NR 18. Segurança na Construção Civil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NR 18. Segurança na Construção Civil"

Transcrição

1 NR 18 Segurança na Construção Civil

2 Tópicos da NR 18 Objetivo e Campo de Aplicação Comunicação Prévia Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção - PCMAT Áreas de Vivência Demolição Escavações, Fundações e Desmonte de Rochas Carpintaria

3 Tópicos da NR 18 Armações de Aço Estruturas de Concreto Estruturas Metálicas Operações de Soldagem e Corte a Quente Escadas, Rampas e Passarelas Medidas de Proteção contra Quedas de Altura

4 Tópicos da NR 18 Movimentação e Transporte de Materiais e Pessoas Andaimes e Plataformas de Trabalho Cabos de Aço e Cabos de Fibra Sintética Alvenaria, Revestimentos e Acabamentos Telhados e Coberturas Serviços em Flutuantes Locais Confinados Instalações Elétricas

5 Tópicos da NR 18 Máquinas, Equipamentos e Ferramentas Diversas Equipamentos de Proteção Individual Armazenagem e Estocagem de Materiais Transporte de Trabalhadores em Veículos Automotores Proteção Contra Incêndio Sinalização de Segurança Treinamento Ordem e Limpeza Tapumes e Galerias Acidente Fatal

6 Tópicos da NR 18 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA nas empresas da Indústria da Construção Comitês Permanentes Sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção Recomendações Técnicas de Procedimentos RTP Disposições Gerais Disposições Finais Disposições Transitórias Glossário

7 Comunicação Prévia É obrigatória a comunicação à Delegacia Regional do Trabalho, antes do início das atividades, das seguintes informações: endereço correto da obra; endereço correto e qualificação (CEI,CGC ou CPF) do contratante, empregador ou condomínio; tipo de obra; datas previstas do início e conclusão da obra; número máximo previsto de trabalhadores na obra.

8 PCMAT Obrigatórios para canteiros com 20 ou mais trabalhadores; Deve contemplar as exigências da NR 09; Deve ser mantido no local de trabalho; Deve ser elaborado por profissional legalmente habilitado; A implementação é de responsabilidade do empregador ou condomínio;

9 PCMAT Memorial sobre condições e meio ambiente de trabalho; Projeto de execução das proteções coletivas; Especificação técnica das proteções coletivas e individuais; Cronograma de implantação das medidas preventivas; Layout inicial, contemplando inclusive o dimensionamento das áreas de vivência; Programa educativo na temática de prevenção de acidentes e doenças do trabalho, com carga horária

10 Áreas de vivência Os canteiros de obras devem dispor de: instalações sanitárias; vestiário; alojamento; local de refeições; cozinha, quando houver preparo de refeições; lavanderia; área de lazer; ambulatório, quando se tratar de frentes de trabalho com 50 (cinqüenta) ou mais trabalhadores.

11 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas Principal Riscos: Queda de materiais; Queda de pessoas; Fechamento das paredes do poço; Interferência com redes hidráulicas, elétricas, telefônicas e de abastecimento de gás; Inundação; Eletrocussão; Asfixia.

12 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas Escoramento e prevenção de quedas de materiais e pessoas Garantia de estabilidade dos locais de trabalho Afastamento de materiais retirados e outros fatores de desmoronamento Sinalização3 Sistemas para resgates de emergência

13 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

14 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

15 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

16 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

17 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

18 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

19 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

20 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

21 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

22 Escavações, Fundações, Desmonte de Rochas

23 Carpintaria Operação dos equipamentos e máquinas somente operador qualificado Serra circular protegida e aterrada Lâmpadas de iluminação protegidas contra impactos Piso resistente, nivelado e antiderrapante, com cobertura capaz de proteger os trabalhadores contra quedas de materiais e intempéries.

24 Carpintaria Serra Circular Mesa estável, com fechamento das faces inferiores, anterior e posterior Mesa com dimensionamento suficiente para a execução das tarefas; Carcaça do motor aterrada eletricamente; Disco mantido afiado e travado, Disco deve ser substituído quando apresentar trincas, dentes quebrados ou empenamentos; Transmissões de força mecânica devem estar protegidas obrigatoriamente por anteparos fixos e resistentes Coifa protetora do disco e cutelo divisor, com identificação do fabricante Coletor de serragem.

25 Carpintaria

26 Proteção contra quedas Onde houver risco de queda é necessária a instalação da proteção coletiva correspondente. Sistemas de Guarda-Corpo e Rodapé Uso de Cinto de Segurança

27 Proteção contra quedas

28 Proteção contra quedas Sistema guarda-corpo e rodapé

29 Proteção contra quedas

30 Proteção contra quedas

31 Proteção contra quedas

32 Proteção contra quedas

33 Proteção contra quedas Plataformas a cada três pavimentos Rede de contenção

34 Proteção contra quedas Cinto de segurança do tipo paraquedista Dispositivo travaquedas Limitador de espaço Em todo trabalho acima de 2,0 de altura.

