Informática para concursos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informática para concursos"

Transcrição

1 AMOSTRA DA OBRA O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro Informática para concursos 2ª edição. Ana Lucia Castilho Informática para concursos teoria e questões 2ª edição

2 Nota sobre a autora Informática para Concursos Sumário III Capítulo 1 Noções de Informática 01 Nota sobre a autora Pós-graduada em Gerência de Projetos de Tecnologia da Informação UNISUL Palhoça/SC, Gestão Empresarial FGV RJ, Ciência da Computação Universidade Santa Cecília Santos/SP, Processamento de Dados Fundação Lusíadas Santos/SP. Graduada em Matemática para Informática Universidade Brás Cubas Mogi das Cruzes/SP. Trabalhou em diversas escolas preparatórias, como Central de Concursos, CPC Marcato, Damásio, DIEX, Exord, Federal, Formação, IOB, Legale, LFG/Prima, Meta, Mougenot, Obcursos-SP, Portal-Santos, Pró-concurso, Qualidade Concursos, Renato Saraiva, RRCursos, Robortella, Sucesso Concursos, Uniequipe. Publicou os seguintes livros: Informática para Concursos Públicos, volumes I e II, Editora Juspodivm; Questões Comentadas, Editora Premier; RESUMÃO de Informática para Concursos Públicos 2 a edição, Editora Premier; e Informática para Concursos Públicos PASSO a PASSO, Editora Policon. Informática como ciência 01 Conceito de computador 01 A estrutura básica de um computador 02 História dos computadores 02 Gerações de computadores 02 1ª Geração 03 2ª Geração 03 3ª Geração 04 4ª Geração 04 5ª Geração 06 Tipos de computador 06 Números computacionais 07 Tabela de armazenamento de informações 07 Conversões 08 Base decimal para binária e vice-versa 08 Base decimal para hexadecimal e vice-versa 09 Base hexadecimal para binária e vice-versa 09 Operações binárias 10 Soma binária 10

3 Sumário Informática para Concursos V Subtração binária 11 Multiplicação binária 12 Divisão binária 13 Questões adaptadas 14 Gabarito 16 Referências bibliográficas 16 Capítulo 2 Hardware 17 Componentes básicos de um computador digital 17 UC (unidade de controle) 18 Clock da unidade de controle 18 ULA (unidade lógica e aritmética) 19 Registradores 19 Canais 20 Clock 20 Barramento 21 Características dos principais barramentos 21 Portas 27 Porta serial 27 Porta paralela 27 Porta USB (Universal Serial Bus) 28 Porta firewire 30 Porta PS/2 (Personal System/2) 31 Memórias 31 RAM (Memória de Acesso Randômico) 31 Organização da RAM 31 Algumas evoluções da memória RAM 32 Diferentes tipos de memória 33 ROM (Memória Somente de Leitura) 33 Memória cache 35 Memória externa (ou massa de dados ou secundária) 35 Memória intermediária 36 Memória virtual 36 Localização de alguns componentes dentro da CPU 36 Periféricos 37 Periféricos de entrada de dados 37 Teclado 37 Mouse 38 Leitora óptica 39 Scanners 39 WebCam 40 Periféricos de saída de dados 40 Impressoras 40 Monitor 40 Periféricos de entrada e saída de dados 41 Coletor de dados 41 Disco rígido 41 Drive DVD (Digital Video Disk) 42 Drive de fita 42 Equipamento para backup 42

4 Sumário Informática para Concursos VII Memory key (memória USB flash drive ou pen drive) 42 Monitor sensível ao toque 43 Palmtop 43 ipad 43 Processadores 44 Processadores Intel 44 Algumas definições técnicas 44 Os primórdios dos processadores Intel 286, 386, Pentium 46 Pentium II 46 Pentium III 46 Celeron 47 Pentium 4 47 Pentium D e Extreme Edition 48 A família Core 2 48 Processadores AMD (Advanced Micro Devices) 49 Definições 49 Histórico 50 Tecnologias CISC e RISC 52 Placa-mãe (motherboard) 53 BIOS (Basic Input Output System Sistema Básico de Entrada e Saída) 54 Sistemas de computação 54 Sistemas de arquivos 55 Sistema de arquivos FAT 55 Funcionamento do sistema FAT 56 Tamanho de cluster 56 Diferenças entre FAT e FAT32 57 Sistema de arquivos NTFS 58 Características do NTFS 59 Versões do NTFS 59 Funcionamento do NTFS 60 Funcionamento padrão dos sistemas de arquivos no Linux 60 Erros e corrompimento do sistema de arquivos 61 Sistema de arquivos ext3 62 Tecnologia RAID 62 O que é RAID? 63 Vantagens do RAID 63 Tipos de RAID 63 RAID via hardware 63 RAID via software 64 Comparando RAIDs por software e por hardware 64 Níveis de RAID 64 RAID nível 0 65 RAID nível 0 linear 65 RAID nível 0 stripping 65 RAID nível 1 66 RAID nível 2 67

5 Sumário Informática para Concursos IX RAID nível 3 68 RAID nível 4 68 RAID nível 5 69 RAID nível RAID nível Leitura complementar 71 Questões adaptadas 88 Gabarito 95 Referências bibliográficas 96 Capítulo 3 Software 97 Linguagens de programação 97 Sistema operacional 97 História 98 Os sistemas operacionais mais utilizados no mundo 99 Outros sistemas operacionais livres 100 Sistemas operacionais modernos 100 Funcionamento 100 Gerenciamento de processos 100 Gerenciamento de memória 101 Swapping 101 Sistema de arquivos 102 Tipos de sistemas 102 Sistemas multiprocessadores 102 Interface de uso 103 GUI (Graphical User Interface) 103 TUI (Text User Interface) 104 CUI (Command-line User Interface) 104 Classificações 104 Resumo de ambiente 106 Conceitos de organização e de gerenciamento de arquivos e pastas 107 Classes de softwares 108 Questões adaptadas 109 Gabarito 110 Refêrencias bibliográficas 110 Capítulo 4 Unix e Linux 111 Unix 111 Estrutura do sistema Unix (ou Linux) 111 Estrutura de diretórios (ou pastas) do Unix (ou Linux) 112 Comandos de linha do Linux (Unix): lista de comandos mais cobrados em concursos públicos 113 Processos no Linux sinais de processos 114 GNU General Public License (Licença Pública Geral) 115 Software Livre e Software em Domínio Público 116 Software Livre e Copyleft 116 Venda de Software Livre 116 Licenças de uso 117

6 Sumário Informática para Concursos XI Software Proprietário 117 Softwares Livres notáveis 117 Linux 119 Sistema de Estrutura de Arquivos Linux (Diretório, do Unix, semelhante a Pastas, do Linux) 119 Gerenciador de Tarefas do Kurumim 120 Tabela de comparação entre Unix e Linux 121 Programas Licenciados Classificação 121 Gnome (GNU Network Object Model Environment) 122 KDE (K Desktop Environment) 123 Questões adaptadas 123 Gabarito 129 Referências bibliográficas 130 Capítulo 5 Windows 131 Origem e história 131 Compatibilidade 132 Versões Bits 132 Windows 1.0x 132 Windows Windows Bits 134 Windows Windows Windows 98 Segunda Edição 135 Windows ME 135 Windows NT 136 Windows e 64 Bits 138 Windows XP 138 Windows Server Windows Vista 139 Windows Server Windows Windows O que é cobrado sobre Windows em concursos públicos 151 Painel de Controle 151 Gerenciador de Tarefas 152 Explorer 152 Teclas de atalho do Windows 153 Atalhos de teclados gerais 153 Atalhos de teclado de caixas de diálogo 155 Atalhos do natural keyboard 155 Atalhos de teclado para acessibilidade 156 Atalhos de teclado do Windows Explorer 156 Leitura complementar 157 Questões adaptadas 167 Gabarito 174 Referências bibliográficas 174

7 Sumário Informática para Concursos XIII Capítulo 6 Programas Comerciais 175 Word (Pacote Office) 175 Menu Arquivo 175 Menu Exibir 176 Menu Formatar 177 Teclas de atalho 179 Barra de idiomas Trabalhando com documentos e páginas da web 181 Editando e movendo textos e elementos gráficos 185 Formatação de caracteres e de parágrafos 189 Objetos de desenho e outros objetos 192 Mala direta e campos 195 Combinações de teclas 196 Excel (Pacote Office) 199 Menu Exibir 199 Menu Formatar 200 Menu Inserir 201 Menu Ferramentas 202 Menu Dados 202 Alça de preenchimento 203 Fixação de linha ou coluna $ 204 Teclas de atalho 204 Teclas para pastas de trabalho e planilhas 204 Teclas para selecionar dados e células 208 Teclas para inserir, editar, formatar e calcular dados 210 Teclas para filtragem, organização em tópicos e gerenciamento de listas 216 Teclas para relatórios de tabela dinâmica e de gráfico dinâmico 217 Teclas para gráficos 219 Teclas para objetos de desenho e outros objetos 220 Teclas para serem usadas com fala, , macros e outros idiomas 223 Power Point (Pacote Office) 225 Menu Arquivo 225 Menu Exibir 225 Menu Inserir 226 Menu Ferramentas 227 Menu Apresentação 227 Microsoft Access (Pacote Office) 228 Menu Arquivo 228 Menu Ferramentas 231 Microsoft Outlook 232 Mensagem 232 Caixa de Entrada e Saída de 233 Assistente para conexão de 233 Internet Explorer 234 Menu Ferramentas 234

8 Sumário Informática para Concursos XV Opções da internet Menu Ferramenta 235 Leitura complementar 235 Questões adaptadas 253 Gabarito 264 Referências bibliográficas 265 Capítulo 7 Programas Livres 267 Open Office 267 Writer 267 Estrutura básica dos documentos 267 Operações com arquivos 268 Criação e uso de modelos 270 Gerenciamento de modelos 271 Edição e formatação 272 Parágrafos 273 Alinhamento 275 Tabulações 277 Capitulares 280 Fontes 281 Colunas 286 Tabelas e texto multicolunados 289 Configuração de páginas e impressão 290 Configurações de layout 293 Ortografia e gramática 295 Controle de quebras 295 Numeração de páginas 296 Legendas 297 Índice 298 Inserção de objetos 300 Caixas de texto 304 Caracteres especiais 305 Desenhos e Cliparts 306 Usando Barra de Ferramentas 310 Janelas 313 Assistente de Mala Direta 313 Atalhos e menus 322 Diferenças entre Microsoft Office e Open Office 328 Perguntas mais frequentes sobre Writer 336 Calc 352 Estrutura básica das planilhas 352 Conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos 353 Elaboração de tabelas e gráficos 353 Edição de tabelas do Assistente de Dados 354 Filtro de tabelas do Assistente de Dados 355 Atualização de tabelas do Assistente de Dados 355 Seleção de intervalos de saída do Assistente de Dados 355 Exclusão de tabelas do Assistente de Dados 356 Gráficos 356 Uso de fórmulas, funções e macros 359

9 Sumário Informática para Concursos XVII Macro 363 Impressão 365 Inserção de objetos 367 Campos predefinidos 368 Controle de quebras 370 Numeração de páginas 372 Margens 373 Layout da página 374 Configurações de layout 375 Obtenção de dados externos 375 Classificação 376 Registro absoluto 379 Fonte 384 Atalhos e menus 385 Teclas de função usadas em planilhas 388 Uso do Assistente de Dados 389 Diferenças entre Microsoft Office e Open Office 391 Perguntas mais frequentes sobre Calc 398 Impress 412 Estrutura básica de apresentações 412 Edição e formatação 413 Criação de apresentações 416 Impressão de apresentações 422 Multimídia 423 Zoom 428 Desenho e clipart 430 Uso da barra de ferramentas 434 Diferenças entre Microsoft Office e Open Office 435 Teclas de atalho 443 Perguntas mais frequentes sobre Impress 447 Mozilla Firefox 453 Compatibilidade 453 Navegação em abas 453 Corretor ortográfico 453 Privacidade 454 Pesquisa inteligente 454 Personalizável 454 Restauração da sessão 454 Mozilla Thunderbird 454 Ferramenta mais efetiva de detecção de spam 454 Tags 455 Proteção contra fraudes (anti-phishing) 455 Repleto de recursos 455 Personalizável 455 Segurança 455 Funcionalidades ilimitadas 455 Leitura complementar 456 LibreOffice 456 Questões adaptadas 462 Gabarito 471 Referências bibliográficas 472

