TAF Indústria de Plásticos Linha de produtos 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TAF Indústria de Plásticos Linha de produtos 2013"

Transcrição

1 TAF Indústria de Plásticos Linha de produtos 2013 A TAF Indústria de Plásticos surgiu com a privatização das concessionárias elétricas brasileiras e com objetivo oferecer ao mercado soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica. Hoje a TAF possui produtos homologados em todo o BRASIL e em vários países da AMÉRICA DO SUL, É A TAF presente na medição de energia na AMÉRICA DO SUL.

2 LINHA DE PRODUTOS AGRUPAMENTO MEDIÇÃO DIRETA E INDIRETA MEDIÇÃO DISTRIBUIÇÃO E PROTEÇÃO QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO ACESSÓRIOS DISPOSITIVOS E SISTEMAS SANEAMENTO

3 CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR POLIFÁSICO CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ATÉ 250A COM DISJUNTOR DE SAÍDA APÓS A MEDIÇÃO CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ATÉ 250A COM DISJUNTOR DE SAÍDA ANTES DA MEDIÇÃO Dimensões externas: 520 x 780 x 186 mm Dimensões externas: 1560 X 1300 X 209 mm Dimensões externas: 1560 X 1560 X 209 mm CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR MONOFÁSICO CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ATÉ 250A COM DISJUNTOR DE SAÍDA ANTES DA MEDIÇÃO E PLUGIN PARA BARRAMENTO BLINDADO. CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ATÉ 250A COM DISJUNTOR DE SAÍDA APÓS A MEDIÇÃO E DISTRIBUIÇÃO COM BARRAMENTO ISOLADO COM SISTEMA DE CORTE Dimensões externas: 680 x 800 x 142 mm Dimensões externas: 1560 X 1300 X 209 mm Dimensões externas: 1820 X 2340 X 209 mm CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ACIMA DE 250A COM DISJUNTOR DE SAÍDA APÓS A MEDIÇÃO CONJUNTO DE MEDIÇÃO MODULAR COM PROTEÇÃO GERAL ACIMA DE 250A COM DISJUNTOR APÓS A MEDIÇÃO Dimensões externas: 1820 x 2980 x 210 mm Dimensões externas: 1560 x 1420 x 225 mm 2

4 OPÇÃO DE MEDIÇÃO DIRETA ATÉ 200A CONJUNTO DE MEDIÇÃO INDIRETA Confeccionado em policarbonato com proteção U.V. e antichama, o Conjunto de Medição Direta possui base em alumínio ou policarbonato para fixação de disjuntor e trilhos em alumínio para fixação do medidor. O produto permite a aplicação de lacre e parafuso de segurança. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor com orifício para aplicação de cadeado, protegendo o conjunto da ação de terceiros. Dimensões externas: 780 x 520 x 225 mm Confeccionado em poliéster com proteção U.V. e antichama, o Conjunto de Medição Indireta possui base em aço galvanizado para fixação de disjuntor de até 450A, trilhos em alumínio para fixação dos TC s, fixação do medidor e chave de aferição. O produto permite a aplicação de lacre e parafuso de segurança. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor com orifício para aplicação de cadeado, protegendo o cojunto da ação de terceiros. Dimensões externas: 1152 x 1336 x 235 mm CONJUNTO DE MEDIÇÃO DIRETA CONJUNTO DE MEDIÇÃO INDIRETA Dimensões externas: 520 x 520 x 206 mm Dimensões externas: 1722 x 570 x 258 mm 3

5 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N1 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N1 Dimensões externas: 308 x 204 x 125 mm CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N1 TAMPA BAIXA Dimensões externas: 308 x 204 x 125 mm A caixa para medidor monofásico CMD1 N1 TAF é confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama. O produto permite a aplicação de lacre e parafuso de segurança. Possui no fundo do corpo suportes para passagem de cinta metálica para fixação do conjunto em poste (opcional). A caixa possui pré-cortes para entrada de eletrodutos de ¾ e 1. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor com orifício para aplicação de cadeado, protegendo o mesmo da ação de terceiros. Para fixação do medidor, possui sistema de travessa regulável, que permite a utilização de diversos padrões do mesmo. CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N1 TAMPA BAIXA Dimensões externas: 308 x 204 x 125 mm Dimensões externas: 308 x 204 x 125 mm 4

6 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CM3 N1 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CM3 N1 COM CDJ1 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CM3 N1 COM CDJ3 Dimensões externas: 407 x 272 x 202 mm Dimensões externas: 580 x 272 x 202 mm Dimensões externas: 630 x 272 x 202 mm CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CM3 N2 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N2 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N2 Dimensões externas: 532 x 281 x 239 mm Dimensões externas: 337 x 204 x 141 mm Dimensões externas: 532 x 281 x 239 mm CAIXA PARA PROTEÇÃO GERAL CPG1-3 CAIXA PARA PROTEÇÃO GERAL CPG2-3 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N3 COM PROTEÇÃO ANTES DA MEDIÇÃO Dimensões externas: 328 x 282 x 165 mm Dimensões externas: 488 x 385 x 216 mm Dimensões externas: 328 x 282 x 165 mm 5

7 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N3 COM PROTEÇÃO APÓS A MEDIÇÃO CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N3 COM LEITURA PARA VIA PÚBLICA E PROTEÇÃO VOLTADA PARA O CLIENTE CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N3 COM PROTEÇÃO ANTES DA MEDIÇÃO Dimensões externas: 328 x 282 x 165 mm Dimensões externas: 328 x 282 x 165 mm Dimensões externas: 490 x 386 x 220 mm CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N3 COM PROTEÇÃO APÓS A MEDIÇÃO CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N3 COM LEITURA PARA VIA PÚBLICA E PROTEÇÃO VOLTADA PARA O CLIENTE CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CTP N4 Dimensões externas: 490 x 386 x 220 mm Dimensões externas: 490 x 386 x 220 mm Dimensões externas: 348 x 227 x 173 mm CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CTM N4 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N2 COM LENTE CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N2 COM LENTE Dimensões externas: 285 x 191 x 135 mm Dimensões externas: 337 x 204 x 240 mm Dimensões externas: 337 x 204 x 240 mm 6

8 CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N2 COM LENTE C/CDJ1 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA COM LENTE CM3 N2 COM CDJ3 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA COM LENTE CM3 N2 Dimensões externas: 337 x 204 x 240 mm Dimensões externas: 750 x 281 x 324 mm Dimensões externas: 532 x 281 x 324 mm CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA COM LENTE CMD3 N2 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CTP N4 COM LENTE CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N6 Dimensões externas: 532 x 281 x 324 mm Dimensões externas: 348 x 227 x 173 mm Dimensões externas: 330 x 204 x 125 mm CX. DE MED. MONOF. CMD1 N7 MEDIDOR ELETRONICO DISJ.C/ PROTEÇÃO APÓS A MEDIÇÃO CX. DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N7 MEDIDOR ELETRONICO DISJ. ANTES DA MEDIÇÃO CX. DE MEDIÇÃO MONOF. MEDIDOR ELETRONICO DISJ. CMD1 N7 DISJ. CENTRAL Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm 7

9 CX. DE MED. MONOFÁSICA CMD1 N7 MEDIDOR ELETROMECÂNICO COM PROTEÇÃO ANTES DA MEDIÇÃO CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N7 MEDIDOR ELETROMECÂNICO COM PROTEÇÃO APÓS A MEDIÇÃO Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CM1 N7 COM TRAVA Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm A caixa para medidor monofásico CMD1 N7 com proteção antes da medição TAF é confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama. A geometria funcional da peça permite um acoplamento perfeito em caso de montagem de painéis de medição monofásicos, facilitando a confecção de quadros para agrupamento. O produto permite a aplicação de lacre e parafuso de segurança. Possui pré-cortes nas faces externas para entrada de eletrodutos de ¾ e 1, além de pré-corte inferior de ½ para aterramento. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor DIN/NEMA com orifício para aplicação de cadeado. Para fixação do medidor, possui sistema de travessa regulável, permitindo a utilização de diversos padrões do mesmo. Possui no fundo do corpo suportes para passagem de cinta metálica para fixação do conjunto em poste (opcional). CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD1 N7 MEDIDOR ELETRONICO Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm Dimensões externas: 340 x 200 x 118 mm 8

10 CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N6 COM PROTEÇÃO ANTES DA MEDIÇÃO CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N6 COM DIVISÓRIA Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm CAIXA DE MEDIÇÃO MONOFÁSICA CMD3 N6 COM LEITURA PARA VIA PÚBLICA E PROTEÇÃO VOLTADA PARA O CLIENTE Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm A caixa para medidor polifásico CMD3 N6 com proteção antes da medição TAF é confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama. A geometria funcional da peça permite um acoplamento perfeito em caso de montagem de painéis de medição polifásicos, facilitando a confecção de quadros para agrupamento. O produto permite a aplicação de lacre e parafuso de segurança. Possui pré-cortes nas faces externas para entrada de eletrodutos, além de pré-corte inferior para aterramento. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor DIN/NEMA com orifício para aplicação de cadeado ou tampinha com divisória, permitindo que o cliente faça a troca do dispositivo de proteção, sem a possibilidade de acesso ao compartimento da medição. Para fixação do medidor, possui sistema de travessa regulável, permitindo a utilização de diversos padrões do mesmo. Possui no fundo do corpo suportes para passagem de cinta metálica para fixação do conjunto em poste (opcional). CAIXA DE MEDIÇÃO POLIFÁSICA CMD3 N6 COM PROTEÇÃO APÓS A MEDIÇÃO Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm 9

11 CB100 CB200 Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm CAIXA GN Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm A caixa para barramentos CB100 TAF é confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama. A geometria funcional da peça permite um acoplamento perfeito em caso de montagem de painéis de medição polifásica. A tampa possui janela de acesso ao disjuntor com orifício para aplicação de cadeado, sem a possibilidade de acesso a energia não medida. Possui barramento para ligações trifásica e monofásica diretamente no fundo da caixa.. A base de fixação do dispositivo de proteção atende disjuntores DIN/NEMA gerais de no máximo 100A. O produto suporta agrupamentos de até três medidores trifásicos ou seis monofásicos. CAIXA BEP/DPS Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm Dimensões externas: 520 x 260 x 186 mm 10

