, e resolveram

Leia mais

Relações Humanas e Marketing Pessoal

Relações Humanas e Marketing Pessoal Relações Humanas e Marketing Pessoal Realização: Projeto Ser Tão Paraibano Parceiros: Elaboração: Deusilandia Soares Professor-Orientador: Vorster Queiroga Alves PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS Em qualquer

Leia mais

A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS

A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Enéas Rodrigues Marques Todos os direitos reservados Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro Espírita

Leia mais

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. Si Mesmo

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. Si Mesmo Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL A Herança de Si Mesmo A Herança de Si Mesmo Ao pu bli car o pre sen te tra ba lho, o au tor le vou em con ta a re per cus são que o mes mo pode al can çar no mun

Leia mais

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Federação Europeia de Associações de Psicólogos Código Geral de Ética Aceite pela Assembleia Geral, Atenas, 1 Julho 1995. 1. Preâmbulo. Os Psicólogos

Leia mais

MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO

MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO Vitor Ronaldo Costa Gustavo Henrique de Lucena MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO 1 a edição Matão, SP - 2014 - MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico:

Leia mais

DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO

DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO DEFICIÊNCIAS E PROPENSÕES DO SER HUMANO Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL NINGUÉM PODE AFIRMAR QUE DOMINA CONSCIENTEMENTE O CAMPO DE SUA PRÓPRIA PSICOLOGIA, SE NÃO ENFRENTOU ANTES, COM ÊXITO, AS

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

ENSINO E PESQUISA: EDUCAÇÃO, TRABALHO E CIDADANIA 1

ENSINO E PESQUISA: EDUCAÇÃO, TRABALHO E CIDADANIA 1 1 ENSINO E PESQUISA: EDUCAÇÃO, TRABALHO E CIDADANIA 1 Cristiano Pinheiro Corra 2 Lorena Carolina Fabri 3 Lucas Garcia 4 Cibélia Aparecida Pereira 5 RESUMO: O presente artigo tem como objetivo suscitar

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação

ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação Janaina Guimarães 1 Paulo Sergio Machado 2 Resumo: Este trabalho tem por objetivo fazer uma reflexão acerca da espiritualidade do educador

Leia mais

O Centro Espírita e seus Trabalhadores

O Centro Espírita e seus Trabalhadores FidelidadESPÍRITA Abril 2007 O Centro Espírita e seus Trabalhadores por Therezinha Oliveira 42 Uma publicação do Centro de Estudos Espíritas Nosso Lar Campinas/SP Abril 2007 FidelidadESPÍRITA Toda religião

Leia mais

CULTURA ECLÉTICA ENSINAMENTOS ESOTEROESPIRITUALISTAS

CULTURA ECLÉTICA ENSINAMENTOS ESOTEROESPIRITUALISTAS CULTURA ECLÉTICA ENSINAMENTOS ESOTEROESPIRITUALISTAS AULA nº 2 A mente humana possui muitos canais de comunicação, com os quais se relaciona com o mundo exterior e interior. Esses canais, quando são ativados,

Leia mais

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA Proclamada pela Resolução da Assembleia Geral 1386 (XIV), de 20 de Novembro de 1959 PREÂMBULO CONSIDERANDO que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta, a sua

Leia mais

AS ATIVIDADES ESPORTIVAS E DE LAZER COMO CONTRIBUIÇÃO PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE IGARASSU.

AS ATIVIDADES ESPORTIVAS E DE LAZER COMO CONTRIBUIÇÃO PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE IGARASSU. AS ATIVIDADES ESPORTIVAS E DE LAZER COMO CONTRIBUIÇÃO PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE IGARASSU. Autora: MARIA JOSÉ CALADO Introdução Diante da necessidade e do direito

Leia mais

Sumário. Pausa para Reflexão... 11

Sumário. Pausa para Reflexão... 11 CAMPINAS SP 2003 Sumário Pausa para Reflexão... 11 1. Campo Fluídico... 15 2. Calma Ativa... 19 3. Fé Raciocinada... 23 4. Luz Indispensável... 27 5. Ondas Viciadas... 31 6. Perante a Dúvida... 37 7. Sem

Leia mais

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec CAIRBAR SCHUTEL O transformismo e a evolução anímica 7 a edição GÊNESE DA ALMA 7ª edição

Leia mais

RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE.

RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE. RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE. Elen Patrícia Piccinini Leandro Dierka Patrícia Asinelli Silveira RESUMO Em meio à correria e compromissos do dia a dia é difícil prestar atenção em nosso corpo.

