SOLUÇÕES EM IMÓVEIS BB CRÉDITO IMOBILIÁRIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOLUÇÕES EM IMÓVEIS BB CRÉDITO IMOBILIÁRIO"

Transcrição

1 #publica SOLUÇÕES EM IMÓVEIS BB CRÉDITO IMOBILIÁRIO Diretoria de Empréstimos, Financiamentos e Crédito Imobiliário Goiânia-GO, 27/09/2017

2 O mercado de Crédito Imobiliário O Banco do Brasil detém do saldo de 54,21 bilhões em crédito imobiliário no mercado Em março/17 o BB alcançou participação de 8,90% no mercado, mantendo a 2ª posição Fonte: BACEN 03/2017

3 O que mudou no Crédito Imobiliário BB, recentemente... Redução de taxas Assessoria e Comunicação Limite de Crédito Indicativo automatizado Ações para Indução de Negócios Gimob de Repasse Tracking e Push Campanhas de prospecção / Multicanais Balcão de Imóveis Assessoria Clientes Alta Renda Apoio Incorporadoras ABRAINC Revisão de processos

4 Taxa de Juros Proventistas e Repasse TAXA DE JUROS A partir de TAXA Balcão TAXA Repasse TAXA Pró-Cotista Novo modelo de precificação de taxas Beneficia clientes recebedores de proventos no BB TAXA Proventista TAXA Repasse + Proventista *Taxas mínimas, sujeitas a alteração

5 Assessoria Especialista Middle Office Ativo Novo conceito de relacionamento, desenvolvido para pessoas físicas perfil alta renda Além da conveniência ao cliente, desonera o operacional das agências e auxilia na redução do tempo de resposta Modelo expandido para operações de SBPE e Prócotista do varejo Atendimento ativo e personalizado, com a possibilidade do cliente remeter documentos diretamente ao Cenop, por

6 Tracking e Push Comunicação proativa com o cliente PUSH TRACKING

7 Balcão de imóveis Espaço exclusivo no site do BB direcionado para ofertar a nossos correntistas uma condição especial no financiamento tanto em relação a preço quanto a condições de imóveis dos estoques dos nossos parceiros incorporadores.

8 Concessão do Crédito 77% % de Aprovação de SAC 78% Tipo de Aprovação 73% 75% 72% Julgamental 42% Automática 58% 70% 2016 (jan-mai) 2017 (jan-mai) SBPE PRO-COTISTA

9 Repasse Avulso RESULTADO MELHORIAS ESTEIRA SFH, CH e PRÓ-COTISTA Prazo médio em dias corridos do primeiro envio (F9) até emissão contrato Meta: abaixo de 30 dias corridos Meta: abaixo de 10 dias corridos * Prazo: 10 dias corridos Posição: até 17/07/2017 Fonte UOP

10 Repasse Avulso RESULTADO MELHORIAS ESTEIRA PMCMV e FGTS Prazo médio em dias corridos do primeiro envio (F9) até emissão contrato Meta: abaixo de 30 dias corridos Meta: abaixo de 10 dias corridos * Prazo: 10 dias corridos Posição: até 17/07/2017 Fonte UOP

11 BB Crédito Imobiliário Soluções BB para o Financiamento Imobiliário

12 Conceito Linhas SFH (Sistema Financeiro da Habitação), CH (Carteira Hipotecária), Aquisição PF FGTS Pró-Cotista Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). BB Crédito Imóvel Próprio O que pode ser financiado? Podem ser financiados imóveis residenciais e comerciais, construídos em alvenaria, novos ou usados, localizados em área urbana, registrado no Cartório de Registro de Imóveis e que possuam habite-se (no caso de imóveis novos). Imóveis na planta podem ser financiados desde que o empreendimento tenha sido financiado pelo BB. Prazo de Financiamento O financiamento poderá ser contratado em até 420 meses (35 anos). Percentual de Financiamento É possível financiar até 90% do valor do imóvel.

13 Conceito Limites de Financiamento No SFH é possível financiar de R$ 100 mil até R$ 1,2 milhão (novo) e R$ 640 mil (usado). Na CH, pode financiar entre R$ 10 mil e R$ 5 milhões. No Pró-Cotista é permitido o financiamento entre R$ 10 mil até R$1.350 mil (novo) e R$720 mil (usado). PMCMV e Aquisição FGTS o limite é entre R$ 10 mil e R$ 270 mil. Sistemas de Amortização Pós-fixado (SAC ou Price-Pós).

14 BB Crédito Imobiliário Qual é a linha do BB Crédito Imobiliário adequada à necessidade do cliente?

15 SFH Sistema Financeiro de Habitação Tipo de Imóvel Residenciais, novos ou usados. Valor do Imóvel No SFH, o imóvel deverá ter valor de avaliação até R$ 1,5 milhão. Valor do Financiamento Até 80% do valor do imóvel. O valor mínimo para financiamento é de R$ 100 mil. Tarifas - Avaliação de bem recebido em garantia/análise de operação R$2.850,00 - Tarifa de Adm./Manutenção do Contrato R$ 25,00 (mensal) Utilização do FGTS - Como parte de recursos próprios; - Para amortização ou liquidação do saldo devedor do financiamento; - Para pagamento de parte do valor da parcela do financiamento. Os valores referentes às tarifas e suas atualizações estão descritos na tabela de tarifas do BB, disponível no endereço:

16 CH Carteira Hipotecária Tipo de Imóvel Valor do Imóvel Valor do Financiamento Tarifas Utilização do FGTS Poderão ser financiados imóveis residenciais, comerciais, mistos e multi-familiares. Para ser enquadrado na CH, o imóvel deverá ter valor de avaliação de até R$ 10 milhões. Até 80% do valor do imóvel. Não há valor mínimo para financiamento e o máximo é de R$ 5 milhões. - Avaliação de bem recebido em garantia/análise de operação R$2.850,00 - Tarifa de Adm./Manutenção do Contrato R$ 25,00 (mensal) Na Carteira Hipotecária não é permitido o uso de recursos do FGTS. Os valores referentes às tarifas e suas atualizações estão descritos na tabela de tarifas do BB, disponível no endereço:

17 Pró-Cotista Tipo de Imóvel Valor do Imóvel Valor do Financiamento Tarifas Utilização do FGTS Pré-Requisitos Residenciais, novos ou usados. Para ser enquadrado no Pró-Cotista, o imóvel deverá ter valor de avaliação até R$ 1,5 mil. Até 90% do valor do imóvel. O valor máximo de financiamento é de R$ mil. - Avaliação Física e Jurídica da Garantia 1,5% do valor do financiamento. - Tarifa de Adm./Manutenção do Contrato R$ 25,00 (mensal) - Como parte de recursos próprios; - Para amortização ou liquidação do saldo devedor do financiamento; - Para pagamento de parte do valor da parcela do financiamento. O cliente deve possuir conta ativa no FGTS e um mínimo de 36 contribuições. Caso a conta esteja inativa é necessário que ela tenha saldo superior ou igual a 10% do valor do imóvel. Taxas Taxa a partir de 9% no Pró-Cotista, até 90% de financiamento *

18 Aquisição FGTS Público Alvo Tipo de Imóvel Imóvel Novo Benefícios Pessoas físicas, correntistas ou não, com renda bruta familiar mensal definida nas normas do FGTS. Poderão ser financiados imóveis residenciais novos e usados localizados em áreas urbanas sob as regras do FGTS. Unidade habitacional com até 180 dias de expedição do habite-se, ou documento equivalente, expedido pelo órgão público municipal competente. Taxa de juros de acordo com a renda; Desconto/Subsídio de acordo com o valor da renda e município, variando entre R$ 1 mil a R$ 25 mil; Tarifas - Avaliação de bem recebido em garantia/análise de operação 1,5% do valor financiado. - Tarifa de Adm./Manutenção do Contrato R$ 25,00 (mensal) Os valores referentes às tarifas e suas atualizações estão descritos na tabela de tarifas do BB, disponível no endereço:

19 Aquisição FGTS Para renda bruta até R$ 7.000,00 Valor Máximo de Imóveis para renda até R$7.000,00 Regiões do Território Nacional Recorte Territorial DF, RJ e SP Sul, ES e MG Valor máximo de venda do imóvel Centro Oeste, exceto DF Norte e Nordeste Capitais classificadas pelo IBGE como metrópoles R$ 240 mil R$ 215 mil R$ 190 mil R$ 190 mil Demais capitais estaduais, municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e RIDE de capital com população maior ou igual a 100 mil habitantes, capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população maior ou igual a 250 mil habitantes R$ 230 mil R$ 190 mil R$ 180 mil R$ 180mil Municípios com população igual ou maior que 250 mil habitantes e municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e das RIDE de capital com população menor que 100 mil habitantes e capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população menor que 250 mil habitantes R$ 180 mil R$ 170 mil R$ 165 mil R$ 160 mil Municípios com população maior ou igual a 50 mil habitantes e menor que 250 mil habitantes R$ 145 mil R$ 140 mil R$ 135 mil R$ 130 mil Municípios com população entre 20 e 50 mil habitantes R$ 110 mil R$ 105 mil R$ 105 mil R$ 100 mil Demais municípios R$ 95 mil R$ 95 mil R$ 95 mil R$ 95 mil

20 Aquisição FGTS Para renda bruta entre R$ 7.000,01 e R$ 9.000,00 mensais Valor Máximo de Imóveis Regiões do Território Nacional Valor máximo de venda do imóvel Recorte Territorial DF, RJ e SP Sul, ES e MG Centro Oeste, exceto DF Norte e Nordeste Capitais classificadas pelo IBGE como metrópoles R$ 300 mil R$ 268 mil R$ 237 mil R$ 237 mil Demais capitais estaduais, municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e RIDE de capital com população maior ou igual a 100 mil habitantes, capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população maior ou igual a 250 mil habitantes R$ 287 mil R$ 237 mil R$ 225 mil R$ 225 mil Municípios com população igual ou maior que 250 mil habitantes e municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e das RIDE de capital com população menor que 100 mil habitantes e capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população menor que 250 mil habitantes R$ 225 mil R$ 212 mil R$ 206 mil R$ 200 mil Municípios com população maior ou igual a 50 mil habitantes e menor que 250 mil habitantes Municípios com população entre 20 e 50 mil habitantes R$ 181 mil R$ 137 mil R$ 175 mil R$ 168 mil R$ 162 mil R$ 131 mil R$ 131 mil R$ 125 mil Demais municípios R$ 118 mil R$ 118 mil R$ 118 mil R$ 118 mil

21 Taxas de Juros - Aquisição FGTS* Taxas de Juros (a.a.)* Renda Familiar Mensal Nominal Efetiva Até R$ 2.600,00 (Faixa 1,5) 5,50% + TR 5,641% + TR Entre R$ 2.600,01 até R$ 3.000,00 6% + TR 6,168% + TR Entre 3.000,00 até R$ 4.000,00 7% + TR 7,229% + TR Entre 4.000,00 até R$ 7.000,00 8,16% + TR 8,472% + TR Entre 7.000,00 até R$ 9.000,00 9,16% + TR 9,555% + TR *Taxas sujeitas a alteração

22 Programa Minha Casa Minha Vida Público Alvo Tipo de Imóvel Imóvel Novo Benefícios Tarifas Pessoas físicas, correntistas ou não, com renda bruta familiar mensal definida nas normas do FGTS. Poderão ser financiados imóveis residenciais novos localizados em áreas urbanas sob as regras do FGTS e do PMCMV. Unidade habitacional com até 180 dias de expedição do habite-se, ou documento equivalente, expedido pelo órgão público municipal competente. Taxa de juros de acordo com a renda; Desconto/Subsídio de acordo com o valor da renda e município, variando entre R$ 1 mil a R$ 25 mil; Fundo Garantidor da Habitação: Perda de renda Seguro MIP (Morte e Invalidez Permanente) e DFI (Danos Físicos ao Imóvel). - Avaliação de bens recebidos em garantia - 1,5% do valor financiado. *tarifa isenta em operações de repasse. - Tarifa de Adm./Manutenção do Contrato R$ 25,00 (mensal). *Mutuários com renda bruta familiar até R$4.000,00 a tarifa é paga pelo FGTS

23 Programa Minha Casa Minha Vida Para renda bruta até R$ 7.000,00 Valor Máximo de Imóveis Regiões do Território Nacional Recorte Territorial DF, RJ e SP Sul, ES e MG Valor máximo de venda do imóvel Centro Oeste, exceto DF Norte e Nordeste Capitais classificadas pelo IBGE como metrópoles R$ 240 mil R$ 215 mil R$ 190 mil R$ 190 mil Demais capitais estaduais, municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e RIDE de capital com população maior ou igual a 100 mil habitantes, capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população maior ou igual a 250 mil habitantes R$ 230 mil R$ 190 mil R$ 180 mil R$ 180mil Municípios com população igual ou maior que 250 mil habitantes e municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e das RIDE de capital com população menor que 100 mil habitantes e capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população menor que 250 mil habitantes R$ 180 mil R$ 170 mil R$ 165 mil R$ 160 mil Municípios com população maior ou igual a 50 mil habitantes e menor que 250 mil habitantes R$ 145 mil R$ 140 mil R$ 135 mil R$ 130 mil Municípios com população entre 20 e 50 mil habitantes R$ 110 mil R$ 105 mil R$ 105 mil R$ 100 mil Demais municípios R$ 95 mil R$ 95 mil R$ 95 mil R$ 95 mil

24 Programa Minha Casa Minha Vida Para renda bruta entre R$ 7.000,01 e R$ 9.000,00 mensais Regiões do Território Nacional Valor Máximo de Imóveis Recorte Territorial DF, RJ e SP Sul, ES e MG Valor máximo de venda do imóvel Centro Oeste, exceto DF Norte e Nordeste Capitais classificadas pelo IBGE como metrópoles R$ 300 mil R$ 268 mil R$ 237 mil R$ 237 mil Demais capitais estaduais, municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e RIDE de capital com população maior ou igual a 100 mil habitantes, capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população maior ou igual a 250 mil habitantes Municípios com população igual ou maior que 250 mil habitantes e municípios das RM das capitais estaduais, de Campinas, da Baixada Santista e das RIDE de capital com população menor que 100 mil habitantes e capitais regionais, classificadas pelo IBGE, com população menor que 250 mil habitantes R$ 287 mil R$ 225 mil R$ 237 mil R$ 225 mil R$ 225 mil R$ 212 mil R$ 206 mil R$ 200 mil Municípios com população maior ou igual a 50 mil habitantes e menor que 250 mil habitantes Municípios com população entre 20 e 50 mil habitantes R$ 181 mil R$ 137 mil R$ 175 mil R$ 168 mil R$ 162 mil R$ 131 mil R$ 131 mil R$ 125 mil Demais municípios R$ 118 mil R$ 118 mil R$ 118 mil R$ 118 mil

25 Taxas de Juros - PMCMV * Taxas de Juros (a.a)* Renda Familiar Mensal Nominal Efetiva Até R$ 2.600,00 (Faixa 1,5) 5% + TR 5,116% + TR Até R$ 2.600,00 (demais proponentes) 5,50% + TR 5,641% + TR Entre R$ 2.600,01 até R$ 3.000,00 6% + TR 6,168% + TR Entre 3.000,00 até R$ 4.000,00 7% + TR 7,229% + TR Entre 4.000,00 até R$ 7.000,00 8,16% + TR 8,472% + TR Entre 7.000,00 até R$ 9.000,00 9,16% + TR 9,555% + TR *Taxas sujeitas a alteração

26 BB Crédito Imobiliário Diferenciais

27 Diferenciais Carência Financiamento de Despesas Mês sem Pagar Até seis meses para pagar a primeira parcela. Neste período serão pagos apenas os juros, seguros e tarifa de administração do contrato. ITBI, custos cartórios e tarifas da operação podem ser incluídos no seu financiamento e pagos nos mesmos prazos e taxas da sua operação. O cliente pode escolher um mês do ano para pular o pagamento da parcela de capital e dos juros. Neste mês serão pagos os seguros e a tarifa de administração do contrato. Produtos FGTS - BB Crédito Imobiliário Pró-Cotista: financiamento para cotista do FGTS com condições semelhantes às do SFH. - BB Crédito Imobiliário Aquisição FGTS: linha com condições e taxas de juros semelhantes às do PMCMV com possibilidade de financiamento de imóveis usados para famílias com renda de até R$ 9.000,00.

28 BB Crédito Imóvel Próprio BB Crédito Imóvel Próprio

29 BB Crédito Imóvel Próprio Características Público Alvo Valor do Financiamento Prazo de Pagamento Pessoas físicas, correntistas ou não, com renda a partir de R$ 4 mil. Até 60% do valor do imóvel. Até 180 meses. Taxa de Juros* Conforme perfil do cliente e prazo (1,75% à 2,20%) Benefícios Crédito com taxas mais baixas e prazos mais longos; Facilidade e comodidade na contratação; Agilidade no processo de concessão dos empréstimos; Livre destinação do crédito. * Calculada de acordo com o perfil do cliente e o prazo da operação.

30 BB Crédito Imobiliário

31 BB Crédito Imobiliário Banco do Brasil Diretoria de Empréstimos, Financiamentos e Crédito Imobiliário Superintendência de Negócios Varejo e Governo

SECOVI. Teotonio Costa Rezende. Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal

SECOVI. Teotonio Costa Rezende. Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal SECOVI Teotonio Costa Rezende Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal Sumário Plano de Negócios Cenário Medidas para aumentar o crédito PMCMV Faixa 1,5 Expectativas PMCMV 2017 Histórico

Leia mais

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2. Parceria CAIXA x AGEHAB Novidades MCMV LIMITES DE RENDA E TAXAS DE JUROS Faixa de Renda Limite de Renda Taxa de Juros nominal

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de outubro de 2012, que estabelece diretrizes para elaboração

Leia mais

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB. Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB. Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2 MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2. PARCERIA CAIXA x AGEHAB OBJETIVO Viabilizar, em todos municípios goianos, acesso a moradia dignas,

Leia mais

Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação

Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação CÂMABA BRASILEIRA DA INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO - CBIC Brasília/DF, 05 de outubro de 2016 PAÍS Imperativo para atingir metas de agendas e acordos Internacionais

Leia mais

SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL. Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais

SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL. Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais Outubro/2016 Cenário Balanço PMCMV 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 TOTAL MCMV 286.305 718.823 508.199 798.749

Leia mais

Produtos Aquisição Residencial e Comercial

Produtos Aquisição Residencial e Comercial Negócios Imobiliários São Paulo, Março de 2016 Produtos Aquisição Residencial e Comercial Leilão de Imóveis Guia Rápido Condições Produtos de Crédito Imobiliário Residenciais Condições gerais do produto

Leia mais

Conteúdo Programático para o Exame de Certificação CA-400 & H.I.S.

Conteúdo Programático para o Exame de Certificação CA-400 & H.I.S. Conteúdo Programático para o Exame de Certificação CA-400 & H.I.S. 1. Sistema Financeiro Nacional SFN 1.1. Intermediários Financeiros 1.1.1. Conceitos e Atribuições 1.1.1.1 Bancos múltiplos, bancos comerciais,

Leia mais

Conteúdo Programático para o Exame de Recertificação CA-600 & H.I.S.

Conteúdo Programático para o Exame de Recertificação CA-600 & H.I.S. Conteúdo Programático para o Exame de Recertificação CA-600 1. Garantias Imobiliárias 1.1. Alienação Fiduciária 1.1.2. Propriedade vs Posse 1.1.3. Inadimplência 1.2. Hipoteca & H.I.S. 1.1.3.1 Procedimentos

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DAS CIDADES GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DAS CIDADES GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (PUBLICADA NO DOU Nº 46, EM 08 DE MARÇO DE 2017, SEÇÃO 1, PÁGINAS 128 a 131) Dá nova redação à Instrução Normativa

Leia mais

Conteúdo Programático para Série CA-300

Conteúdo Programático para Série CA-300 Conteúdo Programático para Série CA-300 1. Sistema Financeiro da Habitação SFN 1.1. Intermediários Financeiros 1.1.1. Conceitos e Atribuições 1.1.1.1 Bancos múltiplos, bancos comerciais, bancos de investimento,

Leia mais

Evolução das Contratações

Evolução das Contratações & Evolução das Contratações Crédito Imobiliário - Evolução da Contratação Valores R$ Bilhões 26,4% 4,5% 61,4% R$ 75,93 5,5% R$ 80,09 33,3% R$ 106,74 R$ 134,95 R$ 128,83 29,5% R$ 90,88 R$ 89,75 R$ 19,02

Leia mais

Áreas de negócio e de assistência técnica em todas UF

Áreas de negócio e de assistência técnica em todas UF São Paulo 11 AGO 11 Áreas de negócio e de assistência técnica em todas UF Até 60% 60% a 80% 80% a 100% UF META PROP. %PROP AC 3.939 4.921 125% AL 19.679 37.006 188% AM 22.238 19.127 86% AP 4.589 1.622

Leia mais

Circular nº 704, de 30 de dezembro de 2015

Circular nº 704, de 30 de dezembro de 2015 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional de Ativo do FGTS Circular

Leia mais

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Rio de Janeiro, 18 Junho de 2013

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Rio de Janeiro, 18 Junho de 2013 SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS Rio de Janeiro, 18 Junho de 2013 Sumário 1 - Arranjo Institucional do FGTS; 2 Grandes números do FGTS; 3 FI-FGTS e Carteiras Administradas; 4 Programas do FGTS;

Leia mais

Circular nº 735, de 05 de outubro de 2016

Circular nº 735, de 05 de outubro de 2016 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional de Ativo do FGTS Circular

Leia mais

TEOTONIO COSTA REZENDE

TEOTONIO COSTA REZENDE TEOTONIO COSTA REZENDE Sumário Balanço 2016 Projeções 2017 Pontos de Atenção Curto Prazo Penalizando o Longo Prazo Uma visão do futuro Balanço de Contratações Crédito Imobiliário - Evolução da Contratação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017) Dá nova redação à Instrução Normativa nº 22, de 14 de dezembro de 2015, do Ministério das Cidades, que regulamenta o Programa Carta de

Leia mais

Programa Abril / 2011

Programa  Abril / 2011 Programa Abril / 2011 Apresentação O Programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa criada pelo Governo Federal com o objetivo de diminuir o déficit habitacional, mediante a construção de 1 milhão de

Leia mais

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Pilares de Sustentação 1.Ambiente Econômico 2.Funding 3.Segurança Jurídica CRÉDITO IMOBILIÁRIO 2 Ambiente Econômico 2017 Inflação Taxa de Juros Renda

Leia mais

BB Crédito Imobiliário

BB Crédito Imobiliário Selecione a Linha de Crédito Aquisição PF PMCMV Aquisição PF PMCMV Convênios Aquisição PF FGTS Pró-Cotista Aquisição FGTS PF Aquisição PF FGTS Convênios Dados da Agência acolhedora / condutora da Operação

Leia mais

TABELA DE VENDAS - Nobre Norte Clube Residencial OUTUBRO DE 2016 ED. CONDE

TABELA DE VENDAS - Nobre Norte Clube Residencial OUTUBRO DE 2016 ED. CONDE TABELA DE VENDAS - Nobre Norte Clube Residencial OUTUBRO DE 2016 ED. CONDE Realização, Incorporação e Construção: Realização e Incorporação: Nobre Norte Clube Residencial NOTAS GERAIS: Realização, Incorporação

Leia mais

CARTA DE CRÉDITO FGTS E PMCMV - NORMAS E PROCEDIMENTOS ESPECÍFICOS

CARTA DE CRÉDITO FGTS E PMCMV - NORMAS E PROCEDIMENTOS ESPECÍFICOS CARTA DE CRÉDITO FGTS E - NORMAS E PROCEDIMENTOS EECÍFICOS 1. OBJETIVO Conceder financiamento habitacional e descontos com recursos do FGTS ou da União nos Programas e. 2. NORMAS 2.1 EXIGÊNCIAS EECÍFICAS

Leia mais

Diretoria de Crédito Imobiliário. Garantindo o Fluxo de Caixa do Projeto: Oportunidades na Estruturação Financeira dos Projetos Imobiliários

Diretoria de Crédito Imobiliário. Garantindo o Fluxo de Caixa do Projeto: Oportunidades na Estruturação Financeira dos Projetos Imobiliários Diretoria de Crédito Imobiliário Garantindo o Fluxo de Caixa do Projeto: Oportunidades na Estruturação Financeira dos Projetos Imobiliários As perspectivas do mercado e os números do BB Relevância do CI

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 392, DE 6 DE JUNHO DE 2002 Altera a Resolução n.º 289, de 30 de junho de 1998, e dá outras providências O PRESIDENTE DO CONSELHO CURADOR

Leia mais

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2016, e dá outras providências.

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2016, e dá outras providências. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional de Ativo do FGTS Circular

Leia mais

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2017, e dá outras providências.

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2017, e dá outras providências. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional de Ativo do FGTS Circular

Leia mais

HISTÓRIA E RELACIONAMENTO

HISTÓRIA E RELACIONAMENTO Mercado Imobiliário CAIXA NO MERCADO O maior banco público da América Latina 1º 1º 2ª 2º 2º banco em HABITAÇÃO banco em POUPANÇA maior carteira de CRÉDITO maior banco em DEPÓSITOS maior banco em ATIVOS

Leia mais

Fórum Norte e Nordeste da Indústria da Construção - FNNIC

Fórum Norte e Nordeste da Indústria da Construção - FNNIC Fórum Norte e Nordeste da Indústria da Construção - FNNIC Março de 2013 As perspectivas do Mercado O crédito imobiliário e o PIB 4.400 (*) Projeções Banco do Brasil (**) Projeção da ABECIP até 2015 e estimativa

Leia mais

O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares...

O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares... O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares... Pilar 1: Déficit habitacional Pilar 2: Crédito ao Comprador Programa MCMV Pilar 3: Demografia Pilar 4: Aumento da Renda

Leia mais

6 DICAS. que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL

6 DICAS. que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL 6 DICAS que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL A VITTA RESIDENCIAL SEPAROU 6 DICAS IMPERDÍVEIS PARA VOCÊ NÃO PERDER MAIS TEMPO E CONQUISTAR O SEU SONHO. WWW.VITTARESIDENCIAL.COM.BR

Leia mais

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996 DELPHOS INFORMA ANO 2 - Nº 11 - MAIO / 96 DIVULGAÇÃO DA RESOLUÇÃO Nº 217/96 DO MINISTÉRIO DO TRABALHO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO EM 14

Leia mais

MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015

MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015 MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015 SITUAÇÃO ATUAL MCMV RURAL 1. Orçamento encaminhado ao Congresso para 2016 assegura: Continuidade das obras que permitirá ao Governo entregar as 1,66 milhão

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 22, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2015 (Publicada no DOU, em 15/12/15 Seção 1, págs. 84/88) VERSÃO COMPILADA Regulamenta o Programa Carta de Crédito Individual. O MINISTRO

Leia mais

Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional. SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016

Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional. SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016 Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016 Queda de Dotação para o Ministério das Cidades Números Orçamentários

Leia mais

Política e Programas Habitacionais em São Paulo

Política e Programas Habitacionais em São Paulo Política e Programas Habitacionais em São Paulo Papel de Agentes Públicos e Privados AUP 0563 - Estruturação do Espaço Urbano: Produção Imobiliária Contemporânea Profa. Dra. Luciana de Oliveira Royer LABHAB

Leia mais

TABELA - FINANCIAMENTO BANCÁRIO

TABELA - FINANCIAMENTO BANCÁRIO TABELA - FINANCIAMENTO BANCÁRIO Página 1 de 12 NOTAS DA TABELA DE VENDA : 1 - Reajuste : Os valores das parcelas de pagamento do preço estão sujeitos a reajuste, a partir da data desta tabela e na menor

Leia mais

PROMOCIONAL. INCORPORAÇÃO CENTRAL DE VENDAS - SÃO PAULO Gestor: William Granata (11) E - mail:

PROMOCIONAL. INCORPORAÇÃO CENTRAL DE VENDAS - SÃO PAULO Gestor: William Granata (11) E - mail: PROMOCIONAL INCORPORAÇÃO CENTRAL DE VENDAS - SÃO PAULO Gestor: William Granata (11) 97666-4259 E - mail: ppfechamento@planoeplano.com.br *Conforme unidades disponíveis no espelho Empreendimento Endereço

Leia mais

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Foreci 02/06/2017 Cenário Econômico Principais indicadores econômicos PIB do Brasil -Taxa de crescimento no ano

Leia mais

MANUAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

MANUAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO MANUAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO MÓDULO 1 NORMATIVOS - PRODUTOS BB Operações Linhas SBPE e SFI Operações Linhas FGTS Programa Minha Casa Minha Vida e Programa Casa Paulista BB Crédito Imóvel Próprio NOVEMBRO/2015

Leia mais

BB Crédito Imobiliário

BB Crédito Imobiliário Dados pessoais do Comprador 1 Estado Civil União Estável (se casado, não preencher) Solteiro(a) Casado(a) Separado(a) Judicialmente Viúvo(a) Divorciado Informe o regime de casamento/união estável Composição

Leia mais

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6.

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6. Reunião Fev 2016 1. Mercado e Construção Civil 2. Números do Crédito Imobiliário 3. Informações MCMV 4. funding 5. Ações relevantes 6. Pauta CAIXA 2 Mercado de Trabalho Construção Civil #00 Fonte: CAGED

Leia mais

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2011, e dá outras providências.

Dispõe sobre o Orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS, para o exercício de 2011, e dá outras providências. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional do Ativo do FGTS Circular

Leia mais

CARTILHA DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

CARTILHA DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO CARTILHA DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO Caro cidadão, Esta cartilha quer auxiliar você a realizar o grande sonho da compra de sua casa própria. Para que tudo ocorra dentro do prazo e da melhor forma possível,

Leia mais

Encontro com Prefeitos Diálogo sobre Habitação

Encontro com Prefeitos Diálogo sobre Habitação Encontro com Prefeitos Diálogo sobre Habitação Indices de Confiança da Indústria CONFIANÇA Expectativa do Consumidor Fonte: CNI Expectativa da Construção Civil Comportamento DO MERCADO Crescimento anual

Leia mais

Lei Copright 2010 Top Brands. Proibida reprodução. Todos os direitos reservados.

Lei Copright 2010 Top Brands. Proibida reprodução. Todos os direitos reservados. Lei 13.340 Vantagens para o Produtor Rural Desconto de até 95% para liquidação Renegociação/Liquidação de dívidas contratadas até 2011 Ampliação do prazo para pagamento, com carência até 2020, sendo a

Leia mais

LISTA 03: EXERCÍCIOS SOBRE SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO DE FINANCIAMENTOS

LISTA 03: EXERCÍCIOS SOBRE SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO DE FINANCIAMENTOS LISTA 03: EXERCÍCIOS SOBRE SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO DE FINANCIAMENTOS 01) Um empréstimo no valor de R$ 90.000,00 deverá ser pago em quinze prestações mensais consecutivas, vencendo a primeira trinta dias

Leia mais

Simulador Habitacional CAIXA

Simulador Habitacional CAIXA Página 1 de 10 Simulador Habitacional CAIXA 1 Dados iniciais Este financiamento é para uma pessoa: Pessoa Física Qual o tipo de financiamento você deseja? Residencial Em qual destas categorias o imóvel

Leia mais

Requisitos para Financiamento para Crédito Pessoal com Garantia do Imóvel. PAN sua CASA- Crédito Fácil

Requisitos para Financiamento para Crédito Pessoal com Garantia do Imóvel. PAN sua CASA- Crédito Fácil Requisitos para Financiamento para Crédito Pessoal com Garantia do Imóvel. PAN sua CASA- Crédito Fácil Financiamos imóveis Residenciais ou Comerciais Quitados ou Parcialmente Quitados, desde que o financiamento

Leia mais

NOVAS REGRAS FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO. MAIANE SILVA MORAIS

NOVAS REGRAS FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO. MAIANE SILVA MORAIS NOVAS REGRAS FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO. MAIANE SILVA MORAIS Financiamento imobiliário A Caixa Econômica Federal vai reduzir o limite de financiamento para imóveis usados a partir de 4 de maio. O objetivo

Leia mais

Prof. Ronaldo Frederico

Prof. Ronaldo Frederico Prof. Ronaldo Frederico Matemática Financeira Amortização Amortização Nas aplicações financeiras, quando o objetivo é constituir um capital em uma data futura, tem-se um processo de Capitalização, quando

Leia mais

Esgotamento do Funding Tradicional?

Esgotamento do Funding Tradicional? Esgotamento do Funding Tradicional? Novos instrumentos vão vigorar no curto prazo? Gueitiro Matsuo Genso 12ª Conferência Internacional da LARES São Paulo 19 a 21 de setembro, 2012 Agenda Relevância no

Leia mais

Mercado Imobiliário. Desempenho recente e desafios para o Brasil. Fernando Garcia e Ana Maria Castelo

Mercado Imobiliário. Desempenho recente e desafios para o Brasil. Fernando Garcia e Ana Maria Castelo Mercado Imobiliário Desempenho recente e desafios para o Brasil Fernando Garcia e Ana Maria Castelo Os bons ventos no mercado imobiliário brasileiro Evolução dos financiamentos SBPE De janeiro a setembro,

Leia mais

FEA RP - USP. Matemática Financeira Sistemas de Amortização. Prof. Dr. Daphnis Theodoro da Silva Jr.

FEA RP - USP. Matemática Financeira Sistemas de Amortização. Prof. Dr. Daphnis Theodoro da Silva Jr. FEA RP - USP Matemática Financeira Sistemas de Amortização Prof. Dr. Daphnis Theodoro da Silva Jr. Sistemas de Amortização - Características Desenvolvidos para empréstimos e financiamentos de longo prazo;

Leia mais

REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDAS RURAIS

REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDAS RURAIS SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DA PARAÍBA CONDIÇÕES PARA REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDAS RURAIS Maio/2013 Lei 12.249 Art. 70-A Beneficiários: Agricultores Familiares Empreendimentos localizados em municípios da estiagem;

Leia mais

Mercado imobiliário: Desafios e perspectivas para 2007

Mercado imobiliário: Desafios e perspectivas para 2007 Mercado imobiliário: Desafios e perspectivas para 2007 20 de março de 2007 João Crestana Vice-presidente de Incorporação do Secovi-SP Crédito Imobiliário Período Negro 1986 a 2001 Extinção do BNH Distribuição

Leia mais

FCO Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

FCO Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste FCO Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Linha de Financiamento de Desenvolvimento Industrial Brasília (DF), 29 de fevereiro de 2012 FCO Criação: art. 159, inciso I, alínea c, da CF/1988

Leia mais

Para Onde Caminha a Demanda?

Para Onde Caminha a Demanda? Para Onde Caminha a Demanda? Comissão da Indústria Imobiliária Data: 23/maio/2014 Demanda O que move o mercado imobiliário? Dinâmica familiar: processo de formação de novas famílias, que é influenciado

Leia mais

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES 2009-2014 FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS MINHA CASA, MINHA VIDA - ENTIDADES PMCMV ENTIDADES/ FDS Produção e aquisição de unidades habitacionais

Leia mais

relatório mensal BB Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII

relatório mensal BB Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII relatório mensal BB Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII Abril 2015 BB Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII O fundo BB Recebíveis Imobiliários FII iniciou

Leia mais

Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico Sergipe

Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico Sergipe Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico de Sergipe Henrique Marra de Souza Superintendente Nacional do Programa Minha Casa Minha Vida 16 de Outubro de 2017 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Leia mais

4 Verificação das curvas de subsídios (Não paralelismo para capitais Regionais < 250 mil)

4 Verificação das curvas de subsídios (Não paralelismo para capitais Regionais < 250 mil) Reunião Fev 2016 ASSUNTOS 1 - Informações gerais sobre o PMCMV Posição sobre o Faixa 1,5 2 Questões operacionais referentes aos contratos 3 Atualização da Tabela de classificação de Municípios 4 Verificação

Leia mais

PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD. Julho 2015

PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD. Julho 2015 PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD Julho 2015 Brasília, Nov/2016 Produto Pessoa Física Convênio com Lojistas Parcerias Julho 2015 CONSTRUCARD CAIXA O que é? Linha de crédito destinada a financiar mediante o uso

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016 Nº 61, quinta-feira, 31 de março de 2016 MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016 Dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural - PNHR, integrante do Programa

Leia mais

Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal.

Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal. Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal. 1 Grupo Caixa Geral de Depósitos A CGD é o maior grupo financeiro português e detém a maior plataforma

Leia mais

Empreendimento : BARRA VISTA - BARRA VISTA II - Bancária (Séries Agrupadas) Endereço : Av Mq de S Vicente - Água Branca

Empreendimento : BARRA VISTA - BARRA VISTA II - Bancária (Séries Agrupadas) Endereço : Av Mq de S Vicente - Água Branca Empreendimento : BARRA VISTA - BARRA VISTA II - Bancária (Séries Agrupadas) Endereço : Av Mq de S Vicente - Água Branca Notas da tabela de venda: Data da Tabela : JUL / 2016 - Tabela 1 - Folha 1 A - REAJUSTE

Leia mais

TABELA MARÇO * * * * *

TABELA MARÇO * * * * * TABELA MARÇO * * * * * Intermediação: março-14 Realização, Construção e Vendas: CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA BROKERS IMOBILIÁRIO TEC VENDAS CONSULTORIA DE IMOVEIS LTDA Av. República do Líbano, 1110

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES 46º Encontro Nacional da Indústria Cerâmica Vermelha Minha Casa, Minha Vida: Perspectivas e Oportunidades Teresina/PI, 20 de setembro de 2017 POLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO 2007

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO.

CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO. CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO. Aula Ministrada pelo Prof. Durval Salge Junior 1-) Sistema Imobiliário de Habitação: a) Propriedade imobiliária: São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho,

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 Dá nova redação à Portaria Interministerial nº 326, de 31 de agosto de 2009, que dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante

Leia mais

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Pré - 1964 Mercado Desregulado

Leia mais

TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * *

TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * * TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * * Intermediação: março-14 Realização, Construção e Vendas: CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA BROKERS IMOBILIÁRIO Av. República do Líbano, 1110 - Ibpuera - CEP 04501-000

Leia mais

CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES

CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES CIRCULAR N 12/2009 Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de 2009 Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução

Leia mais

ENGENHARIA ECONÔMICA. Capítulo 7 Sistemas de Amortização. Prof. Me. Roberto Otuzi de Oliveira. Três objetivos do capítulo

ENGENHARIA ECONÔMICA. Capítulo 7 Sistemas de Amortização. Prof. Me. Roberto Otuzi de Oliveira. Três objetivos do capítulo ENGENHARIA ECONÔMICA Prof. Me. Roberto Otuzi de Oliveira Capítulo 7 Sistemas de Amortização Três objetivos do capítulo Entender os príncípios básicos associados aos sistemas de amortização; Saber diferenciar

Leia mais

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 PMCMV - PRINCIPAIS ALTERAÇÕES Foram publicadas no dia 24/03/2017, as alterações normativas: Portaria n 267, que trata do MCMV FAR Empresas;

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário

Panorama do Mercado Imobiliário Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Extinção do BNH Pré- 1964 1964 1966 1986

Leia mais

TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * *

TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * * TABELA MARÇO 2014 * * * * * * * * * * Intermediação: março-14 Incorporação e Construção: CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA BROKERS IMOBILIÁRIO TEC VENDAS CONSULTORIA DE IMOVEIS LTDA Av. República do Líbano,

Leia mais

As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias. Ministrante: Anderson Rentes

As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias. Ministrante: Anderson Rentes As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias Ministrante: Anderson Rentes Ementa 1-Dinheiro á Vista 2-Finciamento 3-Consórcio 4-Construção Dinheiro á vista Dinheiro á Vista Maior preferência do

Leia mais

CAPÍTULO I DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA - PMCMV

CAPÍTULO I DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA - PMCMV DECRETO Nº 6819, DE 13 DE ABRIL DE 2009 (DOU DE 13.04.2009 - EDIÇÃO EXTRA) Regulamenta as Seções II, III e IV do Capítulo I da Medida Provisória nº 459, de 25 de março de 2009, que dispõe sobre o Programa

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

O LOB DAS CONSTRUTORAS E DO GOVERNO NO AUMENTO DOS LIMITES DE FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS COM O FUNDO DE GARANTIA FGTS

O LOB DAS CONSTRUTORAS E DO GOVERNO NO AUMENTO DOS LIMITES DE FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS COM O FUNDO DE GARANTIA FGTS O LOB DAS CONSTRUTORAS E DO GOVERNO NO AUMENTO DOS LIMITES DE FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS COM O FUNDO DE GARANTIA FGTS Em matéria na imprensa no dia 17 de setembro último, o governo disse que vai aumentar

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE Informações referentes à Agosto de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

Sistemas de Amortização

Sistemas de Amortização Matemática Financeira Sistemas de Amortização Prof. Me. Marcelo Stefaniak Aveline Matemática Financeira Séries de Pagamentos Prof. Me. Marcelo Stefaniak Aveline Séries de Pagamentos Este conteúdo pode

Leia mais

Como será feita a distribuição de lucros do FGTS?