35 Proteção contra quedas

36 Proteção contra quedas - escadas Ângulo ideal de segurança= 75º Escoramentos e amarrações Sinalização

37 Proteção contra quedas - escadas

38 Proteção contra quedas escadas fixas Tipo marinheiro, com gaiola de proteção Plataformas a cada 09 metros Uso de cinto com dois talabartes ou cabo guia com dispositivo travaquedas

39 Proteção contra quedas elevadores de obra

40 Proteção contra quedas elevadores de obra

41 Proteção contra quedas elevadores de obra

42 Elevadores de obra - Cancelas Permanentemente fechadas Não podem abrir sem o elevador no andar correspondente Para movimentar elevador todas as cancelas têm de estar fechadas

43 Proteção contra quedas elevadores de obra Na fixação do cabo de aço deverão ser utilizados, no mínimo, 03 (três) grampos (clips) e a disposição dos mesmos deverá ser conforme figura

44 Proteção contra quedas elevadores de obra Além do freio do guincho, a estrutura da cabina deverá ser dotada de freio de segurança automático e manual, acionável do interior da cabina.

45 Proteção contra quedas elevadores de obra

46 Elevadores de obra Dispositivos gerais de segurança.

47 Andaimes e Plataformas de Trabalho

48 Andaimes e Plataformas de Trabalho Forração completa do piso de trabalho. Sistema de guarda-corpo e rodapé em todo o perímetro Acesso de maneira segura Piso resistente, nivelado e antiderrapante, com cobertura capaz de proteger os trabalhadores contra quedas de materiais e intempéries.

49 Instalações elétricas provisórias Barreiras Invólucros

50 Instalações elétricas provisórias Aterramento Elétrico: Estruturas Máquinas e equipamentos (Betoneiras, serras, etc.) Sinalização

51 Instalações elétricas provisórias Quadros Elétricos Fechados, com acesso apenas a pessoas autorizadas Todos os circuitos identificados

52 Instalações elétricas provisórias Ferramentas adequadas, com isolamento elétrico

53 Treinamento de Segurança admissional e periódico Admissional carga horária mínima de 6 (seis) horas, ministrado dentro do horário de trabalho, antes de o trabalhador iniciar suas atividades Conteúdo: informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho; riscos inerentes a sua função; uso adequado dos EPI; informações sobre os EPC existentes no canteiro de obra.

54 Treinamento de Segurança admissional e periódico Periódico sempre que se tornar necessário ao início de cada fase da obra Nos treinamentos, os trabalhadores devem receber cópias dos procedimentos e operações a serem realizadas com segurança

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 VisÇo Geral

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 VisÇo Geral Curso Técnico Segurança do Trabalho Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 VisÇo Geral A NR18 é a norma que regulamenta a Segurança e Medicina do Trabalho na Indústria da Construção

Leia mais

PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DA NR Carpintaria Versão_CPN. TEXTO ATUAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA (discussões)

PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DA NR Carpintaria Versão_CPN. TEXTO ATUAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA (discussões) PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DA NR 18 18.7. Carpintaria Versão_CPN TEXTO ATUAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA (discussões) 18.7.1. As operações em máquinas e equipamentos necessários à realização da atividade de

Leia mais

NORMA REGULAMENTADORA N.º

NORMA REGULAMENTADORA N.º SUMÁRIO SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NORMA REGULAMENTADORA N.º 10 2. Formação profissional 2.1 Qualificação 2.2 Habilitação 2.3 Capacitação 2.4 Autorização 3. Medidas de controle

Leia mais

Normativas Gerais da NR-18

Normativas Gerais da NR-18 Normativas Gerais da NR-18 18.12 - ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS 2 ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS - A transposição de pisos com diferença de nível superior a 40cm deve ser feita por meio de escadas ou rampas.

Leia mais

NR 18 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO PLANO DE TRABALHO

NR 18 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO PLANO DE TRABALHO NR 18 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO PLANO DE TRABALHO PRESSUPOSTOS Pontos fortes Norma extremamente avançada quando da sua concepção; Inovadora na criação do diálogo tripartite CPN; Proporcionou alta capilaridade

Leia mais

Inspeção de Segurança

Inspeção de Segurança Inspeção de Segurança Disciplina: Segurança do Trabalho Professora: Elizabeth Spengler Cox de Moura Acadêmicos: Daniel Baldasso Rolón Daniel Humberto Carvalho Conceito Atividade que busca identificar condições

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 01. Procedimento para fundações, escavações e desmonte de rocha.

