CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA"

Transcrição

1 CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA

2

3 A APLICAÇÃO DE PASSES

4 O MÉDIUM APLICADOR DE PASSES

5 O MÉDIUM APLICADOR DE PASSES Vimos em nossa 4ª. vídeo-aula sobre fluidoterapia espírita que todas as pessoas que desejam se tornar aplicadores de passes têm por dever de consciência um compromisso de melhorar a qualidade dos fluidos que emitem, de modo a colaborar com mais eficiência com os Benfeitores espirituais na transmissão dos fluidos.

6 QUALIDADES PARA MELHORAR A PUREZA DOS FLUIDOS SEGUNDO KARDEC Pureza de intenção e de sentimento; Desejo ardente e desinteressado de proporcionar alívio ao semelhante; Saúde do corpo físico.

7 O MÉDIUM APLICADOR DE PASSES Para melhorar a pureza dos fluidos que emite, inicialmente, é fundamental que o aplicador de passes aprimore a sua energia mental responsável pela pureza de intenção e de sentimento.

8 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES

9 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES Nos Domínios da Mediunidade André Luiz capítulo 17 Serviço de Passes: Os passistas afiguravam-se como duas pilhas humanas deitando raios de espécie múltipla, a lhes fluírem das mãos, depois de lhes percorrerem a cabeça, ao contacto do irmão Conrado e de seus colaboradores. O quadro era efetivamente fascinador pelos jogos de luz que apresentava. Hilário sondou o ambiente e, em seguida, indagou de nosso orientador:

10 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES - Por que motivo a energia transmitida pelos amigos espirituais circula primeiramente na cabeça dos médiuns? - Ainda aqui disse Áulus -, não podemos subestimar a importância da mente. O pensamento influi de maneira decisiva, na doação de princípios curadores. Sem a ideia iluminada pela fé e pela boa-vontade, o médium não conseguiria ligação com os Espíritos amigos que atuam sobre essas bases.

11 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES [...] Então disse Hilário -, para curar, serão indispensáveis certas atitudes do espírito... Indiscutivelmente não prescindimos do coração nobre e da mente pura, no exercício do amor, da humildade e da fé viva, para que os raios do poder divino encontrem acesso e passagem por nós, a benefício dos outros. Para a sustentação de um serviço metódico de cura, isso é indispensável.

12 A ENERGIA MENTAL VONTADE ENERGIA MENTAL PENSAMEN- TOS SENTIMEN- TOS

13 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES Os fluidos que emitimos estão diretamente relacionados com a nossa energia mental proveniente de nossos pensamentos, sentimentos e conduzidos pela nossa vontade. Quando cultivamos pensamentos e sentimentos negativos os fluidos que emitimos serão de péssima qualidade.

14 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES O contrário também é verdadeiro, pois quando nos esforçamos, usando de nossa vontade para vigiarmos a fonte de nossos pensamentos e sentimentos, transformando-os quando negativos em oportunidades de crescimento interior, o resultado é uma emissão de fluidos salutares que nos proporcionarão a saúde física e emocional e nos possibilitarão a ampliação da capacidade doadora para outras pessoas.

15 A ENERGIA MENTAL NA APLICAÇÃO DE PASSES Portanto, a boa utilização da energia da vontade, em nossa condição evolutiva, é fundamental para que possamos, gradativamente, transformar pensamentos e sentimentos que sejam inadequados para a nossa irradiação fluídica.

16 O DESEJO DE COOPERAR E A APLICAÇÃO DE PASSES

17 O DESEJO DE COOPERAR E A APLICAÇÃO DE PASSES Missionários da Luz André Luiz - Os amigos encarnados - perguntei -, de modo geral, poderiam colaborar em semelhantes atividades de auxílio magnético? - Todos, com maior ou menor intensidade, poderão prestar concurso fraterno, nesse sentido respondeu o orientador -, porquanto, revelada a disposição fiel de cooperar a serviço do próximo, por esse ou aquele trabalhador, as autoridades de nosso meio designam entidades sábias e benevolentes que orientam, indiretamente, o neófito, utilizandolhe a boa vontade e enriquecendo-lhe o próprio valor.

18 O DESEJO DE COOPERAR E A APLICAÇÃO DE PASSES São muito raros, porém, os companheiros que demonstram a vocação de servir espontaneamente. Muitos, não obstante bondosos e sinceros nas suas convicções, aguardam a mediunidade curadora, como se ela fosse um acontecimento miraculoso em suas vidas e não um serviço do bem, que pede do candidato o esforço laborioso do começo.

19 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES

20 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES Para que possamos desenvolver a vontade e transmutarmos pensamentos e sentimentos negativos, de modo a aprimorar a nossa capacidade fluídica, é imprescindível desenvolver a fé, conforme nos orienta Allan Kardec em O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XIX item 3 e 5:

21 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES [...] Entende-se como fé a confiança que se tem na realização de uma coisa, a certeza de atingir determinado fim. Ela dá uma espécie de lucidez que permite se veja, em pensamento, a meta que se quer alcançar e os meios de chegar lá, de sorte que aquele que a possui caminha, por assim dizer, com absoluta segurança. Num como noutro caso, pode ela dar lugar a que se executem grandes coisas.

22 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES O poder da fé se demonstra, de modo direto e especial, na ação magnética; por seu intermédio, o homem atua sobre o fluido, agente universal, modifica-lhe as qualidades e lhe dá uma impulsão por assim dizer irresistível.

23 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES Daí decorre que aquele que a um grande poder fluídico normal junta ardente fé, pode, só pela força da sua vontade dirigida para o bem, operar esses singulares fenômenos de cura e outros, tidos antigamente por prodígios, mas que não passam de efeito de uma lei natural. Tal o motivo por que Jesus disse a seus apóstolos: se não o curastes, foi porque não tínheis fé.

24 A FÉ E A APLICAÇÃO DE PASSES A fé não é tão simples de desenvolver, pois é resultado da maturidade espiritual, que é fruto de um processo de aprendizado que acontece ao longo do tempo. Contudo, é fundamental na aplicação de passes. Estudemos, portanto, como podemos desenvolver a fé.

25 COMO DESENVOLVER A FÉ

26 COMO DESENVOLVER A FÉ Confiança em Deus FÉ Confiança em si mesmo Confiança na Vida

27 COMO DESENVOLVER A FÉ Mateus: Cap. 11 vv. 28 a 30 Vinde a mim, todos os que estais aflitos e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei comigo, que sou brando e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.

28 COMO DESENVOLVER A FÉ Nestes versículos Jesus nos convida a nos tornarmos espiritualmente maduros, a condição imprescindível para desenvolvermos a fé. Essa jornada de amadurecimento espiritual acontece em 6 etapas, processo este que todos nós somos convidados a trilhar.

29 COMO DESENVOLVER A FÉ 1ª. Etapa: Reconhecer-se em sofrimento, aflito e sobrecarregado a partir das próprias ações de desamor, rebeldia e orgulho diante da Vida.

30 COMO DESENVOLVER A FÉ 2ª. Etapa: Após esse reconhecimento, ir ao encontro do amor que Jesus representa com o objetivo de conseguir alívio ao sofrimento e à sobrecarga, para que possa se tornar um aprendiz do Mestre.

31 COMO DESENVOLVER A FÉ 3ª. Etapa: Tomar o amor como diretriz de vida para poder aprender.

32 COMO DESENVOLVER A FÉ 4ª. Etapa: Tornar-se, efetivamente, um aprendiz do Mestre amoroso, brando e humilde de coração.

33 COMO DESENVOLVER A FÉ 5ª. Etapa: Encontrar a serenidade e a harmonia gerada pela condição de ser um aprendiz.

34 COMO DESENVOLVER A FÉ 6ª. Etapa: Tornar a própria vida suave e a evolução, por meio do aprendizado, um fardo leve de ser carregado.

PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II

PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II PROGRAMA I / MODULO I ROTEIROS: 3 E 4 PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II MARIA JOSÉ, REJANE, ROBERTO OBJETIVOS Conceituar passe, prece e irradiação Apresentar os tipos de prece e seus benefícios Esclarecer sobre

Leia mais

Estas palavras ainda tocam profundamente almas sensíveis, especialmente aquelas que vivenciam momentos de aflição ou cansaço emocional.

Estas palavras ainda tocam profundamente almas sensíveis, especialmente aquelas que vivenciam momentos de aflição ou cansaço emocional. Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas,

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos Extraordinários Objetivos Explicar o fenômeno de transfiguração,

Leia mais

GEM - GRUPO DE ESTUDO DA MEDIUNIDADE

GEM - GRUPO DE ESTUDO DA MEDIUNIDADE GEM - GRUPO DE ESTUDO DA MEDIUNIDADE / Data:09/10-Junho-2013. Aula 21 Irradiação mental Conhecer os elementos e meios básicos para a ação da irradiação mental de forma adequada e segura. 1 FLUÍDO 1. Fluido

