Angola Estatísticas Monetárias. Angola Monetary Statistics. I.A.2 Agregados Monetários Monetary Aggregates

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Angola Estatísticas Monetárias. Angola Monetary Statistics. I.A.2 Agregados Monetários Monetary Aggregates"

Transcrição

1 Angola Estatísticas Monetárias Índice Angola Monetary Statistics Table of Contents Nova Série das Estatísticas Monetárias e Financeiras Monetary and Financial Statistics New Series I.A Panorama monetário Monetary Institutions I.A.1 Síntese Monetária Monetary Survey I.A.2 Agregados Monetários Monetary Aggregates I.B Banco Nacional de Angola Banco Nacional de Angola I.B.1 Síntese do Banco Nacional de Angola National Bank of Angola Survey I.B.2 Balanço do Banco Nacional de Angola Balance Sheet of the National Bank of Angola I.B.3 Base Monetária Monetary Base I.C Outras Instituições Financeiras Monetárias Other Depository Corporations I.C.1 Síntese das Outras Instituições Financeiras Monetárias Other Depository Corporations Survey I.C.2 Balanço Consolidado das Outras Instituições Financeiras Monetárias Balance Sheet of the Other Depository Corporations I.C.3 Repartição do Crédito por Sector Institucional Credit by Institutional Sector I.C.4 Repartição do Crédito por Ramos de Actividade Credit by Economic Activity I.C.5 Repartição dos Depósitos nas OIFM Deposit by Other Depository Corporations I.D Taxas de Juros Interest Rates I.D.1 Taxas de Juro do Banco Central e do Mercado Monetário Interbancário Central Bank Interest Rates I.D.2 Taxas de Juro das Outras Instituições Financeiras Monetárias Other Depository Corporation Interest Rates II - A. Estatísticas da Balança de Pagamentos Balance of Payments Statistics II A.1 Angola - Balança de Pagamentos: Série Angola - Balance of Payments II.A.1 1. Balança de Pagamentos: Série * Balance of Payments, * II A.2 Balança de Pagamentos - Evolução Comparada dos Principais Indicadore Balance of Payments - Main Indicators Evolution II A.3 Exportações por Países de Destino Exports by Country II A.4 Composição das Exportações Angola -Composition of Exports II A.5 Importações Imports II - B. Estatísticas da Dívida Externa External Debt Statistics II B.1 Stock da Dívida Externa de Curto, de Médio/Longo Prazo (2004/2013) Stock of Debt, Short, Medium and Long -Term (2004/2013) II - C. Estatísticas Cambiais Exchange Rate Statistics II C. 1 Taxas de Câmbio do Kwanza com relação ao USD Kwanza/USD - Exchange Rate II C. 2 Taxas de Câmbio de Referência do Kwanza com relação ao Euro, Kwanza Reference Rate against Euro, Yen and Rand II C. 3 Índice de Taxa de Câmbio Real Real Exchange Rate Index II.D.1 RIL International Reserves II.D.1 Reservas Internacionais e Liquidez em Moeda Estrangeira International Reserves and Liquidity in Foreign Currency III. Estatísticas do Sector Real Real Sector Statistics III.A.1. Produto Interno Bruto por Ramos de Actividade - Preços constantes d GDP By Sector-At Constant Price 2010 III.A.2. Produto Interno Bruto por Ramos de Actividade - Estrutura Percentua GDP By Sector-Percentual Structure IV. Preços Prices IV.A.1. Índice de Preços ao Consumidor ( ) Consumer Prices Index ( ) IV.A.2. Índice de Preços ao Consumidor ( Dez/14) Consumer Prices Index (2010- Dec/14) IV.A.3. Taxas de Inflação no período Inflation Rates

2 Angola Estatísticas Monetárias Índice Angola Monetary Statistics Table of Contents Nova Série das Estatísticas Monetárias e Financeiras Monetary and Financial Statistics New Series V. Gráficos Graphics V. A.1. Panorama Monetário Monetary Survey 1.1. Activos Externos Líquidos do Sistema Bancário Net Foreign Assets 1.2. Activos Internos Líquidos e Componentes Net Domestic Assets and Components 1.3. Crédito Interno Líquido e Componentes Net Domestic Claims and Components 1.4. Crédito à Economia e Componentes Claims on Economy and Components 1.5. Meios de Pagamentos (M2) e Componentes Money Supply (M2 ) and Components 1.6. Moeda (M1) e Componentes Money (M1) and Components V. A.2. Reserva Monetária Reserve Money 2.1. Reserva Monetária e Componentes Reserve Money and Components V.A. 3. Situação dos Depósitos na Banca Comercial Commercial Banks Deposits 3.1. Depósitos Totais por Prazos Total Deposits by Terms 3.2. Depósitos Totais por Moedas Total Deposits by Currency 3.3. Repartição dos Depósitos nas OIFM Deposit by Other Depository Corporations V.A.4. Situação dos Créditos na Banca Comercial Commercial Banks Credit 4.1. Repartição do Crédito por Sector Institucional Credit by Institutional Sector 4.2. Crédito dos Bancos por Moedas Banking Credits by Currency 4.3. Crédito dos Bancos por Sectores de Actividade Económica (Dez/14) Banking Credits by Branch of Activity (Dec/14) V.A.5. Taxas de Juro Interest Rates 5.1. Taxas de Redesconto do Banco Central Rediscount Rates 5.2. Taxas de Juro dos Títulos do Banco Central Central Bank Bill Rates 5.3. Taxas das Operações Activas dos Bancos Banking Lending Rates Taxas das Operações Activas dos Bancos- Sector Empresarial M Banking Lending Rates DC Taxas das Operações Activas dos Bancos- Sector Empresarial M Banking Lending Rates FC 5.4. Taxas das Operações Passivas dos Bancos Deposits Rates of the Banking System Taxas das Operações Passivas dos Bancos- Sector Empresarial Deposits Rates of the Banking System DC Taxas das Operações Passivas dos Bancos- Sector Empresarial M Deposits Rates of the Banking System FC V.B.1 Taxas de Câmbio nos Mercados Formal e Informal Formal and Informal Exchange Rates 1.1. Taxas de Câmbio de Referência e do Mercado Secundário Reference Rates and Exchange Rates on Secundary V.B.2 Stock da Dívida Externa Total External Debt Total Stock 2.1. Stock da Dívida Externa Total External Debt Stock V.C.1 Taxas de Inflação Inflation Rate 1.1. Taxas de Inflação Mensal Monthly Inflation Rate 1.2. Taxas de Inflação Acumulada Cumulate Inflation Rate

3 Quadro I.A.1 Síntese Monetária (1) (2) (1) (2) Table I. A.1 Depository Corporations Survey (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) (End of period amounts in millions of Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Activos externos (líquidos) , , , , , , , ,65 Foreign assets (net) Activos externos , , , , , , , ,23 Foreign assets Passivos externos , , , , , , , ,58 Foreign liabilities Crédito à administração central (líquido) , , , , , , , ,47 Claims on the government (net) Crédito à administração central , , , , , , , ,00 Claims on government Responsabilidades face à administração central , , , , , , , ,53 Liabilities to government dos quais: em moeda externa , , , , , , , ,17 of which: in foreign currency Crédito a outros sectores residentes , , , , , , , ,35 Claims on other resident sectors Crédito a instituições financeiras não monetárias , , , , , , , ,05 Claims on other financial corporations dos quais: em moeda externa 169,00 210, ,37 234,36 231,83 229, , ,92 of which: in foreign currency Crédito ao sector público, excl. administração central , , , , , , , ,13 Claims on the public sector, excl. central government dos quais: em moeda externa , , , , , , , ,19 of which: in foreign currency Crédito a outros residentes (Sector Privado) , , , , , , , ,17 Claims on other resident (Private sector) dos quais: em moeda externa , , , , , , , ,07 of which: in foreign currency Capital e reservas , , , , , , , ,04 Shares and other equity Outros activos e passivos (líquidos) , , , , , , , ,05 Other assets/liabilities (net) Massa Monetária (M3) , , , , , , , ,48 Broad money (M3) Notas e moedas em poder do público , , , , , , , ,45 Currency outside depository corporations Depósitos transferíveis , , , , , , , ,71 Transferable deposits Outros depósitos , , , , , , , ,30 Other deposits Títulos excepto ações , , , , , , , ,25 Securities other than shares Acordos de recompra , , ,67 146,67 162,79 167,91 85,39 86,76 Repurchase agreements Fonte: Banco Nacional de Angola Source: National Bank of Angola (1) BNA e outras instituições financeiras monetárias (2) A partir de Agosto de 2011 as contas do BNA estão baseadas na revisão do Plano de Contas e a partir de Julho de 2014 estão baseados no novo Plano de Contas. (1) NBA and other depository corporations (2) Starting in August 2011 NBA accounts are based on a revised chart of accounts and starting in July 2014 are based on a the new chart accounts

4 Quadro I.A.2 Agregados Monetários (1) Table I.A.2 Monetary Aggregates (1) (em milhões de Kwanzas) (in millions of Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez-14 I. M3 (II+III+IV+V+VI) I. M3 (II+III+IV+V+VI) II. Notas e moedas em poder do público II. Currency outside depository corporations III. Depósitos transferíveis III. Transferable deposits Em moeda nacional In domestic currency Em moeda externa In foreign currency IV. Outros depósitos IV. Other deposits Em moeda nacional In domestic currency Em moeda externa In foreign currency V. Títulos excepto ações V. Securities other than shares Em moeda nacional In domestic currency Em moeda externa In foreign currency VI. Accordos de recompra VI. Repurchase agreements Em moeda nacional In domestic currency Em moeda externa In foreign currency Pro - memória Memorandum items Total dos depósitos em moeda externa Transferable and other deposits in foreign currency Nivel de dolarização da economia Degree of dollarization in the econonmy Fonte: Banco Nacional de Angola Source: National Bank of Angola (1) Inclui depósitos em moeda nacional e moeda externa (1) Includes domestic and foreign currency deposits.

5 Quadro I.B.1 Síntese do Banco Nacional de Angola (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) Activos Externos (líquido) Reservas internacionais (líquidas) Outros activos externos (líquidos) Crédito à administração central (líquido) Crédito à administração central Responsabilidades face à administração central Em moeda nacional Em moeda estrangeira Crédito à outras instituições financeiras monetárias Em moeda nacional Em moeda estrangeira Crédito à outros sectores residentes Crédito a instituições financeiras não monetárais Crédito ao sector público, excl. administração central Crédito ao sector privado Base monetária ampla Base monetária restrita Notas e moedas em circulação Reserva bancária Em moeda nacional Em moeda estrangeira Outras passivos face à outras instituições financeiras monetárias (2) Capital e reservas Outros activos e passivos (líquido) Fonte: Banco Nacional de Angola (BNA) (1) Apartir de Agosto 2011 os dados do BNA são baseados na revisão do plano de contas e a partir de Julho de 2014 são baseados no novo Plano de Contas. (2) Inclui títulos do Banco Nacional de Angola e acordos de recompra com as outras instituições financeiras monetárias.

6 Table I.B.1 National Bank of Angola Survey (1) (End of period amounts in millions of Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez Foreign assets (net) International reserves (net) Other foreign assets (net) Claims on the central government (net) Claims on central government Liabilities to central government In national currency In foreign currency Claims on other depository corporations In national currency In foreign currency Claims on other resident sectors Claims on other financial corporations Claims on the public sector, excl. central government Claims on the private sector Monetary base, broad Monetary base, restricted Currency in circulation Bank reserves In national currency In foreign currency Other liabilities to the other depository corporations (2) Shares and other equity Other assets and liabilities (net) Source: National Bank of Angola (BNA) (1) Beginning August 2011 the data for the National Bank of Angola is based on a revised chart of account and beginning in July 2014 are based on a new chart of accounts. (2) Includes securities of the National Bank of Angola and repurchase agreements with other depository corporations.

7 Quadro I.B.2 Balanço do Banco Nacional de Angola (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) I. Ouro monetário e DSE (Direitos de Saque Especiais ) II. Notas e moedas estrangeiras III. Depósitos sobre não residentes IV. Depósitos sobre instituições financeiras residentes V. Títulos de dividas Não residentes Adminstração central Sector público, excl. administração central Outras instituições financeiras monetárias e outros sectores residentes VI. Empréstimos Não Residentes Administração central Sector público, excl. administração central Outras instituições financeiras monetárias Outros sectores residentes VII. Ações e outras participações Não residentes (2) Outros sectores residentes VIII. Outros activos IX. Total do activo (I a VIII) X. Base monetária ampla Base monetária restrita Notas e moedas em circulação Reserva bancária Depósitos obrigatórios Depósitos livres Outras Responsabilidades face a Outras Instituições Monetárias Títulos do BNA Outras operações de absorção (3) XI. Depósitos de outros sectores Administração Central Outros sectores XII. Empréstimos (4) XIII. Capital e reservas XIV. Outros Passivos XV. Total do passivo (IX a XIV) Fonte: Banco Nacional de Angola (BNA) (1) A partir de July 2014 os dados do BNA estão baseados na revisão do plano de contas. (2) Inclui unidades de participação em fundos de investimento não residentes. (3) Inclui acordos de recompra com as outras instituições financeiras monetárias (4) Inclui empréstimos de não residentes.

8 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Table I.B.2 Balance Sheet of the National Bank of Angola (1) (End of period amounts in millions of Kwanzas) I. Monetary gold and SDRs (Special Drawing Rights) II. Holdings of foreign currency III. Deposits with non- residents IV. Deposits with resident financial institutions V. Securities other than shares Non-residents Central government Public sector, excl. central government Other depository corporations and other resident sectors VI. Loans Nonresidents Central government Public sector, excl. central government Other depository corporations Other resident sectors VII. Shares and other equity Non-residents (2) Other resident sectors VIII. Other assets IX. Total assets (I a VIII) X. Monetary base, broad Monetary base restricted Notes and coins in circulation Bank reserves Required reserves Excess reserves Other liabilities to other depository corporations Central Bank Bills Other liquidity absorption operations (3) XI. Deposits of other sectors Central government Others XII. Loans (4) XIII. Shares and other equity XIV. Other liabilities XV. Total liabilities (IX a XIV) Source: National Bank of Angola (BNA) (1) Beginning in July 2014 the data for the National Bank of Angola is based on a revised chart of accounts. (2) Inlcudes shares and other equity in non resident investment funds. (3) Includes repurchase agreements with other depository corporations. (4) Includes loans from non residents.

9 Quadro I.B.3 Base Monetária Ampla (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) Base monetária ampla Base monetária restrita Notas e moedas em circulação Reserva bancária Depósitos obrigatórios Em moeda nacional Em moeda estrangeira Depósitos livres Em moeda nacional Em moeda estrangeira Outras obrigações face à outras instituições monetárias Títulos do BNA Outras operações de absorção(2) Memorando: Base monetária ampla em moeda nacional Fonte: Banco Nacional de Angola (1) A partir de Agosto 2011 os dados do BNA estão baseados na revisão do plano de contas e a partir de Julho de 2014 estão baseados no novo Plano de Contas. Inclui acordos de recompra com as outras instituições financeiras monetárias.

10 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Table I.B.3 Monetary Base, Broad (1) (End of period amounts in millions of Kwanzas) Monetary base, broad Monetary base, restricted Currency in circulation Bank reserves Required reserves In national currency In foreign currency Excess reserves In national currency In foreign currency Other liabilities to other depository corporations Securities other than shares of the NBA Other liquidity obligations (2) Memorandum item: Monetary base, broad, in national currency Source: National Bank of Angola (1) Beginning in August 2011 the data for the National Bank of Angola are based on a revised chart of accounts. (2) Includes repurchase agreements with other depository corporations.

11 Quadro I.C.1. Síntese das Outras Instituições Financeiras Monetárias (1) Table I.C.1 Other Depository Corporations Survey (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez-14 (End of period amounts in millions of Kwanzas) Activos externos (líquidos) Foreign assets (net) Activos externos Foreign assets Passivos externos Foreign liabilities Crédito à administração central (líquido) Claims on the central government (net) Crédito à administração central Claims on central government Responsabilidades face à administração central (2) Liabilities to central government (2) dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Crédito ao Banco Nacional de Angola (líquido) Claims on the National Bank of Angola (net) Crédito ao BNA Claims on the BNA Depósitos no BNA Liabilities to the BNA dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Crédito a outros sectores residentes Claims on other resident sectors Crédito a instituições financeiras não monetárais Claims on other financial corporations dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Crédito ao sector público, excl. administração central Claims on the public sector, excl. central government dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Crédito ao sector privado Claims on private sector dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Passivos incluídos na Moeda M Liabilities included in Broad Money Depósitos transferíveis Transferable deposits Outros depósitos Other deposits Títulos Securities other than shares Accordos de recompra/revenda Repurchase agreements Capital e reservas Shares and other equity Outros activos e passivos (líquidos) Other assets/liabilities (net) Fonte: Banco Nacional de Angola (1) Existe uma quebra metodológica nas séries temporais a partir de Janeiro de 2011, devido a melhoria na classificação e sectorização das contas das Outras Instituições Financeiras Monetárias (OIM) (2) Inclui Responsabilidades resultantes da transferência de recursos da admniistração central para a concessão de empréstimos Source: National Bank of Angola (1) Starting in January 2011 there is a methodological times series break due to improved classificationan and sectorization of the Other Depository Corporations (ODC) accounts (2) Includes liabilities resulting from central government transfers to be passed on as credit

12 Quadro I.C.2. Balanço das Outras Instituições Financeiras Monetárias (1) Table I. C.2 Balance Sheet of the Other Depository Corporations (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Notas e moedas Currency holdings dos quais: em moeda externa of wich: foreign currency Depósitos sobre não residentes Deposits with non-residents Depósitos sobre instituições financeiras residentes Deposits with depository corporations Banco Nacional de Angola Natinal Bank of Angola dos quais: em moeda externa Of wich: I foreign currency Outras instituições financeiras monetárias Other depository coporations Títulos de dívida Debt securities dos quais: of which: Não residentes Non residents Administração central Central government Banco Nacional de Angola National Bank of Angola Empréstimos Loans Não Residentes Non residents Administração central Central government Sector público, excl. administração central Public sector excluding central goverment Banco Nacional de Angola National Bank of Angola Outras instituições financeiras monetárias e não monetárias Other financial institutions monetary and nonmonetary Sector privado Private sector Outras sociedades não financeiras Non financial corporations Outros sectores residentes Other resident sectors Ações e outras participações Shares and other equity Não residentes Non residents Outros Other Outros activos Other Assets Total do activo Total assets Passivos incluídos na Moeda M Liabilities included in Borad Money M3 Depósitos transferíveis Transferable deposits dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Sector público, excl. administração central Public sector, excluding central government Outras sociedades financeiras Other financial corporations Sector privado Private sector Outros depósitos Other deposits dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Sector público, excl. administração central Public sector, excluding central government Outras instituições financeiras não monetárias Other financial corporations Sector privado Private sector Títulos Securities other than shares dos quais: em moeda externa of which: in foreign currency Acordos de recompra/revenda Repurchase agreements Passivos excluídos da Moeda M Liabilities excluded from broad money M3 Depósitos Deposits dos quais: of wich: Administração central Central government Não residentes Non residents Títulos Securities other than sahres Empréstimos Loans dos quais: of which: Administração central Central government Não residentes Non residents Capital e reservas Shares and other equity Outros Passivos Other liabilities Total do passivo Total liabilities Fonte: Banco Nacional de Angola (1) Existe uma quebra metodológica nas séries temporais a partir de Janeiro de 2011, devido a melhoria na classificação e sectorização das contas das Outras Instituições Financeiras Monetárias (OIM) Source: National Bank of Angola (1) Starting in January 2011 there is a methodological times series break due to improved classification and sectorization of the ODC accounts

