OS VÍRUS Um Caso à Parte

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OS VÍRUS Um Caso à Parte"

Transcrição

1 OS VÍRUS Um Caso à Parte

2 CARACTERÍSTICAS São extremamente pequenos (medem menos que 0,2 um) e acelulares São considerados como a nova descoberta de seres vivos, porém possuem muitas características de um ser inanimado São parasitas intracelulares obrigatórios Por serem parasitas obrigatórios, todos são patogênicos São extremamente mutantes

3 Características Organismos microscópicos; Significa veneno; Não faz parte de nenhum grupo de seres vivos; 3

4 Estrutura Capsídeo proteico estrutura formada por proteína que envolve o vírus e protege o seu material genético. Material genético DNA ou RNA Exc. envelope viral membrana que envolve externamente o capsídeo. Ex. Aids e gripe. 4

5 Processo viral Os vírus podem infectar os mais diversos tipos de seres vivos, provocando uma grande quantidade de doenças, denominadas viroses 5

6 Exemplos Figura 2 Figura 1 Figura 3 Figura 4 Figura 4 Figura 5 Figura 1: Cão Reino Animal Figura 2: Flores do Campo Reino Planta Figura 3: Cogumelo Reino Fungi Figura 4: Bacilos (bactérias) Reino Monera Figura 5: Vírus do HIV Figura 6: Trypanossoma cruzi Reino Protista

7 E por que não classificálos?. Não possuem características de seres vivos fora da célula. Se assemelham a um mineral, pois fora de um organismo vivo o vírus se torna um cristal. Fora da célula de qualquer indivíduo são inofensivos, ou seja, não são causadores de doenças

8 Bacteriófago: O Vírus comedor de Bactéria O vírus bacteriófago T4, um dos mais antigos e conhecidos, é parasita de bactérias Possui uma estrutura peculiar e exclusiva, formada por uma carapaça protéica de aspecto geométrico, dotada de uma cauda na qual há fibras de fixação de ancoragem, específicas para a parede bacteriana. No interior da carapaça existe uma molécula de DNA e, na cauda, há uma proteína que fará contato com proteínas da membrana plasmática da bactéria. O encontro do bacteriófago com a bactéria é meramente casual e as fibras de fixação prendem o vírus à parede.

9 Bacteriófagos podem curar infecções Bacteriófagos têm sido utilizados no tratamento de infecções provocadas por bactérias. Constituem uma arma a mais para combater microrganismos resistentes aos antibióticos de última geração. Ainda há dúvidas entre os especialistas quanto ao uso sistêmico desses microorganismos em ocasiões em que a ação das bactérias ocorre em órgãos internos.

10 Doenças Causadas Por Vírus Muitas são as doenças causadas por vírus. Dentre algumas delas já temos vacinas que agem prevenindo o organismo contra o ataque de alguns destes vírus. Infelizmente, algumas doenças como a AIDS, ainda não possuem uma cura e nem prevenção por meio de vacinas, o único meio é o sexo seguro, cuidado com o uso de drogas injetáveis e transfusões sanguíneas. Uma das características importantes das doenças virais é o fato de a maioria delas terem a capacidade de disseminarem através do ar, ou seja, uma pessoa contaminada pode contaminar outras pessoas através de um espirro, tosse, compartilhamento de objetos pessoais etc.

11 Gripes e resfriados. As gripes e os resfriados são causados por vírus totalmente mutantes, possuindo como material genético o DNA, ou seja, a gripe que um indivíduo contrai uma vez não é causada pelo mesmo vírus de uma outra possível gripe futura.. Doença que dissemina pelo ar. Já existe vacina, que hoje é aplicada em pessoas idosas e pessoas com o sistema imunológico fragilizado.. Os principais sintomas são: Febre, dores musculares e de cabeça, coriza, falta de apetite e em alguns casos pode causar também uma tosse fofa por causa do excesso de catarro nos pulmões.

12 Rubéola. Doença que causa avermelhamento da pele durante 3 a 5 dias, principalmente na face, pescoço, tronco e membros.. A transmissão se dá diretamente, através do contato com o doente. O grande perigo desta doença é para com as mulheres grávidas, que devem evitar ter contato com pessoas contaminadas, quando a mãe contrai a doença durante a gestação a criança pode nascer com diversas complicações, dentre ela, complicações mentais, surdez, cegueira etc.. A prevenção se dá por meio da vacina

13 Caxumba. Doença que afeta comumente as glândulas salivares parótidas, mas também pode afetar as gônadas e pâncreas.. A transmissão se dá diretamente através de gotículas de saliva.. A prevenção é por meio de vacinação.

