Curitiba/PR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curitiba/PR"

Transcrição

1 XXXI JORNADA PARANAENSE DE SAÚDE OCUPACIONAL IV CONGRESSO PARANAENSE DE MEDICINA DO TRABALHO II ENCONTRO IBEROAMERICANO II SIMPÓSIO PARANAENSE DE HIGIENE OCUPACIONAL FISCALIZAÇÕES E DOCUMENTOS E PADRÕES MAIS EXIGIDOS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PELO PODER PÚBLICO Curitiba/PR Mario Bonciani

2 INSTITUIÇÕES DO PODER PÚBLICO Executivo: MT, MS/SUS e MPS Legislativo Judiciário Ministério Público do Trabalho Instituições vinculadas ao Estado Representações de trabalhadores e empregadores, Sistema S, Conselhos Profissionais... Instituições não Governamentais Associações profissionais, de doentes...

3 INSTITUIÇÕES EXECUTIVO Previdência Benefícios - NTEP/FAP CLT - Federal Participação social (CNTS) Saúde Vigilância: Universal/Municipal Diagnóstico/Tratamento Participação social ampliada Trabalho Auditoria Fiscal - CLT - Federal Participação social (Tripartismo)

4 ORGANIZAÇÃO DO MTE Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Ministério do Trabalho e Emprego Normatização Coordenação da Fiscalização Seção de Segurança e Saúde do Trabalhador Superintendência Regionais do Trabalho e Emprego Auditoria Fiscal do Trabalho

5 ORGANIZAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO Fiscalização geral Registro e Terceirização irregular Fiscalização de SST Ações correlatas Inserção PPD Trabalho infantil Trabalho escravo Combate a discriminação

6 LIMITES DA AÇÃO FISCAL Exercício Profissional Contratante e contratada Serviço Público Empresas prestadoras

7 AÇÃO DA AUDITORIA Pontual e Programática Demanda Sindical Trabalhadores Ministério Público Justiça Eficiência Organização Sindical Organização Social

8 PENALIDADES DA AUDITORIA Notificação Obrigação x opcional (28.1.4) Prazo AFT (60 dias) Prazo - Delegado (120 dias) Prazo Sindicato (+ 120) Autução Burocracia Recurso Valor Anexo I Embargo e Interdição

9 INSTRUMENTOS LEGAIS DA AUDITORIA Capitulo V - CLT Normas Regulamentadoras Códigos Sanitários e de Obras Convenções e Acordos Coletivos Convenções da OIT

10 NORMAS REGULAMENTADORAS Normas Administrativas Normas Técnicas Gerais Normas Técnicas por Setor Normas de Adicionais

11 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA CONTRIBUIÇÕES CONSTRUÇÃO DO SISTEMA ATUAL DE ENGENHARIA E MEDICINA DO TRABALHO CRIAÇÃO DA ESPECIALIDADE MEDICINA DO TRABALHO

12 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA CONTRIBUIÇÕES Novos Conceitos Critério Técnico - Higiene Industrial Novo modelo de avaliação: Ergonomia Programas de Prevenção PPRA/PCMSO Planejamento Critérios de eliminação e controle de risco Participação dos trabalhadores Modelo Tripartite

13 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA CONTRIBUIÇÕES Participação trabalhador Mapa de risco Prestadoras de Serviços de SST Criação de Normas por Segmento Econômico

14 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA CONTRIBUIÇÕES Relação Contratante Contratado Articular CIPA e ações 5.47 e 5.48 Informar os riscos 5.49 Informar a proteção adequada 5.49 Fiscalizar a implantação 5.50

15 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA LIMITES ATUAIS Modelo Cartorial Modelo por estabelecimento Centrado setor industrial Agravo acidente típico

16 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA LIMITES ATUAIS Desorganização funcional Redução de auditores Greves frequentes Situação das Comissões tripartites Situação da Fundacentro Desarticulação com outras ações de SST Previdência FAP/NTEP Vigilância Sanitária

17 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA LIMITES ATUAIS NR 07 Inclui somente riscos físicos e químicos Não considera os agentes ergonômicos, psicossociais e acidentes NR 04 Dimensionamento desatualizado e desarticulado (MPS) Multiprofissional NR 15 Imoralidade

18 MODELO DE AÇÃO DA AUDITORIA TENDÊNCIA Avaliação por resultado Informações do FAP Esocial Sistema de Gestão Perfil profissional da Auditoria Nova NR SESMT Comum As empresas de mesma atividade econômica, localizadas em um mesmo município, ou em municípios limítrofes, cujos estabelecimentos se enquadrem no Quadro II, podem constituir SESMT comum, organizado pelo sindicato patronal correspondente ou pelas próprias empresas interessadas, desde que previsto emconvenção ou Acordo Coletivo de Trabalho. (Aprovado pela Portaria SIT n.º 17, de 1o de agosto de 2007)

CURSO SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO. Normas Regulamentadoras

