Cultura das Mídias. Unisalesiano - aula 1-2º semestre 2017

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cultura das Mídias. Unisalesiano - aula 1-2º semestre 2017"

Transcrição

1 Cultura das Mídias Unisalesiano - aula 1-2º semestre 2017

2 Fonte: Slideshare

3 Conceito De acordo com Santaella, podemos definir a cultura das mídias como uma cultura intermediária entre a cultura das massas de um lado - e cibercultura de outro lado. Cibercultura - técnicas, práticas, modos de pensamento e valores que se desenvolvem no ciberespaço (LEVY) Ciberespaço: meio de comunicação que surge com a conexão mundial de computadores, não apenas da infraestrutura, engloba também os usuários e as pessoas (LEVY). Cultura das mídias são os processos de produção, distribuição e consumo comunicacionais, com a utilização de ferramentas e processos distintos da lógica massiva. Esses processos fertilizaram gradativamente o terreno sociocultural para a cultura virtual (SANTAELLA, 2003, p. 24).

4 As eras culturais ou formações socioculturais são construídas nos canais de informações pela tecnologia e pelas mensagens que circulam nos meios (SANTAELLA)

5 A mensagem é determinada pelo meio As mensagens e os processos de comunicação criados nesses canais moldam o pensamento e possibilitam o surgimento de novos ambientes de fruição sociocultural (SANTAELLA, 2003) A mensagem é determinada pelo meio que a veicula. Isso significa que o meio é a mensagem (MCHLUHAM). Diferentes linguagens e mensagens são configuradas nos meios tradicionais e nos canais híbridos como a televisão e a hipermídia (sistema de organização de informações digitais com acesso possibilitado através de hiperlink). As mediações sociais vêm da linguagem e do pensamento que as mídias veiculam e não propriamente das mídias.

6 Novos ambientes sociais As mídias atuam como conformadoras de novos ambientes sociais. A cada nova formação, há uma integração com a formação anterior com ajustes e até o desaparecimento (obliteração) de antigos suportes como papiro e a substituição de canais (telégrafo) por outros mais eficientes (SANTAELLA). A cultura segue sob o domínio da tecnologia mais recente mas esse domínio não asfixia totalmente as formações culturais que já existiam. Cultura como organismo vivo.

7 A cultura impressa não nasce diretamente da cultura oral. Nasce da cultura não alfabética (SANTAELLA).

8 A cultura midiática Nos anos 80, diferentes misturas entre linguagens e meios de comunicação, como num multiplicador de mídias, passam a produzir mensagens híbridas. Novos equipamentos e dispositivos possibilitam a cultura do transitório até a cultura digital: fococopiadora, videocassetes, walkman, crescimento da indústria do videoclipe e dos videogames, com a popularização do consumo on demand de vídeo nas locadoras. Surge também a tv a cabo com opções de consumo segmentado e individualizado, em oposição ao consumo massivo. Esses processos comunicativos arrancaram a geração analógica da inércia da recepção de mensagens e treinaram para a busca de informação e de entretenimento desejados.

9 Esses meios e processos de recepção diferenciados prepararam a sensibilidade dos usuários para os meios digitais, caracterizados pela busca não linear e individualizada de informação e entretenimento (SANTAELLA, 2003).

10 Fonte: media convergence

11 CULTURA DAS MÍDIAS: CONVIVÊNCIA DAS DIVERSAS MÍDIAS. CULTURA DIGITAL: CONVERGÊNCIA DAS MÍDIAS (SANTAELLA)

12 A cultura do disponível e a cultura do acesso Vivemos uma verdadeira confraternização geral de todas as formas de comunicação e de cultura: a comunicação oral que ainda persiste com força, a escrita, no design, por exemplo, a cultura de massas que tem seus pontos positivos, a cultura das mídias, que é a cultura do disponível, e a cibercultura, que é a cultura do acesso. (SANTAELLA, 2003, p.27-28). A coexistência da cultura de massas e da cultura das mídias motiva a intensidade (exacerbação) e rapidez na produção e circulação de informações da cultura digital. Posse é diferente de acesso. Posse é física, virtual. Apenas o acesso possibilita a disseminação de informações mais baratas, com as constantes atualizações tecnológicas e o barateamento dos preços e a inovação disruptiva possibilita o acesso a mais pessoas (Chistensen). Avanços em telecomunicações e transportes diminuem as distâncias. Mudam as percepções de tempo e espaço.

13 Informação é a moeda do século XXI que revoluciona a genética, os assuntos de guerra, as comunicações, o entretenimento, a produção de grãos, o mercado financeiro.

