Bárbara da Silva. Português. Aula 38 Preposições II

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bárbara da Silva. Português. Aula 38 Preposições II"

Transcrição

1 Bárbara da Silva Português Aula 38 Preposições II

2 Locução Prepositiva É o conjunto de duas ou mais palavras que têm o valor de uma preposição. A última palavra dessas locuções é sempre uma preposição.

3 Principais locuções prepositivas: abaixo de acima de acerca de a fim de além de a par de apesar de antes de depois de ao invés de diante de em fase de em vez de graças a junto a junto com junto de à custa de

4 defronte de frente a em via de sob pena de a respeito de ao encontro de através de de encontro a em frente de

5 Combinação e Contração da Preposição Quando as preposições a, de, em e per unem-se a certas palavras, formando um só vocábulo, essa união pode ser por:

6 Combinação: ocorre quando a preposição, ao unir-se a outra palavra, mantém todos os seus fonemas. Por exemplo: preposição a + artigo masculino o = ao preposição a + artigo masculino os = aos

7 Contração: ocorre quando a preposição sofre modificações na sua estrutura fonológica ao unir-se a outra palavra. As preposições de e em, por exemplo, formam contrações com os artigos e com diversos pronomes.

8 Veja: do dos da das num nuns numa numas disto disso daquilo naquele naqueles naquela naquelas

9 Observe outros exemplos: em + a = na em + aquilo = naquilo de + aquela = daquela de + onde = donde

10 Obs.: as formas pelo, pela, pelos, pelas resultam da contração da antiga preposição per com os artigos definidos. Por exemplo: per + o = pelo Encontros Especiais

11 A contração da preposição a com os artigos ou pronomes demonstrativos a, as ou com o "a" inicial dos pronomes aquele, aqueles, aquela, aquelas, aquilo resulta numa fusão de vogais a que se chama de crase - que deve ser assinalada na escrita pelo uso do acento grave.

12 Por exemplo: a + a = à Exemplos: às - àquela - àquelas - àquele - àqueles - àquilo

13 Principais Relações estabelecidas pelas Preposições Autoria - Esta música é de Roberto Carlos. Lugar - Estou em casa. Tempo -Eu viajei durante as férias.

14 Modo ou conformidade - Vamos escolher por sorteio. Causa - Estou tremendo de frio. Assunto - Não gosto de falar sobre política. Fim ou finalidade - Eu vim para ficar

15 Instrumento - Paulo feriu- se com a faca. Companhia - Hoje vou sair com meus amigos. Meio - Voltarei a andar a cavalo. Matéria - Devolva-me meu anel de prata.

16 Posse - Este é o carro de João. Oposição - O Flamengo jogou contra Fluminense. Conteúdo - Tomei um copo de (com) vinho. Preço - Vendemos o filhote de nosso cachorro a (por) R$ 300,00.

17 Origem - Você descende de família humilde. Especialidade - João formou-se em Medicina. Destino ou direção - Olhe para frente!

18 Distinção entre Preposição, Pronome Pessoal Oblíquo e Artigo Preposição: ao ligar dois termos, estabelecendo entre eles relação de dependência, o "a" permanece invariável, exercendo função de preposição. Por exemplo: Fui a Brasília.

19 Pronome Pessoal Oblíquo: ao substituir um substantivo na frase. Por exemplo: Eu levei Júlia a Brasília. Eu a levei a Brasília.

20 Artigo: ao anteceder um substantivo, determinando-o. Por exemplo: A professora foi a Brasília.

21 Preposições, leitura e produção de textos A referência constante às preposições quando se estuda a Língua Portuguesa demonstra a importância que elas possuem na construção de frases e textos eficientes.

22 As relações que as preposições estabelecem entre as partes do discurso são tão diversificadas quanto imprescindíveis; seja em: - textos narrativos - descritivos ou dissertativos - noções como tempo, lugar, causa, assunto, finalidade e outras

23 Costumam participar da construção da coerência textual e da obtenção dos efeitos de sentido discursivos.

24 Fonte: morf83.php

25

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PREPOSIÇÃO DE, PARA, COM, essas pequenas palavras têm grande importância para nossa língua. Elas são usadas como elementos de ligação entre duas outras palavras e as chamamos de preposição. Preposição»

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

24. Principais relações estabelecidas pelas preposições (Aula 2: Preposição) VALOR DAS VÁRIAS RELAÇÕES ESTABELECIDAS PELAS PREPOSIÇÕES A 1.CAUSA OU MOTIVO: acordar aos gritos das crianças 2.CONFORMIDADE:

Leia mais

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido Linguagem Língua portuguesa Preposição e sua construção de sentido Conceito Preposições: ligam palavras e orações, isoladamente NÃO possuem função sintática, possuem na frase um valor semântico. A função

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 14 O uso da crase I

Bárbara da Silva. Português. Aula 14 O uso da crase I Bárbara da Silva Português Aula 14 O uso da crase I A palavra crase é de origem grega e significa "fusão", "mistura". Na língua portuguesa, é o nome que se dá à "junção" de duas vogais idênticas. É de

Leia mais

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às Crase Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às (preposição + artigo) a + aquela(s) = àquela(s) (preposição

Leia mais

Crase Preposição a + artigo feminino a

Crase Preposição a + artigo feminino a CRASE Crase Preposição a + artigo feminino a Vamos à piscina Quem vai, sempre vai a algum lugar. Piscina é um substantivo feminino antecedido do artigo do mesmo gênero. Portanto, neste caso constitui-se

Leia mais

Crase. A + A = À A + Aquele = Àquele

Crase. A + A = À A + Aquele = Àquele Crase A + A = À A + Aquele = Àquele Explicação etimológica Do grego κρᾶσις (ação de misturar, mistura de elementos que se combinam num todo, temperamento, fusão de sons), adaptado ao latim tardio crásis

Leia mais

Este, esta, esse ou essa: como usar?

Este, esta, esse ou essa: como usar? Este, esta, esse ou essa: como usar? Respondido por Reinaldo Passadori, do Instituto Passadori Educação Corporativa No mundo da informação é indiscutível que a língua escrita faz toda a diferença no momento

Leia mais

5 - Assinale a opção que apresenta a regência verbal incorreta, de acordo com a norma culta da língua: a) Os sertanejos aspiram a uma vida mais

5 - Assinale a opção que apresenta a regência verbal incorreta, de acordo com a norma culta da língua: a) Os sertanejos aspiram a uma vida mais 5 - Assinale a opção que apresenta a regência verbal incorreta, de acordo com a norma culta da língua: a) Os sertanejos aspiram a uma vida mais confortável. b) Obedeceu rigorosamente ao horário de trabalho

Leia mais

Estudo das classes de palavras Preposições

Estudo das classes de palavras Preposições Estudo das classes de palavras Preposições Vamos ao táxi buscar as bolinhas que ficaram no banco traseiro. Se formos de ônibus, não chegaremos a tempo da entrevista. Vamos de táxi! Vamos para o táxi antes

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE A CRASE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE Dizem que a crase não foi inventada para humilhar ninguém. No entanto, sabemos muito bem que seu uso adequado dá um certo trabalho a todos que escrevemos. O primeiro

Leia mais

USO DA CRASE. Bruna Camargo

USO DA CRASE. Bruna Camargo USO DA CRASE Bruna Camargo Conceito Fusão entre duas vogais idênticas. A + A = À Justificativa Sua correta utilização é, sobretudo, sinal de competência linguística em regência nominal e verbal, em se

Leia mais

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MPU Português Crase Eli Castro 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Crase O uso do acento grave é, às vezes, produto da contração de duas vogais idênticas; em outras,

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 37 Preposições I

Bárbara da Silva. Português. Aula 37 Preposições I Bárbara da Silva Português Aula 37 Preposições I Preposição - Preposição é a palavra que estabelece uma relação entre dois ou mais termos da oração. - Essa relação é do tipo subordinativa, ou seja, entre

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

PROFESSORA: VERBENE LIMA

PROFESSORA: VERBENE LIMA PROFESSORA: VERBENE LIMA É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

Crase. Manoel Francisco Guaranha

Crase. Manoel Francisco Guaranha Crase Manoel Francisco Guaranha Crase: fusão da preposição mais: Refiro-me à mulher de azul Artigo feminino a Aquele(s) Refiro-me àquele(s) senhor(es). Refiro-me àquela(s) senhora(s) Aquela(s) Aquilo Refiro-me

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

CRASE. Prof. Samuel KühnK

CRASE. Prof. Samuel KühnK Prof. Samuel KühnK Definição e condições para a ocorrência: CRASE é uma palavra de origem grega que significa fusão, mistura. Em língua portuguesa, é esse o nome da fusão de dois sons idênticos, duas vogais

Leia mais

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as.

