Roteiro 8: Gerenciamento de Unidades Organizacionais e Diretivas de segurança

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro 8: Gerenciamento de Unidades Organizacionais e Diretivas de segurança"

Transcrição

1 Roteiro 8: Gerenciamento de Unidades Organizacionais e Diretivas de segurança Objetivos: Criar e administrar unidades organizacionais; Definir diretivas de segurança em nível de usuário e nível de computador; Gerenciar resultantes de aplicações de diretivas; Ferramentas necessárias Vm com Windows server 2003, Vm com WindowsXP ou 7. Introdução Ao fazer a manutenção de contas de usuários e de computadores no active Directory é comum realizar bloqueios em algumas funcionalidades do sistema para que os usuários não comprometam o funcionamento das estações de trabalho da organização. Para realizar bloqueios o Windows oferece o sistema de diretivas, também chamadas de polices, que é importante para criar e aplicar diretivas de segurança em contas de usuários e computadores. Unidades organizacionais Uma unidade organizacional consiste em um diretório lógico identificado utilizado para separar setores ou grupos de usuários que serão agrupados e terão as mesmas restrições ou políticas de acesso as ferramentas nas estações Windows. A organização delas pode ser realizada através de distribuição geográfica: dividindo por regiões, política: utilizando níveis hierárquicos, ou ainda funcional: onde são mesclados os modos geográfico e político, utilizando departamentos para organizar os usuários. Para criar uma unidade organizacional é utilizado inicialmente o painel de usuários e computadores acessando o menu ação/novo/unidade organizacional ou com o botão direito do mouse, a visualização delas é bem semelhante ao Windows explorer organizando os arquivos do sistema. Gerenciando Group Polices (diretivas de grupo) GPO são utilizadas para definir as configurações de vários elementos da estação de trabalho do usuário, como por exemplo os programas que estarão disponíveis, os atalhos do menu iniciar que estarão disponíveis, configurações de internet, de rede e assim por diante. As configurações feitas via GPO são aplicadas para usuários ou para computadores em computadores executando sistemas operacionais Windows 2000 (Server ou profissional), Windows XP, Windows 7 ou superiores. Toda a GPO é dividida em duas partes também conhecidas como seções: Seção do usuário e Seção do computador, existe um console para a administração que está disponível em usuários e computadores do AD. As diretivas são criadas acessando a propriedades das OU s e criando novas diretivas. O domínio do Ad também possui uma diretiva chamada de default domain policy, que aplica diretivas em todas as OU S (organizational units), ilustrado na Figura 19 Figura 19 criando novas diretivas As diretivas podem ser editadas para alterar quais bloqueios/limitações podem ser aplicados. Através do sinal de (+) existente a esquerda dos itens mostrados, a Figura 20 ilustra uma diretiva sendo editada. Pág 30

2 Figura 20 - edição de diretivas no AD Para poder determinar quais tipos de bloqueios podem ser aplicados e também o formato de comportamento dos mesmo é necessário testá-los em computadores clientes que estejam associados ao domínio. Rsop (resultant set of Policy) O recurso Rsop foi criado para auxiliar a verificar quais diretivas foram aplicadas ou estão em conflito no domínio, este recurso foi incluído no windows server em sua versão O RSoP é utilizado em dois modos logging mode (modo de log ou gravação de dados): quando as polices já estão aplicadsa e planning mode (modo de planejamento): quando é necessário fazer uma simulação da aplicação das polices e verificar possíveis conflitos. Para executar o RSop nos dois modos é acessado o mesmo local: deve-se selecionar um usuário do domínio, acessar ação/todas as tarefas / e escolher entre as opções conjunto de diretivas resultantes em modo log ou modo planejamento, em seguida será apresentado um assistente para selecionar em qual computador deve-se verificar a análise, os passos são demonstrados na Figura 21. Figura 21 - selecão de rsop em computador de domínio Deve-se escolher se a análise será executada no computador local ou em um outro computador da rede e selecionar um usuário foco para a análise, ao final é exibido um resumo sobre as configurações realizadas, restando apenas finalizar o comando e visualizar o relatório, estes passos são ilustrados na Figura 22. Figura 22 - rsop selecionando usuário e gerando resumo Pág 31

3 O console de conjunto de diretivas resultante será aberto com as configurações que estão sendo aplicadas ao usuário selecionado. No relatório exibido, será visualizado conjunto de policies resultante que está sendo aplicado ao usuário, e somente as policies que estão efetivamente configuradas e aplicadas ao usuário serão visualizadas, ilustrado na Figura 23 Exemplo de visualização de diretivas resultantes Figura 23 - polices resultantes com conflitos (esquerda) e com conflitos (direita) Quando não existirem conflitos, não é exibido o sinal de exclamação ao lado do objeto e são apenas mostradas as diretivas aplicadas, quando houverem os problemas são identificados com o ícone de exclamação, podemos visualizar quais conflitos que atualmente existem acessando ação > propriedades > informações do sobre o erro, um exemplo é demonstrado na Figura 24. Figura 24 - RSop exemplo de informações de erro Pág 32

4 Tarefas Executar as tarefas utilizando um servidor de domínio Windows server 2003 com ip fixo + estações de trabalho Windows para testar as funcionalidades. 1) A criação de GPO s é realizada em sua forma padrão no painel de usuários e computadores do AD. Diretivas podem ser criadas, editadas, associadas e excluídas neste painel. a. Crie uma nova OU de nome bloqueados e insira os usuários: visitante1, visitante2 e visitante3. b. Crie as GPO S chamadas de bloqueio1, bloqueio2, configurando as seguintes categorias de bloqueios para cada diretiva: i. Bloqueio1 (bloquear todas as opções possíveis de cada categoria): 1. Manutenção do internet explorer; 2. Menu iniciar e barra de tarefas; 3. Opções de CTRL+ALT+DEL; 4. Sistema / Logon; ii. Bloqueio2: 1. Painel de controle (apenas opções externas); 2. Adicionar ou remover programas (8 primeiras opções); c. Aplicar as duas GPO S na OU bloqueados e testar as funcionalidades para usuários; d. Renomear as duas GPO S criadas para terem o nome usuario-bloqueiox conforme o nome da diretiva; e. Configurar 2 opções que estavam ativadas na diretiva usuario-bloqueio1 com o status não-configurado e testar nos clientes verificando o resultado; f. Criar uma nova OU de nome departamento, mover o usuário visitante4 e visitante5 para a OU. Adicionar a GPO já existente usuario-bloqueio2 a esta OU. Teste a aplicação das diretivas fazendo logon com os usuários em uma estação de trabalho. g. Remover a associação da GPO usuario-bloqueio2 da OU bloqueados. Note que as diretivas podem ser associadas a várias OU e não necessitam ser excluídas quando o vínculo é removido. 2) A manutenção de GPO s é uma tarefa exaustiva à medida que são criadas e configuradas novas GPO s para OU s diferentes. Uma situação que acaba acontecendo frequentemente é a aplicação de uma GPO retringindo algo em conflito com outra que permite algo. a. Crie uma nova OU de nome conflito em seguida crie duas diretivas com nomes permitir e bloquear; b. Configure a opção de remover o menu executar como ativado na diretiva bloquear e desabilitado na permitir; c. Adicione o usuário visitante6 a OU conflito e teste a funcionalidade. i. Qual das diretivas prevaleceu? 3) Na manutenção das diretiva é comum encontrar problemas na herança de bloqueios, um bloqueio superior possui preferência em bloqueios inferiores. a. Criar as UO s Pai e filho; b. Criar a diretiva bloqueio-pai para a OU PAI e bloqueio-filho para a OU FILHO; c. Configurar a diretiva para restringir acesso ao painel de controle nas duas diretivas, permitindo na diretiva bloqueio-pai e negando na bloqueio-filho. Adicionar o usuário visitante7 na OU FILHO e testar a funcionalidade. d. Ative a opção não-substituir na OU FILHO e teste se o comportamento das diretivas continua o mesmo. 4) Após aplicar as diretivas é comum encontrar conflitos entre bloqueios existentes e é muito importante saber como exibir os problemas entre diretivas que estão conflitando no domínio. a. Selecione um usuário em uma OU com bloqueios no domínio e aplique o rsop em modo de log para verificar as diretivas aplicadas; Pág 33

5 b. Selecione o mesmo usuário e explore os passos necessários para executar o rsop em modo de planejamento, detalhe os passos importantes a serem seguidos. c. O rsop pode ser executado para gerar um relatório em formato HTML no host ou servidor desejado. Faça login com administrador, acesse ajuda e suporte > ferramentas > ferramentas de ajuda e suporte > informações avançadas do sistema> exibir configurações de grupo aplicadas e visualize o resultado. Referências TechNet, disponível em Kit de Treinamento MCTS (Exame ), NORTHUP, Tony ; MACKIN, J.C. Artmed 2009; Kit de treinamento para o exame Administração e manutenção do ambiente Microsoft Windows Server, 2003 HOLME, Dan; THOMAS, Orin Porto Alegre Artmed 2006; Windows Server 2008 O Guia Definitivo HASSEL, Jonathan Rio de Janeiro Alta Books 2008; Pág 34

Roteiro 11: Roteamento /acesso remoto / redirecionamento de diretórios

Roteiro 11: Roteamento /acesso remoto / redirecionamento de diretórios Roteiro 11: Roteamento /acesso remoto / redirecionamento de diretórios Objetivos: Ativar e gerenciar o serviço de roteamento; Ativar e gerenciar serviços de terminal remoto; Redirecionar diretórios através

Leia mais

Roteiro 4: Replicação/Active Directory DHCP e Wins

Roteiro 4: Replicação/Active Directory DHCP e Wins Roteiro 4: Replicação/Active Directory DHCP e Wins Objetivos: Explorar as configurações para replicação de domínios com Active Directory; Configurar os serviços DHCP e WINS em servidores Windows; Ferramentas

Leia mais

Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários

Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários Objetivos: Detalhar e Definir responsabilidades em controladores de domínio; Configurar propriedades de contas de usuários; Gerenciar perfis

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes

Sistemas Operacionais de Redes Sistemas Operacionais de Redes GPO (Group Policy Object) Conteúdo Programático Políticas de segurança das GPOs Visão Geral Vantagens Exemplos 2 Visão Geral As Diretivas de Grupo no Active Directory servem

Leia mais

Active Directory Windows 2000 Server

Active Directory Windows 2000 Server 1 Active Directory Windows 2000 Server Essa tela é exibida após a configuração e a ativação, onde é informado o nome do domínio, entre outras configurações não essenciais para nosso presente estudo. 2

Leia mais

Group Policy (política de grupo)

Group Policy (política de grupo) Group Policy (política de grupo) Visão Geral As Diretiva de Grupo no Active Directory servem para: Centralizar o controle de usuários e computadores em uma empresa É possível centralizar políticas para

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes GERENCIAMENTO DE CONTAS

Sistemas Operacionais de Redes GERENCIAMENTO DE CONTAS Sistemas Operacionais de Redes GERENCIAMENTO DE CONTAS! Conteúdo Programático! Gerenciamento de Unidades Organizacionais! Criar, mover, renomear e excluir OU! Gerenciamento de contas e grupos usuários!

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO Serviços de impressão Os serviços de impressão permitem compartilhar impressoras em uma rede, bem como centralizar as tarefas de gerenciamento

Leia mais

Implementando e Gerenciando Diretivas de Grupo

Implementando e Gerenciando Diretivas de Grupo Implementando e Gerenciando Diretivas de João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) 1 / 37 Introdução a diretivas de grupo - GPO Introdução a diretivas de grupo - GPO Introdução a diretivas de grupo Criando

Leia mais

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS)

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS) Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 Sumário... 2 Criando as Unidades Organizacionais... 16 Criando Grupos... 17 Criação de Usuários.... 20 Habilitando a Lixeira do AD DS.... 24

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-control MSI Versão: 4.6 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 17/06/2011 Público-alvo: Clientes e Parceiros NDDigital Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DO WINDOWS 2008 SERVER

IMPLEMENTAÇÃO DO WINDOWS 2008 SERVER UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA CURSO DE ESPECIALIZACÃO EM CONFIGURAÇÃO E GERENCIAMENTO DE SERVIDORES E EQUIPAMENTOS DE REDES DJONES CARLOS JUTTEL IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

SMART CARD LOGON COM TOKEN USB CONFIGURANDO UMA AUTORIDADE CERTIFICADORA

SMART CARD LOGON COM TOKEN USB CONFIGURANDO UMA AUTORIDADE CERTIFICADORA SMART CARD LOGON COM TOKEN USB A Microsoft oferece suporte nativo para smart card logon nos sistemas operacionais Windows 2000, Windows 2003, Windows XP e Windows Vista. Usuários podem optar em fazer autenticação

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

Criação de um Servidor Windows

Criação de um Servidor Windows Laboratório de Processamento de Sinais Laboratório de Sistemas Embarcados Universidade Federal do Pará 30 de janeiro de 2012 Sumário 1 Introdução ao Windows Server 2 Algumas ferramentas 3 Instalação do

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PROGRAMAS NOVA GIA DECLARAÇÃO DO SIMPLES PARA WINDOWS VISTA

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PROGRAMAS NOVA GIA DECLARAÇÃO DO SIMPLES PARA WINDOWS VISTA MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PROGRAMAS NOVA GIA E DECLARAÇÃO DO SIMPLES PARA WINDOWS VISTA Equipe Nova GIA Janeiro/2008 1 O Funcionamento do sistema operacional Windows Vista apresenta algumas diferenças com

Leia mais

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 PROCEDIMENTOS DE CONFIGURAÇÃO DO AD, DNS E DHCP COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Instalando e configurando o Active Directory Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox)

Instalando e configurando o Active Directory Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox) Instalando e configurando o Active Directory Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox) Objetivo: Instalar e configurar o serviço de diretório da Microsoft AD DS (Active Directory Domain Services).

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4) Serviço de diretório Serviço de diretório é um conjunto

Leia mais

MANUAL DE EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB APACHE PARA SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS

MANUAL DE EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB APACHE PARA SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS MANUAL DE EXPORTAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB APACHE PARA SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS Para confecção desse manual, foi usado o Sistema Operacional Windows XP Professional com SP2, Servidor Web Microsoft

Leia mais

Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos

Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos Objetivos: Ativar e gerenciar compartilhamentos locais e remotos; Ativar e gerenciar o sistema de arquivos distribuídos (DFs); Gerenciar compartilhamentos ocultos;

Leia mais

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Manual do Usuário I EasyLock Manual do Usuário Sumário 1. Introdução... 1 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação... 3 3.1. Configurar

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma Neste STK apresentaremos como configurar seu servidor Windows 2008 R2 para abrir diretamente sua aplicação ao

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

Manual TeamViewer 6.0

Manual TeamViewer 6.0 Manual TeamViewer 6.0 Revison TeamViewer 6.0 9947d Sumário Sumário 1 Escopo do serviço... 1 1.1 Sobre TeamViewer... 1 1.2 A nova versão 6.0... 1 1.3 Funções da versão para Mac e Linux... 2 1.4 Sobre este

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Varuna Tecnologia Ltda. Av. Antônio Olímpio de Morais, 545 - Sala 1305. Centro. Divinópolis, MG. suporte@varuna.com.br 37

Leia mais

Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ

Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ Conteúdo Sobre Este Documento......2 Conhecimentos Desejados...2 Organização deste Documento...2 Sobre o Mozilla Thunderbird...2 1.Pré-requisitos

Leia mais

AULA 6: SERVIDOR DNS EM WINDOWS SERVER

AULA 6: SERVIDOR DNS EM WINDOWS SERVER AULA 6: SERVIDOR DNS EM WINDOWS SERVER Objetivo: Instalar e detalhar o funcionamento de um Servidor de DNS (Domain Name System) no sistema operacional Microsoft Windows 2003 Server. Ferramentas: - ISO

Leia mais

possível até impedir o funcionamento do Windows. Faz-scuidado redobrado ao ativar determinados recursos.

possível até impedir o funcionamento do Windows. Faz-scuidado redobrado ao ativar determinados recursos. AULA 4: DIRETIVAS DE GRUPO Objetivo: Conhecer e aplicar conceitos sobre restrições de acesso ao sistema operacional Windows através de diretivas de grupo. Diretivas de Grupo: Computadores com mais de um

Leia mais

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0 1 pág. PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DO SGCOM ATENÇÃO: É OBRIGATÓRIO UMA CONEXÃO COM A INTERNET PARA EXECUTAR A INSTALAÇÃO DO SGCOM. Após o Download do instalador do SGCOM versão Server e Client no site www.sgcom.inf.br

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL... Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...4 Configurações iniciais...5 Arquivo sudoers no Sistema Operacional

Leia mais

UNIDADE CURRICULAR DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROPRIETÁRIOS

UNIDADE CURRICULAR DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROPRIETÁRIOS UNIDADE CURRICULAR DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROPRIETÁRIOS DOCENTE: ANDRÉ LUIZ SILVA DE MORAES Material desenvolvido para a unidade curricular de Sistemas Operacionais Proprietários no curso superior de

Leia mais

Cisco Unified Personal Communicator Versão 8.5

Cisco Unified Personal Communicator Versão 8.5 Frequently Asked Questions Cisco Unified Personal Communicator Versão 8.5 FAQs 2 Noções básicas 2 Configuração 3 Disponibilidade 5 Contatos 8 Chat 11 Chamadas 19 Chamadas de conferência 26 Mensagem de

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-client MSI Versão: 4.2.3 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 19/11/2010 Documento destinado à: Clientes e Parceiros Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Versão 7.0. Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows)

Versão 7.0. Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows) Versão 7.0 Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows) Traduzido por: Xerox GKLS European Operations Bessemer Road Welwyn Garden City Hertfordshire AL7 1BU UK Copyright 2007 Xerox

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Gerência de Informática Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Versão 1.1 Novembro de 2015 Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Índice 1 Acesso ao Sistema...3 2 Adicionar

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

Introdução ao Active Directory AD

Introdução ao Active Directory AD Introdução ao Active Directory AD Curso Técnico em Redes de Computadores SENAC - DF Professor Airton Ribeiro O Active Directory, ou simplesmente AD como é usualmente conhecido, é um serviço de diretórios

Leia mais

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 Sumário CONFIGURANDO BACKUP... 2 ESCOLHENDO O TAMANHO DO ARQUIVO DE BACKUP... 4 CONFIGURANDO HORÁRIO DE INÍCIO DO BACKUP... 5 CONFIGURANDO BACKUP AO INICIAR O SISTEMA XDENTAL...

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

TURMA RESOLUÇÃO DE QUESTÕES - TRT

TURMA RESOLUÇÃO DE QUESTÕES - TRT 1. Sistema Operacional Windows XP Dica: Atenção alunos, a maioria das questões sobre sistema operacional Windows XP em provas do CESPE são feitas sobre as seguintes opções: a) Cliques com o botão direito

Leia mais

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Manual do Usuário Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Índice 1. Visão Geral... 3 2. Acessar o sistema... 3 3. Módulo Inicial... 6 3.1. Cabeçalho do sistema... 6 3.2. Fale Conosco... 6 3.3. Meu Cadastro...

Leia mais

Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio

Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio Muitos tutoriais iniciam a explicação do processo em uma fase adiantada, ou seja, considerando que o leitor já sabe algumas

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1 1 2 Eletron-DS Julho / 2010 3 Índice Sistema... 4 Menu Digitar Pedido... 6 Menu Consultar Pedidos... 9 Menu Conexão Fornecedor... 10 4 Sistema Pré-requesitos: - Windows Vista ou Superior; - Acesso a Internet.

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT FEVEREIRO DE 2015 Novidades O Resumo da Licença foi aprimorado com recursos de pesquisa expandidos

Leia mais

Guia de instalação. Versão 1.10

Guia de instalação. Versão 1.10 Guia de instalação Versão 1.10 Data da última atualização 07/11/2011 Guia de instalação do Sistema Hiper Neste guia são apresentados os passos para instalação do sistema Hiper. Pré-requisitos: Sistema

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS 5.x

SOLICITAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS 5.x SOLICITAÇÃO DE CERTIFICADO SERVIDOR WEB MICROSOFT IIS 5.x Para confecção desse manual, foi usado o Sistema Operacional Windows XP Professional com SP2 e Servidor Web Microsoft IIS 5.1. Algumas divergências

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Permissão de Usuários

Permissão de Usuários Permissão de Usuários 1 Conteúdo 1. Propósito 3 2. Permissão de Usuários PrefGest 4 3. Permissão de Usuário para PrefCad 10 2 1. Propósito Este documento destina-se a explicar a ação para liberar permissões

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Maio -2013 Conteúdo Sumário... 2 PPD -IPD... 3 Adicionar Paciente... 4 Laudo Médico... 6 Avaliação do Enfermeiro... 11 Visita Domiciliar... 14 Dados do Paciente no Programa... 16 Histórico do

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Instalação - SGFLeite 1

Instalação - SGFLeite 1 Instalação SGFLeite Sistema Gerenciador de Fazenda de Leite Instalação - SGFLeite 1 Resumo dos Passos para instalação do Sistema Este documento tem como objetivo auxiliar o usuário na instalação do Sistema

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia de gerenciamento de ativos Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste material

Leia mais

Easytrade Admin Client

Easytrade Admin Client Easytrade Admin Client Manual de instalação e utilização Sumário 1.0 Instalação...3 1.1 Download e instalação do Java JRE...3 1.2 - Download e instalação do Easytrade Client...3 1.3 Criar atalho na area

Leia mais

Informática para Concursos

Informática para Concursos Informática para Concursos.:Logon - registro do usuário no sistema. O contrário de Logon é Logoff (refere-se à saída do usuário). Logon do Windows XP utilizando a tela de..: Área de Trabalho ou Desktop

Leia mais

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011)

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) 2011 DIE / GIO / Núcleo de Gestão de Eventos SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) ÍNDICE 1. Introdução... 1 2. Pré Instalação... 1 2.1. Nomenclatura...

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll)

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) Este STK dividiu-se em três etapas, que são: Configuração do Windows 2008 server;

Leia mais

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH Introdução Procedimentos para configurar uma conexão VPN com a Bematech, para possibilitar Acesso Remoto para Suporte do ambiente

Leia mais

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do NetEye. Recomendamos que todos os passos sejam seguidos corretamente para que a

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM

INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM Estas instruções devem ser utilizadas para os micros que foram formatados ou nunca tiveram a versão do sistema Pergamum instalada antes.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS DIRETIVAS DE GRUPO (GPO) Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS DIRETIVAS DE GRUPO (GPO) Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS O que é GPO? Quando falamos sobre GPO (Group Policy Object) devemos pensar em diretiva de grupo. Diretiva de grupo é um conjunto de regras que podemos utilizar a

Leia mais

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura Manual de migração do e-mail Live@edu Versão Associacao Paranaense de Cultura Histórico da Revisão 03/09/2010 01.00 Versão piloto Carlos Costa Cedro Confidencial Associacao Paranaense de Cultura,

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Tutorial de Active Directory Parte 3

Tutorial de Active Directory Parte 3 Tutorial de Active Directory Parte 3 Introdução Prezados leitores, esta é a terceira parte de uma série de tutoriais sobre o Active Directory. O Active Directory foi a grande novidade introduzida no Windows

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia do administrador do Service desk. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia do administrador do Service desk. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia do administrador do Service desk Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste

Leia mais

1. Considerações... 3. 2. Introdução... 3. 3. Configurações necessárias... 3. 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows...

1. Considerações... 3. 2. Introdução... 3. 3. Configurações necessárias... 3. 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows... 1 ÍNDICE 1. Considerações... 3 2. Introdução... 3 3. Configurações necessárias... 3 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows... 3 3.2. Configuração do Internet Explorer... 4 3.3. Software gerenciador

Leia mais

Manual do Usuário. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital

Manual do Usuário. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO Malote Digital HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento Eliane Vieira 07/10/2013

Leia mais

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual de Rede Interna ===== Manual. Rede Interna

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual de Rede Interna ===== Manual. Rede Interna 1 Manual Rede Interna 01 COLOCANDO O COMPUTADOR EM REDE 2 01.01 Entenda como funciona o processo de conexão em rede do sistema U3: a) SERVIDOR DE DADOS é o computador da sua rede interna que será designado

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT NOVEMBRO DE 2014 GUIA DO USUÁRIO DO C ENTRO DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO POR VO LUME DA MICROSOFT

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional

Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional Elaboração: Prof. Éverton Loreto everton@uffs.edu.br 2010 Objetivo Conhecer as características e recursos do Sistema Operacional

Leia mais

Parâmetros de configuração válidos para todos os clientes na conexão entre redes.

Parâmetros de configuração válidos para todos os clientes na conexão entre redes. DHCP - 1 Introdução aos servidores DHCP Um servidor de protocolo de configuração dinâmica de hosts (DHCP, Dinamic Host Configuration Protocol) é um computador que está executando o Windows NT Server, o

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003

PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003 PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003 CARGA HORÁRIA: 64 horas. O QUE É ESTE TREINAMENTO: O Treinamento Active Ditectory no Windows Server 2003 prepara o aluno a gerenciar domínios,

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais