RESULTADOS 1T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio de 2017

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESULTADOS 1T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio de 2017"

Transcrição

1 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio de 2017

2 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento dos diversos serviços a serem oferecidos e seus respectivos resultados. O único objetivo dessas declarações é indicar como pretendemos expandir nosso negócio e, portanto, elas não devem ser consideradas garantias de performance futura. Nossos resultados reais podem diferir substancialmente daqueles contidos nessas declarações devido a uma série de fatores, entre eles fatores políticos e econômicos brasileiros, desenvolvimento de tecnologias competitivas, acesso ao capital necessário para alcançar esses resultados e intensificação do cenário competitivo nos mercados onde operamos. Para melhor entendimento, apresentamos números proforma combinando os resultados financeiros e indicadores operacionais da Telefônica Brasil e GVT para todos os períodos desde janeiro de

3 DESTAQUES ACELERANDO RECEITAS AUMENTANDO A RENTABILIDADE AMPLIANDO O DIFERENCIAL COMPETITIVO Não-voz representando 63% da Receita de Serviços (+11 p.p. ) Crescimento duplo-dígito em Receita de Dados +34% Aceleração da receita de serviço móvel +5% (+3,9% no 4T16) Custos recorrentes caindo pelo quinto trimestre consecutivo -1,1% 33,2% Margem EBITDA Recorrente (+1,8 p.p. ) 20,6% Margem FCO (+3,5 p.p. ) Atividade comercial acelerada: 2,3x adições líquidas póspago Acessos FTTH +38% Rede superior: Evolução recorde em novas cidades cobertas com 4G +304 Experiência do cliente: posição #1 no Índice de Satisfação¹ da ANATEL na móvel (pré-pago e póspago) No, forte melhoria nos segmentos de negócio chave, contínua eficiência em custos e uma robusta gestão financeira levaram a Vivo a gerar R$678 milhões 2 em Fluxo de Caixa Livre, +203% 1- Pesquisa de Satisfação e Qualidade Percebida feita pela ANATEL em Vivo lidera quando consideradas as quatro maiores operadoras Fluxo de Caixa Livre da atividade de negócio. Não inclui o pagamento de R$655,1 milhões feito no relativo à limpeza do espectro 4G de 700MHz adquirido em 2014.

4 DESTAQUES FINANCEIROS Aceleração da receita de serviços e expansão consistente de EBITDA levando a excepcional evolução de FCL no Receita de Serviços Total e Móvel EBITDA Recorrente e Margem EBITDA 3,9% 1,0% 0,4% 1,8% 2,0% 4T16 Receita Total de Serviços Receita de Serviço Móvel 5,0% 9,0% 7,0% 5,0% 3,0% 31,4% 33,8% 33,2% 7,0% 7,1% 7,3% 4T16 EBITDA Recorrente Margem EBITDA Recorrente 37,0% 32,0% 27,0% 22,0% Capex R$ Bi e Capex/Receitas Fluxo de Caixa Livre¹ R$ Bi 4,0 3,0 2,0 1,0 0,0 25,8% 14,3% 12,5% 2,8 1,5 1,3 4T16 Capex sazonalmente mais baixo no 1T com aceleração esperada nos próximos trimestres em linha com o plano 25,0% 20,0% 15,0% 10,0% 5,0% 0,0% 3,5000 3,0000 2,5000 2,0000 1,5000 1,0000 0,5000 0, % 0,2 1,5 0,7 4T16 Triplicando o FCL como resultado de rigorosa disciplina em custos, alocação de capital, capital de giro e gestão financeira Capex ex-licenças Capex/Receitas 1- Valores do não incluem o pagamento de R$655,1 milhões relativo à limpeza do espectro 4G de 700MHz adquirido em

5 RECEITA TOTAL DE SERVIÇOS Crescimento duplo-dígito em produtos não-voz leva a aceleração da receita de serviços Negócios não-voz cresceram 24,0% no Crescimento anual das Receitas de Serviço Total e Não-voz suportados por evolução resiliente de dados móveis e fixos Crescimento anual das Receitas de Dados Móveis & Digital e UBL Fixa 33,9% % Não-Voz sobre a Receita de Serviços 24,0% 14,9% 15,2% 1,0% 1,8% 2,0% 4T16 Receita Total de Serviços Receita de Serviços Não-voz 52,1% 59,1% 63,3% % sobre Receita de Serviços Receitas 1Q16 de Dados Móveis & Digital e 1Q17 UBL Fixa 36,2% 47,5% 37,0% Dados Móveis & Serviços Digitais 16,7% UBL Fixa 647 5

