Guia de Consulta Rápida HTTP. Décio Jr. Novatec Editora.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Consulta Rápida HTTP. Décio Jr. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br"

Transcrição

1 Guia de Consulta Rápida HTTP Décio Jr. Novatec Editora

2 Guia de Consulta Rápida HTTP de Décio Jr. Copyright 2001 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução dessa obra, mesmo parcial, por qualquer processo, sem prévia autorização, por escrito, dos autores e da Editora. ISBN: Novatec Editora Ltda. Rua Cons. Moreira de Barros 1084 Conj São Paulo - SP Brasil Tel.: (0xx11) Fax: (0xx11) Site: 2

3 Sumário Sumário Introdução... 5 A Web e a Internet... 5 A Web e o HTTP... 5 O protocolo de comunicação... 5 O surgimento do protocolo HTTP... 6 O protocolo HTTP... 6 O modelo de referência OSI... 7 As camadas de protocolos... 8 O HTTP e o TCP/IP... 9 O que são recursos (resources) Um esquema compreensível de endereçamento HTML & URL, URI, URN HTML, XHTML e XML Estrutura do protocolo HTTP Arquitetura Cliente/Servidor Conectividade e Interface Os navegadores (browsers) Transações HTTP Métodos principais Cabeçalhos (headers) HTTP Sumário dos cabeçalhos Cabeçalhos gerais Cabeçalhos de requisições de clientes Cabeçalhos de resposta do servidor Cabeçalhos de entidades Códigos de retorno Variáveis de ambiente Aplicações do protocolo WebServ Perl Servidores Proxy Funcionamento do servidor Proxy HttpSniff LWP Módulo Perl

4 Sumário Miscelânea Telnet na Porta 80 (padrão) Especificações do HTTP, HTML e CGI Histórico e evolução do protocolo Conceitos importantes Chunked Transfer-Encoding Código de resposta "100 Continue" Utilizando o código de resposta 100 Continue Servidores HTTP Aceitando URL absoluta Codificação de transferência em blocos Manipulando os cabeçalhos de requisição If-Modified- Since: ou If-Unmodified-Since: Suporte aos métodos GET e HEAD Suporte às requisições HTTP Conexões persistentes O Protocolo HTTP e a CGI Informações adicionais Notação sintática utilizada Sobre o autor Comentários e sugestões Índice

5 Introdução Introdução A Web e a Internet A Internet é uma rede de comunicações de abrangência mundial e a World Wide Web é uma forma particular de utilização da Internet. A World Wide Web ou simplesmente Web, WWW ou W3 é um dos serviços baseados em hipertextos mais populares fornecidos por meio da Internet. Mas não é apenas isso: a Web é o conjunto de todos os navegadores, servidores, arquivos ou recursos, e qualquer outro serviço disponível e acessível através de um browser na Internet. A Web tornou-se a tecnologia de informação mais importante dos últimos anos. Não há como negar que grande parte das aplicações hoje em dia são voltadas para a Web, seja para Intranet, Extranet ou Internet. Mas, afinal de contas, o que faz a Web funcionar? A Web e o HTTP A Web está relacionada à distribuição de documentos e informações pela Internet, e o HTTP tem como função servir como o protocolo de rede da Web. Embora seja um protocolo relativamente simples, poderoso e flexível, o conhecimento dos detalhes do HTTP permite desenvolver programas para navegadores Web, servidores Web, páginas automáticas de download, verificadores de consistência de links, e diversas outras ferramentas úteis. O protocolo de comunicação A Web utiliza a Internet como meio de comunicação, devendo obedecer aos protocolos de comunicação próprios da Internet. Um protocolo é um conjunto de regras que administra os procedimentos para troca de informações. 5

6 Introdução O surgimento do protocolo HTTP O protocolo HTTP foi implementado nos anos de 1989 a 1991 no CERN (European Center for High-Energy Physics) em Genebra, na Suíça, por um físico inglês chamado Tim Berners-Lee. A proposta inicial era facilitar a comunicação e compartilhar informações entre os pesquisadores. Deveria existir uma forma de localizar documentos em um computador que pudesse fornecer ligações (links) para documentos localizados em outros computadores em uma rede. Uma das principais características do HTTP estaria na representação dos dados (formato e negociação), permitindo que os sistemas pudessem ser construídos independentemente dos dados que seriam transferidos. O protocolo HTTP O HTTP (HyperText Transfer Protocol) é o protocolo de rede utilizado para entregar virtualmente todos os arquivos e outros dados (de forma abrangente chamados de recursos ou resources) na Word Wide Web, sejam eles documentos HTML, arquivos de imagens, resultados de consulta a bancos de dados, arquivos de texto, ou qualquer outro tipo de recurso. É responsável pela maioria das transações realizadas na Internet e, conseqüentemente, também é o grande responsável pelo sucesso da Web. O protocolo de transferência de hipertextos surgiu da necessidade de distribuição de informações na Internet, que poderia ser na forma de texto, som ou imagem. Para que essas transferências fossem possíveis houve a necessidade de desenvolver uma forma padronizada de comunicação entre os clientes e os servidores Web. A partir daí o protocolo HTTP passaria a especificar como as transações entre clientes e servidores seriam realizadas, ou seja, de que forma seriam feitas as requisições de dados e como seriam aceitas e respondidas pelos servidores de recursos na Internet. 6

7 O modelo de referência OSI Introdução É o modelo-padrão de referência para comunicação entre aplicações em uma rede, cujo objetivo é definir as regras de conectividade para interligar sistemas de computadores locais ou remotos. 7

8 Introdução As camadas de protocolos Em um sistema de comunicação em rede, os diversos protocolos existentes trabalham de forma coopertiva para fornecer serviços. O modelo de referência OSI da ISO define 7 camadas, e a arquitetura Internet baseia-se em quatro camadas conforme a figura a seguir. A camada de aplicação, onde se situa o protocolo HTTP, envia ou recebe mensagens HTTP para ou da camada imediatamente inferior ou superior, a de transporte (TCP), que tem como função tornar confiável a transferência de informações. A camada do Protocolo Internet (IP) recebe ou envia pacotes individuais de informações e os encaminha aos seus destinos. 8

9 Introdução O HTTP e o TCP/IP O Protocolo de Controle de Transmissão da Internet (TCP) e o IP (Internet Protocol) tornam possível a conectividade entre navegadores e servidores. Além dos protocolos TCP/IP para comunicação por meio da Internet, a Web também utiliza seu próprio protocolo - o HTTP - para troca de informações entre clientes e servidores. O HTTP é utilizado pelos clientes para requisitarem documentos ou serviços dos servidores, que retornarão os documentos ou resultados para os clientes. Geralmente, o protocolo HTTP funciona mediante conexões TCP/IP (sockets TCP/IP).O HTTP é o protocolo utilizado para a comunicação entre computadores na Internet ao mesmo tempo em que define as regras básicas para as transações entre clientes e servidores na Web. A rigor, o HTTP é uma aplicação como qualquer outra baseada no Unix padrão, como o FTP, o Telnet, o SMTP e outras. MsgHTTP = Mensagem HTTP TCP + Mensagem HTTP = Segmento TCP IP + Segmento TCP = IP Datagrama Rede + IP Datagrama => pacote ou frame Datagrama é um pacote de informação que contém os dados do cliente/ usuário, permitindo sua transferência em uma rede de pacotes. 9

10 Introdução O que são recursos (resources) O protocolo HTTP é utilizado para transmitir recursos e não apenas arquivos. Um recurso é qualquer trecho de informação que possa ser identificado por um URL (Uniform Resource Locator). O tipo mais comum de recurso é um arquivo (HTML ou ASCII), mas pode ser também um documento de qualquer outro tipo, o resultado de uma consulta a um banco de dados que fora gerado dinamicamente, a saída de um script CGI, e qualquer outro recurso que esteja disponível no servidor. De modo mais abrangente, um recurso pode ser encarado como um arquivo; de forma mais específica, a maioria dos recursos são arquivos ou saídas de scripts geradas pelo servidor (server-side script). Um esquema compreensível de endereçamento O protocolo HTTP utiliza o conceito de referência fornecido pelo Universal Resource Identifier (URI), assim como o URL (Universal Resource Locator) ou o URN (Universal Resource Name), para indicar o recurso sobre o qual um método será aplicado. Quando um hiperlink HTML estiver formado, a URL (Uniform Resource Locator) é representada pela forma geral host:número-porta/caminho/arquivo.html. Geralmente, uma referência URL é do tipo serviço://host/ arquivo.extensão e desta forma o protocolo HTTP pode incluir os serviços mais básicos da Internet (http, ftp, gopher, file, news, ldap...). URL (Uniform Resource Locator) Na Web, um recurso é representado por qualquer conjunto de dados ou informações que esteja disponível em algum lugar, geralmente em um servidor ligado à Internet. Esse recurso pode estar em um formato de texto ASCII (txt, por exemplo), ou no formato de página HTML, ou um script CGI ou ainda uma imagem. O URL é a forma-padrão utilizada para localizar um recurso na Web. Deve ficar claro que URL não é algo específico do protocolo HTTP, podendo ser utilizado para localização de recursos com muitos outros protocolos. O entendimento dos elementos de um URL é um auxílio para a melhor compreensão do funcionamento das transações do protocolo HTTP. 10

11 Introdução Elementos de uma URL O navegador interpreta o URL da esquerda para a direita, da seguinte forma: Elemento Descrição user Indica o esquema a ser usado, ou seja, utiliza o protocolo HTTP; https significa um pedido de conexão a um servidor Web seguro (SSL). Nomedousuárioaserutilizadonocasodetentativade acesso a um recurso protegido. senha Senha do usuário a ser utilizada no caso de tentativa de acesso a um recurso protegido. Indicaoendereçovirtualdocomputador(host servidor) na Internet com o qual deverá entrar em contato para estabelecer uma conexão. :80 Deve estabelecer a conexão na porta 80 do servidor; o número da porta pode ser qualquer outro que esteja disponível no servidor e que tenha sido configurado para essa função. Caso seja omitido, assume-se que o número da porta-padrão para acesso HTTP éa80. O número de porta 443 é utilizado para conexões por meio do https. / O que segue a barra após o nome do host e o número da porta está relacionado ao recurso ou documento a ser requisitado. /docs/doc.html Defineocaminhoeaidentificaçãodorecurso.Também poderia ser um script CGI a ser executado no servidor.?ano=2001&mes=08 Passagemdeumparâmetroparadeterminaraconsulta de apenas alguns itens. #d10 O fragmento representa onde deverá ser posicionado o item requisitado no resultado da consulta. 11

12 Introdução HTML & URL, URI, URN HTML (HyperText Markup Language) ou Linguagem de Marcação de HiperTexto estabelece as convenções para a descrição do conteúdo de um documento hipertexto, conforme a World Web Consortium (W3C). URL, URI, URN Abreviação Significado URL URI URN Uniform Resource Locator Uniform Resource Identifier Uniform Resource Name URI é uma forma generalizada para se referir a um recurso: um URI inclui um URL e um URN, ou seja, URN se refere ao nome do recurso em si (por exemplo, um arquivo) e a URL se refere à localização desse recurso, e ambos formam um URI: a identificação uniforme de um mesmo recurso. Portanto, se estivermos tratando de recursos na Web, dar-se-á preferência à utilização dos termos URL ou URI sem se preocupar em fazer distinção entre os dois. HTML, XHTML e XML XHTML é considerada o futuro da HTML e uma forma de transição para a XML. XHTML possui elementos de formatação da HTML 4.01, mas segue algumas regras definidas pela XML. XML é um padrão para descrição de dados, ao passo que HTML se limita à descrição de conteúdo. XHTML e XML são dois padrões que deverão receber muita atenção nos próximos anos. 12

