MESTRE MARCENEIRO. AR COMPRIMIDO O ar comprimido como forma de energia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MESTRE MARCENEIRO. AR COMPRIMIDO O ar comprimido como forma de energia"

Transcrição

1 O ar comprimido como forma de energia O ar comprimido consiste em enclausurar o ar atmosférico em um reservatório fechado por intermédio de um compressor de ar e obtendo assim altas pressões, que podem ser empregados como forma de energia alternativa. Na indústria da madeira e mobiliário o ar comprimido atua como um sistema auxiliar de energia, trabalhando só ou mesmo combinada com outro tipo de energia como a energia elétrica. São exemplos de emprego de ar comprimido no setor moveleiro: as máquinas pneumáticas, as grampeadeiras, pinadeiras, parafusadeiras, lixadeiras, para sistemas de prensagem e transporte, para setores de pintura e limpeza. Além destes equipamentos as máquinas estacionárias atualmente utilizam o ar comprimido tais como: coladeiras de bordas, furadeiras, centros de usinagem etc.

2 As vantagens do uso do ar comprimido Utilização universal: para utilização nos mais variados setores de fábricas, na usinagem, montagem, pintura ou mesmo em máquinas; Ecológica: limpa pois utiliza o próprio ar como energia; Segurança: o ar não combustível, portanto risco de incêndio; Não sofre influência da temperatura: gerado independente da temperatura ambiente; Armazenável: com os pulmões de ar pequenas e grandes quantidades estão rapidamente disponíveis; Reação rápida: rápida inversão liga/desliga; Ajuste contínuo: pequenos ajustes na pressão do ar; Sem retorno: instalação em sentido único ou mesmo em método circular.

3 As desvantagens do uso do ar comprimido Limitação de pressão: economicamente viável até aproximadamente 6 bar; Manutenção: a necessidade de remoção constante de água condensada e impurezas presentes no sistema de ar comprimido; Vazamentos: vazamentos do sistema de ar comprimido tem altos custos para a empresa; Ruído: pelo trabalho constante do motor do compressor e das válvulas de alívio de ar. É necessário um isolamento acústico para estas partes; Custo da energia: a produção do ar comprimido é superior ao da energia elétrica.

4 Instalações Apesar de ser responsável ativo na produção de uma empresa, nem sempre estas instalações do ar comprimido recebem os cuidados necessários e à partir deste ponto passam a ser uma fonte desperdícios. Um sistema de ar comprimido projetado corretamente proporcionará, além da minimização do custo da energia produzida, um trabalho mais eficiente das máquinas e equipamentos a ele ligados.

5 Instalações - Compressores A compressão de ar em um reservatório ou tubulação é função dos compressores de ar. Este tipo de máquina deve ser selecionada de acordo com a exigência do equipamento que utiliza o ar comprimido produzido, pois este pode conter uma série de impurezas tais como, poeira, ferrugem, partículas sólidas, água ou mesmo óleo. Por exemplo: o ar para ambientes cirúrgico e odontológico deve ser limpo; ar para o setor pintura deve ser seco, sem óleo e limpo; ar para máquinas que utilizam acionamentos pneumáticos isentos de sólidos e umidade. A seguir demonstramos alguns exemplos de compressores:

6 Instalações Tipos de compressores Compressores de pistão: Este tipo de compressor tem somente uma câmara de compressão aspirando o ar do meio e comprimindo-o em um reservatório pela simples movimentação vertical de um pistão. Variações deste modelo repetem o processo para se obter pressões maiores. Válvula de admissão Válvula de compressão Pistão Compressor de 1 estágio Compressor de 2 estágio Compressor de 3 estágio

7 Instalações Tipos de compressores Compressores de membrana ou diafragma: Este tipo de compressor tem uma membrana que faz o isolamento do sistema mecânico do contato com o ar, promovendo assim a produção de ar sem a contaminação de óleo. Utilizado quando o ar precisa ser puro, por exemplo em ambientes cirúrgicos, alimentícios e farmacêuticos. Diafragma Válvula de admissão Válvula de compressão

8 Instalações Tipos de compressores Compressores de parafuso: Por um sistema de roscas (macho e fêmea) o ar é conduzido por um filtro para a remoção do óleo do ar. Dependendo do volume de ar que se necessita pode-se ou não armazená-lo em um pulmão de ar, já que o sistema é extremamente eficiente e constante. Outra vantagem deste sistema é o baixo nível de ruído.

9 Instalações Sala de compressores Os compressores precisam aspirar o ar a ser comprimido do meio ambiente, para tanto são necessários alguns cuidados na localização e instalação de compressores, tais como: Deve-se evitar que os compressores fiquem em ambientes sujos, perto de caldeiras, dentro de ambientes com partículas em suspensão. Estas impurezas serão aspiradas e tendem a se misturar com o óleo lubrificante causando uma degradação do sistema mecânico do compressor. A instalação de filtros de ar afastados do solo e de qualquer parede para que o ar à ser comprimido seja o mais limpo possível. Ser instalado em ambientes frescos e ventilados, pois quanto maior a temperatura ambiente maior potência despendida pelo compressor para comprimir o ar.

10 Instalações Tipos de compressores Tipo Compressor de Membrana Compresso de pistão Volume de ar limitado Mediano Perda de potência com a idade do equipamento Ar comprimido Sem óleo Óleo e vapor de óleo chega até o tubulação de ar Compressor de Parafuso Grande Óleo e vapor de óleo chega até o tubulação de ar Local de emprego Ar suficiente para ferramentas com baixo consumo de ar comprimido Empresas com necessidades medianas de ar comprimido Indústria com necessidade de grandes volumes de ar comprimido

11 Instalações Redes de distribuição de ar comprimido As redes de distribuição de ar podem ser construídas de formas distintas, dependendo da empresa, existindo basicamente três variações: Sistema fechado ou anel: permite que o ar comprimido seja fornecido em dois acessos, minimizando a queda de pressão quando o consumo do ar aumentar repentinamente. Facilita ainda a produção, pois em caso de manutenções o ar continua sendo fornecido por pelo menos um sentido de fornecimento.

12 Instalações Redes de distribuição de ar comprimido Sistema em aberto ou em linha: o fornecimento do ar comprimido se dá somente por uma das extremidades. Este método prioriza os equipamentos que estão ligados no ponto mais próximo ao compressor e, eventualmente em um pico de utilização de ar, pode diminuir consideravelmente o fornecimento de ar para a extremidade final. Sistema combinado (fechado e em linha): outra alternativa é a mistura dos dois sistemas anteriores, como por exemplo uma ampliação da construção da fábrica que não foi abrangida pelo sistema fechado instalado. C C C Aberto Fechado Combinado

13 Esquema operacional de um sistema de ar comprimido Produção de ar comprimido Distribuição de ar comprimido Resfriador Válvula de segurança Tubulação Conjunto de manutenção Conjunto de manutenção Compressor Separadores de umidade Manômetro Pulmão Válvula Pistão - Gabarito Purgador Filtro de umidade Tratamento do ar comprimido

14 Instalações Acessórios Filtros: para eliminação das partículas que contaminam o ar comprimido (poeiras, umidade e óleo). Filtro coalescente: objetiva a retirada do óleo contido no ar comprimido. A coalescência se baseia na coleta de partículas em suspensão nos gases, por intermédio da coesão entre elas, formando macro partículas que são mais fáceis de se captar. Manômetros ou reguladores de pressão: vários trabalhos são realizados a uma pressão menor que a da linha de ar comprimido. Para isso se usam os manômetros para ajustar a pressão a um nível ideal.

15 Instalações Acessórios Lubrificadores: Quando se usa o ar para acionar motores, cilindros, válvulas e outros é necessário instalar um lubrificador. Os lubrificantes reduzem o atrito, basicamente consiste em um depósito de óleo projetado de maneira que, quando o ar circula por ele, uma quantidade de óleo é vaporizada. O óleo conduzido pela corrente de ar lubrifica as partes móveis do equipamento alimentado.

16 Instalações Acessórios Purgadores: Eliminador automático da água que se acumula nas diferentes partes da instalação de ar comprimido. O tipo eliminador de bóia abre-se de forma automática para descarregar a água, fechando-se logo após a sua eliminação.

17 Instalações Acessórios Mangueiras: Ferramentas pneumáticas e outros dispositivos acionados a ar comprimido são em geral ligados à rede de ar através de mangueiras. Essas mangueiras devem ser leves, flexíveis, suportar a pressão do ar e resistir as intempéries. É formada por uma camada externa de borracha, uma camada intermediária de lona e uma camada interna bastante lisa afim de apresentar a mínima resistência possível para o ar. Mangueiras de 1 ou mais devem preferencialmente ser fixadas no solo.

18 Instalações Tubulações As tubulações devem ter de 1 a 2% de caimento no sentido do final da tubulação de ar para que a água condensada seja então esgotada no purgador. A captação do ar comprimido deve ser feita por cima dos dutos para evitar que a água condensada seja canalizada para os equipamentos pneumáticos. 1% à 2%

19 Instalações Diâmetro recomendados de tubulações Numa tubulação de ar comprimido deve-se levar em consideração a distância que o ar percorre para então ser utilizado. Quanto maior a distância maior deve ser o diâmetro da tubulação para que se tenha a mesma vazão de ar. Comprimento da tubulação em metros Vazão 50 m 60 m 70 m 80 m 90 m 100 m 120 m 40 PCM 50 PCM 60 PCM 70 PCM 80 PCM 90 PCM 19,11 19,82 20,44 20,99 21,49 21,95 22,76 ¾ ¾ ¾ ¾ ,74 21,51 22,18 22,78 23,33 23,82 24,71 ¾ ,18 23,00 23,72 24,36 24,94 25,50 26, ,51 24,39 25,15 25,83 26,45 27,01 28, ¼ 1¼ 24,69 25,61 26,41 27,13 27,80 28,37 29, ¼ 1¼ 1¼ 1¼ 25,82 26,78 27,62 28,37 29,04 29,66 30,76 1 1¼ 1¼ 1¼ 1¼ 1¼ 1¼ 100 PCM 26,84 27,83 28,71 29,48 30,20 30,83 31,97 Tabela vazão X comprimento da tubulação = diâmetro da tubulação necessária

20 Unidades e equivalências Na tabela ao lado mostra-se algumas unidades de força sobre área utilizadas em sistemas de ar comprimido. As unidades variam de acordo com o fabricante, porém independente de qual a unidade de pressão utilizada, a referência é sempre a máquina ou equipamento utilizado na marcenaria. Este equipamento deve ter o volume e pressão de ar necessário para seu bom funcionamento. Cabe ao operador calcular e converter estas unidades para que este requisito seja atendido. 1kgf/cm² 1 atm 1 bar Equivalências 14,22 lbf/pol² 0,98 bar 10 m.c.a 0,968 atm 1,083 kgf/cm² 14,51 psi 1 bar 1,083 kgf/cm² 14,51 psi 100 kpa 1 N/m² 0,0001 kgf/cm² 1 pé³ /min 28,32 l/min 1 m³/min 1 dm³/min 1 galão/min 1000 l/min 35,32 pés³/min 264,17 gal/min 1 l/min 3,78 l/min

21 Instalações Problemas freqüentes Compressor sub-dimensionado para as necessidades da empresa consequentemente baixa pressão e pouca vazão de ar comprimido; Pulmão de ar sub-dimensionado para o volume de ar utilizado na empresa apresentando variações de pressão do ar comprimido; Rede de distribuição de ar não apresenta nenhum desnível no sentido dos purgadores e separadores de umidade, fazendo com que toda a umidade contida na rede siga para os equipamentos pneumáticos; Filtros de ar em número reduzido ou mesmo inadequados para a rede de ar comprimido;

22 Instalações Problemas freqüentes - Vazamentos Vazamentos em sistemas de ar comprimido são frequentes. Vale ressaltar que o ar comprimido é uma energia que tem custos altos de produção. Todo o ar que escapa de um sistema é reposto (tem portanto os custos de nova compressão), por isso deve-se observar atentamente o sistema para eliminar este tipo de problema, para evitar estes prejuízos.

23 BIBLIOGRAFIA COMPRESSORES SCHULZ. Equipaindústria. Disponível em: < Acesso em 16/04/2010. FAILENSCHMID, Steffen; WEBER, Patrick. Fachschule für holztechnik Stuttgart: aufbau und organisation einer betriebsberatung für die brasilianische möbelindustrie. Facharbeit, NUTSCH, Wolfgang; ECKHARD, Martin; EHRMAN, Walter; NESTLE, Hans, NUTSCH, Torsten; SCHULTZ, Peter. Holzttechnik fachkunde. Stuttgart: Verlag, Lehrmittel, TENOVAPOR. Acessórios Industriais. Disponível em: < Acesso em 16/04/2010.

AR COMPRIMIDO. Esse sistema compreende três componentes principais: o compressor, a rede de distribuição e os pontos de consumo.

AR COMPRIMIDO. Esse sistema compreende três componentes principais: o compressor, a rede de distribuição e os pontos de consumo. AR COMPRIMIDO Nos diversos processos industriais, os sistemas de ar comprimido desempenham papel fundamental na produção e representam parcela expressiva do consumo energético da instalação. Entretanto,

Leia mais

MESTRE MARCENEIRO PÓ E CAVACOS

MESTRE MARCENEIRO PÓ E CAVACOS PÓ E CAVACOS Como já foi constatado na aula sobre Saúde e Segurança na Marcenaria depois do ruído o ponto que mais incomoda os funcionários de uma indústria moveleira é o pó. E apesar deste incômodo é

Leia mais

Ferramentas Pneumáticas

Ferramentas Pneumáticas Ferramentas Pneumáticas Ferramentas Pneumáticas Para se tomar a decisão com relação ao uso de ferramentas pneumáticas é necessário saber as diferenças principais entre elas e outros tipos de ferramentas

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS NAS INSPEÇÕES DE CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ATÉ RECENTEMENTE NÃO ERA DADA A DEVIDA ATENÇÃO AO COMPRESSOR - TIPO - LOCAL

Leia mais

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Considerações Iniciais "PNEUMÁTICA

Leia mais

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM Linha BOOSTER Agilidade, confiabilidade e eficiência BOOSTER Os compressores Schulz modelo SB, possuem como função principal elevar a pressão da rede de baixa pressão para até 40 bar (580 psi). Benefícios

Leia mais

ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO

ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO CONSUMO DE ENERGIA E AR COMPRIMIDO NA INDÚSTRIA Consumo de Energia 20% 50% 30% Fornec.de ar Refrigeração Outros Consumo de Ar Comprimido 10%

Leia mais

A fórmula que faz esta correção é o Nm³/h ou SCFM, que é dada pelos seguintes fatores:

A fórmula que faz esta correção é o Nm³/h ou SCFM, que é dada pelos seguintes fatores: Ar comprimido. O ar comprimido em muitas empresas é a energia que move a maioria dos equipamentos, pois o consumo de energia elétrica necessária para mover individualmente cada um dos equipamentos, se

Leia mais

4ª aula Compressores (complemento) e Sistemas de Tratamento do Ar Comprimido

4ª aula Compressores (complemento) e Sistemas de Tratamento do Ar Comprimido 4ª aula Compressores (complemento) e Sistemas de Tratamento do Ar Comprimido 3ª Aula - complemento - Como especificar um compressor corretamente Ao se estabelecer o tamanho e nº de compressores, deve se

Leia mais

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização A qualidade do ar em um sistema de ar comprimido tem variações e todas elas estão contempladas no leque de opções de produtos que a hb ar comprimido oferece.

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

Como mostra a tabela abaixo, quanto mais frio o ar, menor será o conteúdo de água, sob a forma de vapor.

Como mostra a tabela abaixo, quanto mais frio o ar, menor será o conteúdo de água, sob a forma de vapor. O AR ATMOSFÉRICO 1 - Composição O ar puro e seco é incolor, sem gosto e sem cheiro. É formado por uma mistura de gases na seguinte proporção (aproximada) Nitrogênio = 78 % Oxigênio = 21 % Outros gases

Leia mais

PNEUMÁTICA SENAI CETEMP

PNEUMÁTICA SENAI CETEMP PNEUMÁTICA SENAI CETEMP PNEUMÁTICA É um sistema que torna possível a utilização do ar para geração de energia mecânica. Exemplos Exemplos Comparação Energia Hidráulica Elétrica Pneumática Transmissão

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE AR COMPRIMIDO VIII SEMINÁRIO PARANAENSE DE MANUTENÇÃO CURITIBA 2008

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE AR COMPRIMIDO VIII SEMINÁRIO PARANAENSE DE MANUTENÇÃO CURITIBA 2008 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE AR COMPRIMIDO VIII SEMINÁRIO PARANAENSE DE MANUTENÇÃO CURITIBA 2008 Roteiro: Apresentação do Grupo Renault; Introdução; Problemas encontrados nos sistemas; Geração

Leia mais

COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO

COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO I. CUIDADOS NA INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO Antes de operar o compressor de ar elétrico com vaso de pressão, assegure-se de que sua instalação tenha sido executada

Leia mais

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor.

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Objetivos Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Descrição Neste módulo são abordados os princípios de funcionamento do motor Ciclo Otto,

Leia mais

Secador de Ar por Refrigeração CPX. Produtos de Alta Performance. Desenvolvidos para você!

Secador de Ar por Refrigeração CPX. Produtos de Alta Performance. Desenvolvidos para você! Secador de Ar por Refrigeração CPX 2011 Produtos de Alta Performance. Desenvolvidos para você! Secador de Ar CPX 2. Condensados O ar comprimido produzido pelos compressores contém vapor de água que poderá

Leia mais

Secador e filtros para ar e gases. Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção.

Secador e filtros para ar e gases. Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção. Secador e filtros para ar e gases Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção. Secador e filtros para ar e gases Garantia de ar comprimido

Leia mais

CONHEÇA O SISTEMA HIDRÁULICO DE UMA PISCINA

CONHEÇA O SISTEMA HIDRÁULICO DE UMA PISCINA TRATAMENTO FÍSICO Consiste na remoção de todas impurezas físicas visíveis na água ou depositadas nas superfícies internas das piscinas, como por exemplo, as folhas, os insetos, poeiras, argila, minerais

Leia mais

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases V1 O queéum Sistemade Condicionamento? O Que é um Sistema de Condicionamento? Amostra do Processo? Analisador Sistema de Condicionamento O sistema

Leia mais

Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna. Sistemas auxiliares dos motores

Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna. Sistemas auxiliares dos motores Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna Sistemas auxiliares dos motores SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO O sistema de lubrificação tem como função distribuir o óleo lubrificante entre partes móveis

Leia mais

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado:

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado: FORMATO DA REDE Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Quando não justifica fazer um anel, pode-se levar uma rede única que alimente os pontos

Leia mais

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão Pulverizadores costais manuais Prof.: Brandão PULVERIZADORES COSTAIS Operação Manutenção Regulagem da pulverização PJH O QUE É UM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL? - Os pulverizadores Costais Manuais são equipamentos

Leia mais

Tecnologia aliada à força

Tecnologia aliada à força Catálogo -6BR - Outubro 29 Tecnologia aliada à força A Werk-Schott é uma empresa nacional, que desde 1984 atua no segmento pneumático industrial. Conta com uma rede de distribuidores e assistência técnica

Leia mais

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rev.03-06/23 M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rua Major Carlos Del Prete, 19 - Bairro Cerâmica CEP 09530-0 - São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone/Fax: (11) 4224-3080

Leia mais

Princípio de Funcionamento dos Filtros do Ar

Princípio de Funcionamento dos Filtros do Ar MÓDULO 3 Sistema de Alimentação do Ar Após passar por um filtro do ar que é responsável pela eliminação das impurezas contidas no ar ambiente, o ar é aspirado pelo motor através de seus êmbolos. Figura

Leia mais

Dreno Eletrônico 1321823

Dreno Eletrônico 1321823 1321823 Dreno Eletrônico Sua empresa utiliza ar comprimido? Ar comprimido Um produto importante em todas as indústrias. Seja qual for a finalidade com que utiliza o ar comprimido, a qualidade tem de ser

Leia mais

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos 1 Concepção O que é a bancada de testes da Valeq? Esta bancada foi desenvolvia com a intenção de agilizar os testes de campo e de bancada que envolvem pressão.

Leia mais

objetivos apresentar dois novos lançamentos de produtos exclusivos ao mercado industrial: Linha CPVC Industrial; Linha PPR Industrial;

objetivos apresentar dois novos lançamentos de produtos exclusivos ao mercado industrial: Linha CPVC Industrial; Linha PPR Industrial; objetivos apresentar dois novos lançamentos de produtos exclusivos ao mercado industrial: Linha CPVC Industrial; Linha PPR Industrial; Lançamentos RPVC Tubos RPVC STANDARD Diâmetros: DN 100, 150, 200,

Leia mais

DRENO ECOLÓGICO. Dreno Ecológico de Condensado

DRENO ECOLÓGICO. Dreno Ecológico de Condensado DRENO ECOLÓGICO Dreno Ecológico de Condensado O problema O ar comprimido é uma fonte de energia essencial, amplamente utilizada em toda a indústria. Por ser uma ferramenta que oferece segurança, potência

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

Apresentação Técnica. Compressores Estacionários CPN. People. Footer Passion. Performance.

Apresentação Técnica. Compressores Estacionários CPN. People. Footer Passion. Performance. Apresentação Técnica Compressores Estacionários CPN People. Footer Passion. Performance. 1. Date Novo CP Nano Compressor de ar de parafuso lubrificado Footer 2. Date Você conhece este Nano? E este Nano?

Leia mais

Disciplina Higiene do Trabalho. Ventilação Industrial

Disciplina Higiene do Trabalho. Ventilação Industrial Tópicos da Aula Complementar - Ventiladores; - Ventiladores Axiais; - Ventiladores Centrífugos; - Dados necessários para a seleção correta de um ventilador; - Modelos e Aspectos Gerais de Ventiladores.

Leia mais

MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO

MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO Normas Aplicáveis - NBR 14.462 Sistemas para Distribuição de Gás Combustível para Redes Enterradas

Leia mais

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica Roteiro de Laboratório: Pneumática Prof. Engº Felipe Amélio de Lucena Catanduva, 25 de julho de 2012. Sumário 1 Objetivo... 3 2 Estrutura para elaboração

Leia mais

Automação Pneumática. DIDACTIC Automação Pneumática 1

Automação Pneumática. DIDACTIC Automação Pneumática 1 Automação Pneumática DIDACTIC Automação Pneumática 1 Comparação qualitativa: força, velocidade e precisão Mecânica Boa força Ótimas velocidades Ótima precisão Hidráulica Ótima força Baixas velocidades

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA Motor vertical 2 tempos LER O MANUAL DO PROPRIETÁRIO. TRABALHE SEMPRE COM ROTAÇÃO CONSTANTE, NO MÁXIMO 3.600 RPM EVITE ACELERAR E DESACELERAR O EQUIPAMENTO. NÃO TRABALHE

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação A U A UL LA Lubrificação III Introdução Após a visita de um vendedor de lubrificante ao setor de manutenção de uma indústria, o pessoal da empresa constatou que ainda não conhecia todos os dispositivos

Leia mais

Tecnologia do Vácuo 1. INTRODUÇÃO

Tecnologia do Vácuo 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO A automação dos processos industriais de produção vem crescendo dia após dia e, com ela, a necessidade do emprego de novas tecnologias cujo objetivo, na maior parte das vezes, busca substituir

Leia mais

CATÁLOGO CANHÃO DE AR MIDES

CATÁLOGO CANHÃO DE AR MIDES CATÁLOGO CANHÃO DE AR MIDES VANTAGENS EM COMPARAÇÃO A OUTRAS MARCAS SEM MANUTENÇÃO 85 CLIENTES SATISFEITOS NO BRASIL, PORTUGAL, ESPANHA, COLOMBIA, MOÇAMBIQUE, JORDANIA, USA MELHOR PREÇO DE MERCADO CERTIFICAÇÃO

Leia mais

SÉRIE LEONARDO KAT COMPRESSOR PARAFUSO TRANSMISSÃO DIRETA ISENTO DE OLEO COM CATALISADOR. Capacidade de 9 a 75 kw Pressão de 8 a 10 bar

SÉRIE LEONARDO KAT COMPRESSOR PARAFUSO TRANSMISSÃO DIRETA ISENTO DE OLEO COM CATALISADOR. Capacidade de 9 a 75 kw Pressão de 8 a 10 bar COMPRESSOR PARAFUSO TRANSMISSÃO DIRETA ISENTO DE OLEO COM CATALISADOR Capacidade de 9 a 75 kw Pressão de 8 a 10 bar Compressor parafuso-transmissão direta-isento de oleo com catalisador- resfriado a ar

Leia mais

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO !" AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO 1- INTRODUÇÃO O transporte de água (ADUÇÃO) pode ser realizado das seguintes formas: a) Por GRAVIDADE Utilizando Conduto Livre (Canal) b) Por GRAVIDADE Utilizando

Leia mais

1 - TUBULAÇÃO DE IMPULSO...2 1.1 - INSTALAÇÃO...2 1.2 - CONSTITUIÇÃO DA TUBULAÇÃO DE IMPULSO...3 2 - SISTEMAS DE SELAGEM...4 3 PURGA...

1 - TUBULAÇÃO DE IMPULSO...2 1.1 - INSTALAÇÃO...2 1.2 - CONSTITUIÇÃO DA TUBULAÇÃO DE IMPULSO...3 2 - SISTEMAS DE SELAGEM...4 3 PURGA... SISTEMAS DE SELAGEM SUMÁRIO 1 - TUBULAÇÃO DE IMPULSO...2 1.1 - INSTALAÇÃO...2 1.2 - CONSTITUIÇÃO DA TUBULAÇÃO DE IMPULSO...3 2 - SISTEMAS DE SELAGEM...4 2.1 -SÊLO LÍQUIDO...4 2.2 -SÊLO DE AR...5 2.3 -SÊLO

Leia mais

Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor.

Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor. COMBATE A INCÊNDIO 116 1 Combate a incêndio Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor. Os três elementos

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer MANUAL DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA Finalidade deste Manual Este manual proporciona as informações necessárias para uma correta manutenção dos filtros Metalsinter, contendo também importantes informações

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Padronizar os diversos tipos de sistemas de bomba de incêndio das edificações, seus requisitos técnicos, componentes, esquemas elétricos-hidráulicos e memória de cálculo, de acordo com os parâmetros

Leia mais

A foto mostra o Climatizador Vesper com o deslocamento de ar em banda larga espalhando a névoa evaporativa com ampla dispersão.

A foto mostra o Climatizador Vesper com o deslocamento de ar em banda larga espalhando a névoa evaporativa com ampla dispersão. Climatização Ambiental Apresentação Os climatizadores Vesper utilizam os Ventiladores Vesper que são fabricados há mais de 50 anos e dispoem dos mais variados modelos e tipos que vão de 46 cm a 1 (um)

Leia mais

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote Manual de Instalação Índice 1- Apresentação 2- Instalação da cuba. 3- Instalação do painel de controle 4- Ligação elétrica 5- Dispositivo de segurança 6- Características do Purilaqua 7- Tempo de filtragem

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo IV Aula 01 1. Introdução Vamos estudar as torres de refrigeração que são muito utilizadas nas instalações de ar condicionado nos edifícios, na

Leia mais

Reparação e Manutenção de Tubos

Reparação e Manutenção de Tubos Reparação e Manutenção de Tubos Vasta selecção a partir de uma fonte única. Concepções duradouras exclusivas. Desempenho rápido e fiável. Tipo de modelos Página Bombas de Teste de Pressão 2 9.2 Congeladores

Leia mais

www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892

www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892 www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892 Index - Anéis O rings - Gaxetas - Raspadores - Reparos - Retentores - Placas - Rolamentos para Bombas - Rotativos - Bombas - Peças Especiais - Dumax Comercial

Leia mais

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Descrição A bomba dosadora de LGE FIRE DOS é o mais versátil sistema de proporcionamento existente no mercado. Este revolucionário sistema de

Leia mais

COMPRESSORES PARAFUSO

COMPRESSORES PARAFUSO COMPRESSORES PARAFUSO PARTE 1 Tradução e adaptação da Engenharia de Aplicação da Divisão de Contratos YORK REFRIGERAÇÃO. Introdução Os compressores parafuso são hoje largamente usados em refrigeração industrial

Leia mais

Manual de Instruções SATA 67595

Manual de Instruções SATA 67595 1. Conheça o produto...2 2. Âmbito do fornecimento...5 3. Dados técnicos...6 4. Modo de atuação da unidade de limpeza de ar com adsorvente de carvão ativo e do cinto sem adsorvente de carvão ativo...7

Leia mais

UC SYSTEM (PATENTEADO)

UC SYSTEM (PATENTEADO) UC SYSTEM (PATENTEADO) Solução única para a rápida e eficaz limpeza interna, a seco e em segundos de tubulações industriais. Desenvolvido para utilização em tubulações de indústrias farmacêuticas, químicas,

Leia mais

DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES

DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO 1 INDICE 01- INTRODUÇÃO 02- DADOS TÉCNICOS 03- INSTALAÇÃO 04- COMANDOS ELETRICOS E PNEUMÁTICOS 05- OPERAÇÃO 06- MANUTENÇÃO NOTA:

Leia mais

Compressores de Pistão Isentos de Óleo Série DENTAL Vazão: 65 a 1050 l/min. Pressão: 10 bar. www.kaeser.com

Compressores de Pistão Isentos de Óleo Série DENTAL Vazão: 65 a 1050 l/min. Pressão: 10 bar. www.kaeser.com Compressores Pistão Isentos Óleo Série DENT Vazão: 65 a 1050 l/min. Pressão: 10 bar www.kaeser.com Por que escolher um compressor Dental KESER? Porque você espera que um compressor forneça ar comprimido

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br *Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR Manual de Instruções www.v8brasil.com.br PARA A CORRETA UTILIZAÇÃO DO PRODUTO V8 BRASIL, RECOMENDAMOS A LEITURA COMPLETA DESTE MANUAL. 1. INTRODUÇÃO A

Leia mais

Gas-Lift - Vantagens

Gas-Lift - Vantagens Gas-Lift - Vantagens Método relativamente simples para operar O equipamento necessário é relativamente barato e é flexível Podem ser produzidos baixos ou altos volumes É efetivo sob condições adversas

Leia mais

Compressor de Ar Portátil de Alta Pressão

Compressor de Ar Portátil de Alta Pressão Compressor de Ar Portátil de Alta Pressão (200BAR/3000PSI/20MPa) 0 Atenção Importante! Este COMPRESSOR DE AR PORTÁTIL DE ALTA PRESSÃO deve ser utilizado exclusivamente para a recarga do ar comprimido diretamente

Leia mais

Veneno no Carburador

Veneno no Carburador Veneno no Carburador Hoje em dia com a toda a tecnologia e eletrônica embarcada nos carros, reduziu-se drasticamente a gama de opções de preparação. Entretanto, para aqueles que ainda possuem um carro

Leia mais

A importância da marca

A importância da marca A importância da marca Vantagens dos compressores BOGE Eficiência energética, optimização de custos e fiabilidade Todos os compressores e acessórios BOGE são desenhados para obter a melhor relação qualidade

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano 19 Sistema de Refrigeração - Tópicos Introdução Meios refrigerantes Tipos de Sistemas de Refrigeração Sistema de refrigeração a ar Sistema de refrigeração a água Anticongelantes

Leia mais

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz Linha ConectAR Tubos e Conexões com Qualidade Schulz O constante crescimento da indústria, dos processos tecnológicos e o forte impulso da automação industrial, exigem instalações de ar comprimido, eficientes,

Leia mais

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS COMPRESSOR S55 DENTAL/MEDICAL OIL-FREE MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPRESSOR S55 110V PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL MS TAC 4000 REV.02 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO AO SISTEMA DE TRATAMENTO PARA REUSO....

Leia mais

Compressor Parafuso. Principais tipos: Parafuso simples. Parafuso duplo (mais empregado)

Compressor Parafuso. Principais tipos: Parafuso simples. Parafuso duplo (mais empregado) Principais tipos: Parafuso simples Parafuso duplo (mais empregado) Vantagens em relação aos alternativos: Menor tamanho Número inferior de partes móveis Desvantagens em relação aos alternativos: Menor

Leia mais

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br Sistemas Ar Comprimido Aplicações medicinais e de respiração www.fargon.com.br Apresentação Sistemas personalizados de ar comprimido Fabricados para atender necessidades específicas de aplicação de ar

Leia mais

bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico

bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico Dosadoras a Motor bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico Serie 600 Serie 500 Há opção de duplo diafragma cabeçotes duplex e válvulas EZE- Serie 700 CLEAN TM consulte-nos! Detalhamento de sistema

Leia mais

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo As válvulas automáticas são utilizadas em processos de automação ou acionamento remoto para controle de fluxo de líquidos e gases, e também nos processos de dosagem

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Tecnologia DPR A hb ar comprimido se preocupa continuamente com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços afim de superar as necessidades

Leia mais

AR CONDICIONADO. Componentes

AR CONDICIONADO. Componentes AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO Basicamente, a exemplo do que ocorre com um refrigerador (geladeira), a finalidade do ar condicionado é extrair o calor de uma fonte quente, transferindo-o para uma fonte

Leia mais

COMPRESSORES, SOPRADORES E VENTILADORES COMPRESSORES CENTRÍFUGOS (NORMA API 617)

COMPRESSORES, SOPRADORES E VENTILADORES COMPRESSORES CENTRÍFUGOS (NORMA API 617) COMPRESSORES, SOPRADORES E VENTILADORES FAIXAS MAIS USADAS ÁRA SELEÇÃO DOS COMPRESSORES. CENTRÍFUGOS: ENTRE 2.000 E 200.000 FT 3 /MIN (CFM) PRESSÃO ATÉ 5.000 PSIG ALTERNATIVOS: ATÉ 16.000 CFM PRESSÃO ATÉ

Leia mais

Boletim da Engenharia 14

Boletim da Engenharia 14 Boletim da Engenharia 14 Como trocar o óleo dos compressores parafuso abertos e semi-herméticos 10/03 No boletim da engenharia nº13 comentamos sobre os procedimentos para troca de óleo dos compressores

Leia mais

de pneumática Fuussshhhhhhh... era o característico som de A importância da pneumática

de pneumática Fuussshhhhhhh... era o característico som de A importância da pneumática A UU L AL A Noções básicas de pneumática Fuussshhhhhhh... era o característico som de vazamento de ar que o experiente ouvido de Gelásio captava. Seus olhos procuraram a fonte do vazamento na linha do

Leia mais

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Atlas Copco Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Uma gama de arrefecedores finais efectivos e de separadores de água em conformidade

Leia mais

CLEARPOINT. A Qualidade do Ar Comprimido

CLEARPOINT. A Qualidade do Ar Comprimido CLEARPOINT CLEARPOINT A Qualidade do Ar Comprimido CARACTERÍSTICAS Meio A filtração efetiva para ar e gases comprimidos e essencial para quase todas as aplicações industriais. A linha CLEARPOINT da BEKO

Leia mais

SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO CENTRALIZADA. Bomba Hidráulica Manual Bomba Hidráulica Automática Distribuidores

SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO CENTRALIZADA. Bomba Hidráulica Manual Bomba Hidráulica Automática Distribuidores SISTEMA DE UBRIFICAÇÃO CENTRAIZADA Bomba Hidráulica Manual Bomba Hidráulica Automática Distribuidores SISTEMA DE UBRIFICAÇÃO CENTRAIZADA 1 - OBJETIVO Este manual objetiva fornecer instruções técnicas para

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

INDÚSTRIA E COMÉRCIO TECNOAVANCE LTDA.

INDÚSTRIA E COMÉRCIO TECNOAVANCE LTDA. INDÚSTRIA E COMÉRCIO TECNOAVANCE LTDA. MANUAL TÉCNICO DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO CABINA DE PINTURA A PÓ MODELO: KCP-DM/DA SEM SILHUETA 1 Prezado Cliente: Temos a grata satisfação de estar entregando mais

Leia mais

Informação do Produto Filtros da Linha RCS

Informação do Produto Filtros da Linha RCS Rev-00 Plug: ½ NPT Os filtros da Linha RCS são projetados para separação de água e sólidos de hidrocarbonetos em aplicação no abastecimento industrial, aeronaves e postos de gasolina. Objetivamente, os

Leia mais

Processo de Forjamento

Processo de Forjamento Processo de Forjamento Histórico A conformação foi o primeiro método para a obtenção de formas úteis. Fabricação artesanal de espadas por martelamento (forjamento). Histórico Observava-se que as lâminas

Leia mais

FILTRO COALESCENTE PARA GLP FASE VAPOR MODELO : F G L 5000 E. Manual de Informações Técnicas, Instalação e Manutenção

FILTRO COALESCENTE PARA GLP FASE VAPOR MODELO : F G L 5000 E. Manual de Informações Técnicas, Instalação e Manutenção Página1 UTILIZAÇÃO FILTRO COALESCENTE PARA GLP FASE VAPOR MODELO : F G L 5000 E Manual de Informações Técnicas, Instalação e Manutenção Para remoção de Oleína (*) em sistemas que utilizam GLP. Segundo

Leia mais

Condensação. Ciclo de refrigeração

Condensação. Ciclo de refrigeração Condensação Ciclo de refrigeração Condensação Três fases: Fase 1 Dessuperaquecimento Redução da temperatura até a temp. de condensação Fase 2 Condensação Mudança de fase Fase 3 - Subresfriamento Redução

Leia mais

Inovação e qualidade em sistemas de filtração

Inovação e qualidade em sistemas de filtração Inovação e qualidade em sistemas de filtração A Vemag é uma empresa que atua com filtração e bombeamento de fluidos, em diversas áreas de aplicações. Através de uma equipe de técnicos capacitados, oferece

Leia mais

Compressores portáteis

Compressores portáteis Compressores portáteis Mobilair M 13 M 15 M 17 Compressores de parafuso portáteis com perfil Sigma Caudal: 0,75 a 1,6 m³/min. M13 M15 M17 Compactos e potentes O nível de desempenho não depende do tamanho,

Leia mais

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line - PPL - é um novo sistema de tubulação de encaixe rápido projetado para todo tipo de planta de ar comprimido, bem como para outros fluidos, gases

Leia mais

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor 1. Junta de expansão de fole com purga de vapor d água Em juntas de expansão com purga da camisa interna, para

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DIDÁTICAS, INTEGRANDO ESTUDANTES DE ENGENHARIA MECÂNICA (PUC-RIO) E CURSO TÉCNICO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA DO CEFET-RJ

DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DIDÁTICAS, INTEGRANDO ESTUDANTES DE ENGENHARIA MECÂNICA (PUC-RIO) E CURSO TÉCNICO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA DO CEFET-RJ DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DIDÁTICAS, INTEGRANDO ESTUDANTES DE ENGENHARIA MECÂNICA (PUC-RIO) E CURSO TÉCNICO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA DO CEFET-RJ Alunos: Felipe Portes Lanes (PUC-Rio), Viviane Helena da

Leia mais

COMPRESSORES DE AR ENERGIA NA FORMA DE PRESSÃO ENERGIA NA FORMA DE PRESSÃO OBJETIVOS DO AR COMPRIMIDO 06/04/2011 FUGAS DE AR COMPRIMIDO E SEU CUSTO

COMPRESSORES DE AR ENERGIA NA FORMA DE PRESSÃO ENERGIA NA FORMA DE PRESSÃO OBJETIVOS DO AR COMPRIMIDO 06/04/2011 FUGAS DE AR COMPRIMIDO E SEU CUSTO ENERGIA NA FORMA DE PRESSÃO COMPRESSORES DE AR Transformação de energia elétrica em pressão; resulta da compressão do ar ambiente; Segunda energia na indústria transformadora; Mais cara cerca de 7 a 10

Leia mais

Automação Pneumática

Automação Pneumática Automação Pneumática Prof. Carlos Alberto G. Pegollo Engenharias Elétrica, Mecânica, de Produção e da Computação 1. Origem do Termo A palavra pneumática deriva do termo grego πνευµατικός (pneumatikos =

Leia mais

Compressor Portátil MOBILAIR M 135

Compressor Portátil MOBILAIR M 135 www.kaeser.com Compressor Portátil MOBILAIR M 135 Com o mundialmente renomado PERFIL SIGMA Vazão 10,5 a 13,0 m³/min Feito na Alemanha A renomada linha de compressores portáteis MOBILAIR da KAESER é fabricada

Leia mais

BrikStar CM. Prensa hidráulica de briquetagem D GB. Sempre uma idéia a frente

BrikStar CM. Prensa hidráulica de briquetagem D GB. Sempre uma idéia a frente BrikStar CM Prensa hidráulica de briquetagem Sempre uma idéia a frente D GB BrikStar Prensa hidráulica de briquetagem BrikStar CM BrikStar CM de 4 até 11 kw As prensas de briquetagem da série BrikStar

Leia mais

Universidade Paulista Unip

Universidade Paulista Unip Elementos de Produção de Ar Comprimido Compressores Definição Universidade Paulista Unip Compressores são máquinas destinadas a elevar a pressão de um certo volume de ar, admitido nas condições atmosféricas,

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção

Manual de Operação e Manutenção Manual de Operação e Manutenção Rebitador Pneumático para Rebites de Repuxo SRC-3 1 Características Gerais: Leve; Alta velocidade de operação, grande potência; Baixo ruído; Baixo impacto; Curso longo;

Leia mais