#pública. Documento: Normas Internas Título: Política Anticorrupção Sigla e Número: NI911 Versão: 4 Elaborado por: Erica Gomes dos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "#pública. Documento: Normas Internas Título: Política Anticorrupção Sigla e Número: NI911 Versão: 4 Elaborado por: Erica Gomes dos"

Transcrição

1 Documento: Normas Internas Título: Política Anticorrupção Sigla e Número: NI911 Versão: 4 Elaborado por: Erica Gomes dos Aprovado por: Erica Gomes Santos (erica.santos) dos Santos (erica.santos) Carlos Alberto Loureiro da Silva (carlos) Fase: Vigente Vigência: 09/06/ OBJETIVO 1.1. Estabelecer diretrizes e orientações para o desenvolvimento e manutenção de práticas de prevenção, monitoramento e combate à corrupção, a serem observadas na condução dos negócios e atividades operacionais da BB Tecnologia e Serviços, garantindo a integridade, transparência, conformidade nos processos da Empresa e proteção contra riscos de responsabilidade referente à corrupção. 2. INFORMAÇÕES 2.1. Esta Política foi apreciada pela Diretoria Executiva e aprovada pelo Conselho de Administração através da Nota Técnica PRESI 2017/ ÁREA RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO 3.1. A Gerência de Riscos, Controles Internos e Conformidade é responsável pela gestão do tema Anticorrupção na BBTS. E responsável por auxiliar na atualização desta Política, de forma a garantir que alterações regulatórias e legais sejam observadas. 4. ABRANGÊNCIA 4.1. A Política Anticorrupção se aplica a todos os membros do Conselho e seus Comitês de Assessoramento, Presidente, Diretoria Executiva, Funcionários, incluindo Estagiários e Menores Aprendizes e qualquer Pessoa física ou Jurídica que mantenha relação comercial com a Empresa, incluindo clientes, fornecedores e parceiros O cumprimento desta Política é fundamental para manutenção da reputação dos negócios e atividades da Empresa. 5. PRINCÍPIOS 5.1. Os princípios da BB Tecnologia e Serviços S.A. na prevenção e combate à corrupção são: a) Comprometimento da Alta Administração, através do Código de Conduta Ética, que traz diretrizes sobre prevenção e combate a toda e qualquer forma de corrupção (suborno ou propina, tráfico de influência, favorecimentos, etc.), de forma a expressar a convicção de que a atividade da Empresa deve ser exercida de forma ética e responsável. Impresso por: Getulio Goncalves Rodrigues Filho (getulio.rodrigues) Página 1/5

2 b) Repudiamos a prática de atos lesivos contra a administração pública e privada, nacional e estrangeira; e não toleramos qualquer prática de corrupção em todas as suas formas, ativa e passiva. c) Conduzimos nossos negócios com responsabilidade, honestidade, integridade e transparência. d) Difundimos a relevância da cultura anticorrupção, em que toda a Empresa se compromete com as medidas de combate à corrupção além de adotar uma cultura de coletividade, onde a corrupção seja considerada inaceitável. e) Vedamos aos colaboradores o favorecimento de cônjuge, companheiro ou parentes em linha reta, colateral, ou por afinidade, até o terceiro grau, nas relações de trabalho, na contratação de terceiros e na execução contratual, em consonância com o Decreto n f) Orientamos os colaboradores a agir de modo a prevenir e, se for o caso, remediar situações de conflito de interesses, que podem ocorrer tanto em relação à BBTS e seus colaboradores, quanto em relação à BBTS e o poder público. g) Mantemos normas específicas e procedimentos de controle para a contratação, a execução e o acompanhamento de convênios e patrocínios, com o objetivo detectar e prevenir atos de fraude e corrupção. h) Vedamos a doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, a partido político e candidato. i) Adotamos princípios e práticas contábeis e de gestão administrativa e financeira, que obedecem às Leis, normas e regulamentos vigentes, garantindo que as Demonstrações Financeiras da BBTS reflitam com rigor e clareza as transações efetuadas pela Empresa. j) Atuamos em estrita conformidade com todas as Leis aplicáveis, com destaque as Leis de Anticorrupção e de Licitações e Contratos. k) Somos diligentes e responsáveis no relacionamento com órgãos governamentais, clientes, fornecedores, e demais empresas que a BBTS se relaciona no exercício das suas atividades. l) Adotamos procedimentos de avaliação e monitoramento dos riscos, a verificação da eficácia dos controles internos e ações corretivas relacionadas ao tema desta Política. m)adotamos procedimentos de Due Diligence, proporcional ao risco de corrupção em nossas atividades, de forma a assegurar que a BBTS tenha relações comerciais com empresas ou indivíduos que observem padrões éticos e Legais. n) Estabelecemos no Código de Conduta Ética e em normativo específico as diretrizes e procedimentos que devem ser seguidos pelos colaboradores em relação a brindes, presentes, viagens e entretenimento, com o objetivo de, em hipótese alguma, ser utilizado para influenciar ou compensar impropriamente um ato ou decisão, como compensação real ou pretendida para qualquer benefício da BBTS, de seus administradores e colaboradores. o) Adotamos procedimentos de diligências em eventuais processos de fusões, aquisições e reestruturações societárias, de acordo com a complexidade de cada caso, contemplando a averiguação de histórico de corrupção ou outras condutas ilegais ou antiéticas a fim de Impresso por: Getulio Goncalves Rodrigues Filho (getulio.rodrigues) Página 2/5

3 identificar a prática de qualquer ato ou omissão que possam causar danos à administração pública, nacional ou estrangeira. p) Promovemos treinamentos para desenvolvimento da compreensão do Código de Ética, da Lei Anticorrupção e legislações correlatas. q) Mantemos canal para acolhimento de denúncias de âmbito interno e externo de eventuais preocupações, dúvidas, suspeitas ou evidências de corrupção que são devidamente tratadas e investigadas, sendo o anonimato preservado. r) Repudiamos quaisquer atos de represália ou retaliação intentados contra denunciantes de boa-fé, que optem por identificar-se. 6. VEDAÇÕES 6.1. É vedado a todos (vide abrangência item 4) os mencionados nesta Política: a) Sugerir, oferecer, prometer ou conceder, direta ou indiretamente, mediante exigência ou não, vantagens indevidas de qualquer natureza (financeira ou não) a pessoas e empresas dos setores público e privado em troca de realização ou omissão de atos inerente às suas atribuições ou de facilitação de negócios, operações ou atividades para a BB Tecnologia e Serviços ou visando benefícios para si ou para terceiros. b) Sugerir, solicitar, exigir, aceitar ou receber, direta ou indiretamente, vantagens indevidas de qualquer natureza (financeira ou não) em troca de realização ou omissão de atos inerentes às suas atribuições ou de facilitação de negócios, operações ou atividades para a BB Tecnologia e Serviços ou visando a benefícios para si ou para terceiros. 7. CANAIS DE DENÚNCIAS 7.1. Quaisquer preocupações, dúvidas ou denúncias de corrupção devem ser reportadas diretamente à Ouvidoria Para denúncia à Ouvidoria, utilizar um dos seguintes canais: Autoatendimento (Intranet) Central de Atendimento: (21) ou Canal de Voz 3/21/ Endereço de correspondência: A/C - Geric Gerência de Riscos, Controles Internos e Conformidade - Estrada dos Bandeirantes, 7966, Camorim / Jacarepaguá - Rio de Janeiro/RJ - CEP PENALIDADES 8.1. O descumprimento desta política sujeita o funcionário a ações disciplinares, incluindo a rescisão do contrato de trabalho e/ou medidas administrativas ou criminais, além das penalidades previstas em Lei. 9. CONCEITOS 9.1. Corrupção: Consiste no abuso de poder ou de autoridade por uma pessoa a quem tal poder tenha sido delegado, para obter vantagens para si ou terceiros. A Corrupção pode Impresso por: Getulio Goncalves Rodrigues Filho (getulio.rodrigues) Página 3/5

4 ser ativa: oferecer, prometer ou dar vantagem indevida, ou passiva: solicitar, receber ou aceitar promessa de vantagem indevida Vantagem indevida: Inclui, entre outros, dinheiro, representações equivalentes a dinheiro (como vale-presentes), presentes, viagens ou favores de valor, tais como oportunidades educacionais ou profissionais para o receptor ou seus parentes, que extrapolem a política de relacionamento com clientes, corretores e parceiros da BB Tecnologia e Serviços, com o objetivo de obter como contraprestação qualquer espécie de vantagem indevida para a companhia Atos lesivos a Administração Pública: São atos praticados pelas pessoas jurídicas, que atentem contra o patrimônio público nacional ou estrangeiro, contra princípios da administração pública ou contra os compromissos internacionais assumidos pelo Brasil, assim definidos: I - prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, vantagem indevida a agente público, ou a terceira pessoa a ele relacionada; II - comprovadamente, financiar, custear, patrocinar ou de qualquer modo subvencionar a prática dos atos ilícitos previstos nesta Lei; III - comprovadamente, utilizar-se de interposta pessoa física ou jurídica para ocultar ou dissimular seus reais interesses ou a identidade dos beneficiários dos atos praticados; IV - no tocante a licitações e contratos: a) Frustrar ou fraudar, mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter competitivo de procedimento licitatório público; b) Impedir, perturbar ou fraudar a realização de qualquer ato de procedimento licitatório público; c) Afastar ou procurar afastar licitante, por meio de fraude ou oferecimento de vantagem de qualquer tipo; d) Fraudar licitação pública ou contrato dela decorrente; e) Criar, de modo fraudulento ou irregular, pessoa jurídica para participar de licitação pública ou celebrar contrato administrativo; f) Obter vantagem ou benefício indevido, de modo fraudulento, de modificações ou prorrogações de contratos celebrados com a administração pública, sem autorização em lei, no ato convocatório da licitação pública ou nos respectivos instrumentos contratuais; ou g) Manipular ou fraudar o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos celebrados com a administração pública; V - Dificultar atividade de investigação ou fiscalização de órgãos, entidades ou agentes públicos, ou intervir em sua atuação, inclusive no âmbito das agências reguladoras e dos órgãos de fiscalização do sistema financeiro nacional Canais de denúncia: São canais disponibilizados pela BB Tecnologia e Serviços para comunicação e reporte de suspeitas ou denúncias de violações às Políticas da Companhia ou de atividades ilícitas ou irregulares Código de Conduta Ética da BB Tecnologia e Serviços: Documento que reúne as diretrizes para condução dos negócios da BB Tecnologia e Serviços estabelecendo os Impresso por: Getulio Goncalves Rodrigues Filho (getulio.rodrigues) Página 4/5

5 padrões éticos que devem ser seguidos pelos Colaboradores da BB Tecnologia e Serviços, bem como por terceiros que prestem ou forneçam bens e serviços para a BB Tecnologia e Serviços ou que atuem em seu nome Conflito de interesses: Os conflitos de interesse se configuram quando uma parte não é independente em relação à matéria em discussão e pode influenciar ou tomar decisões motivadas por interesses distintos daqueles da Companhia Due Diligence: procedimento de coleta de informações relevantes do histórico e da reputação de potenciais parceiros de negócios clientes, fornecedores, prestadores de serviços, entre outros verificando referências e/ou analisando informações disponíveis publicamente Suborno: Nos termos desta Política, oferecer, dar, prometer ou autorizar a oferta, entrega ou promessa de dinheiro ou qualquer item de valor a uma Entidade Pública ou Privada, de forma direta ou indireta, para obter uma vantagem indevida Agente Público: Conforme descrito na Lei Anticorrupção, consiste em toda pessoa que representa o poder público, prestando um serviço público, sendo funcionário público ou não, sendo remunerado ou não, sendo o serviço temporário ou não. É todo aquele que exerce, ainda que transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, designação, contratação ou qualquer forma de investidura ou vínculo, mandato, cargo, emprego ou função pública. 10. DOCUMENTOS RELACIONADOS Esta Política deve ser lida e interpretada em conjunto com os seguintes documentos: Normas Externas A Lei Anticorrupção Brasileira (Lei /13), dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil das pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira A Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.249/1992) dispõe sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício do mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional Normas Internas Código de Conduta Ética da BB Tecnologia e Serviços 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS A Política de Anticorrupção deve ser revisada no mínimo anualmente, ou extraordinariamente, a qualquer tempo. Impresso por: Getulio Goncalves Rodrigues Filho (getulio.rodrigues) Página 5/5

Política Anticorrupção

Política Anticorrupção Política Anticorrupção 1. OBJETIVO 1.1. Estabelecer diretrizes e orientações para o desenvolvimento e manutenção de práticas de prevenção, monitoramento e combate à corrupção, a serem observadas na condução

Leia mais

Política Específica de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção do Banco do Brasil.

Política Específica de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção do Banco do Brasil. Documento: Política Título: Sigla e Número: POL911 Versão: 5 1. ÁREA RESPONSÁVEL 1.1. Gerência de Riscos, Controles Internos e Conformidade. 2. ABRANGÊNCIA 2.1. A Política Anticorrupção orienta os membros

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO VERSÃO NOV/2014 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. PÚBLICO-ALVO... 5 4. VEDAÇÕES... 5 5. ATOS PREVENTIVOS... 6 6. CANAL DE DENÚNCIAS... 7 7. PROTEÇÃO A DENUNCIANTES...

Leia mais

ANEXO 4 DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

ANEXO 4 DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO ANEXO 4 DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1. OBJETIVO: O objetivo principal é disseminar, no âmbito da ENGECOM, as diretrizes da Lei Anticorrupção brasileira, de modo a afastar e combater

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Auctus Capital Gestão de Recursos Ltda. Março de 2018 Versão 1.0 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 ATOS LESIVOS E SANÇÕES... 3 PROCEDIMENTOS E PROGRAMA DE INTEGRIDADE... 4 VIGÊNCIA

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA

POLÍTICA CORPORATIVA POLÍTICA CORPORATIVA POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO CÓDIGO: MAPC-P-008 VERSÃO: 03 EMISSÃO: 03/2015 ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 03/2018 INDICE OBJETIVO... 2 ALCANCE... 2 VIGÊNCIA... 2 ÁREA GESTORA... 2 ÁREAS INTERVENIENTES...

Leia mais

POLÍTICA ANTI CORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTI CORRUPÇÃO POLÍTICA ANTI CORRUPÇÃO Rev. 00 1. Objetivo A Salinas Embalagem vem reforçar, em consonância com a legislação em vigor, seu posicionamento de repúdio e de apoio ao combate a corrupção. Embalagem. 2. Abrangência

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO ARIA CAPITAL ASSET ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO ARIA CAPITAL ASSET ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO ARIA CAPITAL ASSET ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA JUNHO / 2016 A presente política é de propriedade da Aria Capital Asset, sendo proibida sua reprodução, total ou parcial,

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO Esta Política é parte integrante do Código de Alinhamento de Conduta aprovado em 30/01/2015 pelo Conselho de Administração da Positivo Tecnologia S.A.. 1.

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO OBJETIVO Estabelecer as práticas que devem ser seguidas pelos Colaboradores e prestadores de serviços do Grupo MAPFRE Serviços Financeiros em suas atribuições e em especial com a

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S. A.

Banco Santander (Brasil) S. A. Banco Santander (Brasil) S. A. Política Anticorrupção Resumo do documento: Este manual tem como objetivo estabelecer padrões comportamentais em casos que envolvam, aparentem ou caracterizem qualquer tipo

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO 1 Sumário 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA... 2 2. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL... 2 3. DEFINIÇÕES... 3 4. VEDAÇÕES... 4 4.1 Sinais de alerta que merecem especial atenção, cautela e investigação...