14 Recodificação das linguagens O computador e a internet recodificam as linguagens, as mídias, as formas de arte e estética anteriores e criando outras, na dinâmica frenética da www. Com visões pessimistas, positivas e céticas sobre a internet e a tecnologia (perda de postos de trabalho, mudanças estruturais na sociedade). De acordo com Heim, o diálogo é a vida do ciberespaço e o trabalho, a arte, a ciência e a educação são impensáveis atualmente sem a gama de interações proporcionadas nestes ambientes virtuais. Para refletir: são os artistas que têm nos colocado frente a frente com a face humana da tecnologia (SANTAELLA).

LAZER E CULTURA DIGITAL

LAZER E CULTURA DIGITAL GESTÃO DESPORTIVA E DO LAZER LAZER E CULTURA DIGITAL Prof. Carlos Café Dias Da cultura oral e escrita à cultura das mídias digitais EVOLUÇÃO DA CULTURA A era digital e as novas tecnologias revolucionaram

Leia mais

Resenha. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura (SANTAELLA, Lúcia. São Paulo: Paulos, 2003.)

Resenha. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura (SANTAELLA, Lúcia. São Paulo: Paulos, 2003.) Resenha Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura (SANTAELLA, Lúcia. São Paulo: Paulos, 2003.) Patrícia Medeiros de LIMA 1 Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE. Profa. Benilda Silva

NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE. Profa. Benilda Silva NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE Profa. Benilda Silva Obra analisada: Autora: VANI MOREIRA KENSKI Doutora e Mestre em Educação e Licenciada em Pedagogia e Geografia. Professora do Programa de Pós-

Leia mais

SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO

SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO Programa da Disciplina Multimídia conceitos, comunicação homemmáquina. Autoria produção de diversos tipos de aplicativos multimídia, examinando-se as alternativas

Leia mais

Ensinar e Aprender com Dispositivos Móveis

Ensinar e Aprender com Dispositivos Móveis Ensinar e Aprender com Dispositivos Móveis INTRODUÇÃO A Educação à Distância (EAD) tem levado para seu contexto o uso dos mais variados dispositivos de comunicação, indo da formação por correspondência,

Leia mais

Comunicação em Dispositivos Móveis

Comunicação em Dispositivos Móveis Comunicação em Dispositivos Móveis emissor Processo de Comunicação receptores mensagem mídias código emissor Processo de Comunicação receptores mensagem mídias código ruído feedback Processo de Comunicação

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia Prof. Daniel Hasse Multimídia e Hipermídia AULA 01 O que é multimídia? Prof. Daniel Hasse Livro - Multimídia: conceitos e aplicações Os principais conceitos da tecnologia da multimídia serão abordados

Leia mais

SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. Maria Lúcia Santaella Braga (Catanduva, 13 de agosto de 1944). Pesquisadora brasileira e professora titular

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR)

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Ementário - Doutorado Eixo de Disciplinas Comuns Metodologia de Pesquisa em Jornalismo M e D Obrigatória 60 horas 04 Conhecimento e campo científico. Campo

Leia mais

Guia do CFTV Sistemas de CFTV, IP, Seguranà a Eletrà nica, Conectividade, Informaà ões, Fórum e Tecnologia.

Guia do CFTV Sistemas de CFTV, IP, Seguranà a Eletrà nica, Conectividade, Informaà ões, Fórum e Tecnologia. A Revoluà à o Digital Categoria : Tecnologias em Geral Publicado por Eng Marcelo Peres em 16-Oct-2014 20:00 Graças aos sistemas digitais estamos tendo o crescimento e popularização da informática no mundo

Leia mais

Sistema Brasileiro de Televisão. Atualizado em junho/2016

Sistema Brasileiro de Televisão. Atualizado em junho/2016 Sistema Brasileiro de Televisão Atualizado em junho/2016 Dados do Mercado de OTT e VOD no Brasil Tamanho de Mercado Outros México Brasil Argentina Netflix Claro Vídeo Vivendi NetMovies DirecTV Outros

Leia mais

Os trabalhos da Maely estão ao alcance dos olhos de quem circula pelo Espírito Santo.

Os trabalhos da Maely estão ao alcance dos olhos de quem circula pelo Espírito Santo. Os trabalhos da Maely estão ao alcance dos olhos de quem circula pelo Espírito Santo. Outdoors, painéis de led, front-lights, mídia móvel entre outras soluções, oferecendo aos clientes a melhor localização

Leia mais

AULA 1. Administração de Sistemas de Informação 2 SEMESTRE. Negócio baseado em informação e convergência tecnológica

AULA 1. Administração de Sistemas de Informação 2 SEMESTRE. Negócio baseado em informação e convergência tecnológica Administração de Sistemas de Informação AULA 1 2 SEMESTRE Negócio baseado em informação e convergência tecnológica Prototipando uma ideia de negócio baseado em Internet Administração de Sistemas de Informação

Leia mais

Sabrinna A. R. Macedo. Docência online: o papel do tutor e a importância do planejamento.

Sabrinna A. R. Macedo. Docência online: o papel do tutor e a importância do planejamento. Sabrinna A. R. Macedo Docência online: o papel do tutor e a importância do planejamento. Educação online: novo paradigma A sociedade do conhecimento tem experimentado de forma crescente nos últimos anos

Leia mais

CURSO de ESTUDOS DE MÍDIA - Gabarito

CURSO de ESTUDOS DE MÍDIA - Gabarito PROAC / COSEAC - CURSO de ESTUDOS DE MÍDIA - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ACADÊMICOS COSEAC-COORDENADORIA DE SELEÇÃO TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2007 e 1 o

Leia mais

Cidadania e redes digitais março primeiro encontro CIDADANIA E COMUNICAÇÃO. sergio amadeu seeder

Cidadania e redes digitais março primeiro encontro CIDADANIA E COMUNICAÇÃO. sergio amadeu seeder primeiro encontro CIDADANIA E COMUNICAÇÃO sergio amadeu seeder Cidadania não é uma definição estanque, mas um conceito histórico, o que significa que seu sentido varia no tempo e no espaço. JAIME PINSKY

Leia mais

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Professora Andréia Freitas 2013 7 semestre Aula 06 MEMORIA, F. Design para a Internet. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Campus, 2005. ALVES, W. P. Crie, anime

Leia mais

TELEFONIA IP: Possibilidades para aumentar os resultados de sua empresa

TELEFONIA IP: Possibilidades para aumentar os resultados de sua empresa TELEFONIA IP: Possibilidades para aumentar os resultados de sua empresa SUMÁRIO C L I Q U E E A C E S S E Introdução.... 3 C A N A L T E L E C O M. C O M. B R Um novo mundo de opções.... 4 Comunicação

Leia mais

EDITAL 058/2013 PROGRAD/CIPEAD

EDITAL 058/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL 058/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA COMPLEMENTAR DE CURSISTAS PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM MÍDIAS INTEGRADAS NA EDUCAÇÃO POLO IBAITI A Universidade Federal do Paraná (UFPR),

Leia mais

700 MHZ EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO

700 MHZ EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO 700 MHZ CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8%

Leia mais

Portfólio de Serviços

Portfólio de Serviços comunicação Portfólio de Serviços Identidade Visual Identidade visual é uma representação gráfica da identidade corporativa, dos conceitos e valores da empresa. Pode parecer simples, mas a criação de uma

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

Tecnologia na Educação: da

Tecnologia na Educação: da Tecnologia na Educação: da informática as TIC e TAC Profa Dra. Maria de los Dolores J Peña Tecnologia na educação [ Recurso] Caderno e lapis Computador e software Software educacionais 1990 Lab Informática

Leia mais

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Multimeios Aplicados à Educação Aula 1 Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Conceitos iniciais - MULTIMEIOS Multi remete a vários, diversos; meios, refere-se ao local de

Leia mais

Por que as comunicações e as artes estão convergindo?

Por que as comunicações e as artes estão convergindo? Por que as comunicações e as artes estão convergindo? SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. Mónica Santos Pereira Defreitas (a) (a) Mestre em Comunicação

Leia mais

A MEDIDA DO TEMPO ...

A MEDIDA DO TEMPO ... A MEDIDA DO TEMPO A cada segundo nascem 4,1 seres humanos e morre 1,8 seres humanos. Há um saldo positivo de 2,3 seres humanos por segundo. Desenhe um cronômetro numa folha de papel e desmonte-o. Depois

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A NA EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A NA EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A INTEGRAÇÃO DAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Teresa Avalos Pereira UNIFESP teresa.bc@epm.br Rita Maria Lino Tarcia UNIFESP rtarcia@unifesp.br if Daniel Sigulem UNIFESP sigulem@dis.epm.br

Leia mais

Aluno(a): / / Cidade Polo: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED)

Aluno(a): / / Cidade Polo:   CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED) Aluno(a): / / Cidade Polo: E-mail: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED) Preencha o GABARITO: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Observação: Nesta atividade há 10 (dez) questões de múltipla

Leia mais

05/04/2010. Sistemas Multimidia. SM - Introdução. Introdução. Introdução. Jascia Reichardt 1968; Tipologia Dadaísta 1923; El Lissitzky 1928;

05/04/2010. Sistemas Multimidia. SM - Introdução. Introdução. Introdução. Jascia Reichardt 1968; Tipologia Dadaísta 1923; El Lissitzky 1928; SM - Introdução De um lado o homem e do outro a mídia. Sistemas Multimidia Interesse Descobertas Disseminação Prof. Sandro Marcelo Rodrigues Manual para utilização dos modelos da Unisa Digital Introdução

Leia mais

Relato de Experiência: uma reflexão prático-científica sobre o site do Jornal de Frutal

Relato de Experiência: uma reflexão prático-científica sobre o site do Jornal de Frutal 1 FÓRUM NACIONAL DE PROFESSORES DE JORNALISMO (FNPJ) 2º ENCONTRO SUL-BRASILEIRO DE PROFESSORES DE JORNALISMO 5º ENCONTRO PARANAENSE DE ENSINO DE JORNALISMO MODALIDADE DO TRABALHO: Relato de Experiência

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS

ADMINISTRAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS 1ª Série 6NIC204 ADMINISTRAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS Escolas da administração. Processo de administração. Enfoque comportamental na administração. Pensamento sistêmico. Modelos das organizações. Habilidades

Leia mais

Avaliação participativa como instrumento para a construção dos conhecimentos do aluno

Avaliação participativa como instrumento para a construção dos conhecimentos do aluno 1 Avaliação participativa como instrumento para a construção dos conhecimentos do aluno São Paulo SP Maio 2012 Categoria: C Setor Educacional: 3 Classificação das Áreas de Pesquisa em EaD Macro: D / Meso:

Leia mais

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino Grade Curricular - Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino SEMESTRE 1 CCA0218 Língua Portuguesa - Redação e Expressão Oral I 4 0 4 CCA0258 Fundamentos de Sociologia Geral

Leia mais

OS ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA

OS ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA 1 OS ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO MARCELO MENDONÇA TEIXEIRA Introdução A comunicação possui um sentido amplo que pode ser aplicado em diversos contextos e segmentos, como um elemento que age sobre os indivíduos,

Leia mais

Clique aqui para INTRODUÇÃO BEYOND APARELHO BEYOND ENTRETENIMENTO BEYOND IMPRESSÕES. expandindo O SIGNIFICADO DA TV

Clique aqui para INTRODUÇÃO BEYOND APARELHO BEYOND ENTRETENIMENTO BEYOND IMPRESSÕES. expandindo O SIGNIFICADO DA TV Clique aqui para INTRODUÇÃO BEYOND APARELHO BEYOND ENTRETENIMENTO BEYOND IMPRESSÕES expandindo O SIGNIFICADO DA TV A T V M U I TO A L É M D O Q U E VOCÊ IMAGINA Os efeitos da revolução digital no consumo

Leia mais

FURG UAB 2007 Aplicações para a Web Especialização. Internet e Sociedade

FURG UAB 2007 Aplicações para a Web Especialização. Internet e Sociedade FURG UAB 2007 Aplicações para a Web Especialização Internet e Sociedade O diferencial das tecnologias informáticas não são apenas veículos de comunicação são também meios de comunicação de massa multilateralistas

Leia mais

TECNOLOGIA DE PROCESSO

TECNOLOGIA DE PROCESSO TECNOLOGIA DE PROCESSO Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc INTRODUÇÃO Tecnologia de processo são máquinas, equipamentos e dispositivos que ajudam a produção a transformar materiais, informações e consumidores

Leia mais

INTERNET - REDES - MOBILIDADE

INTERNET - REDES - MOBILIDADE Administração de Sistemas de Informação CONTEÚDO 3 2 SEMESTRE INTERNET - REDES - MOBILIDADE Modelo de Negócio baseado em Convergência Digital EXERCÍCIO EM AULA ENTREGAR Como a sua solução funciona? Qual

Leia mais

Aula 1 Apresentação do programa da disciplina e discussão dos critérios de avaliação. Apresentação dos alunos

Aula 1 Apresentação do programa da disciplina e discussão dos critérios de avaliação. Apresentação dos alunos Disciplina: Portal P01070/2586 A - Teorias Avançadas na Aprendizagem em Ambientes Virtuais (TAAV) Nível: Mestrado e Doutorado Módulo 2 Área de Concentração: Processos Cognitivos e Ambientes Digitais Linha

Leia mais

Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem

Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem Profa. Dra. Patricia Alejandra Behar Ms. Daisy Schneider Mestranda

Leia mais

Antena. Localização dos componentes do amplificador da antena.

Antena. Localização dos componentes do amplificador da antena. Página 1 de 5 Publicado: 11/Ago/2004 Antena Localização dos componentes do amplificador da antena Item Referência Descrição 1 Antena FM 2 Supressor 3 Amplificador da antena de TV 4 Amplificador do sistema

Leia mais

700 MHZ SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013

700 MHZ SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013 AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA 700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013 crescimento

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO ANGÉLICA-MS ABRIL DE 2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS

Leia mais

VOIP. Voz sobre Protocolo de Internet Transforma sinais de áudio analógicos em digitais Principal vantagem é chamadas telefônicas grátis

VOIP. Voz sobre Protocolo de Internet Transforma sinais de áudio analógicos em digitais Principal vantagem é chamadas telefônicas grátis Beatriz Vieira VOIP Voz sobre Protocolo de Internet Transforma sinais de áudio analógicos em digitais Principal vantagem é chamadas telefônicas grátis VOIP Surgiu ainda no início da década de 1990 Se tornou

Leia mais

O curso de Design da FMU oferece duas habilitações, nas áreas de atuação profissional:

O curso de Design da FMU oferece duas habilitações, nas áreas de atuação profissional: Design Design CARREIRA O curso de Design tem como objetivo a formação do futuro designer habilitado a atuar no mercado de trabalho, levando-se em consideração as suas diversas especialidades, de maneira

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CAMPUS

FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CAMPUS FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Princípios de Comunicações Aulas 05 e 06 Milton Luiz Neri Pereira (UNEMAT/FACET/DEE) 1 Fonte de informação

Leia mais

Formação Geral. Caminhos para condução das respostas a respeito do Direito das meninas/jovens/mulheres:

Formação Geral. Caminhos para condução das respostas a respeito do Direito das meninas/jovens/mulheres: Formação Geral PADRÃO DE RESPOSTA O estudante deve elaborar um texto dissertativo que contemple alguns dos seguintes argumentos e exemplos possíveis: Item a: Caminhos para condução das respostas a respeito

Leia mais

Sonorização de vários ambientes pequenos

Sonorização de vários ambientes pequenos Sonorização de vários ambientes pequenos Fabio Montoro Fevereiro, 2016 Os usuários de pequenos ambientes, como salas de recepção de clínicas e escritórios, quartos de hotel e hospital, salas de espera,

Leia mais

Inovação Publicidade Entretenimento Opinião. Mídia Kit

Inovação Publicidade Entretenimento Opinião. Mídia Kit Inovação Publicidade Entretenimento Opinião Mídia Kit - 2016 Apresentação O Geek Publicitário nasceu em 2013, quando eu estava no último ano da faculdade e acreditei que tinha algo diferente e relevante

Leia mais

MÍDIAS EDUCACIONAIS: ferramentas pedagógicas como mediadoras da produção de conhecimentos

MÍDIAS EDUCACIONAIS: ferramentas pedagógicas como mediadoras da produção de conhecimentos 400 MÍDIAS EDUCACIONAIS: ferramentas pedagógicas como mediadoras da produção de conhecimentos Andréa KOCHHANN Amanda Gonçalves da LUZ Alice Carlos FELICIANO Herick José Rodrigues CHAVEIRO Vanessa Amélia

Leia mais

PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO

PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO A HIPERMÍDIA É UM NOVO A HIPERMÍDIA É UM NOVO PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO O texto identifica e organiza os elementos constitutivos da roteirização de produções audiovisuais como o cinema ou a televisão, e

Leia mais

Reconfiguração na prática jornalística: o jornalismo na era das redes sociais. Palavras-Chave: Jornalismo. Reconfiguração Jornalística.

Reconfiguração na prática jornalística: o jornalismo na era das redes sociais. Palavras-Chave: Jornalismo. Reconfiguração Jornalística. Reconfiguração na prática jornalística: o jornalismo na era das redes sociais Patrícia Medeiros de LIMA 1 Resumo Não há como negar que cada vez mais o jornalismo tem passado por transformações expressivas

Leia mais

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco TV Analógica e Digital O Padrão de Televisão Digital Nacional Prof. Márcio Lima E-mail:marcio.lima@upe.poli.br 01.07.2014 Introdução No Brasil,

Leia mais

Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem.

Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem. Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem. Prof. Dr. Nilbo Nogueira Fazer download das telas www.nilbonogueira.com.br

Leia mais

Aplicações Multimídia sobre Redes

Aplicações Multimídia sobre Redes Redes Multimídia 2016.2 Aplicações Multimídia sobre Redes Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.4T Redes Multimídia Conteúdo Programático :: 1 a Unidade 1. Aplicações multimídia

Leia mais

Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS

Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total:

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ASPECTOS HISTÓRICOS

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ASPECTOS HISTÓRICOS 1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração 4ª Geração 5ª Geração Ensino Por correspondência EAD via rádio e TV Novas experiências em EAD Universidades abertas e teleconferência Uso da Internet e das redes de computadores

Leia mais

Perfil dos clientes de Bibliotecas Universitárias: geração digital e serviços. Rosa Maria Andrade Grillo Beretta

Perfil dos clientes de Bibliotecas Universitárias: geração digital e serviços. Rosa Maria Andrade Grillo Beretta Perfil dos clientes de Bibliotecas Universitárias: geração digital e serviços. Rosa Maria Andrade Grillo Beretta Gramado Setembro de 2012 CONTEÚDO Estudo das Gerações A Geração Digital Competência Informacional

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I Redes de Computadores I Prof.ª Inara Santana Ortiz Aula 2 Internet Internet Hoje é raro vermos uma LAN, MAN ou WAN isoladas, elas geralmente estão conectadas entre si. A Internet é formada por mais de

Leia mais

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2º PERÍODO

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2º PERÍODO 1 CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2º PERÍODO 2 1.- A UTILIZAÇÃO DO COMPUTADOR Os computadores são produtos de ponta de uma tecnologia inteligente, isto é, uma tecnologia que se desenvolve e

Leia mais

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI)

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Éricka Araújo Santos UEPB ericka21.araujo@hotmail.com Josandra Araújo Barreto de Melo (Orientadora) UEPB ajosandra@yahoo.com.br

Leia mais

Sumário. SCC0661 Multimídia e Hipermídia. Ementa do Curso. Ementa do Curso. Programa do Curso. Avaliação

Sumário. SCC0661 Multimídia e Hipermídia. Ementa do Curso. Ementa do Curso. Programa do Curso. Avaliação SCC0661 Multimídia e Hipermídia Prof.: Dr. Marcelo Manzato (mmanzato@icmc.usp.br) Sumário 1. Apresentação da Disciplina. 2. Definindo Multimídia. 3. Diferentes Aspectos de Multimídia. Instituto de Ciências

Leia mais

07/04/2015. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi

07/04/2015. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com 1 INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA SOCIEDADE Mudanças aceleradas; Eliminação de barreiras físicas

Leia mais

Crescimento da Sociedade de Massa e Indústria das Mídias. Sociologia da comunicação - Aula 3 Profa. Carol casali

Crescimento da Sociedade de Massa e Indústria das Mídias. Sociologia da comunicação - Aula 3 Profa. Carol casali Crescimento da Sociedade de Massa e Indústria das Mídias Sociologia da comunicação - Aula 3 Profa. Carol casali Relacionada à produção em larga escala e padronizada de bens de consumo; Metáfora que explica

Leia mais

QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS

QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS QUEM SOMOS Somos uma produtora de audio visual especializada em conteúdo corporativo. Há mais de 10 anos atuamos no mercado brasileiro e do exterior, como principal caracteristica, a diversidade nos negócios,

Leia mais

INTERNET. Definição. Rede internacional de computadores que permite comunicação e transferência de dados entre outros serviços.

INTERNET. Definição. Rede internacional de computadores que permite comunicação e transferência de dados entre outros serviços. INTERNET Prof. Luiz A. Nascimento Definição 2 Rede internacional de computadores que permite comunicação e transferência de dados entre outros serviços. Utiliza o protocolo TCP/IP É a rede das redes. Normalmente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA: TIC S PROFESSORA: TERESA KÁTIA ALBUQUERQUE TV ESCOLA UM SALTO PARA O FUTURO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA: TIC S PROFESSORA: TERESA KÁTIA ALBUQUERQUE TV ESCOLA UM SALTO PARA O FUTURO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA: TIC S PROFESSORA: TERESA KÁTIA ALBUQUERQUE TV ESCOLA UM SALTO PARA O FUTURO BOA VISTA RR 2010 1 CONCEIÇÃO SOUSA EDGARD GARCIA JOSILÉIA

Leia mais

Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS

Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na BVS O Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação

Leia mais

PRESCRIÇÕES E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

PRESCRIÇÕES E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PRESCRIÇÕES E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 CONSIDERAÇÕES PRÉVIAS 1.1 CONTEXTO NORMATIVO Na elaboração do presente Manual ITED foram consideradas as Normas Europeias aplicáveis, nomeadamente: EN 50083 - Sistemas

Leia mais

Comunicação Empresarial. Prof.: : Alexandre Lozi

Comunicação Empresarial. Prof.: : Alexandre Lozi Comunicação Empresarial Prof.: : Alexandre Lozi Helton Klinthon Lucas Arantes Danilo Divanni Joselito Vila Boa Rafael Comunicação nas empresas Comunicação empresarial Definição: - Comunicação empresarial

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 1 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 2013 2 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR RELEITURA DO CONTO

Leia mais

Alteridade, cultura e mídia digital: a constituição dos sujeitos no Facebook

Alteridade, cultura e mídia digital: a constituição dos sujeitos no Facebook Alteridade, cultura e mídia digital: a constituição dos sujeitos no Facebook Carolina Reis 1 O trabalho visa à discussão e à reflexão dos conceitos de sujeito, alteridade, diálogo e ideologia no Círculo

Leia mais

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

Cores em Imagens e Vídeo

Cores em Imagens e Vídeo Aula 05 Cores em Imagens e Vídeo Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais Ciência da Computação Ciência das Cores A cor é fundamentada

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo:

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: ! Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: 392009 12.2 DETALHAMENTO DA COMPOSIÇÃO CURRICULAR [ Portaria PRG/G/n 035/2016] 1. Conteúdos Básicos Profissionais 1.1

Leia mais

Vinhetas para o programa de TV Pare o Carro 1

Vinhetas para o programa de TV Pare o Carro 1 Vinhetas para o programa de TV Pare o Carro 1 Bruno Henrique de S. EVANGELISTA 2 Daniel HERRERA 3 Rafaela BERNARDAZZI 4 Williane Patrícia GOMES 5 Maria Angela PAVAN 6 RESUMO Universidade Federal do Rio

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum. MERCOSUL/GMC/RES. N 61/01 PAUTAS NEGOCIADORAS DO SGT N 1 COMUNICAÇÕES TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS

Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS Esta linha de pesquisa objetiva o exame dos processos de construção do conhecimento docente do professor de línguas, com ênfase no papel da linguagem

Leia mais

Habilitação Etapa: Sem./An

Habilitação Etapa: Sem./An Código Unidade 042 Centro de Comunicação e Letras Cód. Curso Curso 42501 Comunicação Social - Jornalismo Habilitação Etapa: Sem./An Jornalismo 6 1º sem 2009 Cód. Disciplina Créditos C H Teoria Prática:

Leia mais

Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto

Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto BREVE HISTÓRICO O momento histórico contemporâneo é especial, porque vivemos uma era de profundas transformações em todas as áreas

Leia mais

Soluções em Tecnologia www.actualdigital.com.br Institucional Actual Digital A Actual Digital oferece uma linha de produtos e serviços em tecnologia, unificando todas as soluções disponíveis na organização

Leia mais

Correspondências Curitiba Fortaleza Goiânia Rio Branco São Paulo

Correspondências Curitiba Fortaleza Goiânia Rio Branco São Paulo Correspondências Curitiba Fortaleza Goiânia Rio Branco São Paulo O que é? Um documentário coletivo, produzido em rede: intercâmbio de imagens e ideias. Correspondências tem como objetivo explorar as possibilidades

Leia mais

Redes de Comunicação. Duarte Mendes Número 16, turma 10/ /2014

Redes de Comunicação. Duarte Mendes Número 16, turma 10/ /2014 Redes de Comunicação Duarte Mendes Número 16, turma 10/13 2013/2014 Introdução Neste trabalho vamos falar sobre o hardware específico para redes de computadores, ver os diferentes tipos de hardware e os

Leia mais

Abaixo podemos acompanhar alguns resultados desta guerra que está sendo vencida pela internet, e algumas baixas importantes de mídias tradicionais:

Abaixo podemos acompanhar alguns resultados desta guerra que está sendo vencida pela internet, e algumas baixas importantes de mídias tradicionais: Estamos vivenciando uma das maiores revoluções nas comunicações e na industria de mídia já vista na história. A chamada "convergência digital" está se consolidando cada vez mais, e a cada dia, recebemos

Leia mais

Tiago Guedes 10º 13ª

Tiago Guedes 10º 13ª Tiago Guedes 10º 13ª Introdução A transmissão de dados ou informação consiste na utilização de um suporte de informação para a transportar entre dois pontos fisicamente distantes. Este trabalho apresenta

Leia mais

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. 1 RESENHA Mónica Santos Pereira Defreitas 1 SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. O livro de Lúcia Santaella, Por que as comunicações e as artes estão

Leia mais

Da cultura de massa à cibercultura: o caso do fenômeno da cultura pop japonesa no Ocidente 1

Da cultura de massa à cibercultura: o caso do fenômeno da cultura pop japonesa no Ocidente 1 Da cultura de massa à cibercultura: o caso do fenômeno da cultura pop japonesa no Ocidente 1 Giovana S. Carlos 2 Universidade do Tuiuti do Paraná, Curitiba, PR Resumo O presente artigo pretende descrever

Leia mais

Tecnologias de Informação e Comunicação 8.º Ano

Tecnologias de Informação e Comunicação 8.º Ano Tecnologias de Informação e Comunicação 8.º Ano Planificação Semestral de médio prazo (3 tempos de 5m) Conteúdos e avaliação diagnóstica 2 do programa da disciplina; apresentação das regras e normas da

Leia mais

A possível interatividade entre os ouvintes e o rádio e a inversão da Agenda-setting a partir do uso das mídias digitais 1

A possível interatividade entre os ouvintes e o rádio e a inversão da Agenda-setting a partir do uso das mídias digitais 1 A possível interatividade entre os ouvintes e o rádio e a inversão da Agenda-setting a partir do uso das mídias digitais 1 Amanda Carolina TAMBARA 2 Universidade do Sagrado Coração RESUMO Este artigo visa

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução 12/CGRAD/2015 de 09/09/2015 Fornecer meios para formação de profissionais capazes para atuar em ambientes dinâmicos plurais, atendendo necessidades

Leia mais

INTERAÇÃO HOMEM COMPUTADOR. Professora Marcia Pereira Sistemas de Informação

INTERAÇÃO HOMEM COMPUTADOR. Professora Marcia Pereira Sistemas de Informação INTERAÇÃO HOMEM COMPUTADOR Professora Marcia Pereira marciapsm@gmail.com Sistemas de Informação Conteúdo Ementa Metodologia Avaliação Introdução Participação Pré-Atividade Faça uma pesquisa sobre as interfaces

Leia mais

PARA DEBATER O TEMA CONTEÚDO AUDIOVISUAL EM TEMPOS DE CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA GICA

PARA DEBATER O TEMA CONTEÚDO AUDIOVISUAL EM TEMPOS DE CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA GICA AUDIÊNCIA PÚBLICA P PARA DEBATER O TEMA CONTEÚDO AUDIOVISUAL EM TEMPOS DE CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA GICA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA DO SENADO FEDERAL. Brasília,

Leia mais

Centro de Tecnologia e Sociedade

Centro de Tecnologia e Sociedade Centro de Tecnologia e Sociedade Legislação e Acessibilidade na Web Bruna Castanheira de Freitas bruna.freitas@fgv.br twitter.com/brucastanheiraf Análises Das políticas sobre acessibilidade no cenário

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Colégio Técnico Plano de Ensino

Universidade Federal de Minas Gerais Colégio Técnico Plano de Ensino Disciplina: Carga horária total: Universidade Federal de Minas Gerais Plano de Ensino Artes Ano: 2015 66,67 horas Curso: Todos Regime: Anual Série: 1º ano Observação: Carga Horária Semanal Total Teórica:

Leia mais

Uma simples ideia pode mudar o futuro de um país

Uma simples ideia pode mudar o futuro de um país Uma simples ideia pode mudar o futuro de um país A ideia: 1 computador / 1 aluno; 1 sala de aula / 1 quadro interactivo; 1 escola / 1 servidor escolar conteúdos digitais; escolas, alunos, pais e professores

Leia mais

EM Brasília,6 de 9 de Excelentíssimo Senhor Presidente da República,

EM Brasília,6 de 9 de Excelentíssimo Senhor Presidente da República, MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÔES GABINETE DO MINISTRO mc 0 EM Brasília,6 de 9 de 2002. Excelentíssimo Senhor Presidente da República, Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossa Excelência, com

Leia mais

2 A Telefonia Móvel. 2.1 Breve Histórico da Telefonia Móvel Celular

2 A Telefonia Móvel. 2.1 Breve Histórico da Telefonia Móvel Celular 16 2 A Telefonia Móvel Neste capitulo será abordado os aspectos práticos do problema formulado no capítulo anterior, de modo a ratificar a relevância do assunto a ser discutido e a também suportar o desenvolvimento

Leia mais

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA Silvia Ferreto da Silva Moresco Patricia Alejandra Behar UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE TECNOLOGIA APLICADA

Leia mais

PRODEL 2016 Programa de Desenvolvimento Local

PRODEL 2016 Programa de Desenvolvimento Local 2016 Programa de Desenvolvimento Local PROJETO INCLUSÃO DIGITAL de Santa Catarina Projeto Inclusão Digital Coordenação: Profa. Silvana Madeira Alves Dal-Bó Aluna extensionista: Nelma Rodrigues Pereira

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas Ênfase Identificação Disciplina 0003202A - História da Comunicação Docente(s) Maria Cristina Gobbi Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação

Leia mais