PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO RESUMO EXECUTIVO JUSTIFICATIVA TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO RESUMO EXECUTIVO JUSTIFICATIVA TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO"

Transcrição

1 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO Portfólio de Projetos Estratégicos de 2013 Objetivo Estratégico: PM09 - Implementar política de de servidores em consonância com os objetivos estratégicos do IFAL Gestor: Edson Moreno Setor responsável: CDCP/PRDI RESUMO EXECUTIVO O presente projeto integra o Portfólio 2013 do Instituto Federal de Alagoas - IFAL e objetiva a construção, aprovação, execução e acompanhamento de um Capacitação para o Instituto, permitindo qualificar seu corpo funcional para a crescente demanda oriunda de sua consolidação, valorizando as carreiras técnico-administrativo e docente. Este trabalho terá a duração de aproximadamente 1 (um) ano, está dividido em quatro fases complementares e é conduzido pela Pró-reitoria de Desenvolvimento Institucional, sob a responsabilidade do Coordenador. JUSTIFICATIVA O capital humano é um elemento primordial para que uma instituição obtenha sucesso no desenvolvimento de suas atividades. Assim, deve-se considerar as necessidades deste componente no que tange a atualizações e conhecimentos técnicos que impactem numa maior qualidade dos serviços prestados pela instituição. Hoje, o IFAL passa por um momento de expansão e consequente crescimento no seu quadro funcional, sendo imprescindível a existência de um Plano que norteie esta prática dentro do Instituto. 1

2 O Plano é um instrumento de gestão utilizado para prever as formações necessárias ao quadro de pessoal de uma instituição, de modo a atingir aos objetivos traçados e promover otimização dos serviços prestados. Um Plano bem construído estimula o desenvolvimento de uma cultura de pensada no desenvolvimento organizacional; contempla as necessidades da organização em consonância com as necessidades individuais do servidor; e prevê custos a serem dispendidos com, promovendo uma maior agilidade nos processos de contratação destes. OBJETIVO Objetivo Geral Qualificar o corpo funcional para a crescente demanda oriunda de consolidação do Instituto Federal de Alagoas, valorizando as carreiras técnico-administrativo e docente, trazendo melhorias para a instituição e a sociedade geral. Objetivos Específicos Identificar a demanda de no IFAL; Construir e aprovar o Plano Institucional para 2013; Atender à demanda de da instituição, qualificando seu corpo funcional; Preparar a proposta para o Plano Produtos e Serviços Levantamento das demandas do Instituto para Capacitação para os anos de 2013 e Plano Cursos. Relatório de Execução das Capacitações Proposta de Plano Metas Levantar as demandas em de todas as Pró-reitorias e câmpus do IFAL para os anos de 2013 e 2014, ainda em

3 Investir todo o montante destinado à no ano de 2013, no ano em vigência deste projeto. Promover até o final de 2013, 21(vinte e um) cursos de no IFAL, entre as modalidades EAD e presencial. Capacitar pelo menos 600 servidores no IFAL, entre cursos promovidos interna e externamente, em servidores capacitados em cursos externos em (200 Professores Maceió, 152 outras localidades) 21 cursos de promovidos pelo IFAL (18 EAD e 3 presenciais). ESCOPO O presente projeto pretende elaborar e acompanhar o Plano IFAL para o ano de Para isso será inicialmente promovido um levantamento de demandas de no Instituto junto à Pró-reitorias, Diretorias de Câmpus e Servidores. O Plano será confeccionado, mediante as informações coletadas com o referido levantamento, sendo depois, enviado para aprovação pelo Colégio de Dirigentes. É de responsabilidade deste projeto acompanhar e promover a realização dos cursos identificados no Capacitação. Bem como do levantamento de demandas junto aos públicos já aqui mencionados para o ano de Está prevista, também, a elaboração e disponibilização aos gestores do IFAL de um Relatório contendo dados sobre a no IFAL no ano de Não consta como escopo deste projeto a finalização do Capacitação 2014 e realização de pesquisa relacionada a eficácia da. TEMPO ESTIMADO 03/12/2012 a 20/12/ (um) ano e 17 (dezessete) dias. Etapas Previstas Etapas Início Término 1 Levantamento de Demandas 03/12/ /12/2013 3

4 2 Capacitação /02/ /04/ Execução 09/04/ /11/ Relatório Anual 09/04/ /12/2013 RESTRIÇÕES O Capacitação IFAL 2013 deverá ser aprovado até a primeira quinzena de abril do mesmo ano, devido a indisponibilidade de se viabilizar determinadas capacitações depois deste período. EQUIPE DO PROJETO Descrição da Equipe do Projeto NOME Edson de Albuquerque Moreno Denise Damásio Albuquerque José Carlos Pêssoa de Melo CARGO/FUNÇÃO Coordenador Assistente Administrativo Pró-reitor de Desenvolvimento Institucional Responsabilidades NOME Edson de Albuquerque Moreno RESPONSABILIDADE NO PROJETO - Realizar o Levantamento de Demandas para o IFAL com servidores e gestores para os anos de 2013 e Analisar dados referentes ao levantamento de demandas de no ano de Elaborar e apresentar sempre que necessário Capacitação IFAL Viabilizar junto à Pró-Reitoria de Administração e Planejamento as capacitações previstas no Capacitação. - Acompanhar a execução das capacitações previstas no Plano 4

