Balanço Social Relatório Final. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balanço Social. 2011 Relatório Final. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 1"

Transcrição

1 Balanço Social 2011 Relatório Final Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 1

2

3 APRESENTAÇÃO Pelo segundo ano consecutivo, o Instituto Terrazul vem buscando apresentar de forma sistematizada, um retrato fiel das ações realizadas e dos resultados alcançados com os investimentos aplicados por nossos parceiros. Estas informações vêm sendo registradas neste documento chamado de Relatório Balanço Social e vem ganhando corpo na instituição, preparando os profissionais para um forte sentimento de responsabilidade com as atividades realizadas junto ao público atendido. Neste relatório, apresentamos uma síntese das ações realizadas e resultados alcançados pelos três projetos patrocinados pela Unimed-Rio ao longo de 2011 (Arredores na Escola, Núcleo de Educação Digital e Projeto Jovens, Câmera, Ação). Neste ano, de forma expressiva, aumentamos bastante o número de beneficiários. Foram quase 350 alunos envolvidos com ações de educação ambiental, iniciação profissional e educação digital, possibilitando o exercício da construção de novos valores e saberes, de novas relações com o espaço em que vivemos, tudo por meio de uma abordagem transdiciplinar, proporcionando uma excelente oportunidade de vivência profissional para todos os envolvidos. Com destaque chamamos atenção para a parceria realizada com a Secretaria de Estado de Educação, que de forma bastante positiva confiou a nós a realização do trabalho em três de suas escolas públicas de ensino médio, abrindo as portas para discussão e construção de metodologia para implementação da Política de Educação Ambiental Estadual. Esperamos que este relatório retrate, embora de forma sucinta, os avanços conquistados ao longo deste ano. Marcos Sant`Anna Lacerda Coordenador Geral Instituto Terrazul 2011 Balanço Social Relatório Final

4 Foto Instituto Terrazul

5 ÍNDICE 1. INSTITUTO TERRAZUL UNIMED-RIO PROJETO ARREDORES NA ESCOLA PROJETO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO DIGITAL PROJETO JOVENS, CÂMERA, AÇÃO TABELA GERAL QUANTITATIVA EVENTO BALANÇO SOCIAL CONCLUSÃO FINAL

6 1. INSTITUTO TERRAZUL O Instituto Terrazul, Entidade Civil Sem Fins Lucrativos, foi fundada em 1997 e tem como missão a busca do desenvolvimento humano, para o alcance da sustentabilidade ambiental, cultural, social e econômica. Na realização de nossos projetos, contamos com uma equipe multidisciplinar, capaz de colaborar com a construção de processos participativos e com resultados efetivos para todos os envolvidos com as ações implementadas. A principal estratégia de trabalho da organização é a formação de Redes de Desenvolvimento Local, que visam à articulação de parcerias em prol da sustentabilidade dos projetos implementados. Atualmente, o Instituto Terrazul, constitui-se em um pólo gerador de conhecimentos, informações e projetos, com o objetivo de promover e potencializar a participação da população em experiências que buscam a melhoria das condições sociais de vida. A Rede Arredores, projeto que vem sendo construído em parceria com a Unimed-Rio, se configura numa estratégia de incentivo ao trabalho em rede, captando recursos humanos, técnicos e financeiros em toda sociedade para a execução de ações de proteção dos corpos lagunares da região. Seus principais objetivos são: criar uma Rede de Proteção ao Complexo Lagunar da Baixada de Jacarepaguá, agregando instituições e atores de todos os segmentos da sociedade, garantindo a melhoria das condições socioambientais do Complexo e seu entorno, através da execução de diversos tipos de intervenções. 6 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

7 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 7

8 8 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

9 2. UNIMED-RIO A Unimed-Rio é uma cooperativa de médicos com 40 anos de tradição e vai além do seu objetivo principal de gerar serviços e produtos na área de saúde, pois participa de forma significativa em ações de responsabilidade social na cidade do Rio de Janeiro. A cooperativa promove o desenvolvimento sustentável e o estabelecimento de relações saudáveis com o ambiente físico e social onde se insere. Baseada nesta filosofia, a Unimed-Rio elaborou sua Política de Responsabilidade Social, que estabelece estratégias e diretrizes para a condução das ações e reúne metas e projetos que viabilizem a continuidade dessas iniciativas, assegurando a atuação socialmente responsável da cooperativa. A Unimed-Rio apoia projetos sociais ligados aos princípios da promoção de saúde integral, da integração social, de educação e de geração de oportunidades. Os Projetos patrocinados pela Unimed-Rio e executado pelo Instituto Terrazul, desde 2006, obtiveram resultados tão importantes que levaram à construção de uma proposta mais ampla e ousada, que consiste na formação da Rede Arredores - Proteção ao Complexo Lagunar da Baixada de Jacarepaguá. Esta iniciativa vem permitindo a expansão, não só das ações, mas também, da área de abrangência da Cooperativa. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 9

10 10 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

11 3. PROJETO ARREDORES NA ESCOLA Apresentação Este projeto busca implementar a Política Estadual de Educação Ambiental no âmbito da educação formal, através das escolas da rede de ensino pública em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e os colégios da rede de ensino particular da região da Baixada de Jacarepaguá, inserindo o tema Proteção ao Complexo Lagunar no Projeto Político Pedagógico das escolas. A proposta é envolver jovens do 1º e 2º anos do Ensino Médio a fim de capacitá-los junto aos temas ligados a sustentabilidade, assim como, implementar a Educação Ambiental por meio da transdisciplinaridade usando o território como abordagem principal e estratégica, fazendo a relação entre o ser humano e suas intervenções no meio. O processo culmina com a implantação do Núcleo de Comunicação para Sustentabilidade, local no interior das escolas responsável pela promoção e disseminação dos conhecimentos adquiridos. Destacamos a seguir alguns dados expressivos no relatório: A Proposta metodológica buscou desenvolver por meio da construção dos marcos referenciais conceituais e legais, as bases para implementação da Política Estadual de Educação Ambiental no âmbito da educação formal, aplicando por meio da transdisciplinaridade as noções de construção e preservação do território. O Plano de curso elaborado proporcionou a reflexão sobre o território em que habitamos, por meio de atividades em sala de aula nas, diversas disciplinas e visitas guiadas as áreas de preservação da Baixada de Jacarepaguá. Os resultados alcançados em cada escola ao fim de cada módulo, demonstram a percepção e o conhecimento dos jovens a respeito da região da Baixada de Jacarepaguá, com a implantação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade nas escolas. Os jovens passaram a comunicar-se melhor, a trabalhar em conjunto, participando de eventos externos que retratam a realidade da região e discutindo as problemáticas existentes. Números de 2011 Escola Turma Local Número de Alunos CE Brigadeiro Schorcht 1002 Taquara 32 CE Vicente Jannuzzi 2002 Barra 37 CIEP Ulysses Guimarães 1009 Curicica 57 Centro Educacional da Lagoa - CEL 2211 Barra 47 Colégio Notre Dame 2º ano Recreio 34 Colégio Senhora da Pena 1011 Freguesia 31 Total 238 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 11

12 Metodologia A metodologia criada pelo projeto Arredores na Escola teve como ponto de partida a definição de Marcos Referências conceituais e legais, tais como : Sustentabilidade, Desenvolvimento Humano, Rede, Centros de Educação Ambiental e Projeto Político Pedagógico. Após a definição desses marcos, a próxima fase foi a de definição das Diretrizes Teórico-Metodológicas do projeto que teve como norte a Constrituição Federal, a Política Nacional de Meio Ambiente, Política Nacional de Educação Ambiental, Política Estadual de Educação Ambiental, Programa Nacional de Educação Ambiental ProNEA, Plano Nacional de Educação e os Parâmetros Curriculares Nacional. A terceira fase foi a criação de uma abordagem transdiciplinar para cada disciplina, a partir dos princípios definidos para cada uma delas, sempre com o foco na estratégia de uso do território em sala de aula. Desta forma, o projeto busca promover a formação de jovens para uma nova postura diante dos desafios de protagonizar e de exercer sua visão crítica. Todo este trabalho foi desenvolvido por meio de três módulos, a saber: Módulo I- Conhecer e Sensibilizar, promove o conhecimento da região, buscando sensibilizar os jovens para tomada de decisões; Módulo II- Planejar e Estruturar, visa implantação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade dentro da escola e assim, promover junto aos jovens um espaço destinado a produzir e gerar informações voltadas às práticas de educação ambiental. Módulo III- Agir na Escola, constrói práticas de intervenção dentro da escola, através da construção de Projeto-Ação pelos jovens. A construção da ferramenta própria chamada de Plano de Aula, com diversos boxes criados para inserção de conteúdo, adequação para o nível de percepção da faixa etária e aplicação por meio de atividades práticas (em sala de aula e nas visitas guiadas), permitiu que cada encontro semanal, realizado em cada escola, com duração de 50 minutos e uso do princípio da disciplina, levasse aos alunos o desenvolvimento de uma visão sistêmica e holística entre as diferentes disciplinas. Outro aspecto metodológico importante foi a criação do espaço destinado a promover a Comunicação e a Educação Ambiental com o objetivo de dá suporte às práticas e intervenções realizadas pelos jovens através das atividades de educomunicação. A formação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade proporcionou por meio das ferramentas de produção de vídeo, de boletim informativo e atualização de blog do próprio núcleo, o exercício da construção coletiva, do registro, da documentação, do debate e da visão crítica. 12 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

13 Plano de Capacitação Definição do Processo de Ensino-aprendizagem Módulo/ Tema Conteúdo Carga Horária Inserção dos assuntos relacionados ao território, promovendo informação da realidade local, a adequação para o universo do aluno e aplicação por meio de exercícios práticos, para construção do pensamento e formação de sujeitos. Módulo I Conhecer e Sensibilizar Caracterização do Complexo Lagunar da Baixada de Jacarepaguá Módulo II Planejar e Estruturar Formação de Redes e do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade nas escolas Formação histórico geológica do Complexo Lagunar; A divisão das terras da Baixada de Jacarepaguá. Ciclo histórico- econômico (cana de açúcar, café e mineração) Lei do Morgado Os Balneários, mangues e dunas; Sambaquis, sítios arqueológico; Plano Piloto Lúcio Costa A caracterização do CLBJ: formação do complexo, extensão e limites territoriais, características das lagoas, fauna e flora. Programa Rede Arredores - Arredores na escola. Trabalho em rede Rede de proteção: Parque Nacional da Tijuca PNT Vídeo como ferramenta de educomunicação. Blog como ferramenta de educomunicação. Processo de comunicação Valores e funções do Núcleo de Comunicação para Sustentabilidade 4 aulas Total de 2 horas 8 aulas Total de 4 horas Módulo III Agir na Escola Elaboração de Projetos- Ação Diagnóstico Elaboração de Projeto Planejamento Ferramenta de gerenciamento Projeto-Ação 5 aulas Total de 2h50 min. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 13

14 14 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

15 Ações Realizadas Escolas Públicas Para seleção das escolas públicas o caminho percorrido teve início junto a Coordenação de Educação Ambiental, da Secretaria de Estado de Educação - SEEDUC. Esta iniciativa teve como propósito construir de forma coletiva a proposta de implementação da política estadual de educação ambiental em três escolas da região da bacia hidrográfica da baixada de Jacarepaguá. Identificadas pela Secretaria, o passo seguinte foi apresentar a proposta para direção e corpo docente das escolas. Com a seleção da turma participante do projeto definida e a manifestação de interesse de no mínimo cinco professores de disciplinas diferentes, o projeto foi apresentado aos alunos com maior detalhamento e por fim com a adesão de todos, foi dado início aos encontros em sala de aula. As visitas guiadas na Lagoa da Tijuca e em áreas protegidas da região, complementaram a ministração de conteúdos e reflexão do processo de crescimento do território, para, por fim, realizar o lançamento do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade e a produção das ferramentas de comunicação. A unidade administrativa da SEEDUC responsável pela região trabalhada chamada de Metropolitana VI, também foi inserida ao longo do processo e realizou dois encontros de avaliação do projeto em conjunto com as escolas envolvidas, o Instituto Terrazul, a Unimed-Rio e a Coordenação Estadual de Educação Ambiental. Escolas Particulares Com relação às escolas particulares, o processo de seleção e envolvimento se deu de forma individualizada, por meio da manifestação do interesse de cada escola e pela afinidade com a estratégia de trabalho. Os colégios Notre Dame (unidade Recreio) e Centro Educacional da Lagoa (unidade Barra), já haviam participado no ano anterior do projeto e manifestaram o interesse de continuar, enquanto que a aproximação do Colégio Senhora da Pena foi realizada por meio da parceria com a FIJ (Faculdade Integrada de Jacarepaguá). As ações trabalhadas seguiram os mesmos passos adotados para as escolas públicas. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 15

16 Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht O Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht, está localizado na Rua dos Prazeres, 71 - Taquara, Jacarepaguá, Rio de Janeiro - RJ. Atualmente a escola atende 2100 alunos. 16 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

17 DETALHAMENTO DO COLÉGIO ESTADUAL BRIGADEIRO SCHORCHT OBJETIVO Gerar visualização das ações e resultados alcançados por módulo, durante a realização do Projeto Arredores na Escola no ano de 2011 AVALIAÇÃO MÓDULO ATIVIDADES PLANEJA- DAS E REALIZADAS ENVOLVIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROCESSO PRODUTOS ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL I-CONHECER E SENSIBILIZAR OBJETIVO: Promover o conhecimento da Bacia Hidrográfica da Baixada de Jacarepaguá, de forma prática e teórica, buscando sensibilizar os jovens para a tomada de decisões. Aulas expositivas e interativas. 1ª visita guiada no Instituto Terrazul (Ilha da Gigóia) e Lagoa da Tijuca. 38 alunos da turma 1002, coordenação, docentes. Disciplinas: Filosofia, História, Biologia. Jovens com mais conhecimento do território, sentimento de pertencimento fortalecido. Envolvimento dos professores. Distribuição das aulas pelas diversas disciplinas. Idas à escola nos horários de aula, pré agendados. Neste momento, o envolvimento maior ocorre entre Terrazul, professores e alunos. 04 planos de aula, 04 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula. Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação, Metro VI e equipe Terrazul. Temáticas: apresentação do Terrazul, da Rede Arredores, apresentação da carta do Projeto Arredores na Escola, indicação de turmas e disciplinas. Apresentação do projeto para a turma selecionada. Reunião entre Terrazul, SEEDUC e coordenadores sobre o andamento e resultados do módulo I. Agendamento das intervenções (cronograma). II - PLANEJAR E ESTRUTURAR OBJETIVO: Proporcionar aos jovens capacidades de planejar e estruturar ações e projetos por meio da implementação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. Aulas interativas sobre ferramentas de educomunicação. Preparo das ações de lançamento do Núcleo. 2ª visita guiada, no Parque Natural Municipal Chico Mendes. 38 alunos da turma 1002, coordenação, docentes. Disciplinas: Filosofia, História, Biologia. Lançamento do Blog e do Boletim. Lançamento do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. Distribuição das funções do Núcleo. Aproximação com o corpo escolar e acompanhamento do calendário de eventos. Proposta de inserção do currículo mínimo na metodologia do Projeto Arredores na Escola. Ampliação da proposta do projeto para outras unidades de ensino da rede estadual. Idas à escola acontecem nos horários de aula, pré agendados e nos períodos de contra-turno. Neste momento, o envolvimento abrange todo o corpo escolar. A gestão escolar e os funcionários já conseguem falar sobre o projeto e divulgá-lo.. 07 planos de aula, 07 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula, 01 vídeo para o dia do lançamento do Núcleo. 01 apresentação em slides do projeto, produzido pelos alunos. Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação, Metro VI e equipe Terrazul. Articulação e conversas com inspeção, professores de diversas turmas e funcionários. Temáticas: Proposta de inserção do currículo mínimo na metodologia do Projeto Arredores na Escola. Apresentação teórico-metodológica para professores envolvidos no projeto. Articulação sobre espaço físico para o Núcleo e conhecimento sobre a proposta Político Pedagógica da Escola. Agendamento das intervenções (cronograma). III - AGIR NA ESCOLA OBJETIVO: Construir práticas de intervenção dos jovens educomunicadores por meio de Projetos- Ação na escola. Aulas interativas com ferramentas de educomunicação. Diagnóstico, intervenção e obervações na escola para a implementação de ações. 38 alunos da turma 1002, direção, coordenação, docentes, comunidade (Programa Escola Aberta). Disciplinas: Filosofia, Educ. física, Língua Portuguesa, Biologia, Inglês e Matemática. Intervenções e práticas de educação ambiental na escola. Implantação do Projeto Ação na Escola. Parceria com o Escola Aberta e Agenda 21. Espaço físico disponível para o Núcleo, junto ao Núcleo de Cultura da Escola. Sala com computadores e acesso a internet. Neste momento, são trabalhadas noções de compromisso e protagonismo nas ações do Núcleo (dinâmicas). Os educadores reunem os alunos e coordenação em horários de contra-turno, para a execução de atividades do Plano de Ações do Projeto Ação na Escola. 09 planos de aula, textos de apoio, entrevistas, textos informativos, parceria com o Programa Escola Aberta e Agenda 21 escolar. Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação e equipe Terrazul. Reunião de Pais. Reunião de fechamento das atividades. Temáticas: Agendamento das intervenções (cronograma), apresentação da proposta de diagnóstico e Plano de Ação, balanço das atividades do ano. Produção de material de comunicação pelo Núcleo. Ações do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade iniciadas. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 17

18 Resultados Alcançados Módulo I Sala de Aula Envolvimento do Professor: Inicialmente as disciplinas de história, filosofia e biologia, envolveramse e aos poucos foram conhecendo a metodologia e proposta do projeto. Envolvimento do Aluno: demonstraram-se interessados e curiosos. Visita Guiada Nº de alunos: 37 A turma mostra-se dispersa e apenas um grupo de alunos demonstra maior interesse. O que mais chama a atenção de todos é o estado ambiental em que se encontra o Complexo Lagunar da Baixada de Jacarepaguá. Módulo II Sala de Aula Envolvimento do Professor: Neste período novas disciplinas passam a ser envolver: as de sociologia e geografia, no final do mês de maio. No entanto, nessa ocasião, as escolas públicas passaram por um período de greve. Ao retornar realizou-se uma reunião com os professores apresentando as diretrizes-teórico metodológica do projeto, resgatando as aulas realizadas e a proposta do mesmo, e assim, as aulas retornaram com participação das disciplinas de filosofia, história e sociologia. Envolvimento do Aluno: interessados nas atividades de educomunicação. Nesta etapa foi possível identificar lideranças e grupos. Visita Guiada Nº de alunos: 23 O comportamento dos alunos foi diferente, pois já havia um comprometimento e interesse maior sobre os assuntos. Destacamos a participação do pai do aluno André Mourão, acompanhando o filho e curioso com a atividade e proposta do projeto. Módulo III Sala de Aula Envolvimento do Professor: Durante o projeto a atuação dos professores de filosofia e sociologia merece destaque. Neste momento, o envolvimento e a contribuição da coordenação pedagógica também se destaca. Envolvimento do Aluno: participativos, envolvidos em discussões sobre problemáticas e soluções para a escola, com relação à questão ambiental. A turma apresenta melhora significativa de comportamento, se aproximaram mais da coordenação pedagógica mostrando-se compromissados e articulados em cumprir o cronograma. 18 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

19 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 19

20 Colégio Estadual Vicente Jannuzzi O Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, está localizado na Avenida das Américas, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ, Atualmente a escola atende 3123 alunos. 20 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

21 DETALHAMENTO DO COLÉGIO ESTADUAL VICENTE JANNUZZI OBJETIVO Gerar visualização das ações e resultados alcançados por módulo, durante a realização do Projeto Arredores na Escola no ano de 2011 AVALIAÇÃO MÓDULO ATIVIDADES PLANEJA- DAS E REALIZADAS ENVOLVIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROCESSO PRODUTOS ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL I-CONHECER E SENSIBILIZAR OBJETIVO: Promover o conhecimento da Bacia Hidrográfica da Baixada de Jacarepaguá, de forma prática e teórica, buscando sensibilizar os jovens para a tomada de decisões. Aulas expositivas e interativas. 1ª visita guiada no Instituto Terrazul (Ilha da Gigóia) e Lagoa da Tijuca. 32 alunos da turma 2211, 01 coordenação pedagógica, 04 docentes. Disciplinas: Geografia, Química, História e Literatura. Jovens com mais conhecimento do território e sentimento de pertencimento fortalecido. Envolvimento dos professores com a temática. Distribuição das aulas pelas diversas disciplinas. Idas à escola acontecem nos horários de aula, pré agendados. Neste momento, o envolvimento maior ocorre entre Terrazul, professores e alunos. 04 planos de aula 04 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula. Reuniões com direção, coordenação, professores e equipe Terrazul. Temáticas: apresentação do Terrazul, da Rede Arredores, apresentação da carta do Projeto Arredores na Escola, indicação de turmas e disciplinas. Apresentação do projeto para a turma selecionada. Reunião entre equipe Terrazul e coordenação sobre o andamento e resultados do módulo I. Agendamento das intervenções (cronograma). II - PLANEJAR E ESTRUTURAR OBJETIVO: Proporcionar aos jovens capacidades de planejar e estruturar ações e projetos por meio da implementação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. Aulas interativas sobre ferramentas de educomunicação. Preparo das ações de lançamento do Núcleo. 2ª visita guiada, no Parque Natural Municipal Chico Mendes. 32 alunos da turma 2211, 01 direção, 01 coordenação pedagógica, 03 funcionários, 05 docentes. Participação da UNIMED e alunos do ensino médio, no dia de lançamento do Núcleo. Disciplinas: Química, Educ. Física, Língua Portuguesa e História. Lançamento do Blog e do Boletim. Aproximação com o corpo escolar. Lançamento do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. Distribuição das funções do Núcleo Idas à escola acontecem nos horários de aula e durante o perído matutino integral, em dias pré agendados. Neste momento, o envolvimento abrange todo o corpo escolar. A diretora adjunta mostra-se mais envolvida com as atividades, a orientação e a motivação dos alunos. 07 planos de aula, 07 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula, 01 vídeo editado para o dia do lançamento do Núcleo. 01 apresentação em slides sobre o projeto, produzidos pelos alunos. Reuniões com direção, coordenação, professores e equipe Terrazul. Articulação e conversas com professores de diversas turmas. Temáticas: Apresentação teórico-metodológica para professores envolvidos no projeto. Articulação sobre espaço físico para o Núcleo e conhecimento sobre a proposta Político Pedagógica da Escola. Agendamento das intervenções (cronograma). III - AGIR NA ESCOLA OBJETIVO: Construir práticas de intervenção dos jovens educomunicadores por meio de Projetos-Ação na escola. Aulas interativas com ferramentas de educomunicação. Diagnóstico, intervenção e obervações na escola para a implementação de ações. 32 alunos da turma 2211, 01 direção, 01 coordenação pedagógica, 05 docentes e alguns alunos de demais turmas. Disciplinas; Língua portuguesa, Educ. física, Química e Matemática Intervenções e práticas de educação ambiental na escola. Implantação do Projeto Ação na Escola. Neste momento, são trabalhadas noções de compromisso e protagonismo nas ações do Núcleo (dinâmicas). Os educadores reunem os alunos para a execução de atividades do Plano de Ações do Projeto Ação na Escola. 09 planos de aula, 09 textos de apoio, Roteiros, entrevistas, textos informativos. Reuniões com direção, coordenação, professores e equipe Terrazul. Reunião de fechamento das atividades. Temáticas: Agendamento das intervenções (cronograma), apresentação da proposta de diagnóstico e Plano de Ação, balanço das atividades do ano. Produção de material de comunicação pelo Núcleo. Espaço físico disponível para o Núcleo. Ações do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade iniciadas. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 21

22 Resultados Alcançados Módulo I Sala de Aula Envolvimento do Professor: participação das disciplinas de geografia, química, história e literatura, demonstraram bastante interesse. Envolvimento do Aluno: demonstraram bastante interesse no começo do projeto. Visita Guiada Nº de alunos: 14 Os alunos que vivenciaram a primeira visita foram os que se destacaram durante o projeto, alguns demonstraram perfil de liderança, uso de ferramentas de educomunicação, conseguiram divulgar a proposta dentro e fora da escola, mostrando-se participativos e envolvidos com o assunto. Módulo II Sala de Aula Envolvimento do Professor: Devido a greve nas escolas públicas e a troca de gestão escolar gerou problemas na comunicação com os professores e alternâncias de horários e dias no calendário do projeto. Mesmo com o atraso conseguimos envolver as disciplinas de português, história, química e educação física, entretanto o projeto ficou fragilizado. Envolvimento do Aluno: Alguns alunos distribuídos em funções e atribuições. Cada equipe desempenha seu papel e exige a participação dos demais. Neste momento foi possível visualizar os reais interessados e envolvidos com o projeto. Visita Guiada Nº de alunos: 23 Várias dificuldades surgiram para realização das atividades. Alunos não disponíveis nos dias e horários agendados, falta de comunicação da escola com os professores e alunos. Propostas para realizar a 2ª visita foram apresentadas, tendo como alternativa utilizar horário de aula e visitar o Bosque da Barra localizado ao lado da escola, entretanto, não despertou interesse dos jovens. Módulo III Sala de Aula Envolvimento do Professor: participação da professora de história contribuindo nas discussões sobre consumo consciente, motivando os alunos a realizarem as atividades do Projeto-Ação. Envolvimento do Aluno: alguns alunos participaram e se envolveram nas discussões sobre problemáticas e soluções para a escola, com relação à questão ambiental. Destacamos a participação de Rafael Araujo na capacitação das ferramentas de educomunicação: vídeo, blog e boletim, incentivando as colegas e alunas Mirela de Carvalho e Lane Alves, a virem para o Instituto Terrazul para as capacitações nas ferramentas citadas. 22 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

23 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 23

24 CIEP Ulysses Guimarães O CIEP Ulysses Guimarães está localizado na Rua Reverência, Curicica, Rio de Janeiro - RJ. Atualmente a escola atende 2300 alunos. 24 Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final

25 DETALHAMENTO DO CIEP ULYSSES GUIMARÃES OBJETIVO Gerar visualização das ações e resultados alcançados por módulo, durante a realização do Projeto Arredores na Escola no ano de 2011 AVALIAÇÃO MÓDULO ATIVIDADES PLANEJA- DAS E REALIZADAS ENVOLVIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROCESSO PRODUTOS ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL I-CONHECER E SENSIBILIZAR OBJETIVO: Promover o conhecimento da Bacia Hidrográfica da Baixada de Jacarepaguá, de forma prática e teórica, buscando sensibilizar os jovens para a tomada de decisões. Aulas expositivas e interativas. 1ª visita guiada no Instituto Terrazul (Ilha da Gigóia) e Lagoa da Tijuca. 55 alunos da turma 1009, coordenação, 04 docentes. Disciplinas: Filosofia, Química, Biologia, Física e Língua Portuguesa. Jovens com mais conhecimento do território e sentimento de pertencimento fortalecido. Envolvimento dos professores e da coordenação pedagógica com a temática. Jovens sensibilizados com a realidade da degração ambiental no complexo lagunar Distribuição das aulas pelas diversas disciplinas. Idas à escola acontecem nos horários de aula, pré agendados. A visita guiada ocorre no horário de aula, alunos visitam a sede do instituto Terrazul e passeam pela lagoa da Tijuca. Neste momento, o envolvimento maior ocorre entre Terrazul, professores, coordenação e alunos. 04 planos de aula, 04 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação, Metro VI e equipe Terrazul. Temáticas: apresentação do Terrazul, da Rede Arredores, apresentação da carta do Projeto Arredores na Escola, indicação de turmas e disciplinas. Apresentação do projeto para a turma selecionada. Reunião entre Terrazul, SEEDUC e coordenadores sobre o andamento e resultados do módulo I. Agendamento das intervenções (cronograma). II - PLANEJAR E ESTRUTURAR OBJETIVO: Proporcionar aos jovens capacidades de planejar e estruturar ações e projetos por meio da implementação do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. Aulas interativas sobre ferramentas de educomunicação. Preparo das ações de lançamento do Núcleo. 55 alunos da turma 1009, direção, coordenação, 08 docentes. Disciplinas: Quimíca, Língua Protuguesa, Sociologia, Matemática, Projeto, Teatro e Biologia Lançamento do Blog e do Boletim. Acompanhamento do calendário de eventos da escola junto a coordenação pedagógica e docentes. Proposta de inserção do currículo mínimo na metodologia do Projeto Arredores na Escola, e proposta de ampliação do projeto para outras unidades de ensino da rede estadual. Jovens conhecedores sobre a importancia de uma unidade de conservação. Idas à escola acontecem nos horários de aula, pré agendados. Neste momento, o envolvimento abrange todo o corpo escolar. A gestão escolar, funcionários e outros projetos da escola, interage com o Arredores na Escola e realizam atividades conjuntas. Os alunos passam a conhecer a importancia de uma unidade de conservação através da vivencia no território. 07 planos de aula, 07 textos de apoio, 01 vídeo de depoimento dos alunos por aula, 01 vídeo para o dia do lançamento do Núcleo. 01 apresentação em slides de apresentação do projeto, produzidos pelos alunos. Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação, Metro VI e equipe Terrazul. Articulação e conversas com inspeção, professores de diversas turmas e funcionários. Temáticas: Proposta de inserção do currículo mínimo na metodologia do Projeto Arredores na Escola. Apresentação teórico-metodológica para professores envolvidos no projeto. Articulação sobre espaço físico para o Núcleo e conhecimento sobre a proposta Político Pedagógica da Escola. Agendamento das intervenções (cronograma). 2ª visita guiada, no Parque Natural Municipal Chico Mendes. Espaço disponível para o Núcleo com computador e cesso a internet. Lançamento do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade. o lançamento do núcleo aconteceu em dois momentos para que todas as turmas do ensino médio conhecessem o que o núcleo e qual sua importancia dentro da escola. III - AGIR NA ESCOLA OBJETIVO: Construir práticas de intervenção dos jovens educomunicadores por meio de Projetos-Ação na escola. Aulas interativas com ferramentas de educomunicação. Diagnóstico, intervenção e obervações na escola para a implementação de ações. 29 alunos da turma 1011, 01 coordenação pedagógica, alguns alunos de outras turmas. Disciplinas: Matemática, Filosofia. Nessa fase não houve participação dos docentes em sala. 04 alunos participam da ferramenta de educomunicação Intervenções e práticas de educação ambiental na escola. Implantação do Projeto-Ação na Escola. Parceria com a Agenda 21 da escola. Ações do Núcleo de Comunicação para a Sustentabilidade iniciadas. Participação no dia da árvore na canal das taxas. Neste momento, são trabalhadas noções de compromisso e protagonismo nas ações do Núcleo (dinâmicas). Os educadores (técnico e estagiária) reunem os alunos e coordenação em horários: recreio, aulas vagas e entre outros, para a execução de atividades do Plano de Ações do Projeto Ação na Escola. Parceria com outros projetos da escola: Rádio e Ecoposto. Os alunos participam de atividades externas e se mostram bastante responsáveis pelas ações do núcleo com postura e comportamento diferenciado ao incio do projeto, se identificando com o uso da ferramneta e seu domínio. 09 planos de aula, textos de apoio, entrevistas com 02 professoras e 01 aluna do ensino médio, 01 redação para o texto informativo, parceria com outros projetos da escola. 3 vídeos: lançamento, dia da árvore e Projeto-Ação. Reuniões com direção, coordenação, professores, Secretaria de Estado de Educação e equipe Terrazul. Reunião de fechamento das atividades. Temáticas: Agendamento das intervenções (cronograma), apresentação da proposta de diagnóstico e Plano de Ação, balanço das atividades do ano. Produção de material de comunicação pelo Núcleo. Participação do aluno na capacitação da ferramenta de educomunicação no horario de contraturno Não há participação de alunos na capacitação da ferramenta de educomunicação boletim e blog. Instituto Terrazul - Rede Arredores - Balanço Social 2011 Relatório Final 25

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL O ensino da língua espanhola no contexto da escola pública INTRODUÇÃO Este plano procura articular-se de forma integrada com o plano de trabalho institucional, que

Leia mais

MOC 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA

MOC 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA EIXO Macroação ATIVIDADES Compor a equipe técnica com experiências no trabalho de desenvolvimento de comunidade. Identificar

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL FICHA DE APRESENTAÇÃO SISTEMA INTERATIVO DE MONITORAÇÃO E PARTICIPAÇÃO PARA O APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE C O O P E R A Ç Ã O A M B I

Leia mais

1ª Conferência Livre da Juventude em Meio Ambiente Foco em Recursos Hídricos

1ª Conferência Livre da Juventude em Meio Ambiente Foco em Recursos Hídricos 1ª Conferência Livre da Juventude em Meio Ambiente Foco em Recursos Hídricos Realização: Instituto Terrazul Parceria: Coordenadoria da Juventude da PMRJ Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara

Leia mais

NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA. Plano de Ação. Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam

NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA. Plano de Ação. Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA Plano de Ação A - MISSÃO Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam diretamente para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento

Leia mais

Reunião 3º ano Ensino Médio

Reunião 3º ano Ensino Médio Reunião 3º ano Ensino Médio ENSINO MÉDIO Aprofundamento da aprendizagem; Questionamentos sobre a vida pessoal; Apoio à escolha profissional; Autonomia para resolver problemas, buscando soluções próprias.

Leia mais

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental TRANSVERSALIDADE Os temas transversais contribuem para formação humanística, compreensão das relações sociais, através de situações de aprendizagens que envolvem a experiência do/a estudante, temas da

Leia mais

5 201 O LI Ó RTF PO 1

5 201 O LI Ó RTF PO 1 1 PORTFÓLIO 2015 Um pouco da trajetória do Colégio Ação1 QUANDO TUDO COMEÇOU 1993 Experientes profissionais fundaram, no bairro do Méier, a primeira unidade da rede Ação1. O foco do trabalho era a preparação

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

10ª Edição 2015 SESI EMPREENDEDORISMO SOCIAL Transforme sua ideia de hoje na prática do amanhã

10ª Edição 2015 SESI EMPREENDEDORISMO SOCIAL Transforme sua ideia de hoje na prática do amanhã 10ª Edição 2015 SESI EMPREENDEDORISMO SOCIAL Transforme sua ideia de hoje na prática do amanhã REGULAMENTO O SESI/PR torna público o regulamento para participação no Programa SESI Empreendedorismo Social

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um órgão colegiado, de cunho decisório, presente no interior da organização escolar, responsável pelo processo de avaliação do desempenho pedagógico do aluno.

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

PLANO DE AÇÃO - 2014

PLANO DE AÇÃO - 2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO PLANO DE AÇÃO - 2014 MISSÃO Assessorar as Regionais Educacionais, fortalecendo o processo

Leia mais

04 Despertar a ideologia sócio-econômicaambiental na população global, Mobilização política para os desafios ambientais

04 Despertar a ideologia sócio-econômicaambiental na população global, Mobilização política para os desafios ambientais TRATADO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA SOCIEDADES SUSTENTÁVEIS E RESPONSABILIDADE GLOBAL CIRCULO DE ESTUDOS IPOG - INSTITUTO DE PÓSGRADUAÇÃO MBA AUDITORIA, PERÍCIA E GA 2011 Princípios Desafios Sugestões 01

Leia mais

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO Dimensão formativa do programa voltada à educação para a cidadania

Leia mais

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Maria Madalena Dullius, madalena@univates.br Daniela Cristina Schossler,

Leia mais

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI PLANO DE TRABALHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PCS Plano de Trabalho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 2.1. Objetivos Específicos... 1 3. PÚBLICO ALVO... 2 4. METAS... 2 5.

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 3º Encontro Planejando intervenções Polo 6 P.E. Serra do Mar Núcleo Caraguatatuba Algo que pode provocar ou, também, inspirar...

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA Nº 04

TERMO DE REFERENCIA Nº 04 TERMO DE REFERENCIA Nº 04 CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA APOIO NA ELABORAÇÃO DE PRODUTO REFERENTE À AÇÃO 02 DO PROJETO OBSERVATÓRIO LITORAL SUSTENTÁVEL - INSTITUTO PÓLIS EM PARCERIA COM A PETROBRAS. Perfil:

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAÚJO NETO Ensino Fundamental e Médio PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAÚJO NETO Ensino Fundamental e Médio PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO Secretaria de Estado da Educação Estado do Paraná Núcleo Regional de Educação de União da Vitória COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAÚJO NETO Ensino Fundamental e Médio Rua Presidente Kennedy, 200 Fone: (42) 3552

Leia mais

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul Moderação: Graciane Regina Pereira e Katiuscia Wilhelm Kankerski 13h Apresentação dos objetivos e da metodologia de trabalho.

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/2006

RESOLUÇÃO Nº 010/2006 Confere com o original RESOLUÇÃO Nº 010/2006 CRIA o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Educação Ambiental, em nível de Especialização. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

FÁBRICA DO SABER SEMINÁRIOS TÉCNICOS BOMBAS CENTRÍFUGAS: TRANSFORMAÇÃO PELA EDUCAÇÃO

FÁBRICA DO SABER SEMINÁRIOS TÉCNICOS BOMBAS CENTRÍFUGAS: TRANSFORMAÇÃO PELA EDUCAÇÃO FÁBRICA DO SABER SEMINÁRIOS TÉCNICOS BOMBAS CENTRÍFUGAS: TRANSFORMAÇÃO PELA EDUCAÇÃO Edson França Rodrigues (1) Nadja Maria Rocha N Mello Filha (2) Janine Franco Lima (3) Aline Costa Rauen (4) Flávio Henrique

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

PROGRAMA DE PROSPECÇÃO E RESGATE ARQUEOLÓGICO

PROGRAMA DE PROSPECÇÃO E RESGATE ARQUEOLÓGICO PROGRAMA DE PROSPECÇÃO E RESGATE ARQUEOLÓGICO O Programa de Prospecção e Resgate Arqueológico da CSP visa atender aos requisitos legais de licenciamento ambiental, identificar e preservar o patrimônio

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

Relatório da 1ª Conferência Livre da Juventude em Meio Ambiente Foco em Recursos Hídricos Barra da Tijuca / RJ 02/09/2015

Relatório da 1ª Conferência Livre da Juventude em Meio Ambiente Foco em Recursos Hídricos Barra da Tijuca / RJ 02/09/2015 RELATÓRIO 1ª CONFERÊNCIA LIVRE DA JUVENTUDE EM MEIO AMBIENTE COM FOCO EM RECURSOS HÍDRICOS Realização: Instituto Terrazul Parceria: Coordenadoria da Juventude PMRJ Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía

Leia mais

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são:

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são: 1) Formas de participação do Corpo Discente: O Colegiado do Curso é um órgão consultivo, deliberativo e normativo, onde é possível a participação do corpo discente nas decisões que competem a exposição

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão) CURSO PRÉ-VESTIBULAR DA UNIOESTE UM AMBIENTE INTERDISCIPLINAR PARA FORMAÇÃO DE EDUCADORES Área Temática: Educação Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Aparecida Favoretto 2, Bruna S.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EXTERNA DO PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR 1. Breve Histórico do Projeto de Cooperação Técnica

Leia mais

Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação. http://lattes.cnpq.br/2431034310174335

Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação. http://lattes.cnpq.br/2431034310174335 PROEX - Projeto de Extensão Universitária Página 1 Modalidade: Trâmite Atual: Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação Ano Base: 2016 Título: Reinventando espaços:a construção

Leia mais

Discente IFRS Câmpus Porto Alegre; Bolsista PET (MEC/SESu, SECADI)

Discente IFRS Câmpus Porto Alegre; Bolsista PET (MEC/SESu, SECADI) Grupo Pet Conexões Gestão Ambiental e o Programa Mulheres Mil: Conectando Vivências Autores: Ivan Francisco Diehl 1 ; Débora de Lurdes Millos Rodrigues 1 ; Émerson Silva 1 ; Jéssica Alberche de Menezes

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA!

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! Apresentação O Instituto Sicoob PR foi criado para cumprir o 7º princípio cooperativista Interesse pela comunidade. Com o suporte das Cooperativas

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA Capítulo I Caracterização Artigo 1 º O Serviço-Escola de Psicologia (SEP) da UNIFESP é uma instância do campus Baixada

Leia mais

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor.

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A ESCOLA PRECISA SER VISTA COMO UMA UNIDADE FUNDAMENTAL PARA

Leia mais

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série). INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA 1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA). Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental. As pessoas que estudam na EJA procuram um curso

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ1134 EDITAL Nº 001/2014 1. Perfil: I - Consultoria para monitoramento e avaliação acerca de como se dá a apropriação de conteúdos, conceitos e novas

Leia mais

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Introdução A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional afirma que cabe aos estabelecimentos de ensino definir

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Projeto Sua Escola na Feevale

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Projeto Sua Escola na Feevale ANEXO 04 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Projeto Sua Escola na Feevale 1.1. Histórico da Prática Eficaz Na busca pela excelência e qualidade de ensino, a Universidade Feevale

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO SECRETARIA ADJUNTA DE PROJETOS ESPECIAIS QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO URE: ESCOLA:

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM PATRIMÔNIO, DIREITOS CULTURAIS E CIDADANIA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM PATRIMÔNIO, DIREITOS CULTURAIS E CIDADANIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NÚCLEO INTERDISCIPLINAR DE ESTUDOS E PESQUISAS EM DIREITOS HUMANOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO INTERDISCIPLINAR

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS

1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DOS CURSOS DE DESENVOLVIMENTO DE SERVIDORES PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS 1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS

Leia mais

Palavras-chave: LEITURA E ESCRITA, CIDADANIA, PROTAGONISMO SOCIAL. OFICINA PALAVRA MAGICA DE LEITURA E ESCRITA

Palavras-chave: LEITURA E ESCRITA, CIDADANIA, PROTAGONISMO SOCIAL. OFICINA PALAVRA MAGICA DE LEITURA E ESCRITA OFICINA PALAVRA MAGICA DE LEITURA E ESCRITA ELAINE CRISTINA TOMAZ SILVA (FUNDAÇÃO PALAVRA MÁGICA). Resumo A Oficina Palavra Mágica de Leitura e Escrita, desenvolvida pela Fundação Palavra Mágica, é um

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Educomunicação Comunicação-Educação Uma área emergente Pesquisa na linha do NCE/ECA/USP As pesquisas do NCE/ECA/USP buscam

Leia mais

TRANSDISCIPLINARIDADE NA PRÁTICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA CONCEIÇÃO COSTA E SILVA 1

TRANSDISCIPLINARIDADE NA PRÁTICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA CONCEIÇÃO COSTA E SILVA 1 TRANSDISCIPLINARIDADE NA PRÁTICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O PROJETO DIGA SIM À PAZ NA ESCOLA ESTADUAL CONCEIÇÃO COSTA E SILVA 1 Cintiara Maia 2 Nadson Castro 3 ; Joseane Leão 4 Virginia Albuquerque

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS

PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS PROPONENTE Secretaria Estadual do Meio Ambiente INTRODUÇÃO

Leia mais

Programa Escola do Olhar. ImageMagica

Programa Escola do Olhar. ImageMagica Programa Escola do Olhar ImageMagica Programa Escola do Olhar O Programa Escola do Olhar visa implementação de Oficinas de Fotografia, artesanal ou digital, em equipamentos públicos, como escolas. Através

Leia mais

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP São Paulo - SP - maio 2011 Rita Maria Lino Tarcia, Universidade Federal

Leia mais

Comunicação e Cultura Fortaleza

Comunicação e Cultura Fortaleza Comunicação e Cultura Fortaleza Contexto Em Fortaleza, o projeto Mudando sua Escola, Mudando sua Comunidade, Melhorando o Mundo! trabalhou nas atividades de produção de jornais escolares com a participação

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial Sistema de Gestão Estratégica Brasília - 2010 SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO 3 II. OBJETIVOS DO SGE 4 III. MARCO DO SGE 4 IV. ATORES

Leia mais

RELATÓRIOS DAS OFICINAS: CUIDANDO DO CUIDADOR: CPPT CUNIÃ. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz

RELATÓRIOS DAS OFICINAS: CUIDANDO DO CUIDADOR: CPPT CUNIÃ. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz 1 RELATÓRIOS DAS OFICINAS: CUIDANDO DO CUIDADOR: CPPT CUNIÃ Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz Empresa: SENSOTECH ASSESSORAMENTO E REPRESENTAÇÕES LTDA 4ª Oficina Data: 31/07/2012

Leia mais

I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA O Colégio Ceom, fundamenta seu trabalho educacional na área da Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Fundamental II e Ensino Médio, a partir das teorias de Jean Piaget e Emília

Leia mais

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 11 de maio de 2011 Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 1 ANÁLISE DOS RESULTADOS DO SPAECE-ALFA E DAS AVALIAÇÕES DO PRÊMIO ESCOLA NOTA DEZ _ 2ª Etapa 1. INTRODUÇÃO Em 1990, o Sistema de Avaliação

Leia mais

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos RELATÓRIO OFICINA FNEPAS ESTADUAL MINAS GERAIS INTEGRALIDADE E QUALIDADE NA FORMAÇÃO E NAS PRÁTICAS EM SAÚDE: Integrando Formação, Serviços, Gestores e Usuários Local: COBEM Uberlândia Data: 22 de outubro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM COORDENÇÃO PEDAGOGICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM COORDENÇÃO PEDAGOGICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM COORDENÇÃO PEDAGOGICA A ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESCOLAR O Planejamento é o principal instrumento norteador da ação dos coordenadores e profissionais

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO RÁDIO ESCOLA

ESCOLA ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO RÁDIO ESCOLA ESCOLA ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO RÁDIO ESCOLA APRESENTAÇÃO: A Escola Estadual Getúlio Vargas Ensino Fundamental, do Município de Engenheiro Beltrão, Estado do Paraná, preocupada

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL Formação de valores ético-ambientais para o exercício da cidadania

EDUCAÇÃO AMBIENTAL Formação de valores ético-ambientais para o exercício da cidadania EDUCAÇÃO AMBIENTAL Formação de valores ético-ambientais para o exercício da cidadania 1 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...3 2 OBJETIVOS DO PROJETO:...5 3 METAS PARA A SUSTENTABILIDADE...6 4 JUSTIFICATIVAS...6 4.1-

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO

PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO BSC E MÓDULO 2 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORGANIZACIONAL (PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO TEMA: ELABORAÇÃO DE PROJETOS COM FOCO NA FAMÍLIA Março/2010 ELABORAÇÃO DE PROJETOS ELABOR-AÇÃO: palavra-latim-elabore preparar, formar,ordenar AÇÃO: atuação, ato PRO-JETOS: palavra-latim-projetus

Leia mais

RELATÓRIO DESCRITIVO E AVALIATIVO DAS ATIVIDADES REALIZADAS

RELATÓRIO DESCRITIVO E AVALIATIVO DAS ATIVIDADES REALIZADAS 1. PERÍODO: de _02_/_03_/2009_ a _15_/_08_/2009 2. RESUMO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA INSTITUIÇÃO, DURANTE O PERÍODO, NO AMBITO DO PROJETO CRIANÇA ESPERANÇA: Por meio das ações do Projeto foi possível

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RESENDE AGÊNCIA DO MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE RESENDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RESENDE AGÊNCIA DO MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE RESENDE PREFEITURA MUNICIPAL DE RESENDE AGÊNCIA DO MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE RESENDE CONVÊNIO PUC - NIMA/ PETROBRAS / PMR PROJETO EDUCAÇÃO AMBIENTAL Formação de Valores Ético-Ambientais para o exercício da

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA N.º

TERMO DE REFERÊNCIA N.º MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE DIRETORIA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROJETO APRENDER MAIS

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROJETO APRENDER MAIS SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROJETO APRENDER MAIS Junho - 2009 1 SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROJETO APRENDER MAIS 1. Justificativa A Secretaria de Educação,

Leia mais

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Colégio Cenecista Dr. José Ferreira QUADRINHOS NA CIÊNCIAS Área de Concentração: Ciências Naturais Disciplina de Concentração: Ciências Professores: Maria José Lima, Polyana Noronha e Thaianne Lopes Uberaba

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental GOVERNO DO ESTADO DE SÃO APULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIRETRIZES PEDAGÓGICAS O que se espera

Leia mais

CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Exemplo de Atribuições: Condições de Trabalho: Requisitos para preenchimento do cargo: b.1) -

CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Exemplo de Atribuições: Condições de Trabalho: Requisitos para preenchimento do cargo: b.1) - CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Participar do processo de planejamento e elaboração da proposta pedagógica da escola; orientar a aprendizagem dos alunos; organizar as atividades inerentes ao processo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem O Projeto e-jovem é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação SEDUC, cuja proposta visa oferecer formação em Tecnologia da Informação

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Construindo a Sociedade que Queremos

Mostra de Projetos 2011. Construindo a Sociedade que Queremos Mostra de Projetos 2011 Construindo a Sociedade que Queremos Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação

Leia mais

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA COLÉGIO TIRADENTES DA PMMG- BARBACENA PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA JUSTIFICATIVA Percebendo que a indisciplina escolar é o problema que mais afeta o bom andamento dos alunos iremos trabalhar com

Leia mais

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 Observatório da Educação participação e controle da sociedade civil nas políticas

Leia mais

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO PLANO DE GESTÃO CANDIDATURA A DIREÇÃO GERAL DO IFSC CÂMPUS CHAPECÓ ROBERTA PASQUALLI DIRETORA GERAL LUIS FERNANDO POZAS DIRETOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO ELIANDRO LUIZ MINSKI DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO EMPRESARIAL FATEC JUNDIAÍ 2009

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO EMPRESARIAL FATEC JUNDIAÍ 2009 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO EMPRESARIAL FATEC JUNDIAÍ 2009 Apresentação: O curso de Especialização em Sistemas de Informação para Gestão Empresarial será oferecido em nível

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

A ABORDAGEM DA GEOMETRIA COM CRIANÇAS NA PRÉ-ESCOLA: NÍVEL II

A ABORDAGEM DA GEOMETRIA COM CRIANÇAS NA PRÉ-ESCOLA: NÍVEL II 1 A ABORDAGEM DA GEOMETRIA COM CRIANÇAS NA PRÉ-ESCOLA: NÍVEL II Donizeth Henrique Aleluia Vieira 1 Paula Rodrigues de Souza 2 Suely Miranda Cavalcante Bastos 3 Resumo: Juntamente com o campo dos Números

Leia mais

PLANO DE AÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

PLANO DE AÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO 2014 APRESENTAÇÃO O Plano de Ação ora apresentado planeja o processo da Autoavaliação Institucional, que vem se consolidando na Faculdade Norte Capixaba de São

Leia mais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Mostra Local de: Maringá PR Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Facinor- Faculdade

Leia mais