12 CENTRO PARA 12/16 DISJUNTORES CENTRO PARA 1 DISJUNTOR Dimensões externas: 143 x 55 x 70 mm CENTRO PARA 3/4 DISJUNTORES Caixa destinada à instalação de até 16 disjuntores monopolares DIN ou 12 disjuntores monopolares NEMA. O produto inclui base de engate rápido através de trilho padrão DIN, além de possuir pré-cortes para entrada de eletrodutos de ¾ e 1. Dimensões externas: 240 x 320 x 90 mm Dimensões externas: 165 x 170 x 90 mm CX P/ DISJ. + TOMADA 20A SOBREPOR CX P/ DISJ. + TOMADA 20A EMBUTIR CENTRO PARA 6/8 DISJUNTORES Dimensões externas: 126 x 143 x 71 mm Dimensões externas: 126 x 143 x 71mm Dimensões externas: 240 x 190 x 90 mm 11

13 ABRAÇADEIRA REGULÁVEL SUPORTE PARA POSTE REDONDO SUPORTE PARA CINTA PARAFUSO DA ARMAÇÃO CX INSPEÇÃO N1 Dimensões externas: 247 x 26 x 152 mm ARMAÇÃO SECUNDÁRIA Dimensões externas: 60 x 100 x 24 mm CX INSPEÇÃO N2 Dimensões externas: Ø200 x 232 mm DISPOSITIVO DE VENTILAÇÃO DISPOSITIVO PARA ACESSO E ACONDICIONAMENTO DE DISJUNTORES Dimensões externas: Ø300mm x 400 mm 12

14 CAIXA PARA TC CAIXA PARA DISPLAY TIPO 1 Dimensões externas: 150 x 109 x 45 mm CAIXA PARA DISPLAY TIPO 2 Confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama, a caixa para TC foi desenvolvida para atender a necessidade de proteger os transformadores de forma compacta e funcional. Possui sistema de encaixe entre corpo e tampa em toda sua extensão, e na face externa a identificação de LINHA e CARGA. A caixa possui abas integradas de encaixe para fixação do produto em parede ou suporte, além de orifícios para aplicação de lacre de segurança. Dimensões externas: 461 x 140 x 131 mm CAIXA PARA DISJUNTOR CDJ3 COM PLACA E SEM PLACA Dimensões externas: 150 x 109 x 73 mm CAIXA PARA DISJUNTOR CDJ1 Caixa para disjuntor CDJ3 para disjuntor até 100A permitindo uma placa opcional para instalação de disjuntor até 150A. A caixa é confeccionada em policarbonato com proteção U.V. e antichama. Possui base de engate rápido para disjuntores norma DIN ou NEMA. Possui pré-cortes na tampa que alojam até três disjuntores monopolares de padrões variados ou um disjuntor tripolar até 100A. Nas faces externas do corpo encontram-se pré-cortes de Ø54/61mm para entrada e saída de cabos e Ø21mm para aterramento. Dimensões externas: 195 x 290 x 140 mm Dimensões externas: 146 x 202 x 109 mm 13

15 CX LIGAÇÃO PROVISÓRIA CX DE PASSAGEM UNIÃO Dimensões externas: 330 x 236 x 114 mm Dimensões externas: 167 x 263 x 123 mm Dimensões: 1, 1.1/2 e 2 COTOVELO 1.1/2 COM REDUTOR P/ MANGUEIRA CORRUGADA COTOVELO 1.1/2 PLACA DE FIXAÇÃO DO MEDIDOR Dimensões: 79 x 66 x 57 mm Dimensões : 79 x 66 x 57 mm TRAVESSA DE FIXAÇÃO DO MEDIDOR TRAVA DE SEGURANÇA (DISPOSITIVO DE BLINDAGEM) 14

16 CX HIDRÔMETRO SISTEMA DE VENTILAÇÃO INTEGRADO SISTEMA DE CORTE A caixa para hidrômetro TAF é confeccionada em polipropileno (corpo) e policarbonato (tampa e moldura) com estabilizante U.V., protegendo o conteúdo da incidência dos raios solares, e alta resistência ao impacto. Possui duas opções de acesso, lateral e inferior. A tampa permite a instalação de lacre, impossibilitando a abertura do conjunto sem que haja o rompimento do mesmo. Possibilidade de gravação sequencial. Dimensões: 305 x 440 x 132 mm 15

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica.

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. LINHA DE PRODUTOS MISSÃO Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. VISÃO Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia elétrica

Leia mais

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO CSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBATO INDIVIDUAL E COLETIVO 1. OBJETIVO Padronizar entrada da unidade consumidora com a caixa tipo modular, fabricado em policarbonato e tampa transparente, para medição

Leia mais

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO CSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBATO INDIVIDUAL E COLETIVO 1. OBJETIVO Padronizar entrada da unidade consumidora com a caixa tipo modular, fabricado em policarbonato e tampa transparente, para medição

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011 Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01-18/10/2011 18/10/2011 ELABORAÇÃO Marcelo Poltronieri SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 3 3. OBJETIVO...