Leia mais

CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA

CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA CURSO FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA: PASSES E ÁGUA FLUIDIFICADA O QUE É E EM QUE SE FUNDAMENTA O PASSE O QUE É O PASSE O QUE É O PASSE Q. 98 O Consolador Emmanuel Nos processos de cura, como deveremos compreender

Leia mais

Seminário: Terapia pelos Passes

Seminário: Terapia pelos Passes 1 Atividade Integrativa Para a tarefa do passe, no plano espiritual, não basta boa vontade. São necessárias qualidades de ordem superior e conhecimentos especializados. Padrão superior de elevação mental

Leia mais

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO Vimos na videoaula anterior que nas diversas

Leia mais

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? A grande maioria das pessoas só recorrem à oração quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doença. E sempre aguardando passivamente

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Reuniões Mediúnicas Palestrante: Carlos Feitosa Rio de Janeiro 04/10/2002 Organizadores da Palestra: Moderador: "_Alves_"

Leia mais

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz REUNIÕES MEDIÚNICAS TÓPICOS 1.Conceito de Reunião Mediúnica 2.Características 3.Responsabilidade do Médium 4.Condições para a realização de uma reunião mediúnica 5.Objetivo e natureza das reuniões 6.Necessidades

Leia mais

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO 284 FLUIDOTERAPIA NA CASA ESPÍRITA IRRADIAÇÃO O QUE É IRRADIAÇÃO? Irradiação: [do latim irradiare = irradiar + ção]. Ato ou efeito de emitir ondas, lançar raios de luz ou de calor,

Leia mais

Seminário: Terapia pelos Passes

Seminário: Terapia pelos Passes 1 Atividade Integrativa Para a tarefa do passe, no plano espiritual, não basta boa vontade. São necessárias qualidades de ordem superior e conhecimentos especializados. Padrão superior de elevação mental

Leia mais

2010 United States Spiritist Council

2010 United States Spiritist Council 2010 United States Spiritist Council O Evangelho no Lar é um espaço para o crescimento espiritual. Nos ajuda a sermos tolerantes, respeitosos e compassivos para com os outros e nós mesmos, ao mesmo tempo

Leia mais

CONVITE AO AUTOACOLIMENTO AMOROSO.

CONVITE AO AUTOACOLIMENTO AMOROSO. CONVITE AO AUTOACOLIMENTO AMOROSO O Evangelho de Jesus é profundamente terapêutico. Nele, encontramos vários convites à autotransformação. Não são convites quaisquer, especialmente aqueles que começam

Leia mais

14a edição CAMPINAS SP 2012

14a edição CAMPINAS SP 2012 14 a edição CAMPINAS SP 2012 SUMÁRIO Esclarecimentos preliminares... IX PRIMEIRA UNIDADE 1. Radiações ou vibrações...15 2. Deus...21 3. A criação...27 4. Os Espíritos...35 5. Classificação dos Espíritos

Leia mais

MESTRE TIBETANO Uma prática de meditação grupal

MESTRE TIBETANO Uma prática de meditação grupal MESTRE TIBETANO Uma prática de meditação grupal 1 Instrução para os oficiantes: A prática passa a ter uma breve introdução musical, que deve ter início às 09:00 horas. A música será como que preparatória

Leia mais

Esperança e Consolação

Esperança e Consolação Esperança e Consolação MARCELO ANDRÉ CLETO 29.04.2015 Esperança Definições (dicionário Aurélio) 1 Disposição do espírito que induz a esperar que uma coisa se há de realizar ou suceder. 2 Expectativa. 3

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

Nephesh = pescoço = metáfora da alma

Nephesh = pescoço = metáfora da alma Nephesh = pescoço = metáfora da alma ❶ Conec&vidade ❷ Funcionalidade ❸ Sensibilidade Fluxo de água corrente = metáfora da alma ❶ Criação ❷ Sustento ❸ Governo O desejo = velcro da alma ❶ Relação ❷ Rendição

Leia mais

Curso de Umbanda ANJO DA GUARDA

Curso de Umbanda ANJO DA GUARDA Curso de Umbanda ANJO DA GUARDA Você sabe a importância dos anjos da guarda na Umbanda? Bem, os anjos de guarda nos protegem e acompanham a cada dia. E esse acompanhamento também está nas horas de trabalho

Leia mais

COMO NOS LIBERTARMOS??

