Depressão Pós Parto. (NEJM, Dez 2016)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Depressão Pós Parto. (NEJM, Dez 2016)"

Transcrição

1 Compartilhe conhecimento: Além de cuidar das crianças, precisamos estar atentos à saúde psicológica das mães. Entenda os sintomas e os tratamentos da depressão pós-parto. Depressão Pós Parto. (NEJM, Dez 2016) Este artigo do New England discute um assunto de extrema importância nas unidades neonatais e nos consultórios pediátricos e que pode afetar de maneira drástica nossos pequenos clientes. É um problema muitas vezes subdiagnosticado e negligenciado pelos pediatras, mas não deveria ser. Você sabe identificar uma depressão pós-parto? A depressão pós-parto é uma das desordens psiquiátricas mais comuns da mulher em idade fértil. É incapacitante, porém tratável. Segundo o DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico das Doenças Mentais 5ª edição), a depressão pós-parto é definida como episódio depressivo major com início periparto e/ou com as alterações de humor perceptíveis durante a gravidez ou até 4 semanas após o parto. Ainda segundo o DSM-V, os critérios para definição do episódio depressivo major são: A depressão pós-parto tem uma prevalência de 6,5 a 12,9%, em média, atingindo valores maiores em alguns países subdesenvolvidos. Normalmente conseguimos identificar a depressão pós-parto quando a mãe refere problemas com seu sono, além dos despertares habituais para os cuidados do bebê; ansiedade; irritabilidade; sensação de estar sobrecarregada; e preocupação obsessiva com a alimentação e saúde do bebê. Não é infrequente também a ideação suicida e o medo de causar mal ao recém-nascido. Os principais fatores de risco para desenvolvimento da depressão pós-parto descritos são: antecedente pessoal

2 de distúrbios de humor e ansiedade e, especialmente, depressão e ansiedade durante a gravidez. A patogênese não está completamente definida, porém a alteração hormonal abrupta decorrente do parto parece ter importante papel na origem dessa enfermidade. Além disso, há descrição de que são fatores contribuintes em seu aparecimento: predisposição genética, problemas conjugais, falta de inserção social, violência doméstica, antecedente pessoal de abuso sexual e outros eventos traumáticos. O curso natural é bastante variável. A grande maioria apresenta resolução espontânea dos sintomas em algumas semanas. Entretanto, cerca de 20% das mulheres com depressão pós-parto mantêm sintomas após 1 ano do parto, e 13% após 2 anos. Aproximadamente 40% das mulheres que apresentaram um episódio de depressão pós-parto apresentarão recorrência nas próximas gestações. Cerca de 20% das mulheres com depressão pós-parto mantêm sintomas após 1 ano do parto, e 13% após 2 anos. A depressão pós-parto é um problema grave de saúde, que resulta em sofrimento da mãe, aumento do risco de problemas conjugais, prejuízo do relacionamento mãe-bebê e, consequentemente, prejuízo do desenvolvimento cognitivo, social e emocional da criança, além de, em raros casos, levar ao suicídio e/ou ao infanticídio. Por conta disso, o pediatra tem função importante na identificação precoce dos sintomas e encaminhamento dessas mulheres ao tratamento adequado. SCREENING DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO O screening inicial deve ser feito com duas perguntas simples: se a mulher, no último mês, percebeu estar incomodada por sentimentos negativos, deprimida ou desesperançosa; e se há, no último mês, falta de interesse e prazer nas atividades diárias. Caso a resposta seja positiva a uma das duas abordagens, o artigo sugere que seja aplicada uma segunda ferramenta, mais específica: o EPDS (Edinburg Postnatal Depression Scale) ou o PHQ-9 (Patient Health Questionaire 9). Essa estratégia tem alta sensibilidade para detecção da

3 depressão pós-parto, minimizando também resultados falso-negativos. O EPDS pode ser feito online. Clique aqui para acessá-lo. Ressalta também que 70% das puérperas apresentam sintomas depressivos leves, chamados de baby blues. Esses sintomas têm seu ápice entre o terceiro e quinto dia após o parto e possuem estreita relação com o esgotamento físico da mãe durante a primeira semana de vida do bebê. Tipicamente, há resolução espontânea em duas semanas e não há prejuízo das atividades diárias. Apenas uma pequena parcela desses baby blues evoluem para uma verdadeira depressão pós-parto. A depressão pós-parto pode coexistir com sintomas de ansiedade e de transtorno obsessivo-compulsivo. Por conta disso, o fato de a mulher apresentar dias na semana com uma flutuação positiva dos sintomas depressivos não deve minimizar a atenção que deve ser dada ao quadro. Se durante a consulta for percebida ideação suicida, pensamentos de autoagressão ou agressão ao recémnascido, ou sintomas psicóticos como alucinações e delírios, o encaminhamento deve ser feito em caráter de emergência. PREVENÇÃO DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO Mulheres com depressão não tratada durante a gravidez têm o risco mais de sete vezes maior de desenvolver depressão pós-parto do que a população geral. Portanto, a correta abordagem desses sintomas durante a gravidez é a principal forma de prevenção. Apesar de não estar claro ainda na literatura, parece que alimentação saudável, prática regular de exercícios físicos e sono adequado também são benéficos para prevenção da ocorrência de depressão pós-parto.

4 TRATAMENTO DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO A escolha da linha de tratamento para a depressão pós-parto deve ser feita pelo especialista e deve levar em conta, entre outras coisas, a severidade dos sintomas da mulher. Intervenções psicossociais, psicoterapia e terapia medicamentosa são as principais opções de tratamento. Para nós, cuidadores de crianças, ressaltamos que o artigo sugere que o tratamento medicamentoso deve ser reservado àquelas mulheres que não apresentaram resposta à terapia não medicamentosa ou àquelas que apresentam sintomas severos, com ideação suicida, por exemplo. O principal grupo de medicações a ser utilizado é o de inibidores seletivos da recaptação da serotonina (fluoxetina e sertralina, por exemplo). Eles passam para o leite materno numa quantidade baixa (menos de 10% da dose materna) e, por isso, a amamentação não deve ser contra indicada. Apesar dessa segurança em seu uso, ainda não existem estudos de follow-up de longo tempo sobre possíveis impactos dessas medicações no desenvolvimento das crianças. Antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, por exemplo) e inibidores da monoamina oxidase devem ser evitados durante a lactação. A amamentação não deve ser contraindicada durante o uso de antidepressivos da classe dos inibidores da recaptação da serotonina Além do tratamento com antidepressivos, intervenções hormonais estão sendo estudadas, justamente por haver fortes evidências de que a abrupta mudança hormonal ocasionada pelo parto tem papel fundamental na fisiopatologia da depressão pós-parto.

5 CONCLUSÃO A depressão pós-parto afeta a saúde da mãe, da criança e da família. A atenção e a prevenção devem iniciar-se durante a gravidez. O pediatra, por estar em constante contato com a família nas primeiras semanas após o parto, tem papel fundamental no diagnóstico e encaminhamento dessas mulheres. Baseado nisso, considere abordar o assunto nas consultas, faça um screening para sintomas de depressão pósparto e não pense duas vezes para encaminhar para auxílio especializado. O artigo pode ser consultado por assinantes neste link.

Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Alguns sintomas físicos ocorrem sem nenhuma causa física e nesses casos,

Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Alguns sintomas físicos ocorrem sem nenhuma causa física e nesses casos, Diretrizes Gerais de Abordagem das Somatizações, Síndromes ansiosas e depressivas Alexandre de Araújo Pereira Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Somatizações Transtornos Depressivos

Leia mais

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado.

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado. O QUE É SAÚDE? É o nosso estado natural. Segundo a O.M.S. saúde é mais do que a ausência de doença ou enfermidade: É o estado de perfeito bem-estar físico, mental e social. Depressão Em nossa sociedade,

Leia mais

Depressão em mulheres

Depressão em mulheres Depressão em mulheres Por que a depressão é maior em mulheres? O que é depressão? A depressão é um distúrbio de alteração do humor sério e por vezes incapacitante. Causa sentimentos de tristeza, desespero,

Leia mais

PROJETO ACOLHER 1. Projeto de Extensão do Curso de Psicologia - FACISA/UNIVIÇOSA. 2

PROJETO ACOLHER 1. Projeto de Extensão do Curso de Psicologia - FACISA/UNIVIÇOSA. 2 481 PROJETO ACOLHER 1 Carla Suely Coutinho Amaral 2, Nelimar Ribeiro de Castro 3 Resumo: O presente trabalho aborda um relato de experiência de uma atividade acadêmica na área de Psicologia Hospitalar,

Leia mais

DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS EM DEPENDÊNCIA AO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS EM DEPENDÊNCIA AO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS EM DEPENDÊNCIA AO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS DEPENDÊNCIA AO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS E COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS UMA VISÃO GERAL Feinstein, 1970 DEFINIÇÃO Presença

Leia mais

Depressão, vamos virar este jogo?

Depressão, vamos virar este jogo? 1 2 Olhar diferenciado para a possibilidade do diagnóstico de depressão em idosos: sintomas depressivos e o processo do envelhecimento Idade: maior prevalência em jovens Sexo: Mulheres liberdade para

Leia mais

SUMÁRIO. 3. Curso e prognóstico Transtorno de pânico Transtorno de ansiedade generalizada... 84

SUMÁRIO. 3. Curso e prognóstico Transtorno de pânico Transtorno de ansiedade generalizada... 84 SUMÁRIO 1. Epidemiologia... 19 Transtorno de pânico... 19 Transtorno de ansiedade generalizada... 21 Fobias específicas e agorafobia... 23 Fobia social... 24 Transtorno obsessivo-compulsivo... 27 Transtorno

Leia mais

Farmacoterapia na Depressão

Farmacoterapia na Depressão Farmacoterapia na Depressão TRANSTORNOS MENTAIS Entendem-se como transtornos mentais e comportamentais condições clinicamente significativas caracterizadas por alterações do modo de pensar e do humor (emoções)

Leia mais

GRAVE. DEPRESSAo O QUE É A DEPRESSAO GRAVE? A depressão grave é uma condição médica comum e afeta 121 MILHÕES de pessoas em todo o mundo.

GRAVE. DEPRESSAo O QUE É A DEPRESSAO GRAVE? A depressão grave é uma condição médica comum e afeta 121 MILHÕES de pessoas em todo o mundo. APRESENTA GRAVE DEPRESSAo O QUE É A DEPRESSAO GRAVE? Indivíduos com depressão grave geralmente apresentam pelo menos 4 destes sintomas por pelo menos 2 semanas: Estado de ânimo depressivo; * Movimento,

Leia mais

O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Maria Jomara Almeida Rego¹; Brenda Fernandes Cunha Rodrigues¹; Cidycarla de Oliveira¹ Maria Cidney da Silva Soares 1,2 1 Graduanda em Enfermagem,

Leia mais

TRANSTORNOS DE HUMOR

TRANSTORNOS DE HUMOR SAÚDE MENTAL TRANSTORNOS DE HUMOR TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR: Caracterizase por episódios depressivos que podem ser únicos ou que tendem a se repetir ao longo da vida. TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR: Caracteriza-se

Leia mais

A esquizofrenia é uma perturbação psiquiátrica caracterizada pela presença de comportamento psicótico ou amplamente desorganizado;

A esquizofrenia é uma perturbação psiquiátrica caracterizada pela presença de comportamento psicótico ou amplamente desorganizado; A esquizofrenia é uma perturbação psiquiátrica caracterizada pela presença de comportamento psicótico ou amplamente desorganizado; Afeta homens e mulheres na mesma proporção; Eugen Bleuler, importante

Leia mais

Alexandre de Araújo Pereira Psiquiatra, Msc, Doutorando em Medicina pela UFMG Professor do Curso de Medicina UNIFENAS - BH

Alexandre de Araújo Pereira Psiquiatra, Msc, Doutorando em Medicina pela UFMG Professor do Curso de Medicina UNIFENAS - BH Alexandre de Araújo Pereira Psiquiatra, Msc, Doutorando em Medicina pela UFMG Professor do Curso de Medicina UNIFENAS - BH PREMISSA: Circuitos cerebrais disfuncionais podem mediar sintomas psiquiátricos

Leia mais

Perturbações Afectivas

Perturbações Afectivas Perturbações Afectivas 1 Grupo das Grupo das Depressão endógena Mania endógena Equivalentes afectivos Personalidades afectivas (hipertímica, depressiva, ciclotímica mica) 2 Incidência 1,5% da população

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 430/2014 Informações sobre Depressão: Clo e Frontal

RESPOSTA RÁPIDA 430/2014 Informações sobre Depressão: Clo e Frontal RESPOSTA RÁPIDA 430/2014 Informações sobre Depressão: Clo e Frontal SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.1563-7 DATA

Leia mais

Depressão. Um distúrbio que tem solução.

Depressão. Um distúrbio que tem solução. Depressão Um distúrbio que tem solução. DEPRESSÃO Depressão é um transtorno psiquiátrico sem causa definida. Afeta o humor, levando à perda de interesse e de prazer por quase todas as atividades do dia

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 375/2013 Informações sobre Desvenlafaxina e Lamotrigina

RESPOSTA RÁPIDA 375/2013 Informações sobre Desvenlafaxina e Lamotrigina RESPOSTA RÁPIDA 375/2013 Informações sobre Desvenlafaxina e Lamotrigina SOLICITANTE Sra LÚCIA HELENA FERREIRA ESCRIVÃ JUDICIAL Juizado Especial da Comarca de Pará de Minas - MG NÚMERO DO PROCESSO Nº 0471-13-017860-4.

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 150/2014 Informações sobre Depressão: Sertralina

RESPOSTA RÁPIDA 150/2014 Informações sobre Depressão: Sertralina RESPOSTA RÁPIDA 150/2014 Informações sobre Depressão: Sertralina SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Autos nº 112.14.001897-2

Leia mais

Depressão: o que você precisa saber

Depressão: o que você precisa saber Depressão: o que você precisa saber Se você acredita que tem depressão, ou conhece alguém que talvez sofra desse transtorno, leia este material. O que é a depressão? A depressão é um transtorno mental

Leia mais

Drogas do Sistema Nervoso Central

Drogas do Sistema Nervoso Central Drogas do Sistema Nervoso Central Depressão Conceito: Transtorno do humor(abaixamento persistente de humor) que influencia profundamente o comportamento e o pensamento, uma síndrome com sintomas e sinais

Leia mais

DICAS DE SAÚDE. Quais as opções de tratamento disponíveis para depressão?

DICAS DE SAÚDE. Quais as opções de tratamento disponíveis para depressão? DICAS DE SAÚDE Quais as opções de tratamento disponíveis para depressão? André Gordilho, Pisiquiatria, Depressão O tratamento principal é feito à base de medicações, através do uso isolado ou combinado

Leia mais

Médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde (postos e unidades básicas de saúde) de todo o Brasil

Médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde (postos e unidades básicas de saúde) de todo o Brasil TeleCondutas tem por objetivo serem materiais de apoio de fácil utilização e busca rápida, passíveis de serem consultados durante o atendimento aos pacientes. Foram elaboradas pela equipe de teleconsultores

Leia mais

Fármacos antidepressivos. Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia

Fármacos antidepressivos. Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Introdução Depressão é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns Classificação Depressão

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 105 /2013

RESPOSTA RÁPIDA 105 /2013 RESPOSTA RÁPIDA 105 /2013 SOLICITANTE Juíza de Direito: Dr(a). Juizado Especial 0512 Pirapora NÚMERO DO PROCESSO nº0512.13 003595-3 DATA 17/05/2013 1- O medicamento solicitados Venlafaxina (Venlift),é

Leia mais

Raphael Frota Aguiar Gadelha

Raphael Frota Aguiar Gadelha Raphael Frota Aguiar Gadelha Transtornos de humor correspondem ao grupo de transtornos em que o humor patológico e perturbações associadas dominam o quadro clínico Suicídio( do latim sui próprio e caedere

Leia mais

CASO 1. Qual é a melhor terapia? Quais são os efeitos colaterais da terapia proposta?

CASO 1. Qual é a melhor terapia? Quais são os efeitos colaterais da terapia proposta? CASO 1 Um homem de 42 anos chega ao consultório de seu psiquiatra com queixa de humor deprimido, que afirma ser idêntico às depressões que teve anteriormente. Foi diagnosticado com depressão maior pela

Leia mais

DEPRESSÃO PÓS-PARTO NA ADOLESCÊNCIA

DEPRESSÃO PÓS-PARTO NA ADOLESCÊNCIA DEPRESSÃO PÓS-PARTO NA ADOLESCÊNCIA GUIZELINI. G. F. 1 PETA. G. P. V. 2 GAMEIRO. N. T. FARIA. M. C. C. 3 RESUMO A pesquisa que foi realizada, demonstra que a grande maioria das adolescentes que engravidam

Leia mais

Uso de Medicação Psicotrópica em uma Grande Instituição para Deficientes Mentais - I(1)

Uso de Medicação Psicotrópica em uma Grande Instituição para Deficientes Mentais - I(1) D Deficiência Mental / Déficit Sensorial / Delírio / Depressão / Desenvolvimento / Diabetes Melitus / Diagnóstico / Distúrbio de Leitura / Doença / Doença de Moyamoya / Drogadição DEFICIÊNCIA MENTAL Uso

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 203/2014 Informações sobre Venlafaxina e Olanzapina no tratamento da depressão

RESPOSTA RÁPIDA 203/2014 Informações sobre Venlafaxina e Olanzapina no tratamento da depressão RESPOSTA RÁPIDA 203/2014 Informações sobre Venlafaxina e Olanzapina no tratamento da depressão SOLICITANTE Dr Rafael Murad Brumana Juiz de Direito Comarca de Lajinha/MG NÚMERO DO PROCESSO Nº º 0377.14.000269-4

Leia mais

3.15 As psicoses na criança e no adolescente

3.15 As psicoses na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.15 As psicoses na criança e no adolescente Introdução As psicoses são doenças mentais raras que, geralmente, se iniciam no fim da adolescência

Leia mais

Processo Seletivo Unificado de Residência Médica 2017 PADRÃO DE RESPOSTAS PSIQUIATRIA DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

Processo Seletivo Unificado de Residência Médica 2017 PADRÃO DE RESPOSTAS PSIQUIATRIA DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Processo Seletivo Unificado de Residência Médica 2017 PADRÃO DE RESPOSTAS PSIQUIATRIA DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Situação-Problema 1 A) Síndrome de Cushing exógena (iatrogêncica) secundária ao uso de corticoides.

Leia mais

Faculdades Integradas de Taquara

Faculdades Integradas de Taquara Faculdades Integradas de Taquara DEPRESSÃO Disciplina: Fisiologia Humana Semestre: 1/2016 Docente: Debora Morsch Acadêmicas: Haiesha Wolff Katieli Córdova Vanessa A. Brocker Vanessa S. Ferreira Priscila

Leia mais

Da paixão tristeza e da sua natureza no contexto da depressão pós-parto manifestada no período puerperal

Da paixão tristeza e da sua natureza no contexto da depressão pós-parto manifestada no período puerperal Da paixão tristeza e da sua natureza no contexto da depressão pós-parto manifestada no período puerperal Soraya De Lima Cabral Conturbia Orientadora: Claudia Murta sconturbia@hotmail.com Resumo: Esta pesquisa

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 185/2014 Informações sobre Depressão Donarem retard, Venlaxin, Frontal e Léptico

RESPOSTA RÁPIDA 185/2014 Informações sobre Depressão Donarem retard, Venlaxin, Frontal e Léptico RESPOSTA RÁPIDA 185/2014 Informações sobre Depressão Donarem retard, Venlaxin, Frontal e Léptico SOLICITANTE Dr. Rafael Murad Brumana Juiz de Direito de Lajinha NÚMERO DO PROCESSO Autos nº Nº 0377.14.000747-9

Leia mais

SUICÍDIO COMO IDENTIFICAR?

SUICÍDIO COMO IDENTIFICAR? COMO IDENTIFICAR? Ludmila Palhano 1 O detalhamento do conhecimento dos fatores de risco auxilia na delimitação da populações nas quais os eventos poderão ocorrer com maior frequência. ABP, 2014 Dois principais

Leia mais

3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente

3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente Introdução Os sentimentos de tristeza, desapontamento, desvalorização e culpa, surgem pontualmente

Leia mais

Saúde Mental e Apoio Psicossocial em emergências humanitárias

Saúde Mental e Apoio Psicossocial em emergências humanitárias Saúde Mental e Apoio Psicossocial em emergências humanitárias Gestão integral dos riscos de desastres: da prevenção à recuperação 04 Março de 2016 Belo Horizonte Márcio Gagliato Objetivo Alguns elementos

Leia mais

A prevenção de comportamentos suicidas na juventude

A prevenção de comportamentos suicidas na juventude A prevenção de comportamentos suicidas na juventude José Manoel Bertolote Departamento de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP Australian Institute for Suicide Research

Leia mais

Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição

Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição 2001 Relatório Mundial da Saúde 2005 Conferência Ministerial Europeia da OMS sobre Saúde Mental Plano de formação em serviços

Leia mais

PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO

PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO DE PSICOLOGIA POP nº 09 PSI/HU Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO

Leia mais

COMPREENSÃO DAS EMOÇÕES E COMPORTAMENTOS DO SER HUMANO, SOB A ÓTICA DA PSIQUIATRIA. Dr Milton Commazzetto - Médico Psiquiatra

COMPREENSÃO DAS EMOÇÕES E COMPORTAMENTOS DO SER HUMANO, SOB A ÓTICA DA PSIQUIATRIA. Dr Milton Commazzetto - Médico Psiquiatra COMPREENSÃO DAS EMOÇÕES E COMPORTAMENTOS DO SER HUMANO, SOB A ÓTICA DA PSIQUIATRIA O Homem conhece o átomo, a velocidade da luz, a distância dos planetas, domina cada vez mais o conhecimento técnico: o

