A Preservação do Capital Intelectual como Diferencial das Organizações de Sucesso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Preservação do Capital Intelectual como Diferencial das Organizações de Sucesso"

Transcrição

1 5 A Preservação do Capital Intelectual como Diferencial das Organizações de Sucesso 41 Conhecimento é poder... Essa célebre frase é uma grande verdade em nossa era do conhecimento. Dilmar Gonçalves da Cunha & Emerson Franco

2 Capital Intelectual Dilmar Gonçalves da Cunha & Emerson Franco 42 Dilmar Gonçalves da Cunha: Mestre em Engenharia Elétrica, Especialista em Tecnologia da Informação e Bacharel em Engenharia Elétrica. Atuando há 33 anos na área de engenharia de manutenção de sistemas elétricos de potência, com experiência profissional em comissionamento e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de proteção e controle de subestações e usinas. Nos últimos anos tem trabalhado no desenvolvimento, suporte e manutenção de um sistema especialista para retenção do capital intelectual, a princípio utilizado em manutenção de equipamentos, porém com um grande potencial de ser aplicado em outras áreas do conhecimento. Contatos: Telefone : (31) Emerson Franco: Coach Pessoal e Profissional, Especialista em gestão de pessoas com ênfase em Educação, Pós-graduado em Engenharia de Vendas atuando há 20 anos em grandes empresas multinacionais. Possui formação em Personal & Professional Coaching, Executive e Leader Coach pela SBC Sociedade Brasileira de Coaching licenciada pelo ICC International Coaching Council Contatos: (31)

3 Dilmar Gonçalves da Cunha & Emerson Franco Era do Conhecimento Vivemos na era pós-industrial, também conhecida como era do conhecimento. A história de como a humanidade se organizou para o trabalho passa por três etapas distintas: Era Agrícola - Duração: anos - Utilizava força muscular e energia da natureza; Era Industrial - Duração 200 anos ( ) Utilizava máquinas e buscava padronização das atividades; Era Pós-Industrial I ou Era da Informação/Comunicação ( ) Utiliza redes de computadores para gestão da informação. Era Pós-Industrial II ou Era do Conhecimento (1995 aos dias de hoje). Utiliza capital intelectual para gerir e aplicar o conhecimento. Na era Pós-industrial I ou sociedade da informação e da comunicação, as mudanças e inovações tecnológicas ocorrem em uma velocidade incrível e o trabalho intelectual ocupa papel importante para agregar valor aos produtos e serviços das empresas. 43 A Pós-Industrial II ou Era do Conhecimento é caracterizada pela necessidade de desenvolvimento da habilidade seletiva diante do bombardeio de informações que a era tecnológica da informação e comunicação nos apresenta nos dias de hoje. Conforme Peter Drucker: As atividades que ocupam o lugar central das organizações não são mais aquelas que visam produzir ou distribuir objetos, mas aquelas que produzem e distribuem informação e conhecimento. Sendo assim, o capital humano, ou melhor, a maneira como as pessoas utilizam o conhecimento em prol dos resultados é o que faz a diferença nessa nova e dinâmica sociedade. Mas quando falamos de capital humano das empresas, falamos de algo intangível, e que está literalmente na cabeça de cada trabalhador. Portanto, o grande desafio é identificar, multiplicar e reter esse capital intelectual nas organizações.

4 Capital Intelectual Capital Intelectual das organizações O capital intelectual das organizações nada mais é que o conjunto acumulado do capital intelectual dos indivíduos dessas organizações. O capital intelectual dos indivíduos é a capacidade de transformar informação em conhecimento que possa ser aplicado pelas organizações. O conceito de Capital Intelectual é algo recente e significa a soma dos conhecimentos de todos os colaboradores de uma empresa. Porém, a soma desses conhecimentos é algo invisível e intangível, mas que efetivamente está presente nas organizações e está diretamente ligado aos resultados das mesmas. Necessidade de Preservação do capital intelectual 44 Existe uma necessidade primordial para as empresas da era do conhecimento, que é a da preservação do seu capital intelectual, pois se este capital está alocado na cabeça dos trabalhadores podemos afirmar que cada indivíduo que deixa o seu emprego leva embora parte desse capital e cada indivíduo que chega pode trazer novos conhecimentos. Logo é importante criar um mecanismo para retenção dessas informações e experiências dos trabalhadores pelas empresas. Esta preservação pode trazer inúmeros benefícios no curto, médio e longo prazo para as organizações, pois com essa troca de experiências e atualização do conhecimento elas podem se tornar mais competentes e produtivas. Implantação de um programa de retenção do Capital Intelectual A implantação de um programa de retenção do Capital Intelectual inicia pela necessidade de compartilhamento das informações e experiências dos indivíduos. Portanto, aí está o primeiro desafio das organizações, que é o de criar um ambiente favorável para essa troca, que incentive as pessoas a colaborar e a serem reconhecidas por isso.

5 Dilmar Gonçalves da Cunha & Emerson Franco O reconhecimento pode ser material, através de prêmios em dinheiro, brindes ou imaterial, através de mecanismo de reconhecimento público e individual. O ponto principal, porém, é criar um cenário onde o capital intelectual das organizações seja preservado e o capital intelectual dos indivíduos seja aumentado através dessa troca. Tecnologia e gestão do conhecimento O segundo desafio da implantação de um programa de retenção do Capital Intelectual está na gestão eficaz da enorme quantidade de informação gerada, para que ela efetivamente seja utilizada de maneira produtiva para as empresas. Felizmente podemos contar com o auxílio da tecnologia para essa tarefa de organização das informações e geração do conhecimento. Uma alternativa eficaz é a utilização de softwares que funcionam como verdadeiros repositórios de informações confiáveis e atualizadas e que podem, por sua vez serem acessados por diversas pessoas em diferentes lugares. 45 RME-Web: Exemplo de Aplicação de retenção do capital intelectual em equipes de manutenção Para ilustrarmos o conceito de retenção do capital intelectual vamos Figura 1 - Topologia nas nuvens do sistema especialista RME-WEB

6 Capital Intelectual apresentar um case de sucesso na área de manutenção, que é o RME- Web - Rede de Manutenção Especializada em Equipamentos na Web. Trata-se de um sistema especialista (expert system) desenvolvido sob medida para reter o conhecimento de profissionais especializados do ramo de manutenção. Historicamente, os profissionais especializados são aqueles indivíduos com grande habilidade em sua área de atuação, cujo conhecimento transcende a simples informação teórica, mas possuem grande experiência e capacidade prática. A questão é que esse saber faz parte do patrimônio do indivíduo e deve ser compartilhado e retido pelas organizações. 46 O RME-Web possui a característica de capturar o olhar único desses profissionais através de um processo de aquisição do conhecimento especializado dos profissionais de manutenção, organizar de forma padronizada e colaborativa as melhores práticas de manutenção, e disponibilizá-las a todo o pessoal envolvido no processo manutenção da empresa. Tratando-se de manutenção em equipamentos temos uma infinidade de informações e critérios disponibilizados pelos fabricantes para que os equipamentos tenham uma alta durabilidade e eficiência. Portanto o RME-Web consegue reunir as informações dos fabricantes com as melhores práticas dos especialistas em uma base de conhecimento (knowledge database). O sistema possui uma interface amigável e flexível que tem como ponto de partida a definição de uma estrutura que irá receber os dados coletados dos especialistas. É necessário a figura de um engenheiro do conhecimento (knowledge engineer) que conhece a estrutura e possui a missão de extrair dos especialistas o melhor modus operandi de determinada prática de manutenção. Uma vez alimentado, o sistema passa por revisões e aprimoramentos através da prática e utilização constante dos profissionais, em um processo de melhoria contínua.

7 Dilmar Gonçalves da Cunha & Emerson Franco Em termos práticos, primeiramente são levantados todos os equipamentos da instalação. Essa é a fase de cadastramento inicial. A partir daí, as atividades de manutenção críticas são priorizadas e acompanhadas pelo engenheiro do conhecimento que captura os passos principais dos procedimentos de manutenção realizados pelos especialistas e os organiza no sistema. Essa é a fase de padronização. Após a fase de padronização os usuários associam os procedimentos padronizados aos equipamentos cadastrados das instalações. A partir daí se inicia o ciclo PDCA da rotina de manutenção. As futuras manutenções são realizadas de acordo com os padrões estabelecidos e os resultados obtidos cadastrados no sistema. Nesse ciclo, os procedimentos vão sendo melhorados a cada intervenção de forma colaborativa, de modo que o modus operandi dos especialistas vão sendo acumulados, retendo-se assim esse importante conhecimento. É importante salientar que o RME-Web é uma aplicação Web que utiliza os atuais recursos tecnológicos disponíveis, e é acessado por qualquer navegador de internet (Internet Explorer, FireFox, Chrome, safari etc.). 47 Portanto, permite a utilização de tablets e smartphones (ipad, iphone e toda família Androide) como coletores de dados. Assim, os serviços de manutenção são realizados segundos os padrões estabelecidos e os resultados obtidos cadastrados nesses coletores e instantaneamente disponibilizados pelo sistema. Finalmente, o sistema fornece indicadores gráficos e relatórios para o monitoramento e controle da qualidade dos serviços de manutenção. Conclusão A efetiva gestão do capital intelectual transforma-se em um ativo importante para as organizações de sucesso. Esta discussão é fundamental para podermos transformar o conhecimento em resultados para as pessoas e organizações.

8 Capital Intelectual Maiores informações podem ser obtidas no site do Projeto RME- WEB: Referências Bibliográficas: Cunha, Dilmar G. - Dissertação de Mestrado da UFMG outubro/2007: Modelo de Manutenção Integrada para Equipamentos de Sistemas Elétricos e Ferramentas Computacionais de Suporte : 48

Projeto RME-SEP. Rede de Manutenção Especializada em Sistemas Elétricos de Potência. D&V Consultoria

Projeto RME-SEP. Rede de Manutenção Especializada em Sistemas Elétricos de Potência. D&V Consultoria Projeto RME-SEP Rede de Manutenção Especializada em Sistemas Elétricos de Potência Apresentação: Dilmar Gonçalves da Cunha Mestrado em Engenharia Elétrica / Sistemas de Computação Ufmg - 2007 Especialista

Leia mais

O Coaching Como Ferramenta Para Desenvolvimento Do Processo De Aprendizado

O Coaching Como Ferramenta Para Desenvolvimento Do Processo De Aprendizado 15 O Coaching Como Ferramenta Para Desenvolvimento Do Processo De Aprendizado 119 Vivendo e aprendendo... Essa máxima popular representa a importância do aprendizado em nossas vidas. O ato de aprender

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 1.00

MANUAL DO SISTEMA. Versão 1.00 MANUAL DO SISTEMA Versão 1.00 Considerações Gerais...2 Aquisição MOBILE...3 Ativação do Adicion...3 Entendendo o Integrador WebPav/Mobile...4 Controle de Integração...4 Configurando Mobile no Sistema Adicion...6

Leia mais

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec Capital Intelectual O Grande Desafio das Organizações José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago Novatec 1 Tudo começa com o conhecimento A gestão do conhecimento é um assunto multidisciplinar

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

Apresentação g.jurídico. www.giusoft.com.br

Apresentação g.jurídico. www.giusoft.com.br Apresentação g.jurídico www.giusoft.com.br versão 1.1 - setembro de 2012 Sumário Histórico da empresa 2 Um pouco da nossa história 2 Um pouco da nossa experiência 3 O produto 4 g.jurídico 4 Sistema de

Leia mais

Sobre nós 1. Um pouco da nossa história 1. Sobre o produto 2. Sistema 100% Web 2. Controle operacional 3. Coletores de dados 4.

Sobre nós 1. Um pouco da nossa história 1. Sobre o produto 2. Sistema 100% Web 2. Controle operacional 3. Coletores de dados 4. Apresentação Sumário Sobre nós 1 Um pouco da nossa história 1 Sobre o produto 2 Sistema 100% Web 2 Controle operacional 3 Coletores de dados 4 Faturamento 5 Nota fiscal eletrônica 5 Nota fiscal de serviços

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE

Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE Rafael Voltolini 1, Anderson Zanardo Dias 1, Anselmo Luiz Éden Battisti 1, Claudia Brandelero Rizzi 1, Jorge Bidarra 1, Fabiana

Leia mais

A solução INFOTRÂNSITO abrange sistemas web multiplataformas, podendo ser instalados em ambientes Linux, Windows e Apple.

A solução INFOTRÂNSITO abrange sistemas web multiplataformas, podendo ser instalados em ambientes Linux, Windows e Apple. INFOTRÂNSITO A plataforma INFOTRÂNSITO emprega tecnologias inovadoras para garantir ao poder público um gerenciamento eficaz da operação do trânsito nos grandes centros urbanos. A partir da coleta, em

Leia mais

Proposta de Projeto PPJ PPJSETIN2011094 Licenças para Estações de Trabalho e Servidores de Rede. Versão 1.0

Proposta de Projeto PPJ PPJSETIN2011094 Licenças para Estações de Trabalho e Servidores de Rede. Versão 1.0 Servidores de Rede Versão 1.0 Estado do Ceará Poder Judiciário Tribunal de Justiça Histórico de Revisões Data Versão Descrição Responsável 30/05/2012 0.1 Criação do documento Alexys Ribeiro 30/05/2012

Leia mais

Orientações de uso da rede na Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas

Orientações de uso da rede na Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Orientações de uso da rede na Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas 1. OBJETIVO Esta cartilha define normas para preservar a confidencialidade, integridade e a disponibilidade das informações e recursos

Leia mais

Rastreamento Mobile. Manual de uso

Rastreamento Mobile. Manual de uso atualizado em 10/06/2014 Rastreamento Mobile Manual de uso Agora você pode utilizar seu aparelho móvel para acessar o seu sistema de rastreamento! O rastreamento Mobile é um website preparado para apresentar

Leia mais

GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB

GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB FIELDNET GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB NOV O! BASEADO NA WEB APLICATIVOS DE CELULAR COMANDO DE BOMBA FIELDNET PRO LND_0019_14_catalogo_fieldnet_215,9x279,4mm.indd 1 Se for remotamente possível, o

Leia mais

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida!

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Apresentação Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! A Vitae Tec A Vitae Tec é uma empresa de tecnologia que tem como missão oferecer serviços e produtos adequados às necessidades do cliente - pessoa física

Leia mais

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-13 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002.

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-13 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002. COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

Desenvolvimento Econômico e Inovação

Desenvolvimento Econômico e Inovação Desenvolvimento Econômico e Inovação Case Prático: Altus Sistemas de Informática S.A Rosana Casais 09/2008 Conceitos Inovação tecnológica: transformação de competências tecnológicas em resultados econômicos;

Leia mais

Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo. Por Mcgill Dias

Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo. Por Mcgill Dias Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo Por Mcgill Dias Entendendo como tudo isso funciona No momento em que vivemos, a informação é o diferencial para termos uma vida mais

Leia mais

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Carlos Roberto de Souza Tavares 1 Carlos Mário Dal Col Zeve 2 RESUMO Um dos maiores problemas que as empresas atuais enfrentam refere-se

Leia mais

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede GESTÃO Educacional A P R E S E N T A Ç Ã O www.semeareducacional.com.br Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede A EXPANSÃO TECNOLOGIA Nossa MISSÃO: Transformação de Dados em Informação Transformação

Leia mais

TIM CloudConnect. Atualizar status e ficar em contato com colegas de trabalho de forma online;

TIM CloudConnect. Atualizar status e ficar em contato com colegas de trabalho de forma online; TIM CloudConnect Conceito (o que é) O TIM CloudConnect permite aos colaboradores de pequenas e médias empresas sejam mais produtivos do que nunca. Com TIM CloudConnect eles possuirão todos os registros

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012 Portfólio 2012. O que é? SIORP Sistema de Informação de Órgão Público é um sistema cujo elemento principal é a informação. Seu objetivo é armazenar, tratar e fornecer informações de tal modo a apoiar as

Leia mais

O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características:

O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características: INTRODUÇÃO: O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características: Ser uma alternativa para substituição dos volumosos e pesados

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções.

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções. Uma publicação: Estratégias para aumentar a rentabilidade 04 Indicadores importantes 06 Controle a produção 08 Reduza filas 09 Trabalhe com promoções 10 Conclusões 11 Introdução Dinheiro em caixa. Em qualquer

Leia mais

Educação a Distância: Limites e Possibilidades

Educação a Distância: Limites e Possibilidades Educação a Distância: Limites e Possibilidades Bernardo de Azevedo Ramos Brillian Aquino Fernandes Lucas Fernandes Barbosa Rafael Castro e Abrantes RESUMO: O trabalho tem como meta avaliar a Educação a

Leia mais

Com tecnologias Open Source, Itaipu alcança benefícios que potencializam o programa de sustentabilidade da empresa

Com tecnologias Open Source, Itaipu alcança benefícios que potencializam o programa de sustentabilidade da empresa Com tecnologias Open Source, Itaipu alcança benefícios que potencializam o programa de sustentabilidade da empresa Perfil A construção da Itaipu Binacional considerado um trabalho de Hércules pela revista

Leia mais

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA Os requisitos mínimos para possuir o software é memoria de 64 MB, disco rígido de 20 MB processador a partir do Pentium 2 em diante e navegador internet Explorer

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

X SIMPASE Temário TEMA 1. Automação e digitalização de usinas, subestações, redes de distribuição e instalações de grandes consumidores, tais como:

X SIMPASE Temário TEMA 1. Automação e digitalização de usinas, subestações, redes de distribuição e instalações de grandes consumidores, tais como: X SIMPASE Temário TEMA 1 Automação e digitalização de usinas, subestações, redes de distribuição e instalações de grandes consumidores, tais como: - Implantação, operação e manutenção de sistemas de automação

Leia mais

"Credibilidade e informação na velocidade do Porto." RELATÓRIO DE ACESSO DO 1º SEMESTRE DE 2015.

Credibilidade e informação na velocidade do Porto. RELATÓRIO DE ACESSO DO 1º SEMESTRE DE 2015. "Credibilidade e informação na velocidade do Porto." RELATÓRIO DE ACESSO DO 1º SEMESTRE DE 2015. O Jornal Portuário é o grande ponto de encontro entre profissionais e empresas na internet. Todos os meses,

Leia mais

Segurança em PHP. Márcio Pessoa. Desenvolva programas PHP com alto nível de segurança e aprenda como manter os servidores web livres de ameaças

Segurança em PHP. Márcio Pessoa. Desenvolva programas PHP com alto nível de segurança e aprenda como manter os servidores web livres de ameaças Segurança em PHP Desenvolva programas PHP com alto nível de segurança e aprenda como manter os servidores web livres de ameaças Márcio Pessoa Novatec capítulo 1 Conceitos gerais No primeiro capítulo serão

Leia mais

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES.

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. RESOLUÇÃO CAS Nº 39 /2010, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2010 POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR, face ao disposto no Artigo 5º do Regimento Unificado das

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Cluster, Grid e computação em nuvem Slide 8 Nielsen C. Damasceno Introdução Inicialmente, os ambientes distribuídos eram formados através de um cluster. Com o avanço das tecnologias

Leia mais

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Desenvolvimento Andrique web Amorim II www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Sites e Aplicações Web Normalmente, as pessoas utilizam o termo SITE quando se referem a blogs, sites

Leia mais

Sua empresa on-line, 24hs por dia, para usuários em qualquer parte do mundo? SOMENTE UM SITE PERMITE ISSO!

Sua empresa on-line, 24hs por dia, para usuários em qualquer parte do mundo? SOMENTE UM SITE PERMITE ISSO! Sua empresa on-line, 24hs por dia, para usuários em qualquer parte do mundo? SOMENTE UM SITE PERMITE ISSO! Qualquer site? Um site de 1ª deve ser: Responsivo Com conteúdo campeão Otimizado Atualizável e

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

Serviços de TIC Soluções e demandas

Serviços de TIC Soluções e demandas Serviços de TIC Soluções e demandas Superintendência de Governança Eletrônica e de Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC/UFSC) 16/07/2015 CSS/SeTIC 1 Agenda SeTIC Apresentação dos serviços, por

Leia mais

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE O QUE É O ZIMBRA? Zimbra é uma solução corporativa de e-mail, calendário e colaboração criado para a nuvem. Com uma interface web totalmente redesenhada, o Zimbra oferece, atualmente, a experiência com

Leia mais

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO Profa. Drª. Ana Maria Maranhão 1 Resumo: A tecnologia da Informação e de modo específico o computador, oferece as diferentes

Leia mais

Soluções para Automatizar. o atendimento e ter eficiência na central

Soluções para Automatizar. o atendimento e ter eficiência na central Soluções para Automatizar o atendimento e ter eficiência na central Soluções para Automatizar o atendimento e ter eficiência na central Automatizar o atendimento ao cliente significa redução de custos,

Leia mais

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS Formulário para submissão de projeto Dados do Projeto e do (a) Orientador (a) do Projeto Título do Projeto: Um aplicativo

Leia mais

MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO

MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO: Julho, 2013. DIREITOS DE USO: Publicação de uso exclusivo, classificada quanto ao nível de sigilo como RESERVADA. A presente documentação é propriedade da Tellfree Brasil

Leia mais

Hospedagem Virtualizada

Hospedagem Virtualizada Conheça também Desenvolvimento de sistemas Soluções de Segurança Soluções com o DNA da Administração Pública Há 43 anos no mercado, a Prodesp tem um profundo conhecimento da administração pública e também

Leia mais

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida!

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Apresentação Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! A Vitae Tec A Vitae Tec é uma empresa de tecnologia que tem como missão oferecer serviços e produtos adequados às necessidades do cliente - pessoa física

Leia mais

Manual de utilização do Zimbra

Manual de utilização do Zimbra Manual de utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web ( Firefox, Chrome e Internet Explorer ) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário,

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

Simplificando a TECNOLOGIA

Simplificando a TECNOLOGIA 3 Simplificando a TECNOLOGIA SEGURANÇA DESENVOLVIMENTO BANCO DE DADOS S O L U Ç Õ ES E M T E C N O L O G I A MISSÃO VISÃO Contribuir com o sucesso dos Clientes através da Ser a melhor provedora de Soluções

Leia mais

Seminário GVcev E-COMMERCE, MOBILE E MÍDIAS SOCIAIS NO VAREJO. Está na Hora de Criar um App para sua loja? Wilson Cunha

Seminário GVcev E-COMMERCE, MOBILE E MÍDIAS SOCIAIS NO VAREJO. Está na Hora de Criar um App para sua loja? Wilson Cunha Seminário GVcev E-COMMERCE, MOBILE E MÍDIAS SOCIAIS NO VAREJO Está na Hora de Criar um App para sua loja? Wilson Cunha Mobile Commerce Quem deve ter; Website mobile; Aplicativos mobile; Diferenças Tecnologia;

Leia mais

Comportamentos. Competencia x Comportamento

Comportamentos. Competencia x Comportamento LA Coaching Treinamento e Desenvolvimento de pessoas. contato@rh4target.com.br +55 (15) 9 9706-7191 A pessoa certa, no lugar certo! Comportamentos Competencia x Comportamento Entendemos que as organizações

Leia mais

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado Versão 01 - Página 1/8 1 Objetivo Orientar o usuário de T.I. a solicitar atendimento. Mostrar o fluxo da solicitação. Apresentar a Superintendência 2 Aplicação Este Manual aplica-se a todos os Usuário

Leia mais

dicas para reduzir custos na compra de software

dicas para reduzir custos na compra de software 7 dicas para reduzir custos na compra de software 1 Pesquise bem Muitas empresas não possuem um planejamento para compra de software. Compras esporádicas e variadas, muitas vezes indicam que o comprador

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU)

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) O presente guia tem como objetivo auxiliar os usuários da rede de dados do Instituto de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios Módulo 3 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios 4.2 - Requisitos de documentação 4.2.1 - Generalidades A documentação do SGQ

Leia mais

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS João Antônio Bezerra Rodrigues¹, Claudete Werner¹, Gabriel Costa Silva² ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí

Leia mais

Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). DOCENTE PROFESSOR CELSO CANDIDO Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Conhecimentos: o Web Designer; o Arquitetura de Máquina; o Implementação

Leia mais

Questão em foco: Mobilidade no PLM. Reduzindo as barreiras à inovação e à tomada de decisões de engenharia

Questão em foco: Mobilidade no PLM. Reduzindo as barreiras à inovação e à tomada de decisões de engenharia Questão em foco: Mobilidade no PLM Reduzindo as barreiras à inovação e à tomada de decisões de engenharia Tech-Clarity, Inc. 2011 Índice Introdução da questão... 3 O valor da mobilidade para a engenharia...

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Dispneia: abordagem clínico-radiológica

FICHA TÉCNICA. Dispneia: abordagem clínico-radiológica FICHA TÉCNICA Dispneia: abordagem clínico-radiológica Saiba como o diagnóstico por imagem pode contribuir nas principais afecções pulmonares nos cenários de urgência e emergência. 30 horas 40 dias* (recomendamos

Leia mais

Desde que entrou no mercado de smartphones, em 2007, esse é o trunfo da Apple perante a concorrência.

Desde que entrou no mercado de smartphones, em 2007, esse é o trunfo da Apple perante a concorrência. 20/12/2011-07h51 Casamento entre sistema e aparelhos é o trunfo da Apple LEONARDO MARTINS COLABORAÇÃO PARA A FOLHA Apesar da importância cada vez maior do software, o bom casamento entre o sistema operacional

Leia mais

BKM MONTAGENS ELÉTRICAS LTDA

BKM MONTAGENS ELÉTRICAS LTDA A Empresa. A BKM Montagens Elétricas é uma empresa que combina capacidade e experiência para oferecer com uma nova postura serviços de projetos, montagens, teste e administração de equipamentos eletro-eletrônicos

Leia mais

TERMO DE ABERTURA Versão 1.1

TERMO DE ABERTURA Versão 1.1 1 TERMO DE ABERTURA Versão 1.1 2 HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 09/03/2015 1.0 Criação do documento Hugo Pazolline 11/05/2015 1.0 Revisão do documento Hugo Pazolline 25/05/2015 1.1 Peer

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

www.vilesoft.com (37) 3213-4855

www.vilesoft.com (37) 3213-4855 - A Empresa A Vilesoft já implantava sistemas, processos e disponibilizava integração eletrônica e em tempo real, muito antes de tudo isto receber o nome de ebusiness. Há mais de duas décadas já trabalha

Leia mais

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Neuropsicologia da memória

FICHA TÉCNICA. Neuropsicologia da memória FICHA TÉCNICA Neuropsicologia da memória Com o aumento da população idosa e, consequentemente, das doenças relacionadas a esta faixa etária, as alterações de memória têm sido uma das principais queixas

Leia mais

Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral

Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral Documento confidencial Reprodução proibida 1 Introdução Em um mundo onde as informações fluem cada vez mais rápido e a comunicação se torna cada vez mais

Leia mais

A Evolução dos Sistemas Operacionais

A Evolução dos Sistemas Operacionais Capítulo 3 A Evolução dos Sistemas Operacionais Neste capítulo, continuaremos a tratar dos conceitos básicos com a intensão de construirmos, agora em um nível mais elevado de abstração, o entendimento

Leia mais

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Autores: Ana Paula Bernardo Mendonça Ana Cristina da Matta Furniel Rosane Mendes da Silva Máximo Introdução

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Introdução ao Recrutamento Online

Introdução ao Recrutamento Online Introdução ao Recrutamento Online Introdução Recrutamento Online oferece aos recrutadores e profissionais de recursos humanos uma das mais poderosas e baratas soluções para captar talentos para uma organização.

Leia mais

Think Idea S/A. Documento Visão. Versão 1.0

Think Idea S/A. Documento Visão. Versão 1.0 Think Idea S/A Documento Visão Versão 1.0 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor(es) 02/12/2013 1.0 Documento Inicial Projeto Integrador Bruno Rodrigues, Edy Laus, Igor Pereira, Marcelo Gonçalves

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Apresentação Epaminondas de Souza Lage Epaminondas de Souza Lage popo@planetarium.com.br Formado em Engenharia Elétrica com ênfase em Sistemas Industriais

Leia mais

FIELDNET GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB NOVO! BASEADO NA WEB APLICATIVOS DE CELULAR COMANDO DE BOMBA FIELDNET PRO

FIELDNET GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB NOVO! BASEADO NA WEB APLICATIVOS DE CELULAR COMANDO DE BOMBA FIELDNET PRO FIELDNET GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB NOVO! BASEADO NA WEB APLICATIVOS DE CELULAR COMANDO DE BOMBA FIELDNET PRO Se for remotamente possível, o FieldNET consegue. barra de navegação Gerencie seus

Leia mais

Arquitetura de Informação

Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Arquitetura de Informação? Ferramentas para Web Design 2 Arquitetura de Informação (AI): É a arte de expressar

Leia mais

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani PLANO DO PROJETO TÍTULO: GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Revisão Data Descrição das alterações Autor/Editor i V1R0 23/01/2012 Versão inicial RESPONSÁVEL PELO DOCUMENTO Nome

Leia mais

Criando e Publicando na Web

Criando e Publicando na Web Criando e Publicando na Web Tudo o que será necessário para criar, desenvolver e publicar o projeto web de seus clientes Outubro, 2008 - UMC por Maike Robert Workshop formado por: Apresentação geral Como

Leia mais

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Profa. Dra. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos

Leia mais

O USO INTELIGENTE DO COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO José A. Valente NIED - UNICAMP

O USO INTELIGENTE DO COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO José A. Valente NIED - UNICAMP O USO INTELIGENTE DO COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO José A. Valente NIED - UNICAMP INTRODUÇÃO O que seria a utilização do computador na educação de maneira inteligente? Seria fazer aquilo que o professor faz tradicionalmente

Leia mais

Escritório Digital. Perguntas frequentes. Perguntas gerais

Escritório Digital. Perguntas frequentes. Perguntas gerais Escritório Digital Perguntas frequentes Perguntas gerais O que é o Escritório Digital? O Escritório Digital é um software desenvolvido pelo CNJ em parceria com a OAB para integrar os diferentes sistemas

Leia mais

MS Outlook como Ferramenta de Produtividade.

MS Outlook como Ferramenta de Produtividade. MS Outlook como Ferramenta de Produtividade. O que tem em comum o nosso tempo em geral e a atenção que dedicamos às coisas que nos são importantes? Se a sua resposta passa pela analise do velho problema

Leia mais

Núcleo de Empregabilidade e Empreendedorismo MANUAL DO ALUNO UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO

Núcleo de Empregabilidade e Empreendedorismo MANUAL DO ALUNO UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO Núcleo de Empregabilidade e Empreendedorismo MANUAL DO ALUNO UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO SUMÁRIO Apresentação...... 2 Considerações Iniciais.... 4 Portal de Empregabilidade.... 7 Requisitos Mínimos... 7

Leia mais

Portal de Memória Técnica

Portal de Memória Técnica Portal de Memória Técnica 1. INTRODUÇÃO A atividade de consultoria é valorizada devido à vasta experiência em diversos cenários e culturas. Muitas vezes o serviço ou produto é o mesmo, no entanto a prática

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio?

Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio? Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio? Matheus Kfouri Marino Camila Dias de Sá* A competitividade do agronegócio brasileiro é incontestável e resulta em taxas expressivas

Leia mais

Projeto: Implantação de Sistema Objetivo

Projeto: Implantação de Sistema Objetivo Projeto: Implantação de Sistema Objetivo Permitir ao aluno o contato com sistemas de informação gerenciais e com algumas fases de implantação de sistemas, como, análise do sistema, definição da matriz

Leia mais

Apresentação da Empresa e seus Serviços.

Apresentação da Empresa e seus Serviços. Apresentação da Empresa e seus Serviços. 1 Conteúdo do Documento Sobre a MSCTI... 3 Portfólio de Serviços... 4 O que a consultoria MSCTI faz?... 5 Outros Serviços e Soluções... 6 Certificações... 7 Clientes

Leia mais

Health Innovation. 54 HEALTHCARE Management 36 julho agosto 2015 healthcaremanagement.com.br

Health Innovation. 54 HEALTHCARE Management 36 julho agosto 2015 healthcaremanagement.com.br Health Innovation 54 HEALTHCARE Management 36 julho agosto 2015 healthcaremanagement.com.br Inovação na Saúde Um vasto território a ser explorado Ainda há uma longa estrada a ser percorrida quando o assunto

Leia mais