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 06 CLASSES GRAMATICAIS Ementa Na aula de hoje serão abordados

Leia mais

Língua Portuguesa. Profª. Fernanda Machado

Língua Portuguesa. Profª. Fernanda Machado Língua Portuguesa Profª. Fernanda Machado Classes de palavras são agrupamentos de palavras que mantêm características comuns. Na Língua Portuguesa existem 10 classes de palavras: Substantivo Adjetivo Artigo

Leia mais

Português. Crase. Professor Arthur Scandelari.

Português. Crase. Professor Arthur Scandelari. Português Crase Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português CRASE PARTE 1 1. (CESPE TCE-PA 2016) O verdadeiro problema é a dificuldade do setor público de adaptar suas despesas

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

Próclise facultativa Há casos em que se pode usar indiferentemente próclise ou ênclise, próclise ou mesóclise. É o que se entende por próclise

Próclise facultativa Há casos em que se pode usar indiferentemente próclise ou ênclise, próclise ou mesóclise. É o que se entende por próclise Próclise facultativa Há casos em que se pode usar indiferentemente próclise ou ênclise, próclise ou mesóclise. É o que se entende por próclise facultativa ou optativa.._ Com os substantivos. Ex.: O garoto

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Gramática Eletrônica. Vamos iniciar o nosso estudo, examinando as dúvidas mais freqüentes. indica tempo que já passou

Gramática Eletrônica. Vamos iniciar o nosso estudo, examinando as dúvidas mais freqüentes. indica tempo que já passou Lição 2 Dúvidas mais comuns Vamos iniciar o nosso estudo, examinando as dúvidas mais freqüentes. QUANDO USAR 1. A ou HÁ? 1. A Ela ou parou HÁ? de estudar há algum tempo. indica tempo que já passou Daqui

Leia mais

CRASE. NUNCA SE USA CRASE USA-SE CRASE

CRASE.  NUNCA SE USA CRASE USA-SE CRASE CRASE GRAMÁTICA CRASE A crase é um acento grave: A (preposição) + A (artigo) = À. Lembre-se de que a crase está relacionada às questões de regência verbal e nominal, portanto é muito importante relembrar

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue os itens subsequentes. 1) Não haveria prejuízo à correção gramatical ou alteração o sentido

Leia mais

O QUE É A CRASE? (preposição exigida pelo verbo ir + artigo acompanha o substantivo cidade)

O QUE É A CRASE? (preposição exigida pelo verbo ir + artigo acompanha o substantivo cidade) CRASE O QUE É A CRASE? Crase é a união, a fusão de duas vogais iguais. A crase é representada pelo acento grave (`). Observe com atenção as construções abaixo: Ex.: Hoje você irá A + A cidade. (preposição

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos EMPREGO DO SINAL INDICATIVO DE CRASE Aula 5 1 Ocorre Crase

Leia mais

Artigo, Preposição, Conjunção

Artigo, Preposição, Conjunção Língua Portuguesa Artigo, Preposição, Conjunção Artigo Certa vez, ao passar por uma rua, encontrei uma menina chorando. A rua estava muito movimentada e a menina, sozinha, pediu-me auxílio. Definidos:

Leia mais

2.8. Alusão histórica 3. A afirmação da tese e a impessoalização do discurso 4. Exercícios 5. Atividade de produção textual

2.8. Alusão histórica 3. A afirmação da tese e a impessoalização do discurso 4. Exercícios 5. Atividade de produção textual SUMÁRIO CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL 1. A definição de tipo textual 1.1. Texto narrativo 1.2. Texto descritivo 1.3. Texto injuntivo 1.4. Texto dialogal 1.5. Texto dissertativo 2. Elaborando

Leia mais

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética 1.1. Fonema e letra 1.2. Divisão dos fonemas 1.3. Classificação dos fonemas 1.4. Encontro vocálico 1.5.

Leia mais

Artigo definido / artigo indefinido e seu emprego Nome Género Formação do feminino Formação do plural. Unidade 0

Artigo definido / artigo indefinido e seu emprego Nome Género Formação do feminino Formação do plural. Unidade 0 NÍVEL DE PROFICIÊNCIA LINGUÍSTICA A1/A2 COMPETÊNCIA COMUNICATIVA PARTE 1 PRAGMÁTICA LINGUÍSTICA Unidade 0 Vamos aprender Português! Identificar marcas da identidade cultural portuguesa / língua portuguesa

Leia mais

Significação de palavras e expressões

Significação de palavras e expressões Significação de palavras e expressões Estudo do significado e a interpretação do significado de uma palavra, de um signo, de uma frase ou de uma expressão em um determinado contexto. Nesse campo de estudo

Leia mais

CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL

CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL... 23 1. A definição de tipo textual... 23 1.1. Texto narrativo... 23 1.2. Texto descritivo... 24 1.3. Texto injuntivo... 25 1.4. Texto dialogal... 26 1.5.

Leia mais

rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo

rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo Crase É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo

Leia mais

Emprego da crase. Cheirar à gasolina (feder a) Cheirar a gasolina (aspirar)

Emprego da crase. Cheirar à gasolina (feder a) Cheirar a gasolina (aspirar) Emprego da crase A palavra crase é de origem grega e significa "fusão", "mistura". Na língua portuguesa, é o nome que se dá à "junção" de duas vogais idênticas. É de grande importância a crase da preposição

Leia mais

CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA

CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Leia mais

SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO. Ex.: Este é o assunto que fiz referência semana passada.

SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO. Ex.: Este é o assunto que fiz referência semana passada. PREPOSIÇÃO Ordem Direta da Oração: Sujeito + verbo + Complemento Ex.: Todos gostam de carnaval. Todos gostam carnaval. PREPOSIÇÃO QUEM ALGO ALGUÉM ALGUMA COISA SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO

Leia mais

GÊNEROS E TIPOS TEXTUAIS.

GÊNEROS E TIPOS TEXTUAIS. GÊNEROS E TIPOS TEXTUAIS http://2.bp.blogspot.com/_xt877irfia4/sk5y57pimsi/aaaaaaaaada/syk10agvmbw/s320/genero.jpg GÊNEROS E TIPOS TEXTUAIS Olá, Pessoal! Vamos acompanhar uma aula da Prof. Alessandra sobre

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Modalidades da língua 2 1.6 Funções da

Leia mais

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López FUNDAMENTACIÓN: PROGRAMA DE IDIOMA PORTUGUÊS CONTENIDO TEMÁTICO Llevando en consideración las directrices del Marco Europeo Común de Referencia, el examen será encuadrado en un nivel Intermedio Superior.

Leia mais

CRASE é a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos

CRASE é a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos CRASE é a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo a. A crase

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 9 Colocação pronominal

Bárbara da Silva. Português. Aula 9 Colocação pronominal Bárbara da Silva Português Aula 9 Colocação pronominal A colocação pronominal observa o posicionamento dos pronomes oblíquos átonos (me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes) em relação ao verbo.

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Variedades linguísticas 2 1.6 Funções da

Leia mais

LEITURA E PRODUÇÃO ACADÊMICA. Profa. Ana Lúcia Magalhães

LEITURA E PRODUÇÃO ACADÊMICA. Profa. Ana Lúcia Magalhães LEITURA E PRODUÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA Níveis de Leitura: Superficial estrutura discursiva Intermediário estrutura narrativa Profundo estrutura profunda Aspectos relevantes da produção textual Correção

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Aula 17 Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta

Leia mais

Crase - Emprego e Casos crase acento grave

Crase - Emprego e Casos crase acento grave Crase Crase - Emprego e Casos A crase é uma palavra com origem grega que denota "fusão". O sinal indicador deste fenômeno gramático é o acento grave. A crase ocorre quando a preposição "a" fundese com:

Leia mais

HORÁRIO DE RECUPERAÇÃO 6 o ANO. Componente Curricular DATA. 1 a SEMANA CIÊNCIAS LÍNGUA PORTUGUESA (TEXTO E REDAÇÃO) GEOGRAFIA

HORÁRIO DE RECUPERAÇÃO 6 o ANO. Componente Curricular DATA. 1 a SEMANA CIÊNCIAS LÍNGUA PORTUGUESA (TEXTO E REDAÇÃO) GEOGRAFIA 12 COLÉGIO AGOSTINIANO MENDEL HORÁRIO DE RECUPERAÇÃO 6 o ANO DATA Componente Curricular 1 a SEMANA 03/12 (sábado) 05/12 (2ª feira) 06/12 (3 a feira) 07/12 (4 a feira) 08/12 (5 a feira) 09/12 (6 a feira)

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Faculdade de Letras FALE. Oficina de Leitura e Produção de Textos

Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Faculdade de Letras FALE. Oficina de Leitura e Produção de Textos Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Faculdade de Letras FALE Oficina de Leitura e Produção de Textos Orientadora: Ana Cristina Fricke Matte Orientanda : Karlla Andrea Leal Cruz Crase A crase é a

Leia mais

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL AULA IV

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL AULA IV COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL AULA IV Profª. Helena Damélio Funções da Linguagem Revisão Crase Processo de Comunicação CONTEXTO EMISSOR => MENSAGEM => RECEPTOR CANAL CÓDIGO Portanto - Quem? - O quê? - Para quem?

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 52 Adjunto adnominal

Bárbara da Silva. Português. Aula 52 Adjunto adnominal Bárbara da Silva Português Aula 52 Adjunto adnominal Adjunto Adnominal É o termo que determina, especifica ou explica um substantivo. O adjunto adnominal possui função adjetiva na oração, a qual pode ser

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Crase

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Crase Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Crase Crase É a fusão da preposição A mais o artigo A; preposição A mais os pronomes demonstrativos A ou AS; ou ainda a preposição A mais as iniciais dos pronomes

Leia mais

Crase. Prof. Dr. Alexandre D. S. Feldman

Crase. Prof. Dr. Alexandre D. S. Feldman Crase Prof. Dr. Alexandre D. S. Feldman Vamos estudar a crase sem crise de niervos! Oh, não! Crase!! Nãaooo! Aaaahhh!!! O Grito O grito (1893), obra do norueguês Edvar Munch, é uma das mais importantes

Leia mais

ÍNDICE curso CAIXA. Edital Sistematizado CAIXA Tópicos mais exigidos pela banca em ordem decrescente CRONOGRAMA do Curso...

ÍNDICE curso CAIXA. Edital Sistematizado CAIXA Tópicos mais exigidos pela banca em ordem decrescente CRONOGRAMA do Curso... ÍNDICE curso CAIXA Edital Sistematizado CAIXA...02 Tópicos mais exigidos pela banca em ordem decrescente...03 CRONOGRAMA do Curso...03 MÓDULO 1: Acentuação e Ortografia...04 Acentuação...04 Questões...10

Leia mais

5º ano. Atividade de Estudo de Português - 21/10/2016

5º ano. Atividade de Estudo de Português - 21/10/2016 4 Atividade de Estudo de Português - 21/10/2016 5º ano Leia o texto abaixo, em seguida responda. PECHADA O apelido foi instantâneo. No primeiro dia de aula, o aluno novo já estava sendo chamado de Gaúcho.

Leia mais

BOLSÃO 2017 / 6º ANO

BOLSÃO 2017 / 6º ANO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está BOLSÃO 2017 / 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba número de sílabas / divisão

Leia mais

CONTEÚDOS PARA OS TESTES 4º BIMESTRE 1º ano

CONTEÚDOS PARA OS TESTES 4º BIMESTRE 1º ano 1º ano Numeração até 89 Vizinhos Números pares e ímpares Adição com dezena Escrita dos números por extenso Números ordinais Problemas de adição com dezena Auto-ditado Leitura e Interpretação de texto Fonemas

Leia mais

CLASSES GRAMATICAIS E TERMOS DA ORAÇÃO. Revisão

CLASSES GRAMATICAIS E TERMOS DA ORAÇÃO. Revisão CLASSES GRAMATICAIS E TERMOS DA ORAÇÃO Revisão CLASSES DE PALAVRAS A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo Artigo, Adjetivo,

Leia mais

Língua Portuguesa. Fusão de duas vogais. É representada pelo acento grave ( ` ). Refiro-me àquelas garotas.

Língua Portuguesa. Fusão de duas vogais. É representada pelo acento grave ( ` ). Refiro-me àquelas garotas. Língua Portuguesa Polícia DIREITO Militar SP Prof. Pablo Alex L. Gomes CONSTITUCIONAL Fusão de duas vogais. É representada pelo acento grave ( ` ). Preposição + Artigo A + A = À Irei a cidade. - Irei a

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS AULAS CURSO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFCCE) - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - REGULAR Poderá haver substituições de professores, ficando a critério da coordenação pedagógica

Leia mais

CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA

CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA PROGRAMA TEMÁTICO NÍVEIS A1 A2 UNIDADES ÁREAS LEXICAIS / VOCABULÁRIO ÁREAS GRAMATICAIS COMPETÊNCIAS PRÁTICA ESPECÍFICA Chamar-se [chamo-me; chama-se] Identificar-se

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO

CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO SUMÁRIO CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO 9 2 CRASE CRASE é um fenômeno fonético e sintático; fonético, porque simboliza a soma de dois sons iguais (A + A), sintático, porque sua ocorrência depende da

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 000 - Fone (05) 5-6 - Fax (05) 79-58 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL: PROGRAMA

Leia mais

Existem casos difíceis de resolver. sujeito MAS: Havia casos difíceis de resolver. objeto Teve casos difíceis de resolver objeto

Existem casos difíceis de resolver. sujeito MAS: Havia casos difíceis de resolver. objeto Teve casos difíceis de resolver objeto 88 6ª ª UNIDADE: CONCORDÂNCIA / CRASE / REGÊNCIA 6. CONCORDÂNCIA: Problemas mais encontrados 6.1. Quando o do verbo é factual (não humano), há tendência a não efetuar a concordância do com o verbo porque

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas...

1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas... 1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas... 4 I. NÍVEIS DE ANÁLISE DA LÍNGUA Vamos começar o nosso estudo

Leia mais

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição 1. Grupo relacional: preposição e conjunção PREPOSIÇÃ O CONJUNÇÃO Características comuns: Ligam palavras ou orações, por isso, são elementos coesivos,

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta (assindéticas)

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:9

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:9 Data da entrega: 01/09/2017. COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 19 2017 / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:9 Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com o

Leia mais

DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM

DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM LABORATÓRIO DE REDAÇÃO Corretoras: Patrícia Peres Rayane Ferreira Tainá Veras COMPETÊNCIA I SIGNIFICADO DAS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Preposiçãoé a palavra que une dois ou mais termos da oração, assim estabelecendo entre eles uma relação de subordinação em que o segundo termo

Preposiçãoé a palavra que une dois ou mais termos da oração, assim estabelecendo entre eles uma relação de subordinação em que o segundo termo Preposiçãoé a palavra que une dois ou mais termos da oração, assim estabelecendo entre eles uma relação de subordinação em que o segundo termo depende do primeiro. Assim, se esses elementos não estiverem

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. O Acento Indicativo de Crase Que é Crase Observe o que acontece quando pronunciamos

Leia mais

Sumário. Apresentação da coleção Prefácio Nota da autora Capítulo II

Sumário. Apresentação da coleção Prefácio Nota da autora Capítulo II Sumário Sumário Apresentação da coleção... 17 Prefácio... 19 Nota da autora... 21 Capítulo I Fatores importantes para produzir um texto... 23 1. A importância da leitura para produção textual... 23 2.

Leia mais

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as.

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as. CRASE TEORIA (Aluna do Curso de Secretariado Executivo Trilíngüe da Universidade Estácio de Sá) Crase é a fusão da preposição a com o artigo a ou com o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela,

Leia mais

Artigo. Definido e Indefinido

Artigo. Definido e Indefinido Artigo Definido e Indefinido Artigo É a palavra que, vindo antes de um substantivo, indica se ele está sendo empregado de maneira definida ou indefinida. O artigo também indica o gênero e o número dos

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 LÍNGUA PORTUGUESA 1º período 5 de abril de 2016 Cuide da organização da sua prova. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 49 Vozes do verbo

Bárbara da Silva. Português. Aula 49 Vozes do verbo Bárbara da Silva Português Aula 49 Vozes do verbo Vozes do Verbo Dá-se o nome de voz à forma assumida pelo verbo para indicar se o sujeito gramatical é agente ou paciente da ação. São três as vozes verbais:

Leia mais

Crase. Condições para ocorrência de crase

Crase. Condições para ocorrência de crase Profº FCO Holanda Crase É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

II unidade /, 5º. ano

II unidade /, 5º. ano ALUNO(A): N.º: PROFESSOR(A) TURMA: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1 II unidade /, 5º. ano Ensino Fundamental I 2 AVALIAÇÕES PARCIAIS (AP 1) 11/07/2016 Português Interpretação textual; Pronome pessoal (caso reto

Leia mais

Planificação a longo prazo - programa do 6º ano - disciplina de Português Ano letivo de AULAS PREVISTAS (blocos 90)

Planificação a longo prazo - programa do 6º ano - disciplina de Português Ano letivo de AULAS PREVISTAS (blocos 90) Planificação a longo prazo - programa do 6º ano - disciplina de Português Ano letivo de 2016-2017 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO INÍCIO 15 setembro 2016 3 janeiro 2017 16 abril 2017 FINAL 16 dezembro

Leia mais

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu.

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. - Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. COMPLEMENTO NOMINAL É o termo que completa o sentido de uma palavra que não seja verbo. Assim, pode referir-se

Leia mais

Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira

Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira 1º CURSO DE REDAÇÃO Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira Programa de Educação Tutorial Ciência, Tecnologia e Inovação Grupo PET- CTI pet-grupocti@ufabc.edu.br CRASE

Leia mais

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS AULAS CURSO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ (UECE) - ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO - REGULAR Poderá haver substituições de professores, ficando a critério da coordenação pedagógica

Leia mais

6 o ANO Horário: das 7h15 às 12h10

6 o ANO Horário: das 7h15 às 12h10 02 C A M RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS 1 a PROVA CIÊNCIAS DATA: 07/12/2017 Solo Capítulo 15 O solo Capítulo 16 Degradação e recuperação do solo Capítulo 17 O manuseio e a destinação do lixo Capítulo 18 Solo

Leia mais

Dados pessoais. Nome. Apelido. Morada. Estado Civil

Dados pessoais. Nome. Apelido. Morada. Estado Civil Competências Gerais Competências gerais de comunicação: competência lexical, competência gramatical, competência sociolinguística, competência pragmática, competência discursiva, competência estratégica.

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

1.1 Uso da crase. A crase indica a fusão da preposição a com o artigo a: Nós vamos à (a + a) Baixada. O Melhor do Atlético na Internet

1.1 Uso da crase. A crase indica a fusão da preposição a com o artigo a: Nós vamos à (a + a) Baixada. O Melhor do Atlético na Internet 1. Acentuação Todos os textos, até mesmo aqueles escritos em sites e fóruns da internet, precisam ser acentuados corretamente para que o leitor possa compreender facilmente o que o autor quer expressar.

Leia mais

REDAÇÃO. Nota 10! Dicas rápidas para perder o medo de escrever. Aprenda a redigir com criatividade e qualidade

REDAÇÃO. Nota 10! Dicas rápidas para perder o medo de escrever. Aprenda a redigir com criatividade e qualidade REDAÇÃO Nota 10! Dicas rápidas para perder o medo de escrever. Aprenda a redigir com criatividade e qualidade A folha em branco é um campo aberto para suas ideias! Questões e mais questões objetivas, testes

Leia mais

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA A. Gomes Ferreira J. Nunes de Figueiredo 2. CICLO Oo Introdução I. ONDE SE FALA A LÍNGUA PORTUGUESA II. A PALAVRA. A FRASE. SINTAXE E MORFOLOGIA MATÉRIA DAS UNIDADES

Leia mais

índice geral Prefácio, X/77

índice geral Prefácio, X/77 índice geral Prefácio, X/77 Capítulo I CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo / Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar,

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

UNIDADE: DATA: 02 / III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 6.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA:

UNIDADE: DATA: 02 / III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 6.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: / III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 6.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:, MÉDIA:

Leia mais

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais.

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais. Uso do onde e aonde O advérbio é uma classe de palavras cuja função gramatical é acompanhar e modificar um verbo, exprimindo a circunstância da ação verbal, por isso o nome ad-vérbio, ou seja, a palavra

Leia mais