1.1 Aquisição de Equipamentos de Tecnologia, Licenças de Software e Infraestrutura para Solução de Datacenter Redundante.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1.1 Aquisição de Equipamentos de Tecnologia, Licenças de Software e Infraestrutura para Solução de Datacenter Redundante."

Transcrição

1 1 OBJETO 1.1 Aquisição de Equipamentos de Tecnologia, Licenças de Software e Infraestrutura para Solução de Datacenter Redundante. 2 JUSTIFICATIVA 2.1 A Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da Secretaria de Estado de Gestão de Planejamento de Goiás (SEGPLAN) conta hoje com uma infraestrutura técnica bastante precária se confrontada com a sua missão de fornecimento de serviços aos demais entes do Estado nos moldes de um Datacenter que ofereça desempenho, segurança e alta disponibilidade. 2.2 Esta missão designada à STI é resultado de reformas administrativas (Lei Ordinária /201 e Decreto Numerado 7.398, de 08 de julho de 2011) e do PAI (Plano de Ação Integrada do Desenvolvimento) que coloca o projeto de Datacenter central do Estado como um dos prioritários da administração pública no item 1 (um) do subprograma Projeto de Gestão da Tecnologia de Informação e Comunicação do Programa de Excelência dos Serviços da Administração Pública. Lei Ordinária /2011 (Reforma Administrativa)... Art. 7º, inciso I, alínea h (Campo de atuação da SEGPLAN) planejamento estratégico do Governo, formulação da política econômica e de desenvolvimento, produção de informações econômicas, planejamento, elaboração, execução e controle orçamentário do Estado, gerenciamento do sistema de execução orçamentária e financeira, administração previdenciária e patrimonial, supervisão e acompanhamento das liquidações de empresas estatais, organização e modernização administrativa, inclusive coordenação e execução de programas de apoio à modernização da gestão e do planejamento, coordenação e execução do Programa Nacional de Apoio à Modernização da Gestão e do Planejamento dos Estados Brasileiros e do Distrito Federal PNAGE, gestão de pessoal, de serviços públicos, de tecnologia da informação, compras do Poder Executivo estadual; formação, capacitação, qualificação, difusão, inclusão e outros processos educacionais voltados para o serviço público; promoção de ações voltadas à melhoria do atendimento prestado ao cidadão; realização de concursos públicos e outros processos seletivos, em caráter exclusivo, para os órgãos e as entidades do Poder Executivo, com as exceções desta Lei, e facultativo para os demais poderes, órgãos, entidades, esferas de Governo ou instituições públicas ou privadas; inventário, registro e cadastro dos imóveis estaduais, guarda e conservação dos bens imóveis sem destino especial ou, ainda, não efetivamente transferidos à responsabilidade de outros órgãos da Administração; guarda, catalogação e restauração de documentos de imóveis do domínio do Estado e daqueles em cuja preservação haja interesse público; apuração, condução do processo e respectivas decisões relacionadas com acumulação de cargos, empregos e funções públicas, percepção simultânea de proventos de aposentadoria e remuneração ou subsídio, por militares e servidores da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual, vedada 1

2 constitucionalmente, respeitada a competência da Goiás Previdência GOIASPREV... Art. 11. (Competências) Os órgãos e as entidades da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo observarão as normas e orientações emanadas da Secretaria de Gestão e Planejamento, quanto às atividades pertinentes a planejamento, organização administrativa, modernização, elaboração e execução orçamentária, bem como as relativas à elaboração, ao acompanhamento e à avaliação dos planos estaduais e regionais de desenvolvimento econômico, social e regional, a pessoal, compras governamentais, licitações e contratos, patrimônio, regime próprio de previdência, gestão de serviços públicos e tecnologia da informação, desestatização, investimentos, parcerias, regulação, fiscalização e fomento financeiro ao desenvolvimento.. Decreto numerado Nº 7.398, de 08 de julho de V BENS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Art. 12. As despesas com contratação, aquisição e/ou locação de bens e serviços de informática e processamento de dados, tais como computadores, periféricos, hardwares, softwares e serviços de atualização, internet, inclusive serviços 3G e tecnologia VOIP,contratação de consultoria e serviços afins, serão realizadas somente após estudos técnicos da SEGPLAN e liberação da Junta de Programação Orçamentária e Financeira - JUPOF - e Programação de Desembolso Financeiro - PDF - específica. Parágrafo único. Na análise de cada solicitação, a SEGPLAN levará em conta os estoques excedentes em outros órgãos e entidades, especialmente naqueles que tiveram reduzidas suas atribuições por força da reestruturação organizacional instituída pela Lei , de 25 de janeiro de 2011, bem como a possibilidade do atendimento dos serviços por meio da Superintendência de Tecnologia da Informação. 2.3 Dentre as principais dificuldades destacam-se a não confiabilidade em sistemas de energização, no-breaks, geradores e condicionadores de ar, a inexistência de sistemas de controle de acesso físico e de predição, detecção e extinção de incêndio para as salas de processamento de dados e a incompatibilidade da infraestrutura com a implementação de um plano de continuidade dos negócios em casos de desastres. Ademais os recursos de processamento e armazenamento de dados para baixa plataforma existentes hoje são insuficientes para atender a demanda dos demais órgãos do Estado. 2.4 Pelo exposto, o Termo de Referência visa dotar a Superintendência de Tecnologia de Informação da SEGPLAN de uma infraestrutura profissional de Datacenter robusta e moderna, capaz de atender a demanda dos demais órgãos do Estado, garantindo desempenho, segurança e alta disponibilidade de forma a cumprir as expectativas da missão incumbida a esta Secretaria. 3 Quadro Resumo 1. Lote 1 Solução de Datacenter em Containers 2

3 Item Especificação Quantidade Valor Unitário Valor Total 1 Solução de Datacenter em Container 2 Serviços de Suporte, Garantia e Inicialização da Solução 2 unidades 2 unidades 3 Serviço de Treinamento 2 Turmas (10 pessoas por turma). 2. Lote 2 Solução de Multiplexação de Canais Ópticos DWDM Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 1 Solução de Multiplexação de Canais Ópticos - DWDM 1 2 Inicialização e Customização 1 3 Suporte e Garantia 60 meses 4 Transferência de Tecnologia 12 pessoas 3. Lote 3 Equipamentos de Rede Item Especificação Qtd - Unidade 1 Switch Tipo I 4 Valor Unitário Valor Total 2 Switch Tipo II 12 3 Switch Tipo III 4 4 Conector SFP+ 10GBASE-SR Cabo TWINAX 5metros 96 3

4 6 Cordão Óptico LC-LC Software de gerenciamento 1 8 Treinamento 2 turmas (6 pessoas por turma) 9 Garantia Contratual 60 meses 4. Lote 4 Solução de Firewall em Alta Disponibilidade Item Especificação Qtd - Unidade 1 Solução de cluster de firewall 1 solução (um par de equipamentos) 2 Treinamento 2 turmas (6 pessoas em cada turma) 3 Garantia e atualização 60 meses Valor Unitário Valor Total 5. Lote 5 Appliance de Balanceamento de Link com Alta Disponibilidade Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 1 Appliance de balanceamento de links 2 unidades 2 Suporte/Atualização 60 meses 3 Treinamento 2 turmas (6 pessoas em cada turma) 6. Lote 6 - Licenças de Software de Virtualização Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 4

5 1.1 Vmware vcloud Suíte Enterprise para 01 (um) processador com suporte Production 24x7 por 03 (três) anos. 1.2 Vmware vsphere Enterprise Plus para 01 (um) processador com suporte Production 24x7 por 03 (três) anos. 1.3 Vmware vcenter Standard com suporte Production 24x7 por 03 (três) anos. 1.4 Vmware vcenter Heartbeat com suporte Production 24x7 por 03 (três) anos. 2.1 Upgrade de versão VMware VSphere Enterprise para VMware vcloud Suíte Enterprise 2.2 Upgrade de Versão VMware VSphere ENTERPRISE PLUS, para VMware vcloud Suíte Enterprise 3.1 Renovação de Suporte VMware VSphere Enterprise objeto de upgrade para VMware vcloud Suíte Enterprise 3.2 Renovação de Suporte VMware VSphere ENTERPRISE PLUS, objeto de upgrade para VMware vcloud Suíte Enterprise 3.3 Renovação de Suporte VMware vcenter Server Standard 4 Serviços de Implementação e Consultoria 40 Unid 12 Unid 01 Unid 02 Unid 24 Unid 20 Unid 24 Unid 20 Unid 1 Unid 1000 horas 5 Treinamentos 1920 horas 7. Lote 7 - Servidores Tipo Blade Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 1 Servidor do Tipo Lâmina (Blade) 2 Chassi (Gabinete) para servidor do Tipo Blade 10 Unid 02 Unid 5

6 2.1 Switch 10Gb Ethernet para Servidor do Tipo Blade 08 Unid 2.2 Módulos de I/O Fibre Channel 04 Unid para Servidor do Tipo Blade 3 Treinamento 2 turmas (cada turma com 10 pessoas). 8. Lote 8 - Solução de Storage, Virtualização de Storage e Acessórios Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 1 Subsistema Storage com Virtualização 2 2 Treinamento 20 pessoas 3 Transceiver SFP Lote 9 - Solução de Backup em Disco com Deduplicação e Software de Gerência Item Especificação Qtd - Unidade Valor Unitário Valor Total 1 Hardware de Backup em Disco com Deduplicação 2 Software de Gerenciamento de Backup 2 unidades 120 TB 3 Treinamento 2 turmas (6 pessoas em cada turma). 4 Garantia e atualização 60 meses 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 4.1 Os produtos ofertados devem atender a todos os requisitos obrigatórios mínimos das especificação técnicas, sendo que o não atendimento implicará na desclassificação da LICITANTE; 6

7 4.2 Todas as especificações dos produtos devem ser comprovadas por documento do fabricante de domínio público, catálogos, prospectos ou manuais, os quais deverão ser apresentados junto com a proposta comercial; LOTE 1 Solução de Datacenter em Containers 1 Descrição Geral 1.1 Este lote prevê a contratação de empresa especializada para fornecimento, instalação e integração, em forma de solução única (turn-key) de container seguro para data center, incluindo grupos geradores, no-breaks e grupos de baterias, condicionamento de ar, proteção contra incêndio, controle de acesso físico, CFTV, monitoração de ambiente, controle de perímetro, garantia, suporte e treinamento para operação do ambiente de acordo com as especificações e quantidades constantes neste documento. 1.2 De forma geral a solução será composta por 2 (dois) conjuntos onde cada um deles contempla 1 (um) módulo de container de 40' e grupo gerador cabinado a serem instalados em 2 (dois) endereços distintos da região metropolitana de Goiânia de modo a prover continuidade de serviços e recuperação em casos de desastres. Os módulos de container deverão possuir duas áreas internamente isoladas e acesso externo independente, sendo a primeira, denominada área 1 (um), composta por racks padrão 19 e espaço para infraestrutura de alta plataforma (mainframe, storage para mainframe e fitoteca para mainframe) e storage legado, e a segunda, denominada área de serviços, para acolhimento de um rack de telecomunicações e equipamentos relacionados à no-breaks, grupos de baterias e condicionamento de ar. 1.3 A solução deve ser acompanhada de todos os serviços necessários à sua implantação, incluindo, no que couberem, projetos executivos, planejamento técnico e operacional, transportes, içamentos e seguros, deverá ser entregue instalada e operacional juntamente com o fornecimento de toda a documentação técnica do projeto em formato eletrônico, incluindo descrição de arquitetura de seus componentes funcionais, seus relacionamentos, interfaces e características não funcionais (desempenho, segurança, usabilidade, etc). 2 ITEM 1 Solução de Datacenter em Container: 2.1 Infraestrutura Física de DataCenter em Container Deverá ser compatível com os requerimentos definidos pela TIA-942 para ambientes TIER 3 no que se refere a grupos 7

8 geradores, no-breaks, grupos de baterias e condicionamento de ar Deverá ser modular de modo a permitir que unidades de expansão possam ser adicionadas ao módulo original atendendo ao requisito de empilhamento de no mínimo mais 01 (uma) unidade verticalmente e ilimitadas unidades horizontalmente Ambos os containers deverão ser do tipo marítimo de 40 ISO divididos internamente em duas áreas isoladas entre si com acesso externo independente a observar: Unidade DCGO1 (Data Center Goiás 1) Área 1 (racks padrão + Storage XIV + mainframe): Acolher no mínimo 6 (seis) racks padrão (19 / 42U), uma unidade storage IBM XIV (carga plena), uma unidade de mainframe IBM Z114 (847Kg, 2 pontos de energização de 208V trifásicos e 30 A, consumo de 4,75KVA, dissipação térmica de 16KBTU/hora e dimensões L: 785mm x P: 1574mm x A: 2027mm) e uma unidade de Storage IBM DS8800 (1324Kg por frame, 2 pontos de energização para até 60A, consumo de 7.5KVA, dissipação térmica de 25KBTU/hora e dimensões L: 1015mm x P: 1375 x A: 2075mm ) Área 2 (serviços): Acolher 1 (um) rack padrão destinado à equipamentos de telecomunicações (populado pela contratante) além dos equipamentos (populado pela contratada) relacionados à no-breaks, grupos de baterias, condicionamento de ar da solução e outros que por ventura sejam necessários para atender as especificações do projeto Unidade DCGO2 (Data Center Goiás 2) Área 1 (racks padrão + Storage IBM XIV + fitoteca de mainframe): Acolher no mínimo 6 (seis) racks padrão (19 / 42U), uma unidade de storage IBM XIV (carga plena), uma fitoteca TS3500 (563Kg, 2 pontos de energização de até 16A, consumo de 2KVA, dissipação térmica de 48KBTU/hora e dimensões L: 780mm x P: 1210mm x A: 1800mm) Área 2 (serviços): Acolher 1 (um) rack padrão destinado à equipamentos de telecomunicações (populado pela contratante) além dos equipamentos (populado pela contratada) relacionados à no-breaks, grupos de baterias, condicionamento de ar da solução e outros que por ventura sejam necessários para atender as especificações do projeto Deverá possuir características que permitam sua instalação ao ar livre com níveis de proteção contra a água e poeira IP67. (International Protection Rating IEC 60529). 8

9 2.1.5 Deverá possuir proteções contra intempéries (sol, chuva, vento, poeira, etc.), acesso indevido, arrombamento, vandalismo, incêndio, alagamento e campos eletromagnéticos Deverá ser montado em fábrica, ou seja, não poderá ser montado no local de instalação Deverá ser transportável sem que haja a necessidade de retirada dos equipamentos internos A instalação deverá ocorrer sobre base de sustentação fornecida e integrada com os equipamentos de infraestrutura em uma estrutura monobloco rígida, nivelada e estanque compatível com a massa do container de modo que o mesmo ficará elevado em pelo menos 30cm do nível do solo Deverá ser composto por estruturas metálicas resistentes ao fogo e a água com características de isolamento térmico e dotado de placas de passagem do tipo ROXTEC (ou similar) para cabeamentos de dados, de energização, de aterramento, etc A solução final deverá ser totalmente integrada, ou seja, deve contemplar a instalação do sistema de UPS e grupos de baterias, sistema de condicionamento de ar, iluminação, controle de acesso, detecção e combate de incêndio, tomadas, energia CA, barramento de distribuição de energia e todos os componentes necessários para completa integração interna As denominadas áreas 1 deverão ser formadas por racks padrão e específicos, distribuídos de forma a criarem dois corredores, um operacional, de ar frio e outro, de manutenção, de ar quente. Estes corredores devem garantir uma largura mínima na posição de fixação dos racks, de 900 mm no corredor frio e 550 mm no corredor quente, suficiente para manutenção, operação e funcionamento do ambiente Os racks (todos) deverão ser fixados sobre trilhos que permitam, em situações de manutenção, movimentação em direção paralela à largura do container de no mínimo 450mm, sem prejuízo das conexões físicas (cabos metálicos, de fibra e de energização) Os racks (todos) deverão possuir esteiramentos e calhas para cabos de energia, cabeamento lógico metálico e cabos ópticos, instalados de forma a facilitar a passagem dos cabos e evitando sobreposições Os racks padrão deverão ser fornecidos juntamente com o container no padrão 19 e 42 U s de altura, com largura externa de 600 mm, profundidade mínima de 1000 mm, portas frontais e traseiras que permitam a circulação de ar, suporte a carga mínima de kg, e sistema de amortecimento de vibrações (vibra-stop) O restante da área 1 (composta por racks não padrão não fornecidos pela contratada) deverá ser configurada de modo 9

10 a manter a organização dos corredores frio e quente a observar as especificações: DCGO Mainframe IBM Z Peso : 847 Kg; Dois pontos de força de 208V trifásicos x 30 A; Consumo de 4,75 kva; Dissipação térmica de 16 kbtu/hora Dimensões de 785 mm x mm x mm ( L x P x A) Storage IBM DS Peso: 1324Kg ; Pontos de força: Dois pontos para corrente de até 60A; Consumo: 7.5KVA; Dissipação térmica: 25KBTU/hora; Dimensões: L: 101.5cm x P: 137.5cm x A: 207.5cm Storage IBM XIV Peso: 884Kg; Consumo: 7,1KVA; Dissipação térmica: 24,1KBTU/hora; Corrente de entrada máxima de 60A Dimensões: A: 199,1cm x L: 60cm x P: 114,2cm; DCGO Fitoteca de Mainframe IBM TS Peso: 563Kg (vazia sem cartuchos); Dois pontos de energização de até 16A.; Consumo de 2KVA; Dissipação térmica de 4.8KBTU/hora; Dimensões de 78cm x 121cm x 180cm ( L x P x A ) A Storage IBM XIV Peso: 884Kg; Consumo: 7,1KVA; Dissipação térmica: 24,1KBTU/hora; Corrente de entrada máxima de 60A Dimensões: A: 199,1cm x L: 60cm x P: 114,2cm; Os racks não fornecidos pela contratada também deverão estar suportados por solução de fixação e vibra-stop adequados ao transporte do container. 10

11 A solução deverá ser flexível de modo a permitir alterações futura de layout, inclusive a substituição dos racks não fornecidos pela contratada por rack padrão O layout da área 2 deverá comportar um rack padrão (19 / 42U), além dos equipamentos necessários para atender os demais requisitos deste projeto relacionados à UPS, grupos de baterias, condicionamento de ar, CFTV, detecção e extinção de incêncio, quadros elétricos, e quaiquer outras necessidades para atender aos requisitos do projeto A área 2 deverá ser fisicamente isolada da área 1 e possuir entrada de acesso exclusiva de modo que a manutenção nos equipamentos localizados nesta área não demande acesso à todo o container O isolamento entre as áreas 1 e 2 deverá manter o padrão das demais paredes internas do container não havendo qualquer tipo de abertura e/ou passagem entre as áreas, salvo a passagem de cabeamento lógico e elétrico que deverão estar contemplados com algum tipo de técnica de vedação Cada uma das áreas deverá possuir pelo menos 4 (quatro) tomadas de energia CA para utilização pontual de operadores em casos de manutenção O container deverá possuir duas portas de acesso para operadores e equipamentos menores (uma para cada área) localizadas na parte lateral com dimensões mínimas de 90cm de largura por 210cm de altura, e outra porta localizada na frente ou no fundo do container destinada a entrada de equipamentos da área 1, com dimensões mínimas de 180cm de largura por 250cm de altura. As portas destinadas a entrada e saída de operadores devem possuir internamente barra de pânico que facilite sua abertura em casos de emergência O piso da área interna do container deverá ser em alumínio, instalado em toda a superfície útil do ambiente seguindo as seguintes características: nivelado, rígido, homogêneo, compacto, não poroso e resistente a abrasão Toda a estrutura interna, incluindo paredes, cantos, juntas, portas, passa cabos, etc, deve apresentar estabilidade térmica em caso de incêndio fora do ambiente. Os valores médios da temperatura no interior do ambiente deverá permanecer inferior a 30 C por no mínimo 60 (sessenta) minutos de exposição à situações de incêndio em sua área externa As portas destinadas aos operadores deverão estar suportadas por escadas com regulagem de altura suficiente para compensar diferenças de nível em relação ao solo, sendo adequadas às características físicas do container de modo a facilitar a entrada e saída de pessoas Deverão ser fornecidos manuais técnicos que abordem a operação, administração básica e avançada, troubleshooting, 11

12 performance e tunning, boas práticas de administração e desenvolvimento/integração (APIs e MIB's SNMP). Toda documentação devera ser entregue, em no mínimo 3 (três) cópias, encadernadas no formato A4 e acompanhada do mesmo material em mídia eletrônica Também deverá ser fornecido o modelo de informação e o modelo de dados dos sistemas de gerenciamento e/ou dos bancos de dados das soluções, se for o caso. 2.2 Energização e Aterramento Deverá ser entregue instalado e operacional um conjunto de transformadores (por container) do tipo seco ou óleo de média tensão, trifásico, potência de 500KVA, 60Hz, tensão primária de 13,8KV, tensão secundária de 380V, com redundância do tipo N+1, bem como chaves de transferência, quadro de energia e demais instalações elétricas, mesmo que não expressamente mencionadas neste termo, necessários à perfeita instalação e funcionamento de toda a solução e seus requisitos A solução deverá possuir quadro elétrico trifásico com redundância e com proteção geral e individual de toda a rede elétrica. Este quadro será ligado após a chave de transferência automática, tendo, no mínimo, os seguintes componentes: Disjuntor Geral para proteção principal; Disjuntor+DDR para o UPS principal; Disjuntor+DDR para a UPS redundante; Disjuntor+DDR para os equipamentos de condicionamento de ar; Disjuntor+DDR para iluminação; Disjuntor+DDR para luzes de emergência; A solução deverá possuir quadro elétrico trifásico com redundância e com proteção geral e individual ligado após o UPS, tendo, no mínimo, os seguintes componentes: Disjuntor+DDR Réguas de distribuição elétricas em cada rack; Disjuntor+DDR para o sistema de controle de acesso; Disjuntor+DDR para o sistema de supervisão; Disjuntor+DDR para sistema de proteção contra incêndios; O container deverá ser dimensionado para uma carga mínima de 15KVA por rack (todos), com PDU s (Unidade de Distribuição de Energia) gerenciáveis e alimentadas por barramentos elétricos do tipo Bus-way, integradas ao sistema de supervisão Os barramentos (Bus-way) deverão estar dispostos na parte superior do container (frente dos racks). 12

13 2.2.6 Em cada posição de rack deve haver duas caixas de derivação tipo turn-n-lock com disjuntor de proteção individual para alimentação das PDUs. Cada caixa de derivação destinada a uma mesma posição de rack deverá ser alimentada por um barramento bus-ways dinstinto As PDUs deverão ser gerenciáveis, com entrada trifásica (3F+N+T), e no mínimo 24 (vinte e quatro) saídas monofásicas com conectores do tipo IEC320-C13; Exclusivamente no rack destinado ao Mainframe IBM z114 as PDUs gerenciáveis deverão possuir no mínimo 2 (duas) saídas trifásicas com conectores de saída do tipo IEC309. Estas PDUs não precisarão estar providas de saídas monofásicas Exclusivamente na posição de rack destinada ao mainframe deverá haver uma terceira caixa de derivação tipo turn-n-lock com disjuntor de proteção individual alimentando uma terceira PDU contendo no mínimo 4 (quatro) saídas monofásicas com conectores do tipo IEC320-C O container deverá possuir barra ou borne de aterramento. Deverá ser equipado com para-raios, para proteger não só sua estrutura principal como seus equipamentos internos, anexos, complementos e conectores externos Todos os cabos e terminais deverão ter certificação, conforme Norma NBR A análise de solo e de todas as outras características intrínsecas do ambiente deverão ser observadas pelo fornecedor para determinação e implantação adequada dos materiais utilizados no sistema de aterramento Toda a documentação relacionada a análise de solo e ao projeto de aterramento deve ser entregue à contratante Toda a instalação do sistema de para raios, incluindo eventuais adequações civis, fornecimento de equipamentos, mão de obra, instalação e montagem do para-raios estará a cargo da contratada. 2.3 Cabeamento Lógico Os racks padrão, inclusive o rack de telecomunicações da área 2, e o rack do Storage IBM XIV deverão possuir sistema de cabeamento UTP topo de rack, cat. 6A, com 24 pontos por rack com patch panel gerenciável Os racks padrão, inclusive o rack de telecomunicações da área 2, e o rack do Storage IBM XIV deverão possuir sistema de cabeamento estruturado Óptico OM4 tipo MPO polaridade B, com 24 pontos por rack montado em DIO gerenciável Na impossibilidade de fixação dos pontos lógicos (mencionados nos dois itens anteriores) internamente ao rack do 13

14 Storage IBM XIV os mesmo deverão ser fixados acima do rack e próximo à calha Todos os pontos lógicos citados nos itens anteriores deverão convergir para o rack de posição 4 (vide anexo 1) da área A solução de cabeamento estruturado deverá conter calhas e esteiramentos adequados instalados na parte superior do container (traseira dos racks) sem prejuízo da movimentação dos racks sobre os trilhos Todos os cabos ópticos deverão ser pré fabricados e possuir certificação emitida pelo fabricante Os pontos de rede do cabeamento metálico deverão ser preferencialmente pré fabricados. Caso isto não seja possível deverão ser apresentados seus respectivos relatórios de certificação Externamente ao container deverá ser instalado um gabinete de telecomunicações (outdoor) com espaço interno mínimo de 17 RU (rack unit) e níveis de proteção IP Entre o gabinete (outdoor) e o rack de telecomunicações (área 2) deverão ser lançados 24 (vinte e quatro) pares de fibra monomodo 9/125, e 12 pares de fibra multimodo 50/125 OM4, devidamente terminadas em DIO s LC Entre o gabinete (outdoor) e a sala de telecomunicações da localidade da contratante deverão ser lançados 12 pares de fibra multimodo 50/125 OM4, devidamente terminadas em DIO s LC Quanto aos cabos ópticos a contratada deverá prover todos os serviços de terminação necessários à instalação de redes, tanto nas caixas de passagem quanto nos DIOs, realizando todas as fusões necessárias para a conclusão do serviço A contratada também deverá prover, nos serviços de terminação do cabo óptico lançado, e nas caixas de emenda existentes e a ser instaladas, todo o material necessário para a execução destes serviços, incluindo caixas de emenda, kits de vedação, kits de fusão, bandejas acomodadoras e todo e qualquer material necessário para execução do serviço Deverão ser executados testes de pós-lançamento com Power Meter e OTDR, observando os níveis de precisão para Data Center e medições de certificações nas fibras ópticas. Todas as certificações deverão ser feitas entre os pontos finais da fibra quais sejam: a partir do DIO instalado na sala de telecomunicações até o DIO do gabinete outdoor, e deste até o DIO do container Os cabos ópticos externos deverão ser lançados em dutos e subdutos a serem construídos desde a sala de telecomunicações até o contêiner. Este procedimento deverá ser 14

15 realizado por meio de abertura de vala em solo, utilizando-se de métodos destrutivo (MD) e/ou não destrutivo (MND). A instalação dos DIO s necessários à terminação de todas as fibras ópticas do cabo lançado, fusões e todos os serviços necessários a conectorização do cabo óptico também serão de responsabilidade da contratada Todas as etapas da instalação devem ser observadas as normas e padrões da ANATEL e da ABNT pertinentes ao tipo de serviço e à qualidade dos materiais O cabo óptico subterrâneo monomodo deverá possuir todo material necessário do tipo loose ou tight, que trabalhe na janela de nm ou nm, com as fibras revestidas em acrilato, posicionadas em tubos e protegidos por uma capa interna contra roedores e uma capa externa de polietileno retardante a chama As fusões de fibra ótica que forem necessárias deverão assegurar que a perda não seja superior a 0,15 db, incluindo os testes pertinentes (atenuação na emenda, atenuação no enlace e teste de potência óptica). 2.4 UPS A solução completa de UPS deverá ser totalmente redundante, modular e escalável, possuir uma capacidade mínima de 180 KVA, e garantir no mínimo 30 minutos de duração das baterias a plena carga O UPS deverá ser modular em chassi, com módulos de no mínimo 25kVA tecnologia hot-swap e instalados em rack padrão 19' Cada uma das unidade UPS (principal e redundante) deverá possuir redundância de módulos do tipo N Deverá ter tensão nominal de saída de 380V 3F (trifásico) Deverá ter eficiência de saída de no mínimo 95% em 50% de carga A distorção da tensão de saída deverá ser menor que 3% A frequência de saída deverá ser de 50/60 Hz As conexões de saída deverão seguir o padrão 5-fios (3F + N + T) Deverá possuir tensão nominal de entrada de 380V 3F (trifásico) A frequência de entrada nominal deverá ser de 50/60 Hz A faixa de tensão de entrada deverá contemplar V. 15

16 A faixa de frequência de operação deverá ser de 40-70Hz As conexões de entrada deverão seguir o padrão 5- fios (3F + N + T) Deverá suportar 100% de carga não-linear com fator de crista 3: Deverá suportar 100% de carga desbalanceada Deverá possuir tecnologia IGBT no retificador com correção de fator de potência Deverá possuir painel de controle do sistema, bem como interface web para gerenciamento remoto Deverá possuir tecnologia true online / dupla conversão O UPS deverá ter seu banco de baterias acondicionado em racks padrão 19, com trilhos próprios, em módulos hot-swap As baterias deverão ser do tipo estacionarias (VRLA) próprias e adequadas para o uso em UPS estáticos (nao serão aceitas baterias automotivas ou de uso geral) Cada gabinete de baterias deverá possuir um circuito de proteção individualizado através de dispositivos adequados (fusíveis ultra rápidos ou disjuntor com trip) corretamente dimensionados O UPS deverá dispor de dispositivos que regulem a tensão de flutuação sobre as baterias em função da temperatura ambiente, que deverá ser medida dentro do gabinete onde as baterias estiverem acondicionadas Cada UPS devera possuir quadro de bypass com PDM. 2.5 Grupo Gerador A solução deverá conter Grupo Motor Gerador (GMG) cabinado externo com potência nominal mínima compatível com a carga plena do UPS e do sistema de refrigeração, trifásico, 60Hz, com redundância N O GMG deverá ser do tipo cabinado silenciado, de funcionamento singelo, com nível de ruído menor ou igual a 85 db(a) a 1,5 m, e níveis de proteção IP O GMG deverá ser fornecido com base de sustentação, tanque de combustível (não compartilhado) devidamente abastecido e com todos os acessórios e materiais, mesmo que não expressamente mencionados neste termo, necessários à perfeita instalação e funcionamento do equipamento garantindo uma autonomia mínima de 4 (quatro) horas em carga total Standby O motor do GMG deverá ser a diesel, com injeção direta, ignição por compressão, resfriado à água e com partida e parada elétrica. 16

PROJETO BÁSICO SUPRO/GETIS-2011/009 Brasília, 01 de abril de 2011.

PROJETO BÁSICO SUPRO/GETIS-2011/009 Brasília, 01 de abril de 2011. Projeto Básico Consulta Pública para Contratação de Serviços de DataCenters para Hospedagem de Equipamentos de Informática dos Sites Primário e Secundário do BRB. SUPRO/GETIS Abril/2011 PROJETO BÁSICO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, designado pela Portaria nº 149/2013-PRE, de 29 de agosto de 2013, em razão de solicitação da empresa

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET Especificação Técnica 1. Objeto Aquisição de 1 (um) NOBREAK DE POTÊNCIA 5 kva Obs.: Os atributos técnicos abaixo relacionados são de atendimento obrigatório. A nomenclatura

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo SIIG nº 0009881-8/2011. Processo Licitatório nº 013/2011 Pregão Presencial nº 004/2011 Ata de Registro de Preços nº 004/2011 Validade da Ata: 12 (doze) meses. Aos sete

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310 Especificação Técnica 1. A Solução de Fitoteca ofertada deverá ser composta por produtos de Hardware e Software obrigatoriamente em linha de produção do fabricante, não sendo aceito nenhum item fora de

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 6KVA - 10KVA -15KVA -20KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS

SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 6KVA - 10KVA -15KVA -20KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 6KVA - 10KVA -15KVA -20KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS HDS SISTEMAS DE ENERGIA ANTECIPANDO SOLUÇÕES, GERANDO RESULTADOS A HDS

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

Discrete Automation and Motion. Conceptpower DPA 500 100 kw 3 MW UPS modular - agora até 3 MW

Discrete Automation and Motion. Conceptpower DPA 500 100 kw 3 MW UPS modular - agora até 3 MW Discrete Automation and Motion Conceptpower DPA 500 100 kw 3 MW UPS modular - agora até 3 MW Tempo de inatividade igual a zero conheça o Conceptpower DPA 500 O Conceptpower DPA 500 da ABB é um sistema

Leia mais

Co TRIBUNAL DE CONTAS

Co TRIBUNAL DE CONTAS 411 Co TRIBUNAL DE CONTAS PREGÃO ELETRÔNICO N 18/2014 PROCESSO N 1251712014-0 Esclarecimento n 1 Em atenção a pedido de esclarecimentos formulado por empresa interessada em participar da licitação em epígrafe,

Leia mais

Nobreak. 10 a 50 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 10 a 50 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla conversao ~ 10 a 50 kva PERFIL Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas Sinus Triphases 10 a 50 kva A linha de nobreaks SMS Sinus Triphases

Leia mais

>Proteção de Energia Trifásica

>Proteção de Energia Trifásica Symmetra PX Proteção de Energia Modular, Escalável e de Alta Eficiência para Data Centers Symmetra PX 100kW Escalável de 10kW até 100kW >Proteção de Energia Trifásica Modular de Alta Performance com Tamanho

Leia mais

ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014. Termo de Referencia

ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014. Termo de Referencia ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014 Termo de Referencia 1. OBJETO Aquisição de equipamentos de sistema de segurança (circuito fechado DVR), sendo DVR, Câmeras e Fontes 2. Descrição Quantidade Equipamento

Leia mais

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes.

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes. SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO Características Técnicas: 1.1 Deverá ser ofertada Solução de Storage com capacidade mínima de 100 TB (cem Terabyte) líquido, sendo 80TB (oitenta Terabytes)

Leia mais

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento - CP Eletrônica S.A. Rua da Várzea 379 CEP: 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469

Leia mais

Keor t. trifásico ups 10 a 60 kva

Keor t. trifásico ups 10 a 60 kva Keor t trifásico ups 10 a Keor t UPS TRIFÁSICO KEOR T foi projetado com tecnologia avançada e com componentes de última geração, para garantir um ótimo desempenho, alta eficiência, alta disponibilidade

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA TTS IGBT TRIFÁSICO 10KVA À 200KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS

SISTEMAS DE ENERGIA TTS IGBT TRIFÁSICO 10KVA À 200KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS SISTEMAS DE ENERGIA TTS IGBT TRIFÁSICO 10KVA À 200KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS HDS SISTEMAS DE ENERGIA ANTECIPANDO SOLUÇÕES, GERANDO RESULTADOS A HDS Sistemas de Energia está

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ESTUDO TÉCNICO PRELIMINAR DA CONTRATAÇÃO 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Aquisição de equipamentos para infraestrutura de redes de todo o IFRO 2. DEFINIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Informações A linha de nobreaks Classic-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

Tecnologia Inversor: Freqüência de saída Capacidade de sobrecarga: Fusíveis de Proteção: Proteção da Bateria:

Tecnologia Inversor: Freqüência de saída Capacidade de sobrecarga: Fusíveis de Proteção: Proteção da Bateria: Sistema de proteção e fornecimento de energia elétrica ininterrupto, com tempo limitado a capacidade das baterias, autonomia de 10 (dez) minutos em plena carga, capacidade de 30KVA, 24.000W, entrada e

Leia mais

PREGÃO N o 008/2013 PROPOSTA COMERCIAL

PREGÃO N o 008/2013 PROPOSTA COMERCIAL PREGÃO N o 008/2013 PROPOSTA COMERCIAL Empresa: Vixplus Informática Ltda ME Ao PREGÃO nº 008/2013. Prezados Senhores: Pela presente formulamos Proposta Comercial para fornecimento de equipamentos e softwares

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE Aquisição de Solução de Criptografia para Backbone da Rede da Dataprev ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE 1.1 Cada appliance deverá ser instalado em rack de 19 (dezenove) polegadas

Leia mais

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva 1. Características gerais 1.1. Sistema de alimentação ininterrupta trifásico, especificado para no mínimo 160 kva, na configuração SINGELO, contendo banco

Leia mais

Aula 5 Infraestrutura Elétrica

Aula 5 Infraestrutura Elétrica Aula 5 Infraestrutura Elétrica Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Ruído Elétrico Os problemas de energia elétrica são as maiores causas de defeitos no hardware das redes de computadores e conseqüente

Leia mais

Nobreak. 3,2 a 20 kva PERFIL PROTEÇÕES. senoidal on-line - dupla convers o

Nobreak. 3,2 a 20 kva PERFIL PROTEÇÕES. senoidal on-line - dupla convers o Nobreak senoidal on-line - dupla convers o modelos isolados e n o isolados com PFC opcional 3,2 a 20 kva Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas PERFIL O nobreak inteligente

Leia mais

Perfil. Proteções. Nobreak Senoidal On-line Trifásico - Dupla Conversão. 10 a 100 kva

Perfil. Proteções. Nobreak Senoidal On-line Trifásico - Dupla Conversão. 10 a 100 kva 10 a 100 kva Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas de 10 a 50KVA de 60 a 100KVA Perfil Nobreak Senoidal On-line Trifásico - Dupla Conversão A linha de nobreaks SMS Sinus Triphases

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 1KVA - 2KVA -3KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS

SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 1KVA - 2KVA -3KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS SISTEMAS DE ENERGIA HDS LM FP 0.8 DUPLA CONVERSÃO 1KVA - 2KVA -3KVA UPS MANUTENÇÃO RETIFICADORES UPS INDUSTRIAL BATERIAS HDS SISTEMAS DE ENERGIA ANTECIPANDO SOLUÇÕES, GERANDO RESULTADOS A HDS Sistemas

Leia mais

CONTROLADOR CONDAR MP3000.

CONTROLADOR CONDAR MP3000. CONTROLADOR CONDAR MP3000. O equipamento CONDAR MP3000 é um Controlador Eletrônico Microprocessado desenvolvido especificamente para automação de até três Condicionadores de Ar instalados em um mesmo ambiente

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12 TERMO DE REFERÊNCIA I DEFINIÇÃO DO OBJETO O presente Projeto Básico tem por objeto a aquisição de equipamentos para implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 Switch

Leia mais

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Administração de CPD Internet Data Center

Administração de CPD Internet Data Center Administração de CPD Internet Data Center Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados a um dos principais tipos

Leia mais

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO O MUNICÍPIO DE MARINGÁ informa aos interessados em participar do procedimento licitatório denominado PROCESSO nº. 2310/14-PMM, cujo objeto é o REGISTRO DE PREÇOS para futuras

Leia mais

ATA DA CONSULTA PÚBLICA N

ATA DA CONSULTA PÚBLICA N ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 07/2014 (PERGUNTAS E RESPOSTAS) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DOS SEGUINTES EQUIPAMENTOS: ITEM I SERVIDORES DE MISSÃO CRÍTICA, ITEM II

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 1 DO OBJETO 1.1 - Fornecimento de solução avançada de backup desduplicado, com serviços de assistência técnica e capacitação, visando a integração

Leia mais

1. Descrição do Produto

1. Descrição do Produto 1. Descrição do Produto Os repetidores óticos FOCOS/PROFIBUS AL-2431 e AL-2432 destinam-se a interligação de quaisquer dispositivos PROFIBUS, assegurando altíssima imunidade a ruídos através do uso de

Leia mais

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade Energia CA Para a Continuidade da Operação Crítica Liebert GXT3, UPS de 6kVA e 10kVA: Muita Proteção,

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN LOTE 01 DESCRIÇÃO ITEM 1 Gabinete expansão 3576E9U para Tape

Leia mais

energia de forma simples

energia de forma simples energia de forma simples www,fgwilson,com LINHA DE 8,5 A 290 KVA Desempenho I Durabilidade I Manutenção A vida moderna é complicada, mas garantir o fornecimento de energia para seu negócio pode ser algo

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 26430 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC.S.PERNAMBUCANO 158149 - INST.FED.EDUC.CIENC.E TEC.SERTãO PERNAMBUCANO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - EQUIPAMENTO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS E QUALIDADE DE VIDA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS E QUALIDADE DE VIDA ESCOPO PRÉ-PROJETO Para implantação do Sistema de Segurança Eletrônica para o Laboratório de Engenharia Biomédica da UFPE 1. APRESENTAÇÃO 1.1. Este documento tem por finalidade servir de orientação para

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

1 de 6 25/08/2015 10:22

1 de 6 25/08/2015 10:22 1 de 6 25/08/2015 10:22 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano Termo de Adjudicação

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 1 Ambiente de Data Center Os serviços de comunicação em banda larga estão mais

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

Especificações Técnicas e Funcionais

Especificações Técnicas e Funcionais Introdução Especificações Técnicas e Funcionais A presente Especificação, elaborada pela São Paulo Transporte S.A. SPTrans, tem como objetivo estabelecer os requisitos técnicos, operacionais e funcionais

Leia mais

REDE DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE FIBRA ÓPTICA REDE DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Emendas ópticas... 3 3. Interfaces ópticas... 4 4. Distribuidor geral óptico... 5 5. Cordões Ópticos... 5 6. Práticas

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK

SINUS DOUBLE II BLACK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Rua da Várzea 379 CEP 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469 engenharia@cp.com.br 1.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME

ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME - ARQUIVO 828 -M-AL1.doc Pagina 1 1. GENERALIDADES - Os serviços obedecerão as presentes especificações, a relação de

Leia mais

De: Luis Alberto Katz Data: Janeiro 17 2007 Número: PA1906

De: Luis Alberto Katz Data: Janeiro 17 2007 Número: PA1906 ANÚNCIO DE PRODUTO De: Luis Alberto Katz Data: Janeiro 17 2007 Número: PA1906 Fluke 345 Alicate de medição de qualidade de energia Apresentamos o alicate de medição de qualidade de energia mais avançado

Leia mais

Manual de instalação e operação

Manual de instalação e operação Manual de instalação e operação Central de alarme de incêndio endereçável INC 2000 Central de alarme de incêndio INC 2000 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul.

Leia mais

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES Prezado cliente, índice Bem-vindo à GVT. Agora sua empresa conta com soluções inovadoras de voz, dados e Internet com o melhor custo-benefício. Para garantir a qualidade dos serviços e aproveitar todos

Leia mais

Prazo de Garantia dos produtos: 5 anos.

Prazo de Garantia dos produtos: 5 anos. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA Edital de Licitação n.º 051/2014 - PREGÃO ELETRÔNICO -SRP ATA de Registro de Preços 046/2014 ATA válida até 25/11/2015 Item

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário: 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 3 5. Medições

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 PROCESSO Nº 04300.003546/2014-01

Leia mais

DataFaz Catálogo 2014

DataFaz Catálogo 2014 DataFaz Catálogo 2014 DCIM Data Center Infrastructure Management Monitoramento e Gestão de Data Centers Sobre a Fazion A FAZION é dedicada a desenvolver soluções para integração completa de Data Centers,

Leia mais

Sistema de Detecção de Raios

Sistema de Detecção de Raios Tela do Sistema Apresentação Fig A O "Sistema de Detecção de Raios é um sistema de computador desenvolvido em conjunto com um sensor que mede o campo elétrico das descargas atmosféricas e tem a finalidade

Leia mais

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br CE CERTIFICADO EMPILHADEIRAS A transmissão 2-3 T possui estrutura avançada tipo flutuante, a única na China. Estruturas flutuantes são projetadas para reduzir a transmissão das vibrações ao chassis em

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Referente ao Edital de Tomada de Preços nº. 004/2012 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PÁGINA 1 DE 6 ITEM 01 SERVIDOR DE RACK COM AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS: INFORMAR OBRIGATORIAMENTE O FABRICANTE

Leia mais

PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS. 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos;

PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS. 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos; PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos; 1.1.2. Módulos de potência em formato rack 19, altura 3U; 1.1.3.

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

"TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS "TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS I - OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em serviços de Infraestrutura com manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalações, desinstalações,

Leia mais

DataFaz. Catálogo Técnico. Monitoramento e Gestão de Data Centers e Ambientes de Missão Crítica DCIM - Data Center Infrastructure Management

DataFaz. Catálogo Técnico. Monitoramento e Gestão de Data Centers e Ambientes de Missão Crítica DCIM - Data Center Infrastructure Management DataFaz Catálogo Técnico Monitoramento e Gestão de Data Centers e Ambientes de Missão Crítica DCIM - Data Center Infrastructure Management Nome 01 Nome 02 Nome 03 LIGA LIGA Nome 04 Nome 05 Nome 06 HubFaz

Leia mais

Sistema de Detecção de Raios

Sistema de Detecção de Raios Tela do Sistema Apresentação Fig A O "Sistema de Detecção de Raios é um sistema de computador desenvolvido em conjunto com um sensor que mede o campo elétrico das descargas atmosféricas e tem a finalidade

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES, QUANTITATIVOS E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES, QUANTITATIVOS E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ANEXO II ESPECIFICAÇÕES, QUANTITATIVOS E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1. FINALIDADE 1.1. As informações contidas neste Anexo descrevem os requisitos gerais, especificações, quantitativos e características

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de Data Center e hospedagem de web sites (hosting) em servidores dedicados e gerenciados, disponibilizada

Leia mais

Apresentação. Quem Somos

Apresentação. Quem Somos Apresentação Quem Somos A F3 Soluções é uma organização de origem brasileira, de negócios diversificados, com atuação e padrão de qualidade globais e certificações de reconhecimento nas áreas especificas

Leia mais

redes, infraestrutura e telecom

redes, infraestrutura e telecom redes, infraestrutura e telecom Integração de soluções, projetos, implementação e manutenção de redes, infraestrutura de TI e telecom para empresas de grande e médio portes. SERVIÇOS redes, infraestrutura

Leia mais

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Modelos: MPS 10.000 DC TT, MPS15.000 DC Tti e MPS20.000DC Potência: 10 KVA, 15 KVA e 20 KVA respectivamente. 1. Características

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO CENTRAIS DE ALARMES O presente memorial tem por objetivo descrever as instalações do sistema de proteção

Leia mais

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/169 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE ARMAZENAMENTO EXTERNO - STORAGE E TAPE LIBRARY. Ref.: Esclarecimentos A unidade de Tape Library será instalada em servidor dedicado a

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens:

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: Módulo de expansão para sistema de armazenamento em disco

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA 1. INSTALAÇÃO E INFRAESTRUTURA A Central de alarme e detecção de incêndio Safira exige cuidados importantes na hora

Leia mais

No item 2.10 é mencionada a ferramenta de controle de acesso. Qual o nível de integração requerido e quais os métodos disponíveis nesta ferramenta?

No item 2.10 é mencionada a ferramenta de controle de acesso. Qual o nível de integração requerido e quais os métodos disponíveis nesta ferramenta? Perguntas: 1. 2. 3. Entendemos que o processo de mudança será realizado através do CMDB atual e que esta mudança deverá ser refletida na solução de DCIM. Além deste processo haverá alguma outra forma de

Leia mais

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i HIVERTER - Série NP201i Os Inversores Fotovoltaicos da Hitachi são do tipo Grid-Tied (GT Conectados à Rede) com controle reativo de potência e alta eficiência,

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 001 111586 Nobreak Senoidal de Dupla Conversão de no mínimo 3.0 KVa 1. Todos os equipamentos deverão ser novos de primeiro uso e estar na linha de produção atual do fabricante; 2. A garantia

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Termo de Referência Pág 1 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de Data Center e hospedagem de web sites (hosting) em servidores dedicados e gerenciados, por um

Leia mais

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos.

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos. 1 SMS. Soluções com um diferencial exclusivo: a experiência de um líder de mercado. A SMS é líder no segmento de equipamentos para proteção de energia. São mais de 18 milhões de equipamentos vendidos em

Leia mais

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s) Item: 0001 Descrição: NOBREAK 6KVA - CONFORME ANEXO 01 DO EDITAL Quantidade: 1 Unidade de Medida: Unidade

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s) Item: 0001 Descrição: NOBREAK 6KVA - CONFORME ANEXO 01 DO EDITAL Quantidade: 1 Unidade de Medida: Unidade PROPOSTA Pregão Órgão: Prefeitura Municipal de Palmas Número: 253/2012 Número do Processo: 2012023905 Unidade de Compra: Secretaria de Segurança, Trânsito e Transportes Proposta(s) Item: 0001 Descrição:

Leia mais

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GABINETE ALTURA - Rack Chassis Próprio - Ventiladores Internos Hot Plug Redundantes - Ventilação Adequada para a Refrigeração do Sistema Interno do Equipamento na sua Configuração

Leia mais

SOLUÇÕES COMPLETAS SOLUÇÕES COMPLETAS. em produtos e serviços de segurança eletrônica e telecomunicações

SOLUÇÕES COMPLETAS SOLUÇÕES COMPLETAS. em produtos e serviços de segurança eletrônica e telecomunicações SOLUÇÕES COMPLETAS em produtos e serviços de segurança eletrônica e telecomunicações SOLUÇÕES COMPLETAS em produtos e serviços de segurança eletrônica e telecomunicações CFTV IP CABEAMENTO ESTRUTURADO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

DCIM. Data Center Infrastructure Management

DCIM. Data Center Infrastructure Management DCIM Data Center Infrastructure Management Catálogo 2015 Desde o início da década de 90, a SPECTO vem desenvolvendo e fornecendo Soluções Tecnológicas de Hardware, Software e Serviços que objetivam atender

Leia mais

Fornecimento e Instalação de um Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em regime de trabalho de emergência.

Fornecimento e Instalação de um Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em regime de trabalho de emergência. 1 OBJETIVO Descrição / Especificação Técnica Fornecimento e instalação de 01 (um) Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em 1.1 regime de trabalho de emergência, tensão de saída do gerador 127/220

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 4 5. Medições

Leia mais

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS Análise de Circuitos Contatores/Relés Aula 02 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Sobrecarga

Leia mais

Soluções em energia segura

Soluções em energia segura CP agora é Soluções em energia segura Catálogo de Produtos 2013 Catálogo de Produtos 2013 / A empresa Soluções // Catálogo de Produtos 2013 > CP agora é Schneider Electric > Por que escolher Schneider

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CHAVE ESTÁTICA MONOFÁSICA 2 A 6 KVA

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CHAVE ESTÁTICA MONOFÁSICA 2 A 6 KVA MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CHAVE ESTÁTICA MONOFÁSICA 2 A 6 KVA ÍNDICE Introdução 01 Principais aplicações 01 Características técnicas 02 Descrição de funcionamento 03 Instalação 04 Armazenamento 05 Assistência

Leia mais

POWERTRANS ELETRÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação POWERBLOCK MASTER MONOFÁSICO

POWERTRANS ELETRÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação POWERBLOCK MASTER MONOFÁSICO POWERTRANS Eletrônica Industrial Ltda. Rua Ribeiro do Amaral, 83 Ipiranga SP - Fone/Fax: (11) 2063-9001 E-mail: powertrans@powertrans.com.br Site: www.powertrans.com.br Manual Técnico de Instalação e Operação

Leia mais

Este tutorial apresenta os componentes principais e critérios de projeto da infra-estrutura de um Internet Data Center (IDC).

Este tutorial apresenta os componentes principais e critérios de projeto da infra-estrutura de um Internet Data Center (IDC). Infra-estrutura de Internet Data Center (IDC) Este tutorial apresenta os componentes principais e critérios de projeto da infra-estrutura de um Internet Data Center (IDC). Pollette Brancato Diretora de

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Informações Gerais A linha de nobreaks TOP-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais