GALILEO EXPLORER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GALILEO EXPLORER 2007.1"

Transcrição

1 GALILEO EXPLORER Para download de apostilas e inscrição em cursos visite o site Treinamento: Helpdesk: (11) ramal 5432 São Paulo: (11) Fora de São Paulo:

2

3 ÍNDICE CODIFICAR E DECODIFICAR 5 FREQÜÊNCIA DE VÔO 6 CRIAÇÃO DE RESERVAS ATRAVÉS DE FORMATOS 7 ITINERÁRIO 8 VENDA DE VÔOS 12 VENDA DIRETA (ENTRADA LONGA) 15 ÍTEN NOMINAL (N.) 16 CONTATO (P.) 18 PRAZO (T.) 19 ORIGEM (R.) 20 MONTAGEM DE RESERVAS 21 MARCAÇÃO DE ASSENTOS 27 MILHAGEM (M.) 32 SERVICE INFORMATION (SI.) 33 VENDOR REMARKS (V.) 35 ALTERAÇÃO DE RESERVAS 36 DIVISÃO DE RESERVAS 46 ENVIO DE 49 FILAS 53 FILAS DE RESERVAS 55 TRABALHANDO AS FILAS 56 PRONTA REFERÊNCIA 58

4

5 CODIFICAR E DECODIFICAR ATENÇÃO: É extremamente importante lembrar que para codificar e/ou decodificar uma informação é necessário digitar o texto em inglês. CODIFICAR ENTRADA.CE.CE.AE.EE.LE SIGNIFICADO Codificar uma cidade (nacional ou internacional) Codificar um aeroporto Codificar uma companhia aérea Codificar um equipamento Codificar um país Ex.:.CELONDON O M indica cidade com mais de um aeroporto A primeira London fica localizada no país de código CA, no estado de código OT A letra O ao final da última linha indica que é uma estação de trem DECODIFICAR ENTRADA.CD.CD.AD.ED.LD SIGNIFICADO Decodificar uma cidade (nacional ou internacional) Decodificar um aeroporto Decodificar uma companhia aérea Decodificar um equipamento Decodificar um país Ex.:.CDLON Agora estamos decodificando o código de Londres (LON) São apresentados todos os aeroportos da cidade de Londres A letra A indica aeroporto A letra O indica estação de trem Galileo Explorer 5

6 FREQUÊNCIA DE VÔOS As telas de freqüências de vôos também são chamadas de Timetable. Através dessa tela você pode obter informações sobre os vôos publicados entre um par de cidades. ENTRADA TT07JULSSAGRU TT01MAYGIGMIA/RG TT/UA TTRG8722/12FEB TT SIGNIFICADO EXIBIR FREQUÊNCIA DE VÔOS ENTRE SALVADOR E GUARULHOS EXIBIR FREQUÊNCIA DE VÔOS ENTRE O AEROPORTO DO GALEÃO PARA MIAMI COM A VARIG ATUALIZAR UM TIMETABLE PARA EXIBIR SOMENTE VÔOS DA UNITED EXIBIR INFORMAÇÕES DE UM VÔO ESPECÍFICO REEXIBIR ÚLTIMO TIMETABLE Só é possível visualizar informações sobre pares de cidades que possuam vôos diretos operando. As conexões não são apresentadas no Timetable. Vôos diretos são vôos nos quais não há troca de número de vôo do início ao fim do trajeto. Vôos diretos podem ter nenhuma ou várias escalas. Os vôos diretos, sem escala, são chamados de vôos Non-Stop. Conexão é o conjunto de vôos necessários para se chegar ao destino desejado. Os vôos sempre têm números diferentes. Galileo Explorer 6

7 CRIAÇÃO DE RESERVAS ATRAVÉS DE FORMATOS Observe a reserva abaixo Fig.1 Para criação de reservas é necessário seguir 5 passos. 1. Item Nominal (nome do passageiro) 2. Itinerário (segmentos de vôo, hotel, carro ou cruzeiro) 3. Contato (da agência, do passageiro, etc) 4. Prazo 5. Origem (Pessoa responsável pela criação da reserva) Não é necessário seguir a ordem dos passos acima. Geralmente o itinerário é inserido primeiro. Galileo Explorer 7

8 ITINERÁRIO Para solicitar uma disponibilidade: Entre SAO e REC no dia 1 de Novembro A1NOVSAOREC Resposta do sistema: Fig. 2 Como não foi informada uma cia. aérea, o sistema exibe a disponibilidade geral ( ). São apresentadas 8 opções de vôos (fig. 2). Observe a explicação da oitava opção: Fig. 3 O número 1 entre GRU e REC indica a existência de uma escala. Para saber a escala deste vôo: TTL8 Galileo Explorer 8

9 ITINERÁRIO Resposta do sistema: Fig. 4 O sinal # ( ) (Fig. 3) indica a existência de outras classes que não são exibidas na tela. O equipamento é um Boeing (733). A letra E indica que é possível emitir um e-tkt (bilhete eletrônico). Para visualizar as outras classes basta digitar o comando Resposta do sistema: Fig. 5 Obs.: Para re-exibir a última disponibilidade solicitada basta digitar A (enter) Para ver mais opções de vôos digite A* ou tabule (tecla tab teclado + enter) Fig. 6 Galileo Explorer 9

10 ITINERÁRIO Observe outras opções de vôos: Fig. 7 As opções das linhas 5 e 7 não podem ser vendidas separadamente por se tratar de conexão. Na linha 5 o vôo sai de GRU pára em SSA (conexão), seguindo de SSA para REC (linha 6). O mesmo ocorre nas linhas 7 e 8 (conexão em SSA). Para exibir a disponibilidade da Varig (específica) através da geral: A*RG Fig. 8 Para ver outras opções de vôos a partir de uma disponibilidade específica, tabule até o comando AM*RG <enter> Para exibir uma disponibilidade entre SAO e SSA com a TAM (JJ) no dia 11 de Novembro: A10NOVSAOSSA*JJ Galileo Explorer 10

11 ITINERÁRIO Resposta do sistema: Fig. 9 Status das classes de reserva dos vôos (disponibilidade geral ou específica): ESTADO STATUS CORRESPONDENTE NÚMERO LETRA DISPONÍVEL 1 9 A LISTA DE ESPERA LISTA FECHADA SOLICITAÇÃO 0 L C R Galileo Explorer 11

12 1. Através da disponibilidade: VENDA DE VÔOS Para vender: Fig lugar na classe Y no vôo que sai às 18:15 N1Y1 Fig. 11 O status HS (Fig.11) indica a venda do vôo e o inventário da cia. aérea é automaticamente ajustado. A letra O quer dizer venda garantida pelo Galileo. 2 lugares na classe H no vôo que sai às 18:15 N2H1 Fig lugar na classe Q no vôo que sai às 19:55 (Fig. 10) N2Q7* Galileo Explorer 12

13 VENDA DE VÔOS Fig. 13 Considere esta disponibilidade: Para vender: Fig lugar nos vôos AV86/AV76 (linhas 1 e 2), sendo que até BOG a classe é H e de BOG até CCS, a classe V. N1H1V2 Fig. 15 Além do status HS (vendido) podemos encontrar os seguintes status: SS - Lugar vendido, inventário não ajustado LL - Lista de espera NN - Solicitado Galileo Explorer 13

14 Observe esta disponibilidade: VENDA DE VÔOS Fig. 16 Observe a resposta do sistema ao tentar vender 1 lugar no vôo que sai às 03:30, na classe K que está zerada. Fig. 17 Quando uma lista de espera está fechada, o sistema informa WL CLOSED. Apesar da classe K estar com o número 0, a cia. aérea não está aceitando lista (WL OPEN) Obs.: Para colocar um vôo em lista de espera, é necessário adicionar LL após o comando de venda. Exemplos: N1H2LL (para um vôo direto ou com escala) N1H3LL* (para um vôo de conexão) Para maiores informações sobre lista de espera digite o comando abaixo: GC*426/88 Galileo Explorer 14

15 VENDA DIRETA (ENTRADA LONGA) 0 UA 872 Y 20NOV GRUMIA NN1 Venda de um lugar na classe Y 0 SQ19 V 22NOV LAXSIN LL1 Venda em lista de espera de um lugar na classe V SURFACE ou ARNK Para inserir a informação de surface em uma reserva basta digitar Y Observe a próxima tela: Fig. 18 O passageiro chega em MIA e sai de JFK. Ao digitar Y (enter) a reserva fica ajustada, evitando que o sistema exiba mensagens de aviso. Fig 19 Galileo Explorer 15

16 ÍTEM NOMINAL (N.) Obs.: Aconselha-se usar o pronome de tratamento ao inserir passageiros em uma reserva. TIPO DE PASSAGEIRO IDADE Adulto A partir de 12 Criança Entre 2 e 12 (incompletos) PRONOME DE TRATAMENTO MR (Senhor) MRS (Senhora) MSTR (para menino) MISS (para menina) Colo 0 a 2 (incompletos) Não se usa Observe o formato utilizado para inserir na reserva: Um passageiro de nome Fernando Oliveira N.OLIVEIRA/FERNANDOMR Dois passageiros com o mesmo sobrenome. Ex.: Andrea e Carlos Silva N.2SILVA/ANDREAMRS/CARLOSMR Um colo de nome Aline Silveira com data de nascimento em 01/08/06 N.I/SILVEIRA/ALINE*04MTHS DOB09JAN06 Inserir uma criança (CHD) de 10 anos, de nome Alex Freitas N.FREITAS/ALEXMSTR SI.YY*FREITAS/ALEX CHD 10 YEARS (informar a idade do CHD em OSI para as cias aéreas. Obs.: Ao inserir qualquer dado no GDIA, o sistema exibe um asterisco (se o comando for aceito), conforme a tela abaixo. Fig.20 Galileo Explorer 16

17 ÍTEM NOMINAL (N.) Exemplo de uma reserva com 1 adulto, 1 criança e um Infant: Fig.21 Galileo Explorer 17

18 CONTATO (P.) Para inserir contato na reserva é necessário definir o tipo, conforme opções abaixo: Comercial P.SAOB* A/C THAIS Residencial P.RIOH* Celular P.CWBC* Hotel P.MIAA*SOFITEL MIAMI P.SAOE*JOSUE.PENA//UOL.COM.BR P.SAOE*ALINE - - RBS//HOTMAIL.COM Obs.: não se usa o nos formatos acima. O underline deve ser substituído por - - (dois traços) Ao inserir um contato na reserva através do P., somente a agência pode visualizar o(s) mesmo(s). Para gerar um contato para a cia. aérea é necessário informar no formato OSI (OTHER SUPPLEMENTARY INFORMATION). SI.YY*CTCH IN RIO SI. É o formato. YY envia para todas cias. aéreas da reserva. Se desejar enviar para um determinada cia., substitua YY pelo código de 2 letras. Galileo Explorer 18

19 PRAZO (T.) T.TAU/02SEP/1800 Este comando insere um prazo para o sistema Galileo. Um dia antes do prazo informado, a reserva cai na fila (ver mais adiante em filas). Além de informar o prazo para o sistema Galileo, é necessário gerar o mesmo para a cia. Deve-se usar o formato OSI, conforma exemplo abaixo: SI.YY*GALILEO TIME LIMIT 02SEP/1800 Caso você esteja fazendo uma reserve que não seja necessário um prazo (o pax já possui bilhete) basta digitar o comando T.T* Galileo Explorer 19

20 ORIGEM (R.) Para finalizar uma reserva ou salvar após qualquer alteração siga o exemplo abaixo. Exemplo: Agente de nome Luciano está falando com a Selma e deseja salvar a reserva. R.LUCIANO/SELMA Galileo Explorer 20

21 MONTAGEM DE RESERVAS Exemplo 1 Ida: 12 de Outubro São Paulo/Curitiba Volta: 15 de Outubro Curitiba/São Paulo Empresa aérea: TAM Nome do passageiro: Luciana Amaral Entrada para exibir a disponibilidade de ida: A12OCTSAOCWB*JJ Resposta do sistema Fig.22 Para vender o vôo que sai às 1115, um lugar, classe H N1H5 Resposta do sistema Inserir o passageiro N.AMARAL/LUCIANAMRS Fig.23 Inserir o contato da agência Viagem tur em SAO P.SAOT*VIAGEM TUR A/C MARCIA AGT Para exibir a reserva com os dados inseridos até o momento: *R Galileo Explorer 21

22 Resposta do sistema MONTAGEM DE RESERVAS Fig.24 Inserir prazo para emissão do bilhete pro dia 10 de Maio T.TAU/10MAY/1800 Enviar o prazo para a cia. aérea SI.JJ*GALILEO TIME LIMIT 10MAY/1800 Assinar a reserva R.MARCIA Encerrar a reserva ER Observe a tela da reserva finalizada Fig.25 Na tela acima (Fig.25) os números em vermelho representam: 1) Loc Galileo 2) Status anterior ao fechamento era HS. Após encerrar a reserva HK 3) O código de reserva da cia. aérea fica registrado no campo VL Galileo Explorer 22

23 MONTAGEM DE RESERVAS Para entrar no campo VL da reserva bastar usar a tecla TAB no teclado. Fig.26 Exemplo 2 Reserva com 1 adulto, uma criança de 11 anos e um colo de 6 meses Ida: 02AUG Volta: 06AUG Trecho: SAOMIASAO Cia.: AA Classe de reserva: V na ida e H na volta Disponibilidade de IDA Resposta de venda Fig.27 Fig.28 Galileo Explorer 23

24 Disponibilidade de retorno MONTAGEM DE RESERVAS Resposta de venda da figura 29 Fig.29 Para re-exibir a reserva, *R Fig.30 Nomes Fig.31 Dois passageiros com o mesmo sobrenome, sendo um adulto e o outro CHD N.2OLIVEIRA/MAUROMR/CAROLMISS Colo (Infant) N.I/OLIVEIRA/GUGU*02AUG06 ( Inserir o infant informando a data de nacto com dia, mês e ano) Galileo Explorer 24

25 MONTAGEM DE RESERVAS Fig.32 Contato Para inserir na reserva o contato e o endereço da agência, basta digitar o comando abaixo: CM/+*ANDRE O nome Andre utilizado é apenas um exemplo do nome do agente de viagens que está fazendo a reserva. Observe a reserva após o comando anterior. Prazo Fig.33 T.TAU/01MAY/1800 SI.AA*GALILEO TIME LIMIT 01MAY/1800 Assinar a reserva R.ANDRE Encerrar a reserva ER Galileo Explorer 25

26 MONTAGEM DE RESERVAS Reserva finalizada Fig.34 Galileo Explorer 26

27 Observe a tela abaixo: MARCAÇÃO DE ASSENTOS Fig.35 A reserva tem 2 passageiros (ocupando assento) e dois segmentos (1 e 2) Para abrir o mapa do segmento 1 SA*S1 Resposta do sistema Fig.36 Os detalhes em vermelho são meramente ilustrativos. Veja que a classe econômica inicia na fileira nº 10. Os quadrados em vermelho indicam a configuração da aeronave: Galileo Explorer 27