Leia mais

S I G A E S S A E N E RG I A

S I G A E S S A E N E RG I A LINHA DE PRODUTOS 2016 S I G A E S S A E N E RG I A CONHEÇA A TAF MISSÃO Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. VISÃO Ser referência de qualidade

Leia mais

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Linha de Saneamento. Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica.

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Linha de Saneamento. Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. LINHA DE SANEAMENTO 2015 MISSÃO Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. VISÃO Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia

Leia mais

Quadros de distribuição

Quadros de distribuição Produtos e sistemas [ DISTRIBUIÇÃO ] Quadros de distribuição A Cemar Legrand, maior fabricante de quadros de distribuição do Brasil apresenta uma oferta completa de quadros que ampliam a liberdade de escolha

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DISTRIBUIÇÃO

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DISTRIBUIÇÃO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DISTRIBUIÇÃO CAIXAS PARA EQUIPAMENTOS DE MEDIÇÃO E PROTEÇÃO DE UNIDADES CONSUMIDORAS INDIVIDUAIS OU AGRUPADAS EMISSÃO: JANEIRO /02 REVISÃO: MARÇO /06 FOLHA : 1 / 23 A P R E S E N

Leia mais

Caixas Plásticas, Quadros e Acessórios

Caixas Plásticas, Quadros e Acessórios Caixas Plásticas, Quadros e Acessórios Caixas Plásticas Fabricadas em plástico de engenharia Na cor cinza claro Grau de Externa Interna Proteção 3050 85 x 85 x 65 80 x 80 x 60 IP 42 3020 123 x 85 x 65

Leia mais

LINHA DE PRODUTOS 2015

LINHA DE PRODUTOS 2015 LINHA DE PRODUTOS 2015 MISSÃO Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. VISÃO Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia

Leia mais

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia.

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Fabricado no Brasil SIMBOX XF Quadros de distribuição de energia A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Design Segurança Fácil instalação www.siemens.com.br/simboxxf SIMBOX XF Por fora muito

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1 a 6 1. OBJETIVO Definir as especificações necessárias para instalação de padrão de entrada em baixa tensão para atendimento a núcleos habitacionais. 2. APLICAÇÃO Instalação de padrão de entrada em tensão

Leia mais

Quadros de distribuição de energia. Qualidade e Segurança em Painéis Elétricos

Quadros de distribuição de energia. Qualidade e Segurança em Painéis Elétricos Quadros de distribuição de energia Qualidade e Segurança em Painéis Elétricos unidades de distribuição portáteis A Strahl oferece soluções completas em materiais elétricos para a construção civil. Assim

Leia mais

Padrão de Entrada COELBA. Padrão de Entrada Monofásico

Padrão de Entrada COELBA. Padrão de Entrada Monofásico Padrão de Entrada COELBA Informações do site www.coelba.com.br Padrão de Entrada é o conjunto de instalações composto de caixa de medição, sistema de aterramento, condutores e outros acessórios indispensáveis

Leia mais

CAIXAS PARA PROTEÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO

CAIXAS PARA PROTEÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO CAIXAS PARA PROTEÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO CAIXA PARA PROTEÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO IP40 CAIXA PARA PROTEÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO EMBUTIR Medidas Capacidade Código A B C D E BRN3 BRN6 BRN8 BRN12 3 disj. NEMA 6 disj. NEMA

Leia mais

Linha para Piso Elevado

Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Calha para piso elevado... 53 Derivações... Caixa para piso elevado... 54 Metálico... 54 Nylon... 56 Latão... 58 54 Sistemas para

Leia mais

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS NORMA TÉCNICA NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo padronizar, especificar e fixar os critérios e as exigências técnicas mínimas relativas à fabricação e o recebimento

Leia mais

Seus produtos estão distribuídos em duas linhas de atuação:

Seus produtos estão distribuídos em duas linhas de atuação: A Polar está localizada em Joinville (SC), um dos principais polos industriais do país. Sempre atenta aos movimentos do mercado e às necessidades de seus clientes, a Polar busca constantemente soluções

Leia mais

Principais alterações:

Principais alterações: 2 Principais alterações: Quantidade de medições De 1 a 2 medições no mesmo terreno Norma Norma número 13 Fornecimento em Tensão Secundária de Distribuição De 3 a 12 medições Unidade consumidora pertencente

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo DESENHO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01-11/10/2012/2012 11/10/2012 APROVADO POR Edson Hideki Takauti DTES-BD 1. RESUMO Este documento padroniza as caixas

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01 20/10/2012/2012 20/10/2012 APROVADO POR Edson Hideki Takauti SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 3

Leia mais

Padrão de Medição à Distância

Padrão de Medição à Distância Audiência Pública N.º 001/ 2003 Padrão de Medição à Distância Sugestões: Vicentino s do Brasil ÍNDICE Pág. 3 - Apresentação Pág. 4 - Padrão de Medição à Distância Pág. 5/6 - Especificação Técnica Pág.

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo V

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo V 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores polifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para a calçada atendidos em tensão secundária de distribuição das

Leia mais

MAIOR FLEXIBILIDADE NA HORA DA INSTALAÇÃO CEMARPLAST II - DIN PARAFUSOS DE FIXACÃO, COM REGULAGEM DA PROFUNDIDADE DO CHASSI

MAIOR FLEXIBILIDADE NA HORA DA INSTALAÇÃO CEMARPLAST II - DIN PARAFUSOS DE FIXACÃO, COM REGULAGEM DA PROFUNDIDADE DO CHASSI MAIOR FLEXIBILIDADE NA HORA DA INSTALAÇÃO CEMARPLAST II - DIN PARAFUSOS DE FIXACÃO, COM REGULAGEM DA PROFUNDIDADE DO CHASSI DISTÂNCIA DE 150MM ENTRE OS TRILHOS SUPORTES PARA BARRAS DE NEUTRO E TERRA CEMARPLAST

Leia mais

Quadros de distribuição de energia elétrica

Quadros de distribuição de energia elétrica Catálogo Técnico Quadros de distribuição de energia elétrica de embutir de sobrepor 206-01/2009-0 Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Luxury ÍNDICE Características técnicas...2 Acessórios...4

Leia mais

Realizar novas ligações. Executa ligação BT. HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior

Realizar novas ligações. Executa ligação BT. HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior Fornecimento de Energia Elétrica a Edificações de Múltiplas Unidades Consumidoras do Programa Minha Casa Minha Vida com Telemedição Processo Atividade Realizar novas ligações Executa ligação BT Código

Leia mais

PADRÃO DE ENTRADA DE INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO

PADRÃO DE ENTRADA DE INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO PADRÃO DE ENTRADA DE E N E R G I A E L É T R I C A E M INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO www.celesc.com.br PADRÃO DE ENTRADA DE E N E R G I A E L É T R I C A E M INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL

Leia mais

ELÉTRICA. Linha ELÉTRICA

ELÉTRICA. Linha ELÉTRICA 109 109 Linha A linha elétrica da Astra não para de crescer e já é reconhecida como a mais completa fornecedora de soluções para caixas elétricas, atendendo a diferentes soluções construtivas, com produtos

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NDU-010 VERSÃO 3.1 JUNHO/2013 SUMÁRIO Item Descrição Classe Desenho 1. Haste de Aço-Cobre para Aterramento...

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$ ANEXO 2 Planilha Orçamentária Estimativa de Quantitativos e Preços Máximos Global e Unitários LOTE ÚNICO ESPECIFICAÇÃO DO ITEM Qtde. Unitário R$ Total R$ 01 02 03 04 05 CHAVE NIVEL TIPO BOIA,ATUACAO: ALARME

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo DESENHO TÉCNICO CIXS DE MEDIÇÃO METÁLICS VERSÃO Nº T Nº PROVÇÃO DT DT D VIGÊNCI 01-11/10/2012/2012 11/10/2012 ELORDO POR PROVDO POR Engenharia e Sistemas Técnicos DTES-D Edson

Leia mais

POSTE DE CONCRETO PARA APLICAÇÃO EM ENTRADAS DE SERVIÇO

POSTE DE CONCRETO PARA APLICAÇÃO EM ENTRADAS DE SERVIÇO Exigências Mínimas 1 Objetivo Estabelecer as condições mínimas para construção de postes de concreto armado ou concreto protendido, destinados à utilização em entradas de serviço de unidades consumidoras,

Leia mais

holec System T-60 Sistema de barramento a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o

holec System T-60 Sistema de barramento a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o 1 Suporte de barramento tripolar T 610 630 A Suporte de barramento para barra de Neutro T 611 Características técnicas O foi projetado para permitir

Leia mais

Planilha Estimativa de Orçamento

Planilha Estimativa de Orçamento Item 1. INFRAESTRUTURA COMUM Planilha Estimativa de Orçamento Descrição do Material Qtde. Unid. 1. 1. ELETRODUTOS/PERFILADOS/ELETROCALHAS/CANALETAS 1. 1. 1. SEAL TUBE.1 ELETRODUTO FLEXIVEL DE ACO ZINCADO

Leia mais

Quadros de Distribuição. A opção em Qualidade, Design e Proteção Alta Tecnologia

Quadros de Distribuição. A opção em Qualidade, Design e Proteção Alta Tecnologia A opção em Qualidade, Design e Proteção Alta Tecnologia O Quadro de Distribuição de Embutir FAME é a opção em qualidade, design e proteção que o mercado consumidor necessita. Fabricado com a mais alta

Leia mais

NORMA TÉCNICA NTC 010

NORMA TÉCNICA NTC 010 COMPANHIA CAMPOLARGUENSE DE ENERGIA COCEL NORMA TÉCNICA 010 CAIXA PARA EQUIPAMENTOS DE MEDIÇÃO E DE DISTRIBUIÇÃO CENTRO DE MEDIÇÃO MODULADO Divisão de Medição e Fiscalização Emissão: 2015 Versão: 01/2015

Leia mais

5. Instalações de chegada

5. Instalações de chegada 5. Instalações de chegada As instalações de chegada, adiante designadas também por ramais ou simplesmente chegadas, correspondem ao troço de rede eletrifica entre a rede de distribuição de BT e o sistema

Leia mais

. Caixa para medidor polifásico, chave de aferição, transformadores de corrente e disjuntor (CM-3) Desenho 7

. Caixa para medidor polifásico, chave de aferição, transformadores de corrente e disjuntor (CM-3) Desenho 7 2 1 - OBJETIVO 1.1 - Esta Especificação fixa os critérios e as exigências técnicas mínimas relativos à aprovação de modelo, fabricação e ao recebimen;o de Caixas para instalação de medidores de energia

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC

SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC Especificação para implantação de infra-estrutura Diretoria de Redes Gerência de Engenharia da Distribuição Coordenação de Engenharia SISTEMA DE MEDIÇÃO E

Leia mais

Canaletas PVC Sistema X & Acessórios

Canaletas PVC Sistema X & Acessórios Centro de Suporte Técnico 0800-11 11-8008 servmercado@piallegrand.com.br Canaletas PVC Sistema X & Acessórios (s): 30801/02, 30060/61/62, 30024/46, 313/08, 29900, 30400, 30404/05, 30993/94, 307, 33606/46,

Leia mais

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE 1. Localização e montagem... 2 1.1. Equipamento de contagem... 2 1.2. Dispositivos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO MATERIAL CÂMARA TRANSFORMADORA Unid. Quant. V. unit.r$ V. TotalR$ Placa de

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. CAIXA DE MEDIÇÃO EM 34, kv 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 49

COMUNICADO TÉCNICO Nº 49 Página 1 de 13 COMUNICADO TÉCNICO Nº 49 PADRÃO DE ENTRADA INDIVIDUAL ECONÔMICO COM POSTE DE AÇO E CAIXA DE POLICARBONATO TIPO PP Diretoria de Engenharia e Serviços Gerência de Engenharia da Distribuição

Leia mais

Soluções para escritórios tehalit.office

Soluções para escritórios tehalit.office Soluções para escritórios tehalit.office A oferta tehalit.office foi concebida para dar resposta à maioria dos problemas de distribuição, de correntes fortes e fracas, na alimentação aos postos de trabalho.

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE ENTRADA CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO SOLAR DAS LARANJEIRAS

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE ENTRADA CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO SOLAR DAS LARANJEIRAS LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE ENTRADA DO CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO SOLAR DAS LARANJEIRAS 1 INDICE 1 OBJETIVO 2 NORMAS APLICÁVEIS 3 GENERALIDADES 4 METODOLOGIA 5 MEDIÇÕES DE GRANDEZAS

Leia mais

Anexo I - Planilha de Proposta de Preço

Anexo I - Planilha de Proposta de Preço 1 ABRACADEIRA COPO DE 1. 1/4 C/ PARAFUSO E BUCHA 2 ABRACADEIRA COPO DE 1/2 C/ PARAFUSO E BUCHA 3 ABRACADEIRA DE COPO 1" C/ PARAFUSO E BUCHA 4 ABRAÇADEIRA EM NYLON 10CM P/ORGANIZAR FIAÇÃO CX CX C/100 5

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Teto Teto vazado e pergolado em travessas Z500 de alumínio anodizado

MEMORIAL DESCRITIVO. Teto Teto vazado e pergolado em travessas Z500 de alumínio anodizado Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO Trata o presente memorial descritivo da locação de estruturas provisórias e estruturas personalizadas para a montagem da 14ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, conforme

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO OBRA: SUBESTAÇÃO 500KVA PROPRIETÁRIO: TRT TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO 12ºREGIÃO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. EMERSON CESAR PADOIN PADOIN ENGENHARIA E PROJETOS LTDA MEMORIAL

Leia mais

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras Dobradiça Furação para passagem de cabo de Ø21 mm ( 12x ) Vista Inferior Item 1 e 2 Adaptador para parafuso A.A. Fixação dos trilhos através de parafuso e porca ( possibilitando regulagem ) Trilho de fixação

Leia mais

DEFINIÇÕES. Entrada de energia. Entrada de serviço

DEFINIÇÕES. Entrada de energia. Entrada de serviço 1 Entrada de energia DEFINIÇÕES Instalação de responsabilidade do consumidor, compreendendo ramal de entrada, poste particular ou pontalete, caixas, dispositivos de proteção, eletrodo de aterramento e

Leia mais

CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO.

CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO. CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO. Ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Senac - Administração

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA A AGRUPAMENTOS OU EDIFICAÇÃO

Leia mais

PERFORT SISTEMAS DE BANDEJAMENTO

PERFORT SISTEMAS DE BANDEJAMENTO PERFORT 1 SISTEMAS DE BANDEJAMENTO Sistemas para piso elevado A Mopa desenvolveu diversos modelos de caixas para acomodação dos pontos de ligação dos aparelhos (tomadas). Estas caixas tem características

Leia mais

CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO

CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO Categoria e Atribuições Executar a montagem de painéis e quadro de distribuição, caixas de fusíveis e outros instrumentos de comandos, encaixando e ajustando as peças

Leia mais

No DATA DISCRIMINAÇÃO DA REVISÃO REVISOR APROVAÇÃO

No DATA DISCRIMINAÇÃO DA REVISÃO REVISOR APROVAÇÃO PADRÃO DE MEDIÇÃO INDIVIDUAL DE CLIENTES EM BAIXA TENSÃO Diretoria Técnica Gerência de Planejamento e Egenharia Processo de Engenharia e Obras 3$'5 2'(0(',d 2,1',9,'8$/'(&/,(17(6 (0%$,;$7(16 2 No DATA

Leia mais

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin Dutos de Piso... 27 Modelos... 27 Caixas de passagem... 31 Caixas de tomada... 35 Derivações... 39 Tomadas de piso - Latão/Cromado/Nylon... 42 Espelho para pisos... 43 Caixa de alumínio... 44 Distribuição

Leia mais

Bastidores para fibra óptica

Bastidores para fibra óptica Apresentação A gama de armários para fibra óptica Olirack foi concebida para a instalação, protecção e isolamento de terminadores e repartidores ópticos. A fibra óptica é um filamento feito de vidro ou

Leia mais

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras APRESENTAÇÃO As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras em unidades móveis de máquinas e equipamentos. Protegem cabos e mangueiras contra abrasão,

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO ENERGISA INDIVIDUAL E AGRUPADA

SISTEMA DE MEDIÇÃO ENERGISA INDIVIDUAL E AGRUPADA SISTEMA DE MEDIÇÃO ENERGISA INDIVIDUAL E AGRUPADA TAF INDÚSTRIA DE PLÁSTICOS LTDA Rua Clodoaldo Gomes, 300 Distrito Industrial 89219-901 Joinville SC Fone: 55473441-9100 Fax: 55473441-9101 www.taf.ind.br

Leia mais

ELETRICIDADE QUADROS SISTEMA VDI

ELETRICIDADE QUADROS SISTEMA VDI EDIÇÃO ESPECIAL DE LANÇAMENTO! ELETRICIDADE QUADROS SISTEMA VDI CATÁLOGO TÉCNICO SUSTENTABILIDADE TIGRE QUALIDADE DE VIDA Referência no mercado da construção civil, a TIGRE desenvolve soluções inovadoras

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom 20 GABINETES Linha EF São diversas opções de gabinetes tanto para ambientes limpos quanto para o chão de fábrica, que comportam de a 1.000 de equipamentos. GABINETES

Leia mais

2.5. Placas eletrônicas da central

2.5. Placas eletrônicas da central 2.5. Placas eletrônicas da central Placa eletrônica de laço Piezo Placa de laço Na placa eletrônica de laço podem ser ligados quatro laços de detecção, compostos por detectores de fumaça, detectores termovelocimétricos

Leia mais

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 Catálogo do Transmissor Gravimétrico de Densidade DG-420 Pág. 1 TRANSMISSOR UNIPRO IV ESPECIFICAÇÕES Alimentação: Alimentação universal

Leia mais

WWW.GALPAODASTELHAS.COM.BR

WWW.GALPAODASTELHAS.COM.BR Atuando no mercado de telhas, calhas, rufos e acessórios em aço galvanizado, a GALPÃO DAS TELHAS vem desenvolvendo produtos e serviços com a mais alta qualidade e tecnologia, visando proporcionar maior

Leia mais

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br SOLUÇÕES PARA FACHADA metax.com.br Passarela para pedestres Estes equipamentos são utilizados em locais onde a instalação do andaime fachadeiro obstrui a passagem de via, ou seja, a fachada do prédio não

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA BARRAMENTO BLINDADO COM MEDIÇÃO CENTRALIZADA

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA BARRAMENTO BLINDADO COM MEDIÇÃO CENTRALIZADA SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.14.006 SECUNDÁRIA BARRAMENTO BLINDADO COM 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA - SP SUMÁRIO 1. OBJETIVO...

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-003 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA A AGRUPAMENTOS OU EDIFICAÇÕES DE USO COLETIVO ACIMA DE 3 UNIDADES CONSUMIDORAS NDU-003 CENF / CELB / CFLCL / ENERGIPE / SAELPA VERSÃO

Leia mais

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores VENTILADORES Aspectos gerais As unidades de ventilação modelo BBS, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para frente, e BBL, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para trás, são fruto de

Leia mais

Caixas de Embutir para Alvernaria 4 x 4 e 4 x 2

Caixas de Embutir para Alvernaria 4 x 4 e 4 x 2 Caixas de Embutir para Alvernaria 4 x 4 e 4 x 2 Disjuntores UNIC Novas caixas de embutir Pial Legrand fabricadas com características técnicas exclusivas para melhorar a qualidade da instalação: Alta resistência

Leia mais

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho [ PROTEÇÃO E COMANDO ] Produtos e sistemas DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho 1 VANTAGENS Permite a montagem frontal de acessórios elétricos por encaixe simples Fácil conexão

Leia mais

PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO

PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO Caixas de passagem e derivação pág. 374 CPS e CPE caixas de passagem metálicas pág. 382 Caixas de embutir para Dry Wall Eletrodutos e instalações

Leia mais

ESTRATIFICADOS DE FIBRA DE VIDRO, S.A. Na evolução dos compósitos, a imagem da

ESTRATIFICADOS DE FIBRA DE VIDRO, S.A. Na evolução dos compósitos, a imagem da Tabela de Preços 2008 V I D R O P O L Fabrico de Armários e Caixas para : Energia, Telecomunicações, Gás e Água em Poliéster reforçado a Fibra de Vidro, auto-extinguivel, resistente aos agentes químicos,

Leia mais

Itens da Linha Quadros de Distribuição

Itens da Linha Quadros de Distribuição Quadro de Distribuição 3/4 Disjuntores Cotas 3/4 A 186 B 173 D 141 E 148 Código Porta Branca s/ Barramento 33046979 Código Porta Transparente s/ Barramento 33047029 Quadro de Distribuição 3/4 Disjuntores

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa

Produtos de Baixa Tensão. Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa Produtos de Baixa Tensão Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa Quadros de distribuição de energia elétrica Soluções residenciais 8 6 3 2 1 5 4 7 5 1 3 2 1 Proteção contra curtocircuitos

Leia mais

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Descrição: QUADRO AUTO-PORTANTE ATÉ 4000A Local de Aplicação QGBT Modelo Fabricante: Fabricante Alternativo Normas NBR 6808, IEC 60439-1 Aplicáveis Critério

Leia mais

Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32. Estimativa Custo de Reforma. Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente

Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32. Estimativa Custo de Reforma. Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32 Estimativa Custo de Reforma Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente Ambientes Custos Parcias Mão de Obra Material (%) 1 Sala de

Leia mais

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes Invólucros Metálicos. Cajas Salientes ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Caixa metálica para instalação

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 200A

Acessórios Desconectáveis 200A 200A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

CARTA CONVITE FUnC 02/2014

CARTA CONVITE FUnC 02/2014 CARTA CONVITE FUnC 02/2014 A FUnC encaminha a presente Carta Convite, para se houver interesse, participar do processo de fornecimento do seguinte serviço: ABERTURA DE PROPOSTAS PARA APRESENTAÇÃO DE PREÇOS

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 1 SUMÁRIO Acessórios 03 Instruções de montagem 04 Dicas Importantes 10 Acesso dos Andaimes 11 Informações de Segurança 12 2 ACESSÓRIOS 3 ANDAIME FACHADEIRO INSTRUÇÕES

Leia mais

Otimização de Painéis

Otimização de Painéis Otimização de Painéis RAOTM May 15 Vedação da passagem dos cabos: não está no topo da lista de prioridades até o momento em que ocorrerem falhas no sistema. Uma pequena alteração na especificação irá eliminar

Leia mais

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s APRESENTAÇÃO O Elevador Pneumático Elevac-200, com patente registrada, fabricado

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. PREGÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. PREGÃO ELETRÔNICO N.º 061/2009 ANEXO XI ESPEFICICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 01 - Monofásico - Uso Urbano Medidor eletrônico de energia elétrica ativa (kwh), monofásico, 1 elemento, para sistemas a 2 fios, tensão nominal

Leia mais

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 UNIVERSIDADE DO SUDOESTE DA - CAMPUS VITORIA DA CO 1 ALICATE, universal, de 8 polegadas, em aco, cabo com isolacao para 1000 volts e em conformidade com norma ABNT NBR vigente no que diz respeito

Leia mais

Proteção Diferencial

Proteção Diferencial GE Consumer & Industrial GE Energy Management Industrial Solutions Proteção Diferencial DR - Interruptor Diferencial Residual DDR - Disjuntor com Proteção Diferencial DOC (Diff-o-Click) - Blocos Diferenciais

Leia mais

Blocos de aferição. Os Blocos de Aferição

Blocos de aferição. Os Blocos de Aferição Blocos de aferição Os Blocos de Aferição São indicados em circuitos onde se requer a inserção de instrumentos do tipo amperímetro, voltímetro, etc., como também operações de seccionamento elétrico, além

Leia mais

INDICE CONTROLE DE REVISÃO

INDICE CONTROLE DE REVISÃO INDICE 1.0 FINALIDADE PG 03 2.0 APLICAÇÃO PG 03 3.0 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PG 03 4.0 TERMINOLOGIA PG 03 5.0 CARACTERÍSTICAS GERAIS PG 03 6.0 INSTALAÇÃO PG 06 7.0 COMPONENTES PG 07 8.0 OPERAÇÃO PG 22

Leia mais

Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home

Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home Produto Código Descrição ARS 01 BD 01 BD 02 Suporte de descanço de braço Braçadeira de apoio de piso para suporte de braço e aplicação de injeção. Altura regulável

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 Página 1 de 1 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL 1.OBJETIVO Visando a redução de custos de expansão do sistema

Leia mais

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada Notas: Critérios Construtivos do Padrão de Entrada A fiação do ramal de saída deve ser a mesma fiação do ramal de entrada. O padrão de entrada na zona rural deverá ficar no mínimo de 10 metros e no máximo

Leia mais

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3.

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3. Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC índice apresentação 2 características 3 componentes 4 instalação 5 gama 6 escolha 8 planos 10 MERLIN GERIN 3 apresentação

Leia mais