FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA DOCENTES UNIVERSITÁRIOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA DOCENTES UNIVERSITÁRIOS"

Transcrição

1 1 FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA DOCENTES UNIVERSITÁRIOS Daniela da Costa Britto Pereira Lima Universidade Estadual de Goiás e Universidade Federal de Goiás Juliana Guimarães Faria Universidade Federal de Goiás Saber VII A ética do gênero humano, Item 4 Resumo: Esta pesquisa teve como finalidade analisar o desenvolvimento de um curso de formação continuada de professores, através de um ambiente virtual de aprendizagem como espaço de convivência e transformação, e as suas repercussões no discurso desse professor participante sobre autonomia e relações professor-aluno-sociedade-espécie. A abordagem da pesquisa foi qualitativa, do tipo estudo de caso. Os dados foram coletados através de questionários, análise documental e grupo focal. Teve como objetivo verificar a concepção de autonomia e ética no discurso dos participantes. Acredita-se que o presente estudo possa ser de grande relevância para educadores que buscam a autonomia e queiram formar para a autonomia. Palavras-Chave: ambiente de aprendizagem; convivência; autonomia. Na era da informação e do conhecimento, mais do que nunca, a necessidade de se ampliar o trabalho educacional, atingindo cada vez mais pessoas, é uma necessidade. A Educação a Distância (EAD) é hoje uma realidade mundial que pode ser estendida a todos, jovens e adultos, independentemente do nível de escolaridade no qual se encontra e que se deseja alcançar. Vive-se um período marcado por mudanças radicais, por rupturas de paradigmas e valores. Mas, não se trata de fins, mas de possibilidades de abertura de espaços para a construção, imediata, de um novo tipo de homem e de sociedade para o terceiro milênio. Por suas características intrínsecas, a EAD se destaca na formação deste novo tipo de homem, através de um ambiente virtual de aprendizagem e das relações de convivência e transformação que ali são estabelecidas. Um dos traços fortes, distintivos e centrais dessa modalidade é a possibilidade de desenvolvimento da capacidade de se organizar para melhor viabilizar ao aprendiz a construção de sua autoformação, de sua autonomia no processo de aprendizagem, da percepção da avaliação nesse processo. Autonomia, autoformação, auto-aprendizagem, aprendizagem aberta, aprender a aprender, auto-regulação, autopoiéses etc. são terminologias diferentes que remetem a concepções e práticas diferenciadas, mas que têm em comum recolocar o aprendiz,

2 2 dentro da educação, como sujeito, autor e condutor de seu processo de formação, apropriação, reelaboração e construção do conhecimento (PRETI, 2000). Cabe ao ser humano desenvolver, ao mesmo tempo, a ética e a autonomia pessoal (as nossas responsabilidades pessoais), além de desenvolver a participação social (as responsabilidades sociais), ou seja, a nossa participação no gênero humano, pois compartilhamos um destino comum (MORIN, 2000). Tendo em vista a importância da autonomia e da ética no processo ensinoaprendizagem e na construção de uma educação do futuro, tentando demonstrar uma unidade complexa da natureza humana de forma integrada num curso que não desintegra saberes, esta pesquisa teve dois tipos de objetivo: um focado na pesquisa como um todo e outro de intenção das pesquisadoras ao propor uma pesquisa de formação docente. O objetivo da pesquisa foi verificar a concepção de autonomia e ética (através da construção de concepção sobre as relações que podem ser estabelecidas entre docentes-alunos-sociedade-espécie) presente no discurso dos professores-alunos de uma das turmas do curso de extensão a distância Formação Pedagógica na Educação Superior. O outro objetivo de intenção das pesquisadoras foi de propor um curso de formação e avaliar a sua repercussão sobre os professores cursistas para que ele pudesse contribuir não somente para a tomada de consciência de nossa Terra-Pátria, mas também permitir que esta consciência se traduza em vontade de realizar a cidadania terrena (MORIN, 2000, p. 18) enquanto professores, educadores e formadores de novos profissionais e indivíduos participantes da grande comunidade planetária (a própria Humanidade). A Metodologia e o curso de formação A pesquisa realizada teve uma abordagem qualitativa de coleta e análise de dados, do tipo estudo de caso. A pesquisa teve como instrumentos de coleta de dados: questionários, análise documental (dos conteúdos dos chats, fóruns e atividades desenvolvidas no ambiente virtual), além da utilização da técnica do grupo focal. O curso Formação Pedagógica na Educação Superior teve como objetivo refletir sobre a prática docente no ensino superior, nos elementos e processos que a constituem, numa concepção de que o desenvolvimento conjunto das autonomias individuais, das participações comunitárias e do sentimento de pertencer à espécie

3 3 humana emerge a consciência. Trata-se de um curso de extensão para um público constituído de professores, acadêmicos e comunidade interessada. Como ferramentas didático-pedagógicas do curso, foi utilizado o ambiente de aprendizagem Moodle. O curso em questão foi desenvolvido em cinco módulos, a distância, tendo como obrigatoriedade a participação em dois encontros presenciais. Para a oferta do curso foi elaborado e escrito um livro, tendo como princípios: trabalhar para a humanização da humanidade; respeitar no outro, ao mesmo tempo, a diferença e a identidade quanto a si mesmo; desenvolver a ética da solidariedade; desenvolver a ética da compreensão e ensinar a ética do gênero humano (MORIN, 2000). As temáticas estudadas foram: construção de conhecimento, mediação pedagógica, métodos e técnicas de ensino e avaliação. Todo o curso foi pensado de forma que pudesse vir a desenvolver nos professores-alunos a autonomia, tão necessária aos processos educativos que acontecem por meio da EAD. A concepção de autonomia e a transformação de pensamento sobre as relações apresentada no discurso dos professores-alunos pesquisados Para analisar a concepção de autonomia e a transformação sobre o pensamento das relações estabelecidas entre os indivíduos no processo educativo e com a sociedade e espécie apresentada no discurso dos professores-alunos pesquisados, foram aplicados 2 (dois) questionários. Um no início e outro no final. No primeiro questionário, denominado A, aplicado no encontro presencial de abertura do curso, os professoresalunos expressaram o que concebiam sobre autonomia. Neste questionário os participantes não se identificaram e, por isso as respostas foram enumeradas. Dos 21(vinte e um) questionários respondidos, 15 (quinze) apresentaram respostas baseadas na relação autonomia/liberdade, de maneira artificial, como se pode perceber em alguns dos textos dos professores-alunos abaixo: 1: Autonomia é sinônimo de responsabilidade, você tem a liberdade de como transmitir, de como se fazer entender, mas sempre observando preceitos racionais no âmbito de suas competências. 2: Liberdade para executar mudanças de acordo com cada realidade. No processo ensino-aprendizagem, a autonomia ainda é mito, pois, ainda somos obrigados a seguir a hierarquia. A liberdade, para ser vista na perspectiva da autonomia, precisa de uma dimensão moral, visto que, essa moral é a conformidade da ação com a lei. Liberdade é

4 4 agir moralmente, é agir de acordo com o que realmente somos, agentes morais/racionais. Segundo Kant (1996), a lei da moralidade, em outras palavras, não é imposta de fora. É ditada pela própria natureza da razão no indivíduo. Ser um agente racional é agir por razões, é ser livre. Talvez, por isso ou, por não ter nítido o conceito de liberdade na perspectiva da autonomia, que um dos professores-alunos deu como resposta a frase: Não vejo com bons olhos conceder autonomia/liberdade para o docente e, muito menos para o discente. Nota-se que, ainda lhe faltam subsídios teóricos suficientes para que consiga considerar a autonomia um fator determinante no processo de construção do conhecimento e na relação que se deve estabelecer entre os indivíduos e esses com a própria espécie humana. Precisa haver uma revisão de conceitos e uma conscientização sobre os buracos negros para que se estabeleça uma educação da compreensão, como coloca Morin (2000, p. 112): A sala de aula deve ser um local de aprendizagem do debate argumentado, das regras necessárias à discussão, da tomada de consciência das necessidades e dos procedimentos de compreensão do pensamento do outro, da escuta e do respeito às vozes minoritárias e marginalizadas. Por isso, a aprendizagem da compreensão deve desempenhar um papel capital no aprendizado democrático. Analisando o questionário B, aplicado sem consulta bibliográfica, observa-se que poucos avançaram no entendimento sobre autonomia. Todos os professores afirmaram ter desenvolvido a autonomia por meio do curso, mas, apenas 3 (três) professores-alunos demonstraram ter avançado no entendimento sobre autonomia: 3: Descobrir novas/outras formas de aprender; selecionar e adaptar conhecimentos necessários; adequar tempo/espaço de aprendizagens; aprender com o outro, mas também sozinho. 4: Agora, ampliei um pouco minhas concepções. A autonomia não se restringe somente à possibilidade de fazer minhas escolhas, mas procurar aprender mais, como aprender mais, conhecer mais, para que possa escolher os melhores caminhos. 5: É a capacidade de se auto-organizar e buscar as melhores e mais eficazes formas de interação com a pessoa do outro e com o objeto de estudo. Conseguimos ver no texto dos participantes um avanço com relação a importância de se considerar o outro, como um co-produtor um do outro (MORIN, 2000, p. 105), mas não conseguem avançar considerando a tríade proposta por Morin (2000): indivíduo/sociedade/espécie. Considerações Finais

5 5 O grupo de professores-alunos pesquisados caracteriza-se, de uma maneira geral, por professores da educação superior, sendo em sua maioria atuantes na UEG. Em relação à concepção de autonomia presente no discurso dos professores-alunos foi possível obter a seguinte análise: verificou-se que possuem certo entendimento sobre autonomia no processo ensino-aprendizagem, porém, seus conceitos são elaborados de maneira superficial, não atribuem tamanha e verdadeira importância a autonomia enquanto professores da educação superior, que precisam formar profissionais autônomos. O conceito sobre autonomia integra a base de saberes necessários à prática educativa coerente com os padrões éticos que regem a sociedade. Mas, para agir autonomamente e formar para a autonomia é preciso, antes, entender o que é autonomia e sua devida importância no processo ensino-aprendizagem, para que tudo se torne integrado para permitir uma mudança de pensamento, para que se transforme a concepção fragmentada e dividida do mundo, que impede a visão total da realidade, superando o estado de caos e começar, talvez, a civilizar a Terra (MORIN, 2000). Ter clareza dos elementos responsáveis pelo desenvolvimento da autonomia é imprescindível à prática do educador que queira que seu aluno haja metodicamente, criticamente, estrategicamente, moralmente, socialmente, espontaneamente, teoricamente, enfim, autonomamente, com disciplina e possam juntos na completude da humanidade, com consciência e cidadania planetária, desenvolver autonomias individuais, participações comunitárias e o sentimento de pertencer à espécie humana. Nesse sentido, acredita-se que esta pesquisa venha ao encontro da realidade de docentes que se mostraram de certo modo inconscientes da importância e relevância da autonomia na sociedade planetária atual. REFERÊNCIAS FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa São Paulo: Paz e Terra, KANT, Immanuel. Sobre a pedagogia. Tradução de Francisco Cock Fontanella. Piracicaba: Editora Unimep, MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2. Ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000.

6 6 PRETI, Oreste (org.). Educação a Distância: construindo significados. Cuiabá: NEAD/IE UFMT; Brasília: Plano, 2000.

7 7 Esquema do Pôster: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA DOCENTES UNIVERSITÁRIOS Daniela da Costa Britto Pereira Lima Universidade Estadual de Goiás e Universidade Federal de Goiás Juliana Guimarães Faria Universidade Federal de Goiás A Pesquisa: - Abordagem Qualitativa de coleta de dados - Tipo: Estudo de Caso - Instrumentos: questionários, análise documental (dos conteúdos dos chats, fóruns e atividades desenvolvidas no ambiente virtual), além da utilização da técnica do grupo focal. - Objetivo: analisar o desenvolvimento de um curso de formação continuada de professores, através de um ambiente virtual de aprendizagem como espaço de convivência e transformação, e as suas repercussões no discurso desse professor participante sobre autonomia e relações professor- aluno- sociedade- espécie. O objeto de estudo: - A concepção de autonomia e as transformações ocorridas pelos professorescursistas participantes de um curso de formação pedagógica para o ensino superior, a distância, utilizando o ambiente de aprendizagem Moodle, numa concepção de que o desenvolvimento conjunto das autonomias individuais, das participações comunitárias e do sentimento de pertencer à espécie humana emerge a consciência.

8 8 Convivência no Ambiente Virtual de Aprendizagem Concepção de Autonomia Transformação nas concepções Começam a considerar o outro, mas não percebem a importância da tríade proposta por Morin - O ambiente de aprendizagem: O curso:

9 9 - O curso em questão teve o desenvolvimento de cinco módulos, realizado a distância, com a duração de dois meses e meio tendo como obrigatoriedade a participação nos dois encontros presenciais inicial e final. O grupo pesquisado: - A turma é composta por 27 professores-alunos da universidade, entre estes, 21 cursistas são mulheres e 6 são homens. - Finalizamos a formação com 41%de concluintes e 59% aptos a participarem do último encontro presencial. Concepção de autonomia e transformação pela convivência: - Nota-se que, ainda faltam subsídios teóricos suficientes para que professores cursistas e participantes do curso consigam considerar a autonomia um fator determinante no processo de construção do conhecimento e na relação que se deve

10 10 estabelecer entre os indivíduos e esses com a própria espécie humana. Precisa haver uma revisão de conceitos e uma conscientização sobre os buracos negros para que se estabeleça uma educação da compreensão, como coloca Morin (2000). - Conseguimos ver no texto dos participantes um avanço com relação a importância de se considerar o outro, como um co-produtor um do outro (MORIN, 2000, p. 105), mas não conseguem avançar considerando a tríade proposta por Morin (2000): indivíduo/sociedade/espécie. Considerações finais: Em relação à concepção de autonomia presente no discurso dos professoresalunos foi possível obter a seguinte análise: verificou-se que possuem certo entendimento sobre autonomia no processo ensino-aprendizagem, porém, seus conceitos são elaborados de maneira superficial, não atribuem tamanha e verdadeira importância a autonomia enquanto professores da educação superior, que precisam formar profissionais autônomos. Acredita-se que esta pesquisa venha ao encontro da realidade de docentes que se mostraram de certo modo inconscientes da importância e relevância da autonomia na sociedade planetária atual. REFERÊNCIAS FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa São Paulo: Paz e Terra, KANT, Immanuel. Sobre a pedagogia. Tradução de Francisco Cock Fontanella. Piracicaba: Editora Unimep, MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2. Ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, PRETI, Oreste (org.). Educação a Distância: construindo significados. Cuiabá: NEAD/IE UFMT; Brasília: Plano, 2000.

ESTUDO DE CASO: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA A DISTÂNCIA PARA DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

ESTUDO DE CASO: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA A DISTÂNCIA PARA DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS ESTUDO DE CASO: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA A DISTÂNCIA PARA DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Daniela C. B. P. Lima UEG e UFG - daniela@costalima.com.br Juliana G. Faria UFG julianagf@yahoo.com.br Andrea

Leia mais

EDUCAÇÃO, ESCOLA E TECNOLOGIAS: SIGNIFICADOS E CAMINHOS

EDUCAÇÃO, ESCOLA E TECNOLOGIAS: SIGNIFICADOS E CAMINHOS 1 EDUCAÇÃO, ESCOLA E TECNOLOGIAS: SIGNIFICADOS E CAMINHOS Daniela da Costa Britto Pereira Lima UEG e UFG Juliana Guimarães Faria UFG SABER VI Ensinar a compreensão 5. Educação para uma cidadania planetária

Leia mais

A ÉTICA APLICADA A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DE LEONARDO BOFF A EDGAR MORIN

A ÉTICA APLICADA A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DE LEONARDO BOFF A EDGAR MORIN 1 A ÉTICA APLICADA A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DE LEONARDO BOFF A EDGAR MORIN Heraldo Simões Ferreira 1 José Jackson Coelho Sampaio 2 Laryssa Sampaio Praciano 3 RESUMO Este artigo possui como objetivo trazer

Leia mais

Palavras chaves: Formação de professores. Prática inovadora. Planejamento docente.

Palavras chaves: Formação de professores. Prática inovadora. Planejamento docente. REPENSANDO O PLANEJAMENTO DIDÁTICO PARA UMA PRÁTICA INOVADORA EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DOCENTE. Cecilia Gaeta Universidade Federal de São Paulo UNIFESP (professora convidada) Martha Prata-Linhares Universidade

Leia mais

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL ANTECEDENTES Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o ensino fundamental, de maneira a assegurar formação básica comum

Leia mais

MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA Jaqueline Oliveira Silva Ribeiro SESI-SP josr2@bol.com.br Dimas Cássio Simão SESI-SP

Leia mais

Palavras chaves: Formação Continuada, religação dos saberes, aprendizagem, ética.

Palavras chaves: Formação Continuada, religação dos saberes, aprendizagem, ética. 1 EDUCAÇÃO, SAÚDE E CULTURA: RELIGANDO SABERES NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE DOCENTES E GESTORES MUNICIPAIS. Amélia Carmelita Gurgel dos Anjos Ana Claudia Gouveia Sousa Gleuba Regina L. Rodrigues Maria do

Leia mais

Os sete saberes necessários à educação do futuro

Os sete saberes necessários à educação do futuro FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA 0 MG Curso de Pedagogia Disciplina: Filosofia da Educação Os sete saberes necessários à educação do futuro Profa. Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br

Leia mais

O PEDAGOGO NA DOCÊNCIA E SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO- APRENDIZAGEM

O PEDAGOGO NA DOCÊNCIA E SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO- APRENDIZAGEM O PEDAGOGO NA DOCÊNCIA E SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO- APRENDIZAGEM Helena Harumi Maruyama G Pedagogia INESUL LONDRINA PR Orientadora Ms. Maria Eliza Corrêa Pacheco D Pedagogia INESUL LONDRINA PR PAINEL e-mail:

Leia mais

A abordagem da Matemática Financeira nas escolas: uma proposta didática para EJA

A abordagem da Matemática Financeira nas escolas: uma proposta didática para EJA A abordagem da Matemática Financeira nas escolas: uma proposta didática para EJA Vanessa de Albuquerque Laport (aluna) 1 GD2 Educação Matemática nos anos finais do Ensino Fundamental Esta pesquisa norteará

Leia mais

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O TRABALHO DO TUTOR COMO MEDIADOR DO CONHECIMENTO SOEK, Ana Maria (asoek@bol.com.br) Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Brasil HARACEMIV,

Leia mais

O PERCURSO FORMATIVO DOS DOCENTES QUE ATUAM NO 1º. CICLO DE FORMAÇÃO HUMANA

O PERCURSO FORMATIVO DOS DOCENTES QUE ATUAM NO 1º. CICLO DE FORMAÇÃO HUMANA O PERCURSO FORMATIVO DOS DOCENTES QUE ATUAM NO 1º. CICLO DE FORMAÇÃO HUMANA Profª. Ms. Marilce da Costa Campos Rodrigues - Grupo de estudos e pesquisas em Política e Formação Docente: ensino fundamental

Leia mais

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Data de início: 28 de março de 2012 Data de término: 6 de maio de 2012 CARGA HORÁRIA: 40 horas DESCRIÇÃO: O curso de Formação de Formadores em Educação

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

O PROCESSO INICIAL DE IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: O CASO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU (FURB)

O PROCESSO INICIAL DE IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: O CASO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU (FURB) O PROCESSO INICIAL DE IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: O CASO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU (FURB) 076-A3 05/2005 Sônia Regina de Andrade Universidade Regional de Blumenau,

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA

ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE FORMAÇÃO À DISTÂNCIA Mônica Mota Tassigny Professora doutora da Universidade de Fortaleza, UNIFOR, Brasil 1. INTRODUÇÃO Numa sociedade mundial, na qual

Leia mais

TUTOR EM EAD. Quem é? - Tutor/Educador. Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais.

TUTOR EM EAD. Quem é? - Tutor/Educador. Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais. TUTOR EM EAD Quem é? - Tutor/Educador - Competência em Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais. SURGIMENTO Com a implantação da EAD surgiu a necessidade de um educador/tutor

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSORES. Profa. M. Ana Paula Melim Profa. Milene Bartolomei Silva

CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSORES. Profa. M. Ana Paula Melim Profa. Milene Bartolomei Silva CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSORES Profa. M. Ana Paula Melim Profa. Milene Bartolomei Silva 1 Conteúdo: Concepções Pedagógicas Conceitos de Educação; Pedagogia; Abordagens Pedagógicas: psicomotora, construtivista,

Leia mais

Saberes da Docência Online

Saberes da Docência Online Saberes da Docência Online Edméa Santos Professora do PROPED-Faculdade de Educação da UERJ E-mail: mea2@uol.com.br Web-site: http://www.docenciaonline.pro.br/moodle http://www.proped..pro.br/moodle Fones

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTANCIA PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP 2007 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 Aprova a Reformulação do Regimento da Educação a Distância O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

Educação virtual em Freire:

Educação virtual em Freire: Educação virtual em Freire: autonomia na relação alunoprofessor Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida Bethalmeida@pucsp.br Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB

FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB Telma Cristina Gomes da Silva (PROLING/UFPB) telmapedist@hotmail.com Introdução A Cultura Digital impõe novos desafios pedagógicos

Leia mais

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Introdução A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional afirma que cabe aos estabelecimentos de ensino definir

Leia mais

A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE

A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE Bruna Cardoso Cruz 1 RESUMO: O presente trabalho procura conhecer o desempenho profissional dos professores da faculdade

Leia mais

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL ALVES, Ana Paula PUCPR SAHEB, Daniele PUCPR Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e Práticas Agência Financiadora: não contou com financiamento Resumo

Leia mais

TRABALHO DOCENTE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

TRABALHO DOCENTE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TRABALHO DOCENTE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA É o trabalho educativo desenvolvido pelo docente numa modalidade de ensino na qual os sujeitos envolvidos estabelecem uma relação pedagógica em que a comunicação

Leia mais

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP 1 ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP Claudete da Silva Ferreira - IFESP Márcia Maria Alves de Assis - IFESP RESUMO Esta apresentação se

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO BACHETI, Luciane Serrate Pacheco, FERNANDES, Márcia Alessandra de Souza, SILVA, Maria Izabel

Leia mais

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS.

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. 1 Marcos Antonio de Sousa Rodrigues Bolsista/ PIBID/ UESPI 2 Sara Juliana Lima Ferreira Bolsista/

Leia mais

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Iolene Mesquita Lobato Universidade Federal de Goiás Comunicação Formação e profissionalização docente O presente trabalho

Leia mais

A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA

A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA A FORMAÇÃO INCLUSIVA DE PROFESSORES NO CURSO DE LETRAS A DISTÂNCIA Autor - Juliana ALVES - IFTM 1 Coautor - Andriza ASSUNÇÃO IFTM 2 Coautor - Aparecida Maria VALLE IFTM 3 Coautor - Carla Alessandra NASCIMENTO

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 PORTAL DO FÓRUM GOIANO DE EJA: INTERAÇÃO SOCIAL E EDUCAÇÃO EM AMBIENTE VIRTUAL Danielly Cardoso da Silva Karla Murielly Lôpo Leite Maria Emília de Castro Rodrigues O presente texto tem por objetivo apresentar

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE: UMA REFLEXÃO SOBRE O USO DAS TIC NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE APRENDIZAGEM 1

FORMAÇÃO DOCENTE: UMA REFLEXÃO SOBRE O USO DAS TIC NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE APRENDIZAGEM 1 AYRES, Sandra Regina Braz; MILANESI, Irton; MILHOMEM, André Luiz Borges. Formação Docente: Uma reflexão sobre o uso das TIC no desenvolvimento de projetos de aprendizagem. SemiEdu2010 - ISSN:1518-4846

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA

EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA por Anelise Pereira Sihler é Pedagoga, Especialista em Gestão de Pessoas, Gestão Educacional, Educação a Distância, Educação colaborativa, Relações Humanas, mestre

Leia mais

O USO DA TECNOLOGIA DE SIMULAÇÃO NA PRÁTICA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR

O USO DA TECNOLOGIA DE SIMULAÇÃO NA PRÁTICA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR 1 O USO DA TECNOLOGIA DE SIMULAÇÃO NA PRÁTICA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR Renato Fares Khalil (Universidade Católica de Santos UNISANTOS) (Mestrado em Educação renato.khalil@unisantos.br) Orientadora: Profa.

Leia mais

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD 1 Curso Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD Unidade I Material Instrucional - Texto 1. Introdução Qualquer que seja

Leia mais

DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES Mercedes Bêtta Quintano de Carvalho Pereira dos Santos ( Centro Universitário São Camilo) GT 02 Formação de Professores As alunas

Leia mais

PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade. Democracia na escola Ana Maria Klein 1

PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade. Democracia na escola Ana Maria Klein 1 PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Democracia na escola Ana Maria Klein 1 A escola, instituição social destinada à educação das novas gerações, em seus compromissos

Leia mais

Reverência pela Vida: Atitude Transdisciplinar na Educação Ambiental

Reverência pela Vida: Atitude Transdisciplinar na Educação Ambiental Reverência pela Vida: Atitude Transdisciplinar na Educação Ambiental RESUMO Rosa Maria Viana (Universidade Salgado Oliveira/rosamviana@yahoo.com.br) Sandra de Fátima Oliveira (Universidade Federal de Goiá/sanfaoli@iesa.ufg.br)

Leia mais

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino O bom professor é o que consegue, enquanto fala trazer o aluno até a intimidade do movimento de seu pensamento. Paulo Freire INTRODUÇÃO A importância

Leia mais

Prática Docente em EAD

Prática Docente em EAD Prática Docente em EAD Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Prática Docente em EAD R E V I S Ã O... Antes da avaliação Programação da Disciplina 22/Agosto: Bases teóricas da prática docente em

Leia mais

A FORMAÇÃO DE PROFESSOR A DISTÂNCIA NA UFG: UM ESTUDO SOBRE O MATERIAL DIDÁTICO DA DISCIPLINA DE LIBRAS

A FORMAÇÃO DE PROFESSOR A DISTÂNCIA NA UFG: UM ESTUDO SOBRE O MATERIAL DIDÁTICO DA DISCIPLINA DE LIBRAS A FORMAÇÃO DE PROFESSOR A DISTÂNCIA NA UFG: UM ESTUDO SOBRE O MATERIAL DIDÁTICO DA DISCIPLINA DE LIBRAS Lira Matos MARTINS FL UFG Cleide Aparecida Carvalho RODRIGUES FE UFG Juliana Guimarães FARIA FL -

Leia mais

PORTFÓLIO: UMA ABORDAGEM DE REGISTRO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL

PORTFÓLIO: UMA ABORDAGEM DE REGISTRO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL PORTFÓLIO: UMA ABORDAGEM DE REGISTRO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL Maria de Lourdes Cirne Diniz Profa. Ms. UEPB E-mail: lourdinhacdiniz@oi.com.br Aldeci Luiz de Oliveira Profa. Dra. PMCG E-mail:

Leia mais

OS SABERES NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA. Cleber Luiz da Cunha 1, Tereza de Jesus Ferreira Scheide 2

OS SABERES NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA. Cleber Luiz da Cunha 1, Tereza de Jesus Ferreira Scheide 2 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 1029 OS SABERES NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA Cleber Luiz da Cunha 1, Tereza de Jesus Ferreira Scheide 2

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

Karine Xavier Freire 1 - SEEDF

Karine Xavier Freire 1 - SEEDF 1 SABER VII Ética do gênero humano Ambientes de aprendizagem como espaço de convivencia e transformação O CONHECIMENTO EM REDE: CONVIVER E INTERAGIR NO FÓRUM. Karine Xavier Freire 1 - SEEDF Lucicleide

Leia mais

OS SIGNIFICADOS DA DOCÊNCIA NA FORMAÇÃO EM ALTERNÂNCIA - A PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS DAS ESCOLAS FAMILIA AGRÍCOLA

OS SIGNIFICADOS DA DOCÊNCIA NA FORMAÇÃO EM ALTERNÂNCIA - A PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS DAS ESCOLAS FAMILIA AGRÍCOLA OS SIGNIFICADOS DA DOCÊNCIA NA FORMAÇÃO EM ALTERNÂNCIA - A PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS DAS ESCOLAS FAMILIA AGRÍCOLA SILVA, Lourdes Helena da - UFV GT: Educação Fundamental /n.13 Agência Financiadora:

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA NECESSÁRIA RELAÇÃO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. Dayane

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores VIVENCIANDO A PRÁTICA ESCOLAR DE MATEMÁTICA NA EJA Larissa De Jesus Cabral, Ana Paula Perovano

Leia mais

MUDANÇAS NO MUNDO DO TRABALHO, NOVOS PERFIS E PAPÉIS PROFISSIONAIS

MUDANÇAS NO MUNDO DO TRABALHO, NOVOS PERFIS E PAPÉIS PROFISSIONAIS MUDANÇAS NO MUNDO DO TRABALHO, NOVOS PERFIS E PAPÉIS PROFISSIONAIS DA CHAMINÉ AO CHIP GRANDES FATORES DE MUDANÇA A (R) EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO AS TECNOLOGIAS DE BASE CIENTÍFICA AS NOVAS TECNOLOGIAS ORGANIZACIONAIS

Leia mais

A PEDAGOGIA DA FRATERNIDADE ECOLÓGICA: ENSINAR A ÉTICA DO GÊNERO HUMANO

A PEDAGOGIA DA FRATERNIDADE ECOLÓGICA: ENSINAR A ÉTICA DO GÊNERO HUMANO 0 A PEDAGOGIA DA FRATERNIDADE ECOLÓGICA: ENSINAR A ÉTICA DO GÊNERO HUMANO (1)Prof. Dr. Samir Cristino de Souza (IFRN) (2) Prof a. Dr a. Maria da Conceição Xavier de Almeida (UFRN) RESUMO A Pedagogia da

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. A Universidade e a Comunidade de Mãos Dadas

Mostra de Projetos 2011. A Universidade e a Comunidade de Mãos Dadas Mostra de Projetos 2011 A Universidade e a Comunidade de Mãos Dadas Mostra Local de: Arapongas. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (campo

Leia mais

APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR: ÊNFASE PARA A ENGENHARIA CIVIL AIELLO GIUSEPPE ANTONIO NETO

APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR: ÊNFASE PARA A ENGENHARIA CIVIL AIELLO GIUSEPPE ANTONIO NETO APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR: ÊNFASE PARA A ENGENHARIA CIVIL AIELLO GIUSEPPE ANTONIO NETO INTRODUÇÃO Há décadas tenho notado o alto índice de reprovação na área de engenharia civil, sobretudo em algumas

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / À distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e Adultos

Leia mais

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO GUIA DO ALUNO EAD GUIA DO ALUNO EAD Guia do Aluno Seja bem-vindo(a) às disciplinas EAD! Agora que você já está matriculado na disciplina online, chegou o momento de ficar por dentro de informações muito

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EaD

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EaD FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EaD PROFª Mª MARIA DA GRAÇA GONÇALVES VINHOLI- GT-EAD E SENACmgvinholi@yahoo.com.br mariadagraca@ms.senac.br QUEM É O TUTOR? Mantendo a essência do termo e, transpondo

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Telma Aparecida de Souza Gracias Faculdade de Tecnologia Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP telmag@ft.unicamp.br

Leia mais

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA, Daniela C. F. Barbieri Programa de Pós-Graduação em Educação Núcleo: Formação de professores UNIMEP

Leia mais

em partilhar sentido. [Gutierrez e Prieto, 1994] A EAD pode envolver estudos presenciais, mas para atingir seus objetivos necessita

em partilhar sentido. [Gutierrez e Prieto, 1994] A EAD pode envolver estudos presenciais, mas para atingir seus objetivos necessita II. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES A assessoria pedagógica não consiste em transmitir certezas, mas em partilhar sentido. [Gutierrez e Prieto, 1994] A EAD pode envolver estudos presenciais, mas para atingir

Leia mais

O Projeto Pedagógico na Educação Infantil

O Projeto Pedagógico na Educação Infantil O Projeto Pedagógico na Educação Infantil Renata Lopes de Almeida Rodrigues (UERJ) A cada ano letivo a história se repete: a busca por um tema norteador do trabalho em sala de aula durante o ano o tema

Leia mais

1o. ENCONTRO PRESENCIAL CURSO DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EAD TURMA 2007

1o. ENCONTRO PRESENCIAL CURSO DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EAD TURMA 2007 1o. ENCONTRO PRESENCIAL CURSO DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EAD TURMA 2007 EAD Lugar no cenário educacional - Diferenças entre o presencial e o online - Possibilidades e desafios Outubro de 2007 Lynn Alves

Leia mais

Especialização em Educação de Jovens e Adultos para a Juventude - EaD

Especialização em Educação de Jovens e Adultos para a Juventude - EaD Instituto de Ciências Exatas e da Terra Departamento de Química Área de Ensino de Química Especialização em Educação de Jovens e Adultos para a Juventude - EaD Equipe Prof. Ms. Marcel Thiago Damasceno

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS Thyanna Silva dos Passos (Graduada/UFRB) Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar a formação de professores e sua atuação na sala

Leia mais

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO MIRANDA 1, Márcia Verônica Costa; SILVA 2, Gilmar Batista da 1 Professora Orientadora

Leia mais

Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba

Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba 1 Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba Sílvia Helena Santos Vasconcellos 1 Resumo O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos:

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos: Apresentação Este Manual de Orientações Gerais foi concebido com a intenção de fornecer todas as informações de que você precisa para cursar disciplinas na modalidade semi-presencial. Acompanhando as inovações

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e

Leia mais

1» A revolução educacional e a educação em valores 11

1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Sumário Introdução 9 1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Introdução 12 As causas da revolução educacional 12 O triplo desafio pedagógico 14 Da transmissão à educação 15 O que pretende

Leia mais

ABRINDO ESPAÇOS PARA A FORMAÇÃO DE EDUCADORES AMBIENTAIS NUMA ABORDAGEM TRANSDISCIPLINAR

ABRINDO ESPAÇOS PARA A FORMAÇÃO DE EDUCADORES AMBIENTAIS NUMA ABORDAGEM TRANSDISCIPLINAR ABRINDO ESPAÇOS PARA A FORMAÇÃO DE EDUCADORES AMBIENTAIS NUMA ABORDAGEM TRANSDISCIPLINAR Autora: Lívia Costa de ANDRADE- liviacandrade@uol.com.br Orientadora: Sandra de Fátima OLIVEIRA sanfaoli@gmail.com.br

Leia mais

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO Instituto Federal Farroupilha Câmpus Santa Rosa ledomanski@gmail.com Introdução Ler no contexto mundial globalizado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO O ENSINO DA SOCIOLOGIA PARA PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO Contribuindo para a formação continuada dos professores de Sociologia do ensino médio do Rio Grande do Sul. OBJETIVOS GERAIS

Leia mais

4. CURSO DE EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E CIDADANIA. 4.1. Apresentação

4. CURSO DE EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E CIDADANIA. 4.1. Apresentação 4. CURSO DE EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E CIDADANIA 4.1. Apresentação O Curso de Educação na Diversidade e Cidadania é um curso de formação continuada de professores de educação básica, com carga horária de

Leia mais

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL Danilo Coutinho da Silva Bacharel e Licenciado em Geografia - UFPB danilogeog@hotmail.com INTRODUÇÃO A Educação Ambiental (EA) deve

Leia mais

A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SOB A ÓTICA CONSTRUTIVISTA: UMA ANÁLISE DO CURSO DE TURISMO DA CATÓLICA VIRTUAL. Brasília DF, 05/2014

A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SOB A ÓTICA CONSTRUTIVISTA: UMA ANÁLISE DO CURSO DE TURISMO DA CATÓLICA VIRTUAL. Brasília DF, 05/2014 1 A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SOB A ÓTICA CONSTRUTIVISTA: UMA ANÁLISE DO CURSO DE TURISMO DA CATÓLICA VIRTUAL Brasília DF, 05/2014 Camila Aparecida de Carvalho Universidade Católica de

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano

Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano SANTANA, Ludmylla Siqueira 1 RIBEIRO, José Pedro Machado 2 SOUZA, Roberto Barcelos 2

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 Autora: Maria Thaís de Oliveira Batista Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Email: taholiveira.thais@gmail.com

Leia mais

O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL NA MODALIDADE A DISTÂNCIA NO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA DA UFRPE

O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL NA MODALIDADE A DISTÂNCIA NO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA DA UFRPE 1 O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL NA MODALIDADE A DISTÂNCIA NO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA DA UFRPE Recife, maio/2010 Ana Paula Teixeira Bruno Silva Universidade Federal

Leia mais

SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EM REDE. Resumo

SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EM REDE. Resumo SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EM REDE Cleide Aparecida Carvalho Rodrigues 1 Resumo A proposta para a realização do SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EM REDE surgiu durante uma das atividades do Grupo de Estudos de Novas Tecnologias

Leia mais

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente Leandro Pedro de Oliveira¹ INTRODUÇÃO A introdução à carreira docente tem sido objeto de

Leia mais

ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS NA EaD: UM ESTUDO SOBRE A AÇÃO DOCENTE DOS PROFESSORES TUTORES DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA

ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS NA EaD: UM ESTUDO SOBRE A AÇÃO DOCENTE DOS PROFESSORES TUTORES DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA 1 ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS NA EaD: UM ESTUDO SOBRE A AÇÃO DOCENTE DOS PROFESSORES TUTORES DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA Fortaleza CE Abril 2012 Categoria: Conteúdos e Habilidades Setor Educacional: Educação

Leia mais

EDUCAR PARA A RESOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROPOSTA DO PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS E À VIOLÊNCIA.

EDUCAR PARA A RESOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROPOSTA DO PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS E À VIOLÊNCIA. EDUCAR PARA A RESOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROPOSTA DO PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS E À VIOLÊNCIA. Luciano Blasius 1 lucianoblasius@yahoo.com.br Araci Asinelli-Luz 2 asinelli@ufpr.br

Leia mais

A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis)

A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis) A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis) Moema Gomes Moraes Universidade Estadual de Goiás (UEG)/ CEPAE-UFG

Leia mais

POTENCIALIZANDO TALENTOS HUMANOS

POTENCIALIZANDO TALENTOS HUMANOS POTENCIALIZANDO TALENTOS HUMANOS Silvana Fernandes Rodrigues Maria Elenise de Sousa Mesquita Tânia Maria de Sousa França Ofinartes Centro de vivência, ensino e pesquisa educativa RESUMO O projeto educacional

Leia mais

A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD

A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD Neusa Teresinha Bohnen (UNITINS) 1. Considerações iniciais Aprender uma Língua Estrangeira (LE) assume um caráter mais importante em tempos

Leia mais

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF 1 SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF Fortaleza CE Junho/2009 Karla Angélica Silva do Nascimento - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza karla@fgf.edu.br

Leia mais

O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1. Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11

O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1. Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11 O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1 Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11 Ana Luiza Araujo COSTA anaepietro26@gmail.com Maria Simone

Leia mais

GESTAR II: UM MARCO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MATO GROSSO

GESTAR II: UM MARCO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MATO GROSSO Resumo GESTAR II: UM MARCO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MATO GROSSO TEIXEIRA, Graciete Maria SEDUC/MT graciete.teixeira@seduc.mt.gov.br PEREIRA, Lúcia Ida Oliveira Fortes SEDUC/MT lucia.pereira@seduc.mt.gov.br

Leia mais

A TUTORIA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO SOBRE O PAPEL DE TUTORES À DISTÂNCIA

A TUTORIA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO SOBRE O PAPEL DE TUTORES À DISTÂNCIA A TUTORIA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO SOBRE O PAPEL DE TUTORES À DISTÂNCIA FURQUIM, Alexandra Silva dos Santos. 1 Especialização em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à Educação/UFSM

Leia mais

PLANEJAMENTO DEMOCRÁTICO COM CRIANÇAS 0 A 3 ANOS

PLANEJAMENTO DEMOCRÁTICO COM CRIANÇAS 0 A 3 ANOS IX Encontro Internacional do Fórum Paulo Freire Tema Geral: Caminhos de emancipação para além da crise: Resgatando temas geradores do pensamento educativo e social de Paulo Freire Eixo 2 - Educação - O

Leia mais

A INSERÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO DA UFCG

A INSERÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO DA UFCG A INSERÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO DA UFCG Andréa Augusta de Morais Ramos 1 /UFCG-CDSA - andreaedu.15@gmail.com Fabiano Custódio de Oliveira 2 /UFCG-CDSA

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia A CONTRIBUIÇÃO DA DIDÁTICA CRÍTICA NA INTERLIGAÇÃO DE SABERES AMBIENTAIS NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Leia mais

inovação e ruptura, pois como correlata HERÉDIA (1998) para cada período econômico, têm-se objetivos educacionais claros, adequando-se a educação

inovação e ruptura, pois como correlata HERÉDIA (1998) para cada período econômico, têm-se objetivos educacionais claros, adequando-se a educação 1 A importância do perfil docente na mediação em EAD 05/2008 Kátia Cilene da Silva Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica - PGEdumatec Universidade Federal de Pernambuco UFPe kathyacs@hotmail.com

Leia mais

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS Ana Lúcia Cunha Duarte UCB duart_ana@hotmail.com Resumo: A prática investigativa desenvolvida no curso de Pedagogia do Centro de Educação,

Leia mais

A COLABORAÇÃO NA PESQUISA ETNOGRÁFICA: O DIÁLOGO ENTRE ESCOLA E UNIVERSIDADE

A COLABORAÇÃO NA PESQUISA ETNOGRÁFICA: O DIÁLOGO ENTRE ESCOLA E UNIVERSIDADE A COLABORAÇÃO NA PESQUISA ETNOGRÁFICA: O DIÁLOGO ENTRE ESCOLA E UNIVERSIDADE Autora: Lorena Valin Mesquita Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) - lm_valin@hotmail.com Coautora: Roberta Souza

Leia mais

ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE DISCIPLINAS NA MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL EM UM CURSO DE PEDAGOGIA MAIO, 2008

ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE DISCIPLINAS NA MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL EM UM CURSO DE PEDAGOGIA MAIO, 2008 1 ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE DISCIPLINAS NA MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL EM UM CURSO DE PEDAGOGIA MAIO, 2008 Simone Braz Ferreira Gontijo Faculdade JK simonegonti@gmail.com Cristina Mosquetta de Morais

Leia mais

Índice. 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3

Índice. 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3 GRUPO 6.1 MÓDULO 4 Índice 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3 1.1. Desenvolvimento e Aprendizagem de Jovens e Adultos... 4 1.1.1. Educar na Diversidade... 5 1.2. Os Efeitos da Escolarização/Alfabetização

Leia mais

O DESAFIO DA AVALIAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA

O DESAFIO DA AVALIAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA O DESAFIO DA AVALIAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA Maio de 2008 Marina Caprio Faculdade Interativa COC marinacaprio@coc.com.br Karen Bortoloti Faculdade Interativa COC bortoloti@coc.com.br Categoria

Leia mais