UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ HUGO HENRIQUE MARTINS NAJARA NOGARI DE MELLO VICTOR HUGO ZANINE KOSLINSKI WAGNER WARREN PROCHMANN

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ HUGO HENRIQUE MARTINS NAJARA NOGARI DE MELLO VICTOR HUGO ZANINE KOSLINSKI WAGNER WARREN PROCHMANN"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ HUGO HENRIQUE MARTINS NAJARA NOGARI DE MELLO VICTOR HUGO ZANINE KOSLINSKI WAGNER WARREN PROCHMANN PIBID BIOLOGIA AULAS DE SISTEMA RESPORATÓRIO CURITIBA 2013

2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS... 3 TABELA SÍNTESE DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA... 4 PLANO DE AULA Aula nº 1 e 2: Os caminhos do ar... 5 PLANO DE AULA Aula nº 3: Movimentos respiratórios... 7 PLANO DE AULA Aula nº 4: Trocas gasosas... 9 PLANO DE AULA Aula nº 5: Respiração e saúde ANEXO 1 (AULA 2) Conto Recomeço ANEXO 2 (AULA 3) Jogo teatral ANEXO 3 (AULA 4) Questionário ANEXO 4 (AULA 5) História em quadrinho Zézinho em: Saúde no ar? ANEXO

3 INTRODUÇÃO O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) do Curso de Ciências Biológicas, da Universidade Federal do Paraná aborda a utilização de múltiplas linguagens no ensino de ciências e biologia. As múltiplas linguagens permitem que cada aluno construa o conhecimento de acordo com a forma de linguagem em que ele melhor se expressa. Em sala de aula geralmente, usa-se um único tipo linguagem, a escrita, que favorece apenas um tipo de aluno, aquele que se expressa melhor com esse tipo de linguagem. Desta forma, os outros alunos ficam prejudicados e, por conseguinte desmotivados. Assim, o PIBID vem para contribuir com a maior diversificação do uso das diversas formas de linguagens dentro do ambiente escolar, abordando assim: Improvisação Teatral, o uso de Historias em quadrinho, Vídeo e conto de ficção científica. Abrangendo as diferentes formas de expressões nas quais cada aluno se encaixará na que mais se identifica os motivando, assim, para a ciência. O ensino de ciências abrange diversos temas, e esta Proposta é referente ao sistema respiratório, na qual foram abordados subtemas como: Caminhos do ar, Movimentos respiratórios, Trocas gasosas (hematose) e Respiração e saúde. Para cada aula foram criados materiais que envolvem as Múltiplas Linguagens. OBJETIVOS A Proposta busca incentivar o uso de múltiplas linguagens no ensino de ciências. E proporcionar a oportunidade de se expressar por meio de diferentes formas de linguagem.

4 TABELA SÍNTESE DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA Tema geral: Sistema Respiratório 8º Ano do Ensino Fundamental Aula Conteúdo (s) Objetivo(s) Atividade desenvolvida Observações (detalhamento da atividade) 1 - O caminho do ar; - Órgãos respiratórios e funções. - Identificar os órgãos respiratórios e compreender suas funções. - Apresentação de imagens. - Discussão do tema. 2 - O caminho do ar; - Órgãos respiratórios e funções. - Relacionar os conceitos passados em aula com o conto de ficção científica. - Conto de ficção científica. - Leitura em conjunto com os alunos, e posterior conclusão do conto pelos alunos. 3 - Movimentos respiratórios. - Compreender quais são os movimentos respiratórios e que estruturas do corpo são responsáveis para que esses movimentos ocorram. - Improvisação teatral. - Os alunos participarão de um jogo teatral que envolve conceitos da respiração conforme anexo Trocas Gasosas (Hematose). - Compreender como ocorrem as trocas gasosas em nosso corpo e entender sua a importância. - Vídeo sobre as trocas gasosas. - Discussão do tema e exercícios. 5 - Respiração e saúde: doenças respiratórias e suas causas; - Poluição do ar e respiração. - Entender as doenças do sistema respiratório e suas causas; - Compreender o efeito da qualidade do ar em nossa respiração. - Discussão do conteúdo e da história em quadrinhos; - Exercício. - Produção individual de um pequeno texto/frase sobre a importância da preservação do ar e a importância de sua preservação para uma respiração saudável, conforme anexo 4.

5 PLANO D E AU LA A ula nº 1 e 2: Os caminhos do ar PLANO DE AULA Aula nº 1 e 2 Autores: Hugo Henrique Martins e Wagner Prochmann 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nível de Ensino: Ensino Fundamental Ano/Série: 8º ano Disciplina: Ciências Quantidade de aula(s): 2 aulas 2. TEMA Os caminhos do ar. 3. OBJETIVOS Identificar os órgãos respiratórios e entender as suas funções e importância para a respiração. 4. CONTEÚDOS DE ENSINO - Trajetória do ar em nosso corpo; - Órgãos respiratórios e funções. 5. PROCEDIMENTOS DE ENSINO A primeira aula será expositiva com auxílio de imagens passadas na TV Pendrive onde será mostrado aos alunos por quais órgãos/estruturas do nosso corpo o ar passa (vias respiratórias) e serão discutidas as funções e a importância de cada órgão/estrutura. Na segunda aula o professor, em conjunto com os alunos, lerá o conto de ficção científica, Recomeço e os alunos deverão concluir a história do conto focando no tema, respiração. 6. CRONOGRAMA Aula 1-5 minutos: Uma breve introdução ao sistema respiratório de mamíferos, verificar o que os alunos sabem de sistema respiratório? Questionamentos sobre a importância da respiração; - 30 minutos: detalhamento dos órgãos respiratórios e funções, Aula 2

6 - 10 minutos: Leitura do conto e realização da atividade conforme com o anexo minutos: Atividade de conclusão do conto. 7. RECURSOS DE ENSINO - TV Pendrive para exibição de imagens (ANEXO 5 ou referências) - Quadro e giz. 8. AVALIAÇÃO Será avaliada a atividade proposta no final da aula. A articulação da conclusão do texto, feita pelos alunos, com o tema. 9. REFERÊNCIAS MARQUES, D. P. P E MARQUES, J. L. Ciências: O corpo humano. 2ª Edição. São Paulo. Editora Scipione, Vídeo Cordas vocais. Disponível em: < Imagem 01, Nariz e fossas nasais - Imagem 02, Faringe - Imagem 03, Laringe - Imagem 04, Epiglote - /Z2 T7CTY4KwE/s400/digestorio2.bmp Imagem 06, Traquéia - Imagem 07, Brônquios principais e bronquíolos jpg Imagem 08, Pulmões - 1U/PxrOx6qqJ7M/s400/pulmao.jpg; Imagem 09, Alvéolos pulmonares -

7 PLANO D E AU LA A ula nº 3: Movimentos respiratórios PLANO DE AULA Aula nº 3 Autores: Hugo Henrique Martins e Wagner Prochmann 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nível de Ensino: Ensino Fundamental Ano/Série: 8º ano Disciplina: Ciências Quantidade de aula(s): 1 aula 2. TEMA Movimentos respiratórios. 3. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá ser capaz de entender como ocorrem os movimentos respiratórios e quais as partes do nosso corpo estão envolvidas. E também deverá ser capaz de compreender a importância desses movimentos para a ocorrência de nossa respiração. 4. CONTEÚDOS DE ENSINO - Os caminhos do ar (revisão); - Movimentos respiratórios (inspiração e expiração); - Músculos que permitem os movimentos respiratórios: Quais são? E importância para entrada e saída do ar. 5. PROCEDIMENTOS DE ENSINO Será uma aula expositiva com questionamentos do tipo: como fazemos o ar entrar e sair do nosso corpo?, o nosso pulmão que se movimenta sozinho ou alguma estrutura auxilia o ar entrar e sair?. Assim podermos verificar o que os alunos conhecem do assunto. Serão explicados, então, os movimentos de inspiração e expiração, os músculos que atuam e a importância desses movimentos para a ocorrência de nossa respiração. Com relação ao jogo teatral será um jogo parecido com a dos comandos, onde os alunos andarão pela sala e serão dados a eles comandos relacionados à nossa respiração quando estamos realizando determinada atividade ou situação, os comandos seriam: Dormindo; Correndo; Andando;

8 Nervoso; Tranquilo; Com sono; Chorando; Gargalhada; Após o jogo, pergunta-se: a respiração é diferente durante as situações? Por quê? Então explicamos que quem comanda a respiração é o cérebro dependendo do estímulo (externo ou interno) que ele recebe a nossa respiração muda. 6. CRONOGRAMA - 5 minutos: Breve retomada da aula passada, introdução ao tema, questionamentos citados em procedimentos de ensino minutos: Explicação dos movimentos respiratórios (quais são), dos músculos que atuam nesses movimentos e importância para a entrada e saída de ar de nosso corpo com a utilização de imagens e do vídeo: Como funciona a inspiração e a expiração? (0:40) minutos: jogo teatral. 7. RECURSOS DE ENSINO - TV Pendrive para imagens e o vídeo: como funciona a inspiração e a expiração? (ANEXO 5 ou referências); - Quadro e giz, para texto ou desenho explicativo. 8. AVALIAÇÃO Participação na improvisação. 9. REFERÊNCIAS MARQUES, D. P. P E MARQUES, J. L. Ciências: O corpo humano. 2ª Edição. São Paulo. Editora Scipione, Vídeo: Como funciona a inspiração e a expiração? Disponível em: < tch?v=uhtpspn7q7k>. Imagem V k/s1600/untitled.png Imagem Imagem III.png

9 PLANO D E AU LA A ula nº 4: Trocas gasosas PLANO DE AULA Aula nº 4 Autores: Hugo Henrique Martins e Wagner Prochmann 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nível de Ensino: Ensino Fundamental Ano/Série: 8º ano Disciplina: Ciências Quantidade de aula(s): 1 aula 2. TEMA Trocas gasosas. 3. OBJETIVOS Ao final da aula o aluno deverá ser capaz de identificar quais são os gases transportados durante as trocas e compreender a importância do processo para a manutenção da vida. 4. CONTEÚDOS DE ENSINO - Oxigênio e CO 2 ; - Hematose (troca de gases ocorrida nos pulmões); - Alvéolos pulmonares (revisão); - Inspiração e expiração (revisão); - Caminho do oxigênio e do gás carbônico no nosso corpo (revisão). 5. PROCEDIMENTOS DE ENSINO Será uma aula expositiva, com a utilização de vídeo e/ou imagens, no começo da aula será uma discussão sobre a quantidade dos principais gases na nossa atmosfera e quais deles são importantes para a nossa vida. Depois da breve discussão será exibido o vídeo sobre trocas gasosas, o tema será explicado e discutido. No final da aula haverá resolução de exercícios de exercícios. 6. CRONOGRAMA - 10 minutos: Introdução ao tema, onde serão relembrados conceitos vistos em aulas anteriores;

10 - 15 minutos: Exibição de um vídeo, explicação e discussão do tema; minutos: Exercícios. 7. RECURSOS DE ENSINO - Vídeo: O Sistema Respiratório: Trocas Gasosas. (ANEXO 5 ou referências); - TV Pendrive; - Quadro e giz. 8. AVALIAÇÃO Questões sobre o assunto (ANEXO 3). 9. REFERÊNCIAS MARQUES, D. P. P E MARQUES, J. L. Ciências: O corpo humano. 2ª Edição. São Paulo. Editora Scipione, Doutor aventura, Entrevista com Kevin Fonges. Revista Superinteressante. Fevereiro de Editora Abril. Disponível em: Vídeo PIBID TROCAS GASOSAS. Disponível em: < VtPo0EKF6Q>.

11 PLANO D E AU LA A ula nº 5: Respiração e saúde PLANO DE AULA Aula nº 5 Autores: Hugo Henrique Martins, Jéssica Enzo e Wagner Prochmann 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nível de Ensino: Ensino Fundamental Ano/Série: 8º ano Disciplina: Ciências Quantidade de aula(s): 1 aula 2. TEMA Respiração e saúde. 3. OBJETIVOS Ao final da aula o estudante deverá ser capaz de compreender as causas da poluição do ar e o impacto (as consequências) que essa poluição causa em nossa saúde e também entender as doenças as quais nosso sistema respiratório está sujeito. 4. CONTEÚDOS DE ENSINO - Poluição do ar; - Doenças respiratórias; - Sistema respiratório. 5. PROCEDIMENTOS DE ENSINO Será uma aula expositiva onde a questão Poluição x Respiração será problematizada, com discussão sobre a causa das doenças respiratórias e como a qualidade do ar impacta a nossa qualidade de vida. A cada um dos estudantes será entregue uma história em quadrinhos sobre o assunto para discussão do tema. O professor pode fazer um desenho esquemático no quadro mostrando em que lugar do nosso sistema respiratório cada doença atua. Quando professor passar o vídeo Espacial residencial, ele deve atentar para a situação atual do nosso planeta em questão de preservação do ambiente e relacionar com o impacto na nossa saúde. O professor pode pedir para os alunos dizerem uma data no futuro, por exemplo, ano de 2200, e em seguida pedir para que imaginem que estão neste ano e o vídeo que irá passa na TV é uma propaganda de casas fora do planeta Terra, afinal na superfície do planeta está muito complicado viver devido à grande poluição.

12 6. CRONOGRAMA - 5 minutos: serão feitas perguntas para os estudantes sobre poluição do ar e doenças respiratórias como, por exemplo, o que eles acham do ar da nossa cidade, o que é poluição do ar e se ela nos afeta, se eles conhecem alguma doença respiratória, se eles sabem o que causa e etc; - 10 minutos: exibição do vídeo de ficção e discussão sobre; - 10 minutos: apresentação das principais doenças do sistema respiratório; - 15 minutos: discussão da HQ e exercícios/atividade. 7. RECURSOS DE ENSINO - Vídeo de ficção científica (ANEXO 5 ou referências); - História em quadrinhos; - TV Pendrive. 8. AVALIAÇÃO Produção de um pequeno texto individual ou frase sobre como preservar o ar e a importância de sua preservação para uma respiração saudável (ANEXO 4). 9. REFERÊNCIAS Doenças respiratórias. Info Escola. Disponível em: < MARQUES, D. P. P.; MARQUES, J. L. Ciências: O corpo humano. 2ª Edição. São Paulo. Editora Scipione, 1994; Os males da poluição para a respiração e saúde. Blog Multi vegetal. Disponível em: Vídeo de ficção: Espacial Residencial. Disponível em: < P6jfoQs>.

13 ANEXO 1 (AULA 2) Conto Recomeço ANEXO 1 - AULA 2 Autor: Hugo Henrique Martins Recomeço A nave Millenium Enterprise havia saído do planeta Terra no dia 2 de Fevereiro de 3254 com o objetivo de encontrar vida inteligente em algum planeta da constelação Cygnus. Era um período de progresso para a humanidade. Após a Guerra dos Nêmesis que havia durando dois séculos e meio, o general Cornélius conseguiu acabar com o exército de robôs Nêmesis e tornou-se o Imperador Sol, já que havia conquistado todos os planetas do sistema solar. A guerra havia acabado no ano de 2976 e desde então foi criado um plano de busca de vida inteligente no universo, para que pudéssemos estabelecer contato com outras criaturas, importar conhecimento e tecnologia, dessa forma a paz poderia reinar no universo inteiro. A Millenium Enterprise era tripulada por três astronautas: Clarke, o comandante, Assimov, o engenheiro de sistemas robóticos e Julio Verne que fazia pesquisas de exploração espacial. Ano 2155, a raça humana passa por um momento crítico em sua existência. No ano de 2099, o planeta Terra já não nos suportava em sua superfície. Em um pouco menos de cem anos destruímos grande parte dele. Devastamos florestas para plantação e esquecemos que os animais que vivem nas florestas também ajudam no plantio permitindo a reprodução das plantas, com isso quase ficamos sem alimentos. Sem florestas o clima da Terra se tornou quente rapidamente, os solos ficaram pobres, o ar se tornou sufocante, os recursos naturais foram diminuindo rapidamente, os seres vivos começaram a morrer. O planeta entrou numa onda de desequilíbrio, que nós mesmos causamos. Nós fomos os responsáveis pelo fim de boa parte da vida na Terra e isso nos custou muito caro. Por volta do ano de 2050, no início do caos na Terra, várias pessoas estavam preocupadas com o futuro da humanidade, entre elas os cientistas, que se uniram, não mais para reverter a situação da Terra, mas para encontrar outro lugar neste universo que possa suportar nossa espécie. Várias pesquisas foram feitas, começou a busca por planetas semelhantes ao nosso e por fim chegou-se a uma conclusão e o planeta escolhido foi Kepler 62-e que fica muito longe, em outro Sistema Solar. Foi verificado que a atmosfera de Kepler 62-e continha Oxigênio, mas não se sabia como ele era produzido. Desesperados, os cientistas começaram a construir uma nave espacial enorme e super-rápida equipada com todas as necessidades para manter a vida durante muitos anos, até que fosse possível pousar em Kepler 62-e. A construção da nave ficou em sigilo por muito tempo, pois só parte da humanidade poderia ser salva. No ano de 2100, a Nave chamada Recomeço ficou pronta e começou o recrutamento de pessoas que colonizariam outro planeta, a grande maioria pessoas jovens e também bebês, afinal a viagem foi prevista para durar 100 anos.

14 A nave partiu em 2105, exatamente há 50 anos. Está agora na metade do caminho e com um enorme problema. Houve uma chuva de asteróides que comprometeu o compartimento de algas que abastece toda a nave de gás Oxigênio e este só duraria por mais dois anos. Doutor Augusto Kheir, um dos tripulantes da nave que embarcou quando ainda era criança junto com sua mãe, levou uma solução ao Presidente da Recomeço: Senhor Presidente Falou Augusto esperançoso - meu pai foi um grande pesquisador na Terra, junto com sua equipe ele desenvolveu uma nanopartícula que, ao ser injetada em nossa corrente sanguínea, abastece nossas células com oxigênio sem precisarmos usar nossos pulmões. Eu peço sua permissão para utilizar os laboratórios da nave para reproduzir as pesquisar de meu pai e desenvolver a injeção de Oxigênio, essa é a única chance de nossa espécie sobreviver. Permissão concedida, meu caro, precisamos sobreviver! Disse o Presidente pensativo, aliviado e um tanto aflito pela situação. Augusto trabalhou pesado no laboratório com uma equipe de pesquisadores e dentro de um ano conseguiram desenvolver a nanopartícula. O Oxigênio, produzido por algas que sobreviveram ao acidente com os asteróides, é associado à nanopartícula, que é composta de gordura e carrega quatro vezes mais oxigênio do que nossas hemácias. A injeção de oxigênio estava sendo produzida em quantidade suficiente para toda a tripulação por um pouco mais de 50 anos, que foi tempo restante estimado que faltava para a chegada ao planeta Kepler 62-e. Quando a reserva de Oxigênio da nave estava no fim o Presidente comunicou aos tripulantes que o momento de utilizar a injeção de Oxigênio estava próximo: Este homem falou o Presidente pela rede de Tv da nave Augusto Kheir, prestou um serviço essencial para a sobrevivência de nossa espécie. Estamos próximos do momento de utilizar o que sua equipe desenvolveu. É com profunda alegria e gratidão que passo a palavra a este grande cientista. Olá disse Augusto um pouco tímido Caros tripulantes, nossa espécie agora retoma as chances de sobreviver neste universo. Através das ideias de meu pai desenvolvemos a injeção de Oxigênio, que permitirá que fiquemos sem respirar até chegarmos à Kepler 62-e. Ao invés do oxigênio passar por todo o nosso Sistema Respiratório, ele agora, e até chegarmos ao planeta, será injetado direto em nossa corrente sanguínea de doze em doze horas. Não se preocupem a quantidade suficiente para todos nós já está sendo produzida. Nosso nariz, laringe, traquéia, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares serão monitorados por nanorobôs que ajudarão a manter estas estruturas intactas permitindo voltemos a respirar em Kepler 62-e. Vai ser difícil não respirar, pois a respiração é um processo automático comandado por nosso Sistema Nervoso. Por isso, todos devem passam por um treinamento, que durará uma semana, antes de começar a utilizar a injeção definitivamente. E um pouco antes de chegar ao planeta também haverá outro treinamento para que possamos voltar a respirar sem complicações. As injeções foram disponibilizadas em todos os corredores da nave, ao alcance de todas as pessoas. Após treinamento todos os tripulantes começaram a utilizar a injeção e após dois dias já não havia mais Oxigênio livre pela nave.

15 O tempo a passou e, em 2200, um pouco antes do previsto, a Nave Recomeço finalmente chegou à Kepler 62-e. ATIVIDADE Termine o conto descrevendo o que os tripulantes da nave Recomeço encontraram ao chegar à superfície do planeta, lembre-se de falar sobre como ficou a questão da respiração. Referências Cientistas identificam planetas mais semelhantes à Terra já encontrados. G1-18/04/2013. Disponível em: < Viver sem respirar? Nanopartícula permitiria isso. Discovery notícias 20/05/2013. Disponível em: < É possível viver sem respirar? Blog Minilua 03/05/2013. Disponível em: <

16 ANEXO 2 (AULA 3) Jogo teatral ANEXO 2 - AULA 3 Autores: Hugo Henrique Martins JOGO TEATRAL Essa atividade será realizada na aula de movimentos respiratórios (plano de aula 2). Será um jogo parecido com aquele dos comandos, onde os alunos andarão pela sala e serão dados a eles comandos relacionados à nossa respiração quando estamos realizando determinada atividade ou situação, os comandos seriam: Dormindo; Correndo; Andando; Nervoso; Tranquilo; Com sono; Chorando; Gargalhada; Após, pergunta-se: a respiração é diferente durante as situações? Por quê? Então explicamos que quem comanda a respiração é o cérebro dependendo do estímulo (externo ou interno) que ele recebe a nossa respiração muda.

17 ANEXO 3 (AULA 4) Questionário ANEXO 3 - AULA 4 Autores: Hugo Henrique Martins QUESTIONÁRIO 1) Como são chamados os movimentos respiratórios responsáveis pela entrada e saída de ar em nossos pulmões? 2) Dois gases estão envolvidos nas trocas gasosas. Um deles entra com o ar e é utilizado pelas células. O outro é produzido pelas células e sai com o ar. Qual é o nome dos dois gases envolvidos nos processos? 3) Em que estruturas do pulmão ocorrem as trocas gasosas? 4) Não conseguimos viver sem respirar. Toda atividade que realizamos em nosso cotidiano depende da respiração. O ar que entra em nossos pulmões traz um gás muito importante para nossa vida e que precisa ser levado para todos os tecidos do nosso corpo 5) Qual é a importância desse gás para as células? 6) Como ocorre o transporte desse gás até as células? 7) As nossos células realizam um processo chamado que produz água, e o mais importante. (Energia, Respiração celular, Gás carbônico CO 2 ) 8) Em grandes altitudes, a pressão do oxigênio é menor, o que dificulta sua absorção pelas hemácias. Problemas na absorção do oxigênio pelo sangue também são comuns entre pessoas doentes ou feridas. Se uma pessoa não absorve oxigênio suficiente, qual será a consequência para as células do corpo? 9) Represente da forma que desejar, a importância da respiração para a vida. Você poderá utilizar um desenho, frase, improviso teatral (neste caso o estudante irá até a frente da sala e apresentará para os colegas).

18 ANEXO 4 (AULA 5) História em quadrinho Zézinho em: Saúde no ar? ANEXO 4 - AULA 5 Autores: Hugo Henrique Martins ATIVIDADE: SISTEMA RESPIRATÓRIO E SAÚDE História em quadrinhos: Zézinho em: Saúde no ar? 1) Escreva no balão de pensamento o que o Zézinho pode estar pensando sobre o ar. 2) Faça um pequeno texto, ou frase utilizando os conhecimentos que você obteve nesta aula sobre como preservar o ar e a importância de sua preservação para uma respiração saudável.

19 ANEXO 5 ANEXO 5 Autores: Hugo Henrique Martins, Najara Nogari de Mello, Victor Hugo Zanine Koslinski e Wagner Warren Prochmann DVD com imagens e vídeos para as aulas.

20

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais PROFESSORA NAIANE A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais de alguns poucos minutos. Você sabe

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO: Série: 4 ano do curso normal médio Turma: A Ano letivo: 2011 Alunas Aplicadoras: Jennifer T. C. Teixeira e Nicole F. Gonçalves.

IDENTIFICAÇÃO: Série: 4 ano do curso normal médio Turma: A Ano letivo: 2011 Alunas Aplicadoras: Jennifer T. C. Teixeira e Nicole F. Gonçalves. IDENTIFICAÇÃO: Série: 4 ano do curso normal médio Turma: A Ano letivo: 2011 Alunas Aplicadoras: Jennifer T. C. Teixeira e Nicole F. Gonçalves. Público alvo: 4º e/ou 5º ano Projeto (Tema): Respiração JUSTIFICATIVA:

Leia mais

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO Profª Fernanda Toledo RECORDAR Qual a função do alimento em nosso corpo? Por quê comer????? Quando nascemos, uma das primeiras atitudes do nosso organismo

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 12 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem

Leia mais

REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS

REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS REELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE CIÊNCIAS 2 O BIMESTRE O bocejo geralmente ocorre quando estamos respirando suavemente, sob a ação de poucos estímulos. É o que ocorre quando estamos nos preparando

Leia mais

Por que os peixes não se afogam?

Por que os peixes não se afogam? Por que os peixes não se afogam? A UU L AL A Dia de pescaria! Juntar os amigos para pescar num rio limpinho é bom demais! Você já reparou quanto tempo a gente demora para fisgar um peixe? Como eles conseguem

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: FUNDAMENTOS DE GENÉTICA Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. A importância da digestão para o nosso corpo é: a) desenvolver nosso organismo.

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

4ºano. 2º período 1.4 CIÊNCIAS. 11 de junho de 2014

4ºano. 2º período 1.4 CIÊNCIAS. 11 de junho de 2014 4ºano 1.4 CIÊNCIAS 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

Como funciona o coração?

Como funciona o coração? Como funciona o coração? O coração é constituído por: um músculo: miocárdio um septo duas aurículas dois ventrículos duas artérias: aorta pulmonar veias cavas: inferior superior veias pulmonares válvulas

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Componentes Vias Respiratórias A) Cavidades ou Fossas Nasais; B) Boca; C) Faringe; D) Laringe; E) Traqueia; F) Brônquios; G) Bronquíolos; H) Pulmões Cavidades ou Fossas Nasais; São duas cavidades paralelas

Leia mais

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração A UU L AL A Respiração A poluição do ar é um dos problemas ambientais que mais preocupam os governos de vários países e a população em geral. A queima intensiva de combustíveis gasolina, óleo e carvão,

Leia mais

29/03/2012. Introdução

29/03/2012. Introdução Biologia Tema: - Sistema Respiratório Humano: órgãos que o compõem e movimentos respiratórios; - Fisiologia da respiração ; - Doenças respiratórias Introdução Conjunto de órgãos destinados à obtenção de

Leia mais

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa Meio Ambiente 4 0 a O - fu dame tal Cuidar da vida também é coisa de criança Justificativa PROJETOS CULTURAIS Na idade escolar, as crianças estão conhecendo o mundo (Freire, 1992), sentindo, observando,

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

CURSINHO PRÉ VESTIBULAR BIOLOGIA PROFº EDUARDO Aula 15 Fisiologia humana Sistema respiratório

CURSINHO PRÉ VESTIBULAR BIOLOGIA PROFº EDUARDO Aula 15 Fisiologia humana Sistema respiratório CURSINHO PRÉ VESTIBULAR BIOLOGIA PROFº EDUARDO Aula 15 Fisiologia humana Sistema respiratório SISTEMA RESPIRATÓRIO O sistema respiratório humano é constituído por um par de pulmões e por vários órgãos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE - 161718 GRUPO DISCIPLINAR 230 MATEMÁTICA/ CIÊNCIAS DA NATUREZA ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AMANDA PROTSKI ANA PAULA FARIAS WALTRICK ROBINSON SAMULAK ALVES PIBID BIOLOGIA AULAS DE FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AMANDA PROTSKI ANA PAULA FARIAS WALTRICK ROBINSON SAMULAK ALVES PIBID BIOLOGIA AULAS DE FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AMANDA PROTSKI ANA PAULA FARIAS WALTRICK ROBINSON SAMULAK ALVES PIBID BIOLOGIA AULAS DE FÍSICA CURITIBA 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS... 3 TABELA SÍNTESE DA SEQUÊNCIA

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino PROVA V 2 o BIMESTRE PROVA A Valor da prova: 4,0 forum.netxplica.com Autoridades não conseguem forum.netxplica.com diminuir poluição para os Jogos Olímpicos. Tempestade de areia faz situação

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

Proposta de inserção da Cronobiologia na educação infantil

Proposta de inserção da Cronobiologia na educação infantil Proposta de inserção da Cronobiologia na educação infantil 1. Apresentação 2.Inserção da Cronobiologia na pré-escola 3.Inserção da Cronobiologia no fundamental ciclo I 4.Referências. 1. Apresentação Este

Leia mais

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso ELIANE E MAITHÊ Leis de Newton Força peso Objetivo: Evidenciar que a força peso atua em um corpo mesmo ele não estando em queda livre e investigar a direção da força peso. Materiais:Duas garrafas PET do

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES PROFESSOR DISCIPLINA TURMA DEISE MENEZES CIÊNCIAS 201 ALUNO SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br Questão 1 A Terra e outros

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: / /2013 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 90 pontos MATUTINO: Orientações

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA Respiração A função da respiração é essencial à vida e pode ser definida, de um modo simplificado, como a troca de gases (O 2 e CO 2 ) entre as células do organismo e a atmosfera.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura Nutrientes - o que são Funções dos nutrientes ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE Apresentar

Leia mais

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA Ficha técnica no. 2.1 Atividade Principal 2.1 SENTINDO A NATUREZA Objetivo da 2 Os escoteiros estão trabalhando por um mundo onde o habitat natural seja suficiente para suportar as espécies nativas. Objetivos

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

Sistema Respiratório Introdução

Sistema Respiratório Introdução Introdução Nesse caso, o termo respiração é empregado incluindo as trocas gasosas através do corpo e as trocas gasosas nas células dos diferentes tecidos. As trocas gasosas são realizadas através da superfície

Leia mais

in Revista Visão Júnior, nº78, novembro de 2010 (adaptação gráfica)

in Revista Visão Júnior, nº78, novembro de 2010 (adaptação gráfica) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO Língua Portuguesa Esta Visão Júnior é dedicada ao ambiente. ( ) vais descobrir muitas formas diferentes de contribuir para preservar a Terra. O estado do planeta

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA HUMANA I SISTEMA RESPIRATÓRIO Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Respiratório Conceito Função Divisão Estruturas Nariz Faringe Laringe Traquéia e Brônquios Pulmão Bronquíolos e Alvéolos 1

Leia mais

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO I Unidade 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO UNIDADE I: A VIDA EM NOSSO PLANETA Introdução A ciência se faz com observação da natureza, perguntas e busca de respostas. Você já observou como o Planeta Terra

Leia mais

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos:

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos: A UU L AL A Cerrado e caatinga Compare estas duas fotos: cerrado caatinga Observando as duas figuras, a característica que mais nos chama a atenção é que os dois ambientes parecem muito secos. Nesta aula,

Leia mais

NOÇÕES DE VELOCIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras Chave: Conhecimentos físicos. Noções iniciais de velocidade. Matemática na Educação Infantil.

NOÇÕES DE VELOCIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras Chave: Conhecimentos físicos. Noções iniciais de velocidade. Matemática na Educação Infantil. NOÇÕES DE VELOCIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Jéssica da Costa Ricordi 1 Janaína Felício Stratmam 2 Vanessa Grebogi 3 Neila Tonin Agranionih 4 Resumo: O trabalho tem como objetivo relatar uma sequência didática

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

By Dr. Silvia Hartmann

By Dr. Silvia Hartmann The Emo trance Primer Portuguese By Dr. Silvia Hartmann Dra. Silvia Hartmann escreve: À medida em que nós estamos realizando novas e excitantes pesquisas; estudando aplicações especializadas e partindo

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença de Huntington? Porquê a creatina?

Será que doses elevadas de creatina atrasam o início clínico da doença de Huntington? Porquê a creatina? Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA LINGUAGENS

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA LINGUAGENS SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA LINGUAGENS Título do Podcast Área Segmento Duração Modo indicativo e subjuntivo dos verbos Linguagens Ensino Médio 5min9seg Habilidades: Ensino Médio: 22 Tempo Estimado:

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Conhecimentos físicos. Luz e sombra. Educação Infantil.

RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Conhecimentos físicos. Luz e sombra. Educação Infantil. RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Resumo Camille Cistina Witsmiszyn de Souza 1 Dulce Stela Schramme 2 Neila Tonin Agranionih 3 Lucilene Paixão 4 Percepção de luz e

Leia mais

RAIOS, RELÂMPAGOS E TROVÕES. Resumo. Introdução

RAIOS, RELÂMPAGOS E TROVÕES. Resumo. Introdução RAIOS, RELÂMPAGOS E TROVÕES Resumo Angelita Ribeiro da Silva angelita_ribeiro@yahoo.com.br O tema do trabalho foi Raios, Relâmpagos e Trovões. Os alunos investigaram como se dá a formação dos três fenômenos.

Leia mais

A Turma da Tabuada 3

A Turma da Tabuada 3 A Turma da Tabuada 3 Resumo Aprender brincando e brincando para aprender melhor. É dessa forma que a turma da tabuada nos levará a mais uma grande aventura pelo mundo do espaço e das formas. Na primeira

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Prof Thiago Scaquetti de Souza

Prof Thiago Scaquetti de Souza Prof Thiago Scaquetti de Souza SISTEMA RESPIRATÓRIO HUMANO Funções e anatomia O sistema respiratório humano possui a função de realizar as trocas gasosas (HEMATOSE). Esse sistema é composto pelas seguintes

Leia mais

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010)

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 1 of 6 02/12/2011 16:14 Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 13:58:20 Bem-vindos ao Bate-papo Educarede! 14:00:54 II Seminário

Leia mais

Biofísica. Patrícia de Lima Martins

Biofísica. Patrícia de Lima Martins Biofísica Patrícia de Lima Martins 1. Conceito É uma ciência interdisciplinar que aplica as teorias, a metodologia, conhecimentos e tecnologias da Matemática, Química e Física para resolver questões da

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Ano letivo 01/016 CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período : Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS 1.1. Importância de uma alimentação equilibrada e segura Alimentos e nutrientes;

Leia mais

EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E A PASSAGEM DO TEMPO: ALGUMAS IDEIAS E ESTRATÉGIAS PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL.

EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E A PASSAGEM DO TEMPO: ALGUMAS IDEIAS E ESTRATÉGIAS PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E A PASSAGEM DO TEMPO: ALGUMAS IDEIAS E ESTRATÉGIAS PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Ieda Maria Giongo igiongo@univates.br Marli Teresinha Quartieri mtquartieri@univates.br

Leia mais

PROJETO BARATA. Marina de Cássia Bertoncello Limoni. marinalimoni@ig.com.br RESUMO

PROJETO BARATA. Marina de Cássia Bertoncello Limoni. marinalimoni@ig.com.br RESUMO PROJETO BARATA Marina de Cássia Bertoncello Limoni marinalimoni@ig.com.br RESUMO O presente projeto foi desenvolvido com alunos da Educação Infantil, (fase 6) do CEMEI Monsenhor Alcindo Siqueira, em São

Leia mais

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada.

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Toque de Mestre 16 Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Profa. Júnia Andrade Viana profajunia@gmail.com face: profajunia Autora do livro Redação para Concursos

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA Série: 2ª EM Disciplina: Biologia Professor (a): Bernardo Grieco Aluno (a): Caro (a) aluno (a), O roteiro de recuperação abrange todo conteúdo trabalhado ao longo

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Período 1ºPeríodo Nº Aulas previstas 37 aulas Conteúdos

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução A função do sistema respiratório é facilitar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações metabólicas,

Leia mais

Relatório do estágio de prática de ensino em ciências sociais

Relatório do estágio de prática de ensino em ciências sociais UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS UMANAS IFCH FACULDADE DE EDUCAÇÃO FACED Relatório do estágio de prática de ensino em ciências sociais Curso: Ciências Sociais

Leia mais

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda.

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 3 o ano história 1. Leia o texto e responda. As evidências mais antigas da amizade entre

Leia mais

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO Eletiva VOCÊ EM VÍDEO E.E. Princesa Isabel Número da sala e sessão Professor(es) Apresentador(es): Adriana Prado Aparecida Pereira da Silva Realização: Foco A Escola Estadual Princesa Isabel, por meio

Leia mais

Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / /

Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie301r Projeto-síntese de Ciências 8º ano 1º trimestre Caros alunos, O 1º trimestre de Ciências é essencial para a compreensão do funcionamento

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

Imagens de professores e alunos. Andréa Becker Narvaes

Imagens de professores e alunos. Andréa Becker Narvaes Imagens de professores e alunos Andréa Becker Narvaes Inicio este texto sem certeza de poder concluí-lo de imediato e no intuito de, ao apresentá-lo no evento, poder ouvir coisas que contribuam para continuidade

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 3 Planejando a Ação Voluntária

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 3 Planejando a Ação Voluntária Organizando Voluntariado na Escola Aula 3 Planejando a Ação Voluntária Objetivos 1 Entender a importância de fazer um planejamento. 2 Aprender como planejar o projeto de voluntariado. 3 Conhecer ferramentas

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS?

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? Ensino Fundamental II e Ensino Médio O sistema capitalista move a nossa sociedade, sendo um modelo econômico atual que pressupõe uma

Leia mais

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e 1 Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e muito atuais. Em primeiro lugar, gostaríamos de dizer

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA 01. O transporte de CO 2 no sangue dos vertebrados é feito, principalmente, sob a forma de: a) carboxi-hemoglobina b) íons bicarbonato pela ação da anidrase

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 Nome: Nº 6º ano Data: / /2015 Professor: Nota: (valor: 2.0) A - Introdução Neste ano, sua pontuação foi inferior a 60,0 pontos e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

O que é afasia? Brasilian

O que é afasia? Brasilian O que é afasia? Brasilian Provavelmente você se deparou com afasia pela primeira vez há pouco tempo. No início afasia causa muitas dúvidas, como: o que é afasia, como esta ocorre, e quais problemas adicionais

Leia mais

O meio ambiente. Santina Izabel

O meio ambiente. Santina Izabel O meio ambiente Santina Izabel Edição Patrocinada por Padaria e Mercadinho Monteiro Vamos à Obra Material de Construção Beto Motos Centro Óptico A e B Papelaria e Confecções Supermercado São João Farmácia

Leia mais

Ano: 7 Turma: 71 e 72

Ano: 7 Turma: 71 e 72 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2013 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 7 Turma: 71 e 72 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta.

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T Data: 5/8/2009 Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. O clima na Terra não é sempre igual e a temperatura aumenta

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia PROCESSO SELETIVO 2003/1 BIOLOGIA CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente

Leia mais

AS TICs NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

AS TICs NA EDUCAÇÃO DO CAMPO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E APOIO À EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS ESCOLA ESTADUAL VESPASIANO MARTINS

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 - Área de trabalho e personalizando o sistema... 3 A área de trabalho... 3 Partes da área de trabalho.... 4 O Menu Iniciar:...

Leia mais

CHEGAM A 21 CASOS CONFIRMADOS DE GRIPE NO BRASIL; CRECHE É INTERDITADA EM CAMPINAS (SP)

CHEGAM A 21 CASOS CONFIRMADOS DE GRIPE NO BRASIL; CRECHE É INTERDITADA EM CAMPINAS (SP) Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Leia a tirinha abaixo e responda às questões 1 e

Leia mais

Matemática na Vida. Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia

Matemática na Vida. Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia Matemática na Vida Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia Resumo Com uma câmera nas mãos, o nosso curioso personagem Euclides, procura compreender os mistérios da Matemática por de trás de situações

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO Elaboradoras: Maíra Alexandre Peres. Tainá Schlosser. Supervisão: Noemir Albenir Amaral. Orientação Márcia Helena Mendonça APRESENTAÇÃO Para a melhor compreensão dos alunos sobre o

Leia mais

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da 2 A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da inflamação, o que dificulta a realização das trocas gasosas.

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 5.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 5.º Ano Projeto 1 Onde existe Vida? Tempo Previsto: 4 quinzenas (do 1ºPeríodo) Ciências Naturais A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES 1.ª Fase: Terra um planeta com vida 2.ª Fase: A importância

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES IMPORTÃNCIA DA ÁGUA PARA OS SERES VIVOS

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES IMPORTÃNCIA DA ÁGUA PARA OS SERES VIVOS CIÊNCIAS 6º Ano do Ensino Fundamental Professora: Stella Maris Nome: Nº. Turma: LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES IMPORTÃNCIA DA ÁGUA PARA OS SERES VIVOS Questão 1- A água é a substância que se encontra

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo.

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo. Apoio: A Constituição Federal do Brasil diz que: É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à

Leia mais

Como funciona o Sistema Respiratório? Introdução. Materiais Necessários

Como funciona o Sistema Respiratório? Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução Antes mesmo de nascermos até nosso último instante de vida nós respiramos. Esse ato involuntário, que permite a troca gasosa, garante nossa sobrevivência. Mas, como acontecem os movimentos

Leia mais

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 2 a. Série Data: / /2015 Professores: Gabriel e Marcelo Nota: (valor: 1,0) 3º bimestre de 2015 A - Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2 Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1 Boa tarde a todos e a todas! Marina Silva 2 Quero dizer que é motivo de muita satisfação participar de eventos como esse porque estamos aqui para

Leia mais

A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA. Palavras-chave: Ensino de química; histórias em quadrinhos; livro didático.

A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA. Palavras-chave: Ensino de química; histórias em quadrinhos; livro didático. A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA Fabricio Santos Almeida 1 Márcia Cristiane Eloi Silva Ataide 2 1 Licenciando em Química, Universidade Federal do Piauí - UFPI. 2 Professora

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean. Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky

O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean. Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky Tradução: Diogo Kosaka Gostaria de compartilhar minha experiência pessoal como engenheiro

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

PROJETO PIBID JOGO DO LUDO. Palavras chave: Jogo do Ludo. Educação Infantil. Matemática na Educação Infantil.

PROJETO PIBID JOGO DO LUDO. Palavras chave: Jogo do Ludo. Educação Infantil. Matemática na Educação Infantil. PROJETO PIBID JOGO DO LUDO Ana Paula do Valle 1 Kamylla Canalli 2 Lucilene Paixão 3 Neila Tonin Agranionih 4 Resumo: Este artigo tem como objetivo apresentar o desenvolvimento da sequência didática Jogo

Leia mais