Listagem Geral. Acesso simples e fácil a toda nossa gama industrial. With You

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Listagem Geral. www.ntn-snr.com. Acesso simples e fácil a toda nossa gama industrial. With You"

Transcrição

1 Listagem Geral cesso simples e fácil a toda nossa gama industrial With You

2 expertise de um fabricante, a dimensão de um líder ROULMNTS, pertencente ao 3º maior grupo mundial de rolamentos, é um player importante em termos de concepção, desenvolvimento e fabricação. Com suas marcas fortes, o grupo está ativamente presente nos setores automotivo, industrial e aeroespacial. Cada divisão atende às expectativas de um mercado global e se concentra nos segmentos de atividade de seus clientes. oferece produtos técnicos de altíssima qualidade e dispõe de soluções especializadas. Com a maior gama do mercado, outras exigências mobilizam nossas equipes. ssim, a inovação ocupa um lugar preponderante em nosso desenvolvimento: antecipação de novas soluções, enriquecimento de funcionalidades do rolamento etc. Mais compactos, mais leves, mais econômicos, mais confiáveis, mais eficazes, respeitando o meio ambiente... Inovamos intensamente, com nossos clientes e para nossos clientes. Resolutamente voltada para os mercados verdes, a é reconhecida como parceira desenvolvedora das empresas do amanhã. está preparada para aproveitar todas as oportunidades do mercado.

3 Juntos, construímos o mundo de amanhã identidade da se constrói em torno de valores fortes, concretos e compartilhados. Proximidade, profissionalismo, qualidade, tecnicidade: inúmeros valores que nos animam há quase 100 anos. Individual e coletivamente, assumimos o compromisso de escuta junto às pessoas com quem trabalhamos, convivemos e a quem servimos., With You Índice Características técnicas Identificação p.2 Componentes e vocabulário p.4 Séries normalizadas e símbolos p.5 ixo e alojamento p.6 Vedações p.6 Cargas p.7 Folgas p.8 Ferramentas de montagemdesmontagem p.9 Soluções de lubrificação: Lub Solutions p.10 Prestações de serviços p.11 Tabelas de equivalências teóricas p.12 Rolamentos padronizados Mancais autoalinháveis Rolamentos de agulhas Sufixos e p.19 Guia do usuário p.24 Referências produtos Classificação por referência p.25 Classificação por dimensão p.325 With You No coração do movimento e no centro da cooperação 1

4 Identificação O Código destes perfis é mantido nas listas deste catálogo para uma rápida identificação do design do rolamento. 1 1NR NR 1 1NR NR NR 5NR 1 1NR NR 1 1NR NR

5

6 Componentes e vocabulário Tipo nel externo nel interno Corpos rolantes Material sintético Gaiolas Chapa estampada Maciço usinado Rolamento de esferas Rol. de rolos cilíndricos Rol. de rolos cônicos (capa) (cone) Rol. autocompensador de rolos Rolamento de agulhas atente de esferas (anilha do alojamento) (anilha do eixo) atente autocompensador de rolos (anilha do alojamento) (anilha do eixo) 4

7 Séries normalizadas e símbolos D Rolamentos de esferas com uma ou duas carreiras de esferas de contato radial Padrão Rolamentos de contato angular, com uma ou duas carreiras de esferas Tipo α = 40 Protegido 1 ou 2 defletores NTR LL Tipo C α = 15 Vedado 1 ou 2 juntas Tipo H α = 25 Com segmento de bloqueio 1 carreira (α = Padrão = 30 ) 2 carreiras D6 D6 2 carreiras de esferas Rolamentos autocompensadores com duas carreiras de esferas NR D SL04 CÓDIGO D SÉRI 1 carreira de esferas CÓDIGO D SÉRI 1 carreira de esferas 7000 C ou H * 7200, C ou H* 7300, C ou H* ou 7900C ou H ou D 7800 (*execução de alta precisão) CÓDIGO D SÉRI 2 carreiras de esferas CÓDIGO D SÉRI 2 carreiras de esferas NTR LL 5200 (aberto ou vedado) 5300 (aberto ou vedado) CÓDIGO D SÉRI (aberto ou vedado) CÓDIGO DO FURO 3 / /6 7 DIÂMTRO D FURO (mm) SL TQO TDO Furo cilíndrico Furo cônico Rolamentos com uma ou diversas carreiras de rolos cilíndricos NTR LL Rolamentos de rolos cônicos TDI Rolamentos TQO autocompensadores com TDIduas carreiras de rolos Rolamentos axiais (batentes) de esferas e de rolos Vedado CÓDIGO D SÉRI 1 carreira de rolos CÓDIGO D SÉRI de esferas SÉRIS 2 carreiras SÉRIS 4 carreiras 8 Tipo N NU NJ NUP NN SL 4R N, NU, NJ, NUP, NF NN, NNU 4R /8 NTR LL SL04 disponível em 4900 SL 1 carreira 9 TQO 2 carreiras 4 carreiras D dispo. em TDI NTR LL SL04 CÓDIGO D SÉRI CÓDIGO D SÉRI D SL04 COT MÉTRIC COT POLGDS D NN ou NR D TQO TDI carreira 2 carreiras 4 carreiras Série ISO NTR LL Sem TDOflange M60 TDI Sem flange central NN TDO NN Com flange TQO H HH HM LM M JM, JHM, JLM... CÓDIGO D SÉRI 2 carreiras de rolos CÓDIGO D SÉRI de rolos Rolamentos de agulhas Rolos de leva Vedado Rolamentos de agulhas uchas de agulhas Gaiolas de agulhas Rolamentos axiais (batentes) de agulhas Rolamentos combinados de agulhas Rolos de leva com eixo e sem eixo Rolo de leva com eixo Rolo de leva sem eixo Rolamento de agulhas Mancais NTR LL Mancais bipartidos para rolamentos 29 autocompensadores de esferas ou rolos SL D TDO SR TDO étanche NN Mancais monobloco autoalinháveis com rolamentos de esferas com anel externo esférico NN De esferas De rolos /7 TDI /22 /28 / NN / x5 = 20 05x5 = 25 06x5 = 30 07x5 = 35 08x5 = SL04 Mancal bipartido tipo SNC Mancal especial 45 / TQO TDI

8 ixo e alojamento Gaiola Corpo rolante Diâmetro primitivo lojamento nel interno ixo nel externo Vedação Tipo de vedação Defletor de proteção Características Metálica Chapa de aço Sufixos Z / ZZ () Z / ZZ () 3 Junta de vedação Com contato, padrão Nitrila LL LL LLH LLH ZZ LLC ZZ LLU T : 25 C LLC/ +120 C 3 / () LLU T : 25 C / +120 C Junta de vedação LL LLH LL LLH Sem contato ZZ (tipo labirinto) Nitrila ZZ LLC LLC LLU L / LL () LLU T : 25 C / +120 C Junta de vedação Com contato, baixo torque, com sistema de equilíbrio de pressão LL LLH ZZ LH / LLH LL() LLC LLU T : 25 C LLH / +120 C ZZ LLC LL Nitrila Junta de vedação Com contato, padrão, para temperaturas elevadas (+150 C) Poliacrílica LL LL LLH ZZ LLC LU / LLU LLH () LLU ZZ 3 LLC LLU LL Junta de vedação LL LLH Com LLH contato, ZZpadrão, para temperaturas muito elevadas (+200 C) Fluorelastômero ZZ LLC LLC LLU LU1 / LLU1 () 3 () LL Junta de vedação LLH LL ZZ LLH ZZ LLC Com contato, LLC padrão, para temperaturas extremas (100 C a +200 C) orracha Siliconizada LLU LLU LU2 / LLU2 LL LLH LL ZZ LLH ZZ LLC LLC LLU 6 LLU

9 Cargas Distribuição das cargas em um rolamento Cargas radiais Cargas axiais Cargas combinadas 1 1NR Setor 180 máximo Distribuída em 360 Distribuição variável não uniforme 6 7 Tolerâncias de cargas dos diferentes rolamentos Rolamento de esferas Rolamento de contato angular, com uma ou duas carreiras de esferas Rolamento autocompensador de esferas Carga radial moderada e axial Cargas radial e axial combinadas (em um sentido) Carga radial / carga axial (nos dois sentidos) Carga radial moderada Carga axial leve (nos dois sentidos) dmite desalinhamento Rolamento de rolos cilíndricos Rolamento de rolos cônicos Rolamento autocompensador de rolos Rolamento axial (batente) de esferas Carga radial muito elevada Carga axial nula Carga radial muito elevada Carga axial elevada (em um sentido) Carga radial muito elevada Carga axial moderada (nos dois sentidos) dmite desalinhamento Carga axial Carga radial nula

10 Folgas normalização da folga interna dos rolamentos referese unicamente à folga radial. Norma ISO Sim Não sta folga radial é necessária para compensar: s deformações dos anéis do rolamento durante sua instalação, devido aos ajustes Folga radial inicial Folga radial residual após montagem s diferenças de dilatação dos anéis interno e externo, devido às variações de temperatura em funcionamento. temperatura Jogos utilizados na máquinaferramentas ou na alta precisão C9 folga reduzida inferior a C0 C0 folga reduzida inferior a C1 C1 folga reduzida inferior a C2 Folga radial de funcionamento Norma ISO 5753 C2 folga reduzida CN folga normal C3 folga aumentada C4 folga aumentada superior a C3 C5 folga aumentada superior a C4 Jogos especiais () CS folga especial CM folga especial (especialmente para motores elétricos) 8

11 Ferramentas de montagem e desmontagem Montar e desmontar um rolamento: são etapas essenciais que determinam a longevidade e o bom funcionamento de sua instalação. Montagem a frio: Maleta de ferramentas para montar os rolamentos com toda a segurança, rapidez e precisão. Montagem a quente: quecimento indutivo: rápido, prático, simples, seguro e ecológico. Montagem hidráulica: Precisa, sem esforço, graças à porca hidráulica, sempre pronta para usar com sua função de retorno automático do pistão. Ferramentas de desmontagem: xtrator hidráulico ou mecânico: Todos os tipos de extratores (2 ou 3 garras) para uma utilização segura e adequada, independentemente da posição e das dimensões do rolamento. Instrumentos: Medida simples, segura e precisa da temperatura operacional de sua máquina, graças ao termômetro com mira laser. muitas outras ferramentas para a montagem e a manipulação dos rolamentos. 9

12 Soluções de lubrificação: Lub Solutions LU SOLUTIONS: desde a concepção até a fabricação, participamos de seus projetos de lubrificação, oferecendo lubrificantes especialmente selecionados para suas aplicações, bem como sistemas de lubrificação monoponto ou multipontos adaptados ao tamanho e às necessidades de seu processo. Graxas tendem às especificidades de sua aplicação para garantir um funcionamento ideal de seus mancais. Universal Heavy Duty Vib High Temp Ultra High Temp Food High Speed+ Chain Oil Lubrificadores automáticos Graças à nossa extensa oferta tecnológica associada aos nossos lubrificantes para rolamentos, oferecemos a solução mais adaptada à sua aplicação. tendemos a todas as suas necessidades. Sistemas de lubrificação centralizada Para assegurar a lubrificação centralizada com óleo ou graxa necessária aos seus processos industriais, oferecemos todos os tipos de bombas e acessórios: sistema volumétrico, progressivo, de pulverização aróleo, multilinhas ou linha dupla. Faça sua escolha! Concepção e instalação do sistema de lubrificação Os especialistas LU SOLUTIONS estão ao seu lado para seus principais projetos de lubrificação, desde a concepção até a instalação. lubrificação nunca foi tão simples! 10

13 Prestações de serviços Treinamento Diagnóstico dos rolamentos Ofereça a seus colaboradores (centro de estudos, manutenção etc.) um treinamento para a seleção e a manutenção dos rolamentos. m nosso centro de treinamento ou em sua fábrica, com o utilitário OX, oferecemos estágios personalizados que associam teoria e prática, pois cada cliente possui necessidades diferentes. lém disso, nosso método pedagógico faz toda a diferença! m nosso laboratório ou em sua fábrica, nossos especialistas o ajudam a descobrir as causas das falhas de seus rolamentos. rapidez de resposta e os conselhos por eles fornecidos permitirão melhorar o desempenho de sua instalação. Recondicionamento dos rolamentos e conserto de fusos de máquinasferramentas Faça o recondicionamento de seus rolamentos industriais com uma empresa especializada na renovação de rolamentos de motores de aviões ou de trens de velocidade. (serviço ainda não disponível no rasil) ssistência técnica e alinhamento de eixo Confie em nossos especialistas para supervisionar suas intervenções de manutenção: desmontagem e montagem de rolamentos, realização e melhoria de sistemas de lubrificação, alinhamento do eixo por tecnologia a laser. Com nosso veículooficina OX, nossos especialistas vão até você! uditoria de manutenção eneficiese das vantagens proporcionadas por uma avaliação pragmática de sua organização de manutenção, realizada por nossos especialistas em manutenção industrial. umente a produtividade, graças a um plano de ações proposto pela. Locação de ferramentas xperts & Tools oferece para locação uma vasta seleção de ferramentas de grande porte para a manutenção de seus rolamentos: aquecedor de rolamentos, porcas hidráulicas, etc. Consulte a para maiores informações. 11

14 Tabelas de equivalências teóricas Rolamentos padronizados Tipo de rolamento specificação técnica FG Com 1 carreira de esferas Séries (61800)6900(61900) / L200L300 Com 2 carreiras de esferas Séries Com 1 carreira de esferas De contato angular (gama padronizada) Séries (71800) 7900(71900) utocompensador com 2 carreiras de esferas Séries Com 2 carreiras de esferas de contato angular Séries Séries Rolamento axial (batente) de esferas escora simples e dupla Séries Com 1 carreira de esferas com 4 pontos de contato Séries QJ2000 QJ300 Com 1 carreira de rolos cilíndricos Séries N, NU, NUP, NJ / Séries N, NU, NUP, NJ / Com 2 carreiras de rolos cilíndricos Séries NN, NNU,... Com 1 carreira de rolos cônicos Séries 30200/ /200/300 utocompensador com 2 carreiras de rolos Séries Séries Rolamento axial (batente) de rolos Séries ou 2 defletores em chapa 1 ou 2 vedações com contato 1 ou 2 vedações sem contato Ranhura sem / com segmento de bloqueio Folga interna (diferente do jogo radial normal) Gaiola de poliamida Sem rasgo de enchimento Folga interna (diferente do jogo radial normal) Ângulo de contato 40 Ângulo de contato 15 Gaiola de poliamida Gaiola de chapa de aço Gaiola maciça de latão mparelhável Gaiola de chapa de aço Gaiola de poliamida 2 vedações com contato Folga interna (diferente do jogo radial normal) Furo cônico 1:12 Ângulo de contato 32 a 35 com rasgo Ângulo de contato 25 a 32 com rasgo Gaiola de poliamida Gaiola de chapa de aço 1 ou 2 defletores de chapa 1 ou 2 vedações com contato 1 ou 2 vedações sem contato Folga interna (diferente do jogo radial normal) Gaiola de chapa de aço Gaiola maciça de latão Gaiola de poliamida Gaiola de poliamida Gaiola maciça Folga interna (diferente do jogo radial normal) Gaiola de poliamida Gaiola de aço Gaiola maciça Capacidade reforçada Folga interna (diferente do jogo radial normal) Folga interna para anéis emparelhados Gaiola de aço Capacidade reforçada Gaiola de poliamida Gaiola de poliamida Gaiola de chapa de aço Gaiola maciça de latão Capacidade reforçada Folga interna (diferente do jogo radial normal) Furo cônico / conicidade 1:12 Furo cônico / conicidade 1:30 Ranhura e furos de lubrificação Tratamento de estabilização specificação aplicações vibratórias / peneiras Gaiola de chapa de aço Gaiola maciça de latão Capacidade reforçada Z / ZZ LU / LLU L / LL N / NR C T2 L1 G J T2 Sem 3xxx 3xxxS T2 5xxxSCZZ 5xxxSCLLD/LLU 5xxxSCLLM J T2 L1 T2 ou T2X G1, L1 C1N, CON etc... Prefixo 4T, T T2 T2 L1 Ultage 30 D1 TS UVS1, UVS2 Z / ZZ / N / NR J20 / J30 etc... C M G G15 J20 / J30 etc... G ZZ J20 / J30 etc... G15 M J20 / J30 etc... G15 M J20 / J30 etc..., V G15 M, M, Ultage 30 W33 F800, F801 ZR / 2ZR RSR / 2RSR RSR/2RSRRS/2RS N / NR TVP MP U / UO TV 2RS TVH / TVP ZR / 2ZR RSR / 2RSR RSR / 2RSR M, MP TVP MP TVP2 M, M1 TVP M, M, M 1, Xlife 30, S T41, T41D M Z / 2Z RS1 / 2RS1 RZ / 2RZ N / NR TN9 P J M C / G TN, TN9 2RS1 TN9 Z / 2Z RS1 / 2RS1 RS1 / 2RS1 TN, TN9 Sans suffixe P J M C C, CC, C, CC, C, CC, C, CC, xplorer 30 V405 Z / ZZ DU / DDU V / VV N / NR TNG C T85 / TYN W G / SU TNG 2RS TNG J Z / 2Z DU / DDU V / VV M M, M T W M Prefixo HR C, CD, M HPS 30 4, S11 U15VS M 12

15 SS US..G2 X..G2 UC..G2 UCP USP UP..H XP RSY PSY RS..N US..G2 MUC..FD X..G2 SP SY..WF PS..N X..G2 U..G2H SYJ..F SS S..G2 UC..G2 SY..FM SY..TF NP NP.. NP10... NP..DC NP..C UCPL USPL UPL..H XPL SL UCP..D1*2CU SP UP..D1,H23..X* ULP..D1W3** XCU LP..D1 UCP** USP UP..H** XP** UCP UP..+H23.. UCP RSY JIS UCP MUC..FD S..G2 SUC USFL UFL..H XFL RCJTY PCJTY RCJT..N SS U..G2H FYTJ..F FYT..WF PCJT..N X..G2 SS S..G2 FYT..FM SFT SFT.. MSFT.. SFT..DC SFT..C SPL UCFL..D1* SFL..D1 UFL..D1; H23..X* ULFL..D1W3** LFL..D1 SL..C UCFL** USFL UFL..H** XFL** SFL UCFL UFL UFL.. + H23.. WFL SP RCJTY.. JIS WP NP UCFL FL UFL..+ H HFL UP..+H23.. UCFL UFL SFL..FM UCFLZ USFLZ UFLZ..H XFLZ UP NP..M SP...M RCJTZ SS SFD..D1 USFD U..G2H 2CU UCHP..D1 UCPH USPH UPH..H XPH UCPH UPH..+H23.. FLCTY GLCT UCPH UFD NFD UCPH LCT NFD UCP USP UP..H XP SP LFTC.. LFTC..C RSHY PSHY RSH..N PSH..N USF SF SYF..TF SYF..FM PSFT SNP SNP.. SNP..DC SNP..C UCF..D1 UF ; H23..X LF..D1 UCUP..D1 SUP.. UUP..D1,H23..X ULUP..D1W3 LUP..D1 UCF USF UF..H XF SF UCP/UCPG USP/USPG UP..H/UPG..H XP/XPG SP/SPG UCF UCP UP WP UC..G2 UCF UCP UCF UCP UCT..D1* ST..D1 UT..D1, H23..X* ULT..D1W3** LT..D1 UCF USF UF..H XF SF UCT** UST UT..H** XT** ST RCJY PCJY RCJ..N PCJ..N RTUY PTUY FY..TF FYJ..F FY..WF FY..FM TUJ..TF RTU TU..FM SF SF.. MSF.. SF..DC SF..C ST ST.. MST.. ST..C UCF..D1* SF..D1 UF..D1,H23..X* ULF..D1W3** LF..D1 UCT UT.. + H23.. ST..DC UCF** USF UF..H** XF** SF UCT UT.. + H WT HT UCF UF..H23.. WF UCT UT UCF UF..H23.. UCT.... D1 UT...D1 RCJY.. JIS UCT+ W UST+ W UT..H+W XT+W ST+ W UCF UF SF..FM UCT.. + W UCFS..D1 UFS..D1,H23..X ULFS..D1W3 UCT.. + W UCFS UFS..H XFS UCFS UFS..H23.. UCSP USSP USP..H XSP SSP UCFS T T.. T..C UCFS UFS SPR 1 SPR 11 & 21 SPR 12 & 22 SPR 14 & 24 UCFC USFC UFC..H XFC SFC HUS.. RMY PMY RM PM T FC FC.. FC..DC FC..C UCH..D1 UCFC..D1*** SFC..D1 UFC..D1, H23..X*** ULFC..D1W3 LFC..D1 UCH USH UH..H XH SH SCH US..G2 UC..G2 U..G2HSPH UC..G2 (1) U..G2H S..G2 LFD..D1 UC..G2 PTU LPT2..10 UCFC USFC UFC..H XFC SFC PHY RH PH FYC..TF FYC..WF FYC..FM UCH UCFC UFC..+ H23.. WFC UCCH UCFC UFC.. +H HFC UCC..D1 SC.. UC..D1,H23..X* ULC..D1W3* LC..D1 UCFC UFC UCC USC UC..H** XC** SC USF SF UCC UC.. + H23.. RF UCC USFT SFT UCC UC PCFTR Rolamentos abaulados Furo quadrado, cilíndrico e hexagonal Com anel externo cilíndrico 1S... (1) 3SS... (1) NC DC.. DS.. SC W2..PP../ GW2.. PP.. W2..PP../ GW2.. PP.. GV..TT / V.. TT (.H..) Fafnir W2..PP../ GW2.. PP.. Type 3 Type 4 Type 1 Type 2 P412 W2..PP../ GW2.. PP.. Type 5 Type 6 Type 7 1H... 2H... HPC HPS SC..RR....RR.. S..RR Fafnir..RR....RR.. NC NC 1C... (1) DC2.. 3C... (1) DS2.. SC W2..PP../ GW2..PP.. W2..PP../ GW2..PP.. W2..PP../ GW2..PP.. W2..PP../ GW2..PP.. Fafnir Type 1 Type 2 P422 Type 3 Type 5 Type 7 P424 UCS...D1N US..G2 UC..G2 U..G2HSFD SPT2..10 Rolamentos específicos UCS2..D1** UCS2..D1N ULS2..D1** ULS2..D1N LS2..NW3 LS2..D1NW3 SS2..N SS2..D1N CUC2.. CX2.. CS2.. CUS2.. UR2.. NR C 13...CG CG 11...DC 11...DCG R.. R.. D1N HR2.. ULS ULS LS2 P406 D1 D1N ULSSR2.. **: também disponívelucs...d1 para a Série 300..RR ULS2 P396 UCS...D1N Temperaturas 0 C D1 ULS 0 C 0 C R..NPP NR ULS2 P396 UCS...D1 Vedações 0 C..LLJ...HT2..CT1..L3..L4..T20..T04..PP()3..F F101T..2RF..V201..V201..HR 5..CR 2 T... FS..HLT..HLT..LLJ..HT2.CT1..L3 13 MUC..FD SFLZ S..G2 ULHP..D1W3 M SFL UCFL SUC US..G2 X..G2 3CU US..G2 SUC MUC..FD FYT..TF (1) Outros desenhos sob encomenda 3CU SS US..G2 X..G2 Mancais autoalinháveis de ferro fundido S..G2 2 S..G2 SUC MUC..FD SS2 P394 *: Também disponível para as Séries 300 e X (tamanho médio) / ** Também disponível para a Série 300 / ***Também disponível para a Série x (tamanho médio) (1) Para SP, 4 versões de caixa disponíveis G2

16 Mancais autoalinháveis X..G2 MUC..FD Rolamentos abaulados SUC X..G2 SUC MUC..FD ço inoxidável Séries 200 Séries 300 Séries X UC2..D1 UC3..D1 UCX..D1 UC2..G2 UC3..G2 GY..RR / GY RRF107 FUCPM.. SUCF SSF SUCP SSP MUCF MUCP DODG F4SCZ DODG P2SCZ SUCT SST FUCFM../LP03 MUCT SUCFL SSFL MUCFL DODG F2SCZ UC2 SUCP SSP MUCP S..G2 US..G2 UC3 S..G2 UC2 UC..G2 FUCPR2.. ** GNP FUCFLR2../LP03** GSFT SY..TH/GF FYT..TH/GF RSY..TN V RCJTY..TN V PNP..CR PSFT..CR FUCFR2../LP03* GSF FY..TH/GF RCJY..TN V PSF..CR *: preto **: branco ou preto UC2 UC3 Mancais autoalinháveis X..G2 MUC..FD UC2 UCX MUC..FD MUC..FD X..G2 SPP LPP..W3 SPFL LPFL USPP SPP USPFL SPFL PY P RTY RT P..RM P..FM PFT..RM PFT..FM LP..C SLFL.. SLFL..C PP..Z2 HPP..Z2 UPFL NPFL SPP SPP..FM PFL HPFL USPFT SPFT SPFL SPFL..FM RTRY RTR USPF SPF PFD..RM PFD..FM MSTU SLFT.. SLFT..C SPF LPF..W3 PFT USPF SPF RY R PF..RM PF..FM U..G2H SLF.. UC..G2 SLF..C UPF NPF PF HPF SPF SPF..FM US..G2 UC..G2 S..G2 S..G2 UC..G2 UC..G2 SS US..G2 US..G2 S..G2 Tampa de aço (inox) Tampa de ferro fundido C D Tampa de chapa Tampa termoplástico SS UC3...D1 UCX...D1SS UC2 UC3 UCX UC2 UC3 UCX UL2..D1W3 UL3..D1W3 X2..G2 X3..G2 G..RR YL2..2F 10..DCG W2 UG2..+R N2 U2..D1, H23..X U3..D1, H23..X UX.., H23..X U2..G2H U3..G2H YS2..2F, H G, H3 U2..+H23 U3..,H23 UX..,H23 U2..+H23 U3 UX U2.., H23..X U3.., H23..X UX.., H23X S2 US2..G2 GY..NPP YT2 12..G S2 S2 L2..W3D1 S2..G2 GR..NPP YT2 12..CG L2..W3D1 H2.. S2 SUC2 DODG SCZ MUC2 UC2..S6 SS2 DODG FUC2..D1 MUC2..FD YR2..2RF/HVGF US..G2V GY..RR J10...GCR CS2..LLU 62..S 2..NPP RS RS1 CS2..LLU C2 FG RSR UC3 U..G2H UC3 FUC2..D1 SUC SS SUC SS MUC..FD U..G2HU..G2H Rolamento abaulado anel de borracha Tampas Fechada SM SCC../SCC.. D.. berta S SCO../SCO.. C C Fechada CM FD C berta C FC C Fechada PCC....P S CY.. berta PCO.. Fechada RM CF.. CL.. berta R CV.. CY.. Materiais US..G2 UC2...D1 Chapa de aço S..G G SUC X..G2 X..G2 UC..G2 10..G Termoplástico YR2..2F UCX Mancais autoalinháveis Tampas a usar com mancal de: : ferro fundidoinox / :f erro fundido / C: ferro fundido / D: termoplástico 14 UCX U..G2H UCX Rolamento abaulado SUC SS U..G2H nel de borracha SR2.. S2..SRS SR2 RR R..NPP RR YT RIS L T2066 CSR2.. CS2..SRS SRC2, RCSM R..NPP RCSM daptado para corpo de aço inoxidável daptado para corpo de chapa daptado para corpo de ferro fundido daptado para corpo de termoplástico tabela fornece informações para formas equiparáveis. la não garante a intercambialidade exata em termos dimensionais.

17 Rolamentos de agulhas N (Fw < 14 mm) N R N T2 RN48 RN49 (Fw < 14 mm) RN49 R RN49 L RN49 LL RN59 RN69 (Fw < 14 mm) RN69 R (Fw<40 mm : 1 carreira) (Fw>=40 mm : 2 carreiras) N N TV RN48 RN49 RN49 RSR RN49 2RSR RN69 (Fw<40mm) RN69 ZW TF RN48 RN49 IO RN49 U RN49 UU RN69 (Fw <= 35 mm : 1 carreira) (Fw > 35 mm : 2 carreiras) TORRINGTON N N TN RN48 RN49 RN49 RS RN49 2RS RN69 (Fw < 40 mm : 1 carreira) (Fw >= 40 mm : 2 carreiras) N RN49 NDLL OYO NQ RN49...R RN59 RN69 N N TN RN48 RN49 RN49 RS RN49.2RS RN69 Mc GILL mm inch NS RPN N+1R (Fw < 14 mm) N R+1R N T2+1R N48 N49 (d < 10mm) N49 R N49 L N49 LL N59 N69 (Fw < 10mm) N69 R (Fw<= 32mm : 1 carreira) (Fw>32 mm : 2 carreiras) NS+1R PN 1R 1R D RNO RNO T2 RNO ZW NO NO T2 NO ZW MR MR+MI MI NS RPN NI NI TV N48 N49 N49 RSR N49 2RSR N69 (Fw<32mm) N69 ZW NIS PN IR IR IS1 RNO RNO TV RNO ZWSR1 NO NO TV NO ZWSR1 NCS NCS+PI PI TR TFI N48 N49 N49 U N49 UU N69 (Fw <= 30 mm : 1 carreira) (Fw > 30 mm : 2 carreiras) TRI IRT RNF RNF N RNFW NF NFW R RI IR NS NJ NJ TN N48 N49 N69 (Fw < 32 mm : 1 carreira) (Fw >= 32 mm : 2 carreiras) NJS JR, JRZ JR JS1 RNO RNO TN NO NO TN HJ HJ+IR IR NI IM P NQS NQI N49, N49 R N49...UU N59 N69 NQIS IRM NS RPN NI NI TN N48 N49 N49 RS N49.2RS N69 NIS IR IR IS1 RNO RNO TN NO NO TN MR MR+MI MI Rolamentos de agulhas combinados mm NX NX Z NX + 1R NX Z + 1R NI59 NI59 R NXR NXR Z NXR + 1R NXR Z + 1R XN RN NX NX Z NX + IR NX Z + IR NI59 NI59 NXR NXR Z NXR + IR NXR Z + IR ZRN IO NX NX Z NXI NXI Z NT59 NT59 NX Z NXI Z TORRINGTON NXR Z NDLL XN RN OYO NX NX Z NI59 NI59 NXR Z Mc GILL Gaiolas de agulhas mm inch T2 MJ P GP, G ZW PCJ TV Z ZW C IO T TN T G TV G TW TORRINGTON, F TN, W S ZW WJ, WJC M NDLL OYO R, RS RFN V, VS VS P R P, UR P RFNU WR, WRS TN ZW Mc GILL uchas de agulhas mm inch IO TORRINGTON NDLL OYO Mc GILL H, H F(M) H T2 H L H LL H ZWD H D HM HM L HM LL HM ZWD T2 L ZWD DCL, DCL T2 DCL L DCL LL DCH H H TV H RS H 2RS H ZW H S1 TV RS ZW SC, SC TV SC P SC PP SCH TL Z TL UU TLW Z T Z TW Z TLM TLMW Z H Z H H RS H 2RS H S1 RS J, JH JT JTT JH H, (D) H, (D ), (DF) TM FNM TM U TM UU TM OH HTM HTM U HTM UU MM MM U T HT H H TN H RS H 2RS H ZW TN RS 15

18 cessórios Rolos de leva sobre eixo F WR R G GD R R H RT R X R XH RT X R LL R LLH RT LL R XLL R XLLH RT XLL RV H RVT RV XH RVT X RV RV X RV LL RV LLH RVT LL RV XLL RV XLLH RVT XLL RMV XH NUR NUR H NUR X NUR XH NURT NURT X RM XH RX RU RU X RU LL RU XLL RVU RVU X RVU LL RVU XLL NURU NURU X CR CR X CR H CR XH CR LL CR XLL CR LLH CR XLLH CRV CRV X CRV H CRV XH CRV LL CRV XLL CRV...LLH CRV...XLLH R (<22mm) R S (<22mm) R (>= 22 mm) R X (<22mm) R SX (<22mm) R X (>= 22 mm) R PP (<22mm) R PPS (<22mm) R PP (>= 22 mm) R XPP (<22mm) R XPPS (<22mm) R XPP (>= 22 mm) RV (>= 22 mm) RV SX (<22 mm) RV X (>=22mm) RV (<22mm) RV X (<22mm) RV PP (<22mm) RV PPS (<22 mm) RV PP (>=22mm) RV XPP (<22mm) RV XPPS (<22 mm) RV XPP (>=22mm) NUR NUR X CF Y CF CF YPP CF PP CF R CF R CFRU1 CF CF CF UUR CF UUR CF UU CF UU CF VR CF V CF VR CF V CF VUUR CF VUUR CF VUU CF VUU CFS...V NUCF R CFS CFSFU CFS R CFS CFS UUR CFS UU CFS VR CFS V CFS VUUR CFS VUU CR R CR CR R CR CR UUR CR UU CR UUR CR UU CR VR CR V CR VR CR V CR VUUR CR VUU CR VUUR CR VUU R R S R DZ R 2RS R DZ.2RS RV RV DZ RV 2RS RV DZ.2RS NUR NUR 2.S NUR DZ CRC CR CRC CR CRCS CRS CRCS CRS GC GCL GC GCL GC M R M M UUR M UU CM R CM CM UUR CM UU DM R CR R R S R X R PP R PPS R PPX RV S RV RV X RV PP RV PPS RV PPX NUR MCFR MCFR MCFR X MCFR X MCFR...S MCFR S MCFR SX MCFR SX MCF MCF X MCF MCF X MCF S MCF S MCF SX MCF SX MCFD CCF CF CCF CF CCF S CF S CCF S CF S NR WR R G SD F WR R OS DS NRO. NRO IG. P IG. R T LF L RN F RN SW R G SD mm mm Inch IO IO TORRINGTON TORRINGTON NDLL NDLL OYO OYO Mc GILL Mc GILL 16

19 Rolamentos axiais (batentes) de agulhas e de rolos Came de disco sem eixo X T T S11 WS811 WS812 WS874 WS893 GS811 GS812 GS874 GS T T NTC NW NW NWC NWD RN2 RN2 X N2 N2 X NR RN22 LL RN22 XLL N22 LL N22 XLL NTR NTR X NTR LL NTR XLL NTV NTV X NTV LL NTV XLL NUTR NUTR X NUTW NUTW X NCV NCV X NCV LL NCV XLL X 811 M 811 TV 812 M 812 TV M S WS811 WS812 WS874 WS893 GS811 GS812 GS874 GS M 811 TV 812 M 812 TV M TC TW TW TWC TWD RSTO RSTO X STO STO X RN22.2RSR RN22.2RSRX N22.2RSR N22.2RSRX NTR NTR X NTR PP NTR XPP NTV NTV X NTV PP NTV PPX NUTR NUTR...X RF Y RF RF YPP RF PP NT Z Z S WS WS GS GS Z Z RNST R RNST NST R NST NST ZZR NRT R NRT NRT VR NRT VUUR NURT R NURT CRY VR CRY V CRY VUUR CRY VUU X 811 LP 811 TVP 812 LP 812 TVP S WS811 WS812 GS811 GS LP 811 TVP 812 LP 812 TVP NT TR TR TRC TRD RSTO RSTO DZ STO STO DZ RN22.2RS RN22.2RS.DZ N22.2RS N22.2RS.DZ NTR NTR DZ NUTR NUTR.DZ YCR YCRS FG FGL FG FGL FGU FGUL TP W CZM R CXM R CXM CXM UUR CXM UU CYM R CYM CYM UUR CYM UU DCZM R X 811 M 811 TN 812 M 812 TN 893 M S WS811 WS812 WS893 GS811 GS812 GS M 811 TN 812 M 812 TN 893 M RSTO RSTO X STO STO X NST.2Z RN22.2RS RN22.2RSX N22.2RS N22.2RSX NTR NTR X NTR PP NTR PPX NTV NTV X NTV PP NTV XPP NUTR NUTR...X MCYRR MCYRR X MCYRR S MCYRR SX MCYR MCYR X MCYR S MCYR SX MCYRD CCYR CYR CCYR S CYR S IO IO TORRINGTON TORRINGTON NDLL NDLL OYO OYO Mc GILL Mc GILL mm mm inch inch 17

20 Prefixos e Marca Prefixos Descrição C CH C C1 CO T T F FL HL LH M ML MLCH ML MLCH MX N T TM TS TS2 TS3 TS4 4T 5S Rolamentos com compensação de dilatação térmica Rolamento híbrido, anéis de aço, esferas de cerâmica Rolamentos de aço cementado Rolamentos de aço cementado nitretado Rolamentos com compensação de dilatação térmica Rolamentos com compensação de dilatação térmica, versão alta temperatura Rolamentos de rolos cônicos com vida útil aumentada Rolamentos de rolos cônicos de aço cementado reforçado Rolamentos de rolos cônicos de aço cementado reforçado nitretado Rolamentos de aço inoxidável Rolamentos flangeados com anel externo Tratamento de superfície Rolamentos autocompensadores de rolos com vida útil aumentada Rolamentos com tratamento de superfície Rolamento de contato angular de alta precisão para alta velocidade Rolamento de contato angular de esferas de cerâmica de alta precisão para alta velocidade Rolamento de contato angular de alta precisão para alta velocidade, vedação bilateral por juntas sem contato Rolamento de contato angular de esferas de cerâmica de alta precisão para alta velocidade, vedação bilateral por juntas sem contato Tratamento anticorrosivo Composição de material especial Rolamentos de aço nitretado Rolamentos de aço especialmente tratado Rolamentos para temperaturas de funcionamento elevadas Tratamento de estabilização para temperaturas superiores a 160 C Tratamento de estabilização para temperaturas superiores a 200 C Tratamento de estabilização para temperaturas superiores a 250 C Rolamentos de rolos cônicos de aço cementado reforçado Rolamentos com elementos rolantes de cerâmica 18

21 Sufixos e Marca Sufixos Descrição / / / / D 1 G 3, 5, 7 C C C9, C0, C1 C2 C3 C4 C5 CMxx CM09 CM13 CM17 CM21 CM25 CM30 CM35 CM40 CM45 CM50 CSxx CT1 CxN CNL, CNS C/C12 CC CO D D D D DF D** DS Modificação da concepção interna Rolamentos com uma carreira de esferas de contato radial com capacidade aumentada Rolamentos com uma carreira de esferas de contato angular, gaiola de poliamida Rolamentos com duas carreiras de esferas de contato radial, sem rasgo, gaiola de poliamida Rolamentos com duas carreiras de esferas de contato angular, sem rasgo, gaiola de poliamida Vedação VRing versão para mancal SNC (opcional com vedação FS) Ângulo de contato 25 Desmontável xecução padronizada dos rolamentos autocompensadores de rolos Ângulo de contato 40 para rolamento de esferas de contato angular 32 para rolamentos de duas carreiras de esferas de contato angular 40 para rolamentos de uma carreira de esferas de contato angular 20 para rolamentos de rolos cônicos Rolamentos com uma carreira de esferas de contato angular para emparelhamento universal não précarregado Precisão segundo as normas C 3, 5 ou 7 Ângulo de contato 15 para rolamento de esferas de contato angular Ângulo de contato aumentado para rolamentos de rolos cônicos Jogos especiais de alta precisão Folga interna menor que a folga normal Folga interna maior que a folga normal Folga interna maior que C3 Folga interna maior que C4 Folga média em mícrons para rolamentos de esferas com diâmetro 10 a diâmetro 50 mm jogo interno especial, valor médio entre 5 e 13 μm jogo interno especial, valor médio entre 9 e 17 μm jogo interno especial, valor médio entre 13 e 21 μm jogo interno especial, valor médio entre 17 e 25 μm jogo interno especial, valor médio entre 21 e 29 μm jogo interno especial, valor médio entre 25 e 35 μm jogo interno especial, valor médio entre 30 e 40 μm jogo interno especial, valor médio entre 35 e 45 μm jogo interno especial, valor médio entre 40 e 50 μm jogo interno especial, valor médio entre 45 e 55 μm Folga interna média em mícrons (1 mícron = 1 μm = 0,001 mm) Mancal para baixa temperatura 60 C Intervalos de folga reduzidos (mas folga média idêntica), anéis emparelhados Folgas internas para rolamentos miniaturas de precisão Índice de concepção interna para rolamentos de rolos cônicos Tampa de proteção fechada de aço inoxidável para mancais autoalinháveis Tampa de proteção aberta de aço inoxidável para mancais autoalinháveis Ângulo de contato aumentado para rolamentos de rolos cônicos Furos de lubrificação (sem ranhuras) Rolamentos de esferas de contato angular de alta precisão lubrificados Disposição em O Disposição em X Graxas Junta bilabial para mancal SNC 19

Classificação e Características dos Rolamentos

Classificação e Características dos Rolamentos Classificação e Características dos 1. Classificação e Características dos 1.1 dos rolamentos A maioria dos rolamentos é constituída de anéis com pistas (um anel e um anel ), corpos rolantes (tanto esferas

Leia mais

ÍNDICE 1. ROTEIRO PARA SELEÇÃO DE ROLAMENTOS...2

ÍNDICE 1. ROTEIRO PARA SELEÇÃO DE ROLAMENTOS...2 ÍNDICE 1. ROTEIRO PARA SELEÇÃO DE ROLAMENTOS...2 1.1. NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO DO ROLAMENTO.... 2 1.1.1. Séries Dimensionais:... 2 1.1.2. Símbolos das Séries de Rolamentos... 2 1.1.3. Símbolos de Furo...

Leia mais

Rolamentos de rolos cônicos

Rolamentos de rolos cônicos Rolamentos de rolos cônicos Rolamentos de rolos cônicos 314 Definições e aptidões 314 Séries 315 Variantes 315 Tolerâncias e jogos 316 Elementos de cálculo 318 Elementos de montagem 320 Prefixos e sufixos

Leia mais

1. Estruturas e tipos de rolamentos

1. Estruturas e tipos de rolamentos 1. Estruturas e tipos de rolamentos 1-1 Estrutura Os rolamentos normalmente consistem de anéis de rolamento, elementos de rolagem e uma gaiola (veja Fig. 1-1). Os elementos de rolagem são dispostos entre

Leia mais

Batentes. Batente de esferas 378. Batentes autocompensadores de rolos 384

Batentes. Batente de esferas 378. Batentes autocompensadores de rolos 384 Batente de esferas 378 Definições e aptidões 378 Séries 378 Tolerâncias 379 Elementos de cálculo 379 Elementos de montagem 379 Características 380 Batente de esferas de efeito simples 380 Batentes autocompensadores

Leia mais

NTN-SNR: uma resposta específica para a mineração

NTN-SNR: uma resposta específica para a mineração NTN-SNR: uma resposta específica para a mineração www.ntn-snr.com With You A NTN-SNR ROULEMENTS figura entre os maiores fornecedores de produtos e soluções do mercado de rolamentos. Para nós, estar próximos

Leia mais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais Seleção do 2. Seleção do Os s e de estão disponíveis numa variedade de tipos, formas e dimensões. Quando se faz a correta seleção do para a sua aplicação, é importante considerar diversos fatores, e analisar

Leia mais

Rolamentos para Siderurgia Guia de Produtos

Rolamentos para Siderurgia Guia de Produtos Rolamentos para Siderurgia Guia de Produtos CAT. No. 9211 P NTN NTN Produtos que trazem benefícios em várias aplicações Equipamentos de siderurgia pertencem a grandes linhas que operam 24 horas por dia,

Leia mais

Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida

Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida A Competência é Nossa - A Vantagem é Sua Aplicações Qualidade para Todos os Casos: Rolamentos de Fixação Rápida na Indústria Os rolamentos de fixação rápida estão

Leia mais

Caixas para rolamentos e

Caixas para rolamentos e Caixas para rolamentos e acessórios Série SNN e Série SD NSK, sua provedora de soluções Os números e sua história comprovam o sucesso A NSK é uma das líderes mundiais na fabricação de rolamentos: com 62

Leia mais

Industry. Rolamentos SNR : uma garantia para a sua safra sucro-alcooleira

Industry. Rolamentos SNR : uma garantia para a sua safra sucro-alcooleira Industry Rolamentos SNR : uma garantia para a sua safra sucro-alcooleira O açúcar cristaliza os problemas mecânicos: A SNR reage a eles Hoje, ao diversificar os produtos, sabores e texturas, o mundo do

Leia mais

Armazenagem. 1 Embalagem. 2 Condições de armazenagem

Armazenagem. 1 Embalagem. 2 Condições de armazenagem H Armazenagem Os rolamentos devem ser armazenados num local sadio. Determinadas regras devem ser respeitadas para que possam conservar as suas qualidades originais. 1 Embalagem O rolamento é protegido

Leia mais

Dimensões 01深溝玉.indd 138 01深溝玉.indd 138 2007/08/22 16:27:39 2007/08/22 16:27:39

Dimensões 01深溝玉.indd 138 01深溝玉.indd 138 2007/08/22 16:27:39 2007/08/22 16:27:39 Dimensões Rolamento Fixo de Esferas Precisão Página 52 Folga interna Página 64 Dimensões de anel de retenção Página 45 Devido à sua versatilidade, o Rolamento Fixo de Esferas de Uma Carreira é o tipo

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Buchas Guias Mancais de Deslizamento e Rolamento Buchas Redução de Atrito Anel metálico entre eixos e rodas Eixo desliza dentro da bucha, deve-se utilizar lubrificação.

Leia mais

Rolamentos de Rolos Cônicos

Rolamentos de Rolos Cônicos Rolamento de rolos Rolamento de duas carreiras de rolos cônicos Rolamento de quatro carreiras de rolos cônicos 1. Tipos, qualidades e características Os rolamentos de rolos cônicos são construídos de tal

Leia mais

Caixas SNH. www.fcm.ind.br VE-001-SNH. Copyright FCM 2001

Caixas SNH. www.fcm.ind.br VE-001-SNH. Copyright FCM 2001 Catálogo Eletrônico VE-001-SNH www.fcm.ind.br Caixas SNH Copyright FCM 2001 O conteúdo deste catálogo é de propriedade da empresa FCM - Fábrica de Mancais Curitiba Ltda., sendo proibida a reprodução parcial

Leia mais

EVERYWHERE YOU TURN TM

EVERYWHERE YOU TURN TM EVERYWHERE YOU TURN Proposta de valor Vida útil prolongada* Lubrificação em áreas múltiplas Recurso dinâmico de alinhamento Livre de manutenção sem necessidade de relubrificação diária Economize tempo

Leia mais

Vedações. www.fcm.ind.br VE-001-VED. Copyright FCM 2001

Vedações. www.fcm.ind.br VE-001-VED. Copyright FCM 2001 Catálogo Eletrônico VE-001-VED www.fcm.ind.br Vedações Copyright FCM 2001 O conteúdo deste catálogo é de propriedade da empresa FCM - Fábrica de Mancais Curitiba Ltda., sendo proibida a reprodução parcial

Leia mais

Mancais para rolamentos de fixação rápida. A competência é nossa A vantagem é sua

Mancais para rolamentos de fixação rápida. A competência é nossa A vantagem é sua Mancais para rolamentos de fixação rápida A competência é nossa A vantagem é sua A p l i c a ç õ e s Qualidade para todos casos: Rolamentos de fixação rápida na indústria Os rolamentos de fixação rápida

Leia mais

Rolamentos de esferas Rolamentos de rolos Caixas Acessórios. Rolamentos. Rolamentos FAG Ltda.

Rolamentos de esferas Rolamentos de rolos Caixas Acessórios. Rolamentos. Rolamentos FAG Ltda. Rolamentos FAG Rolamentos de esferas Rolamentos de rolos Caixas Acessórios Rolamentos Rolamentos FAG Ltda. Catálogo WL 41 520/3 P Designações, iniciadas com números Página 10 Rolamento autocompensador

Leia mais

Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol

Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol Rolamentos para Todas as Necessidades da Sua Usina A Solução Perfeita para Qualquer Aplicação Com suas duas fortes marcas, INA e FAG, a qualidade

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA. Manual de Rolamentos e Mancais Monoblocos Autocompensadores

INDÚSTRIA BRASILEIRA. Manual de Rolamentos e Mancais Monoblocos Autocompensadores R INDÚSTRIA BRASILEIRA Manual de Rolamentos e Mancais Monoblocos Autocompensadores Histórico A empresa foi fundada em 23 de setembro de 1962, na cidade de São Paulo, cujo objetivo social era importação

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Curso de Engenharia de Produção Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Mancais: São elementos de máquinas que suportam eixo girante, deslizante ou oscilante. São classificados em mancais de: Deslizamento

Leia mais

Fuso de esferas de precisão/eixo estriado

Fuso de esferas de precisão/eixo estriado 58-2BR s BNS-A, BNS, NS-A e NS Vedação Anel externo Placa para calços Vedação Castanha do eixo estriado Eixo Vedação Colar Placa para calços Vedação Bujão terminal Esfera Anel externo Castanha do fuso

Leia mais

Bipartida Axialmente

Bipartida Axialmente Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam

Leia mais

Cilindro de bielas de pistão Cilindro padronizado ISO 15552, série ITS. Catálogo impresso

Cilindro de bielas de pistão Cilindro padronizado ISO 15552, série ITS. Catálogo impresso ISO 15552, série ITS Catálogo impresso 2 ISO 15552, série ITS Ø 160-320 mm Conexões: G 3/4 - G 1 com efeito duplo com pistão magnético Amortecimento: pneumático, regulável Haste do pistão: rosca externa

Leia mais

MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção.

MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção. MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção. Os mancais em geral têm como finalidade servir de apóio às

Leia mais

Industry. Mancais auto-alinháveis SNR em ferro fundido e em chapa de aço

Industry. Mancais auto-alinháveis SNR em ferro fundido e em chapa de aço Industry Mancais auto-alinháveis SNR em ferro fundido e em chapa de aço Generalidades Mancais Nos paliers auto-alinháveis s alignent SNR, muito suralém toutes do vos normal attentes. Muito além do normal!

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Mancais TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Introdução à Mancais O mancal pode ser definido como suporte ou guia em que se apóia o eixo; No ponto

Leia mais

Fábrica de Mancais Curitiba Ltda

Fábrica de Mancais Curitiba Ltda Caixas SNH e SN30 Fábrica de Mancais Curitiba Ltda SNH As caixas de rolamentos com base SNH foram projetadas para possibilitar maior flexibilidade na escolha do rolamento, vedação e lubrificação. Foram

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

Rolamentos de Rolos Cilíndricos

Rolamentos de Rolos Cilíndricos Rolamentos de Rolos Cilíndricos Tolerância Página 52 Folga interna Página 64 axial Página 34 Modelos e Formatos Os Rolamentos de Rolos Cilíndricos NACHI são produzidos em uma larga variedade de projetos

Leia mais

Industry. SNR, a solução concreta para suas aplicações

Industry. SNR, a solução concreta para suas aplicações Industry SNR, a solução concreta para suas aplicações Suas exigências e nosso savoir-faire: uma mistura homogênea O cimento, na forma de concreto, está presente em todos os lugares. Todo nosso ambiente

Leia mais

Rolamentos Autocompensadores de Rolos

Rolamentos Autocompensadores de Rolos Rolamentos Autocompensadores de Rolos HPS, redefinindo padrões. Diagnóstico Rápido de Falhas de Rolamentos Obtenga un desempeño máximo. red Maior vida útil Tecn de D Exclusivo através d analítica Tecnologia

Leia mais

Quando há necessidade de vedação máxima.

Quando há necessidade de vedação máxima. Quando há necessidade de vedação máxima. Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Sistemas de vedação para todos os requisitos NORD Partners in motion Parceiros em movimento Quando há necessidade

Leia mais

Rolamentos autocompensadores de rolos

Rolamentos autocompensadores de rolos Rolamentos autocompensadores de rolos www.ntn-snr.com Os erros ou omissões que possam existir no presente catálogo, apesar do cuidado dispensado à sua realização, não resultam na responsabilidade da NTN-SNR

Leia mais

Vedação => TC. Vedação => TA. Vedação => TG. Vedação => TS

Vedação => TC. Vedação => TA. Vedação => TG. Vedação => TS Montagem das caixas SNHL Vedação => TC Vedação => TA Vedação => TG Vedação => TS Burger S/A Industria e Comércio Técnica/di 15/05/2009 66 Vedação TC Vedadores de Feltro TC Os vedadores são constituídos

Leia mais

Fuso de esferas de precisão com pontas de eixo retificadas

Fuso de esferas de precisão com pontas de eixo retificadas 58-2BR Modelo BNK padrão de estoque Diagrama de seleção Opcionais Codificação Precauções de uso cessórios para lubrificação Procedimento de montagem e manutenção B Precisão do ângulo de avanço Precisão

Leia mais

Bombas Goulds Modelo 3316 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente

Bombas Goulds Modelo 3316 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente BOLETIM 7.6 Fevereiro de 00 Bombas Goulds Modelo 6 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente Goulds Pumps ITT Industries Goulds Modelo 6 Bombas de dois estágios com carcaça dividida horizontalmente

Leia mais

MANUTENÇÃO EM MANCAIS E ROLAMENTOS Atrito É o contato existente entre duas superfícies sólidas que executam movimentos relativos. O atrito provoca calor e desgaste entre as partes móveis. O atrito depende

Leia mais

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice Índice 1.Características Gerais... 2 2.Seleção do Tamanho do Acoplamento... 2 2.1- Dimensionamento dos acoplamentos Henflex HXP para regime de funcionamento contínuo... 2 2.2 Seleção do Acoplamento...

Leia mais

Manual de montagem e operação para EAS -dutytorque Tipo 404_. 400 Tamanho 2 9

Manual de montagem e operação para EAS -dutytorque Tipo 404_. 400 Tamanho 2 9 Ler atentamente e respeitar o manual de operação. A inobservância pode causar avarias de funcionamento ou a falha do limitador de torque, bem como os danos associados. Índice Página 1: - Índice - Símbolos

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 2700

V Á L V U L A S SÉRIE 2700 V Á L V U L A S SÉRIE 2700 Válvulas de agulha compactas de alta confiabilidade e versatilidade para controle de processos e uso geral na indústria. As modernas válvulas de agulha Série 2700 da Detroit

Leia mais

TECNOLOGIA DE PONTA PARA A INDÚSTRIA EÓLICA

TECNOLOGIA DE PONTA PARA A INDÚSTRIA EÓLICA TECNOLOGIA DE PONTA PARA A INDÚSTRIA EÓLICA Soluções sob medida sem comprometer a qualidade. Como um dos principais fabricantes mundiais de rolamentos, produtos de movimentação linear e produtos automotivos,

Leia mais

Industry. SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação

Industry. SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação Industry SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação ÍndicePágina Geral Prefácio 2 O conceito dos mancais de rolamento SNR 3 Princípios de desenvolvimento 5 Detalhes estruturais 6 Denominações

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO PREFÁCIO O motor elétrico! WEG INDUSTRIAS S.A. - MÁQUINAS ---- IMPORTANTE ---- LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

Índice. Alta Pressão Condensado. Catálogo 4403-1 BR Mangueiras, Conexões, Engates e Equipamentos

Índice. Alta Pressão Condensado. Catálogo 4403-1 BR Mangueiras, Conexões, Engates e Equipamentos lta Pressão Condensado Catálogo 4403- R Mangueiras, Conexões, Engates e Equipamentos mais completa linha para condução de fluidos Os produtos Fluid Connectors da Parker Hannifin estão presentes em todos

Leia mais

ACOPLAMENTOS DE TAMBOR

ACOPLAMENTOS DE TAMBOR ACOPLAMENTOS DE TAMBOR T H E O R I G I N A L Série ÍNDICE Aplicação 3-4 Projeto e características 5 Seleção de tamanho 6-7 Tabela de dimensões dos 8 Conexão do acoplamento / tambor do cabo 9 Conexões do

Leia mais

DESENHO TÉCNICO MECÂNICO I (SEM0564) AULA 10 - ELEMENTOS DE MÁQUINA

DESENHO TÉCNICO MECÂNICO I (SEM0564) AULA 10 - ELEMENTOS DE MÁQUINA DESENHO TÉCNICO MECÂNICO I (SEM0564) AULA 10 - ELEMENTOS DE MÁQUINA (APOIO, ELÁSTICO E VEDAÇÃO) Notas de Aulas v.2015 ELEMENTOS DE APOIO BUCHAS Radial Axial Cônica ELEMENTOS DE APOIO BUCHAS ELEMENTOS DE

Leia mais

Treinamentos técnicos

Treinamentos técnicos Treinamentos técnicos CONHECIMENTO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A Empresa Ao longo dos 18 anos de sua existência, a PRIMEIRA LINHA COMERCIAL DE ROLAMENTOS LTDA, tem direcionado seu crescimento e desenvolvimento

Leia mais

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores Manual de Procedimentos!" ESTRUTURA DESTE MANUAL &'( ) *+,-./0-1 *+,2 % *+,3-445-"-4 6 *+,"-47.2-4 8 *+,4349!.4 : ; 4';

Leia mais

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002 Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior Goulds Pumps Goulds Modelos 5150/VJC Bombas cantiléver verticais Projetadas para lidar com lamas corrosivas

Leia mais

Correias, Polias e Transmissões. O que são?

Correias, Polias e Transmissões. O que são? Correias, Polias e Transmissões. O que são? Obs.: Fotos são meramente ilustrativas (sem escala). Página 1 TRANSMISSÕES COM CORREIAS O QUE É UMA CORREIA? Elemento de maquina que, sendo movimentado por uma

Leia mais

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível Folheto Descritivo A2750.1P/1 KSB KRT DRAINER Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido Linha : Submersível 1. Aplicação A bomba submersível KRT DRAINER é recomendada para aplicação em drenagem de

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba E Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase Diego Rafael Alba 1 Mancais De modo geral, os elementos de apoio consistem em acessórios para o bom funcionamento de máquinas. Desde quando o homem passou a

Leia mais

vendas1@juntasamf.com.br

vendas1@juntasamf.com.br À Sr( a) Ref.: Apresentação para Cadastro de Fornecedor Prezados Senhores, Vimos através desta, apresentar a Juntas AMF Ind. e Com. de Peças Ltda., uma empresa que já se tornou referencia no mercado de

Leia mais

Rolamentos de Triplo Anel

Rolamentos de Triplo Anel Rolamentos NSK para a Indústria Papeleira Padronizados para melhor qualidade, preços competitivos e melhor prazo de entrega Rolamentos NSK para a Indústria Papeleira A NSK tem mais de 80 anos de experiência

Leia mais

Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop

Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop LINHA DE ELÉTRICOS TRIFÁSICOS INDUSTRIAIS VTOP A linha de motores elétricos trifásicos industriais VTOP da Voges Motores foi projetada para atender

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe.

ESPECIFICAÇÕES Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe. 01/66 FIG.Nº.:AG-01 Bitola 1/8 á 1. Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe. Nº NOMES DAS PARTES CONSTRUÇÃO 01 TRAVA

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Sistema modular para maior flexibilidade NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services As vantagens dos redutores industriais NORD n Maior precisão

Leia mais

Esferas de 4 pontos de contato. Combinados. Regular Bom Bom Bom precário Regular Bom Muito bom. Dois sentidos. Dois sentidos

Esferas de 4 pontos de contato. Combinados. Regular Bom Bom Bom precário Regular Bom Muito bom. Dois sentidos. Dois sentidos Seleção do tipo de rolamento Para escolher o tipo de rolamento mais apropriado a uma determinada aplicação é preciso observar suas características próprias, mas, na maioria dos casos, são tantos os fatores

Leia mais

www.imbil.com.br 1 1

www.imbil.com.br 1 1 www.imbil.com.br 1 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e curvas características de cada

Leia mais

Novas Tecnologias. Soluções Inteligentes

Novas Tecnologias. Soluções Inteligentes Novas Tecnologias Soluções Inteligentes Índice ROLAMENTOS Página Aqua-Bearing 4 Aço Inox 7 Molded-Oil 9 SJ 13 Super TF 16 Hi-TF 19 Equipamentos Vibratórios 23 Contato Angular para Bombas Centrífugas (BSUA)

Leia mais

FS TR-Line. Sumário. Vantagens e Características Opcionais... 3. Diretrizes para Determinação do Tamanho e Série... 3

FS TR-Line. Sumário. Vantagens e Características Opcionais... 3. Diretrizes para Determinação do Tamanho e Série... 3 Sumário Vantagens e Características Opcionais... 3 Diretrizes para Determinação do Tamanho e Série... 3 Cálculo de Seleção do Redutor pelo Torque de Saída... 4 Determinação do Tamanho do Redutor... 5 Formação

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 PRODUTO CONTRA PONTO MESA DIVISORA HV-240 TAMBOR GRADUADO - Pode ser acoplado no lugar do disco perfurado sendo possível fazer divisões de 2 em 2 minutos. FLANGE PORTA PLACA - Para

Leia mais

Válvulas de Esfera para Uso Geral

Válvulas de Esfera para Uso Geral www.swagelok.com Válvulas de Esfera para Uso Geral Série SK Pressões de trabalho de até 6000 psig (413 bar) Temperaturas de -40 a 150 C Alta capacidade de vazão com desenho compacto Tamanhos de 1/4" a

Leia mais

Rolamentos de Fixação Rápida

Rolamentos de Fixação Rápida Rolamentos de Fixação Rápida CAPACIDADE DE CARGA Normal 2 Média UCX Pesada 3 NOMENCLATURA Exemplo: UC HT2 V22 F Vedação Tipo F Furos para Relubrificação Atuar em Altas temperaturas Especificação Diâmetro

Leia mais

Mancais de rolamento I

Mancais de rolamento I A UU L AL A Mancais de rolamento I Um mecânico de manutenção, ao iniciar a desmontagem de um conjunto mecânico, constatou a existência de uma série de rolamentos. Examinando os rolamentos, verificou que

Leia mais

kymanual ou automática a escolha é sua

kymanual ou automática a escolha é sua . kymanual ou automática a escolha é sua Válvula borboleta LKB automática ou manual Aplicação ALKBéumaválvulaborboletasanitáriaacionadamanualou automaticamente para uso em sistemas com tubulações em aço

Leia mais

Rolamentos para Mineração Lucrativa

Rolamentos para Mineração Lucrativa Rolamentos para Mineração Lucrativa O fabricante Número Um de rolamentos bipartidos Rolamentos para Mineração Lucrativa CARACTERÍSTICAS E BENEFÍCIOS DOS ROLAMENTOS COOPERBEARINGS Rolamentos bipartidos

Leia mais

Prefácio. As capacidades de carga básica estática em função da ISO 76-1987 estão com novos valores.

Prefácio. As capacidades de carga básica estática em função da ISO 76-1987 estão com novos valores. R o l a m e n t o s Prefácio As recentes necessidades em relação aos mecanismos dos mais diversos tipos de máquinas que utilizam os rolamentos, cada vez mais aumentam e diversifi cam-se. Conseqüentemente,

Leia mais

ELEMENTOS DE VEDAÇÃO. Treinamento. Antenor Vicente

ELEMENTOS DE VEDAÇÃO. Treinamento. Antenor Vicente ELEMENTOS DE VEDAÇÃO Treinamento Antenor Vicente VEDAÇÃO PROCESSO USADO PARA IMPEDIR A PASSAGEM, DE MANEIRA ESTÁTICA OU DINÂMICA DE LÍQUIDOS, GASES E SÓLIDOS DE UM MEIO PARA OUTRO JUNTAS JUNTA É TODO MATERIAL

Leia mais

Caixas de junção de poliéster reforçado com fibra de vidro vazias, pré-furadas e não furadas Série NJBEP Segurança Aumentada.

Caixas de junção de poliéster reforçado com fibra de vidro vazias, pré-furadas e não furadas Série NJBEP Segurança Aumentada. não furadas Série NJEP Segurança umentada. Para customização NR IEC: plicações Projetadas para áreas de Zona 1 ou 2, onde gases ou vapores in amáveis estão presentes de forma contínua, frequente ou acidental,

Leia mais

Mancais bipartidos 644 645 645 646 647 648 648 660

Mancais bipartidos 644 645 645 646 647 648 648 660 Mancais bipartios Definição e aptiões 644 Séries 645 Variantes 645 Elementos e cálculo: cargas e torques 646 Elementos e montagem: seleção as juntas 647 Características 648 Mancal para rolamentos com bucha

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo)

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo) Manual Técnico A3405.0P Bombas Submersas 1. Aplicação É recomendada para o abastecimento de água limpa ou levemente contaminada, abastecimento de água em geral, irrigação e sistemas de aspersão pressurizados

Leia mais

Atuadores Pneumáticos

Atuadores Pneumáticos / / D Atuadores Pneumáticos Os atuadores pneumáticos HiTork são dispositivos utilizados para o acionamento de válvulas de controle e outros elementos semelhantes. Possuem construção robusta, grandes torques

Leia mais

Soluções de conexão em aço inoxidável

Soluções de conexão em aço inoxidável Soluções de conexão em aço inoxidável www.legris.com A egris onnectic oferece diversas soluções em aço inoxidável, desenvolvidas para uma resistência excelente aos ambientes e fluidos agressivos/corrosivos.

Leia mais

Acoplamentos elásticos. eflex. www.aciobras.com.br

Acoplamentos elásticos. eflex. www.aciobras.com.br Acoplamentos elásticos eflex www.aciobras.com.br Os acoplamentos elásticos EFLEX com garras, tipos EA, GA e HA, são utilizados na ligação de eixos rotativos, com desalinhamentos normalmente inevitáveis,

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

Sumário. Série R1 - Dupla ação 200 bar 5. Série R2 - Dupla ação 160 bar 13. Série R3 - Dupla ação 160 bar 19. Série R4 - Dupla ação 160 bar 25

Sumário. Série R1 - Dupla ação 200 bar 5. Série R2 - Dupla ação 160 bar 13. Série R3 - Dupla ação 160 bar 19. Série R4 - Dupla ação 160 bar 25 Sumário Série R1 - Dupla ação 200 bar 5 Série R2 - Dupla ação 160 bar 13 Série R3 - Dupla ação 160 bar 19 Série R4 - Dupla ação 160 bar 25 Série R5 - Dupla ação 250 bar 31 Série R6 - Dupla ação 160 bar

Leia mais

TESTE 20 TIPO SMK (M16 X

TESTE 20 TIPO SMK (M16 X Índice Testes TESTE 20 TIPO SMK (M6 X 2) Tomador de pressão SMK.......................................................................85-8 Tomadores de pressão SMK JIC e ORFS.............................................................88

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AC é composto por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas fixadas aos cubos através de um flange aparafusado.

Leia mais

Ferramentas de manutenção

Ferramentas de manutenção Ferramentas de manutenção Menos atrito. Mais soluções. Com mais de 100 anos de experiência em tecnologia de rolamentos, a Timken compreende a importância dos procedimentos de manutenção adequados para

Leia mais

Garantia e Assistência Técnica

Garantia e Assistência Técnica Garantia e Assistência Técnica Garantia A garantia BRM cobre apenas os produtos com a sua marca, desde que os mesmos sejam montados pela sua unidade fabril, estejam corretamente dimensionados quanto à

Leia mais

Produtos e Serviços para Manutenção de Rolamentos

Produtos e Serviços para Manutenção de Rolamentos Produtos e Serviços para Manutenção de Rolamentos Produtos e Serviços para Manutenção de Rolamentos Principais Causas de Paradas de Máquinas Outros 8% Especificação do Rolamento Incorreta Desbalanceamento

Leia mais

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3 www.imbil.com.br 1 www.imbil.com.br 2 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha INI-K e INI-O de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Nem sempre as unidades geradoras

Leia mais

Atuando desde 1981 a Henfel fabrica caixas para rolamentos, acoplamentos hidrodinâmicos

Atuando desde 1981 a Henfel fabrica caixas para rolamentos, acoplamentos hidrodinâmicos Atuando desde 1981 a Henfel fabrica caixas para rolamentos, acoplamentos hidrodinâmicos e flexíveis e hidrovariadores de velocidade, produtos destinados a atender os mais variados sistemas de movimentação

Leia mais

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Principais Aplicações Com um design modular, as bombas MBN são bombas horizontais segmentadas e bipartidas radialmente. São recomendadas para o bombeamento de líquidos

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 Selo diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 WIKA Folha técnica DS 99.27 Outras aprovações veja página 3 Aplicações Indústria de processos químicos

Leia mais

Catálogo de Produtos

Catálogo de Produtos Catálogo de Produtos Rolamentos de Esferas, de Rolos ANSK produz no Brasil mais de 50 milhões de rolamentos por ano. Além destes, disponibiliza ao mercado nacional uma ampla gama de rolamentos especiais

Leia mais

MANCAIS 24/09/13. Depto. Eng. Mecânica / UFPE - Elementos de Máquinas- Prof. José Maria Barbosa

MANCAIS 24/09/13. Depto. Eng. Mecânica / UFPE - Elementos de Máquinas- Prof. José Maria Barbosa MANCAIS 1 Mancais de Rolamentos Nomenclatura Definição: tipo de mancal em que a carga principal é transferida por meio de elementos em contato por rolamento. 2 Mancais de Rolamentos - Objetivos 1. Identificar

Leia mais

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Catálogo impresso 2 ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Acionamento elétrico Sistema de válvulas, Série 581, tamanho 3 Qn = 4100 l/min Largura da válvula piloto: 22 mm conexão

Leia mais

VENTILADOR INDUSTRIAL

VENTILADOR INDUSTRIAL VENTILADOR INDUSTRIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES INDUSTRIAIS Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: E L D I 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais