Autoria: Roberto Almada Leitão, João Sarmento Pereira Neto, Antonio Carlos Giuliani, Osvaldo Elias Farah. Resumo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Autoria: Roberto Almada Leitão, João Sarmento Pereira Neto, Antonio Carlos Giuliani, Osvaldo Elias Farah. Resumo"

Transcrição

1 Um Estudo Sobre a Importância do Conhecimento em Administração de Empresas na Formação e Desenvolvimento do Profissional Cirurgião-Dentista em Instituições Públicas e Privadas. Autoria: Roberto Almada Leitão, João Sarmento Pereira Neto, Antonio Carlos Giuliani, Osvaldo Elias Farah Resumo O presente estudo tem como objetivo avaliar e demonstrar a importância dada pelos graduandos de odontologia à necessidade de obterem conhecimentos de Administração de Empresas para que possam exercer uma gestão empreendedora na prestação dos serviços odontológicos. Foi realizada pesquisa exploratória para auxiliar na determinação e avaliação das informações para tomada de decisão. Os dados foram coletados por aplicação coletiva do instrumento, sendo a amostra constituída por 06 faculdades de Odontologia, públicas e privadas (UNICAMP, UEPG, UNESP, UNAERP, UNIMAR e UNIMES). Os principais resultados demonstram ser importante que o cirurgião-dentista tenha conhecimentos básicos de Administração de Empresas para melhorar o seu desempenho profissional. Esses conhecimentos básicos de Administração devem ser adquiridos na graduação, sendo as áreas de Gestão Financeira e a de Gestão de Marketing as de maior relevância. Concluiu-se, com o estudo, que o conhecimento da área de Administração deve ser adquirido pelo aluno em seu curso de graduação. Também foram identificadas a importância e a necessidade da assessoria de um profissional da área de Administração para a abertura da clínica ou consultório odontológico. Introdução Há alguns anos uma nova realidade surgiu no mercado de odontologia. Com o número significativo de Faculdades existentes hoje no país, um contingente cada vez maior de profissionais é introduzido no mercado de trabalho. Esses profissionais recém formados enfrentam situações antes desconhecidas, uma delas a busca pelo primeiro emprego. Aquele que tem a possibilidade de montar a sua própria clínica-consultório depara com a necessidade de atrair e conquistar os primeiros pacientes - com muita dificuldade - e enfrentar a concorrência que disputa uma fatia de mercado através dos preços cobrados pelos serviços. Cabe ao profissional entender que o paciente deve ser considerado como um consumidor e que o brasileiro está cada vez mais consciente de seus direitos e, mais importante, reconhecer que cada paciente tem suas próprias características psicológicas, culturais, motivacionais e econômicas. Pelo cenário apresentado, exige-se do recém formado a busca de novas competências administrativas para a gestão dos serviços odontológicos. Segundo DRUCKER (1998), o seu desempenho e a sobrevivência de qualquer entidade depende da eficiência da sua administração. De acordo com pesquisa realizada pelo INBRAPE (Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas Sócio-Econômicos) para entidades nacionais de Odontologia, em 2003, 89,6% dos profissionais cirurgiões-dentistas são autônomos/liberais; destes, 72,2% trabalham em consultórios-clínicas próprias. Sendo esta uma realidade dos profissionais da classe odontológica, torna-se essencial para a sobrevivência do negócio obter capacidade administrativa e empreendedora através de conhecimento sistematizado da administração, no entanto, os cirurgiões-dentistas ainda se deparam com um problema muito comum, a falta de informação sobre conceitos e técnicas de administração e marketing na graduação para que os

2 habilite a um mercado competitivo onde os detalhes fazem diferença para a conquista de clientes (SCANNAVINO, GALASSI e SANTOS-PINTO, 2002). Planejar a abertura de um consultório ou clínica odontológica é uma necessidade para aqueles que optam por este caminho, onde a cultura empreendedora não foi formada e o sucesso da carreira depende mais do conhecimento técnico profissional, dificultando assim, para os jovens que saem das faculdades, elaborar idéias inovadoras e criativas capazes de gerar oportunidades para a sua vida profissional. Oportunidades têm a ver com a criação de valor, é um conceito, ou idéia, transformado em serviço tangível, que resultará em lucro, mas as oportunidades não são iguais para todos e nem todos exploram as oportunidades (BIRLEY e MUZYKA, 2001). A idéia de abrir um negócio pode ser considerada como uma oportunidade quando uma investigação comprove haver mercado para tal, bem como a sua viabilidade operacional e financeira. Também se é possível atender o cliente da forma que ele deseja determinando, assim, a viabilidade de atuar em um determinado nicho de mercado a ponto de manter-se competitivo (MALHEIROS, 2003). Estudos recentes realizados por TEIXEIRA (2001) apontam que: nesta perspectiva, o empreendedor terá que aprender a ser diferente, sendo o mais importante estar em um processo dinâmico de aprendizagem em que possa continuar a aprender indefinidamente. DEGEN (1989) afirma que a disposição para assumir riscos é inerente ao perfil empreendedor, mas o seu sucesso depende de como este sobrevive a eles, aprendendo a administrá-los e superá-los quando as ações são bem planejadas. Um dos grandes desafios é reconhecer que a clínica odontológica é uma organização que se propõe a transformar recursos em serviços. O enfrentamento de situações adversas causadas por circunstâncias conjunturais, é apenas uma das preocupações da classe odontológica na administração da profissão, sendo importante buscar alternativas apoiadas em outras áreas do conhecimento humano (LEITÃO e GIULIANI, 2002). Conhecer o processo sistêmico de uma organização empresarial é o primeiro passo para entender a análise conjuntural, onde as clínicas-consultórios sofrem influências e interferências do meio em que estão inseridas. Para se obter valores perceptíveis pelo cliente-paciente, novos paradigmas precisam ser construídos. O cirurgião-dentista é parte de um processo que, necessariamente, passa pela criação de suas próprias competências essenciais. Explicitando melhor, os autores HAMEL (2002); HITT, IRELAND e HOSKISSON (2002) mostram ser relevante que conhecimentos, habilidades e capacidades exclusivas sejam indispensáveis para manter clientes satisfeitos e construir relações significativas, enfim, administrar os serviços prestados e seus recursos estratégicos constituem a força motriz para as competências essenciais. A função pedagógico-acadêmica do ensino da Administração consiste em estudar as variáveis intervenientes do mundo dos negócios nos diversos setores da economia e propor soluções aplicáveis à realidade de cada organização. O administrador tem como responsabilidade auxiliar na manutenção das organizações empresariais, planejando e organizando recursos financeiros, tecnológicos, humanos e executando estratégias, a fim de que estas atinjam um nível excelente de satisfação e resultados. Em uma perspectiva social, não somente a manutenção, mas também o desenvolvimento sustentado dessas organizações gera riquezas, empregos, renda e qualidade de vida. Metodologia O estudo foi conduzido com o objetivo de conhecer qual a importância dada pelo aluno de Odontologia à área de Administração de Empresas. Utilizou-se da pesquisa exploratória (MALHOTRA, 2002), com uma amostra de 377 questionários compostos de 2

3 questões fechadas, enviados aos alunos de Odontologia do último período de três Universidades Estaduais e três Universidades particulares, conforme a Tabela 1. Tabela 1. Freqüências observadas nos questionários preenchidos por instituição Categorias Freqüência Descrição Gráfica 3 UNICAMP 53 UEPG 40 UNAERP 79 UNESP 53 UNIMAR 53 UNIMES 99 FOP UEPG UNAERP UNESP UNIMAR UNIMES Frequência Uma análise descritiva das informações obtidas para cada variável, independentemente das perguntas constantes do questionário aplicado, será apresentada nas tabelas e quadros seguintes. Resultados e Discussão A classe odontológica empenha-se através de debates, manifestações e discussões, em entender e buscar soluções para as questões relativas às dificuldades de mercado (LEITÃO e GIULIANI, 2002). Sendo assim, os graduandos, com suas expectativas de inclusão nesse mercado, entendem que é de fundamental importância o conhecimento de Administração de Empresas para complementar sua formação e propiciar melhor desempenho profissional para obtenção de sucesso, como mostram os dados da Tabela 2. Tabela 2. Verificou-se, na análise, que o aluno acha necessário que o cirurgião-dentista (CD) tenha conhecimentos básicos de administração de empresas. Variáveis Categorias Freq. % Descrição Gráfica 1. Na sua opinião, você acha necessário que o CD tenha conhecimentos básicos de Administração de Empresas para melhorar o desempenho profissional? Sim , ,51 Responderam 9 2,39 Sim Resp % Ao analisar os conhecimentos básicos de administração de empresas, constatou-se que 75% dos alunos julgam ser necessário adquiri-los na graduação, portanto, faz-se necessário que o ensino da ciência administrativa comece a ser discutido entre os responsáveis pelo

4 planejamento e criação da grade curricular dos atuais cursos de graduação em odontologia. Deve-se levar em conta que a inclusão de temas de uma outra área do conhecimento necessita ser amplamente discutida entre a comunidade docente, discente e a coordenação de curso. Outro aspecto relevante, que merece atenção, é que 21,47% acham que esses conhecimentos devem ser ministrados em cursos com conteúdo voltados para a área específica da saúde. Neste caso, os cursos de extensão universitária tornam-se vantajosos por serem abertos à comunidade em geral (não restritos apenas aos alunos de uma Instituição), os profissionais que já atuam no mercado podem estar se capacitando. A necessidade de infraestrutura é a mesma para aulas teóricas; os horários são mais flexíveis; a carga-horária mais adequada às reais necessidades dos alunos e o corpo docente formado por especialistas da área de Gestão. Tabela 3. Análise descritiva para verificar onde os conhecimentos básicos de administração de empresas (AE) devem ser adquiridos 4 Variáveis Categorias Freq. % Descrição Gráfica 2. Sendo necessário ter conhecimentos básicos em AE, onde estes devem ser adquiridos? (a) na graduação ,00 (b) em cursos de graduação de AE (c) em cursos específicos de Gestão na área da Saúde 6 1, ,47 (d) Outros 7 1,90 (a) (b) (c) Outros % Observa-se, pela análise da Tabela 4, através da soma das freqüências, que aproximadamente 80% dos alunos de Odontologia acham que as áreas da Administração de maior importância para o cirurgião-dentista são as áreas de Gestão Financeira e Gestão de Marketing, o que nos mostra pelo grau de relevância, as maiores dificuldades encontradas pelo profissional, visto que é fundamental entender conceitos e fundamentos para uma correta utilização na prática. Problemas de análise de mercado e estratégias equivocadas são muito comuns nesta profissão, portanto, o marketing torna-se indispensável para contribuir no entendimento do processo de troca e comportamento do cliente-paciente, agregando valor e gerando satisfação, adaptando o serviço ao mercado e possibilitando o atendimento das necessidades e desejos com serviços de qualidade. Com apenas 21,8% das respostas, notamos que a área de Recursos Humanos não é vista pelo Cirurgião-dentista como um fator preponderante na geração de vantagem competitiva na administração de seu consultório ou clínica. Para o profissional que trabalha com equipes (secretárias e auxiliares), gerenciar corretamente as funções de recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento, observando sempre a questão motivacional, tornam a operacionalização do trabalho, no seu ambiente, mais produtiva. O pessoal auxiliar tem a capacidade de analisar e avaliar as estratégias colocadas em prática pela proximidade do contato com os clientes, sendo esta a melhor forma de colher informações para uma correta tomada de decisão.

5 Tabela 4. Análise descritiva para verificar qual a área da Administração de maior importância para o cirurgião-dentista 5 Variáveis Categorias Freq. % Descrição Gráfica 3. Qual a área da Administração de maior importância para o CD? (a) Gestão Financeira (b) Gestão de Marketing (c) Gestão de Recursos Humanos , , ,80 (d) Outros 2 0,30 (a) (b) (c) Outros % Ao analisar a Tabela 5, verifica-se que mais de 67% dos alunos de Odontologia acham necessária a assessoria de um profissional da área de Administração para auxiliá-los, quando da abertura de sua clínica ou consultório odontológico. Para minimizar possíveis problemas e evitar erros comuns, a contratação da assessoria especializada de um administrador de empresas poderá ser viável, dependendo das possibilidades da relação entre seu custo e o benefício desejado. Para o profissional da odontologia, alcançar o equilíbrio entre a atividade exercida e a atividade administrativa, bem como a análise sistemática de riscos e oportunidades do ambiente interno e externo, planejamento de recursos e tarefas, implementação de estratégias condizentes com a realidade e controle de todo o processo operacional, financeiro e mercadológico, poderá impossibilitar que o trabalho seja harmonioso e que a prestação do serviço não tenha a qualidade desejada. Tabela 5. Análise para verificar se, na abertura da clínica ou consultório, o cirurgião-dentista julga ser necessária a assessoria do profissional de administração de empresas Variáveis Categorias Freq. % Descrição Gráfica 4. Quando da abertura de uma clínica ou consultório odontológico, você acha necessária a assessoria de um profissional da área de Administração para auxiliá-lo? Sim , ,62 Sim Resp. Responderam 4 1, % Nas figuras 1, 2 e 3, observa-se que o resultado do teste χ 2 não foi significativo, considerando-se o nível mínimo de significância de 5% (p<0,05) para as variáveis (onde o cirurgião-dentista deve aprender os conhecimentos básicos de Administração de Empresas e qual a área de maior importância para o profissional), considerando duas categorias de

6 universidades: pública e particular. Isto significa que não existe diferença de opiniões para os alunos das universidades particulares e públicas. Porém, quanto à opinião das instituições públicas e particulares sobre a necessidade de um profissional na área de Administração para auxiliar na abertura do consultório odontológico (fig. 3), verificou-se que existe diferença significativa, ao nível de 5% (p<0,05), ou seja, os alunos de instituições públicas tiveram uma freqüência maior do que a esperada ao afirmarem acreditar que é necessária a ajuda de um profissional da área de Administração para auxiliá-los na abertura do consultório odontológico. Como o objetivo deste trabalho não é esgotar o assunto e, sim, proporcionar referências para outras pesquisas, sugere-se que estes resultados sirvam como base para uma nova análise em que sejam determinados os motivos para os alunos de Instituições públicas e privadas terem diferentes opções. Nos resultados mostrados nas Figuras 1, 2 e 3 deve-se ressaltar que a maioria dos alunos são de instituições particulares. 6 Relação entre as instituições e onde o CD deve aprender os conhecimentos básicos de administração Frequência (a) 162 (166) 114 (110) conhecimentos básicos de AE (b) 4 (4) (c) 51 (47) 2 (2) 28 (32) Particular Pública Instituições [1]: (a) na graduação (b) em cursos de AE (c) em cursos específicos de Gestão na área da Saúde Figura 1. Freqüências observadas e esperadas (entre parênteses) no cruzamento entre as questões: onde os conhecimentos básicos de AE devem ser adquiridos e as instituições (particular e pública)

7 7 Relação entre as instituições e qual a área de maior importância para o CD (149) 156 (158) (103) 110 (108) 89 (86) Frequência (59) 0 (a) área de maior importância (b) (c) Particular Pública Instituições [1]: (a) Gestão financeira (b) Gestão de marketing (c) Gestão de Recursos Humanos Figura 2. Freqüências observadas e esperadas (entre parênteses) para o cruzamento entre as questões: a área de maior importância da Administração para o cirurgião-dentista e as instituições (particular e pública) Relação entre as instituições e a importância de um profissional de administração de empresas (143) Frequência importância do profissional de administração. 76 (67) 102 (93) 35 (44) Sim Particular Pública instituições Figura 3. Freqüências observadas e esperadas (entre parênteses) para o cruzamento entre as questões: a necessidade da ajuda de um profissional de administração de empresas para a abertura do consultório odontológico e as instituições (particular e pública)

8 8 Conclusão A idéia inicial deste estudo era avaliar e demonstrar a importância dada pelos graduandos de Odontologia à necessidade de obterem conhecimentos de Administração como estratégia para gerir o seu empreendimento. De acordo com os resultados obtidos na pesquisa, pode-se concluir que: a) os graduandos em Odontologia entendem que é de fundamental importância o conhecimento em Administração de Empresas para complementar sua formação e ajudar no desempenho profissional de forma a obter de sucesso; b) tais conhecimentos devem ser adquiridos na graduação ou em cursos de extensão universitária, levando-se em conta que a inclusão de temas de uma outra área do conhecimento na graduação necessita ser amplamente discutida entre docentes, discentes e a coordenação de curso. A área Financeira e a de Marketing são as mais importantes para os alunos, necessitando, ainda uma melhor compreensão da importância dos recursos humanos para um bom funcionamento da clínica ou consultório odontológico. Uma alternativa para minimizar problemas é a contratação de um administrador de empresas, que deverá ter como objetivo gerar e equacionar, com qualidade, os resultados esperados pelas expectativas do profissional e do paciente. Por fim, o estudo indica um cenário de oportunidades para o ensino da Administração nas Faculdades de Odontologia, o que não acontece hoje, mostrando um nicho de mercado a ser explorado pelos gestores de negócios. Sugere-se o prosseguimento do estudo, ampliando a amostra e buscando introduzir outras questões para fornecer maiores informações para o ensino de Administração no curso de Odontologia. Referências Bibliográficas AAKER, D. A. Developing business strategies. 5 ed. New York: John Wiley & Sons, BIRLEY, S.; MUZYKA, D. F. Dominando os desafios do empreendedor. São Paulo: Makron Books, DEGEN, R. J. O empreendedor: fundamentos da iniciativa empresarial. 8 ed. São Paulo: McGraw-Hill, DRUCKER, P. F. Introdução à administração. 3 ed. São Paulo: Pioneira, GRANT, R. M. Contemporany strategy analysis. 3 ed. New York: Blakwell, HAMEL, G. Liderando a revolução. Rio de Janeiro: Campus, HITT, M. A.; IRELAND, R. D.; HOSKISSON, R. E. Administração estratégica. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, INSTITUTO BRASILEIRO DE ESTUDOS E PESQUISAS SÓCIO-ECONÔMICOS. Perfil do cirurgião-dentista no Brasil (on-line). Disponível em URL:http://www.cfo.org.br. Consulta em LEITÃO, R. A.; GIULIANI, A. C. Gestão Estratégica para serviços odontológicos. Jornal de Assessoria ao Odontologista. 2002; 34:

9 MALHEIROS, R. C. C. Um mundo de idéias e oportunidades. Empreendedor - inovação e valor aos negócios. 2003; 110:8-10. MALHOTRA, N. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3ed. Porto Alegre: Bookman, PEREIRA, J. C. R. Análise de dados qualitativos. São Paulo: EPU/EDUPS, SCANNAVINO, F. L.; GALASSI, M. A. S.; SANTOS-PINTO, L. Perfil do profissional cirurgião-dentista e suas expectativas quanto ao mercado de trabalho. Pesqui Odontol Bras. v. 16. Anais da 19 a Reunião da SBPqO, TEIXEIRA, H. de A. A trajetória dos pequenos negócios do ramo de turismo na região de Belo Horizonte e Poços de Caldas (MG) - um estudo sobre o mito ou a realidade do processo de empreendedorismo. XXV ENANPAD

Palavras-chave: Desenvolvimento profissional, Desenvolvimento organizacional, Parceria Universidade-Empresa

Palavras-chave: Desenvolvimento profissional, Desenvolvimento organizacional, Parceria Universidade-Empresa PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL PARA EMPRESAS INTEGRADAS: UMA PARCERIA UNIVERSIDADE EMPRESA Gislaine Zainaghi zainaghi@sc.usp.br Prof. Dr. Carlos F. Bremer bremer@sc.usp.br Escola de Engenharia

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

Jose Luciano Virginio da Silva (FAVIP) IVANCIL TIBÚRCIO CAVALCANTI (UFRPE)

Jose Luciano Virginio da Silva (FAVIP) IVANCIL TIBÚRCIO CAVALCANTI (UFRPE) ISSN 1984-9354 OTIMIZAÇÃO DE RESULTADOS MEDIANTE USO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO SOBRE A NECESSIDADE DE IMPLANTAÇÃO DE UMA EMPRESA DE ASSESSORIA EM GESTÃO DE RECURSOS ENERGÉTICOS NA CIDADE DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PROJETO DE PESQUISA-ETENSÃO MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO Marcelo Cristian Vieira 1, Carolina Zavadzki Martins 2,Gerliane

Leia mais

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG Wemerton Luis EVANGELISTA()*; Franciele Ribeiro DA COSTA (2). () Professor do Curso Superior de Tecnologia em Administração: Pequenas e

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Tecnologia da Informação tem por fornecer conhecimento

Leia mais

UNIVERSITÁRIOS EM DISCIPLINA A DISTÂNCIA: ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA A DISCENTES RELATO DE EXPERIÊNCIA

UNIVERSITÁRIOS EM DISCIPLINA A DISTÂNCIA: ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA A DISCENTES RELATO DE EXPERIÊNCIA UNIVERSITÁRIOS EM DISCIPLINA A DISTÂNCIA: ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA A DISCENTES RELATO DE EXPERIÊNCIA Fortaleza Ce Maio 2011 Graziella Batista de Moura Universidade de Fortaleza graziella@unifor.br Vandalina

Leia mais

O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO

O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO 1 O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO CURITIBA PR MAIO DE 2014 Margarete Teresinha Fabbris de Oliveira Santos Faculdade de Administração, Educação,

Leia mais

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Abril de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 O MBA EM CONSULTORIA & GESTÃO DE NEGÓCIOS,

Leia mais

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS SALVADOR 2012 1 CONTEXTUALIZAÇÃO Em 1999, a UNIJORGE iniciou suas atividades na cidade de Salvador, com a denominação de Faculdades Diplomata. O contexto

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: CST em Gestão em Recursos Humanos MISSÃO DO CURSO A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da ESTÁCIO EUROPAN consiste em formar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICA EM NÍVEL MÉDIO

Leia mais

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Universidade Metodista de São Paulo Faculdade de Jornalismo e Relações Públicas Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Fábio França Maria Aparecida Ferrari Maio de 2006 1 Tradição

