UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 PROGRAMA DE PROVA LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Interpretação de texto. 2. Linguagem, língua e fala. Variação linguística na Língua Portuguesa do Brasil. Dialetos e registros. Formalidade e informalidade. Adequação pragmática a situações comunicativas. 3. A teoria da enunciação e a produção do texto escrito. Princípios de construção textual do sentido. O processo inferencial. 4. Texto e discurso. Intertextualidade e polifonia. Textualidade/Textualização. 5. Os articuladores textuais. Encadeamento e progressão textual. 6. Modos de produção do discurso, tipos e gêneros textuais. 7. Aspectos da estrutura da norma padrão escrita da Língua Portuguesa. 8. Elementos de fonologia: fonemas e letras; dígrafos; vogais e consoantes; semivogais; encontros vocálicos: ditongos, tritongos, hiatos; encontros consonantais: divisão silábica; letra diacrítica; fonética expressiva: aliteração, onomatopéia, vocábulo expressivo. Ortografia. Prosódia. Acentuação gráfica. Emprego do hífen. 9. Elementos de morfo-sintaxe: estrutura e formação das palavras; classes de palavras: formas, emprego e funções; mecanismos de flexão. Estrutura do enunciado ou período; a oração e a frase; termos da oração; período simples e composto; coordenação e a subordinação; orações reduzidas. Discurso direto, indireto e indireto livre. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Concordância nominal: concordância de palavra para palavra, concordância de palavra para sentido, casos especiais de concordância. Concordância verbal: concordância de palavra para palavra, concordância de palavra para sentido, casos particulares de concordância. Silepse ou concordância ideológica. Colocação pronominal. Regência: nominal e verbal; crase. 10. Elementos de semântica: significação das palavras no contexto, sinonímia, antonímia, paronímia, polissemia. Figuras de linguagem. 11. Novo acordo ortográfico da língua Portuguesa - Decreto Nº 6.583, DE 29 DE Setembro de 2008.

2 BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: CEGALLA, Domingos P. Novíssima Gramática do Português. São Paulo: Ed Nacional, COSTA VAL, M. Graça. Texto, textualidade e textualização. IN: CECCANTINI, J.L. T; PEREIRA, R..; ZANCHETTA JR., J.. Pedagogia Cidadã: cadernos de formação: Língua Portuguesa. v. 1. São Paulo: UNESP, Pró-Reitoria de Graduação, p CUNHA, C. F.; CINTRA, L. F. Nova Gramática do Português Contemporâneo. RJ, Nova Fronteira, DECRETO Nº 6.583, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008 que promulga o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, disponível no site DELL ISOLA. Leitura: inferências e contexto sociocultural. Belo Horizonte: Formato, GARCIA, Othon. Comunicação em prosa moderna. Rio de Janeiro: FGV, GUIMARÃES, Elisa. A articulação do texto. São Paulo: Atica, KOCH, Ingedore.V. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Contexto, ROCHA LIMA. Gramática Normativa. Rio de Janeiro, José Olympio Editora, TRASK, R.L. Dicionário de Linguagem e Lingüística. Trad. Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto, TRAVAGLIA, L. C. Gramática e interação uma proposta para o ensino de gramática no 1º e 2º graus. São Paulo: Cortez, 1996.

3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 PROGRAMA DE PROVA DE INFORMÁTICA E LEGISLAÇÃO PARA TODOS OS CARGOS: A) Informática: 1. Estrutura de um computador (entrada, processamento, saída); 2. Funcionamento do computador; 3. Operação de um computador; 4. Principais Aplicações dos computadores; 5. Conceitos, funcionalidades e comandos de ferramentas básicas de Informática (edição de textos, planilhas eletrônicas, apresentação eletrônica, correio eletrônico, pesquisa na Internet). 6. Representação digital da informação; 7. Princípios de algoritmos, programação e interfaces; 8. Estruturação e utilização de redes de computação (Internet e Intranet); 9. Utilização básica de sistemas operacionais e interfaces gráficas; 10. Aplicações em nuvem (Google Docs, Zoho) 11. Utilização da Internet como meio de interação entre pessoas (blogs; wikis, redes sociais, tagging, RSS, mushups, gadgets); 12. Organização e navegação em estruturas de informação via bancos de dados (MS Access, OppenOffice Base); 13. Conceitos e princípios de proteção e segurança (vírus, spam, firewall). BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: BRAGA, William. OpenOffice.org CALC (Completo e Definitivo) Ciência Moderna, CAPRON, H.L e JOHNSON, J.A., Introdução à Informática. 8ª edição. Rio de Janeiro,. Campus, Pearson Education do Brasil Ltda CLUBE DO HARDWARE. Disponível na Internet em COSTA, Edgard Alves. Broffice.Org - da teoria à prática. Bookman COX, Joyce Bookman e PREPPERNAU, Joan. Microsoft Office PowerPoint 2007 Passo a Passo. COX, Joyce e PREPPERNAU, Joan. Microsoft Office Word 2007 Passo a Passo. Bookman DA ROCHA, Tarcízio. OpenOffice.org Impress (Completo e Definitivo). Ciência Moderna

4 DA ROCHA, Tarcízio. OpenOffice.org Writer (Completo e Definitivo). Ciência Moderna DANTAS, Marta. Dominando o Google. Brasport, FRYE Curtis. Microsoft Office Excel Passo a Passo. Bookman GUIMARÃES, Angelo de Moura e LAGES, Alberto Castilho. Introdução à Ciência da Computação. Livros Técnicos e Científicos: INFORMATICA INSTRUMENTAL. Disponível na Internet em JOYCE COX, CURTIS FRYE, STEVE LAMBERT, LAMBERT III E JOAN PREPPERNAU, COM KATHERINE MURRAY - Microsoft Office System Passo A Passo.Editora Bookman LAMBERT, Steve. Microsoft Office Access Passo a Passo. Bookman LUNARDI, Marco Agisander. Dicionário De Informática - Série Prático e Didático. Ciência Moderna, NORTON, P. Introdução à Informática. Makron Books, OFFICE ONLINE. Catálago de Soluções do Office. Disponível na Internet em SPYER, Juliano (Organizador). Para entender a Internet, disponível na Internet em SPYER, Juliano, Conectado, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2007.

5 B) Legislação: 1. Lei nº 8.112, de 11/12/1990 e suas alterações. 2. Decreto nº 1.171, de 22 de junho de 1994 e suas alterações. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: Sugestão de consulta: Sugestão de consulta:

6 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCUSO PÚBLICO 2009 CARGO: ADMINISTRADOR PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Administração Geral: O novo ambiente de trabalho: trabalhando na nova economia, as organizações e os gerentes no novo ambiente de trabalho, o processo gerencial, modernas abordagens de gestão; Comportamento ético e responsabilidade social; Gestão Estratégica; Organização: estruturas organizacionais tradicionais, rumos das estruturas organizacionais, tendências e práticas organizacionais; Liderança; Motivação; Comportamento e desempenho Individual; Equipes e trabalho em equipe. 2. Gestão de Pessoas: Evolução e estágio atual; Recrutamento e seleção; Cargos e salários; Treinamento e desenvolvimento; Planos de carreiras; Avaliação de desempenho convencional e diferenciada; Benefícios sociais; Relações trabalhistas e sindicatos; Gestão de pessoas e seu envolvimento nas transformações estruturais e estratégias organizacionais. 3. Administração Financeira: O papel das finanças e do administrador financeiro; Demonstrações financeiras, depreciação e fluxo de caixa; Análise das demonstrações financeiras; Valor do dinheiro no tempo; Decisões de investimento a longo prazo; Custo de Capital, alavancagem e estrutura de capital; Decisões de financiamento a longo e curto prazo. 4. Administração da Produção e Operações: Estratégia de Operações e suas dimensões competitivas; Medição da produtividade; Gestão de projetos; Projeto do produto; Análise de Processo; Seleção e projeto do processo de manufatura e de serviços; Gestão da qualidade; Estratégia da Cadeia de Suprimentos; Planejamento de Capacidade; Sistemas de Administração da Produção: Produção Enxuta, Sistemas MRP e ERP, manufatura sincronizada e teoria das restrições; Previsão: Administração da Demanda; Gestão de estoque. 5. Administração de Marketing: Fundamentos de Marketing: conceitos básicos, aplicações, funções da administração de marketing; Análise de mercado: segmentação, vantagens, formas ou critérios, estratégias e quantificação; Comportamento do cliente: Conhecendo clientes e mercados, o processo decisório de compra no mercado de bens de consumo e no mercado de negócios; Estratégias do produto; Estratégias de distribuição; Estratégias de preços. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: ARAÚJO, Luis César G de. Gestão de pessoas: estratégias e integração organizacional. São Paulo: Atlas, 2006

7 CHASE, Richard B.; AQUILANO, Nicholas J. JACOBS, F. Robert; Administração da produção e operações para vantagens competitivas. 11ª edição. São Paulo: Mcgraw Hill Brasil, 2006 DIAS, Sérgio Roberto (Coordenador). Gestão de marketing (Professores do Departamento de Mercadologia da FGV-EAESP e Convidados). São Paulo: Saraiva, GITMAN, Lawrence J. Princípios de administração financeira. 7ª edição. São Paulo: Harbra, LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Administração de marketing: conceitos, planejamento e aplicações à realidade brasileira. São Paulo: Atlas, 2006 SCHERMERHORN, JR, John R. Administração. 8ª edição. Rio de Janeiro: LTC, 2007.

8 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Tecnologia da Informação: Dado e Informação; Sistemas e visão sistêmica; Ciência e Tecnologia; Tecnologia da Informação; Governança em TI; Subcontratação (outsourcing). 2. Sistemas de Computação: Hardware; Estrutura e funcionamento de um computador; Representação de valores (numéricos, codificação ASCII, UNICODE); Tipos de computadores; Tipos de processadores e performance; Palavras; Dimensionamento de computadores; Dispositivos internos e externos; Sistemas de backup (RAID); Tipos de memória (RAM, ROM, Flash, Cache); Multiprogramação e Multiprocessamento; Memória virtual; Relacionamento humano-computador. 3. Programação: Software; Algoritmos; Níveis de linguagens (máquina, alto nível); Compilação e Interpretação; Código intermediário; Paradigmas de programação (imperativo e declarativo); Solução algorítmica ( iteração, recursão, técnicas); Estruturas de dados (registros, vetores, matrizes, listas e pilhas); Linguagens de Programação; Programação Orientada para Objetos com Java; Herança e Polimorfismo; Teste de unidades de programa (Junit); Ferramentas de desenvolvimento (Eclipse, Netbeans); XML; Programação para a WEB. 4. Sistemas Operacionais: Tipos de sistemas (batch, multiprogramados, tempo compartilhado, multitarefa, multiprocessados, distribuídos, tempo real, handheld palms e celulares); Componentes de um sistema operacional (gerenciamento de processos, e/s, conexão em rede, proteção, impressão); Funções de um Sistema Operacional; Tratamento de interrupções; Sistemas de proteção; Interpretação de comandos; interface gráfica; Concorrência; Paralelismo; Sistemas Redundantes (cluster, grids); Principais Sistemas Operacionais (Linux, Unix, Windows, Mac OS). 5. Redes: Comunicação em redes; Classificação de protocolos (por conexão, por confirmação); Modelos ISO/OSI; Internet: evolução e arquitetura; tipos de redes (PAN, LAN, MAN, WAN); Protocolos TCP e UDP; Protocolos IP; Domínios; Endereçamento IP (Ipv4, Ipv6); Padrão IEEE 802.x; Bluetooth;

9 VOIP; Firewall (iptables); Proxies; VPN; Gerência de Redes ((apache, bind, cups, exim, openldap, ntpd, samba, sendmail, snort, squid, syslog, tomcat); Computação Ubíqua. 6. Sistemas de Bancos de Dados: Sistemas de Gerência de Bancos de dados; Usuários de Bancos de Dados; Vantagens da utilização de SGBDs; Modelos de dados; Esquemas; instâncias; Tipos de Modelos de Dados; Linguagem SQL (como LDD, LMD e LCD); Consultas SQL; Utilitários; Classificação de SGBDs; Modelo de Entidade e Relacionamento; Modelo Relacional; Restrições de Integridade; Exemplos de SGBDs; 7. Engenharia de Software: Definição de Requisitos e Validação; Engenharia de Requisitos; Projeto e Modelagem Orientados a Objetos; Especificação de Software; Ferramentas de Desenvolvimento; Processo de Desenvolvimento de Software; Métricas; Qualidade de Software. Testes de Programas. Modelagem de software (diagramas UML); Modelos de processo de desenvolvimento (Processo Unificado, RUP); Metodologias ágeis de desenvolvimento; Desenvolvimento de sistemas para a WEB (HTML, DHTML, XML, PHP, JEE, JSP, Servlets). 8. Sistemas Distribuídos e Internet: Arquitetura Cliente/Servidor; Principais funcionalidades e serviços de Internet no contexto Cliente/Servidor (URL, HTTP; HTML/MIME; SMTP; I/OP; ODBC); Formas de implementação de Cliente/Servidor na Internet (desenvolvimento em camadas, midleware) ; Tecnologias atuais (arquivos, , NIS, DHCP, FTP, WWW, news, groupware, DNS) e tendências (Intranets, RIA, Per-to-Per ); Web 2.0 ( blogs, wikis, clouds, podcasts, tagging, redes sociais, mushups, feeds, RSS); Web Services (SOA, SOAP); 9. Tecnologia Aplicada a Educação a Distância: A evolução da Educação a Distância; Tecnologias da informação e comunicação para Educação a Distância; Metodologias educacionais em ambientes virtuais de aprendizagem; Software/ Plataformas para Educação à Distância; Recursos para Educação à Distância. Sistemas de gerência de conteúdo (CMS, Joomia); Sistemas de gerência de aprendizagem (LMS, Moodle); BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: ALMEIDA, Fernando J. (Coord.) Educação a distância: formação de professores em ambientes virtuais e colaborativos de aprendizagem - Projeto Nave. São Paulo, 2001

10 CAIQUE. Orientação a objetos na prática - Aprendendo orientação a objetos com Java. Ciência Moderna CARDOSO, Caíque. UML na Prática. Ciência Moderna DATE, C. J. Introdução a Sistemas de Bancos de dados. 8ª Edição, Editora Campus DEITEL, Harvey M. e DEITEL, Paul J. Java - Como Programar. 6ª Edição, Editora Prentice Hall FERNANDES, Aguinaldo Aragon e ABREU, Vladimir Ferraz. Implantando a Governança de TI: da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços. Editora Brasport FLANAGAN, David: JavaScript: o Guia Definitivo. 4ª Edição, 2004 Editora Artmed Bookman. GONÇALVES, Edson. Desenvolvendo aplicações com JSP, Servlets, Javaserver Faces, Hibernate, EJB 3 persistence e Ajax. Editora Ciência Moderna GUIMARÃES, A. M. e LAGES, Newton Alberto de Castilho. Introdução à Ciência da Computação. Livros Técnicos e Científicos GUIMARÃES, Angelo de Moura e LAGES, Alberto de Castilho. Algoritmos e Estruturas de Dados. Livros Técnicos e Científicos GUIMARÃES, Célio Cardoso. Fundamentos de Bancos De Dados: Modelagem, projeto e linguagem SQL. Editora Unicamp JOSUTTIS, Nicolai M., Soa na Prática, Editora Alta Books,2008. LAUDON Kenneth C. e LAUDON, Jane P. Sistemas de Informação Gerenciais. Sétima Edição, Editora Markron Books, MAGALHÃES, I. L.; PINHEIRO, W. B. Gerenciamento de serviços de TI na prática: uma abordagem com Base na ITIL. São Paulo: Novatec, MOKARZEL, Fábio Carneiro e SAMA, Ney Yoshimiro. Introdução à Ciência da Computação. Editora Campus

11 Moodle. Disponível na Internet em NEMETH, Evi; SNYDER, Administrador, Makron Books, Garth e HEIN, Trent R. Manual Completo do Linux - Guia do NIEDERAUER, Juliano. Web Interativa com AJAX e PHP. Novatec PALLOFF, Rena M. & PRATT, Keith. Construindo Comunidades de Aprendizagem no Ciberespaço. Artmed, PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. McGraw-Hill RAMAL, Andrea Cecília. Educação na Cibercultura: Hipertextualidade, leitura, escrita e aprendizagem. Artmed ROSS, Keith W. e KUROSE, James F. Redes de Computadores e a Internet. Pearson Brasil, SAMPAIO, Cleuton. WEB 2.0 e Musbhups: reinventando a Internet. Brasport SCOTT, W. Modelagem Ágil. Artmed Editora SILBERSCHATZ, Abraham; GAGNE, Greg e GALVIN, Peter Baer. Fundamentos de Sistemas Operacionais. 6a Edição, Editora: LTC. SOARES, Luis Fernando Gomes. Redes de Computadores - Das LAN s, MAN s e WAN s às Redes ATM. Editora Campus, STAIRS, Ralph. Princípios de Sistemas de Informação: Uma Abordagem Gerencial. Rio de Janeiro: Ed. LTC, 2a edição, TANEBAUM, Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos. 2ª Ed Editora MAKRON BOOKS. TANEMBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. Campus, 2003.

12 TANENBAUM, Andrew, S e Van STEEN, Maarte. Sistemas Distribuídos: princípios e paradigmas. Pearson, Prentice Hall WAZLAWICK, Raul Sidnei. Análise e projeto de Sistemas de Informação Orientados a Objetos. Editora Campus

13 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: ARQUIVISTA PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Conceitos fundamentais da arquivística: teorias e princípios. 2. Gestão de documentos aplicada aos arquivos. 3. Protocolo 3.1. Plano de Classificação 3.2. Tabela de Temporalidade e Destinação 3.3. Gestão arquivística de documentos eletrônicos 4. Arquivos Permanentes 4.1. Diplomática e tipologia documental Arranjo Descrição - Norma ISAD(G) - Norma Brasileira de Descrição Arquivística NOBRADE - instrumentos de pesquisa - Sentido da descrição documental - Política de descrição de documentos arquivísticos 5. Conservação preventiva de documentos arquivísticos. 6. Microfilmagem aplicada aos arquivos. Políticas, planejamento e legislação. 7. Legislação arquivística brasileira. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: Arquivo Nacional (Brasil). Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.(Publicação Técnica; n. o 51). Disponível em : Acesso em: 12 nov BELLLOTTO, H. L. Como fazer análise tipológica de documento de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v.8). BELLLOTTO, H. L. Arquivos Permanentes: tratamento documental. Rio de Janeiro: Editora FGV, BERNARDES, I. P. Como avaliar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v.1).

14 BERTOLETTI, E. C. Como fazer programas de reprodução de documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v.7). CASSARES, N. C. Como fazer conservação preventiva em arquivos e bibliotecas. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v.5). Conselho Nacional de Arquivos (Brasil). Classificação, temporalidade e destinação de documentos de arquivo: relativos às atividade-meio da administração pública. Arquivo Nacional. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, Disponível em: Acesso em: 12 nov Conselho Nacional de Arquivos (Brasil). ISAD(G): Norma Geral Internacional de descrição arquivística: segunda edição, adotada pelo Comitê de Normas de Descrição, Estocolmo, Suécia, de setembro de 1999, versão final aprovada pelo CIA. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, Conselho Nacional de Arquivos (Brasil). Legislação arquivística brasileira. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, Disponível em: Acesso em 11maio Conselho Nacional de Arquivos (Brasil). Modelo de requisitos para sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos e-arq Brasil. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, (versão I) Disponível em: Acesso em: 11 maio Conselho Nacional de Arquivos (Brasil). NOBRADE: Norma Brasileira de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, Disponível em: Acesso em: 12 nov GONÇALVES, J. Como classificar e ordenar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v.8). LOPEZ, A. P. A. Como descrever documentos de arquivo: elaboração de instrumentos de pesquisa. São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa Oficial, (Projeto Como Fazer, v. 6) PAES, M. L. Arquivo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, RAMOS, Márcia Helena de Carvalho. ROCHA, Cláudia Lacombe. RONDINELLI, Rosely Cury. Gestão arquivística de documentos eletrônicos. Disponível em:

15 RONDINELLI, R. C. Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos: uma abordagem teórica da diplomática arquivística contemporânea. Rio de Janeiro: Editora FGV, SANTOS, V. B. dos (Org.). Arquivística: temas contemporâneos: classificação, preservação digital, gestão do conhecimento. Distrito Federal: SENAC, SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. Trad. Nilza Teixeira Soares. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002.

16 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: ASSISTENTE DE LABORATÓRIO PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Caracterização e classificação dos seres vivos. 2. Organização geral da célula, estrutura e função das organelas celulares. 3. Estrutura e função das moléculas biológicas. 4. Nomenclatura e identificação de vidraria e objetos de uso rotineiro em laboratórios. 5. Conhecimentos básicos de utilização, funcionamento, montagem, limpeza e calibração de equipamentos, instrumentos e vidrarias de uso rotineiro em laboratórios. 6. Normas e procedimentos básicos de segurança em laboratório (biossegurança) e bioética. 7. Preparo de soluções (diluições e porcentagem). Conceito de ph e tampão. 8. Limpeza e métodos de esterilização no laboratório. 9. Manuseio de animais de laboratório. 10. Controle de qualidade laboratorial. 11. Controle de microrganismos por agentes químicos e físicos. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: ALMEIDA, M. F. C. Boas práticas de laboratório. Ed. Difusão, AMABIS, J. M.; MARTHO, G.R. Fundamentos de biologia moderna. Editora: Moderna Edição: 4ª Ed ANDRADE, A. P.; PINTO, S. C.; OLIVEIRA, R. S. (orgs) Animais de laboratório. Criação e experimentação. RJ. Fiocruz, BACAM, N.; ANDRADE, J. C.; GODINHO, O. E. S. Química analítica quantitativa elementar. Edição: 3ª Ed. Campinas: Editora Edgard Blucher, CARVALHO, P. R. Boas práticas químicas de segurança. Ed. Interciência, DOLES, A. Manuais de práticas em laboratórios. 1ª Ed. JOARTE Gráfica e Editora Bauru, SP. HIRATA, M. H.; MANCINI FILHO, O. Manual de biossegurança. Ed. Manole, 2002.

17 JUNE, M. C.; CAMPBELL, J. B. Matemática de laboratório Aplicações médicas e biológicas. Editora Roca Edição: 3ª Ed. São Paulo, MARCONDES, A. C.; LAMOGLIA, D. A. Aulas de laboratório, Ed. Atual, 2ª Ed MASTROENI, M. F. Biossegurança aplicada a laboratórios e serviços de saúde. São Paulo: Editora Atheneu, MOURA, R. A. A. Coleta de material para exames de laboratório. Ed. Atheneu, NEVES, V. J. M. Como preparar soluções químicas em laboratórios. Ed. Tecmedd. Normas regulamentadoras Segurança e saúde no trabalho. (NR-5<Cipa>; NR-19<explosivos>; NR- 20<inflamáveis>; NR-23<incêndios>; NR-32<serviços de saúde>) ROBERTO, A. M. Técnicas de Laboratório. Editora Atheneu. Edição: 3ª Ed

18 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: ASSISTENTE SOCIAL PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos em Serviço Social. 2. Serviço Social na Contemporaneidade. 3. Serviço Social e Questão Social. 4. Serviço Social e Saúde. 5. Serviço Social e Recursos Humanos. 6. Projeto Ético Político do Serviço Social. 7. Interdisciplinaridade e Transdisciplinaridade. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: BONETTI, Dilséa Adeodata et al. Serviço social e ética: convite a uma nova práxis. 6. ed. São Paulo: Cortez, DAVEL, Eduardo; VASCONCELLOS, João. Recursos humanos e subjetividade. 3. ed. Petrópolis: Vozes, HISSA, Cássio Eduardo Viana. Da interdisciplinaridade à Transdisciplinaridade. In: A Mobilidade das Fronteiras: Inserções da geografia na crise da modernidade. Belo Horizonte. UFMG p HISSA, Cássio Eduardo Viana. Fronteiras Interdisciplinares. In: A Mobilidade das Fronteiras: Inserções da geografia na crise da modernidade. Belo Horizonte. UFMG p IAMAMOTO, Marilda Villela. O serviço social na contemporaneidade : trabalho e formação profissional. 8. ed. São Paulo: Cortez, MOTA, Ana Elizabete da et al. Serviço social e saúde: formação e trabalho profissional. 3. ed. São Paulo: Cortez, PAULO NETTO, José. Cinco notas a propósito da "questão social". Temporalis, Brasília, DF, v.2, n.3, p.41-49, jan/jul.2001.

19 Simpósio Mineiro de Assistência Social (2.:2009: Belo Horizonte, MG). Nas trilhas dos direitos humanos para combater as desigualdades/conselho Regional de Serviço Social de Minas Gerais - CRESS 6ª Região(org.) Belo Horizonte

20 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: AUDITOR PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. ORÇAMENTO E CONTABILIDADE 1.1. Orçamento Público: características do orçamento tradicional, do orçamento de base zero, do orçamento de desempenho e do orçamento-programa Classificação da receita e da despesa orçamentária brasileira Execução da receita e da despesa orçamentária Estrutura programática adotada no setor público brasileiro Tópicos da Lei de Responsabilidade Fiscal princípios, objetivos, e efeitos no planejamento e no processo orçamentário, regra de ouro, limites para despesa. 2. CONTABILIDADE GERAL 2.1. Estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das Demonstrações Contábeis Princípios fundamentais de contabilidade (aprovados pelo Conselho Federal de Contabilidade, pela Resolução CFC nº 750/ Patrimônio: Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. Equação fundamental do patrimônio Fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais Conta: conceito. Débito, crédito e saldo. Teorias, função e estrutura das contas. Contas patrimoniais e de resultado. Apuração de resultados Sistema de contas e plano de contas Análise de Balanços: Horizontal, Vertical e por Índice. 8. Lei 6.404/76 e alterações promovidas pela Lei /2007 e Medida Provisória 449/ CONTABILIDADE PÚBLICA 3.1. Conceito, objeto, objetivo, campo de atuação Sistemas de Contas Variações Patrimoniais: Variações Ativas e Passivas Orçamentárias e Extraorçamentárias Plano de Contas Único do Governo Federal: Conceito, estrutura básica: ativo, passivo, despesa, receita, resultado diminutivo, resultado aumentativo, estrutura das contas, partes integrantes, características das contas, contas de controle: da previsão e execução da receita, fixação e execução da despesa, dos restos a pagar e contas com função precípua de controle (contratos, cauções, convênios e instrumentos similares, diversos responsáveis.

21 3.5. Contabilização dos Principais Fatos Contábeis: Previsão de Receita, Fixação de Despesa, Descentralização de Crédito, Liberação Financeira, Realização de Receita e Despesa 3.6. Balancete: características, conteúdo e forma Demonstrações Contábeis: Balanço Orçamentário, Balanço Financeiro, 8. Balanço Patrimonial e Demonstração das Variações Patrimoniais. 4. TÉCNICAS DE CONTROLE 4.1. Normas de auditoria independente das demonstrações contábeis emanadas pelo CFC Conselho Federal de Contabilidade, CVM Comissão de Valores Mobiliários e IBRACON Instituto Brasileiro dos Auditores Independentes do Brasil e demais órgãos regulamentadores de auditoria Normas Brasileiras para o Exercício de Auditoria Interna Governança e análise de risco. Governança no setor público. O papel da auditoria na estrutura de governança. Estrutura conceitual de análise de risco (COSO). Elementos de risco e controle. Aplicação da estrutura conceitual de análise de risco Auditoria no setor público federal. Finalidades e objetivos da auditoria governamental. Abrangência de atuação. Formas e tipos. Normas relativas à execução dos trabalhos. Normas relativas à opinião do auditor. Relatórios e Pareceres de auditoria. Operacionalidade Planejamento dos Trabalhos de Auditoria. Execução dos Trabalhos de Auditoria: Programas de Auditoria. Papéis de trabalho. Testes de auditoria. Amostragem estatística em auditoria. Avaliação dos controles internos. Materialidade, relevância e risco em auditoria. Evidência em auditoria. Eventos ou transações subseqüentes. Revisão analítica. Técnicas e procedimentos de Auditoria. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA: ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: um curso moderno e completo. 6. ed. São Paulo: Atlas, ANGÉLICO, João. Contabilidade pública. 8. ed. São Paulo: Atlas, 1994 ATTIE, William. Auditoria interna. 2. ed. São Paulo: Atlas, BOYNTON, William C., JOHNSON, Raymond N., KELL, Walter G. Auditoria. São Paulo: Atlas, BRASIL, LRF. Lei complementar n Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Congresso Nacional, 20 de maio de BRASIL, Medida Provisória 449, de 3 de dezembro de Altera a legislação tributária federal relativa ao parcelamento ordinário de débitos tributários, concede remissão nos casos em que especifica, institui regime tributário de transição, e dá outras providências. Congresso Nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato /2008/mpv/449.htm>.

22 BRASIL. Lei das sociedades por ações nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 e alterações posteriores. Congresso Nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6404compilada.htm> CFC, Conselho Federal de Contabilidade. Princípios Fundamentais e Normas Brasileiras de Contabilidade. 3. ed. Brasília: Conselho Federal de Contabilidade, CPC. Comitê de Pronunciamento Contábeis. Pronunciamento conceitual básico: estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das Demonstrações Contábeis. CFC: Brasília, Jan Disponível em: <http://www.cpc.org.br/index.php>. CRUZ, Flávio. Auditoria governamental. 3. ed. São Paulo: Atlas, EQUIPE de professores da USP. Contabilidade introdutória: livro texto. 10. ed. 2. Tiragem, São Paulo: Atlas, GIACOMINI, James. Orçamento público. 14. ed. São Paulo: Atlas, IUDÍCIBUS, Sérgio de, MARTINS, Eliseu, GELBCKE, Ernesto. Manual de contabilidade das sociedades por ações. 7. ed. São Paulo: Atlas, KOHAMA, Heilio. Contabilidade pública: teoria e prática. 10. ed. São Paulo: Atlas, SILVA, José P. Análise financeira das empresas. São Paulo: Atlas, 8. ed, 2006.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO 2009 CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROGRAMA DE PROVA ESPECÍFICA: 1. Tecnologia da Informação: Dado e Informação; Sistemas e visão sistêmica;

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade Geral - 4 72 ADM004 Metodologia Científica - 2 36 ADM005 Métodos Quantitativos - 4 72

ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade Geral - 4 72 ADM004 Metodologia Científica - 2 36 ADM005 Métodos Quantitativos - 4 72 Matriz Curricular do Curso de Administração 2015.1 1ª Fase CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ- REQUISITOS CRED ADM001 Interpretação e Produção de Textos - ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO LÍNGUA PORTUGUESA - PROVA COMUM A TODOS OS CARGOS DE ENSINO MÉDIO 1 Interpretação textual Metáfora, metonímia, ambigüidade, ironia, denotação e conotação, pontos

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Probabilidade e Estatística/MAT066 Fundamentos de análise combinatória. Conceito de probabilidade e seus teoremas fundamentais. Variáveis aleatórias. Distribuições de probabilidade. Conceito e objetivos

Leia mais

HORÁRIO DE PROVAS 3º BIMESTRE

HORÁRIO DE PROVAS 3º BIMESTRE CURSO DE PEDAGOGIA Gestão Escolar e Organização do Trabalho Pedagógico I 23.09.13 19horas Fundamentos da Língua Portuguesa: Leitura e Produção de 23.09.13 21horas Textos Psicologia da Educação I 24.09.13

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO A B C Álgebra Linear Álgebra Linear Computacional Álgebra Linear II Algoritmos e Estrutura de Dados I Algoritmos e Estrutura de Dados II Algoritmos em Bioinformática Alteridade e Diversidade no Brasil

Leia mais

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES Campus Graduação na área de Artes Ministrar aulas em disciplinas relacionadas à área de Artes em geral. Desenvolver projetos e atividades extra-curriculares nas Artes

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 066/2011 PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONHECIMENTOS GERAIS PARA OS CARGOS DE NÍVEL C LÍNGUA PORTUGUESA 1. Compreensão de textos

Leia mais

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

Sistemas de Informação 3º ANO

Sistemas de Informação 3º ANO Sistemas de Informação 3º ANO BANCO DE DADOS Carga horária: 120h Visão geral do gerenciamento de banco de dados. Arquitetura de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados. Modelagem e projeto de banco de

Leia mais

5º ANO Disciplina: Automação Industrial Ementa: Medição, atuação e controle. Estabilidade e desempenho de sistemas realimentados. Controle de sistemas a eventos discretos. Hierarquia em sistemas automatizados.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO Este Anexo integra o Edital Nº 35/2007, que disciplina o Concurso Público destinado ao provimento

Leia mais

TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Aplicação de softwares na confecção de textos, planilhas, e projetos. 2. Interpretação e desenvolvimento de desenhos técnicos e de projetos arquitetônicos

Leia mais

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EDA 1601 - INGLÊS INSTRUMENTAL I (2.0.0)2 English for Specific Purposes": introdução. Leitura e compreensão de texto: estratégias de leitura. Organização e partes

Leia mais

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO CARGO/ESPECIALIDADES Art. 378. Ao Consultor Legislativo, Especialidade Assessoramento Legislativo. ÁREAS DE INTERESSE DO SENADO FEDERAL Agronomia;

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO A Comissão Responsável pela Realização do Concurso Público regido pelo Edital 041/2007 faz saber

Leia mais

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades Subáreas Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos Design Área: Inovação Perfil Profissional: Instrutor/Consultor Competências Implantação de incubadoras de empresas; Processo de seleção de

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira. Conteúdo Programático. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DE CURTO PRAZO / 100h

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira. Conteúdo Programático. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DE CURTO PRAZO / 100h ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DE CURTO PRAZO / 100h CAPITAL DE GIRO liquidez e capital circulante líquido rentabilidade do ativo estratégias de gerência fontes de financiamento estudo de caso orçamento de caixa

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Matemática I CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO Matrizes e sistemas lineares. Funções: lineares, afins quadráticas, exponenciais

Leia mais

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão 74471 Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU 68 68977 Ciências Farmacêuticas 2008

Leia mais

Ementas e Bibliografias das Disciplinas

Ementas e Bibliografias das Disciplinas Ementas e Bibliografias das Disciplinas 2.3.1 Metodologia do Ensino Superior Carga Horária: 30h/a Ementa: Metodologia do ensino e as principais técnicas didático pedagógicas. Reflexões sobre o papel do

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA / MATEMÁTICA / LEGISLAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Matemática I 1º PERÍODO Matrizes e sistemas lineares. Funções: lineares, afins quadráticas,

Leia mais

ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO

ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO CÂMPUS AQUIDAUANA CURSO Informática Edificações ATRIBUIÇÕES - Prestar serviço de suporte na área de tecnologia da informação; - Prestar

Leia mais

Campus Palmas, Porto Nacional.

Campus Palmas, Porto Nacional. Campus Palmas, Porto Nacional. Área de Conhecimento: ADMINISTRAÇÃO 1 Processo administrativo: Funções de administração, planejamento, organização, direção e controle; 2 Planejamento estratégico: visão,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Matriz Curricular aprovada pela Resolução nº 16/09-CONSUNI, de 1º de dezembro de 2009. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Fase Cód. I

Leia mais

PROGRAMA BÁSICO - MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

PROGRAMA BÁSICO - MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO PROGRAMA BÁSICO - MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos)

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos) 1. Identificação de informações pontuais no texto. 2. Uso da língua padrão em gêneros textuais na modalidade escrita (pontuação, ortografia,

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Para todos os ambientes organizacionais para todos os servidores, independentemente do ambiente organizacional: Administração pública Estado,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA 1. COMPETÊNCIAS Organizar atividades de entrada e saída de dados de sistemas de informação. Analisar os serviços e funções de sistemas operacionais, utilizando suas ferramentas e recursos em atividades

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO DISCIPLINA: Metodologia Científica H111900 Finalidade da metodologia científica. Importância da metodologia no âmbito das ciências. Metodologia de estudos. O

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2015 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 1 Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores

Leia mais

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sua competência e em conformidade com o estabelecido no 1o- do art 10, da Lei no- 11.091, de 12 de janeiro de 2005, resolve:

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS DENOMINAÇÃO DO CARGO: AUXILIAR DE BIBLIOTECA NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: C DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES TÍPICAS DO CARGO: Organizar, manter e disponibilizar os acervos bibliográficos para docentes, técnicos e alunos;

Leia mais

Curso de Administração Informações da Disciplina: Administração Financeira I

Curso de Administração Informações da Disciplina: Administração Financeira I Administração Financeira I Timóteo Ramos Queiróz Conhecer, identificar e saber realizar as funções do administrador que dizem respeito às decisões financeiras de curto e às formas de mensuração da criação

Leia mais

PREFEITURA DO IPOJUCA AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO E TRANSPORTES DO IPOJUCA AMTTRANS ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PREFEITURA DO IPOJUCA AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO E TRANSPORTES DO IPOJUCA AMTTRANS ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONHECIMENTOS DA LÍNGUA PORTUGUESA 1. Leitura e análise de textos, incluindo: 1.1. Significado contextual de palavras e expressões; 1.2. Reconhecimento do tema ou da ideia

Leia mais

Portfólio Easy to Learn ADMINISTRAÇÃO

Portfólio Easy to Learn ADMINISTRAÇÃO Portfólio Easy to Learn ADMINISTRAÇÃO ÍNDICE Fundamentos de Sistemas de Informação...2 Leitura e Interpretação de Textos...2 Matemática Básica...2 Teoria Geral da Administração I...2 Fundamentos de Contabilidade...3

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS ANALISTA DO SEGURO SOCIAL CONHECIMENTOS BÁSICOS VOLUME I ÍNDICE Língua Portuguesa 1 Compreensão e interpretação de textos.... 1 2 Tipologia textual.... 10 3 Ortografia

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2009.1A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ADMINISTRAÇÃO... 4 02 CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA I... 4 03 MATEMÁTICA... 4 04 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 05 NOÇÕES

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO AMAPÁ- SEBRAE/AP PROCESSO SELETIVO N O 001/2008 RETIFICAÇÃO Nº. 01 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR PROCESSOS GERENCIAIS (Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios) TECNOLÓGICA SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 066/2011 PROGRAMAS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONHECIMENTOS GERAIS PARA O CARGO DE NÍVEL E LÍNGUA PORTUGUESA 1. Interpretação de texto.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria de

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN Curso Tutoria de nivelamento em Biologia Campus Centro Carga horária: 30h Tutor: Karoline Marques Cabral (e-mail: karol.m.cabral@gmail.com) Orientadores: Profª Kyria Cilene de Andrade Bortoleti (e-mail:

Leia mais

Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Código: ENGP -

Leia mais

Português - Prof. Alexandre Soares

Português - Prof. Alexandre Soares Olá Concurseiro! Estamos lançando PACOTE COMPLETO de disciplinas voltadas ao Concurso da POLÍCIA FEDERAL 2013/2014. As aulas foram elaboradas com base no EDITAL Nº 28 DGP/DPF, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2013.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO (20140195) CURSOS A QUE ATENDE ADMINISTRACAO,

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ PLANO DE ENSINO - 2º SEMESTRE 2011 Disciplina ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS Professor MSC. ADOLFO FRANCESCO DE OLIVEIRA COLARES Carga Horária Semanal Curso ADMINISTRAÇÃO Carga Horária

Leia mais

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES POR CARGO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES POR CARGO 1 ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES POR CARGO CLASSE E ADMINISTRADOR Planejar, organizar, controlar e assessorar as organizações nas áreas de recursos humanos, patrimônio, materiais, informações,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Fase Cód. I II Matriz Curricular vigente a partir de 2010-1 Disciplina Prérequisitos Carga

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING MÓDULO I 304101 FUNDAMENTOS DE MARKETING Fundamentos do Marketing. Processo de Marketing.

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Sem. CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS I II III IV V VI VI I Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo de crase Sintaxe da oração e

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Fase Cód. Disciplina I Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Prérequisito s Carga Horária

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Prof. Macêdo Firmino Introdução à Disciplina (Ementa) Macêdo Firmino (IFRN) Sistemas Operacionais Novembro de 2012 1 / 9 Objetivos Conhecer os princípios básicos de um sistema operacional;

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Matriz Curricular vigente a partir de 2010/1 Fase Cód. Disciplina Carga Horária Prérequisitos

Leia mais

LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO

LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO 1º P TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Técnicas de leitura, interpretação e produção de textos, expressão oral e apresentação de trabalhos acadêmicos, argumentação científica.

Leia mais

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa Bacharelado em Engenharia Civil bibliografia complementar ALMEIDA, Márcio de Souza S. Aterros sobre solos moles: projeto e desempenho. 1. reimpr.

Leia mais

PROGRAMAS CONCURSO PÚBLICO UFPR - LITORAL

PROGRAMAS CONCURSO PÚBLICO UFPR - LITORAL Para todos os cargos: Português: 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). 2. Domínio da norma do português

Leia mais

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos pólos, atividades

Leia mais

SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS

SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS Thiago Felipe Dallagnoli Prof. Oscar Dalfovo, Orientador ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO

TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA REDES E SISTEMAS OPERACIONAIS - 2010 PROF: Patrick J. Cardoso 1. EMENTA: Histórico, conceitos, estrutura e dispositivos de Sistemas Operacionais.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EMENTA DAS DISCIPLINAS 1º Período GADM 7712-TGA - TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO (4.0.0) 4 Introdução; Antecedentes Históricos;

Leia mais

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS:

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: Contabilidade de Custos e Gerencial CIC 816 Carga Horária: 60 Créditos: 04 Coordenador: Prof. Poueri do Carmo Mário Teoria de Custos (abordagem econômica e contábil). Métodos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Cálculo I 40 Cálculo II 40 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos I 80 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos II 80 Matemática 40 Lógica Matemática 40 Probabilidade

Leia mais

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração Anexo II a que se refere o artigo 2º da Lei nº xxxxx, de xx de xxxx de 2014 Quadro de Analistas da Administração Pública Municipal Atribuições Específicas DENOMINAÇÃO DO CARGO: DEFINIÇÃO: ABRANGÊNCIA:

Leia mais

GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS

GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS CULTURA RELIGIOSA O fenômeno religioso, sua importância e implicações na formação do ser humano, da cultura e da sociedade. As principais religiões universais: história

Leia mais

ÁREA DO CONCURSO: TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL

ÁREA DO CONCURSO: TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL PONTUAÇÃO-LIMITE DOS QUESITOS DA PROVA DE TÍTULOS DO CONCURSO PARA PROVIMENTO DE VAGA DE PROFESSOR ASSISTENTE EM REGIME DE 20 HORAS SEMANAIS PARA O DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS E CONSTRUÇÃO

Leia mais

DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO

DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA - EDITAL Nº08/2013.2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO Conteúdo Programático: UNIDADE I: O Universo Organizacional

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso Técnico em Informática, em Nível Médio Subseqüente, será organizado de forma semestral, com aulas presenciais, compostos por disciplinas, com conteúdos estabelecidos, tendo

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira FACULDADE DO SUL DA BAHIA SEMESTRE DE 2014 PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO segunda-feira quarta-feira quinta-feira Horário 1ª AULA 18:50 às 20:30 2ª AULA 20:50 às 22:30 OBS.: NÃO HÁ SEGUNDA CHAMADA DE

Leia mais

EDITAL ÁREA DO CONCURSO RECURSOS DIDÁTICOS DISPONÍVEIS SOFTWARES INSTALADOS NO COMPUTADOR. Mineração: Tratamento de Minérios

EDITAL ÁREA DO CONCURSO RECURSOS DIDÁTICOS DISPONÍVEIS SOFTWARES INSTALADOS NO COMPUTADOR. Mineração: Tratamento de Minérios CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIVISÃO DE SELEÇÃO E CONCURSO Concurso Público Ensino Básico Técnico e Tecnológico (Edital de Normas Gerais 77/13, de 21 de junho de 2013) ETAPA DA

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LINHAS DE PESQUISA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 4.1 Área de Concentração 4.1.1 Administração de Recursos Humanos 4.1.1.1 Linha de Pesquisa Esta linha tem como principal objetivo pesquisar a importância dos

Leia mais

9788522114252,00 CARREIRA: Planejamento e Gestão 9788522114665,00 Gestão Estratégica de Negócios - 2ª ed. revista e ampliada 9788522112289,00 ADM*

9788522114252,00 CARREIRA: Planejamento e Gestão 9788522114665,00 Gestão Estratégica de Negócios - 2ª ed. revista e ampliada 9788522112289,00 ADM* ISBN 9788522114252,00 CARREIRA: Planejamento e Gestão Título 9788522114665,00 Gestão Estratégica de Negócios - 2ª ed. revista e ampliada 9788522112289,00 ADM* 9788522122691,00 Administração de Recursos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA / MATEMÁTICA / LEGISLAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de

Leia mais

EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO II EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO A-01 - ASSESSOR TECNICO III - COORDENADOR/SUPERVISOR PEDAGOGICO; A-02 - ASSESSOR TECNICO III - COORDENADOR/SUPERVISOR

Leia mais

MBA Execultivo em Gestão Estratégica Objetivo do curso:

MBA Execultivo em Gestão Estratégica Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso de MBA Execultivo em Gestão Estratégica é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007.

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. DESCRIÇÃO DAS EMENTAS, OBJETIVOS, PLANO DE DISCIPLINAS E BIBLIOGRAFIA. DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: AUDITORIA II Ementa: Princípios Fundamentais de Contabilidade:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE LÍNGUA PORTUGUESA: NOÇÕES DE INFORMÁTICA Conceitos básicos de operação de microcomputadores.

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO Dar suporte administrativo e técnico nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atender usuários, fornecendo e recebendo informações; tratar

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTABILIDADE GERAL PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTABILIDADE GERAL PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTABILIDADE GERAL Código: CTB 100 Pré-requisito: Não há Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Resolução 038/2001 CONSEPE

Resolução 038/2001 CONSEPE Resolução 038/2001 CONSEPE Aprova as normas de funcionamento do Curso de Administração do Centro de Ciências da Administração CCA/ESAG. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 C U R S O D E E N G E N H A R I A C I V I L Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 Componente Curricular: PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Código: ENG. 000 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

MBA em Auditoria dos Serviços de Saúde Objetivo do curso:

MBA em Auditoria dos Serviços de Saúde Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso de MBA em Auditoria dos Serviços de Saúde é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos

Leia mais