A REAL VERDADE SOBRE A BELEZA: UM RELATÓRIO GLOBAL. Achados do Estudo Global sobre Mulheres, Beleza e Bem Estar. Setembro de 2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A REAL VERDADE SOBRE A BELEZA: UM RELATÓRIO GLOBAL. Achados do Estudo Global sobre Mulheres, Beleza e Bem Estar. Setembro de 2004"

Transcrição

1 A REAL VERDADE SOBRE A BELEZA: UM RELATÓRIO GLOBAL Achados do Estudo Global sobre Mulheres, Beleza e Bem Estar Setembro de 2004 Dra. Nancy Etcoff Universidade de Harvard Dra. Susie Orbach Faculdade de Economia de Londres Dra. Jennifer Scott StrategyOne Heidi D Agostino StrategyOne Solicitado pela Dove, uma Marca de Beleza da Unilever Beleza é verdade, beleza verdadeira é tudo que sabemos na Terra e tudo que precisamos saber. John Keats Ode em uma Urna Grega

2 1

3 SOBRE O ESTUDO O estudo A Real Verdade sobre a Beleza foi encomendado pela Dove, uma das principais marcas de beleza da Unilever, para ampliar o conhecimento global a respeito das mulheres, da beleza e do bem estar e da relação entre eles. Originou-se da crescente preocupação com o fato de que as representações da beleza feminina na cultura popular estavam cooperando para perpetuar uma ideia de beleza que não era nem autêntica, nem atingível. A marca Dove estava preocupada com a questão de que essa representação limitada da beleza impedia as mulheres de reconhecer e celebrar sua própria beleza e a de outras também. A empresa também tinha ciência de que em um mundo onde a beleza feminina é altamente valorizada essa situação também poderia afetar o bem estar, a felicidade e a autoestima das mulheres. A missão da Dove, ao encomendar o estudo A Real Verdade sobre a Beleza era explorar empiricamente o que a beleza significa para as mulheres hoje e porque esse significado existe. Além disso, a marca Dove quis que o estudo avaliasse se era possível falar e pensar falar sobre a beleza feminina de maneiras que denotassem mais autenticidade, satisfação e fortalecimento. Os achados do estudo A Real Verdade sobre a Beleza estão detalhados neste artigo técnico e são baseados em dados quantitativos coletados em um estudo global com mulheres com idades variando de 18 a 64 anos. A StrategyOne uma empresa de pesquisa aplicada com sede em Nova Iorque gerenciou o estudo em colaboração com a Dra. Nancy Etcoff e o Massachusetts General Hospital Universidade de Harvard, e com a Consultoria especializada da Dra. Susie Orbach da Faculdade de Economia de Londres. O levantamento em campo foi conduzido de 27 de fevereiro a 26 de março de 2004, utilizando os serviços de campo da MORI International. Entrevistas foram organizadas em dez países: Estados Unidos, Canadá, Grã Bretanha, Itália, França, Portugal, Holanda, Brasil, Argentina e Japão. O levantamento da pesquisa tem uma margem de erro de ±1,7 pontos percentuais para a amostra total de indivíduos. Para organizar as informações de estrutura e conteúdo do estudo, a Dove inicialmente contratou uma revisão da literatura global, que examinou pesquisas e artigos existentes sobre beleza, aparência e valor próprio. Essa revisão foi conduzida pelo grupo especialista secundário de análise de mídia e pesquisa da StrategyOne e foi projetada para reavaliar o conhecimento público na ocasião sobre o tópico e também para isolar qualquer tipo de lacuna que pudesse estar presente no discurso. A revisão envolveu a triagem de materiais publicados em 22 idiomas de 118 países e contou com várias bases de dados fornecidas através da Biblioteca Nacional de Medicina e do PubMed, assim como por meio da Reuters e das notícias do Dow Jones e do banco de dados da Factiva News. É possível acessa-la pela Internet no endereço: A Revisão de Literatura é complementada por atualizações contínuas trimestrais com base na análise dos dados recentes e em informações compiladas de bancos de dados globais.

4 2

5 PREFÁCIO DA SRA. SYLVIA LAGNADO DIRETORA GLOBAL DE MARCAS, DOVE Esse estudo influente nasceu do desejo de conversar com mulheres ao redor do mundo sobre a beleza feminina. A marca Dove sabe que a relação que as mulheres estabelecem com a beleza é complexa: ela pode ser poderosa e inspiradora, porém também pode ser evasiva e frustrante. Patrocinamos esse estudo para vasculhar mais a fundo essa relação intrincada. A Dove queria compreender como as mulheres definem beleza; qual o seu nível de satisfação com sua própria beleza; como se sentem sobre a representação da beleza feminina na sociedade; e como a beleza afeta seu bem estar. Esse trabalho não tem precedentes, pois ninguém havia realizado um estudo abrangente dessa natureza antes, e os resultados são verdadeiramente esclarecedores. A marca Dove deseja que mais mulheres sintam que a beleza está ao seu alcance e esse estudo é fundamental para nos mostrar como atingir essa meta. Os resultados demonstram a necessidade de apresentar às mulheres uma definição mais ampla de beleza do que a atual independentemente de onde vivam. Ao fazê-lo, a Dove não apenas ajuda as mulheres a sentiremse belas todos os dias, mas também as apoia para que fiquem mais satisfeitas com a vida que levam. A Dove adotou uma abordagem acadêmica rigorosa para essa pesquisa. Contratou os serviços de empresas renomadas de pesquisa aplicada, a StrategyOne e a MORI International, para assegurar que a implementação do estudo atendesse os critérios e códigos de conduta estabelecidos por associações globais de pesquisa, incluindo a ICC/ESOMAR e o Conselho Americano de Organizações de Pesquisa (ACRO). Adicionalmente, a Dove utilizou os principais estudiosos independentes e instituições acadêmicas para obter orientação especializada e apoio para as hipóteses de estudo, desenho da pesquisa quantitativa e análise de dados. Finalmente, nossa empresa certificou-se de que o estudo em si não contivesse qualquer referência à marca Dove, ou a sua empresa, a Unilever, e os participantes não tiveram conhecimento a respeito do patrocínio do estudo.

6 3

7 PREFÁCIO DA DRA. NANCY ETCOFF UNIVERSIDADE DE HARVARD Em 1913, o dicionário Webster definia beleza como propriedades agradáveis aos olhos, aos ouvidos, ao intelecto, à faculdade estética ou ao senso moral. Entretanto, em 2004, a definição de beleza é lamentavelmente mais restrita. As contribuições da audição, do intelecto, da faculdade estética mais ampla ou da sensibilidade moral desapareceram. A beleza é visual; na verdade é o mesmo visual os traços que saltam aos olhos e as proporções estonteantes de alguns ícones de beleza escolhidos a dedo. Não é de se admirar que muitas pessoas tenham dado as costas à beleza. Nos anos 80 e 90 a beleza deixou de estar presente no discurso acadêmico e algumas pessoas lhe deram adeus, negando sua realidade ou poder. Mas a beleza nunca foi embora e é chegada a hora de resgata-la. Como costumávamos saber, a beleza é tanto mais. O estudo A Real Verdade sobre a Beleza sobre mulheres, beleza e bem estar é um marco, um passo revolucionário para resgatar a beleza e reexamina-la sob a ótica do século 21. O estudo conclui que a beleza nunca irá desaparecer e que tem um poder enorme. Também reconhece que a beleza não deve ser reduzida a uma questão política ou cultural, mas sim entendida como um prazer humano básico. Esse estudo utilizou uma metodologia rigorosa para englobar mulheres de vários cantos do mundo, permitindo-lhes desconstruir e reconstruir suas noções de beleza. O estudo não sugere que as mulheres se odeiam ou que estão desesperadas ou são meras vítimas, está longe disso. Entretanto, as mulheres tampouco sentem o poder e o orgulho da beleza. Apenas uma minoria das mulheres se enxerga como acima da média em aparência, e somente 2% alegam ser bonitas. É importante colocar esse achado em contexto. Estudos a respeito de bem estar e autoestima demonstram que pessoas de culturas ocidentais (mas não da Ásia Oriental) se classificam como acima da média em tudo, desde gentileza, inteligência e popularidade até suas habilidades como parceiras, pais ou como uma funcionária ou motorista. Normal é excepcionalmente uma classificação inferior. E, de fato, o estudo mostra que mulheres estão menos felizes com sua beleza do que com praticamente todas as outras dimensões da vida, com exceção do sucesso financeiro. Há muito espaço para melhorar. O estudo A Real Verdade sobre a Beleza deixa claro que chegou a hora de aumentar o sistema de quotas nas imagens de beleza. A diversidade da beleza humana foi oprimida através de uma malha fina de cultura, status, poder e dinheiro e o que sobrou foi uma pequena fatia da paleta completa do esplendor visual humano. A beleza é diversa e o olho humano vibra diante de novos prazeres e fontes inexploradas de inspiração. A leveza etérea e os traços nórdicos não são sua única encarnação. Como Darwin escreveu, Se todas as nossas mulheres se tornassem tão belas quanto a Vênus de Médici, iríamos ficar encantados por certo tempo, mas, em seguida, desejaríamos variedade, e assim que conquistássemos a variedade, desejaríamos ver certas características exageradas em nossas mulheres, além do padrão comum existente. Que as discussões e debates sejam inaugurados e que possamos resgatar e celebrar a beleza humana diversa e autêntica mais uma vez.

8 4

9 PREFÁCIO DA DRA. SUSIE ORBACH FACULDADE DE ECONOMIA DE LONDRES Mulheres querem ver a ideia de beleza ampliada. Como essa pesquisa realizada em dez países claramente demonstra, as mulheres enxergam as qualidades emocionais, caráter e individualidade como igualmente expressivos da beleza, assim como os aspectos físicos limitados da beleza que atualmente dominam a cultura popular. Para estarem seguras, mulheres desejam ser fisicamente atraentes e querem ser percebidas como tal. Sua aparência é importante para definir como se sentem consigo mesmas, como veem a beleza em si próprias e em outros. Mas, no âmago deste estudo, um resultado extremamente significativo foi encontrado: mulheres consideram a beleza o resultado da equação entre qualidades e circunstância: ser amada, engajar-se em atividades que desejam realizar, ter um relacionamento próximo, ser feliz, ser gentil, ter segurança, transbordar dignidade e humor. Mulheres que assim são, tem uma bela aparência. Elas são bonitas. No que tange aos atributos exclusivamente físicos, as imagens de feminilidade fabricada são rejeitadas como sendo muito míopes, tão inautênticas quanto insuficientes. A grande maioria das mulheres quer definições mais amplas de como a beleza física feminina é visualmente representada. Setenta e cinco por cento das mulheres gostariam de ver consideravelmente mais diversidade nas imagens de beleza, querem ver mulheres com formas diferentes, mulheres de manequins variados e uma ampla gama de idades nas fotos de mulheres que hoje saturam nosso campo de visão. Esses resultados, até certo ponto, não causam nenhuma surpresa. Os últimos cinquenta anos testemunharam um paradoxo interessante. Beleza como ideia e como ideal deixou de ser província exclusiva da fábrica de sonhos de Hollywood, das modelos de moda e da jovem noiva, para se tornar um atributo essencial ao qual mulheres de todas as idades precisam prestar atenção. Mas ao mesmo tempo em que mulheres de todas as idades e classes querem conclamar a beleza para si próprias, houve um estreitamento traiçoeiro da estética da beleza para um tipo físico limitado magra, alta o que, inevitavelmente, exclui milhões e milhões de mulheres.. A conjunção entre a democratização da ideia de beleza e a limitação do que constitui o ideal de beleza causou uma angústia considerável nas mulheres de jovens a mais velhas que lutam para encontrar em si próprias meios para estar a altura desses valores estéticos que vieram para compor o que consideramos bonito. O interesse das mulheres e sua preocupação com beleza não é um assunto facilmente descartado. Este estudo mostra, de maneira conclusiva, que hoje mulheres julgam a beleza como importante, e até mesmo crucial, para vivenciar o mundo atual. Na tentativa de democratizar e tornar a ideia de beleza acessível a todos, mulheres estão ansiosas por ver uma redefinição e expansão dos ideais, seguindo a referência que enxergam e distanciando-se das formas e siluetas restritas e limitantes que vemos em imagens animadas e na mídia impressa.

10 5

11 A maioria esmagadora das mulheres (apesar da popularidade do programa Extreme Makeover ) não deseja se expor ao bisturi do cirurgião. Mas tampouco desejam ser excluídas porque não encontram sua beleza espelhada nas imagens que as bombardeiam, em média, em 2000 anúncios publicitários por semana. O que as mulheres deste estudo nos contam é que o sentimento de legitimidade e respeito tem um véu de beleza no mundo de hoje. Quer esse sentimento nos consterne, quer nos encante, ele representa um sério desafio. E assim se configura em princípio: Para que a ideia de beleza se torne verdadeiramente democrática e inclusiva, a beleza em si deve ser revitalizada para refletir as mulheres em sua beleza da forma que realmente são, em vez de retrata-las da maneira fictícia atual que domina nossa cultura visual. Se eliminarmos a ficção, as muitas horas de angústia, gastas em autocrítica, ou na tentativa de remoldar a silueta para que de certa forma se assemelhe ao ideal, terão a oportunidade de ser liberadas e encontrarão expressividade nos outros tantos desejos e ambições que as mulheres cultivam.

12 6

13 METODOLOGIA DO ESTUDO O estudo a A Real Verdade sobre a Beleza foi conduzido pela StrategyOne uma empresa especializada em pesquisa aplicada sediada em Nova Iorque em conjunto com a Dra. Nancy Etcoff da Universidade de Harvard e a Dra. Susie Orbach da Faculdade de Economia de Londres. O estudo consistiu em um levantamento pelo telefone com entrevistadas, realizado com mulheres com 18 a 64 anos de idade em dez países. Cada entrevista durou de 20 a 25 minutos (dependendo da duração da tradução) e as respondentes foram entrevistadas por falantes nativos de seus idiomas. Entrevistas foram conduzidas nos seguintes países: Estados Unidos, Canadá, Grã Bretanha, Itália, França, Portugal, Holanda, Brasil, Argentina e Japão. Trezentas (300) entrevistas foram organizadas em cada país, com exceção dos Estados Unidos, onde 500 entrevistas foram feitas para permitir uma análise mais robusta dos dados americanos. As entrevistas ocorreram entre 27 de fevereiro e 26 de março de 2004 por meio dos serviços de telefonia da MORI International, sediada em Londres. A MORI é uma das mais renomadas empresas de levantamento de campo do mundo, com abrangência global e recursos internos consideráveis em diferentes países, que possibilitam a implementação de estudos em uma ampla variedade de idiomas, dialetos e culturas. A pesquisa foi concebida em inglês e traduzida para outros sete idiomas pelos tradutores da MORI. Representantes locais dos países, tanto da MORI como da Dove, revisaram as traduções cuidadosamente para garantir que refletissem o mais fielmente possível o original ao mesmo tempo em que incluíssem as nuances locais. Os dados foram ponderados para cada país para assegurar uma representação precisa por idade, estado civil, classe social/renda, etnia e região. A margem do erro de amostragem a um nível de confiança de 95% é de ±1,7 para o número total de entrevistadas (3.200), ±4,4 para os Estados Unidos (tamanho da amostra de 500), e ±5,7 para todos os outros países (tamanho da amostra de 300). Isso significa que, em 95 de 100 casos, quando uma amostragem desse tamanho e composição é realizada, os achados não irão diferir em mais de 1,7 pontos percentuais em qualquer direção para a amostra total, e mais ou menos 5,7 pontos percentuais em cada um dos países (mais ou menos 4,4 pontos percentuais para os EUA). Essa margem de erro é pequena particularmente em nível global tornando os dados altamente confiáveis.

14 7

15 ACHADOS 8

16 A RELAÇÃO DAS MULHERES COM SUA PRÓPRIA BELEZA O estudo A Real Verdade sobre a Beleza começou explorando até que ponto as mulheres percebem e vivenciam sua beleza, e os motivos por que o fazem. O estudo, mais especificamente, buscou determinar: o quão à vontade as mulheres se sentem ao usar palavras para se descrever; seu nível de satisfação com relação à própria beleza; o impacto da beleza no senso de bem estar; e qual a importância da beleza para elas. A parte inicial do estudo solicitou às mulheres que refletissem particularmente sobre sua própria beleza e foi apenas mais tarde no estudo que lhes pediram que refletissem sobre a beleza como um conceito e sobre a beleza com relação a outras pessoas. Dessa forma, no início do estudo antes das mulheres terem noção do tópico da pesquisa o objetivo era obter uma compreensão o mais precisa possível sobre a relação das mulheres com sua própria beleza, sem a mediação de ideais ou estímulos que encorajassem uma reflexão mais profunda sobre o conceito. Sentimento de ownership sobre a palavra Bonita Os dados do estudo revelam que bonita não é uma palavra que as mulheres voluntariamente associam consigo próprias. No estudo, receberam uma lista que consistia apenas em adjetivos positivos ou neutros para descrever sua aparência (incluindo; natural, normal, bonita, sexy e maravilhosa ) e lhes pediram que escolhessem o adjetivo com que se sentiam mais à vontade. De acordo com a maioria esmagadora, mulheres ao redor do mundo se sentem mais à vontade usando as palavras natural (31%) ou normal (29%) para descrever sua aparência. Apenas 2% das mulheres do planeta elegeram bonita para descrever sua aparência, até menos do que as que escolheram atraente (9%), feminina (8%), com boa aparência (7%) ou graciosa (7%). A análise revela que essa falta de identificação com a o bonito é válida para todas as faixas etárias, com apenas 4% das mulheres entre 18 e 29 anos de idade optando por bonita como uma palavra para descrever sua aparência.

17 9

18 Autodescritores para a aparência de pessoas Total de Respondentes Natural 31% Normal 25% Atraente 9% Feminina 8% Com boa aparência 7% Graciosa 7% Linda 5% Bonita 2% Sofisticada 1% Sexy 1% Estonteante 1% Maravilhosa 0% 0% 20% 40% 60% 80% 100% C1 Qual é A palavra a seguir, caso haja uma, com que você se sentiria mais à vontade descrevendo sua aparência? Não exclui nenhuma dessas, Não sabe e recusou-se Uma análise país a país revela que há distinções interessantes entre os dois descritores mais populares normal e natural. Natural é a opção de descritor entre canadenses, italianas, francesas, argentinas e japonesas, enquanto as brasileiras, portuguesas, britânicas e holandesas estão mais propensas a se auto descrever como normais. 6% das mulheres brasileiras escolheram bonita para se descrever o número mais alto dentre todos os países estudados.

19 10

20 Autodescritores para a aparência de pessoas EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP Natural 21% 36% 27% 37% 43% 28% 22% 20% 40% 43% Normal 27% 25% 31% 12% 13% 28% 37% 42% 10% 26% Atraente 18% 12% 20% 4% 6% 9% 3% 5% 8% 2% Feminina 5% 3% 5% 9% 8% 19% 9% 8% 13% 3% Com boa aparência 4% 8% 3% 9% 11% 0% 13% 8% 16% 2% Graciosa 9% 10% 3% 9% 9% 1% 11% 7% 1% 6% Linda 7% 2% 5% 17% 5% 9% 1% 1% 2% 0% Bonita 3% 1% 2% 2% 1% 3% 2% 6% 3% 0% Sofisticada 2% 2% 2% 0% 0% 1% 1% 1% 2% 2% Sexy 2% 0% 2% 0% 0% 1% 0% 0% 1% 1% Estonteante 0% 0% 1% 0% 1% 0% 0% 0% 1% 3% Maravilhosa 1% 0% 1% 0% 0% 1% 0% 1% 1% 0% C1 Qual é A palavra a seguir, caso haja uma, com que você se sentiria mais à vontade descrevendo sua aparência? Não exclui nenhuma dessas, Não sabe e recusou-se Classificação do total de respondentes Uma sondagem mais profunda nessa questão revelou que quatro em dez mulheres ao redor do mundo concordam plenamente (8, 9, ou 10 em uma escala de 10 pontos) que não se sentem à vontade se descrevendo como bonitas. OBSERVAÇÃO: Ao longo desse estudo, usamos dados de concordo plenamente (3 caixas superiores), significando que as mulheres tiveram de selecionar 8, 9, ou 10 em uma escala de 10 pontos, na qual 1 era discordo totalmente e 10 era concordo plenamente. Isso está relacionado à convenção da pesquisa; já sob a ótica do leitor leigo, é importante lembrar que em todos os casos concordo plenamente representa crenças firmemente mantidas não uma mera concordância. Assim, bonita não é apenas uma palavra que as mulheres não estão propensas a escolher para descrever sua aparência; é também o tipo de palavra com a qual muitas se sentem, na verdade, desconfortáveis ao usa-la para se descrever. Esse nível de desconforto ilustra o grau de distanciamento das mulheres da ideia atual de beleza feminina. O mais relevante é que as mulheres se sentem dessa forma independentemente da idade. Assim, 40% das mulheres de 18 a 29 anos de idade concordam plenamente que não se sentem à vontade se descrevendo como bonitas, com 43% das de 30 a 44 e 42% das entrevistadas de 45 a 64 anos de idade também se sentindo da mesma maneira. Uma comparação entre países revela que as mulheres da Grã-Bretanha estão mais propensas do que mulheres de outros países a se sentirem desconfortáveis se descrevendo como bonitas, seguidas das argentinas, italianas e americanas.

21 11

22 It nc ntina p Desconforto em se descrever como bonita Total de Respondentes Não me sinto à vontade me descrevendo como bonita 100% 80% 60% 40% 20% 42% 17% 0% Concordo plenamente (3 caixas superiores) Discordo totalmente (3 caixas superiores) C57 Agora, vou ler uma lista de declarações e gostaria que me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda totalmente e 10 que Concorda plenamente. Escala de 10 pontos Desconforto em se descrever como bonita Não me sinto à vontade me descrevendo como bonita 100% 80% Concordo plenamente 60% 54% 49% 44% 45% 41% 40% 41% 40% 35% 36% 34% 20% 0% a K ly e n a SA gal zil a U a U Canadá a tu a Br e J Fr Por Arg Holanda C57 - Agora, vou ler uma lista de declarações e gostaria que me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda totalmente e 10 que Concorda plenamente. Escala de 10 pontos 12

23 Autoavaliações de Beleza e Aparência Física O estudo A Real Verdade sobre a Beleza prosseguiu para conduzir uma investigação de como mulheres avaliam sua própria beleza. Durante essa exploração, solicitou-lhes que avaliassem tanto a beleza como a atratividade física. Isso foi feito, de um lado, para determinar como as mulheres se autoavaliam e de outro para discernir se as mulheres avaliam sua beleza diferentemente de sua atratividade física. Enquanto avaliações semelhantes de ambos não confirmariam uma conexão causal (i.e., beleza é baseada apenas em aparência física), poderiam sugerir que mulheres pensam em ambos de maneira similar, vendo-as como conceitos com grandes sobreposições e talvez como sendo intercambiáveis. Os resultados demonstram que, em geral, mulheres não classificam sua própria beleza e atratividade física diferentemente em várias das medidas (como avaliação e satisfação). Dessa forma, os dois conceitos, parecem ser nessas referências intercambiáveis. Dados demonstram que a grande maioria das mulheres se classifica como Normais em termos de sua beleza e sua atratividade física. Quase três quartos das mulheres (72%) classificam sua beleza como Normal e 69% classificam sua atratividade física como Normal. Em geral, 13% se enxergam como um pouco menos ou muito menos bonitas ou fisicamente atraentes que outras. 16% de todas as mulheres se consideram como um pouco mais ou muito mais fisicamente atraente que outras. Além da semelhança nas classificações de ambos os conceitos, o número substancial de respondentes optando por Normal indica que mulheres preferem não se distinguir de outras mulheres em termos de beleza ou atratividade física. 13

24 Comparação com outras mulheres beleza atratividade física Total de Respondentes Bonita 12% 72% 13% 3% Fisicamente atraente 3% 15% 69% 13% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Muito acima/um pouco acima da média Média Muito abaixo/um pouco abaixo da média Não sabe/recusou-se a responder C4 Comparando-se a outras mulheres, você acha que você é? C39 Comparando-se a outras mulheres, você acha que você é? As comparações revelam que as mulheres no Japão são consideravelmente mais propensas a classificar sua beleza e atratividade física como inferior a de outras mulheres. Elas são altamente inclinadas a se considerar um pouco menos ou muito menos bonita ou fisicamente atraente. Indicações de vários outros estudos com comparação de indivíduos na população japonesa mostram que essas classificações relativamente inferiores constituem a reflexão de uma tendência cultural ampla e consistente. 14

25 Comparando-se com a beleza de outras mulheres EUA 17% 71% 11% 1% Canadá 17% 71% 11% 1% Grã- Bretanha 10% 75% 13% 2% Itália 10% 79% 9% 2% França 5% 81% 11% 3% Holanda 17% 64% 17% 2% Portugal 6% 85% 7% 2% Brasil 7% 83% 10% 0% Argentina 17% 58% 19% 6% Japão 10% 53% 26% 11% 0% Muito/um pouco mais bonita 20% 40% 60% 80% 100% Não sabe/recusouse Beleza normal Muito/um pouco menos bonita C4 Comparando-se a outras mulheres, você acha que você é? Comparando-se com a atratividade física de outras mulheres EUA 25% 63% 10% Canadá 17% 73% 8% Grã-Bretanha 17% 71% 11% Itália 10% 79% 10% 2% 2% 1% 1% França 10% 69% 15% 6% Holanda 17% 69% 13% Portugal 4% 87% 8% Brasil 9% 76% 14% 1% 1% 1% Argentina 26% 55% 16% 3% Japão 10% 46% 32% 12% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Muito/ um pouco mais atraente fisicamente Normal em termos de atratividade física Muito/um pouco menos atraente fisicamente Não sabe/recus ou-se C39 Comparando-se a outras mulheres, você acha que você é?

26 15

27 Ao mesmo tempo em que se nota que a maioria das mulheres se vê ao menos como normal em termos de atratividade, esses resultados devem ser interpretados à luz de um corpo de pesquisa extenso, que revela que as pessoas na maior parte das culturas ocidentais (porém não em culturas do leste asiático, como Japão) tendem a se classificar como consideravelmente acima da média em praticamente todas as áreas. Dessa forma, a autoclassificação de mulheres no quesito atratividade física é inferior a sua previsão de autoclassificação em outras áreas. O estudo, de fato, ilustrou uma diferença entre a maneira como mulheres avaliam seu peso corporal em comparação com sua beleza e atratividade física. Apesar da maioria se categorizar como normal com relação à beleza e atratividade física, quase metade de todas as mulheres (47%) classifica seu peso corporal como muito alto uma tendência que aumenta com a idade. Esse é o caso especificamente dos EUA (60%), Grã-Bretanha (57%) e Canadá (54%). Mulheres italianas e argentinas tendem a dizer que seu peso está certo. Assim, podemos ver que um aspecto específico da aparência física pode invocar diferentes classificações das mulheres, e também como a percepção de ter sobrepeso é uma preocupação para literalmente milhões de mulheres nos países estudados.

28 16

29 Definindo seu peso Total de Respondentes 100% 80% 60% 47% 48% 40% 20% 0% 4% Muito alto Certo Muito baixo E2 Você descreveria seu peso corporal como? Exclui não sabe/recusou-se = 1% Definindo seu peso EUA 60% 35% 3% 2% Canadá 54% 45% 1 0% % Grã- Bretanha 57% 40% 3% 0% Itália 32% 65% 3% 0% França 45% 52% 3% 0% Holanda 42% 49% 8% 1% Portugal 39% 55% 6% 0% Brasil 51% 42% 7% 0% Argentina 30% 62% 8% 0% Japão 52% 42% 1 5% % 0% 20% 40% 60% 80% 100% Muito alto Certo Muito baixo Não sabe/recus ou-se E2 Você descreveria seu peso corporal como? É importante reconhecer que, ao mesmo tempo em que essas avaliações muitas vezes refletem dados concretos sobre níveis de sobrepeso e obesidade em muitos dos países, este estudo não demonstra se as mulheres que são obesas ou têm sobrepeso do ponto de vista médico são aquelas que se sentem acima do peso. Vale a pena notar a considerável disparidade entre a percepção do sobrepeso e a realidade médica no Japão, e, em grau menor, no Canadá.

30 17

31 Percepção do Peso vs. Realidade do Peso Realidade - Percepção - Obesa/Com sobrepeso Muito alto EUA 62% 60% Canadá 40% 54% Grã-Bretanha 57% 57% Itália 36% 32% França 47% 45% Holanda 42% 42% Portugal 60% 39% Brasil 47% 51% Argentina 54% 30% Japão 23% 52% Fonte: Associação Internacional para o Estudo da Obesidade Satisfação Pessoal com Beleza, Aparência Física e com a Vida em Geral Este estudo também explorou como as mulheres se sentem a respeito de sua beleza e aparência física especificamente se estão felizes com esses quesitos e o quão importante é para elas estarem satisfeitas com eles. Muito importante é o fato de que quase metade de todas as mulheres (48%) concorda plenamente (8, 9, ou 10 em uma escala de 10 pontos) com a afirmação: Quando me sinto menos bonita, sinto-me pior comigo mesma no geral, claramente ilustrando o impacto desses sentimentos sobre a autoestima e felicidade como um todo.

32 18

33 Beleza, Bem Estar e Autoestima Total de Respondentes 100% Quando me sinto menos bonita, sinto-me pior comigo mesma no geral 80% 60% 48% 40% 20% 11% 0% Concordo plenamente (3 cxs sup) Discordo totalmente (3 cxs inf) C50 Agora, irei ler uma lista de afirmações e gostaria que me contasse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que você Discorda completamente e 10 significa que você Concorda plenamente. O estudo avaliou os níveis de satisfação entre as mulheres com relação a sua beleza, atratividade física, atratividade do rosto, e peso e forma corporal. O estudo determinou que mulheres fazem pouca distinção entre sua própria atratividade física, atratividade do rosto e beleza ao relatar níveis de satisfação pessoal geral. A maioria das mulheres ao redor do mundo permanece apenas ligeiramente satisfeita com sua beleza (58%), atratividade física (59%) e atratividade do rosto (58%). Essa ampla resposta na faixa do ligeiramente satisfeita engloba mulheres que poderiam ser mais felizes com sua beleza e aparência embora fosse um erro classifica-las como infelizes. 19

34 Provavelmente são as mulheres desse grupo que são mais receptivas a mensagens sobre beleza e aparência provenientes da mídia e da cultura popular porque, embora conquistem certo nível de satisfação com sua aparência, elas definitivamente acreditam que poderiam estar mais satisfeitas, e pode até ser que lutem para estar. Somente 13% de todas as mulheres dizem estar muito satisfeitas com sua beleza, 12% com atratividade física, 17% com sua atratividade facial e 13% com seu peso e forma corporal. Nos países estudados, um nível comparativamente mais alto de satisfação com beleza e atratividade física e atratividade do rosto é encontrado na Argentina, nos EUA, Canadá e Holanda. Em comparação, mulheres japonesas têm os níveis mais baixos de satisfação com sua beleza e atratividade física. A maioria das mulheres está significativamente menos satisfeita com seu peso e forma corporal do que com sua beleza e atratividade física. Enquanto 71% estão ligeiramente ou muito satisfeitas com sua atratividade física e beleza, apenas 57% das mulheres do mundo estão ligeiramente ou muito satisfeitas com seu peso e forma corporal. A exceção a essa regra é o Japão onde apenas uma em cada cinco mulheres está satisfeita com sua atratividade física, beleza e seu peso e forma corporal. Satisfação beleza atratividade física - rosto - corpo Total de Respondentes Muito/Ligeirame nte Satisfeita s Satisfação com a beleza 13% 58% 19% 10% 0% 71% Satisfação com atratividade física 12% 59% 17% 12% 0% 71% Satisfação com atratividade do rosto 75% 17% 58% 15% 10% 0% Satisfação com peso e forma corporal 13% 44% 12% 31% 0% 57% 0% Ligeiramente Muito satisfeita satisfeita 20% 40% 60% 80% 100% Nenhuma das Muito/ligeiramente opções insatisfeita Não sabe/recus ou-se C2 Qual seu nível de satisfação com sua própria beleza? C37 Qual seu nível de satisfação com sua própria atratividade física? C41 Agora pensando especificamente sobre seu rosto, qual seu nível de satisfação com sua atratividade facial? E1 Qual seu nível de satisfação com seu peso e forma corporal atualmente?

35 20

36 Satisfação com beleza Muito/Ligeirame nte Satisfeita EUA 21% 56% 16% 7% 0% 77% Canadá 22% 58% 10% 10% 0% 80% Grã- Bretanha 14% 47% 25% 14% 0% 61% Itália 7% 69% 18% 6% 0% 76% França 2% 68% 20% 9% Holanda 16% 61% 19% 4% 1% 70% 0% 77% Portugal 7% 75% 17% 1% 0% 82% Brasil 69% 9% 60% 25% 6% 0% Argentina 22% 64% 9% 4% 1% 86% Japão 0% 23% 33% 41% 3% 23% 0% Muito satisfeita 20% 40% 60% 80% 100% Ligeiramente satisfeita Nenhuma opção Muito/ligeiramente insatisfeita Não sabe/recus ou-se C2 Qual seu nível de satisfação com sua própria beleza? Satisfação com a atratividade física Muito/Ligeiramen te Satisfeita EUA 23% 55% 11% 11% 0% 78% Canadá 15% 69% 9% 6% 1% 84% Grã- 15% 49% 21% 15% 0% Bretanha 64% 9% 65% 19% 7% 0% Itália 74% França 4% 70% 18% 8% 0% 74% Holanda 15% 67% 14% 3% 1% 82% Portugal 0% 6% 70% 16% 8% 76% Brasil 0% 9% 55% 26% 10% 64% Argentina 85% 20% 65% 7% 8% 0% Japão 1% 22% 32% 41% 4% 23% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Nenhuma Não das Muito/ligeiramente sabe/recusouse Muito satisfeita Ligeiramente satisfeita opções insatisfeita C37 Qual seu nível de satisfação com sua própria atratividade física?

37 21

38 Satisfação com peso e forma corporal Muito/Ligeira/e Satisfeita EUA 1% 16% 39% 8% 36% 55% 0% Canadá 20% 49% 8% 23% 69% Grã- Bretanha 16% 34% 14% 36% 0% 50% 12% 51% 19% 18% 0% Itália 63% França 1% 2% 55% 18% 24% 57% Holanda 0% 21% 43% 11% 25% 64% Portugal 7% 58% 17% 18% 0% 65% Brasil 9% 54% 0% 37% 0% 63% 4% 27% Argentina 26% 43% 69% Japão 3% 20% 17% 20% 59% 1% 0% Muito satisfeita Ligeiramente satisfeita 20% 40% 60% 80% 100% Nenhuma Muito/ligeiramente das opções insatisfeita 0% Não sabe/recuso u-se E1 Qual seu nível de satisfação com seu peso e forma corporal atualmente? Para explorar ainda mais a satisfação com beleza e aparência em relação à satisfação com outras dimensões da vida, as mulheres ouviram uma lista com diferentes aspectos de suas vidas (em ordem aleatória) e lhes pediram que classificassem seu nível de satisfação com cada um em uma escala de 10 pontos. Resultados demonstram que as mulheres se sentem mais felizes com sua saúde e relacionamentos com a família, amigos e parceiros românticos. Uma exceção notável é o Japão onde relacionamentos românticos recebem pontuações de satisfação extremamente baixas. Isso pode ser em função do fato de que a tradução japonesa para relacionamento romântico usada no estudo tem conotações muito mais idealizadas do que na versão em inglês, e é, portanto, percebida como mais difícil de atingir pelas entrevistadas japonesas. Analisando relativamente, as mulheres estão menos satisfeitas com sua atratividade física, peso e forma corporal, beleza e sucesso financeiro. Mais uma vez, é instrutivo comparar a satisfação das mulheres com aparência física contra a extensa literatura que trata de satisfação com a vida e o bem estar. Levantamentos em grande escala nos Estados Unidos, Europa Ocidental e outros países ocidentalizados relatam níveis de satisfação com a vida na faixa de 70-80%. Isso sugere que a satisfação com a aparência é inferior à satisfação geral com a vida. E de fato, nesse estudo, a única área na qual as mulheres estão menos satisfeitas é o sucesso financeiro. Níveis de satisfação para beleza, aparência e sucesso financeiro ainda indicam que cerca de um terço das mulheres alega estar muito satisfeita (i.e. optando por 8, 9 ou 10 em uma escala de 10 pontos).

39 22

40 Dessa forma, constatamos que aproximadamente dois terços das mulheres poderiam ser mais felizes do que o são hoje nessas dimensões essenciais de suas vidas. Satisfação com fatores na vida das pessoas Total de Respondentes Relações familiares 80% Amigos 72% Saúde 71% Relacionamento romântico 60% Espiritualidade ou fé religiosa 50% Sucesso profissional 43% Peso e forma corporal 41% Beleza 39% Atratividade física 38% Sucesso financeiro 37% 0% 20% 40% 60% 80% 100% B12-B21 Agora, vou ler a mesma lista novamente, porém, dessa vez, por favor me conte qual seu nível de satisfação atual com cada uma dessas coisas na sua vida. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa Nada satisfeita e 10 Extremamente satisfeita. 3 cxs sup. da escala de 10 pts. Satisfação com fatores na vida das pessoas EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP Relações familiares 85% 82% 79% 81% 83% 73% 86% 82% 83% 66% Amigos 68% 81% 79% 63% 71% 74% 74% 74% 77% 68% Saúde 65% 72% 63% 78% 75% 69% 65% 83% 80% 62% Relacionamento romântico 62% 59% 62% 70% 65% 49% 71% 70% 74% 16% Espiritualidade ou fé religiosa 69% 50% 30% 49% 32% 27% 48% 81% 63% 36% Sucesso profissional 47% 43% 38% 45% 46% 31% 52% 53% 52% 18% Peso e forma corporal 38% 43% 35% 46% 40% 38% 47% 54% 57% 17% Beleza 43% 45% 30% 42% 31% 25% 42% 62% 50% 13% Atratividade física 43% 44% 30% 40% 33% 25% 42% 53% 50% 14% Sucesso financeiro 45% 34% 38% 36% 41% 34% 36% 45% 40% 20% B12-B21 B12-B21 Agora, vou ler a mesma lista novamente, porém, dessa vez, por favor me conte qual seu nível de satisfação atual com cada uma dessas coisas na sua vida. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa Nada satisfeita e 10 Extremamente satisfeita. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Classificação total de respondentes

41 23

42 Podemos concluir desses resultados que, ao mesmo tempo em que sua própria beleza e aparência física não são os impulsionadores primários do bem estar de mulheres, são fatores que desempenham um papel importante. De maneira relevante, o estudo mostra que a maioria das mulheres estão apenas ligeiramente satisfeitas com sua beleza, indicando mais uma vez que há o desejo de melhorar. Esse aperfeiçoamento contribuiria não apenas para sua satisfação com a aparência, mas presumivelmente também para sua satisfação com a vida como um todo. Dados sobre a avaliação das mulheres a respeito de sua própria beleza e aparência física apresenta uma paridade sugerindo que se sentem de maneira semelhante sobre ambos os quesitos. Isso indica que deve haver ocasiões em que mulheres equacionam ambos os fatores ao se avaliar. Realmente, se beleza e atratividade física são vistos como conceitos congruentes, há certa reticência das mulheres em se denominar bonita ou em usar sinônimos próximos como atraente, linda, ou com boa aparência.

43 24

44 PERCEPÇÕES DE COMO A BELEZA É REPRESENTADA NA CULTURA POPULAR Após ter avaliado como mulheres consideram e avaliam sua própria beleza e aparência, o estudo A Real Verdade sobre a Beleza prosseguiu e pediu às mulheres que especulassem sobre ideias populares de beleza. A pesquisa explorou a perspectiva de mulheres a respeito das pistas sociais sobre beleza, provenientes da mídia de massa e da cultura popular. Isso foi realizado em parte para obter um discernimento de até que ponto as normas externas orientam a avaliação de mulheres sobre sua própria beleza e atratividade física. Ao revisar os achados, ficou evidente que as mulheres fazem relatos com base nas mensagens que obtêm da cultura popular e da mídia a ideia de beleza e a ideia de atratividade física são amplamente tratadas como sinônimos. Além do mais, ambos os conceitos são vistos como altamente valorizados pela sociedade, mas, ao mesmo tempo, considerados como quase impossíveis de atingir. O estudo revela que mulheres enxergam a beleza e atratividade física como quesitos cada vez mais exigidos e recompensados, com quase dois terços concordando fortemente que: Espera-se que as mulheres de hoje sejam fisicamente mais atraentes que a geração de suas mães (63%); e, A sociedade espera que as mulheres aperfeiçoem sua atratividade física (60%). Adicionalmente, 45% de todas as mulheres concordam fortemente que mulheres que são mais bonitas têm melhores oportunidades na vida. De maneira interessante, as mulheres japonesas são o único grupo que não enxerga a sociedade exigindo a ideia de beleza e atratividade física. Especulamos que isso ocorre porque os ideais de atratividade física e beleza são mais internalizados em mulheres japonesas. Elas relatam menos dissonância ou conflito entre o que desejam e as normas sociais do Japão. As pressões sociais são reforçadas por percepções relacionadas ao papel do homem na sofisticação dos padrões de beleza. Mais de metade das mulheres (59%) concordam fortemente que mulheres fisicamente atraentes são mais valorizadas pelos homens. Dado o alto valor atribuído pelas mulheres ao casamento e a relacionamentos românticos, e a importância desses fatores para sua felicidade e autoestima, podemos ver como essa percepção pode impactar negativamente o nível de satisfação com a vida e o bem estar especialmente entre mulheres jovens.

45 25

46 Percepções sobre Atratividade Física/Beleza Total de Respondentes Concordo plenamente Espera-se que as mulheres de hoje sejam fisicamente mais atraentes que a geração de suas mães 63% A sociedade espera que as mulheres aperfeiçoem sua 60% atratividade física Mulheres fisicamente mais atraentes são mais valorizadas 59% pelos homens Mulheres que são bonitas têm melhores oportunidades na vida 45% 0% 20% 40% 60% 80% 100% C43, C45, C46, C48 Agora, vou ler uma lista de afirmações e gostaria que você me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda completamente e 10 que Concorda plenamente. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Concorda plenamente Percepções sobre Atratividade Física/Beleza Espera-se que as mulheres de hoje sejam fisicamente mais atraentes que a geração de suas mães EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP 63% 55% 60% 62% 67% 52% 73% 79% 81% 33% A sociedade espera que as mulheres aperfeiçoem sua atratividade física 75% 59% 71% 57% 62% 42% 64% 67% 73% 13% Mulheres fisicamente mais atraentes são mais valorizadas pelos homens Mulheres que são bonitas têm melhores oportunidades na vida 59% 51% 50% 63% 71% 40% 73% 69% 60% 57% 44% 28% 37% 50% 49% 50% 40% 66% 52% 39% C43, C45, C46, C48 - Agora, vou ler uma lista de afirmações e gostaria que você me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda completamente e 10 que Concorda plenamente. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Concorda plenamente Classificação com o no. total de respondentes

47 26

48 O estudo também demonstra que mulheres tendem a acreditar que os significados populares de beleza e atratividade física tornaram-se continuamente mais restritos e inatingíveis. Dessa forma: Bem mais de metade de todas as mulheres (57%) concordam fortemente que os atributos da beleza feminina ganharam uma definição muito restrita no mundo atual. Mais de dois terços (68%) das mulheres concordam fortemente que a mídia e a publicidade estabelecem padrões de beleza não realistas que a maioria das mulheres nunca poderá conquistar. Mulheres acima de 30 anos de idade são mais propensas a acreditar nisso fortemente do que aquelas que têm entre 18 e 29 anos de idade. Além disso, quase metade das entrevistadas da pesquisa (47%) concorda plenamente com a afirmação relativamente extremista: Apenas as mulheres fisicamente mais atraentes são representadas na cultura popular. Mais uma vez, vemos menos dissonância entre a sociedade e o self nas respostas das mulheres japonesas a essas afirmações. Representações Populares de Beleza/Atratividade Física Total de Respondentes Concordo plenamente A mídia e a publicidade estabelecem padrões de beleza não realistas que a maioria das mulheres nunca poderá conquistar 68% Os atributos da beleza feminina ganharam uma definição muito restrita no mundo atual 57% Apenas as mulheres fisicamente mais atraentes são representadas na 47% cultura popular 0% D6, D2, D1 - Agora, vou ler uma lista de afirmações e gostaria que você me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda completamente e 10 que Concorda plenamente. 20% 40% 60% 80% 100% 3 cxs sup da escala de 10 pt. Concordam fortemente

49 27

50 Representações Populares de Beleza/Atratividade Física A mídia e a publicidade estabelecem padrões de beleza não realistas que a maioria das mulheres nunca poderá conquistar. Os atributos da beleza feminina ganharam uma definição muito restrita no mundo atual. Apenas as mulheres fisicamente mais atraentes são representadas na cultura popular. EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP 81% 69% 74% 80% 72% 72% 62% 66% 77% 20% 70% 57% 59% 63% 67% 42% 47% 67% 60% 24% 59% 53% 51% 33% 47% 51% 35% 46% 59% 31% D6, D2, D1 - Agora, vou ler uma lista de afirmações e gostaria que você me dissesse até que ponto concorda ou discorda com cada uma. Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa que Discorda completamente e 10 que Concorda plenamente. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Concorda plenamente Classificação com o no. total de respondentes

51 28

52 O QUE FAZ AS MULHERES SE SENTIREM BONITAS? O estudo A Real Verdade sobre a Beleza também explorou os conceitos que as mulheres alegam fazê-las sentirem-se mais bonitas no mundo de hoje. Dada a autoavaliação das mulheres com relação a sua própria beleza e aparência física, e seus sentimentos sobre isso assim como sua percepção de como a beleza é representada na cultura popular, tornou-se claramente importante descobrir o que instigava o senso das mulheres com relação à própria beleza. Essa área de investigação também foi usada para explorar a relevância dos atributos físicos versus outros elementos, e avaliar até que ponto as mulheres se sentem bonitas comparando-se com outras mulheres. Dados indicam que as mulheres baseiam-se primariamente na experiência pessoal para se sentirem bonitas, em lugar do reforço externo. Quando lhes perguntamos pessoalmente o que as fazia se sentirem bonitas, relacionamentos com amor, autorrealização e autocuidado lideraram a lista. Ser amada e ter um relacionamento estável ou casamento são de extrema importância para que mulheres se sintam bonitas. Isso caminha lado a lado com fazer algo que adoram e cuidar de si própria. Em um nível inferior, fatores externos, como gostar da imagem no espelho e estar em boa forma física também desempenham seu papel de fazer as mulheres se sentirem bonitas. Importância em Fazer Você Sentir-se Bonita Total de Respondentes Ser amada 88% Fazer algo que adora fazer 86% Cuidar bem de si própria 82% Ter um relacionamento estável ou casamento 81% Estar em boa forma física 75% Ter um círculo íntimo de amigos 70% Gostar da imagem no espelho 66% Ser bem sucedida profissionalmente 55% Receber elogios dos outros sobre sua aparência 51% Ser bem sucedida financeiramente 51% Ter uma vida espiritual ou religiosa rica 48% Ter melhor aparência do que outras pessoas que conhece (colegas de trabalho-amigas) 29% 0% 20% 40% 60% 80% 100% C25-C36 Agora, pensando sobre você, qual a importância de cada um dos itens ao fazê-la se sentir bonita? Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa Nada importante e 10 Extremamente importante. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Satisfação 2 cxs sup Insatisfação 2 cxs inf

53 29

54 Importância em Fazer Você Sentir-se Bonita EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP Ser amada 91% 89% 91% 91% 82% 84% 92% 94% 93% 70% Fazer algo que adora fazer 86% 84% 83% 88% 80% 91% 91% 96% 96% 68% Cuidar bem de si própria 86% 86% 77% 79% 72% 80% 84% 97% 84% 78% Ter um relacionamento estável ou casamento 82% 68% 82% 86% 82% 78% 90% 91% 89% 56% Estar em boa forma física 75% 76% 69% 84% 87% 65% 85% 85% 79% 46% Ter um círculo íntimo de amigos 65% 78% 76% 68% 64% 74% 78% 78% 76% 51% Gostar da imagem no espelho 65% 64% 70% 79% 56% 36% 84% 94% 81% 31% Ser bem sucedida profissionalmente 48% 51% 38% 60% 60% 29% 77% 83% 69% 36% Receber elogios de outras pessoas sobre sua aparência 35% 43% 55% 52% 50% 46% 62% 80% 59% 39% Ser bem sucedida financeiramente 50% 57% 41% 53% 37% 23% 68% 76% 56% 45% Ter uma vida espiritual ou religiosa rica 68% 43% 23% 49% 19% 18% 46% 79% 56% 72% Ter melhor aparência do que outras pessoas que conhece (colegas de trabalho-amigas) 19% 24% 27% 37% 26% 14% 43% 48% 38% 22% C25-C36 Agora, pensando sobre você, qual a importância de cada um dos itens ao fazê-la sentir-se bonita? Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa Nada importante e 10 Extremamente importante. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Classificação com todas as respondentes A análise estatística revela que mulheres que estão mais satisfeitas com sua beleza são significativamente mais propensas a atribuir um valor maior a relações sociais, autorrealização e autocuidado como fatores que as fazem sentirem-se bonitas do que mulheres que estão menos satisfeitas com sua beleza. Isso reforça a hipótese de que um conceito de beleza com mais nuances corresponde a níveis mais altos de bem estar com relação à beleza de uma pessoa. Importância em Fazer Você Sentir-se Bonita Ser amada Fazer algo que adora fazer Cuidar bem de si própria Ter um relacionamento estável ou casamento Estar em boa forma física Ter um círculo íntimo de amigos Gostar da imagem no espelho Ser bem sucedida profissionalmente Receber elogios dos outros sobre sua aparência Ser bem sucedida financeiramente Ter uma vida espiritual ou religiosa rica Total de Respondentes 42% 44% 51% 54%* 52% 49% 61% 59%* 64% 77% 75% 91%* 88% 75% 85% 83% ** * 68% Satisfeita com a beleza 78% * 73%* Insatisfeita com 71%* a beleza Ter melhor aparência do que outras pessoas que conhece (colegas de trabalho-amigas) 27% 31% 48% 54% 0% 20% 40% 60% 80% 100% * Denota diferença significativa C2/C25-C36 Qual seu nível de satisfação com sua própria beleza? Agora, pensando sobre você, qual a importância de cada um dos itens ao fazê-la sentir-se bonita? Por favor, use uma escala de 10 pontos, onde 1 significa Nada importante e 10 Extremamente importante. 3 cxs sup da escala de 10 pt. Satisfação 2 cxs sup Insatisfação 2 cxs inf Classificação do total de respondentes

55 30

56 BELEZA, ATRATIVIDADE FÍSICA E O PAPEL DOS CUIDADOS PESSOAIS E DA CIRURGIA COSMÉTICA O estudo investigou até que ponto os cuidados pessoais desempenhavam um papel em ajudarem as mulheres a sentirem-se fisicamente atraentes dado o fato de que o físico é um elemento importante de seu próprio senso de beleza e de que o autocuidado é um forte fator que contribui para as mulheres sentirem-se bonitas. Ao recorrer a produtos para fazê-las sentirem-se mais atraentes fisicamente, mulheres ao redor do mundo usam desodorante muito além de qualquer outro item de cuidado pessoal. O desodorante é seguido por produtos para os cabelos, hidratante corporal e produtos de cuidado facial. Mulheres mais jovens são mais propensas do que as mais velhas a relatar que usam desodorante, perfume e maquiagem para que se sintam mais atraentes fisicamente. Em comparação, mulheres mais velhas relatam um uso maior de tinta para os cabelos. Mulheres do Japão são consideravelmente menos propensas do que mulheres de outros países pesquisados a usar desodorante, perfume, hidratante corporal e produtos de cuidado facial para sentirem-se mais atraentes. Isso pode ocorrer porque as japonesas tendem a considerar esses produtos como itens de higiene e manutenção padrão, buscando outros, como itens com cor, para sentirem-se mais atraentes fisicamente. Dessa forma, as japonesas são mais propensas a relatar o uso de maquiagem / cosméticos com cor e produtos iluminadores da pele para fazê-las sentirem-se atraentes. Produtos usados para sentir-se fisicamente mais atraente Total de Respondentes Desodorante 82% Produtos de cuidado para os cabelos 75% Perfume 74% Hidratante corporal 70% Produtos de cuidado facial 70% Maquiagem / cosméticos com cor 68% Tinta para cabelos 57% Produtos para as unhas 46% Autobronzeadores 21% Produtos iluminadores da pele 9% 0% C42 Quais dos seguintes produtos, caso haja algum, você usa para fazê-la sentir-se mais atraente fisicamente? 20% 40% 60% 80% 100% Não exclui nenhum, Não sabe / recusou-se

57 31

58 Produtos usados para sentir-se fisicamente mais atraente EUA CAN GBR ITA FRA HOL POR BRA ARG JAP Desodorante 92% 92% 91% 80% 80% 94% 82% 85% 90% 28% Produtos de cuidado para os cabelos 84% 74% 85% 65% 66% 86% 67% 82% 67% 67% Perfume 71% 63% 88% 76% 82% 85% 71% 87% 85% 30% Hidratante corporal 81% 79% 87% 67% 67% 68% 64% 83% 80% 21% Produtos de cuidado facial 73% 62% 77% 78% 82% 82% 76% 63% 70% 34% Maquiagem / cosméticos com cor 75% 68% 78% 67% 68% 72% 48% 53% 64% 86% Tinta para os cabelos 56% 60% 65% 56% 56% 58% 36% 61% 62% 61% Produtos para as unhas 55% 39% 55% 29% 37% 41% 44% 73% 52% 31% Autobronzeadores 14% 11% 28% 26% 9% 8% 22% 28% 36% 29% Produtos iluminadores da pele 6% 4% 6% 3% 5% 0% 5% 9% 5% 44% C42 Quais dos seguintes produtos, caso haja algum, você usa para fazê-la sentir-se mais atraente fisicamente? Não exclui nenhum, Não sabe e recusou-se Classificação com base em todas as respondentes Mulheres estabelecem uma linha divisória entre usar produtos de cuidado pessoal e cirurgia cosmética, com apenas uma dentre quatro mulheres considerando a realização de cirurgia cosmética e apenas 3% delas admitindo já ter realizado cirurgia com finalidade cosmética. Mulheres que estão menos satisfeitas com sua beleza são consideravelmente mais propensas a relatar a possibilidade de cirurgia cosmética do que aquelas que estão mais satisfeitas. Metade de todas as mulheres no Brasil considera a possibilidade de realizar cirurgia cosmética, com 7% das entrevistadas relatando ter feito algum tipo de cirurgia cosmética o índice mais alto de todos os países pesquisados. Mulheres da Itália, Portugal e Holanda são as menos inclinadas a considerar a realização de cirurgia cosmética. Enquanto apenas 25% das mulheres já consideraram fazer cirurgia cosmética, esse número sobre para quase quatro em cada dez mulheres, caso os procedimentos fossem seguros e gratuitos. Isso é especialmente verdade no Brasil, na Argentina e nos EUA. Entretanto, apenas 24% das mulheres que estão satisfeitas com sua beleza considerariam realizar cirurgia cosmética, mesmo se os procedimentos fossem seguros e gratuitos.

59 32

60 Consideram a possibilidade de realizar cirurgia cosmética Total de Respondentes Sim 26% Não sabe/recusou-se 1% Não 73% F1 Você já considerou a possibilidade de realizar algum tipo cirurgia cosmética? Consideram a possibilidade de realizar cirurgia cosmética Sim Não Não sabe/recuso u-se EUA 30% 69% 1% Canadá 23% 76% 1% Grã-Bretanha 21% 79% 0% Itália 15% 85% 0% França 28% 72% 0% Holanda 18% 82% 0% Portugal 1% 14% 85% Brasil 0% 54% 46% Argentina 0% 32% 68% Japão 26% 71% 3% 0% 20% 40% 60% 80% 100% F1 Você já considerou a possibilidade de realizar algum tipo cirurgia cosmética?

a verdade sobre a beleza um relatório global

a verdade sobre a beleza um relatório global Central de Cases DOVE: a verdade sobre a beleza um relatório global www.espm.br/centraldecases Central de Cases DOVE: a verdade sobre a beleza um relatório global Preparado pelo Prof. Carlos Frederico

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você?

Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você? Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você? Talvez você já tenha pensado a esse respeito, ou não. Se souber definir bem quais são os seus valores, terá uma noção clara de quais são suas prioridades.

Leia mais

Consumo de produtos de beleza

Consumo de produtos de beleza Consumo de produtos de beleza Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado.

Leia mais

Resumo executivo. Metodologia. versus RESUMO EXECUTIVO DO EMC PRIVACY INDEX

Resumo executivo. Metodologia. versus RESUMO EXECUTIVO DO EMC PRIVACY INDEX Privacidade versus Conveniência Resumo executivo As manchetes sobre privacidade na Internet estão fomentando um debate sobre quanto de acesso governos e empresas devem ter a atividades, comunicações e

Leia mais

UM RELATÓRIO GLOBAL INTRODUÇÃO 1

UM RELATÓRIO GLOBAL INTRODUÇÃO 1 A VERDADE SOBRE A BELEZA UM RELATÓRIO GLOBAL Case preparado por Carlos Frederico Lucio CENTRAL DE CASES ESPM INTRODUÇÃO 1 Em 2005, Dove, importante marca da Unilever ligada a produtos de higiene e beleza,

Leia mais

ASSUMA O CONTROLE DE SUAS CRENÇAS INCONSCIENTES: De a si mesmo uma mente rica

ASSUMA O CONTROLE DE SUAS CRENÇAS INCONSCIENTES: De a si mesmo uma mente rica ASSUMA O CONTROLE DE SUAS CRENÇAS INCONSCIENTES: De a si mesmo uma mente rica Escrito por Merilee Dannermann Saudações a você que vem acompanhando o trabalho do POINT DOS AMORES e com a sua participação

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: INTERESSES, DESEJOS E INFLUÊNCIA NO MERCADO DE CONSUMO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: INTERESSES, DESEJOS E INFLUÊNCIA NO MERCADO DE CONSUMO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: INTERESSES, DESEJOS E INFLUÊNCIA NO MERCADO DE CONSUMO Fevereiro 2016 PERFIL DA MULHER BRASILEIRA 68,0% das entrevistadas dão nota igual ou maior que SETE para a própria felicidade

Leia mais

CUIDADOS COM A BELEZA

CUIDADOS COM A BELEZA CUIDADOS COM A BELEZA Dihego Pansini Getúlio Cantão Quando observamos os padrões de beleza determinados pela sociedade no decorrer dos, podemos perceber que a mesma possui uma característica de transitoriedade,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

31 descobertas sobre liderança

31 descobertas sobre liderança ALTA GERÊNCIA 31 descobertas sobre liderança Estudo Leadership Forecast 2005-2006, realizado pela firma de consultoria Development Dimensions International (DDI), buscou analisar como são percebidas em

Leia mais

SESSÃO 2: Explorando Profissões

SESSÃO 2: Explorando Profissões SESSÃO 2: Explorando Profissões CURRÍCULO DE PROGRAMA Muitas meninas adolescentes (e adultos também) dizem que não tem ideia do que querem fazer com o resto de suas vidas. Embora que algumas meninas sonham

Leia mais

Brasil em Alto Contraste: Conhecer é preciso

Brasil em Alto Contraste: Conhecer é preciso Brasil em Alto Contraste: Conhecer é preciso Percepção da Pesquisa no Brasil Congresso Brasileiro de Pesquisa Mercado h Opinião h Mídia Nelsom Marangoni Ney Luiz Silva Mudanças, muitas mudanças... e mudanças

Leia mais

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS por David Miller The European Business Review, março/abril 2012 As mudanças estão se tornando mais frequentes, radicais e complexas. Os índices de falha em projetos

Leia mais

5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU. e a si mesma!

5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU. e a si mesma! 5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU GUARDA-ROUPA e a si mesma! E S T I L O É A SUA ALMA V I S T A P E L O lado de fora. I N T R O D U Ç Ã O Qual é a mulher nesse mundo QUE NUNCA RECLAMOU EM FRENTE AO ESPELHO

Leia mais

Julho de 2009 Pesquisa Online Global de Consumidores da Nielsen Confiança, Valor e Envolvimento com Publicidade

Julho de 2009 Pesquisa Online Global de Consumidores da Nielsen Confiança, Valor e Envolvimento com Publicidade Julho de 2009 Pesquisa Online Global de Consumidores da Nielsen Confiança, Valor e Envolvimento com Publicidade Informações Gerais A Nielsen recentemente pesquisou mais de 25.000 consumidores online em

Leia mais

A Visão. Uma Introdução

A Visão. Uma Introdução 1 A Visão Uma Introdução Muitas pessoas sabem, já desde a infância ou juventude, o que querem ser na vida quando forem adultos, como, por exemplo, médico(a), enfermeiro (a), músico (a), advogado (a), ou

Leia mais

Tradução. Magda Lopes. A Lei da Felicidade_miolo.indd 3 27/05/2011 16:03:32

Tradução. Magda Lopes. A Lei da Felicidade_miolo.indd 3 27/05/2011 16:03:32 Tradução Magda Lopes A Lei da Felicidade_miolo.indd 3 27/05/2011 16:03:32 INTRODUÇÃO Da Lei da Atração à Lei da Felicidade Alguns anos atrás, um livro chamado O segredo, de Rhonda Byrne, abalou o mundo

Leia mais

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT DECODIFICANDO SEUS ESTILOS DE PENSAMENTO E TOMADA DE DECISÃO 30, Junho, 2015 RELATÓRIO HOGAN Jane Doe ID UH565487 SUMÁRIO EXECUTIVO Este relatório examina os estilos de julgamento e de tomada de decisão

Leia mais

Recursos Humanos. Hotelaria: gestores portugueses vs. estrangeiros

Recursos Humanos. Hotelaria: gestores portugueses vs. estrangeiros Esta é uma versão post print de Cândido, Carlos J. F. (2004) Hotelaria: Gestores Portugueses vs. Estrangeiros, Gestão Pura, Ano II, N.º 7, Abril/Maio, 80-83. Recursos Humanos Hotelaria: gestores portugueses

Leia mais

Como contratar staff de Projetos...

Como contratar staff de Projetos... Como contratar staff de Projetos... Que qualidades estou buscando no profissional de Projetos, e como identificá-las...? Alguns exemplos do que podemos buscar..! 1. Visão 2. Orientação estratégica 3. Inovação

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Mais que um sabonete. A origem. Dove no Brasil

Mais que um sabonete. A origem. Dove no Brasil Mais que um sabonete Todas as mulheres sonham com uma pele macia e hidratada. O lançamento de Dove atendeu à demanda das consumidoras brasileiras, cada vez mais exigentes e preocupadas com o cuidado pessoal.

Leia mais

Sumário Executivo. Objetivos

Sumário Executivo. Objetivos Brasil Sumário Executivo As mídias sociais estão se tornando uma parte central de como os consumidores descobrem e avaliam informações. Quando os Mass Affluent se relacionam com instituições financeiras

Leia mais

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes 1. Perguntas e Respostas para Todos os Públicos: 1.1. O que é posicionamento de marca e por que está sendo

Leia mais

! Pesquisas de votos; ! Serviços de qualidade; ! Pesquisas de opinião pública; ! Em quem você vai votar em Outubro?

! Pesquisas de votos; ! Serviços de qualidade; ! Pesquisas de opinião pública; ! Em quem você vai votar em Outubro? Introdução Tópicos Especiais em E.S.: Surveys Cleidson de Souza LABES - DI - UFPA cdesouza@ufpa.br! Um dos principais exemplos de pesquisa empírica:! Pesquisas de votos;! Serviços de qualidade;! Pesquisas

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

QUEM SOMOS PARA TODAS

QUEM SOMOS PARA TODAS Mídia Kit QUEM SOMOS O site Beleza e Conteúdo é uma proposta inovadora para quem deseja aprender uma nova língua. Unindo aprendizado com qualidade de vida, o portal permite que o usuário possa aperfeiçoar

Leia mais

Introdução. O que é um survey? Projeto de Surveys. Tópicos Especiais em E.S.: Surveys. Cleidson de Souza. representatividade de amostras;

Introdução. O que é um survey? Projeto de Surveys. Tópicos Especiais em E.S.: Surveys. Cleidson de Souza. representatividade de amostras; Introdução Tópicos Especiais em E.S.: Surveys Cleidson de Souza LABES - DI - UFPA cdesouza@ufpa.br! Um dos principais exemplos de pesquisa empírica:! Pesquisas de votos;! Pesquisas de opinião pública;!

Leia mais

Honrar os valores, uma questão de integridade

Honrar os valores, uma questão de integridade Honrar os valores, uma questão de integridade Por: P.A. (Paulo Alvarenga) Nos últimos congressos de desenvolvimento profissional que participei, o que mais tenho escutado é sobre a importância dos valores.

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

5. Conclusões e recomendações

5. Conclusões e recomendações 5. Conclusões e recomendações Para melhor compreensão das conclusões e recomendações que serão apresentadas neste Capítulo, é necessário rever o contexto do problema e seus objetivos conforme descritos

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

uma das nossas atitudes será tido como não atrativo e estimulará emoções como a aversão.

uma das nossas atitudes será tido como não atrativo e estimulará emoções como a aversão. 28 3 Design e emoção Segundo Norman (2004), as emoções são valiosas para a vida cotidiana de todos os seres humanos. A utilidade e a usabilidade também o são, mas sem a diversão, o prazer, o orgulho e

Leia mais

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 CONVICÇÕES COMPARTILHADAS A leitura é uma janela para o mundo. A leitura é uma competência fundamental para a aprendizagem,

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

Saúde e produtividade: um olhar sobre o cenário brasileiro. Cesar Lopes Líder de Saúde e Benefícios em Grupo, Towers Watson

Saúde e produtividade: um olhar sobre o cenário brasileiro. Cesar Lopes Líder de Saúde e Benefícios em Grupo, Towers Watson Saúde e produtividade: o valor de uma força de trabalho saudável para o sucesso nos negócios Saúde e produtividade: um olhar sobre o cenário brasileiro Cesar Lopes Líder de Saúde e Benefícios em Grupo,

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES Por cerca de 50 anos, a série Boletim Verde descreve como a John Deere conduz os negócios e coloca seus valores em prática. Os boletins eram guias para os julgamentos e as

Leia mais

ANIMAPROJ LIFE COACHING

ANIMAPROJ LIFE COACHING Valores Pessoais - O que são e como descobrir os seus? Como você tem vivido a sua vida? Para onde você está indo? O que é importante para você? A mais importante jornada da vida é percorrer o caminho entre

Leia mais

PCC PROFESSIONAL COACH CERTIFICATION

PCC PROFESSIONAL COACH CERTIFICATION 1. Valores individuais 1. Dignidade 2. Respeito por si próprio 3. Respeito pela natureza e pelo meio ambiente 4. Respeito pelo próximo 5. Igualdade 6. Liberdade 7. Amor 8. Conexão com o próximo ou interdependência

Leia mais

Avaliação de Planos de Saúde. Maio de 2015

Avaliação de Planos de Saúde. Maio de 2015 Avaliação de Planos de Saúde Maio de 2015 Índice OBJETIVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O Mercado de plano de saúde Perfil do beneficiário vs Não beneficiário Beneficiários Satisfação, Recomendação, Continuidade

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br Script de Terapia de Liberação Emocional (EFT) para desfazer crenças relativas aos clientes que você merece ter. Eu não consigo atrair clientes dispostos a pagar preços altos A Acupuntura Emocional é uma

Leia mais

A linguagem corporal do amor

A linguagem corporal do amor ALLAN & BARBARA PEASE A linguagem corporal do amor Este livro é dedicado a todas as pessoas que têm boa visão, mas não conseguem enxergar. Sumário Introdução 9 Capítulo 1 Compreendendo o jogo do amor:

Leia mais

O ÓPTICO E AS VENDAS

O ÓPTICO E AS VENDAS O ÓPTICO E AS VENDAS Luis Alberto Perez Alves É sempre difícil falar de venda de óptica sem falar de técnica de óptica, pois vender é resultado de conhecimento técnico mais habilidade de relacionar-se

Leia mais

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição depois do nascimento). Engordei e emagreci 110 quilos em meus 50 anos e passei 30 anos fazendo dietas. Mas não fiz mais dieta desde que meu filho se afastou, 11 anos atrás.

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

Estudo Esperanças e Desejos das Mães

Estudo Esperanças e Desejos das Mães Estudo Esperanças e Desejos das Mães Um estudo internacional realizado pela Fisher-Price, com o intuito de explorar as atitudes e abordagens das mães ao desenvolvimento na primeira infância. O QUE AS MÃES

Leia mais

Pesquisa. Intenção de

Pesquisa. Intenção de Pesquisa SPC BRASIL: Intenção de Compras para o Natal Novembro/2013 Pesquisa do SPC Brasil revela que brasileiros pretendem gastar mais e comprar mais presentes neste Natal Se depender dos consumidores

Leia mais

Sentir- se mal não é tão difícil

Sentir- se mal não é tão difícil 3 artigos sobre o Gerenciamento das Emoções Por Andrês De Nuccio Sentir- se mal não é tão difícil Li esses dias uma história segundo a qual uma senhora, preparando- se para sair, trocava diversas vezes

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 1. INTRODUÇÃO 84% dos consumidores que não possuem conta corrente fazem compras parceladas O fato de não possuir conta em banco

Leia mais

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes Líderes do Coração A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes O que é? Líderes do Coração é um programa que cria espaços de estudo, reflexão e prática da arte da liderança, partindo do pressuposto

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SEÇÃO 7 Desenvolvimento de É importante pensar sobre como desenvolver os funcionários a fim de melhorar o trabalho da organização. O desenvolvimento de poderia consistir em ensino, oportunidades para adquirir

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

DESENVOLVENDO PESSOAS ATRAVÉS DO MENTORING ORGANIZACIONAL

DESENVOLVENDO PESSOAS ATRAVÉS DO MENTORING ORGANIZACIONAL DESENVOLVENDO PESSOAS ATRAVÉS DO MENTORING ORGANIZACIONAL Paulo Erlich* O Mentoring (Mentoria) vem sendo reconhecido mundialmente como um dos melhores métodos para desenvolvimento do indivíduo em diversas

Leia mais

Este template é muito diferente e muito, mas muito especial!

Este template é muito diferente e muito, mas muito especial! Esta é nossa última sequência! Este template é muito diferente e muito, mas muito especial! Quero que você olhe para ele com olhos de águia e reflita, e muito, se ele realmente serve para o seu produto

Leia mais

PESQUISA DE AVALIAÇÃO COM SÓCIOS

PESQUISA DE AVALIAÇÃO COM SÓCIOS PESQUISA DE AVALIAÇÃO COM SÓCIOS Pesquisa desenvolvida com exclusividade para JOCKEY CLUB Outubro /2012 Para falar com a H2R contate: lmorrone@h2r.com.br /rubenshannun@h2r.com.br Tel(011)2654-0424 www.h2r.com.br

Leia mais

I Can Make You Happy. Dr. Hugh Willbourn. Filipa Rosário e João Paulo Oliveira. Inclui um CD de programação da mente GRÁTIS.

I Can Make You Happy. Dr. Hugh Willbourn. Filipa Rosário e João Paulo Oliveira. Inclui um CD de programação da mente GRÁTIS. I Can Make You Happy Editado por Dr. Hugh Willbourn Traduzido do inglês por Filipa Rosário e João Paulo Oliveira Inclui um CD de programação da mente GRÁTIS SOBRE O CD DE PROGRAMAÇÃO DA MENTE 7 CAPÍTULO

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Ensinando Crianças Sobre Como Lidar Com Dinheiro

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Ensinando Crianças Sobre Como Lidar Com Dinheiro EDUCAÇÃO FINANCEIRA Ensinando Crianças Sobre Como Lidar Com Dinheiro Quem somos!! Ciência Divertida é a empresa líder em atividades científicas interativas para crianças entre 04 e 17 anos. Nossos programas

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

Dove. Raquel Carreira Campos Taynah Ibanez Barbosa. Publicidade Propaganda: Categorias e Conceitos

Dove. Raquel Carreira Campos Taynah Ibanez Barbosa. Publicidade Propaganda: Categorias e Conceitos Dove Raquel Carreira Campos Taynah Ibanez Barbosa Publicidade Propaganda: Categorias e Conceitos Cliente: Dove. Produto: Sabonete Tradicional. Conceito de Marca Os mais importantes diferenciais da marca,

Leia mais

29/5/2012 DIPOSICIONAL SITUACIONAL OTIMISMO DISPOSICIONAL INTRODUÇÃO REVISÃO DE LITERATURA MÉTODOS FONTE DE DADOS PROJETO INSTRUMENTOS RESULTADOS

29/5/2012 DIPOSICIONAL SITUACIONAL OTIMISMO DISPOSICIONAL INTRODUÇÃO REVISÃO DE LITERATURA MÉTODOS FONTE DE DADOS PROJETO INSTRUMENTOS RESULTADOS INTRODUÇÃO REVISÃO DE LITERATURA MÉTODOS FONTE DE DADOS PROJETO INSTRUMENTOS RESULTADOS CARACTERÍSTICAS DA AMOSTRA DIFERENÇAS NAS PONTUAÇÕES DE OTIMISMO CORRELATOS DE OTIMISMO PREDITORES DE QVRS DISCUSSÃO

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

O COMPORTAMENTO DE CONSUMIDORES DE VEÍCULOS USADOS: UM ESTUDO A PARTIR DO PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA

O COMPORTAMENTO DE CONSUMIDORES DE VEÍCULOS USADOS: UM ESTUDO A PARTIR DO PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA O COMPORTAMENTO DE CONSUMIDORES DE VEÍCULOS USADOS: UM ESTUDO A PARTIR DO PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA Luciano Zamberlan (UNIJUÍ) lucianoz@unijui.edu.br Ariosto Sparemberger (UNIJUÍ) ariosto@unijui.edu.br

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

Cosméticos para a Terceira Idade

Cosméticos para a Terceira Idade Cosméticos para a Terceira Idade Fevereiro de 2014 1 Introdução 2 Apresentação do Estudo Objetivos Compreender o significado do tema Beleza para as mulheres da classe BC acima de 60 anos; Entender as necessidades

Leia mais

* Somente para fins educacionais: investir envolve riscos, incluindo a perda de capital.

* Somente para fins educacionais: investir envolve riscos, incluindo a perda de capital. * Somente para fins educacionais: investir envolve riscos, incluindo a perda de capital. ELEVANDO O NOSSO QI FINANCEIRO Bem-vindo à Global Investor Pulse da BlackRock 2015. A Investor Pulse, a maior pesquisa

Leia mais

Sumário. Prefácio... 7 Nota do autor... 9. Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão...

Sumário. Prefácio... 7 Nota do autor... 9. Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão... Sumário Prefácio... 7 Nota do autor... 9 Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão... 27 Parte 2: Passado doloroso 3. Entenda o passado... 45 4. Lide com

Leia mais

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

O SIGNIFICADO DA PESQUISA:

O SIGNIFICADO DA PESQUISA: O SIGNIFICADO DA PESQUISA: ESCRITO POR Clive de Freitas PUBLICADO Outubro 2013 como ela molda nossas vidas e cria marcas O RESUMO Como profissionais de marketing, é fácil reduzir a pesquisa para métricas

Leia mais

5. CONCLUSÃO. 5.1 Resumo dos Resultados

5. CONCLUSÃO. 5.1 Resumo dos Resultados 5. CONCLUSÃO 5.1 Resumo dos Resultados O presente trabalho se propôs a entender os significados atribuídos pelo público feminino de baixa renda no consumo dos produtos do mercado HPPC, especificamente

Leia mais

[ Parte integrante da View 49 ] Curso Essilor. de Vendas. [Conferindo qualidade à venda na óptica] e se o cliente disser "não"?

[ Parte integrante da View 49 ] Curso Essilor. de Vendas. [Conferindo qualidade à venda na óptica] e se o cliente disser não? Curso Essilor 5 [ Parte integrante da View 49 ] de Vendas [Conferindo qualidade à venda na óptica] e se o cliente disser "não"? o clien e se o cliente disser u m "não" significa "NÃO", certo? Por incrível

Leia mais

1 ENTÃO VOCÊ QUER SER UM EMPREENDEDOR

1 ENTÃO VOCÊ QUER SER UM EMPREENDEDOR 1 ENTÃO VOCÊ QUER SER UM EMPREENDEDOR Antes de me tornar mãe, as pessoas me diziam que os primeiros cinco anos são os mais difíceis para os pais. Aquela pequena criatura depende de você desde o momento

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO Marcelo Moura 1 Líbia Serpa Aquino 2 Este artigo tem por objetivo abordar a importância das atividades lúdicas como verdadeiras

Leia mais

Lu Rochael - Psicóloga e Coach - Todos os direitos reservados

Lu Rochael - Psicóloga e Coach - Todos os direitos reservados Desenvolva e amplie sua autoestima Por que falar de autoestima? Trabalho como terapeuta há 10 anos, período em que pude testemunhar e acompanhar muitos clientes. Qualquer que fosse o motivo pelo qual as

Leia mais

Rubricas e guias de pontuação

Rubricas e guias de pontuação Avaliação de Projetos O ensino a partir de projetos exibe meios mais avançados de avaliação, nos quais os alunos podem ver a aprendizagem como um processo e usam estratégias de resolução de problemas para

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Reinventando a gestão de vendas

Reinventando a gestão de vendas Reinventando a gestão de vendas Um bom vendedor é mais importante para a empresa do que o produto. Vender não é mais persuasão, mas compreensão. Esta é a proposta de Neil Rackham, expressa durante o Fórum

Leia mais

NEUROMARKETING. Mais consciência de tudo aquilo que afeta o inconsciente, para aplicar no seu dia a dia empresarial.

NEUROMARKETING. Mais consciência de tudo aquilo que afeta o inconsciente, para aplicar no seu dia a dia empresarial. NEUROMARKETING Mais consciência de tudo aquilo que afeta o inconsciente, para aplicar no seu dia a dia empresarial. NEUROMARKETING : A DIVERSIDADE A humanidade está mais subjetiva. Mais que uma batalha

Leia mais

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária.

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. POR ONDE COMEÇAR??? 1. Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. Vai ganhar confiança, aprender

Leia mais

CAPÍTULO 9 Exercícios Resolvidos

CAPÍTULO 9 Exercícios Resolvidos CAPÍTULO 9 Exercícios Resolvidos R9.1) Diâmetro de esferas de rolamento Os dados a seguir correspondem ao diâmetro, em mm, de 30 esferas de rolamento produzidas por uma máquina. 137 154 159 155 167 159

Leia mais

Mobilização de Equipes para Alta Performance

Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Pessoas liderar é influenciar pessoas para que desenvolvam motivação para fazer o que "deve" ser feito com vontade e com o máximo de seu potencial

Leia mais

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido 1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido No estudo da Comunicação, a publicidade deve figurar como um dos campos de maior interesse para pesquisadores e críticos das Ciências Sociais e Humanas.

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach

Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach ABRACOACHING 2015 1 Porque fazer um curso de Coaching? Metodologia Comprovada Resultados sem precedentes As maiores razões para escolher um coach Tendências do Mercado de Coaching Oportunidades da Carreira

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades...

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... 19 2. AUTOESTIMA... 23 2.1 Autoaceitação... 24 2.2 Apreço por si... 26

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

O Paradigma da nova liderança

O Paradigma da nova liderança O Paradigma da nova liderança Robert B. Dilts Um dos mais importantes conjuntos de habilidades Um dos mais importantes conjuntos de habilidades necessárias num mundo em transformação são as habilidades

Leia mais

KRC RESEARCH O parceiro de pesquisa da WEBER SHANDWICK. Resultados do Índice Global da Saúde dos Olhos no Brasil

KRC RESEARCH O parceiro de pesquisa da WEBER SHANDWICK. Resultados do Índice Global da Saúde dos Olhos no Brasil KRC RESEARCH O parceiro de pesquisa da WEBER SHANDWICK Resultados do Índice Global da Saúde dos Olhos no Brasil 1 Índice Slide Visão geral da pesquisa Histórico 3 Metodologia da pesquisa 4 Análise Análise

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional Ao investir em pessoas o seu resultado é garantido! Tenha ganhos significativos em sua gestão pessoal e profissional com o treinamento

Leia mais

O Valor da Educação. Trampolim para o Sucesso. Relatório do Brasil

O Valor da Educação. Trampolim para o Sucesso. Relatório do Brasil O Valor da Educação Trampolim para o Sucesso Relatório do Brasil Conteúdo Prefácio do HSBC Principais conclusões Sumário executivo Parte 1: O papel da educação Parte 2: Preparação para uma educação de

Leia mais