13 Quadro I.C.3 Repartição dos Empréstimos por Sectores Institucionais (1) (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez-14 (1) Table I.C.3 Credit by Institutional Sectors (End of period amounts in millions of Kwanzas) Empréstimos Loans Não Residentes Non residents Empréstimos em moeda nacional Loans in domestic currency Empréstimos em moeda estrangeira Loans in forein currency Administração central Central Government Empréstimos em moeda nacional Loans in domestic currency Empréstimos em moeda estrangeira Loans in forein currency Sector público, excl. administração central Public sector, excluding central goverment Administraçoes estaduais e locais em moeda nacional Loans to local governments in domestic currency Administraçoes estaduais e locais em moeda estrangeira Loans to local governments in foreign currency Sociedades não financeiras públicas moeda nacional Loans to public non financial enterprises in domestic currency Sociedades não financeiras públicas moeda estrangeira Loans to public non financial enterprises in foreign currency Banco Nacional de Angola National Bank of Angola Empréstimos em moeda nacional Loans in domestic currency Empréstimos em moeda estrangeira Loans in forein currency Outras instituições financeiras monetárias e não monetárias Other depository corporations and other financial corporationss Outras instituições monetárias em moeda nacional Loans to other depository corporations in domestic currency Outras instituições monetárias em moeda estrangeira Loans to other depository corporations in foreign currency Outras instituições financeiras não monetária em moeda nacio Loans to other financial corporations in domestic currency Outras instituições financeiras não monetária em moeda estra Loans to other financial corporations in foeign currency Sector privado Sector privado Sociedades não financeiras Other non financial enterprises Empréstimos em moeda nacional Loans to non financail enterprises in domestic currency Empréstimos em moeda estrangeira Loans to non financail enterprises in foreign currency Outros sectores residentes Other resident sectors Empréstimos em moeda nacional Loans to other resident sectors in domestic currency Empréstimos em moeda estrangeira Loans to other resident sectors in foreign currency Fonte: Banco Nacional de Angola (1) Existe uma quebra metodológica nas séries temporais a partir de Janeiro de 2011, devido a melhoria na classificação e sectorização das contas das Outras Instituições Financeiras Monetárias (OIM) Source: National Bank of Angola (1) Starting in January 2011 there is a methodological times series break due to improved classification and sectorization of the Other Depository Corporations (ODC) accounts

14 Quadro I.C.4 Repartição do Crédito por Ramo de Actividade (Saldos em fim do mês em milhões de Kwanzas) A - Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura B - Pescas C - Indústria Extrativa D - Indústrias Transformadoras E - Prod. e Distrib.de Electricidade, de Gáz e de Àgua F- Construção G - Comércio por Grosso e a Retalho H - Alojamento e Restauração (Restaur. e Similares) I - Transportes, Armazenagem e Comunicações J - Actividades Financeiras, Seguros e Fundos de Pensões k - Activ. Imob.,Alugueres e Serv.Prest. as Empresas L - Administração Pública e Segurança Social Obrigatória M - Educação N - Saúde e Acção Social O - Outras Activ.de Serv. Colect., Sociais e Pessoais P - Famílias Com Empregados Domésticos Q - Organismos Internacionais e Outras Instituições Extra-T Z - Particulares Outros Valores Não Classificados TOTAL Fonte: Banco Nacional de Angola

15 Table I.C.4 Credit by Economic Activity (End of period amounts in millions of Kwanzas) mar-14 jun-14 set-14 dez A - Agriculture, Cattle, Hunting and Forestry B - Fishing C - Mining and Quarrying D - Manufacturing E - Electricity, Gas and Water F - Construction G - Wholesale and Retail Trade H - Hotel and Tourism I - Transports, Storage and Comunication J - Financial Activity, Insurance and Pension Founds K - Building Activity and Other Services L - Public Administration and Social Security M - Education N - Health, Education and Social Services O - Other Service Activities, Social and Personal P - Activities of Householves with domestic employees Q- Extraterritorial instituitions Z - Householves Others Values not Classificates TOTAL Source: National Bank of Angola

16 I.C.5 - REPARTIÇÃO DOS DEPÓSITOS POR SECTORES INSTITUICIONAIS (OIM) I.C.5 - OTHER DEPOSITORY CORPORATIONS DEPOSITS (OIM) Em milhões de Kz mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Passivos incluídos na Moeda M , , , , , , , ,02 Liabilities included from broad money M In millions Kz Depósitos transferíveis , , , , , , , ,71 Transferable deposits dos quais: em moeda externa , , , , , , , ,68 of which: in foreign currency Sector público, excl. administração central , , , , , , , ,50 Public sector, excluding central goverment Dep. Transf. Administraçoes Estaduais E Locais MN 2.769, , , , , , , ,59 Transferable deposits to local governments DC Dep. Transf. Sociedades Não Financeiras Públicas MN , , , , , , , ,68 Transferable deposits to public non financial enterprise Dep. Transf. Administraçoes Estaduais E Locais ME 2.539, ,81 346,32 510,53 483, , , ,43 Transferable deposits to local governments FC Dep. Transf. Sociedades Não Financeiras Públicas ME , , , , , , , ,81 Transferable deposits to public non financial enterprise Outras Instituições financeiras não Monetárias 8.175, , , , , , , ,41 Other financial corporations Dep. Transf. Outras Instituições financeiras não Monetária 5.231, , , , , , , ,14 Transferable deposits to other financail corporations i Dep. Transf. Outras Instituições financeiras não Monetári 2.943, , , , , , , ,27 Transferable deposits to other financail corporations i Sector privado , , , , , , , ,80 Private sector Dep. Transf. Outras Sociedades Não Financeiras MN , , , , , , , ,30 Transferable deposits other non financial enterprise DC Dep. Transf. Outros Sectores Residentes MN , , , , , , , ,33 Transferable deposits other resident sectors DC Dep. Transf. Outras Sociedades Não Financeiras ME , , , , , , , ,07 Transferable deposits other non financial enterprise FC Dep. Transf. Outros Sectores Residentes ME , , , , , , , ,11 Transferable deposits other resident sectors FC Outros depósitos , , , , , , , ,30 Other deposits dos quais: em moeda externa , , , , , , , ,04 of which: in foreign currency Sector público, excl. administração central , , , , , , , ,10 Public sector, excluding central government Outros Dep. Administraçoes Estaduais E Locais MN 6.139, , ,88 61,47 62,52 65,42 64,44 86,63 Other deposits to local governments DC Outros Dep. Sociedades Não Financeiras Públicas MN , , , , , , , ,43 Other deposits to public non financial enterprises in DC Outros Dep. Administraçoes Estaduais E Locais ME 10,40 28,01 18,43 4,07 4,07 4,06 0,04 0,02 Other deposits to local governments FC Outros Dep. Sociedades Não Financeiras Públicas ME , , , , , , , ,02 Other deposits to public non financial enterprises in FC Outras Instituições financeiras não Monetárias 9.191, , , , , , , ,23 Other financial corporations Outros Dep.Outras Instituições financeiras não Monetárias MN 7.214, , , , , , , ,34 Other deposits to other financial corporations DC Outros Dep. Outras Instituições financeiras não Monetárias ME 1.976, , , , , , , ,89 Other deposits to other financial corporations FC Sector privado , , , , , , , ,73 Private sector Outros Dep. Outras Sociedades Não Financeiras MN , , , , , , , ,33 Other deposits to other non financial enterprise dc Outros Dep. Outros Sectores Residentes MN , , , , , , , ,25 Other deposits to othr resident sector DC Outros Dep. Outras Sociedades Não Financeiras ME , , , , , , , ,49 Other deposits to other non financial enterprise FC Outros Dep. Outros Sectores Residentes ME , , , , , , , ,66 Other deposits to othr resident sector FC Títulos 7.285, , , , , , , ,25 Securities other than shares dos quais: em moeda externa 7.285, , , , , , , ,25 of which: in foreign currency Acordos de recompra/revenda , , ,47 146,67 162,79 167,91 85,39 86,76 Repurchase agreements Passivos excluídos da Moeda M3 Liabilities excluded from broad money M3 Depósitos , , , , , , , ,81 Deposits dos quais: of wich: Administração central , , , , , , , ,21 Central government Não residentes , , , , , , , ,59 Non residents Títulos ,50 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Securities other than sahres Fonte: Banco Nacional de Angola (1) A partir de Janeiro de 2011 há uma quebra metodológica nas séries temporais devido a melhoria na classificação e sectorização das contas das Source: National Bank of Angola (1) Starting in January 2011 there is a methodological times series break due to improved classification and sectorization of the ODC accounts