COMO NOS LIBERTARMOS?? COMO NOS LIBERTARMOS?? 1 / 9 O Espiritismo veio ensinar o processo de libertação. O modo de se libertar de todas as servidões inferiores. Suely Caldas Schubert - /Desobsessão Eu sou a porta. A verdade

Leia mais

O Alinhamento Planetário de 2012

O Alinhamento Planetário de 2012 O Alinhamento Planetário de 2012 Mensagem canalizada Que a Paz e a harmonia estejam com todos vocês aqui presentes, encarnados e desencarnados Que a Luz branca dourada da criação possa continuar atendendo

Leia mais

A escola de Jesus Cristo

A escola de Jesus Cristo A escola de Jesus Cristo Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

Hippolyte Léon Denizard Rivail 03-10-1804-31-03-1869

Hippolyte Léon Denizard Rivail 03-10-1804-31-03-1869 Hippolyte Léon Denizard Rivail 03-10-1804-31-03-1869 O dom da mediunidade é tão antigo quanto o mundo. Os profetas eram médiuns. Os caldeus, os assírios, possuíam médiuns. Sócrates era dirigido por um

Leia mais

Vimos rápidamente!!!

Vimos rápidamente!!! , O DEGRÁU PARA ADOTARMOS A CULTURA DA FELICIDADE Alkíndar de Oliveira Em nosso atual estágio evolutivo é mais fácil adotarmos a CULTURA DO SOFRIMENTO TENHAMOS COMO PRINCÍPIO DE VIDA NÃO FAZERMOS PARTE

Leia mais

PLANO DE AULA. Figura b Quando a pessoa é descrente e desconfiada, torna-se refratária e repele os fluídos que buscam envolvê-la.

PLANO DE AULA. Figura b Quando a pessoa é descrente e desconfiada, torna-se refratária e repele os fluídos que buscam envolvê-la. ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 19 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) II CICLO B IDADES: 09/10 1. TEMA: Serviços mediúnicos. PLANO DE AULA 2. OBJETIVO: Levar à compreensão

Leia mais

Oração. u m a c o n v e r s a d a a l m a

Oração. u m a c o n v e r s a d a a l m a Oração u m a c o n v e r s a d a a l m a 11 12 O Evangelho relata que por diversas vezes, quando ninguém mais estava precisando de alguma ajuda ou conselho, Jesus se ausentava para ficar sozinho. Natural

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA 1. TEMA: Jesus e o Apóstolo Pedro (mediunidade purificada). 2.

Leia mais

Salvador Dali - Geopoliticus Child Watching the Birth Of A New Man - 1940

Salvador Dali - Geopoliticus Child Watching the Birth Of A New Man - 1940 Autor: André Martinez REFLEXÕES ESPÍRITAS: O Homem no Mundo. Salvador Dali - Geopoliticus Child Watching the Birth Of A New Man - 1940 Capítulo 17 de "O Evangelho Segundo o Espiritismo" de Allan Kardec

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

DEPRESSÃO Terapêutica espírita

DEPRESSÃO Terapêutica espírita DEPRESSÃO Terapêutica espírita Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Face às suas cáusticas manifestações, a terapia de emergência faz-se imprescindível, embora, os métodos

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestrante: Altivo Pamphiro Rio de Janeiro 13/10/2000 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas.

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo III Os vícios e as virtudes Conceituar bem e mal Explicar o

Leia mais

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 01/12/2003 POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 2 Índice Geral I POR QUE NÃO ORAMOS COM FREQUÊNCIA?... 4 II QUANDO NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS... 5 III

Leia mais

Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015

Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015 Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015 Durante os meus estudos, fiquei me perguntando, o que trazer de muito especial para compartilhar com os irmãos,

Leia mais

GEDCC 89 ANOS NOSSA ESPIRITUALIDADE JORNADA DAS ESCOLHAS E DECISÕES SEXTA-FEIRA 04/04/2014

GEDCC 89 ANOS NOSSA ESPIRITUALIDADE JORNADA DAS ESCOLHAS E DECISÕES SEXTA-FEIRA 04/04/2014 SEXTA-FEIRA 04/04/2014 Que haja Paz em vossos corações. As opções que fazemos, no decorrer de nossas vidas, determinam os caminhos para que possamos chegar juntos ao Pai. E a opção do Amor ao próximo,

Leia mais

Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo

Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo Informações sobre o curso Início: Neste dia Duração: Algumas Reencarnações Objetivo: Melhoria pessoal ( ajuda na reforma

Leia mais

precisamos considerar que a mente permanece na base de todos os fenômenos mediúnicos. (...)" (05)

precisamos considerar que a mente permanece na base de todos os fenômenos mediúnicos. (...) (05) ADAPTAÇÃO PSÍQUICA precisamos considerar que a mente permanece na base de todos os fenômenos mediúnicos. (...)" (05) Esta afirmação, simples e objetiva, define com clareza o papel da mente nas atividades

