Segurança Operacional no Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Segurança Operacional no Brasil"

Transcrição

1 Rio de Janeiro, 28 de abril de 2014 Segurança Operacional no Brasil O futuro já chegou Carlos Eduardo Pellegrino Diretor de Operações de Aeronaves

2 Estrutura Governamental Presidência CONAC Conselho Nacional de Aviação Civil Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil Marinha Exército Aeronáutica ANAC INFRAERO CENIPA Orgão de Investigação de Acidentes DECEA CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO Aeronaves civis e militares 2

3 Divisão de Responsabilidades Projeto, Construção & Manutenção Manutenção Operações ATC Investigação de Acidentes Dificuldades de serviço SGSO ANAC em azul 3

4 ANAC Regulação Técnica Direcionamento Político Arcabouço Regulatório Congresso Lei 7.565/86 (Código de Aeronáutica) Lei /05 (ANAC) Presidente CONAC Diretoria Colegiada Superintendências Decreto /46 (Convenção de Chicago) Decreto 5.731/06 Material de Orientação para a indústria (CI, IAC, IS) Deliberações do Conselho Nacional de Aviação Civil Resoluções Regulações (RBHA, RBAC) (Res. 30) Diretivas e objetivos Procedimentos Internos (IN) Manual de Procedimentos Internos (MPH, MPR) Procedimentos Internos Detalhados 4

5 Estrutura Organizacional ANAC 5

6 Frota Total Taxa de Crescimento Mercado de aviação civil brasileiro Evolução Total da Frota Fonte: ANAC Jan

7 Mercado de aviação civil brasileiro Condição de Aeronavegabilidade Distribuição da frota por categoria Fonte: ANAC Jan

8 Mercado de aviação civil brasileiro Evolução da frota de aeronaves Aviação Geral ,9% Fonte: ABAG 8

9 Mercado de aviação civil brasileiro Evolução da Frota de Helicópteros Fonte: ANAC Dez

10 Provedores de Serviço certificados e Pessoal Operacional Provedores de Serviço TOTAL Provedores de Serviço Aéreo 235 Operadores Regulares RBAC Operadores Estrangeiros RBAC Operadores por demanda RBAC Companhias de serviços especializados 306 Centros de instrução, escolas, universidades, governo - RBAC Aeroclubes RBHA Centros de Treinamento RBAC 142 (Nacionais e internacionais) 47 Oficinas de Manutenção 596 Pessoal TOTAL Pilotos Comissários de voo Engenheiros de voo e técnicos de manutenção Despachantes operacionais 402 Fonte: ANAC Dez 2013

11 Indicadores de Segurança Operacional ALoS Atual: redução de 50% na taxa de acidentes até 2015*. (*) Média móvel de 5 anos da taxa de acidentes envolvendo fatalidades em aeronaves de asa fixa com PMD acima de 2250 kg em voos regulares, excluindo atos de interferência ilícita, baseline 2007.

12 Mercado de aviação civil brasileiro Aeródromos públicos por região 9 4 Tipo Qtd Aeródromos públicos 713 Aeródromos privados Helipontos 1361 Helipontos offshore Fonte: ANAC Jan 2014

13 Mercado de aviação civil brasileiro Aeródromos por Região Fonte: ANAC Jan

14 Mercado de aviação civil brasileiro Milhões 100 Passageiros embarcados no transporte regular ,1 3, Doméstico Internacional 2013* 111 milhões de passageiros * Estimativa Fonte: ANAC 14

15 Mercado de aviação civil brasileiro Movimentos de passageiros por aeroporto Fonte: ANAC 15

16 SSP SSP brasileiro

17 SSP brasileiro PSO-BR Estabelece diretrizes; Cada autoridade elabora seu próprio Programa Segurança Operacional Específico (PSOE); e PSOE-ANAC & PSOE-COMAER, são partes integrantes do PSO-BR.

18 SGSO SGSO Estrutura PSO-BR PSO - BR ANAC COMAER PSOE-ANAC PSOE-COMAER SSO SAR SIA DECEA ASOCEA CENIPA Anexos 1, 6, 8 e 14 Anexos 1 & 11 Anexo 13 OPS/PEL ANS/PEL AIR AGA AIG

19 PSOE-ANAC: Roadmap 1º PASSO Análise GAP PSOE-ANAC x PSO-BR ALoS para PSOE-ANAC SGSO para aeroportos (RBAC 139) 2º PASSO Comitê gestor ANAC Indicadores para provedores de serviço Lançamento do Programa de Promoção da Segurança Operacional (Interno e externo) 3º PASSO SGSO para provedores de serviço além de aeroportos Material de referência para implemtnação do SGSO em provedores de serviço º PASSO Vigilância continuada do SGSO dos provedores de serviço. Promoção contínua(interna e externa) Monitoramento contínuo do ALoS do PSOE- ANAC

20 PSOE-ANAC: Roadmap Implementação e melhorias contínuas do SSP; Principal regulamento do SGSO emitido e atualizado; e Primeiras auditorias de SGSO do RBAC 121 realizadas em SGSO para aeroportos Mai 09 Projeto de melhoria do SSP Treinamentos internos e externos Jan 10 Dez 10 Treinamento de gestores - indústria Implementação do SGSO 121/135

21 Modelo de planejamento e vigilância Recursos Auditorias, inspeções, Resultados de check Ocorrências Aeronáuticas Dados (feedback) Gestão Visibilidade Vasta gama de ações: - Reativas - Proativas Dados SGSO Processos de Infração Outros Avaliação Medição Indústria Execução Planejamento Planejamento considerando limitações de recursos e efetividade das ações (análises custo/benefício)

22 Priorização da vigilância de taxis aéreos: Planejamento de inspeções baseadas em dados; Menos planejamento baseado em frequência; Utilização dos resultados das inspeções na definição do próximo ciclo; Desafios: Refinamento do modelo; Coletar e agregar mais dados; e Implementação da vigilância Direcionar recursos para operadores que tem desempenho abaixo do esperado.

23 Indicadores de monitoramento do SGSO definidos Indicadores de desempenho de segurança operacional definidos Auditorias de SGSO Operadores RBAC 121 Procedimentos de auditoria do SGSO (baseados no material de referência do SM-ICG) emitidos Melhoria do Perfil de Risco Organizacional; Aceitação dos manuais de SGSO dos operadores; e Primeiro ciclo de auditorias concluídos (14 total).

24 1º passo Auditorias de SGSO Operadores RBAC 121 5º passo Resultados enviados para o Inspetor para monitoramento do PAC. Submissão de uma ferramenta de avaliação do SGSO (Auditoria interna do operador) 2º passo Planejamento da auditoria baseado nos manuais aceitos e ferramenta de avaliação preenchida 4º passo 3º passo Relatório de Inspeção + Evidências + Notificação de Infração Auditoria SGSO (9 processos)

25 Resultado de auditorias do SGSO Processos com melhor desempenho: Medição do desempenho de segurança operacional; Melhoria contínua do SGSO; Gestão de mudanças; Processos com maior potencial de melhoria: Designação de pessoal estratégico da segurança operacional; Identificação de perigos; e Avaliação e mitigação de riscos.

26 ORP é avaliado bianualmente pelo Inspetor; Incorpora 31 parâmetros, incluindo dados em: Operações; Financeiro; Aeronavegabilidade; Nível ORP define frequência de inspeções do SGSO A = a cada 24 meses; B = a cada 18 meses; C = a cada 12 meses; D = a cada 6 meses; e E = a cada 1 mês. Perfil de Risco da Organização (ORP)

27 Projeto prioritário de melhoria do PSOE-ANAC Categorização de provedores de serviço Aplicabilidade e escalabilidade do SGSO Definição de termos RBAC 01 Harmonização de conceitos dentro da ANAC e regulados Melhoria de indicadores de performance e níveis aceitáveis Medição da efetividade da vigilância e da eficiência Processos de gestão de riscos de segurança operacional Estabelecimento de processos e ferramentas Auditorias internas do SSP Criação de ferramentas para verificar efetividade do SSP Estratégias para treinamento e comunicação Treinamento interno e externo e troca de dados

28 Contribuição brasileira ICAO SMP; SM-ICG; e SRVSOP.

29 Obrigado! 29

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade brasileira Identificar os compromissos da ANAC relacionados

Leia mais

O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011

O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011 O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011 Objetivos Identificar os compromissos do Brasil para com o gerenciamento da segurança operacional da aviação civil

Leia mais

Avanços na implantação do PSO-BR (SSP) e. Lima, Peru, 11 a 15 de março de 2013

Avanços na implantação do PSO-BR (SSP) e. Lima, Peru, 11 a 15 de março de 2013 Avanços na implantação do PSO-BR (SSP) e SGSO (SMS) na Região SAM Lima, Peru, 11 a 15 de março de 2013 AGENDA 1. Aviação Civil no Brasil 2. Programa Brasileiro de Segurança Operacional PSO - BR (SSP) a.

Leia mais

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 A implantação do SGSO nos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Objetivos Esclarecer sobre o processo de confecção do Manual de Gerenciamento

Leia mais

PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR

PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERA- CIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR ANTECEDENTES A Organização de Aviação Civil Internacional

Leia mais

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 OBJETIVO Conhecer a evolução do pensamento sobre Gerenciamento

Leia mais

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade brasileira Identificar os novos conceitos sobre segurança

Leia mais

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - PSOE-ANAC. PREFÁCIO De acordo

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 de Tema Certificação basea em performance para organizações de projeto de aeronaves. Atualização

Leia mais

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010 2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de 17 a 19 de novembro de 2009 Segurança Operacional 09 a 11 de novembro de 2010 GERÊNCIA-GERAL GERAL DE ANÁLISE E PESQUISA DA SEGURANÇA OPERACIONAL

Leia mais

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS IS N o 119-002 Revisão D Aprovação: Assunto: Portaria n o 2.404/SSO, de 8 de novembro de 2012, publicada no Diário Oficial da União de 9 de novembro de 2012, Seção 1, p. 3. Guia

Leia mais

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO 1. APRESENTAÇÃO JUSTIFICATIVA 1.1 A presente Justificativa expõe as razões

Leia mais

Gerenciamento da Segurança Operacional GSO. Conceitos

Gerenciamento da Segurança Operacional GSO. Conceitos Gerenciamento da Segurança Operacional GSO Conceitos 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 1 Objetivos Identificar conceitos de gerenciamento

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS IS Nº 145.214-001 Aprovado por: Portaria nº 666/SAR, de 20 de março de 2014, publicada no Diário Oficial da União de 21 de março de 2014, Seção 1, pág. 4. Assunto: Sistema de

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008. Institui o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil RBAC e a Instrução Suplementar IS, estabelece critérios para a elaboração

Leia mais

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135)

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135) RBAC 135 EMD 03 RBAC 135 EMD 04 para consulta pública SUBPARTE A SUBPARTE A GERAL GERAL 135.1 Aplicabilidade 135.1 Aplicabilidade (a) Este regulamento estabelece regras que regem: (a) Este regulamento

Leia mais

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 010.692/2009-2

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 010.692/2009-2 GRUPO I CLASSE V PLENÁRIO TC 010.692/2009-2 Natureza(s): Relatório de Auditoria de Natureza Operacional Órgãos/Entidades: Agência Nacional de Aviação Civil ANAC/MD, Empresa Brasileira de Infraestrutura

Leia mais

PROGRAMA DE VIGILÂNCIA CONTINUADA

PROGRAMA DE VIGILÂNCIA CONTINUADA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGURANÇA OPERACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DE AERONAVEGABILIDADE DIRETORIA DE OPERAÇÕES DE AERONAVES DIRETORIA DE AERONAVEGABILIDADE TERMO DE APROVAÇÃO

Leia mais

Relatório de análise das contribuições referentes à audiência pública n o 16/2014, da proposta de revisão do Programa de Segurança Operacional

Relatório de análise das contribuições referentes à audiência pública n o 16/2014, da proposta de revisão do Programa de Segurança Operacional Relatório de análise das contribuições referentes à audiência pública n o 16/2014, da proposta de revisão do Programa de Segurança Operacional Específico da Agência Nacional de Aviação Civil (PSOE-ANAC)

Leia mais

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS Objetivo Descrever o processo de certificação operacional dos aeroportos no Brasil, regido pelo RBAC 139. Roteiro 1. Apresentar as recomendações da OACI e as normas

Leia mais

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização N 05 31 de maio de 2011 O Boletim Eletrônico de Capacitação é um informativo publicado quinzenalmente no portal da ANAC na internet e na intranet. O objetivo é divulgar as ações de capacitação que irão

Leia mais

FLY CENTER ESCOLA DE AVIAÇÃO CIVIL

FLY CENTER ESCOLA DE AVIAÇÃO CIVIL Saudações a todos Devido as mudanças ocorridas no sistema de aviação civil segue em anexo as questões alteradas na matéria de SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL INTERNACIONAL E SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL BRASILEIRO.

Leia mais

PROGRAMA MOSA MAINTENANCE OPERATIONS SAFETY AUDIT (PROGRAMA DE OBSERVAÇÕES DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO)

PROGRAMA MOSA MAINTENANCE OPERATIONS SAFETY AUDIT (PROGRAMA DE OBSERVAÇÕES DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO) PROGRAMA MOSA MAINTENANCE OPERATIONS SAFETY AUDIT (PROGRAMA DE OBSERVAÇÕES DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO) - - - - - - - - - - Anais do 4º Simpósio de Segurança de Voo (SSV 2011) Direitos Reservados - Página

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS Aprovado por: Assunto: INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS IS Nº 145.214-001 Portaria ANAC Nº XXXX/SAR, de XX de XXXXXX de 2013, publicada no Diário Oficial da União nº XXX, X/X, pág. X, de XX de XXXXXX de 2013.

Leia mais

ANEXO I - CRONOGRAMA DE EVENTOS INTERNOS PREVISTOS PARA 2015

ANEXO I - CRONOGRAMA DE EVENTOS INTERNOS PREVISTOS PARA 2015 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET T NOV DEZ LOC VO MODIDADE T113 ACCESS 2010 BÁSICO E ESTRUTURAÇÃO DE BANCO DE DADOS 24h 14/04/2015 15/04/2015 09/06/2015 10/06/2015 SJC PRESENCI E002 AERODINÂMICA, DESEMPENHO

Leia mais

387.781 A265r Agência Nacional de Aviação Civil

387.781 A265r Agência Nacional de Aviação Civil 1 387.781 A265r Agência Nacional de Aviação Civil Relatório Anual de Segurança Operacional / Agência Nacional de Aviação Civil. - Brasília: ANAC, 2009. [60] p. Inclui gráficos e tabelas Primeiro Relatório

Leia mais

TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA

TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SUBCOMISSÃO TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA 1 OBJETIVO Apresentar a visão dos servidores da ANAC a respeito da instituição em

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional Subfunção: 128 - Formação de Recursos Humanos UO: 52201 - Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC

Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional Subfunção: 128 - Formação de Recursos Humanos UO: 52201 - Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC Programa 0630 Desenvolvimento da Aviação Civil Numero de Ações 14 Ações Orçamentárias 0B09 Apoio a Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Produto: Entidade apoiada Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional

Leia mais

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014.

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. Define e torna pública a qualificação dos instrutores dos cursos de PPA, PPH, PCA, PCH, PLA-A, PLA-H, INVA, IFR, PAGA, PAGH, CMV, -CEL, -GMP, -AVI e

Leia mais

O relatório deverá ser preenchido e enviado para o e-mail relatorio.semestral@anac.gov.br. Para que serve o sistema de envio de relatório semestral?

O relatório deverá ser preenchido e enviado para o e-mail relatorio.semestral@anac.gov.br. Para que serve o sistema de envio de relatório semestral? O relatório deverá ser preenchido e enviado para o e-mail relatorio.semestral@anac.gov.br. Para que serve o sistema de envio de relatório semestral? O sistema de envio de relatório semestral tem por finalidade

Leia mais

Clique para editar os estilos do texto mestre

Clique para editar os estilos do texto mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível» Quinto nível Organização Brasileira para o Desenvolvimento da Certificação Aeronáutica VANT NO BRASIL - MERCADO

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1 PANORAMA ESTATÍSTICO DA AVIAÇÃO CIVIL BRASILEIRA EM 212 213 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ

SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ CONVIDADOS Autoridade Aeronáutica (COMAER) CINDACTA III Administrações Municipais Prefeitura Municipal de AQUIRAZ

Leia mais

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA AUDITORIA SISTEMA DE GESTÃO EM QUALIDADE E FORMAÇÃO DE AUDITOR CURSO PRESENCIAL 40 10/03/2014 14/03/2014 RIO DE JANEIRO/RJ INTERNO ANAC AUDITORIA FORMAÇÃO DE AUDITORES EM SGSO CURSO PRESENCIAL 80 07/04/2014

Leia mais

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade.

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade. Idealizada para ser a melhor em seu ramo de atuação, a SkyBound é formada por consultores com sólida formação prática e acadêmica, profundo conhecimento aeronáutico e grande experiência em suas respectivas

Leia mais

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária Helipontos em São Paulo: Segurança, Irregularidades e Caminhos para Regularização Anderson Ribeiro Correia Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Leia mais

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO é um sistema de informações especialista, concebido e desenvolvido para automatizar, integrar e dar suporte aos principais processos utilizados

Leia mais

Regulação da Infraestrutura Aeroportuária

Regulação da Infraestrutura Aeroportuária Regulação da Infraestrutura Aeroportuária Walter Américo da Costa Souza Superintendente de Desenvolvimento Aeroportuário INFRAERO Sistema de Aviação Civil Indústria Aeronáutica Transporte Aéreo Aeroportos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02 ANÁLISE DE SOLICITAÇÕES DE HOTRAN 02/2014 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 Brasília, 28 de fevereiro de 2014. Aprovado, Fabio Faizi Rahnemay Rabbani 3 PÁGINA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011. Institui a Iniciativa Estratégica de Segurança Operacional para a Aviação Civil, cria o Grupo Brasileiro de Segurança Operacional e o Grupo Brasileiro de Segurança

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL !" """ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N o 034/DGAC, DE 19 DE JANEIRO DE 2000 Aprova a Instrução de Aviação Civil que dispõe sobre alterações em vôos regulares e realização

Leia mais

Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências

Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências Ano 2 N 20 05 de abril de 2012 Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências Termina nesta sexta-feira (05/04) o prazo de inscrição para o curso Formação de Mapeadores de Competências

Leia mais

Voar sobre cidade...

Voar sobre cidade... Voar sobre cidade... ...e quando precisamos? Ee q -Quais desses serviços você quer abrir mão? -Polícia -Bombeiro -Tv/rádio/trânsito - roubo veículos - transporte público - transporte privado... e quando

Leia mais

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz?

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz? Proposta de Criação e Gerenciamento do documento Boletim Informativo de Aeronavegabilidade Continuada BIAC Ph.D. Eng. Renato Crucello Passos Grupo de Aeronavegabilidade Continuada PAC Agência Nacional

Leia mais

Novas edições do curso de Atualização para INSPAC PEL e OPS

Novas edições do curso de Atualização para INSPAC PEL e OPS Ano 3 N 35 07 de junho de 2013 Novas edições do curso de Atualização para INSPAC PEL e OPS Serão realizadas duas edições do curso INSPAC PEL e OPS Atualização. A primeira acontecerá no Rio de Janeiro,

Leia mais

Esclarecimento à Sociedade

Esclarecimento à Sociedade PRESS RELEASE 21 de julho de 2007 Esclarecimento à Sociedade São Paulo, 21 de julho de 2007 Ainda sob o impacto da tragédia ocorrida na última terça-feira (17), a TAM vem a público mais uma vez para prestar

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 105 EMENDA nº 00

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 105 EMENDA nº 00 REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 105 EMENDA nº 00 Título: Aprovação: SALTOS DE PARAQUEDAS Resolução ANAC nº xxx, de yyyyy de zzzz de 2010. Origem: SSO/GPNO SUMÁRIO SUBPARTE A - GERAL 105.1

Leia mais

AGENDA REGULATÓRIA. Diário Oficial da União, Portarias ANAC nº 2.852, (31/10/2013) / nº 2975, (16/12/2014)

AGENDA REGULATÓRIA. Diário Oficial da União, Portarias ANAC nº 2.852, (31/10/2013) / nº 2975, (16/12/2014) AGENDA REGULATÓRIA Diário Oficial da União, Portarias ANAC nº 2.852, (31/10/2013) / nº 2975, (16/12/2014) ESTUDO SOBRE OS REQUISITOS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL SGSO PREVISTOS PELA OACI PARA

Leia mais

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE-

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE- PORTARIA ANAC N o 280/SIA, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. Cria projeto piloto para monitoramento de Indicadores de Desempenho da Segurança Operacional em aeródromos. O SUPERINTENDENTE DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 106, DE 30 DE JUNHO DE 2009.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 106, DE 30 DE JUNHO DE 2009. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 106, DE 30 DE JUNHO DE 2009. (Texto compilado) Aprova sistema de gerenciamento de segurança operacional para os pequenos provedores de serviço da aviação

Leia mais

Utilização de processos de gestão e ferramentas computacionais para melhoria da segurança operacional

Utilização de processos de gestão e ferramentas computacionais para melhoria da segurança operacional Utilização de processos de gestão e ferramentas computacionais para melhoria da segurança operacional GUILHERME ROCHA São José dos Campos - SP INSTITUTO DE PESQUISAS E ENSAIOS EM VOO Agosto 2011 SSV 2011

Leia mais

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados EVENTO DE CAPACITAÇÃO PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇÃO ÁREA DEMANDANTE STATUS DO EVENTO DATA DE INÍCIO (PRESENCIAL) DATA DE TÉRMINO (PRESENCIAL) DATA DE INÍCIO

Leia mais

Relatório Anual CONAC

Relatório Anual CONAC REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Conselho de Aviação Civil - CONAC Relatório Anual CONAC Exercício de 2009 Dezembro de 2010 SUMÁRIO LISTA DE ABREVIATURAS... 3 APRESENTAÇÃO... 4 INTRODUÇÃO... 5 CAPÍTULO I

Leia mais

APRESENTAÇÃO GERAL DATA HORÁRIO CH UNIDADE. 8h às 9h 1 Credenciamento. 9h às 10h30 1 Aula inaugural. 22/09/2014 Segunda-feira

APRESENTAÇÃO GERAL DATA HORÁRIO CH UNIDADE. 8h às 9h 1 Credenciamento. 9h às 10h30 1 Aula inaugural. 22/09/2014 Segunda-feira APRESENTAÇÃO GERAL 8h às 9h 1 Credenciamento 9h às 10h30 1 Aula inaugural 22/09/2014 Segunda-feira 10h30 às 11h 11h às 12h30 1 Informações gerais 12h às 14h do almoço TOTAL 3 1 MÓDULO 1: SISTEMA DE AVIAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 Assunto: Aprovado por: Revogação: Conteúdo em ambiente de compartilhamento SharePoint dos Operadores Aéreos Portaria n o 860, de 7 de maio de 2012,

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 135 EMENDA nº 00

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 135 EMENDA nº 00 REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 135 EMENDA nº 00 Título: REQUISITOS OPERACIONAIS: OPERAÇÕES COMPLEMENTARES E POR DEMANDA Aprovação: Resolução nº 169, de 24 de agosto de 2010, publicada

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 Assunto: MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 GESTÃO DA QUALIDADE INTERNA Revogação: Esta revisão substitui a revisão 00, de 30 de abril de 2009. Objetivo: Este MPR tem por objetivo estabelecer e

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA

PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA 1. APRESENTAÇÃO A proposta de Regulamento Brasileiro da Aviação Civil nº

Leia mais

OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL

OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL Luiz Munaretto - - - - - - - - - - Anais do 5º Simpósio de Segurança de Voo (SSV 2012) Direitos Reservados - Página 330 de 1112 - - -

Leia mais

Prof. Guido Carim Júnior

Prof. Guido Carim Júnior Sistema de Gestão da Segurança Operacional (SGSO) : fundamentos e requisitos Prof. Guido Carim Júnior 28 de maio de 2010 Objetivo Apresentar os fundamentos de um sistema de gestão (de segurança) como meio

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 16 de outubro de 2015. Aprovado, Claudio Beschizza Ianelli PÁGINA

Leia mais

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS ROTEIRO SITUAÇÃO DA REDE AEROPORTUÁRIA. PROVISÕES DO CÓDIGO BRASILEIRO DE AERONÁUTICA E NORMAS. SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL. DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVL. PASSOS DA HOMOLOGAÇÃO

Leia mais

ANAC oferece curso básico de Representação Institucional

ANAC oferece curso básico de Representação Institucional Ano 2 N 24 28 de junho de 2012 ANAC oferece curso básico de Representação Institucional Será realizado no período de 23 a 24 de julho, no Rio de Janeiro, o curso básico de Representação Institucional.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-016-R00

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-016-R00 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-016-R00 CADASTRO DE OPERADORES AÉREOS DA SIA 02/2014 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 Brasília, 19 de fevereiro de 2014. Aprovado, Fabio Faizi Rahnemay Rabbani 3 PÁGINA

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS. Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS. Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro ROTEIRO Operação em Plataformas Petrolíferas Corredores de Helicópteros Procedimentos

Leia mais

Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012

Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012 1 2 3 4 6,0 5,0 4,0 3,0 2,0 Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012 1,9 4,8 de A. **Fonte do índice dos Continentes: ICAO. 2,7 4,2 3,8 2,8 3,2 1,0 0,0 Brasil*

Leia mais

Boletim de Aeronavegabilidade

Boletim de Aeronavegabilidade Edição Campo Grande/MS Número 004/2014 Em outubro de 2014, a Superintendência de Aeronavegabilidade SAR, por intermédio da Gerência Técnica de Aeronavegabilidade de Brasília (GTAR/DF) realizou a Ação de

Leia mais

Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança

Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança Informativo Boeing Commercial Airplanes P.O. Box 3707 MC 03-XW Seattle, Washington 98124-2207 www.boeing.com Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança A Boeing projeta e fabrica aeronaves

Leia mais

Guia PSOE-ANAC & SGSO/SAR Conheça mais a respeito

Guia PSOE-ANAC & SGSO/SAR Conheça mais a respeito Superintendência de Aeronavegabilidade Guia PSOE-ANAC & SGSO/SAR Conheça mais a respeito Material de orientação não destinado para uso em missões oficiais pelos INSPAC ou na implantação / manutenção do

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO INSTRUÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL IAC 200-1001 PLANO DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC (Brazilian Civil Aviation Authority)

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC (Brazilian Civil Aviation Authority) REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC (Brazilian Civil Aviation Authority) ESPECIFICAÇÕES OPERATIVAS (OPERATIONS SPECIFICATIONS) PEC TÁXI AÉREO LTDA CHETA nº REVISÃO 2005-02-1CJO-01-02

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ LUIZ EDUARDO KORDIAKA

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ LUIZ EDUARDO KORDIAKA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ LUIZ EDUARDO KORDIAKA HOMOLOGAÇÃO DE EMPRESA DE TÁXI AÉREO CURITIBA 2013 LUIZ EDUARDO KORDIAKA HOMOLOGAÇÃO DE EMPRESA DE TÁXI AÉREO Monografia apresentada ao curso de Pós-

Leia mais

Guia para elaboração de. Manual de Gerenciamento da Segurança Operacional (MGSO) Aeródromos Classe I e II

Guia para elaboração de. Manual de Gerenciamento da Segurança Operacional (MGSO) Aeródromos Classe I e II Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária Gerência de Operações Aeronáuticas e Aeroportuárias Guia para elaboração de Manual de Gerenciamento da Segurança Operacional (MGSO) Aeródromos Classe I

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS IS N o 61-001 Aprovação: Assunto: Portaria n o 2.363/SSO, de 1 de dezembro de 2011, publicada no Diário Oficial da União nº 231, S/1, pág. 2, de 2 de dezembro de 2011. Procedimentos

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO AGREGADO DO EXERCÍCIO DE 2009

PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO AGREGADO DO EXERCÍCIO DE 2009 MINISTÉRIO DA DEFESA AGÊNCIA NACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL BRASIL PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO AGREGADO DO ABRIL/2010 MINISTÉRIO DA DEFESA AGÊNCIA NACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL BRASIL

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 137 EMENDA nº 00

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 137 EMENDA nº 00 REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 137 EMENDA nº 00 Título: Aprovação: CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: OPERAÇÕES AEROAGRÍCOLAS Resolução ANAC nº xxx, de yyyyy de zzzz de 2011. Origem:

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 091/CENIPA/2011

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 091/CENIPA/2011 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 091/CENIPA/2011 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: ACIDENTE PT-YCZ R22 DATA: 11 NOV 2005 ADVERTÊNCIA

Leia mais

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014)

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Programa 2017 - Aviação Civil Número de Ações 26 Tipo: Operações Especiais 00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Desafios, Necessidades e Perspectivas da Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica (Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura)

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SAC/PR AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL ANAC

RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SAC/PR AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL ANAC RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SAC/PR AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL ANAC BRASÍLIA/2015 RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2014 SECRETARIA

Leia mais

Integração na Coleta de dados de Segurança Operacional Gerência Executiva de Segurança Operacional

Integração na Coleta de dados de Segurança Operacional Gerência Executiva de Segurança Operacional Integração na Coleta de dados de Segurança Operacional Gerência Executiva de Segurança Operacional O QUE SOMOS? Nome: Alexsandro Silva Função: Gerente de Qualidade Operacional Atividades: Responsável pelo

Leia mais

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010 2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de 17 a 19 de novembro de 2009 Segurança Operacional 09 a 11 de novembro de 2010 Norma NBR de Diretrizes para a Integração do SGSO com outros Sistemas

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV)

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV) PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV) 20 DEZ 2004 PORTARIA DE APROVAÇÃO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA DAC N o 1204/STE, DE 26

Leia mais

Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante

Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante Não seja pego de surpresa! Antes da fase de preparação para o voo, verifique a regularidade dos certificados e licenças da aeronave, da tripulação

Leia mais

Validade a partir de 11 de setembro de 2015

Validade a partir de 11 de setembro de 2015 VALOR R$ (a 4001 VETADO VETADO - 4002 SOLICITAÇÃO/CONCESSÃO DE SOBREVOO DE AERONAVES EM FASE DE INTERNAÇÃO, QUE ULTRAPASSEM O PRAZO DE SEIS MESES, NO BRASIL SEM REGULARIZAÇÃO 62,97 SAR 4003 SEGUNDA VIA

Leia mais

PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇAO DA ANAC AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC

PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇAO DA ANAC AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇAO DA ANAC AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC Diretrizes para a formaça o e o aprendizado contıńuo dos servidores, por meio de aço es de desenvolvimento e capacitaça

Leia mais

ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários

ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários Ano 3 N 37 13 de agosto de 2013 ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) realizará, em parceria com o Governo dos Estados Unidos da América

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM TRANSPORTES

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM TRANSPORTES UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM TRANSPORTES GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL NAS ORGANIZAÇÕES DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA ROBERTO JOSÉ SILVEIRA HONORATO ORIENTADOR:

Leia mais

ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil. Diretoria Colegiada * Superintendentes * Apoio Técnico. Projeto gráfico diagramação e impressão

ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil. Diretoria Colegiada * Superintendentes * Apoio Técnico. Projeto gráfico diagramação e impressão ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil Diretoria Colegiada * Solange Paiva Vieira Carlos Eduardo Magalhães da Silveira Pellegrino Cláudio Passos Simão Ricardo Sérgio Maia Bezerra Rubens Carlos Vieira

Leia mais

Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado)

Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado) Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado) O Gerenciamento de Riscos é uma das áreas contidas no Gerenciamento de Projetos, e uma

Leia mais

PROVA APLICADA ANAC CURSO DE FORMAÇÃO ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL. Agência Nacional de Aviação Civil PROVA OBJETIVA INSTRUÇÕES UNIVERSA

PROVA APLICADA ANAC CURSO DE FORMAÇÃO ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL. Agência Nacional de Aviação Civil PROVA OBJETIVA INSTRUÇÕES UNIVERSA CURSO DE FORMAÇÃO ANAC Agência Nacional de Aviação Civil ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÕES Verifique atentamente se este caderno de prova contém oitenta itens, correspondentes à prova

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Revisão B

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Revisão B s INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Aprovação: Portaria nº 7, de 2 de janeiro de 2014, publicada no Diário Oficial da União de 3 de janeiro de 2014, Seção 1, página 2. Assunto: Programa de Manutenção

Leia mais

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO I - DIRETORIA 1 II - ÓRGÃOS DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA À DIRETORIA DA ANAC a) Gabinete b) Assessoria Parlamentar

Leia mais

Documentos para o Embarque

Documentos para o Embarque Documentos para o Embarque C A N A s a c i D 2 Documentos para o Embarque Embarque Check-in Antes de embarcar em um voo, todos os passageiros devem fazer o check-in. Apresente-se para o check-in no horário

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00 REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00 Título: OPERAÇÃO DE AERONAVES DE ASAS ROTATIVAS COM CARGAS EXTERNAS Aprovação: Resolução ANAC nº 174, de 9 de novembro de 2010, publicada

Leia mais

Governança e arcabouço jurídico-regulatório

Governança e arcabouço jurídico-regulatório 5. Governança e arcabouço jurídico-regulatório Foto: istockphoto.com/easybuy4u Foto: istockphoto.com/ EasyBuy4u 5. Governança e arcabouço jurídico-regulatório Este capítulo está organizado em quatro partes:

Leia mais