5 Anual Elaborar Relatório Anual. - Disponibilizar (e, se necessário, apresentar) Relatório Anual aos gestores do IFAL. - Gerenciar todas as ações do projeto. - Prestar contas do andamento do projeto a instâncias superiores, ou a quem possa vir a interessar, desde que devidamente autorizado pelo IFAL. - Apoiar a realização do levantamento das demandas do IFAL no que tange a capacitações nos anos de 2013 e Auxiliar o processo de análise de dados referentes ao levantamento de no ano de 2013, bem como a elaboração do Capacitação IFAL Denise Damásio Albuquerque - Encaminhar proposta de Capacitação IFAL 2013 para aprovação no Colégio de Dirigentes. - Acompanhar a execução das capacitações previstas no Plano Anual Auxiliar na elaboração do Relatório Anual. - Substituir o gestor do projeto sempre que necessário. José Carlos Pêssoa de Melo - Apoiar o andamento do projeto, fornecendo apoio institucional. Colégio de Dirigentes - Analisar e aprovar o Capacitação Viabilizar junto a CDCP as capacitações presentes no Plano Anual de Capacitações Fornecer informações referentes ao orçamento executado PRAP com ; cursos ou pedidos de externa aprovados; e andamento dos processos de pedidos de, promovidos pelo IFAL, quando este estiver tramitando em suas instâncias. - Analisar e dar parecer sobre os processos (no aspecto Procuradoria legislativo) de promovidos pelo IFAL. ANEXO 1 EAP 5

6 Projeto Plano 1. Levantamento de Demandas 2. Plano Anual Execução 4.Relatório Anual de Capacitação 1.1 Demandas Análise de Dados 4.1 Acompanhame nto 1.2 Demandas Elaboração de Proposta 4.2 Elaboração de Relatório 2.3 Encaminhame nto de 4.3 Socialização 2.4 Aprovação do Plano 6

7 ANEXO 2 Detalhamento das Atividades do Projeto # Atividade Escopo Levantar demandas junto aos servidores, Diretrias de 1. Levantamento de Câmpus e Próreitorias do Demandas Instituto sobre para os anos de 2013 e Levantar demandas junto aos servidores, Diretrias de 1.1 Demandas 2013 Câmpus e Próreitorias do Instituto sobra para o ano de Resultados Esperados Demandas 2013 e 2014 levantadas Demandas 2013 levantada Data de Data de início Término Responsável Setor/ área 03/12/12 06/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI 03/12/12 08/02/13 Edson Moreno CDCP/PRDI 7

8 Construir instrumento de Coleta de Instrumento de Coleta de Dados Dados para levantamento de Instrumento construído 03/12/12 14/12/12 Edson Moreno CDCP/PRDI demandas de no IFAL. Realizar pesquisa junto aos servidores Pesquisa Servidores do IFAL para identificar suas demandas no que tange à Pesquisa com servidores realizada 20/12/12 31/01/13 Edson Moreno CDCP/PRDI para o ano de Realizar pesquisa junto Pesquisa Gestores IFAL às Pró-reitorias e Diretorias de Câmpus do Pesquisa com gestores realizada 22/01/13 08/02/13 Edson Moreno CDCP/PRDI IFAL para identificar suas 8

9 demandas no que tange à para o ano de Levantar demandas junto aos servidores, Diretrias de 1.2 Demandas 2014 Câmpus e Próreitorias do Demandas 2014 levantada 14/10/13 06/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI Instituto sobra para o ano de Construir instrumento de Coleta de Instrumento de Coleta de Dados Dados para levantamento de Instrumento construído 14/10/13 25/10/13 Edson Moreno CDCP/PRDI demandas de no IFAL para

10 Realizar pesquisa junto aos servidores Pesquisa Servidores do IFAL para identificar suas demandas no que tange à Pesquisa com servidores realizada 04/11/13 06/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI para o ano de Realizar pesquisa junto às Pró-reitorias e Diretorias de Pesquisa Gestores IFAL Câmpus do IFAL para identificar suas demandas no Pesquisa com gestores realizada 04/11/13 06/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI que tange à para o ano de Capacitação 2013 Confecionar e Aprovar Plano Anual de Capacitação 2013 aprovado 18/02/13 08/04/13 Edson Moreno CDCP/PRDI 10

11 Capacitação do IFAL para o ano de Analisar dados obtidos com o levantamento de junto aos 2.1 Análise de Dados servidores e gestores do IFAL, além de Análise Dados concluída 18/02/13 01/03/13 Edson Moreno CDCP/PRDI elementos como orçamento e comportamento de demanda no ano anterior. Elaborar proposta de Proposta de 2.2 Elaboração de Proposta Capacitação IFAL 2013, com Capacitação /03/13 15/03/13 Edson Moreno CDCP/PRDI base nos dados elaborado analisados na fase anterior. 11

12 Encaminhar 2.3 Encaminhamento de Proposta proposta para o Capacitação para a provação do Colégio de Proposta de Capacitação 2013 encaminhada 18/03/13 20/03/13 Denise Damásio Albuquerque CDCP/PRDI Dirigentes. Aprovar Plano Anual de Capcitação IFAL 2.4 Aprovação do Plano Nesta fase estão compreendidads possíveis Capacitação 2013 aprovado 21/03/13 08/04/13 Colégio de Dirigentes IFAL adequações que possam vir a ser feitas. Viabilizar a realização das capacitações 3. Execução contemplados Capacitação /04/13 29/11/13 Edson Moreno CDCP/PRDI no Plano Anual executado IFAL

13 Acompanhar a execução das capacitações previstas no Capacitação Relatório Anual 4. Relatório Anual IFAL 2013; e com base nisso, 2013 elaborado e 09/04/13 20/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI elaborar socializado Relatório com resultado das capacitações promovidas pelo IFAL. Acompanhar a 4.1 Acompanhamento execução das capacitações previstas no Capacitação Acompanhamento do Plano Anual realizado 09/04/13 29/11/13 Edson Moreno CDCP/PRDI IFAL Elaboração de Relatório Elaborar relatório anual de IFAL Relatório Anual 2013 elaborado 02/12/13 13/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI 13

14 Disponibilizar 4.3 Socialização relatório Anual 2013 aos gestores do Relatório Anual 2013 socializado 16/12/13 20/12/13 Edson Moreno CDCP/PRDI IFAL. 14

DIAGNÓSTICO SOBRE AS CAUSAS DA EVASÃO E RETENÇÃO NO IFAL

DIAGNÓSTICO SOBRE AS CAUSAS DA EVASÃO E RETENÇÃO NO IFAL DIAGNÓSTICO SOBRE AS CAUSAS DA EVASÃO E RETENÇÃO NO IFAL TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO Portfólio de Projetos Estratégicos de 201 Objetivo Estratégico: PR01 - Reduzir as taxas de evasão e retenção

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO RESUMO EXECUTIVO JUSTIFICATIVA OBJETIVO. Objetivo Geral. Objetivos Específicos

ATUALIZAÇÃO DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO RESUMO EXECUTIVO JUSTIFICATIVA OBJETIVO. Objetivo Geral. Objetivos Específicos ATUALIZAÇÃO DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO Portfólio de Projetos Estratégicos de 2013 Objetivo Estratégico: PS05-Implantar 5 ações para melhorar o processo ensino-aprendizagem

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE INTEGRAÇÃO ENTRE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE INTEGRAÇÃO ENTRE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE INTEGRAÇÃO ENTRE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO TERMO DE ABERTURA DO PROJETO AMPLIADO Portfólio de Projetos Estratégicos de 2013 Objetivo Estratégico: Aumentar em 36,84% os investimentos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Diretoria de Desenvolvimento Institucional Coordenadoria de Gestão Estratégica. Documento norteador para o Planejamento Anual 2018

Diretoria de Desenvolvimento Institucional Coordenadoria de Gestão Estratégica. Documento norteador para o Planejamento Anual 2018 Diretoria de Desenvolvimento Institucional Coordenadoria de Gestão Estratégica Documento norteador para o Planejamento Anual 2018 Pelotas/RS Ago.2017 Apresentação Este documento foi desenvolvido pela Coordenadoria

Leia mais

8 Objetivo do Projeto Desenvolver os novos módulos SIC-Empresas, SIC-1010, SIC-ART, previstos para o ano de 2008 e realizar implementações evolutivas

8 Objetivo do Projeto Desenvolver os novos módulos SIC-Empresas, SIC-1010, SIC-ART, previstos para o ano de 2008 e realizar implementações evolutivas 1 Nome do Projeto 2 Código Sistema de Informações Confea/Crea SIC 3 Coordenador(a) 4 Tipo de Projeto Estratégico 5 Gestor(a) 6 Programa Flavio Henrique da Costa Bolzan Organização do Sistema 7 - Histórico

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011.