6 NEGÓCIO MÓVEL Expansão contínua da receita móvel impulsionada por crescimento pós-pago e maior contribuição de dados Receita Líquida de Serviço Móvel¹ R$ Milhões Composição Móvel Receita de Serviço 5,0%² , , ,0-23,6% 4.000, ,0 37,0% 2.000,0 Internet crescendo 56,6% 71% 74% +3,0 p.p. Receita Pós-pago³ % 10% 6% Receita Pré-pago³ % ,0-31,6% 29% 26% -3,0 p.p. 4T16 0,0-12% -6% Voz sainte Dados e Serviços Digitais Voz entrante Column2 Pré-pago Pós-pago Evolução das recargas impactada por migração pré para pós-pago, que contribui para um maior crescimento pós-pago 1- Visão simplificada, a quebra do gráfico não demonstra as receitas de outros serviços. 2- Excluindo o efeito regulatório do corte da VU-M, o crescimento seria de 7,3% no. 3- Não inclui receitas de atacado, M2M e outros serviços. 6

7 NEGÓCIO MÓVEL Aumento da liderança em market share com tendências sólidas, principalmente no pós-pago Móvel Total: líder em market share com o melhor mix de clientes Pós-pago: fortalecendo o crescimento e fidelidade dos clientes Market Share Móvel +2,1 p.p. 42% de market share no pós-pago Mix da Base de Clientes COMPETIDORES Adições líquidas pós-pago (Milhares) 2,3x Migrações Pré-pago para Controle +17,1% 28,4% 30,5% PÓS-PAGO PRÉ-PAGO 46% 54% 26% 74% Foco em ofertas empacotadas e serviços de valor agregado Pré-pago: Ofertas Semanais¹ (Base de Clientes) +28,1% Maior incentivo a ofertas digitais Reduzindo os níveis de churn (pós-pago exc. M2M) 1,8% -0,1 p.p. 1,7% Portabilidade líquida positiva contra todas as principais operadoras novamente no Kantoo Inglês 1- Também inclui a oferta de R$39,99 que dura por 30 dias. 7

8 NEGÓCIO MÓVEL Execução da estratégia comercial focada em valor e dados, levando a ARPU superior Estratégia de preços racional melhora o ARPU em todos segmentos levando a sólida evolução do ARPU total Preço de entrada dos planos pós-pago puro ARPU Pós-pago +3,8% +4,1% +12% 26,9 28,0 Dados 53% 69% 35,8% % da base Vivo Turbo em ofertas de maior valor ARPU Sainte Pré-pago +0,8% Voz 47% 31% --31,1% 29% 64% 71% 36% ARPU Total R$ por mês Nível de entrada Maior valor 8

9 NEGÓCIO FIXO Evolução robusta em banda larga compensando parcialmente a queda em voz Maturidade da voz e regulação continuam a influenciar a receita fixa Receita Líquida Fixa R$ milhões mas com tendência de melhora a médio prazo Forte crescimento nos serviços fixos de alto valor -2,2%¹ Evolução estável da receita quando ajustada por efeitos regulatórios Receitas FTTH R$ milhões +39,8% Receitas IPTV R$ milhões +45,8% ,9% 4,0% 16,7% 0,5% -9,6% Impacto regulatório reduzido no crescimento de receita Redução do crescimento de receita fixa devido a efeitos regulatórios (VC, TU-RL, TU-RIU) -3,1 p.p. -2,2 p.p. Maior resiliência da base de clientes de voz fixa 78% 4T16 Voz e Outros² TV Paga³ UBL xdsl Dados e TI 4 % das receitas de voz fixa em plano de assinatura 1- Excluindo o efeito dos cortes da VC, TU-RL e TU-RIU, o crescimento seria estável no. 2- Inclui voz, interconexão e outros serviços Inclui DTH e IPTV. 4- Dados Corporativos e TI.

10 NEGÓCIO FIXO Tendências de clientes e ARPU continuam sólidas nos serviços fixos de alto valor Forte atividade comercial em FTTH e IPTV combinada com aumento resiliente de ARPU em BL e TV Paga Composição dos acessos de Banda Larga e TV Paga Evolução do ARPU de Banda Larga e TV Paga Acessos BL Milhares TOTAL FTTH FTTC¹ xdsl % 13% 45% 45% 45% 42% 2% 38% 0% -5% ARPU Banda Larga R$ por mês +9,2% 44,5 48,6 Crescimento robusto do ARPU tanto em BL quanto em TV Paga pelo 7º trimestre consecutivo Acessos TV Paga Milhares TOTAL IPTV 10% DTH 90% % 83% -7% 57% -14% ARPU TV Paga R$ por mês +6,6% 88,8 94,7 1- FTTC (Fiber to the Cabinet) inclui acessos de Cabo. 10

11 CAPEX No a Companhia investiu em tecnologias chave para sustentar a qualidade superior de rede Execução sustentada do Capex para atingir plano para 2017, focando em expansão de 4G e fibra Capex R$ bilhões e % sobre Receita Líquida Sólida aceleração na expansão 4G Número de novas cidades 4G 12,5% 1,3 8,0 Plano de Capex para (média anual) Menor capex no 1T devido a sazonalidade, com nível mais forte esperado para os próximos trimestres em linha com o plano Execução focada em 4G e fibra Novas cidades no trimestre Cidades existentes T16 3T16 4T16 Alocação de Capex otimizada focada em crescimento % população coberta 47% 48% 49% 60% 65% Alocação de Capex +37% +30% +39% Queda contínua dos investimentos em legado, ao mesmo tempo em que mudamos o foco para as tecnologias futuras, de crescimento FTTX IPTV 4G 11

12 CUSTOS E MARGENS Contenção sólida e consistente de custos em todas as frentes durante o trimestre COMPOSIÇÃO DA EVOLUÇÃO DE CUSTOS R$(80) milhões Δ PRINCIPAIS DESTAQUES 33,8% 33,2% 31,4% 31,4% 31,9% -1,1% -2,0% -1,8% -1,9% -1,8% 2T16 3T16 4T16 Custo de Pessoal 4,5% 3,2% -0,9% 4T16 Custo dos Serviços Prestados -1,3% -6,8% -4,9% 4T16 Despesas de Comercialização¹ 4,0% -5,2% -2,3% 4T16 ı 12,9% do Opex total ı Economias com reestruturações organizacionais nos últimos anos ı 41,1% do Opex total ı Redução das tarifas de interconexão ı Sinergias em conteúdo de TV ı 26,7% do Opex total ı Despesas mais altas devido a maior atividade comercial nos principais segmentos Custos Recorrentes Margem EBITDA Recorrente Relação PDD / Receita Bruta 2,2% 2,1% 2,2% 4T16 ı 5,1% do Opex total ı Ações de crédito e cobrança continuam a sustentar níveis estáveis de PDD 1- Excluindo PDD. 12

13 SINERGIAS Impacto das sinergias operacionais no fluxo de caixa livre no valor de R$0,5 bi no VPL Garantido Sinergias de Fluxo de Caixa VPL R$ bilhões % sobre o valor capturado R$ milhões Acumuladas² 22 Melhor Cenário Receitas RECEITAS 5, % Opex OPEX 6,6 1,5 6,6 28% EBITDA Capex (77) 99% CAPEX FINANCEIRO E FISCAL 4,1 3,6 5,9 5,0 Plano de Integração Melhor Cenário¹ Já Capturadas 89% 85% FC Direto FC Indireto Impacto no FCO³ Tendência de VPL das sinergias aponta para um total de R$25 bi. 2- Sinergias de Fluxo de Caixa acumuladas desde o 2T Não inclui as sinergias de fluxo de caixa financeiras e fiscais. 13

14 COMPROMISSO COM A EFICIÊNCIA Melhora esperada de margem sustentada por nosso projeto de eficiência, focado em simplificar processos em toda a Companhia Adaptar nosso modelo operacional para endereçar a evolução das demandas digitais dos clientes As principais oportunidades atualmente sendo endereçadas são: Eficiência comercial Priorizado pela alta administração para aumentar a rentabilidade Back-office zero e zero papel Simplificação de nosso modelo operacional Alavancando iniciativas de analytics e transformação Otimização da infraestrutura e uso dos recursos DIGITAL EM TUDO O QUE FAZEMOS 14

15 LUCRO LÍQUIDO Expansão no impulsionada pelo crescimento de EBITDA e melhor gestão financeira Lucro Líquido do R$ milhões e % REPORTADO R$ milhões % 7,3%¹ 1,6% -8,3% -16,4% 13,3%² (339) 64 (30) Itens Não-Recorrentes exc. Itens Não- Recorrentes EBITDA exc. Itens Não-Recorrentes D&A Resultado Financeiro Impostos PRINCIPAIS RAZÕES PARA AS VARIAÇÕES ITENS NÃO-RECORRENTES positivamente impactado pela venda de torres, no valor líquido de R$338,9 milhões RESULTADO FINANCEIRO Positivamente impactado por menores taxas de juros e menor endividamento médio no período AUMENTO NA D&A Explicado por maiores investimentos nos últimos anos 1- Refere-se à evolução do EBITDA recorrente reportado. O gráfico exclui os efeitos líquidos de itens não-recorrentes. 2- Lucro líquido cai -18,2% quando comparado ao valor não-recorrente do. 15

16 FLUXO DE CAIXA LIVRE Forte geração de fluxo de caixa em todas as linhas sustentam sólido perfil financeiro Geração de Fluxo de Caixa Livre¹ com melhorias em todos os níveis Melhora contínua da estrutura financeira através de forte geração de caixa R$ milhões EBITDA (CAPEX) (Juros e Imposto de Renda) (Capital Circulante) FCL da atividade de negócio (1.492) (1.328) (1.100) (1.098) (459) (410) Remuneração aos acionistas em 2017 Pagamento de R$4,1 bi em dividendos/jscp já declarados²: R$ milhões Data Pagamento Valor Bruto Valor por ação (PN³) 22/ago/ /dez/2017 Total R$1.568 mi R$2.518 mi R$4.086 mi R$0,96 R$1,54 R$2, ,9 Mar/16 10,8 Mar/17 0,35 0,33 4,7 4,5 Mar/16 Dívida Líquida Dívida Bruta R$ bilhões Dívida Líquida R$ bilhões Dívida Líquida / EBITDA Mar/17 +21,3% -2,9% 1- FCL não inclui o imposto de renda relativo ao JSCP. 2- Baseado no lucro líquido de Valores brutos por ON: R$0,87 em 22/ago e R$1,40 em 13/dez. 16

17 DESTAQUES Mais um trimestre de fortes resultados, superando o mercado Acelerando o crescimento de receita Impulsionado por dados Melhora da margem e excepcional geração de fluxo de caixa Ampliando a diferenciação de rede e satisfação dos clientes 17

18 PARA MAIS INFORMAÇÕES: RELAÇÕES COM INVESTIDORES

RESULTADOS 2T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2017

RESULTADOS 2T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2017 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2017 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento

Leia mais

RESULTADOS 3T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro, 2016

RESULTADOS 3T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro, 2016 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro, 2016 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento

Leia mais

RESULTADOS 4T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2018

RESULTADOS 4T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2018 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2018 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros

Leia mais

RESULTADOS 3T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro de 2017

RESULTADOS 3T17. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro de 2017 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Outubro de 2017 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de

Leia mais

RESULTADOS 4T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2017

RESULTADOS 4T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2017 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de 2017 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros

Leia mais

Resultados 4T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2015.

Resultados 4T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2015. Resultados 4T14_ Fevereiro, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

RESULTADOS 1T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Abril, 2016

RESULTADOS 1T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Abril, 2016 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Abril, 2016 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento

Leia mais

RESULTADOS 2T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho, 2016

RESULTADOS 2T16. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho, 2016 RESULTADOS Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho, 2016 DISCLAIMER Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento

Leia mais

Resultados. Telefônica Brasil S.A

Resultados. Telefônica Brasil S.A Resultados 4T11 e 2011 16.02.2012 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 4T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações trimestrais e anuais

Leia mais

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil Resultados 3T11 Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de 2011. Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 3T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma,

Leia mais

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12 10.05.2012 Resultados 1T12 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 1T11 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações anuais aqui apresentadas podem diferir i daquelas informadas

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

Destaques: Trimestre Forte para Consolidar o Turnaround

Destaques: Trimestre Forte para Consolidar o Turnaround Destaques: Trimestre Forte para Consolidar o Turnaround Confirmando a Trajetória de Crescimento Quebrando as Barreiras da Rentabilidade Receita Líq. de Serviços R$ milhões 15.387 +1% 14.720 +5% Rec. Liq.

Leia mais

Resultados 4T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 4T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro de Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Fevereiro de 2016. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

2016: Um ano de recuperação

2016: Um ano de recuperação 2016: Um ano de recuperação Cenário macro ainda difícil, mas com perspectiva de melhora... aliada à uma profunda recuperação operacional... mostrando uma recuperação consistente nos resultados de 2016

Leia mais

Destaques do 3T17: Sólida Tendência em Todas as Frentes

Destaques do 3T17: Sólida Tendência em Todas as Frentes Destaques do : Sólida Tendência em Todas as Frentes Acelerando o Crescimento Rentabilidade em Estado de Arte RSM líquida +5,8% A/A Acelerando Receita Líquida de Serviços Móveis de +5% A/A no 2T 2x vs.

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.636,3 5.822,6 (3,2) 5.105,7 10,4 Receita de serviço móvel 5.270,5 5.474,3 (3,7) 4.924,4 7,0 Franquia e utilização 2.784,4 2.908,1 (4,3)

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 06 de Novembro de 2006 1 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 2 Destaques Forte crescimento e melhoria da qualidade da base

Leia mais

Resultados 2T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho, Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 2T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho, Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Julho, 2015. Disclaimer Pela primeira vez, apresentamos neste trimestre os números proforma combinados dos resultados financeiros e indicadores operacionais da Telefônica Brasil e GVT. Para

Leia mais

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.105,6 5.260,4 (2,9) 4.671,1 9,3 Receita de serviço móvel 4.924,2 5.097,4 (3,4) 4.367,2 12,8 Franquia e utilização 2.599,8 2.660,5 (2,3) 2.322,6 11,9

Leia mais

Resultados 1T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio de 2014.

Resultados 1T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio de 2014. Resultados _ Maio de 2014. Destaques do DESTAQUES Crescente market share de pós-pago contribuindo para uma maior adoção de dados e crescimento do ARPU. Operacional Crescimento de acessos pós-pagos* 25%

Leia mais

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.758,7 6.086,3 (5,4) 5.636,3 2,2 Receita de serviço móvel 5.446,1 5.762,7 (5,5) 5.270,5 3,3 Franquia e utilização 2.833,7 2.891,4 (2,0)

Leia mais

Transformação da Base de Clientes: Pós-pago

Transformação da Base de Clientes: Pós-pago Transformação em curso: Ciclo Virtuoso em Ascensão Expansão da rede 4G (# sites 4G e-nodeb) Adições Líquidas de Pós-pago humano () (Excluindo M2M e Modems ; em milhares de linhas) 8,0 +55% 12,5 418 327

Leia mais

Resultados 3T13. Novembro de 2013.

Resultados 3T13. Novembro de 2013. Resultados 3T13 Novembro de 2013. Destaques do trimestre Fixo Móvel Operacional Melhora contínua em todas as frentes, garantindo forte patamar de adições líquidas pelo segundo trimestre consecutivo, principalmente

Leia mais

Resultados. Resultados

Resultados. Resultados Apresentação Apresentação de de Resultados Resultados TIM TIM Participações Participações S.A. S.A. 1 Resiliência do Negócio Frente à Tempestade Melhorias Operacionais Usuários, Minutos, Usuários Únicos,

Leia mais

Plano Estratégico Relações com Investidores

Plano Estratégico Relações com Investidores 1 Limitação de Responsabilidade Esta apresentação contém declarações prospectivas que refletem crenças e expectativas atuais sobre a base de clientes, estimativas em relação aos resultados financeiros

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.540,4 5.636,3 (1,7) 5.128,3 8,0 11.176,7 10.234,0 9,2 Receita de serviço móvel 5.219,2 5.270,5 (1,0) 4.959,8 5,2 10.489,7 9.884,2 6,1 Franquia

Leia mais

1T16 difícil ainda reflete cenário macro desafiador, mas aponta para o início de uma reversão nas métricas operacionais

1T16 difícil ainda reflete cenário macro desafiador, mas aponta para o início de uma reversão nas métricas operacionais difícil ainda reflete cenário macro desafiador, mas aponta para o início de uma reversão nas métricas operacionais Impacto da VU-M -R$142 milhões Remodelando a Indústria - Receitas tradicionais: -20% A/A

Leia mais

Resultados Janeiro Março / Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A.

Resultados Janeiro Março / Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A. Resultados Janeiro Março / 2017 Resultados 3T14 ACELERAÇÃO DE RECEITAS DE SERVIÇOS E CONSISTENTE REDUÇÃO DE CUSTOS RESULTAM EM EXPANSÃO DA MARGEM E SÓLIDO CRESCIMENTO DE EBITDA NO 1T17 DESTAQUES Crescimento

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Abril de 2017

Resultados 1º Trimestre de de Abril de 2017 Resultados 1º Trimestre de 2017 28 de Abril de 2017 Principais Destaques R$ mil 1T17 Alimentar Multivarejo Assaí Variação vs. 1T16 1T17 Variação vs. 1T16 1T17 Variação vs. 1T16 Receita líquida 10,552 +6.7%

Leia mais

Principais Destaques do 2T: Acelerando a Recuperação

Principais Destaques do 2T: Acelerando a Recuperação Principais Destaques do 2T: Acelerando a Recuperação Receita Líquida de Serviços Móveis (%A/A) Adições Líquidas de Pós-pago em Novo Ritmo (mil linhas) 5,0% 445 509 3,7% 211 +12 pp -1,5% -3,0% -6,8% 3T16

Leia mais

Grupo Telecom Italia TIM Brasil

Grupo Telecom Italia TIM Brasil GRUPO TELECOM ITALIA Londres, 16 de Fevereiro de 2016 Grupo Telecom Italia TIM Brasil 70 60 50 40 30 20 10 0 Brasil 2016-18: Reconhecendo os Desafios Protegendo resultados em ambiente macroeconômico mais

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 AGOSTO 2011 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 2 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 3 Ofertas por Segmento DESTAQUES

Leia mais

Tendências do Setor de Telecomunicações A PARTIR DE 2017, A ECONOMIA BRASILEIRA DEVE APRESENTAR CRESCIMENTO DO PIB, COM AUMENTO CONTÍNUO DO MERCADO

Tendências do Setor de Telecomunicações A PARTIR DE 2017, A ECONOMIA BRASILEIRA DEVE APRESENTAR CRESCIMENTO DO PIB, COM AUMENTO CONTÍNUO DO MERCADO Tendências do Setor de Telecomunicações A PARTIR DE 2017, A ECONOMIA BRASILEIRA DEVE APRESENTAR CRESCIMENTO DO PIB, COM AUMENTO CONTÍNUO DO MERCADO 2.66 2.34 A Taxa de câmbio (R$/US$) 3.26 3.90 3.45 3.50

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006 06 de Março de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 4T06: Forte crescimento e sólida performance financeira

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015 Resultados 1º Trimestre de 2015 8 de Maio de 2015 Receita líquida avança 14,8%, com sólido crescimento orgânico Cnova Receita líquida: +14,8% Vendas mesmas lojas: +4,0% EBITDA (1) : R$ 1,057 bilhão Margem

Leia mais

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Fevereiro 2013 4T12 2012 EstratégiA RESIDENCIAL MOBILIDADE PESSOAL EMPRESARIAL CORPORATIVO Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A. cba

Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A. cba Resultados 3T14 cba Resultados Janeiro Junho / 2017 SÓLIDA PERFORMANCE EM DADOS MÓVEIS E ULTRA BANDA LARGA E CONTÍNUA EFICIÊNCIA EM CUSTOS E INVESTIMENTOS LEVAM A FORTE CRESCIMENTO DE 6,9% NO EBITDA RECORRENTE

Leia mais

Resultados 1T11 Apresentação. TIM Brasil 1Q11 Results Presentation Relações com Investidores São Paulo, 3 de maio de 2011

Resultados 1T11 Apresentação. TIM Brasil 1Q11 Results Presentation Relações com Investidores São Paulo, 3 de maio de 2011 Resultados A Apresentação ã TIM Brasil 1Q11 Results Presentation Relações com Investidores São Paulo, 3 de maio de 2011 Agenda : Principais Realizações : Resultados Financeiros 2011: Perspectivas 1 O que

Leia mais

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Novembro, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

14 de fevereiro de 2014 RESULTADOS 4T13 E 2013

14 de fevereiro de 2014 RESULTADOS 4T13 E 2013 14 de fevereiro de 2014 RESULTADOS 4T13 E 2013 GPA Consolidado¹ Destaques do 4T13: Foco na expansão: abertura de 50 novas lojas. No ano, foram abertas 128 lojas, aumento de 5,3% de área de vendas. Vendas

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016 Divulgação de Resultados 04 de novembro de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Resultados Janeiro Dezembro / Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A.

Resultados Janeiro Dezembro / Resultados 3T14 Telefônica Brasil S.A. Resultados Janeiro Dezembro / 2016 Resultados 3T14 COM ESTRATÉGIA CENTRADA EM DADOS, VIVO APRESENTA SÓLIDOS RESULTADOS EM 2016 COM EXPANSÃO EM RECEITA, MARGEM EBITDA E EM GERAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA DESTAQUES

Leia mais

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 3º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Novembro / 2017

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 3º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Novembro / 2017 3º Trimestre de 2017 Resultados Tupy Relações com Investidores dri@tupy.com.br Novembro / 2017 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas,

Leia mais

UBS CEO CONFERENCE. 21 de março de 2006

UBS CEO CONFERENCE. 21 de março de 2006 UBS CEO CONFERENCE 21 de março de 2006 1 Disclaimer Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

13 de Fevereiro de 2015 RESULTADOS 4T14 E 2014

13 de Fevereiro de 2015 RESULTADOS 4T14 E 2014 13 de Fevereiro de 2015 RESULTADOS 4T14 E 2014 Expansão da rentabilidade da Companhia no 4T e no ano de 2014 Resultados 4T14 2014 Receita Líquida 19.665 +16,2% 65.525 +13,3% EBITDA Ajustado 1 Margem EBITDA

Leia mais

Resultados Financeiros e Operacionais. 1º Trimestre de 2003

Resultados Financeiros e Operacionais. 1º Trimestre de 2003 Resultados Financeiros e Operacionais 1º Trimestre de 2003 Abril - 2003 Agenda Tendências Desafios Consórcio Brasil Celular Programa de Relacionamento Resultados Financeiros e Operacionais Amazônia Celular

Leia mais

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14 24 de Julho de 2014 RESULTADOS E 1S14 Consolidado: Destaques do Receita líquida avança 13,4%, com crescimento mesmas lojas de 9,5%: Crescimento impulsionado pelo desempenho do Alimentar e da Nova Pontocom;

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012 RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA Consolidado Destaques: Foco na expansão: abertura de 20 novas lojas no 3T13. Nos 9M13, foram abertas 78 lojas, o que representou 2,8% de aumento de área de

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Brasília

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Brasília Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Expo Money Brasília Conhecendo a TIM Aniversário de 15 anos de Listagem TIM: Uma Gigante Brasileira Crescimento Orgânico Receita Bruta (R$ Bi) 27,8 Base

Leia mais

Resultados 08 2T 07 de Agosto de 2008

Resultados 08 2T 07 de Agosto de 2008 Resultados 2T08 07 de Agosto de 2008 Comentários iniciais Marca inovadora e confiável: Viver além da tecnologia Primeiro lugar no Top of mind¹ Primeiro lugar em Awareness¹ da marca Escolhido o melhor website

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 1T07 4 de Maio de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 1T07: Crescimento Contínuo em um Mercado cada vez Mais Desafiador

Leia mais

3T14 Apresentação de Resultados

3T14 Apresentação de Resultados 3T14 Apresentação de Resultados 21 de Outubro de 2014 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

APRESENTAÇÃO TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T de Maio de 2017

APRESENTAÇÃO TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T de Maio de 2017 APRESENTAÇÃO TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 16 de Maio de 2017 AVISO LEGAL Esta apresentação contém declarações sobre o futuro que estão sujeitas a riscos e incertezas. Estas declarações são baseadas nas

Leia mais

Plano Estratégico

Plano Estratégico TELECOM ITALIA GROUP Board of Directors March 6 th 2018 2018-2020 Plano Estratégico Março, 2018 1 Limitação de Responsabilidade Esta apresentação contém declarações prospectivas que refletem crenças e

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A Reunião Pública com Investidores Resultados de 2006

Net Serviços de Comunicação S.A Reunião Pública com Investidores Resultados de 2006 Net Serviços de Comunicação S.A Reunião Pública com Investidores Resultados de 2006 A Companhia Destaques do trimestre Início dos investimentos para aumentar a bi-direcionalidade da rede; Expansão da oferta

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Belo Horizonte

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Belo Horizonte Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Expo Money Belo Horizonte Conhecendo a TIM 15 anos de Listagem na Bolsa TIM: Uma Gigante Brasileira Crescimento Receita Bruta (R$ Bi) 27,8 Base de Clientes

Leia mais

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012 Relações com Investidores Áudio Conferência Maio 2012 1T12 Performance EBITDA Pro-forma 1T11 1T12 4T11 1T12 2.012 29,6% 2.012 29,6% 1.985 28,6% 1.838 26,4% EBITDA e Margem EBITDA apresentam crescimento

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T07 e de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T07 e de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T07 e de 2007 5 de Março, 2008 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 TIM em 2007 Uma Marca Reconhecida... Top of Mind operadora

Leia mais

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 4º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Março / 2017

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 4º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Março / 2017 4º Trimestre de 2016 Resultados Tupy Relações com Investidores dri@tupy.com.br Março / 2017 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas,

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultado do 1T08

TIM Participações S.A. Resultado do 1T08 TIM Participações S.A. Resultado do 1T08 6 de Maio de 2008 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 Indicadores Base de Clientes Resultados Principais Destaques do

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2T de Agosto de 2017

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2T de Agosto de 2017 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 15 de Agosto de 2017 AVISO LEGAL Esta apresentação contém declarações sobre o futuro que estão sujeitas a riscos e incertezas. Estas declarações são baseadas nas crenças e

Leia mais

TIM Brasil Plano Industrial

TIM Brasil Plano Industrial TIM Brasil 2013-2015 Industrial Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem crenças e expectativas

Leia mais

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2014

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2014 Resultados 4º Trimestre de 2013 13 de Fevereiro de 2014 Principais Destaques do Resultado de 2013 Lucro líquido de R$ 1,175 bilhão, com crescimento de 268% 1 no comparativo com 2012 2 Ganho de market share

Leia mais

Encontro com a TIM APIMEC DF. Brasília. 09 de Maio de 2017

Encontro com a TIM APIMEC DF. Brasília. 09 de Maio de 2017 Encontro com a TIM APIMEC DF Brasília 09 de Maio de 2017 Para a era de Da era de ouro de DADOS VOZ O MUNDO ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO ONTEM HOJE A RELAÇÃO DOS BRASILEIROS COM SMARTPHONES ESTÁ EVOLUINDO RÁPIDO...

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T17

Divulgação de Resultados 1T17 Divulgação de Resultados Estratégia de Realocação de Capital 2017 Profarma 2017 Foco em Rentabilidade 3 Realocação de capital Segmentos de melhores retornos Empresa em transformação Evolução da margem

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14

Teleconferência de Resultados 1T14 Teleconferência de Resultados 1T14 RESULTADOS - CONSOLIDADO RECEITA LÍQUIDA 267,3 300,1 12,3% EBITDA AJUSTADO¹ 50,0 56,5 13,0% MARGEM EBITDA AJUSTADO ² 17,9% 17,9% 0,0 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO 3 28,7

Leia mais

RESULTADOS 1T13. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 30 de abril de 2013

RESULTADOS 1T13. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 30 de abril de 2013 RESULTADOS 1T13 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo 30 de abril de 2013 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 1T13 Vendas Brutas R$ milhões, 1T13 x 1T12 Cresc. mesmas lojas vs 1T12 14.984 +9,7% ML +6,6% EBITDA R$ milhões,

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Apresentação de Resultados e Atualização do Plano Industrial 2o TRI 2016

Apresentação de Resultados e Atualização do Plano Industrial 2o TRI 2016 Apresentação de Resultados e Atualização do Plano Industrial 2o TRI 2016 1 Seguindo adiante: melhorando a performance Primeiros sinais de melhoria da economia Estabilidade política Inflação de volta para

Leia mais

Resultados do 1T17 27 de Abril de 2017

Resultados do 1T17 27 de Abril de 2017 Resultados do 27 de Abril de 2017 Transformação Negócio Online Evolução Estratégica do Marketplace 4 mil parceiros, 2 milhões de SKUs selecionados pelo nível de serviço e alinhamento com a nossa visão

Leia mais

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2016

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2016 Resultados 4º Trimestre de 2015 25 de Fevereiro de 2016 4T15: Receita líquida: R$ 19,7 bilhões EBITDA (1) : R$ 921 milhões 2015: Receita líquida: R$ 69,1 bilhões EBITDA (1) : R$ 3.364 milhões Número de

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ TELEFÔNICA BRASIL S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ TELEFÔNICA BRASIL S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Resultados 3º Trimestre de de Outubro de 2015

Resultados 3º Trimestre de de Outubro de 2015 Resultados 3º Trimestre de 2015 30 de Outubro de 2015 Resiliência do segmento alimentar e sólida capacidade financeira do Grupo Receita líquida de R$ 16,1 bi: Alimentar cresce 7,3%, acima do desempenho

Leia mais

DESTAQUES DO 2 TRIMESTRE Operacional

DESTAQUES DO 2 TRIMESTRE Operacional Financeiro DESTAQUES DO 2 TRIMESTRE Operacional Dados como % da receita % da base total de clientes Sólido crescimento da Receita Bruta de Dados: R$1,6 bi no 19% 22% 27% Usuários de dados atingiram 29

Leia mais

P r a c r er e i r a i Es E tra r t a ég é ic i a com m a Portugal Telecom Janeiro de 2011

P r a c r er e i r a i Es E tra r t a ég é ic i a com m a Portugal Telecom Janeiro de 2011 Parceria Estratégica com a Portugal Telecom Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação Crescimento da Classe C traz oportunidades relevantes para o setor de Telecom no Brasil Área Terrestre 8,5 Milhões

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016 Divulgação de Resultados 06 de Maio de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 Disclaimer Considerações futuras, se contidas nesse documento, são exclusivamente relacionadas às perspectivas do negócio, estimativas de

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS. 2º Trimestre de 2017

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS. 2º Trimestre de 2017 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2º Trimestre de 2017 Destaques Madeira Estratégia de sustentação dos aumentos de preço Aumento dos volumes exportados Deca Melhora do mix de produtos Boa performance da Hydra

Leia mais

RESULTADOS 3T12. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 01 de novembro de 2012

RESULTADOS 3T12. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 01 de novembro de 2012 RESULTADOS 3T12 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo 01 de novembro de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 3T12 Vendas Brutas R$ milhões, 3T12 x 3T11 Cresc. mesmas lojas vs 3T11 13.666 +8,7% ML +7,1% EBITDA R$ milhões,

Leia mais

TELEFÔNICA BRASIL ATINGE RENTABILIDADE RECORDE NO 4T12 COM EBITDA DE R$ 3,9 BILHÕES REPRESENTANDO CRESCIMENTO ANUAL DE 16,5% E MARGEM EBITDA DE

TELEFÔNICA BRASIL ATINGE RENTABILIDADE RECORDE NO 4T12 COM EBITDA DE R$ 3,9 BILHÕES REPRESENTANDO CRESCIMENTO ANUAL DE 16,5% E MARGEM EBITDA DE Resultados Janeiro Dezembro / 2012 + TELEFÔNICA BRASIL ATINGE RENTABILIDADE RECORDE NO 4T12 COM EBITDA DE R$ 3,9 BILHÕES REPRESENTANDO CRESCIMENTO ANUAL DE 16,5% E MARGEM EBITDA DE 43,3% DESTAQUES Foco

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 4T15 E 2015 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 4T15 E 2015 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO E 2015 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 17 de Março de 2016 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2015 2 DESTAQUES CONSOLIDADOS DE 2015 RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA (R$ MILHÕES)

Leia mais

Resultados 1T17. Maio 2017

Resultados 1T17. Maio 2017 Resultados 1T17 Maio 2017 1 Disclaimer O material divulgado pela Companhia reflete as expectativas dos administradores e poderá conter estimativas sobre eventos futuros. Quaisquer informações, dados em

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

TIM Participações S.A.

TIM Participações S.A. Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados TIM Participações S.A. Destaques Financeiros R$ milhões Guidance Var. % A/A 1S12 Var. % A/A Receita Total (reportado) Receita Total (com ajuste da

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T de agosto de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T de agosto de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T16 04 de agosto de 2016 Magazine Luiza Destaques do 2T16 Vendas e Margem Bruta E-commerce Despesas Operacionais EBITDA e Lucro Líquido Endividamento Crescimento da receita

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CONSIDERAÇÕES INICIAIS Resultados Disclaimer O material que se segue é uma apresentação de informações gerais da Kroton Educacional S.A ( Kroton ). Tratam-se de informações resumidas sem intenção de serem completas, que não

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 24 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO Maior empresa de telecomunicações no segmento de telefonia móvel pré-paga no Brasil, e segundo lugar no mercado

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T de julho de 2016

Divulgação de Resultados 2T de julho de 2016 Divulgação de Resultados 27 de julho de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

RESULTADOS 4T12/2012. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 20 de fevereiro de 2013

RESULTADOS 4T12/2012. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 20 de fevereiro de 2013 RESULTADOS 4T12/2012 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo 20 de fevereiro de 2013 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 4T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas R$ milhões,

Leia mais

Resultados do 4T e de Março de 2018

Resultados do 4T e de Março de 2018 Resultados do 4T e 2017 15 de Março de 2018 DISCLAIMER Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes 1 Pilares Estratégicos 1 Forte cultura corporativa, cujo principal foco é a valorização das pessoas 2 Plataforma de vendas integrada, com múltiplos canais de venda 3 Grande base de clientes, com CRM visando

Leia mais

Telesp - GVT: Um encaixe perfeito. Outubro 7, 2009

Telesp - GVT: Um encaixe perfeito. Outubro 7, 2009 Telesp - GVT: Um encaixe perfeito Outubro 7, 2009 Aviso Legal O presente documento contém manifestações a respeito do futuro sobre intenções, expectativas ou previsões da Companhia ou de seu direcionamento

Leia mais