CURSO SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO. Normas Regulamentadoras CURSO SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Normas Regulamentadoras Conteúdo programático O que são NRś Quais as NRś Vigentes NR -1 Disposições Gerais NR 2 Inspeção Prévia NR 3 Embargo ou Interdição NR 4 Serviços

Leia mais

NR4 Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho

NR4 Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho NR4 Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho A NR 4 diz respeito aos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT)e tem como finalidade

Leia mais

NR 4 - NORMA REGULAMENTADORA 4 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO

NR 4 - NORMA REGULAMENTADORA 4 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO 1 de 8 23/06/2017 15:29 Tamanho do Texto + tamanho do texto - NR 4 - NORMA REGULAMENTADORA 4 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO 4.1. As empresas privadas e públicas,

Leia mais

DF PROTEÇÃO/DF CLINICA ESCLARECEM SOBRE NR - 4 NR -4: Serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho

DF PROTEÇÃO/DF CLINICA ESCLARECEM SOBRE NR - 4 NR -4: Serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho DF PROTEÇÃO/DF CLINICA ESCLARECEM SOBRE NR - 4 NR -4: Serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho Matéria publicada em 11 de Agosto de 2015 A que se refere a NR 4? R- A

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Normas Regulamentadoras MÄdulo 3 NR 04

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Normas Regulamentadoras MÄdulo 3 NR 04 Curso Técnico Segurança do Trabalho Normas Regulamentadoras MÄdulo 3 NR 04 O dimensionamento dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho vincula-se à gradação do risco

Leia mais

Elaboração, Aprovação e Implementação das Normas Regulamentadoras - NR

Elaboração, Aprovação e Implementação das Normas Regulamentadoras - NR Elaboração, Aprovação e Implementação das Normas Regulamentadoras - NR Clovis Veloso de Queiroz Neto Confederação Nacional da Indústria - CNI MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO ELABORAÇÃO APROVAÇÃO CENÁRIO

Leia mais

Acidentes do Trabalho e suas Consequências Sociais e Econômicas

Acidentes do Trabalho e suas Consequências Sociais e Econômicas Acidentes do Trabalho e suas Consequências Sociais e Econômicas Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho Trabalhador é selecionado na sociedade e encaminhado à empresa, com seu estado atual físico e de

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO Unidade I ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO Prof. Ricardo Calasans As organizações Conceito de organização: a organização, segundo Barnard (1997), é um sistema de atividades conscientemente

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE MINAS GERAIS EDITAL DE ABERTURA Nº 603/2009 RETIFICAÇÕES

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE MINAS GERAIS EDITAL DE ABERTURA Nº 603/2009 RETIFICAÇÕES EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE MINAS GERAIS EDITAL DE ABERTURA Nº 603/2009 RETIFICAÇÕES Edital de Retificação nº. 627/2009 Retificação Salários Publicado em 15/12/2009

Leia mais

PPRA: Equívocos Comuns na Elaboração

PPRA: Equívocos Comuns na Elaboração XXXI Jornada Paranaense de Saúde Ocupacional, IV Congresso Paranaense de Medicina do Trabalho II Encontro Iberoamericano II Simpósio Paranaense de Higiene Ocupacional PPRA: Equívocos Comuns na Elaboração

Leia mais

DEPARTAMENTO DE SEG. E MEDICINA DO TRABALHO PLANEJAMENTO 2010

DEPARTAMENTO DE SEG. E MEDICINA DO TRABALHO PLANEJAMENTO 2010 PLANEJAMENTO 2010 ORGANOGRAMA DO DEPARTAMENTO COORDENADORES ENGº RUY JAEGGER JUNIOR MED. JOSÉ CARLOS FERREIRA FISIOC. RICARDO TÓFFOLI CONSELHEIROS DO DEPARTAMENTO JOEL DE SOUSA SILVIA CARDOSO OBJETIVO:

Leia mais

INSPEÇÃO DO TRABALHO X EMPREGOS VERDES: UM NOVO OLHAR PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE

INSPEÇÃO DO TRABALHO X EMPREGOS VERDES: UM NOVO OLHAR PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE INSPEÇÃO DO TRABALHO X EMPREGOS VERDES: UM NOVO OLHAR PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE INSPEÇÃO DO TRABALHO X EMPREGOS VERDES: UM NOVO OLHAR PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE EMPREGOS VERDES NA CONSTRUÇÃO

Leia mais

NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO. Portaria de 08 de junho de 1978

NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO. Portaria de 08 de junho de 1978 NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 A Norma Regulamentadora 3, cujo título é Embargo ou Interdição, estabelece as situações em que as empresas se sujeitam a sofrer paralisação

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO BRASIL Os coordenadores das câmaras especializadas de Engenharia de Segurança do

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO BRASIL Os coordenadores das câmaras especializadas de Engenharia de Segurança do MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO BRASIL Os coordenadores das câmaras especializadas de Engenharia de Segurança do trabalho, dos CREAs, em conjunto com lideranças da ANEST e SOBES,

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO INTRODUÇÃO

SEGURANÇA DO TRABALHO INTRODUÇÃO SEGURANÇA DO TRABALHO INTRODUÇÃO Breve História da Revolução Industrial (1760-1830) Art. 82 Decreto-Lei 7.036 de 10.11.1944 Institucionalização da CIPA Art. 7º da Constituição Federal Promulgada em 05-10-1988

Leia mais

Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Carla Martins Paes AFT da SRTE/RJ

Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Carla Martins Paes AFT da SRTE/RJ Revisões nas Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Carla Martins Paes AFT da SRTE/RJ O Processo de Regulamentação

Leia mais

SAÚDE E Segurança do trabalho_sst. Prof. Marcus Aurélio

SAÚDE E Segurança do trabalho_sst. Prof. Marcus Aurélio SAÚDE E Segurança do trabalho_sst Prof. Marcus Aurélio Além da Constituição Federal e das legislações trabalhistas previstas na CLT, a legislação básica que rege a Segurança do Trabalho está contida nas

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE RONDÔNIA EDITAL DE ABERTURA Nº 601/2009 RETIFICAÇÕES

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE RONDÔNIA EDITAL DE ABERTURA Nº 601/2009 RETIFICAÇÕES EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE RONDÔNIA EDITAL DE ABERTURA Nº 601/2009 RETIFICAÇÕES Edital de Retificação nº. 625/2009 Retificação Salários Publicado em 15/12/2009 Rondônia,

Leia mais

NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS. Portaria de 08 de junho de 1978

NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS. Portaria de 08 de junho de 1978 NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 A Norma Regulamentadora 1, cujo título é Disposições Gerais, estabelece o campo de aplicação de todas as Normas Regulamentadoras de Segurança

Leia mais

Degmar Pereira. Delegado do Ministério do Trabalho e Emprego. Fone: (62) / /

Degmar Pereira. Delegado do Ministério do Trabalho e Emprego.   Fone: (62) / / Degmar Pereira Delegado do Ministério do Trabalho e Emprego e-mail: degmar.pereira@mte.gov.br Fone: (62) 3321-2640/3321-4046/3321-2011 1 Saúde e Segurança do Trabalhador CLT Capítulo V art. 154 36 NRs

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2013/2 CURSO Superior de Tecnologia

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Professor: Graduação: Valmir Gonçalves Carriço www.professorvalmir.com.br / valmir.carrico@anhanguera.com Engenheiro Industrial Mecânico UNISANTA Universidade Santa Cecília Pós Graduação: Engenheiro de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2013/1 CURSO Superior de Tecnologia

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE SÃO PAULO METROPOLITANA EDITAL DE ABERTURA Nº 604/2009 RETIFICAÇÕES

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE SÃO PAULO METROPOLITANA EDITAL DE ABERTURA Nº 604/2009 RETIFICAÇÕES EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE SÃO PAULO METROPOLITANA EDITAL DE ABERTURA Nº 604/2009 RETIFICAÇÕES Edital de Retificação nº. 628/2009 Retificação Salários Publicado em

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

NORMAS REGULAMENTADORAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NORMAS REGULAMENTADORAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NR 1 - DISPOSIÇÕES GERAIS (101.000-0) Publicado pela Portaria GM nº 3.214, de 08/06/1978 - DOU de 06/07/1978 Alterado pela Portaria SIT nº 84, de

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DISCIPLINA: HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO PROFESSORA: LUCIANE SESMT E NR4

INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DISCIPLINA: HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO PROFESSORA: LUCIANE SESMT E NR4 INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DISCIPLINA: HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO PROFESSORA: LUCIANE SESMT E NR4 COMPONENTES: ALCIDES WENNER CARLOS HENRIQUE CLEANNE FERREIRA MARCOS VINÍCIUS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Arnaldo Pereira Cheregatti Código: 215 Município: Aguaí Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio

Leia mais

DECLARAÇÃO E MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA

DECLARAÇÃO E MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA DECLARAÇÃO E MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA NOVO HAMBURGO RS / 2014 ANEST/ANDEST 16 CONEST 1 2 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO DECLARAÇÃO E MANIFESTO DE NOVO HAMBURGO Os profissionais

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 1 - DISPOSIÇÕES GERAIS

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 1 - DISPOSIÇÕES GERAIS - NORMA REGULAMENTADORA Nº 1 - DISPOSIÇÕES GERAIS Aprovada pela Portaria GM/MTB nº 3.214 - DOU 06/07/1978. (vigência) 1.1 - As Normas Regulamentadoras - NR, relativas à segurança e medicina do trabalho,

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS Saúde e Seguranca Ocupacional Prof. Carlos William de Carvalho 1 NR-1 Disposições Gerais Determina a aplicabilidade de todas as normas regulamentadoras, assim como os direitos e

Leia mais

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PREVENRIO -2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 24 de Agosto de 2012 Local: Centro de Convenções Sulamerica OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção

Leia mais

CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES. Jeferson Seidler

CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES. Jeferson Seidler CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES Objetivo A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar

Leia mais

LISTA DE EXERCÌCIOS 1

LISTA DE EXERCÌCIOS 1 Faculdade Anhanguera de Guarulhos Rua do Rosário, 300, Centro - Guarulhos SP. Data: / / 2014 Nota: Nome RA Assinatura Ergonomia e Segurança do Trabalho José Jorge Alcoforado Curso/Turma Disciplina Professor

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico Etec Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça / SP EIXO Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio

Leia mais

Debate Técnico Indústria da Construção: Revisão da NR 18 (Avanços e Desafios) Eng Jófilo Moreira Lima Jr.