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 01. Procedimento para fundações, escavações e desmonte de rocha. Revisão: 00 Folha: 1 de 6 1. Objetivo Este Manual de Recomendação, tem como objetivo, assegurar que todas as obras efetuem proteção coletiva que prever a adoção de medidas que evitem a ocorrência de desmoronamento,

Leia mais

Segurança: Todos os colaboradores devem utilizar Equipamentos de Proteção individual (E.P.I.), em condições de uso, tais quais:

Segurança: Todos os colaboradores devem utilizar Equipamentos de Proteção individual (E.P.I.), em condições de uso, tais quais: Segurança: 01 Equipamentos de Proteção Individual (E.P.I.): Ref.: NR-06 Todos os colaboradores devem utilizar Equipamentos de Proteção individual (E.P.I.), em condições de uso, tais quais: Botas; Óculos;

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX

MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX Andaime Multidirecional...03 Instruções de Montagem...04 Componentes do Sistema...06 Informações Técnicas...08 Modos e Pontos de Ancoragem...09 Dicas

Leia mais

ST 06 SEGURANÇA NOS TRABALHOS EM CARPINTARIA CÓPIA CONTROLADA Nº: 02

ST 06 SEGURANÇA NOS TRABALHOS EM CARPINTARIA CÓPIA CONTROLADA Nº: 02 ESCALA CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA. PROCEDIMENTO OPERACIONAL DE SEGURANÇA DO TRABALHO ST 06 SEGURANÇA NOS TRABALHOS EM CARPINTARIA NBR ISO 90:2008 e PBQP-H ELABORADO E FORMATADO POR: Caroline Ribeiro

Leia mais

Como integrar os treinamentos. nas questões de Segurança e Saúde do. Trabalho na Indústria da Construção

Como integrar os treinamentos. nas questões de Segurança e Saúde do. Trabalho na Indústria da Construção Como integrar os treinamentos nas questões de Segurança e Saúde do Trabalho na Indústria da Construção TREINAR Dicionário Aurélio: Tornar apto, capaz, para determinada tarefa ou atividade; habilitar. Vídeo:

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 3 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 3 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 3 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Aplicar os conhecimentos e as recomendações

Leia mais

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO 3ª EDIÇÃO ÍNDICE GERAL P/ 1/5 0 DISPOSIÇÕES GERAIS DEFINIÇÃO, ORÇAMENTO... 2/39 CONTRATO, SUBCONTRATAÇÃO... 6/39 PRAZO DE EXECUÇÃO, GARANTIA DE SERVIÇO... 7/39 INST. DA OBRA, PESSOAL DA CONTRATADA... 8/39

Leia mais

Preenchido por :... Data :... Obra/Empresa:...

Preenchido por :... Data :... Obra/Empresa:... Preenchido por :... Data :... Obra/Empresa:... Instruções gerais para preenchimento do check-list Antes de ir à obra leia todas as folhas com atenção; No caso de itens com dois ou mais elementos iguais

Leia mais

GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL

GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL Título Fonte Calibri 20 Negrito Branca xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Floriano Costa Eng.º de Segurança do Trabalho Julho de 2016 TIPOS DE OBRAS

Leia mais

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi NR 8 e NR-10 Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira NR-8 Edificações Dispõe sobre os requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas edificações

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011 MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011 DOU de 24/01/2011 (nº 16, Seção 1, pág. 100) Altera a Norma Regulamentadora nº 18. A SECRETÁRIA

Leia mais

Segurança do Trabalho na Construção Civil. Enga. Civil Olivia O. da Costa

Segurança do Trabalho na Construção Civil. Enga. Civil Olivia O. da Costa Segurança do Trabalho na Construção Civil Enga. Civil Olivia O. da Costa Qual a importância da Segurança do Trabalho na Construção Civil? A construção civil é o quinto setor econômico em número de acidentes

Leia mais

Panorama da Construção civil no Brasil e os avanços na Legislação em Saúde, Segurança no Trabalho

Panorama da Construção civil no Brasil e os avanços na Legislação em Saúde, Segurança no Trabalho 15º CONGRESSO NACIONAL DA ANAMT 2013 Panorama da Construção civil no Brasil e os avanços na Legislação em Saúde, Segurança no Trabalho Haruo Ishikawa Vice-presidente de Relações Capital-Trabalho do SindusCon-SP

Leia mais

NR18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Luiz Antônio Viégas da Silva

NR18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Luiz Antônio Viégas da Silva NR18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Luiz Antônio Viégas da Silva Andaimes e Plataformas de Trabalho O dimensionamento dos andaimes, sua estrutura de sustentação e fixação,

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. ENGº CIVIL E DE SEGURANÇA DO TRABALHO LUIZ ANTÔNIO VIÉGAS DA SILVA

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. ENGº CIVIL E DE SEGURANÇA DO TRABALHO LUIZ ANTÔNIO VIÉGAS DA SILVA Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite ENGº CIVIL E DE SEGURANÇA DO TRABALHO LUIZ ANTÔNIO VIÉGAS DA SILVA luizviegasrj@gmail.com DISCIPLINA Prevenção em Máquinas e Equipamentos I Aula 11 Slides

Leia mais

ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18

ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18 ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18 Itens mais autuados pela Superintendência Regional do Trabalho SRTE-RJ relativos à Saúde Ocupacional Norma Item da norma Nome

Leia mais

Canteiro de Obras - Conceito

Canteiro de Obras - Conceito Canteiro de Obras Canteiro de Obras - Conceito Segundo a norma NR-18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, define-se canteiro de obras como: Área de trabalho fixa e temporária

Leia mais

NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS

NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS 11.1 Normas de segurança para operação de elevadores, guindastes, transportadores industriais e máquinas transportadoras. 11.1.1 Os

Leia mais

ENGENHARIA DE SEGURANÇA

ENGENHARIA DE SEGURANÇA ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA DE SEGURANÇA P R O F ª K A R E N W R O B E L S T R A

Leia mais

FICHA DE LEVANTAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO, SEGURANÇA E SAÚDE NA INDÚSTRIA DA MADEIRA E DO MOBILIÁRIO

FICHA DE LEVANTAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO, SEGURANÇA E SAÚDE NA INDÚSTRIA DA MADEIRA E DO MOBILIÁRIO FICHA DE LEVANTAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO, SEGURANÇA E SAÚDE NA INDÚSTRIA DA MADEIRA O Presente documento foi elaborado consensualmente, e contém os requisitos mínimos a serem cumpridos nas empresas,

Leia mais

Migrar os dados pertinentes aos levantamentos ambientais para os campos do item 15 do PPP.

Migrar os dados pertinentes aos levantamentos ambientais para os campos do item 15 do PPP. Guia de Estudo Professora Autora: Maria Beatriz de Freitas Lanza Professora Telepresencial: Maria Beatriz de Freitas Lanza Coordenador de Conteúdo: Pedro Sérgio Zuchi Objetivos Após o estudo da Aula, esperamos

Leia mais

18.3 Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção - PCMAT

18.3 Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção - PCMAT NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria DSST n.º 02, de

Leia mais

Segurança do Trabalho na Construção Civil e Parques Industriais. Thiago Freitas de Oliveira Engº Seg. do Trabalho

Segurança do Trabalho na Construção Civil e Parques Industriais. Thiago Freitas de Oliveira Engº Seg. do Trabalho Segurança do Trabalho na Construção Civil e Parques Industriais Thiago Freitas de Oliveira Engº Seg. do Trabalho NR 18 18.1 Objetivos de Campo de Aplicação 18.1.2 Consideram-se atividades da Indústria

Leia mais

Norma Regulamentadora NR 18 e Manual da Fundacentro.

Norma Regulamentadora NR 18 e Manual da Fundacentro. Aberturas em pisos e paredes. Revisão: 00 Folha: 1 de 5 1. Objetivo Assegurar que todos os canteiros de obras efetuem a montagem e a colocação das proteções de acordo com as especificações da NR -18 e

Leia mais

Segurança em escavações e fundações. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Segurança em escavações e fundações. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Segurança em escavações e fundações Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho A área de trabalho deve ser previamente limpa, devendo ser retirados ou escorados solidamente árvores,

Leia mais

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção ( )

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção ( ) NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (118.000-2) 18.1. Objetivo e campo de aplicação. 18.1.1. Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece diretrizes de ordem administrativa,

Leia mais

Indústria da Construção Foco NR-12. Engº Seg. Bruno C. Bilbao Adad

Indústria da Construção Foco NR-12. Engº Seg. Bruno C. Bilbao Adad Máquinas e Equipamentos na Indústria da Construção Foco NR-12 Engº Seg. Bruno C. Bilbao Adad CENÁRIO Estimativas indicam que Máquinas e equipamentos participam com aproximadamente 50% do total de

Leia mais

NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção 18.1. Objetivo e campo de aplicação 18.1.1. Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece diretrizes de ordem administrativa, de planejamento

Leia mais

SEGURANÇA COM ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

SEGURANÇA COM ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho SEGURANÇA COM ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho REGRAS DE SEGURANÇA A madeira a ser usada para construção de escadas, rampas

Leia mais

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção SUMÁRIO

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção SUMÁRIO NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção SUMÁRIO 18.1 Objetivo e Campo de Aplicação 18.2 Comunicação Prévia 18.3 Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria

Leia mais

A Inspeção do Trabalho na Construção Civil. Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Abril de 2012

A Inspeção do Trabalho na Construção Civil. Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Abril de 2012 A Inspeção do Trabalho na Construção Civil Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Abril de 2012 Inspeção em SST - Construção Civil Ações 2007 2008 2009 2010 2011

Leia mais

PCMAT. Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção

PCMAT. Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção PCMAT Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção Características da atividade Heterogeneidade do produto final Temporariedade do estabelecimento Transitoriedade de processos, instalações

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde. Ocupacional Procedimento para instalações elétricas provisórias. Revisão: 00 Folha: 1 de 18

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde. Ocupacional Procedimento para instalações elétricas provisórias. Revisão: 00 Folha: 1 de 18 provisórias. Revisão: 00 Folha: 1 de 18 1. Objetivo Assegurar que todos os canteiros de obras tenham maior embasamento técnico sobre instalações elétricas temporárias, orientar profissionais presentes

Leia mais

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: INCÊNDIO Modelo: 3.000 m2 MAIO 2011 SUMÁRIO 1. Apresentação... 03 2. Extintores... 04 3. Iluminação de Emergência...

Leia mais

NR 10. Prof. Felipe A. Camargo

NR 10. Prof. Felipe A. Camargo QMASS NR 10 Prof. Felipe A. Camargo NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE 01 10.1 - OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 10.1.1 Esta NR estabelece os requisitos e condições mínimas objetivando

Leia mais

Legislação e Normas Técnicas

Legislação e Normas Técnicas CONCURSO PETROBRAS ENGENHEIRO(A) DE SEGURANÇA JÚNIOR ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: SEGURANÇA PROFISSIONAL JÚNIOR - ENG. SEGURANÇA DO TRABALHO Legislação e Normas Técnicas Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS

Leia mais

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção PORTARIAS ATENDIDAS 1983 - Portaria Nº. 18 de 26 de agosto de 1983 1992 - Portaria Nº. 2 de 20 de maio de 1992 1997 - Portaria Nº.

Leia mais

2º Work Shop Internacional de Trabalhos em Altura engº Gianfranco Pampalon Auditor fiscal do trabalho

2º Work Shop Internacional de Trabalhos em Altura engº Gianfranco Pampalon Auditor fiscal do trabalho 14/03/2011 2º Work Shop Internacional de Trabalhos em Altura engº Gianfranco Pampalon Auditor fiscal do trabalho NR.36 TRABALHOS EM ALTURA Esta norma é aplicável a qualquer trabalho realizado acima de

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria DSST n.º 02, de

Leia mais

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s)

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) http://www.mte.gov.br/ NR 01 Disposições Gerais 02 Inspeção Prévia 03 Embargo ou Interdição TEMA 04 Serviços Especializados em Eng. de Segurança

Leia mais

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL STICM DE - Avenida Mauro Mori, n.º 323, Centro - Goioerê/PR - CEP. 87.360-000 01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA NOME: CNPJ: ENDEREÇO: MUNICÍPIO: CEP: FONE / FAX: PROPRIETÁRIO: ENCARREGADO: 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES

Leia mais

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág.

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág. Rio de Janeiro, 04 de Abril de 2016 Segunda Feira Tempo estável Continuidade no trabalho de escavação Sendo executado estruturas de canteiro tais como: banheiro, vestiário e depósito de cimento Arrumação

Leia mais

NR-18 - Comitê Permanente Regional - MG SEGURANÇA E SAÚDE NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CPR MG

NR-18 - Comitê Permanente Regional - MG SEGURANÇA E SAÚDE NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CPR MG CONSTITUIÇÃO DO CPR - MG No dia 06/01/1993, na DRT-MG Divisão de Relações do Trabalho, é criada a COMISSÃO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES NAS INDUSTRIAS DA CONSTRUÇÃO. Tendo como participantes: - DRT-MG - FUNDACENTRO

Leia mais

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho Aula 3 Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho São normas que definem os parâmetros legais de atuação da sociedade sobre as condições de trabalho. Fiscalização Penalidades

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO SUMÁRIO Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria DSST n.º

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. Balancim Individual Manual do Tipo Cadeirinha Modelo Cabo Passante

MANUAL DE OPERAÇÃO. Balancim Individual Manual do Tipo Cadeirinha Modelo Cabo Passante MANUAL DE OPERAÇÃO Balancim Individual Manual do Tipo Cadeirinha Modelo Cabo Passante Balancim Individual Manual KTB O Balancim Individual Manual KTB é um equipamento para movimentações verticais realizadas

Leia mais

PROPOSTA NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

PROPOSTA NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE PROPOSTA NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE Texto base apresentado pelo MTE como proposta de atualização da Regulamentação Normativa atual em segurança e saúde no trabalho com atividades

Leia mais

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações:

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações: Portaria SIT Nº 201 DE 21/01/2011 Altera a Norma Regulamentadora nº 18. A Secretária de Inspeção do Trabalho, no uso de suas atribuições e em face da competência que lhe confere o art. 14 do Anexo I do

Leia mais

CANTEIRO DE OBRAS: elementos de projeto

CANTEIRO DE OBRAS: elementos de projeto outubro/2001 AULA 11 CANTEIRO DE OBRAS: elementos de projeto PCC-2302: Gestão da Produção na Construção Civil II Profs. Silvio Melhado e Mercia Barros Assistentes de Ensino: Rita Medeiros; Janayna Aquino;

Leia mais

Area de vivencia na construcao civil. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Seguranca do Trabalho

Area de vivencia na construcao civil. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Seguranca do Trabalho Area de vivencia na construcao civil Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Seguranca do Trabalho Area de vivencia As áreas de vivência devem ser mantidas em perfeito estado de conservação, higiene e

Leia mais

3º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

3º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte (VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) Foto 1. Sítio Belo / Casa de Força Canteiro avançado com instalações administrativas em fase final de mobilização. Foto 2. Sítio Belo / Casa

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO PARA DIAGNÓSTICO DA ADEQUAÇÃO DE CANTEIROS DE OBRA À NR-18

LISTA DE VERIFICAÇÃO PARA DIAGNÓSTICO DA ADEQUAÇÃO DE CANTEIROS DE OBRA À NR-18 LISTA DE VERIFICAÇÃO PARA DIAGNÓSTICO DA ADEQUAÇÃO DE CANTEIROS DE OBRA À NR-18 Preenchido por: Data: Empresa: Obra: Caracterização geral do canteiro: Fase da obra ( ) Infraestrutura ( ) Estrutura ( )

Leia mais

Programa obrigatório em qualquer empresa que possua funcionários regidos pela CLT, independente da quantidade. Deve ser coordenado por Médico com

Programa obrigatório em qualquer empresa que possua funcionários regidos pela CLT, independente da quantidade. Deve ser coordenado por Médico com Saúde e Segurança no Trabalho Gestão de Segurança na Construção Civil e Seus Pontos Positivos PCMSO Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional O que é? Programa obrigatório em qualquer empresa que

Leia mais

ENG2332 CONSTRUÇÃO CIVIL I

ENG2332 CONSTRUÇÃO CIVIL I ENG2332 CONSTRUÇÃO CIVIL I Prof. Eng Civil Bruno Rocha Cardoso Aula 05 06: Movimentação de Terra, Contenções e Canteiro 24/02/2015 FATORES QUE INFLUENCIAM O PROJETO DO MOVIMENTO DE TERRA Sondagem do terreno:

Leia mais

Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades

Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades CLT Consolidação das Leis do Trabalho É de obrigação legal para os empregadores a Lei nº 6.514, de 22 de dezembro de 1977 relativa a segurança e medicina do trabalho

Leia mais

Roberto dos Santos Monteiro. Serviços Preliminares

Roberto dos Santos Monteiro. Serviços Preliminares Serviços Preliminares A Obra As obras possuem diferentes fases de execução, onde o profissional da construção civil deve distinguir facilmente. Definidas pelo profissional da construção civil, através

Leia mais

Anexo Procedimento de Instalação de Alojamento

Anexo Procedimento de Instalação de Alojamento Anexo 1.4-8 - Procedimento de Instalação de Alojamento Revisão 00 Data 02/02/2015 1 de 15 Elaborado por: Verificado por: Aprovado por: Eng. Segurança do Trabalho Gestão de QSMS Direção Indústria e Energia

Leia mais

Procedimento para trabalho em Altura NR 35

Procedimento para trabalho em Altura NR 35 Procedimento para trabalho em Altura NR 35 Trabalho em Altura NR 35 - SST Objetivo e Campo de Aplicação 35.1.1 Esta Norma estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura,

Leia mais

Manual do Locatário ELEVADOR DE OBRA

Manual do Locatário ELEVADOR DE OBRA Manual do Locatário ELEVADOR DE OBRA Instruções para Instalação e Operação e Manutenção CARIMBO DO ASSOCIADO 1 ELEVADOR DE OBRA À CABO Antes de colocar o equipamento em funcionamento, leia atentamente

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS Saúde e Seguranca Ocupacional Prof. Carlos William de Carvalho 1 NR-1 Disposições Gerais Determina a aplicabilidade de todas as normas regulamentadoras, assim como os direitos e

Leia mais

PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA TOTAL 2 M 2 M 3 M 3 M 2 M 1 2 M 4 M 2 M 1 3 M 5 M 3 M 1 3 M 6 M

PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA TOTAL 2 M 2 M 3 M 3 M 2 M 1 2 M 4 M 2 M 1 3 M 5 M 3 M 1 3 M 6 M componentes (padrão 06 metros): 02 sistemas de tração cabo passante 02 dispositivos de frenagem emergencial 02 afastadores modelo AF 70 02 cabides de plataforma 02 guarda corpo externo com 3,00 metros

Leia mais

Norma Regulamentadora N 35 Segurança em Trabalhos em Altura NR 35 Módulo Básico Trabalho em altura... 14 Objetivo e campo de aplicação... 14 Campo de aplicação... 15 Análise de risco e condições impeditivas...

Leia mais

ELEVADORES MECAN PARA MATERIAIS OU PASSAGEIROS

ELEVADORES MECAN PARA MATERIAIS OU PASSAGEIROS ELEVADOR UM SISTEMA MECAN DE ELEVADOR E CABINA FECHADA OU SEMIFECHADA PARA O TRANSPORTE DE PASSAGEIROS OU MATERIAIS EM CANTEIRO DE OBRAS EQUIPADO COM FREIO DE SEGURANÇA AUTOMÁTICO E MANUAL TIPO CUNHA ELEVADORES

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO 1 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO COLECTIVA ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS 15 INTRODUÇÃO 17

ÍNDICE CAPÍTULO 1 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO COLECTIVA ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS 15 INTRODUÇÃO 17 ÍNDICE ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS 15 INTRODUÇÃO 17 CAPÍTULO 1 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO COLECTIVA 1. EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO CONTRA QUEDAS EM ALTURA 23 1.1. Introdução 23 1.2. Guarda-corpos 25 1.3.

Leia mais

SEGURANÇA PARA TERCEIROS

SEGURANÇA PARA TERCEIROS 1 de 8 PROTOCOLO Data de Emissão: Histórico de revisão e Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial J.S.C 1 Objetivo Este protocolo fixa os requisitos a serem observados quando

Leia mais

Equipamentos Mecânicos Industriais. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc.

Equipamentos Mecânicos Industriais. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Equipamentos Mecânicos Industriais Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Equipamentos Mecânicos Industriais PERÍODO LETIVO: 8º CARGA HORÁRIA: 30 h OBJETIVOS GERAL: Saber os fundamentos e informações essenciais

Leia mais

Normas Regulamentadoras

Normas Regulamentadoras Normas Regulamentadoras NORMAS REGULAMENTADORAS O Ministro de Estado do Trabalho, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no Art. 200 da Consolidação das Leis do Trabalho, com redação

Leia mais

16/03/2017. Cuiabá/MT Março

16/03/2017. Cuiabá/MT Março Cuiabá/MT Março - 2017 1 Projetos ART Código de Obras Normas Regulamentadoras - NR18 Matrícula Imobiliária Legalização da Obra Anotação de Responsabilidade Técnica, documento do CREA (Conselho Regional

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E-book TIP Equipamentos NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO 18.15 Andaimes e Plataformas de Trabalho (Alterado pela Fonte: Ministério do Trabalho NR 18 - CONDIÇÕES

Leia mais

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial Jean José de Lima Vanessa Alessandra Salvador 21ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE GINÁSIO POLIESPORTIVO LOCAL: SEDE DO MUNICÍPIO MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA SSST N. 20, DE 17 DE ABRIL DE 1998 Altera dispositivos da NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA

Leia mais

SEGURANÇA COM PLATAFORMA ELEVATÓRIA

SEGURANÇA COM PLATAFORMA ELEVATÓRIA SEGURANÇA COM PLATAFORMA ELEVATÓRIA SEGURANÇA COM PLATAFORMA ELEVATÓRIA http://www.mundialcursos.com.br contato@mundialcursos.com.br FIXO: (19)3387-0794 CLARO:(19)99322-8384 Querido leitor, Primeiramente,

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017 PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017 Andamento das Obras Serviços concluídos até 31/05/2017 Fachadas Instalações hidráulicas, elétricas, interfones, alarme de incêndio, sistema de monitoramento e controle de acesso;

Leia mais

NR 12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

NR 12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS NR 12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Instalações e Dispositivos Elétricos Dispositivos de Partida, Acionamento e Parada Dispositivos de Parada de Emergência Clarice I. Lorenzi Eng.

Leia mais

Máquinas e Equipamentos NR - 12

Máquinas e Equipamentos NR - 12 Máquinas e Equipamentos NR - 12 Publicação - Portaria GM N. 3.214, de 08 de julho de 1978 06/07/78. Atualizações - Portaria SIT N. 197, de 17 de dezembro de 2010 24/12/10. Entra em vigor - 01 de julho

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/5 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA TRABALHOS EM ALTURA EM APOIOS METÁLICOS 2 DESCRIÇÃO Os trabalhos em linhas apoiadas em torres metálicas contêm um grande número de operações

Leia mais

Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST

Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST Objetivo da Boa Prática: 1. Gerenciar os treinamentos ; 2. Garantir que os trabalhadores estão desenvolvendo atividade para a qual

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 63 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM BATE-ESTACAS

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 63 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM BATE-ESTACAS LISTA DE CHECAGEM DE BATE-ESTACAS 1 Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções: Hidrelétrica;

Leia mais

NR - 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

NR - 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NR - 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE 10.1 - OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 10.2 - MEDIDAS DE CONTROLE 10.3 - SEGURANÇA EM PROJETOS 10.4 - SEGURANÇA NA CONSTRUÇÃO, MONTAGEM, OPERAÇÃO

Leia mais

VT Inspeção [ X ]Geral

VT Inspeção [ X ]Geral VT Inspeção [ X ]Geral [ ]Parcial Data da inspeção: 22/06/2010 Empresa: Mandinho Participantes: Técnica de Segurança Carla (Fabbro); Engenheiro Emerson Data da entrega do relatório: Trabalhador utilizando

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Desenvolver e aplicar os conceitos de

Leia mais

ELEVADORES PALESTRANTE : Engº Mecânico Ronaldo Chartuni BANDEIRA

ELEVADORES PALESTRANTE : Engº Mecânico Ronaldo Chartuni BANDEIRA ELEVADORES PALESTRANTE : Engº Mecânico Ronaldo Chartuni BANDEIRA VTC - EXEMPLOS DE SERVIÇOS CONSULTORIA CÁLCULO DE TRÁFEGO VILA OLÍMPICA - RJ EXEMPLOS DE SERVIÇOS - VTC GERENCIAMENTO CCBB - BH EXEMPLOS

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO. PORTARIA N.º 114, DE 17 DE JANEIRO DE 2005 (DOU de 27/01/2005 Seção I)

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO. PORTARIA N.º 114, DE 17 DE JANEIRO DE 2005 (DOU de 27/01/2005 Seção I) MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 114, DE 17 DE JANEIRO DE 2005 (DOU de 27/01/2005 Seção I) Altera a redação dos itens 18.14.24 e 18.18, inclui o Anexo III

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO

PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO E SEGURANÇA CADEIRINHA ELÉTRICA AeroAndaimes Antes do início das operações: 01 - VERIFICAÇÕES DIÁRIAS RIAS: Amarração e fixação dos cabos de aço: Os cabos de aço de

Leia mais

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS EL2000 Disponível para aplicação residencial unifamiliar ou exclusivo para acessibilidade em locais públicos Capacidade: 3

Leia mais

RELATÓRIO DE ACIDENTE DO TRABALHO

RELATÓRIO DE ACIDENTE DO TRABALHO RELATÓRIO DE ACIDENTE DO TRABALHO Gravidade: A com óbito Acidentado: Admilson da Silva Data nascimento: 30/12/1980 Função: Soldador Empresa: Consórcio TBC Data de admissão: 02/02/2009 Data do acidente:

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 93 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM. SERRA POLICORTE DE BANCADA (Armação de Aço)

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 93 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM. SERRA POLICORTE DE BANCADA (Armação de Aço) LISTA DE CHECAGEM DE SERRA POLICORTE DE BANCADA (Armação de Aço) 1 Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras

Leia mais

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Equipamento de Proteção Coletiva (EPC): 2 Áreas vazadas: Equipamento de Proteção Coletiva (EPC) 18.13.1. É obrigatória a instalação de proteção coletiva

Leia mais

C Â M A R A M U N I C I P A L D E B A R C E L O S

C Â M A R A M U N I C I P A L D E B A R C E L O S O presente regulamento visa dar cumprimento ao disposto no artigo 5.º do REGULAMENTO INTERNO DE SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO do MUNICIPIO DE BARCELOS. Pretende-se estabelecer um conjunto de normas

Leia mais

MANUAL DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E PROCEDIMENTOS EXECUÇÃO DE OBRA

MANUAL DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E PROCEDIMENTOS EXECUÇÃO DE OBRA 1. INTRODUÇÃO. 1.1 A Universidade Federal de São Carlos UFSCar estabelece neste manual as especificações técnicas e procedimentos a serem seguido pela empresa que executa serviço de obra a seguir denominada

Leia mais

ASPECTOS BÁSICOS DA NR-12. Bruno Caruso Bilbao Adad

ASPECTOS BÁSICOS DA NR-12. Bruno Caruso Bilbao Adad ASPECTOS BÁSICOS DA NR-12 Bruno Caruso Bilbao Adad Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Atualizações D.O.U. Portaria SSST n.º 12, de 06 de junho de 1983 14/06/83 Portaria

Leia mais

Questionário de Identificação das Principais Situações de Grave e Iminente Risco nos Canteiros de Obras da Indústria da Construção no Estado da Bahia

Questionário de Identificação das Principais Situações de Grave e Iminente Risco nos Canteiros de Obras da Indústria da Construção no Estado da Bahia Questionário de Identificação das Principais Situações de Grave e Iminente Risco nos Canteiros de Obras da Indústria da Construção no Estado da Bahia O presente trabalho é resultado de um consenso estabelecido

Leia mais

EXIGÊNCIA PARA FUNCIONÁRIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS!

EXIGÊNCIA PARA FUNCIONÁRIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS! Treinamento: Obrigatoriedade prevista na NR-10: Todos devem ter Treinamento básico de 40 horas; Trabalhos em SEP e proximidades o Treinamento complementar, além do básico, mais 40 horas Conteúdo e carga

Leia mais