13 Estrutura do protocolo HTTP Arquitetura Cliente/Servidor O protocolo HTTP é baseado no paradigma de requisição e resposta. Um navegador é um cliente HTTP porque envia suas requisições a um servidor HTTP (Web server), que por sua vez responde de volta ao cliente. Conectividade e Interface Estrutura do protocolo HTTP Conectividade e interface são duas características fundamentais da Internet. A interface do usuário é representada pelos navegadores. A rede e os protocolos envolvidos nas transferências entre clientes e servidores, que processam as requisições e retornam os mais variados tipos de mídias, são a base de toda essa estrutura. Requisição e Resposta Um programa requisitante (cliente) estabelece uma conexão com um outro programa receptor (servidor) e envia uma requisição para o servidor na forma de um método de requisição, o URI, a versão do protocolo, seguida por uma mensagem contendo os modificadores da requisição, informação sobre o cliente, e possivelmente o conteúdo no corpo da mensagem. O servidor responde com uma linha de status (status line) incluindo sua versão de protocolo e um código de operação bem-sucedida ou um código de erro, seguido pelas informações do servidor, metainformações da entidade e possível conteúdo no corpo da mensagem. A comunicação ocorre geralmente sobre uma conexão TCP/IP na Internet, mas isso não impede que o protocolo HTTP seja implementado no topo de qualquer outro protocolo, contanto que a segurança seja garantida. A porta-padrão na qual os servidores HTTP atenderão às requisições é a de número 80, muito embora seja possível utilizar qualquer outra porta disponível no servidor. 13

14 Estrutura do protocolo HTTP Os navegadores (browsers) Para a maioria das pessoas a ferramenta mais comum da Web é o navegador, afinal de contas é a janela do usuário para a Web, que permite visualizar os documentos e acessar os diversos serviços e aplicações disponíveis na Internet. Todos os navegadores surgiram a partir do navegador Mosaic, desenvolvido por Marc Andreessen na NCSA (National Center for Supercomputing Applications, na Universidade de Illinois, Urbana- Champaign). Devido à simplicidade e eficiência do protocolo HTTP é possível fornecer suporte a diversos tipos de clientes independentemente da arquitetura de computador utilizada. A flexibilidade em relação aos tipos de dados a serem enviados ou recebidos também permite fornecer suporte aos vários formatos de recursos (texto, som, imagem, e outros). 14

15 Transações HTTP Uma transação consiste em: estabelecimento da conexão; requisição (pelo cliente); resposta (pelo servidor); fechamento da conexão. Estrutura das transações HTTP Estrutura do protocolo HTTP Como a maioria dos protocolos de rede, o HTTP utiliza o modelo cliente-servidor: um cliente HTTP abre uma conexão e envia mensagens de requisição para um servidor HTTP; o servidor retorna uma mensagem de resposta, geralmente contendo o recurso que fora requisitado. Após entregar o resultado, o servidor fecha a conexão (o que faz o HTTP ser um protocolo stateless, ou seja, não retém qualquer informação da conexão entre as transações). O formato das mensagens de requisição e resposta são semelhantes; os dois tipos de mensagens consistem em: uma linha inicial; linhas de cabeçalho (podem não existir); uma linha em branco obrigatória (CRLF); e um corpo de mensagem opcional (ou seja, um arquivo, dados de uma consulta ou uma saída de um script). Formato de uma mensagem HTTP: <linha inicial, diferente para a requisição e a resposta> Cabeçalho1: valor1 Cabeçalho2: valor2 Cabeçalho3: valor3 [Linha em branco obrigatória - CRLF] <corpo de mensagem opcional, como o conteúdo de arquivo ou resultado de um script ou consulta, podendo conter diversas linhas> A linha inicial e os cabeçalhos devem terminar com CRLF, embora possa manipular os fins de linha apenas com LF. (CR e LF são equivalentes aos valores ASCII 13 e 10). 15

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar Primeiro Técnico Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Prof. Cesar 1 TCP - Transmission Control Protocol Esse protocolo tem como principal objetivo realizar a comunicação entre aplicações de dois

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Programação para a Web - I. José Humberto da Silva Soares

Programação para a Web - I. José Humberto da Silva Soares Programação para a Web - I José Humberto da Silva Soares Fundamentos de Internet Rede Mundial de Computadores; Fornece serviços, arquivos e informações; Os computadores que têm os recursos são chamados

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO. Série Ponto

UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO. Série Ponto UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO Série Ponto POR QUE NOVO CONCEITO? O que é um WEBPLC? Um CP na WEB Por que usar INTERNET? Controle do processo de qualquer lugar WEBGATE = conexão INTERNET/ALNETII WEBPLC

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Basedos na Web Capítulo 12 Agenda Arquitetura Processos Comunicação Nomeação Sincronização Consistência e Replicação Introdução

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Aula 1 Cleverton Hentz

Aula 1 Cleverton Hentz Aula 1 Cleverton Hentz Sumário da Aula Introdução História da Internet Protocolos Hypertext Transfer Protocol 2 A Internet é um conjunto de redes de alcance mundial: Comunicação é transparente para o usuário;

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

HTML Página 1. Índice

HTML Página 1. Índice PARTE - 1 HTML Página 1 Índice HTML A HISTÓRIA... 2 O COMEÇO E A INTEROPERABILIADE... 3 Primeira Página... 4 Entendendo seu código... 5 Abrindo o código fonte da sua página... 6 Comentários na página...

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 FTP... 3 FTP e HTTP... 4 Exercícios... 6 2 Aula 1 FTP FTP significa File Transfer Protocol, traduzindo Protocolo

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico DWEB Design para Web Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico Fundamentos Web I E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

Rede de Computadores (REC)

Rede de Computadores (REC) Rede de Computadores (REC) Aula 04 Camada de Aplicação Prof. Jackson Mallmann dcc2jm@joinville.udesc.br Exemplos de requisição via telnet. iniciar / executar / cmd (Windows) telnet endereço telnet 192.168.1.3

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Um analista de sistemas deseja enviar para seu cliente um arquivo de 300 Mb referente a uma atualização do software. Para transferir esse

Leia mais

Internet - A rede Mundial

Internet - A rede Mundial Internet - A rede Mundial Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br O que é? Qual a sua história? Como funciona? Como está organizada? Quais os serviços? Como acessar? Quais os cuidados? Qual

Leia mais

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Surgimento da internet Expansão x Popularização da internet A World Wide Web e a Internet Funcionamento e personagens da

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

Programação WEB Introdução

Programação WEB Introdução Programação WEB Introdução Rafael Vieira Coelho IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Farroupilha rafael.coelho@farroupilha.ifrs.edu.br Roteiro 1) Conceitos

Leia mais

milenaresende@fimes.edu.br

milenaresende@fimes.edu.br Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior Sistemas de Informação A Internet, Intranets e Extranets milenaresende@fimes.edu.br Uso e funcionamento da Internet Os dados da pesquisa de TIC reforçam

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Linux - Servidor de Redes

Linux - Servidor de Redes Linux - Servidor de Redes Servidor Web Apache Prof. Roberto Amaral WWW Breve histórico Início 1989 CERN (Centro Europeu de Pesquisas Nucleares) precisava de um meio de viabilizar o trabalho cooperativo

Leia mais

ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP

ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP CURITIBA 2006 ALCY JOSÉ VIEIRA NETO ALEXANDRE SOHN CINTIA CAVICHIOLO PROTOCOLO HTTP Trabalho apresentado para a disciplina de REDES,

Leia mais

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Objetivos da Disciplina Conhecer os limites de atuação profissional em Web

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1 Este é o seu teste de avaliação de frequência. Leia as perguntas com atenção antes de responder. Escreva as suas respostas nesta folha de teste, marcando um círculo em volta da opção ou opções que considere

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Arquitetura de Redes de Computadores. Bruno Silvério Costa

Arquitetura de Redes de Computadores. Bruno Silvério Costa Arquitetura de Redes de Computadores Bruno Silvério Costa Projeto que descreve a estrutura de uma rede de computadores, apresentando as suas camadas funcionais, as interfaces e os protocolos usados para

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Ferramentas para Desenvolvimento Web

Ferramentas para Desenvolvimento Web Ferramentas para Desenvolvimento Web Profa. Dra. Joyce Martins Mendes Battaglia Mini Currículo Bel. em Ciência da Computação - Unib Mestre e doutora em Eng. Elétrica USP Professora /Coordenadora Pesquisadora

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br IntroduçãoàTecnologiaWeb TiposdeSites ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br TiposdeSites Índice 1 Sites... 2 2 Tipos de Sites... 2 a) Site

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação Universidade do Sul de Santa Catarina Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação 1 Camada de Transporte Os serviços de transporte incluem os seguintes serviços básicos: Segmentação de dados de aplicações

Leia mais

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Introdução à Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada

Leia mais

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição?

4. Qual seria o impacto da escolha de uma chave que possua letras repetidas em uma cifra de transposição? Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor remoto esteja associado. 2. Estabelecer

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet. Compreender os conceitos básicos de protocolo. Conhecer mais a respeito

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS

SISTEMAS DISTRIBUIDOS 1 2 Caracterização de Sistemas Distribuídos: Os sistemas distribuídos estão em toda parte. A Internet permite que usuários de todo o mundo acessem seus serviços onde quer que possam estar. Cada organização

Leia mais

Desenvolvimento Web Protocolos da Internet

Desenvolvimento Web Protocolos da Internet Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Campus Currais Novos Desenvolvimento Web Protocolos da Internet Professor: Bruno E. G. Gomes Currais Novos, 2013 Introdução Histórico da Internet Cliente

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho.

3. Explique o motivo pelo qual os protocolos UDP e TCP acrescentam a informação das portas (TSAP) de origem e de destino em seu cabeçalho. Entregue três questões de cada prova. Prova de 2011-02 1. Descreva duas maneiras de estabelecer uma conexão entre processos na camada de transporte sem o conhecimento da porta (TSAP) ao qual o servidor

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3

DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3 DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3 Eduardo Laguna Rubai, Tiago Piperno Bonetti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR- Brasil eduardorubay@gmail.com, bonetti@unipar.br Resumo.

Leia mais

Programação e Designer para WEB

Programação e Designer para WEB Programação e Designer para WEB Introdução Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Ementa Introdução a hipertexto. A linguagem HTML.

Leia mais

Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4

Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4 Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4 Aula passada Threads Threads em SDs Processos Clientes Processos Servidores Aula de hoje Clusters de Servidores Migração de Código Comunicação (Cap. 4) Fundamentos

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

1.1 Porque um nível de aplicação proxy?

1.1 Porque um nível de aplicação proxy? 1.0 Introdução Os proxies são principalmente usados para permitir acesso à Web através de um firewall (fig. 1). Um proxy é um servidor HTTP especial que tipicamente roda em uma máquina firewall. O proxy

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

Redes de Computadores e a Internet

Redes de Computadores e a Internet Redes de Computadores e a Internet Magnos Martinello Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Departamento de Informática - DI Laboratório de Pesquisas em Redes Multimidia - LPRM 2010 Camada de Aplicação

Leia mais

O protocolo HTTP. O que é o protocolo HTTP?

O protocolo HTTP. O que é o protocolo HTTP? O protocolo HTTP Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP. Quais são as partes de um a resposta HTTP. IIS - HTTP 1 O que é o protocolo HTTP? Hyper

Leia mais

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 INTERNET Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Internet Origem: Guerra Fria DARPA (Departamento de Defesa de Pesquisas Avançadas)

Leia mais

APLICAÇÃO REDE APLICAÇÃO APRESENTAÇÃO SESSÃO TRANSPORTE REDE LINK DE DADOS FÍSICA 1/5 PROTOCOLOS DE REDE

APLICAÇÃO REDE APLICAÇÃO APRESENTAÇÃO SESSÃO TRANSPORTE REDE LINK DE DADOS FÍSICA 1/5 PROTOCOLOS DE REDE 1/5 PROTOCOLOS DE O Modelo OSI O OSI é um modelo usado para entender como os protocolos de rede funcionam. Para facilitar a interconexão de sistemas de computadores, a ISO (International Standards Organization)

Leia mais

Considerações no Projeto de Sistemas Cliente/Servidor

Considerações no Projeto de Sistemas Cliente/Servidor Cliente/Servidor Desenvolvimento de Sistemas Graça Bressan Graça Bressan/LARC 2000 1 Desenvolvimento de Sistemas Cliente/Servidor As metodologias clássicas, tradicional ou orientada a objeto, são aplicáveis

Leia mais

1.264 Lição 11. Fundamentos da Web

1.264 Lição 11. Fundamentos da Web 1.264 Lição 11 Fundamentos da Web Navegadores e servidores da Web A Internet é apenas um conjunto de redes interconectadas livremente. Um conjunto de redes de área local conectado via redes de área ampla

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Como Configurar Catálogos de Correio Eletrônico com o MDaemon 6.0

Como Configurar Catálogos de Correio Eletrônico com o MDaemon 6.0 Como Configurar Catálogos de Correio Eletrônico com o MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos Arquiteturas de Rede 1 Sumário Introdução; Modelo de Referência OSI; Modelo de Referência TCP/IP; Bibliografia. 2/30 Introdução Já percebemos que as Redes de Computadores são bastante complexas. Elas possuem

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

WWW - World Wide Web

WWW - World Wide Web WWW World Wide Web WWW Cap. 9.1 WWW - World Wide Web Idéia básica do WWW: Estratégia de acesso a uma teia (WEB) de documentos referenciados (linked) em computadores na Internet (ou Rede TCP/IP privada)

Leia mais

Desenvolvendo para WEB

Desenvolvendo para WEB Nível - Básico Desenvolvendo para WEB Por: Evandro Silva Neste nosso primeiro artigo vamos revisar alguns conceitos que envolvem a programação de aplicativos WEB. A ideia aqui é explicarmos a arquitetura

Leia mais

Programando em PHP. Conceitos Básicos

Programando em PHP. Conceitos Básicos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Conceitos Básicos Todo o escopo deste estudo estará voltado para a criação de sites com o uso dos diversos recursos de programação web

Leia mais

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; )

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) 11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) Algumas Regras Gerais de Uso do Computador I. Sempre feche todas as aplicações abertas

Leia mais

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores)

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) A cada computador integrado na rede é atribuído um número IP que o identifica

Leia mais

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 5-1. A CAMADA DE TRANSPORTE Parte 1 Responsável pela movimentação de dados, de forma eficiente e confiável, entre processos em execução nos equipamentos conectados a uma rede de computadores, independentemente

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE INTRODUÇÃO (KUROSE) A Camada de Rede é uma peça central da arquitetura de rede em camadas A sua função é a de fornecer serviços de comunicação diretamente aos processos

Leia mais

O protocolo HTTP. Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP.

O protocolo HTTP. Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP. HTTP O protocolo HTTP Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP. Quais são as partes de um a resposta HTTP. O que é o protocolo HTTP? Hyper Text Transfer

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Revisão da Aula 1. Redes LAN e WAN. Aprofundamento nos Serviços de

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP Prof. MSc. Hugo Souza É uma pilha de protocolos de comunicação formulada em passos sequenciais de acordo com os serviços subsequentes das camadas pela

Leia mais

BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS

BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS 21/11/2013 PET Sistemas de Informação Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia 1 BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS Leonardo Pimentel Ferreira Higor Ernandes Ramos Silva 21/11/2013

Leia mais

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia.zip novembro 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia.zip novembro 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web RNP REDE NACIONAL DE PESQUISA Centro Regional de Brasília CR/DF ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia.zip novembro 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web Parte V - Hypertext

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos MÓDULO 7 Modelo OSI A maioria das redes são organizadas como pilhas ou níveis de camadas, umas sobre as outras, sendo feito com o intuito de reduzir a complexidade do projeto da rede. O objetivo de cada

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Internet Visão Geral. O que é a Internet? Ong Ação Cidadã

Internet Visão Geral. O que é a Internet? Ong Ação Cidadã Internet Visão Geral Ong Ação Cidadã O que é a Internet? INTERNET é o conjunto de computadores conectados em escala mundial, utilizando o protocolo TCP/IP para comunicar entre si. Nasceu em 1969 com a

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE PÁGINAS WEB I. Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br

CONSTRUÇÃO DE PÁGINAS WEB I. Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br CONSTRUÇÃO DE PÁGINAS WEB I Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br INTERNET Tópicos desta aula Internet sob a perspectiva do desenvolvedor web Funcionamento geral Protocolos e portas

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

Aplicativos para Internet Aula 01

Aplicativos para Internet Aula 01 Aplicativos para Internet Aula 01 Arquitetura cliente/servidor Introdução ao HTML, CSS e JavaScript Prof. Erika Miranda Universidade de Mogi das Cruzes Uso da Internet http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/paginas/world-wide-web-ou-www-completa-22-anos-nesta-terca-feira.aspx

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback

SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP. Professor Leonardo Larback SMTP, POP, IMAP, DHCP e SNMP Professor Leonardo Larback Protocolo SMTP O SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) é utilizado no sistema de correio eletrônico da Internet. Utiliza o protocolo TCP na camada

Leia mais

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Prnet/2013 Linguagem de Programação Web» Programas navegadores» Tipos de URL» Protocolos: HTTP, TCP/IP» Hipertextos (páginas WEB)» HTML, XHTML»

Leia mais