Leia mais

28/04/2011. Profa. Dra. Marilene Zimmer Psicologia - FURG

28/04/2011. Profa. Dra. Marilene Zimmer Psicologia - FURG Diagnóstico Multiaxial DSM-IV-TR PSICOPATOLOGIA Diagnóstico Multiaxial DSM-IV-TR Profa. Dra. Marilene Zimmer Psicologia - FURG Envolve uma avaliação em diversos eixos Cada qual relativo a um diferente

Leia mais

EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS. Diego Ortega dos Santos

EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS. Diego Ortega dos Santos EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS Diego Ortega dos Santos Objetivos Aprender a lidar com esse tipo de paciente em um âmbito primário e prático, em serviços de emergência. Aprofundar a abordagem com pacientes potencialmente

Leia mais

FATORES PREDISPONENTES DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO E CONSEQÜÊNCIAS NA INTERAÇÃO MÃE/BEBÊ: REVISÃO INTEGRATIVA

FATORES PREDISPONENTES DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO E CONSEQÜÊNCIAS NA INTERAÇÃO MÃE/BEBÊ: REVISÃO INTEGRATIVA 1 FATORES PREDISPONENTES DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO E CONSEQÜÊNCIAS NA INTERAÇÃO MÃE/BEBÊ: REVISÃO INTEGRATIVA Ana Paula Lessa Tavares de Andrade¹ Jamille Ribeiro Barros¹ Jardelson Rocha Oliveira¹ Larissa

Leia mais

SISTEMA NERVOSO PSIQUIATRIA

SISTEMA NERVOSO PSIQUIATRIA SISTEMA NERVOSO PSIQUIATRIA A) CONCEITOS Tipo de transtorno de humor. O transtorno bipolar (TB) se caracteriza por alterações do humor, com recorrência de episódios depressivos e maníacos ao longo da vida.

Leia mais

Estresse: Teu Gênero é Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Ciências Médicas UNICAMP

Estresse: Teu Gênero é Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Ciências Médicas UNICAMP Estresse: Teu Gênero é Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Ciências Médicas UNICAMP O nosso amiguinho do dia a dia: Estresse Você é estressada? 1. Sim, muito estressada, sou ansiosa e reajo

Leia mais

Mães Guerreiras: o que é ter um filho com doença genética rara no Brasil

Mães Guerreiras: o que é ter um filho com doença genética rara no Brasil Mães Guerreiras: o que é ter um filho com doença genética rara no Brasil Objetivo A Aliança Brasil MPS juntamente com o Ibope realizou uma pesquisa com cuidadores de pacientes com Mucopolissacaridose -

Leia mais

SAÚDE MENTAL DOS MÉDICOS RESIDENTES. Luiz Antonio Nogueira Martins

SAÚDE MENTAL DOS MÉDICOS RESIDENTES. Luiz Antonio Nogueira Martins SAÚDE MENTAL DOS MÉDICOS RESIDENTES Luiz Antonio Nogueira Martins PRIVAÇÃO DO SONO teste de atenção sustentada - 14 R1 detecção de arritmias em ECG resultados: aumento do número de erros 7,3 minutos a

Leia mais

Prepare-se para a consulta com seu médico

Prepare-se para a consulta com seu médico Prepare-se para a consulta com seu médico Use esse guia para fazer as perguntas certas durante a sua consulta e para estar equipado com a informação correta. Você pode receber uma indicação para consultar

Leia mais

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE Grave violação dos direitos fundamentais de toda criança e adolescente, no entanto muito comum. Cerca de 10% das crianças e adolescentes que chegam

Leia mais

DEPRESSÃO TRATAR É PRECISO

DEPRESSÃO TRATAR É PRECISO DEPRESSÃO TRATAR É PRECISO ESTA FARMÁCIA CUIDA DE SI DEPRESSÃO TRATAR É PRECISO ESTA FARMÁCIA CUIDA DE SI O QUE É A DEPRESSÃO? A depressão é uma perturbação do humor que interfere na capacidade para funcionar

Leia mais

Uso de Substâncias e Dependência: Visão Geral

Uso de Substâncias e Dependência: Visão Geral Capítulo 1 Uso de Substâncias e Dependência: Visão Geral Do ponto de vista comportamental, dependência pode ser conceitualizada como um prejuízo na capacidade de inibir a busca por determinada droga em

Leia mais

Caso Clínico. Dificuldades diagnósticas na Esquizofrenia de início precoce. Dra. Cristina Barberá González Dr. Paulo C. Sallet

Caso Clínico. Dificuldades diagnósticas na Esquizofrenia de início precoce. Dra. Cristina Barberá González Dr. Paulo C. Sallet Caso Clínico Dificuldades diagnósticas na Esquizofrenia de início precoce Dra. Cristina Barberá González Dr. Paulo C. Sallet. Informantes: Familiares (mãe, pai, dois irmãos), prontuário. Identificação:

Leia mais

Anexo III. Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo

Anexo III. Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo Anexo III Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo Nota: Este Resumo das Características do Medicamento, rotulagem e folheto informativo é o resultado

Leia mais

A Gravidez e a Doença Inflamatória Intestinal

A Gravidez e a Doença Inflamatória Intestinal A Gravidez e a Doença Inflamatória Intestinal Índice Introdução...03 À espera da cegonha...04 Peito ou mamadeira?...05 Alimentação na gestação...08 Introdução A gravidez não é uma fase fácil. Durante este

Leia mais

Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Gabinete Nacional da Ordem DeMolay

Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Gabinete Nacional da Ordem DeMolay Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Gabinete Nacional da Ordem DeMolay Ano DeMolay 2016/2017 Depressão não é frescura O QUE É DEPRESSÃO? De acordo com o doutor em psicobiologia

Leia mais

DEPENDÊNCIA DIGITAL ATÉ QUE PONTO A TECNOLOGIA É BOA OU RUIM? Dr. Rodrigo Menezes Machado

DEPENDÊNCIA DIGITAL ATÉ QUE PONTO A TECNOLOGIA É BOA OU RUIM? Dr. Rodrigo Menezes Machado DEPENDÊNCIA DIGITAL ATÉ QUE PONTO A TECNOLOGIA É BOA OU RUIM? Dr. Rodrigo Menezes Machado INTRODUÇÃO População total estimada em 7 bilhões, sendo que 6,29 bilhões já possuem acesso à tecnologia móvel.

Leia mais

Transtornos relacionados a alterações do HUMOR. Prof. Dr. Ana Karkow

Transtornos relacionados a alterações do HUMOR. Prof. Dr. Ana Karkow Transtornos relacionados a alterações do HUMOR Prof. Dr. Ana Karkow Humor Humor: estado basal, padrão afetivo do indivíduo, mais constante - A lente com a qual enxergamos a vida - Ex. humor hipertímico,

Leia mais

Transtornos podem ser considerados como Psíquicos Psiquiátricos

Transtornos podem ser considerados como Psíquicos Psiquiátricos Transtornos podem ser considerados como Psíquicos Psiquiátricos Alguns autores colocam como alterações de comportamento não acompanhadas de alterações de consciência Conceito de neurose Conceito de psicose

Leia mais

Paciente: Hélio Barbosa Soares Idade: 43 anos Procedência: Itatinga Profissão: Tratorista Naturalidade: Avaré Diagnostico: Depressão Crônica Grave

Paciente: Hélio Barbosa Soares Idade: 43 anos Procedência: Itatinga Profissão: Tratorista Naturalidade: Avaré Diagnostico: Depressão Crônica Grave Paciente: Hélio Barbosa Soares Idade: 43 anos Procedência: Itatinga Profissão: Tratorista Naturalidade: Avaré Diagnostico: Depressão Crônica Grave F32 EPISÓDIOS DEPRESSIVOS: DEPRESSÃO CID 10 F32-F33 3

Leia mais

PROTOCOLO UNIFORMIZADO DE ENSINOS DE ENFERMAGEM NA VIGILÂNCIA DA GRAVIDEZ DE BAIXO RISCO

PROTOCOLO UNIFORMIZADO DE ENSINOS DE ENFERMAGEM NA VIGILÂNCIA DA GRAVIDEZ DE BAIXO RISCO PROGRAMA DE FORMAÇÃO em SAÚDE MATERNA Atualizações em obstetrícia e neonatologia Janeiro / Fevereiro 2017 Enf. Ângela Neves Enf. Graça Santos Elementos UCF s Saúde Materna e Neonatal OBJECTIVO Uniformizar

Leia mais

Informando sobre a Depressão Pós-Parto

Informando sobre a Depressão Pós-Parto Informando sobre a Depressão Pós-Parto Katia Adriana Padilha Pessôa 1 Resumo: O presente relato vem destacar as características sintomáticas da depressão pós-parto, assim como seus fatores de risco e prevalência,

Leia mais

PREVALÊNCIA DE MEDICAMENTOS NEUROPSIQUIÁTRICOS UTILIZADOS POR IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS EM BOA VISTA/RR

PREVALÊNCIA DE MEDICAMENTOS NEUROPSIQUIÁTRICOS UTILIZADOS POR IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS EM BOA VISTA/RR PREVALÊNCIA DE MEDICAMENTOS NEUROPSIQUIÁTRICOS UTILIZADOS POR IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS EM BOA VISTA/RR Victória Câmara da Rocha; Amanda dos Santos Braga; Karen Ludimylla Bezerra Lima; Raquel Voges Caldart;

Leia mais

PSICÓLOGO RAFAEL A. PRADO

PSICÓLOGO RAFAEL A. PRADO PSICÓLOGO RAFAEL A. PRADO As síndromes depressivas têm como elementos mais salientes o humor triste e o desânimo; Entretanto, elas caracterizam-se por uma multiplicidade de sintomas afetivos, instintivos

Leia mais

Sobrecarga emocional em familiares de portadores de sofrimento psíquico de Pelotas-RS.

Sobrecarga emocional em familiares de portadores de sofrimento psíquico de Pelotas-RS. Sobrecarga emocional em familiares de portadores de sofrimento psíquico de Pelotas-RS. Os CAPs Elaine TOMASI Luiz Augusto FACCHINI Roberto Xavier PICCINI Elaine THUMÉ Ricardo Azevedo da SILVA Helen Denise

Leia mais

Gravidez: Cuidados e Emoções

Gravidez: Cuidados e Emoções Gravidez: Cuidados e Emoções Como são os cuidados do começo ao fim da gravidez, e quais são as emoções mais comuns entre as mamães. Há muitas dúvidas que cercam as mamães de primeira viagem, ou até mesmo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENFERMAGEM AURORA DE AFONSO COSTA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM E LICENCIATURA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENFERMAGEM AURORA DE AFONSO COSTA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM E LICENCIATURA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENFERMAGEM AURORA DE AFONSO COSTA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM E LICENCIATURA HARA ALMEIDA COSTA KARINA MEDEIROS DE DEUS HENRIQUES RODRIGO PERNAS CUNHA BENEFÍCIOS

Leia mais

Doença de Huntington. Aspectos Clínicos, Diagnósticos e Terapêuticos. quinta-feira, 29 de maio de 14

Doença de Huntington. Aspectos Clínicos, Diagnósticos e Terapêuticos. quinta-feira, 29 de maio de 14 Doença de Huntington Aspectos Clínicos, Diagnósticos e Terapêuticos Doença de Huntington Doença neuro-degenerativa de causa genética Herança autossômica dominante Mutação genética no cromossomo 4 - região

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE MENTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE MENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE MENTAL THAYSE RODRIGUES MARINHO PRÁTICA ASSISTENCIAL DE ENFERMAGEM

Leia mais

INTRODUÇÃO. Transtornos do humor ou transtornos afetivos:

INTRODUÇÃO. Transtornos do humor ou transtornos afetivos: ANTIDEPRESSIVOS Profª. MSc. INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO Transtornos do humor ou transtornos afetivos: Unipolar ocorrência de episódios depressivos; Bipolar ocorrência de episódios depressivos e de mania. INTRODUÇÃO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA Noções introdutórias em psicologia e direito. Conhecimentos básicos em psicologia para os alunos do direito. Definição e histórico da psicologia jurídica. Relações da psicologia com a justiça, a

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA Noções introdutórias em psicologia e direito. Conhecimentos básicos em psicologia para os alunos do direito. Definição e histórico da psicologia jurídica. Relações da psicologia com a justiça, a

Leia mais

Dra. Alessandra da Rocha Arrais

Dra. Alessandra da Rocha Arrais SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS PARA A SAÚDE - ESCS MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS DA SAÚDE HOSPITAL MATERNO INFANTIL DE BRASÍLIA - HMIB Dra. Alessandra

Leia mais

27/05/2017. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

27/05/2017. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Saúde Mental e Pré-Escola

Saúde Mental e Pré-Escola Saúde Mental e Pré-Escola Setor de Neuropsiquiatria Infanto Juvenil Coordenador Geral: Dr. Fábio Barbirato PAPRÉ: Programa de Avaliação e Acompanhamento ao Pré-Escolar Psiquiatria: Gabriela Dias Fonoaudiologia:

Leia mais

2 Ansiedade / Insegurança Comportamento de busca de atenção, medo / ansiedade, roer unhas, fala excessiva

2 Ansiedade / Insegurança Comportamento de busca de atenção, medo / ansiedade, roer unhas, fala excessiva Caracterização das demandas de psicodiagnóstico infantil em uma clínica-escola de São Paulo Characterization of the demands of child psychodiagnosis in a school clinic in São Paulo Tabela 1. Distribuição

Leia mais

1. Resumo Abstract Introdução População e métodos Perturbações psiquiátricas no puerpério 5. 6.

1. Resumo Abstract Introdução População e métodos Perturbações psiquiátricas no puerpério 5. 6. Índice 1. Resumo 2 2. Abstract 3 3. Introdução 4 4. População e métodos 5 5. Perturbações psiquiátricas no puerpério 5 6. Epidemiologia 7 7. Diagnóstico e Quadro clínico 8 8. Diagnósticos diferenciais

Leia mais

Conheça algumas doenças tipicamente femininas

Conheça algumas doenças tipicamente femininas Uol - SP 03/12/2014-11:51 Conheça algumas doenças tipicamente femininas Da Redação ANSIEDADE: este transtorno mental é caracterizado por preocupações, tensões ou medos exagerados, sensação contínua de

Leia mais

MANEJO FARMACOLÓGICO DO OFENSOR SEXUAL. Prof. MSc. Thiago Blanco

MANEJO FARMACOLÓGICO DO OFENSOR SEXUAL. Prof. MSc. Thiago Blanco MANEJO FARMACOLÓGICO DO OFENSOR SEXUAL Prof. MSc. Thiago Blanco Do currículo do apresentador Médico, Psiquiatra Geral e Psiquiatra da Infância e Adolescência Mestre em Psiquiatria e Psicologia Médica pela

Leia mais

AVISO N.º 25/2016 NÚCLEO DE GESTÃO DOS PROGRAMAS DE APOIO FINANCEIRO

AVISO N.º 25/2016 NÚCLEO DE GESTÃO DOS PROGRAMAS DE APOIO FINANCEIRO AVISO N.º 25/2016 NÚCLEO DE GESTÃO DOS PROGRAMAS DE APOIO FINANCEIRO Abertura do Processo de Candidatura a Financiamento Público a projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental Nos termos

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 44/2014 Informações sobre carbamazepina, Gardenal,Rivotril e Risperidona

RESPOSTA RÁPIDA 44/2014 Informações sobre carbamazepina, Gardenal,Rivotril e Risperidona RESPOSTA RÁPIDA 44/2014 Informações sobre carbamazepina, Gardenal,Rivotril e Risperidona SOLICITANTE Drª Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira Juíza de Direito do Juizado Especial -Pirapora NÚMERO DO PROCESSO

Leia mais

Aspectos práticos da psicofarmacoterapia em crianças e adolescentes

Aspectos práticos da psicofarmacoterapia em crianças e adolescentes Aspectos práticos da psicofarmacoterapia em crianças e adolescentes Heloisa Helena Alves Brasil Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria. Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade

Leia mais

ESPIRITUALIDADE E DEPRESSÃO

ESPIRITUALIDADE E DEPRESSÃO ESPIRITUALIDADE E DEPRESSÃO Experiência humana universal Personagens bíblicos Idade Média (Acídia) Escravos africanos (Banzo) Phillipe Pinel Classificações psiquiátricas: Kraepelin Psicose maníaco depressiva

Leia mais

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR Até recentemente o Transtorno Bipolar era conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva. É um transtorno no qual ocorrem alternâncias do humor, caracterizando-se por períodos

Leia mais

MÓDULO 6 - USO NOCIVO DE SUBSTÂNCIAS - ÁLCOOL

MÓDULO 6 - USO NOCIVO DE SUBSTÂNCIAS - ÁLCOOL MÓDULO 6 - USO NOCIVO DE SUBSTÂNCIAS - ÁLCOOL GABARITO DAS QUESTÕES NORTEADORAS (Aspectos que devem ser contemplados na resposta das questões norteadoras) PERGUNTA NORTEADORA 1: Neste caso temos cinco

Leia mais

PROGRAMA. Terapia da Aceitação e Compromisso (ACT): uma abordagem alternativa do sofrimento humano - Mª do Céu Salvador

PROGRAMA. Terapia da Aceitação e Compromisso (ACT): uma abordagem alternativa do sofrimento humano - Mª do Céu Salvador PROGRAMA 22 de março de 2017 «quarta-feira» 14:30 17:30 - Workshops José Pinto-Gouveia: Integração das três gerações de Terapias Cognitivo- Comportamentais Anfiteatro 2 Conceição Almeida: Psicoterapia

Leia mais

Maria Carmen Viana. Departamento de Medicina Social PPG em Saúde Coletiva Centro de Estudos e Pesquisa em Epidemiologia Psiquiátrica UFES

Maria Carmen Viana. Departamento de Medicina Social PPG em Saúde Coletiva Centro de Estudos e Pesquisa em Epidemiologia Psiquiátrica UFES Maria Carmen Viana Departamento de Medicina Social PPG em Saúde Coletiva Centro de Estudos e Pesquisa em Epidemiologia Psiquiátrica UFES renda OMS 21012 Suicídio: um problema de saúde pública Fenômeno

Leia mais

DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA. Laura Sousa Castro Peixoto

DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA. Laura Sousa Castro Peixoto DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA Laura Sousa Castro Peixoto DOR Dor é uma sensação ou experiência emocional desagradável, associada com dano tecidual real ou potencial. IASP Tratamento

Leia mais

Doenças Mentais e os Riscos Psicossociais no Trabalho

Doenças Mentais e os Riscos Psicossociais no Trabalho Doenças Mentais e os Riscos Psicossociais no Trabalho Seminário Empresarial de Segurança e Saúde no Trabalho Porto Alegre, Novembro/2010 Especialista em Medicina do Trabalho, Doutora pela USP, Diretora

Leia mais

Síndromes Psíquicas. Prof: Enfermeiro Diogo Jacintho

Síndromes Psíquicas. Prof: Enfermeiro Diogo Jacintho Síndromes Psíquicas Prof: Enfermeiro Diogo Jacintho Síndromes Psíquicas Transtornos de Ansiedade Síndrome Depressiva Ansiedade: normal x patológica ADAPTATIVA - permite o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

A depressão é uma doença que afeta: o bem estar físico provocando cansaço, alterações no sono e mudanças de apetite. o bem estar mental provocando

A depressão é uma doença que afeta: o bem estar físico provocando cansaço, alterações no sono e mudanças de apetite. o bem estar mental provocando Antidepressivos A depressão é uma doença que afeta: o bem estar físico provocando cansaço, alterações no sono e mudanças de apetite. o bem estar mental provocando alterações de ânimo, no pensamento e no

Leia mais

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DA SES UNIDADE III (Parte 1)

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DA SES UNIDADE III (Parte 1) RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DA SES UNIDADE III (Parte 1) TAUANE PAULA GEHM Mestre e doutorando em Psicologia Experimental TEMAS Psicopatologia geral. Transtornos psicológicos, cognitivos, relacionados ao uso

Leia mais

saiba MAIs sobre o transtorno AFetIVo BIpoLAr TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR

saiba MAIs sobre o transtorno AFetIVo BIpoLAr TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR saiba MAIs sobre o transtorno AFetIVo BIpoLAr Apresentação O conteúdo deste folheto foi elaborado por profissionais do conselho científico da ABRATA, Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores

Leia mais

Tratamento Com freqüência, é possível se prevenir ou controlar as cefaléias tensionais evitando, compreendendo e ajustando o estresse que as ocasiona.

Tratamento Com freqüência, é possível se prevenir ou controlar as cefaléias tensionais evitando, compreendendo e ajustando o estresse que as ocasiona. CEFALÉIAS As cefaléias (dores de cabeça) encontram-se entre os problemas médicos mais comuns. Alguns indivíduos apresentam cefaléias freqüentes, enquanto outros raramente as apresentam. As cefaléias podem

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Fluoxetina ratiopharm 20 mg cápsulas Fluoxetina Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

Módulo 1 / Semestre 1 Carga horária total: 390ch Unidade Curricular. Semestral

Módulo 1 / Semestre 1 Carga horária total: 390ch Unidade Curricular. Semestral Curso Técnico Subsequente em Curso Técnico em Enfermagem Nome do Curso - Curso Técnico em Enfermagem CÂMPUS Florianópolis/SC MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 / Semestre 1 Carga horária total: 390ch Unidade Curricular

Leia mais

18/03/2015 Os medicamentos utilizados para tratamento de depressão ajudam os fumantes que estão tentando parar de fumar? Cochrane

18/03/2015 Os medicamentos utilizados para tratamento de depressão ajudam os fumantes que estão tentando parar de fumar? Cochrane Cochrane Evidências confiáveis. Decisões bem informadas. Melhor saúde. Os medicamentos utilizados para tratamento de depressão ajudam os fumantes que estão tentando parar de fumar? Introdução e objetivos

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 186/2014 Informações sobre: Sertralina,Alprazolan,Galvus e Stanglit

RESPOSTA RÁPIDA 186/2014 Informações sobre: Sertralina,Alprazolan,Galvus e Stanglit RESPOSTA RÁPIDA 186/2014 Informações sobre: Sertralina,Alprazolan,Galvus e Stanglit SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr Rafael Murad Brumana Juíz de Direito Lajinha Autos nº 0377.14.000745-3 DATA 13/04/2014

Leia mais