Lisboa e Vale do Tejo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lisboa e Vale do Tejo"

Transcrição

1 Lisboa e Vale do Tejo A inovação e o desenvolvimento tecnológico são desígnios fundamentais da estratégia de desenvolvimento para a Região de Lisboa, que se reflectem na Estratégia Regional Lisboa 2020 e no Programa Operacional Regional/QREN, onde esta é uma das principais linhas de financiamento. No Objectivo 2 nas políticas de coesão europeia, Lisboa afirma-se como região competitiva nestas áreas e é notável a capacidade de resposta de empresas e universidades, muitas das quais têm desenvolvido tecnologias pioneiras a nível mundial e com um impacto promissor no futuro próximo. O stand de Lisboa no Portugal Tecnológico dá a conhecer o que de mais inovador têm feito as empresas sedeadas na Região em áreas tão distintas como a segurança rodoviária, a saúde ou o marketing. O stand da RLVT no Portugal Tecnológico é ele próprio exemplo das potencialidades da inovação tecnológica. Trata-se de um stand com uma arquitectura moderna que transmite sobriedade e ao mesmo tempo tem a neutralidade necessária para poder englobar as diferentes imagens que terão os seus parceiros convidados. A área é coberta por uma tenda montada no exterior do pavilhão 1 da FIL, no seu interior, o stand é formado por dois conjuntos trapezoidais de grande dimensão, que se interligam entre si, criando os espaços de penumbra onde serão projectadas em imagens os conteúdos dos parceiros convidados. Os visitantes vão deparar-se com uma parede interactiva, um conjunto de quatro projecções interactivas ao longo de uma área onde podem ter uma experiência imersiva, alterando o ambiente onde estão inseridos. O Miradouro Virtual vai permitir aos visitantes do stand interagir com uma composição de informação real e virtual. Através de uma câmara, o utilizador pode interagir com uma imagem capturada em tempo real, cujos conteúdos são alimentados com informação virtual sobre os projectos e empresas presentes no stand. A possibilidade de combinar informação real e virtual proporciona uma experiência mais rica e é a principal vantagem deste sistema. O miradouro virtual permite explorar paisagens e os seus pontos de interesse de forma interactiva e é ideal para parques naturais, locais históricos ou qualquer ponto privilegiado de exploração paisagística.

2 YDreams A YDreams é uma startup que teve origem na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (Monte de Caparica) e que hoje está presente em todo o mundo no desenvolvimento de ambientes, design e produtos interactivos. Tem vindo a redefinir o próprio conceito de interactividade explorando novos caminhos na interacção entre o mundo real e o mundo virtual. Já desenvolveu mais de 500 projectos em todo o mundo, para grandes clientes como a Vodafone, Nokia, Adidas e Grupo Santander, entre outros. A YDreams apresenta no Portugal Tecnológico duas linhas de inovação tecnológica que tem vindo a desenvolver: Realidade Aumentada É uma das tecnologias mais entusiasmantes da actualidade, permitindo combinar elementos virtuais com imagens reais em tempo real. No stand do Portugal Tecnológico 2009, os visitantes poderão atravessar uma cascata de água virtual e brincar com os efeitos que os movimentos do corpo produzem no fluxo de água. A YDreams é pioneira a nível mundial nesta área e tem vindo a trabalhar no desenvolvimento de ambientes virtuais onde os utilizadores podem interagir com elementos de inteligência artificial, uma das mais promissoras aplicações desta tecnologia que pode ser utilizada em mercados como a educação ou o entretenimento. Ynvisible Tecnologia revolucionária que vai permitir trazer interactividade a superfícies não digitais. Será possível tornar vivas as embalagens dos mais diversos produtos, criar animações em jornais ou revistas e o consumo eléctrico é muito baixo. Estarão expostas diversas imagens electrocrómicas.

3 Javali A Javali é uma empresa especializada em Sistemas Informáticos Open Source que visa encontrar soluções informáticas eficazes que possam assegurar todas as funcionalidades necessárias à gestão das empresas e organizações mas tenham também custos reduzidos. Interface Web, facilidade de extensão e evolução, capacidade de integração de forma modular e facilidade de utilização são as características comuns a todas elas. As soluções são estudadas de acordo com o tipo de organização, desde o pequeno empresário à grande instituição. As soluções informáticas da Javali são baseadas em software livre, utilizando ferramentas e plataformas Open Source, assegurando a conversão de sistemas já existentes. No Portugal Tecnológico, a Javali vai lançar o Sistema de Reservas de Gestão Online para Rent-a-Cars, um produto chave na mão, exclusivo da empresa, desenvolvido em open source/drupal. O Grupo-Alvo é o sector do aluguer automóvel, ao qual oferece um conjunto de vantagens em duas categorias: às Rent-a-Cars e aos clientes ou potenciais clientes das rent-a-cars. O sistema disponibiliza a pesquisa e a concretização de reservas online, permitindo que as organizações continuem a operar com os seus agentes de rent-a-car com quem tenham acordos hoje ou venham a ter no futuro. A empresa apresenta ainda algumas das aplicações de software de que é parceira em Portugal: Sugar CRM software de gestão de relacionamento com o cliente. Permite gerir projectos, contactos e relatórios, funcionando também em acesso remoto, análise de reclamações de clientes. Alfresco sistema de Gestão Documental, Web-based, que permite Melhorar a Comunicação e Partilha de Informação, Controlo do Ciclo de Vida dos Documentos e a Monitorização dos Processos, incluindo um Sistema virtual inteligente de arquivos, entre outras funcionalidades. OpenBravo solução de gestão empresarial que permite fazer a gestão da produção, de vendas ou compras, assim como a gestão económica e financeira, sendo facilmente adaptável a cada empresa.

4 Carcrash Reconstituir as causas de um acidente de viação, que todos os anos causam a morte a milhares de pessoas em todo o mundo, é crucial para as seguradoras, forças policiais, tribunais e todas as pessoas envolvidas. Os testemunhos pessoais e a observação podem muitas vezes não ser suficientes e nisso a tecnologia pode fazer a diferença, recriando exactamente o que aconteceu minuto a minuto e porquê. É exactamente isso que permite a tecnologia desenvolvida pela Carcrash, uma startup de base tecnológica especializada em simulação computacional e investigação em engenharia, nomeadamente nas áreas de Reconstituição Científica de Acidentes e Projecto Mecânico. Através da reconstituição científica dos acidentes rodoviários, é possível determinar a dinâmica de diversos tipos de acidentes, como as velocidades e trajectórias pré e pós-impacto dos veículos intervenientes, as lesões corporais de ocupantes, motociclistas e peões ou as trajectórias de atropelamento. A simulação computacional através de métodos tecnologicamente avançados em projecto mecânico permite optimizar o desempenho mecânico das estruturas em diversas áreas de aplicação, como a aeronáutica, as energias renováveis e a construção civil. A Carcrash disponibiliza também serviços de engenharia nestas áreas. A empresa tem actualmente parcerias com a Ordem do Advogados e com a Associação Forense do Oeste para formação em Reconstituição Científica de Acidentes No âmbito do Portugal Tecnológico a Carcrash apresenta um stand dinâmico com interacção com os visitantes através de um veículo de exposição envolvido num acidente real e com o qual a empresa efectuou uma reconstituição científica do acidente. Serão apresentados exemplos de reconstituições de acidentes reais, assim como exemplos de soluções inovadoras desenvolvidas em projecto mecânico através de métodos de simulação computacional. A Carcrash aproveita ainda o Portugal Tecnológico para lançar o seu novo website, que vai disponibilizar importante informação acerca da reconstituição científica de acidentes em Portugal.

5 Lifetime A Lifetime - Great Experiences! gera um valor combinado de experiência e know-how de soluções para novos meios de comunicação e activação de marca e criação de eventos no ponto de venda. A Lifetime aposta na inovação, assegurando serviços em quatro áreas de negócio: Brand Activation, Mobile Marketing, New Media e New Media Networks. Na área de Brand Activation a Lifetime tem como objectivo integrar as soluções em espaços e ambientes desenvolvidos em harmonia com a marca, promovendo experiências únicas. Exemplo dos projectos nesta área é o Roadshow Toyota Experience (videowalls, projecções em 3D e estações Bluetooth). Em Mobile Marketing integra competências na área de desenvolvimento de plataformas Web e Mobile. A área de Mobile Marketing é também responsável pelo desenho de acções de activação de marca que usem este meio como canal de comunicação ex: acções bluetooth, mms e QR Codes. A Lifetime realizou a primeira acção de Bluetooth em Portugal, com a frota de Renault Méganes dos concessionários Renault em Portugal. Em New Media a empresa aposta na criação de soluções que englobam tecnologia capaz de aportar inovação e provocar reacção e interacção com o público-alvo de determinada campanha, para o efeito desenvolvem-se soluções integradas que utilizam componentes variadas, como design multimédia e interactivo, animações 3D, princípios de óptica e projecção de luz, etc. Projectos inovadores, como a criação de uma moderadora virtual 3D para a apresentação de um seminário interno da EDP (com a tecnologia MotionReader) ou a criação de mupis 3D e hologramas para a Vodafone. O Museu de História Natural de Sintra, um novo conceito de museu, é um dos projectos mais recentes e marcantes, para o qual a Lifetime desenvolveu diversos objectos, como um globo interactivo em que se pode observar o processo de evolução da Terra, incluindo a deriva dos continentes. Também neste museu os visitantes podem interagir com diversas espécies de dinossauros através de uma paisagem jurássica em 3D com detectores de movimento. O segmento de Media Networks representa o prolongamento das várias soluções de New Media, na óptica de desenvolvimento de redes de interacção inovadoras, e reconhece as redes de meios como as principais formas de comunicação das empresas com os seus clientes. É exemplo o projecto desenvolvido para a TMN. No Portugal Tecnológico, a Lifetime vai lançar uma inovação a nível europeu, o LED Display 360º, um ecran LED em 360 graus que permite a exposição de conteúdos em vídeo e imagem, bem como a inserção de um produto ou equipamento no seu interior para exposição. No stand da empresa estarão presentes ainda as seguintes inovações: Holograma em 360 graus, com conteúdo interactivo; Quiosque EMCARGA de 3ª Geração, com reconhecimento de objectivos via webcam e Realidade Aumentada; Directório Digital com Voice Recgonition, Bluetooth e Navegação em 3D.

6 Petsys Medical Pet Imaging Systems, S. A. A Petsys foi criada em Fevereiro de 2008, contando actualmente com um investidor belga, cinco Instituições de I&D nacionais e 15 colaboradores do projecto PET. A empresa tem vindo a desenvolver uma tecnologia inovadora de tomografia por Emissão de Positrões (PET - Positron Emission Tomography), aplicada ao diagnóstico precoce de cancro da mama. O objectivo é lançar no mercado mundial um novo meio auxiliar de diagnóstico para este tipo de cancro. A principal vantagem do equipamento PET é a capacidade de detectar tumores malignos de muito baixa dimensão (5x melhor), pois apresenta uma elevada sensibilidade e uma excelente resolução espacial (1,3 mm), com um custo equivalente à tecnologia PET actual. O equipamento decorre de pesquisa científica e de desenvolvimento tecnológico desde a investigação de base até ao protótipo industrial já construído. O protótipo, já testado com sucesso em ambiente laboratorial, será validado através de testes clínicos em curso no Serviço de Medicina Nuclear do hospital do IPO do Porto. Participam no projecto 8 instituições nacionais e cerca de 40 investigadores. O cancro da mama é um dos maiores problemas de saúde pública representando, na mulher, a segunda maior causa de morte. Apesar das estratégias correntes de imagiologia terem reduzido substancialmente os níveis de mortalidade e morbilidade, subsistem ainda falhas significativas no diagnóstico desta doença. caracterizados por estruturas de baixo contraste, resultando numa baixa sensibilidade. 40% das mulheres tem um tecido mamário denso, para as quais a mamografia de raios X não identifica a presença de cancro em 50% dos casos. Por outro lado, a elevada taxa de falsos positivos tem como consequência directa o aumento do número de biópsias desnecessárias. O princípio subjacente aos sistemas PET consiste na detecção de radiação gama a partir de uma substância radioactiva previamente injectada no paciente. A molécula utilizada como marcador do processo fisiopatológico em estudo encontra-se marcada com um emissor de positrões, os quais depois de aniquilados com electrões atómicos, emitem dois fotões monoenergéticos em direcções opostas. A detecção destes fotões permite reconstruir em computador uma imagem da distribuição espacial do marcador no organismo. Os resultados de testes clínicos obtidos com estes equipamentos e com o marcador FDG no diagnóstico de cancro da mama são bastante encorajadores. Valores de sensibilidade, número de exames verdadeiros positivos sobre o número total de exames positivos e de especificidade e número de exames verdadeiros negativos sobre o número total de exames negativos da ordem de 90% foram reportados na literatura de investigação médica. A tecnologia utilizada nas placas de detecção do PET-mamografia irá permitir a colocação de uma nova família de detectores PET no mercado de equipamento para medicina nuclear. Este novo conceito de detectores de elevado desempenho possibilita a emergência de instrumentos PET dedicados, compactos e flexíveis, para diagnóstico precoce de cancro, não só da mama como de outras regiões anatómicas. O projecto PET-mamografia foi desenvolvido em colaboração com o CERN (http://public.web.cern.ch/public/welcome.html) em cuja página de internet veio referido o projecto PET (Ctystals against cancer).

7 Instituto Superior Técnico CHICO um robot humanóide para estudo do cérebro (icub) PROJECTO ROBOTCUB O icub é o resultado de um projecto europeu de grande dimensão (integrated project) onde o ISR/IST, Instituto de Sistemas e Robótica do Instituto Superior Técnico é parceiro. O projecto tem dois objectivos principais: - Desenvolvimento de um robot humanóide que possa ser uma plataforma standard a ser usada em todo o mundo por equipas de investigadores que estudam aprendizagem, e cognição humanas. O desenho do robot, o software, a electrónica estão disponíveis para quem quiser duplicar a plataforma. - Usar o robot e modelos computacionais associados para modelar os processos de aprendizagem nos seres humanos, compreender melhor o funcionamento do cérebro e o desenvolvimento das crianças após o nascimento e durante os primeiros anos de vida. O ROBOT O Robot, baptizado de Chico, é neste momento o robot humanóide mais sofisticado do mundo, em termos do número de graus de liberdade disponíveis, capacidade de movimento e sensores. A cabeça dispõe de duas câmaras, microfones, um sensor inercial e 6 motores equipados com encoders. No total, o robot tem 54 graus de liberdade, quatro redes CAN a interligar processadores espalhados pelo corpo e ainda um processador central na cabeça. Algum do processamento mais avançado é realizado externamente ao robot num cluster constituído por dois servidores e um total de 8 núcleos cada um. O icub foi construído por vários parceiros do consórcio que envolve não só equipas de Engenharia mas também centros de investigação em Neurofisiologia e Psicologia do desenvolvimento: Cabeça e face; ISR/IST, Instituto de Sistemas e Robótica do Instituto Superior Técnico; Braços e mãos: Universidade de Génova, Scuola Superiore Sant anna, Pisa; Pernas e coluna: Universidade de Salford (UK). Projecto FST (Formula Student Técnico) O Projecto FST (Formula Student Técnico) é uma iniciativa de um grupo de alunos e docentes do Instituto Superior Técnico. Este projecto visa a concepção e construção de um veículo destinado a participar na competição internacional Formula Student. A filosofia da competição é formar profissionais de engenharia mais inovadores, mais competentes e com uma formação mais vasta. Por todo o mundo equipas de estudantes constroem um carro do tipo fórmula competindo em variadíssimas provas. Não é só o carro mais rápido, mas a melhor técnica, a melhor gestão e a melhor performance que juntos são avaliados. A interdisciplinaridade e a eficiência estrutural de uma equipa são factores que irão também influenciar o sucesso da equipa. A viatura deverá ter um custo razoável e ser seguro. Além de tudo isto, factores como a estética, a ergonomia, a disponibilidade de certos componentes e viabilidade na construção, aumentam o valor de mercado do carro.

8 Após a competição em 2007 com FST-02, e em 2008 com o FST-03, a equipa FST está motivada e empenhada na continuidade e no crescimento deste projecto. Prova disso é o facto de o FST-04 ter já competido, em 2009, em classe projecto. O IST é neste momento a única Universidade portuguesa a participar nesta competição, assiduamente desde 2002, em classe 1, classe rainha da competição. Actualmente, mais de duzentas faculdades participam, por todo o mundo, nestas competições.

9 NGNS Ingenious Solutions A NGNS Ingenious Solutions é uma empresa de ideias tecnológicas, pertencente ao Madan Parque da FCT, Universidade Nova de Lisboa, que aposta na inovação ao desenvolver soluções e equipamentos, utilizando novos conceitos e tecnologias de vanguarda, à medida das necessidades dos seus clientes. A adaptabilidade e a humanização da tecnologia são as suas ferramentas para o desenvolvimento de soluções ajustadas ao mercado. A concepção de soluções tecnologicamente avançadas que geram a eficiência dos processos e que potenciam os negócios, é a sua missão e objectivo. A NGNS-Ingenious Solutions está apostada na internacionalização, apresentando-se regularmente nos principais palcos tecnológicos da Europa. A agilidade face à mudança, fazem da NGNS-Ingenious Solutions uma empresa de e para o Futuro. O FOREST FIRE FINDER (ou FFF) é um sistema inovador de detecção e localização de incêndios florestais, desenvolvido em Portugal e patenteado em diversos países. É um sistema fidedigno, dispensando a observação humana, dado o seu carácter autónomo e automático. Dada a tecnologia que utiliza, caracteriza-se por ser único, apresentando reconhecidas vantagens na relação custo/benefício. O FOREST FIRE FINDER funciona por espectrometria óptica e é composto por um sensor, uma unidade de processamento e uma unidade de comunicações instalados em torres localizadas na floresta, executando uma análise química da linha do horizonte detectando os incêndios e garantindo a cobertura num raio de até 15 km. Este sensor efectua a análise química sucessiva da atmosfera, tendo a capacidade de reconhecer o tipo de fumo, distinguindo o fumo orgânico (de árvores queimadas) de fumo químico ou industrial (pneus, fábricas, etc.). Ao detectar que o fumo é orgânico, envia "alertas" (via SMS, IP, GSM, etc.) para um posto de controlo. Aí, o alerta pode ser encaminhado para o quartel ou viaturas dos bombeiros mais próximos, que ligadas a um dispositivo de orientação podem indicar o caminho mais rápido para chegar ao local de incêndio e transmitir a sua localização actual num mapa. Estes "alertas" de incêndio são acompanhados pelas respectivas coordenadas de localização, indicando igualmente quais as condições ambientais temperatura, direcção e intensidade do vento, humidade, pressão atmosférica - que as equipas de terreno vão encontrar, permitindo assim uma optimização no combate ao fogo. Adicionalmente, uma câmara óptica de elevada resolução acompanha o varrimento do sensor, disponibilizando imagens em tempo real no posto de controlo. O FOREST FIRE FINDER pode funcionar isolado ou através de uma rede de torres, sendo as informações disponibilizadas na internet. Não necessita de estar instalado a grande altitude; não obstante, é importante estar próximo da copa das árvores para que a detecção se faça precocemente. Este sistema pode igualmente ser alimentado por energias alternativas: eólica, solar e outras. A sua versatilidade permite ser utilizado na cobertura da área florestal de um país, na protecção de parques e reservas naturais, de áreas florestais municipais ou de produtores florestais privados, assim como na detecção de fogos em parques industriais. Portugal tem sido pioneiro na utilização deste sistema e dado o interesse manifestado por outros mercados, por parte de proprietários florestais, produtores florestais, entidades governamentais e entidades privadas, o sistema FFF está já internacionalizado em Espanha, Grécia, Turquia, Uruguai, EAU.

10 Madan Parque O Madan Parque de Ciência é um Parque de Ciência e Tecnologia localizado junto ao Campus da Caparica da Universidade Nova de Lisboa. O Parque arrenda espaços para incubação de empresas, dando apoio nas fases de arranque e crescimento, e procura favorecer a inovação nos negócios pelo cruzamento entre áreas de actividade e entre domínios científicos. A proximidade de centros de investigação fortes nas áreas da Informática, Química, Materiais, Biotecnologia, Física, Ambiente e outras, inspira a maioria das iniciativas de criação de empresas. O Madan Parque possui um Gabinete de Promoção da Propriedade Industrial (GAPI) que, em poucos anos, se afirmou na Universidade e na região e tem ganho experiência no registo de patentes e marcas a nível nacional e internacional. Na área da transferência de tecnologia, envolve-se regularmente em iniciativas de debate e organização de contactos entre empresas e especialistas de diversas áreas, de forma a promover projectos empresariais ou formação de consórcios que favoreçam a inovação. Pertence igualmente a diversas redes e associações nacionais e internacionais (TecParques, IASP, Proton, TII, ASTP ). Empresas do Madan Parque que vão estar presentes no Portugal Tecnológico: Angulare projectos e soluções software. Eye View Design - design gráfico e webdesign. PH Informática - tecnologias interface com focus na Administração Pública Stab Vida - biologia molecular: testes genéticos, diagnóstico molecular, sequenciação de ADN, sequenciação de genomas e genotipagem. SQIMI - metodologias colaborativas de desenvolvimento rápido de software. Webeffect - Desenvolvimento de aplicações empresariais triplenet e mobile. Telemoveis.com e dib Difusão de Informação Bluetooth.

EM 2006 um grupo de investidores entrou para o projecto e a NTRD torna-se NGNS- Ingenious Solutions

EM 2006 um grupo de investidores entrou para o projecto e a NTRD torna-se NGNS- Ingenious Solutions Criada por João Matos & Pedro Vieira Ambos Licenciados em Física em 1992 João Matos desenvolveu conhecimentos de Gestão e Comerciais e criou a NT informática, uma empresa de Tecnologias de Informação desde

Leia mais

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL 21º Congresso Quantificar o Futuro Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL Programa Data Hora Actividade 23/Nov. 11:30 Inauguração Oficial Innovation Lounge Visita efectuada ao Venture Lounge por Sua

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades:

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: Enquadramento Desafios: aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: eficiência dos sistemas agrícolas e florestais gestão sustentável

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

BIOCANT PARK A NOSSA VISÃO

BIOCANT PARK A NOSSA VISÃO 01 A NOSSA VISÃO O PARQUE DE BIOTECNOLOGIA DE PORTUGAL ESTÁ A CRIAR VALOR PARA A REGIÃO E PARA O PAÍS FOMENTANDO INVESTIMENTOS E INI- CIATIVAS EMPRESARIAIS DE BASE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA. A NOSSA VISÃO

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos Pólo da Competitividade e Tecnologia da Energia (PCTE) O papel do PCTE na energia solar em Portugal 8 e 9 de Fevereiro de 2010 António Mano - EDP Antonio.ermidamano@edp.pt A VISÃO do ENERGYIN Motivos da

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar!

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar! GRUPO ROLEAR Porque há coisas que não podem parar! INOVAÇÃO COMO CHAVE DO SUCESSO Desde 1979, com sede no Algarve, a Rolear resulta da oportunidade identificada pelo espírito empreendedor do nosso fundador

Leia mais

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Enquadramento As vendas têm um ambiente próprio; técnicas e processos específicos. A forma de estar, o networking, os

Leia mais

E- Marketing - Estratégia e Plano

E- Marketing - Estratégia e Plano E- Marketing - Estratégia e Plano dossier 2 http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 E-MARKETING ESTRATÉGIA E PLANO 2 VANTAGENS DE UM PLANO DE MARKETING 3 FASES DO PLANO DE E-MARKETING 4 ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

Plano tecnológico? Ou nem tanto?

Plano tecnológico? Ou nem tanto? Plano tecnológico? Ou nem tanto? WEB: ÉDEN?APOCALIPSE? OU NEM TANTO? Plano Tecnológico Mas, Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, além deste Contrato, o Novo Contrato para a Confiança, o nosso

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo

Regulamento. Preâmbulo Regulamento Preâmbulo As Empresas e os Empreendedores são a espinha dorsal de qualquer economia, em termos de inovação, de criação de emprego, de distribuição de riqueza e de coesão económica e social

Leia mais

GUIA BIOTRAINING A SUA EMPRESA BIOTECNOLÓGICA MAIS PRÓXIMA

GUIA BIOTRAINING A SUA EMPRESA BIOTECNOLÓGICA MAIS PRÓXIMA GUIA BIOTRAINING A SUA EMPRESA BIOTECNOLÓGICA MAIS PRÓXIMA 1 BIOTECNOLOGIA... 3 2 BIOTRAINING... 4 O QUE É?... 4 OBJECTIVOS... 4 A QUEM SE DIRIGE?... 5 QUE POSSO OBTER PARTICIPANDO EM BIOTRAINING?... 5

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel A Gisgeo Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web Geo Marketing e Geo Turismo Localização de pessoas Gestão de frota automóvel App de localização para smartphones Sistemas de navegação GPS A Gisgeo

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projectos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projectos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão 01 02 03 Indra A Nossa Visão do Sector Público A Administração ao serviço do Cidadão Página 2 Quem Quiénes somos somos

Leia mais

» apresentação. WORKFLOW que significa?

» apresentação. WORKFLOW que significa? » apresentação WORKFLOW que significa? WORKFLOW não é mais que uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos ou fluxos de trabalho e informação de uma empresa, de forma a torná-los

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Projecto E-Support. Agenda. Projectos de Investigação para Associações de PME. André Oliveira. Lisboa, 21 de Maio de 2008. Apresentação da TEKEVER

Projecto E-Support. Agenda. Projectos de Investigação para Associações de PME. André Oliveira. Lisboa, 21 de Maio de 2008. Apresentação da TEKEVER Projecto E-Support Projectos de Investigação para Associações de PME André Oliveira Lisboa, 21 de Maio de 2008 Agenda Apresentação da TEKEVER E-Support Questões Agenda Apresentação da TEKEVER Visão Quem

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão.

ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão. ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão. INCORPORA UM MÓDULO INOVADOR PARA A PROMOÇÃO DE MARCAS, PRODUTOS E SERVIÇOS. PROPORCIONA EXPERIÊNCIAS

Leia mais

Smart Cities Portugal

Smart Cities Portugal Smart Cities Portugal A rede Smart Cities Portugal tem por objetivo promover o trabalho em rede numa lógica inter-cluster, para o desenvolvimento e produção de soluções urbanas inovadoras para smart cities,

Leia mais

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK Data: Outubro de 2013 PARTE I Aspectos Gerais Artigo 1º (Âmbito) No presente regulamento definem-se os procedimentos de funcionamento da Incubadora do Taguspark,

Leia mais

Seminário de apresentação da Rede Gestus

Seminário de apresentação da Rede Gestus Seminário de apresentação da Rede Gestus Rede Gestus O LOGOTIPO Rede Gestus Internacionalização Zona 4 Gestus Compras Cartão ECOTUR Portal Gestus Cartão Gestus Contact Center CRM Zona 4 O LOGOTIPO Características:

Leia mais

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos TECNOLOGIA INOVAÇÃO SOFTWARE SERVIÇOS A MISTER DOC foi constituída com o objectivo de se tornar uma referência no mercado de fornecimento de soluções de gestão de

Leia mais

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP Entidade interlocutora: Identificação do Projecto AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça Nº do projecto: 2001/EQUAL/A2/AD/139 Designação do projecto: Área

Leia mais

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Introdução à Administração Pública Noções Fundamentais de Direito Ciência

Leia mais

Open Innovation: Caso Brisa

Open Innovation: Caso Brisa 2013 Brisa Inovação e Tecnologia SA Open Innovation: Caso Brisa Lisboa, 9/10/2013 Tomé Pereira Canas Brisa Inovação e Tecnologia Inovar está na ordem do dia Inovação fechada 2 Mas muitas vezes está fechada

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno O módulo PHC dteamcontrol Interno permite acompanhar a gestão de todos os projectos abertos em que um utilizador se encontra envolvido. PHC dteamcontrol Interno A solução via Internet que permite acompanhar

Leia mais

driven by innovation first-global.com

driven by innovation first-global.com company profile driven by innovation Missão Contribuir para a melhoria dos processos e para o aumento de produtividade dos nossos clientes, adaptando as melhores tecnologias às necessidades reais do mercado.

Leia mais

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDOC Sistema de Gestão Documental Dossier de Produto DP10.02 02.01.2009 www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDoc Sistema de Gestão Documental A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais,

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

Apresentação de Solução

Apresentação de Solução Apresentação de Solução Solução: Gestão de Altas Hospitalares Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros,

Leia mais

Encontro Investigação, Desenvolvimento e Inovação Lisboa, 07de Outubro de 2013

Encontro Investigação, Desenvolvimento e Inovação Lisboa, 07de Outubro de 2013 Encontro Investigação, Desenvolvimento e Inovação Lisboa, 07de Outubro de 2013 1 PROBLEMA Como responder às crescentes exigências económicas e ambientais, às alterações permanentes e aos diversos estilos

Leia mais

Banco Popular, Espanha

Banco Popular, Espanha Banco Popular, Espanha Tecnologia avançada de automação do posto de caixa para melhorar a eficiência e beneficiar a saúde e segurança dos funcionários O recirculador de notas Vertera contribuiu para impulsionar

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Diagnóstico do Sistema de Investigação e Inovação: Desafios, forças e fraquezas rumo a 2020 FCT - A articulação das estratégias regionais e nacional - Estratégia de Especialização Inteligente para a Região

Leia mais

= e-learning em Educação Ambiental =

= e-learning em Educação Ambiental = Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo = e-learning em Educação Ambiental = PRINCIPAIS RESULTADOS DO RELATÓRIO FINAL Dezembro de 2010 Título: Financiamento: Plataforma de e-learning

Leia mais

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando Ensino Secundário Diurno Cursos Profissionais Técnico de Electrónica, Automação e Comando PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO O Técnico de Electrónica, Automação e Comando é o profissional qualificado

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

Plataforma de Saídas Profissionais

Plataforma de Saídas Profissionais Plataforma de Saídas Profissionais Âmbito O UP Jobs é uma plataforma informática web que visa promover a saída profissional dos seus estudantes e diplomados fomentando a sua integração no mercado de trabalho.

Leia mais

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Workshop - Oportunidades de negócio em energias renováveis marinhas ATLANTIC POWER CLUSTER INEGI

Leia mais

Inatel Serviços de Data Center e solução SAP

Inatel Serviços de Data Center e solução SAP Inatel Serviços de Data Center e solução SAP Considero que foi um projecto que exigiu um enorme envolvimento de todas as partes que o integraram. Os resultados do projecto são francamente positivos. O

Leia mais

ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO

ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO Como fazemos 1. Através do Serviço de Assistência Empresarial (SAE), constituído por visitas técnicas personalizadas às

Leia mais

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA.

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. Conferência 6 de Outubro, FC Gulbenkian Lisboa INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. MANUEL CALDEIRA CABRAL UNIVERSIDADE DO MINHO MANUEL CALDEIRA CABRAL DIAGNÓSTICO(S)

Leia mais

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro OPEN Centro de Incubação de Oportunidades de Negócio Processo de Admissão de Utentes e Modelo de Incubação Centimfe, 2 de Março de 2005 Missão da OPEN Contribuir para a promoção da inovação e do emprego,

Leia mais

PHC Recursos Humanos CS

PHC Recursos Humanos CS PHC Recursos Humanos CS A gestão total dos Recursos Humanos A solução que permite a optimização da selecção e recrutamento, a correcta descrição de funções, a execução das avaliações de desempenho e a

Leia mais

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Listagem de UC por curso Semestre * 2013-14 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Dinâmicas de exportação e de internacionalização

Dinâmicas de exportação e de internacionalização Dinâmicas de exportação e de internacionalização das PME Contribuição da DPIF/ Como fazemos? 1. Posicionamento e actuação da DPIF A DPIF tem como Missão: Facilitar o acesso a financiamento pelas PME e

Leia mais

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XIX Gestão da Prevenção. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XIX Gestão da Prevenção. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao. Guia Técnico Segurança e Higiene do Trabalho Volume XIX Gestão da Prevenção um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a expressa

Leia mais

ANF. Associação Nacional de Farmácias

ANF. Associação Nacional de Farmácias ANF Associação Nacional de Farmácias Breve Apresentação do Negócio DADOS DE CARACTERIZAÇÃO Designação Comercial Associação Nacional de Farmácias N.º Colaboradores 150 N.º de Estabelecimentos 3 Dispersão

Leia mais

Gestão do conhecimento

Gestão do conhecimento Gestão do Exemplos e aplicações Luis Manuel Borges Gouveia, lmbg@ufp.pt Janeiro de 2002 O SI, a GI e o Negócio Gestão e pessoas GESTÃO DA INFORMAÇÃO Organização e procedimentos SISTEMA DE INFORMAÇÃO missão

Leia mais

confiança know-how inovação disponibilidade convergência

confiança know-how inovação disponibilidade convergência confiança know-how inovação disponibilidade convergência Sobre a Meiostec Fundada em 1997, por um grupo de accionistas privados e com ligações a um Grupo que opera no mercado das TIs, a Meiostec responde

Leia mais

Os Nossos Serviços. Learning is Changing! Project Management PMI

Os Nossos Serviços. Learning is Changing! Project Management PMI Learning is Changing! A actualidade apresenta-nos desafios constantes, que exigem novas respostas e soluções inovadoras, para um Futuro de Crescimento e Competitividade. Learning is Changing! reflecte

Leia mais

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59.

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59. Relatório da Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59 Resumo Novembro de 2009 Avaliação intercalar da execução do Plano de

Leia mais

markup Advanced Marketing Solutions COMUNICAR PERGUNTAR ESCUTAR Web Marketing

markup Advanced Marketing Solutions COMUNICAR PERGUNTAR ESCUTAR Web Marketing markup Advanced Marketing Solutions A Markup é uma Agência de Comunicação & Marketing que nasceu da vontade de investidores e profissionais experientes, de referência, nas áreas da comunicação, marketing

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

Prova de Conceito Segurança e Emergência

Prova de Conceito Segurança e Emergência Prova de Conceito Segurança e Emergência Impacto estrutural na economia e sociedade portuguesas Saúde e ass. social Segurança e Justiça Educação Administração Pública Mobilidade e Logística Comércio e

Leia mais

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt 28 Fev 2008 LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas Campus da FEUP Rua Dr. Roberto Frias, 378 4200-465 Porto Portugal T +351 222 094 000 F +351 222 094 000 www@inescporto.pt www.inescporto.pt José

Leia mais

Seminário. O Desenvolvimento Sustentável das Telecomunicações. Artur Calado

Seminário. O Desenvolvimento Sustentável das Telecomunicações. Artur Calado Seminário Ferramentas de Gestão nas Tecnologias de Informação Aveiro, 19 de Março de 2009 O Desenvolvimento Sustentável das Telecomunicações Artur Calado Introdução A região de Aveiro possui condições

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO

INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO Janeiro 2004 INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO 1 - OBJECTIVOS O Conhecimento é fonte de Desenvolvimento. A criação e transmissão do Conhecimento

Leia mais

Comunicação através das novas tecnologias

Comunicação através das novas tecnologias Comunicação através das novas tecnologias d o ss i e r 1 A INTERNET COMO FORMA DE REDUZIR CUSTOS DE COMUNICAÇÃO http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 INTRODUÇÃO 2 E-MAIL 3 SMS 4 SKYPE 5 MSN 6 VOIP 7

Leia mais

Assunto: Apresentação da Core Factor

Assunto: Apresentação da Core Factor Assunto: Apresentação da Core Factor Índice A. Breve apresentação da empresa... 3 1. Sobre nós... 3 2. Serviços... 3 3. Objectivos... 3 4. Parcerias... 4 B. Contactos... 8 1. Pessoas... 8 2. Empresa...

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE EDUCAÇÃO MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA EDUCACIONAL Internet e Educação Ensaio: A Web 2.0 como ferramenta pedagógica

Leia mais

Case Study CHTS. Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa. Redes Privadas

Case Study CHTS. Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa. Redes Privadas GoTelecom, Lda 4400-408 Vila Nova de Gaia geral@gotelecom.pt www.gotelecom.pt Lisboa Aveiro Porto CHTS Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa Redes Privadas Interligamos os hospitais, com instalação de infra-estruturas

Leia mais

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação DCTI Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI ANEXO 1 Instituição

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Candidatura aprovada ao Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação Síntese A cidade de S.

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Gabinete do Ministro CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Breve apresentação da proposta de Orçamento de Estado para 2008 23 de Outubro de 2007 Texto

Leia mais

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005.

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. Cooperação empresarial, uma estratégia para o sucesso Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. É reconhecida a fraca predisposição

Leia mais

A excelência ao serviço do cliente

A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE é uma resposta de excelência para as necessidades de empresas, instituições e particulares em tecnologias e soluções de engenharia, energia e

Leia mais

2ª Reunião do National Supporting Group (NSG) - Projecto Ele.C.Tra. Lisboa, 13 de Junho de 2015

2ª Reunião do National Supporting Group (NSG) - Projecto Ele.C.Tra. Lisboa, 13 de Junho de 2015 2ª Reunião do National Supporting Group (NSG) - Projecto Ele.C.Tra Lisboa, 13 de Junho de 2015 EMEL EMEL Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, E.M. S.A., tem como objecto a gestão

Leia mais

Empreendedorismo De uma Boa Ideia a um Bom Negócio

Empreendedorismo De uma Boa Ideia a um Bom Negócio Empreendedorismo De uma Boa Ideia a um Bom Negócio 1. V Semana Internacional A Semana Internacional é o evento mais carismático e que tem maior visibilidade externa organizado pela AIESEC Porto FEP, sendo

Leia mais

Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute.

Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute. Apresentação Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute. O DMI é uma organização baseada na Irlanda,

Leia mais

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas Apresentação da Solução Solução: Gestão de Camas Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros, 82-A, 1500-060

Leia mais

A EDGE é uma empresa Portuguesa de base tecnológica dedicada à criação e desenvolvimento de sistemas ciber-físicos de elevado desempenho e em tempo real que combinam de forma única a automação, a robótica,

Leia mais

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008 Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I Fev. 2008 Medeiros genda 1. Áreas de negócio Martifer; 2. Martifer Energia Equipamentos para energia S.A.; 3. Certificações Obtidas 4. Porquê IDI? 5. Objectivo

Leia mais

Com esta tecnologia Microsoft, a PHC desenvolveu toda a parte de regras de negócio, acesso a dados e manutenção do sistema.

Com esta tecnologia Microsoft, a PHC desenvolveu toda a parte de regras de negócio, acesso a dados e manutenção do sistema. Caso de Sucesso Microsoft Canal de Compras Online da PHC sustenta Aumento de 40% de Utilizadores Registados na Área de Retalho Sumário País: Portugal Industria: Software Perfil do Cliente A PHC Software

Leia mais

Mensagem da Administração

Mensagem da Administração Mensagem da Administração Quanto à área das Comunicações Wireless, o projeto Wavesys é o resultado de 3 anos de investigação e desenvolvimento e de 12 anos de experiência acumulada com a implementação

Leia mais

Departamento de Ciências e Tecnologias

Departamento de Ciências e Tecnologias Futuro Departamento de Ciências e Tecnologias Licenciatura em Engenharia Informática Missão Dotar os alunos de uma sólida formação teórica e experimental que garanta aos futuros licenciados a capacidade

Leia mais

SugarCRM Casos de Sucesso na AP. João Barata Javali

SugarCRM Casos de Sucesso na AP. João Barata Javali João Barata Javali Orador: João Barata Empresa: Javali ADSI Solução: SugarCRM Organização: Reitoria UNL Organização: CGMNP Egas Moniz AGENDA Caso de Sucesso Desafio inicial e a Solução Funcionalidades

Leia mais

Hypercluster do mar. Setembro 2009

Hypercluster do mar. Setembro 2009 Hypercluster do mar Setembro 2009 Hypercluster do mar Segurança Marítima Projecto MarBIS Fórum cientifico e tecnológico Considerações finais 2 Hypercluster do mar Parcerias com empresas petrolíferas com

Leia mais

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros PHC dcontroldoc O acesso a diversos tipos de ficheiros A possibilidade de consultar e introduzir documentos, imagens e outro tipo de ficheiros, a partir de um local com acesso à Internet. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por:

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por: A metodologia do Projecto SMART MED PARKS ARTIGO TÉCNICO O Projecto SMART MED PARKS teve o seu início em Fevereiro de 2013, com o objetivo de facultar uma ferramenta analítica de confiança para apoiar

Leia mais

Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio

Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio Lisboa, Junho de 2014 Artigo 1º Âmbito A Incubadora StartUp Lisboa Comércio resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa, o Montepio Geral, o IAPMEI

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação e Instrumentos de Apoio ao SGIDI

Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação e Instrumentos de Apoio ao SGIDI 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM As Normas Portuguesas para a Certificação de Sistemas de Gestão de IDI Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL FICHA DE APRESENTAÇÃO SISTEMA INTERATIVO DE MONITORAÇÃO E PARTICIPAÇÃO PARA O APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE C O O P E R A Ç Ã O A M B I

Leia mais

ESTRATÉGIA REGIONAL DE ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE: ATELIÊ DAS CIÊNCIAS DA VIDA E SAÚDE

ESTRATÉGIA REGIONAL DE ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE: ATELIÊ DAS CIÊNCIAS DA VIDA E SAÚDE ESTRATÉGIA REGIONAL DE ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE: ATELIÊ DAS CIÊNCIAS DA VIDA E SAÚDE ccdr-n.pt/norte2020 10 DE MAIO DE 2013 PORTO Principais Conceitos A competitividade das regiões deve fundar se nas

Leia mais