Como será feita a distribuição de lucros do FGTS? FGTS Agosto/2017 Fonte: DOU Como será feita a distribuição de lucros do FGTS? RESOLUÇÃO Nº 854 - DE 18/08/2017 O LUCRO LÍQUIDO SERÁ OBTIDO APÓS A DEDUÇÃO DE TODAS AS DESPESAS APURADAS NO ANO-BASE INCLUSIVE

Leia mais

Conteúdo Programático para Série CA-600

Conteúdo Programático para Série CA-600 Conteúdo Programático para Série CA-600 1. Sistema Financeiro Nacional SFN 1.1. Intermediários Financeiros 1.1.1. Conceitos e Atribuições 1.1.1.1 Bancos múltiplos, bancos comerciais, bancos de investimento,

Leia mais

ENTENDA COMO FUNCIONA O SEU FINANCIAMENTO AO CONSTRUIR OU COMPRAR UM IMÓVEL EM CONSTRUÇÃO

ENTENDA COMO FUNCIONA O SEU FINANCIAMENTO AO CONSTRUIR OU COMPRAR UM IMÓVEL EM CONSTRUÇÃO SUMÁRIO 1 NOSSOS CUMPRIMENTOS 2 ENTENDENDO O SEU CONTRATO HABITACIONAL 3 EFETUANDO O REGISTRO DO CONTRATO NO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS 4 FORMA DE PAGAMENTO DO VALOR DO IMÓVEL 5 PLANILHA DE CÁLCULO

Leia mais

NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO

NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO 1 NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO TABELA RESUMO ANÁLISE DO ESTOQUE TOTAL DO CRÉDITO vs. CONCESSÃO (MÉDIA DIÁRIA DESSAZ) Estoque (em R$ milhões) Estoque (em R$ bilhões) Variação no mês dessaz (%) YDT (%) Var.

Leia mais

TABELA DE VENDAS Fevereiro de 2015 Incorporação:

TABELA DE VENDAS Fevereiro de 2015 Incorporação: TABELA DE VENDAS Fevereiro de 2015 Incorporação: Página 1 de 5 SPE: OAS 38 Empreendimentos Imobiliários SPE LTDA EMPREENDIMENTO: VERMONT PASSEO VILA MARIANA ENDEREÇO: Rua Embaixador Garcia,184, Vila Mariana

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI GAS SELEÇÃO DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI GAS SELEÇÃO DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI GAS SELEÇÃO DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES 12.287.682/0001-44 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Em direção à. Lembre-se de que não é permitido financiar imóveis em áreas não urbanizadas, assim como chácaras e sítios.

Em direção à. Lembre-se de que não é permitido financiar imóveis em áreas não urbanizadas, assim como chácaras e sítios. 24 Dinheiro&Direitos 47 dezembro 2013-janeiro 2014 Bancos Parcelas Em direção à Ilustração: Perkins 1 Tenha em mente o valor da casa ou do apartamento que você deseja comprar. Deve estar de acordo com

Leia mais

Produto: Super Casa - Parcelas Atualizáveis Super Casa - Parcelas Fixas SuperOffice Carta de Crédito Comprador Principal Dados pessoais Nome Completo

Produto: Super Casa - Parcelas Atualizáveis Super Casa - Parcelas Fixas SuperOffice Carta de Crédito Comprador Principal Dados pessoais Nome Completo Proposta para Aquisição de Imóvel através de Financiamento Imobiliário Identificação da Operação Cód. Agência Nome do Agência Gerente Produto: Super Casa - Parcelas Atualizáveis Super Casa - Parcelas Fixas

Leia mais

Julho/2010. Diretoria de Empréstimos e Financiamentos

Julho/2010. Diretoria de Empréstimos e Financiamentos Crédito Imobiliário Julho/2010 Agenda 1. Números do Mercado e BB 2. Aquisição PF - SFH 3. Financiamento à Produção PJ 4. Programa Minha Casa, Minha Vida - PMCMV 5. Atuação Estratégica Mercado Atacado 2

Leia mais

COBRANÇA REGISTRADA NOVA REGRA O QUE MUDA PARA SUA EMPRESA

COBRANÇA REGISTRADA NOVA REGRA O QUE MUDA PARA SUA EMPRESA COBRANÇA REGISTRADA NOVA REGRA O QUE MUDA PARA SUA EMPRESA NOVA PLATAFORMA DE COBRANÇA NOVA PLATAFORMA A FEBRABAN EM CONJUNTO COM A REDE BANCÁRIA, DESENVOLVEU UMA NOVA PLATAFORMA DA COBRANÇA PARA MODERNIZAR

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS 8 As concessões de empréstimo, financiamento e renegociações devem obedecer as regras estipuladas nesta política. 8.1 - Crédito Pessoal a) Finalidade Empréstimo sem justificativa específica. b) de pagamento

Leia mais

CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA

CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA 975 MARÇO 2014 * * * * * * * * * * Intermediação: março-14 Realização, Construção e Intermediação: CENTRAL DE ATENDIMENTO DA ABYARA TEC VENDAS CONSULTORIA DE IMOVEIS LTDA Av. República do Líbano, 417 -

Leia mais

Soluções para a construção da casa própria. Soluções para clientes de todas as faixas de renda

Soluções para a construção da casa própria. Soluções para clientes de todas as faixas de renda Soluções para aquisição da casa própria Soluções para a construção da casa própria Soluções para a reforma ou ampliação da casa própria Soluções para clientes de todas as faixas de renda Redução de juros

Leia mais

Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP

Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP 2 Trimestre de 2009 1. Palavra do Gestor Prezado Investidor, Durante o segundo trimestre de 2009 o Fundo acompanhou as obras e vendas

Leia mais

OS DESEQUILÍBRIOS CONTRATUAIS EM FINANCIAMENTOS PELA TABELA PRICE

OS DESEQUILÍBRIOS CONTRATUAIS EM FINANCIAMENTOS PELA TABELA PRICE OS DESEQUILÍBRIOS CONTRATUAIS EM FINANCIAMENTOS PELA PARTE II TABELA PRICE Finalmente, ainda no grupo da Disponibilidade de Renda e concluindo o exame dos principais fatores de Redução Relativa de Renda,

Leia mais

3. Sistema Financeiro

3. Sistema Financeiro 3. Sistema Financeiro 3.1 Mercados e Instrumentos Financeiros Brasil Mercado de Crédito Bibliografia Feijó, C. et al. (2011), caps. 7 e 8 BCB (PMF 1) 1 Mercado de Crédito O mercado de crédito corresponde

Leia mais

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS ASSISTIDOS DO PLANO BÁSICO - BD.

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS ASSISTIDOS DO PLANO BÁSICO - BD. REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS ASSISTIDOS DO PLANO BÁSICO - BD. Índice Capítulo I Da Carteira de Empréstimo Simples... 3 Capítulo II Dos Recursos Financeiros... 3 Capítulo

Leia mais