Leia mais

Sumário. Pausa para Reflexão... 11

Sumário. Pausa para Reflexão... 11 CAMPINAS SP 2003 Sumário Pausa para Reflexão... 11 1. Campo Fluídico... 15 2. Calma Ativa... 19 3. Fé Raciocinada... 23 4. Luz Indispensável... 27 5. Ondas Viciadas... 31 6. Perante a Dúvida... 37 7. Sem

Leia mais

MECANISMOS DA CURA ESPIRITUAL

MECANISMOS DA CURA ESPIRITUAL MECANISMOS DA CURA ESPIRITUAL 257 MEDIUNIDADE CURADORA A MEDIUNIDADE DE CURA E A MEDIUNIDADE DE EFEITOS FÍSICOS A mediunidade curadora é a capacidade que certos médiuns possuem de curarem moléstias do

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA. AULA 9 Aura e irradiação

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA. AULA 9 Aura e irradiação UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA AULA 9 Aura e irradiação 1 2 Da mesma forma que absorvemos os fluidos, nós os irradiamos 3 Há uma psicosfera fluídica envolvendo e acompanhando o Espírito em todos os seus movimentos

Leia mais

Humildade. Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro

Humildade. Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Humildade O S P R A ZE R E S D A A L MA Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Por que precisamos ser humildes? O orgulho vos induz a julgar-vos mais do que sois; a não suportardes

Leia mais

O homem da mão mirrada

O homem da mão mirrada FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo IV Aprendendo com as Curas O homem da mão mirrada Roteiro 4 Objetivo Explicar a cura do

Leia mais

Um novo olhar Mateus 28.16-20. Uma comunidade Integrando famílias Pastoreando discípulos Buscando amizades Ganhando vidas

Um novo olhar Mateus 28.16-20. Uma comunidade Integrando famílias Pastoreando discípulos Buscando amizades Ganhando vidas Um novo olhar Mateus 28.16-20 Uma comunidade Integrando famílias Pastoreando discípulos Buscando amizades Ganhando vidas Mateus 28.16-20 Os onze discípulos foram para a Galiléia, para o monte que Jesus

Leia mais

Parentes de hoje: amigos ou inimigos do passado?

Parentes de hoje: amigos ou inimigos do passado? Parentes de hoje: amigos ou inimigos do passado? Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Adriana Pizzutti dos Santos Vamos considerar parentes: Família de orientação Família de procriação Colaterais

Leia mais

O AMOR ATIVO. Grupo Espírita Seara do Mestre 30 de Março de 2011. Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.

O AMOR ATIVO. Grupo Espírita Seara do Mestre 30 de Março de 2011. Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com. O AMOR ATIVO Grupo Espírita Seara do Mestre 30 de Março de 2011 Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br A viagem fora longa para aquele casal... Texto: Boa Nova- Humberto de

Leia mais

i. Existe alguma relação entre culpa e arrependimento.

i. Existe alguma relação entre culpa e arrependimento. A Culpa Claudio C. Conti www.ccconti.com Objetivo: Analisar o sentimento de culpa, seus efeitos e consequências. Procedimento: O sentimento de culpa foi analisado sob várias abordagens: a. Efeito no aprimoramento

Leia mais

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação.

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Apostila ESTEM - Programa 2 Apostila COEM 29ª S. Teórica vl.2 Objetivo: Apresentar a necessidade do

Leia mais

MÉDIUM CURADOR 1. A CURA COMO MANIPULAÇÃO DO FLUIDO UNIVERSAL

MÉDIUM CURADOR 1. A CURA COMO MANIPULAÇÃO DO FLUIDO UNIVERSAL MÉDIUM CURADOR 1. A CURA COMO MANIPULAÇÃO DO FLUIDO UNIVERSAL 175 (LM). Somente para mencioná-la trataremos aqui desta variedade de médiuns, porque o assunto exigiria demasiado desenvolvimento para o nosso

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato Palestra Virtual Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br Tema: Passes e Curas Espirituais Palestrante: Alexandre Lobato Rio de Janeiro 09/01/2004 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

Sites. www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com. Skype: filha.da.mata

Sites. www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com. Skype: filha.da.mata Sites www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com Skype: filha.da.mata Ritual para o Conselho Cármico Todas as pessoas encarnadas, nesta noite de 31 de (março, junho, setembro

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Vida em Sociedade Palestrante: Regina de Agostini Rio de Janeiro 05/02/1999 Organizadores da palestra: Moderador: "Brab" (nick: [Moderador])

Leia mais

(Manoel P. de Miranda, Temas da vida e da morte, 4.ed., p. 135). Escola de Evangelização Mediunidade. de Pacientes. Aula 03 1 / 8

(Manoel P. de Miranda, Temas da vida e da morte, 4.ed., p. 135). Escola de Evangelização Mediunidade. de Pacientes. Aula 03 1 / 8 JESUS E A MEDIUNIDADE LOUCURA, DIFICULDADES FINANCEIRAS ESTÃO ASSOCIADAS À PRÁTICA MEDIÚNICA? As disposições pessoais para os desequilíbrios são inatas no homem, que neles estão em gérmem. Desse modo,

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

Cada célula do ser vivo contém imensa

Cada célula do ser vivo contém imensa ECTOPLASMA Cada célula do ser vivo contém imensa variedade de características vitais e vibracionais, organizacionais no todo ou em partes específicas, que dependem das condições física, mental e vibracional

Leia mais

Conclui-se que Jesus não pode ter impregnado o fluido com qualidades especificas, pelo simples fato de ele não saber quem o tocou.

Conclui-se que Jesus não pode ter impregnado o fluido com qualidades especificas, pelo simples fato de ele não saber quem o tocou. Processos Mentais na Cura Claudio C. Conti www.ccconti.com Quando se fala em curas espirituais é necessário uma análise criteriosa para o perfeito entendimento ("perfeito entendimento" para o nível de

Leia mais

CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS

CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS THEREZINHA OLIVEIRA CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS NA REUNIÃO MEDIÚNICA CAMPINAS SP 2009 SUMÁRIO Apresentação...1 PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 1. O diálogo com os espíritos...5 2. Como Kardec

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Perda dos Entes Queridos Palestrante: Mauro Operti Rio de Janeiro 08/05/1998 Organizadores da palestra: Moderador: Macroz (nick:

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURSO O N OÇ O ÕE Õ S BÁSIC I AS D E DOU O TR T IN I A E SPÍR Í IT I A

AUTA DE SOUZA CURSO O N OÇ O ÕE Õ S BÁSIC I AS D E DOU O TR T IN I A E SPÍR Í IT I A CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 9 O Bom Samaritano Qual desses três vos parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões? O doutor lhe respondeu: Aquele que exerceu a

Leia mais

O Evangelho no Lar. Segundo o espiritismo. Livro de instrução

O Evangelho no Lar. Segundo o espiritismo. Livro de instrução O Evangelho no Lar Segundo o espiritismo Livro de instrução O Evangelho no Lar, Versie 2.1 Produção e publicação: Concelho Espírita Holandês, 2007 website: www.nrsp.nl, email: info@nrsp.nl startpagina:

Leia mais

Sinais de Oração. Editorial. A Oração e os Centros Marianos de Amor. Mensagens diárias de Maria PALAVRAS DA MÃE DIVINA

Sinais de Oração. Editorial. A Oração e os Centros Marianos de Amor. Mensagens diárias de Maria PALAVRAS DA MÃE DIVINA Nº 6 / 2012 Nesta edição: Mensagens diárias de Maria PALAVRAS DA MÃE DIVINA pág. 08 pág. 02 A Oração e os Centros Marianos de Amor pág. 04 Editorial Irmãos orantes, De forma amorosa e simples temos recebido

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

Pr. Hebenezer de Oliveira - Tema: Espiritual. Isaías 55. 1-3

Pr. Hebenezer de Oliveira - Tema: Espiritual. Isaías 55. 1-3 Pr. Hebenezer de Oliveira - Tema: Espiritual Isaías 55. 1-3 Isaías 55. 1-3 1 Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai,

Leia mais

Como me elevarei? GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br

Como me elevarei? GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Como me elevarei? GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Como me elevarei? Será que apenas com momentos de meditação é que conseguirei a paz

Leia mais

GRUPO ESPÍRITA NOSSO CANTINHO

GRUPO ESPÍRITA NOSSO CANTINHO GRUPO ESPÍRITA NOSSO CANTINHO CURSO SOBRE MEDIUNIDADE BASEADO NO COEM Centro Espírita Luz Eterna Curitiba - PR Slides preparados por Genivaldo Gasparini e Eduardo T. Costa PAULÍNIA, SP 2012 ALLAN KARDEC

Leia mais

Os trabalhadores da vinha

Os trabalhadores da vinha Os trabalhadores da vinha Roteiro 2 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo III Ensinos por Parábolas Objetivo Explicar,

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

novas atitudes para uma nova vida!

novas atitudes para uma nova vida! novas atitudes Gálatas 5.13-26 22 Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, 23 mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. 24 Os que pertencem