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

RESOLUÇÃO N 23, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010

RESOLUÇÃO N 23, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 RESOLUÇÃO N 23, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sessão de 16 de dezembro de 2010, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 19 do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA RESOLUÇÃO Nº 261 PÕE EM VIGÊNCIA AS NORMAS PARA AFASTAMENTO DE DOCENTES PARA DOUTORADO SANDUÍCHE E ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO O Reitor da Universidade Católica de Pelotas, no uso de suas atribuições, considerando

Leia mais

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Comunicação. Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº /06 e Nº

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Comunicação. Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº /06 e Nº - REGIMENTO INTERNO Secretaria de Comunicação Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº 12.659/06 e Nº 15.052 I - Secretaria Executiva: - assessorar o Secretário Municipal no exercício de suas atribuições;

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Errata do EDITAL N. 043/2017 - PROGRAD/UFSM/FIEN Fundo de Incentivo ao Ensino A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Reitoria RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 16 DE MAIO DE 2017

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Reitoria RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 16 DE MAIO DE 2017 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Reitoria RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 16 DE MAIO DE 2017 Dispõe sobre a estrutura organizacional, atribuições e competências para a criação, desenvolvimento,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Título do Projeto: Aprimoramento da sistemática de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RESOLUÇÃO NQ 08/2011-CONSUP Natal (RN), 20 de maio de 2011. Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Inovação

Leia mais

ELABORAÇÃO DE POLÍTICAS EBC PO

ELABORAÇÃO DE POLÍTICAS EBC PO MANUAL DE ORGANIZAÇÃO COD. 100 ASSUNTO: ELABORAÇÃO, FORMALIZAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICAS EBC. APROVAÇÃO: Deliberação CONSAD nº 50, de 23/06/2015. ATUALIZAÇÃO OS SECEX nº 13, de 11/05/2017. VIGÊNCIA:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI. Conselho Universitário - CONSU

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI. Conselho Universitário - CONSU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Conselho Universitário - CONSU RESOLUÇÃO N.º XXX CONSU, DE XXX DE XXX DE 2014. RESOLVE: Estabelece o Regimento Interno e

Leia mais

Acompanhamento do Planejamento

Acompanhamento do Planejamento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PROPLAN Acompanhamento do Planejamento A

Leia mais

Pró-reitoria de Ensino Fluxo para Aprovação/Reformulação de Projetos Pedagógicos de Cursos

Pró-reitoria de Ensino Fluxo para Aprovação/Reformulação de Projetos Pedagógicos de Cursos Fluxo para Aprovação/Reformulação de Projetos Pedagógicos de Cursos Dezembro/2016 MODELO DE (Portal do IFSul Ensino) 1 DENOMINAÇÃO 2 VIGÊNCIA JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS 4 PÚBLICO ALVO E REQUISITOS DE ACESSO

Leia mais

INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFMS

INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFMS INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFMS JULHO / 2017 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL IFMS Endereço: Rua Ceará, 972 - Campo Grande - MS CEP: 79.021-000

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO Pró-Reitoria de Extensão e Cultura PROExC REGULAMENTO DO NÚCLEO ESCOLA DE EXTENSÃO UNIRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO Pró-Reitoria de Extensão e Cultura PROExC REGULAMENTO DO NÚCLEO ESCOLA DE EXTENSÃO UNIRIO REGULAMENTO DO NÚCLEO ESCOLA DE EXTENSÃO UNIRIO Dispõe sobre a natureza e o funcionamento do Núcleo Escola de Extensão UNIRIO, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. Capítulo I DOS OBJETIVOS Art. 1º -

Leia mais

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Esportes e Lazer. Leis nº 6.529/05 e nº 6.551/06, Decretos nº /06, nº /06 e nº 16.

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Esportes e Lazer. Leis nº 6.529/05 e nº 6.551/06, Decretos nº /06, nº /06 e nº 16. - REGIMENTO INTERNO Secretaria de Esportes e Lazer Leis nº 6.529/05 e nº 6.551/06, Decretos nº 12.660/06, nº 12.979/06 e nº 16.385/15 I - Secretaria Executiva: - auxiliar e assessorar o Secretário Municipal

Leia mais

ATO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO: RC - Resolução do CONSAD. Resolução n. 62, de 17 de março de 2015.

ATO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO: RC - Resolução do CONSAD. Resolução n. 62, de 17 de março de 2015. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO Avenida Presidente Tancredo Neves, 2501 Terra Firme Cep: 66077-530 - Belém/Pará Tel.: (91)3210-5165/3210-5166

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE QUALIFICAÇÃO PIQ Câmpus Muzambinho

EDITAL Nº 02/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE QUALIFICAÇÃO PIQ Câmpus Muzambinho MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS, CÂMPUS Muzambinho EDITAL Nº 02/2015 PROGRAMA

Leia mais

Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO

Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO Guia de Orientações sobre as Atividades dos Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) da UNIRIO Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR POR PRODUTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR POR PRODUTOS Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR POR PRODUTOS OEI/BRA 09/005 - Desenvolvimento da Gestão Estratégica do

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO MODELO DE GESTÃO Estratégia de Governança Digital 1. OBJETIVO

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO OS-05/SR-1/04 01/05 1 - FINALIDADE A presente Ordem de Serviço tem como finalidade modificar a OS-01- /SR-1/95 e regulamentar a operacionalização do Programa de Estágio Interno Complementar. 2 - OBJETIVO

Leia mais

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2018 CAMPUS FARROUPILHA

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2018 CAMPUS FARROUPILHA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul IFRS Direção Geral Coordenadoria de Gestão de Pessoas - CGP Comissão de Organização e Acompanhamento COA PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA

ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA ORGANOGRAMA IFTM - REITORIA CONSELHO SUPERIOR - Reitoria COLÉGIO DE DIRIGENTES REITOR CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPE COORDENAÇÃO GERAL DE AUDITORIA INTERNA COORDENAÇÃO DE APOIO AOS SERVIÇOS

Leia mais

REGIMENTO DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS CAPÍTULO I FINALIDADE E COMPETÊNCIA

REGIMENTO DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS CAPÍTULO I FINALIDADE E COMPETÊNCIA REGIMENTO DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS CAPÍTULO I FINALIDADE E COMPETÊNCIA Art. 1º - A Secretaria de Relações Institucionais SERIN, criada pela Lei nº 10.549, de 28 de dezembro de 2006, tem

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto deste Termo de Referência é a contratação de serviços de consultoria especializada para a implantação de processos de modernização do atendimento presencial ao cidadão,

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS EM EDITAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. 1 Edital Institucional de Extensão Pró-reitoria de Extensão

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS EM EDITAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. 1 Edital Institucional de Extensão Pró-reitoria de Extensão ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS EM EDITAIS 1 Edital Institucional de Extensão Pró-reitoria de Extensão a. Abertura de processo com o protocolo de documento oficial (memorando) encaminhado ao Gabinete contendo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA (UNILAB)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA (UNILAB) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA (UNILAB) RESOLUÇÃO N 03, DE 22 DE MARÇO DE 2013. Aprova o Regimento Interno do Polo de Apoio Presencial de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS ANEXO VI DAS ATRIBUIÇÕES GERAIS DOS CARGOS PERFIL DE COMPETÊNCIAS E DESEMPENHO CARGO ANALISTA / FUNÇÃO ANALISTA DE COOPERATIVISMO E MONITORAMENTO Missão do Cargo: Desenvolver atividades técnicas e prestar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL. Auditoria Geral - AG RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 001/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL. Auditoria Geral - AG RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 001/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Auditoria Geral - AG RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 001/2016 Em atendimento à determinação contida na Ordem de Serviço nº 002/2016, a Auditoria Geral da Universidade Federal

Leia mais

Seja bem-vindo à Artsoft Sistemas! ARTSOFT

Seja bem-vindo à Artsoft Sistemas! ARTSOFT Seja bem-vindo à Artsoft Sistemas! ARTSOFT S I S T E M A S Parabéns! Você acaba de adquirir uma solução Artsoft Sistemas. Neste material, você conhecerá o passo a passo do processo de implantação e pós-implantação

Leia mais

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores Plano de trabalho 2016-2017 1. JUSTIFICATIVA O Subprograma de Empresas Juniores, vinculado ao PDI PROGRAMA 10 PROGRAMA UNESP

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO. ASSUNTO: Regulamenta o Programa de Bolsa de Iniciação à Docência 1 FINALIDADE

ORDEM DE SERVIÇO. ASSUNTO: Regulamenta o Programa de Bolsa de Iniciação à Docência 1 FINALIDADE OS-04/SR-1/04 01/06 1 FINALIDADE A presente Ordem de Serviço tem por finalidade modificar a OS-02/SR-1/95 e regulamentar a operacionalização do Programa de Bolsa de Iniciação à. 2 OBJETIVO DO PROGRAMA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS (JULHO à DEZEMBRO DE 2017) I. Histórico e Contexto Em 2012, associações indígenas

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO 1ª - A Administração Federal, atenta à necessidade de capacitação e qualificação

Leia mais

ROTINA OPERACIONAL PADRÃO

ROTINA OPERACIONAL PADRÃO 1/5 1. FINALIDADE para padronização e orientação acerca das ferramentas utilizadas na gestão de processos em âmbito institucional. 1.1 Entrada/Insumo Demanda dos gestores para mapeamento de seus processos.

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE AUDITORIA - IFBA

RELATÓRIO FINAL DE AUDITORIA - IFBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA Salvador, 06 de dezembro de 2013. RELATÓRIO

Leia mais

O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO, no uso de suas atribuições regimentais,

O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO, no uso de suas atribuições regimentais, ATO Nº 133/2009 - CSJT.GP.SE Define o Modelo de Gestão do Portfólio de Tecnologia da Informação e das Comunicações da Justiça do Trabalho e revoga a Resolução Nº 48 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº Objetivo da contratação. 2. Antecedentes e contexto

TERMO DE REFERÊNCIA nº Objetivo da contratação. 2. Antecedentes e contexto TERMO DE REFERÊNCIA nº 2017.0202.00008-3 Responsável: Betânia Santos Fichino Setor: Departamento de Áreas Protegidas/MMA Brasília, 02 de fevereiro de 2017 1. Objetivo da contratação Contratação de serviços

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AÇÃO SOCIAL E D I T A L / P R O P E P G N º 1 2 d e 0 4 d e a g o s t o d e 2 0 1 7 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG, visando aperfeiçoar as ações

Leia mais

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pósgraduação (PROPPG) Pró-Reitor:

Leia mais

REGULAMENTO DA EXTENSÃO CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DA EXTENSÃO CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS Texto Aprovado CONSEPE Nº 2005-12 - Data:19/06/05 Texto Revisado e Atualizado CONSU Nº 2011-04 - Data: 24/03/11 2012-29 29/11/2012 REGULAMENTO DA EXTENSÃO CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º Este

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE CARGOS COMISSIONADOS E FUNÇÕES GRATIFICADAS

PADRONIZAÇÃO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE CARGOS COMISSIONADOS E FUNÇÕES GRATIFICADAS PADRONIZAÇÃO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE CARGOS COMISSIONADOS E FUNÇÕES GRATIFICADAS Reitoria 2013 MOTIVAÇÕES/ PRINCÍPIOS quadro atual de ausência de critérios na distribuição de funções gratificadas;

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de

SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de SEMINÁRIO Planejamento Estratégico Elaborado por: Jesus Borges (Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional) Fabrício Sobrosa Affeldt (Coordenador de Ensino - Campus Feliz) Cláudia Lorenzon (RH-Reitoria)

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS POLÍTICA DE TREINAMENTO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS POLÍTICA DE TREINAMENTO 1. INTRODUÇÃO A Política de Treinamento tem por objetivo estabelecer critérios para o tratamento das solicitações de Capacitação, Desenvolvimento, Cursos Intensivos, Seminários, Palestras, Congressos,

Leia mais

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas;

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas; 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas do Sistema Eletrobrás, através da integração da logística de suprimento de bens e serviços, visando o fortalecimento de seu poder de compra

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 47/CS, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 47/CS, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 47/CS, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012. Aprova a estruturação administrativa no âmbito da Reitoria e

Leia mais

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 2011 EDITAL PROPEPG Nº 07/2010 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG, visando aperfeiçoar as ações relativas à Assistência Social, em

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2012 2013 APRESENTAÇÃO O Planejamento Estratégico tem como objetivo descrever a situação desejada de uma organização e indicar os caminhos para

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CONSELHO DE ENSINO PARA GRADUADOS EDITAL CEPG Nº 213/2013 PROFESSOR VISITANTE (PV)

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CONSELHO DE ENSINO PARA GRADUADOS EDITAL CEPG Nº 213/2013 PROFESSOR VISITANTE (PV) PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CONSELHO DE ENSINO PARA GRADUADOS EDITAL CEPG Nº 213/2013 PROFESSOR VISITANTE (PV) O Conselho de Ensino para Graduados CEPG, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

Art.2º Esta Resolução entra em vigor na data da sua assinatura.

Art.2º Esta Resolução entra em vigor na data da sua assinatura. RESOLUÇÃO Nº 13, DE 07 DE JULHO DE 2011. Aprova o PROGRAMA BOLSA - AUXÍLIO À PÓS- GRADUAÇÃO AOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP, que tem por finalidade prestar

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL Sergipe Assinado de forma digital por AILTON RIBEIRO DE OLIVEIRA DN: c=br, o=icpbrasil, ou=pessoa Fisica A3, ou=arserpro, ou=autoridade Certificadora SERPROACF, cn=ailton RIBEIRO DE OLIVEIRA

Leia mais

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO 4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO A planilha de atendimento às metas do projeto é apresentada na sequência. Metas Proporcionar os elementos necessários para que seja definido o processo

Leia mais

Projeto: PROJ-01 Portal da ProTIC. Termo de Abertura do Projeto

Projeto: PROJ-01 Portal da ProTIC. Termo de Abertura do Projeto Portal da ProTIC 2014 Termo de Abertura do Projeto 1 Aprovação do projeto Elaborado por Responsável Data Assinatura Vanessa Godoy Kinoshita Aprovado por Responsável Data Assinatura David Dutkievicz 2 1.

Leia mais

NOTA INFORMATIVA 01. 1) Outubro Visita das Equipes Técnicas e Reuniões com Padrinho Alfredo na Vila Céu do Mapiá.

NOTA INFORMATIVA 01. 1) Outubro Visita das Equipes Técnicas e Reuniões com Padrinho Alfredo na Vila Céu do Mapiá. São Paulo, 8 de fevereiro de 2017 NOTA INFORMATIVA 01 A Nota Informativa 01 narra os fatos a partir de outubro de 2016, quando foram formatadas as equipes técnicas envolvidas com a obra da cobertura da

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA INSTITUCIONAL Nº 01/2016 Do Programa de Apoio ao Ensino de Graduação - PRAPEG

EDITAL DE CHAMADA INSTITUCIONAL Nº 01/2016 Do Programa de Apoio ao Ensino de Graduação - PRAPEG 1 PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN EDITAL DE CHAMADA INSTITUCIONAL Nº 01/2016 Do Programa de Apoio ao Ensino de Graduação - PRAPEG I. DOS OBJETIVOS O Programa de Apoio ao Ensino de Graduação (PRAPEG) disciplinado

Leia mais

EDITAL N 022/2016 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE "CENTROS DE LÍNGUAS DA UNESP"

EDITAL N 022/2016 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE CENTROS DE LÍNGUAS DA UNESP EDITAL N 022/2016 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE "CENTROS DE LÍNGUAS DA UNESP" Seleção de propostas de apoio aos Centros de Línguas da Unesp no âmbito da Proex/Unesp, Programa

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 52.567, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015. (publicado no DOE n.º 183, de 24 de setembro de 2015) Dispõe sobre o

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PORTARIA Nº 2794 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PORTARIA Nº 2794 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016 1 PORTARIA Nº 2794 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016 Estabelece princípios, trâmites e condutas básicas a serem seguidas por gestores enquanto requisitantes de projetos e análises técnicas para obras nas edificações

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PROPOSTA DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Julho /2017 PREÂMBULO 1º - A Administração Federal, atenta à necessidade de capacitação e qualificação do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Planejamento Estratégico

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Planejamento Estratégico UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Planejamento Estratégico Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa 2015-2019 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 03 2 PREMISSAS...

Leia mais

REITORIA INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013.

REITORIA INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013. INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre os procedimentos no âmbito da UNESP para a operacionalização da Avaliação no Período de Experiência (90 dias) dos servidores técnicos e administrativos

Leia mais

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo UAB/UFSC

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo UAB/UFSC Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo UAB/UFSC Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 88040-900 Trindade - Florianópolis - Santa Catarina - Brasil www.ead.ufsc.br / +55 (48) 3721-3772 EDITAL N

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 006/2014 - PRPGP/UFSM FIPE Sênior Programa de Bolsas de Iniciação Científica ou Auxílio à Pesquisa

Leia mais

1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) - Universidade Federal de Lavras

1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) - Universidade Federal de Lavras Descrição do processo de desenvolvimento de software com empresa contratada pela UFLA Bruno da Silva Gonçalves 1, Fernando Elias de Oliveira 1, Ramon Abílio 1 1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - REITORIA POLÍTICA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA UFMT.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - REITORIA POLÍTICA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA UFMT. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - REITORIA POLÍTICA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA UFMT. Elaborado por: Joíra Martins Supervisão: Prof. Paulo

Leia mais

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PARA SERVIDORES TÉCNICO ADMINISTRATIVOS DA UFG PRO QUALIFICAR DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA Art.1º. O Programa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 016/2017 - PRPGP/UFSM FIPE Sênior Programa de Bolsas de Iniciação Científica ou Auxílio à Pesquisa

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD

ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD O Pró-Reitor de Administração da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre UFCSPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, divulga o

Leia mais

Gerenciamento da Integração de Projetos. Parte 03. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Gerenciamento da Integração de Projetos. Parte 03. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza Gerenciamento da Integração de Projetos Parte 03 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração: Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 015/2017 - PRPGP/UFSM FIPE Júnior Programa de Bolsas de Iniciação Científica ou Auxílio à Pesquisa

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03/2016

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03/2016 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03/2016 Dispõe sobre o fluxo de processos de parcerias no IFSC. A Reitora do Instituto Federal de Santa Catarina, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Lei 11.892/2008,

Leia mais

Projeto de Extensão. Versão para Tremüeçêo (versão no ) (Publicação na Intranet e site do IF-SC autorizada)

Projeto de Extensão. Versão para Tremüeçêo (versão no ) (Publicação na Intranet e site do IF-SC autorizada) na Tlhi~l,\ CAMPUS GAROPABA Versão para Tremüeçêo (versão no 01-2014) (Publicação na Intranet e site do IF-SC autorizada) Projeto de Extensão Levantamento de necessidades profissionais dos professores

Leia mais

Agenda. Projeto Projeto Manhattan. Considerado o 1º projeto com gerenciamento estruturado.

Agenda. Projeto Projeto Manhattan. Considerado o 1º projeto com gerenciamento estruturado. Agenda CONCEITOS DE GESTÃO DE PROJETOS - PMBOK 1 2 Objetivo Projeto OBJETIVO DA APRESENTAÇÃO o Introduzir os conceitos de gestão de projetos, baseando-se na metodologia do PMBOK (Project Management Body

Leia mais

20/11/2013. Regimento Interno CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPITULO II - INSTANCIAS DE GOVERNANÇA CAPITULO III DO CORPO DIRETIVO

20/11/2013. Regimento Interno CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPITULO II - INSTANCIAS DE GOVERNANÇA CAPITULO III DO CORPO DIRETIVO PROF. ÉRICO VALVERDE Regimento Interno CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPITULO II - INSTANCIAS DE GOVERNANÇA CAPITULO III DO CORPO DIRETIVO 1 Regimento Interno CAPITULO IV DO CONTRATO DE ADESÃO COM

Leia mais

RESOLUÇÃO N 123, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO N 123, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO N 123, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL RESOLUÇÃO Nº 55/2008-CONSUNI/UFAL, de 10 de novembro de 2008. APROVA NORMAS QUE DISCIPLINAM O PROGRAMA DE MONITORIA

Leia mais

ANEXO AO MEMORANDO Nº 032/2017-CGPE/CAMPUS PESQUEIRA PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2017

ANEXO AO MEMORANDO Nº 032/2017-CGPE/CAMPUS PESQUEIRA PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2017 ANEXO AO MEMORANDO Nº 032/2017-CGPE/CAMPUS PESQUEIRA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS PESQUEIRA PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2017 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE <UF> CREA-<UF>

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE <UF> CREA-<UF> SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE CREA- Apresentamos plano de trabalho, conforme disposto no Capítulo II, item 2, do Manual de Convênios

Leia mais

EDITALNº 03/2012 PROEST/UFAL PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONVÊNIO Nº 172/2011 PROGRAMA SEGUNDO TEMPO

EDITALNº 03/2012 PROEST/UFAL PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONVÊNIO Nº 172/2011 PROGRAMA SEGUNDO TEMPO EDITALNº 03/2012 PROEST/UFAL PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONVÊNIO Nº 172/2011 PROGRAMA SEGUNDO TEMPO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS e o MINISTÉRIO DO ESPORTE, no

Leia mais

Manual de Procedimentos do CCC POP Nº 03 - CCC

Manual de Procedimentos do CCC POP Nº 03 - CCC POP Nº 03 - CCC PROCESSO ÁREA DE ATUAÇÃO POP Nº PRESTAR SERVIÇO DE CURSOS A DISTÂNCIA CURSOS E CONCURSOS 03 - CCC UNIDADE GESTORA DATA DA ELABORAÇÃO REVISÃO / DATA Coordenação de Cursos e Concursos - CCC

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 034, DE 02 DE SETEMBRO DE 2010 Aprova

Leia mais

O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense

O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense RESOLUÇÃO Nº 031 CONSUPER/2012 Dispõe sobre alterações no Programa Institucional de Qualificação de servidores para o Instituto Federal Catarinense (PIQIFC). O Presidente do do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016 RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016 Em consonância com o Plano Anual de Atividades de Auditoria Interna para o exercício de 2016 (PAINT 2016) e com as atividades definidas no Programa de Auditoria n o 25/2016,

Leia mais

DECISÃO Nº 193/2011 (Decisão nº 193/2011 consolidada)

DECISÃO Nº 193/2011 (Decisão nº 193/2011 consolidada) CONSUN Conselho Universitário DECISÃO Nº 193/2011 (Decisão nº 193/2011 consolidada) Alterações incluídas no texto: Decisão nº 083/2017, de 17/03/2017 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, em sessão de 08/04/2011,

Leia mais

AUDIN UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA - UNIRIO MANUAL DA AUDITORIA INTERNA

AUDIN UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA - UNIRIO MANUAL DA AUDITORIA INTERNA AUDIN UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA - UNIRIO MANUAL DA AUDITORIA INTERNA Elaboração: AUDIN adaptação figura da CGU MANUAL DE AUDITORIA INTERNA Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro UNIRIO Auditoria

Leia mais

III SEMINÁRIO DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL 17 de Agosto de 2011 Câmpus LONDRINA

III SEMINÁRIO DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL 17 de Agosto de 2011 Câmpus LONDRINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL III SEMINÁRIO DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL

Leia mais

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante.

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 3º O estudante-monitor deverá assinar um Termo de Compromisso específico à atividade de monitoria. Art.4º

Leia mais

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOCENTE SÃO LUÍS 2012 1. INTRODUÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional PDI do Instituto

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA

CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO GERAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Submódulo Estudos de comissionamento de instalações da rede de operação

Submódulo Estudos de comissionamento de instalações da rede de operação Submódulo 21.3 Estudos de comissionamento de instalações da rede de operação Rev. N.º 0.0 0.1 Motivo da revisão Este documento foi motivado pela criação do Operador Nacional do Sistema Elétrico. Atendimento

Leia mais

MISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

MISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO MISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO REGIMENTO DO COLEGIADO DOS CURSOS SUPERIORES DO IFPE CAPÍTULO I DO CONCEITO Art. 1 O O Colegiado

Leia mais