O USO DE AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO E APRENDIZAGEM PARA O ESTUDO DA MATEMÁTICA: O Portal Educacional e o Projeto Aprendendo por Tabelas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O USO DE AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO E APRENDIZAGEM PARA O ESTUDO DA MATEMÁTICA: O Portal Educacional e o Projeto Aprendendo por Tabelas"

Transcrição

1 O USO DE AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO E APRENDIZAGEM PARA O ESTUDO DA MATEMÁTICA: O Portal Educacional e o Projeto Aprendendo por Tabelas Eunice Medeiros Gonçalves (autora) Colégio Visão Professora Olga Cristina Teixeira Lira (orientadora) UFPE - Mestranda em Educação FAFIRE Especialista Informática Educacional INTRODUÇÃO A Informática está cada vez mais presente no cotidiano de nossas crianças que chegam à escola com conhecimentos, idéias e intuições construídas através das experiências que vivenciam com os jogos eletrônicos em seu grupo sociocultural. Com o avanço das TICs - Tecnologias da Informação e Comunicação - e a internet, surgem ambientes virtuais de aprendizagem que segundo Kenski (2007, p.94) podem existir paralelamente aos ambientes vivenciais concretos. Observa-se que o uso dos computadores na escola exige uma nova postura do professor na sua relação com os alunos, uma vez que o uso das TICs na educação desloca a ênfase da atuação docente, o professor deixa de ser um (re)transmissor do saber e, não só precisa, como deve, estar aberto a novas aprendizagens. Desse modo, os ambientes virtuais oferecem, cada vez mais, opções ao professor para trabalhar os conteúdos didáticos, mas não dispensam a atuação docente mediando os conhecimentos anteriores dos alunos, a sua motivação para aprender, os objetivos definidos para a disciplina e a interação de todos esses elementos com as tecnologias que, nesses espaços, podem contribuir com a qualidade da educação. A experiência aqui descrita se refere ao uso de um ambiente virtual de ensino e aprendizagem de conteúdos da Matemática, proporcionando ao aluno, nas séries iniciais do Ensino Fundamental, uma motivação maior na leitura e construção de tabelas e gráficos numa visão interdisciplinar, com aprendizagens sócio-culturais, a partir, do projeto colaborativo Aprendendo por Tabelas, oferecido pelo Portal Educacional e vivenciado pelos alunos da 3ª série do Ensino Fundamental do Colégio Visão, no ano de 2007.

2 REFERENCIAL TEÓRICO Na prática docente, o professor deve cada vez mais explorar os recursos disponíveis que possam servir de suporte pedagógico em sua tarefa de ensinar e socializar os alunos, bem como, acompanhar as mudanças contemporâneas advindas do uso das diferentes tecnologias e redes que transformaram as relações com o saber. Nesse sentido, Kenski (2007, p.47) afirma: As pessoas precisam atualizar seus conhecimentos e competências periodicamente, para que possam manter qualidade em seu desempenho profissional. Assim, na elaboração das aulas que contarão com o suporte computacional, o professor precisa de um mínimo de conhecimento desses suportes para tornar-se um usuário consciente das possibilidades e limitações do uso de ambientes virtuais de ensino e aprendizagem no seu papel docente e assim estabelecer o nível de aprofundamento dos conteúdos a serem trabalhados, respeitando o conhecimento prévio dos alunos e oportunizando a expansão destes conhecimentos dentro dos objetivos definidos. Portanto, um passo importante para o professor na tomada de decisão pelo recurso oferecido por tais ambientes é a identificação dos objetivos que pretende alcançar. Segundo Tajra, (2005, p.48). o importante, ao utilizar um dos recursos tecnológicos à disposição das práticas pedagógicas, é questionar o objetivo que se quer atingir, avaliando sempre as virtudes e limitações de tais recursos. METODOLOGIA Para desenvolver esse trabalho, o primeiro momento foi analisar os projetos colaborativos oferecidos pelo Portal Educacional. Em parceria com a orientadora de Informática, optou-se pelo projeto Aprendendo por Tabelas para o ensino e aprendizagem de tabelas e gráficos. Em seguida, os objetivos e a proposta do trabalho foram apresentados ao grupo-classe, no qual foram feitas discussões acerca da utilização do computador conectado à internet com o uso do Portal Educacional, a interação entre o recurso oferecido e o conteúdo matemático como objeto da pesquisa, instigando o interesse dos alunos. Nessa ocasião, foi solicitado aos alunos que, em duplas, pesquisassem em jornais e revistas diferentes tipos de tabelas e gráficos para leitura e análise e posterior discussão no grupo-classe. Após essa esperada discussão sobre o material pesquisado, foi agendado um horário para uso do laboratório de Informática onde o grupo-classe respondeu, individualmente, a uma pesquisa nacional online, com vinte perguntas, compondo um questionário sócio-cultural.

3 Em encontro seguinte, no Laboratório de Informática, os alunos acessaram o projeto e puderam constatar, em forma de um gráfico de coluna, o número de alunos, da turma, que havia respondido à pesquisa nacional on-line e o número de alunos que não havia respondido. A próxima etapa, também no Laboratório de Informática, foi verificar qual dos fragmentos da pesquisa, isto é, qual pergunta, caberia à turma construir um gráfico com os dados obtidos das respostas de todas as turmas participantes nos diversos estados brasileiros. Com esse resultado, na sala de aula, foi construído um gráfico, tridimensional, utilizando material de sucata escolhido pelos alunos. O gráfico foi fotografado e, encaminhado através do Portal Educacional, para que outra turma de outra escola participante do mesmo projeto fizesse a leitura e interpretação. Ao mesmo tempo a turma participante deste trabalho, também recebeu uma fotografia do gráfico produzido por outra turma de outra escola, em outro estado, para que fizesse, também, a leitura e interpretação. Aconteceu uma verdadeira ciranda de gráficos, formando-se turmas parceiras. É importante ressaltar que, a escolha das turmas parceiras, foi realizada pela própria equipe do Portal Educacional. Cada turma participante, analisou o gráfico recebido, enviando, em seguida, um comentário sobre as conclusões do grupo a partir das informações contidas no mesmo. Cada dupla, oralmente, expôs a sua análise e compreensão das informações. Nesse mesmo momento, foi construído um texto coletivo com a fala dos alunos e esse texto foi enviado para a turma parceira. Na etapa seguinte, todas as turmas participantes do projeto do Aprendendo por Tabelas, escolheram na sala de aula um aspecto da escola, bairro, cidade ou estado para estudo, realizando a coleta dos dados para obtenção das informações desejadas, através de entrevista com pessoas do ambiente em estudo. Os resultados foram apresentados em uma tabela e em um gráfico tridimensional, fotografado e enviado para a escola parceira através do Portal Educacional. Posteriormente, no Laboratório de Informática, aconteceu uma nova ciranda como os novos gráficos e, procedendo como anteriormente, o gráfico recebido foi analisado e, redigido um comentário sobre as informações apresentadas. Nesta etapa, foi interessante perceber a importância desta troca, pois aspectos de outros regiões puderam ser conhecidos. Durante a realização do projeto, os alunos também puderam realizar atividades de construção de gráficos utilizando as ferramentas disponibilizadas pelo Portal Educacional.

4 RESULTADOS A análise dos projetos colaborativos oferecidos pelo Portal Educacional em parceria com a orientadora de Informática foi significante para a escolha do projeto Aprendendo por Tabelas, de acordo com os objetivos pretendidos para o processo de ensino e aprendizagem do conteúdo de Matemática sobre a leitura e construção de tabelas e gráficos, definido para a 3ª série do Ensino Fundamental. Assim como foi significante, a apresentação da proposta e dos objetivos para instigar o interesse e a motivação dos alunos em todas as etapas do projeto. A pesquisa de diferentes tipos de gráficos e tabelas em jornais e revistas foi relevante para o estudo sobre os elementos que devem fazer parte da construção e apresentação desses textos e ainda quais são os portadores desses textos, onde eles são encontrados e qual a sua função social. O comprometimento de todos os alunos em coletar material de sucata para a construção dos gráficos; as discussões sobre os tipos de gráficos que seriam adequados para a representação das informações encontradas nas tabelas; as análises dos gráficos recebidos de outras escolas; as palavras e expressões a serem utilizadas nos comentários sobre os elementos presentes ou ausentes nos gráficos que facilitaram ou dificultaram a compreensão das informações; as reflexões sobre as causas e as conseqüências de determinadas informações; o respeito à opinião do outro dentro das discussões sobre a interpretação dos gráficos e também para a escolha e decisão do elemento a ser explorado quer na escola, no bairro, na cidade ou no estado; a compreensão dos termos dimensão, bidimensional e tridimensional, foram objetivos pretendidos e alcançados para o ensino do conteúdo didático de Matemática com aprendizagens sócio-culturais em ambiente virtual. CONSIDERAÇÕES FINAIS Percebeu-se que algumas crianças não realizaram a pesquisa em jornais e revistas sobre diferentes tipos de gráficos e tabelas para apresentar ao grupo classe, mas trouxeram impressos, e ao serem questionadas sobre quais informações eram encontradas nos gráficos, disseram que não sabiam e que tinham retirado da internet. Por isso, não é correto esperar que o computador por si só facilite o processo de ensino e aprendizagem. O trabalho em ambiente virtual não dispensa a atuação docente para mediar os conhecimentos anteriores dos alunos, a sua motivação para aprender, e os objetivos definidos para a disciplina. Todos os alunos realizaram as atividades no laboratório com interesse e ao finalizar cada etapa reinvidicavam o direito de escolher outras atividades. Ficou bastante evidente que elas realizavam as atividades conscientes de que eram deveres a serem cumpridos, e isso lhes

5 garantiria o direito de escolher. Portanto, a oportunidade do aluno se manifestar sobre o tema de seu interesse é muito importante. Ele se sente valorizado. O tempo pedagógico definido pela equipe do Portal Educacional para a execução das atividades, sem respeitar o tempo pedagógico de cada criança, a escolha das perguntas a serem encaminhadas para as escolas, sem a participação dos alunos e professores, assim como a escolha da escola parceira, representam as limitações do trabalho com projetos colaborativos em ambiente virtual. Entretanto, o trabalho pedagógico com o Portal Educacional como ambiente virtual de ensino e de aprendizagem apresentou virtudes na medida em que oportunizou aos alunos aprendizagens sócio-culturais, a compreensão de elementos necessários para a construção de tabelas e gráficos, os diferentes tipos de gráficos e tabelas, o trabalho compartilhado e, o respeito à opinião do outro. Ainda sobre as limitações para o trabalho nesses tipos de ambientes, acredita-se que sejam desafios individuais e coletivos que as novas tecnologias ainda, durante um bom tempo, vão continuar as nos trazer. REFERÊNCIAS EDUCACIONAL, Portal. Projeto Aprendendo Por Tabelas. Copyright Portal Educacional Disponível em < Acesso em Jul KENSKI,V.M. Educação e tecnologias: O novo ritmo da informação.2ª ed.campinas,são Paulo:Papirus, 2007,p PONTE,J.P. Tecnologias de informação e comunicação na formação de professores:que desafios? Disponível m em 27/12/2007. TAJRA,S.F. Informática na Educação: Novas ferramentas pedagógicas para o professor.6ªed.são Paulo:Editora Érica, 2005,184 p.

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA Carla de Araújo Universidade Estadual da Paraíba tapcarla@gmail.com Profª. Dra. Abigail Fregni Lins Universidade Estadual

Leia mais

Amplie as fontes de pesquisas Aprenda com recursos interativos e linguagens diferenciadas Interaja com colegas e professores...

Amplie as fontes de pesquisas Aprenda com recursos interativos e linguagens diferenciadas Interaja com colegas e professores... ÍNDICE Apresentação... 3 Aprofunde os conteúdos vistos em sala de aula... 4 Amplie as fontes de pesquisas... 4 Aprenda com recursos interativos e linguagens diferenciadas... 4 Estude com autonomia... 5

Leia mais

O uso das TICs e novos modos de aprender: o caso do curso ProgramAÍ do Centro Juvenil de Ciência e Cultura

O uso das TICs e novos modos de aprender: o caso do curso ProgramAÍ do Centro Juvenil de Ciência e Cultura O uso das TICs e novos modos de aprender: o caso do curso ProgramAÍ do Centro Juvenil de Ciência e Cultura Elmara Souza Lucas Ferreira Roberto Costa Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

Caderno de apoio Alunos e Pais

Caderno de apoio Alunos e Pais Caderno de apoio Alunos e Pais ÍNDICE Apresentação... 3 Aprofunde os conteúdos vistos em sala de aula... 4 Amplie as fontes de pesquisas... 4 Aprenda com recursos interativos e linguagens diferenciadas...

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS i. e x e FACULDADE ESTADUAL DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CURSO: MATEMÁTICA DISCIPLINA: INFORMÁTICA APLICADA À EDUCAÇÃO SÉRIE: 4ª CARGA HORÁRIA: 72 HORAS PROFESSOR: Maria Ivete

Leia mais

OBJETOS DE APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO PNLD 2014 PARA OS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

OBJETOS DE APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO PNLD 2014 PARA OS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL OBJETOS DE APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO PNLD 2014 PARA OS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Cristiane Straioto Diniz Universidade Federal do Paraná criss@seed.or.gov.br Marco Aurélio Kalinke Universidade

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município:SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA A APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS ATRAVÉS DO USO DAS TIC NA INTRODUÇÃO DO ESTUDO DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU ÁDISSON ALVES PEREIRA JOSIRENE MARIA REUTERS FISCHER DE CAMARGO E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

Leia mais

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Prezado(a) diretor(a) e coordenador(a), São Paulo, janeiro de 2017. Comunicamos que, em 2017, o Sistema Mackenzie de Ensino disponibilizará às escolas parceiras os materiais didáticos que servirão de apoio

Leia mais

A Informática na Educação Infantil

A Informática na Educação Infantil A Informática na Educação Infantil Apresentação A informática na educação se apresenta como uma inovação nas metodologias educacionais, fazendo uso da tecnologia no ambiente das escolas e trazendo o universo

Leia mais

PLANO DE AÇÃO do CEPIC PARA ASSESSORIA NAS ESCOLAS DA RME

PLANO DE AÇÃO do CEPIC PARA ASSESSORIA NAS ESCOLAS DA RME PLANO DE AÇÃO do CEPIC PARA ASSESSORIA NAS ESCOLAS DA RME (...) a informática na educação (hoje) é um novo domínio da ciência que em seu próprio conceito traz embutida a idéia de pluralidade, de inter-relação

Leia mais

ELEMENTOS ARTÍSTICOS COMO ESTRATÉGIA DE SALA DE AULA PARA A INOVAÇÃO DO USO DO LAPTOP EDUCACIONAL NO CONTEXTO ESCOLAR

ELEMENTOS ARTÍSTICOS COMO ESTRATÉGIA DE SALA DE AULA PARA A INOVAÇÃO DO USO DO LAPTOP EDUCACIONAL NO CONTEXTO ESCOLAR ELEMENTOS ARTÍSTICOS COMO ESTRATÉGIA DE SALA DE AULA PARA A INOVAÇÃO DO USO DO LAPTOP EDUCACIONAL NO CONTEXTO ESCOLAR 09/2011 Novas Tecnologias em Educação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Leia mais

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM Livia Ferreira Vidal Mestre em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda Docente/Coordenadora do Curso de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA PARA UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: UMA PROPOSTA DIDÁTICO-METODOLÓGICA VOLTADA PARA O BASQUETEBOL RESUMO

A IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA PARA UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: UMA PROPOSTA DIDÁTICO-METODOLÓGICA VOLTADA PARA O BASQUETEBOL RESUMO A IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA PARA UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: UMA PROPOSTA DIDÁTICO-METODOLÓGICA VOLTADA PARA O BASQUETEBOL Acadêmica: Dara Claudia de Oliveira Ferrasso Professoras Orientadoras:

Leia mais

CONSTRUÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM JOGO DIDÁTICO PARA TRABALHAR O CONTEÚDO DE TABELA PERIÓDICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

CONSTRUÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM JOGO DIDÁTICO PARA TRABALHAR O CONTEÚDO DE TABELA PERIÓDICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO CONSTRUÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM JOGO DIDÁTICO PARA TRABALHAR O CONTEÚDO DE TABELA PERIÓDICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO ¹ Salielma Daliane de Azevedo Dantas; Maria Josielma de Queiroz Silva; Alex dos Santos

Leia mais

Arquiteturas Pedagógicas para Educação a Distância. Maira Bernardi e Kellen A. da Silva 1

Arquiteturas Pedagógicas para Educação a Distância. Maira Bernardi e Kellen A. da Silva 1 Arquiteturas Pedagógicas para Educação a Distância Maira Bernardi e Kellen A. da Silva 1 Introdução Esta pesquisa apresenta a aplicação e validação de um objeto de aprendizagem (OA) chamado ARQUEAD 2,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE ACD/CHEMSKETCH NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PONTE ENTRE A INFORMÁTICA E A QUÍMICA NO ESTUDO DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE ACD/CHEMSKETCH NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PONTE ENTRE A INFORMÁTICA E A QUÍMICA NO ESTUDO DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE ACD/CHEMSKETCH NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PONTE ENTRE A INFORMÁTICA E A QUÍMICA NO ESTUDO DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS Paulo Roberto Alves 1 ; Juliana de Sá Menezes 2 ; Karoline Santos

Leia mais

NTICS NA EDUCAÇÃO: CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES PARA UTILIZAÇÃO DO LINUX EDUCACIONAL NA REDE PÚBLICA DE ENSINO

NTICS NA EDUCAÇÃO: CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES PARA UTILIZAÇÃO DO LINUX EDUCACIONAL NA REDE PÚBLICA DE ENSINO NTICS NA EDUCAÇÃO: CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES PARA UTILIZAÇÃO DO LINUX EDUCACIONAL NA REDE PÚBLICA DE ENSINO Adeilson Marques da Silva Cardoso 1, Moisés Laurence de Freitas Lima Junior 1, Jucilene de Oliveira

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS SÃO JUDAS TADEU PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADES INTEGRADAS SÃO JUDAS TADEU PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADES INTEGRADAS SÃO JUDAS TADEU PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Curso de Pedagogia Linha de Pesquisa: Educação a Distância Professora Proponente: Daiane Grassi - daiane@saojudastadeu.edu.br. 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

O USO DO GEOGEBRA COMO INTRODUÇÃO NO ENSINO DE CIRCUNFERÊNCIAS. Virgínia Moreira de Freitas¹ Orientador (a): Liliane Martinez Antonow²

O USO DO GEOGEBRA COMO INTRODUÇÃO NO ENSINO DE CIRCUNFERÊNCIAS. Virgínia Moreira de Freitas¹ Orientador (a): Liliane Martinez Antonow² O USO DO GEOGEBRA COMO INTRODUÇÃO NO ENSINO DE CIRCUNFERÊNCIAS Virgínia Moreira de Freitas¹ Orientador (a): Liliane Martinez Antonow² 1 Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de

Leia mais

CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL

CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Tatiana Schmitz UNISINOS e-mail@sinos.net Ana Paula de Quadros UNISINOS anapauladequadros@gmail.com

Leia mais

Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII

Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII Professor(es) Apresentador(es): Arlete Ajudarte Realização: Foco do Projeto A Sala de Leitura do Programa Ensino Integral deve ter, como principal foco,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO RECURSO PEDAGÓGICO: EXPLORANDO LITERATURA INFANTIL NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO RECURSO PEDAGÓGICO: EXPLORANDO LITERATURA INFANTIL NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO RECURSO PEDAGÓGICO: EXPLORANDO LITERATURA INFANTIL NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA Jacicleide Rodrigues de Sousa¹; Rodolfo Moreira Cabral² 1 Universidade Estadual da Paraíba/Campus

Leia mais

O ENSINO POR COMPETÊNCIAS NA ÁREA DA ENFERMAGEM: QUE PRÁTICAS, QUE SABERES, QUE COMPETÊNCIAS, QUE MUDANÇAS?

O ENSINO POR COMPETÊNCIAS NA ÁREA DA ENFERMAGEM: QUE PRÁTICAS, QUE SABERES, QUE COMPETÊNCIAS, QUE MUDANÇAS? O ENSINO POR COMPETÊNCIAS NA ÁREA DA ENFERMAGEM: QUE PRÁTICAS, QUE SABERES, QUE COMPETÊNCIAS, QUE MUDANÇAS? Marcos Antonio Ferreira Júnior 1 Josefa Aparecida Gonçalves Grígoli 2 O ensino profissionalizante

Leia mais

PIBID DE MATEMÁTICA EM ARRAIAS (TO) UMA EXPERIÊNCIA DIFERENTE

PIBID DE MATEMÁTICA EM ARRAIAS (TO) UMA EXPERIÊNCIA DIFERENTE PIBID DE MATEMÁTICA EM ARRAIAS (TO) UMA EXPERIÊNCIA DIFERENTE Aricléia Damasceno Rodrigues aricleia2009@uft.edu.br Luciana Tavares de Sousa LUADAIL@uft.edu.br Kaled Sulaiman Khidir kaled@uft.edu.br Severino

Leia mais

Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil

Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil ICT Education Research and challenges for the use of technology in elementary and secondary

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA PRODUTO DA DISSERTAÇÃO PROPOSTA DE ENSINO DE ESTATÍSTICA EM UMATURMA DE NONO ANO DO ENSINO

Leia mais

AVALIAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM: UM EXPERIMENTO PRÁTICO COM PROFESSORES DE MATEMÁTICA

AVALIAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM: UM EXPERIMENTO PRÁTICO COM PROFESSORES DE MATEMÁTICA AVALIAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM: UM EXPERIMENTO PRÁTICO COM PROFESSORES DE MATEMÁTICA Maria Celimar da Silva Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (FACAPE) mcelimars@gmail.com Vânia

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Pará, Servidora Pública do Estado:

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Pará,   Servidora Pública do Estado: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DE PROFESSORES E ALUNOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS NO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM. Pabllo Antonny Silva dos Santos; Maria Cristina Quaresma e Silva; Vanessa

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

Educação e Pesquisa Universidade de São Paulo ISSN: BRASIL

Educação e Pesquisa Universidade de São Paulo ISSN: BRASIL Educação e Pesquisa Universidade de São Paulo revedu@edu.usp.br ISSN: 1517-9702 BRASIL 2003 Vani Moreira Kenski APRESENTAÇÃO Educação e Pesquisa, julio-diciembre, año/vol. 29, número 002 Universidade de

Leia mais

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 1. Palavras-chave: Jogos Matemáticos, Raciocínio Lógico, Resolução de

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 1. Palavras-chave: Jogos Matemáticos, Raciocínio Lógico, Resolução de TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 1 ASSUNÇÃO, Ricardo Gomes 2 Problemas. Palavras-chave: Jogos Matemáticos, Raciocínio Lógico, Resolução de Introdução O Torneio de Jogos Matemáticos (TJM) é um projeto de extensão

Leia mais

Palavras-chave: Formação profissional; Educação matemática; Experiência profissional; Realidade escolar.

Palavras-chave: Formação profissional; Educação matemática; Experiência profissional; Realidade escolar. OFICINAS PEDAGÓGICAS DESENVOLVIDAS NA ESCOLA E. E. MARIO QUINTANA Sandra Mara Marasini 1 Caroline Saúgo 2 Tauana Bianchetti 3 Vanessa Panhossatt 4 Resumo: Este artigo tem por objetivo apresentar algumas

Leia mais

Metodologia Científica. Construindo Saberes

Metodologia Científica. Construindo Saberes Metodologia Científica Construindo Saberes Trabalho com Projetos A pesquisa promove saberes Estímulo ao desenvolvimento da ciência Construção e busca por novos conhecimentos Buscar novos horizontes Desenvolvimento

Leia mais

PROPOSTAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROPOSTAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROPOSTAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLUME NÚMERO 2016 ISSN 0000-0000 FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS: SEQUÊNCIAS DO ENSINO INVESTIGATIVAS UTILIZANDO A PLATAFORMA

Leia mais

O processo de criação de um Centro de Educação a Distância. Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP

O processo de criação de um Centro de Educação a Distância. Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP O processo de criação de um Centro de Educação a Distância Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP Planejamento Integrado Gestão de mudança Suporte às Atividades Fim Instituição Vontade

Leia mais

http://portaldoprofessor.mec.gov.br http://twitter.com/portalprofessor Implantação de ambientes tecnológicos nas escolas Distribuição de conteúdos educativos, soluções e sistemas de informação Formação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: PEDAGOGIA Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Histórico da informática, situação atual e

Leia mais

Desenvolvendo o Pensamento Matemático em Diversos Espaços Educativos

Desenvolvendo o Pensamento Matemático em Diversos Espaços Educativos DINAMIZANDO O ENSINO DA ESTATÍSTICA ATRAVÉS DE SOFTWARES E COLETAS DE DADOS NA ESCOLA GT3 - Educação Estatística (EE) Fabíola da Cruz MARTINS 1 fabiolaa--@hotmail.com Francilene Almeida SOUSA 2 francy.1511@hotmail.com

Leia mais

Relatório Final de Avaliação. Ação n.º 28/2010

Relatório Final de Avaliação. Ação n.º 28/2010 Centro de Formação de Escolas dos Concelhos de Benavente, Coruche e Salvaterra de Magos Relatório Final de Avaliação Ação n.º 28/2010 Competências Digitais (Nível 1) Curso C Agrupamento de Escolas Duarte

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS NÚCLEO DE AVALIAÇÃO DA UNIDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS NÚCLEO DE AVALIAÇÃO DA UNIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS NÚCLEO DE AVALIAÇÃO DA UNIDADE RELATÓRIO DA ANÁLISE DOS DADOS DA AVALIAÇÃO DO SEMESTRE 2014/2 DA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS:

Leia mais

Aula 6 Livro físico.

Aula 6 Livro físico. Conteúdos da aula 1. Material didático 2. Formatos 3. 2 1. Material didático Nessa aula, teremos como foco a apresentação do material didático da etb Material didático pode ser definido amplamente como

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA Brasília - 2016 1 Sumário 1. Acesso à plataforma 04 2. Cadastramento nas disciplinas 04 3. Edição do perfil 05 4. Envio de mensagens

Leia mais

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 19 de Junho de 2012

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 19 de Junho de 2012 Pesquisa TIC Educação 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil São Paulo, 19 de Junho de 2012 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br

Leia mais

Aluno(a): / / Cidade Polo: CPF: Curso: 1ª AVALIAÇÃO ONLINE METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO

Aluno(a): / / Cidade Polo:   CPF: Curso: 1ª AVALIAÇÃO ONLINE METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO Aluno(a): / / Cidade Polo: E-mail: CPF: Curso: 1ª AVALIAÇÃO ONLINE METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO Preencha o GABARITO: 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 Observação: Nesta atividade há 10 (dez) questões

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Componente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS.

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS. PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS Formadores: Ana Elisa Raimann Franke Gislaine Barreto Glaeser Jorge da Silva Brandão

Leia mais

ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014.

ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014. ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014. Prefeitura de Erechim Prefeito Paulo Alfredo Polis Vice-Prefeita Ana Lúcia de Oliveira

Leia mais

TECNOLOGIAS NO ENSINO DE MATEMÁTICA

TECNOLOGIAS NO ENSINO DE MATEMÁTICA TECNOLOGIAS NO ENSINO DE MATEMÁTICA Profª. Andréa Cardoso MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Unidade II: Ferramentas computacionais AMBIENTES DE APRENDIZAGEM BASEADOS EM COMPUTADOR 07/04/2015 2 Apropriação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017 Disciplina: Matemática Nível: Ensino Fundamental Série: 2º Ano

Leia mais

ESTUDO DA ÁREA DOS POLÍGONOS UTILIZANDO MATERIAIS CONCRETOS E TECNOLOGIAS 1 STUDY OF THE POLYGONES AREA USING CONCRETE MATERIALS AND TECHNOLOGIES

ESTUDO DA ÁREA DOS POLÍGONOS UTILIZANDO MATERIAIS CONCRETOS E TECNOLOGIAS 1 STUDY OF THE POLYGONES AREA USING CONCRETE MATERIALS AND TECHNOLOGIES ESTUDO DA ÁREA DOS POLÍGONOS UTILIZANDO MATERIAIS CONCRETOS E TECNOLOGIAS 1 STUDY OF THE POLYGONES AREA USING CONCRETE MATERIALS AND TECHNOLOGIES Fabiana Patricia Luft 2, Milena Carla Seimetz 3, Lucilaine

Leia mais

O FÓRUM ON-LINE E A INTERAÇÃO EM UM CURSO A DISTÂNCIA

O FÓRUM ON-LINE E A INTERAÇÃO EM UM CURSO A DISTÂNCIA O FÓRUM ON-LINE E A INTERAÇÃO EM UM CURSO A DISTÂNCIA Erlinda Martins Batista Shirley Takeco Gobara UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL - UFMS I CICLO DE PALESTRAS NOVAS TECNOLOGIAS NA OBJETIVO

Leia mais

NA EDUCAÇÃO INFANTIL, A TAREFA DE ENSINAR É MUITO SÉRIA. entusiasmo pela

NA EDUCAÇÃO INFANTIL, A TAREFA DE ENSINAR É MUITO SÉRIA. entusiasmo pela NA EDUCAÇÃO INFANTIL, A TAREFA DE ENSINAR É MUITO SÉRIA. desco entusiasmo pela berta só o é anglo. ENSINAR É UMA TAREFA MUITO SÉRIA. MAS ISSO NÃO QUER DIZER QUE NÃO POSSA VIR ACOMPANHADA DE AFETO E DE

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Maria Giselly Jorge de Matos 1 ; Patrícia Mariana Vasco de Góz²; Gerllane Jorge de Matos³; Ricardo

Leia mais

PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO

PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO Cristina Angélica Aquino de Carvalho Mascaro (FAETEC / UERJ) Annie Gomes

Leia mais

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA Silvia Ferreto da Silva Moresco Patricia Alejandra Behar UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE TECNOLOGIA APLICADA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL ANDRÉIA TAIZA SANDRI MACHADO JUSTINA INÊS MARCHESI

Leia mais

Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB. 23/03/ h30 17h30

Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB. 23/03/ h30 17h30 Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB 23/03/2015 15h30 17h30 Roteiro 1. Apresentação: Projeto Aventuras Currículo+ 2. Apresentação: diretrizes

Leia mais

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas.

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas. AVALIAÇÃO POR COMPETÊNCIA: TEORIA E PRÁTICA NO CONTEXTO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Camilla da Rosa Leandro (Bolsista PUIC) 1 Diva Marília Flemming (Profa. Orientadora) 2 INTRODUÇÃO Na Educação é frequente,

Leia mais

Palavras-chave: Laboratório de Matemática; Pibid; Práticas Pedagógicas.

Palavras-chave: Laboratório de Matemática; Pibid; Práticas Pedagógicas. na Contemporaneidade: desafios e possibilidades INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NO LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA: PLANEJAMENTO, REALIZAÇÃO E REFLEXÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE MATEMÁTICA DE ENSINO MÉDIO Jéssica

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE MATEMÁTICA FUNDAÇÃO CECIERJ - SEEDUC Matemática 2º ano 3º bimestre/2013 Tutora: Andréa Silva de Lima Grupo: 1

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE MATEMÁTICA FUNDAÇÃO CECIERJ - SEEDUC Matemática 2º ano 3º bimestre/2013 Tutora: Andréa Silva de Lima Grupo: 1 FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE MATEMÁTICA FUNDAÇÃO CECIERJ - SEEDUC Matemática 2º ano 3º bimestre/2013 Tutora: Andréa Silva de Lima Grupo: 1 PLANO DE TRABALHO SOBRE MATRIZES E DETERMINANTES Aluna:

Leia mais

RELATOS DE EXPERIÊNCIA: UMA ANÁLISE DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES-PNAIC

RELATOS DE EXPERIÊNCIA: UMA ANÁLISE DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES-PNAIC RELATOS DE EXPERIÊNCIA: UMA ANÁLISE DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES-PNAIC Juscinária Tavares da Silva Universidade Estadual de Roraima- UERR RESUMO O presente trabalho trata-se de um relato de experiência

Leia mais

3 Metodologia Tipo de Pesquisa

3 Metodologia Tipo de Pesquisa 3 Metodologia 3.1. Tipo de Pesquisa Para a classificação desta pesquisa foi adotada a taxonomia proposta por Vergara (2000). Segundo esta classificação, as pesquisas podem ser classificadas quanto aos

Leia mais

A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM

A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM Sávia Cristina Vidal saviavidal@yahoo.com.br Orientadora:

Leia mais

ANÁLISE DE UMA FORMAÇÃO DE PROFESSORES À LUZ DA SEQUÊNCIA FEDATHI: O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DA MATEMÁTICA

ANÁLISE DE UMA FORMAÇÃO DE PROFESSORES À LUZ DA SEQUÊNCIA FEDATHI: O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DA MATEMÁTICA ANÁLISE DE UMA FORMAÇÃO DE PROFESSORES À LUZ DA SEQUÊNCIA FEDATHI: O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DA MATEMÁTICA Ana Paula Rodrigues Alves Santos, Colégio Antares Daniel Brandão Menezes, Universidade

Leia mais

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Centro Universitário Leonardo Da Vinci NEAD Núcleo de Ensino a Distância Everton Leite A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA BLUMENAU 2009 EVERTON LEITE A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Projeto apresentado

Leia mais

Concurso Público Osasco PEB I SLIDES Prof. Amarildo Vieira

Concurso Público Osasco PEB I SLIDES Prof. Amarildo Vieira Concurso Público Osasco PEB I - 2017 SLIDES Prof. Amarildo Vieira PEDAGOGO UNIb ESPECIALIZAÇÃO EM DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR PUC/SP BACHARELANDO EM DIREITO Uninove DIRETOR DE ESCOLA PMSP/SP PROFESSOR

Leia mais

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA Lorena Bárbara da R. Ribeiro [UNEB] Mary Valda Souza Sales [UNEB] Tarsis de Carvalho Santos [UNEB] O processo educativo cada

Leia mais

BLOG SOBRE ROBÓTICA EDUCACIONAL

BLOG SOBRE ROBÓTICA EDUCACIONAL UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS PRODUTO EDUCACIONAL BLOG SOBRE ROBÓTICA EDUCACIONAL

Leia mais

Elaboração de questionários em turmas de ensino coletivo de violão para crianças de 07 a 09 anos de vida

Elaboração de questionários em turmas de ensino coletivo de violão para crianças de 07 a 09 anos de vida Elaboração de questionários em turmas de ensino coletivo de violão para crianças de 07 a 09 anos de vida Mabel Macêdo 1 Universidade Federal da Bahia mabel.macedo@gmail.com Otávio Jorge Fidalgo 2 Universidade

Leia mais

Disponibilizando aulas presenciais de inglês e espanhol, a In Orbit vem ganhando a confiança de grandes empresas e, mais do que isso, impulsionando

Disponibilizando aulas presenciais de inglês e espanhol, a In Orbit vem ganhando a confiança de grandes empresas e, mais do que isso, impulsionando GESTÃO EM IDIOMAS GESTÃO DE IDIOMAS A In Orbit nasceu da ideia de oferecer um ensino de idiomas atencioso e comprometido às empresas. A premissa de trabalho da empresa, desde os primórdios, é não somente

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Sociologia Série: 2º Eixo Tecnológico:

Leia mais

Memorial Descritivo do Projeto

Memorial Descritivo do Projeto Memorial Descritivo do Projeto Nome Categoria: Nome Subcategoria: INSERIR NOME DO PROJETO Coloque aqui o nome do Primeiro AUTOR Nome da Escola (SENAI) email@email.com.br Coloque aqui o nome do co-autores

Leia mais

CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1

CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1 CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1 Renata Cleiton Piacesi Corrêa 2 ; Vitoria Cardoso Batista 3 INTRODUÇÃO O ensinar e aprender a matemática nas salas de aula da

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014 Anexo 2 Atribuições dos Cargos AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Acompanhar, auxiliar e orientar os alunos nas Atividades de Vida

Leia mais

Professora Orientadora do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias. 4

Professora Orientadora do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias.   4 DESENVOLVIMENTO DE OBJETO DE APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA VOLTADO PARA ESCOLAS DA REDE PÚBLICA UTILIZANDO SOFTWARE ADOBE FLASH PROFESSIONAL CC: UM OBJETO PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA 1 Diogo Rafael Silva

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II PROPOSTA DE TRABALHO DE GEOGRAFIA_1ª CERTIFICAÇÃO 2016 1 O ANO DO ENSINO MÉDIO PROFESSOR: MÁRCIO FERREIRA NERY CORRÊA PROPOSTA DE ATIVIDADE NA 1ª CERTIFICAÇÃO (Valor:

Leia mais

O Conhecimento na era da Tecnologia Virtual

O Conhecimento na era da Tecnologia Virtual O Conhecimento na era da Tecnologia Virtual Introdução Cada vez mais cedo as crianças tem acesso a tecnologia. São telefones celulares, tablets e computadores que possibilitam aos pequenos adentrar no

Leia mais

O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS

O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS Catiane Mazocco Paniz 1 Maria Rosângela SilveiraRamos 2, Alcione Viero de Bastos 3, Fernanda da Costa da Silva 4, Lilian Darlete Brum

Leia mais

INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1

INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1 INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1 Tainá Gabriele Hameyer 2, Ana Caroline De Oliveira Da Silva 3, Vanessa Hamp Knebel Martins 4,

Leia mais

ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA ABORDAGEM SOBRE DROGAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS RESUMO

ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA ABORDAGEM SOBRE DROGAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS RESUMO 1 ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA ABORDAGEM SOBRE DROGAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS Rivanildo Barbosa da Silva, UFC Maria Danielle Araújo Mota, UFC Raquel Crosara Maia Leite, UFC RESUMO No ensino de Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Organizando cursos no ambiente virtual Moodle: algumas atividades essenciais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Organizando cursos no ambiente virtual Moodle: algumas atividades essenciais UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Organizando cursos no ambiente virtual Moodle: algumas atividades essenciais Material elaborado por: Nicia Cristina Rocha Riccio NEAD/STI/UFBA Introdução A organização de

Leia mais

LISTA DE TRABALHOS APROVADOS

LISTA DE TRABALHOS APROVADOS Comunicações orais LISTA DE TRABALHOS APROVADOS O USO DE PLANILHAS GOOGLE DOCS NO CURSO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO-APRENDIZAGEM LIVRE NA INTEGRAÇÃO E CONVERGÊNCIA DAS MODALIDADES

Leia mais

CALENDÁRIO - PED PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL Grupo Setembro/2012

CALENDÁRIO - PED PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL Grupo Setembro/2012 Considerações CursoID 365 - GradeID 714 Prova N1 A Prova N1 (primeira chamada) contempla o conteúdo da disciplina estudada. Você deve agendar a realização da N1 junto ao seu Agente Educacional dentro do

Leia mais

Plano de Trabalho 1: Análise de Gráficos e Tabelas

Plano de Trabalho 1: Análise de Gráficos e Tabelas Formação Continuada em Matemática Fundação CECIERJ/ Consórcio CEDERJ Matemática 9ºano 4º Bimestre/2012 Plano de Trabalho 1: Análise de Gráficos e Tabelas Tutor: Sonia Sueli da Fonseca Conceição Alves Professora:

Leia mais

MANUAL ESTUDOS DIRIGIDOS 2017/1 REVISÃO DE CONHECIMENTOS PRÉVIOS ED GRAMÁTICA PLATAFORMA AVA

MANUAL ESTUDOS DIRIGIDOS 2017/1 REVISÃO DE CONHECIMENTOS PRÉVIOS ED GRAMÁTICA PLATAFORMA AVA Saber MANUAL ESTUDOS DIRIGIDOS 2017/1 REVISÃO DE CONHECIMENTOS PRÉVIOS ED GRAMÁTICA PLATAFORMA AVA boas-vindas Seja bem-vindo aos Estudos Dirigidos (EDs). É com grande satisfação que apresentamos a você

Leia mais

Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de

Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de Licenciatura em Educação Básica - 1º Semestre O jogo é

Leia mais

Palavras-chave: Formação docente. ensino de História. metodologia. técnica de seminário.

Palavras-chave: Formação docente. ensino de História. metodologia. técnica de seminário. 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

XVIII ENDIPE Didática e Prática de Ensino no contexto político contemporâneo: cenas da Educação Brasileira

XVIII ENDIPE Didática e Prática de Ensino no contexto político contemporâneo: cenas da Educação Brasileira A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL: O CASO DAS ESCOLAS DE SAMAMBAIA - DF Simone Braz Ferreira Gontijo - IFB Susana Soares Senna IFB Tayanne Oliveira Rodrigues IFB RESUMO:

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2013

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - 2013 RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2013 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA - 2013 DA COMISSÃO A Comissão para 2013 foi reestruturada e passou a contar com novos membros, passa

Leia mais

Palavras-chave: Práticas Educativas; matemática; informática; softwares.

Palavras-chave: Práticas Educativas; matemática; informática; softwares. UMA PRÁTICA EDUCATIVA ENTRE A MATEMÁTICA E A INFORMÁTICA: CONSTRUINDO SOFTWARES MATEMÁTICOS COM A PLATAFORMA LAZARUS. Lutiele Machado Godois Instituto Federal Farroupilha- Campus São Borja lutigodois@gmail.com

Leia mais

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 Camila Jorge Pires Graduanda em Licenciatura em Ciências Naturais/Química

Leia mais

Espaços educativos no século XXI - Representações midiáticas de professores Por Talita Moretto

Espaços educativos no século XXI - Representações midiáticas de professores Por Talita Moretto Tecnologias na Aprendizagem Espaços educativos no século XXI - Representações midiáticas de professores Por Talita Moretto Eu na TV! Em um momento em que se fala de tecnologia educacional, e a influência

Leia mais

O ENSINO DA SEQÜÊNCIA DE FIBONACCI COM ANIMAÇÕES DIGITAIS.

O ENSINO DA SEQÜÊNCIA DE FIBONACCI COM ANIMAÇÕES DIGITAIS. O ENSINO DA SEQÜÊNCIA DE FIBONACCI COM ANIMAÇÕES DIGITAIS. Elvis Márcio Barbosa (FCT/Unesp); Raquel Gomes de Oliveira (FCT/UNESP). Eixo- Temático: 10 - Tecnologias de Informação e Comunicação-TIC no Processo

Leia mais

CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO

CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO GEORGIA STELLA RAMOS DO AMARAL CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO Santa Cruz do Sul 2009 Abrangência Comunidade escolar de uma determinada escola.

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE TABLETS EDUCACIONAIS: UMA EXPERIÊNCIA NO CENTRO DE ENSINO HUMBERTO DE CAMPOS-MA

A UTILIZAÇÃO DE TABLETS EDUCACIONAIS: UMA EXPERIÊNCIA NO CENTRO DE ENSINO HUMBERTO DE CAMPOS-MA A UTILIZAÇÃO DE TABLETS EDUCACIONAIS: UMA EXPERIÊNCIA NO CENTRO DE ENSINO HUMBERTO DE CAMPOS-MA Karini da Silva Pinto 1 ; Nilton Carvalho dos Santos Júnior 2 1 Mestranda em Docência e Gestão da Educação

Leia mais

BLOG DO PROJETO OU ESCOLA:

BLOG DO PROJETO OU ESCOLA: FÓRUM VIRTUAL DE INTEGRAÇÃO DOS DINAMIZADORES PROJETOS DE INFORMÁTICA EDUCATIVA DO PORTAL APRENDE BRASIL PROJETO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA DE LENÇÓIS PAULISTA-SP DINAMIZADORES REPRESENTANTES: - Laura Regina

Leia mais