Leia mais

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750 John Locke (1632-1704) Biografia Estudou na Westminster School; Na Universidade de Oxford obteve o diploma de médico; Entre 1675 e 1679 esteve na França onde estudou Descartes (1596-1650); Na Holanda escreveu

Leia mais

A oxitocina, a testosterona, o homem e a mulher.

A oxitocina, a testosterona, o homem e a mulher. A oxitocina, a testosterona, o homem e a mulher. O casamento deve manifestar a glória de Deus, revelar os seus dons às suas criaturas e proteger os seres humanos do desastre inevitável que ocorre quando

Leia mais

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO 284 FLUIDOTERAPIA NA CASA ESPÍRITA IRRADIAÇÃO O QUE É IRRADIAÇÃO? Irradiação: [do latim irradiare = irradiar + ção]. Ato ou efeito de emitir ondas, lançar raios de luz ou de calor,

Leia mais

CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA

CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA A APLICAÇÃO DE PASSES O MÉDIUM APLICADOR DE PASSES O MÉDIUM APLICADOR DE PASSES Vimos em nossa 4ª. vídeo-aula sobre fluidoterapia espírita que

Leia mais

curso de iniciação logosófica

curso de iniciação logosófica curso de iniciação logosófica estudo e prática dos conhecimentos que o integram Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL Estamos em condições de assegurar, com a autoridade que nos é conferida pela própria

Leia mais

Destacando que a responsabilidade primordial e o dever de promover e proteger os direitos humanos, e as liberdades fundamentais incumbem ao Estado,

Destacando que a responsabilidade primordial e o dever de promover e proteger os direitos humanos, e as liberdades fundamentais incumbem ao Estado, Declaração sobre o Direito e o Dever dos Indivíduos, Grupos e Instituições de Promover e Proteger os Direitos Humanos e as Liberdades Fundamentais Universalmente Reconhecidos 1 A Assembléia Geral, Reafirmando

Leia mais

Tipos de Conhecimento

Tipos de Conhecimento Conhecer = incorporação de um conceito novo ou original sobre algo (fato ou fenômeno) CONHECIMENTO surge: de experiências acumuladas na vida cotidiana; de relacionamento interpessoais; de outros instrumentos

Leia mais

Jusnaturalismo ou Positivismo Jurídico:

Jusnaturalismo ou Positivismo Jurídico: 1 Jusnaturalismo ou Positivismo Jurídico: Uma breve aproximação Clodoveo Ghidolin 1 Um tema de constante debate na história do direito é a caracterização e distinção entre jusnaturalismo e positivismo

Leia mais

PRÁTICAS E PERSPECTIVAS DE DEMOCRACIA NA GESTÃO EDUCACIONAL

PRÁTICAS E PERSPECTIVAS DE DEMOCRACIA NA GESTÃO EDUCACIONAL PRÁTICAS E PERSPECTIVAS DE DEMOCRACIA NA GESTÃO EDUCACIONAL Coleção EDUCAÇÃO SUPERIOR Coordenação editorial: Claudenir Módolo Alves Metodologia Científica Desafios e caminhos, Osvaldo Dalberio / Maria

Leia mais

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Letras e Linguística PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. O Mecanismo da Vida Consciente

Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL. O Mecanismo da Vida Consciente Carlos Bernardo González Pecotche RAUMSOL O Mecanismo da Vida Consciente O Mecanismo da Vida Consciente O autor consagrou sua vida à obra fecunda que realizou em prol da superação humana. Criou uma ciência,

Leia mais

A causa fundamental na mudança da personalidade

A causa fundamental na mudança da personalidade Psicólogo : Chang Kin Man Há dias atrás, fui ao casamento de um velho amigo meu. Durante o jantar, para além de termos podido apreciar as iguarias, ainda pudemos compartilhar a felicidade dos noivos, de

Leia mais

A EDUCAÇÃO E A BUSCA PELA PAZ ENTREVISTA COM PROFESSOR PIERRE WEIL

A EDUCAÇÃO E A BUSCA PELA PAZ ENTREVISTA COM PROFESSOR PIERRE WEIL A EDUCAÇÃO E A BUSCA PELA PAZ ENTREVISTA COM PROFESSOR PIERRE WEIL Por: Daniela Borges Lima de Souza1 e Bruno Mourão Paiva2 Francês, nascido em 1924, o professor Pierre Weil é escritor, educador e psicólogo

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO Marcelo Moura 1 Líbia Serpa Aquino 2 Este artigo tem por objetivo abordar a importância das atividades lúdicas como verdadeiras

Leia mais

SUTRA DOS OITO CONHECIMENTOS DOS GRANDES SERES

SUTRA DOS OITO CONHECIMENTOS DOS GRANDES SERES SUTRA DOS OITO CONHECIMENTOS DOS GRANDES SERES O discípulo do Buda constantemente, dia e noite, com devoção sincera, recita o Sutra dos Oito Conhecimentos dos Grandes Seres. Primeiro conhecimento: O mundo

Leia mais

CONSELHO INTERACÇÃO. Declaração Universal dos Deveres do Homem. Setembro de 1997. Criado em 1983. InterAction Council

CONSELHO INTERACÇÃO. Declaração Universal dos Deveres do Homem. Setembro de 1997. Criado em 1983. InterAction Council CONSELHO INTERACÇÃO Criado em 1983 Declaração Universal dos Deveres do Homem Setembro de 1997 InterAction Council Declaração Universal dos Deveres do Homem Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da

Leia mais

Conclusões do Encontro do Laicato Dominicano

Conclusões do Encontro do Laicato Dominicano Conclusões do Encontro do Laicato Dominicano História OP Quatro elementos foram tomados como pontos de reflexão e ação para os dois primeiros anos. Um dos pontos ou aspetos sobre o qual trabalhar é a compaixão.

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO LINHA DE PESQUISA TEORIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PROJETO IDENTIDADE E A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Leia mais

Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino

Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino ED/2003/CONV/H/1 Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino Adotada a 14 de dezembro de 1960, pela Conferência Geral da UNESCO, em sua 11ª sessão, reunida em Paris de 14 de novembro

Leia mais

Ética Animal Escola Secundária do Restelo

Ética Animal Escola Secundária do Restelo Ética Animal Escola Secundária do Restelo Marta Cardoso Francisco 11º E É moralmente correcto sujeitar os animais a atrocidades em prol do desenvolvimento humano? Será correcta a utilização de animais

Leia mais

Governança Sustentável nos BRICS. Resumo executivo

Governança Sustentável nos BRICS. Resumo executivo Governança Sustentável nos BRICS Resumo executivo Sumário executivo A rapidez com que, nos últimos anos, as economias emergentes do Brasil, da Rússia, da Índia, da China e da África do Sul vêm se aproximando

Leia mais

Preocupados com a discriminação de que são objeto as pessoas em razão de suas deficiências;

Preocupados com a discriminação de que são objeto as pessoas em razão de suas deficiências; CONVENÇÃO INTERAMERICANA PARA A ELIMINAÇÃO DE TODAS AS FORMAS DE DISCRIMINAÇÃO CONTRA AS PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA (CONVENÇÃO DA GUATEMALA), de 28 de maio de 1999 Os Estados Partes nesta Convenção,

Leia mais

ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR

ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR Claudio C. Conti www.ccconti.com Congresso Espiritismo 150 de O Evangelho Segundo o Espiritismo ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR Como funcionamos A mente é a ferramenta para compreender questões que transcendem

Leia mais

Cabalaterapia Aplicada a Produtores Rurais ELIAS SILVA*

Cabalaterapia Aplicada a Produtores Rurais ELIAS SILVA* UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA UFV CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CCA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL - DEF Cabalaterapia Aplicada a Produtores Rurais ELIAS SILVA* * Engenheiro Florestal, Mestre e Doutor

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira Metodologia da Catequese com Crianças Ligia Aparecida de Oliveira O que é ser Criança? Watson, Piaget ou Freud? Eis a Questão. John B. Watson, psicólogo americano, é o principal responsável pela teoria

Leia mais

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias novembro/2011 página 1 CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Elba Siqueira de Sá Barretto: Os cursos de Pedagogia costumam ser muito genéricos e falta-lhes um

Leia mais

Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo)

Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo) Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo) Os ideais e a ética que nortearam o campo da educação Comenius: A educação na escola deve

Leia mais

A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná.

A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná. A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná. O Curso de Formação de Docentes Normal, em nível médio, está amparado

Leia mais

ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO

ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO Hélio de Moraes e Marques 1 Resumo: O ensino da filosofia possui características muito peculiares quanto ao seu método. Refiro-me à exposição pelo professor

Leia mais

É claro que somos guardiões do nosso irmão, afirma o Dr Zygmunt.

É claro que somos guardiões do nosso irmão, afirma o Dr Zygmunt. Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 15/08/2010 Comunhão: Resultado de experiências radicais com Jesus. (Estudo 3) Mês da Comunhão 2 O Dr. Zygmunt Bauman, no livro A Sociedade Individualizada, abordando

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DIREITO À IGUALDADE, SEM DISTINÇÃO DE RAÇA RELIGIÃO OU NACIONALIDADE Princípio I - A criança desfrutará

Leia mais

Gabarito de respostas para o Estudo de O Evangelho Segundo o Espiritismo FLS 1 de 11

Gabarito de respostas para o Estudo de O Evangelho Segundo o Espiritismo FLS 1 de 11 FLS 1 de 11 Estudo 1: Questão: 1 a) o ensino moral b) c) d) São as vozes do Céu que vem Esclarecer os Homens e convidá-los À prática do Evangelho. Estudo 2: Questão: 1 a) (errado) b) (certo) c) (certo)

Leia mais

A Criança e os Mimos. "Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível..."

A Criança e os Mimos. Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível... A Criança e os Mimos "Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível..." Autora: Anne M. Lucille[1] "Respeito é quando ensinamos, não quando corrigimos..."

Leia mais

TUDO O QUE APRENDEMOS É BOM

TUDO O QUE APRENDEMOS É BOM VERDADEIRO? FALSO? TUDO O QUE APRENDEMOS É BOM VERDADEIRO? FALSO? A EDUCAÇÃO PODE ME PREJUDICAR VERDADEIRO? FALSO? APRENDO SEMPRE DE FORMA CONSCIENTE ESPAÇOS DE APRENDIZAGEM Podemos concordar que aprendemos

Leia mais

Rudolf Steiner. Londres, 2 de Maio de 1913

Rudolf Steiner. Londres, 2 de Maio de 1913 Rudolf Steiner Londres, 2 de Maio de 1913 O Mistério do Gólgota é o mais difícil de se compreender de todos os Mistérios, mesmo para aqueles que alcançaram um estágio avançado no conhecimento oculto. Entre

Leia mais

TRÊS VALORES ESPÍRITAS

TRÊS VALORES ESPÍRITAS TRÊS VALORES ESPÍRITAS 1 2 ENCONTROS E DESENCONTROS DE DOIS MUNDOS Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Azevedo, Israel Belo de O espiritismo

Leia mais

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques Cap 1 A teoria e a prática da Educação Ramiro Marques Aristóteles dedica um espaço importante de A Política ao tema da educação, preocupando-se com a discussão de vários assuntos: fim pacífico da Educação,

Leia mais

O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?-

O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- 1 2 O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- Hideraldo Montenegro 3 Hideraldo

Leia mais

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica.

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. António Mora PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. Uma metafísica é um modo de sentir as coisas esse modo de

Leia mais

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE OS DIREITOS DO HOMEM Viena, 14-25 de Junho de 1993

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE OS DIREITOS DO HOMEM Viena, 14-25 de Junho de 1993 CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE OS DIREITOS DO HOMEM Viena, 14-25 de Junho de 1993 DECLARAÇÃO DE VIENA E PROGRAMA DE ACÇÃO Nota do Secretariado Em anexo encontra-se o texto da Declaração de Viena e do Programa

Leia mais

Page 1 of 6. http://www2.unifap.br/borges

Page 1 of 6. http://www2.unifap.br/borges Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia da Educação I Educador: João Nascimento Borges Filho Pequena

Leia mais

RESENHA. Desenvolvimento Sustentável: dimensões e desafios

RESENHA. Desenvolvimento Sustentável: dimensões e desafios RESENHA Desenvolvimento Sustentável: dimensões e desafios Sustainable Development: Dimensions and Challenges Marcos Antônio de Souza Lopes 1 Rogério Antonio Picoli 2 Escrito pela autora Ana Luiza de Brasil

Leia mais

Palestrante: José Nazareno Nogueira Lima Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA

Palestrante: José Nazareno Nogueira Lima Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA A ÉTICA NA POLÍTICA Palestrante: Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA A origem da palavra ÉTICA Ética vem do grego ethos, que quer dizer o modo de ser, o caráter. Os romanos traduziram

Leia mais

Título: Educação e construção de sentidos em um mundo de constantes transformações.

Título: Educação e construção de sentidos em um mundo de constantes transformações. Família e Escola construindo valores. Título: Educação e construção de sentidos em um mundo de constantes transformações. Autor: Fábio Henrique Marques Instituição: Colégio Metodista de Ribeirão Preto

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO COLABORADOR www.simplessolucoes.com.br

MATERIAL DE APOIO PARA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO COLABORADOR www.simplessolucoes.com.br Folha 1 de 6 O que é uma avaliação de desempenho? Avaliação de desempenho é um processo contínuo de análise da atuação do colaborador frente às tarefas, responsabilidades e comportamentos da função, contribuindo

Leia mais

MÓDULOS A LECCIONAR. I Módulo : Tema 1 - Pessoa e Cultura 13/17. I Módulo : Tema 2 - A Identidade Regional 13/17

MÓDULOS A LECCIONAR. I Módulo : Tema 1 - Pessoa e Cultura 13/17. I Módulo : Tema 2 - A Identidade Regional 13/17 CURSO DE TÉCNICO DE FRIO E CLIMATIZAÇÃO 1º Ano CICLO DE FORMAÇÃO 2010/2013 Carga horária anual (horas/aulas): 76/102 I Módulo : Tema 1 - Pessoa e Cultura I Módulo : Tema 2 - A Identidade Regional I Módulo

Leia mais

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 ÍNDICE Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 1. A Universalidade, Necessidade e Unidade da Religião...8 O objetivo comum da vida...8 Definição universal de religião...12 O que significa ser religioso...13

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

Aquisição da Propriedade Ilícita pela Usucapião

Aquisição da Propriedade Ilícita pela Usucapião Aquisição da Propriedade Ilícita pela Usucapião 2013 Álvaro Borges de Oliveira; Fabiano Oldoni Direitos desta edição adquiridos pela Paco Editorial. Nenhuma parte desta obra pode ser apropriada e estocada

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

FÓRUM SOBRE CONHECIMENTO E APRENDIZADO PARA DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL E A REDUÇÃO DA POBREZA NO NORDESTE DO BRASIL.

FÓRUM SOBRE CONHECIMENTO E APRENDIZADO PARA DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL E A REDUÇÃO DA POBREZA NO NORDESTE DO BRASIL. FÓRUM SOBRE CONHECIMENTO E APRENDIZADO PARA DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL E A REDUÇÃO DA POBREZA NO NORDESTE DO BRASIL. Tema 4: A participação e o empoderamento das comunidades locais conduzem a uma

Leia mais

Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares

Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares Direito Internacional Aplicado Tratados e Convenções Manutenção da Paz Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares Conclusão e assinatura: 01 de julho de 1968 Entrada em vigor: No Brasil: Aprovação:

Leia mais

A Batalha Contra a Carne. Aula - 05

A Batalha Contra a Carne. Aula - 05 A Batalha Contra a Carne Aula - 05 A Batalha Contra a Carne Textos Básicos: Gl 5.16-23; Mt 26.41 A vida cristã é uma peregrinação. Usando a linguagem das Escrituras, é uma viagem que se faz à pé. O ato

Leia mais

CURSO DE INSTRUTORES I UNIDADE 05

CURSO DE INSTRUTORES I UNIDADE 05 CURSO DE INSTRUTORES I UNIDADE 05 5. Métodos de Estudo Aprende mais, quem estuda melhor. André Luiz A afirmativa merece ponderação e análise: "Aprende mais, quem estuda melhor." É uma verdade clara para

Leia mais

PRESSUPOSTOS EPISTEMOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO

PRESSUPOSTOS EPISTEMOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO PRESSUPOSTOS EPISTEMOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO Toda teoria pedagógica pressupõe uma teoria epistemológica, da qual o professor faz uso, mesmo que ele não tenha consciência disso. Ou seja, mesmo que o professor

Leia mais

Impresso no Brasil Printed in Brazil Presita en Brazilo

Impresso no Brasil Printed in Brazil Presita en Brazilo APAIXONE-SE POR VOCÊ Copyright 2014 by Editora Dufaux 1ª Edição março 2014 do 1º ao 5º milheiro Dados Internacionais de Catalogação Pública [CIP] Câmara Brasileira do Livro São Paulo SP Brasil Wanderley

Leia mais

Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais

Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais C A P E S Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) convida as instituições públicas de ensino superior

Leia mais

MÉSZAROS, István. A educação para além do capital. São Paulo: Boi Tempo Editorial, 2006 (Mundo do Trabalho).

MÉSZAROS, István. A educação para além do capital. São Paulo: Boi Tempo Editorial, 2006 (Mundo do Trabalho). REVISTA ELETRÔNICA ARMA DA CRÍTICA NÚMERO 4/ DEZEMBRO 2012 ISSN 1984-4735 RESENHA: A EDUCAÇÃO PARA ALÉM DO CAPITAL MÉSZAROS, István. A educação para além do capital. São Paulo: Boi Tempo Editorial, 2006

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PARADIGMA PARA A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PARADIGMA PARA A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PARADIGMA PARA A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. INTRODUÇÃO A democratização da economia, as frequentes mudanças que se processam

Leia mais