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

PLANO DE CURSO 4. OBJETIVO(S) ESPECÍFICOS(S) DA DISCIPLINA:

PLANO DE CURSO 4. OBJETIVO(S) ESPECÍFICOS(S) DA DISCIPLINA: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Formação de Empreendedores Professor: Arivaldo Ferreira de Jesus e-mail: Código: Carga Horária: 40 horas

Leia mais

Uma resposta às mudanças organizacionais através do trabalho em equipes multifuncionais: um estudo de caso na indústria de fertilizantes

Uma resposta às mudanças organizacionais através do trabalho em equipes multifuncionais: um estudo de caso na indústria de fertilizantes Uma resposta às mudanças organizacionais através do trabalho em equipes multifuncionais: um estudo de caso na indústria de fertilizantes Adriane Hartman (CEFET-PR-PG) adriane.h@terra.com.br Prof. Dr. Dálcio

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo Código: CTB-251 Pré-requisito: ---------- Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios Universidade Estácio de Sá Gestão e Negócios A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Empreendedorismo: a importância de se planejar o negócio antes de torná-lo realidade

Empreendedorismo: a importância de se planejar o negócio antes de torná-lo realidade Empreendedorismo: a importância de se planejar o negócio antes de torná-lo realidade Prof. MSc. Afrânio Maia Miglioli (REGES) afraniomm@uol.com.br Prof. Dr. Antônio Fernando Traina (UNAERP) atraina@unaerp.br

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Novo Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e as empresas

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho.

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho. 1 FORMAÇÃO, INSERÇÃO E ATUAÇÃO PROFISSIONAL NA PERSPECTIVA DOS EGRESSOS DE UM CURSO DE PSICOLOGIA. BOBATO, Sueli Terezinha, Mestre em Psicologia pela UFSC, Docente do Curso de Psicologia na Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Vendas FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Resenha. Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.)

Resenha. Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.) Resenha Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.) Patrícia Morais da Silva 1 Superar as expectativas do mercado atendendo de forma satisfatória as demandas dos clientes

Leia mais

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Comunicação Organizacional

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO LASSU - LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Por que fazer um MBA LASSU USP? Grande parte do mercado e da sociedade ainda

Leia mais

Florianópolis, 2012. Expedito Michels. Mestrado Profissional em Administração Universitária (PPGAU/UFSC)

Florianópolis, 2012. Expedito Michels. Mestrado Profissional em Administração Universitária (PPGAU/UFSC) O PAPEL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO E A CONTRIBUIÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PARA A FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ADMINISTRAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO Florianópolis, 2012 Expedito Michels Mestrado Profissional

Leia mais

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA Hewerton Luis P. Santiago 1 Matheus Rabelo Costa 2 RESUMO Com o constante avanço tecnológico que vem ocorrendo nessa

Leia mais

APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA

APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Fevereiro de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA O MBA EM CONSULT ORIA

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

BENEFÍCIOS DAS EMPRESAS EM IMPLANTAÇÃO DO MENOR APRENDIZ

BENEFÍCIOS DAS EMPRESAS EM IMPLANTAÇÃO DO MENOR APRENDIZ 1 BENEFÍCIOS DAS EMPRESAS EM IMPLANTAÇÃO DO MENOR APRENDIZ Ângela de Souza Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS) Diego Leite (Discente do 4º ano de administração AEMS) Gean

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ.

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. Prof. Marat Guedes Barreiros Agosto/2013 Introdução É notória nos dias de hoje a dificuldade dos alunos egressos das Faculdades em obter emprego nas empresas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: UMA FERRAMENTA PARA A PRÁTICA DA ADMINISTRAÇÃO E SUA UTILIZAÇÃO EM DISCENTES DOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO.

EMPREENDEDORISMO: UMA FERRAMENTA PARA A PRÁTICA DA ADMINISTRAÇÃO E SUA UTILIZAÇÃO EM DISCENTES DOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. EMPREENDEDORISMO: UMA FERRAMENTA PARA A PRÁTICA DA ADMINISTRAÇÃO E SUA UTILIZAÇÃO EM DISCENTES DOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. MICHEL, Murillo Docente do Curso de Administração da Faculdade de Ciências

Leia mais

O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Missão Capacitar Administradores, propiciando uma base técnico-científica que lhes permita um aprendizado hábil a absorver, processar e adequar informações

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: 4001 Publicidade e Propaganda MISSÃO DO CURSO O curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem como missão formar

Leia mais

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 O desempenho do processo de recrutamento e seleção e o papel da empresa neste acompanhamento: Um estudo de caso na Empresa Ober S/A Indústria E Comercio Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ

Leia mais

FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI

FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI CURITIBA 2009 Manual de Estágios Matriz Curricular 2009 2 1. APRESENTAÇÃO Este manual

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL Julia Ferreira de Moraes (EEL-USP) moraes.julia@hotmail.com Everton Azevedo Schirmer

Leia mais

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II Índice Sistemático Capitulo I Da apresentação...02 Capitulo II Dos objetivos da proposta pedagógica...02 Capitulo III Dos fundamentos da proposta pedagógica...02 Capitulo IV Da sinopse histórica...03 Capitulo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Qualificação: sem certificação técnica

Plano de Trabalho Docente 2013. Qualificação: sem certificação técnica Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO E.E.ESTERINA PLACCO Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE 1 PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE Jesse Alencar da Silva Centro Universitário La Salle (UNILASALLE-RS)

Leia mais

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Prof Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefet.br Prof Dr. Antonio Carlos de Francisco (UTFPR) acfrancisco@pg.cefetpr.br

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO - ESCOLA DE NEGÓCIOS. CURSOS: ADMINISTRAÇÃO, COMÉRCIO EXTERIOR e CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS

MANUAL DE ESTÁGIO - ESCOLA DE NEGÓCIOS. CURSOS: ADMINISTRAÇÃO, COMÉRCIO EXTERIOR e CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE COMÉRCIO EXTERIOR CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Profª. Dra. Neyde Lopes de Souza Prof. Ms. Luiz Vieira da Costa SUMÁRIO Pág. 1. Apresentação...

Leia mais

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 PACHECO, Jean Alves 2 ; CARDOSO, Fernando Assunção 3 ; YAMANAKA, Lie 4 Palavras-chaves: Empresa Júnior, extensão,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR

IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR 1 IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE DIFICULTAM A ATUAÇÃO DO DOCENTE NA MODALIDADE EAD NO ENSINO SUPERIOR Ribeirão Preto-SP - 05/2009 Edilson Carlos Caritá - Universidade de Ribeirão Preto UNAERP

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

UMA PROPOSTA PARA A NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FEA JÚNIOR USP

UMA PROPOSTA PARA A NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FEA JÚNIOR USP V I I S E M E A D E S T U D O D E C A S O A D M I N I S T R A Ç Ã O G E R A L UMA PROPOSTA PARA A NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FEA JÚNIOR USP Autores: Antonio Carlos Gola Vieira Aluno da Faculdade

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E GESTÃO

EMPREENDEDORISMO E GESTÃO REINVENTANDO O ENSINO MÉDIO ÁREA DE EMPREGABILIDADE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO PROPOSTA CURRICULAR Belo Horizonte Dezembro de 01 Governador de Minas Gerais Antônio Augusto Junho Anastasia Vice-Governador

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso?

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? i n o v a ç ã o 8 Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? Carla Conti de Freitas Yara Fonseca de Oliveira e Silva Julia Paranhos Lia Hasenclever Renata

Leia mais

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration CBA Pós - Graduação QUEM SOMOS PARA PESSOAS QUE TÊM COMO OBJETIVO DE VIDA ATUAR LOCAL E GLOBALMENTE, SER EMPREENDEDORAS, CONECTADAS E BEM POSICIONADAS NO MERCADO, PROPORCIONAMOS UMA FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA,

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL. Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL. Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 2010 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL FACSUL Sociedade de Ensino Superior do Leste do Paraná Ltda Diretor Geral Prof. Antonio

Leia mais

AGNALDO IZIDORO DE SOUZA UNIPAR agnaldo@unipar.br JAIR OTT UNIPAR jairott@gmail.com PABLO A. MICHEL UNIPAR pamichel@unipar.br

AGNALDO IZIDORO DE SOUZA UNIPAR agnaldo@unipar.br JAIR OTT UNIPAR jairott@gmail.com PABLO A. MICHEL UNIPAR pamichel@unipar.br A importância da aplicação de técnicas de gerenciamento de riscos em projetos de desenvolvimento de software: estudo de caso do sistema de controle de veículos AGNALDO IZIDORO DE SOUZA UNIPAR agnaldo@unipar.br

Leia mais

Histórico. Missão. Visão

Histórico. Missão. Visão Histórico Fundada em 1996 na cidade de Mossoró/RN, a Índice Consultores Associados atua em serviços de consultoria empresarial para os mais diversos segmentos (Comércio, Industria e Serviço) sendo pioneira

Leia mais

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC)

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC) Título (Limite de 250 caracteres incluindo os espaços) Título: Relações Públicas e Ferramentas de Comunicação um estudo abordando à realidade de Ibitinga A capital nacional do bordado 1 Autores (Incluir

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE CUSTOS NA ELABORAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE CUSTOS NA ELABORAÇÃO DO PREÇO DE VENDA 553 A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE CUSTOS NA ELABORAÇÃO DO PREÇO DE VENDA Irene Caires da Silva 1, Tamires Fernanda Costa de Jesus, Tiago Pinheiro 1 Docente da Universidade do Oeste Paulista UNOESTE. 2 Discente

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

Semeando Competência Gerencial em Micro e Pequenas Empresas e Colhendo Emprego, Renda e Inclusão Social.

Semeando Competência Gerencial em Micro e Pequenas Empresas e Colhendo Emprego, Renda e Inclusão Social. Semeando Competência Gerencial em Micro e Pequenas Empresas e Colhendo Emprego, Renda e Inclusão Social. Prof. Dr. Cleber Carvalho de Castro Universidade Federal de Lavras clebercastro@ufla.br Andréia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013

Plano de Trabalho Docente 2013 Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios. Habilitação Profissional: Habilitação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta.

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta. ESPE/Un SERE plicação: 2014 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA Flávia Regina Graciano; Lucimara Araújo; Priscila Siqueira Campos; Sabrina Eduarda Mendes Magalhães; Tathiane Mendes Barbosa;

Leia mais

ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING

ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING PLANO TRABALHO DOCENTE 2º SEMESTRE 2013 1 ETEC TAKASORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS INDICE

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

PPGCEE 2012. Curso de imersão UGF Outubro, 2012. Coordenação PPGCEE: Proposta I 2 I. Programa I 03 I. Informações I 05 I

PPGCEE 2012. Curso de imersão UGF Outubro, 2012. Coordenação PPGCEE: Proposta I 2 I. Programa I 03 I. Informações I 05 I PPGCEE 2012 Proposta I 2 I Programa I 03 I Curso de imersão UGF Outubro, 2012 Informações I 05 I Coordenação PPGCEE: Lamartine DaCosta lamartine@terra.com.br Valéria Bitencourt valeria@copedu.net.br Realização

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

Curso de Desenvolvimento em Negócios Sociais e Inclusivos

Curso de Desenvolvimento em Negócios Sociais e Inclusivos Curso de Desenvolvimento em Negócios Sociais e Inclusivos O curso de Desenvolvimento de Negócios Sociais e Inclusivos visa a despertar o interesse de pessoas que queiram empreender na área social. Trata-se

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( ) Presencial

Leia mais

Edital Permanente Incubaero

Edital Permanente Incubaero Edital Permanente Incubaero A Incubaero torna pública a abertura permanente de inscrições para candidatos ao ingresso, como incubados, em seu quadro de empresas e ou de pré-projetos de base tecnológica.

Leia mais

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso.

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. 1 Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. Daiane Maria ALONGE 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 Resumo Com a atual concorrência, entender os desejos

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 33-CEPE/UNICENTRO, DE 6 DE JUNHO DE 2011. Aprova o Curso de Especialização em Administração de Marketing com Ênfase em Negócios Comerciais, modalidade regular, a ser ministrado no Campus Santa

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA. Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda

FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA. Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda CURSO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA/MEC DE AUTORIZAÇÃO Nº 468, D.O.U.

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Curso Empreendedorismo Corporativo

Curso Empreendedorismo Corporativo Curso Empreendedorismo Corporativo Todos os fatores relevantes atuais mostram que a estamos em um ambiente cada vez mais competitivo, assim as pessoas e principalmente as organizações devem descobrir maneiras

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Cursos, Assessoria e Consultoria na Área de Administração de Empresas, para Micros e Pequenos Empresários de Maracaju, MS

Cursos, Assessoria e Consultoria na Área de Administração de Empresas, para Micros e Pequenos Empresários de Maracaju, MS Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Cursos, Assessoria e Consultoria na Área de Administração de Empresas, para Micros e Pequenos Empresários

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Apêndice Regulamento do Projeto Empresarial REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO O Projeto Empresarial constitui um momento de aquisição, construção e aprimoramento

Leia mais

A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS

A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS Michelle Mike Nose 1, Daisy Aparecida do Nascimento Rebelatto 2 Universidade de São Paulo 1 Escola de Engenharia de São Carlos Av. Trabalhador

Leia mais