Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69"

Transcrição

1 Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS CAPÍTULOS I, II e III ARTIGOS 40 a 69

2 PESSOA JURÍDICA (PJ) - CONCEITO Unidade de pessoas naturais ou de patrimônios, que visa à consecução de certos fins, reconhecida pela ordem jurídica como sujeito de direitos e obrigações. É entidade abstrata, criada pelo homem, à qual se atribui personalidade jurídica.

3 Conjunto de pessoas ou bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei. REQUISITOS PARA EXISTÊNCIA 1º) Organização de pessoas ou bens; 2º) Liceidade de propósitos ou fins; 3º) Capacidade jurídica reconhecida por norma.

4 PESSOA JURÍDICA: QUADRO RESUMO (Universalidade de pessoas) Qto à nacionalidade Nacional Estrangeira Qto à estrutura interna Pessoa Juríd. de Dir. Públ. Qto à função e à capacidade Corporação Fundação (Universalidade de bens) Pessoa Juríd. de Dir. Priv. Associação Sociedade Interno Externo Art. 40, CC/02 Simples Empresarial Associação Sociedade Fundação Partidos Políticos Da Adm Públ Direta (U, E, M, DF) Da Adm Públ Indireta (Aut., Emp. Públ., Soc. Econ. Mista, Fund. Públ.) Estados Nacionais Santa Sé Organiz. Internac.

5 PESSOA JURÍDICA (PJ) - classificação Quanto à NACIONALIDADE: NACIONAL Organizada em conformidade com a legislação nacional; Sede da administração, no Brasil. ESTRANGEIRA Organizada de acordo com legislação de outro Estado; Somente pode funcionar no Brasil se autorizada; Sujeição às leis e aos tribunais brasileiros, quanto aos atos aqui praticados.

6 PESSOA JURÍDICA Quanto à FUNÇÃO e à CAPACIDADE Pessoa jurídica de direito público Art. 41 a 43, CC/2002 Pessoa jurídica de direito privado Art. 44 e 45, CC/2002

7 PESSOA JURÍDICA Quanto à FUNÇÃO e à CAPACIDADE (cont.) PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PÚBLICO Art. 41 a 43, CC/2002 Instituições ou as entidades criadas pela ordem jurídica, como elementos fundamentais da organização política de um povo e indispensáveis ao objetivo do Estado. PJ de Direito Público INTERNO (Art. 41, CC/2002) Adm Públ. Direta Entes Federados (U, E, DF, M) (incisos I a III) Execução centralizada das atividades administrativas do Estado Adm. Públ. Indireta autarquias, empresas públicas, sociedade de economia mista e fundações públicas execução de forma descentralizada (incisos IV e V). PJ de Direito Público EXTERNO Estados estrangeiros e instituições regidas pelo DIP

8 Administração Direta. 3 Poderes da República: Legislativo, Executivo e Judiciário. 3 níveis da Federação: União, Estados e DF, e Municípios. Ministérios e Secretarias Administração Indireta. Autarquia. Empresa Pública. Sociedade de Economia Mista. Fundações Públicas

9 PESSOA JURÍDICA Quanto à FUNÇÃO e à CAPACIDADE (cont.) PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO - Arts. 44 e 45, CC/2002 é toda entidade originária da vontade individual, destinando-se à realização de interesses e fins privados, em benefício dos próprios instituidores ou de determinada parcela da coletividade.

10 V - OS PARTIDOS POLÍTICOS (estatuto) (Art. 17 e, CF/88): são espécie de associação. ESPÉCIES de PJ de Direito Privado (Art. 44, CC/2002): I - ASSOCIAÇÕES (Art. 5º, XVII a XXI, CF/88) (Art. 53 e s/s, CC/2002): união de pessoas (estatuto), com fins não econômicos (educacional, esportivo, religioso, recreativo,...); II - SOCIEDADES (Art. 981 e s/s, CC/2002): simples ou empresariais, para o exercício de ativid. econ (contrato social); III - AS FUNDAÇÕES PARTICULARES: por escritura pública ou testamento (Art. 62 e s/s, CC/2002). Uma universalidade de bens personalizados pela ordem jurídica, em prol de um fim estipulado pelo fundador (religioso, moral, cultural, assistencial); IV - AS ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS: por vínculo associativo ou fundacional;

11 PESSOA JURÍDICA: QUADRO RESUMO (Universalidade de pessoas) Qto à nacionalidade Nacional Estrangeira Qto à estrutura interna Pessoa Juríd. de Dir. Públ. Qto à função e à capacidade Corporação Fundação (Universalidade de bens) Pessoa Juríd. de Dir. Priv. Associação Sociedade Interno Externo Art. 40, CC/02 Simples Empresarial Associação Sociedade Fundação Partidos Políticos Da Adm Públ Direta (U, E, M, DF) Da Adm Públ Indireta (Aut., Emp. Públ., Soc. Econ. Mista, Fund. Públ.) Estados Nacionais Santa Sé Organ. Internac.

12 PESSOA JURÍDICA - INÍCIO LEGAL 1. DE DIREITO PÚBLICO Em razão de fatos históricos, de criação constitucional, de lei especial e de tratados internacionais [...] (Maria Helena Diniz) 2. DE DIREITO PRIVADO Na Vontade Humana está o ponto de partida ; E vêm duas fases distintas: 1ª) A elaboração do ATO CONSTITUTIVO ESCRITO; 2ª) A inscrição desse ATO, no registro público (Art. 45, CC/2002). Obs: Partidos políticos, além do registro público, devem fazer registro no TSE (Art. 17, 2º, CF/88).

13 PESSOA JURÍDICA - CAPACIDADE Decorre da personalidade que a ordem jurídica lhe reconhece, por ocasião do registro 1. Direito à personalidade; 2. Direito à própria existência; 3. Direito ao segredo, à honra objetiva ou à boa reputação; 4. Direito aos direitos patrimoniais, substanciais ou reais; 5. Direito aos direitos industriais; 6. Direito aos direitos obrigacionais; 7. Direito à sucessão.

14 PESSOA JURÍDICA - LIMITAÇÕES EM RAZÃO DA NATUREZA Não pode praticar, diretamente, atos da vida jurídica, necessitando de um representante legal. (Art. 46 a 49, CC/2002) EM RAZÃO DA LEI Pessoa jurídica estrangeira, por questões de segurança pública, não pode receber concessões para o aproveitamento de recursos minerais, nem adquirir propriedades no país, exceto edifícios-sede. (Art. 190, 176, 1, e 222, CF/88)

15 PESSOA JURÍDICA REPRESENTAÇÃO EM JUÍZO U/E/DF/T? Respectivos procuradores (inciso I); Municípios? Prefeito ou procurador (inciso II). Pessoas jurídicas de Direito privado? Quem o estatuto designar ou um diretor (inciso VI). Pessoa jurídica estrangeira? Gerente, representante ou administrador da filial, agência ou sucursal do Brasil (inciso VIII).

16 PESSOA JURÍDICA - RESPONSABILIDADE JURÍDICA Surge, quando ocorre infração de norma civil ou penal, causando danos perturbadores da paz social, que tais normas buscam preservar (Maria Helena Diniz) ESPÉCIES DE RESPONSABILIDADE civil, administrativa e penal RESPONSABILIDADE CIVIL: aplicação de medidas que obriguem a reparação de danos causados a terceiros, em razão de ato praticado. (é o nexo causal ou de causalidade)

17 PESSOA JURÍDICA - RESPONSABILIDADE JURÍDICA RESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA responsabilidade do Estado correspondente à obrigação de reparar danos causados a terceiros em decorrência de comportamentos comissivos ou omissivos, materiais ou jurídicos, lícitos ou ilícitos, imputáveis aos agentes públicos. (Di Pietro, 2009) RESPONSABILIDADE PENAL tem como fundamento e objetivo a manutenção da paz social. É semelhante às anteriores, com a diferença de que o bem atingido ou o dano causado consiste em um delito, isto é, um fato social reprovável, previsto na legislação penal. 17

18 PESSOA JURÍDICA extinção DE DIREITO PÚBLICO Com a ocorrência de fatos históricos, por norma constitucional, lei especial ou tratados internacionais. DE DIREITO PRIVADO a. Por deliberação dos membros (EXTINÇÃO CONVENCIONAL) b. Por motivo estabelecido em lei (falência, morte dos sócios,...) EXTINÇÃO LEGAL: Por cassação de autorização do Poder Público, quando é prérequisito para o funcionamento (EXTINÇÃO ADMINISTRATIVA); Em razão de decisão judicial (EXTINÇÃO JUDICIAL).

19 PESSOA JURÍDICA - DOMICÍLIO Local onde os credores podem demandar o cumprimento de obrigações; local a partir do qual se desenvolvem as relações jurídicas habituais, sejam de governo, direção, administrativas ou o local estipulado pelo ato constitutivo da entidade. PESSOAS JURÍDICAS DE DIREITO PÚBLICO INTERNO A sede de seu governo: U (é no DF); E (na capital); M (no local onde funciona a Adm Municipal); outras PJDP (no local da respectiva administração) (Art. 75, CC/2002). PESSOAS JURÍDICAS DE DIREITO PRIVADO Lugar onde funcionar a diretoria/administração ou em domicílio especial eleito, no estatuto ou ato constitutivo (Art. 75, CC/2002)

20 DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA Sociedades empresárias personalidade distinta da dos membros; campo fértil para atos ilegais fraudes contra credores... O instituto permite ao juiz desconsiderar a autonomia jurídica da sociedade e responsabilizar sócios e seus patrimônios pessoais. Ex 1) Art. 50, CC/2002; Ex 2) Art. 28, 5º, CDC.

21 CONCLUSÃO

INTRODUÇÃO AO DIREITO DA PESSOA NATURAL

INTRODUÇÃO AO DIREITO DA PESSOA NATURAL INTRODUÇÃO AO DIREITO DA PESSOA NATURAL I INTRODUÇÃO SUMÁRIO II DESENVOLVIMENTO 1. Da pessoa natural a. conceito b. personalidade e capacidade c. incapacidade civil d. direitos da personalidade e. individualização

Leia mais

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Pessoas Jurídicas Pessoas Jurídicas Pessoas jurídicas são entidades criadas para a realização de um fim e reconhecidas pela ordem jurídica como sujeitos de direitos e deveres. Pessoas Jurídicas Características:

Leia mais

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates Pessoa Jurídica Profa. Zélia Prates Pessoa jurídica - Conceito Consiste num conjunto de pessoas ou de bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei, para consecução de fins

Leia mais

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates Pessoa Jurídica Profa. Zélia Prates Pessoa jurídica - Conceito Consiste num conjunto de pessoas ou de bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei, para consecução de fins

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO A CONCEITOS JURÍDICOS BÁSICOS DE DIREITO PRIVADO! Pessoa natural ou física! Personalidade jurídica! Capacidade de direito e de fato 1 ! Pessoa natural:

Leia mais

DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8

DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8 DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8 GRUPOS DESPERSONALIZADOS Não são atribuídas personalidades jurídicas, mas podem acionar e serem acionadas em juízo. Universalidade de Direito - Art. 91º,

Leia mais

ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA UNIÃO ADMINISTRAÇÃO DIRETA ( Centralizada ou Central ) SÃO PESSOAS JURÍDICAS ESTADOS DF MUNICÍPIOS SÃO ENTES FEDERATIVOS PREVISTOS NA CF/88 SÃO REGIDOS PREDOMINANTEMENTE

Leia mais

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack Direito Empresarial Aula 6 Personalidade e direitos pessoa física e jurídica Prof. Dr. Érico Hack PUCPR Personalidade pessoas naturais Código Civil pessoa física sujeito de direitos e deveres Pessoas naturais

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO AO DIREITO EMPRESARIAL! Pessoa jurídica vs. Pessoa física! Personalidade jurídica! Registro dos atos constitutivos! Empresa e empresário! EIRELI e sociedade

Leia mais

ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO

ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO 1 ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO Segundo Eneccerus, Kipp e Wolf a necessidade sugeriu uniões e instituições permanentes, para a obtenção de fins comuns, desde as de raio de ação mais

Leia mais

Curso Direito Empresarial Administração

Curso Direito Empresarial Administração AULA 4 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 4.1. As sociedades empresárias A pessoa jurídica Sociedade empresária é um agrupamento

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA O estudo da Administração Pública em geral, compreendendo a sua estrutura e as suas atividades, devem partir do conceito de ESTADO, sobre o qual repousa

Leia mais

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i)

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i) Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i) CAMILA VILLARD DURAN! Pessoa jurídica! Personalidade! Capacidade para adquirir direitos e contrair obrigações! Registro dos atos constitutivos 1 ! Pessoas

Leia mais

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis AULA 5 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 5.1. Desconsideração da personalidade jurídica da empresa Em algumas situações, o patrimônio

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR. Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas

DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR. Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas 2 8/10/2010 Profa. Rosinete Cavalcante 1. Pessoas [...] ser ao qual se atribuem direitos e obrigações.. (VENOSA, 2005,

Leia mais

Instituições de Direito Público e Privado. Parte III Pessoas

Instituições de Direito Público e Privado. Parte III Pessoas Instituições de Direito Público e Privado Parte III Pessoas 1. Pessoas Definição Personalidade A personalidade é um atributo jurídico. Todo homem tem aptidão para desempenhar na sociedade um papel jurídico,

Leia mais

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC).

