Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE"

Transcrição

1 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Maio de 2010

2 Demência Aspesi e Ferreira (2008) consideram deficiência, todas as doenças que provocam alteração da memória, seja ela de curta ou longa duração, associadas à alteração da função cortical, de raciocínio...

3 ...Ou também associadas ao cognitivo, como: Atenção Iniciativa Linguagem Cálculo Praxia (atividade manual, digital, ocular, labial e lingual) Capacidade Visuoespacial Orientação tempo e espaço (FRAGA JÚNIOR, 2007, p.01)

4 Alguns sintomas que caracterizam a doença como Corpos de Lewy (DCL), segundo a revista Mente e Cérebro (2007, p.19): Passividade Apatia Falta de interesses Comportamentos repetitivos 5UAK3HeI/s400/transt_obsessivo+lavar.jpg

5 Os pacientes com DCL costumam apresentar episódios frequentes de quedas ou síncopes - perda súbita e breve da consciência e da postura. (CARAMELLI; BARBOSA, 2002, p.09). 12/o-poder-da-mente.jpg

6 A demência por Corpos de Lewy não deve ser confundida com Alzheimer e Parkinson. Alguns medicamentos utilizados para o Alzheimer e Parkinson podem ser perigosos para as pessoas com esse tipo de demência. Por isso, o diagnóstico precoce por ultrassom ou por tomografia computadorizada é muito importante. ns/medicamentos.jpg

7 A confusão no diagnóstico das doenças, Corpos de Lewy, Alzheimer e Parkinson acontece no período inicial das mesmas, já que os sintomas cognitivos estão presentes tanto em uma como na outra, porém em estágios mais avançados nas de Alzheimer e Parkinson.

8 Alzheimer Perda das habilidades de pensar, raciocinar e memorizar. GqyWY/s400/alzheimer+idosa.jpg

9 Causas de Alzheimer Trauma prévio da cabeça. Hipertensão e outros fatores de risco. (FRAGA JÚNIOR, 2007, p.14)

10 Incidências de Alzheimer Causa mais comum das demências em idosos. Cerca de 35 milhões de pacientes em todo o mundo sofrem dessa doença que aflige quase 40% dos octogenários (BRANDT; HANSER, 2010, p.35). IDOSOS-NO-BRASIL.gif

11 Tratamentos de Alzheimer É uma doença incurável. Alimentos antioxidantes, com vitamina C e E podem prevenir a doença, pois contribuem para a redução de espécies reativas ao oxigênio, que interferem nos processos de envelhecimento (BRANDT; HANSER, 2010, p.40). Inibidores da acetilcolinesterase, para conservar as funções intelectuais dos pacientes. Atividades mentais.

12 Famosos com Alzheimer Ator Charles Bronson ( ) Ex-presidente dos EUA Ronald Reagan ( ) gina= pagina=1072

13 Diferenças entre DCL e Alzheimer Na DCL, deve-se dar maior atenção às funções executivas (processo cognitivo responsável pelo planejamento e execução de tarefas, como memória de trabalho e inibição de impulsos) e às habilidades visuoespaciais, pois são os domínios cognitivos mais comprometidos nas fases iniciais dessa demência, porém com relativa preservação da memória. Esta é, talvez, a característica de maior relevância para a diferenciação do diagnóstico com a Alzheimer. (CARAMELLI; BARBOSA, 2002, p.09).

14 Parkinson Instabilidade postural Hipocinesia (diminuição da mobilidade) Tremor de repouso UXWqaqAn0MfR0cMHsmh98kCHUsO7wCwn*OPAJCuCgu2ZyajC PzEA96puBAGO7Gc*-/parkinson.jpg?crop=1%3A1&width=171

15 Genética Causas de Parkinson Alta exposição a vários pesticidas, herbicidas e fungicidas... (LOZANO; KALIA, 2010, p.18). No entanto, a verdadeira causa permanece ainda desconhecida pelos estudiosos. AAAAAAAAGSQ/4RmdbZN0wMM/s200/tremores.jpg

16 Segundo Schmdit e Oertel, da revista Mente e Cérebro (2010, p.07), antes dos primeiros distúrbios de movimento, são frequentes: Cansaço e Depressão Crises de suor

17 Incidências de Parkinson, conforme Schmidt e Oertel (2010, p.07), com base nas estimativas das Organizações das Nações Unidas (ONU). A doença de Parkinson atinge cerca de 4 milhões de pessoas no mundo inteiro, sendo que a cada década atinge 1% das pessoas com mais de 60 anos. No entanto, podem aparecer parkinsonianos de 30 a 40 anos, porém essa é uma doença da velhice que atinge principalmente homens.

18 Tratamento de Parkinson, conforme Schmidt e Oertel (2010, p.10): Parkinson não tem cura, porém existem alguns medicamentos e tratamentos para controlar seus sintomas, como: uso controlado do medicamento L-Dopa contribui para autonomia dos movimentos; fisioterapia estimula a movimentação; atividades manuais, como pintura contribuem para a concentração.

19 Caso esses tratamentos não surtam efeitos, resta a neurocirurgia ou, então, a estimulação cerebral profunda (estimulações através de impulsos vindos de um dispositivo implantado no tórax), que contribuem para a movimentação e, consequentemente, para a perda da rigidez.

20 Famosos com Parkinson Paulo José (ator) Papa João Paulo II ( ) Michael J. Fox (ator) GDQ,00.jpg

21 Diferenças entre DCL e Parkinson A resposta dos sintomas parkinsonianos (rigidez e acinesia) à levodopa (medicamento utilizado no tratamento das síndromes parkinsonianas) é usualmente pobre na DCL, diferentemente do que ocorre na doença de Parkinson idiopática (de causa desconhecida). (CARAMELLI; BARBOSA, 2002, p.09).

22 Sugestões de filmes m.br/filme-longe-dela-2975/ a.com.br/filme-longe-dela- 2975/ Longe Dela (Away From Her, 2006) - Direção: Sarah Polley. (Alzheimer) Anjo de Vidro (2004). (Alzheimer) Iris (2001). (Alzheimer) Tempo de despertar (Awakenings, 1990). (Parkinson) A luta de Milly (2005) -(Parkinson) lme.php?id=1266

23 Referências Essas lâminas foram baseadas em: REVISTA MENTE E CÉREBRO. Diferenciando Demências. Revista de Psicologia, psicanálise, Neurociência e conhecimento. Duetto. Ano XVI. Nº174. Jul/2007. p.19. Outras referências: ASPESI, Nelson Venturella; FERREIRA, Marcelo. ABC DA SAÚDE. Demência Disponível em: < Acesso em: 18 mai BRANDT, Roland; HANSER, Hartwig. O enigma alzheimer. In: Revista Mente e Cérebro. Doenças do Cérebro: Parkinson e Alzheimer. São Paulo: Dueto, p CARAMELLI, Paulo; BARBOSA, Maira Tonidandel. Como diagnosticar as quatro causas mais frequentes de demência?.in: Rev. Bras. Psiquiatr. 2002; 24 (Supl I):7-10. Disponível em: < Acesso em: 19 mai FRAGA JÚNIOR, Rubens De. Demências Disponível em: < Acesso em: 18 mai LOZANO, Andres M.; KALIA, Suneil K. Gestos Interrompidos. In: Revista Mente e Cérebro. Doenças do Cérebro: Parkinson e Alzheimer. São Paulo: Dueto, p SCHMIDT, Konrad; OERTEL, Wolfgang. De olho no futuro. In: Revista Mente e Cérebro. Doenças do Cérebro: Parkinson e Alzheimer. São Paulo: Dueto, p

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa.

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. DOENÇA DE PARKINSON INTRODUÇÃO A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. Acomete homens e mulheres de diferentes etnias

Leia mais

Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria. Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí

Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria. Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí Psiquiatria: Especialidade médica que se dedica ao estudo, diagnóstico, tratamento e à prevenção de

Leia mais

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP DEMÊNCIAS Medicina Abril 2007 Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP Queixa de memória, autocrítica excessiva depressão, ansiedade efeito de doença sistêmica ou medicação envelhecimento

Leia mais

O que é Alzheimer? Perguntas frequentes. Sinônimos: mal de alzheimer, doença de alzheimer

O que é Alzheimer? Perguntas frequentes. Sinônimos: mal de alzheimer, doença de alzheimer O que é Alzheimer? Sinônimos: mal de alzheimer, doença de alzheimer No Brasil, existem cerca de 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade. Seis por cento delas sofrem do Mal de Alzheimer, segundo

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 365/2014 Doença de Parkinson Exelon Pacth

RESPOSTA RÁPIDA 365/2014 Doença de Parkinson Exelon Pacth RESPOSTA RÁPIDA 365/2014 Doença de Parkinson Exelon Pacth SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO 0074..144137-2 DATA 31/03/2014 dra. Sônia Helena Tavares de Azevedo Comarca de Bom Despacho SOLICITAÇÃO Boa Tarde,

Leia mais

Seminário Nacional Envelhecimento e Subjetividade Saúde e Envelhecimento: Prevenção e Promoção CRP Novembro 2008. Instituto de Psiquiatria FMUSP

Seminário Nacional Envelhecimento e Subjetividade Saúde e Envelhecimento: Prevenção e Promoção CRP Novembro 2008. Instituto de Psiquiatria FMUSP Seminário Nacional Envelhecimento e Subjetividade Saúde e Envelhecimento: Prevenção e Promoção CRP Novembro 2008 Mônica Yassuda Mônica Sanches Yassuda Gerontologia EACH USP EACH USP Ambulatório de Psicogeriatria

Leia mais

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença.

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Bruno Araújo da Silva Dantas¹ bruno_asd90@hotmail.com Luciane Alves Lopes² lucianesevla.l@gmail.com ¹ ²Acadêmico(a) do

Leia mais

Plenária temática CRMESP Aposentadoria Médica Perspectiva Psiquiátrica

Plenária temática CRMESP Aposentadoria Médica Perspectiva Psiquiátrica Plenária temática CRMESP Aposentadoria Médica Perspectiva Psiquiátrica Prof. Dr. Renato Luiz Marchetti Ipq-HCFMUSP Câmara Técnica Psiquiatria CREMESP Agenda de apresentação Problemas cognitivos dos idosos

Leia mais

DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS.

DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS. DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS. Marcela Maria Medeiros de Melo¹; Ádila Siqueira de Basto Lima¹; Mirella Bruna Felix de Freitas¹; Elma Eloi Melo da Silva¹;

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 01 /2014 - CESAU Objeto: Parecer. Promotoria de Justiça GESAU / Medicamento Rivastigmina para tratamento de Alzheimer REFERÊNCIA: Grupo de Atuação Especial de Defesa da Saúde - GESAU

Leia mais

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação?

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Apresentação: Daniele Istile (2º ano) Maria Gabriela Cavalheiro (4ºano) Orientação: Doutoranda Thaís dos Santos Gonçalves Local: Anfiteatro da Biblioteca

Leia mais

Deficiência Mental O QUE É A DEMÊNCIA?

Deficiência Mental O QUE É A DEMÊNCIA? Deficiência Mental Nesta publicação trataremos de um tema de grande importância para toda a comunidade que é o Estudo das Demências. Graças à melhora das condições sanitárias e de cuidados com a saúde,

Leia mais

Título: Achados Clínicos da deglutição e do comportamento alimentar de idosos com demência avançada

Título: Achados Clínicos da deglutição e do comportamento alimentar de idosos com demência avançada Título: Achados Clínicos da deglutição e do comportamento alimentar de idosos com demência avançada Descritores: demência, alimentação, deglutição Introdução: As demências são caracterizadas pela presença

Leia mais

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER NTRR63/2013 Solicitante: Des. Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Número do processo:1.0145.12.066387-0/001 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 03/05/2013 Medicamento X Material

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Junho de 2010 Dificuldades de Aprendizagem (CORREIA;MARTINS, 2010, p.06) Desordens neurológicas que interferem na recepção, integração ou expressão de informação,

Leia mais

FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE

FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE André Luís dos Santos Silva, D.Sc. Doutor em Fisioterapia Universidad de Buenos Aires/UFRJ Diretor do Instituto Brasileiro de Fisioterapia Vestibular e Equilíbrio

Leia mais

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio 23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio Enunciado Paciente do sexo feminino, 86 anos, previamente hígida, há 4 meses com queixas de problemas de memória, déficit de atenção, lentificação

Leia mais

Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência

Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência Angela Valença médica Neurologista Este tema é muito actual. A situação de dependência não é exclusiva de pessoas idosas mas o

Leia mais

Faculdade de Alta Floresta - FAF

Faculdade de Alta Floresta - FAF O RECONHECIMENTO DO ALUNO DISLÉXICO PELO EDUCADOR Eliete Maria dos Santos 1 Roselene Nardi 2 A dislexia, como dificuldade de aprendizagem, verificada na educação escolar, é um distúrbio de leitura e de

Leia mais

OSTEOPOROSE VS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS USANDO A TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA QUANTITATIVA

OSTEOPOROSE VS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS USANDO A TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA QUANTITATIVA Universidade do Minho Escola de Engenharia OSTEOPOROSE VS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS USANDO A TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA QUANTITATIVA José Artur Rodrigues Nº 55574 Orientador: Prof. Higino Correia Mestrado

Leia mais

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert Demências na Terceira idade Enfª Mda Josiane Steil Siewert Grandes síndromes neuropsiquiatricas na terceira idade: Delirium Demencias Depressão Doenças Orgânicas do Cérebro Quando uma pessoa idosa de repente

Leia mais

DEPRESSÃO NA DOENÇA DE PARKINSON

DEPRESSÃO NA DOENÇA DE PARKINSON 1 DEPRESSÃO NA DOENÇA DE PARKINSON Aliandro Mesquita Lisboa Instituto Pharmacológica aliandroml@hotmail.com Edson Negreiros dos Santos- Mestre em Farmacologia 1- INTRODUÇÃO O Brasil há muito perdeu suas

Leia mais

ENVELHECENDO COM QUALIDADE DE VIDA

ENVELHECENDO COM QUALIDADE DE VIDA ENVELHECENDO COM QUALIDADE DE VIDA Dr. Maurício Menna Barreto Médico Geriatra - CRM 30110 mauricio.barreto@divinaprovidencia.org.br Porto Alegre, 08 de Novembro de 2013 Evolução Envelhecimento Populacional

Leia mais

Dificuldades de aprendizagem

Dificuldades de aprendizagem Dificuldades de aprendizagem Dificuldades versus distúrbios Dificuldades escolares ou de aprendizagem Origem externa: no ambiente e no outro. Distúrbios/transtornos Origem interna: disfunção do Sistema

Leia mais

TREINO COGNITIVO E ENVELHECIMENTO: na busca da autonomia dos idosos

TREINO COGNITIVO E ENVELHECIMENTO: na busca da autonomia dos idosos TREINO COGNITIVO E ENVELHECIMENTO: na busca da autonomia dos idosos Samara Pereira Cabral - UFPB samarapcj@hotmail.com Monica Dias Palitot - UFPB monicadiaspt@yahoo.com.br Joseane da Silva Meireles - UFPB

Leia mais

PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011

PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011 PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011 Processo-Consulta Protocolo CREMEC nº 5032/2011 Assunto: DOENÇA DE ALZHEIMER Relatora: DRA. PATRÍCIA MARIA DE CASTRO TEIXEIRA EMENTA: DOENÇA DE ALZHEIMER. PORTADOR.

Leia mais

Cuidar do Idoso com demência

Cuidar do Idoso com demência Cuidar do Idoso com demência Na atualidade, somos confrontados com um processo de envelhecimento demográfico caracterizado por um aumento progressivo de população idosa, em detrimento da população jovem,

Leia mais

DIAS AULA TEMA CONTEÚDO

DIAS AULA TEMA CONTEÚDO MARÇO 04/03 Teórica Noções em Geriatria e Gerontologia - Histórico - Temas básicos: saúde, autonomia, independência, incapacidade e fragilidade - Epidemiologia do envelhecimento - Papel do cuidador - Qualidade

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Maio de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Maio de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Maio de 2010 O mundo das pessoas sem rosto (Thomas Grüter) http://universoautista.com.br/materia/semrosto_01.jpg Prosopagnosia Conforme Grüter (2007, p.68),

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Julho de 2010 Deficiência intelectual De acordo com o Decreto nº 5.296, a deficiência mental, atualmente denominada deficiência intelectual, refere-se ao

Leia mais

Diana Pais (Estagiária de Dietética) Centro Hospitalar de Tondela - Viseu

Diana Pais (Estagiária de Dietética) Centro Hospitalar de Tondela - Viseu 1 Diana Pais (Estagiária de Dietética) Estilo de Vida Saudável Ter uma alimentação saudável; 2 Tomar sempre o pequeno-almoço; Praticar exercício físico, pelo menos, 30 minutos por dia; Dormir, pelo menos,

Leia mais

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável.

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável. Transtornos mentais: Desafiando os Preconceitos Durante séculos as pessoas com sofrimento mental foram afastadas do resto da sociedade, algumas vezes encarcerados, em condições precárias, sem direito a

Leia mais

Fármacos que atuam nos distúrbios degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA)

Fármacos que atuam nos distúrbios degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA) degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA) Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Distúrbios degenerativos: Perda progressiva

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

DEMÊNCIA? O QUE é 45 MILHOES 70% O QUE É DEMÊNCIA? A DEMÊNCIA NAO É UMA DOENÇA EM 2013, DEMÊNCIA. Memória; Raciocínio; Planejamento; Aprendizagem;

DEMÊNCIA? O QUE é 45 MILHOES 70% O QUE É DEMÊNCIA? A DEMÊNCIA NAO É UMA DOENÇA EM 2013, DEMÊNCIA. Memória; Raciocínio; Planejamento; Aprendizagem; O QUE é APRESENTA DEMÊNCIA? O QUE É DEMÊNCIA? A demência é um distúrbio em um grupo de processos mentais que incluem: Memória; Raciocínio; Planejamento; Aprendizagem; Atenção; Linguagem; Percepção; Conduta.

Leia mais

A Importância do Sono

A Importância do Sono 1 A Importância do Sono Dra. Regeane Trabulsi Cronfli É um total contra-senso o fato de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de insônia, haja aquelas que, iludidas pelos

Leia mais

Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011

Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011 Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011 Marina Guimarães Lima, Cristiane Olinda Coradi Departamento de Farmácia Social da Faculdade de Farmácia

Leia mais

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite SOMENTE SERÃO ACEITOS OS ESTUDOS DIRIGIDOS COMPLETOS, MANUSCRITOS, NA DATA DA PROVA TERÁ O VALOR

Leia mais

Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson

Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson Gustavo Nunes Pereira Fisioterapeuta Graduado PUCRS Coordenador Grupo de Interesse em Fisioterapia SBGG-RS Doutorando em Gerontologia Biomédica

Leia mais

O que você deve saber sobre

O que você deve saber sobre O que você deve saber sobre TOC Transtorno Obsessivo Compulsivo Fênix Associação Pró-Saúde Mental 1. O que é TOC? O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença mental crônica (transtorno psiquiátrico),

Leia mais

Farmacoterapia dos distúrbios neurodegenera3vos. Parkinsonismo

Farmacoterapia dos distúrbios neurodegenera3vos. Parkinsonismo Farmacoterapia dos distúrbios neurodegenera3vos Parkinsonismo Mal de Parkinson Caracterizado dentro dos distúrbios de movimento É um distúrbio progressivo do movimento que ocorre mais comumente no indivíduo

Leia mais

Demência Resumo de diretriz NHG M21 (julho 2012)

Demência Resumo de diretriz NHG M21 (julho 2012) Demência Resumo de diretriz NHG M21 (julho 2012) EMoll van Charante E, Perry M, Vernooij-Dassen MJFJ, Boswijk DFR, Stoffels J, Achthoven L, Luning-Koster MN traduzido do original em holandês por Luiz F.G.

Leia mais

DEMÊNCIAS. Programa do Idoso Unidade Saúde Escola UFSCar

DEMÊNCIAS. Programa do Idoso Unidade Saúde Escola UFSCar DEMÊNCIAS Programa do Idoso Unidade Saúde Escola UFSCar Conceitos básicos Inteligência Cognição Memória Transtornos cognitivos Quadro confusional agudo Demência Inteligência Totalidade das funções cognitivas

Leia mais

DEMÊNCIAS. MEMÓRIA ORGANICA Memória Hábito, comum a todos os seres vivos.

DEMÊNCIAS. MEMÓRIA ORGANICA Memória Hábito, comum a todos os seres vivos. DEMÊNCIAS I) DEFINIÇÃO Demência pode ser considerada como um prejuízo global da inteligência, memória e personalidade, adquirido na vida adulta. O nível de consciência é claro. É vista mais freqüentemente

Leia mais

ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA

ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA O que é ELA? O primeiro passo para você conhecer melhor a esclerose

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL

PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL ENQUADRAMENTO O tema «envelhecimento» tem sido alvo de estudos de pesquisadores e profissionais e vem desencadeando a produção de conhecimentos

Leia mais

Memória. Dra. Marcia Y. Kimura Oka Médica Geriatra Especialista em Geriatria pela SBGG

Memória. Dra. Marcia Y. Kimura Oka Médica Geriatra Especialista em Geriatria pela SBGG Memória Dra. Marcia Y. Kimura Oka Médica Geriatra Especialista em Geriatria pela SBGG Alterações Cerebrais com o Envelhecimento Redução do volume (atrofia) Redução da Interconectividade cerebral Acúmulo

Leia mais

Clínica Neurofuncional

Clínica Neurofuncional II Curso de Verão Clínica Neurofuncional Dr. Clynton Correa e Dra. Paula Chaves da Silva Laboratório de Neurobiologia Comparativa e do Desenvolvimento p.chaves@bf.ufrj.br DOENÇA DE PARKINSON II Curso de

Leia mais

1 Nesta dissertação, será utilizada a sigla CDA para situar o local onde o trabalho foi desenvolvido.

1 Nesta dissertação, será utilizada a sigla CDA para situar o local onde o trabalho foi desenvolvido. 1 Introdução As demências, principalmente a do tipo Alzheimer, vêm despertando interesse no meio acadêmico. Os diferentes saberes como a Medicina, a Psicologia, a Antropologia, a Sociologia entre outros,

Leia mais

Arritmias Cardíacas e Morte Súbita

Arritmias Cardíacas e Morte Súbita Arritmias Cardíacas e Morte Súbita SOBRAC Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas www.sobrac.org (Marco Paulo Tomaz Barbosa) Qual o órgão mais importante do corpo humano? Claro que EU sou o mais Importante!!!

Leia mais

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER Data: 13/12/2013 NTRR 254/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Solicitante: Pedro Guimarães Pereira Juiz de Direito, 2ª Vara da Comarca de Várzea da Palma Número do processo: 0044371-71.2013.8.13.0708

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X

PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X Que recomenda ao governo a revisão da comparticipação estatal na aquisição de medicamentos específicos para o tratamento da Demência na Doença de Alzheimer. I EXPOSIÇÃO DE

Leia mais

Alzheimer, a dor do esquecimento

Alzheimer, a dor do esquecimento Tipo de mídia: Internet Site: Época Online Duração da matéria: 12 57 Alzheimer, a dor do esquecimento A rotina e os desafios de pacientes e cuidadores NATHALIA TAVOLIERI 16/01/2014 Após perder a mulher,

Leia mais

Guia de Orientação a concussão para o público geral

Guia de Orientação a concussão para o público geral FATOS DE UMA CONCUSSÃO A concussão é uma lesão cerebral. Todas as concussões são graves. Os abalos podem ocorrer sem perda de consciência. Todo atleta com os sintomas de uma lesão na cabeça deve ser removido

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE DEPRESSÃO E DEMÊNCIA: UM ENFOQUE NA DOENÇA DE ALZHEIMER

RELAÇÃO ENTRE DEPRESSÃO E DEMÊNCIA: UM ENFOQUE NA DOENÇA DE ALZHEIMER DOI: http://dx.doi.org/10.14295/idonline.v6i18.209 96 Pesquisa RELAÇÃO ENTRE DEPRESSÃO E DEMÊNCIA: UM ENFOQUE NA DOENÇA DE ALZHEIMER Rose Heidy Costa Silva (1) Luane Bitu Leal Alencar (2) Emanuel Tavares

Leia mais

Primeira droga em cápsula foi lançada agora no país e outras estão em teste.

Primeira droga em cápsula foi lançada agora no país e outras estão em teste. ESCLEROSE MÚLTIPLA GANHA NOVAS OPÇÕES DE TRATAMENTO. (extraído de http://www.orkut.com.br/main#commmsgs?cmm=17111880&tid=5682929915348274548, em 09/05/2012) Primeira droga em cápsula foi lançada agora

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

Demência associada ao HIV

Demência associada ao HIV Demência associada ao HIV A complicação do SNC mais comum é um comprometimento cognitivo de gravidade suficiente para justificar o diagnóstico de demência (Centers for Disease Control and Prevention; CDCP

Leia mais

A ATUAÇÃO DA SECRETÁRIA NUM AMBIENTE DE MUDANÇAS: A PREDISPOSIÇÃO AO ESTRESSE.

A ATUAÇÃO DA SECRETÁRIA NUM AMBIENTE DE MUDANÇAS: A PREDISPOSIÇÃO AO ESTRESSE. A ATUAÇÃO DA SECRETÁRIA NUM AMBIENTE DE MUDANÇAS: A PREDISPOSIÇÃO AO ESTRESSE. Glaucilene A. Martinez Toledo¹, Maria Luiza G. Ferreira², Valquíria A. Saraiva de Moraes³, Cidália Gomes 1 UNIVAP/FCSA Av.

Leia mais

TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA AUTOR(ES):

Leia mais

Qual é a função do Sistema Nervoso Central?

Qual é a função do Sistema Nervoso Central? Câncer de SNC Qual é a função do Sistema Nervoso Central? O Sistema Nervoso Central (SNC) é constituído pelo cérebro, cerebelo e tronco cerebral. O cérebro é dividido em quatro lobos que controlam funções

Leia mais

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e a obesidade Arenque é o peixe mais rico em ômega 3. Esses ácidos graxos são chamados de essenciais,

Leia mais

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS Aracele Silva Cardoso, Jéssica Lorrayne Viana Ferreira, Larissa Godoy Del Fiaco e Rodrigo da Silva Santos Faculdade de Medicina Alfredo

Leia mais

SISTEMA NERVOSO MOTOR

SISTEMA NERVOSO MOTOR SISTEMA NERVOSO MOTOR CÓRTEX MOTOR O cérebro é o órgão que move os músculos. sculos. Neil R. Carlson 1 CÓRTEX MOTOR ORGANIZAÇÃO DO CÓRTEX MOTOR Córtex motor primário: principal região controladora para

Leia mais

Alzheimer: o paciente e o cuidador do ponto de vista da Psicologia. Mário Amore Cecchini mario.cecchini@crinorte.org.br

Alzheimer: o paciente e o cuidador do ponto de vista da Psicologia. Mário Amore Cecchini mario.cecchini@crinorte.org.br Alzheimer: o paciente e o cuidador do ponto de vista da Psicologia Alzheimer Doença progressiva Alterações cognitivas e comportamentais Três estágios: leve, moderado e grave Gradativa perda de autonomia

Leia mais

O Cuidado Extra-Muros

O Cuidado Extra-Muros O Cuidado Extra-Muros IX JORNADA DE PSICOLOGIA ONCOLÓGICA DO INCA III ENCONTRO INCA / SBPO Arli Melo Pedrosa RECIFE 2013 / 2013 Oncologia Pediátrica Suporte Social Suporte Científico HOSPITAL AMBULATÓRIO

Leia mais

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL 1. ENVELHECIMENTO ACTIVO A Organização Mundial da Saúde e a Comissão da União Europeia consideram de grande importância todas as medidas, políticas e práticas, que contribuam para

Leia mais

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA André Martins Alvarenga Universidade Federal do Pampa andrealvarenga@unipampa.edu.br Bruna Borges Telmo Universidade Federal

Leia mais

NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR!

NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR! NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR! Serviço de OncoHematologia do HIJG DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER NA CRIANÇA E NO ADOLESCENTE O Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (lei

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física ATIVIDADE FÍSICA ASILAR Departamento de Psicologia e Educação Física 1. INTRODUÇÃO Compreensivelmente, à medida que envelhecemos podemos observar várias mudanças, tanto com relação aos nossos órgãos e

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

CAPÍTULO II: REVISÃO DE LITERATURA. 2.1 Conceito de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

CAPÍTULO II: REVISÃO DE LITERATURA. 2.1 Conceito de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade CAPÍTULO I: INTRODUÇÃO O Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH) pode ser definido como um transtorno neurobiológico, normalmente detectado ainda na infância. Podendo ser caracterizada pela desatenção,

Leia mais

Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo

Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo Conceito Incidência Causas do Autismo Manifestações mais comuns O espectro de manifestações autistas Como é feito o diagnóstico de autismo Instrumentos para

Leia mais

NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM

NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM CONTACTOS ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FAMILIARES E AMIGOS DE DOENTES DE ALZHEIMER SEDE Av. de Ceuta Norte, Lote 15, Piso 3 - Quinta do Loureiro 1300-125 Lisboa Tel: 213 610

Leia mais

ALCOOLISMO EM IDOSOS

ALCOOLISMO EM IDOSOS ALCOOLISMO EM IDOSOS SILVA, Alrenilda Aparecida da Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: alrenildapsicologia@hotmail.com RESUMO Este estudo

Leia mais

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura?

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura? Volume1 O que é? O que é Hemofilia? Hemofilia é uma alteração hereditária da coagulação do sangue que causa hemorragias e é provocada por uma deficiência na quantidade ou qualidade dos fatores VIII (oito)

Leia mais

14/07/2015 14/07/2015

14/07/2015 14/07/2015 São doenças responsáveis por grande número de internações, respondem pela morte de muitos brasileiros idosos e custam caro aos cofres públicos. Assistir o idoso envolve particularidades que requerem conhecimentos

Leia mais

Alterações de linguagem nos alcoolistas em atendimento nos Grupos dos Alcoólicos Anônimos (AA)

Alterações de linguagem nos alcoolistas em atendimento nos Grupos dos Alcoólicos Anônimos (AA) Alterações de linguagem nos alcoolistas em atendimento nos Grupos dos Alcoólicos Anônimos (AA) Introdução: O álcool é um depressor do sistema neuronal, e o seu uso pode acarretar alterações cognitivas,

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Junho de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Junho de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Junho de 2010 ESQUIZOFRENIA É uma doença mental grave e crônica que, segundo a Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares (2009), impossibilita

Leia mais

Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem

Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem Considerações sobre o normal e o patológico Segundo Leticia Lanz: a pessoa é considerada normal quando sua conduta corresponde aos padrões e expectativas do sistema.

Leia mais

Interação Humano-Computador: Conceitos Básicos INF 1403 Introdução a IHC Aula 03 19/02/2014 Conteúdo da Aula Interação, Interface e Affordance Critérios de qualidade de uso Usabilidade Experiência do Usuário

Leia mais

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental TRANSTORNOS ANSIOSOS Prof. Humberto Müller Saúde Mental Porque nos tornamos ansiosos? Seleção natural da espécie Ansiedade e medo... na medida certa, ajuda! Transtornos de Ansiedade SINTOMAS: Reação exagerada

Leia mais

AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO. Prof. Dr. Carlo Schmidt. Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial

AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO. Prof. Dr. Carlo Schmidt. Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO Prof. Dr. Carlo Schmidt Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial INTRODUÇÃO Caracterização: Do que estamos falando? TDAH Autismo O que essas condições têm

Leia mais

Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar. Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS. Resumo

Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar. Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS. Resumo Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar Communication for All - In Search of the Social and Pertaining to School Inclusion Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS Carolina

Leia mais

ENFERMAGEM GERONTOGERIÁTRICA

ENFERMAGEM GERONTOGERIÁTRICA Belo Horizonte-MG Início Previsto: 20/03/2015* Aulas em um final de semana p/ mês: sexta - 18h / 22h sábado - 8h / 18h domingo - 8h / 16h *Início vinculado ao número mínimo de inscritos. PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

As alterações cognitivas da esquizofrenia

As alterações cognitivas da esquizofrenia 1 As alterações cognitivas da esquizofrenia As primeiras descrições da esquizofrenia foram feitas por Emil Kraepelin, um influente psiquiatra alemão, e Eugen Bleuler, seu colega suíço. Kraepelin, considerado

Leia mais

Definições. Classificação. Atendimento educacional especializado - Educação Especial. Escolas especializadas Escolas da rede regular de ensino

Definições. Classificação. Atendimento educacional especializado - Educação Especial. Escolas especializadas Escolas da rede regular de ensino Conteúdos abordados Prof. Ivan Lima Schonmann CREF 082406-G/SP Deficiência intelectual e motora Definição Classificação Características Estratégias de trabalho Deficiência Intelectual (DI) IBGE 2010 Censo

Leia mais

3 Método. 3.1 Sujeitos

3 Método. 3.1 Sujeitos 30 3 Método 3.1 Sujeitos A amostra deste estudo foi composta de idosos atendidos no ambulatório de geriatria de um hospital público do estado do Rio de Janeiro. Foram investigados 51 idosos com diagnóstico

Leia mais

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM A FIBROMIALGIA consiste numa síndrome - conjunto de sinais e sintomas - com manifestações de

Leia mais

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem AUTISMO 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem Quem somos? Professoras das SRMF / AAE - Contagem Raquel Shirley Stella

Leia mais

O que é Fisioterapia Vestibular?

O que é Fisioterapia Vestibular? O que é Fisioterapia Vestibular? Existem 02 tipos de tontura: rotatória ou vertigem, quando o paciente relata que tudo gira ao seu redor; e não-rotatória, equivalente à instabilidade postural ou desequilíbrio.

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 O QUE É DEFICIÊNCIA MENTAL OU INTELECTUAL http://www.apaesp.org.br/sobreadeficienciaintelectual A Deficiência Intelectual, segundo a Associação Americana sobre Deficiência Intelectual do Desenvolvimento

Leia mais

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO - Abordagem multiprofissional e interdisciplinar - assistência prestada por

Leia mais

Caderno do aluno UM POR BIMESTRE: teoria, exercícios de classe, as tarefas de casa atividades complementares.

Caderno do aluno UM POR BIMESTRE: teoria, exercícios de classe, as tarefas de casa atividades complementares. NOSSA META Que todos os alunos entendam todas as nossas aulas! TUDO GIRA EM TORNO DA AULA COMO? Aula bem proposta (autor) Aula bem preparada (professor) Aula bem dada (professor) Aula bem assistida (aluno)

Leia mais

PATOLOGIAS DO APARELHO AUDITIVO ANDERSON CELSO LUANA MUNIQUE PRISCILA PAMELA

PATOLOGIAS DO APARELHO AUDITIVO ANDERSON CELSO LUANA MUNIQUE PRISCILA PAMELA PATOLOGIAS DO APARELHO AUDITIVO ANDERSON CELSO LUANA MUNIQUE PRISCILA PAMELA 1 INTRODUÇÃO A audição possibilita a aquisição da linguagem e a conseqüente integração do homem com o mundo sonoro e social.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em Geriatria Código: Fisio 229 Pré-requisito: -------- Período Letivo:

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas e técnicas

Leia mais

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Nathália Fernandes Andreza Aparecida Polia Ranielí Gonçalves de Souza Halessandra Medeiros O Transtorno do Déficit de Atenção

Leia mais