Leia mais

CEMB- CURSO DE RECICLAFEM DE PASSE 22.07.2015

CEMB- CURSO DE RECICLAFEM DE PASSE 22.07.2015 1. Fluido Cósmico Universal 2. Fluido Vital 3. Perispírito 4. Centro de Força 5. Passes 6. Mediunidade Curadora 7. Mediunidade Gratuita (Parte Moral) 1. Fluído Cósmico: a. Se constitui da matéria elementar

Leia mais

Os Sete Centros de Energia Guia de Debate 4. TERCEIRO CENTRO DE ENERGIA: PLEXO SOLAR Páginas 60-87

Os Sete Centros de Energia Guia de Debate 4. TERCEIRO CENTRO DE ENERGIA: PLEXO SOLAR Páginas 60-87 TERCEIRO CENTRO DE ENERGIA: PLEXO SOLAR Páginas 60-87 Compartilhar: Tudo bem com vocês? Alguém teve alguma idéia ou inspiração que queira nos contar? 1. O chakra do plexo solar (pp. 60-62) De onde este

Leia mais

O passe espírita. Aluney Elferr Albuquerque Silva

O passe espírita. Aluney Elferr Albuquerque Silva O passe espírita Aluney Elferr Albuquerque Silva Sobre o assunto, Kardec tratou sobre o aspecto geral de CURAS e nos demonstra que "este gênero de mediunidade consiste, principalmente, no dom que possuem

Leia mais

O chamamento de Levi (Mateus), Pedro, André, João e Tiago Maior

O chamamento de Levi (Mateus), Pedro, André, João e Tiago Maior O chamamento de Levi (Mateus), Pedro, André, João e Tiago Maior Roteiro 3 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo

Leia mais

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Caracteres do homem de bem Questão: 918 O homem de bem tira boas coisas do bom tesouro do seu coração e o mau tira as más do mau tesouro do seu coração; porquanto,

Leia mais

A casa edificada sobre a rocha

A casa edificada sobre a rocha A casa edificada sobre a rocha Roteiro 3 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de Jesus OBJETIVOS

Leia mais

Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL

Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL Espiritualidade prática da crença, viver de acordo com a fé. Espiritualista

Leia mais

Afirmação do Perdão Para remover bloqueios energéticos e cordões nos chakras e no corpo energético

Afirmação do Perdão Para remover bloqueios energéticos e cordões nos chakras e no corpo energético 1 Afirmação do Perdão Para remover bloqueios energéticos e cordões nos chakras e no corpo energético Procedimento para a Afirmação do Perdão Os bloqueios energéticos e cordões nos chakras e no corpo energético

Leia mais

O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA)

O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA) O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA) Os fatos que o espiritismo nos trouxe a partir de 1857 existem faz tempo e tempo; mas somente a partir de 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos, eles vieram

Leia mais

ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL. Roteiro 3

ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL. Roteiro 3 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL Roteiro 3 OBJETIVOS

Leia mais

Impositivo da Renovação

Impositivo da Renovação FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de Jesus Impositivo da Renovação Roteiro 5 Objetivo Explicar,

Leia mais

O Centro Espírita e seus Trabalhadores

O Centro Espírita e seus Trabalhadores FidelidadESPÍRITA Abril 2007 O Centro Espírita e seus Trabalhadores por Therezinha Oliveira 42 Uma publicação do Centro de Estudos Espíritas Nosso Lar Campinas/SP Abril 2007 FidelidadESPÍRITA Toda religião

Leia mais

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento Marlene Valéria - Emerson Entender o que é uma reunião mediúnica. Saber identificar uma reunião mediúnica pela sua natureza e característica.

Leia mais

21/08/2014. Facilitador(a): Alex, Islanita e Paulo OBJETIVO. Entender a função duplo etérico

21/08/2014. Facilitador(a): Alex, Islanita e Paulo OBJETIVO. Entender a função duplo etérico Duplo Etérico Facilitador(a): Alex, Islanita e Paulo OBJETIVO Entender a função duplo etérico 1 O Homem e seus Corpos CORPOS SUTIS São veículos de manifestação do nosso espírito/consciência, que se subdividem

Leia mais

Laboratório do Mundo Invisível. Maria José e Denise

Laboratório do Mundo Invisível. Maria José e Denise Laboratório do Mundo Invisível Maria José e Denise OBJETIVOS Informar sobre a vida e organização no plano espiritual. Compreender de que forma os Espíritos manipulam os fluidos na formação de objetos e

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Curas Espirituais. Palestrante: Altivo Pamphiro. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Curas Espirituais. Palestrante: Altivo Pamphiro. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Curas Espirituais Palestrante: Altivo Pamphiro Rio de Janeiro 18/07/1997 Organizadores da Palestra: Moderador: "aacn" (nick: Moderador)

Leia mais

AULA 11 VIDÊNCIA E AUDIÇÃO

AULA 11 VIDÊNCIA E AUDIÇÃO VIDÊNCIA: Faculdade mediúnica que permite ver seres, ambientes, formas, luzes, cores, cenas do plano espiritual. Ex.: Apóstolo Paulo vê um homem vestido à moda da Macedônia, que lhe pede para ir até aquela

Leia mais

A atitude de André no momento decisivo de sua vida, quando viu-se esquecido pela família que amava, foi de compreensão e auxilio.

A atitude de André no momento decisivo de sua vida, quando viu-se esquecido pela família que amava, foi de compreensão e auxilio. A atitude de André no momento decisivo de sua vida, quando viu-se esquecido pela família que amava, foi de compreensão e auxilio. Pela renovação mental, atitudes no Bem e no Amor que adotou em seu antigo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR PSICÓGRAFA A Sessão de 25-01-07 Em nome de Jesus, aqui vim. Em todos nós há algo que nos modifica interiormente, qual seja a convicção da verdade! Mas nem sempre conseguimos pôr para fora nossa verdade

Leia mais

Em conversa com os Espíritos

Em conversa com os Espíritos Em conversa com os Espíritos Idnei Gomes Ramos Em conversa com os Espíritos 1ª edição Matão - SP 2013 1ª edição 6.000 exemplares Janeiro - 2013 Capa: Rogério Mota Casa Editora O Clarim (Propriedade do

Leia mais

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA de Si Mesmo EDITORA 1 / 9 Iluminação Interior Como iniciar o trabalho de iluminação de nossa própria alma? Deve-se começar com o autodomínio. Disciplina de sentimentos

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

1 - VERBO - João 1:1-3, 14. Intro - (F, Bb, F, Bb) 2x (F, Bb, Dm7, Bb9) 2x

1 - VERBO - João 1:1-3, 14. Intro - (F, Bb, F, Bb) 2x (F, Bb, Dm7, Bb9) 2x 1 - VERBO - João 1:1-3, 14 Intro - (, Bb,, Bb) 2x (, Bb, Dm7, Bb9) 2x Bb m Bb No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus Bb m Dm E o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus m /A Bb Todas

Leia mais

Tema 1 Qual o objetivo da Revelação Espírita?

Tema 1 Qual o objetivo da Revelação Espírita? Centro Espírita Léon Denis 31º Encontro Espírita sobre O Livro dos Espíritos Tema: ELEMENTOS GERAIS DO UNIVERSO LE: 17 a 36 Tema 1 Qual o objetivo da Revelação Espírita? Objetivo: Compreender que o objetivo

Leia mais

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 1 DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 2 3 A consciência e Deus A consciência é o fio invisível de contato com Deus e analisa cada um dos nossos pensamentos, sentimentos e ações, aprovando-os ou

Leia mais

T O U R O : R E V E L A Ç Ã O D A N O VA L U Z E M E R G E N T E

T O U R O : R E V E L A Ç Ã O D A N O VA L U Z E M E R G E N T E PLENILÚNIO DE TOURO (Lua Cheia 14/5/2014 às 16h16 hora local de Argentina e Brasil) T O U R O : R E V E L A Ç Ã O D A N O VA L U Z E M E R G E N T E Desenvolvimento e revelação ou (se preferirem) uma revelação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I MISSÃO Art. 1º - Em consonância com o Regimento Interno da AECX, e sob a premissa de que a mediunidade é coisa

Leia mais

Aula 7. Qualidades Morais do Passista 1 / 8

Aula 7. Qualidades Morais do Passista 1 / 8 CURSO PASSE 7 do Passista EDITORA 1 1 / 8 Conduta... O médium passista necessitará vigilância no seu campo de ação, porquanto de sua higiene espiritual resultará o reflexo benfasejo naqueles que se proponha

Leia mais

OS QUATRO EVANGELHOS E AS PARÁBOLAS DE JESUS M.DIRCE LUNARDI MAIO 2015

OS QUATRO EVANGELHOS E AS PARÁBOLAS DE JESUS M.DIRCE LUNARDI MAIO 2015 OS QUATRO EVANGELHOS E AS PARÁBOLAS DE JESUS M.DIRCE LUNARDI MAIO 2015 OS QUATRO EVANGELHOS E AS PARÁBOLAS DE JESUS Estudando as fontes mais aceitas e u@lizadas na composição dos EVANGELHOS ü O que significa

Leia mais