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). Direito Civil I 1 Pessoa natural (física): Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). 2 Personalidade : Conjunto

Leia mais

Direito Empresarial

Direito Empresarial www.uniestudos.com.br Direito Empresarial Helder Goes Professor de Direito Empresarial do Universo de Estudos Advogado e Consultor Jurídico Graduado em Direito pela Universidade Tiradentes Especialista

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULA DIA 10/13 de Março Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Pessoa Jurídica: é a entidade que, por força das normas jurídicas criadas,

Leia mais

Poucos veem o que somos, mas todos veem o que aparentamos. (Nicolau Maquiavel)

Poucos veem o que somos, mas todos veem o que aparentamos. (Nicolau Maquiavel) Poucos veem o que somos, mas todos veem o que aparentamos. (Nicolau Maquiavel) Conceito Pessoa ficta, criada a partir da união de vontades que passa a distingui-la da de seus membros, a qual se atribui

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Capacidade jurídica é uma medida limitadora ou delineadora da possibilidade de adquirir direitos e

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

ALGUNS ASPECTOS SOBRE AS PESSOAS JURÍDICAS E A DESCONSIDERAÇÃO DE SUA PERSONALIDADE

ALGUNS ASPECTOS SOBRE AS PESSOAS JURÍDICAS E A DESCONSIDERAÇÃO DE SUA PERSONALIDADE ALGUNS ASPECTOS SOBRE AS PESSOAS JURÍDICAS E A DESCONSIDERAÇÃO DE SUA PERSONALIDADE Samanta Félix RECHE 1 RESUMO: O seguinte artigo visa expor questões importantes não apenas para nosso ornamento, mas

Leia mais

2.7. Resumo Elementos do Estado: povo, território e governo soberano.

2.7. Resumo Elementos do Estado: povo, território e governo soberano. 63 QUESTÃO COMENTADA AFRF 2003 Esaf Não há previsão legal para a celebração de contrato de gestão entre a pessoa jurídica de direito público política e a seguinte espécie: a) órgão público; b) organização

Leia mais

Entidades fundacionais as fundações públicas Conceito

Entidades fundacionais as fundações públicas Conceito 2.6.2. Entidades fundacionais as fundações públicas 2.6.2.1. Conceito O Código Civil dispõe, em seu art. 40, que as pessoas jurídicas serão de direito público e de direito privado, e, em seu art. 44, que

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA Direito Constitucional e Teoria Geral do Estado *Aspectos de Direito Eleitoral *Controle

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 571 PROCURADOR MUNICIPAL EDITAL 37 ANEXO III

CONCURSO PÚBLICO 571 PROCURADOR MUNICIPAL EDITAL 37 ANEXO III CONCURSO PÚBLICO 571 PROCURADOR MUNICIPAL EDITAL 37 ANEXO III 1. Pontos para a Prova Oral. DIREITO CONSTITUCIONAL TEORIA 1. Noções de Teoria da Constituição e do Direito Constitucional. Objeto. Métodos.

Leia mais

EIXO FUNDAMENTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA

EIXO FUNDAMENTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA Direito Constitucional e Teoria Geral do Estado * O Poder Constituinte * Processo Legislativo

Leia mais

1 Classificação das sociedades

1 Classificação das sociedades 1 Classificação das sociedades Qto à forma de exploração do objeto Qto à personificação Qto ao regime de constituição Qto à forma de constituição Qto à nacionalidade Qto ao capital Qto à responsabilidade

Leia mais

dano Ação (Ato comissivo) Lícito ou Ilícito O fundamento é o princípio da IGUALDADE ou da ISONOMIA

dano Ação (Ato comissivo) Lícito ou Ilícito O fundamento é o princípio da IGUALDADE ou da ISONOMIA dano Ação (Ato comissivo) Lícito ou Ilícito O fundamento é o princípio da IGUALDADE ou da ISONOMIA dano Omissão (Ato omissivo) Ilícito dano Dano Material ou Moral dano Conduta Dolosa ou Culposa Com intenção