Debate Técnico Indústria da Construção: Revisão da NR 18 (Avanços e Desafios) Eng Jófilo Moreira Lima Jr. Debate Técnico Indústria da Construção: Revisão da NR 18 (Avanços e Desafios) Eng Jófilo Moreira Lima Jr. Roteiro da apresentação Legislação brasileira de SST na Indústria da Construção. OIT Principais

Leia mais

Medicina e Segurança do Trabalho

Medicina e Segurança do Trabalho Medicina e Segurança do Trabalho Dr. Eduardo Ferraz de Mendonça Rua Correia Dias, 317 Paraíso Fones: 5575-7024/5572-2189/5575-5985 mepan@mepan.com.br www.mepan.com.br QUEM OBRIGA E FISCALIZA A EXECUÇÃO

Leia mais

PALESTRA Responsabilidade Administrativa Sanções: Autuação, Interdição e Embargo

PALESTRA Responsabilidade Administrativa Sanções: Autuação, Interdição e Embargo PALESTRA Responsabilidade Administrativa Sanções: Autuação, Interdição e Embargo PALESTRANTE Luciana Guedes, Advogada e Assessora Jurídica do SICEPOT-MG AUTUAÇÃO CLT, Artigos 626 a 642 Decreto nº 4.552/02

Leia mais

A Indústria Química em 2020 Um novo rumo é possível

A Indústria Química em 2020 Um novo rumo é possível A Indústria Química em 2020 Um novo rumo é possível 1 A DIMENSÃO AMBIENTAL DA INDUSTRIA QUÍMICA A INDÚSTRIA QUÍMICA NO ABCD DESAFIOS PARA A SUSTENTABILIDADE Estrutura da Apresentação 2 O global e o local

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. NR 5 Portaria SSST n.º 08, de 23 de fevereiro de 1999

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. NR 5 Portaria SSST n.º 08, de 23 de fevereiro de 1999 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA NR 5 Portaria SSST n.º 08, de 23 de fevereiro de 1999 Objetivo Tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO: não basta reparar...

ACIDENTE DE TRABALHO: não basta reparar... ACIDENTE DE TRABALHO: não basta reparar... 3 grandes momentos da Justiça do Trabalho: 1) A Justiça do emprego (desde a criação da JT, até a Constituição de 1988) 2) A Justiça do Trabalho (desde a Constituição

Leia mais

CARTA ABERTA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO DA REGIÃO CENTRO-OESTE

CARTA ABERTA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO DA REGIÃO CENTRO-OESTE Os participantes do I Encontro dos Profissionais de Segurança e Saúde do Trabalho da Região Centro-Oeste, realizado nos dias 01 e 02 de dezembro de 2016, na Cidade de Brasília, Distrito Federal, tornam

Leia mais

Fontes de dados para otimizar a Recolha e o Uso de Dados de SST

Fontes de dados para otimizar a Recolha e o Uso de Dados de SST Fontes de dados para otimizar a Recolha e o Uso de Dados de SST Sistemas nacionais de notificação, recolha de dados e análise de acidentes de trabalho e doenças profissionais A fim de prevenir acidentes

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 451, DE 23 DE SETEMBRO DE 20...Page 1 of 27

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 451, DE 23 DE SETEMBRO DE 20...Page 1 of 27 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 451, DE 23 DE SETEMBRO DE 20...Page 1 of 27 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 451, DE 23 DE SETEMBRO DE 2010 - DOU DE 24/09/2010 Dispõe sobre a publicação dos índices

Leia mais

Normas Regulamentadoras (NR)

Normas Regulamentadoras (NR) Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi Normas Regulamentadoras (NR) Curso:Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira NR Relativas à segurança e medicina do trabalho;

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Prezados (as) Senhores (as), Para conhecimento, reproduzimos informações de diversas fontes, referentes à área de Segurança, Saúde e Medicina no Trabalho. INFORMATIVO 00117 PORTARIA SECRETARIA DE INSPEÇÃO

Leia mais

CIPA - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

CIPA - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CIPA - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES A sigla CIPA significa Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, isto é, trata-se de um grupo de pessoas que atua no interior da empresa com o objetivo

Leia mais

LEGISLAÇÃO TRABALHISTA IMPACTO NA GESTÃO DE PESSOAS, CENÁRIOS E PERSPECTIVAS

LEGISLAÇÃO TRABALHISTA IMPACTO NA GESTÃO DE PESSOAS, CENÁRIOS E PERSPECTIVAS 1º FÓRUM DE RELAÇÕES TRABALHISTAS LEGISLAÇÃO TRABALHISTA IMPACTO NA GESTÃO DE PESSOAS, CENÁRIOS E PERSPECTIVAS Sumário o o o RELAÇÕES DE TRABALHO E RH AMPLITUDE DE TEMAS IMPOÂNCIA DAS RELAÇÕES DO TRABALHO

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS De que trata cada Norma Regulamentadora (NR), urbanas e rurais. Para conferir o texto original das Normas, direto no site do Ministério do Trabalho e Emprego. NR1 - Disposições

Leia mais

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s)

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) http://www.mte.gov.br/ NR 01 Disposições Gerais 02 Inspeção Prévia 03 Embargo ou Interdição TEMA 04 Serviços Especializados em Eng. de Segurança

Leia mais

III REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT Protocolos de Urgência e Emergência em empresas Dia 20 de Abril as 09:30h - Associação Médica do Paraná.

III REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT Protocolos de Urgência e Emergência em empresas Dia 20 de Abril as 09:30h - Associação Médica do Paraná. III REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT Protocolos de Urgência e Emergência em empresas Dia 20 de Abril as 09:30h - Associação Médica do Paraná. Resolução 02/2006 Dispõe sobre requisitos mínimos dos Programas de

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL N.º 413,DE 24 DE SETEMBRO DE 2013. (DOU de 25/09/2013 Seção I Pág. 97) Dispõe sobre a publicação dos róis dos percentis de

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL CONHEÇA O SEPRORGS Entidade Patronal Fundado em 04 de Julho de 1986-30 anos Defender os interesses das empresas de TIC do RS Representar mais de 7 mil empresas vinculadas 300

Leia mais

Fonte: Diário Oficial da União, Edição nº 186, Seção I, p. 43, Portaria Interministerial MPS/MF nº 424, de

Fonte: Diário Oficial da União, Edição nº 186, Seção I, p. 43, Portaria Interministerial MPS/MF nº 424, de Fonte: Diário Oficial da União, Edição nº 186, Seção I, p. 43, 25.09.2012 Portaria Interministerial MPS/MF nº 424, de 24.09.2012 Dispõe sobre a publicação dos índices de freqüência, gravidade e custo,

Leia mais

186, 1, CNAE 2.1, 2013, - FAP

186, 1, CNAE 2.1, 2013, - FAP Fonte: Diário Oficial da União, Edição 186, Seção 1, p. 97 de 25.09.2013 Portaria Interministerial nº 413 de 24.09.2013 - Dispõe sobre a publicação dos róis dos percentis de frequência, gravidade e custo,

Leia mais

SEG72 - SEGURANÇA DO TRABALHO. Professor: Gleison Renan Inácio Curso: Tecnólogo Mecatrônica

SEG72 - SEGURANÇA DO TRABALHO. Professor: Gleison Renan Inácio Curso: Tecnólogo Mecatrônica SEG72 - SEGURANÇA DO TRABALHO Professor: Gleison Renan Inácio gleison.renan@ifsc.edu.br Curso: Tecnólogo Mecatrônica NR-4 - SERVIÇOS - Aula ESPECIALIZADOS 02 EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO

Leia mais

AULA 06: HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO

AULA 06: HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO AULA 06: Prof. Thiago Gomes ASPECTOS INICIAIS Cuidados Domésticos no dia-a-dia Motivos dos cuidados especiais no trabalho. Motivo A: Motivo B: 1 ASPECTOS INICIAIS Morte Doenças ocupacionais LER DORT ASPECTOS

Leia mais

MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL

MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL Gestão Básica dos Principais Processos Trabalhistas e Previdenciários Interfaces técnicas e legais dos principais processos para o cumprimento dos

Leia mais

Disciplina: Engenharia de Segurança. Tema: Introdução à Engenharia de Segurança. NR 1 - Disposições Gerais

Disciplina: Engenharia de Segurança. Tema: Introdução à Engenharia de Segurança. NR 1 - Disposições Gerais Disciplina: Engenharia de Segurança Tema: Introdução à Engenharia de Segurança NR 1 - Disposições Gerais 1.1. As Normas Regulamentadoras são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 254, DE 24 DE SETEMBRO DE DOU DE 25/09/2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 254, DE 24 DE SETEMBRO DE DOU DE 25/09/2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 254, DE 24 DE SETEMBRO DE 2009 - DOU DE 25/09/2009 Dispõe sobre a publicação dos índices de freqüência, gravidade e custo, por atividade econômica, considerados para

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 579/2011. (Diário Oficial da União DOU: 26 de setembro de 2011)

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 579/2011. (Diário Oficial da União DOU: 26 de setembro de 2011) PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 579/2011 (Diário Oficial da União DOU: 26 de setembro de 2011) Dispõe sobre a publicação dos índices de frequência, gravidade e custo, por atividade econômica, considerados

Leia mais

Ministério da Previdência Social

Ministério da Previdência Social Nº 186, quarta-feira, 25 de setembro de 2013 1 ISSN 1677-7042 97 pelo código 00012013092500097. Ministério da Previdência Social GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL N o - 413, DE 24 DE SETEMBRO

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 424, DE 24 DE SETEMBRO DE Page 1 of 28

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 424, DE 24 DE SETEMBRO DE Page 1 of 28 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 424, DE 24 DE SETEMBRO DE 20... Page 1 of 28 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 424, DE 24 DE SETEMBRO DE 2012 - DOU DE 25/09/2012 Dispõe sobre a publicação dos índices

Leia mais

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho

Aula 3. Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho Aula 3 Normas Regulamentadoras de Segurança, Medicina e Higiene do Trabalho São normas que definem os parâmetros legais de atuação da sociedade sobre as condições de trabalho. Fiscalização Penalidades

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 277 DE 06 DE OUTUBRO DE 2011 (D.O.U. de 10/11/2011 - Seção 1 - págs. 82 a 88) (Retificada no D.O.U. de 1º/11/11 - Seção

Leia mais

26 de Maio de 2015 GESTÃO EM SEGURANÇA E SAUDE NO TRABALHO COM OBJETIVOS E RESULTADOS AAPSA

26 de Maio de 2015 GESTÃO EM SEGURANÇA E SAUDE NO TRABALHO COM OBJETIVOS E RESULTADOS AAPSA 26 de Maio de 2015 GESTÃO EM SEGURANÇA E SAUDE NO TRABALHO COM OBJETIVOS E RESULTADOS AAPSA ARMANDO HENRIQUE PRESIDENTE FENATEST DIRETOR SINTESP DIRETOR DA FORÇA SINDICAL COORDENAÇÃO TRIPARTITE FOLHA DE

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 277 DE 06 DE OUTUBRO DE 2011 (D.O.U. de 10/10/2011 - Seção 1 - págs. 82 a 88) (Retificada no D.O.U. de 1º/11/11 - Seção

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO

SEGURANÇA DO TRABALHO Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi SEGURANÇA DO TRABALHO Curso:Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Programa Normas Regulamentadoras; Higiene no trabalho;

Leia mais

NR 4 - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO - SESMT

NR 4 - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO - SESMT NR 4 - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO - SESMT 4.1. As empresas privadas e públicas, os órgãos públicos da administração direta e indireta e dos poderes Legislativo

Leia mais

Direito dos Trabalhadores (as) à saúde no local de trabalho: as contradições no setor público

Direito dos Trabalhadores (as) à saúde no local de trabalho: as contradições no setor público Seminário de Saúde do Trabalhador Saúde do Trabalhador(A) é direito de Todos(as) Bases para uma Poli=ca de Saúde do Trabalhador para os trabalhadores do município de São Paulo Direito dos Trabalhadores

Leia mais

Norma Regulamentadora 04. Matéria: Saúde e Segurança no Trabalho/Benefício e Assist. Social Professora: Debora Miceli Versão: 2.

Norma Regulamentadora 04. Matéria: Saúde e Segurança no Trabalho/Benefício e Assist. Social Professora: Debora Miceli Versão: 2. Norma Regulamentadora 04 Matéria: Saúde e Segurança no Trabalho/Benefício e Assist. Social Professora: Debora Miceli Versão: 2.0 - dez/15 Informação Este material foi elaborado com base na Norma Regulamentadora

Leia mais

Portaria Interministerial MPS/MF Nº 579 de 23 de setembro de (DOU de 26/09/2011 Seção I pág 31) (Retificação 27/09/2011 Seção I pág 54)

Portaria Interministerial MPS/MF Nº 579 de 23 de setembro de (DOU de 26/09/2011 Seção I pág 31) (Retificação 27/09/2011 Seção I pág 54) Portaria Interministerial MPS/MF Nº 579 de 23 de setembro de 2011 (DOU de 26/09/2011 Seção I pág 31) (Retificação 27/09/2011 Seção I pág 54) Dispõe sobre a publicação dos índices de frequência, gravidade

Leia mais

MANUAL DE PESSOAL CAPÍTULO 2: CONSTITUIR COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CIPA

MANUAL DE PESSOAL CAPÍTULO 2: CONSTITUIR COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CIPA 1 MÓDULO 20: SEGURANÇA NO TRABALHO CAPÍTULO 2: CONSTITUIR COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CIPA ANEXOS: 1 Fluxo do Subprocesso Constituir Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA 2 Formulário

Leia mais

PACTO PARA INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO.

PACTO PARA INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO. PACTO PARA INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO. O Superintendente Regional do Trabalho no Estado de São Paulo, José Roberto de Melo editou a Portaria MTE nº 92, de 6 de outubro

Leia mais

Curso Normas Regulamentadoras de Saúde e Segurança para Juízes do Trabalho.

Curso Normas Regulamentadoras de Saúde e Segurança para Juízes do Trabalho. Curso Normas Regulamentadoras de Saúde e Segurança para Juízes do Trabalho. (em módulos a distância) Painel de debates Os desafios da Justiça frente às mudanças no mundo do trabalho. (atividade presencial

Leia mais

Divisão de Consultoria e Auditoria Trabalhista e Previdenciária Compliance / Gestão de Riscos / Gestão de Terceiros / Recursos Humanos / Fusões e Aquisições 1 SERVIÇOS 1. Consultoria e Auditoria Previdenciária

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO NO BRASIL

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO NO BRASIL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO NO BRASIL TÓPICO 1: CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL O Artigo 7, Inciso XXII, determina como direito do trabalhador a garantia de redução

Leia mais

MPT. Ministério Público do Trabalho RECONHECIMENTO, AVALIAÇÃO, PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS OCUPACIONAIS

MPT. Ministério Público do Trabalho RECONHECIMENTO, AVALIAÇÃO, PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS OCUPACIONAIS MPT Ministério Público do Trabalho RECONHECIMENTO, AVALIAÇÃO, PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS OCUPACIONAIS JULIANA BORTONCELLO FERREIRA Procuradora do Trabalho EXEMPLOS DE FATORES OCUPACIONAIS DE RISCO

Leia mais

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PALESTRA - 2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 27 de Novembro de 2012 Local: Macaé - RJ OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção dos acidentes e da

Leia mais

Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial

Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial Sistema de Gestão de RH Data para estar no esocial: jan/2016 Versão antiga de sistema Necessidade de implantar novamente Diferentes

Leia mais

UMA ABORDAGEM PRÁTICA SOBRE O ESOCIAL E IMPACTO NO SESMT

UMA ABORDAGEM PRÁTICA SOBRE O ESOCIAL E IMPACTO NO SESMT UMA ABORDAGEM PRÁTICA SOBRE O ESOCIAL E IMPACTO NO SESMT ESOCIAL (SPED-FOLHA) E DCTF PREV - WEB AS MUDANÇAS NAS ÁREAS DE (RECURSOS HUMANOS, ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL, SESMT - SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO,

Leia mais

COMISSÃO TRIPARTITE PERMANENTE DE NEGOCIAÇÃO DO SETOR ELETRICO NO ESTADO DE SP 153 Rediagramação prof. William Inácio, IFFluminense campus Campos

COMISSÃO TRIPARTITE PERMANENTE DE NEGOCIAÇÃO DO SETOR ELETRICO NO ESTADO DE SP 153 Rediagramação prof. William Inácio, IFFluminense campus Campos EMPRESA EMPREGADOS SESMT SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO CIPA - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES EMPRESA Conforme o Art. 157 da CLT - Consolidação

Leia mais

XX Jornada Catarinense de Saúde Ocupacional

XX Jornada Catarinense de Saúde Ocupacional XX Jornada Catarinense de Saúde Ocupacional Atualização em Medicina do Trabalho Reforma Trabalhista e Terceirização Criciúma/SC 19/08/2017 Mario Bonciani APRESENTAÇÃO Acúmulo Debate na APMT (19/06/17)

Leia mais

Matéria: Normas Regulamentadoras Aula 09 Resumo das normas

Matéria: Normas Regulamentadoras Aula 09 Resumo das normas NR 08 - Edificações Dispõe sobre os requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas edificações para garantir segurança e conforto aos que nelas trabalham. A desta NR, são os artigos 170 a 174

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DE UM SERVIÇO ESPECIALIZADO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEST

ATRIBUIÇÕES DE UM SERVIÇO ESPECIALIZADO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEST ATRIBUIÇÕES DE UM SERVIÇO ESPECIALIZADO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEST JAQUES SHERIQUE PRESIDENTE DA SOBES-RJ 26 de Novembro de 2004 TENDÊNCIAS SÉCULO XXI M.T.E = Trabalho M.S = Saúde M.P.S / I.N.S.S

Leia mais

Análises de Acidentes do Trabalho Fatais MTE SEGUR/RS

Análises de Acidentes do Trabalho Fatais MTE SEGUR/RS Análises de Acidentes do Trabalho Fatais Palestra proferida na SRTE em dezembro de 2008 por Môsiris Roberto Giovanini Pereira Membro da Comissão Organizadora do livro Análises de Acidentes do Trabalho

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 413, DE 24 DE SETEMBRO DE DOU DE 25/09/ RETIFICADO

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 413, DE 24 DE SETEMBRO DE DOU DE 25/09/ RETIFICADO PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 413, DE 24 DE SETEMBRO DE 2013 - DOU DE 25/09/2013 - RETIFICADO Retificado pelo DOU de 26/09/2013 Dispõe sobre a publicação dos róis dos percentis de freqüência, gravidade

