ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS"

Transcrição

1 ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS Cód.: ACA Nº: 117 Versão: 1 Data: 23/05/2013 DEFINIÇÃO Atualização de dados cadastrais de aposentados e pensionistas da União que recebem proventos e pensões à conta do Tesouro Nacional, constantes do Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE. REQUISITOS BÁSICOS 1. Ser servidor aposentado, pensionista da União, bem como anistiado político civil e seus pensionistas, que recebam proventos e pensões à conta do Tesouro Nacional, constantes do Sistema Integrado de Administração de Pessoal - SIAPE. 2. O aposentado, pensionista ou anistiado político civil deverá comparecer anualmente, nas agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e do Banco de Brasília munida da documentação. DOCUMENTAÇÃO 1. Do aposentado, pensionista e anistiado político: 1.1. Documento oficial de identificação original com foto; 1.2. CPF; 1.3. Na hipótese de moléstia grave ou impossibilidade de locomoção do titular do benefício, deverá ser solicitada visita técnica para fins de comprovação de vida Na hipótese de ausência do país, o titular do benefício, deverá encaminhar à sua Unidade de Recursos Humanos declaração de comparecimento emitida por órgão de representação diplomática e/ou consular do Brasil no exterior Na hipótese de moléstia grave ou de impossibilidade de locomoção do titular do benefício, a comprovação de vida poderá ser suprida por declaração autentica, emitida por serviço notarial. 2. Pai/mãe ou detentor do poder familiar: 2.1. Documento oficial de identificação com foto e CPF; 2.2. Certidão de Nascimento ou documento oficial de identificação com foto e CPF do menor. 3. Do Tutor, Curador ou Procurador: 1

2 3.1. CPF e documento de identificação com foto do titular do benefício, ou Certidão de Nascimento se beneficiário menor; 3.3. Se procurador, o original e a cópia simples do instrumento público de procuração, com validade máxima de 6 (seis) meses, a contar de sua emissão; 3.2. Se tutor ou curador, o original e cópia simples do termo de sentença judicial que o nomeou. INFORMAÇÕES GERAIS 1. A atualização cadastral será realizada anualmente, sempre no mês de aniversário, e é condição necessária para a continuidade do recebimento do provento, reparação econômica ou pensão. (Art. 2º da Portaria do Gabinete da Ministra do MP nº 8/2013) 2. Aplica-se o disposto nesta norma aos: (Art. 2º da a) aposentados e pensionistas da União que recebem proventos de Aposentadoria ou pensão à conta do Tesouro Nacional por meio do Sistema Integrado de Administração de recursos Humanos SIAPE; e b) aos anistiados políticos civis e seus pensionistas, de que trata a Lei nº , de 13 de novembro de Compete à Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, como órgão central do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal SIPEC, a gestão e a coordenação do processo de atualização cadastral dos beneficiários. (Art. 3º da portaria do Gabinete da Ministra do MP nº 8/2013) 4. Compete aos órgãos setoriais e seccionais do SIPEC atuar no processo de atualização cadastral, na forma estabelecia pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. (Art. 3º, parágrafo único da Portaria do Gabinete da Ministra do MP nº 8/2013) 5. O ato de atualização cadastral exige o comparecimento pessoal do beneficiário no mês de aniversário e, quando cabível, do representante legal ou do procurador do representante. (Art. 4º da Portaria do Gabinete da Ministra do MP nº 8/2013) 6. A atualização cadastral será realizada em qualquer agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e do Banco de Brasília. (Art. 3º da 7. Se o aposentado, anistiado político civil ou pensionista for correntista de um dos bancos de que trata o item anterior, poderá realizar sua atualização cadastral em qualquer agência do banco do qual é correntista. (Art. 3º, 1º da 8. Em não sendo correntista do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou do Banco de Brasília poderá optar por qualquer agência destes bancos para realizar sua atualização cadastral. (Art. 3º, 2º da 9. A Secretaria de Gestão Pública fará a comunicação mediante correspondência individual endereçada a todos os aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis da obrigatoriedade da atualização cadastral. (Art. 4º da 2

3 10. Na hipótese de possuir mais de um vínculo funcional, com recebimento do provento ou pensão em instituições financeiras distintas, o recadastramento deverá ser realizado apenas em uma agência bancária. As informações serão replicadas para os demais vínculos. (Art. 5º, 2º da 11. Se for menor de 18 (dezoito) anos, a atualização cadastral deverá ser realizada pelos pais ou detentores do poder familiar, com a presença do menor, no mês de aniversário do titular do benefício. (Art. 5º da 12. Nos casos em que for necessária a presença do tutor, do curador ou do procurador, a atualização cadastral será realizada exclusivamente nas Unidades de Recursos Humanos do órgão de vinculação, no mês de aniversário do titular do benefício. (Art. 6º da 13. Caso o aposentado, pensionista ou anistiado político civil esteja impossibilitado de comparecer, a visita técnica será agendada após a entrega da documentação pelo procurador, tutor ou curador na Unidade de Recursos Humanos do órgão de vinculação do beneficiário. (Art. 6º, 2º da 14. Não será admitido ao procurador representar mais de um aposentado, anistiado político civil ou beneficiário de mais de um instituidor de pensão. (Art. 6º, 3º da ON SRH/MP nº 1/2013) 15. As unidades de recursos Humanos, de posse da declaração de comparecimento emitida por representação diplomática e/ou consular do Brasil ou declaração autêntica emitida por serviço notarial, deverão registrar a atualização cadastral do aposentado, pensionista e anistiado político civil no módulo específico do SIAPEnet, com posterior arquivamento do documento. (Art. 7º, 2º da 16. No caso de moléstia grave, ausência ou impossibilidade de locomoção, o ato de atualização cadastral poderá ser realizado por mandatário munido de procuração por instrumento público ou por instrumento particular com firma reconhecida. (Art. 2º, 1º do Decreto nº 7.141/2010) 17. A moléstia grave ou impossibilidade de locomoção poderá ser comprovada por meio de atestado médico ou de declaração do beneficiário ou seu representante legal, sob as penas da lei. (Art. 2º, 2º do Decreto nº 7.141/2010) 18. Na hipótese de moléstia grave ou impossibilidade de locomoção do titular do benefício, deverá ser solicitada visita técnica para fins de comprovação de vida do aposentado, anistiado político civil ou pensionista. (Art. 8º da 19. A visita técnica poderá ser solicitada, pelo próprio interessado ou por terceiros, por meio da Central de Atendimento Alô-SEGEP, no telefone , ou na Unidade de Recursos Humanos de vinculação do aposentado, pensionista ou anistiado político civil. (Art. 8º, 2º da 20. Quando a atualização cadastral for realizada em visita técnica o aposentado, anistiado político civil ou pensionista deverá apresentar documento oficial de identificação original com foto e CPF. (Art. 8º, 2º da 3