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 Av. 4 de Fevereiro, nº 151 - Luanda, Angola Caixa Postal 1243 Tel: (+244) 222 679 200 - Fax: (+244) 222 339 125 www.bna.ao 2 Índice Geral ÍNDICE DOS PRINCIPAIS AGREGADOS E

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector Estatísticas Temáticas de Conjuntura 21 de abril de 2016 April, 21, 2016 Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional by Institutional Sector - 2006 a 2015 - - 2006 to 2015 - Dados

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal

BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em  - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal BOLETIM ESTATÍSTICO Dezembro 2003 Disponível em www.bportugal.pt - Publicações e Estatísticas Banco de Portugal Special Data Dissemination Standard Em Abril de 1996 o Fundo Monetário Internacional (FMI)

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Maio 2016 Índice 1. Situação Monetária... 1 1.1. Base Monetária (BM)... 1 1.2. Massa Monetária (M3)... 2 1.2.2. Activo Externo Líquido...

Leia mais

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A Boletim Estatístico Statistical Bulletin 2 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2016 Lisboa, 2016 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2016 Banco de

Leia mais

Produto Interno Bruto

Produto Interno Bruto DESIGNAÇÃO Valores em 10^6 STD, a Preços Correntes TOTAL PRODUTO INTERNO BRUTO 638668 731901 900583 1043317 1332354 1673609 1974030 2786141 3121072 3610485 4229269 5064433 5638912 6230813 VALOR ACRESCENTADO

Leia mais

Estatísticas do Emprego Labour Statistics

Estatísticas do Emprego Labour Statistics February, 09, 2017-2007 a 2016 - - 2007 to 2016 - Dados Anuais Annual Data Fonte: Instituto Nacional de Estatística Source: Statistics Portugal Nota: Quebra de série em 2011 devido a alteração metodológica

Leia mais

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Março Unid. Fonte Notas

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Março Unid. Fonte Notas Evolução 2007-2013 Actualizado em Março 2013 Unid. Fonte 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Notas População a Milhares Hab. INE 10.604 10.623 10.638 10.636 10.647 10.600 População tvh % INE 0,2 0,2 0,1

Leia mais

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Dezembro de Unid. Fonte Notas 2010

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Dezembro de Unid. Fonte Notas 2010 Evolução 2004-2010 Actualizado em Dezembro de 2010 Unid. Fonte 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Notas 2010 População a Milhares Hab. INE 10.509 10.563 10.586 10.604 10.623 10.638 10.638 3º Trimestre

Leia mais

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts - Agosto de 2011 - - August, 2011 - Fonte / Source: BdP Nota: PIB ajustado de sazonalidade. Fonte INE. Note: Seasonally adjusted GDP. Source INE. 1 Índice / Index 1. / Capital and Current Accounts / /

Leia mais

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis No 13 November 215 Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis Banco de Portugal will publish statistical information in the Statistical Bulletin (Tables C.5.1 to

Leia mais

ÍNDICE DE QUADROS... ÍNDICE DE FIGURAS... ÍNDICE DE GRÁFICOS... NOTA INTRODUTÓRIA... 1

ÍNDICE DE QUADROS... ÍNDICE DE FIGURAS... ÍNDICE DE GRÁFICOS... NOTA INTRODUTÓRIA... 1 ÍNDICE DE QUADROS ÍNDICE ÍNDICE DE QUADROS... ÍNDICE DE FIGURAS... ÍNDICE DE GRÁFICOS... ix xiii xiv NOTA INTRODUTÓRIA... 1 Parte 1O «ACIDENTE TÍPICO» EM TODOS OS SECTORES DE ACTIVIDADE (PERÍODO 2001-2003)...

Leia mais

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013 Novo Regime Cambial para o Sector Petrolífero (NRCSP) Impacto na economia Desdolarização, desenvolvimento do mercado cambial e da economia não petrolífera. III Fórum Banca Expansão João Fonseca Luanda,

Leia mais

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS DADOS ESTATÍSTICOS A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas I. DADOS NACIONAIS 1. POPULAÇÃO 1.1 População Residente por Sexo e Grupo Etário: Censos 1 1.2 População Residente - Estimativas 1 2.

Leia mais

BANCO DE PORTUGAL Eurosistema CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA

BANCO DE PORTUGAL Eurosistema CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA BANCO DE PORTUGAL Eurosistema ESTATÍSTICAS STICAS DA CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA, TÓPICOS 1. A do 2. Resultados da intervenção do sobre os dados individuais das empresas 3. Principais

Leia mais

Boletim de Estatísticas. Fevereiro Banco de Cabo Verde

Boletim de Estatísticas. Fevereiro Banco de Cabo Verde Boletim de Estatísticas Fevereiro 2016 Banco de Cabo Verde BANCO DE CABO VERDE Departamento de Estudos Económicos e Estatísticas Avenida Amílcar Cabral, 27 CP 7600-101 - Praia - Cabo Verde Tel: +238 260

Leia mais

BALANÇA DE PAGAMENTOS Balança de Pagamentos Externos de Portugal Valores Líquidos Base de transacções Balança de Pagamentos Externos

BALANÇA DE PAGAMENTOS Balança de Pagamentos Externos de Portugal Valores Líquidos Base de transacções Balança de Pagamentos Externos ÍNDICE DE QUADROS Parte I ESTATÍSTICAS MONETÁRIAS E FINANCEIRAS Balanço do Banco de Portugal Dez 1947-Dez 1956... 11 Balanço do Banco de Portugal Dez 1957-Dez 1965... 12 Balanço do Banco de Portugal Mar

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

: a Economia Portuguesa na União Europeia

: a Economia Portuguesa na União Europeia 1986-2010: a Economia Portuguesa na União Europeia NOVAS TECNOLOGIAS E TRANSFORMAÇÃO DA ESTRUTURA PRODUTIVA C A R L O S C A R R E I R A F A C U L D A D E D E E C O N O M I A D A U N I V E R S I D A D E

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial

Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Índice 1. Situação Monetária... 4 1.1. Base Monetária... 4 1.2. Massa Monetária... 5 1.2.1. Crédito à Economia... 6 1.2.2. Activo Externo

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Balanço e demonstração de resultados da actividade consolidada do sistema bancário 1. O Banco de Portugal retoma nesta edição do Boletim Estatístico

Leia mais

Angola Risk Outlook Departamento de Estudos e Análises (DEA)

Angola Risk Outlook Departamento de Estudos e Análises (DEA) 1 Angola Risk Outlook 2016 Departamento de Estudos e Análises (DEA) 2 Contexto Externo em 2016 Principais Mensagens 1. Para 2016, o DEA perspectiva a continuação do abrandamento da actividade económica

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

Estatísticas sobre o endividamento das famílias

Estatísticas sobre o endividamento das famílias Estatísticas sobre o endividamento das famílias Filipa Lima 26 de março de 2015 Conselho Superior de Estatística Reunião Conjunta SPES e SPEE Estatísticas sobre o endividamento das famílias ESQUEMA DA

Leia mais

INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE CGD 2015

INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE CGD 2015 INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE CGD 2015 INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE 2015 G4-10 NÚMERO TOTAL DE COLABORADORES Discriminados por contrato de trabalho e género - por região (2015) (em número) 2 CGD,SA

Leia mais

Angola. Evolução dos principais indicadores económicos e financeiros entre 2008 e 2012 e perspectivas futuras. Junho 2013

Angola. Evolução dos principais indicadores económicos e financeiros entre 2008 e 2012 e perspectivas futuras. Junho 2013 Angola Evolução dos principais indicadores económicos e financeiros entre 28 e 212 e perspectivas futuras Junho 213 Sumário da apresentação Produto Interno Bruto Inflação Exportações e Reservas Internacionais

Leia mais

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika dossiers Structural Reforms and /Reformas Structural Reforms and Reformas Structural Reforms and Reformas Last Update Última Actualização: 25/01/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013 Nota de Informação Estatística Lisboa, de fevereiro de 3 Banco de Portugal divulga estatísticas da balança de pagamentos e da posição de investimento internacional referentes a O Banco de Portugal publica

Leia mais

Perfil Econômico: Estados Unidos

Perfil Econômico: Estados Unidos 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002 2006 2010 1970 1973 1976 1979 1982 1985 1988 1991 1994 1997 2000 2003 2006 2009 Perfil Econômico: Estados Unidos A seguir, iremos analisar as diferentes formas

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Fevereiro 2016 Índice 1. Política Monetária e Financeira... 1 1.1. Evolução dos Agregados Monetários... 1 1.2. Base Monetária (BM)... 1 1.3.

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS FINANCIAL STATEMENTS 106 Balanços em 31 de Dezembro de 2009 a 2008 Balance at 31 December 2008 a 2009 Activo Assets 2009 2008 IMOBILIZADO

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal março 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN 4 2011 Lisboa, 2011 Disponível em www.bportugal.pt Publicações Estatísticas Banco de Portugal EUROSISTEMA Banco de Portugal Departamento de Estatística Edifício

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Banco de Portugal divulga as Estatísticas da Balança de Pagamentos e da Posição de Investimento Internacional referentes a 2010 O Banco de

Leia mais

Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. Labour Market Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. dossiers

Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. Labour Market Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. dossiers dossiers Economic Outlook Conjuntura Last Update Última Atualização: 13-02-2015 Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal Economy Probe PE Probe All rights reserved Index / Índice

Leia mais

Índice Geral. Capítulo II - Mercados Financeiros Internacionais 2.0. Introdução Mercado de Câmbios...75

Índice Geral. Capítulo II - Mercados Financeiros Internacionais 2.0. Introdução Mercado de Câmbios...75 Índice Geral Capítulo I - Introdução às Finanças Internacionais 1.0. Introdução...23 1.1. Visão geral das Finanças Internacionais...23 1.2. A Globalização dos Mercados...27 1.2.1. Os Grandes Blocos do

Leia mais

PRODUTO INTERNO BRUTO (ÓPTICA DA PRODUÇÃO) Preços correntes

PRODUTO INTERNO BRUTO (ÓPTICA DA PRODUÇÃO) Preços correntes Preços correntes CAErev1 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959 1960 1961 1962 1963 1964 11+12 Agricultura caça silvicultura e exploração florestal... 15 660 16 752 17 649 15 996 18 025 18 609 17 364 17 900

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

Contas Nacionais Financeiras da Economia Portuguesa Estatísticas sobre Patrimónios Financeiros de 1999 a 2004

Contas Nacionais Financeiras da Economia Portuguesa Estatísticas sobre Patrimónios Financeiros de 1999 a 2004 Contas Nacionais Financeiras da Economia Portuguesa Estatísticas sobre Patrimónios Financeiros de 1999 a 2004 Suplemento 3 2005 ao Boletim Estatístico Novembro 2005 Suplemento 3 2005 ao Boletim Estatístico

Leia mais

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves Balanço de pagamentos Reinaldo Gonçalves reinaldogoncalves1@gmail.com 1 Sumário 1. BOP: Definição 2. BOP: Estrutura básica 3. BOP: Determinantes de curto prazo 4. BOP: Brasil 5. Posição do investimento

Leia mais

Perspectivas para a indústria brasileira uma proposta baseada na exportação de manufaturados

Perspectivas para a indústria brasileira uma proposta baseada na exportação de manufaturados Perspectivas para a indústria brasileira uma proposta baseada na exportação de manufaturados Apresentação preparada para o Seminário Perspectivas para a economia brasileira nos próximos anos, na FIESP

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal abril 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Banco Cruzeiro do Sul

Banco Cruzeiro do Sul Banco Cruzeiro do Sul Apresentação dos Resultados 4T09 Pontos de Destaque 4T09 No quarto trimestre de 2009 mantivemos a estratégia de crescimento de ativos de crédito não abandonando a atenção quanto à

Leia mais

Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de mercado equivalente

Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de mercado equivalente - 5 - Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de 2.5 1.5 0.5 à ordem das famílias com prazo até 1 ano das famílias com pré-aviso até 3 meses das famílias à ordem

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 8 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos)

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos) BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos) ACTIVO 2013 2012 Disponibilidades 50,707,848 53,115,360 Aplicações de liquidez - Operações no Mercado Monetário

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal julho 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1

COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1 10 de Dezembro de 2003 COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1 O Banco Central Europeu (BCE) publica hoje um novo conjunto de estatísticas harmonizadas

Leia mais

O tecido empresarial da Região Autónoma da Madeira: Caracterização Evolução Crescimento empresarial MADEIRA Funchal, 10 de Novembro de 2011

O tecido empresarial da Região Autónoma da Madeira: Caracterização Evolução Crescimento empresarial MADEIRA Funchal, 10 de Novembro de 2011 O tecido empresarial da Região Autónoma da Madeira: Caracterização Evolução Crescimento empresarial MADEIRA 2011 Funchal, 10 de Novembro de 2011 BUSINESS PLAN Financial Analysis Agenda O tecido empresarial

Leia mais

Unidade III ECONOMIA E MERCADO. Prof. Rodrigo Marchesin

Unidade III ECONOMIA E MERCADO. Prof. Rodrigo Marchesin Unidade III ECONOMIA E MERCADO Prof. Rodrigo Marchesin Introdução Macroeconomia: Grandes questões econômicas; Comportamento global do sistema; Análise dos grandes agregados econômicos. Estrutura básica

Leia mais

Tabela de Taxas de Juro. Anexo II. Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional. Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017

Tabela de Taxas de Juro. Anexo II. Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional. Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017 Anexo II Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017 Preçário pode ser consultado nas Agências e locais de atendimento ao público do Banco Keve

Leia mais

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 08/ de fevereiro de 2017 February, 24, 2017

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 08/ de fevereiro de 2017 February, 24, 2017 Shortterm Economic Indicators Nº 08/2017 1 Shortterm Economic Indicators Nº 08/2017 Índice Temático / Thematic Index 1. Conjuntura Internacional / International Economic Situation Página / Page Previsões

Leia mais

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6)

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Nota Metodológica nº 4 Dívida externa Junho de 2015 1. Introdução A

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS 1 INDICADOR: População residente e taxa de variação, 1991 e 2001 População Variação 1991 2001 Portugal 9867147 10356117 5,0 Alentejo 782331 776585-0,7 Alentejo Litoral

Leia mais

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação. taxa de variação

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação. taxa de variação Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas 2013 2013 2014 2015 2016 2017 nível (10 6 euros) 1. PIB (real) 1 B1*g 162852,2-1,4 1,2 1,5 1,7 1,8 1,8 2. PIB (nominal) B1*g 165666,3 0,3 2,0 2,4 3,4 3,7 3,7 Componentes

Leia mais

RESULTADOS Apresentação Resumo. 15 Março 2011 GRUPO FINANCEIRO

RESULTADOS Apresentação Resumo. 15 Março 2011 GRUPO FINANCEIRO RESULTADOS 2010 Apresentação Resumo 15 Março 2011 GRUPO FINANCEIRO SÍNTESE DA ACTIVIDADE RESULTADOS CONSOLIDADOS BALANÇO 2 SÍNTESE DA ACTIVIDADE 2010 Resultado líquido consolidado de 33,4 M, implicando

Leia mais

ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 2005

ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 2005 ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 5 PT O principal objectivo das estatísticas do Banco Central Europeu (BCE) consiste em apoiar a política monetária do BCE e outras atribuições do Eurosistema

Leia mais

Poupança e Investimento

Poupança e Investimento Poupança e Investimento Fernando Alexandre Ordem dos Economistas, Lisboa 19 de abril 2017 Poupança e Financiamento da Economia Portuguesa 1. A importância da poupança 2. Desequilíbrios e estagnação: uma

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal outubro 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal dezembro 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Caracterização das empresas do setor agrícola com base na informação estatística do Banco de Portugal

Caracterização das empresas do setor agrícola com base na informação estatística do Banco de Portugal Caracterização das empresas do setor agrícola com base na informação estatística do Banco de Portugal João Cadete de Matos Diretor Departamento de Estatística junho de 2016 I. Estrutura e dinâmica II.

Leia mais

Banco Central de S. Tomé e Príncipe

Banco Central de S. Tomé e Príncipe BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Banco Central de S. Tomé e Príncipe CONJUNTURA MACROECONÓMICA IIIº trimestre 2013 Disponível em: www.bcstp.st/publicações Índice 1. SUMÁRIO EXECUTIVO 6 2. CONJUNTURA

Leia mais

CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros)

CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros) Anexo à Instrução nº 15/98 Modelo I INSTITUIÇÃO SITUAÇÃO ANALÍTICA DO MÊS DE CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros) 10 CAIXA 11 DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL 12 DISPONIBILIDADES SOBRE INSTITUIÇÕES.DE

Leia mais

Índices de preços base: ago. 94 = 100

Índices de preços base: ago. 94 = 100 Índices de preços base: ago. 94 = 100 ÍNDICE GERAL DE PREÇOS DISPONIBILIDADE INTERNA (IGP-DI) ÍNDICE GERAL DE PREÇOS DO MERCADO (IGP-M) ÍNDICE DE PREÇOS AO PRODUTOR AMPLO DISPONIBILIDADE INTERNA (IPA-DI)

Leia mais

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas 2012 2012 2013 2014 2015 2016 nível (10 6 euros) 1. PIB (real) 1 B1*g 165644,9-3,2-2,3 0,6 1,5 1,8 2,2 2. PIB (nominal) B1*g 165409,2-3,3-0,6 1,8 2,7 3,5 3,7 Componentes

Leia mais

Venda de 2% do BFA. Impacto nas demonstrações financeiras consolidadas e nos rácios de capital do Banco BPI. 11 Novembro 2016

Venda de 2% do BFA. Impacto nas demonstrações financeiras consolidadas e nos rácios de capital do Banco BPI. 11 Novembro 2016 Venda de 2% do BFA Impacto nas demonstrações financeiras consolidadas e nos rácios de capital do Banco BPI 11 Novembro 2016 Impacto da venda de 2% nas contas consolidadas do BPI Em 7 de Outubro de 2016

Leia mais

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 07/ de fevereiro de 2017 February, 17, 2017

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 07/ de fevereiro de 2017 February, 17, 2017 Shortterm Economic Indicators Nº 07/2017 1 Shortterm Economic Indicators Nº 07/2017 Índice Temático / Thematic Index 1. Conjuntura Internacional / International Economic Situation Página / Page Previsões

Leia mais

Research Económico Angola Economic Outlook

Research Económico Angola Economic Outlook Research Económico Angola Economic Outlook Abril 27 Produto Interno Bruto, Inflação e População 2 21 22 23 24 25 26E 27F 28F PIB a preços correntes (USD Mil Milhões) 9.1 8.9 11.4 14. 19.8 3.6 43.8 55.4

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITOS BÁSICOS Negócios Internacionais TRANSACÇÕES QUE CRUZAM AS FRONTEIRAS NACIONAIS Empresa A País A Empresa B Empresa C

Leia mais

Apresentação de contas de maio 2016

Apresentação de contas de maio 2016 Apresentação de contas de 2015 16 maio 2016 16 maio 2016 Balanço 2015 Balanço simplificado 2015 2014 Variação 2007 Valor Peso total balanço Valor Valor % Valor Peso total balanço Ouro 11 968 10,2% 12 147-179

Leia mais

AT Procurement Assistência Técnica em Procurement Internacional

AT Procurement Assistência Técnica em Procurement Internacional AT Procurement Assistência Técnica em Procurement Internacional Área de Intervenção e de Desenvolvimento de Negócios Mercado da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

Leia mais

INSTITUTO REGIONAL DE EMPREGO

INSTITUTO REGIONAL DE EMPREGO INSTITUTO REGIONAL DE EMPREGO INDICADORES DO MERCADO DE EMPREGO SÍNTESE SETEMBRO-2007 SETEMBRO/06 AGOSTO/07 SETEMBRO/07 VARIAÇÃO % V.A. % V.A. % V.A. % Mês Homólogo Mês Anterior DESEMPREGO REGISTADO 7946

Leia mais

ORIENTAÇÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU

ORIENTAÇÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU 29.12.2009 Jornal Oficial da União Europeia L 348/75 ORIENTAÇÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 14 de Dezembro de 2009 que altera a Orientação BCE/2006/16 relativa ao enquadramento jurídico dos processos contabilísticos

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Objetivos e instrumentos de política econômica, 1

Objetivos e instrumentos de política econômica, 1 Sumário Prefácio, xiii i Objetivos e instrumentos de política econômica, 1 1. Objetivo do estudo de economia, 2 2. Objetivos de política econômica, 3 2.1 Crescimento da produção e do emprego, 3 2.2 Controle

Leia mais

Moçambique: Análise Conjunta FMI/Banco Mundial da Sustentabilidade da Dívida. Março de 2013

Moçambique: Análise Conjunta FMI/Banco Mundial da Sustentabilidade da Dívida. Março de 2013 Moçambique: Análise Conjunta FMI/Banco Mundial da Sustentabilidade da Dívida Março de 213 Resumo Stocks da dívida actual e pressupostos sobre a contratação de empréstimos Resultados da ASD Opções para

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS Índice de Preços IGP-M IGP-DI Mensal No ano Em 12 meses Mensal No ano Em 12 meses Jan. 0,39 0,39 11,87 0,33 0,33 11,61 Fev. 0,30 0,69 11,43 0,40 0,74 10,86 Mar. 0,85 1,55 11,12 0,99

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

INTRODUÇÃO 3 A. VALOR ACTUAL LÍQUIDO DA CARTEIRA (EM MILHÕES DE USD) 4 B. COMPOSIÇÃO GEOGRÁFICA E POR DURAÇÃO 4

INTRODUÇÃO 3 A. VALOR ACTUAL LÍQUIDO DA CARTEIRA (EM MILHÕES DE USD) 4 B. COMPOSIÇÃO GEOGRÁFICA E POR DURAÇÃO 4 RELATÓRIO TRIMESTRAL DE ACTIVIDADES ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 A. VALOR ACTUAL LÍQUIDO DA CARTEIRA (EM MILHÕES DE USD) 4 B. COMPOSIÇÃO GEOGRÁFICA E POR DURAÇÃO 4 C. COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA POR CLASSES DE ACTIVOS

Leia mais

Actividade e Resultados em 2010

Actividade e Resultados em 2010 Actividade e Resultados em 2010 Ponto 1 da Ordem de Trabalhos Assembleia Geral de Accionistas 27 de Abril de 2011 I. Enquadramento II. Capital, Liquidez, Riscos III. Negócio e Reputação IV. Resultados

Leia mais

5 FINANCIAL REPORT 2016

5 FINANCIAL REPORT 2016 5 FINANCIAL REPORT 2016 5.3.32 INFORMATION ON NON-CONTROLLING INTERESTS The Company has several jointly owned subsidiaries: Partners % of ownership Aseng Production Company Ltd GE Petrol 60.00 Gepsing

Leia mais

Globalização Financeira

Globalização Financeira A crise da globalização financeira André Scherer (NEPE-FEE/PUCRS) 15/12/08 Globalização Financeira Centro nos EUA; Combinação entre desregulamentação e novas tecnologias da informação; Presença de novos

Leia mais

Macroeconomia para executivos de MKT. Lista de questões de múltipla escolha

Macroeconomia para executivos de MKT. Lista de questões de múltipla escolha Macroeconomia para executivos de MKT Lista de questões de múltipla escolha CAP. 3. Ambiente Externo, Cenário Macroeconômico e Mensuração da Atividade Econômica 5.1) A diferença entre Produto Nacional Bruto

Leia mais

L 36/46 Jornal Oficial da União Europeia

L 36/46 Jornal Oficial da União Europeia L 36/46 Jornal Oficial da União Europeia 5.2.2009 ORIENTAÇÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 11 de Dezembro de 2008 que altera a Orientação BCE/2006/16 relativa ao enquadramento jurídico dos processos contabilísticos

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE INVESTIMENTOS SOCIAIS

FUNDO MUNICIPAL DE INVESTIMENTOS SOCIAIS a. Quadro Principal DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS : 2015 QUADRO - VARIAÇÕES PATRIMONIAIS QUANTITATIVAS Nota Impostos, Taxas e Contribuições de Melhoria Contribuições Exploração e Venda de Bens,

Leia mais

Preçário. Anexo II TABELA DE TAXAS DE JURO. Entrada em vigor: 23 de Janeiro de 2017

Preçário. Anexo II TABELA DE TAXAS DE JURO. Entrada em vigor: 23 de Janeiro de 2017 Preçário Anexo II TABELA DE TAXAS DE JURO Entrada em vigor: 23 de Janeiro de 2017 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Banco Económico e no site www.bancoeconomico.ao.

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,52 0,52 4,27 0,54 0,54 4,56 Fev. 0,19 0,71 4,12 0,49 1,03 4,61 Mar. 0,31 1,02 4,33

Leia mais

DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU

DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU 29.12.2009 Jornal Oficial da União Europeia L 348/57 DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 14 de Dezembro de 2009 que altera a Decisão BCE/2006/17 relativa às contas anuais do Banco Central Europeu (BCE/2009/29)

Leia mais

GPEARI INDICADORES MENSAIS DE CONJUNTURA. Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais

GPEARI INDICADORES MENSAIS DE CONJUNTURA. Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais GPEARI Unidade de Política Económica Ministério das Finanças INDICADORES MENSAIS DE CONJUNTURA Agosto de 212 Gabinete de Planeamento,

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,46 0,46 6,27 0,48 0,48 5,84 Fev. 0,27 0,73 5,52 0,55 1,03 5,90 Mar. 0,40 1,14 6,28

Leia mais

Risco de Taxa de Juros da Carteira Banking (IRRBB): Revisão da Abordagem e Implicações no Brasil

Risco de Taxa de Juros da Carteira Banking (IRRBB): Revisão da Abordagem e Implicações no Brasil Risco de Taxa de Juros da Carteira Banking (IRRBB): Revisão da Abordagem e Implicações no Brasil Agenda Histórico da abordagem IRRBB Standards Modelos Internos Implicações Dúvidas Histórico da Abordagem

Leia mais

Ajuste externo: Mecanismos automáticos. Reinaldo Gonçalves

Ajuste externo: Mecanismos automáticos. Reinaldo Gonçalves Ajuste externo: Mecanismos automáticos Reinaldo Gonçalves reinaldogoncalves1@gmail.com 1 2 Tipos de ajuste 1. Automático 1. Preços externos 2. Preços internos 3. Renda 2. Induzido 1. Composição dos gastos

Leia mais