Leia mais

ACIDENTES DO TRABALHO

ACIDENTES DO TRABALHO Gustavo Filipe Barbosa Garcia ACIDENTES DO TRABALHO doenças ocupacionais e nexo técnico epidemiológico De acordo com a Lei 13.429/2017 6ª edição, revista e atualizada 2017 II PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES

Leia mais

Programa obrigatório em qualquer empresa que possua funcionários regidos pela CLT, independente da quantidade. Deve ser coordenado por Médico com

Programa obrigatório em qualquer empresa que possua funcionários regidos pela CLT, independente da quantidade. Deve ser coordenado por Médico com Saúde e Segurança no Trabalho Gestão de Segurança na Construção Civil e Seus Pontos Positivos PCMSO Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional O que é? Programa obrigatório em qualquer empresa que

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2013

PLANO DE ATIVIDADES 2013 PLANO DE ATIVIDADES 2013 Legenda: Atividades previstas Atividades confirmadas Atividades realizadas MÊS EVENTO PÚBLICO-ALVO MODALIDADE Janeiro 7 a 31 XXII Curso de Formação Inicial Básica para Juízes do

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS APROVADAS PELA PORTARIA 3214 DE 08/06/1978 33 NR REVOGADAS NR RURAIS EM 15/04/2008 http://www.mte.gov.br/legislacao normas regulamentadoras NR 4 - SERVIÇO ESPECIALIZADO EM ENGENHARIA

Leia mais

Pessoa com Necessidades Especiais Portaria MTE nº 2020/10. Regulamentação da Atividade PL 4330/04. Objeto. Objeto

Pessoa com Necessidades Especiais Portaria MTE nº 2020/10. Regulamentação da Atividade PL 4330/04. Objeto. Objeto ASSUNTOS PENDENTES Regulamentação da Atividade PL 4330/04 Pessoa com Necessidades Especiais Portaria MTE nº 2020/10 Responsabilidade solidária entre o tomador e o prestador de serviços no cumprimento das

Leia mais

SOU - Saúde Ocupacional Unimed

SOU - Saúde Ocupacional Unimed SOU - Saúde Ocupacional Unimed SOU - Saúde Ocupacional Unimed Com mais de 20 milhões de clientes e 351 cooperativas médicas distribuídas pelo Brasil, a Unimed é o maior sistema cooperativista de trabalho

Leia mais

Impacto dos sistemas de informática no esocial para SST. Marcos Taquetto NEXO CS Informática S.A.

Impacto dos sistemas de informática no esocial para SST. Marcos Taquetto NEXO CS Informática S.A. Impacto dos sistemas de informática no esocial para SST Marcos Taquetto NEXO CS Informática S.A. DADOS ACIMA APLICÁVEIS PARA FOLHA E EVENTOS SIMILARES. Ondas evolutivas na área de SST ONDAS de evolução

Leia mais

ATITUDE EMPREENDEDORA, PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DE SAUDE

ATITUDE EMPREENDEDORA, PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DE SAUDE ATITUDE EMPREENDEDORA, PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DE SAUDE QUAL A META? QUAL A META? QUAL A META? QUAL A META? QUAL A META? VISÃO SISTÊMICA EM SST: 1. Sistema de Gestão Integrada de QMSR 2. Política de

Leia mais

Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador

Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador Limites e Possibilidades nas Políticas de Prevenção Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Junho de

Leia mais

PCMSO X Terceirização UM DESAFIO. JOSELINE CARNEIRO LEÃO Nov/2012

PCMSO X Terceirização UM DESAFIO. JOSELINE CARNEIRO LEÃO Nov/2012 PCMSO X Terceirização UM DESAFIO JOSELINE CARNEIRO LEÃO Nov/2012 7.1.3 Caberá a empresa contratante de mão de obra prestadora de serviços informar os riscos existentes e auxiliar na elaboração e implementação

Leia mais

Paradigma e Ferramentas na Prevenção da Incapacidade e Gestão do Retorno ao Trabalho para Médicos do Trabalho

Paradigma e Ferramentas na Prevenção da Incapacidade e Gestão do Retorno ao Trabalho para Médicos do Trabalho Paradigma e Ferramentas na Prevenção da Incapacidade e Gestão do Retorno ao Trabalho para Médicos do Trabalho XXXI JORNADA PARANAENSE DE SAÚDE OCUPACIONAL IV CONGRESSO PARANAENSE DE MEDICINA DO TRABALHO

Leia mais

PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994

PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o disposto nos artigos 155 e 200, item VI, da Consolidação das

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 4.302-E DE 1998 Altera dispositivos da Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe

Leia mais

SGi. SOLUÇÃO GESTÃO INTELIGENTE

SGi. SOLUÇÃO GESTÃO INTELIGENTE RELAÇÃO DE TREINAMENTOS 2017 www.sginteligente.com.br TREINAMENTOS PARA SUA EMPRESA - 1º SEMESTRE DE 2017 1 QUALIDADE Empresas e Profissionais interessados na ISO 9001 1.1 Interpretação da ISO 9001:2015

Leia mais