Leia mais

Policia Rodoviária Federal - PRF DIREITO ADMINISTRATIVO

Policia Rodoviária Federal - PRF DIREITO ADMINISTRATIVO Policia Rodoviária Federal - PRF DIREITO ADMINISTRATIVO CURSO REGULAR Prof. Valmir Rangel ESTADO GOVERNO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Sociedade Politicamente Organizada ESTADO ELEMENTOS DO ESTADO Povo Território

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 03/09/2016 Prof. Luciano Dutra: autor das obras Direito Constitucional Essencial, Direito Constitucional para a OAB em Exercícios Comentados (e-book), Direito Constitucional

Leia mais

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL Requisitos Art. 972, Cod. Civil. Pressupostos: 2 elementos: capacidade civil e ausência de impedimento. Capacidade civil. Impedimentos são dados pela lei. Ex: sociedade

Leia mais

Curso Direito Empresarial

Curso Direito Empresarial 2014 Curso Direito Empresarial Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani 2. Pessoa Jurídica de Direito Privado como Sujeito de Direitos e Obrigações 2.1. Pessoa O vocábulo pessoa é derivado do latim persona,

Leia mais

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES 1 TIPOS DE SOCIEDADES NO DIREITO BRASILEIRO SOCIEDADE EM COMUM não tem personalidade jurídica os sócios são ilimitadamente responsáveis SOCIEDADE SIMPLES atividades

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

Entidades fundacionais as fundações públicas Conceito

Entidades fundacionais as fundações públicas Conceito 28 comum a todos os consorciados que, de forma isolada, não poderiam alcançar. Assim, os entes federativos firmam um contrato sem fins lucrativos, após a devida autorização legislativa de cada um, possibilitando

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

Organização Administrativa BOM DIA!!!

Organização Administrativa BOM DIA!!! BOM DIA!!! 1. Introdução 2. Administração Pública 3. Órgão Público 4. Classificação dos Órgãos 5. Descentralização e Desconcentração 6. Função Pública 7. Cargo Público 8. Agente Público 1. Introdução Regime

Leia mais

FUNBIO Fundo Brasileiro para a Biodiversidade. há 20 anos conservando o futuro

FUNBIO Fundo Brasileiro para a Biodiversidade. há 20 anos conservando o futuro FUNBIO Fundo Brasileiro para a Biodiversidade há 20 anos conservando o futuro Natureza jurídica Aspectos que influenciam se a personalidade jurídica será de direito público ou privado Direito Público Forma

Leia mais

Organização da Administração Pública

Organização da Administração Pública Direito Administrativo Organização da Administração Pública Estado - Povo; - Território; - Governo soberano. Organização do Estado - Federação: União Estados Distrito Federal Municípios Governo e Administração

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

Direito Empresarial e Econômico. Profa. Silvia Bertani

Direito Empresarial e Econômico. Profa. Silvia Bertani Direito Empresarial e Econômico 1 Ivo, o economista! Estudar, ler, estudar, ler e estudar... Óooooohhhhhh 2 O que vimos nas aulas anteriores? 3 Art. 170 da Constituição Federal da República Art. 5 da Constituição

Leia mais

CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA

CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA 1 CONCEITO DE SOCIEDADE Código Civil - Art. 981 Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO I. Conceito e Fontes do Direito Administrativo... 002 II. Administração Pública... 003 III. Entes Administrativos... 003 IV. Agentes Públicos... 013 V. Bens Públicos... 050 VI. Princípios

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista

Direito Empresarial e Trabalhista Profa. Dra. Silvia Bertani Direito Empresarial e Trabalhista As sociedades organização formada por duas ou mais pessoas, por meio de um contrato com ou sem o registro, para o exercício de uma atividade

Leia mais

COMPETÊNCIA FUNCIONAL

COMPETÊNCIA FUNCIONAL Critérios de determinação da competência COMPETÊNCIA INTERNA (Nacional) Competência funcional Competência em razão da matéria (natureza demanda) Competência em razão do valor da causa Competência territorial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ÉTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ÉTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ÉTICA Prof. Vitor Maciel ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CONCEITO Todo aparelhamento do estado preordenado à realização de seus serviços, visando à satisfação das necessidades coletivas.

Leia mais

Direito Internacional Público

Direito Internacional Público Direito Internacional Público Atores de DIP, sujeitos das RI Prof. Dr. José Antônio Tietzmann e Silva jates@uol.com.br DIP Atores e sujeitos Estados OI's intergovernamentais Indivíduos Coletividades não-estatais

Leia mais

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais.

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Profissionais liberais que prestam os serviços de forma direta e profissionais

Leia mais

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1 Direito Civil e Processual Civil DIREITO CIVIL 1. Direito das relações de consumo: Reparação dos danos; Práticas comerciais. 2. Locação de imóveis urbanos: locação residencial.

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 04 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade;

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade; SIMULADO DIREITO CIVIL DOMICÍLIO CIVIL CAPACIDADE DIREITOS DA PERSONALIDADE 1. Felipe, que no próximo mês irá completar 16 anos de idade, embora tenha nascido surdo-mudo, aprendeu a exprimir sua vontade.

Leia mais

UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 Profª Roberta Siqueira Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão do registro 3. ESPÉCIES

Leia mais

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr.

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr. PODER EXECUTIVO 3ª aula Prof. Raul de Mello Franco Jr. SUBSÍDIOS do PRESIDENTE, do VICE e dos MINISTROS São fixados pelo CN, por decreto-legislativo (art. 49, VIII, CF). Devem ser fixados em parcela única.

Leia mais

Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO Agentes Públicos Contratos Administrativos Entes da Administração Pública...

Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO Agentes Públicos Contratos Administrativos Entes da Administração Pública... Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO... 15 1. Agentes Públicos... 15 2. Controle da Administração Pública... 24 3. Contratos Administrativos... 51 4. Entes da Administração Pública... 61 5. Improbidade Administrativa...

Leia mais

Setor social associação

Setor social associação Setor social associação Administração Pública Iniciativa Privada Autarquia Fundação Dir. Público Consórcio Dir. Público Consórcio Dir.Privado Empresa Dependente Empresa Pública Soc. Economia Mista Organização

Leia mais

Aspectos de direito público da lei de inovação. Mariana Tápias Denis Borges Barbosa Advogados

Aspectos de direito público da lei de inovação. Mariana Tápias Denis Borges Barbosa Advogados Aspectos de direito público da lei de inovação Mariana Tápias Denis Borges Barbosa Advogados FUNDAMENTO CONSTITUCIONAL DA LEI DE INOVAÇÃO - ARTS. 218 e 219 DA CR/88 O ESTADO promoverá e incentivará o desenvolvimento

Leia mais

TEORIA GERAL DO PROCESSO APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR-CURSO

TEORIA GERAL DO PROCESSO APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR-CURSO Professor Curso TEORIA GERAL DO PROCESSO APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR-CURSO Paulo Henrique de Oliveira E-mail: phdoliveira@yahoo.com.br Facebook: https://www.facebook.com/professorpaulohenriquedeoliveira

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA PSDB e o DEMOCRATAS - DEM, agremiações partidárias com representação no Congresso Nacional e com sede nesta Capital,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 1.2 Direito Positivo: Direito Positivo: Direito Posto, que vigora em um determinado espaço territorial,

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL CAPÍTULO 1 Do Direito Comercial ao Direito Empresarial 3 1. Origem do Direito Comercial... 3 2. Teoria dos atos de comércio (sistema francês)... 4 3.

Leia mais

A sociedade de fato não tem ato constitutivo, ao passo que a sociedade irregular tem ato constitutivo, mas este não está registrado.

A sociedade de fato não tem ato constitutivo, ao passo que a sociedade irregular tem ato constitutivo, mas este não está registrado. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 08 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva Pessoa Jurídica (continuação) 3. Entes despersonalizados:

Leia mais

PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA

PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA 1 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: Art. 1.052 do CC e ss. 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA Prevista

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Alexia Brotto Cessetti Direito Processual Civil Competência O QUE É COMPETÊNCIA? É a medida da jurisdição? Delimitação da função jurisdicional de cada órgão, definida por lei. CPC, Art. 42. As causas cíveis

Leia mais

22/11/ ( CESPE - PC-GO - Agente de Polícia) A administração direta da União inclui

22/11/ ( CESPE - PC-GO - Agente de Polícia) A administração direta da União inclui 1. (2016 - CESPE - PC-GO - Agente de Polícia) A administração direta da União inclui a) a Casa Civil. b) o Departamento Nacional deinfraestrutura detransportes (DNIT). c) as agências executivas. d) o Instituto

Leia mais

Organização Administrativa

Organização Administrativa Organização Administrativa Formas de prestação da atividade administrativa Administração pública direta e indireta RAD 2601 Direito Administrativo Professora Doutora Emanuele Seicenti de Brito Organização

Leia mais

Direito Administrativo. Estado, Governo e Adm. Pública

Direito Administrativo. Estado, Governo e Adm. Pública Direito Administrativo AULA 01 Estado, Governo e Adm. Pública Conceitos Estado É uma estrutura política e organizacional que se sobrepõe à sociedade, ao mesmo tempo que dela faz parte. Governo - É o conjunto

Leia mais

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA Pelo presente instrumento, - [Nome do Advogado], [nacionalidade], [estado civil], advogado(a), inscrito(a) na OAB/Ba sob n. [...], inscrito(a) no CPF/MF

Leia mais

Continuação de Direitos da Personalidade

Continuação de Direitos da Personalidade Continuação de Direitos da Personalidade Art. 16 - Nome: é compreendido por prenome (é o que individualiza a pessoa na sociedade. Pode ser simples ou composto) e por sobrenome (identifica a qual família

Leia mais

Risco da Fauna: a Responsabilidade Civil à luz do direito brasileiro

Risco da Fauna: a Responsabilidade Civil à luz do direito brasileiro Risco da Fauna: a Responsabilidade Civil à luz do direito brasileiro OBJETIVO Conhecer a responsabilidade civil do transportador e do Estado no Risco da Fauna sob a ótica da legislação brasileira ROTEIRO

Leia mais

Prof. Mariana M Neves DIREITO DO CONSUMIDOR

Prof. Mariana M Neves DIREITO DO CONSUMIDOR Prof. Mariana M Neves DIREITO DO CONSUMIDOR Decadência e Prescrição Decadência: extinção da pretensão (não pode mais pleitear o direito em juízo) Prescrição: extinção do direito em si Macete: Vício Decai

Leia mais

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO)

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO) ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO) Pelo presente instrumento, - [Nome do Advogado], [nacionalidade], [estado civil], advogado (a), inscrito(a) na OAB/RN sob n. [...], inscrito(a)

Leia mais

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC)

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) SUMÁRIO Agradecimentos... 19 Nota do autor... 21 Prefácio... 23 Capítulo I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) 1. Introdução ao estudo do Direito... 25 2. Características, conteúdo e funções da

Leia mais

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução Sumário Nota do autor à segunda edição... 21 Nota do autor à primeira edição... 23 Prefácio à segunda edição... 25 Prefácio à primeira edição... 31 Capítulo I A Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado Noções de Estado Noções de Estado Organização da Federação e Poderes do Estado Estado É a sociedade política e juridicamente organizada, dotada de soberania, dentro de um território, sob um governo, para

Leia mais

Prefeitura do Município de Tejupá CNPJ /

Prefeitura do Município de Tejupá CNPJ / CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2016 EDITAL DE ERRATA Nº 07/2016 Valdomiro José Mota, Prefeito Municipal de Tejupá, Estado de São Paulo, torna público na forma prevista no artigo 37 da Constituição Federal, o Edital

Leia mais

Comentários às questões de Direito Constitucional Prova: Técnico do Seguro Social Professor: Jonathas de Oliveira

Comentários às questões de Direito Constitucional Prova: Técnico do Seguro Social Professor: Jonathas de Oliveira Comentários às questões de Direito Constitucional Prova: Professor: Jonathas de Oliveira 1 de 5 Comentário às questões de Direito Constitucional Técnico do INSS Caderno Beta 1 No cômputo do limite remuneratório

Leia mais

AULA 16. Espécies de Intervenção de terceiro no novo CPC. d) Incidente de desconsideração da personalidade jurídica

AULA 16. Espécies de Intervenção de terceiro no novo CPC. d) Incidente de desconsideração da personalidade jurídica Turma e Ano: Master A (2015) 25/05/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 16 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol CONTEÚDO DA AULA: curiae AULA 16 Incidente de desconsideração

Leia mais

Sistemas de Controle das empresas estatais

Sistemas de Controle das empresas estatais Sistemas de Controle das empresas estatais Alexandre Luis Bragança Penteado Gerente Setorial do Jurídico Corporativo de Órgãos Externos da Petróleo Brasileiro S.A. - PETROBRAS Sistemas de controle do Estado

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto;

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto; UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO PARA CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ PROGRAMA DE ESTUDOS Cargo: Advogado LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR 1. Quanto à

Leia mais

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock Série Provas e Concursos Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock ELSEVIER 5.6. Resumo AGENTES PÚBLICOS (segundo Hely Lopes Meirelles): 1. Agentes políticos Aqueles no alto escalão dos

Leia mais

Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88

Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88 Direito Constitucional Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88 Art. 127: O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo 01 Parte Geral e Obrigações 01 Direito Civil Constitucional. Conceito, princípios e aplicação prática. Os princípios do Código Civil de 2002: eticidade, socialidade e operabilidade. 02 Lei de introdução

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO AULA 2/4 Ato Administrativo, Responsabilidade Civil do Estado E Bens Públicos 2 ATO ADMINISTRATIVO 3 Requisitos( Art. 2º da Lei 4.717/65): Elementos constitutivos do Ato Administrativo.

Leia mais

Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO AMBIENTAL Fernando Baltar Ronny Charles. Romeu Thomé

Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO AMBIENTAL Fernando Baltar Ronny Charles. Romeu Thomé Sumário DIREITO ADMINISTRATIVO... 17 Fernando Baltar Ronny Charles 1. Direito Administrativo e o Regime Jurídico-Administrativo... 17 2. Organização da Administração Pública... 22 3. Entes de cooperação

Leia mais

Diante de tal fato, citados os sócios: Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel procuram o seu escritório para que possa tomar a medida judicial cabível.

Diante de tal fato, citados os sócios: Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel procuram o seu escritório para que possa tomar a medida judicial cabível. Peça Profissional Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel, sócios da Disk Ltda., sociedade empresária, com sede em Suzano, cujo objeto é a produção e comercialização de cerâmica. A sociedade celebrou contrato

Leia mais

PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA 1 DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA A Administração Pública é regida por vários princípios, dentre eles, o princípio da moralidade, art. 37, caput

Leia mais

TUTELA PROCESSUAL DO MEIO AMBIENTE

TUTELA PROCESSUAL DO MEIO AMBIENTE GESTÃO AMBIENTAL Prof. Francisco José Carvalho TUTELA PROCESSUAL DO MEIO AMBIENTE COMPETÊNCIA NA AÇÃO CIVIL PÚBLICA Conceito de Ação Civil Pública (ACP) É um instrumento processual, que visa proteger direitos

Leia mais

Resolução Atricon nº 04/2016

Resolução Atricon nº 04/2016 Resolução Atricon nº 04/2016 Aprova recomendações para fins de aplicação no âmbito dos Tribunais de Contas da tese jurídica de repercussão geral editada pelo STF, em sede do RE 848.826/DF. O Presidente

Leia mais

Obrigação Tributária Elementos da Obrigação Tributária

Obrigação Tributária Elementos da Obrigação Tributária Obrigação Tributária Elementos da Obrigação Tributária Lei (principal) e Legislação (acessória) Fato Jurídico Sujeito Ativo Sujeito Passivo Objeto = BC x Alíquota Obrigação Tributária Pode ser (art. 113,

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO. Competência Internacional e Cooperação Judiciária Internacional. Prof. Renan Flumian

DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO. Competência Internacional e Cooperação Judiciária Internacional. Prof. Renan Flumian DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Competência Internacional e Cooperação Judiciária Internacional Prof. Renan Flumian 1. Competência Internacional - O juiz deve aplicar uma RC para determinar o direito aplicável

Leia mais

Sociedades 26/10/2010

Sociedades 26/10/2010 Prof. Thiago Gomes Empresariais Feedback aula anterior: Quem é o empresário? Quem é o empresário individual? O que é necessário para ser empresário individual? Impedidos de exercer a atividade empresarial.

Leia mais

As diferentes modalidades de gestão no SUS

As diferentes modalidades de gestão no SUS XXVII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO As diferentes modalidades de gestão no SUS Lenir Santos Março 2013 LENIR SANTOS março de 13 1 FORMAS DE GESTÃO DO SUS ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010).

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Prof. Thiago Gomes Empresariais O que é uma sociedade? Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Qual o foco de nosso estudo? As sociedades cujo o objetivo é lucro para seus sócios.

Leia mais

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS 1 TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 2. ESPÉCIES DE MEIOS EXECUTIVOS 2.1. QUANDO

Leia mais