SER ÉTICO É UMA ESCOLHA POSSÍVEL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SER ÉTICO É UMA ESCOLHA POSSÍVEL"

Transcrição

1 SER ÉTICO É UMA ESCOLHA POSSÍVEL Ester Elisabete Copeinski Faculdade Sumaré Pós-Graduação Dr.ª Renira Appa FECAP e FIA

2 2 RESUMO: A relação entre as organizações e os públicos de interesse modificou-se profundamente nos últimos anos. Diante disso, as organizações começam a perceber que sua imagem pública depende da avaliação de um conjunto diversificado de públicos, despertando uma necessidade crescente nos gestores para criarem e respeitarem códigos de ética a fim de que, no longo prazo, a postura ética possa resultar em importantes vantagens competitivas decorrentes de uma imagem positiva projetada na comunidade. PALAVRAS CHAVE: Ética nas Organizações; Público-alvo; Postura Ética; Imagem Positiva. ÉTICA E MORAL A ética é algo inerente e permanente na pessoa ou está relacionada a fatos, situações, de caráter momentâneo? A ética é uma disciplina da Filosofia. Tem como objeto a moral, como prova de sua necessidade. É a persistência da moral, da realização de juízos sobre ações humanas, da sua bondade ou maldade, que dá sentido a ética. Ética na filosofia é o estudo dos assuntos morais, do modo de ser e agir dos seres humanos, além dos seus comportamentos e caráter. A ética na filosofia procura descobrir o que motiva cada indivíduo a agir de um determinado jeito, diferencia também o que significa o bom e o mau, bem como o mal e o bem. Ética é diferente de moral, pois moral fundamenta-se na obediência a normas, costumes ou mandamentos culturais, hierárquicos ou religiosos e a ética busca fundamentar o modo de viver pelo pensamento humano. Diversos filósofos como Sócrates, Aristóteles, Epicuro e outros, procuraram estudar a ética como uma área da filosofia que estudava as normas da sociedade, a conduta dos indivíduos e o que os faz escolher entre o bem e o mal. Um autor contemporâneo, Max Weber (2005), apresenta um pensamento que integra diversas correntes no seu discurso sobre os aspectos éticos. Weber (2005) constata que qualquer ação eticamente orientada pode ajustar-se a duas máximas que diferem entre si: de acordo com a ética da convicção ou com a ética da responsabilidade. A ética da convicção, segundo ele, apresenta a virtude como estando submetida ao respeito pelo imperativo categórico da lei moral. Regula-se por normas e valores já estabelecidos que pretendem aplicar na prática, independentemente das circunstâncias ou das consequências

3 3 daí resultantes. Trata-se, portanto, de uma ética do dever, entendendo que os seus princípios traduzem-se em obrigações ou imperativos aos quais se deve obedecer. É uma ética do absoluto, sem dúvidas, formal, na qual os seus princípios traduzem-se em imperativos incondicionais. O que define o bem ou o mal não é mais do que a tradução ou concordância de valores ou princípios em práticas adequadas. Ainda, de acordo com Weber (2005), a ética da responsabilidade apresenta um pendor mais utilitarista que orienta a sua ação a partir da análise das consequências daí resultantes. Essa análise levará em conta o bem que pode ser feito a um número maior de pessoas assim como evitar o maior mal possível. Espera-se, portanto, que uma ação se traduza na maior felicidade possível para o maior número de pessoas possível. A ética da responsabilidade pode apresentar também uma vertente que difere do utilitarismo e que se prende com a finalidade, ou seja, a bondade dos fins apresenta-se como justificativa para que se tomem as medidas necessárias à sua realização. Trata-se, assim, de uma ética centrada na eficácia de resultados, na análise dos riscos, na eficiência dos meios e procura conciliar uma postura pragmática com o altruísmo. Ao contrário da ética da convicção, não é uma ética de certezas, intemporal e formal, é uma ética contextualizada, situacional, que pondera várias possibilidades de ação, apoiada em certezas provisionais, sujeita ao dinamismo dos costumes e do conhecimento. No contexto filosófico, ética e moral possuem diferentes significados. A ética está associada ao estudo fundamentado dos valores morais que orientam o comportamento humano em sociedade, enquanto a moral são os costumes, regras, tabus e convenções estabelecidas em cada sociedade. No sentido prático, a finalidade da ética e da moral é muito semelhante. São ambas responsáveis por construir as bases que irão guiar a conduta do homem, determinando o seu caráter, altruísmo e virtudes, ensinando a melhor forma de agir e de se comportar em sociedade. ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES No âmbito organizacional, ética profissional é o conjunto de normas morais pelas quais um indivíduo deve orientar seu comportamento profissional. Nem é preciso afirmar que a Ética é importante em todas as profissões e para todo ser humano. Todos os códigos de ética profissional trazem em seu texto a maioria dos seguintes princípios: honestidade no trabalho, lealdade na empresa, alto nível de rendimento, respeito à dignidade humana, segredo profissional, observação das normas administrativas da empresa e

4 4 muitos outros. O Código de Ética é um instrumento criado para orientar o desempenho das empresas, dos funcionários em suas ações e na interação com seus públicos. Além das empresas, a maioria das profissões possui seu próprio Código de Ética, principalmente em áreas da saúde e direito, as quais envolvem muitas questões éticas como vida e morte, no caso de médicos, enfermeiros, psicólogos, júris etc. Um dilema ético surge quando há necessidade de se fazer uma escolha difícil, desagradável, que implique um princípio moral. A forma de agir em sociedade determina o comportamento do indivíduo como ético ou antiético. Ser ético ou ter um comportamento ético refere-se a um modo exemplar de viver baseado em valores morais. É o comportamento definido socialmente como bom. Deve-se ter em conta que cada sociedade possui suas próprias regras morais resultantes da própria cultura. Um profissional ético é aquele que atua sem prejudicar terceiros regendo-se por valores e padrões éticos. O conceito central da ética empresarial mais recente é a ideia de responsabilidade social. O assunto em questão está em evidência e pode ser considerado como uma tendência no mundo, tanto nas instituições privadas quanto públicas. Na ótica de Maximiano (2004), a responsabilidade social das organizações e o comportamento ético dos administradores estão entre as tendências mais importantes que influenciam a teoria e a prática da administração no início do terceiro milênio. O debate sobre a ética e a responsabilidade social é muito antigo e acentuou-se devido a problemas como poluição, corrupção, desemprego e proteção dos consumidores, entre muitos outros que envolvem as organizações, públicas ou privadas. Arruda (2001) ressaltou que a boa empresa não é apenas aquela que apresenta lucro, mas a que também oferece um ambiente moralmente gratificante, no qual as pessoas podem desenvolver seus conhecimentos especializados e também suas virtudes. Atualmente, a ética empresarial é mais conhecida como responsabilidade social atrelada à sustentabilidade. Empresas debatem sobre esses assuntos e buscam formas de exercê-los. Tem-se que, os códigos de ética, cada vez mais presentes no seio das empresas, são os norteadores desse comprometimento empresa/funcionários/sociedade/meio ambiente. Assim, vemos que as empresas no mundo contemporâneo têm necessidade de buscar e praticar a ética. Por que isso é importante? Quais são as necessidades? Quais retornos virão? Quanto vale uma marca ou o próprio nome? Qual o custo de se perder a credibilidade? Perguntas como estas são comuns dentro das organizações. É percebido um movimento de mudança na mentalidade dos empresários: ética; responsabilidade-social; sustentabilidade;

5 5 balanço social; empresa cidadã, palavras estas que estão fazendo parte de um novo dicionário empresarial. Em geral, a tendência e o entendimento das pessoas sobre ética está fundamentada no fazer o bem, qualquer outra ação que se possa interpretar como fora desse conceito é considerada antiética. Criar o Código de Ética, a Comissão de Ética, punir fraudadores e ladrões não é suficiente para desenvolver a consciência ética. Os gestores esquecem que a reputação da empresa, a imagem construída em anos de altos investimentos em marketing pode ser destroçada devido a uma única decisão equivocada. O aumento da onda de consumidores antenados em políticas sociais e sustentáveis, a preocupação dos investidores com a imagem, fazem com que este assunto seja incorporado no dia a dia empresarial. A tarefa não é fácil, ainda existe um longo caminho a ser percorrido, mas isto garantirá às organizações a sobrevivência delas mesmas. ÉTICA NO BRASIL Como inserir consciência ética nas empresas em um país como o Brasil? Um país com histórico de enorme desigualdade social, onde uma grande porção dos cidadãos não tem acesso à educação de qualidade. Um país marcado pela discriminação social e cultural. Se considerarmos que a ética está relacionada à formação de valores de caráter pessoal de cada indivíduo, logo isso reforça ainda mais a problemática referente à inserção de conduta ética e autônoma dentro das empresas. Portanto, inserir conduta ética nas empresas brasileiras, numa contextualização pluralizada não é tarefa fácil, mas também não é impossível. Uma empresa que possui conduta ética verdadeiramente é aquela que reconhece e valoriza seus funcionários oferecendo ferramentas para que eles, independentemente de sua condição social e cultural, possam ter um pensamento ético e autônomo, desenvolvendo suas habilidades profissionais e virtudes, num ambiente saudável e moralmente compensador. O próprio processo de implantação do código de ética cria um mecanismo de sensibilização de todos os interessados, pela reflexão e troca de ideias que supõe. Entre os inúmeros tópicos abordados no código de ética, predominam alguns como respeito às leis do país, conflitos de interesse, proteção do patrimônio da instituição, transparência nas comunicações internas e com os stakeholders da organização, denúncia, prática de suborno e corrupção em geral.

6 6 Dentre os problemas éticos de maior conhecimento público estão aqueles referentes às relações com os consumidores, sujeitos aos enquadramentos da lei de defesa do consumidor, incluindo-se práticas de marketing, propaganda e comunicação, qualidade do atendimento e reparações no caso de serem causados danos. Há grandes processos de reflexão nacional sobre o papel das empresas em nossa sociedade, dando maior ênfase, não somente aos aspectos econômicos, mas principalmente, aos sociais e ambientais.. Em outras palavras, não se analisa somente o resultado econômico-financeiro, mas também a maneira como foi obtido, avaliando e premiando as empresas que possuem as melhores práticas nas relações com os seus interlocutores, públicos e privados, quer pela qualidade dos produtos e serviços, quer pela excelência no atendimento, quer pela transparência e retidão de comportamento. ENTREVISTA COM CONSULTORA EM ÉTICA Em entrevista realizada em São Paulo, no dia 16 de janeiro de 2013, com a Professora Maria do Carmo Whitaker, formada em Direito pela PUC/SP, consultora em ética nas organizações há mais de oito anos, e organizadora do site Ética Empresarial (www.eticaempresarial.com.br), pudemos discutir a respeito de como a ética, tão conceitual e ideal, pode passar a ser real no mundo em que vivemos. E, ainda, debater a ética nas questões Teoria versus Prática Ideal versus Real. Ética versus Empresa. Justo versus Lucro. De acordo com Whitaker, a ética, como uma ciência que vem da Filosofia, abrange aspectos teóricos, devido ao fato da Filosofia também ser teórica e abstrata. E a ética em si é uma ciência que trata da conduta humana, examinando os atos humanos em relação ao bem e ao mal. Isso é, ou pode ser feito, por meio de casos concretos, estudos concretos. Quando se discute alguma coisa a respeito de atitudes éticas, o mais importante não é tanto a solução que se dá ao problema, mas sim a riqueza de contribuições que cada pessoa traz ao analisar as facetas do problema. Deste modo, nota-se que a ética, apesar de estar em um patamar teórico e abstrato, é passível de ser analisada e percebida no dia a dia conforme as atitudes das pessoas, classificadas como sendo boas ou más. A questão não é, portanto, delimitar se algo é ético ou não, ou ainda, transformá-lo em ético. Mas sim detectar na conduta das pessoas suas intenções a priori e a posteriori de sua atitude. E, a partir de então, ter um bom material para avaliação e conclusões.

7 7 Ao ser questionada sobre como é possível, apesar da busca pelo lucro, a empresa ser ética e agregar valor, Whitaker disse que o correto não seria afirmar apesar do lucro, pois este não é algo que se deva olhar de forma negativa. O lucro é necessário. O que o torna não ético é a forma, a maneira como ele é auferido. Quais os meios usados para atingir aquele lucro. Se estão fazendo tudo corretamente, estão estabelecendo os preços de mercado e podem agregar alguma coisa a mais, como atração pela maneira de receber os clientes, pela maneira de agradá-los, pela facilitação dos cumprimentos dos prazos etc., procedimentos vistos como normal. Nessa sua fala, pode-se então perceber outro valor entre a relação empresa/ética, o respeito. Respeito entre empresa e clientes, respeito entre empresa e funcionários, por meio, inclusive, da clareza de métodos e informações dentro do varejo e no mercado. Whitaker lembrou da época, há mais ou menos quinze anos, em que se contestava o lucro astronômico alcançado pelos bancos e que saíra, na época, um artigo na imprensa sobre ser pecado ou não ter lucro. Então, alguns filósofos foram ouvidos e a conclusão a qual se chegou foi a seguinte: o que vai determinar o pecado é a forma pela qual se atingiu o lucro. O lucro, pois, é algo legítimo. Em seu livro Fundamentos de Ética Empresarial e Econômica, 4ª edição, página 35, Whitaker versa sobre três aspectos que permitem identificar se uma ação é ou não ética. São os Critérios de Eticidade que diz: determina-se a moralidade ou a eticidade dos atos humanos baseado na consideração de seu objeto, das circunstâncias e da finalidade. Então, se um objeto é bom em si mesmo, as circunstâncias também, bem como sua finalidade, pode-se concluir que o ato é ou foi ético. Desta forma, para ser ético por completo, deve-se avaliar esses três critérios, cada um deles em relação à causalidade: o objeto: o quê? as circunstâncias: como? finalidade: para quê? Outra questão intrigante, levantada pela própria Whitaker, é por que, apesar de nós querermos ser éticos, cometemos ações não éticas?. Ela elencou três razões: por ignorância: às vezes, a pessoa está naquele dilema sobre o que é certo e o que é errado. E não sabe as respostas. por fraqueza: não é fragilidade mental, é fraqueza de vontade, a pessoa se propõe a alguma coisa que não consegue levar cabo.

8 8 por malícia mesmo, ou seja, a pessoa está procurando o mal e não se importa com as consequências. Conforme Whitaker, as pessoas propõem-se a fazer as coisas do modo mais correto possível, mas ninguém está livre de ir contra a ética ou ser induzido a fazê-lo. O ser humano tem ânsias de grandeza, e em algum momento pode se ver tomado por uma situação vil. O fato de conhecer e estudar sobre a ética não imuniza ninguém, muito pelo contrário, aí é que se fica muito mais sensível às questões dela e há muito mais preocupação a respeito. A consciência de cada um pode ser sua grande aliada ou vilã. Quanto aos códigos de ética, Whitaker alerta que não adianta uma matriz estabelecê-los se suas filiais não tiverem comprometimento também, daí o código de ética virará simplesmente um papel de gaveta. Foi questionado a Whitaker como ela vê a ética nas empresas no Brasil, um país onde a mídia divulga frequentemente que a corrupção corre solta, embora haja uma busca para combatêla, especialmente na política. De acordo com a entrevistada, a imprensa divulga muito mais aspectos negativos, antiéticos, do que aqueles aspectos morais de honra, de dignidade das pessoas etc. Citou o caso do carteiro que encontrou um dinheiro e devolveu e o Presidente da República disse que ele mereceria uma honraria especial. Para ela, isso é desnecessário, já que deveria ser normal que as pessoas tomassem essa decisão, que as pessoas tivessem atitudes dignas. Para a entrevistada, a medida estaria em: o que eu gostaria que fizessem comigo, devo fazer para os outros. Mas, infelizmente, nem sempre isso é o que fazemos, nem é nessa linha que atuamos. Whitaker questiona se a ética vem do berço. Se alguém que nasceu debaixo do viaduto pode, depois, ter contato com outras pessoas e adquirir princípios e valores. Para ela, as duas probabilidades existem. Uma pessoa, que vem de um berço ético, ou seja, possui uma boa formação, vai também depender de um acompanhamento na formação de sua consciência e do seu caráter, porque a formação do caráter dura uma vida toda. Então, é nesse sentido que as pessoas podem se relacionar com pessoas éticas e se aprimorarem, ou podem se relacionar com pessoas corruptas e mesmo assim, aprender a distinguir o certo do errado e não compactuar com valores antiéticos. Logo, o que está envolvido no ser ou não ético é a escolha. A questão da liberdade. Ser ético não se trata de uma questão permanente, se é ou não se é, mas sim de uma questão momentânea,

9 9 se escolhe ou não, naquele momento, isso será determinado pelas ações enfim executadas, pela escolha de seus métodos e para qual finalidade. Maria do Carmo Whitaker, em sua entrevista, citou alguns casos relatados na mídia e outros vivenciados por ela, que vale a pena serem citados aqui como exemplo de dilemas, ou não, éticos. Lembrou que nas empresas é muito comum, nas áreas de vendas e compras, trocarem-se presentes com fornecedores ou com clientes. Na hora em que aquela pessoa tiver que cortar um crédito, diminuir a quantidade de material fornecido etc., vai se sentir pressionado pelo presente já recebido e aceito, ou seja, vai encontrar-se envolvido emocionalmente com a empresa. O favorecimento, em si, é muito questionável, porém bastante comum na política e nas empresas, conforme nos mostra a mídia diariamente. Outro exemplo, os juízes de um tribunal recebem estadias com suas famílias em um hotel no fim de semana para descansarem, estadias estas patrocinadas por certas empresas, logo esses juízes estariam absolutamente impedidos de julgar qualquer causa em relação a essas empresas, presos que são numa teia de favores. Uma vez, relata Whitaker, Fábio Barbosa, presidente do Banco Real, depois Santander, disse que o Banco tinha milhares de pessoas trabalhando pelo Brasil todo, e que ele não podia ver a atitude de cada uma delas, mas que ele podia determinar os critérios que guiassem as atitudes empresarias de seus subordinados. Trata-se de um respaldo para os diversos níveis de diretoria que chega até o chão de fábrica. Realmente é difícil controlar uma grande empresa e, por tabela, seus funcionários a agirem corretamente. Ter critérios, regras, códigos bem embasados e exequíveis é importante, mas mais importante que isso é fazer os funcionários agirem como tal. É com base em suas atitudes que prevalecerá e ocorrerá da ética. Uma vez, num determinado evento, um dos responsáveis disse que havia um problema ético a ser resolvido. O material que eles haviam encomendado para usar no evento iria demorar a ser liberado pela alfândega a ponto de impedir seu uso naquele momento. Então, questionou-se se deveria pagar algo ao funcionário da alfândega para liberar. Ora, o que está escrito no código de ética? É permitido subornar pessoas? Então, não se vê problema de ética algum, simplesmente a resposta já está lá, isso não deveria ser um dilema. Simplesmente teriam que usar criatividade para suprir os materiais faltantes e usá-los numa ocasião futura. Só desta vez iriam abrir mão do que é certo, só desta vez. Se há que ser ético sempre, então não existe o só desta vez. Mesmo porque, se há a consciência do que é errado, então simplesmente não faça.

10 10 A revista Seleções Reader s Digest encomendou uma pesquisa ao Instituto Gerp, realizada em dez capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Porto Alegre, Curitiba, Recife e Belém. Em cada uma, 140 pessoas, com pelo menos 18 anos, foram confrontadas com 12 situações do dia a dia, para testar sua noção de certo e errado. A publicação está em sua edição de agosto de Quanto ao fato, já mencionado pela professora Maria do Carmo Whitaker, de que a formação do caráter dura para sempre, Seleções Reader s Digest teve um resultado interessante em uma de suas pesquisas: encontraram pelo país, jovens (de 18 a 35 anos) que não acreditam ser menos honestos do que os mais velhos. Diego Barbosa, promotor de vendas em Curitiba, tem 19 anos e afirma que esta não é uma questão ligada à idade: Honestidade depende da criação da pessoa. Tem jovem que faz tudo direitinho, e gente mais velha que é bem malandra, explica. No entanto, em Recife, 25% dos jovens levariam canetas e envelopes do trabalho para usar em casa, enquanto apenas 6% daqueles de mais de 45 anos o fariam. Caso típico, sonegação de impostos. Foi perguntado aos entrevistados de Seleções se esconderiam parte do seu rendimento para sonegar imposto de renda. A média nacional de respostas positivas foi de 29%. Em Curitiba, porém, 39% sonegariam. No Rio de Janeiro, um funcionário da UFRJ de 45 anos explica as razões que teria para sonegar o imposto: Sou funcionário público e a tributação sobre o meu salário é muito alta. Mas a principal razão é que a gente não vê o retorno desse dinheiro em serviços públicos. Se as pessoas vissem o imposto de renda sendo investido, pagariam com satisfação. Ele não é o único que pensa assim: no Brasil, a sonegação de impostos é vista como reação à atitude dos políticos. Apesar de nunca ter pensado em sonegar impostos, considero o imposto de renda muito injusto. O dinheiro é meu, fui eu que trabalhei. Se, mesmo com as disparidades, o dinheiro fosse utilizado para a educação e a saúde pública, eu até pagaria sem reclamar, mas na verdade vai tudo para o bolso dos políticos, revolta-se Simone, 39 anos, psicóloga do Rio de Janeiro. Esse caso é curioso, as pessoas, inclusive aquelas de boa formação intelectual, usam o erro dos políticos e do Estado para justificar seu próprio. Porém, nem tudo está perdido. Situação clássica: no supermercado, você percebe que a caixa lhe deu troco a mais. Você devolve? Três quartos dos brasileiros responderam que sim, e os moradores do Rio de Janeiro e de Salvador alcançaram marca ainda mais expressiva: 93%. Uma analista de sistemas do Rio de Janeiro de 35 anos pensa no funcionário que errou na conta. Devolvo o troco a mais porque sei que é o atendente que vai ter de repor o dinheiro. Esse também é o argumento da estudante Fabiane Lopes, de Brasília. Isso aconteceu comigo uma

11 11 vez. Voltei e devolvi para a caixa do supermercado porque no fim do dia o dinheiro ia estar faltando e isso a prejudicaria no emprego. Isso é algo que nunca tinha passado pela cabeça de Isabela do Nascimento, advogada de Fortaleza, que já ficou uma vez com o troco a mais. Acho errado ficar com o dinheiro, mas uma vez já fiquei, confessa. Existe uma grande diferença entre o que a gente diz e o que faz na hora. Foi bom responder a essas perguntas, porque tive a chance de parar para pensar no assunto. Eda Zanatta, 35 anos, é uma dentista de Porto Alegre que usa uma situação semelhante para ilustrar sua opinião sobre honestidade. Estava no caixa de uma loja de roupas e a vendedora retirava as etiquetas de proteção que apitam quando você passa pela porta. Ela tirou a etiqueta de uma jaqueta, mas esqueceu de registrar o valor. Avisei à vendedora e, na mesma hora, senti um chute na perna. Era o meu marido me repreendendo por ter avisado e por ter deixado de levar uma roupa de graça. Hoje ele é meu ex-marido. Isso prova que honestidade é algo que faz parte de cada pessoa. Esses exemplos fomentam ainda mais a questão de que, pode-se tentar ser ético, mas isso vai depender da situação em que se encontra (objeto), como vai agir e para quê. CONSIDERAÇÕES FINAIS Existe uma preocupação quanto à classificação de ético e não-ético, como se isso fosse algo pertencente ao ser, ao permanente; ou se é ou se não é. Porém, isso se trata de uma maneira radical de ver e analisar as coisas. Não se é ético para sempre e não se é não-ético para sempre. Os indivíduos vivem em sociedade, em constante transformação de espaço, de tempo e convivências com pessoas diferentes, ambientes diferentes. O fato de nascer em determinada família não vai lhe determinar o tipo de pessoa que será para todo sempre. Visto que se relacionará em e com vários outros ambientes e tipos de pessoas. Saber o que é certo e errado vem de valores familiares, de estudos e aprendizados cotidianos. Escolher qual medida irá tomar, depende de cada um. Ora, uma empresa é formada de pessoas, pessoas com origens, valores e conhecimentos distintos e divergentes. Porém, uma empresa deseja ter a ética atrelada ao seu nome, porque isso lhe traz resultados satisfatórios. Uma empresa com fama de ética vai atrair clientes, consumidores, apoio deles e de outras empresas, do governo, inclusive. Uma empresa que prega a ética vai exigir tal atitude de seus funcionários e, se estes forem leais, as chances de se encontrar desfalques serão menores.

12 12 O que se pode salientar é que a ética está envolvida em um emaranhado de teias e redes que se interligam e dependem umas das outras. No caso, a empresa para ter ética precisa de ferramentas e critérios, de diretrizes, de códigos de ética bem elaborados no sentido de serem bons e de serem executáveis. Precisa de pessoas que se comprometam e realizem eticamente. Precisa que o público externo (sejam bancos que dependem de financiamentos e investimentos, concorrentes, clientes e sociedade em geral) também acredite na sua idoneidade. Claro ficou na entrevista concedida pela Profa. Maria do Carmo Whitaker, que, mesmo no Brasil, a Ética é sim possível. Só depende da vontade e decisão de cada um. E utilizar-se da ética é um caminho favorável para ser feliz. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARRUDA, M. C. C.; WHITAKER, M. C. Fundamentos de Ética Empresarial e Econômica. São Paulo, Atlas, MAXIMIANO, A. C. A. Teoria Geral da Administração: da revolução urbana à revolução digital. São Paulo: Editora Atlas, MOREIRA, J. M. A Ética Empresarial no Brasil. São Paulo: editora Pioneira, páginas. SELEÇÕES READER S DIGEST. Como manter o seu cérebro jovem, você é honesto? Saiba como os brasileiros se saíram... Rio de Janeiro: páginas. WEBER, M. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. Barcarena, Editorial Presença, WHITAKER, M. C. Ética Empresarial. São Paulo, 16 de janeiro de Entrevista concedida a Ester E. Copeinski.

O QUE É UM CÓDIGO DE ÉTICA?

O QUE É UM CÓDIGO DE ÉTICA? O QUE É UM CÓDIGO DE ÉTICA? O Código de ética é um instrumento que busca a realização dos princípios, visão e missão da empresa. Serve para orientar as ações de seus colaboradores e explicitar a postura

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins - GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/5 Lucros Bons e Lucros Ruins Podemos pensar que lucrar é sempre bom,

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO FLEXIBILIDADE ÉTICA & RISCOS DE PESSOAS QUAL O PAPEL DO RH? ÉTICA

LEI ANTICORRUPÇÃO FLEXIBILIDADE ÉTICA & RISCOS DE PESSOAS QUAL O PAPEL DO RH? ÉTICA LEI ANTICORRUPÇÃO FLEXIBILIDADE ÉTICA & RISCOS DE PESSOAS QUAL O PAPEL DO RH? 10 REVISTA RI Abril 2014 Dois meses após a entrada em vigor da Lei de Combate à Corrupção (no 12.846), pesquisas de mercado

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Camila Cristina S. Honório 1 Maristela Perpétua Ferreira 1 Rosecleia Perpétua Gomes dos Santos 1 RESUMO O presente artigo tem por finalidade mostrar a importância de ser

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA Prezados, O Código de Ética apresenta os princípios éticos que devem orientar as decisões e a conduta dos funcionários do Ultra e parceiros da companhia. Além de expressar os compromissos

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA

PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA 2 Código de Conduta Prisma Edificações e Engenharia I - O que é o Código de Conduta da Prisma Edificações e Engenharia? O Código de Conduta da Prisma é um instrumento criado

Leia mais

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 7

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 7 ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 7 Índice 1. Ética empresarial...3 2 1. ÉTICA EMPRESARIAL É neste contexto, e com o objetivo de o mundo empresarial recuperar a confiança, que vai surgindo a ética Empresarial.

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares TODO COMPORTAMENTO TEM SUAS RAZÕES. A ÉTICA É SIMPLESMENTE A RAZÃO MAIOR DAVID HUME DEFINIÇÕES

Leia mais

PSS - Seguridade Social

PSS - Seguridade Social CÓDIGO DE ÉTICA PSS Índice Página 1. Apresentação 2 2. Introdução 3 3. Objetivos Gerais 3 4. Integridades Profissional e Pessoal 4 5. Condutas Não Aceitáveis 5 6. Condutas Esperadas 6 7. Relações com os

Leia mais

APOSTILA DE FILOSOFIA E ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES

APOSTILA DE FILOSOFIA E ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES APOSTILA DE FILOSOFIA E ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES 2º. Bimestre Capítulos: I Ética: noções e conceitos básicos II Processo de Decisão Ética III - Responsabilidade Social Apostila elaborada pela Profa. Ana

Leia mais

Código de Ética. Rio Bravo Investimentos

Código de Ética. Rio Bravo Investimentos Código de Ética Rio Bravo Investimentos Sumário Palavra do CEO 5 i. Do Código de Ética 10 ii. Visão Geral 14 iii. Filosofia Corporativa 16 iv. Valores 20 v. Do Relacionamento Interno, Externo e Políticas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS. Tema Princípios de conduta, de igualdade e equidade

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS. Tema Princípios de conduta, de igualdade e equidade 1 de 5 Princípios de conduta, de igualdade e equidade OBJECTIVO: Assumir condutas adequadas às instituições e aos princípios de lealdade comunitária. Competência e critérios de evidência Reconhecer princípios

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman - Seção RJ - www.aborjouvidores.org.br

Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman - Seção RJ - www.aborjouvidores.org.br Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman - Seção RJ - www.aborjouvidores.org.br ÉTICA: A RESPONSABILIDADE SOCIAL DO OUVIDOR/OMBUDSMAN Rui Maldonado ABO/RJ aborj_ouvidores@yahoo.com.br Empresa Cidadã:

Leia mais

A Ética no Atendimento ao Cliente. Sérgio Lopes Membro do GEES/CRA-SP Outubro de 2009

A Ética no Atendimento ao Cliente. Sérgio Lopes Membro do GEES/CRA-SP Outubro de 2009 A Ética no Atendimento ao Cliente Sérgio Lopes Membro do GEES/CRA-SP Outubro de 2009 Ética Introdução http://www.youtube.com/watch?v=x_cqi6_dmqe Conceitos básicos de clientes CLIENTES SOMOS TODOS NÓS!!!

Leia mais

REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR

REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR Oeiras, Agosto de 2010 Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária Regulamento interno de ética e boas práticas Introdução O presente regulamento de ética e deontologia elaborado

Leia mais

ABM BLUE CONVÊNIO E PUBLICIDADE - LTDA CNPJ: 22.153.768/0001-38 Endereço: Rua C-5, lote 09, sala 101, Taguatinga - Centro Brasília / Distrito Federal

ABM BLUE CONVÊNIO E PUBLICIDADE - LTDA CNPJ: 22.153.768/0001-38 Endereço: Rua C-5, lote 09, sala 101, Taguatinga - Centro Brasília / Distrito Federal Sumário A. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 3 1. Sobre Nós... 3 1.1. - Missão... 3 1.2. - Visão... 3 1.3. - Valores... 3 2. Serviços... 4 2.1. Das atividades da BLUE CONVÊNIO: seus objetivos e finalidade...

Leia mais

Mitos e verdades sobre franquias. Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias

Mitos e verdades sobre franquias. Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias Mitos e verdades sobre franquias Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias Bem informado, o futuro franqueado terá maiores possibilidades de fazer um bom negócio Administrar uma

Leia mais

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Um ótimo serviço pode se tornar ruim se os funcionários não confiam em si mesmos. Uma endoentrevista sobre endomarketing. Troquemos de lugar! O título é, sem dúvida,

Leia mais

AUTOR(ES): SUELEN MAYARA DA SILVA, LAIS MATOS DE GODOI, MARINA LUZIA BRACCIO

AUTOR(ES): SUELEN MAYARA DA SILVA, LAIS MATOS DE GODOI, MARINA LUZIA BRACCIO TÍTULO: O CÓDIGO DE ÉTICA E A VALORIZAÇÃO DO CONTADOR CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): SUELEN MAYARA

Leia mais

10 ERROS TÍPICOS DAS EMPRESAS QUE PARTICIPAM EM FEIRAS DE NEGÓCIOS E O Que Precisa Fazer Para Os Evitar

10 ERROS TÍPICOS DAS EMPRESAS QUE PARTICIPAM EM FEIRAS DE NEGÓCIOS E O Que Precisa Fazer Para Os Evitar 10 ERROS TÍPICOS DAS EMPRESAS QUE PARTICIPAM EM FEIRAS DE NEGÓCIOS Será que a sua empresa comete um destes 10 erros? Com a necessidade de encontrar mercados, especialmente no exterior, cada vez mais empresas

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA APRESENTAÇÃO O Banco da Amazônia S.A., consciente da importância da ética nas relações com a comunidade em que atua, divulga este Código de Ética, que contém os padrões

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Cartilha para os. Colaboradores. Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310. 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com.

Cartilha para os. Colaboradores. Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310. 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com. Cartilha para os 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com.br Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310 Colaboradores Cartilha para o colaborador A PONTAL ENGENHARIA acredita

Leia mais

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global.

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global. Código de Ética C 2 O conteúdo deste documento é destinado apenas a visualização, sendo expressamente proibido o uso não autorizado, reprodução, cópia, distribuição, publicação ou modificação por terceiros

Leia mais

A PUBLICIDADE E PROPAGANDA: face á moral, á ética e ao direito

A PUBLICIDADE E PROPAGANDA: face á moral, á ética e ao direito A PUBLICIDADE E PROPAGANDA: face á moral, á ética e ao direito Fabiana Ferraz Dias 1 Marcela Juliana.A. de Oliveira Marink Martins de Souza Vagliano Ralphe Vinicius Pereira dos Santos Resumo: Diante do

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO. Questão nº 1. Padrão de Resposta Esperado:

ADMINISTRAÇÃO. Questão nº 1. Padrão de Resposta Esperado: Questão nº 1 Produto Para fazer frente ao problema de prazo de entrega do produto, a Megabooks poderia compensá-lo com uma agregação de valor ao produto. Poderia, por exemplo, utilizar uma sobrecapa personalizada

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

NEGOCIAÇÃO. Andreza Cotta Peres Turma 2011/2

NEGOCIAÇÃO. Andreza Cotta Peres Turma 2011/2 NEGOCIAÇÃO Andreza Cotta Peres Turma 2011/2 Módulos 1. Introdução à Negociação 2. As Formas de Negociar 3. A Ética na Negociação 4. As Forças na negociação 5. Conflitos e Impasses na negociação 6. As Dimensões

Leia mais

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho A primeira frase deste documento sintetiza os objetivos desse trabalho, quando abrimos o tema Conduta Empresarial. Está lá: Mantemos a Governança Corporativa da Seguros Unimed alinhada com as boas práticas

Leia mais

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 INTRODUÇÃO Desde que foi fundada em 2001, a ética, a transparência nos processos, a honestidade a imparcialidade e o respeito às pessoas são itens adotados pela interação

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Gestão da Comunicação em Situações de Crise no Ambiente Médico-Hospitalar

Gestão da Comunicação em Situações de Crise no Ambiente Médico-Hospitalar Gestão da Comunicação em Situações de Crise no Ambiente Médico-Hospitalar Sumário Prefácio: Os hospitais não são essenciais Introdução: O sistema hospitalar mudou, mas continua o mesmo! Imagem pública

Leia mais

PERFIL ÉTICO DOS PROFISSIONAIS DAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS RELATÓRIO BIENAL 2010/2012

PERFIL ÉTICO DOS PROFISSIONAIS DAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS RELATÓRIO BIENAL 2010/2012 PERFIL ÉTICO DOS PROFISSIONAIS DAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS RELATÓRIO BIENAL 2010/2012 FRAUDE Vantagem sobre outro por meio de sugestões falsas ou omissão da verdade COMPLIANCE Estar em conformidade e fazer

Leia mais

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina.

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina. EntreVISTA Fotos: Divulgação/Shutterstock O grande empreendedor encara os desafios Entre esperar o livro pronto e escrevê-lo, o comerciante Arnaldo Tsuruda preferiu seguir pela segunda opção. A história

Leia mais

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação.

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Usarei como referência o Gabarito 1. Questão 26 : O Código de Conduta

Leia mais

VIDA FÁCIL ESSA DE CONSULTOR, HEIN?

VIDA FÁCIL ESSA DE CONSULTOR, HEIN? VIDA FÁCIL ESSA DE CONSULTOR, HEIN? Maria Beatriz de Carvalho Melo Lobo Ter uma consultoria, ao contrário do que tem sido mostrado esta semana nos jornais, não representa vida fácil não! Quando deixamos

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Prezado(a) candidato(a): 1 Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE LÍNGUA

Leia mais

Antônio Carlos Bento Ribeiro

Antônio Carlos Bento Ribeiro Antônio Carlos Bento Ribeiro Acredito que a Academia pode e deve participar do processo de renovação do Direito do Trabalho no Brasil. Centrada essencialmente nas transformações que têm afetado o mundo

Leia mais

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado.

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado. 1 O que é Ética? Definição de Ética O termo ética, deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade.

Leia mais

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re.

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. 1. Código de Ética 1.1. Introdução Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. O IRB-Brasil Re valoriza a reflexão ética como forma de aprimorar comportamentos

Leia mais

Código de Conduta. Os fundamentos

Código de Conduta. Os fundamentos Os fundamentos A ética e a integridade nos negócios asseguram nossa credibilidade. Nem é preciso dizer que todos os colaboradores devem observar as leis e regulamentações dos locais em que trabalham e

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA Camila Nicola Boeri Universidade de Aveiro Portugal camilaboeri@hotmail.com Márcio Tadeu Vione IFMT - Campus Parecis - MT mtvione@gmail.com

Leia mais

Código de Ética e Conduta Empresarial

Código de Ética e Conduta Empresarial Código de Ética e Conduta Empresarial Índice 1. Introdução 2. Guia para o uso do Código de Conduta e Ética - O que é o Código? - Onde se aplica o Código? - Onde se pode ser encontrado o Código? - O Código

Leia mais

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo ITAPOÇOS POÇOS ARTESIANOS DE ITABIRA NASCIMENTO LTDA Introdução A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

Leia mais

------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------ POR QUE É QUE A GENTE É ASSIM? Eng. ------------------------------------------------------------------------------------ É batata! Toda vez que, numa conversa qualquer, o assunto "comportamento no mercado"

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO Resende, J.M.; Nascimento Filho, W.G.; Costa S.R.R. INEAGRO/UFRuralRJ INTRODUÇÃO O patrimônio de uma empresa é formado por ativos tangíveis

Leia mais

A ATITUDE ÉTICA NA PRÁTICA DA PROFISSÃO CONTABILISTA

A ATITUDE ÉTICA NA PRÁTICA DA PROFISSÃO CONTABILISTA 1 A ATITUDE ÉTICA NA PRÁTICA DA PROFISSÃO CONTABILISTA Silena da Fonseca Pimentel Paizan (Docente MSc do curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Três Lagoas- AEMS) RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

André Fogaça 02/01/2016

André Fogaça 02/01/2016 Entrevista com Valter Bianchi Uma Conversa Franca Sobre Investimentos André Fogaça 02/01/2016 Tempo de leitura: 15 minutos Tendo em vista a boa repercussão da primeira entrevista que fiz para o blog, hoje

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem

Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem 03 Conquistando Clientes Conheça seu Cliente Conheça o Cartão Tricard Simulação de Abordagem 08 11 15 21 Documentação necessária 02 Conquistando Clientes Neste

Leia mais

Prezado colaborador, Receba estes Princípios Éticos e de Conduta, que resumem o que já somos e pregam o que nunca devemos deixar de ser.

Prezado colaborador, Receba estes Princípios Éticos e de Conduta, que resumem o que já somos e pregam o que nunca devemos deixar de ser. Prezado colaborador, Fazemos parte de empresas que já nasceram comprometidas com os princípios éticos do exercício da verdade, fundamentais para a nossa credibilidade. Uma identidade cristalina, que nos

Leia mais

estão de Pessoas e Inovação

estão de Pessoas e Inovação estão de Pessoas e Inovação Luiz Ildebrando Pierry Secretário Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Prosperidade e Qualidade de vida são nossos principais objetivos Qualidade de Vida (dicas)

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos desta unidade: Ao final desta

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

CADASTRO POSITIVO CONHEÇA ANTES DE FAZER

CADASTRO POSITIVO CONHEÇA ANTES DE FAZER CADASTRO POSITIVO CONHEÇA ANTES DE FAZER Entenda o que é e como funciona o Cadastro Positivo, antes de optar por aderir ou não. Quanto mais informado, melhor e mais consciente poderá ser a sua opção. Algumas

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças Palestra 1 Mudança Organizacional Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças 02 de Dezembro de 2009 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos http://blogs.pme.estadao.com.br/blog-do-empreendedor/bill-gates-steve-jobs-e-richard-branson-grandesempreendedores-nao-foram-excelentes-alunos/ Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores

Leia mais

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL Março de 2015 1ª edição MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta da RIP ( Código ) é a declaração formal das expectativas que servem

Leia mais

Código de Ética e de Conduta do. Grupo Energisa

Código de Ética e de Conduta do. Grupo Energisa Código de Ética e de Conduta do Grupo Energisa Caro colaborador, A prática do Código de Ética e de Conduta do Grupo Energisa é tão importante que fazemos questão que cada colaborador tenha seu próprio

Leia mais

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto o O que é Abertura de Capital o Vantagens da abertura o Pré-requisitos

Leia mais

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2.1 IMPORTÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO Um ponto muito importante na administração é a sua fina relação com objetivos, decisões e recursos, como é ilustrado na Figura 2.1. Conforme

Leia mais

ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada.

ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada. ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada. Best - Seller com milhares de cópias vendidas. Prático, dinâmico, com

Leia mais

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista RUY ROSADO DE AGUIAR JÚNIOR** Ministro do Superior Tribunal de Justiça O Ministro Ruy Rosado de Aguiar, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões Nosso entrevistado é o Prof. Dr. Rogério da Costa, da PUC-SP. A partir de um consistente referencial teórico-filosófico, mas em uma linguagem simples,

Leia mais

A comunicação e o marketing. como ferramentas estratégicas de gestão social

A comunicação e o marketing. como ferramentas estratégicas de gestão social A comunicação e o marketing como ferramentas estratégicas de gestão social Ricardo Voltolini* Transformar causas em marcas fortes que tenham longevidade, personalidade, consistência e sejam uma referência

Leia mais

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS AGI.01 1ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. INTRODUÇÃO... 2 3. ABRANGÊNCIA E APLICABILIDADE... 2 4. PRINCÍPIOS GERAIS... 2 5. COLABORADORES... 3 A Conduta Pessoal e Profissional... 3 B Condutas não Aceitáveis...

Leia mais

MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO

MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO Elaine Aparecida de Farias 1 Michelle Muniz 2 Patrícia de Oliveira 3 Roselene Dias 4 RESUMO O artigo trata da necessidade de se vender o produto principal: você. Mostra

Leia mais

Aplicação de um Programa de Ética em Instituição Financeira

Aplicação de um Programa de Ética em Instituição Financeira Aplicação de um Programa de Ética em Instituição Financeira Deives Rezende Filho Superintendente de Ética e Ombudsman Itaú Unibanco S.A. Proposta A partir da experiência da Superintendência de Ética e

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP 1 Código de Ética e Conduta da Argus MENSAGEM DO PRESIDENTE Este Código de Ética e Conduta foi elaborado com a finalidade de explicitar

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0 CÓDIGO DE ÉTICA Aprovado pelo Conselho Consultivo da Saúde BRB Caixa de Assistência em sua 37ª Reunião Extraordinária, realizada em 10.12.2010. Brasília, 22 de fevereiro de 2011 I - APRESENTAÇÃO CÓDIGO

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL E VOLUNTARIADO EMPRESARIAL. A contribuição do trabalho voluntário na Responsabilidade Social

RESPONSABILIDADE SOCIAL E VOLUNTARIADO EMPRESARIAL. A contribuição do trabalho voluntário na Responsabilidade Social RESPONSABILIDADE SOCIAL E VOLUNTARIADO EMPRESARIAL A contribuição do trabalho voluntário na Responsabilidade Social Ana Paula P. Mohr Universidade do Vale do Rio dos Sinos ana.mohr@gerdau.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

GESTOR DE SEGURANÇA. CBO 2526-05 - Gestor em segurança

GESTOR DE SEGURANÇA. CBO 2526-05 - Gestor em segurança GESTOR DE SEGURANÇA CBO 2526-05 - Gestor em segurança mirianbazote@portseg.com.br Mirian Bazote Graduada em Administração de Empresas Graduada em Direito Pós Graduada em Direito do Trabalho e Previdência

Leia mais

ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação

ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação ESPIRITUALIDADE: Como um valor imprescindível para a educação Janaina Guimarães 1 Paulo Sergio Machado 2 Resumo: Este trabalho tem por objetivo fazer uma reflexão acerca da espiritualidade do educador

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00 Páginas 1/8 1. OBJETIVO O Código de Ética é um conjunto de diretrizes e regras de atuação, que define como os empregados e contratados da AQCES devem agir em diferentes situações no que diz respeito à

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL Índice CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL 3 5 6 7 INTRODUÇÃO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS RELACIONAMENTOS CONSELHO DE ÉTICA SANÇÕES DISPOSIÇÕES FINAIS INTRODUÇÃO Considerando que a paz,

Leia mais

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920)

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) A MAX WEBER Vida e Obra de Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) Erfurt/Alemanha (Contexto) 1830: Alemanha - país mais atrasado da Europa Origem burguesa, origem protestante e religiosa, família de comerciantes

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta O Código de Ética e Conduta do ESA - Externato Santo Antônio estabelece o comportamento esperado de todos aqueles que trabalham na, para e com a instituição, e tem por objetivo

Leia mais

PLANO DE CARREIRA. Rosangela Ferreira Leal Fernandes *

PLANO DE CARREIRA. Rosangela Ferreira Leal Fernandes * PLANO DE CARREIRA Rosangela Ferreira Leal Fernandes * As mudanças no cenário político, econômico, social e ambiental das últimas décadas vêm exigindo uma mudança de postura das organizações e dos profissionais

Leia mais

REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. Ás vezes quando ouvimos falar sobre a corrupção, o que vem em mente?

REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. Ás vezes quando ouvimos falar sobre a corrupção, o que vem em mente? REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. ALUNA: KETLY LORRAINY R. DE OLIVEIRA PROFESSORA: MARIA PEREIRA DE CALDAS TEMA: CORRUPÇÃO : O QUE EU POSSO FAZER PARA COMBATE-LA

Leia mais

Clima Organizacional. Como mensurar e melhorar

Clima Organizacional. Como mensurar e melhorar Clima Organizacional Como mensurar e melhorar Índice Clique para navegar pelo material Capítulo 1 O que é o Clima Organizacional Capítulo 2 Clima Organizacional x Cultura Organizacional Capítulo 3 O impacto

Leia mais

Entrevista a Idalberto Chiavenato, guru mundial de recursos humanos

Entrevista a Idalberto Chiavenato, guru mundial de recursos humanos Entrevista a Idalberto Chiavenato, guru mundial de recursos humanos Entrada: Um dos maiores peritos em administração de empresas e recursos humanos, o brasileiro Idalberto Chiavenato, está de regresso

Leia mais

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC 6 6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC Promoção Apoio Apresentação Com a criação do Dia Municipal do Empreendedor, e também encaminhado no âmbito estadual e nacional, a ACIB Jovem consolida um esforço

Leia mais

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO)

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO) Código de Conduta Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global John Snyder Presidente e Diretor Executivo (CEO) Mike Janssen Diretor de Operações (COO) Stephan

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Jeito de Ser Índice 3 Introdução 3 Carta do Presidente 3 Missão do Grupo Marisa 3 Valores do Grupo Marisa 3 Código de Conduta Ética v Áreas de Relacionamento Colaboradores Fornecedores

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais