Fábricas de Software: Uma Nova Política de Software para um Novo Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fábricas de Software: Uma Nova Política de Software para um Novo Brasil"

Transcrição

1 Fábricas de Software: Uma Nova Política de Software para um Novo Release 3

2 INDÍCE ANALÍTICO Introdução... 3 Nada como Exemplos!... 4 E o?... 5 E os números?... 7 Conclusão Notas sobre o Autor: de 2

3 Introdução Sem dúvida uma das alternativas do para sua entrada no mundo de software, será a conquista de uma visibilidade internacional, quanto à qualidade de seus profissionais de engenharia de software, para sustentação de modelos operacionais voltados à pratica de offshore programming, desempenhadas por estruturas fabris conhecidas por fábricas de software. Diferentemente do modelo de negócio demandado para exportação de software acabados, que exigem todas as considerações de ciclos de venda de produtos muitas vezes comoditizáveis, de alta massificação e pouca longevidade; a exportação de horas de conhecimento qualificado, de programação de sistemas aplicativos, tem como base contratos de longa duração, através de modelos operacionais de relacionamento customizados. É desnecessário dizer que, contratos de longa duração permitem previsibilidade de demanda e, conseqüente, investimento sustentado em qualificação de profissionais brasileiros, os quais tem demonstrado excelência como mão de obra de programação Com certeza não faltará demanda, tanto por parte do mercado interno, através de solicitação de serviços de onshore programming, e principalmente demandas externas do já mencionado offshore programming. Esta conclusão é bastante simples, basta olharmos a nossa volta. Na velha economia, tínhamos e continuamos a ter contato com software no mundo interno das organizações, via sistemas aplicativos, correio eletrônico, planilhas, processadores de texto, entre outros. Na nova economia, se analisarmos a gama de software que constituem os ambientes de INTRANET e INTERNET, o que denomino software exposure, tende a ser um fato a todo momento. Se considerarmos como parte desta gama de software, os chamados software embutidos, praticamente estamos expostos a todo momento, é só olhar para o seu celular. Muito em breve com os implantes de micro-processadores no corpo humano para os mais variados fins, inclusive o de monitorar sua atual localização, alcançaremos o então impensável 100% de software exposure. Software fará parte de nossos sonhos ou pesadelos, quem sabe até poderá mudar em tempo real este nosso mundo secreto virtual. 3de 3

4 Nada como Exemplos! No início da década passada, o governo da Índia decidiu de forma estratégica e brilhante, incentivar e investir na indústria de tecnologia da informação e em específico, a prestação de serviços de desenvolvimento e manutenção de sistemas aplicativos, para atender a crescente demanda por parte do mundo ocidental, antecipando, por conseguinte, a escassez futura de mão de obra em decorrência do bug do milênio. Como parte desta estratégia, alguns dos grandes players de mercado, tais como, Oracle e Microsoft foram atraídos e criaram centros de excelência locais, que permitiram a conseqüente viabilização de um verdadeiro supply chain de tecnologia da informação, através de fornecimento de software básico diretamente às fábricas de software. Passados quase 10 anos, e a Índia colhe muitos frutos desta iniciativa. Com uma qualidade de mão de obra invejável, em decorrência de uma formação acadêmica em software igualmente invejável, e principalmente dirigida, a Índia tornou-se o maior fornecedor mundial de mão de obra de offshore programming. Os Estados Unidos continuam sendo seu maior cliente, não só pelo custo de mão de obra norte americana estar cada vez mais proibitiva, como também pelo fato desta mesma mão de obra ter estado um bom tempo comprometida com o bug do milênio. Adicionalmente, a mão de obra norte americana vem passando por uma reciclagem técnica profunda, a fim de atender a demanda crescente para o desenvolvimento e desde já, para as manutenções de bilhões de novas linhas de códigos de aplicações WEB, que aumentam de forma exponencial. A situação de escassez de mão de obra americana chegou ao ponto de que no momento, estão sendo oferecidos automóveis BMW s para programadores C++ e/ou Java como forma atrair os já exíguos talentos. Finalmente, a entrada de novos profissionais no mercado de trabalho norte americano, tem como finalidade suprir necessidades de aplicações WEB, ficando as aplicações Mainframe ou qualquer outro legado, ainda de suma importância para as organizações, relegadas ao segundo plano. Como se a importância de uma aplicação estivesse diretamente relacionada a uma interface agradável de um browser, e não ao processamento de milhões de transações, como por exemplo, uma aplicação de conta corrente na grande maioria das vezes escritas em cobol e até mesmo invocando rotinas em assembler. Não é preciso dizer que toda esta situação tem gerado ainda, mais demanda para obtenção de mão de obra qualificada nas fábricas de software da Índia. Entretanto, como qualquer situação de demanda maior que a oferta, a então taxa indiana, desprezível para os patamares ocidentais, principalmente, os norte americanos, já não está tão desprezíveis assim; cerca de US$ 15,00 a US$ 20,00 a hora e em plena ascensão. 4de 4

5 Adicionalmente, a Índia está subindo na cadeia de valor de prestação de serviços de tecnologia da informação, abrindo verdadeiras corporações nos Estados Unidos, com o objetivo de oferecer serviços de arquitetura e engenharia de software, que logo tornar-se-ão serviços de consultoria de modelo de processos de negócio. Como já era de pensar, os norte americanos já estão partindo para outras localidades em busca de mão de obra mais barata que a Índia e com uma qualidade técnica similar. Como conseqüência, encontraram a China, Vietnã e outros países asiáticos, que como poderiam esperar, diferentemente da Índia, possuem uma barreira quanto à língua e igualmente a Índia, estão entre 8 a 10 horas distantes do que chamam de Time Zone. Apesar de muitos enfatizarem que tal diferença não faz diferença dada a existência de 3 turnos diários em regimes que chegam até 7 dias por semana; os posicionamentos de americano, mostram que há sim uma grande diferença, uma vez que profissionais chaves muitas vezes estão dormindo, e problemas ocorrendo em Nova York. E o? O leitor já deve estar fazendo a pergunta que venho fazendo por um tempo, isto é, por que não o? Ninguém como o brasileiro tem a experiência em desenvolvimento e manutenção de sistemas aplicativos de tanta flexibilidade e particularidades operacionais. É só lembrar o número de pacotes econômicos que já enfrentamos. Não é à toa que quando profissionais brasileiros de tecnologia da informação são expatriados, ou seja, transferidos para o exterior, sabem qual o maior problema que passam a enfrentar? Ninguém os deixam voltar, somos vistos como uma fonte de excelência, de muito valor ; Além de uma qualidade técnica quase que inserida em cada brasileiro quando o assunto é tecnologia da informação, as faculdades estão formando futuros profissionais, cujos valores de mão de obra estão no patamar do valor ainda procurado pelos americanos. E, se montarmos estruturas fabris de software no interior do para atender a crescente demanda de offshore programming, os valores reduzem cerca de 40% a 60% com relação a cidade de São Paulo, o que leva a possibilidade de praticar taxas de programação na ordem de US$ 12 a US$ 16. Estes valores tornarão as fábricas de software brasileiras altamente competitivas sob a ótica financeira. A questão de jovens ingressarem no mercado de trabalho, e não possuírem a mínima vontade de aprender linguagens de programação de sistemas legados Mainframe é no mínimo uma grande balela. Ninguém em sã consciência vai deixar de estar empregado e com perspectivas de crescimento, por aversão a esta ou aquela linguagem. O Importante é obter experiência de encadeamentos lógicos, independente da técnica utilizada, seja ela, estruturada, orientada a objeto, data driven, ou qualquer outra. Minha experiência diz que profissionais recém formados, programam em Cobol, Assembler, Natural, Clipper, Fortran entre outras, e 5de 5

6 quando são deslocados, por exemplo, para a programação Java, dão um verdadeiro show tal qual os profissionais da velha guarda estão fazendo na WEB. É importante mencionar que estes old timers, já estão sendo peças fundamentais para manter as bilhões de novas linhas de códigos de software que já sustentam a nova economia. Software não tem idade, muito menos seus profissionais. Se não fossem por exemplo, os profissionais da velha guarda, muita gente provavelmente teria enfrentado a catástrofe que não aconteceu: O bug de milênio. A título de curiosidade, o tratamento do bug e o sucesso alcançado, foi a maior iniciativa de prevenção da historia da humanidade. O mais engraçado é que muitos não se conformam, por nada ter acontecido. Pela primeira vez, quando o assunto foi tecnologia da informação, não apagamos incêndio, simplesmente evitamos que surgisse o fogo. Uma política de software não deve, em nenhum momento, enfatizar esta ou aquela tecnologia, linguagem de programação ou qualquer modismo tecnológico. Uma política de software deve antes de tudo, incentivar o que tem demanda, e diga-se de passagem, não existe nada mais requisitado do que onshore / offshore programming, para atender as bilhões de linhas que constituem sistemas legados, responsáveis por grande parte do processamento durante as madrugadas a dentro por este mundo a fora. Estas soluções de software são ainda os grandes alicerces da velha e também da nova economia. A nova economia não chegou através de apelos visuais pirotécnicos no nosso browser de cada dia, ela chegou com o rompimento de fronteiras pela INTERNET e as já existentes bilhões de instruções de código, que trituram dados há mais de quatro décadas. O que você acredita que está por trás do seu Internet Banking? Muito software, mas muito software mesmo, de anos e anos, que permanecerão intocáveis por mais alguns anos. Arrisco a dizer, se a estratégia de e-legacy realmente funcionar ou seja, mantiver as bilhões de linhas de códigos legado, incorporando aos mesmos uma roupagem nova, estaremos falando não em alguns anos, mas em uma sobrevida de algumas décadas. Eis, uma grande oportunidade para o, inovar para manter os velhos e confiáveis sistemas, e o mercado mundial agradecerá, como também, milhares de famílias brasileiras. Finalmente, a identidade cultural de um brasileiro com o ocidente, não pode se comparar de longe, a um profissional indiano ou chinês, mesmo com a fluência da língua inglesa por parte do primeiro. Quando falamos ainda de Estados Unidos, é brincadeira! Qual o país do mundo que possui tamanha identidade com os Estados Unidos? Qual o brasileiro que não se vira com o inglês, que não se identifica com toda uma cultura que aprendemos desde pequenos a tropicalizar e nunca rejeitar. 6de 6

7 E os números? Com base nas previsões de exportações de software por parte da SOFTEX de US$ 250 milhões de dólares para o ano 2002, tendo como base US$ 40 milhões em 1998, US$ 60 milhões em 1999 e um previsto de US$ 100 milhões em 2000, tomei a liberdade de projetar o esforço de obter ao final de 2 anos, o valor de US$ 250 milhões com base em percentual mínimo, sobre os volumes de demandas previstos em termos mundiais associados à onshore / offshore programming. Parametros: Valor de Faturamento Anual (US$) ,00 Valor de Venda por Profissional / Hora (US$) 15 Horas Mensais por Profissional 160 Número Médio de Profissionais por Fábrica de Software 200 Total de Horas Total de Profissionais Número de Fábricas de Software 521 O quadro acima tendo como base, o valor de venda de US$ por hora qualificada de programação, acarretaria ao término de dois anos numa demanda de horas suficiente, que permitiria a entrada ou continuidade no mercado de trabalho de 104 mil profissionais. Nada mal! A viabilidade de implementar 521 fábricas de software, sem dúvida não é uma tarefa fácil. Entretanto, não estamos falando em implementação de fábricas híbridas, e sim, em fábricas verticalizadas em uma determinada arquitetura / linguagem de programação, como por exemplo, programação em linguagem cobol para sistemas em arquitetura Mainframe. A especialização técnica por parte das fábricas tem mostrado ser um grande facilitador operacional. O crescente mix de tecnologias que compõem as diversas arquiteturas de aplicações torna quase que inexorável uma atuação vertical, e conseqüente especialização das fábricas de software. Além disso, estamos falando em implementar modelo operacionais padrões, entre fábricas de software e clientes compradores de horas de programação, integralmente baseada em processos, metodologia, gestão, qualidade e obviamente, automatizadas por software. Esta automação pode ser considerada no mais requintado exemplo de casa de ferreiro, espeto de aço! 7de 7

8 Isto significa que as fábricas de software deverão obedecer a modelos operacionais prédefinidos, sujeitos a inspeções técnicas e operacionais. Esta homogeneização de formas de trabalho garantirá inclusive a mobilidade de profissionais entre fábricas, ainda que utilizem diferentes tecnologias. Estamos dizendo que um profissional necessitará apenas de treinamento técnico, uma vez que o modelo operacional será padrão. Todos que trabalham diretamente com software, sabem muito bem que a engenharia de software demandará cada vez mais modelos de gestão amadurecidos, superando em muito, contextos de atuação técnica. Podemos afirmar que a homogeneidade do modelo operacional estará sendo garantida via software ou melhor, um sistema aplicativo de e-process fabril de software. O grande apelo de um software ser a engrenagem mestre de todo este processo, será o de permitir total transparência de atividades e, principalmente, demonstrativos de qualidade aparente por parte das fábricas de software e clientes através da aplicabilidade de níveis de serviços. Isto sem contar que será possível uma fábrica transferir um lote de programação para uma outra fábrica de atuação técnica similar, tendo como base a existência de uma capilaridade inter-fábricas, conectadas via software na INTERNET. Este modelo permitirá atender picos de demandas e o mais importante, gerar as condições de crescente absorção de mão de obra. Quero ver uma montadora, transferir um carro já na linha de montagem para uma outra montadora e atender o prazo estabelecido. Sinceramente, nem imagino! Finalmente, o software de apoio estará registrando em uma base compartilhada provenientes das fábricas de software, informações de todos os profissionais, principalmente seus respectivos atributos de conhecimento, permitindo uma espécie de e-procurement de capital intelectual, e consequentemente crescentes níveis de absorção de profissionais. Diferentemente de uma situação de venda de um software acabado, a venda de horas qualificadas de programação na sua grande maioria, atuam no famoso day after, isto é, em ciclos de manutenção planejadas e até mesmo de emergência, geralmente atrelados a contratos de 2 a 4 anos. Este horizonte de demanda não é nada mal e com certeza, o agradecerá! E os Recursos Humanos? Sem dúvida, incentivos e investimentos em qualificação de mão de obra especializada de programação, para atender a crescente demanda proveniente de aplicações WEB e sistemas legados, é uma alternativa muito promissora de alavancagem econômica e social de uma nação. O grande desafio para que fábricas de software sejam viáveis está diretamente relacionado ao processo de qualificação de seus profissionais A indústria de software, deverá ser reconhecida como qualquer outra indústria, e logo, a qualidade do que é entregue, não é um atributo adicional do produto, e sim, sua essência. A clemência existente, quanto à falta de comprometimento de prazos, custos e qualidade de software é algo do passado. A nova economia não proporciona uma segunda 8de 8

9 chance. Fazer certo pela primeira vez, não é, e nunca será um mérito, é simplesmente uma obrigação, que nós da indústria de software devemos aprender de uma vez por todas. Conforme anteriormente mencionado, o programa de formação profissional dever ser reflexo da demanda de mercado. Não consigo imaginar a aquisição de uma matéria prima, sem antes definir o produto além da estrutura e características de materiais, que compõem sua arvore de produção. Da mesma forma, como posso embutir atributos de conhecimento em um capital humano, se não sei quais os atributos que o mercado demanda, com base nas solicitações de serviços enviadas às fábricas de software? É óbvio que temos que partir do famoso o que?, para definirmos o como?, ou seja, o conteúdo de conhecimento mais apropriado para formação do maior ativo em qualquer ciclo fabril de software: O ser humano. Adicionalmente, o conceito de qualidade deve ser algo embutido nos profissionais, e as abordagens operacionais baseadas em níveis de serviços, devem ser obrigatórias como parte do programa de formação profissional. É de extrema importância que profissionais de uma fábrica de software, e até mesmo de qualquer negócio, entendam e acompanhem os indicadores de níveis de serviços pelos quais estão sendo medidos pelos clientes. Um nível de serviço crítico não atingido, como por exemplo, percentual de solicitação de serviços entregues fora do prazo, deve ser estampado na parede, para todos verem e sentirem as conseqüências de uma não conformidade, que não só acarreta uma diminuição de receita, como também no risco de perder a razão de ser, de toda a cadeia. O CLIENTE!. A indústria de software está amadurecendo, ainda que não na velocidade devida. De qualquer forma, a era de qualquer profissional decidir se tornar um profissional em tecnologia da informação está finalmente acabando. Engenheiros, arquitetos, psicólogos, administradores de empresa, advogados, de uma hora para outra resolvem se tornar programadores ou analistas de sistemas, como se a atividade de gerar e manter software, fosse algo meramente associado a conhecimentos básicos sem maiores aprofundamentos. E inegável que tais profissionais, muitas vezes verdadeiros fracassos em suas áreas de atuação, não poderiam deixar de ser também, verdadeiros fracassos em tecnologia da informação, principalmente na arte complexa de construção e manutenção de software confiável. Pessoalmente, eu nunca vi um programador tornando-se um médico, por simplesmente ter participado de alguns cursos introdutórios. É hora de definirmos pré-requisitos de formação acadêmica para que alguém seja considerado, a título de exemplo, um programador. É hora de estabelecermos uma política formal de reconhecimento de qualificação profissional, tal qual praticados na engenharia e medicina. A aplicação de testes formais, adotando os moldes de testes de proficiência da língua, poderiam ser base de avaliação, ou pelos menos de um posicionamento inicial. Mas sem dúvida, já seriam uma boa ajuda em reduzir o número de verdadeiras catástrofes que tem ocorrido com freqüência, na tentativa de gerar e manter software confiável. por profissionais sem a menor qualificação para tal desafio. 9de 9

10 Fábricas de software, serão responsáveis em sustentar toda uma nova economia. O sucesso operacional dependerá, sobretudo, da qualificação dos seus profissionais, e para isso, convenhamos, software é demasiado complexo para depender de profissionais de expediente de ocasião. Tenho certeza que você não confiaria em um médico com a formação universitária de engenharia e alguns cursos introdutórios de medicina. Da mesma maneira, você não confiaria um grupo de advogados com noções em tecnologia, para fins de construção de um modelo de negócio de e-commerce integralmente baseado em software. Software é coisa muito séria e a formação de seus profissionais também! 10de 10

11 Conclusão É hora de pensarmos seriamente em adotar o modelo praticado pelo governo indiano durante quase uma década. Sem dúvida, software é a energia da nova economia e, com certeza, o combustível da velha. Temos todas a condições tecnológicas de nos tornarmos visíveis para o mundo como agentes de qualidade em se tratando de processos de desenvolvimento e manutenção de software, sobretudo, sistemas aplicativos. O desafio é grande, mas com incentivos e investimentos, em educação de massa de engenharia de software, simplesmente estaremos ratificando o que já é verdade: Somos e continuaremos sendo exímios profissionais de tecnologia da informação. Urge, portanto, que a mesma notoriedade recebida por uma montadora ao investir e deslocar-se para o interior desde imenso, seja também atribuída ao instalar fábricas de software. O processo é bem similar, novas oportunidades, melhoria de condições sociais e econômicas locais, fomento de conhecimento, entre outras. Da mesma forma, também, há uma montagem de um supply chain que pode ser integralmente virtual, ou seja, os instrumentos que apóiam as fábricas, diferentemente das montadoras, não são transportados, são transmitidos, pelo simples fato de serem software que produzem software. Finalmente, a possibilidade do capital humano estar também, remoto em uma posição virtual, com relação aos demais companheiros, acarretará em uma outra ruptura quanto ao processo de engenharia de software. Muito em breve, estaremos falando de células caseiras. A evolução do processo de software, por mais paradoxal que seja, é o retorno ao artesão mestre, que diferentemente da era pré-industrial, estarão desempenhando suas atividades não de forma isolada, mas com base em clusters conectados à outros artesões, através do maior fenômeno de todos os tempos: A INTERNET. É hora de acordarmos e proporcionarmos as condições para toda uma geração que poderão fazer parte destas fábricas de software. Fábricas que não poluem. Fábricas ecológicas que valem ouro, tal qual a dobradinha verde e amarela de nossa bandeira, que movimenta e empolga todos os brasileiros. Fábricas onde a matéria prima é o conhecimento e a criatividade, sendo esta última, a já característica intrínseca de todo brasileiro. Temos ainda que trabalhar muito na primeira, fomentar conhecimento, mas um conhecimento dirigido, que é sinônimo de criação de oportunidades. Oportunidades podem surgir de sonhos, mas geralmente surgem de realidades, mais conhecidas como demandas existentes. 11de 11

12 A cada ano, milhares ou talvez milhões de jovens estarão deixando de lado seus vídeo games, e muitos outros, a grande maioria, a dura jornada de uma infância e juventude carente, cheia de necessidades. De qualquer forma, todos estarão na condição de brasileiros que trarão os bilhões de dólares provenientes destas fábricas de puro conhecimento, que ajudarão, em muito, a entrarmos pela porta da frente no primeiro mundo. A oportunidade está ai, só depende de nós... 12de 12

13 Notas sobre o Autor: JULIO VIGORITO - Formado em Computer Science pela Florida Atlantic University com mais de 21 anos de experiência profissional em informática, iniciou sua carreira como arquiteto de banco de dados, projetando e desenvolvimento gerenciadores. É sócio-diretor da MINDWARE e responsável pela criação de inúmeros modelos operacionais voltados à estruturação e automação de processos de TI, dentre eles: Outsourcing de projetos e manutenção de aplicações, fábricas de software e administração de banco de dados. Durante sua carreira tem obtido prêmios nacionais de excelência como resultado de implantações de modelos operacionais de TI estruturados e automatizados em diversas organizações. No decorrer dos últimos anos, além de especificações de modelo de maturidade de processos de TI, especializou-se em promover a automação destes processos através de uma aplicação WEB baseada em conceitos de e-process que integra através de um modelo de colaboração: Usuários, profissionais de TI, fornecedores de serviços e finalmente profissionais autônomos especializados. Anteriormente a MINDWARE, exerceu o cargo de diretor de tecnologia e processos da CPM onde era responsável em promover a estruturação e automação de processos a fim de suportar os produtos / serviços de cada uma das cinco unidades de negócio. Exerceu atividades de diretoria, CIO e gerência em empresas como SETTLE CONSULTING, ANDERSEN CONSULTING, GENERAL ELETRIC, FIAT LUX entre outras. 13de 13

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

CURSO: Superior de Tecnologia em Gestão Comercial Disciplina: Sistemas de Informação no Varejo Período Letivo: 3º Semestre Professora: Mariana Alves

CURSO: Superior de Tecnologia em Gestão Comercial Disciplina: Sistemas de Informação no Varejo Período Letivo: 3º Semestre Professora: Mariana Alves TI CURSO: Superior de Tecnologia em Gestão Comercial Disciplina: Sistemas de Informação no Varejo Período Letivo: 3º Semestre Professora: Mariana Alves Fuini Pergunta 3: o que a TI abrange e como ela é

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Comércio Eletrônico rveras@unip.br Aula - 04 Agenda Comércio Eletrônico 2 Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico 3 O que é o comércio eletrônico Evolução Transações convencionais

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO.

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. OneIT A gente trabalha para o seu crescimento. Rua Bento Barbosa, n 155, Chácara Santo

Leia mais

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Rodrigo Tito Nova CS Informática Cristiano Oliveira ConsultCAD É sabido por todos que hoje, o processo de desenvolvimento do produto

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Investir em pessoal com um programa de gestão de desempenho permite que uma operação de abastecimento não só sobreviva, mas cresça

Leia mais

CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em. liderar o setor de big data e da nuvem

CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em. liderar o setor de big data e da nuvem 8 A pesquisa indica ênfase na criação de valor, mais do que na economia de custos; o investimento em big data, na nuvem e na segurança é predominante CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em liderar

Leia mais

Agenda. Noções de Empregabilidade; Profissões tecnológicas ligadas à Computação; Visão do Mercado de Trabalho na Bahia e no Brasil.

Agenda. Noções de Empregabilidade; Profissões tecnológicas ligadas à Computação; Visão do Mercado de Trabalho na Bahia e no Brasil. Prof. Fernando Cardeal fcardeal@ifba.edu.br Agenda Noções de Empregabilidade; Profissões tecnológicas ligadas à Computação; Visão do Mercado de Trabalho na Bahia e no Brasil. Tempo estimado: 40 minutos.

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

Mão-de-obra qualificada, flexibilidade

Mão-de-obra qualificada, flexibilidade > TECNOLOGIA INFORMÁTICA Negócio oportuno Empresas criam centros no Brasil para desenvolver softwares e aplicativos destinados ao mercado mundial DINORAH ERENO ILUSTRAÇÕES BUENO Mão-de-obra qualificada,

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS 2009 Introdução Resumo Executivo Apesar das turbulências que marcaram o ano de 2008, com grandes variações nos indicadores econômicos internacionais,

Leia mais

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS RELATÓRIO EXECUTIVO DE NEGÓCIOS

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS RELATÓRIO EXECUTIVO DE NEGÓCIOS COMPUTAÇÃO EM NUVEM: TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS TM RELATÓRIO EXECUTIVO DE NEGÓCIOS A visão da computação em nuvem por Aad van Schetsen, vicepresidente da Compuware Uniface, que mostra por que

Leia mais

Gestão integrada de múltiplos fornecedores. Do Caos ao Domínio. Maio/2009. Nós Fazemos as Empresas Mais Competitivas

Gestão integrada de múltiplos fornecedores. Do Caos ao Domínio. Maio/2009. Nós Fazemos as Empresas Mais Competitivas Gestão integrada de múltiplos fornecedores Do Caos ao Domínio Maio/2009 Nós Fazemos as Empresas Mais Uma página sobre a TGT Pg. 1 Somos dedicados exclusivamente à CONSULTORIA, o que garante aos nossos

Leia mais

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Aula 01 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Horário das Aulas: 2as feiras das 10h10 às 11h40 e 5as feiras das 08h25

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de VITRINAS 1 INTRODUÇÃO Elegantes e essenciais, as vitrinas são elementos versáteis criados nas mais diversas versões e representam o ponto chave para apresentação do produto a ser vendido nos mais diferentes

Leia mais

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP GESTÃO DAS INFORMAÇÕES EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMAÇÃO EXPOSIÇÃO DA DISCIPLINA Cultura da informação Informação estratégica Conceito ampliado de informação

Leia mais

WARP Acelerando a excelência em qualidade de software do Brasil

WARP Acelerando a excelência em qualidade de software do Brasil WARP Acelerando a excelência em qualidade de software do Brasil Yuri Gitahy de Oliveira, CTO yuri@vettatech.com Sobre a Vetta Exportando software desde 2001 Maior empresa de exportação de software em MG

Leia mais

Plano Aula 6. Revisão de conceitos. Desafios Gerenciais de Tecnologia da Informação. Leitura O Brien págs. 17 a 23

Plano Aula 6. Revisão de conceitos. Desafios Gerenciais de Tecnologia da Informação. Leitura O Brien págs. 17 a 23 Plano Aula 6 - Revisão de conceitos - Desafios Gerenciais de Tecnologia da Informação - Leitura O Brien págs. 17 a 23 1 Caso Hershey Foods: Fracasso e Êxito com TI 1. Teoria Geral de Sistemas: Implantação

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA)

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA) MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: ) TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS MÍNIMO:

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

Gestão do Conhecimento Case Documentar

Gestão do Conhecimento Case Documentar Gestão do Conhecimento Case Documentar GESTÃO DO CONHECIMENTO CASE DOCUMENTAR Empresa: Documentar Tecnologia e Informação Localização: R. Barão de Macaúbas 460 20º Andar Santo Antônio BH/MG Segmento: Tecnologia,

Leia mais

Estudo de Caso. O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios e Computação em Nuvem para Criar Valor de Negócios

Estudo de Caso. O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios e Computação em Nuvem para Criar Valor de Negócios Estudo de Caso O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios Introdução Este Estudo de Caso é sobre como uma corporação (IBM) encontrou uma maneira de extrair valor de negócios adicional

Leia mais

Gerenciamento de operações orquestradas

Gerenciamento de operações orquestradas INFORME TÉCNICO Gerenciamento de operações orquestradas Seis etapas para domínio competitivo: chegou a hora da verdade no que diz respeito à TI By David Hurwitz Dezembro de 011 Sobre o autor David Hurwitz,

Leia mais

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Para competir com eficácia, as empresas da atualidade precisam se adaptar a um ambiente tecnológico que sofre rápidas mudanças.

Leia mais

Automatizando o Data Center

Automatizando o Data Center Este artigo examina uma arquitetura alternativa que suporte a automação do data center e o provisionamento dinâmico sem a virtualização do sistema operacional. por Lori MacVittie Gerente Técnico de Marketing,

Leia mais

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação.

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Conversa Inicial Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Hoje iremos abordar os seguintes assuntos: a origem dos sistemas integrados (ERPs), os módulos e fornecedores

Leia mais

Você ainda não tem um Web Site? Que pena! Seu concorrente já.

Você ainda não tem um Web Site? Que pena! Seu concorrente já. 1 Porque ter um site? Você ainda não tem um Web Site? Que pena! Seu concorrente já. Em um mundo globalizado, ter um site na internet não é mais um luxo para poucos, e sim uma regra geral para empresas

Leia mais

Inteligência de Dados

Inteligência de Dados Inteligência de Dados Apoio Master Transformando Dados em Vantagem Competitiva Leonardo Couto Sócio e Diretor Comercial leo.couto@wiseminer.com +55 21 9 7295 1422 Big Data Bang e os desafios da gestão

Leia mais

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras. Raul Colcher raul.colcher@questera.

Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras. Raul Colcher raul.colcher@questera. Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras Raul Colcher raul.colcher@questera.com Fonte: ABES, 2013 Mercado Brasileiro de TI Os últimos

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE II: E-business Global e Colaboração Prof. Adolfo Colares Uma empresa é uma organização formal cujo o objetivo é produzir s ou prestar serviços

Leia mais

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de processo MPS.BR OUTUBRO 2009 FELÍCIO NASSIF / GUSTAVO NASCIMENTO

Leia mais

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames Introdução Fique atento aos padrões do CFM ÍNDICE As 6 práticas essenciais de marketing para clínicas de exames Aposte em uma consultoria de

Leia mais

Vantagens competitivas das parcerias estratégicas entre empresas brasileiras e as subsidiárias das empresas globais Eduard de Lange

Vantagens competitivas das parcerias estratégicas entre empresas brasileiras e as subsidiárias das empresas globais Eduard de Lange Vantagens competitivas das parcerias estratégicas entre empresas brasileiras e as subsidiárias das empresas globais Eduard de Lange 15 de Fevereiro 2006 1 A TIVIT nasce da fusão entre a modernidade e o

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.maissolucoeslogisticas.com.br

APRESENTAÇÃO. www.maissolucoeslogisticas.com.br APRESENTAÇÃO www.maissolucoeslogisticas.com.br Acreditamos que as pequenas e médias empresas de transporte, armazenagem, operadores logísticos e empresas de e-commerce podem ter processos eficientes, uma

Leia mais

ISHIFT: Informação em Movimento

ISHIFT: Informação em Movimento ISHIFT: Informação em Movimento Contato: www.ishift.com.br +55 51 32798159 contato@ishift.com.br Somos uma empresa completa de produtos e serviços ligados à tecnologia, que procura apresentar soluções

Leia mais

Quem somos. Não somos o esperado, VAMOS MAIS ADIANTE!

Quem somos. Não somos o esperado, VAMOS MAIS ADIANTE! Bem Vindos Não importa sua necessidade, a MindFi tem soluções completas e especializadas para seu negócio. Prestamos serviços tecnológicos com excelência em atendimento e monitoramento para que seu estabelecimento

Leia mais

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1 Os sistemas de informação (SI) utilizam hardware, software, redes de telecomunicações, técnicas de administração de dados computadorizadas e outras formas de

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Case automação de processos internos

Case automação de processos internos Case automação de processos internos Novembro, 2014 2014 Deloitte Touche Tohmatsu 1 Agenda 1 A Deloitte 2 A Necessidade 3 A Solução 4 Por que Bizagi 5 Fatores críticos de sucesso 2014 Deloitte Touche Tohmatsu

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades

Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades 1. DESCRIÇÕES DO CARGO - ESPECIALISTA EM DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIA NUCLEAR E DEFESA a) Descrição Sumária Geral Desenvolver, projetar, fabricar,

Leia mais

MRPs ELES FUNCIONAM? Por Vitor Hugo De Castro Cunha

MRPs ELES FUNCIONAM? Por Vitor Hugo De Castro Cunha MRPs ELES FUNCIONAM? Por Vitor Hugo De Castro Cunha Você encontrará nesse artigo uma análise dos sistemas de gestão integrada na área de supply chain (MRPs) e uma visão diagnóstica sobre os motivos pelos

Leia mais

SOLUÇÕES EMPRESA SUA EM TI PARA. Rua Alfredo Backer, 182 - Centro - Macaé - RJ Te.: 22 2791.5132 / 3051.6965

SOLUÇÕES EMPRESA SUA EM TI PARA. Rua Alfredo Backer, 182 - Centro - Macaé - RJ Te.: 22 2791.5132 / 3051.6965 SOLUÇÕES EM TI PARA SUA EMPRESA - Centro - Macaé - RJ Te.: / 3051.6965 Fundada em dezembro de 2003 a Alfa Informática vem a cada ano consolidando sua posição no mercado. Sabemos que o mercado atual se

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

Direcionando o Planejamento Estratégico com Modelo de Previsão Um artigo técnico da Oracle Junho de 2007

Direcionando o Planejamento Estratégico com Modelo de Previsão Um artigo técnico da Oracle Junho de 2007 Direcionando o Planejamento Estratégico com Modelo de Previsão Um artigo técnico da Oracle Junho de 2007 Direcionando o Planejamento Estratégico com Modelo de Previsão Com um processo funcional de planejamento

Leia mais

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MECANISMOS PARA IMPLEMENTAÇÃO DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O Ciclo da Governança de T.I. ALINHAMENTO

Leia mais

Apresentação da Empresa. CAPO Software. your team more agile

Apresentação da Empresa. CAPO Software. your team more agile Apresentação da Empresa CAPO Software QUEM SOMOS A CAPO SOFTWARE é provedora de serviços diversificados de TI com vasta experiência em desenvolvimento de sistemas e processo de configuração que compreende

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Como passar de um call center ao um centro de solução de problemas (CSP) através de PDM - Problem Driven Management. (White Paper)

Como passar de um call center ao um centro de solução de problemas (CSP) através de PDM - Problem Driven Management. (White Paper) Como passar de um call center ao um centro de solução de problemas (CSP) através de PDM - Problem Driven Management (White Paper) PhD. Josep Riverola Julio 2005 INDICE Introdução 3 Uma história triste

Leia mais

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM 5/5/2013 1 ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING 5/5/2013 2 1 Os SI nas organizações 5/5/2013 3 Histórico Os Softwares de SI surgiram nos anos 60 para controlar estoque

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Klako Group. Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária. Otimização e Controle de Qualidade. Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen

Klako Group. Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária. Otimização e Controle de Qualidade. Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen Klako Group Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária Otimização e Controle de Qualidade Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen Visite nossa site http://www.klakogroup.com Nossa Empresa Klako Group

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde

Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde Perfil A Ouro Verde Locação e Serviço S.A. é uma empresa paranaense com mais de 40 anos de mercado, trabalhando com gestão e terceirização

Leia mais

Mercado de trabalho em TI. Debora Marrach 20.Out.2010

Mercado de trabalho em TI. Debora Marrach 20.Out.2010 Mercado de trabalho em TI Debora Marrach 20.Out.2010 1 Agenda Algumas estatísticas Carreiras em TI Tipos de empresas Demanda futura Tendências 2 Agenda Algumas estatísticas Carreiras em TI Tipos de empresas

Leia mais

Gestão Estratégica de Escritórios Nelson Acar ArqProd (www.arqprod.com.br)

Gestão Estratégica de Escritórios Nelson Acar ArqProd (www.arqprod.com.br) Gestão Estratégica de Escritórios Nelson Acar ArqProd (www.arqprod.com.br) Roteiro da Apresentação (duração estimada 45minutos) : O uso de TI nas empresas O uso estratégico de TI nas empresas de arquitetura

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 12 REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS De que forma o desenvolvimento de um novo sistema poderia mudar a maneira de uma organização trabalhar?

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent DataHub v7.0 A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent é reconhecida como uma líder no segmento de soluções de middleware no domínio do tempo real. E, com a introdução

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Usando o SI como vantagem competitiva Vimos

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES Ednilson Zanini 1 O serviço logístico tornou-se uma ferramenta importante para o desenvolvimento de relacionamentos

Leia mais

5 Case Stara. Cristiano Buss *

5 Case Stara. Cristiano Buss * Cristiano Buss * Fundada em 1960, a Stara é uma fabricante de máquinas agrícolas. De origem familiar, está instalada em Não-Me-Toque, no norte do Estado; Em seis anos, cresceu 11 vezes, com baixo nível

Leia mais

[ Empowering Business, Architecting IT. ]

[ Empowering Business, Architecting IT. ] SOA coloca TI da Rede Ipiranga em linha com os negócios Setembro/2012 Sumário Matéria publicada na Information Week... 4 Artigo Case Ipiranga... 7 SOA coloca TI da Rede Ipiranga em linha com os negócios

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE Capítulo 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações

Leia mais

Dificuldades no desenvolvimento de software Características do mercado de software A participação de Minas Gerais no cenário nacional

Dificuldades no desenvolvimento de software Características do mercado de software A participação de Minas Gerais no cenário nacional Promovendo a Melhoria de Processos e a Qualidade de Software em Minas Gerais Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães, Fernando Silva Parreiras, Frederico Faria Comitê Gestor do SPIN-BH Direitos reservados

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (O Mercado Mobile no Brasil) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto

Leia mais

Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria

Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria Caso de Sucesso Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria As inovações na forma como integramos e gerenciamos a relação com parceiros estão ajudando a reduzir o custo dos relacionamentos

Leia mais

Como integrar R&S com treinamento em call center

Como integrar R&S com treinamento em call center 1 Como integrar R&S com treinamento em call center Já abordamos em outros artigos temas complexos em call center como a formação de cultura organizacional, o perfil do profissional de call center, sistemas

Leia mais

Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho:

Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho: ASSUNTO em pauta Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho: comunicação entre jovem e empresa Velychko 30 REVISTA DA ESPM maio/junho de 2011 O jovem quer seu espaço no mercado de trabalho.

Leia mais

Introdução. O que é Serviços de Terminal

Introdução. O que é Serviços de Terminal Introdução Microsoft Terminal Services e Citrix MetaFrame tornaram-se a indústria padrões para fornecer acesso de cliente thin para rede de área local (LAN), com base aplicações. Com o lançamento do MAS

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los.

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los. Ao longo de vários anos de trabalho com CRM e após a execução de dezenas de projetos, penso que conheci diversos tipos de empresas, culturas e apesar da grande maioria dos projetos darem certo, também

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

"Um guia com dicas e informações que garantem evitar dor de cabeça na hora de escolher um provedor SMS no Brasil."

Um guia com dicas e informações que garantem evitar dor de cabeça na hora de escolher um provedor SMS no Brasil. Escolhendo um provedor e gateway SMS confiável no mercado "Um guia com dicas e informações que garantem evitar dor de cabeça na hora de escolher um provedor SMS no Brasil." por Rubem Didini e Pedro Rêgo

Leia mais

O que é Domain-Driven Design

O que é Domain-Driven Design O que é Domain-Driven Design Desenvolvimento Software é mais freqüentemente aplicado a automatizar processos que existem no mundo real, ou fornecimento de soluções para problemas reais de negócios; Os

Leia mais

Impacto da nuvem sobre os modelos de consumo de TI 10 principais percepções

Impacto da nuvem sobre os modelos de consumo de TI 10 principais percepções Impacto da nuvem sobre os modelos de consumo de TI 10 principais percepções Joseph Bradley James Macaulay Andy Noronha Hiten Sethi Produzido em parceria com a Intel Introdução Em apenas alguns anos, a

Leia mais