Leia mais

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção 1 Área responsável 1.1 Superintendência de Riscos e Controles. 2 Abrangência 2.1 Esta Política orienta o comportamento da BB Seguridade e suas sociedades controladas. Espera-se que as empresas coligadas

Leia mais

#publica BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção

#publica BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção 1 Área responsável 1.1 Superintendência de Riscos e Controles. 2 Abrangência 2.1 Esta Política orienta o comportamento da BB Seguridade e suas sociedades controladas. Espera-se que as empresas coligadas

Leia mais

Política de Prevenção à. Corrupção

Política de Prevenção à. Corrupção Política de Prevenção à Corrupção Versão atualizada 22.04.2015 Page 1 of 5 1. OBJETIVOS A Política de Prevenção à Corrupção ( Política ) tem o objetivo de estabelecer as diretrizes para detectar e sanar

Leia mais

Sumário. Procedimento Interno Público

Sumário. Procedimento Interno Público Procedimento Políticas de de Denúncia Prevenção de Delitos de Brasil Delitos Brasil Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. DENÚNCIA... 3 3.1. PROTEÇÃO AO DENUNCIANTE... 4 3.2. CANAIS DE DENÚNCIAS...

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO Versão 03/2017 Compliance Grupo Alubar 2 1. OBJETIVO A Política Anticorrupção tem por objetivo afirmar que o Grupo Alubar não é conivente com atos de corrupção e definir regras e

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO 1.OBJETIVO A Política Corporativa de Prevenção à Corrupção tem o objetivo de reforçar o compromisso da MULTILOG

Leia mais

POLÍTICA Anticorrupção

POLÍTICA Anticorrupção POLÍTICA Escritório de Projetos e Processos Política Código VV-GCO-RCI-PL-2 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é estabelecer diretrizes gerais sobre práticas anticorrupção contribuindo no atendimento

Leia mais

Manual de Combate ao Suborno e Corrupção

Manual de Combate ao Suborno e Corrupção Manual de Combate ao Suborno e Corrupção Este Manual destina-se à administração, colaboradores, associados, fornecedores, parceiros estratégicos e clientes. Deve ser de conhecimento público e adoção mandatória.

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO - EMPRESAS RANDON -

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO - EMPRESAS RANDON - POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO - EMPRESAS RANDON - Introdução As Empresas Randon conduzem seus negócios de acordo com os padrões éticos e morais estabelecidos em seu Código de Conduta Ética, não tolerando qualquer

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 07/03/2017 1 1. OBJETIVO As Empresas Randon conduzem seus negócios de acordo com os padrões éticos e morais estabelecidos em seu Código de Conduta Ética, não tolerando qualquer forma

Leia mais

Política. Anticorrupção. Recursos Humanos Gerência Administrativa Diretoria Financeira 20/03/2018. Cleartech LTDA

Política. Anticorrupção. Recursos Humanos Gerência Administrativa Diretoria Financeira 20/03/2018. Cleartech LTDA Política Anticorrupção Cleartech LTDA 20/03/2018 Não é permitida a reprodução total ou parcial desta publicação por qualquer meio, seja mecânico ou eletrônico, incluindo esta proibição a tradução, uso

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Número Revisão Data Página NGCB 28.100 0 14/10/2015 1 de 6 1. OBJETIVO A finalidade da presente política é definir as práticas de combate à corrupção adotadas pela CBS Previdência,

Leia mais

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção 1 Área responsável pelo assunto 1.1 Diretoria de Governança, Risco e Compliance. 2 Abrangência 2.1 Esta Política aplica-se à BB Seguridade Participações S.A. ( BB Seguridade ou Companhia ) e suas subsidiárias

Leia mais

Manual Anticorrupção. Introdução. Histórico

Manual Anticorrupção. Introdução. Histórico Introdução Manual Anticorrupção Com o objetivo de fortalecer os conceitos de seu Código de Conduta e reafirmar o compromisso com as boas práticas comerciais, a ENORSUL implantou um Programa de Combate

Leia mais

GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO

GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO 1 Índice Introdução... 2 Histórico... 3 O Código de Conduta Anticorrupção do Grupo Araujo Engenharia menciona os seguintes valores:... 3 Por que um Guia de Conduta Anticorrupção?...

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Número Revisão Data Página NGCB 28.100 1 10/07/2017 1 de 7 1. OBJETIVO A finalidade da presente política é definir as práticas de combate à corrupção adotadas pela CBS Previdência,

Leia mais

GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO

GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 HISTÓRICO... 3 O CÓDIGO DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO DA TEXIGLASS MENCIONA OS SEGUINTES VALORES:... 3 POR QUE GUIA DE CONDUTA ANTICORRUPÇÃO?... 4 CONCEITOS

Leia mais

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO SISTEMA DE EMERGÊNCIA MÓVEL DE BRASÍLIA LTDA. CNPJ/MF 37.142.932/0001-89 NIRE 53.2.0060498-1 POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DE VIDA EMERGÊNCIAS MÉDICAS 1. Finalidade A presente Política

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO NOVO METROPOLITANO S.A. Política de relacionamento com o Poder Público Novo Metropolitano S.A.

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO NOVO METROPOLITANO S.A. Política de relacionamento com o Poder Público Novo Metropolitano S.A. POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO NOVO METROPOLITANO S.A. Política de relacionamento com o Poder Público Novo Metropolitano S.A. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DEFINIÇÕES... 4 3. ABRANGÊNCIA...

Leia mais

NORMA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO

NORMA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO NORMA DE RELACIONAMENTO COM O PODER PÚBLICO ANDRADEGUTIERREZ.COM.BR SUMÁRIO 6 Definições 7 Norma de Relacionamento com o Poder Público Presentes Doações Políticas Patrocínios e Doações Filantrópicas Penalidades

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PODER PÚBLICO SUMÁRIO 1. OBJETIVO ABRANGÊNCIA DEFINIÇÕES DIRETRIZ GERAL...

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PODER PÚBLICO SUMÁRIO 1. OBJETIVO ABRANGÊNCIA DEFINIÇÕES DIRETRIZ GERAL... POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PODER PÚBLICO SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. DIRETRIZ GERAL... 2 5. DIRETRIZES ESPECÍFICAS... 3 5.1. Conflito de Interesse... 3 5.2. Brindes,

Leia mais

MANUAL DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO

MANUAL DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO MANUAL DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO 1. OBJETIVO 1.1. Esclarecer sobre os pilares das relações internas e externas no que tange a prevenção de ações de corrupção e lavagem de dinheiro, seguindo os padrões para

Leia mais

PROCEDIMENTO FINANÇAS

PROCEDIMENTO FINANÇAS Palavra do Presidente Inspirado em nossos Valores, e dentro do espírito que norteia o nosso Programa de Integridade, o nosso Conselho de Administração aprovou a Política Corporativa de Prevenção à Corrupção,

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO VERT

MANUAL ANTICORRUPÇÃO VERT MANUAL ANTICORRUPÇÃO VERT Documento complementar ao Código de Conduta e Ética da Vert, em alinhamento à Lei 12.846/2014 MANUAL ANTICORRUPÇÃO VERT Introdução A Vert, em reforço a seu Código de Conduta e

Leia mais

POLÍTICA CHIP & CIA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Versão 2.0

POLÍTICA CHIP & CIA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Versão 2.0 POLÍTICA CHIP & CIA DE COMBATE À CORRUPÇÃO Versão 2.0 1. OBJETIVO Em consonância com os objetivos da lei 12.846/2013, das diversas leis e diretrizes internacionais anticorrupção tais como Foreign Corrupt

Leia mais

ÍNDICE. 01 Introdução 02 Apresentação 03 Lei Anticorrupção 04 Medidas do Programa Anticorrupção

ÍNDICE. 01 Introdução 02 Apresentação 03 Lei Anticorrupção 04 Medidas do Programa Anticorrupção ÍNDICE 01 Introdução 02 Apresentação 03 Lei Anticorrupção 04 Medidas do Programa Anticorrupção INTRODUÇÃO Fora introduzido no Sistema Jurídico Brasileiro a Lei Federal 12.846/2013, denominada Lei Anticorrupção,

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO

MANUAL ANTICORRUPÇÃO MANUAL ANTICORRUPÇÃO Introdução Com o objetivo de fortalecer ainda mais os conceitos estabelecidos no Manual de Regulamento Interno e reafirmar o compromisso com as boas práticas comerciais, a INFERTEQ

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO

MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 1 MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 2 SUMÁRIO 1.Introdução... 3 2.Da abrangência... 3 3. Das condutas a serem observadas... 3 3.1 Vantagem indevida:... 3 3.2 Participação em

Leia mais

Programa de Integridade. Política Anticorrupção

Programa de Integridade. Política Anticorrupção Programa de Integridade Política Anticorrupção Versão 1.0-2018 POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DO GRUPO SERCOMTEL 1. Apresentação A Sercomtel conduz seus negócios de acordo com altos padrões éticos e morais estabelecidos

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO Sumário 1. OBJETIVO... 1 2. ABRANGÊNCIA... 1 3. DEFINIÇÕES... 1 3.1 Fraude... 1 3.2 Corrupção... 1 3.3 Programa de Integridade... 2 4. PRINCÍPIOS... 2 4.1 Repúdio a ações de fraude e corrupção direta ou

Leia mais

P Política Anticorrupção e Antifraude

P Política Anticorrupção e Antifraude Sistema de Gestão da Qualidade Código: P8.03 Revisão: 00 Tipo: Procedimento Objetivo A Política Anticorrupção e Antifraude estabelece regras e diretrizes a serem observadas no relacionamento dos colaboradores

Leia mais

Programa de Integridade

Programa de Integridade Programa de Integridade 1 1. Introdução O Programa de Integridade do Grupo BR Partners, aprovado pela BR Partners Holdco Participações S.A. para todas as suas subsidiárias diretas e indiretas (em conjunto,

Leia mais

POLÍTICA DE ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO

POLÍTICA DE ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO POLÍTICA DE ANTICORRUPÇÃO E SUBORNO 1. OBJETIVO Estabelecer os princípios de combate à corrupção no relacionamento da Cantoplex com seus Fornecedores, Clientes e Órgãos Públicos. 2. ABRANGÊNCIA Aplica-se

Leia mais

POLÍTICA DE DOAÇÕES E INVESTIMENTOS SOCIAIS

POLÍTICA DE DOAÇÕES E INVESTIMENTOS SOCIAIS POLÍTICA DE DOAÇÕES E INVESTIMENTOS SOCIAIS R ÍNDICE 1-OBJETIVO...03 2-DEFINIÇÕES...04 3-DOCUMENTOS RELACIONADOS...05 4-PÚBLICO ALVO...06 5-RESPONSABILIDADES...06 5.1-SÓCIOS, DIRETORES E FUNCIONÁRIOS....

Leia mais

Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção

Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção Compliance O que é Compliance? = Cumprimento de Leis e normas (internas) Ampliação da Regulação Facilidade de controle (tecnologia) Penalidades

Leia mais

POLÍTICA DE COMPLIANCE E COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE COMPLIANCE E COMBATE À CORRUPÇÃO 1. OBJETIVO POLÍTICA DE COMPLIANCE E COMBATE À CORRUPÇÃO A Política Corporativa de Compliance e Combate à Corrupção tem como objetivo estabelecer e formalizar os procedimentos para identificar, monitorar

Leia mais

Política Anticorrupção e Suborno

Política Anticorrupção e Suborno Política Anticorrupção e Suborno Maio/2018 1. Apresentação da Política Esta Política especifica a abordagem da TAESA para a prevenção de atos de corrupção e explicita os mecanismos pelos quais a empresa

Leia mais

SESF INSTRUÇÃO DE SERVIÇO IS-DEX/SEST/SENAT N. 037/16. Dispõe sobre a Política Anticorrupção no. âmbito do SEST SENAT.

SESF INSTRUÇÃO DE SERVIÇO IS-DEX/SEST/SENAT N. 037/16. Dispõe sobre a Política Anticorrupção no. âmbito do SEST SENAT. âmbito do SEST SENAT. Dispõe sobre a Política Anticorrupção no INSTRUÇÃO DE SERVIÇO IS-DEX/SEST/SENAT N. 037/16 SENAT Brasília, 15 de setembro de 2016. qualquer disposição em contrário. Art. 30 - Esta

Leia mais

Política Anticorrupção

Política Anticorrupção 1. ABRANGÊNCIA Esta política se destina aos acionistas, executivos, membros do Conselho de Administração, empregados, colaboradores, prestadores de serviço, fornecedores e demais terceiros que possuem

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance Maio/2018 1. Apresentação da Política A tem como objetivo assegurar a adequação, o fortalecimento e o funcionamento eficiente do Sistema de Controles Internos da TAESA e suas subsidiárias

Leia mais

II Seminário Operacional Veolia Brasil

II Seminário Operacional Veolia Brasil II Seminário Operacional Veolia Brasil Introdução O Programa de Integridade Veolia (PIVE.br) é movido por ações contínuas de prevenção, detecção e correção de atos de fraude e de corrupção, consolidadas

Leia mais

Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção

Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção Esta política estabelece diretrizes para as empresas do Conglomerado Financeiro Votorantim (doravante O Conglomerado

Leia mais

Política de Relacionamento com Agentes Públicos

Política de Relacionamento com Agentes Públicos Política de Relacionamento com Agentes Públicos Política de Relacionamento FUNÇÃO/UNIDADE Responsável Data da primeira versão Revisão Número do Documento A presente Política de Relacionamento define os

Leia mais

Programa de Integridade. Código de Conduta para Fornecedores e Parceiros do Grupo Sercomtel

Programa de Integridade. Código de Conduta para Fornecedores e Parceiros do Grupo Sercomtel Programa de Integridade Código de Conduta para Fornecedores e Parceiros do Grupo Sercomtel Versão 1.0-2018 1. Apresentação Este Código de Conduta para Fornecedores e Parceiros do Grupo Sercomtel ( Código

Leia mais

Política de Compliance Elaborado em: 11/2017 Revisado em: 07/2018 Código Documento: CO-002 Versão: 001

Política de Compliance Elaborado em: 11/2017 Revisado em: 07/2018 Código Documento: CO-002 Versão: 001 Política de Compliance Código Documento: CO-002 1. OBJETIVO A presente Política visa a orientar a função de compliance do Grupo Mascarello por meio de diretrizes, princípios e responsabilidades observados

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. LEGISLAÇÃO... 3 3. ABRANGÊNCIA... 4 4. DEFINIÇÕES... 4 4.1 CORRUPÇÃO... 4 4.2 AGENTE PÚBLICO... 6 4.3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA... 6 5 FINALIDADE... 6 6 PRINCÍPIOS... 7 7 DIRETRIZES...

Leia mais

Política Anticorrupção POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

Política Anticorrupção POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO P Política Anticorrupção POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Proibição de Práticas de Corrupção... 3 3. Pagamento de Facilitação e Relação com o Poder Público... 3 4. Licitação... 4 5.

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1. OBJETIVO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO Esta política anticorrupção tem como objetivo assegurar que os Colaboradores Próprios e Colaboradores Terceiros da ENGEPACK observem os requisitos da Lei Brasileira Anticorrupção

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA IBRAV 1. OBJETIVO E HISTÓRICO Esta Política Anticorrupção estabelece os padrões básicos e uma estrutura para a prevenção e detecção de suborno e corrupção

Leia mais

Aguilar y Salas Brasil

Aguilar y Salas Brasil Aguilar y Salas Brasil MSGQ.004.A Fábrica: Complexo Industrial 3, ZL-3 Gleba Leste do Complexo Industrial Portuário de Suape Engenho Mercês - Ipojuca/PE Escritório Comercial: Rua Barão do Triunfo, 520

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO; ANTICORRUPÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CLIENTES

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO; ANTICORRUPÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CLIENTES POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO; ANTICORRUPÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CLIENTES Versão de: novembro de 2017 - 2 - Versão de novembro de 2017 I. Introdução Em atenção à Lei nº 9.613/1998 ( Lei de

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1 OBJETIVO Esta política reforça o apoio e compromisso da alta administração do Oi Futuro, no cumprimento e respeito às legislações de combate e prevenção à corrupção, vigentes em território nacional e

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA LOCALIX SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA LOCALIX SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA LOCALIX SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA. NOSSA MISSÃO Nossa missão é proporcionar qualidade de vida através de soluções ambientais, oferecendo uma cidade mais limpa e agradável para

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO. II. Área Tutora: Elaborado por: Diretoria de Controles, Auditoria e Compliance (DCAC). Revisado por: Diretoria Jurídica.

MANUAL ANTICORRUPÇÃO. II. Área Tutora: Elaborado por: Diretoria de Controles, Auditoria e Compliance (DCAC). Revisado por: Diretoria Jurídica. I. Objetivo: Apresentar aos colaboradores, diretos e indiretos, os conceitos e responsabilidades da Lei Anticorrupção 12.846/2013. II. : Elaborado por: Diretoria de Controles, Auditoria e Compliance ().

Leia mais

Lei nº /13. Decreto nº 8.420/15. Regulamentação Federal

Lei nº /13. Decreto nº 8.420/15. Regulamentação Federal Lei nº 12.846/13 Decreto nº 8.420/15 Regulamentação Federal ESTRUTURA DO DECRETO 1 Aspectos Gerais 2 4 3 Sanções Multa: Regras para o Cálculo Acordo de Leniência Programa de Integridade (Compliance) 5

Leia mais

POLÍTICA DE COMPLIANCE

POLÍTICA DE COMPLIANCE POLÍTICA DE COMPLIANCE SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 1 2. APLICAÇÃO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE MRV... 2 5. ESTRUTURA DA ÁREA DE COMPLIANCE... 3 5.1. Funções da Área de Compliance...

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE DUE DILIGENCE

QUESTIONÁRIO DE DUE DILIGENCE QUESTIONÁRIO DE DUE DILIGENCE 1. Perfil da Empresa 1.1. Informações cadastrais: 1.1.1. CNPJ, razão social, nome fantasia e, se for o caso, nomes anteriores. 1.1.2. Endereço da sede, de suas filiais e escritórios

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO SUMÁRIO 1- OBJETIVO -------------------------------------------------------------- 4 2- PÚBLICO-ALVO -------------------------------------------------------

Leia mais

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO. Politica_Corrupcao.indd 1 27/12/16 07:45

POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO. Politica_Corrupcao.indd 1 27/12/16 07:45 POLÍTICA DE COMBATE À CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO Politica_Corrupcao.indd 1 27/12/16 07:45 2 Politica_Corrupcao.indd 2 27/12/16 07:45 SUMÁRIO 1- OBJETIVO --------------------------------------------------------------

Leia mais

1. Introdução Política Presentes, Entretenimentos e Hospitalidade Presentes Entretenimentos e Hospitalidades...

1. Introdução Política Presentes, Entretenimentos e Hospitalidade Presentes Entretenimentos e Hospitalidades... ÍNDICE 1. Introdução... 2. Política... 3. Presentes, Entretenimentos e Hospitalidade... 3.1 Presentes... 3.2 Entretenimentos e Hospitalidades... 4. Doações e Patrocínios... 5. Contribuições Políticas...

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E À FRAUDE

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E À FRAUDE POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E À FRAUDE 11/08/2017 INFORMAÇÃO PÚBLICA SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 ABRANGÊNCIA... 3 3 REFERÊNCIAS... 3 4 CONCEITOS... 4 5 DIRETRIZES... 5 6 ORIENTAÇÕES GERAIS...

Leia mais

PROGRAMA DE INTEGRIDADE DA ATIVOS 0X

PROGRAMA DE INTEGRIDADE DA ATIVOS 0X PROGRAMA DE INTEGRIDADE DA ATIVOS 1. CONCEITOS 1.1 Programa de Integridade da Ativos S.A. Securitizadora de Créditos Financeiros e suas subsidiárias (Ativos), consiste em um documento que consolida e apresenta

Leia mais

Empresa, a Lei Anticorrupção e a Lei de Improbidade Administrativa. Marcio Pestana Pestana e Villasbôas Arruda - Advogados

Empresa, a Lei Anticorrupção e a Lei de Improbidade Administrativa. Marcio Pestana Pestana e Villasbôas Arruda - Advogados Empresa, a Lei Anticorrupção e a Lei de Improbidade Administrativa Marcio Pestana Pestana e Villasbôas Arruda - Advogados Marcio Pestana Mestre e Doutor em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da

Leia mais

Manual Anticorrupção GDC Alimentos S.A.

Manual Anticorrupção GDC Alimentos S.A. Manual Anticorrupção GDC ALIMENTOS S.A. SUMÁRIO MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1. INTRODUÇÃO... 6 2. APLICAÇÃO... 6 3. DEFINIÇÕES... 6 4. O QUE ESTABELECE A LEI 12.846/13?... 8 4.1 Atos lesivos segundo a

Leia mais

POLÍTICA PARA A PREVENÇÃO DE DELITOS 19 de julho de 2018.

POLÍTICA PARA A PREVENÇÃO DE DELITOS 19 de julho de 2018. 1 POLÍTICA PARA A PREVENÇÃO DE DELITOS 19 de julho de 2018. O Conselho de Administração da NEOENERGIA S.A. ("NEOENERGIA" ou Companhia ) tem a responsabilidade de formular a estratégia e aprovar as Políticas

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1. Objetivo A presente Política Anticorrupção tem por objetivo estabelecer as diretrizes a serem observadas na condução dos trabalhos desenvolvidos pela TERRA NOVA, bem como por

Leia mais

POLÍTICA DE REGISTRO DE CONCESSÃO E RECEBIMENTO DE QUALQUER ITEM DE VALOR

POLÍTICA DE REGISTRO DE CONCESSÃO E RECEBIMENTO DE QUALQUER ITEM DE VALOR POLÍTICA DE REGISTRO DE CONCESSÃO E RECEBIMENTO DE QUALQUER ITEM DE VALOR R ÍNDICE 1-OBJETIVO....03 2-DEFINIÇÕES...04 3-DOCUMENTOS RELACIONADOS...07 4-PÚBLICO ALVO...08 5-RESPONSABILIDADES...08 5.1-SÓCIOS,

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. Superintendência de Compliance

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. Superintendência de Compliance 1. OBJETIVO 1.1 A Política Anticorrupção da NEOENERGIA tem como objetivo estabelecer padrões mínimos de comportamento para seus Profissionais, bem como para seus fornecedores e prestadores de serviços

Leia mais

Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção. Guilherme Roxo

Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção. Guilherme Roxo Aspectos relevantes de Compliance e a nova legislação Anticorrupção Guilherme Roxo Compliance O queé Compliance? = Cumprimentode Leis e normas (internas) Ampliação da Regulação Ampliação da Regulação Facilidade

Leia mais

GUIA ANTICORRUPÇÃO Guia Anticorrupção

GUIA ANTICORRUPÇÃO Guia Anticorrupção GUIA ANTICORRUPÇÃO A Wilson Sons, por meio deste Guia Anticorrupção, pretende disseminar os valores morais e éticos que norteiam seus diversos negócios, reiterando seu princípio de combate à corrupção

Leia mais

POLÍTICA DE ALÇADA PARA APROVAÇÃO DE INVESTIMENTOS, CUSTOS E DESPESAS

POLÍTICA DE ALÇADA PARA APROVAÇÃO DE INVESTIMENTOS, CUSTOS E DESPESAS POLÍTICA DE ALÇADA PARA APROVAÇÃO DE INVESTIMENTOS, CUSTOS E DESPESAS R ÍNDICE 1-OBJETIVO....03 2-DEFINIÇÕES...04 3-DOCUMENTOS RELACIONADOS...05 4-PÚBLICO ALVO...06 5-RESPONSABILIDADES...06 5.1-SÓCIOS,

Leia mais

PROGRAMA DE INTEGRIDADE LUPATECH

PROGRAMA DE INTEGRIDADE LUPATECH PROGRAMA DE INTEGRIDADE LUPATECH 2 Índice 1. Introdução...3 2. Conceito e Objetivos do Programa de Integridade...3 2.1 Pilares do Programa de Integridade...4 3. Comprometimento da Alta Direção...4 4. Instancia

Leia mais

MANUAL DE CONFORMIDADE ADMINISTRATIVA, POLÍTICAS E PRINCÍPIOS DE INTEGRIDADE.

MANUAL DE CONFORMIDADE ADMINISTRATIVA, POLÍTICAS E PRINCÍPIOS DE INTEGRIDADE. 2015 MANUAL DE CONFORMIDADE ADMINISTRATIVA, POLÍTICAS E PRINCÍPIOS DE INTEGRIDADE www.spdm.org.br 2 Hospital São Paulo INDÍCE Introdução Abrangência Definições/Conceitos Diretrizes Legais Regras e Procedimentos

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO

MANUAL DE COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO 1 ZATIX TECNOLOGIA S.A. CNPJ nº 03.585.974/0001-72 PROGRAMA DE COMPLIANCE MANUAL DE COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO 2 INDICE 1. Introdução...03 2. Definições...04 3. Administração do Programa...04 4. Regras e

Leia mais

POLÍTICA Anticorrupção

POLÍTICA Anticorrupção POLÍTICA Escritório de Projetos e Processos Gerente Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. ÁREA RESPONSÁVEL... 3 4. TERMOS E DEFINIÇÕES... 3 5. DIRETRIZES:... 6 5.1. Papéis e Responsabilidades...

Leia mais

Política. Anticorrupção LIXO É SÓ O COMEÇO

Política. Anticorrupção LIXO É SÓ O COMEÇO Política LIXO É SÓ O COMEÇO LIXO É SÓ O COMEÇO Objetivo Estabelecer e consolidar os padrões e regras internas que asegurem as práticas preventivas de combate à corrupção empresarial, bem como reforçar

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. 1 Política Anticorrupção

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. 1 Política Anticorrupção POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1 Política Anticorrupção SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Política... 3 3. Presentes, Entretenimentos e Hospitalidade... 4 3.1 Presentes... 4 3.2 Entretenimentos e Hospitalidades...

Leia mais

Sumário. Manual Anticorrupção. 1 Introdução Histórico e Código de Ética e Conduta Vigente na LINX... 3

Sumário. Manual Anticorrupção. 1 Introdução Histórico e Código de Ética e Conduta Vigente na LINX... 3 Sumário 1 Introdução... 2 2 Histórico e Código de Ética e Conduta Vigente na LINX... 3 3 Disponibilidade e Alteração do Manual Anticorrupção... 4 4 Conformidade Obrigatória com este Manual... 5 5 Definições...

Leia mais