14 Sarampo. Doença que causa erupções avermelhadas na pele, febre e dores de cabeça, corrimento ocular com pus e sintomas respiratórios. A transmissão se dá diretamente, através do contato com o doente.. A prevenção é através da vacinação

15 AIDS Os primeiros casos constatados de AIDS / SIDA (síndrome da imunodeficiência adquirida) surgiram no nascer da década de 80, mas o vírus do HIV só foi isolado e detectado, por meio de testes, em meados desta mesma década. Doença que causa a deficiência nas defesas imunitárias, baixa produção de anticorpos, desenvolvendo-se assim doenças oportunistas que se instalam com facilidade em um organismo debilitado. A Transmissão pode se dar através do sêmen de portadores, de sangue e seringas contaminados, por meio do leite materno e através da placenta da mãe portadora que pode contaminar o filho. Os únicos meios de prevenção são os cuidados com as transfusões sanguíneas e no uso de drogas injetáveis, sexo seguro através do uso de preservativos e na escolha do parceiro sexual.

a nova descoberta de seres vivos Vírus

a nova descoberta de seres vivos Vírus Os vírus CARACTERÍSTICAS São extremamente pequenos (medem menos que 0,2 um) e acelulares São considerados como a nova descoberta de seres vivos, porém possuem muitas características de um ser inanimado

Leia mais

Microbiologia Vír í u r s

Microbiologia Vír í u r s Microbiologia Vírus Vírus São conjuntos de genes capazes de se transferir de uma célula para outra e de direcionar a atividade das organelas celulares no sentido de reproduzi-los e transferi-lo para exterior

Leia mais

Vírus - Caracterização Geral

Vírus - Caracterização Geral Noções de Vírus By Profª. Cynthia Vírus - Caracterização Geral Vírus = veneno ou fluído venenoso (Latim) Acelulares/ Partículas Infecciosas Composição química de nucleoproteínas (DNA ou RNA+Proteínas)

Leia mais

Características gerais:

Características gerais: Os Vírus Características gerais: São organismos acelulares; São parasitas intracelulares obrigatórios; Não possuem metabolismo próprio, portanto não fazem síntese protéica nem respiração celular; Seu material

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2. Pág. 20

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2. Pág. 20 COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2 Pág. 20 Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Um rapaz

Leia mais

INFECÇÕES. Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto

INFECÇÕES. Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto INFECÇÕES Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto Definição É a colonização de um organismo hospedeiro por uma espécie estranha. Numa infecção, o organismo infectante procura utilizar os recursos do hospedeiro para

Leia mais

Data: Nome: Ano/Série: 7 ano. Ficha 4 Vírus

Data: Nome: Ano/Série: 7 ano. Ficha 4 Vírus Matéria: Ciências Data: Nome: Professor: André Freddi Ano/Série: 7 ano Ficha 4 Vírus O vírus é o único organismo acelular que existe, ou seja, sua estrutura não é formada por uma célula. Devido a isso

Leia mais

Virologia Doenças. Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016

Virologia Doenças. Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016 Virologia Doenças Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016 Existem vírus que infectam animais, plantas, protozoários, fungos e bactérias. Exigência viral - ligação específica à célula

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo - 1º ano 3º bimestre BIOLOGIA

Programa de Retomada de Conteúdo - 1º ano 3º bimestre BIOLOGIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo

Leia mais

Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes

Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes Biologia 1ª série Profª Reisila Mendes Conceito e estrutura Os vírus são fragmentos não vivos de genoma, que evoluíram tanto a partir de bactérias como de eucariontes. Os vírus são os únicos organismos

Leia mais

VÍRU R S U Colégio Mauá

VÍRU R S U Colégio Mauá Colégio Mauá VÍRUS O QUE É UM VÍRUS??? Vírus vem do latim = Veneno; São os únicos organismos acelulares, com organização apenas molecular, sendo formados por uma cápsula de proteínas (capsídeo) envolvendo

Leia mais

APROFUNDAMENTO SOBRE VÍRUS. Ao estudar os vírus o aluno deve primar por alguns pontos básicos:

APROFUNDAMENTO SOBRE VÍRUS. Ao estudar os vírus o aluno deve primar por alguns pontos básicos: APROFUNDAMENTO SOBRE VÍRUS Relembrando: Os vírus são o assunto do momento. Desde a divulgação dos primeiros casos de gripe tipo A, em abril, no México, a mídia vem veiculando permanentemente informações

Leia mais

Informação é a melhor proteção. AIDS

Informação é a melhor proteção. AIDS Informação é a melhor proteção. AIDS AIDS A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) atinge indiscriminadamente homens e mulheres e tem assumido proporções assustadoras desde a notificação dos primeiros

Leia mais

Vírus. - Não possui estruturas celulares (membrana plasmática, citoplasma, etc.).

Vírus. - Não possui estruturas celulares (membrana plasmática, citoplasma, etc.). Vírus Por existirem muitas divergências sobre se os vírus se enquadram ou não entre os seres vivos, estes "organismos" não estão inseridos em nenhum dos grandes reinos dos seres vivos, daí a necessidade

Leia mais

O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa

O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa Enfermeira, Doutora em Ciências Membro do GEOTB e do GEO-HIV/aids Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Quais imagens temos do HIV? O

Leia mais

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se!

