PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA"

Transcrição

1 PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA A importância do bem-estar psicológico dos funcionários é uma descoberta recente do meio corporativo. Com este benefício dentro da empresa, o colaborador pode buscar o atendimento psicológico (Plantão Psicológico) para falar sobre seus problemas pessoais e de relacionamento. Uma Empresa, ao decidir oferecer como benefício o atendimento psicológico na Organização está focada principalmente na Saúde Integral de seu colaborador e no valor que pode ser agregado à qualidade de vida no trabalho, permitindo que as pessoas trabalhem mais motivadas, com menores índices de estresse. Além de um benefício oferecido pela Empresa, o atendimento psicológico é uma maneira de humanizar as relações interpessoais, porquanto pessoas saudáveis participam na co-construção de redes internas de relações em climas mais cooperativos e criativos. OBJETIVOS Valorizar o bem-estar psicológico a partir da implantação do atendimento clínico no espaço de trabalho. Inserir o Psicólogo no sistema de saúde da empresa, uma vez que a grande maioria dos seguros de saúde e convênios médicos não oferece a possibilidade de psicoterapia, aconselhamento e orientação para solução de conflitos. Oferecer aos colaboradores serviços de Psicologia como psicoterapia breve, terapia familiar sistêmica, aconselhamento e mediação de conflitos, para que o funcionário possa se dedicar ao seu trabalho de forma mais produtiva e satisfatória.

2 MODELO DE SERVIÇOS E OPERACIONALIZAÇÕES Na Clínica Ampliada para dentro da Empresa (Consultório na Empresa), Antonio Edvando Pereira de Souza presta os serviços de: Planejamento Pessoal: Atendimento individual em Planejamento Pessoal de Vida, que inclui carreira e demais aspectos da vida pessoal. Psicoterapia Breve: Processo psicoterapêutico breve, focalizado na questão trazida. Trata-se da modalidade de atendimento onde, além de acolher a pessoa e escutá-la ativamente, há intervenções para solucionar o problema. Psicoterapia Familiar: Atendimento à família, considerando a complexidade da rede de transações familiares. Considera a mudança para a solução do problema, com foco na organização familiar. Necessita da participação de todos os envolvidos. Psicoterapia em Casal: Idem ao item acima, com foco no casal. Aconselhamento e Orientação: Auxílio psicológico diante da necessidade da pessoa, para que ela possa rever repensar e refletir sobre seus problemas. Acompanhamento Psicoterapêutico - Corresponde a um encontro com uma pessoa que, não apresentando necessariamente uma patologia ou um sofrimento, procura resolver um problema específico com ajuda do psicólogo, na medida em que sente que não o pode fazer sozinho. É um processo privilegiado de crescimento humano, pois aqui aprende a reservar um tempo e um espaço para ouvir os seus próprios pensamentos, para prestar atenção aos seus sentimentos, ao seu ambiente. Revê a sua visão de mundo, as suas crenças, aprendendo, desta forma, a relacionar-se consigo próprio, com os outros e com a vida, procurando ser mais feliz. Mediação de Conflitos Corporativos e Familiares: O processo de mediação tem como objetivo facilitar a resolução de um conflito. As partes envolvidas são convidadas a refletir e, por consenso, propõem uma solução para o(s) problema(s). Psicoterapia Individual para Alcoolistas e Dependentes Químicos. Orientação para Famílias que convivem com Dependentes Químicos. Psicoterapia em Grupo para Dependentes Químicos.

3 Acompanhamento e Reabilitação Profissional - O Acompanhamento e reabilitação profissional se propõem a reabilitar trabalhadores incapacitados para o trabalho na sua atividade habitual, visando reintegrá-los na atividade laboral de modo a conciliar as necessidades destes às características dos postos de trabalho com as demandas organizacionais e institucionais. Orientação e Treinamento/ Desenvolvimento - Treinamento e Desenvolvimento (T&D) se referem às ações organizacionais sistematicamente organizadas, de acordo com uma tecnologia educacional, para promover aprendizagens dos trabalhadores, visando melhoria de desempenhos atuais e futuros, bem como do crescimento pessoal. Significa para a Organização preparas seus funcionários a desenvolver habilidades e conhecimentos, padronização das tarefas e até mesmo mudar o comportamento. Busca-se aumentar o desempenho profissional e motivacional do ser humano, melhorando os resultados e gerando um bom clima organizacional. Melhorar e garantir o bom desempenho dos seus funcionários de modo a prepara-los para criar-se um melhor ambiente e também atender seus clientes, sócios ou afiliados de modo a encantá-los. Participação de Programas Educacionais, culturais, recreativos. Participação em programas educacionais, culturais, recreativos e de higiene mental, com vistas a assegurar a preservação da saúde e da qualidade de vida do trabalhador. Palestras com foco em Prevenção e Qualidade de Vida. Encaminhamento(s) para outro(s) especialista(s) *Obs.: Conta-se com a parceria de profissionais com consultório estabelecido em Fortaleza. Mantem-se contatos com Comunidades Terapêuticas e Clínicas de Reabilitação para Dependentes Químicos formando uma rede de encaminhamento com o mesmo espírito social. ORIENTAÇÃO INDIVIDUAL Este tipo de atendimento está ligado à queixa, conflito ou dificuldade mais imediata do cliente à superação dos sintomas e a problemas atuais da realidade.

4 Objetivos: O enfrentamento de situações de conflitos; A aquisição da consciência do problema/conflito; Superação dos sintomas e a problemas; A recuperação da autoestima; A orientação baseia-se no: foco, planejamento e atividade. Busca-se atingir os objetivos traçados e resultados com um tempo delimitado. Período Os atendimentos estão previstos em até 24 orientações psicológicas, sendo que no primeiro mês se realizam 8 encontros, são dois encontros semanais. Ao término desse período, Psicólogo e Cliente avaliam os resultados da proposta que dependendo do resultado da avaliação poderá passar para quatro encontros mensais, um por semana durante três meses quando se realizará uma reavaliação. Psicólogo e Cliente constatando avanços e melhorias os encontros passam a ser quinzenais por mais dois meses fechando um ciclo de seis meses de psicoterapia. As avaliações são constantes até a última sessão. A duração da sessão da orientação psicológica é de 50 minutos. PSICOTERAPIA EM GRUPO Para Dependentes Químicos. O trabalho em grupo leva os participantes a constatarem não serem os únicos com uma determinada problemática; ele também possibilita o contato com pessoas com conflitos e dificuldades semelhantes, como a troca de experiências entre os membros do grupo. Abordagem Cognitiva Comportamental e fundamentos do Programa de 12 passos das Irmandades Anônimas. Objetivos: Reduzir ou eliminar problemas associados às substâncias psicoativas lícitas e/ou ilícitas, incluindo o álcool. Reabilitação dos problemas relacionados com as substâncias (diagnóstico, assistência, aconselhamento, participação da família, saúde e integração social). Psicoterapia em Grupo para outros Transtornos. A intervenção e orientação psicológica são fundamentadas na Psicologia Cognitiva Comportamental (TCC) com referências da

5 Abordagem Sistêmica e serão trabalhados os transtornos de ansiedade, os medos, insegurança, timidez e problemas de relacionamentos. Período e Composição do Grupo Os Grupos terão no máximo 12 (doze) pessoas de diferentes idades. Os encontros acontecem uma vez por semana, com 02h00min (duas horas) de duração durante o período mínimo de 3 (três) meses. A obtenção de resultados positivos efetivos está condicionada à permanência e à participação no grupo 1 (uma) vez por semana durante o período mínimo de 3 meses. INVESTIMENTOS PROCEDIMENTOS TABELA DE INVESTIMENTOS REFERÊNCIA FONTE CFP FENAPSI R$ DESCONTOS VALORES R$ 01 Consulta Inicial 112,25 25% 84,00 02 Planejamento Pessoal: 165,14 25% 123,00 04 Psicoterapia Familiar 149,03 25% 120,00 05 Psicoterapia em Casal 127,29 25% 95,00 06 Aconselhamento e Orientação Individual 118,18 25% 90,00 07 Acompanhamento Psicoterapêutico 167,65 30% 115,0 08 Mediação de Conflitos Corporativos e Familiares: 167,65 20% 135,00 09 Psicoterapia Individual para Alcoolistas e Dependentes Químicos. 118,18 25% 90,00 10 Orientação para Famílias que convivem com Dependentes Químicos. 167,65 25% 125,00 11 Psicoterapia em Grupo para Dependentes Químicos (por participante) 87,61 35% 55,00 12 Acompanhamento e reabilitação profissional 116,61 15% 100,00 13 Orientação e Treinamento/ Desenvolvimento 186,58 20% 150,00 (por participante) 14 Participação de Programas Educacionais, culturais, recreativos. 186,58 20% 150,00 15 Palestras com foco em Prevenção e Qualidade de Vida. 500,00 30% 350,00 Obs.: Os valores foram arredondados às vezes para mais ou para menos para facilitar a negociação.

6 ESPAÇO FÍSICO É necessária a disponibilização de sala(s) para atendimento individual e em grupo na empresa, mobiliada(s) com duas poltronas, duas cadeiras confortáveis, um arquivo com chave, uma mesa birô com gavetas e chaves, em lugar silencioso, iluminação com luminosidade controlável, de fácil acesso a todos os funcionários, uma impressora, um datashow e internet. No caso da Psicoterapia em grupo a sala deverá comportar 16 pessoas, portanto se fará necessário 16 cadeiras e uma mesa birô com gavetas e chaves. *Obs. A sala deverá ser de uso e controle exclusivo do Profissional de Psicologia. Jornada de trabalho: ATENDIMENTOS Compreende 5 (cinco) atendimentos/dia duas vezes na semana Agenda: Os primeiros atendimentos poderão ser agendados por um funcionário, junto à pessoa designada pela empresa. Os agendamentos subsequentes ficam a critério do psicólogo. Acompanhamento: O responsável pelos Recursos Humanos da empresa recebe, mensalmente, os indicadores para acompanhar os resultados do atendimento psicológico na Empresa. Todos os atendimentos seguem os critérios éticos da psicoterapia, previstos no Código de Ética do Conselho Federal de Psicologia. Contatos Pessoais Fone: (85) Cel.: (OI) / (TIM) CUIDE DA SUA SAÚDE MENTAL

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 PROJETO MEU TEMPO DE CRIANÇA Missão Visão Valores Colaborar com a importante tarefa de educar as crianças, nesse momento único de suas jovens vidas, onde os

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

PAF Programa de Acompanhamento Funcional

PAF Programa de Acompanhamento Funcional PAF Programa de Acompanhamento Funcional MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR Márcio de Moura Pereira Motivação do Projeto SITUAÇÃO PROBLEMA Necessidade de atender a demandas já existentes de servidores e membros

Leia mais

Evanir Soares da Fonseca

Evanir Soares da Fonseca CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde AÇÕES DE COMBATE AO ESTRESSE: PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES DA SAÚDE DE PARACATU - MG Evanir Soares

Leia mais

COMUNICADO. Comunicamos que o Projeto Terapêutico anteriormente. disponibilizado foi substituído pelo que segue em anexo.

COMUNICADO. Comunicamos que o Projeto Terapêutico anteriormente. disponibilizado foi substituído pelo que segue em anexo. COMUNICADO Comunicamos que o Projeto Terapêutico anteriormente disponibilizado foi substituído pelo que segue em anexo. Vitória/ES, 16 de dezembro de 2015. GILSON GIUBERTI FILHO Coordenador Estadual sobre

Leia mais

TERAPIA MOTIVACIONAL SISTÊMICA APLICADA ÁS FAMILIAS

TERAPIA MOTIVACIONAL SISTÊMICA APLICADA ÁS FAMILIAS TERAPIA MOTIVACIONAL SISTÊMICA APLICADA ÁS FAMILIAS XXI ABEAD - RECIFE ROBERTA PAYÁ ROBERTAPAYA@HOTMAIL.COM TERAPIA MOTIVACIONAL SISTÊMICA PARA O TRANSTORNO DO ABUSO DE SUBSTANCIAS Um Modelo Integrativo

Leia mais

Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico

Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico Regulamento Núcleo de Apoio Psicopedagógico REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO - NAP CAPITULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as ações do

Leia mais

CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL. Bomfin & Hastenreiter. David Bomfin

CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL. Bomfin & Hastenreiter. David Bomfin CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL Bomfin & Hastenreiter A Clínica de Coaching Empresarial é conduzida por: David Bomfin e Flávio Hastenreiter Rua dos Goitacazes, 375, sala 1004, Belo Horizonte, MG, Centro.

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas

Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas Fernanda Marques Paz 1 Dependência Química: prevenção, tratamento e politicas públicas (Artmed; 2011; 528 páginas) é o novo livro de Ronaldo

Leia mais

O CUIDADO QUE EU PRECISO

O CUIDADO QUE EU PRECISO O CUIDADO QUE EU PRECISO GOVERNO FEDERAL GOVERNO ESTADUAL GOVERNO MUNICIPAL MOVIMENTOS SOCIAIS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O CUIDADO QUE EU PRECISO Serviço Hospitalar de Referência AD CAPS AD III Pronto Atendimento

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde Mental. PERFIL PROFISSIONAL: Entender

Leia mais

Especialistas em Alcoolismo e Dependência Química

Especialistas em Alcoolismo e Dependência Química Especialistas em Alcoolismo e Dependência Química Entenda como funciona A Clínica Viva desenvolveu um programa intensivo de reabilitação do alcoolismo com abordagem médica e psicoterapêutica individual

Leia mais

1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano. Vamos falar sobre isso?

1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano. Vamos falar sobre isso? 1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano Vamos falar sobre isso? Algumas estatísticas sobre Saúde Mental Transtornos mentais são frequentes e afetam mais de 25% das pessoas

Leia mais

Encontro de Empresas Mesa redonda: Programa de Assistência ao Empregado: para onde encaminhar. Ambulatório

Encontro de Empresas Mesa redonda: Programa de Assistência ao Empregado: para onde encaminhar. Ambulatório XXI Congresso Brasileiro da ABEAD Do Uso à Dependência: a integração das políticas públicas com a clínica 08 a 11 de setembro de 2011 - Recife/PE Encontro de Empresas Mesa redonda: Programa de Assistência

Leia mais

06/10/2015. A Clínica de Coaching Empresarial é conduzida por: David Bomfin e Flávio Hastenreiter

06/10/2015. A Clínica de Coaching Empresarial é conduzida por: David Bomfin e Flávio Hastenreiter 1 A Clínica de Coaching Empresarial é conduzida por: David Bomfin e Flávio Hastenreiter 2 David Bomfin É Pedagogo Empresarial, Mestre em Pedagogia do Treinamento e Doutor em Aprendizagem Organizacional.

Leia mais

Equipe de Alta Performance

Equipe de Alta Performance Equipe de Alta Performance Como chegar a ser uma EAP? Intelectual Razão Cognição Meta Estratégia EQUIPE EAP (Time) BANDO GRUPO Emocional Motivação Relação Ajuda O que é uma Equipe? Éumgrupodepessoas: com

Leia mais

M. Isabel N. G. Manzano

M. Isabel N. G. Manzano Objetivo Recursos Humanos Resumo Profissional Psicóloga com especialização em Treinamento & Desenvolvimento em Recursos Humanos. Certified Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching.

Leia mais

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres 2 Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres Ana Paula Bueno de Moraes Oliveira Graduada em Serviço Social Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUC Campinas Especialista

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Serviço social. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde da Pessoa

Leia mais

Caros alunos de Psicologia que irão cursar estágios específicos no 1º semestre de 2013:

Caros alunos de Psicologia que irão cursar estágios específicos no 1º semestre de 2013: 1 EDITAL II - Atribuições de Estágio em Psicologia Educacional, Psicologia do Trabalho, Psicologia Clínica e Psicologia Institucional/Social para o 1º semestre de 2013 Caros alunos de Psicologia que irão

Leia mais

PROVA OBJETIVA. 17 O psicólogo que atua em uma instituição pode fazer. 18 O autocontrole e a disciplina são os elementos que determinam

PROVA OBJETIVA. 17 O psicólogo que atua em uma instituição pode fazer. 18 O autocontrole e a disciplina são os elementos que determinam SESFUBMULT_P_06N8977 De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o

Leia mais

Abordagem familiar e instrumentos para profissionais da Atenção Primária à Saúde

Abordagem familiar e instrumentos para profissionais da Atenção Primária à Saúde Abordagem familiar e instrumentos para profissionais da Atenção Primária à Saúde 1 Carmen Luiza Correa Fernandes e Lêda Chaves Dias Curra Médicas de Família e Comunidade / Terapeutas de Família e Casais

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 03 - Edição 01 Agosto - 2013 Entrevistada: Renata Trovarelli Entrevistadora: Cintia C. B. M. da Rocha TEMA: RELACIOMENTO AMOROSO Psicóloga Comportamental, atualmente

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2013 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE PADI DA FACULDADE DE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃDO

Leia mais

A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações

A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações PSICOLOGIA APLICADA A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações Os níveis de intervenção vão desde

Leia mais

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos.

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos. Psicoterapia comportamental infantil Eliane Belloni 1 A psicoterapia comportamental infantil é uma modalidade de atendimento clínico que visa propiciar mudanças no comportamento da criança a partir de

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

GRUPO OPERATIVO DE INFORMAÇÃO

GRUPO OPERATIVO DE INFORMAÇÃO GRUPO OPERATIVO DE INFORMAÇÃO 2009 Trabalho apresentado como requisito parcial da disciplina PROCESSOS GRUPAIS, sob a orientação da Educanda Cristina Elizabete Bianca Tinoco Silva Estudante do curso de

Leia mais

Tratamento da dependência do uso de drogas

Tratamento da dependência do uso de drogas Tratamento da dependência do uso de drogas Daniela Bentes de Freitas 1 O consumo de substâncias psicoativas está relacionado a vários problemas sociais, de saúde e de segurança pública, sendo necessário

Leia mais

HÁ LIMITES PARA O CRESCIMENTO DO SETOR IMOBILIÁRIO? Aplicando Inteligência Emocional na Gestão de Mudanças

HÁ LIMITES PARA O CRESCIMENTO DO SETOR IMOBILIÁRIO? Aplicando Inteligência Emocional na Gestão de Mudanças Aplicando Inteligência Emocional na Gestão de Mudanças Choques Econômicos dos últimos anos Filhos do Downsizing Geração X Foco na carreira e no seu processo de desenvolvimento profissional. Síndrome de

Leia mais

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável.

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável. Transtornos mentais: Desafiando os Preconceitos Durante séculos as pessoas com sofrimento mental foram afastadas do resto da sociedade, algumas vezes encarcerados, em condições precárias, sem direito a

Leia mais

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO!

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! Dia + Contigo 2015 Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! A Saúde Mental é um estado de bem-estar emocional e psicológico, mediante o qual o indivíduo é capaz de fazer uso das suas capacidades

Leia mais

CARTILHA. Um dia de cada vez

CARTILHA. Um dia de cada vez CARTILHA Um dia de cada vez ÍNDICE APADEQ ESTRUTURA TRATAMENTO EM VILA ESPERANÇA SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TERAPÊUTICA AMBULATORIAL PÚBLICO TIPOS DE ASSISTÊNCIA SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TERAPÊUTICA RESIDENCIAL

Leia mais

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão Hospital Universitário Walter Cantídio Diretoria de Ensino e Pesquisa Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão HOSPITAL

Leia mais

A POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO E AS IMPLICAÇÕES DE UM

A POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO E AS IMPLICAÇÕES DE UM A POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO E AS IMPLICAÇÕES DE UM NASCIMENTO PREMATURO Francisca Daniela de Morais Roberto moraisfrancisca@bol.com.br Regina Célia Pinheiro da Silva Orientadora UNITAU regcps@yahoo.com.br

Leia mais

Modelo Transteórico. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Departamento de Nutrição Grupo de Desenvolvimento Humano em Nutrição

Modelo Transteórico. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Departamento de Nutrição Grupo de Desenvolvimento Humano em Nutrição UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Departamento de Nutrição Grupo de Desenvolvimento Humano em Nutrição Modelo Transteórico Intervenção: Acompanhamento para mudança Discente: Ariele Sousa Modelo Transteórico

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas By Marcos Garcia Como as redes sociais podem colaborar no planejamento e desenvolvimento de carreira (individual e corporativo) e na empregabilidade dos profissionais, analisando o conceito de Carreira

Leia mais

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas 1. APRESENTAÇÃO e JUSTIFICATIVA: O consumo de crack vem aumentando nas grandes metrópoles, constituindo hoje um problema

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

PERFIL E COMPETÊNCIA DO ENFERMEIRO DE CENTRO CIRÚRGICO. Maria da Conceição Muniz Ribeiro

PERFIL E COMPETÊNCIA DO ENFERMEIRO DE CENTRO CIRÚRGICO. Maria da Conceição Muniz Ribeiro PERFIL E COMPETÊNCIA DO ENFERMEIRO DE CENTRO CIRÚRGICO Maria da Conceição Muniz Ribeiro I - CENTRO CIRÚRGICO CONJUNTO DE ELEMENTOS DESTINADOS AS ATIVIDADES CIRÚRGICAS, BEM COMO À RECUPERAÇÃO PÓS ANESTÉSICA

Leia mais

Diretrizes de Aplicação Saúde mental de servidores públicos da Administração direta, autárquica e funcacional

Diretrizes de Aplicação Saúde mental de servidores públicos da Administração direta, autárquica e funcacional Diretrizes de Aplicação Saúde mental de servidores públicos da Administração direta, autárquica e funcacional CAPÍTULO I PRINCÍPIOS NORTEADORES Art. 1º Os procedimentos em saúde mental a serem adotados

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO COMO AS MUDANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO IMPACTANDO A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS Paola Moreno Giglioti Administração

Leia mais

RH Saúde Ocupacional

RH Saúde Ocupacional Programa de Promoção da Saúde no Ambiente de Trabalho RH Saúde Ocupacional Objetivo Tem como principal objetivo propiciar ambiente de Tem como principal objetivo propiciar ambiente de trabalho e clima

Leia mais

SERVIÇO DE ESCUTA PSICOLÓGICA: UMA ESCUTA PROFUNDA DE CARÁTER EMERGENCIAL

SERVIÇO DE ESCUTA PSICOLÓGICA: UMA ESCUTA PROFUNDA DE CARÁTER EMERGENCIAL SERVIÇO DE ESCUTA PSICOLÓGICA: UMA ESCUTA PROFUNDA DE CARÁTER EMERGENCIAL MORAIS 1, Alexsandra Dias LIMA 2, Aline Cristine da Silva GOMES 3, Inalígia Figueiredo FRANCA 4, Juliana Monteiro da OLIVEIRA 5,

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 25 DE MARÇO DE 2013

PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 25 DE MARÇO DE 2013 PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 25 DE MARÇO DE 2013 Institui as diretrizes gerais de promoção da saúde do servidor público federal, que visam orientar os órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da Administração

Leia mais

O Coaching pode ajudar uma pessoa a:

O Coaching pode ajudar uma pessoa a: O que é o Coaching O que é o Coaching É um processo compartilhado de desenvolvimento pessoal e profissional focado em ações no presente, para tornar real suas intenções de atingir objetivos e alcançar

Leia mais

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Tec. de Enfermagem Claudia Sterque claudiasterque@yahoo.com.br 11 de novembro de 2010 VISÃO DO TÉCNICO ESPECIALISTA Quando comecei

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Ilca Maria Moya de Oliveira

Ilca Maria Moya de Oliveira Plano de Desenvolvimento Relação Ergonomia e Moda e Educação Corporativa Ilca Maria Moya de Oliveira Segundo Dutra (2004), a preparação para o futuro exige investimentos simultâneos: um na modernização

Leia mais

CONHECENDO A PSICOTERAPIA

CONHECENDO A PSICOTERAPIA CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015 INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas? Se a resposta é sim, então você não

Leia mais

Transformação Humana em Educação e Mediação

Transformação Humana em Educação e Mediação Transformação Humana em Educação e Mediação O Instituto Them, empresa formada por psicólogas e mediadoras, presta serviços nas áreas de gestão de conflitos e comunicação. Apresenta como diferenciais a

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PLANO DE T&D

AVALIAÇÃO DO PLANO DE T&D AVALIAÇÃO DO PLANO DE T&D Ariadne Cedraz 1 Léa Monteiro Rocha 2 Luciana Cristina Andrade Costa Franco 3 A quarta e última etapa do processo refere-se à avaliação que tem por objetivo averiguar se os resultados

Leia mais

PROGRAMA TERAPÊUTICO

PROGRAMA TERAPÊUTICO CENTRO DE RECUPERAÇÃO CAMINHO DA VIDA MARECHAL CÂNDIDO RONDON PARANÁ CNPJ: 03.507.934/0001-02 CEP. 85960-000 MARECHAL CÂNDIDO RONDON PR. VILA CURVADO PROGRAMA TERAPÊUTICO 1. INTRODUÇÃO O Programa Terapêutico

Leia mais

COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS DO PSICÓLOGO BRASILEIRO. Dra. Iraní Tomiatto de Oliveira

COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS DO PSICÓLOGO BRASILEIRO. Dra. Iraní Tomiatto de Oliveira COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS DO PSICÓLOGO BRASILEIRO Dra. Iraní Tomiatto de Oliveira Sumário Psicologia no Brasil: percurso histórico Psicologia no Brasil nos últimos vinte anos Referências legais e organização

Leia mais

BOAS PRÁTICAS. para humanizar o atendimento e gerar fidelização em Clínicas e Hospitais. Boas práticas para humanizar o atendimento

BOAS PRÁTICAS. para humanizar o atendimento e gerar fidelização em Clínicas e Hospitais. Boas práticas para humanizar o atendimento BOAS PRÁTICAS para humanizar o atendimento e gerar fidelização em Clínicas e Hospitais ÍNDICE Introdução 3 Explique e difunda a importância do termo 4 A humanização e o ambiente físico 6 Aperfeiçoamento

Leia mais

Sem Mais Desculpas Treinamentos E porque? O que é vender no mundo de hoje O que você verá neste curso:

Sem Mais Desculpas Treinamentos E porque? O que é vender no mundo de hoje O que você verá neste curso: A Sem Mais Desculpas Treinamentos defende um conceito chamado Comportamento Comercial. Acreditamos que todas as pessoas, em todas as funções, necessitam ter uma visão e uma atitude comercial daquilo que

Leia mais

Competências Essenciais de Coaching. Nick Cheong 张 炳 栋 Sócio - Diretor Berners Coaching 2010 BERNERSCONSULTING

Competências Essenciais de Coaching. Nick Cheong 张 炳 栋 Sócio - Diretor Berners Coaching 2010 BERNERSCONSULTING Competências Essenciais de Coaching Nick Cheong 张 炳 栋 Sócio - Diretor Berners Coaching 2010 BERNERSCONSULTING Por que estamos aqui? Estamos aqui para: Conhecer quais são as competências essências do um

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social TEMA A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO EM EQUIPE E A ARTICULAÇÃO DA REDE

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social TEMA A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO EM EQUIPE E A ARTICULAÇÃO DA REDE Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social TEMA A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO EM EQUIPE E A ARTICULAÇÃO DA REDE Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

silêncio impresso pela família. Os sentimentos são proibidos por serem muito doloridos e causarem muito incômodo. O medo e a vergonha dominam.

silêncio impresso pela família. Os sentimentos são proibidos por serem muito doloridos e causarem muito incômodo. O medo e a vergonha dominam. Introdução O objetivo deste trabalho é compreender a possível especificidade das famílias nas quais um ou mais de seus membros apresentam comportamento adictivo a drogas. Para isto analisaremos que tipos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: Renato Custódio da Silva

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: Renato Custódio da Silva PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Ética e Cidadania Organizacional Eixo Tecnológico: Segurança

Leia mais

Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07

Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07 Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07 Fonte - CFP/CRPs/FENAPSI (Última atualização agosto/2007)

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Profissionais graduados em Psicologia e Medicina que tenham interesse em atuar na área do trabalho e organizacional.

Profissionais graduados em Psicologia e Medicina que tenham interesse em atuar na área do trabalho e organizacional. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

O paradoxo da creche: lugar de acolhimento, lugar de separação A influência das práticas institucionais na creche sobre a saúde mental dos bebês

O paradoxo da creche: lugar de acolhimento, lugar de separação A influência das práticas institucionais na creche sobre a saúde mental dos bebês O paradoxo da creche: lugar de acolhimento, lugar de separação A influência das práticas institucionais na creche sobre a saúde mental dos bebês Regina Orth de Aragão Sumário Breve histórico. O acolhimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS DO ENFERMEIRO DE CUIDADOS GERAIS

REGULAMENTO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS DO ENFERMEIRO DE CUIDADOS GERAIS ÍNDICE Regulamento do Perfil de Competências do Enfermeiro de Cuidados Gerais Preâmbulo...05 Artigo 1.º - Objecto...07 Artigo 2.º - Finalidades...07 Artigo 3.º - Conceitos...08 Artigo 4.º - Domínios das

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management Profº Walter Lerner lernerwl@terra.com.br Filme 7 CONTEXTUALIZAÇÃO da ADM e do Administrador

Leia mais

Experiência Programa de Readaptação ao Trabalho PRT. Ministério da Fazenda Caixa Econômica Federal. Responsável: Marcelo Folchetti

Experiência Programa de Readaptação ao Trabalho PRT. Ministério da Fazenda Caixa Econômica Federal. Responsável: Marcelo Folchetti Experiência Programa de Readaptação ao Trabalho PRT Ministério da Fazenda Caixa Econômica Federal Responsável: Marcelo Folchetti Equipe em ordem alfabética: Antonia Alencar de Carvalho; Helena Tavares;

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL O processo de envelhecimento e a velhice devem ser considerados como parte integrante do ciclo de vida. Ao longo dos tempos, o conceito de envelhecimento e as

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR Prof. Dr. Jones Alberto de Almeida Divisão de saúde ocupacional Barcas SA/ CCR ponte A necessidade de prover soluções para demandas de desenvolvimento, treinamento

Leia mais

TEXTO 1: A DIMENSÃO PARTICIPATIVA DA GESTÃO ESCOLAR

TEXTO 1: A DIMENSÃO PARTICIPATIVA DA GESTÃO ESCOLAR TEXTO 1: A DIMENSÃO PARTICIPATIVA DA GESTÃO ESCOLAR Heloísa Luck O trabalho escolar é uma ação de caráter coletivo, realizado a partir da participação conjunta e integrada dos membros de todos os segmentos

Leia mais

PARCERIA UNICARIOCA X EMPRESAS CONVENIADAS: ATIVIDADES AOS COLABORADORES DAS EMPRESAS CONVENIADAS E PARCEIRAS DA UNICARIOCA

PARCERIA UNICARIOCA X EMPRESAS CONVENIADAS: ATIVIDADES AOS COLABORADORES DAS EMPRESAS CONVENIADAS E PARCEIRAS DA UNICARIOCA PARCERIA UNICARIOCA X EMPRESAS CONVENIADAS: ATIVIDADES AOS COLABORADORES DAS EMPRESAS CONVENIADAS E PARCEIRAS DA UNICARIOCA OBJETIVOS 1- Oferecer assessoria aos colaboradores das empresas sobre os benefícios

Leia mais

Programa de Palestras de Conscientização e Prevenção de Drogas da Comunidade Nascer de Novo

Programa de Palestras de Conscientização e Prevenção de Drogas da Comunidade Nascer de Novo Programa de Palestras de Conscientização e Prevenção de Drogas da Comunidade Nascer de Novo Programa de Palestras de Conscientização e Prevenção de Drogas da Comunidade Nascer de Novo Olá, você, com certeza,

Leia mais

Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES

Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES Projeto de Ações para o Serviço Psicológico do Setor Socioeducacional da Faculdade ASCES Jovanka de Freitas S. Limeira Psicóloga Setor Socioeducacional Caruaru 2014 APRESENTAÇÃO O presente projeto sugere

Leia mais

Carta de Campinas 1) QUANTO AO PROBLEMA DO MANEJO DAS CRISES E REGULAÇÃO DA PORTA DE INTERNAÇÃO E URGÊNCIA E EMERGÊNCIA,

Carta de Campinas 1) QUANTO AO PROBLEMA DO MANEJO DAS CRISES E REGULAÇÃO DA PORTA DE INTERNAÇÃO E URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, Carta de Campinas Nos dias 17 e 18 de junho de 2008, na cidade de Campinas (SP), gestores de saúde mental dos 22 maiores municípios do Brasil, e dos Estados-sede desses municípios, além de profissionais

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às CURSO: ENFERMAGEM Missão Formar para atuar em Enfermeiros qualificados todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema Único de Saúde e do sistema

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL. PERSPECTIVA Consultores Associados Ltda. NOME DA EMPRESA

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL. PERSPECTIVA Consultores Associados Ltda. NOME DA EMPRESA PERSPECTIVA Consultores Associados Ltda. PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL NOME DA EMPRESA A pesquisa foi desenvolvida e aplicada pela PERSPECTIVA Consultores Associados. Coordenador Interno: Ricardo Lezana

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: Conceitos e fundamentos (Cap. 1)

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: Conceitos e fundamentos (Cap. 1) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (UFMS) CAMPUS DE BONITO/MS, CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: Conceitos e fundamentos (Cap. 1) Prof. Ana Cristina Trevelin Exemplo Você é o

Leia mais

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos pólos, atividades

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social PAPÉIS COMPETÊNCIAS

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social PAPÉIS COMPETÊNCIAS PAPÉIS E COMPETÊNCIAS O SERVIÇO PSICOSSOCIAL NO CREAS... O atendimento psicossocial no serviço é efetuar e garantir o atendimento especializado (brasil,2006). Os profissionais envolvidos no atendimento

Leia mais

Terapia Cognitivo Comportamental

Terapia Cognitivo Comportamental Terapia Cognitivo Comportamental TRATAMENTO PSICOLÓGICO M. FÁTIMA RATO PADIN Coordenadora do Alamedas -Tratamento e Reabilitação da Dependência Química TRATAMENTO PSICOLÓGICO - Terapia Cognitivo Comportamental

Leia mais

AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico

AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico Sâmia Simurro Novembro/2011 FATOS SOBRE O STRESS Inevitável Nível positivo?

Leia mais

O PAPEL DO GESTOR COMO MULTIPLICADOR

O PAPEL DO GESTOR COMO MULTIPLICADOR Programa de Capacitação PAPEL D GESTR CM MULTIPLICADR Brasília 12 de maio de 2011 Graciela Hopstein ghopstein@yahoo.com.br Qual o conceito de multiplicador? Quais são as idéias associadas a esse conceito?

Leia mais

Estudo epidemiológico realizado de 4 em 4 anos, em colaboração com a Organização Mundial de Saúde.

Estudo epidemiológico realizado de 4 em 4 anos, em colaboração com a Organização Mundial de Saúde. Mafalda Ferreira, Margarida Gaspar de Matos, Celeste Simões & Equipa Aventura Social Estudo epidemiológico realizado de 4 em 4 anos, em colaboração com a Organização Mundial de Saúde. Objectivo: Conhecer

Leia mais

Estruturas das Sessões em TCC

Estruturas das Sessões em TCC Estruturas das Sessões em TCC Eliana Melcher Martins - Mestre em Ciências pelo Depto. de Psicobiologia da UNIFESP - Especialista em Medicina Comportamental pela UNIFESP - Psicóloga Clínica Cognitivo Comportamental

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de 2008 Apoio Matricial em Saúde Mental: a Iniciativa de

Leia mais

HUMAN INTEGRATION AND DEVELOPMENT INSTITUTE INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO HUMANA PROGRAMA CONVIVER

HUMAN INTEGRATION AND DEVELOPMENT INSTITUTE INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO HUMANA PROGRAMA CONVIVER PROGRAMA CONVIVER OBJETIVOS PARCERIAS Participarão do PROGRAMA CONVIVER como parceiros colaboradores e voluntários as entidades: PÚBLICAS FEDERAIS. PÚBLICAS ESTADUAIS. PÚBLICAS MUNICIPAIS. EMPRESÁRIOS.

Leia mais

Salário inicial: R$ 1.740,00 / R$ 122,00 por consulta

Salário inicial: R$ 1.740,00 / R$ 122,00 por consulta Curso: Psicologia O psicólogo diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente

Leia mais

Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho. ANS maio/2014

Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho. ANS maio/2014 Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho ANS maio/2014 Perfil da Cemig Maior empresa integrada deutilites do Brasil. Composta por 58 empresas e 15 consórcios. Lucro líquido

Leia mais

Resiliência. Ana Paula Alcantara Maio de 2013. 4º CAFÉ DA GESTÃO Seplag/TJCE

Resiliência. Ana Paula Alcantara Maio de 2013. 4º CAFÉ DA GESTÃO Seplag/TJCE Resiliência Conceito Emprestado pela física à psicologia do trabalho, a resiliência é a capacidade de resistir às adversidades e reagir diante de uma nova situação. O conceito de resiliência tem origem

Leia mais

2-Titulo: CUIDANDO DO TRABALHADOR DA SAÚDE UMA EXPERIÊNCIA NO DISTRITO DE SAÚDE LESTE

2-Titulo: CUIDANDO DO TRABALHADOR DA SAÚDE UMA EXPERIÊNCIA NO DISTRITO DE SAÚDE LESTE 2º SEMINÁRIO NACIONAL HUMANIZA SUS Em Resposta, envio os dados sobre nosso trabalho: 1- Diretriz Valorização do trabalho e do trabalhador da saúde. 2-Titulo: CUIDANDO DO TRABALHADOR DA SAÚDE UMA EXPERIÊNCIA

Leia mais

Corpo e Fala EMPRESAS

Corpo e Fala EMPRESAS Corpo e Fala EMPRESAS A Corpo e Fala Empresas é o braço de serviços voltado para o desenvolvimento das pessoas dentro das organizações. Embasado nos pilares institucionais do negócio, ele está estruturado

Leia mais

Programa de Qualidade de Vida

Programa de Qualidade de Vida Programa de Qualidade de Vida SOBRE O PROJETO OBJETIVO GERAL Padronizar as ações de qualidade de vida em todas as unidades de negócio da IMPSA no Brasil, proporcionando espaço aos colaboradores para que

Leia mais