4 21. Não será realizada visita técnica na hipótese de ausência do país. (Art. 8º, 3º da ON SRH/MP nº 1/2013) 22. As visitas técnicas serão realizadas por profissionais identificados por documento de identidade e foto. (Art. 9º da ON SRH/MP nº 1/ Caberá às Unidades de Recursos Humanos a realização de visita técnica apenas nos casos de aposentados ou pensionistas hospitalizados ou reclusos. (Art. 9º, único da 24. Caberá a unidade de Recursos Humanos, enviar nova correspondência individual de convocação, com Aviso de Recebimento AR, ao aposentado, pensionista ou anistiado político civil que não comparecer para a atualização cadastral nos bancos, no mês do seu aniversário. (Art. 10 da 25. A correspondência deverá ser enviada até o 10º (décimo) dia do mês seguinte ao de seu aniversário. O aposentado, pensionista ou anistiado político civil terá até 30 (trinta) dias contados do recebimento da correspondência para atualização cadastral nos bancos, sob pena de suspensão do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal. (Art. 10, único da 26. Transcorrido o prazo de que trata o item anterior, sem o comparecimento do aposentado, pensionista ou anistiado político civil, o pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal será suspenso na folha de pagamento do mês subseqüente pela Unidade de Recursos Humanos, observada as seguintes providências: (Art. 11, alíneas a a c da a) Publicar no Diário Oficial da União, edital de suspensão de pagamento de proventos, pensões ou reparações econômicas mensais; b) Proceder à abertura de processo administrativo individual de suspensão de pagamento do provento, reparação econômica mensal ou pensão, instruído com cópia o edital, cópia do Aviso de Recebimento da notificação; c) Suspender o pagamento dos aposentados, pensionistas ou anistiados políticos civis. 27. O restabelecimento do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal fica condicionado à efetivação da atualização cadastral do aposentado, pensionista ou anistiado político civil, na Unidade de Recursos Humanos de vinculação, nos termos da Orientação normativa nº 1, de (Art. 4º, 2º do Decreto nº 7.141/2010 e art. 12 da 28. Realizada a atualização cadastral, a Unidade de Recursos Humanos deverá restabelecer o pagamento, com efeitos retroativos, a partir da primeira folha de pagamento disponível para inclusão. (Art. 12, único da 29. Na hipótese de moléstia grave ou de impossibilidade de locomoção do aposentado, anistiado político civil ou pensionista, a Unidade de Recursos Humanos deverá restabelecer provisoriamente o pagamento do provento, reparação econômica mensal ou pensão, até que seja realizada a visita técnica de que trata o item 18 desta norma. (Art. 13 da 4

5 30. O restabelecimento definitivo do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal será instruído no processo que deu origem à suspensão e fica condicionado à efetiva comprovação de vida do aposentado, pensionista ou anistiado civil mediante visita técnica. (Art. 13, 1º da 31. Constatada qualquer irregularidade no processo de atualização cadastral, as Unidades de Recursos Humanos deverão instaurar processo administrativo disciplinar. (Art. 14 da 32. Compete aos dirigentes de Recursos Humanos dos órgãos setoriais e seccionais do SIPEC a suspensão e o restabelecimento dos proventos, pensões e reparações econômicas mensais. (Art. 15 da 33. Os casos omissos serão dirimidos pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. (Art. 17 da 34. A atualização cadastral iniciará em março de (Art. 18 da 35. O aposentado, anistiado político civil ou pensionista com data de aniversário nos meses de janeiro e fevereiro/2013 só serão recadastrados a partir de 2014, observado o mês de aniversário, ficando resguardada a continuidade do recebimento do provento, reparação econômica mensal ou pensão no ano de (Art. 18 da ON SRH/MP nº 1/20130 FUNDAMENTAÇÃO 1. Artigo 9º da Lei nº 9.527, de 10/09/97 (DOU 11/12/97). 2. Decreto nº 7.141, de 29/03/2010 (DOU 30/03/2010). 3. Portaria do Gabinete da Ministra do MP nº 8, de 07/01/2013 (DOU 08/01/2013). 4. Orientação Normativa SEGEP/SRH/MP nº 1, de 10/01/2013 (DOU 14/01/2013). 5

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL NOTA INFORMATIVA N" 001-DClPASlSPC, DE 30 DE ABRIL DE 2013 I. ASSUNTO

Leia mais

Recadastramento de Aposentados e Pensionistas

Recadastramento de Aposentados e Pensionistas MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral do Serviço Exterior Departamento do Serviço Exterior Recadastramento de Aposentados e Pensionistas Recadastramento A partir de 2013, o recadastramento

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2015 FOZPREV DATA: 18 de dezembro de 2015 SÚMULA: Estabelece a forma e os procedimentos para o Recadastramento Anual, na modalidade Prova de Vida, dos pensionistas vinculados

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 10 DE JANEIRO DE

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 10 DE JANEIRO DE SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 10 DE JANEIRO DE 2013(*) A SECRETÁRIA DE GESTÃO PÚBLICA SUBSTITUTA DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso da atribuição que

Leia mais

SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL

SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL 1PLANOS DE SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS A Carta de Serviços é uma ferramenta de gestão criada pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública.

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

Art.3º O Recadastramento deverá ser feito na sede do IPASBO, situada à Avenida Maria Clara de Jesus nº 295 Centro.

Art.3º O Recadastramento deverá ser feito na sede do IPASBO, situada à Avenida Maria Clara de Jesus nº 295 Centro. PORTARIA Nº 03, DE 29 DE MAIO DE 2015. Estabelece normas e procedimentos para o recadastramento previdenciário dos servidores ativos, aposentados e pensionistas vinculados ao Regime Próprio de Previdência

Leia mais

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Publicado no DO em 4 ago 2014 Dispõe sobre a concessão e manutenção do benefício assistencial devido aos trabalhadores portuários avulsos

Leia mais

CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO

CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO I Para o censo dos servidores efetivos ativos e aposentados: a) Documento de identificação com foto (Carteira de Identidade ou Carteira de b) CPF; c) Comprovante

Leia mais

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS SUMÁRIO APÊNDICES 1 - Objetivo A - Solicitação de Cadastro de Pessoa Jurídica 2 - Referências normativas B - Solicitação de Cadastro de Pessoa

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL 7PENSÃO CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS A Carta de Serviços é uma ferramenta de gestão criada pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública. A

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO EDITAL 01/2014 ENCRUZILHADA DO SUL O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012 PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012 A SECRETÁRIA DE GESTÃO PÚBLICA E A SECRETÁRIA DE ORÇAMENTO FEDERAL DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO E A CONSULTOR-GERAL DA UNIÃO DA ADVOCACIA-GERAL

Leia mais

MANUAL SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS/SIAPENET

MANUAL SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS/SIAPENET SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS MANUAL SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS/SIAPENET MÓDULO SERVIDOR/PENSIONISTA

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PORTARIA N.º 3 DE 22 /11 /2005 Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA

Leia mais

Informações sobre Aposentadoria

Informações sobre Aposentadoria MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral do Serviço Exterior Departamento do Serviço Exterior Informações sobre Aposentadoria Departamento do Serviço Exterior Divisão de Pagamentos Esplanada

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL EDITAL Nº 259/2013 PORTO ALEGRE O Coordenador

Leia mais

ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR

ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR DEFINIÇÃO DOCUMENTAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO É um benefício concedido ao servidor, ativo ou inativo,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL [CURSO SUPERIOR DIREITO] EDITAL Nº 01/2015 CARLOS BARBOSA O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para o ressarcimento, mediante auxílio

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 1. ABERTURA O Diretor Geral do IFBA Campus Jacobina, no uso de suas atribuições, faz saber que,

Leia mais

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 Altera os critérios e procedimentos para requerimento, emissão, revisão, extensão, suspensão e cancelamento do Credenciamento Institucional para

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE O DIRETOR DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DE PORTO ALEGRE, responsável

Leia mais

INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS)

INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS) INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS) Com o intuito esclarecer possíveis dúvidas em relação ao Benefício de Assistência à Saúde (BAS) dos servidores inativos e pensionistas civis e, estando

Leia mais

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO ANEXO 13: NECESSIDADES DE CONHECER DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES DE RE- CURSOS HUMANOS (DESIS) 1. Referentes ao Planejamento Estratégico EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011 SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011 O SECRETÁRIO DE RECURSOS HUMANOS DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso da competência que lhe confere

Leia mais

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III Com esta mensagem, a Pró-Reitoria de Recursos Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Brastra.gif (4376 bytes) Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 4.961, DE 20 DE JANEIRO DE 2004. Regulamenta o art. 45 da Lei n o 8.112, de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016

CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016 CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016 Por que realizar o censo? A realização periódica do censo previdenciário ou recadastramento é uma obrigação legal (artigos 3º e 9º, II da Lei 10.887/2004). Compete ao ISSBLU manter

Leia mais

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 10/10/2013 COPAG COORDENAÇÃO DE PAGAMENTOS (Seção de

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 32/2013 Dispõe sobre Revalidação de Diplomas e Certificados

Leia mais

DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11.

DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11. DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11. COORDENAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Portaria CAF-G - 26, de 13-6-2014 O Coordenador da Administração Financeira, considerando o disposto

Leia mais

O recadastramento anual dos servidores inativos está fundamentado na legislação que segue:

O recadastramento anual dos servidores inativos está fundamentado na legislação que segue: PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS RECADASTRAMENTO ANUAL DO SERVIDOR INATIVO CIVIL 1 CONCEITO O recadastramento, realizado no mês de aniversário do servidor inativo, tem a finalidade de manter

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos Órgãos Setoriais

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008;

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008; Dispõe sobre os critérios e valores para pagamento de Gratificações por Encargo de Cursos ou Concursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). A COORDENADORA-GERAL

Leia mais

Processo Seletivo CAp 2016 1º ano

Processo Seletivo CAp 2016 1º ano Edital de convocação A Universidade do Estado do Rio de Janeiro torna público o presente Edital, com normas, rotinas e procedimentos relativos ao processo seletivo, por meio de Sorteio Público, para ingresso

Leia mais

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE CAP -2016. Edital 1

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE CAP -2016. Edital 1 Edital 1 Seleção de Bolsa de Estudos conforme Lei Federal n.º 12.101, de 27 de Novembro de 2009 O Colégio de Aplicação Dr. Paulo Gissoni, mantido pelo Centro Educacional de Realengo, no uso de suas competências

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Recursos Humanos

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Recursos Humanos Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Recursos Humanos SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ofício-Circular nº 15/SRH/MP Brasília, 31 de maio de 2000. Aos Dirigentes de Recursos Humanos dos órgãos

Leia mais

a.1.4) Em caso de Associação Civil, a aceitação de novos associados, na forma do estatuto;

a.1.4) Em caso de Associação Civil, a aceitação de novos associados, na forma do estatuto; CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2014 QUALIFICAÇÃO DE ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS COMO ORGANIZAÇÃO SOCIAL NA ÁREA DE SAÚDE O Município de Fontoura Xavier, Estado do Rio Grande do Sul, pessoa jurídica

Leia mais

Supes-mg RECADASTRAMENTO CTF

Supes-mg RECADASTRAMENTO CTF RECADASTRAMENTO CTF RECADASTRAMENTO Exigência contida no Art.46 da Instrução Normativa IBAMA, 06 de março de 2013. Deverá ser realizado exclusivamente por meio do endereço eletronico.www.ibama.gov.br Navegador

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 253 DE 4 DE OUTUBRO DE 2000

RESOLUÇÃO Nº 253 DE 4 DE OUTUBRO DE 2000 RESOLUÇÃO Nº 253 DE 4 DE OUTUBRO DE 2000 Estabelece procedimentos para a concessão do benefício do Seguro-Desemprego ao Empregado Doméstico. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador CODEFAT,

Leia mais

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CÂMPUS MONTEIRO PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL

Leia mais

Medida Provisória nº de de 2008

Medida Provisória nº de de 2008 Medida Provisória nº de de 008 Dispõe sobre a criação da Gratificação de Desempenho de Atividade de Controle Interno e de Apoio Técnico ao Controle Interno no âmbito das Instituições Federais vinculadas

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº276/2011/CGNOR/DENOP/SRH/MP. ASSUNTO: Exercícios anteriores - revisão de aposentadoria SUMÁRIO EXECUTIVO

NOTA TÉCNICA Nº276/2011/CGNOR/DENOP/SRH/MP. ASSUNTO: Exercícios anteriores - revisão de aposentadoria SUMÁRIO EXECUTIVO Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Recursos Humanos Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Coordenação-Geral de Elaboração, Sistematização e Aplicação das Normas NOTA

Leia mais

Secretaria da Fazenda

Secretaria da Fazenda Secretaria da Fazenda PORTARIA Nº 022 DE 21 DE JANEIRO DE 2015 Salvador, Bahia Quinta-feira 22 de janeiro de 2015 Ano XCIX N o 21.622 Dispõe sobre o pagamento dos servidores públicos estaduais ativos ou

Leia mais

Sumário 1. INTRODUÇÃO

Sumário 1. INTRODUÇÃO Registro profissional dos contabilistas Em face da publicação da Resolução CFC nº 1.461/2014 - DOU 1 de 17.02.2014, este procedimento foi atualizado. Tópico atualizado: 1.1 Sujeição e aprovação em exame

Leia mais

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015.

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. Estabelece o Censo Cadastral Previdenciário dos servidores públicos detentores de cargo efetivo, ativos e aposentados, do Regime Próprio de Previdência Social

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 002/2016 PORTO ALEGRE A DIREÇÃO DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DE DEFESA DOS

Leia mais

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. REGULAMENTA A LEI MUNICIPAL N.º 1.209, DE 02 DE MAIO DE 2014, QUE INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, A DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE COLETA, INCLUSÃO, ATUALIZAÇÃO E REVALIDAÇÃO DOS DADOS CADASTRAIS

PROCEDIMENTOS DE COLETA, INCLUSÃO, ATUALIZAÇÃO E REVALIDAÇÃO DOS DADOS CADASTRAIS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/SENARC/MDS, de 26 de Agosto de 2011. Estabelece as definições técnicas e os procedimentos operacionais necessários para a utilização da Versão 7 dos Formulários e do Sistema

Leia mais

Art. 1º. Normatizar a Concessão da Bolsa Social de Estudo da Fundação Educacional de Oliveira-FEOL.

Art. 1º. Normatizar a Concessão da Bolsa Social de Estudo da Fundação Educacional de Oliveira-FEOL. PORTARIA n.02 /2.005 RESOLVE: Normatiza concessão de Programa de Bolsa Social de Estudo da Fundação Educacional de Oliveira-FEOL. O Presidente da Fundação Educacional de Oliveira-FEOL, no uso de suas atribuições.

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI * Organizar os documentos em blocos de cada membro do grupo familiar. A decisão quanto ao(s) documento(s) a ser(em) apresentado(s) cabe ao coordenador do Prouni, o qual

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

Edital Nº 91, DE 09 OUTUBRO DE 2015 SELEÇÃO COMPLEMENTAR DE BOLSISTA DE ENSINO

Edital Nº 91, DE 09 OUTUBRO DE 2015 SELEÇÃO COMPLEMENTAR DE BOLSISTA DE ENSINO Edital Nº 91, DE 09 OUTUBRO DE 2015 SELEÇÃO COMPLEMENTAR DE BOLSISTA DE ENSINO A DIRETORA-GERAL Pro Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Caxias do

Leia mais

CARTA AO CIDADÃO CONCESSÃO DE ANISTIA. I Descrição do serviço Concessão de Anistia

CARTA AO CIDADÃO CONCESSÃO DE ANISTIA. I Descrição do serviço Concessão de Anistia CARTA AO CIDADÃO CONCESSÃO DE ANISTIA Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão, Bloco C, CEP: 70046-900, Sala 117 Secretaria de Relações de Trabalho no Serviço Público / SRT Comissão Especial Interministerial

Leia mais

DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005

DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 DOU 23-09-2005 Altera dispositivos do Regulamento da Previdência Social, aprovado pelo Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999, e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015 SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015 Estabelece orientações aos órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - Sipec sobre

Leia mais

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010:

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Extinção de dívidas do contrato Compra do imóvel com base no art. 12 da Lei nº 11.483/2007 Substituição do beneficiário do contrato de compra e venda ou cessão de direitos Emissão

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Processo Seletivo para o Programa Especial de Formação Pedagógica para Professores de Educação Profissional de Nível Médio (Convênio FNDE/MEC nº 400012/2011 Programa Brasil

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor,

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, RESOLUÇÃO SMF Nº 2.771, DE 29 DE ABRIL DE 2013. [Publicada no D. O. Rio de 30.04.2013] * Estabelece procedimentos a serem adotados para a entrega de prêmios aos tomadores de serviços pessoas naturais titulares

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM MACEIÓ CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RECOMENDAÇÃO Nº 02, DE 02 DE MARÇO DE 2005

GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM MACEIÓ CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RECOMENDAÇÃO Nº 02, DE 02 DE MARÇO DE 2005 GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM MACEIÓ CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RECOMENDAÇÃO Nº 02, DE 02 DE MARÇO DE 2005 O Plenário do Conselho de Previdência Social em sua 6ª Reunião Ordinária, realizada em 02/03/2005,

Leia mais

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A direção da Faculdade Aliança / Faculdade Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais,

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 Estabelece normas para a geração, transmissão e controle de dados cadastrais de beneficiários

Leia mais

ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014

ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 Orienta os órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (SIPEC) sobre os procedimentos operacionais decorrentes

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS Palestra Tema: Formalização de Processo Administrativo na Gestão de Pessoas Aposentadoria é a contraprestação assistencial por serviços prestados, nos termos da

Leia mais

I - Proposto: pessoa que viaja e presta contas da viagem realizada;

I - Proposto: pessoa que viaja e presta contas da viagem realizada; 1 PORTARIA MEC 403/2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 403, DE 23 DE ABRIL DE 2009 Dispõe sobre a solicitação, autorização, concessão e prestação de contas de diárias, passagens

Leia mais

EDITAL SEEC Nº. 01/2013

EDITAL SEEC Nº. 01/2013 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCAL DO SUL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E CULTURA EDITAL SEEC Nº. 01/2013 Dispõe sobre as diretrizes de matrícula para o ano letivo de 2014, nas instituições

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

Colaboração: Antonieta do Carmo Pereira Carlos Eduardo Teixeira Moura

Colaboração: Antonieta do Carmo Pereira Carlos Eduardo Teixeira Moura 1 COORDENADORIA GERAL DO SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS COORDENADORIA DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Coordenação Geral: Eliane Bastos Martins Realização: Maria do Carmo Santana Colaboração: Antonieta

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 Estabelece os critérios de concessão de acesso ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse SICONV. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*)

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) Orienta os órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (SIPEC) sobre o regime

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.166/09 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ Art. 1 O presente Regimento Interno estabelece diretrizes para disciplinar

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº T2-RSP-2012/00079 DE 24 DE SETEMBRO DE 2012 PUBLICADA NO E-DJF2R DE 27/09/2012, ÀS FLS. 01/03.

RESOLUÇÃO Nº T2-RSP-2012/00079 DE 24 DE SETEMBRO DE 2012 PUBLICADA NO E-DJF2R DE 27/09/2012, ÀS FLS. 01/03. RESOLUÇÃO Nº T2-RSP-2012/00079 DE 24 DE SETEMBRO DE 2012 PUBLICADA NO E-DJF2R DE 27/09/2012, ÀS FLS. 01/03. Disciplina, no âmbito do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, os procedimentos relativos à

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA 01 O que é preciso para me registrar no CRC-CE? Realizar o exame de suficiência e ser aprovado, fazer o pré-registro no site do CRC-CE, efetuar o pagamento das taxas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS (ALTERADA PELA IN Nº 32/DIPRO) Dispõe sobre o detalhamento da Resolução Normativa RN nº 186, de 2009

Leia mais

RO Roteiro Operacional. Servidor Civil Federal SIAPE

RO Roteiro Operacional. Servidor Civil Federal SIAPE RO Roteiro Operacional Servidor Civil Federal - SIAPE RO.02.01 Versão: 29 Exclusivo para Uso Interno Servidor Civil Federal SIAPE Área responsável: Gerência Produtos Consignados I - CONDIÇÕES GERAIS 1.

Leia mais

2.2 - O(A) candidato a avaliador deve possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes;

2.2 - O(A) candidato a avaliador deve possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes; EDITAL PROEX/IFRR - Nº 002/2014 - Processo seletivo para constituição do Banco de avaliadores do Programa Institucional de Bolsa Acadêmica de Extensão-IFRR. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014.

PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014. PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014. Estabelece procedimentos quanto às regras concernentes ao Plano de Saúde dos Servidores Municipais, PSSM, e dá outras providências. O PRESIDENTE DO INSTITUTO

Leia mais

INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL SOBRE MUDANÇAS NO PLANSERV

INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL SOBRE MUDANÇAS NO PLANSERV Universidade Estadual de Feira de Santana Autorizada pelo Decreto Federal n.º 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial n.º 874/86 de 19/12/86 INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Documentação necessária

Documentação necessária Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CAIXA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO DA AERONÁUTICA GABINETE ADMINISTRATIVO DATAS NS Nº 038G/DE/2014 10/09/2014 10/09/2014 GERAL

COMANDO DA AERONÁUTICA CAIXA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO DA AERONÁUTICA GABINETE ADMINISTRATIVO DATAS NS Nº 038G/DE/2014 10/09/2014 10/09/2014 GERAL COMANDO DA AERONÁUTICA CAIXA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO DA AERONÁUTICA GABINETE ADMINISTRATIVO DATAS EMISSÃO EFETIVAÇÃO DISTRIBUIÇÃO NS Nº 038G/DE/2014 10/09/2014 10/09/2014 GERAL ASSUNTO ANEXOS 1 DISPOSIÇÕES

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS PENSÃO ALIMENTÍCIA

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS PENSÃO ALIMENTÍCIA PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS PENSÃO ALIMENTÍCIA 1 CONCEITO Pensão alimentícia é a importância em pecúnia que o servidor é obrigado a pagar aos seus dependentes ou parentes, em decorrência

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/2015 SEMED (Prazo: 30 dias) Processo Seletivo para a concessão de licença para qualificação profissional

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010.

INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010. AUDITORIA GERAL DO ESTADO ATOS DO AUDITOR-GERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010. Estabelece normas de organização e apresentação das prestações de contas de convênios que impliquem

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes 1) Quem passará a receber por meio de conta no BRADESCO e quem deverá providenciar a sua formalização? a. Magistrados, bem como, seus pensionistas e cotistas b. Serventuários ativos

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. Dispõe sobre a concessão de bolsa de estudo para curso de língua estrangeira no âmbito do Tribunal Superior

Leia mais

EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO

EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO A REITORA DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e considerando o que dispõe a alínea

Leia mais

CIRCULAR Nº 1.539. 2. Em anexo, encontram-se as folhas necessárias à atualização do Regulamento, contemplando:

CIRCULAR Nº 1.539. 2. Em anexo, encontram-se as folhas necessárias à atualização do Regulamento, contemplando: 1 CIRCULAR Nº 1.539 Documento normativo revogado pela Circular 2393, de 22/12/1993. Regulamento do Mercado de Câmbio de Taxas Administradas - Viagens Internacionais - Atualização n 1. Levamos ao conhecimento

Leia mais