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! O que é AIDS? Existem várias doenças que são transmissíveis através das relações sexuais e por isso são chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). As mais conhecidas

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências Quantos reinos de seres vivos há na natureza? Essa pergunta já

Leia mais

Os vírus. Vírus e a saúde

Os vírus. Vírus e a saúde Nome Série: 3ª E.M. Nº Bimestre:1º Data / /2016. Disciplina: Biologia - Professor Especialista: Carlos Eder Santos - Coordenador : Fernando Condez Atividade Avalaitiva de Aprendizagem de Biologia Os vírus

Leia mais

Vírus. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Vírus. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Vírus Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Virologia Virologia. Ramo da Biologia que estuda os vírus e suas propriedades. Vírus é totalmente inerte fora da sua célula hospedeira; Dependem totalmente da

Leia mais

Professor: David Vieira Valadão. Biologia

Professor: David Vieira Valadão. Biologia Professor: David Vieira Valadão Biologia 1981 registro de casos atípicos de pneumonia entre homens homossexuais em Los Angeles (EUA). 1983 descoberta de um novo vírus em um paciente com AIDS. 1984 descoberta

Leia mais

O MUNDO MICROSCÓPICO VÍRUS, BACTÉRIAS E PROTOZOÁRIOS. Professora: Edilene, Janaina e Ana Laura

O MUNDO MICROSCÓPICO VÍRUS, BACTÉRIAS E PROTOZOÁRIOS. Professora: Edilene, Janaina e Ana Laura O MUNDO MICROSCÓPICO VÍRUS, BACTÉRIAS E PROTOZOÁRIOS Professora: Edilene, Janaina e Ana Laura VÍRUS Vírusvem do latim = veneno São pequenos - ultramicroscópicos Um pouco de história Louis Pasteur (1822-1895)

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de Ciências - 1º Bimestre Nome: Ano: 7º A / B Prof. Paula Jacinto N.: / /17 Volume 1: Conhecendo a Biosfera Vírus e bactérias Protistas 1) Explique

Leia mais

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 (Fuvest 2002) Os vírus A. ( ) possuem genes para os três tipos de RNA (ribossômico, mensageiro e transportador), pois utilizam apenas aminoácidos

Leia mais

Vírus, um grupo a parte.

Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Estrutura típica de um vírus: 01)Observe a figura a seguir, onde está representado, esquematicamente, o vírus HIV e analise as proposições quanto à sua

Leia mais

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO CONCURSO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM TEMA 11 PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE VACINAS O que faz uma vacina? Estimula

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES REVISÃO DOS CONTEÚDOS Unidade II Ser Humano e Saúde 2 REVISÃO DOS CONTEÚDOS Aula 13 Revisão e Avaliação 3 REVISÃO 1 O sistema reprodutor

Leia mais

Bactérias Vírus Fungos Protozoários O QUE SÃO

Bactérias Vírus Fungos Protozoários O QUE SÃO Bactérias Vírus Fungos Protozoários RESUMO DOS PRINCIPAIS MICRORGANISMOS, O QUE SÃO MEIOS DE PROLIFERAÇÃO... Diferença entre as células Bactérias São seres muito simples, unicelulares e com célula procariótica

Leia mais

Vírus Questões Objetivas

Vírus Questões Objetivas PROFESSOR: Mônica Narciso BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 2 ============================================================================================== VÍRUS E REINO MONERA

Leia mais

Questionário. Para a concretização dos objectivos referidos, solicita-se a sua colaboração no preenchimento do seguinte questionário.

Questionário. Para a concretização dos objectivos referidos, solicita-se a sua colaboração no preenchimento do seguinte questionário. Questionário Eu, Sónia Manuela da Silva Pinto, aluna do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, encontro-me a realizar uma investigação Conhecimentos e Comportamentos face

Leia mais

Vírus - Características Gerais. Seres acelulares Desprovidos de organização celular. Não possuem metabolismo próprio

Vírus - Características Gerais. Seres acelulares Desprovidos de organização celular. Não possuem metabolismo próprio vírus Vírus - Características Gerais Seres acelulares Desprovidos de organização celular Não possuem metabolismo próprio Capazes de se reproduzir apenas no interior de uma célula viva nucleada Parasitas

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2. Pág. 20

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2. Pág. 20 COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ UNIDADE 2 Pág. 20 Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Um rapaz

Leia mais

SISTEMA IMUNOLÓGICO. Doenças Virais e Bacterianas

SISTEMA IMUNOLÓGICO. Doenças Virais e Bacterianas SISTEMA IMUNOLÓGICO Doenças Virais e Bacterianas Sistema Imunológico Sistema não formado, centralmente, por órgãos; Funcionamento efetivo por tipos celulares presentes na corrente sanguínea; Função: Defender

Leia mais

PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS. Charlotte Marianna Hársi

PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS. Charlotte Marianna Hársi PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS Charlotte Marianna Hársi ICB-USP 2009 H1N1 poliomielite Vírus? HIV meningite Dengue resfriados Influenza ebola gastrenterite Febre amarela hepatite sarampo herpes catapora

Leia mais

Prof. Msc. Cleysyvan Macedo

Prof. Msc. Cleysyvan Macedo Prof. Msc. Cleysyvan Macedo PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS VÍRUS: Não possui estruturas celulares (membrana plasmática, citoplasma, etc.). São formado basicamente por uma cápsula protéica denominada capsômero

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas Recentes

Resolução de Questões de Provas Específicas Recentes Resolução de Questões de Provas Específicas Recentes Resolução de Questões de Provas Específicas Recentes 1. (FUVEST) Determinada planta do cerrado abriga formigas, cigarrinhas, predadores e parasitas

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Ser Humano e Saúde 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Doenças Sexualmente Transmissíveis

Leia mais

Biologia. Unicelulares e Multicelulares / Vírus. Professor Enrico Blota.

Biologia. Unicelulares e Multicelulares / Vírus. Professor Enrico Blota. Biologia Unicelulares e Multicelulares / Vírus Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia ATÓTROFOS, HETERÓTROFOS, UNICELULARES, MULTICELULARES E VÍRUS Os seres vivos podem ser classificados

Leia mais

ESTRUTURA VIRAL. Visualização: apenas ao ME. Não apresentam estrutura celular (acelulares) Estrutura básica: Cápsula protéica (capsídeo)

ESTRUTURA VIRAL. Visualização: apenas ao ME. Não apresentam estrutura celular (acelulares) Estrutura básica: Cápsula protéica (capsídeo) VÍRUS CARACTERÍSTICAS Organismos acelulares Não possuem metabolismo Características vitais: Reprodução Evolução Possui grande capacidade proliferativa Só se reproduz no interior de células que estejam

Leia mais

Importância dos estudos em Imunologia Doenças x Vacinas

Importância dos estudos em Imunologia Doenças x Vacinas Importância dos estudos em Imunologia Doenças x Vacinas Importância dos estudos em Imunologia Difteria Sintomas A difteria é uma doença bacteriana aguda, cujas lesões características são membranas branco-acinzentadas

Leia mais

Portugais. Todo mundo pode estar interessado

Portugais. Todo mundo pode estar interessado Portugais Todo mundo pode estar interessado As hepatites B e C......e Nós Por que farlar das hepatites B e C? Porque são doenças Que não se vêem................. p. 4 Que são freqüentes............. p.

Leia mais

Características Gerais dos Vírus

Características Gerais dos Vírus Características Gerais dos Vírus Vírus Agentes causadores de infecções no homem, outros animais, vegetais e bactérias. São desprovidos de organelas e sem metabolismo próprio. Parasitas intracelulares obrigatórios.

Leia mais

Histórico. Imunização. Tipos de Imunização. Imunização ativa 14/09/2009

Histórico. Imunização. Tipos de Imunização. Imunização ativa 14/09/2009 Histórico Variolação: 1796 Vacina anti-rábica: 1885 Vacina anti-pólio (Salk): 1954 Vacina anti-pólio (Sabin): 1956 Primeira vacina recombinante: 1986 Vacina contra rotavírus: 1998 1 2 Imunização Objetivos:

Leia mais

BIOLOGIA MÓDULO 7 REINO MONERA 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 2. CLASSIFICAÇÃO

BIOLOGIA MÓDULO 7 REINO MONERA 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 2. CLASSIFICAÇÃO REINO MONERA 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS Os primeiros organismos vivos que estudaremos são agrupados no reino Monera. Estes procariontes, sem núcleo definido ou qualquer estrutura membranosa interna, podem

Leia mais

VIROLOGIA HUMANA. Professor: Bruno Aleixo Venturi

VIROLOGIA HUMANA. Professor: Bruno Aleixo Venturi VIROLOGIA HUMANA Professor: Bruno Aleixo Venturi O que são vírus? A palavra vírus tem origem latina e significa "veneno". Provavelmente esse nome foi dado devido às viroses, que são doenças causadas por

Leia mais

UNIDADE 2 Vírus, bactérias, protistas e fungos

UNIDADE 2 Vírus, bactérias, protistas e fungos UNIDADE 2 Vírus, bactérias, protistas e fungos A descoberta do Vírus pág. 45 Em 1892, o cientista russo Dimitri Ivanovski descobriu que existia algo menor do que uma bactéria atacando as folhas do tabaco.

Leia mais

VIRUS O QUE SÃO VIRUS São as menores entidades biológicas: têm DNA e proteínas. Medem entre 15 e 300 nm. São seres acelulares: São parasitas intracelulares obrigatórios: Só se reproduzem dentro de células.

Leia mais

Seres muito simples: cápsula protéica envolvendo o material genético (DNA ou RNA) Vírus que infectam Bactérias

Seres muito simples: cápsula protéica envolvendo o material genético (DNA ou RNA) Vírus que infectam Bactérias Seres muito simples: cápsula protéica envolvendo o material genético (DNA ou RNA) Estrutura de Vírus Menores que as menores células conhecidas Vírus que infectam Bactérias Exemplo: vírus que infectam a

Leia mais

Morfologia e estrutura de microrganismos

Morfologia e estrutura de microrganismos Morfologia e estrutura de microrganismos Micróbios Micróbios ou microrganismos são seres de reduzidas dimensões, que só podem ser observados com o auxílio do microscópio. Micróbios Vírus Tipos de micróbios:

Leia mais

Carteira de VETPRADO. Hospital Veterinário 24h.

Carteira de VETPRADO. Hospital Veterinário 24h. Carteira de Carteira de VETPRADO Hospital Veterinário 24h www.vetprado.com.br Esquema de VacinaçãoGatos V5 Panleucopenia - Rinotraqueíte - Calicivirose Clamidiose - Leucemia Felina 90Dias 111Dias Raiva

Leia mais

Orientações gerais para as famílias. Ambulatório

Orientações gerais para as famílias. Ambulatório Orientações gerais para as famílias Ambulatório 2016 Orientações gerais para as famílias O Ambulatório do Colégio Albert Sabin dispõe de duas enfermeiras e duas auxiliares de enfermagem, para oferecer

Leia mais

Meningite: O que você PRECISA SABER

Meningite: O que você PRECISA SABER SUBS ECRE TARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DIVISÃO DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS E IMONUPREVENÍVEIS GERÊNCIA DE

Leia mais

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Biologia Prof. Rogério 2016 BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Biologia Prof. Rogério 2016 O QUE CARACTERIZA UM

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [CINOMOSE]

www.drapriscilaalves.com.br [CINOMOSE] www.drapriscilaalves.com.br [CINOMOSE] 2 cinomose A cinomose é uma doença viral altamente contagiosa que afeta os cães e todos os animais da família Canidae (Dingo, raposa, coiote, lobo), da família Mustelidae

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Em 1928, Alexander Fleming isolou a penicilina com base em culturas de fungos do gênero Penicilium. Primeiro antibiótico

Leia mais

Doenças Infecciosas / Transmissíveis

Doenças Infecciosas / Transmissíveis Doenças Infecciosas / Transmissíveis Uma doença causada por um agente infeccioso, ou pelos seus produtos tóxicos, que surge num hospedeiro susceptível, devido à transmissão desse agente ou dos seus produtos,

Leia mais

Sugestões de avaliação. Ciências 8 o ano Unidade 7

Sugestões de avaliação. Ciências 8 o ano Unidade 7 Sugestões de avaliação Ciências 8 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. O processo de imunização pode ser natural ou artificial, como as vacinas e os soros. Vacinas são usadas para prevenir as doenças

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS HEPATITES VIRAIS. Adriéli Wendlant

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS HEPATITES VIRAIS. Adriéli Wendlant UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS HEPATITES VIRAIS Adriéli Wendlant Hepatites virais Grave problema de saúde pública No Brasil, as hepatites virais

Leia mais

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA 1) Quais substâncias conferem aos ossos, respectivamente, dureza e flexibilidade? 2) Diferencie hemácias e leucócitos quanto à função no organismo. 3) Sobre o tecido nervoso, responda: a) Quais são os

Leia mais

Exercício de Fixação: Características Gerais dos Vírus

Exercício de Fixação: Características Gerais dos Vírus Exercício de Fixação: Características Gerais dos Vírus 01-2017 1- Quais foram as observações feitas por Adolf Mayer que permitiram concluir que o agente etiológico da Doença do Mosaico do tabaco era um

Leia mais

O INVERNO ESTÁ CHEGANDO Temos que dobrar os cuidados

O INVERNO ESTÁ CHEGANDO Temos que dobrar os cuidados O INVERNO ESTÁ CHEGANDO Temos que dobrar os cuidados Com o inverno se aproximando o risco de transmissão de doenças respiratórias aumenta, por isso temos que dobrar os cuidados nessa época. Vejamos juntos

Leia mais

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Doenças

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Doenças Doenças Doenças 1. Uma parceria internacional definiu como meta distribuir, entre 2008 e 2010, gratuitamente, cerca de 300 milhões de mosquiteiros tratados com inseticidas duráveis para proteger todos

Leia mais

DATA: 05 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE BIOLOGIA 2.º ANO/EM ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 05 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE BIOLOGIA 2.º ANO/EM ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 05 / 05 / 206 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE BIOLOGIA 2.º ANO/EM ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

VÍRUS. Fonte: http://rounielo.blogspot.com.br/2011/05/parte-30-foto-em-3-d-do-virus-da-aids.html

VÍRUS. Fonte: http://rounielo.blogspot.com.br/2011/05/parte-30-foto-em-3-d-do-virus-da-aids.html VÍRUS Fonte: http://rounielo.blogspot.com.br/2011/05/parte-30-foto-em-3-d-do-virus-da-aids.html RESUMO -Os vírus não pertencem a nenhum reino específico, são estudados como um caso à parte. -Os vírus são

Leia mais

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY. Convocação dos empregados EBSERH para apresentação do Cartão de Vacina

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY. Convocação dos empregados EBSERH para apresentação do Cartão de Vacina Convocação dos empregados EBSERH para apresentação do Cartão de Vacina Venho através desse memorando convocar os profissionais da EBSERH para apresentação ao SOST do CARTÃO DE VACINA e CÓPIA do mesmo.

Leia mais

BIOLOGIA LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA

BIOLOGIA LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA BIOLOGIA Prof. Fred LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA 1. (UDESC SC/2011) Assinale a alternativa incorreta a respeito das características gerais dos vírus. a) Muitos vírus são específicos

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA Enzimas relacionadas à respiração e que estão ligadas à face interna da membrana plasmática Como pode cair no enem? (ENEM) O uso prolongado de lentes de contato,

Leia mais

Gripes, Constipações e Vacinação. Com Setembro chega o frio e com este, a Gripe. Saiba como se proteger e qual a melhor maneira de lidar com ela.

Gripes, Constipações e Vacinação. Com Setembro chega o frio e com este, a Gripe. Saiba como se proteger e qual a melhor maneira de lidar com ela. Com Setembro chega o frio e com este, a Gripe. Saiba como se proteger e qual a melhor maneira de lidar com ela. Gripes, Constipações e Vacinação 1 / 13 Muitas vezes confundidas, as gripes e as constipações

Leia mais

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com VIROSES Prof. Edilson Soares www.profedilson.com CATAPORA OU VARICELA TRANSMISSÃO Saliva Objetos contaminados SINTOMAS Feridas no corpo PROFILAXIA Vacinação HERPES SIMPLES LABIAL TRANSMISSÃO Contato

Leia mais

VÍRUS. DISCIPLINA: BIOLOGIA http://danutaw.webnode.com.br

VÍRUS. DISCIPLINA: BIOLOGIA http://danutaw.webnode.com.br VÍRUS DISCIPLINA: BIOLOGIA 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS VÍRUS - 20 a 300 nm; Micrômetro Nanômetro UNIDADE REPRESENTAÇÃO / VALOR 1 μm = 0,001 milímetro 1 nm = 0,001 micrômetro - Ácido nucléico + proteína

Leia mais

Você conhece a história da vacina?

Você conhece a história da vacina? Você conhece a história da vacina? A vacina surgiu em um importante momento histórico de combate à varíola, uma das doenças mais temidas no mundo no século XVIII, com taxa de mortalidade em torno de 10

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DOS VÍRUS

CARACTERÍSTICAS DOS VÍRUS CAPÍTULO 2 p. 25 VÍRUS os seres de organização mais simples O rapaz acordou gripado. Escovou os dentes. Pouco comeu, apenas queijo. Quais são os seres vivos envolvidos nessa situação? GRIPE ESPANHOLA -1918

Leia mais

ÍNDICE. Prefácio. Agradecimentos. Instruções para Colorir. 1 Importância dos Microrganismos para os Homens. 2 Os Primeiros Microscópios

ÍNDICE. Prefácio. Agradecimentos. Instruções para Colorir. 1 Importância dos Microrganismos para os Homens. 2 Os Primeiros Microscópios ÍNDICE Prefácio Agradecimentos Instruções para Colorir 1 Importância dos Microrganismos para os Homens 2 Os Primeiros Microscópios 3 Geração Espontânea 4 A Teoria dos Germes como Agentes Causadores de

Leia mais

15/08/2014. Evidências de doenças virais nas civilizações egípcias e grecoromanas

15/08/2014. Evidências de doenças virais nas civilizações egípcias e grecoromanas Evidências de doenças virais nas civilizações egípcias e grecoromanas Obra Ilíada : pesonalidade raivosa de Heitor Faraó Ramsés V: Sequelas de varíola na face Cidadão do povo com sequelas poliomielite

Leia mais

HISTÓRIA DA IMUNOLOGIA

HISTÓRIA DA IMUNOLOGIA 1 HISTÓRIA DA IMUNOLOGIA O termo imunidade provém do latim immunitas, que se refere a isenções a taxas que os senadores romanos auferiam; Os conceitos de contágio e a teoria dos germes surgem, em 1546,

Leia mais

1º ENCONTRO DOS INTERLOCUTORES. Clínica, Epidemiologia e Transmissão Hepatite B e C. Celia Regina Cicolo da Silva 12 de maio de 2009

1º ENCONTRO DOS INTERLOCUTORES. Clínica, Epidemiologia e Transmissão Hepatite B e C. Celia Regina Cicolo da Silva 12 de maio de 2009 1º ENCONTRO DOS INTERLOCUTORES REGIONAIS DE HEPATITES VIRAIS Clínica, Epidemiologia e Transmissão Hepatite B e C Celia Regina Cicolo da Silva 12 de maio de 2009 CADEIA DE TRANSMISSÃO DOS VÍRUS Depende:

Leia mais

A IMPORTANCIA DA VACINAÇÃO NA INFÂNCIA

A IMPORTANCIA DA VACINAÇÃO NA INFÂNCIA ANS - nº 312720 Unimed do Estado do Paraná Rua Antonio Camilo, 283 Tarumã 82530.450 Curitiba - PR Tel.: 41 3219.1500 SAC 0800 41 4554 Deficientes auditivos 0800 642 2009 www.unimed.coop.br/parana A IMPORTANCIA

Leia mais

Unidade 2 Vírus, moneras, protoctistas e fungos

Unidade 2 Vírus, moneras, protoctistas e fungos Sugestões de atividades Unidade 2 Vírus, moneras, protoctistas e fungos 7 CIÊNCIAS 1 Vírus e bactérias 1. A imagem a seguir mostra células infectadas por um dos subtipos do vírus HPV (a sigla em inglês

Leia mais

GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS

GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS Este é um tema que ainda hoje merece muita atenção. Assim, com o objetivo de divulgar informações repassadas pelo Ministério da Saúde, organizamos este texto em forma de perguntas

Leia mais

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta: DENGUE A Dengue pode ser transmitida por duas espécies de mosquitos (Aëdes aegypti e Aëdes albopictus), que picam durante o dia e a noite, ao contrário do mosquito comum, que pica durante a noite. Os transmissores

Leia mais

Homo sapiens CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA, VÍRUS E BACTÉRIAS 23/02/2016 IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO. Unidade do sistema de classificação

Homo sapiens CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA, VÍRUS E BACTÉRIAS 23/02/2016 IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO. Unidade do sistema de classificação CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA, VÍRUS E BACTÉRIAS IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO SISTEMATIZAÇÃO: A classificação organiza os seres vivos conforme critérios que resumem as principais características dos organismos.

Leia mais

Vigilância das Doenças Preveníveis por Imunização Vacinação do Profissional de Saúde

Vigilância das Doenças Preveníveis por Imunização Vacinação do Profissional de Saúde Vigilância das Doenças Preveníveis por Imunização Vacinação do Profissional de Saúde Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde da Comunidade Departamento de Epidemiologia e Bioestatística Epidemiologia

Leia mais

1/12/2008. HIV como modelo de estudo de retrovírus e patogênese. Retrovírus e oncogênese. Retrovírus e oncogênese.

1/12/2008. HIV como modelo de estudo de retrovírus e patogênese. Retrovírus e oncogênese. Retrovírus e oncogênese. HIV como modelo de estudo de retrovírus e patogênese Retrovírus e oncogênese. Um pouco de história: 1904: Ellerman and Bang, procurando por bactérias como agentes infecciosos para leucemia em galinhas,

Leia mais

APÊNDICE. Ciências. Moleculares. Ciências Moleculares. e Celulares

APÊNDICE. Ciências. Moleculares. Ciências Moleculares. e Celulares APÊNDICE UNIDADE 1 Ciências Moleculares Ciências e Celulares Moleculares Apêndice Gabaritos comentados com resposta-padrão Ciências Moleculares e Celulares: UNIDADE 1 1. RESPOSTA: Célula é a unidade fundamental

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 11 Pequenos reinos 7º anos 3º período

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 11 Pequenos reinos 7º anos 3º período CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 11 Pequenos reinos 7º anos 3º período - 2012 01. Um organismo unicelular, sem núcleo diferenciado, causador de infecção em ratos provavelmente será:

Leia mais

Vírus do Papiloma Humanos (HPV) DSR-

Vírus do Papiloma Humanos (HPV) DSR- Vírus do Papiloma Humanos (HPV) O que é o HPV? O HPV é um vírus frequente nos humanos, responsável pela formação de lesões chamadas papilomas. Existem diferentes tipos de HPV Alguns podem infectar a zona

Leia mais

Reino Monera. Telmo Giani- Fonte: Internet

Reino Monera. Telmo Giani- Fonte: Internet Reino Monera Telmo Giani- Fonte: Internet Célula bacteriana Membrana plasmática Citoplasma Mesossomo Ribossomos Parede celular Cápsula Fímbrias Enzimas relacionadas com a respiração, ligadas à face interna

Leia mais

[ERLICHIOSE CANINA]

[ERLICHIOSE CANINA] [ERLICHIOSE CANINA] 2 Erlichiose Canina A Erlichiose Canina é uma hemoparasitose causada pela bactéria Erlichia sp. Essa bactéria parasita, geralmente, os glóbulos brancos (neste caso, Erlichia canis)

Leia mais

MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA II

MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA II MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA II MICROBIOLOGIA: Mikros (= pequeno) + Bio (= vida) + logos (= ciência) A Microbiologia é definida, como a área da ciência que dedica - se ao estudo de microrganismos. Os

Leia mais

Protistas. Thiago Lins do Nascimento

Protistas. Thiago Lins do Nascimento Protistas 1 Thiago Lins do Nascimento tiagolinsnasc@gmail.com Protistas: Características Gerais São seres eucariontes. Os protistas são compostos pelas algas e protozoários. Apresentam muita diversidade

Leia mais

EVOLUÇÃO VIRAL. Keiciane Canabarro Drehmer

EVOLUÇÃO VIRAL. Keiciane Canabarro Drehmer EVOLUÇÃO VIRAL Keiciane Canabarro Drehmer 1 Sumário: Características gerais dos vírus Evolução viral Mecanismo da evolução Seleção natural Vírus da influenza Surgimento das gripes Curiosidades Referências

Leia mais

SAIBA COMO SE PREVENIR CONTRA A TOXOPLASMOSE

SAIBA COMO SE PREVENIR CONTRA A TOXOPLASMOSE SAIBA COMO SE PREVENIR CONTRA A TOXOPLASMOSE Antônio Marcos Guimarães* Do Woong Kim** Gizela Melina Galindo** Maria de Lourdes Oliveira Souza*** Milton Carlos Grim Costa** Miriam Aparecida dos Santos**

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS Lista de Exercícios de Biologia / 2º ano Professor(a): RÔMULO Data: / AGOSTO./2016. De sonhos e conquistas Aluno(a): 01 - (FATEC SP) Vírus de computador são programas

Leia mais

Você conhece a história da vacina?

Você conhece a história da vacina? Você conhece a história da vacina? A vacina surgiu em um importante momento histórico de combate à varíola, uma das doenças mais temidas no mundo no século XVIII, com taxa de mortalidade em torno de 10

Leia mais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Conferência Latino Americana de Saúde no Trabalho São Paulo, 10 a 12 de Outubro

Leia mais

Vacina anual. Informação sobre a vacina anual contra a gripe 2010 contra a gripe

Vacina anual. Informação sobre a vacina anual contra a gripe 2010 contra a gripe Vacina anual Informação sobre a vacina anual contra a gripe 2010 contra a gripe Gripe No Inverno aproximadamente uma em cada dez pessoas contraem a gripe. A gripe é causada pelo vírus da gripe, também

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL JARDIM PORTO ALEGRE- ENSINO FUNDAMENTAL MÉDIO E PROFISSIONAL. Plano de trabalho Disciplina de Ciências

COLÉGIO ESTADUAL JARDIM PORTO ALEGRE- ENSINO FUNDAMENTAL MÉDIO E PROFISSIONAL. Plano de trabalho Disciplina de Ciências COLÉGIO ESTADUAL JARDIM PORTO ALEGRE- ENSINO FUNDAMENTAL MÉDIO E PROFISSIONAL NOME: Lavinha Vier Conti MUNICIPIO: Toledo - Pr CONTEÚDO: Gripe A SÉRIE: 5ª, 6ª, 7ª, 8ª. CONTEÚDO ESTRUTURANTE: Corpo Humano

Leia mais

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto 1943 1944 1953 1956 1961-66 1973 1975 1982 1988 1990 1996 2000-03 Biotecnologia Algumas

Leia mais

Aula 19 Bactérias e Vírus

Aula 19 Bactérias e Vírus Aula 19 Bactérias e Vírus Bactérias As bactérias pertencem ao Reino Monera. Suas células são denominadas procarióticas devido à ausência do envoltório nuclear; no citoplasma, encontramos o material genético

Leia mais

HC UFPR COMITÊ DE INFLUENZA SUÍNA

HC UFPR COMITÊ DE INFLUENZA SUÍNA HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR HC UFPR COMITÊ DE INFLUENZA SUÍNA 27 de abril DIREÇÃO DE ASSISTÊNCIA SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA INFECTOLOGIA CLÍNICA - ADULTO E PEDIÁTRICA SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR

Leia mais

VA P CINAS ARA CRIANÇAS Dourados

VA P CINAS ARA CRIANÇAS Dourados Dourados VACINAS PARA CRIANÇAS O ato de vacinar é a forma mais fácil de proteger o organismo contra doenças infecciosas potencialmente graves e de prevenir que essas doenças sejam transmitidas a outras

Leia mais