28 MARCAÇÃO DE ASSENTOS 2 poltronas do lado esquerdo (A B), 3 no meio (C E G ) e 2 do lado direito (H J ). Fig.37 Como saber se um determinado está livre ou ocupado? Se não tiver nenhuma observação em letras, o assento está ocupado. Ex.: A poltrona 10A está ocupada, assim como a 10J Fig.38 Na Fig. 39, as poltronas 12H e 12J estão livres porque tem letras (NAP e NWP) Para marcar os assentos 12H e 12J: Fig.39 S.S1/12H.J Galileo Explorer 28

29 MARCAÇÃO DE ASSENTOS Resposta: Fig.40 Na Fig.40, o status do assento é HS porque acabou de ser designado. Para abrir o mapa do segmento 2 SA*S2 Para marcar os assentos 12A e 12B S.S2/12A.B Fig. 41 Fig. 42 Galileo Explorer 29

30 MARCAÇÃO DE ASSENTOS Após a marcação de assentos, observe que os mesmos ficam num campo específico na reserva. Fig.43 Para visualizar os assentos marcados tabule até o campo SD (Fig.43) Resposta (Fig.44) Para encerrar a reserva: R.andre ER Fig. 44 Após finalizar a reserva, observe o status do assento (HK). Fig.45 Galileo Explorer 30

31 MARCAÇÃO DE ASSENTOS Observação: Para saber o significado das letras que aparecem nos assentos basta digitar SC* seguido do número da poltrona. Exemplo: Fig.46 Para saber o significado das letras da poltrona 13A (NWPR) : SC*13A Fig. 47 Outras opções de marcação de assentos: Aleatoriamente (genérico) Esta opção não está disponível para todas as cias aéreas. Entradas: S.S1/NW S.S1/NA S.S1/18J-L S.S1/18A/19A Solicita assento para o segmento 1, não fumante, janela Solicita assento para o segmento 1, não fumante, corredor Marca assentos entre as poltronas 18J e 18L Marca poltronas separadas Galileo Explorer 31

32 MILHAGEM (M.) M.P1/UA Inserir cartão de milhagem da UA para o passageiro 1. *MM - Exibir o campo de milhagem da reserva Fig.48 Obs.: Os comandos acima registram cartão de milhagem quando o cartão é da cia. aérea que está voando. Para inserir cartão de milhagem de uma cia aérea voando com outra (parceria) deve-se seguir o exemplo abaixo: SI.SSRFQTVRGHK1/UA SILVA/ALEXANDRE Galileo Explorer 32

33 SERVICE INFORMATION (SI.) Informações de OSI (gerais) e SSR (serviços) devem ser inseridas utilizando-se o formato SI. Exemplos: Informar à LH que o passageiro Antônio Santos é VIP SI.LH*SANTOS/ANTONIO VIP DIRETOR BANK BOSTON Informar a todas as cias aéreas de uma reserva um contato telefônico SI.YY*CTC IN SSA MERCURE HOTEL Nos exemplos acima, a mensagem vai para o campo SI da reserva e é gerado no formato OSI (other supplementary information). Fig. 49 Já o formato SSR é utilizado para serviços como cadeira de rodas, alimentação, solicitação de auxílio, etc. Exemplos de SSR Alimentação SI.P1/VGML Solicitar refeição vegetariana para o passageiro 1 SI.P1S1/DBML Solicitar refeição para diabético para o passageiro 1, do segmento 1 Para uma relação completa de código de alimentação digite H/MEAL Cadeira de rodas SI.P2/WCHS*BROKEN LEGS Solicitar para o passageiro 2 uma cadeira de rodas até o assento pois ele está com as pernas quebradas. Galileo Explorer 33

34 SERVICE INFORMATION (SI.) Animal na cabine SI.PETC*POODLE DOGX25X50X60 8KG Solicitar um animal na cabine (PETC) com as dimensões e peso do cachorro já dentro da caixa. Para maiores informações sobre formatos de SI, digite a qualquer momento H/SI. Galileo Explorer 34

35 VENDOR REMARKS (V.) Se desejar passar uma mensagem para uma cia. aérea solicitando algo, você deve fazer através do Vendor Remarks (Comando V.) Exemplos: Solicitar à LH confirmação de lista de espera em um determinado vôo. V.ALH*PLESASE CONFIRM LH587 L 18SEP Solicitar correção de nome V.AUA*PLEASE 1SILVA/ANDREA CHNT 1SILVA/ANDREIA TKS Galileo Explorer 35

36 ALTERAÇÃO DE RESERVAS A alteração de dados em uma reserva deve seguir a lógica dos comandos que identificam o campo a ser alterado. Revisando os 5 campos da reserva e seus comandos: Nome N. Itinerário (ver alteração de vôos) Contato P. Prazo T. Origem R. Nome O campo nome só pode ser alterado se a reserva ainda estiver em processo de criação e não tiver sido encerrada (sem o localizador). Observe a figura abaixo: Fig.50 Vamos supor que o nome correto é Andressa (com dois S ). A entrada para alterar é: MRS Onde: N.P1 exemplo, passageiro SILVA/ANDRESSA MRS Indica o que vai ser alterado ou apagado (neste alterar ou apagar Nome correto Galileo Explorer 36

37 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Após digitar o comando acima, é necessário re-exibir a reserva (*R). A resposta é a seguinte: Fig. 51 Obs.: Após fazer a alteração o agente deve assinar e encerrar a reserva (R.andre+ER) Agora observe a Fig. 52 Fig. 52 Ao tentar trocar o nome de um passageiro o sistema exibr a mensagem abaixo: Fig. 53 No entanto, algumas cias permitem a correção de até 3 caracteres. Galileo Explorer 37

38 ALTERAÇÃO DE RESERVAS No próximo exemplo iremos corrigir o nome do passageiro de Abreu/Alessandro para Abreu/Aleksandro Fig. 54 Galileo Explorer 38

39 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Prazo Para alterar prazo você deve seguir a política de prazos de cada cia. aérea. Lembre-se que o prazo fica em 2 campos no Galileo, como mostra a Fig. 55 Fig. 55 Para alterar o prazo do dia 01MAY para o dia 02MAY: Depois de alterar o prazo (TAU, que cai na fila de prazo 1 dia antes) o agente deve entrar no SI e dar a seguinte entrada: TIME LIMIT 02MAY/1800 Obs.: Como em qualquer alteração, você deve assinar e encerrar a reserva. Galileo Explorer 39

40 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Bilhetar Para bilhetar a reserva deve-se retirar os prazos TAU e do SI (conforme Fig. 55). Para retirar o prazo TAU: (apaga o prazo TAU e insere elemento de prazo OK) Entrar no SI e deletar a linha de prazo correspondente (apaga a informação de prazo da linha 1) Inserir o número do bilhete manualmente Existem 2 formas de bilhetar uma reserva: OSI SSR Cada cia. aérea determina o formato. Para saber qual formato aceito por uma determinada cia. aérea você deve consultar a página de informações do sistema Galileo, digitando o comando abaixo: GC*200/5/XX Substitua XX pelo código de 2 letras da empresa aérea. Como neste exemplo estamos usando a United Airlines (Fig.55): GC*200/5/UA Consultar o formato da United Airlines A United exige que o bilhete seja informado através do formato SSR. Para bilhetar: SI.P1/TKNM* BY SAMANTHA AGT Fig.56 O número do bilhete deve ter o dígito. Após o número do bilhete for informado o nome da agente (Samantha) Galileo Explorer 40

41 Observe como ficou a reserva: ALTERAÇÃO DE RESERVAS Contato Fig. 57 Fig. 58 Galileo Explorer 41

42 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Observe na figura 58 que existem 2 contatos. O primeiro é o da agência e o segundo é o comercial em POA aos cuidados da Lucy. Para alterar o fone da Lucy, por exemplo, é necessário usar o comando que identifica o campo contato (P.) seguido do arroba e o número da linha de contato (neste caso, número2) Comando: A/C LUCY Observe a tela após a alteração. Fig. 59 Fig. 60 Galileo Explorer 42

43 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Obs.: Assim como qualquer campo da reserva, o agente deve assinar e encerrar para que a alteração seja concluída. Observe a tela abaixo Itinerário Fig.61 Para alterar um vôo basta exibir uma nova disponibilidade, escolher o novo vôo e depois cancelar o(s) outro (s). Na Fig. 61, o passageiro embarca no dia 02 de Outubro, num vôo que sai às Vamos supor que ele deseja embarcar num vôo que saia por volta das 1000hs. Disponibilidade e venda do novo vôo Fig.62 Galileo Explorer 43

44 ALTERAÇÃO DE RESERVAS Ao vender o novo vôo, observe que o sistema exibe o itinerário com 2 vôos de ida. O segmento 2 é o que o passageiro deseja. Devemos então cancelar o segmento 1. Para cancelar um segmento aéreo de número 1: X1 Observe que após digitar o X1, o sistema o vôo que ficou. Após assinar e encerrar a reserva o status do vôo passa para HK (confirmado) Opções de cancelamento de itinerário Fig.63 Para cancelar os segmentos 1 e 4 da reserva acima (Fig.64): X1.4 Fig.64 Galileo Explorer 44

45 Resposta do sistema ALTERAÇÃO DE RESERVAS Fig.65 Obs.: Você deve assinar e encerrar a reserva quando fizer alteração. Para cancelar segmentos consecutivos use. Exemplo: Cancelar do segmento 1 até o 3 (incluindo o 2) : X1-3 Importante: Para cancelar todos os vôos de uma reserva utilize o comando XA Galileo Explorer 45

46 DIVISÃO DE RESERVAS Você deve dividir uma reserva quando um ou mais passageiros desejam fazer algo diferente dos demais. Exemplo: Fig.66 Na reserva acima, o passageiro Augusto Silva deseja retornar no dia 11 de Junho. É necessário então dividir a reserva para que o passageiro 2 possa fazer a alteração no retorno. Para dividir o passageiro 2: DP2 Fig.67 Na tela acima (Fig.67) o sistema avisa que qualquer modificação é restrita. O próximo passo é assinar e arquivar a reserva: R.PSGR F Assinar Arquivar Galileo Explorer 46

47 DIVISÃO DE RESERVAS Resposta: Fig.68 R.PSGR ER Assinar a reserva Encerrar Observações: Fig.69 Um novo campo é criado automaticamente após a divisão. O campo VL contém o localizador do outro passageiro. É possível entrar no novo código usando a tecla TAB do seu teclado. Antes de fazer qualquer alteração na reserva do passageiro, observe se foi gerado o VL (vendor locator) na nova reserva. Ele é a garantia que a reserva foi dividida no Galileo e na cia. aérea (ver Fig. 70). Galileo Explorer 47

48 DIVISÃO DE RESERVAS Fig. 70 Agora que a reserva foi dividida e está com o VL, é só alterar os vôos (Fig.71). Fig. 71 Galileo Explorer 48

49 ENVIO DE Para enviar da reserva para o passageiro você tem 2 opções: 1) Dentro da reserva da agência/agente do passageiro Não é obrigatório mas se desejar você pode fazer comentários que serão incluídos no e- mail. Exemplo: SEU ROTEIRO DE VIAGENS Você pode inserir quantos comentários desejar, basta alterar o número para 1,2,3, etc.. Os dados ficam armazenados no campo EM da reserva Para enviar o é necessário assinar e encerrar a reserva com ERM. Fig.72 Para ter certeza que o foi enviado, procure uma observação de texto no final da reserva (inserida automaticamente pelo sistema). Galileo Explorer 49

50 ENVIO DE Fig.73 2) Viewtrip Acesse o site Fig.74 Galileo Explorer 50

51 ENVIO DE Na Fig.74 os números em vermelho correspondem a: 1 Localizador da reserva (código Galileo) 2 Sobrenome do passageiro 3 Clique em GO para entrar no itinerário do passageiro Na próxima tela (Fig.75) a resposta do sistema: Fig.75 Para enviar o da reserva através do Viewtrip, clique em Send Itinerary, conforme ilustração acima. Galileo Explorer 51

52 ENVIO DE Complete a tela abaixo e o será enviado. Fig.76 Galileo Explorer 52

53 FILAS As fichas de reservas que criamos são sujeitas as mais diversas alterações: Um vôo pode confirmar, mudar de horário, trocar de número, etc. As companhias aéreas informam todas as alterações nas fichas de reservas através das filas. Você deve verificar as filas várias vezes durante o dia para estar sempre em dia com as alterações nas reservas. Além disso, mensagens provenientes das empresas aéreas e reservas com prazo vencendo também são verificadas através das filas. AS FILAS MAIS IMPORTANTES NÚMERO DA FILA ASSUNTO DA FILA 2 Respostas de assentos 10 Prazo 16 Vendor Remarks 17 Confirmação a partir da lista de espera 18 e 19 Confirmação de vôos pendentes 20 Vôo em lista de espera 21 Vôos impossíveis de confirmar 22 Horários de vôos alterados 23 Notificação HX (Vôo cancelado) 25 Respostas de solicitação de serviços especiais Os códigos de aviso sempre requerem que ações sejam tomadas. Veja a tabela de códigos de aviso abaixo: CÓDIGOS DE O QUE SIGNIFICAM? O QUE FAZER? AVISO KK / KL CONFIRMAÇÃO PASSAR PARA HK UU LISTA PASSAR PARA HL US LISTA PASSAR PARA HL UC IMPOSSÍVEL CANCELAR COM XK CONFIRMAR UN NÃO OPERA CANCELAR COM XK NO REJEITADO CANCELAR COM XK HX REJEITADO CANCELAR COM XK TK- VÔOS MUDANÇA DE PASSAR PARA HK CONFIRMADOS HORÁRIO TL VOOS EM LISTA MUDANÇA DE HORÁRIO PASSAR PARA HL Galileo Explorer 53

54 FILAS Existem 2 tipos de filas 1) Mensagem 2) Reservas Para exibir o menu de filas: QCA 1 2 Fig. 77 A fila de mensagem é importante para que a agência fica ciente do que está acontecendo no sistema galileo (cursos, entradas, problemas, etc.) e no mercado (procedimentos BSP, queda de link de cia. aérea, etc.). No exemplo acima (Fig. 77) existem 2900 mensagens para serem lidas. Observe os comandos aplicáveis para filas de mensagens: QM QEMI QRM QX+QEMI QX+QRM Comando para acessar a fila MSG Já na fila, você irá utilizar esse comando para manter a mensagem que está na tela e visualizar a próxima da lista. Na fila, você utiliza esse comando para remover a mensagem que está na tela da fila e visualizar a próxima da lista. QX(sair da fila)+qemi (Manter a mensagem na fila) QX(sair da fila)+qrm (Remover a mensagem da fila) Galileo Explorer 54

55 FILAS DE RESERVAS Após tomar ação, a reserva deve ser assinada da seguinte forma: R.NOMEDOAGENTE+E Consequentemente uma nova reserva ou mensagem de fila vazia (QUEUE EMPTY) será mostrada. No modo de filas não é possível abrir ou criar reservas. AÇÃO COMANDO DESCRIÇÃO IGNORAR REMOVER SAIR DA FILA E IGNORAR I QR QX+I Este comando ignora mas não remove a reserva da fila. Outra é apresentada na tela se ainda existir A reserva é removida da fila e a próxima é apresentada na tela se ainda existir A reserva é ignorada mas não é removida da fila. Galileo Explorer 55

56 TRABALHANDO AS FILAS NÚMERO DA FILA ENTRAR AÇÃO 2 (ASSENTOS) Q/2 ENTRAR NO CAMPO DE ASSENTOS: *SD (TRANFORMA TODOS PARA HK) (SOMENTE O SEGMENTO 1) (CANCELA TODOS OS ASSENTOS) (CANCELA O SEGMENTO 1) 10 (PRAZO) Q/10 Ao entrar na fila, a primeira reserva é mostrada Você deve usar a tecla F4 para bilhetar ou prorrogar o prazo 17 (CONFIRMAÇÃO DE LISTAS) 20 (AVISO DE LISTA DE ESPERA) Q/17 Q/20 Quando os vôos estão em lista de espera e são confirmados pela empresa aérea, você recebe a confirmação através desta fila (HL KL HK) Para confirmar segmento aéreo para (neste exemplo segmento 2) Você recebe os códigos UU e US. (UU HL) (US HL) Para transformar você (Transforma o segmento 1 em HL) Galileo Explorer 56

57 TRABALHANDO AS FILAS 21 (AVISO DE VÔOS IMPOSSÍVEIS DE CONFIRMAR) 22 (HORÁRIO ALTERADO) 23 (VÔO REJEITADO) 25 (SERVIÇOS ESPECIAIS ) Q/21 Q/22 Q/23 Q/25 Você recebe códigos de negação (UC, UN, NO) nesta fila que você deverá cancelar Você recebe o código TK ou TL (TK HK) (TL HL) Para passar para HK 1 HK (Onde 1 é o nº do segmento aéreo) Para passar para HL 1 HL (Onde 1 é o nº do segmento aéreo) O vôo pode ser rejeitado pela empresa aérea principalmente devido a duplicidade, Noshow ou cancelamento por prazo. Nestes casos, você recebe o código HX. Normalmente o código HX é acompanhado de um Vendor Remarks. Verificar se a reserva deve ser reativada ou ver qual melhor ação. Cancelar com XK Caso haja confirmação ou rejeição em solicitações de serviços especiais (Como as refeições por exemplo), então você deve tomar as ações necessárias. Faça *SI para entrar no campo Você deve transformar o código KK em HK EXEMPLOS: (transformar todos Seg VGML) (transformar FPML Seg 1) (cancelar todos os Seg. BBML) (cancelar VGML Seg. 4) Caso tenha alguma alimentação com UN ou NO a mesma deverá ser cancelada acordo exemplo acima. Galileo Explorer 57

58 PRONTA REFERÊNCIA Comandos 1. Nome Inserir N.Santos/RoseMrs Inserir o nome de 1 passageiro N.2Carvalho/AnaMrs/JoseMr N.I/Amaro/Lucas*02AUG6 r Inserir 2 passageiros com o mesmo sobrenome Inserir um Infant na Reserva, informando a data de nascimento com dia, mês e ano. Alterar o nome do Psgr 1 Alterar o nome dos Psgrs 1 e 2 Alterar o nome do Psgr 3 (Infant) Modifica Cancelar Cancelar o nome do Psgr 1 Cancelar o nome dos Psgrs 1 e 2 2. Telefone Inserir P.RIOB* A/C Maria Inserir telefone Comercial (B) Modificar A/C Maria Alterar o telefone da linha 1 Cancelar Cancelar o telefone da linha 1 Galileo Explorer 58

59 3. Prazo Inserir T.TAU/20MAR T.TAU/20MAR/1800 T.T* Modificar Cancelar PRONTA REFERÊNCIA Inserir o Prazo Inserir o Prazo com Horário Informação de Reserva Bilhetada Alterar o prazo para o dia 16 de Abril Alterar o prazo e o horário Alterar qdo bilhetar a reserva Cancelar o prazo 4. Service Information (SI) Inserir SI.RG*GALILEO TIME LIMIT 28MAR SI.YY*CTCC IN BHZ SI.VGML SI.S1-2P1/TKNM* SI.AZ*TKNM Modificar TIME LIMIT 29MAR IN BHZ Cancelar Inserir informativo de Prazo no campo SI Inserir telefone de contato do Psgr no SI Solicitar serviço Especial Informar número de Tkt (formato SSR) Informar número de Tkt (formato OSI) Alterar o prazo na linha 2 do SI Alterar o Contato do Psgr no SI Cancelar a linha 2 do SI Cancelar o seviço especial Cancelar a informação de bilhete inserida Manualmente Galileo Explorer 59

60 Galileo Explorer 60

COMO EFETUAR UMA RESERVA GOL NO SISTEMA GALILEO

COMO EFETUAR UMA RESERVA GOL NO SISTEMA GALILEO COMO EFETUAR UMA RESERVA GOL NO SISTEMA GALILEO INTRODUÇÃO É com grande satisfação que informamos que a GOL linhas Aéreas Inteligentes, a partir de 05/12/2006, disponibilizará o seu conteúdo de vôos para

Leia mais

Reservas de Hotel Galileo Desktop + PointClick

Reservas de Hotel Galileo Desktop + PointClick Reservas de Hotel Galileo Desktop + PointClick RESERVAS DE HOTEL Treinamento: treinamento.br@travelport.com Helpdesk: 3351 7201 (São Paulo) (11) 3549-5400 ramal 5434 ou 5429 0800 883 0028 (Outras localidades)

Leia mais

Atividade de Classe: Solicitação de Serviço Especial (SSR) 1. Acessar HELP SSRC p ara obter uma lista de códigos de serviços.

Atividade de Classe: Solicitação de Serviço Especial (SSR) 1. Acessar HELP SSRC p ara obter uma lista de códigos de serviços. Lição: Serviços Especiais, Diversos, OSI & SSR Total de horas: 2 horas Solicitação de Serviços Especiais (SSR) Consideramos Solicitação de Serviço Especial, uma requisição de alimentação específica, cadeira

Leia mais

Criar um PNR com os campos mandatórios Ignorar e finalizar uma transação Alterar os campos da reserva Alterar e cancelar um itinerário

Criar um PNR com os campos mandatórios Ignorar e finalizar uma transação Alterar os campos da reserva Alterar e cancelar um itinerário Lição: Total de horas: PNR 2 horas Descrição da aula: Este curso tem a finalidade de trabalhar os quatro campos mandatórios para a criação de um PNR (Passenger Name Record). Os procedimentos de como acessar

Leia mais

Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus. V. 2.0 23 Janeiro 2009

Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus. V. 2.0 23 Janeiro 2009 Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus V. 2.0 23 Janeiro 2009 Indice 1. Introdução...3 2. Tipo de Acesso Azul no Sistema Amadeus...4 3. Criando um PNR com vôos da Azul para passageiro Adulto...4 3.1 Venda...5

Leia mais

Sobre o Reserva Fácil

Sobre o Reserva Fácil Sobre o Reserva Fácil O Reserva Fácil é o portal criado para simplificar o dia a dia do agente de viagens e do cliente corporativo no trabalho de busca, reserva e emissão de passagens Com rapidez e segurança,

Leia mais

GUIA PRÁTICO OPERACIONAL

GUIA PRÁTICO OPERACIONAL 2011 GUIA PRÁTICO OPERACIONAL Conteúdo APRESENTAÇÃO HOME Parte 1... 8 Parte 2... 9 Parte 3... 10 PESQUISAS Principais recursos de aéreo, hotel e carro AÉREO... 13 Apresentação... 13 Pesquisa Voos... 14

Leia mais

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Manual Avançado Portal Agências Sumário 1 Portal Frontur Consolidação... 3 2 Reconhecendo o Portal... 03/04/2014 3 3 Navegando e utilizando o Portal... 5

Leia mais

ScriptPro Script PNR Básico

ScriptPro Script PNR Básico ScriptPro Script PNR Básico Visão Geral Introdução Nome do Arquivo Este documento contem uma visão geral do Script de PNR Básico. BR_PNRB.CSL Arquivos complementares: ANOS.LST MESES.LST NPAX.LST PTC.LST

Leia mais

Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus. V. 1.1 Janeiro 2009

Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus. V. 1.1 Janeiro 2009 Vendendo Azul (AD) pelo Sistema Amadeus V. 1.1 Janeiro 2009 Indice 1. Introdução...3 2. Tipo de Acesso Azul no Sistema Amadeus...4 3. Criando um PNR com vôos da Azul para passageiro Adulto...4 3.1 Venda...5

Leia mais

[Add date] Page 1. Galileo Smartpoint. Reservas Aéreas e Tarifas

[Add date] Page 1. Galileo Smartpoint. Reservas Aéreas e Tarifas [Add date] Page 1 Galileo Smartpoint Reservas Aéreas e Tarifas Março, 2014 Galileo by Travelport Todos os direitos reservados Este material é de propriedade da Travelport e sua reprodução por quaisquer

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES INTRODUÇÃO É com grande satisfação que informamos que a GOL linhas Aéreas Inteligentes, a partir de 05/12/2006, disponibilizará o seu conteúdo de vôos para reservas e vendas no sistema

Leia mais

TMS - TRAVEL MANAGEMENT SYSTEM. Sistema de pesquisa, reservas e gerenciamento de viagens nacionais e internacionais.

TMS - TRAVEL MANAGEMENT SYSTEM. Sistema de pesquisa, reservas e gerenciamento de viagens nacionais e internacionais. TMS - TRAVEL MANAGEMENT SYSTEM Sistema de pesquisa, reservas e gerenciamento de viagens nacionais e internacionais. G u i a do u s u á r i o TMS TRISTAR MANAGEMENT SYSTEM Guia do Usuário TRISTAR VIAGENS

Leia mais

ProReserve Serviços de Internet Ltda.

ProReserve Serviços de Internet Ltda. [Digite texto] ProReserve Serviços de Internet Ltda. Av. Evandro Lins e Silva, 840-1911, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - 21 2178-2180 São Paulo / Rio de Janeiro / Campinas / Curitiba / Brasília / Fortaleza

Leia mais

Como Vender Gol no Sistema Amadeus?

Como Vender Gol no Sistema Amadeus? 22 de Dezembro de 2005 Treinamento e Documentação Amadeus Brasil Elaboração: José Mauro Toledo Revisão: Aprovação: Ines Augusta do Amaral Portilho Marina Versão 1.0 Data: 22/12/2005 Treinamento e Documentação

Leia mais

Manual. Passo a Passo AR&B

Manual. Passo a Passo AR&B Manual Passo a Passo AR&B Prezado(a) Colaborador(a), O novo sistema de gestão de viagens tem como o principal objetivo garantir que a política de viagens seja aplicada, garantindo que os preços das passagens

Leia mais

ÍNDICE. Manual Reservas EasyJet - May 2013 1

ÍNDICE. Manual Reservas EasyJet - May 2013 1 Manual de Reservas ÍNDICE Reservar a partir de uma disponibilidade........ Campos obrigatórios........ 4 Campos opcionais............. 4 Fare Quote........ 5 Additional Services.......... 6 Sports Equipment........

Leia mais

Amadeus Pro Tempo 2.3 - Apresentação

Amadeus Pro Tempo 2.3 - Apresentação Amadeus Pro Tempo 2.3 - Apresentação 16 de novembro de 2000 Treinamento e Documentação Amadeus Brasil Amadeus Pro Tempo - versão 2.3 Introdução Este documento tem como objetivo relacionar as alterações

Leia mais

Trabalhando na Página Gráfica

Trabalhando na Página Gráfica Trabalhando na Página Gráfica A página gráfica é a principal área do Amadeus Selling Platform, pois é nela que a maioria dos comandos existentes no Sistema Central Amadeus podem ser acessados e enviados

Leia mais

Guia de uso Reserva Fácil. Guia de uso Reserva Fácil

Guia de uso Reserva Fácil. Guia de uso Reserva Fácil Guia de uso Reserva Fácil Guia de uso Reserva Fácil Sobre o Reserva Fácil O Reserva Fácil simplifica o dia a dia do agente de viagens e do cliente corporativo no trabalho de busca, reserva e emissão de

Leia mais

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04 Índice Informações sobre conteúdo do site...04 Como usar o site...05 Conhecendo o site... 06 Conectando ao site...10 Resumo de suas reservas...11 Iniciando a pesquisa...12 Como fazer reserva de hotel Definindo

Leia mais

INTRODUÇÃO... 2. Acessando o CUSTOM DESKTOP... 3. Efetuando uma reserva... 5. Inserindo o cartão de milhas... 7. Reservando Assentos...

INTRODUÇÃO... 2. Acessando o CUSTOM DESKTOP... 3. Efetuando uma reserva... 5. Inserindo o cartão de milhas... 7. Reservando Assentos... Sumário INTRODUÇÃO... 2 Acessando o CUSTOM DESKTOP... 3 Efetuando uma reserva... 5 Inserindo o cartão de milhas... 7 Reservando Assentos... 7 Emitindo o bilhete... 8 Cancelando o bilhete... 9 Cancelando

Leia mais

Objetivo. Também informar a agências de viagens sobre as práticas indevidas em seu GDS que devem ser evitados para não gerar custos desnecessários.

Objetivo. Também informar a agências de viagens sobre as práticas indevidas em seu GDS que devem ser evitados para não gerar custos desnecessários. Objetivo Conscientizar as agências de viagens sobre a utilização correta dos sistemas de distribuição GDS, sendo essa uma ferramenta tecnológica de importância vital para o negócio, o qual deverá permitir

Leia mais

Tarifamento e Reemissão TAM com taxa DU 2011.1

Tarifamento e Reemissão TAM com taxa DU 2011.1 Tarifamento e Reemissão TAM com taxa DU 2011.1 Para download de apostilas e inscrição em cursos visite o nosso Portal de Treinamento www.travelportbrasil.com.br/treinamento Treinamento: Helpdesk: treinamento.br@travelport.com

Leia mais

1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 3. FORMAS DE ACESSO... 1 4. COMO ACESSAR O SISTEMA?... 1 5. ESQUECI MINHA SENHA, O QUE DEVO FAZER?... 2 6.

1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 3. FORMAS DE ACESSO... 1 4. COMO ACESSAR O SISTEMA?... 1 5. ESQUECI MINHA SENHA, O QUE DEVO FAZER?... 2 6. 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 3. FORMAS DE ACESSO... 1 4. COMO ACESSAR O SISTEMA?... 1 5. ESQUECI MINHA SENHA, O QUE DEVO FAZER?... 2 6. COMO FAZER UMA SOLICITAÇÃO DE VIAGEM?... 3 7. COMO FAZER A

Leia mais

Amadeus e-mail - Resumo

Amadeus e-mail - Resumo Amadeus e-mail - Resumo 27 de novembro de 2001 Treinamento e Documentação Amadeus Brasil Caro Agente de Viagens, O Amadeus e-mail é um produto desenvolvido para a utilização dos recursos da Internet através

Leia mais

TRAVELPORT RESERVAS DE HOTÉIS CMNET

TRAVELPORT RESERVAS DE HOTÉIS CMNET TRAVELPORT RESERVAS DE HOTÉIS CMNET 9/9/2008 CMNET RESERVA DE HOTÉIS O que é o Roommaster? O Roommaster permite que sejam feitas reservas em mais de 44.700 hotéis em todo o mundo. É a maneira mais fácil

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos O CIAF Hotelaria, é um sistema que permite ao administrador, gerenciar completamente sua empresa que presta serviço de hospedagem como hotéis e pousadas por exemplo. Facilmente você poderá cadastrar suas

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens

OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens v.1.0 RUA DR. LIRÁUCIO GOMES, 55 CAMBUÍ CAMPINAS SP Índice Como entrar no sistema...3 Tela inicial do sistema...3 Iniciando um

Leia mais

Emissão II Pagamento Parcelado MANUAL DO ALUNO

Emissão II Pagamento Parcelado MANUAL DO ALUNO Emissão II Pagamento Parcelado MANUAL DO ALUNO Í n d i c e Índice...2 Módulo Emissão II Pagamento Parcelado...3 Visão Geral Emissão II...3 Comparação Entre as Formas de Pagamento...4 Dicas...5 Sem Juros

Leia mais

A solução completa para a gestão de viagens da sua empresa

A solução completa para a gestão de viagens da sua empresa A solução completa para a gestão de viagens da sua empresa Introdução O BESTWAYCORP é um sistema completo de Self Booking voltado para empresas. O sistema permite aos viajantes e assistentes criar suas

Leia mais

Guia do usuário SGV Módulo III -versão 3.0.7 Configurações da Minha Empresa

Guia do usuário SGV Módulo III -versão 3.0.7 Configurações da Minha Empresa Guia do usuário SGV Módulo III -versão 3.0.7 Configurações da Minha Empresa Versão 3.0.7 BBTUR VIAGENS E TURISMO 27/08/2014 1 Sumário 1. Cadastro de colaboradores...5 1.1 Cadastrar/Pesquisar um Colaborador...5

Leia mais

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local SIGA Saúde Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde Manual operacional Módulo Agenda Agendamento Local Sumário Introdução... 3 Agendamento... 4 Pesquisa de vagas... 5 Perfil de Agenda... 6 Dados

Leia mais

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Gerenciar um salão de beleza usando o sistema Graces é muito fácil! Eis alguns passos que poderão lhe ajudar a realizar os testes. Lembre-se que

Leia mais

Ave: Manual do usuário

Ave: Manual do usuário As iniciais no canto superior esquerdo indicam a atual lista de espécies em uso. Clique neste campo para abrir uma grade com todas Ave: Manual do usuário Introdução A Janela Inicial O botão Listas Sobre

Leia mais

Vendendo TAM (JJ) pelo Sistema Amadeus Linha de Comandos

Vendendo TAM (JJ) pelo Sistema Amadeus Linha de Comandos Vendendo TAM (JJ) pelo Sistema Amadeus Linha de Comandos 06 de Agosto de 2010 Treinamento e Documentação Amadeus Brasil 2 Índice 1. Introdução:...3 2. Tipo de Acesso TAM no Sistema Amadeus:...3 3. Criando

Leia mais

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013 Julho/2013 TARIFA OPERADORA TAM Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora Clube Turismo Matriz Av. Pres. Epitácio Pessoa, 724, Torre CEP 58040-000 João

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Estabelece regras sobre a disponibilização de Informações Antecipadas sobre Passageiros (API) e do Registro de Identificação de Passageiros (PNR). A DIRETORIA

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

TUTORIAL NOVO PORTAL FLYTOUR VIAGENS

TUTORIAL NOVO PORTAL FLYTOUR VIAGENS TUTORIAL NOVO PORTAL FLYTOUR VIAGENS Departamento de Treinamento - Versão 01/2014 MENU Como logar e acessar o painel de controle ----------------------------------------------------------------3 Reserva

Leia mais

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros O que é o SISAUT/FC? MANUAL DO USUÁRIO O SISAUT/FC é o sistema por meio do qual são feitos os requerimentos para as autorizações

Leia mais

Bom dia! Seja bem vindo ao treinamento Turin Viagens sistema de reservas. Administrando o BookingPRO

Bom dia! Seja bem vindo ao treinamento Turin Viagens sistema de reservas. Administrando o BookingPRO Bom dia! Seja bem vindo ao treinamento Turin Viagens sistema de reservas Administrando o BookingPRO Administrando o sistema Conteúdo: 1. Introdução ao BookingPRO 2. Diferentes usuários 3. Credencial de

Leia mais

Instruções para Reservas

Instruções para Reservas Instruções para Reservas Sobre o serviço Utilização do serviço de Reservas On-Line Para usar este serviço, você deve ter nome de usuário e senha, com o qual você poderá fazer o login para realizar as suas

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos Instalação - Primeiros Passos 1- O download da ultima versão do sistema é disponibilizado em nosso site do no link http://www.tvsistemas.com.br/downloads.html 2- Após realizar o download execute o instalador,

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (ABRIL 2009)

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (ABRIL 2009) Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (ABRIL 2009) Índice 1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP...3 1.1.Viagem Nacional...6 1.2.

Leia mais

Curso Sabre Básico - Reservas MANUAL DO ALUNO

Curso Sabre Básico - Reservas MANUAL DO ALUNO Curso Sabre Básico - Reservas MANUAL DO ALUNO Curso Sabre Básico - Reservas - Manual do Aluno - Fevereiro 2011 2 Í n d i c e Índice... 3 Módulo I Introdução ao Sistema Sabre... 5 Iniciar uma sessão do

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. Página1

MANUAL DE SISTEMA. Página1 Página1 Página2 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 3 2 Passo a Passo... 4 2.1. Visão inicial do Sistema Presença 4 2.2. Solicitar Acesso 5 2.3. Substituição do Operador Municipal Máster 7 2.4. Acessar

Leia mais

ÍNDICE Bem Vindo Procedimentos Gerais Mensagem do Depto

ÍNDICE Bem Vindo Procedimentos Gerais Mensagem do Depto ÍNDICE Bem Vindo Procedimentos Iniciais... Pagina 2 Procedimentos Gerais 1. Iniciando o Windows XP... Pagina 3 2. Acesso a Internet e Web Mail... Pagina 4 3. Uso da Rede Wireless... Pagina 6 4. Tocando

Leia mais

MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA

MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA 1 MANUAL DO FRANQUEADO 2 Sumário 1. Solicitação do bilhete de passagem...4 2. Recebimento do bilhete de passagem...5 3. Sistema SRVP...5 3.1. Login...5 3.2. Modalidade

Leia mais

TRIP no GDS Sabre Pronta Referência

TRIP no GDS Sabre Pronta Referência R E S E R V A R Disponibilidade com Total Acesso ao Banco de dados da TRIP; Disponibilidade com acesso ao Banco de dados do Sabre; Vender 1 lugar na classe Y do vôo da linha 7; 120MARSAOIGU T4 117OCTSAORAO

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

Manual do Aplicativo Servidor ECD

Manual do Aplicativo Servidor ECD Manual do Aplicativo Servidor ECD Edição de novembro de 2014 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste manual pode ser reproduzida

Leia mais

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com. Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.br SÃO PAULO - SP SUMÁRIO Introdução... 3 Autenticação no sistema administrativo... 4 Apresentação do sistema administrativo... 5 Gerenciamento

Leia mais

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP. Operacionalização - Solicitação de Viagem

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP. Operacionalização - Solicitação de Viagem Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP FAQ Perguntas e Respostas Freqüentes Operacionalização - Solicitação de Viagem 1 - Quais as exigências legais para cadastramento de uma solicitação de

Leia mais

PORTAL WISSEN OPERADORA 2011 GUIA PRÁTICO OPERACIONAL. Portal Wissen

PORTAL WISSEN OPERADORA 2011 GUIA PRÁTICO OPERACIONAL. Portal Wissen PORTAL WISSEN OPERADORA 2011 GUIA PRÁTICO OPERACIONAL Portal Wissen Onde encontro? INTRODUÇÃO...3 Acessando o Sistema...4 Pagina Inicial do sistema...5 FUNCIONAMENTO DO SISTEMA...6 Iniciando um File (Compra

Leia mais

Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce

Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce Sumário Introdução...3 Página inicial (Home Page)...3 Criar uma conta ou Entrar (Login)...4 Criar uma Conta...5 Entrar (Login)...6 Minha Conta...7

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010)

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010) Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010) Índice 1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP...03 1.1.Viagem Nacional...06

Leia mais

Sistema para gestão de viagens corporativas

Sistema para gestão de viagens corporativas Sistema para gestão de viagens corporativas Introdução O WTS Corporate: É um sistema de gestão de viagens que permite aos viajantes e assistentes criarem suas próprias reservas de voo, de hotel, solicitações

Leia mais

Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo

Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo 1 CONTEÚDO Conteúdo..2 Introdução... 3 Como acessar o Portal?... 4 Lançamento de Notas... 6 Lançamento de Frequência para Programas / Projetos

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos Instalação - Primeiros Passos 1 O download da ultima versão do sistema é disponibilizado em nosso site do no link http://www.tvsistemas.com.br/downloads.html 2 Após realizar o download execute o instalador,

Leia mais

Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais

Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais Procedimentos Departamento de Projetos Contratos e Convênios Pró-Reitoria de Administração Manual para Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias SECOM MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias WARAM 1.5 Ferramenta de atualização do Portal da Prefeitura de São Paulo. Use preferencialmente o navegador Internet Explorer superior ou igual a 7.0. No campo

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Criação de Classes de Atividade Complementar - AC

Criação de Classes de Atividade Complementar - AC Criação de Classes de Atividade Complementar - AC Objetivo Orientar as escolas que trabalham com Atividade complementar, tais como: Mais Educação, Ensino Médio Inovador e Atividade Complementar na execução

Leia mais

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES Esse Manual tem como objetivo explicar todas as funções do novo sistema de abertura de chamados da Datacom Automações. Esse novo programa facilitará o atendimento entre

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Apresentando o novo modelo de atendimento Centro Marista de Serviços - CMS. Curitiba, Julho de 2014

Apresentando o novo modelo de atendimento Centro Marista de Serviços - CMS. Curitiba, Julho de 2014 Apresentando o novo modelo de atendimento Centro Marista de Serviços - CMS Curitiba, Julho de 2014 Vamos à prática: Como abrir um chamado? Entre na ferramenta com seu login e senha de rede (a mesma que

Leia mais

W4Mobile Operations Management System. Manual do Usuário Versão 1.3.3

W4Mobile Operations Management System. Manual do Usuário Versão 1.3.3 W4Mobile Operations Management System Manual do Usuário Versão 1.3.3 W4Mobile Team: + 55 31 3475 3594 E-mail: suporte@3ssistemas.com.br Este documento consiste em 27 páginas. Elaborado por: IT Applications

Leia mais

Reservas de Hotel no Galileo Outubro 2013

Reservas de Hotel no Galileo Outubro 2013 Reservas de Hotel no Galileo Outubro 2013 HOTÉIS NO GALILEO Comissionamento: porcentagens e forma de recebimento. Passo a passo para reservar 1 apto: DISPONIBILIDADE: HOA15AUG-20AUGMIA/2 VER AS TARIFAS

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA 1 de 12 Analista de Suporte I 1 Acesso ao sistema O sistema de chamados esta disponível na web no endereço HTTP://sme.netcenter.com.br O acesso ao sistema é feito com o número de designação do estabelecimento.

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

Tutorial Web Mail. Acesso e Utilização. MPX Brasil Cuiabá/MT: Av. Mal Deodoro, 1522 B Centro Norte. Contato: (65) 3364-3132 cuiaba@mpxbrasil.com.

Tutorial Web Mail. Acesso e Utilização. MPX Brasil Cuiabá/MT: Av. Mal Deodoro, 1522 B Centro Norte. Contato: (65) 3364-3132 cuiaba@mpxbrasil.com. Tutorial Web Mail Acesso e Utilização Como acessar meu e-mail institucional? 1. Para acessar seu e-mail institucional, acesse primeiramente o site ao qual ele pertence, por exemplo o e-mail contato@alianca.to.gov.br

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo.

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo. Unidade 02 A- Iniciando o Trabalho com o ACCESS: Criar e Salvar um Banco de Dados Acessar o ACCESS Criar e Salvar o Banco de Dados Locadora Encerrar o Banco de Dados e o Access Criando um Banco de Dados

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

A p o s t i l a M i c r o s o f t A c c e s s 97

A p o s t i l a M i c r o s o f t A c c e s s 97 A p o s t i l a M i c r o s o f t A c c e s s 97 Índice a) Access 97 b) Iniciando o Access c) Passo- a- passo d) Tabelas e) Exercício f) Consultas g) Passo- a- passo h) Formulários i) Passo- a- passo j)

Leia mais

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE 1. Ligando o telefone. Pressione a tecla vermelha por 3 segundos, após a inicialização do telefone aparecerá a tela inicial com a operadora escolhida. (claro, tim,

Leia mais

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos.

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Fórmulas e Funções Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Operadores matemáticos O Excel usa algumas convenções

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Tela de Apresentação Informe seu País. Clique no mapa das Américas (Indicado por um círculo amarelo)

Tela de Apresentação Informe seu País. Clique no mapa das Américas (Indicado por um círculo amarelo) Tela de Apresentação Informe seu País Clique no mapa das Américas (Indicado por um círculo amarelo) 2 Tela de Apresentação Informe seu País Clique em Brazil 3 Tela de Acesso Informe seu Login Digite seu

Leia mais

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem.

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. TUTORIAL MOODLE Titulo: Primeiro Acesso a Plataforma MOODLE. Autor: NUTEIA Data de Criação: 03 / 02 / 2008. Atualizado em: 16 / 03 / 2012. 1ª Etapa 01

Leia mais

Contrato de Longo Prazo (LTA) para Agência de Viagens

Contrato de Longo Prazo (LTA) para Agência de Viagens Contrato de Longo Prazo (LTA) para Agência de Viagens Contratos de Longo Prazo (LTA) são tipos especiais de acordos firmados entre o PNUD e um fornecedor com o objetivo de garantir o fornecimento de um

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais