Cloud Computing: Wareline lança serviço de armazenamento de dados em nuvem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cloud Computing: Wareline lança serviço de armazenamento de dados em nuvem"

Transcrição

1 Edição 2 - fevereiro/2013 Cloud Computing: Wareline lança serviço de armazenamento de dados em nuvem Tecnologia Certificado digital ultrapassa 5 milhões de unidades ativas pág. 6 Perfil Conheça a história de Ricardo Mendes, o administrador que pratica motoaventura pág. 14 Entrevista 1º secretário do CFM, Desiré Callegari, fala sobre o uso do certificado digital na área médica pág. 10

2 Índice 5 NOTAS DO SETOR Fique por dentro das novidades das áreas de TI e Saúde 6 tecnologia Certificado digital ultrapassa 5 milhões de unidades ativas 7 CASE Hospital Dr. Hélio Angotti substitui quatro sistemas por um e conquista integração de dados 8 CApa Cloud computing: o futuro da TI em saúde Comissão Editorial Carla Akl Hugo Xavier Paula Usier Mariana Spíndola 10 entrevista 1º secretário do CFM, Desiré Callegari, fala sobre o uso do certificado digital na área médica 12 Seção Update Conheça as principais atualizações do sistema Repórteres Carla Akl Hugo Xavier 14 Perfil O administrador e o motociclista 16 Solução Wareline Confira as novas ferramentas criadas pela Wareline 17 Opinião A qualificação na TI em Saúde / Estancando a Sangria Jornalista Responsável Carla Akl MTB Idê Comunicação Projeto gráfico Agência Delucca

3 editorial notas do setor Assim como o mundo, a tecnologia evolui constantemente. Hoje, já estamos acostumados a assinar documentos sem caneta, por meio do Certificado Digital. Eles também são emitidos e enviados sem o uso do papel e isso só é possível graças ao desenvolvimento tecnológico e a nossa capacidade de adaptação a ele. A tendência para os próximos anos em diversas áreas, entre elas a da saúde, é que tenhamos que nos habituar a utilizar arquivos digitais que não estejam associados a mídias de armazenamento como hd s, cd s, pen drives e outros. Com o advento e a crescente popularização do Cloud Computing, ou seja, computação em nuvem, a possibilidade de ter arquivos disponíveis 24 horas por dia e que podem ser acessados de qualquer lugar por meio da rede se torna cada vez mais palpável. Nesta edição, apresentaremos o WareCloud, nosso serviço de armazenamento de dados na nuvem. O objetivo da solução é proporcionar mais tranquilidade com o arquivamento de uma cópia de segurança de todo o banco de dados da instituição de saúde. Tudo acontece de forma automática e os clientes contam com todo o suporte oferecido pela Wareline. Além disso, abordamos o uso do Certificado Digital na área da saúde. Em entrevista à Wareline Conecta, o 1º secretário do Conselho Federal de Medicina (CFM), Desiré Callegari, fala sobre o uso da ferramenta e os reflexos que ela vem causando no sistema de saúde brasileiro. Vai conhecer também a história de Ricardo Mendes, administrador da Clinica Vera Cruz, especializada no tratamento de doenças mentais e de pessoas dependentes de álcool, tabaco e outras drogas. Aqui você também fica sabendo quais são as principais atualizações do nosso sistema e quais as novas soluções que criamos para otimizar os processos da sua instituição. Tenha uma ótima leitura! Estudo indica que preços de medicamentos baixaram 35% ANS suspende comercialização de 225 planos de saúde Os medicamentos apresentaram uma queda no preço de venda em torno de 35% nos últimos anos, de acordo com um estudo realizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão vinculado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O valor de venda dos medicamentos é decidido entre a empresa fabricante e a CMED. A pesquisa apontou que desde que a atual regra de precificação entrou em vigor, em 2004, os valores autorizados para a comercialização foram menores do que os solicitados pelas companhias. Desde o dia 14 de janeiro, 225 planos de saúde estão proibidos de serem comercializados no país. O que motivou a medida tomada pela Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi o descumprimento de prazos para a marcação de consultas, cirurgias e exames. A restrição é válida até março e pode ser prorrogada em caso de reincidência. Ao todo 28 operadoras foram afetadas. Desde que o monitoramento foi iniciado, em dezembro de 2011, 16 delas não estão cumprindo os critérios estabelecidos pelo governo e devem ser indicadas para a abertura de um processo. As outras 12 operadoras não são reincidentes e, por isso, deverão assinar um termo onde se comprometem a reduzir o número de reclamações. Paulo Porto Diretor Comercial da Wareline do Brasil Denasus cria protocolo para auditoria de plantões Com o objetivo de auxiliar os gestores a verificarem o comparecimento dos profissionais nos estabelecimentos de saúde, o Departamento Nacional de Auditorias do SUS (Denasus) divulgou em meados de janeiro um protocolo para a auditoria de plantões. O documento possui recomendações sobre quais medidas podem ser tomadas caso seja constatada falta injustificada ou a não substituição de um profissional que tenha avisado de sua ausência com antecedência. 5

4 Tecnologia Case Certificado digital ultrapassa 5 milhões de unidades ativas Área da saúde é promissora para o uso da tecnologia que ganha cada vez mais adeptos em diversos setores A utilização do certificado digital no Brasil cresce a cada dia. O governo tem sido um grande incentivador da utilização da tecnologia, fomentando as emissões de e-cpf e e-cnpj. A entrega da declaração do imposto de renda e a emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e), por exemplo, são possíveis somente por meio de seu uso. Atualmente, o certificado digital é empregado em diversos segmentos de atividade e muito utilizado para garantir a segurança e a validade de dados e transações virtuais. De acordo com dados da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras (ICP-Brasil), atualmente o país possui cerca de 5 milhões de certificados ativos e suas emissões cresceram a média de 14% ao mês em 2011, ano em que foram concedidos 1,74 milhão de certificados. Segundo o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), mais da metade das empresas que utilizam o certificado digital, aproximadamente 51%, estão localizadas na região sudeste. Os dados foram divulgados em Para o gerente executivo da Caixa Econômica Federal, Marcelo Bernardes Altavini, o certificado digital agrega segurança e autenticidade, garante confidencialidade, sigilo e promove uma melhoria direta nas comunicações corporativas, aumentando a eficiência dos processos. Com o uso da ferramenta é possível a disponibilização de serviços com uma maior segurança, agilidade, facilidade de acesso e substancial redução de custos, além de garantir a autenticidade, a proteção e a validade jurídica de transações e documentos eletrônicos na Internet, completa Altavini. Na área da saúde, o certificado digital aliado às boas práticas definidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) promete sanar um problema antigo do setor: a dificuldade de manuseio e o acúmulo de papéis referentes aos atendimentos médicos realizados. As perspectivas são otimistas e as instituições devem sentir na prática as melhorias a partir de documentos assinados eletronicamente pelos médicos em sistemas próprios para a gestão de prontuário eletrônico. Os benefícios obtidos com a assinatura eletrônica nos prontuários são inúmeros, podendo-se considerar, desde a segurança da informação, até a otimização do trabalho de equipes multidisciplinares e a economia de recursos, tempo e espaço. afirma Paula Usier, gerente da marketing da Wareline. A Assinatura Digital é um método de autenticação análogo à assinatura física em papel, mas que se utiliza de um conjunto de operações criptográficas a partir de um certificado digital para assinar documentos eletrônicos. Ela garante a não alteração de um documento assinado, pois um simples espaço em branco diferente do documento assinado torna o arquivo inválido. Além disso, a ferramenta permite também ao receptor confirmar a autenticidade do emissor. Desta maneira, as medidas de segurança envolvidas no processo dão um maior respaldo à presunção legal de integridade e autenticidade, evitando a rejeição dos arquivos com Assinatura Digital. Quando a implantação é no Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), a solução tem o poder de tornar a versão digital a verdadeira. Isso significa que o especialista não precisa mais imprimir e assinar o modelo gerado pelo sistema, reduzindo os gastos com recursos como papel e eliminando a necessidade de armazenamento dos documentos físicos. Além disso, a ferramenta possibilita que haja o controle da edição do PEP, tornando-o ainda mais seguro. Sempre atualizada ao mercado, a Wareline oferece um serviço de integração entre o seu sistema de Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) e a aplicação da Assinatura Digital. Ao unir as informações dos setores da instituição, a ferramenta pode ser utilizada a partir de diversos pontos do hospital, como na Prescrição Eletrônica, no Consultório Médico e até nos laudos e resultados de exame do SADT (Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia). Isto auxilia na gestão da informação com recuperação ágil e segura dos arquivos armazenados, completa Paula Usier. Com total foco em segurança, o serviço oferecido pela Wareline respeita todas as normas estabelecidas pela ICP-Brasil. Gerenciamento unificado Hospital Dr. Hélio Angotti substitui quatro sistemas por um e conquista integração de dados De acordo com um estudo divulgado pela Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (AIPC), órgão ligado à Organização Mundial da Saúde, o número de pessoas com câncer deve crescer mais de 75% até Com mais de 50 anos de história, a missão do Hospital Dr. Hélio Angotti, em Uberaba, Minas Gerais, é a prevenção e o tratamento de pessoas com a doença de forma humanizada e com a utilização de tecnologia de ponta. Cliente da Wareline há dois anos, a entidade possui aproximadamente 400 funcionários e um corpo clínico formado por 70 médicos. A instituição realiza mais de 133 mil procedimentos por ano: são cerca de 16 mil consultas, 4,3 mil internações, 4 mil cirurgias, 45 mil radioterapias e 28 mil quimioterapias. Mais de 40% dos pacientes atendidos são de outros municípios, o que reforça o conceito de referência da instituição. Dificuldades Antes da implantação do sistema da Wareline, a instituição enfrentava muitas dificuldades. A principal razão para isso era a utilização de quatro softwares de gerenciamento diferentes que não se integravam. De acordo com o gestor do hospital, José Carlos de Almeida, a perda constante de dados e a demora no atendimento das solicitações eram alguns dos problemas causados pela falta de integração dos sistemas. A insuficiente conectividade com os aplicativos do SUS era uma grande dificuldade, pois cerca de 90% dos atendimentos que realizamos são pela rede pública, completa Almeida. O gerente comercial da Wareline, Raphael Castro, ressalta ainda que o hospital tinha a necessidade de redigitação para manter todas as informações atualizadas em todas as ferramentas que utilizava. Além disso, a confiabilidade dos dados e a gestão dos estoques e do faturamento também eram prejudicadas pela ausência de integração das soluções. Aquisição e implantação A decisão por implantar o sistema da Wareline aconteceu durante o Congresso AUDHOSP de 2010, que foi realizado em Águas de Lindóia. Após manifestarem o interesse pelas soluções da empresa, representantes do Hospital Dr. Hélio Angotti visitaram o centro infantil Boldrini, hospital filantrópico cliente da Wareline e que é especializado em oncologia e hematologia pediátrica, para conferir pessoalmente o funcionamento das soluções em uma instituição de combate ao câncer. Escolhemos a Wareline pela facilidade de manuseio de seu sistema, pela integração aos aplicativos do SUS e pela sua plataforma de desenvolvimento, que permite a geração de relatórios, a importação e exportação de dados, explica Almeida. Ele acrescenta que pesaram, ainda, a avaliação de outros clientes que usam o sistema, além do custo benefício indicado por cotação. A entidade adquiriu 25 módulos que foram implantados em duas etapas. Na primeira etapa, as soluções que envolviam a gestão de estoques, faturamento, radioterapia, medicina nuclear e outras áreas foram inseridas. Na etapa seguinte houve a integração Jose Carlos de Almeida Gestor do Hospital Hospital Dr. Hélio Angotti com aquelas referentes às áreas contábil e financeira. Montamos uma equipe de TI formada por profissionais do hospital e da Wareline para atuarem durante a virada do sistema, ressalta o gestor. A medida foi necessária para garantir o suporte eficiente aos usuários. Resultado De acordo com o gestor da instituição, os impactos do uso do sistema da Wareline foram significativos, principalmente no que diz respeito à adequada integração com os aplicativos SUS, a maior fatia de faturamento da entidade. Também trouxe mais produtividade, pois a integração elimina a necessidade de retrabalho. Segundo ele, hoje o hospital tem seu fluxo de informações otimizado e os módulos cada dia mais aperfeiçoados e aderentes aos seus processos. A parceria entre Hospital Dr. Hélio Angotti e a Wareline foi crucial para que pudéssemos iniciar uma mudança cultural fundamental para garantir a credibilidade dos dados, um dos nossos principais patrimônios. Isso influenciou positivamente nosso relacionamento com fornecedores, prestadores de serviços, unidades parceiras, convênios e entidades. Tudo isso se traduz no empenho ao foco principal da instituição: o paciente, finaliza Almeida. 6 7

5 Capa Cloud computing: o futuro da TI em saúde Serviço de armazenamento de dados em nuvem é oferecido pela Wareline WareCloud é opção para instituições de saúde Com o intuito de proporcionar aos seus clientes mais uma opção de segurança aliada à tecnologia de ponta, a Wareline criou o Ware- Cloud, um novo serviço que garante o armazenamento de uma cópia de segurança dos dados da instituição de saúde em um ambiente protegido e controlado na nuvem. Ali podem ser guardadas todas as informações cadastrais e transacionais da organização hospitalar e, em caso de necessidade, serem recuperadas integralmente pela equipe de TI. Geralmente, é preciso recuperar os arquivos quando os originais foram violados ou corrompidos. Fatores externos como variação da energia elétrica ou instabilidade da conexão com a internet podem comprometer a integridade das cópias de segurança. Nesses casos, o sistema valida os arquivos e notifica os envolvidos por sobre a necessidade de realizarem alguma ação para reparar a falha, caso haja necessidade. Com esse serviço o cliente não precisa mais se preocupar com a integridade e a segurança dos dados armazenados. Além disso, pode contar com suporte especializado de um DBA em caso de dúvidas, ressalta a gerente de marketing da Wareline, Paula Usier. Ela destaca que a ferramenta é escalonável, o que permite a cobrança de acordo com o uso. Ou seja, o valor pago para utilizar o serviço vai depender de quanto espaço a instituição precisa ocupar na nuvem. Além disso, o modelo não exige qualquer tipo de infraestrutura extra ou profissional especializado para a realização do serviço, o que proporciona a segurança da informação de forma muito econômica para a instituição de saúde. A instalação é outro diferencial do WareCloud. Toda a ação, que também envolve validação, testes e treinamento do usuário, leva aproximadamente 3 horas e pode ser realizada remotamente. O processo é simples, basta instalar uma ferramenta no banco de dados capaz de gerar backups automaticamente nos horários agendados e transmiti-los para o servidor de forma criptografada. Inicialmente vamos comercializar pacotes de 50 GB, 100 GB e 250 GB. Se houver uma demanda do mercado, podemos estudar a possibilidade de aumentar o espaço oferecido em cada um desses pacotes, explica a gerente de marketing. Paula Usier acredita que armazenar os dados na nuvem é um caminho sem volta. Toda mudança tecnológica acontece de forma gradativa quando envolve empresas e instituições, mas a principal mudança deve ser cultural. Do mesmo modo que aprendemos a conviver com o dinheiro em nuvem, podemos nos adaptar e aplicar a mesma lógica para outras áreas, completa. A tecnologia revolucionou a maneira como as empresas são geridas, tornando-se uma aliada para o ganho de controle e de produtividade sobre diversas atividades. Em constante evolução, ela muda a cada dia e os mercados se adaptam a ela com uma velocidade cada vez maior. Após o advento da mobilidade, proporcionada pela criação dos dispositivos móveis como notebooks e smartphones, o conceito de cloud computing promete a onipresença de dados, permitindo seu acesso de qualquer lugar por meio da rede de internet. Com o crescimento da informatização da área da saúde, este setor pode se beneficiar desta nova possibilidade. Uma pesquisa realizada pelo Instituto MarketsandMarkets concluiu que o mercado de cloud computing no setor de saúde deve atingir US$ 5,4 bilhões até Ainda de acordo com o estudo, em 2011 apenas 4% das instituições de saúde armazenavam dados na nuvem. Um ano depois, este número atingiu os 20,5%. Esses dados foram divulgados em julho do ano passado. Os números divulgados pela pesquisa mostram que a desconfiança e o medo em relação ao uso da computação em nuvem na área da saúde estão diminuindo gradativamente. A crescente demanda por este tipo de serviço também deve estar aliada à necessidade de diminuir custos com infraestrutura de TI. Em tradução livre, o termo cloud computing quer dizer computação em nuvem. Trata-se de uma nova maneira de guardar arquivos de tipos diversos em servidores com grande capacidade de armazenamento. Os dados arquivados são compartilhados por meio da internet e, por este motivo, podem ser acessados de qualquer local que possua uma conexão estável. Diversos setores econômicos, sobretudo o financeiro, utilizam a ferramenta que não requer grandes investimentos para ser implantada e oferece diversos benefícios. Conheça os benefícios do WareCloud: Criação de cópias de segurança automaticamente. Envio de notificações por . Download das cópias de segurança armazenadas a qualquer momento. Suporte remoto especializado em restauração das cópias de segurança. 8 9

6 Entrevista estamos com o CRM Digital em todos os estados. Contabilizamos até o momento carteiras emitidas. Desiré Carlos Callegari Com o objetivo de facilitar a emissão de Certificados Digitais aos profissionais da saúde, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Caixa Econômica Federal firmaram uma parceria em abril do ano passado. A instituição financeira foi escolhida pelo preço competitivo cobrado para a realização do trabalho e pela sua capilaridade, com agências espalhadas por todo o país. O Certificado Digital aplicado à saúde é uma ferramenta que pode proporcionar diversos benefícios e tem potencial para mudar o panorama da saúde no país. Para falar sobre o assunto a Wareline Conecta entrevistou o 1º secretário do CFM, Desiré Carlos Callegari. O profissional responde pela Câmara Técnica de Anestesiologia e pela 1ª Secretaria, que abrange os setores de comunicação e tecnologia da informação. Também é professor da disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina da Fundação ABC e superintendente do Hospital Estadual Mário Covas de Santo André. W Conecta: As emissões do CRM Digital já estão sendo feitas em todos os estados? Callegari: Já estamos com o CRM Digital em todos os estados. Contabilizamos até o momento carteiras emitidas. No entanto, ainda não temos com exatidão a quantidade de profissionais que desbloquearam a função do Certificado Digital. Posso adiantar que o número ainda é pequeno, pois o processo está em sua fase inicial. W Conecta: No futuro, quais as outras possibilidades de uso do Certificado Digital na área médica, além das funções que já possui hoje? Callegari: As perspectivas são boas. Temos como exemplo dois grandes projetos nacionais que envolverão o uso da certificação digital: um é o Registro Eletrônico de Saúde (RES), do Mistério da Saúde, e o outro na Saúde Suplementar, o RES Unimed Brasil. Eles serão impulsionadores do uso do Certificado Digital por parte dos médicos. Teremos também o aumento da oferta de serviços com a utilização da certificação digital, como o que ocorrerá nos portais dos Conselhos de Medicina, permitindo aos médicos acesso a todos os serviços por meio da Internet. W Conecta: Apesar de todos os benefícios que o Certificado Digital pode proporcionar, como a Assinatura Eletrônica, os profissionais da saúde ainda são resistentes ao uso desta tecnologia ou isso está mudando? Callegari: Na verdade, não vejo como resistência dos profissionais médicos e sim como uma preocupação em garantir o sigilo e a privacidade do paciente. Afinal, é preciso a utilização de uma tecnologia que siga aderente às atividades críticas exercidas pelos profissionais. A certificação digital passo a passo começará a responder a essas preocupações e passará a atrair o interesse dos médicos. W Conecta: Na sua opinião, como o uso do Certificado Digital nas instituições de saúde pode ajudar a melhorar o sistema de saúde brasileiro? Callegari: De várias maneiras a certificação digital poderá contribuir para a melhoria do sistema brasileiro, tanto para os profissionais, como para os pacientes, gestores e toda a equipe envolvida na atenção à saúde. Exemplo disso é a informação no PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente), que está muito mais disponível e atualizada, onde e quando o médico precisa. Os resultados de exames laboratoriais ou de imagem também estão acessíveis para consulta. Todos os dados armazenados têm maior legibilidade, acurácia e exatidão. Com as ferramentas que acompanham o prontuário, tais como sistemas de alerta e de apoio à decisão, a possibilidade de erro é reduzida, trazendo assim maior segurança ao paciente. Além disso, a versão eletrônica é muito mais segura do que em papel e as informações podem ser compartilhadas automaticamente com outros profissionais e instituições que estão cuidando do paciente, possibilitando dessa forma a continuidade da atenção integral à saúde. Outros benefícios do PEP estão ligados à pesquisa clínica, adesão aos protocolos clínicos e assistenciais, além de usos secundários da informação para fins epidemiológicos e estatísticos. W Conecta: Grande parte das instituições filantrópicas sofrem problemas econômicos. Em sua visão, elas podem se beneficiar do Certificado Digital, já que ele promove mais agilidade e economia? Callegari: Sim, é demonstrado por alguns estudos internacionais que a implantação do PEP traz uma considerável redução de custos para a instituição. Todavia, vale considerar a necessidade de investimento inicial para obtenção do resultado desejado

7 Seção Update A tecnologia é aliada na gestão e na execução de processos dentro das instituições de saúde. E para que você possa usufruir de todas as facilidades que ela proporciona, é necessário acompanhar as modificações que ela sofre com o passar do tempo. Estoque Como funciona Contagem de Inventário Confira abaixo as principais atualizações do nosso sistema e visualize como essas mudanças representam otimização das atividades da sua instituição. Estoque Montagem de kits Como funciona A disparidade entre o número de itens disponíveis em estoque e aqueles cadastrados no sistema é algo comum na maioria das instituições de saúde. Isso acontece devido a erros de digitação no sistema, erros de operação ou mesmo uma contagem incorreta dos itens. Para facilitar o controle desses materiais, o módulo Estoque conta com uma nova ferramenta chamada contagem de estoque. Trata-se de uma tela semelhante a de movimentação de balanço, onde o usuário insere cada produto e sua quantidade disponível. Esses dados são armazenados e por enquanto não alteram a posição do estoque. Isso permite a extração de relatórios de comparação entre a quantidade disponível e a quantidade que consta no sistema para, posteriormente, lançar as correções na movimentação de balanço. Proporcionar mais organização e agilidade na dispensação de materiais hospitalares é o que visa a nova ferramenta do módulo Estoque, que permite a criação de kits. Ao invés de selecionar item por item, a ferramenta permite entregar todos os materiais de uma vez. A novidade é especialmente útil para o centro cirúrgico, que necessita de materiais específicos para realizar os procedimentos. Com isso, o setor poderá manter kits montados no próprio departamento, otimizando os processos no hospital. Os itens selecionados são embalados em um saco plástico e dispensados do estoque da farmácia para o subestoque do centro cirúrgico. Isso acontece através de uma movimentação do sistema de estoque chamada Saída para Subestocagem assinalando nela um checkbox Saída para montagem de Kit. Depois disso, por meio da movimentação Saída Subestoque - > Paciente e assinalando o checkbox Saída de Kit Montado, os itens são dispensados para uso na cirurgia do paciente. Atendimento Acolhimento com classificação de risco Como funciona Financeiro O módulo Financeiro apresenta mais uma opção para a realização de pagamentos. Trata- se de uma nova rotina que utiliza os arquivos CNAB 240, formato utilizado para trocar informações com instituições financeiras. A ferramenta permite o pagamento por meio de crédito em conta, DOC, TED, ordem de pagamento e de títulos de cobrança com código de barras. Com o seu uso é possível obter agilidade e economia no processo, pois não requer o pagamento de um por um dos documentos no internet banking e nem a ida até o banco ou o envio de malotes. Pagamentos Como funciona O primeiro passo para efetuar uma ação é selecionar, no sistema, as contas que devem ser pagas e informar a baixa eletrônica. Após esse procedimento o software vai gerar um arquivo que deve ser enviado ao banco. Após realizar as transações, a instituição financeira devolve o arquivo que deverá ser importado para o sistema, informando que os pagamentos já foram realizados. Proporcionar mais agilidade no processo de acolhimento é o papel da nova função incluída no módulo Atendimento. Agora, durante esse processo, é possível fazer a classificação de risco de acordo com a gravidade dos sintomas relatados pelo paciente. Para isso, a instituição deve cadastrar no sistema um questionário e atribuir valores para cada uma das opções de resposta. As questões podem ser organizadas em grupos como: sinais vitais, quadro clínico, quadro neurológico, etc. Os números para a classificação de risco vão de 0 a 3, sendo o menor deles representante do caso mais urgente. No momento de preencher o questionário as respostas aparecerão em controles do tipo edição simples, options ou listas do tipo combobox. Os tipos de respostas também podem ser alterados para números inteiros, decimais, sim/não e outros. Após analisar os valores atribuídos para cada resposta assinalada, o sistema vai sugerir uma classificação de risco final, que pode ser alterada pelo usuário, se necessário. Para criar o cadastro de questões basta acessar o menu movimentos do módulo Atendimento. A montagem do roteiro de itens do protocolo é configurável pelo usuário, podendo seguir o protocolo do SUS ou os internacionais mais conhecidos

8 Perfil O administrador e o motociclista Este espaço é reservado para contar a história de profissionais que dedicam suas vidas para cuidar de instituições de saúde. Ricardo Nascimento Teixeira Mendes passou 36 de seus 58 anos dentro da Clínica Vera Cruz, uma instituição especializada no tratamento de doenças mentais. Hoje administrador da entidade, Ricardo começou a trabalhar no local muito antes, quando sua única função era contar comprimidos. Apesar da estabilidade profissional e dos cabelos grisalhos, que sugerem uma personalidade serena, ele reserva seu tempo livre para a prática de motoaventura. Ricardo Nascimento Teixeira Mendes Mendes Sua carreira profissional começou aos 21 anos, quando seu pai, Renato, e presidente do então Sanatório Vera Cruz, o convidou a ocupar o cargo de almoxarife. Nada mais natural que trabalhasse no local, já que seu pai era um dos fundadores da instituição, que possui hoje mais de 50 anos de existência. Após a morte do criador, em 1977, Ricardo se viu com 23 anos e um desafio enorme pela frente, afinal, a administração da clínica ficou sob sua responsabilidade e de seu irmão, Sérgio. Em meio a algumas dívidas, os dois trabalharam incansavelmente para driblá-las e colocar a organização nos trilhos novamente. Após quatro anos de batalhas, ganharam a guerra e a instituição já conseguia caminhar com as próprias pernas. A próxima missão era conquistar novos convênios para aumentar a receita e a qualidade do serviço oferecido. Mas os desafios não pararam por aí. Durante toda sua jornada a frente da administração da entidade, Ricardo enfrentou diversas dificuldades. Uma delas foi quando alterou a razão social do local de Sanatório Vera Cruz para Hospital Vera Cruz e firmou convênios com vários órgãos. Nessa época, em razão da grande demanda, a instituição chegou a possuir cerca de 500 leitos. Em busca de qualidade, optou por diminuir o número de vagas para garantir um bom atendimento. Com o passar dos anos, o gestor público deixou de fazer investimentos no setor de saúde, o que comprometeu a qualidade dos serviços. Por este motivo, Ricardo teve de denunciar o contrato com o SUS, que representava aproximadamente 70% de seu orçamento. Com os custos fixos e uma receita significativamente menor, a organiza ção entrou novamente num processo de endividamento. O desafio foi equacionar essas dívidas a partir de um novo modelo de gestão, agora horizontalizado, com a ajuda de um grupo gestor com representação de todo o hospital. Além de administrar a clínica, Ricardo também é um dos diretores do Sindicato dos Hospitais do Estado de São Paulo (SINDHOSP). Apesar das dificuldades enfrentadas diariamente por quem trabalha na área da saúde, ele tenta ter uma rotina saudável, sem levar trabalho para casa. O profissional, que também é advogado, mas exerceu por pouco tempo a profissão, é casado há 32 anos com a Lúcia. Seu filho, Clínica Vera Cruz Eduardo, tem 20 anos e não pretende continuar o trabalho na clínica. Escolheu ser designer que, segundo Ricardo, é uma área bem mais encantadora e divertida. A motoaventura é sua válvula de escape. Ele diz que o vento se encarrega de limpar os problemas. Considera o hobby melhor do que divã de analista, mesmo reconhecendo a importância do profissional. Sair por aí sobre duas rodas é um modo barato e prático de conhecer diversas pessoas e costumes diferentes, diz. Em janeiro deste ano, ele partiu com um grupo de amigos em uma viagem de moto com duração de 17 dias. Saíram de São Paulo, passaram pela Argentina e pelo Chile. O caminho de volta também foi em sua big trail. Mas não importa o quão longe ele vá, sempre estará de volta à Clínica Vera Cruz. A Clínica Vera Cruz é cliente da Wareline desde de

9 Solução Wareline Opinião A Qualificação na TI em Saúde Aplicativo facilita a atualização do sistema Wareline SOS auxilia no controle do help desk hospitalar Com o objetivo de garantir a atualização do sistema, a Wareline criou o aplicativo Verifica Versões. Ele consulta se há novas versões do software disponíveis, baixa automaticamente para o servidor e realiza o backup daquelas mais antigas. Entre os benefícios de manter o sistema atualizado está a possibilidade de evitar erros causados pela incompatibilidade entre versões, por exemplo. Além disso, possui outras vantagens como estar adequado para correções e publicações de órgãos oficiais. Para baixar o aplicativo, basta acessar o Gestor Online, clicar no menu Suporte e em seguida Versões, o nome do arquivo é VERIFICAVERSOES.ZIP. Para instalar de maneira correta é necessário acessar manual de instalação no menu Ajuda/Perguntas Frequentes. É recomendável que as verificações sejam realizadas semanalmente ou quinzenalmente. O SOS é uma ferramenta de help desk desenvolvida pela Wareline com o objetivo de auxiliar no controle de chamados à equipe de TI das instituições de saúde. A solução está disponível no Gestor Online e permite realizar solicitações e acompanhar a evolução de seu status em tempo real. Entre as possibilidades estão pedidos de ajustes em computadores e acessórios, dúvidas sobre a utilização de software, solicitações de compra, entre outras. Com o aumento da informatização no setor de saúde, grande parte dos profissionais depende da rede e do próprio sistema de gestão para desenvolver suas atividades. Por este motivo, o número de solicitações ao departamento de TI é cada vez maior. Com esta ferramenta, oferecida gratuitamente a todos os clientes da Wareline, é possível a criação de metas de atendimento e um melhor controle das atividades. a qualificação do profissional sempre será a chave mestra para a conquista de uma carreira de sucesso. Seja na área da Saúde ou em qualquer outro setor, a qualificação do profissional sempre será a chave mestra para a conquista de uma carreira de sucesso. Competências comportamentais e gerenciais são importantes complementos, mas que só são levados em consideração quando se tem conhecimento. Prova disto são os processos de seleção que normalmente obedecem a seguinte ordem: prova teórica e, depois, entrevista com o gestor. Em alta no mundo todo, a Tecnologia da Informação tem atraído uma série de estudantes. Os dois principais motivos para isto têm sido a grande valorização da área e a possibilidade de desenvolver projetos diferenciados. E para atender à demanda do mercado, é necessária qualificação. No Brasil, os cursos relacionados a TI multiplicaramse nos últimos anos, pondo em cheque a credibilidade de algumas universidades. Para não cair em nenhuma cilada, os jovens precisam ter o cuidado recobrado na hora de eleger onde estudar, bem como as empresas ao contratar. Hoje, ser qualificado não significa mais ser especializado em uma área só. Muito pelo contrário: qualificação implica em saber trabalhar de forma interdisciplinar, possuindo conhecimentos gerais em outras áreas. E na área da Tecnologia em Saúde, isso é imprescindível. A integração não deve acontecer apenas no âmbito estrutural, mas também profissional. Ou seja, a TI precisa ter noções em Saúde, assim como médicos, enfermeiros e administradores devem entender de Tecnologia. Para prestar um atendimento mais humanizado e de qualidade, Tecnologia e Saúde precisam andar de mãos dadas, complementandose. Nem uma, nem outra devem ser protagonistas desta história, mas sim os pacientes que serão beneficiados com as melhorias desenvolvidas. Tudo isto visando um só objetivo: aperfeiçoar processos internos e agilizar o atendimento com ainda mais segurança. Finalmente, é preciso também que o profissional talentoso seja valorizado e as empresas invistam na sua qualificação, permitindo inclusive a integração destas duas áreas. Só assim, as instituições de saúde alcançarão o patamar de informatização que tanto desejam, sejam elas públicas ou privadas. Luciana Pilon, Gerente de Negócios do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Educação Corporativa (IBDEC) 16 17

10 Opinião Estancando a Sangria Com a crise financeira mundial que atingiu o mundo nos últimos anos, as empresas e governos têm dado atenção especial à gestão e à competitividade com outros países, principalmente no que se refere ao setor produtivo. A área de saúde, no entanto, esteja ela relacionada à esfera pública ou privada, sempre teve que lidar com situações econômicas desfavoráveis. Diversas instituições chegam ao final do mês sem conseguir fechar suas contas muito antes dessa crise mundial começar. O primeiro passo para colocar ordem na casa deve ser encontrar onde está o vazamento de recursos. Na grande maioria das vezes que uma entidade particular ou filantrópica traça um plano para sair do vermelho existe um prejuízo social. O primeiro passo para colocar ordem na casa deve ser encontrar onde está o vazamento de recursos e estancar a sangria, ou seja, identificar por onde está escoando o dinheiro e tapar o vazamento. Para uma organização privada qualquer, por mais difícil que seja, é viável tomar uma medida assim, afinal, predomina a lógica do capitalismo. Uma instituição de saúde particular que opta por diminuir os atendimentos realizados via Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliar aqueles por meio de planos de saúde se veem diante de um impasse. Afinal, parte dos usuários do SUS, geralmente pessoas desfavorecidas economicamente, não poderão ser atendidas na unidade hospitalar. Exatamente por esses motivos que muitas instituições ponderam e discutem muito tempo antes de tomar a decisão. As entidades atendidas pelo sistema único de saúde também sofrem com a falta de investimento, que na grande maioria das vezes se traduz em um atendimento distante do ideal. As instituições que decidirem tomar as medidas para sair do endividamento e possuem um grande valor para ser pago em um curto período, devem mudar o perfil da dívida. Para isso, precisam buscar parceiros que financiem o débito para alongar o prazo de pagamento. A solução seria firmar convênios com planos de saúde, por exemplo. Apesar de parecer fácil seguir esses passos requer um amplo planejamento e, muitas vezes, uma mudança radical no modo de gestão. Entretanto, principalmente em razão dos prejuízos sociais que podem acompanhar o reestabelecimento dessas entidades é que o estado geral da saúde no país se encontra em crise há alguns anos. Para solucionar o problema, não basta seguir as regras da administração e da economia, é necessário gerar uma grande discussão que envolva as esferas privada, pública e a sociedade civil. Marcelo de Carvalho Reis é professor de Economia, Doutor em Engenharia pela Unicamp, e diretor de pesquisas do CENNE, empresa especializada na geração de leads. 18

11 As assinaturas mudam muita coisa, mas só a assinatura eletrônica pode mudar todo seu hospital. tempo espaço recurso A Wareline simplifica os processos do seu hospital dando segurança e autenticidade legal aos documentos eletrônicos. Utilizando uma tecnologia baseada em certificados digitais ICP-Brasil, os profissionais podem assinar digitalmente documentos diretamente no sistema, evitando desperdícios de recursos, tempo e espaço. Prontuários, fichas de evolução e anamnese que antes ficavam empilhados nos Hospitais poderão permanecer digitais, sempre com respaldo jurídico proporcionado pela solução. A Wareline conecta os processos para que seu hospital se torne muito mais eficiente. Conheça: Conectando respostas. Simplificando processos.

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Nunca foi tão fácil utilizar

Nunca foi tão fácil utilizar Nunca foi tão fácil utilizar o Conectividade Social da CAIXA O que antes era feito com a autenticação de disquetes e precisava do antigo programa CNS para o relacionamento com a CAIXA e prestação de informações

Leia mais

Certificado Digital e-cpf

Certificado Digital e-cpf Certificado Digital e-cpf Parabéns! Ao ter em mãos esse manual, significa que você adquiriu um certificado digital AC Link. Manual do Usuário 1 Índice Apresentação... 03 O que é um Certificado Digital?...

Leia mais

Certificado Digital e-cpf

Certificado Digital e-cpf Página1 Certificado Digital e-cpf Manual do Usuário Página2 Índice Apresentação... 03 O que é um Certificado Digital?... 03 Instalando o Certificado... 04 Conteúdo do Certificado... 07 Utilização, guarda

Leia mais

APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO

APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO COMO FAZEMOS? QUEM SOMOS? ByeByePaper é uma empresa que atua no segmento de Gestão Eletrônica de Documentos e Certificado Digital, oferecendo ferramentas para gestão de conteúdo

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

Objetivo Principal. Objetivos Secundários

Objetivo Principal. Objetivos Secundários Objetivo Principal O Personal Med Hospitalar foi resultado de um longo esforço de O&M em hospitais de vários portes e regiões do Brasil. O sistema foi concebido a partir do detalhamento de 176 processos

Leia mais

Manual do usuário Certificado Digital e-cpf. Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD

Manual do usuário Certificado Digital e-cpf. Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD Manual do usuário Certificado Digital e-cpf Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD Índice Apresentação 03 O que é um Certificado Digital? 04 Instalando

Leia mais

2. O que informatizar?

2. O que informatizar? A INFORMÁTICA NO CONSULTÓRIO MÉDICO No fascículo anterior, comentamos como a gestão de custos, mesmo sendo feita de maneira simplista, auxilia o consultório a controlar e avaliar seus resultados, permitindo

Leia mais

Gestão Eletrônica de Documentos na Auditoria

Gestão Eletrônica de Documentos na Auditoria 6º Congresso Nacional Unimed de Auditoria em Saúde Marcelo Lúcio da Silva Gerente Executivo e de Certificação da SBIS Búzios-RJ, 17 de junho de 2011 Duke em 1935 2 Slide do Dr. Ed Hammond Duke em 2011

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Milton Alves Diretoria de Apoio Hospital Infantil Sabará

Milton Alves Diretoria de Apoio Hospital Infantil Sabará Milton Alves Diretoria de Apoio Hospital Infantil Sabará SINDHOSP Desafios e rumos da Saúde Suplementar Hospital Infantil Sabará Saúde Sem Papel (evolução) RESOLUÇÃO CFM 1821/2007 20/02 22:45 RESOLUÇÃO

Leia mais

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios A Empresa MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Medware Sistemas Médicos é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltada para a criação

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Prontuário Eletrônico do Paciente

Prontuário Eletrônico do Paciente 10º AUDHOSP - Congresso Nacional de Auditoria em Saúde e Qualidade da Gestão e da Assistência Hospitalar Marcelo Lúcio da Silva Gerente Executivo e de Certificação da SBIS Águas de Lindóia-SP, 16 de setembro

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS

NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS ÍNDICE 03 Capítulo 0 Introdução 04 Capítulo 1 O que é Nota Fiscal Eletrônica? 05 Capítulo 2 Quais são os tipos de Nota Fiscal Eletrônica? 07 14 15 Capítulo 3 Quais as

Leia mais

nota fiscal eletrônica para leigos

nota fiscal eletrônica para leigos nota fiscal eletrônica para leigos índice 03 Capítulo 0 Introdução 04 Capítulo 1 O que é Nota Fiscal Eletrônica? 05 Capítulo 2 Quais são os tipos de Nota Fiscal Eletrônica? 07 14 15 Capítulo 3 Quais as

Leia mais

ESTOQUE. Manual Estoque Atualizado em 29/06/2007 Pág. 1

ESTOQUE. Manual Estoque Atualizado em 29/06/2007 Pág. 1 MANUAL ESTOQUE Pág. 1 INTRODUÇÃO AO MÓDULO ESTOQUE Sua empresa seja de pequeno, médio, ou grande porte, precisa de um sistema que contemple as principais rotinas de controle de estoque. É para contornar

Leia mais

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual do Produto Índice Introdução - Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 1. Verificação de Ambiente 4 2. Instalação

Leia mais

Web2Doctors: Saúde Fora da Caixa

Web2Doctors: Saúde Fora da Caixa Com uma interface intuitiva feita com recursos da Web 2.0, pela qual se acessa um Prontuário Eletrônico do Paciente configurável com um workflow para todos os departamentos de uma clínica ou hospital,

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS OBJETIVO DA SOLUÇÃO GERCLIM WEB A solução GERCLIM WEB tem por objetivo tornar as rotinas administrativas e profissionais de sua clínica,

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1 Manual de instalação Certificado Digital A1 ou S1 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª configuração: Hierarquias

Leia mais

Certificado Digital. Manual do Usuário

Certificado Digital. Manual do Usuário Certificado Digital Manual do Usuário Índice Importante... 03 O que é um Certificado Digital?... 04 Instalação do Certificado... 05 Revogação do Certificado... 07 Senhas do Certificado... 08 Renovação

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição

www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição Transforme sua instituição em uma empresa altamente eficaz. Só mesmo quem administra uma instituição sabe como

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 2 ÍNDICE >> Introdução... 3 >> O que é software na nuvem... 6 >> Vantagens do software na nuvem... 8 >> Conclusão... 13 >> Sobre a Frota Control... 15 3 Introdução

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

Quem somos. Não somos o esperado, VAMOS MAIS ADIANTE!

Quem somos. Não somos o esperado, VAMOS MAIS ADIANTE! Bem Vindos Não importa sua necessidade, a MindFi tem soluções completas e especializadas para seu negócio. Prestamos serviços tecnológicos com excelência em atendimento e monitoramento para que seu estabelecimento

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Manual Wincall Atualizado em 19/09/2007 Pág. 1

Manual Wincall Atualizado em 19/09/2007 Pág. 1 MANUAL CALL CENTER Pág. 1 INTRODUÇÃO AO MODULO CALL CENTER Esse módulo do Sistema gerencia todo relacionamento da empresa com seus clientes, registrando todos os contatos realizados, controlando todo o

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Adicionais. Grupo Acert - 1

Adicionais. Grupo Acert - 1 MÓDULOS Adicionais Grupo Acert - 1 ÍNDICE 1 - ESTOQUE 1.1- Balanço de Estoque 03 2 - FATURAMENTO/FINANCEIRO 2.1- Pagamento Eletrônico (Fornecedores) 2.2- Plug-in Cheque Custódia 06 07 3 - FISCAL e CONTÁBIL

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO INTRODUÇÃO O avanço da tecnologia trouxe inúmeros benefícios à população. Quando usada de maneira saudável e inteligente, auxilia na

Leia mais

Software para distribuidoras de medicamentos SIMPLICIDADE E EFICIÊNCIA NA GESTÃO DAS DISTRIBUIDORAS DE MEDICAMENTOS.

Software para distribuidoras de medicamentos SIMPLICIDADE E EFICIÊNCIA NA GESTÃO DAS DISTRIBUIDORAS DE MEDICAMENTOS. Software para distribuidoras de medicamentos SIMPLICIDADE E EFICIÊNCIA NA GESTÃO DAS DISTRIBUIDORAS DE MEDICAMENTOS. Sobre o MedOne GESTÃO SIMPLIFICADA, EFICIÊNCIA GARANTIDA. Gestão simplificada, segurança

Leia mais

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014 PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS Agosto/2014 PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR Padrão TISS Histórico e Consulta Pública nº 43 Padrão TISS - Versão 3.0 3 Histórico RN 305 09/10/2012 - Termo

Leia mais

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital:

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Para adquirir o Certificado Digital OAB, o solicitante deverá seguir os seguintes passos: Realizar a compra através da página da

Leia mais

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA ABRAMGE-RS Dr. Francisco Santa Helena Presidente da ABRAMGE-RS Sistema ABRAMGE 3.36 milhões de internações; 281.1 milhões de exames e procedimentos ambulatoriais; 16.8

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3 Manual de instalação Certificado Digital A3 ou S3 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª Execute o CD de

Leia mais

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Ementa: Aprova as "Normas Técnicas para o Uso de Sistemas Informatizados para a Guarda e Manuseio do Prontuário

Leia mais

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 1 12 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 12 Em 2013, o registro de dados no

Leia mais

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 2014 Manual do AP_Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 0 Sumário 1. Sobre esse manual... 3 2. Habilitando e Configurando o AP_Conta... 4 3. Habilitação e Licenciamento...

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório.

Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório. Em 2013, o registro de dados no SIOPS passará a ser obrigatório. Fique atento aos procedimentos e prazos estabelecidos pela Lei para declaração de despesas com saúde. art certificado digital-siops-10,5x29,7.indd

Leia mais

TREINAMENTO. Novo processo de emissão de certificados via applet.

TREINAMENTO. Novo processo de emissão de certificados via applet. TREINAMENTO Novo processo de emissão de certificados via applet. Introdução SUMÁRIO Objetivo A quem se destina Autoridades Certificadoras Impactadas Produtos Impactados Pré-requisitos para utilização da

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Manual do Processo de Faturamento

Manual do Processo de Faturamento Manual do Processo de Faturamento Apresentação MV Sumário Processo de Faturamento 6 Leia-me primeiro... 6 Faturamento de... Convênios e Particular 8 Faturamento de Convênios... 8 Protocolar Documentação...

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

e- SIC Manual do SIC

e- SIC Manual do SIC e- SIC Manual do SIC Sumário Introdução.. 3 O e-sic.. 4 Primeiro acesso.. 5 Perfis de usuário.. 6 Cadastro de usuário no e-sic.. 7 Alteração de dados de usuários.. 9 Atualização de dados do SIC.. 11 Registro

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3 Manual de instalação Certificado Digital A3 ou S3 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª configuração: Hierarquias

Leia mais

P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS

P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS Estamos comprometidos a ajudá-lo a criar um fluxo de trabalho prático com o P2D. Para tanto, preparamos essas 10 dicas com as melhores

Leia mais

Dividimos esse módulo em duas partes, devido a extensão do conteúdo.

Dividimos esse módulo em duas partes, devido a extensão do conteúdo. MÓDULO 4 Entrada Bem-vindo(a) ao quarto módulo do curso! Nesse módulo, você aprenderá como realizar o registro de empenho, da entrada dos produtos e, também, do ajuste de lotes e transferência de endereço

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

Segue abaixo uma notícia que também foi divulgada em 03/09/2008 sobre este assunto:

Segue abaixo uma notícia que também foi divulgada em 03/09/2008 sobre este assunto: Índice: 1- Orientações para Substituição de Responsável Técnico 2 2- Arquivo XML não aceito 2 3- Arquivo não validado por motivo de atraso na validação 3 4- Erro na transmissão de arquivos XML e problemas

Leia mais

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Introdução Esta cartilha tem o objetivo de orientar o contribuinte a implantar o sistema de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) em sua empresa

Leia mais

MÓDULO 1 Conhecendo o HÓRUS

MÓDULO 1 Conhecendo o HÓRUS MÓDULO 1 Conhecendo o HÓRUS Bem-vindo(a) ao primeiro módulo do curso! A partir de agora você conhecerá as principais características do sistema HÓRUS. Para iniciar, você saberia dizer por que este sistema

Leia mais

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Mastermaq Softwares Há quase 20 anos no mercado, a Mastermaq está entre as maiores software houses do país e é especialista em soluções para Gestão

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 1 SUMÁRIO 2 Orientações gerais... 3 2.1 Perfis de acesso... 4 2.2 Para acessar todas as funcionalidades

Leia mais

\news. Destaques da Edição. SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Melhorias do mês na solução. Dicas da solução Em destaque

\news. Destaques da Edição. SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Melhorias do mês na solução. Dicas da solução Em destaque \news Edição 001 Mês Abril/2014 Destaques da Edição SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Informativo mensal tem como objetivo aproximação com clientes e parceiros Melhorias do mês na solução

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Simple Storage. Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa

Simple Storage. Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa Simple Storage Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa Simple Storage Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Suporte Técnico A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Horário de Atendimento De segunda-feira à sexta-feira das 09:00 ás 19:00

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 SUMÁRIO 1 Orientações gerais... 4 1.1 O que são Pessoas Obrigadas?... 4 1.2 Perfis de acesso... 4 1.3

Leia mais

CPqD Gestão Pública. Gestão Escolar Guia de treinamento. Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010

CPqD Gestão Pública. Gestão Escolar Guia de treinamento. Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010 CPqD Gestão Pública Gestão Escolar Guia de treinamento Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010 CPqD Gestão Pública Gestão Escolar Guia de treinamento Versão do produto: 4.0.0 Edição

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Outlook XML Reader Versão 8.0.0 Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Add-in para o Outlook 2003, 2007 e 2010 responsável pela validação e armazenamento de notas fiscais eletrônicas. Atenção,

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Hábil Empresarial 2014 by Ltda (0xx46) 3225-6234 I Hábil Empresarial NFC-e Índice 1 Cap. I Introdução 1 O que é... o Hábil NFC-e

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016

EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016 EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016 FRANCA 2015 Estamos finalizando o exercício de 2015 junto dos nossos clientes com quem mantivemos um bom relacionamento durante todo o ano

Leia mais

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial.

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial. O QUE É A NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-E? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

SISTEMAS CORPORATIVOS

SISTEMAS CORPORATIVOS SISTEMAS CORPORATIVOS ERPEnterprise Resource Planning Saúde Hospitais Clínicas Consultórios Medicina Diagnóstica Laboratorial Medicina Diagnóstica Imagem Projetado com módulos que se comunicam entre si,

Leia mais

Universal sistema oficial CBO

Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário 2012 Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário Universal 1/9/2012 2 Conteúdo 1. O que é o P2D Prontuário Universal?... 3 2. Quanto custa?... 3 3. Quais os benefícios?... 3 4. Quais os

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

PRONTUÁRIO ELETRÔNICO E ASSINATURA DIGITAL. Instituto de Câncer do Estado de São Paulo 16 de Setembro de 2011

PRONTUÁRIO ELETRÔNICO E ASSINATURA DIGITAL. Instituto de Câncer do Estado de São Paulo 16 de Setembro de 2011 PRONTUÁRIO ELETRÔNICO E ASSINATURA DIGITAL Instituto de Câncer do Estado de São Paulo 16 de Setembro de 2011 AGENDA Introdução Prontuário Eletrônico Assinatura Digital Implantação Perguntas e Curiosidades

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Manual de Instalação SafeSign 3.0.41. para utilização em MAC OS Snow Leopard

Manual de Instalação SafeSign 3.0.41. para utilização em MAC OS Snow Leopard Manual de Instalação SafeSign 3.0.41 para utilização em MAC OS Snow Leopard Manual de Instalação SafeSign 3.0.41 Sumário Certificação Digital 3 Sobre a Certisign 3 Introdução 4 Instalação da leitora de

Leia mais