10 Sumário Informática para Concursos XIX Capítulo 8 Redes e Comunicação de Dados 473 Forma do sinal 473 Analógico 473 Digital 474 Forma de transmissão 474 Paralela 474 Serial 474 Modos de transmissão 474 Assíncrono 475 Síncrono 475 Tipos de ligações 475 Ponto-a-ponto 475 Multiponto 476 Tipos de acesso 476 Dedicados 476 Comutados 476 Sentido dos sinais 476 Sentido de transmissão 477 Meios de transmissão características principais 478 Micro-ondas 478 Via satélite 478 Fibra óptica 479 Cabo coaxial 480 Par trançado 481 Outros meios de transmissão 481 Equipamentos para comunicação de dados 482 Modem 482 Multiplexador (MUX) 482 TCU 482 Concentradores 482 Cable modem 483 Arquitetura de rede 483 Protocolos 483 Hierarquias de protocolos 483 Sobre camadas 484 O relacionamento entre serviços e protocolos 484 Serviços orientados a conexões e serviços sem conexões 485 Serviço orientado a conexões 485 Serviço não orientado a conexões 485 Serviço de datagramas com confirmação 485 Serviço de datagramas sem confirmação 486 Organizações Internacionais que cuidam da normalização da comunicação de dados 486 Quadro OSI (sistemas abertos de interconexão) da ISO 488 Quadro TCP/IP 489 Quadro ATM 490 Quadro RM/OSI 491 Quadro SNA 495 Protocolos usados pela internet, intranet e extranet 496 Equipamentos ou técnicas para redes 501

11 Sumário Informática para Concursos XXI Principais portas utilizadas pelo TCP/IP 503 Topologia de redes 504 Leitura complementar 506 Questões adaptadas 569 Gabarito 587 Referências bibliográficas 588 Capítulo 9 Segurança de Rede 589 Conceitos gerais de segurança na rede 589 Algoritmo hash 589 Assinatura digital 590 Assinatura eletrônica 590 Backdoor 590 Bastion host 590 DMZ (zona desmilitarizada) 591 Engenharia social (Social engineering) 591 Firewall 591 Hoax 592 Honey pot 592 Keylogger 592 Malware 592 Phishing scam (programas espiões) 593 Phreaking 593 Ping da morte 593 Sniffer 593 Spyware 593 Warez 594 Mecanismos de Endereço de Rede 594 NAT (endereço na rede) 594 HNAT (ocultando endereço de rede) 594 SNAT (endereço estático de rede) 594 Invasores de Rede 595 Hacker 595 Cracker 595 Autoridade de Rede 595 Autoridade de certificado (CA) 595 Autoridade de registro (RA) 595 Técnicas de criptografia 596 Chave assimétrica 596 Chave simétrica 596 Quântica 596 RSA (Rivest Shamir Adleman) 596 Normas de Segurança 598 Autenticidade 598 Confidencialidade 598 Disponibilidade 598 Integridade 598 Legalidade 598 Privacidade 598 Vulnerabilidade 599 Vírus de computador 599

12 Sumário Informática para Concursos XXIII Camuflados 599 Cavalo de troia 599 De boot 600 De macro 600 Polimórficos 600 Worm 600 Hijackers 600 Wabbit 601 Serviço SSL (Secure Socket Layer ou Camada de Conexão Segura) 601 IDS (Intrusion Detection Systems ou Sistema de detecção de Intrusos) 602 SSL, IPSec e outros 602 IDS em redes com switches 603 IDS em redes de alta velocidade 603 Intrusão 604 Roubo de informações 604 Negação de serviços 604 Ataque 604 Tipo do ataque: ativo contra o TCP 605 Mitnick 605 Tipo do ataque: intrusão 605 Adware 605 Bot 605 Rootkit 605 Exploit 605 Tipo do ataque: negação de serviços (DOS) 606 Nuke 606 Smurf 606 SYN Flooding 606 Fragmentação 607 Land 607 Tipo do ataque: obtenção de informações 607 IP spoofing 607 Port Scanning 608 Segurança na Wi-Fi 608 Leitura complementar 609 Questões adaptadas 613 Gabarito 626 Referências bibliográficas 627 Capítulo 10 Tecnologias Novas 629 ADLS (Linha Digital assimétrica de Assinante) 629 Como funciona o ADSL 629 DSL (Digital Subscriber Line Linha de Assinante Digital) 630 Bluetooth 631 Como funciona 631 Topologia 632 Tecnologia Bluetooth CDMA (Code-Division Multiple Access) 633

13 Sumário Informática para Concursos XXV TDMA (Time-Division Multiple Access) 633 GPRS (General Packet Radio Services ou Serviços Gerais de Rádio por Pacotes) 633 GSM (Global System for Mobile Communication) 634 HDTV (High Definition Television) 635 Outras tecnologias 636 Leitura complementar 639 Questões adaptadas 640 Gabarito 643 Referências bibliográficas 643 Capítulo 11 Informática de Negócios 645 Conceitos de SQL (Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada) 645 Normalização 646 Principal limitação 646 Benefícios da normalização 646 Termos usados no processo de normalização 648 Chave 648 Definição 648 Tipo de chave 648 Relacionamento 649 Outros conceitos 649 DDL Data Definition Language 649 DLL Dynamic Link Library 649 DML Data Manipulation Language 650 SDL Storage Definition Language 650 VDL View Definition 650 Data Warehouse 650 Definição 650 Objetivo 651 Ferramentas Back End 651 Data Mart 651 Data Mining 652 MER (Modelo de Entidade e Relacionamento) 652 Metadado 652 Modelagem de dados 653 Principais modelos multidimensionais 655 RDBMS (Relational Database Management System) 656 Trigger 656 Gestão do conhecimento 657 Objetivos do sistema 657 Ambiente do sistema 657 Recursos do sistema 657 Componentes humanos do sistema 657 Função do sistema 657 Procedimentos do sistema 658 Gestão do sistema 658 Sistema de Apoio Executivo (SAE) 658 Sistema de Apoio à Decisão (SAD) 658

14 Sumário Informática para Concursos XXVII ERP (Enterprise Resource Planning ou Sistemas Integrados de Gestão Empresarial) 659 Gerenciamento das Relações com Cliente (CRM Customer Relationship Management) 659 Procedimento Operacional Padrão (POP Standard Operating Procedure) 659 OLTP (Online Transaction Processing) 660 OLAP (Online Analytical Processing) 660 DOLAP (Desktop Online Analytical Processing) 660 ROLAP (Relational Online Analytical Processing) 660 MOLAP (Multidimensional Online Analytical Processing) 661 HOLAP (Hybrid Online Analytical Processing) 661 FOLAP (Fuzzy Processamento Analítico On-Line) 661 Business Intelligence (BI) 661 Por que o Business Intelligence é necessário? 661 BI e as transações online 662 B2B Business to Business 662 B2C Business to Consumer 662 B2E Business to Employee 663 B2G Business to Governement 663 B2R Business to Relationship 663 B2M Business to Management 663 C2B Consumer to Business 664 C2C Consumer to Consumer 664 O ciclo de vida do projeto e PMBOK Gerenciamento de Projeto 664 O ciclo de vida do projeto (Project life cycle) 664 Sistemas organizacionais (Organizational systems) 670 Culturas e estilos organizacionais (Organizational cultures and styles) 671 Estruturas organizacionais (Organizational structures) 671 A função do PMO nas estruturas organizacionais (The role ot the PMO in organizational structures) 675 Sistema de gerenciamento de projetos (Project management system) 676 Resumo geral: PMBOK Gerenciamento de Projeto 676 Leitura complementar 698 Questões adaptadas 744 Gabarito 763 Referências bibliográficas 764 Glossário de termos técnicos 765

15 1 Amostra da obra Informática para Concursos 2 Dica Resolva as questões sem o computador, depois ligue-o e pratique várias vezes, mesmo que tenha acertado. Tudo que é feito na prática, torna-se mais fácil de ser lembrado (técnica de memorização). Leitura complementar LibreOffice Agora, o BrOffice chama-se LibreOffice. Portanto, o projeto BrOffice cede lugar a pelo menos duas opções: Apache OpenOffice e LibreOffice. Informe no site oficial do BrOffice: Depois do anúncio de migração e posterior refuta da TDF em relação ao legado do BrOffice, o projeto foi encerrado em definitivo. 15/3/2012. Iremos manter no livro a documentação do BrOffice e acrescentar as informações do LibreOffice, segundo os sites oficiais, motivo, os pacotes são semelhantes e mais em vários editais ainda está BrOffice ou OpenOffice. hh Características O LibreOffice é uma suite de aplicações de escritório destinada tanto à utilização pessoal quanto profissional. Ela é compa tível com as principais suítes de escritório do mercado. Oferece todas as funções esperadas de uma suite profissional: editor de textos, planilha, editor de apresentações, editor de desenhos e banco de dados. E muito mais: exportação para PDF, editor de fórmulas científicas, extensões etc.

16 3 Amostra da obra Informática para Concursos 4 Computação na nuvem (cloud computing) O conceito, refere-se à utilização da memória e das capacidades de armazenamento e cálculo de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da internet. O armazenamento de dados é feito em serviços que poderão ser acessados de qualquer lugar do mundo, a qualquer hora, não havendo necessidade de instalação de programas ou de armazenamento dados. O acesso a programas, serviços e arquivos é remoto através da internet daí a alusão à nuvem. O uso desse modelo (ambiente) é mais viável do que o uso de unidades físicas. No modelo de implantação, existe uma divisão dos diferentes tipos de implantação: Privado As nuvens privadas são aquelas construídas exclusivamente para um único usuário (uma empresa, por exemplo). Diferentemente de um data center privado virtual, a infraestrutura utilizada pertence ao usuário, e, portanto, ele possui total controle sobre como as aplicações são implementadas na nuvem. Uma nuvem privada é, em geral, construída sobre um data center privado. Público As nuvens públicas são aquelas que são executadas por terceiros. As aplicações de diversos usuários ficam misturadas nos sistemas de armazenamento, o que pode parecer ineficiente a princípio. Porém, se a implementação de uma nuvem pública considera questões fundamentais, como desempenho e segurança, a existência de outras aplicações sendo executadas na mesma nuvem permanece transparente, tanto para os prestadores de serviços como para os usuários. Comunidade A infraestrutura de nuvem é compartilhada por diversas organizações e suporta uma comunidade específica que partilha as preocupações (por

17 5 Amostra da obra Informática para Concursos 6 exemplo, a missão, os requisitos de segurança, política e considerações sobre o cumprimento). Pode ser administrada por organizações ou por um terceiro e pode existir localmente ou remotamente. Híbrido Nas nuvens híbridas, temos uma composição dos modelos de nuvens públicas e privadas. Elas permitem que uma nuvem privada possa ter seus recursos ampliados a partir de uma reserva de recursos em uma nuvem pública. Essa característica possui a vantagem de manter os níveis de serviço mesmo que haja flutuações rápidas na necessidade dos recursos. A conexão entre as nuvens pública e privada pode ser usada até mesmo em tarefas periódicas que são mais facilmente implementadas nas nuvens públicas, por exemplo. O termo computação em ondas é, em geral, utilizado quando se refere às nuvens híbridas. A vantagem da computação em nuvem é a possibilidade de utilizar softwares sem que estes estejam instalados no computador. Mas há outras vantagens: Na maioria das vezes o usuário não precisa se preocupar com o sistema operacional e hardware que está usando em seu computador pessoal, podendo acessar seus dados na nuvem computacional independentemente disso; As atualizações dos softwares são feitas de forma automática, sem necessidade de intervenção do usuário; O trabalho corporativo e o compartilhamento de arquivos se tornam mais fáceis, uma vez que todas as informações se encontram no mesmo lugar, ou seja, na nuvem computacional ; Os softwares e os dados podem ser acessados em qualquer lugar, bastando que haja acesso à internet, não estando mais restritos ao ambiente local de computação, nem dependendo da sincronização de mídias removíveis. O usuário tem um melhor controle de gastos ao usar aplicativos, pois a maioria dos sistemas de computação em nuvem fornece aplicações gratuitamente e, quando não gratuitas, são pagas somente pelo tempo de utilização dos recursos. Não é necessário pagar por uma licença integral de uso de software. Diminui-se a necessidade de manutenção da infraestrutura física de redes locais cliente/servidor, bem como da instalação dos softwares nos computadores corporativos, pois esta fica a cargo do provedor do software em nuvem, bastando que os computadores clientes tenham acesso à internet.

18 7 Amostra da obra Informática para Concursos 8 A história da internet 1957 A União Soviética lança o Sputnik, primeiro satélite artificial. Em resposta, os Estados Unidos fundam a Advanced Research Projects Agency (ARPA), uma agência especializada em projetos de alta tecnologia que viria a criar a rede mundial de computadores Americanos fazem as primeiras conexões experimentais de longa distância entre computadores por meio de linhas telefônicas. A velocidade era de 1,2 Kbps O cientista Leonard Kleinrock, do Massachusetts Institute of Technology, inventa a transmissão por pacotes, em que os dados são agrupados em pequenos pedaços e podem ser transmitidos fora de ordem e por caminhos diferentes base teórica da comunicação via internet, que foi pensada para resistir à eventual destruição de algumas de suas partes Surge a ARPANET, rede interco nectando quatro universidades dos EUA. Ela tinha velocidade de 50 Kbps (menos do que você consegue, hoje, com um modem comum na sua casa) Vinton Cerf escreve um artigo explicando a estrutura da ARPANET. Entra em operação a rede sem fios ALOHAnet, criada no Havaí pelo professor e surfista Norm Abramson A ALOHAnet é conectada à ARPANET, dando um passo para a formação da internet, cuja essência é, justamente, a interconexão entre redes distintas (daí seu nome, que significa inter -redes ) Ray Tomlinson inventa o A rede ARPANET agora é internacional, ligada à Inglaterra e à Noruega. Bob Metcalfe inventa o padrão de cabos Ethernet, usado até hoje nas redes de computador (sabe aquele fio azul ligado à traseira do seu PC?). Vinton Cerf faz o primeiro esboço do gateway, máquina que facilita a interligação de redes; surge o Network Voice Protocol, que permite ligações telefônicas via rede digital (o avô do Skype). O já responde por 75% do tráfego na ARPANET

19 9 Amostra da obra Informática para Concursos Vinton Cerf e Bob Kahn apresentam a primeira versão do Transmission Control Protocol (TCP), protocolo de comunicação entre computadores; surge a Telenet, primeira rede aberta ao público (a ARPANET era só para universidades) A rainha Elizabeth II manda um Surge a Usenet, primeira grande rede de fóruns de discussão online O TCP é usado para fazer comunicações via satélite dos EUA para a Inglaterra Junto com o colega Bob Kahn, Vinton Cerf cria o TCP/IP, protocolo de comunicação (espécie de idioma digital) usado até hoje na internet França começa a testar o Minitel, primeiro computador de rede para uso doméstico. Vinton Cerf lidera a criação do MCI Mail, primeiro serviço comercial de Surge o primeiro servidor de domínios, que identificava com nomes os computadores conectados à rede (antes dele, era preciso digitar exatamente o endereço IP, sequência de números que identifica cada um). Exército dos EUA tira seus computadores da ARPANET e coloca na recém-criada MILNET, de uso militar Rede já tem mais de 10 mil hosts espécie de versão primitiva dos sites Japão e Inglaterra criam redes acadêmicas. William Gibson escreve o romance Neuromancer, que usa pela primeira vez o termo ciberespaço Surge o primeiro vírus na rede, o Morris Worm, que infecta 10% das máquinas conectadas à internet. É criado o Internet Relay Chat, ou IRe, primeiro bate-papo de acesso público.

20 11 Amostra da obra Informática para Concursos A rede já tem mais de 100 mil hosts, distribuídos por mais de 15 países. Tim Berners Lee inventa a World Wide Web (WWW), versão gráfica da internet com links entre as páginas. É criada a America Online, que viria a ser o maior provedor de acesso dos EUA Rede supera 1 milhão de sites O Brasil entra na internet, com uma conexão de 9,6 Kbps A Casa Branca e a ONU lançam seus sites. Marc Andressen inventa o Mosaic, primeiro navegador a fazer sucesso na rede Surge o primeiro site bancário, o First Virtual. É lançado o navegador Netscape, que é uma versão comercial do Mosaic e pega a Microsoft desprevenida, conquistando mais de 90% do novo mercado de browsers. Dois universitários americanos criam o Yahoo!, uma lista de sites sobre vários assuntos, que se tornaria o primeiro grande portal da web A Microsoft reage e lança o Internet Explorer 1.0. Surge a Internet2, rede paralela de alta velocidade (apenas para uso acadêmico). Entra no ar a livraria virtual Amazon.com, que dá o empurrão decisivo na era do comércio eletrônico. Site de buscas AltaVista é o mais influente da rede. Netscape lança suas ações na Bolsa de Valores e tem enorme sucesso, iniciando a febre de investimentos em empresas ligadas à internet.

21 13 Amostra da obra Informática para Concursos A Editora Abril e a Folha de S. Paulo lançam o Universo Online (UOL), primeiro grande portal da web brasileira, com conteúdo jornalístico e de diversas revistas (mais de 250 mil textos) Entra no ar o buscador Google, cujo visual minimalista e resultados precisos começam a conquistar usuários O estudante Shawn Fannin cria o Napster, programa de compartilhamento que torna fácil baixar músicas da internet; o software é acusado de facilitar a pirataria e acaba sendo proibido, mas abre caminho para uma série de programas similares e inicia uma guerra entre as gravadoras, os estúdios de Hollywood e os internautas. Entra no ar o LiveJournal, primeiro grande serviço de blogs. São lançados em São Paulo os serviços de banda larga Vírtua e Ajato. Fundado o site de leilões MercadoLivre No Brasil, surgem diversos provedores de acesso gratuitos, como ig, Netgratuita (do UOL) e Terra Livre. Estoura nos EUA e no resto do mundo a chamada bolha da internet. Ações caem e dezenas de empresas online começam a quebrar. O vírus I Love you ataca milhares de computadores e congestiona a rede.

22 15 Amostra da obra Informática para Concursos Criada a Wikipedia, enciclopédia aberta escrita pelos internautas Intel lança a tecnologia Centrino, que permite acessar a internet sem fios no laptop. Acesso Wi-Fi começa a virar mania, com milhares de pontos de acesso (hotspots) espalhados por todo o mundo Surge o navegador Firefox, o primeiro a desafiar o monopólio da Microsoft. No Brasil, é o auge do spam (mensagens comerciais não solicitadas), com 4,2 milhões de mensagens-lixo durante o ano Os serviços online começam a renascer, e a quantidade de lançamentos leva à criação do termo Web 2.0, que simboliza uma nova era da Internet. Site de leilões ebay compra a empresa Skype, que criou um software para fazer telefonemas via Internet (VoIP), por astronômicos US$ 2,6 bilhões ICANN (Corporação de Nomes e Números Designados da Internet), em sua conferência anual, em Paris, aprovou, por unanimidade, a liberação de endereços dos sites, permitindo opções além das tradicionais como.com ou.org. Assim, o final dos endereços dos sites não precisam mais se restringir a poucas categorias que indicam a natureza do negócio ou da organização, seguidos ou não da sigla do país onde estão hospedados.

23 17 Amostra da obra Informática para Concursos O Google anunciou, em 7 de Julho de 2009, o desenvolvimento de um sistema operacional baseado na web. O Google Chrome OS em princípio prometia ser um sistema em código aberto e orientado inicialmente para netbooks O uso da internet sem fio, o fenômeno conhecido como "Web 2.0" Um novo serviço virou febre no mundo da internet. Conhecidos como sites de compras coletivas, eles fazem a intermediação entre consumidores e empresas. Esses sites conseguem negociar descontos para a venda de grande quantidade de produtos e serviços. Os consumidores compram cupons com 50% de desconto ou até mais. Os sites que mais se destacam nesse segmento são: Peixe Urbano e Groupon Na próxima década, o uso de dispositivos inteligentes com internet, como smartphones e tablet, terá grande aceitação em compras online, em substituição do dinheiro e cartões de crédito. hh Web 3.0 para dummies Como será a Web 3.0? Quem sabe? Aqui estão algumas possibilidades. A Web semântica Uma web onde as máquinas podem ler sites tão facilmente quanto os humanos (quase). Você pede para a máquina comparar sua agenda com a de todos os dentistas e médicos num raio de 15 km da sua casa e ela obedece. A Web 3D Uma web na qual você pode andar. Sem deixar sua mesa, você pode procurar uma casa à venda na Europa. Ou pode caminhar por um mundo virtual estilo Second Life, navegando atrás de dados e interagindo com outras pessoas em 3D.

Sumário. Agradecimentos. Apresentação

Sumário. Agradecimentos. Apresentação Agradecimentos Apresentação V VII Capítulo 1 Noções de Informática 1 1 Informática como ciência 1 2 Conceito de computador 1 3 A estrutura básica de um computador 2 4 História dos computadores 2 4.1 Gerações

Leia mais

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01 Sumário Capítulo I Introdução à Informática... 13 1. Conceitos Básicos... 13 2. Hardware... 15 3. Software... 15 4. Peopleware... 16 5. Os Profissionais de Informática:... 16 6. Linguagem de Computador

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

8.2.11 Quebras de página 8.3 Exercícios para fixação

8.2.11 Quebras de página 8.3 Exercícios para fixação SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA 1.1 Conceitos básicos de informática e alguns termos usuais 1.2 Geração dos computadores 1.3 Evolução da tecnologia dos computadores 1.4 Sistema de informática 1.5 Tipos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT

Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT Queridos alunos, vencem o desafio os 3 primeiros alunos a enviar as respostas corretas para o meu e-mail, mas tem que acertar todas... ;-) Vou começar a responder os e-mails

Leia mais

Capítulo 1 Fundamentos e arquitetura de máquina 1 Geração de computadores 1 Tipos de computador 4 Componentes básicos de um computador digital 4

Capítulo 1 Fundamentos e arquitetura de máquina 1 Geração de computadores 1 Tipos de computador 4 Componentes básicos de um computador digital 4 Sumário Capítulo 1 Fundamentos e arquitetura de máquina 1 Geração de computadores 1 1ª Geração 1 2ª Geração 2 3ª Geração 2 4ª Geração 2 5ª Geração 3 Tipos de computador 4 Digital 4 Analógico 4 Híbrido

Leia mais

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Sumário Capítulo 1 Como usar este Livro?... 1 O que este livro não é?...1 O que este livro é?...1 Como estudar os assuntos...2 Acredite, você

Leia mais

Exercícios CESPE/UnB 2012

Exercícios CESPE/UnB 2012 Exercícios CESPE/UnB 2012 Julgue os itens seguintes, acerca dos sistemas operacionais Windows e Linux. 01 No sistema Linux, existe um usuário de nome root, que tem poder de superusuário. Esse nome é reservado

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB)

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) Por Prof.ª Ana Lucia Castilho NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Assunto: Noções de sistema operacional (ambientes

Leia mais

DICAS de Informática TJ-SP Escrevente Prof(a) ANA de Informática

DICAS de Informática TJ-SP Escrevente Prof(a) ANA de Informática DICAS de Informática TJ-SP Escrevente Prof(a) ANA de Informática Duvidas mandar para: profanadeinformatica@yahoo.com.br) BLOG: http://profanadeinformatica.blogspot.com DICA: Copie as mensagens publicadas

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 22 - ( ESAF - 2004 - MPU - Técnico Administrativo ) O

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) Prova Preambular Delegado São Paulo 2011 Módulo VI - Informática Confrontada com o gabarito oficial e comentada 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) a) Garante

Leia mais

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO INFORMÁTICA PARA CONCURSOS (jabruas@uol.com.br) 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Office, OpenOffice, BrOffice e LibreOffice).

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos.

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. REDES Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. TIPOS TIPOS LAN MAN WAN FUNCIONAMENTO DE UMA REDE TIPOS Cliente/ Servidor Ponto a ponto INTERNET Conceito 1.

Leia mais

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE 1. ( ) Um computador pode ser protegido contra vírus por meio da instalação de software específicos como, por exemplo, Norton Anti-virus, McAfee Security Center e AVG, que identificam e eliminam os vírus.

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 01 -Existem vários tipos de vírus de computadores, dentre

Leia mais

Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton

Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton CADERNO DE QUESTÕES CESPE / 2013 1. ( ) Nos navegadores Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome, o uso de bookmarks permite definir a atualização automática, pelo navegador, de novas

Leia mais

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes da infraestrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha.

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. Recurso 1 MINISTRADO EM 27/05/2015 Prova da PM aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. ------------------Soldado_Policia_Militar_MG_2013 1. 33ª QUESTÃO Marque a alternativa CORRETA.

Leia mais

Questões Potenciais para a Prova Informática Questões Carlos Vianna

Questões Potenciais para a Prova Informática Questões Carlos Vianna 1. Questões Potenciais para a Prova Informática Questões Carlos Vianna 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1.O comando pwd do Linux possibilita ao usuário efetuar

Leia mais

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP Olá pessoal, Tivemos neste último domingo (09/05/2010) a aplicação da prova da CEF para a região de SP e RJ, uma prova que todo resto Pais aguarda ansiosamente os comentários, já que servirá de base para

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Material Complementar. 50 questões gabaritadas

Material Complementar. 50 questões gabaritadas Material Complementar 50 questões gabaritadas Considerando os conceitos de Internet, intranet e correio eletrônico, julgue os itens a seguir. 1. (Pol. Civil ES/2009) As redes wireless possuem a vantagem

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO CONCURSO: SEGER / ES Com referência à tela Painel de controle do sistema operacional Windows e ao sistema operacional Windows, julgue os itens a seguir. 31 No Windows,

Leia mais

NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012

NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012 NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012 SUMÁRIO UNIDADE 1 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática 1.1 Tipos de computadores

Leia mais

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público Informática- Leandro Rangel, Analista Financeiro Contábil da AGU e professor do QConcursos.com 1- Q236949 CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Em ambiente gráfico KDE, as diversas distribuições

Leia mais

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Prof. Ricardo Beck www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 14 Como Funciona a Internet Basicamente cada computador conectado à Internet, acessando ou provendo

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 31 Na Internet, para evitar que o tráfego de dados entre os usuários e seus servidores seja visualizado por terceiros, alguns sites, como os de bancos e de comércio

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br AULAS 1 E 2 CONCEITOS BÁSICOS/HARDWARE AULA 3 SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS AULA 4 EXCEL AULA 5 WORD AULA 6 CALC E WRITER AULAS

Leia mais

INTERNET. George Gomes Cabral

INTERNET. George Gomes Cabral INTERNET George Gomes Cabral HISTÓRICO 1966 Um pesquisador da Agência de Projetos Avançados de Pesquisa (Arpa) chamado Bob Taylor consegue US$ 1 milhão para tocar um projeto de interligação dos laboratórios

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

caso, é suficiente realizar o seguinte procedimento: selecionar o trecho mencionado; teclar.

caso, é suficiente realizar o seguinte procedimento: selecionar o trecho mencionado; teclar. OLÁ!! TUDO BEM COM VOCÊS? AINDA ESTOU SURPRESA COM A PROVA DO BB III, POIS CONFORME ANÁLISE DE OUTRAS PROVAS DO BB, CREIO QUE ESTA FOI A MAIS PUXADA, PRINCIPALMENTE PELO FATO DA COBRAÇA O IE7, QUEM DIRIA

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FCC 2012 NOÇÕES DE : 1 Conceitos de Internet e intranet. 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e

Leia mais

Sumário. Agradecimentos... 17 Prefácio... 19 Apresentação da coleção... 21

Sumário. Agradecimentos... 17 Prefácio... 19 Apresentação da coleção... 21 Agradecimentos... 17 Prefácio... 19 Apresentação da coleção... 21 Capítulo I INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS (IPD)... 23 1. Introdução... 23 1.1. Processamento de Dados... 23 2. Histórico dos computadores...

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19 SUMÁRIO Capítulo 1 - Introdução à Informática... 19 1. Conceitos Básicos... 19 2. Hardware... 21 3. Software... 22 4. Peopleware... 22 5. Os Profissionais de Informática... 22 6. Linguagem de Computador

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

SUMÁRIO. 6. FERRAMENTAS E APLICATIVOS ASSOCIADOS À INTERNET: navegação, correio eletrônico, grupos de discussão, busca e pesquisa...

SUMÁRIO. 6. FERRAMENTAS E APLICATIVOS ASSOCIADOS À INTERNET: navegação, correio eletrônico, grupos de discussão, busca e pesquisa... RAFAEL MACEDO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 162 QUESTÕES DE PROVAS DA BANCA ORGANIZADORA DO CONCURSO SEFAZ/MS E DE OUTRAS INSTITUIÇÕES DE MS GABARITADAS. Seleção das Questões: Prof. Rafael Macedo Coordenação

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. A respeito dos ambientes Microsoft Office e BrOffice,

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS - INFORMÁTICA - BOA VISTA-RR

SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS - INFORMÁTICA - BOA VISTA-RR 1. O Aplicativo Java(TM) Plataform 8.65 pode ser definido como: A. Comando B. Anti-Vírus C. Plugin D. Browser E. Controlador 2. Um técnico de suporte de TI recebe o chamado de um usuário que afirma que

Leia mais

Módulo 6 Usando a Internet. Internet. 3.1 Como tudo começou

Módulo 6 Usando a Internet. Internet. 3.1 Como tudo começou Módulo 6 Usando a Internet Internet 3.1 Como tudo começou A internet começou a se desenvolver no ano de 1969 onde era chamada de ARPANET, criada pelo departamento de defesa dos Estados Unidos com o propósito

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO DE PETRÓLEO E DERIVADOS... QUESTÃO 21 - Um determinado usuário trabalha em uma rede que possui o servidor anpout.gov.br para envio de e-mails e o servidor anpin.gov.br

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação aos sistemas operacionais Linux e Windows, julgue os itens a seguir. 51 Um arquivo do Linux com o nome arquivo.hidden e com configuração de segurança 777 estará oculto, mas acessível para execução

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL BANCO DO BRASIL (Aplicação: 07/10/2001) CARGO: ESCRITURÁRIO 1 C 2 C ::::... QUESTÃO 33...:::: Outro modo de realizar a mesma operação com sucesso

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

// Questões para estudo

// Questões para estudo // Questões para estudo 2 // Ferramentas Básicas de Internet e Web 2.0 1. Sobre a internet, marque a opção correta: A) A internet poder ser definida como uma rede mundial, composta por mihões e milhões

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Faça a migração O Office 365 para empresas tem uma aparência diferente do Google Apps, de modo que, ao entrar, você poderá obter esta exibição para começar.

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS. 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais:

SISTEMAS OPERACIONAIS. 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais: SISTEMAS OPERACIONAIS 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais: I. De forma geral, os sistemas operacionais fornecem certos conceitos e abstrações básicos, como processos,

Leia mais

Aula Exercício Informática

Aula Exercício Informática Aula Exercício Informática Fiscal ESAF 2006 - Curso AprovaSat Curso Aprovação www.cursoaprovacao.com.br PROF. SERGIO ALABI L F 2006 WWW.ALABI.NET CONCURSO@ALABI.NET 1. Os servidores de diretório responsáveis

Leia mais

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN. A Internet e suas aplicações

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN. A Internet e suas aplicações Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do RN A Internet e suas aplicações Histórico da rede Iniciativa dos militares norte-americanos Sobrevivência de redes de comunicação e segurança em caso

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

www.leitejunior.com.br 03/04/2012 13:47 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 03/04/2012 13:47 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO 03/04/2012 13:47 QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO CONCURSO: TCE - RONDÔNIA CARGO: AGENTE ADMINISTRATIVO QUESTÃO 21 - No Microsoft Word, qual a extensão de um arquivo do tipo modelo de documento?

Leia mais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Professor: Roberto Franciscatto Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware: Gerencia os recursos

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet Conceitos básicos Formas de conexão Correio Eletrônico WWW Principais navegadores para Internet Para compreender a Internet faz-se necessário o conhecimento de conceitos simples e que muitas vezes causam

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES REDE DE COMPUTADORES Evolução histórica das redes de computadores Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Objetivos de Aprendizagem Ao final deste módulo você estará apto a conceituar

Leia mais

Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Elvis Pontes

Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Elvis Pontes Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Me. Elvis Pontes Conceitos e Componentes de Software Software (SW) são: os programas de computador; é a parte intangível do computador, representada pelos programas,

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Policial Rodoviário Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA.

O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA. O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA. 71 O computador em uso não possui firewall instalado, as atualizações do sistema operacional Windows não estão sendo baixadas

Leia mais

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 Considerando a janela do Word 2003 ilustrada acima, que contém um documento em processo de edição no qual o título está selecionado, assinale a opção correta. A O parágrafo

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS 2 Definição de Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS Conjunto de tecnologias que conectam computadores Permite comunicação e colaboração entre usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Segurança na Internet Aula 4 Profa. Rosemary Melo Segurança na Internet A evolução da internet veio acompanhada de problemas de relacionados a segurança. Exemplo de alguns casos de falta

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Aula 06 Prof.ª Bruna Patrícia da Silva Braga Infraestrutura de TI: Redes de Computadores Redes de Computadores Conjunto de computadores e periféricos ligados entre si através

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 3 Internet, Browser e E-mail Professora: Cintia Caetano SURGIMENTO DA INTERNET A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria, no final da década de

Leia mais

Apostilas OBJETIVA - Concurso Público 2015 MTE Ministério do Trabalho e Emprego Cargo: Agente Administrativo. 4º Caderno. Índice

Apostilas OBJETIVA - Concurso Público 2015 MTE Ministério do Trabalho e Emprego Cargo: Agente Administrativo. 4º Caderno. Índice 4º Caderno Índice Programas de navegação: Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome... Exercícios pertinentes... 02 48 Programas de correio eletrônico Outlook Express, Mozilla Thunderbird... 58

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais:

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais: Entrada e Saída Além do processador e da memória, um terceiro elemento fundamental de um sistema de computação é o conjunto de módulos de E/S. Cada módulo se conecta com o barramento do sistema ou com

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO Profª. Kelly Hannel Novas tecnologias de informação 2 HDTV WiMAX Wi-Fi GPS 3G VoIP Bluetooth 1 HDTV 3 High-definition television (também conhecido por sua abreviação HDTV):

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas ESCOLA: Dr. Solano de Abreu DISCIPLINA:TIC ANO: 1 ANO 2013/2014 CONTEÚDOS Conceitos básicos Informática

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Tema Objetivos Conteúdos

Tema Objetivos Conteúdos Nº módulo CURSO VOCACIONAL - ELETRICIDADE, INFORMÁTICA E NOÇÕES BÁSICAS DE FINANÇAS 3.º Ciclo 2 anos. DISCIPLINA: Área Vocacional de Informática Distribuição Modular Tema Objetivos Conteúdos Aulas 45 1

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

Internet. O que é a Internet?

Internet. O que é a Internet? O que é a Internet? É uma rede de redes de computadores, em escala mundial, que permite aos seus utilizadores partilharem e trocarem informação. A Internet surgiu em 1969 como uma rede de computadores

Leia mais