LICENCIATURA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LICENCIATURA"

Transcrição

1 LICENCIATURA DIREITO COMERCIAL II (DIREITO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS) PROGRAMA (contínuo) Ano letivo de 2015/2016 Turma Noite Coordenação e Regência: Prof. Doutor M. Januário da Costa Gomes Aulas práticas: Mestre Catarina Monteiro Pires e Dr. David Nunes dos Reis. Primeira aula [ ] As sociedades comerciais como objecto da disciplina. Material de trabalho. Métodos de trabalho. Métodos de avaliação. Apresentação da equipa docente. Principais manuais de referência para toda a matéria: (i) Direito das Sociedades, 2 volumes (I-2011; II-2007) por A. Menezes Cordeiro (ii) Curso de Direito Comercial. Das sociedades, II (2015), por J. Coutinho de Abreu. Legislação anotada recomendada Código das Sociedades Comerciais anotado (2.ª edição, 2011), Coordenação de A. Menezes Cordeiro. [Para a matéria das aulas 2 e 3 também: Direito Comercial, 3.ª edição (2012), por A. Menezes Cordeiro]. Segunda aula [ ] 1. O artigo 980 do CC e o artigo 1 CSC. 2. As figuras próximas. 3. A associação em participação. Traços principais de regime. Terceira aula [ ] 1. Ainda a delimitação da figura da sociedade. 2. Introdução às sociedades. 3. Evolução histórica. 4. O contrato de consórcio. 5. Os ACE. 1

2 Quarta aula [ ] 1. Ainda a delimitação da figura da sociedade. 2. Ainda a evolução histórica das sociedades comerciais desde as companhias coloniais passando pelas codificações oitocentistas, CCom 1833, CCom 1888 e LSQ de Razões que conduziram ao CSC. 4. As reformas do CSC, com destaque para a de A legislação complementar ao CSC. 6. O direito europeu das sociedades. 7. Referência a algumas disposições-chave do CSC: artigos 1, 5, 6, 7, 20-22, 36 e ss., 53 e ss., 64 e ss., 84, 141 e ss., 175, 197, 198, 270-A, 270-F, 271, 273, 278, 465, 481 e ss. e 509 e ss.. Quinta aula [ ] 1. Os princípios gerais das sociedades: (i) a autonomia privada; (ii) a boa fé e a tutela da confiança; (iii) a igualdade e a justiça distributiva; (iv) o controlo do Direito sobre a economia e (v) o modo colectivo de funcionamento e suas decorrências funcionais e patrimoniais. 2. Os elementos das sociedades: pessoal, patrimonial, teleológico e formal. Sexta aula [ ] 1. A personalidade coletiva. 2. Figuras afins de pessoas coletivas. Pessoas jurídicas rudimentares. 3. Figuras afins das sociedades. 4. O problema da personalidade coletiva nas sociedades civis. 5. A personalidade jurídica das sociedades comerciais. 6. O levantamento da personalidade coletiva. Sétima aula [ ] 1. A questão da capacidade das sociedades e o princípio da especialidade. 2. O artigo 6/1 do CSC. 3. O artigo 6/2 do CSC. 4. O artigo 6/3 do CSC. 5. As limitações legais e as estatutárias. 6. A lógica da representação orgânica. 7. A responsabilidade das sociedades. Oitava aula [ ] 1. A formação da sociedade. 2. O contrato de sociedade. Celebração, conteúdo e capital social. 2

3 3. As partes; cônjuges e menores. 4. A forma. Constituição por negócio jurídico unilateral. Constituição por lei ou por decisão judicial. 5. O conteúdo do contrato de sociedade. 6. A firma. 7. O objecto. Nona aula [ ] 1. Ainda o objeto e o conteúdo. 2. O processo de formação de sociedades. Fases necessárias e eventuais. 3. A pré-sociedade. 4. As sociedades irregulares por incompletude. 5. As sociedades irregulares por invalidade. 6. A capacidade das sociedades irregulares. 7. Natureza jurídica da sociedade irregular. Décima aula [ ] 1. O registo. 2. As publicações. 3. Introdução à situação jurídica dos sócios. 4. O status de sócio. 5. Os direitos e deveres do sócio, em geral. 6. Direitos especiais dos sócios. Décima primeira aula [ ] 1. Classificação dos direitos e deveres dos sócios. 2. O status de sócio. 3. A participação nos lucros e perdas; 4. Os pactos leoninos. 5. A obrigação de entrada. 6. Regime das entradas. 7. Os credores e as entradas. Décima segunda aula [ ] 1. As entradas em espécie. 2. O regime do artigo 29.º do CSC: as entradas dissimuladas. 3. As prestações acessórias. Caracterização e regime. 4. As prestações suplementares. Caracterização e regime. 3

4 5. Introdução aos suprimentos. Divisão Académica Décima terceira aula [ ] 1. O contrato de suprimento no CSC. 2. Aspetos de regime. 3. Confronto dos suprimentos com as prestações suplementares. 4. Natureza dos suprimentos. Décima quarta aula [ ] 1. Deliberações sociais. Introdução. 2. A deliberação. Natureza. 3. Tipos de deliberações. 4. O processo formativo. 5. A ata e a sua natureza. 6. Causas de nulidade, anulabilidade e ineficácia estrita. Décima quinta aula [ ] 1. Deliberações sociais. Cont. 2. A nulidade por vícios de procedimento. 3. A nulidade por vícios de substância. 4. Ação de declaração de nulidade. 5. A anulabilidade por violação de lei. 6. A anulabilidade por votos abusivos. 7. Ação de anulação. 8.Ação de anulação. 9. Ações abusivas. 10. Caso julgado. Décima sexta aula [ ] 1. A administração das sociedades. Introdução. 2. Os poderes de gestão. 3. Os poderes de representação. 4. Os deveres fundamentais dos administradores. 5. Deveres de cuidado. 6. Deveres de lealdade. 4

5 Décima sétima aula [ ] 1. Ainda os deveres de cuidado e de lealdade. 2.O governo das sociedades (corporate governance). 3. A situação jurídica dos administradores: do mandato às teorias unilaterais, passando pelas teorias analíticas. 4. A situação de administração. 5. Aproximação jus-laboral e seus limites. Décima oitava aula [ ] 1. A situação jurídica dos administradores (cont.). 2. A administração como estado. 3. Os deveres dos administradores. 4. A constituição e o termo da situação de administração. 5. A responsabilidade dos administradores. 6. Responsabilidade dos administradores para com a sociedade. 7. Responsabilidade dos administradores para com os sócios, os credores e terceiros. Décima nona aula [ ] 1. A responsabilidade dos administradores (cont.). 2. O regime do artigo 71.º CSC. 3. O regime do artigo 72.º CSC. A business judgement rule. 4. Os regimes dos artigos 73.º e 74.º CSC. 5. A ação ut universi. 6. A acção ut singuli; 7. Responsabilidade perante os credores sociais: o artigo 78.º CSC. 8. Responsabilidade para com sócios e terceiros. 9. O regime dos artigos 80.º a 82.º CSC. 10. O regime dos artigos 83.º e 84.º CSC. Vigésima aula [ ] 1. A fiscalização das sociedades. Introdução. 2. A fiscalização no direito privado. 3. A fiscalização nas sociedades: fiscalização orgânica vs fiscalização inorgânica. 4. Os modos de fiscalização na fiscalização inorgânica. 5. A fiscalização orgânica: os modelos do artigo 278.º do CSC. 6. A substância da fiscalização orgânica. 7. O regime da fiscalização orgânica nas sociedades por quotas e nas sociedades anónimas. 5

6 8. A responsabilidade dos membros do órgão de fiscalização. Vigésima primeira aula [ ] 1. A fusão de sociedades como concentração. 2. Fusão por incorporação vs fusão por concentração. 3. O processo de fusão. 4. Efeitos do registo da fusão. 5. A tutela dos sócios. 6. A tutela dos credores. Vigésima segunda aula [ ] 1. Ainda os efeitos da fusão. 2. A natureza jurídica da fusão. 3. A cisão. Modalidades. 4. Requisitos da cisão simples, da cisão-dissolução e da cisão-fusão. 5. A tutela dos credores e dos sócios no processo de fusão. 6. A natureza jurídica da cisão. 7. A transformação da sociedade. 8. Caracterização e situações de transformação. 9. Posição dos sócios e dos credores. 10. Efeitos da transformação. Vigésima terceira aula [ ] 1. Questões terminológicas e conceituais: os vários significados de grupos de sociedades. 2. Grupos de direito e grupos de facto. 3. Grupos de subordinação e grupos de coordenação. 4. As SGPS. 5. Sociedades em relação de simples participação. Ideia breve. 6. Sociedades em relação de participações recíprocas. Ideia breve. 7. Sociedades em relação de domínio. 8. Sociedades em relação de grupo. 9. Domínio total inicial e domínio total superveniente. 10. Aquisição tendente ao domínio total. 11. Contrato de subordinação. 12. Em especial o regime dos artigos 491.º e 501.º a 503.º CSC. 6

7 Vigésima quarta aula [ ] 1. Ainda o regime dos artigos 491.º e 501.º a 503.º CSC. 2.Especificidade do regime do artigo 501.º CSC: a sociedade dominante como garante. 3. O regime do artigo 504.º CSC. 4. Paralelismos e conexões entre situações no domínio total e na fusão por incorporação. Vigésima quinta aula [ ] Dissolução e liquidação de sociedades 1. Significado da dissolução. 2. Modos de dissolução. 3. Natureza da dissolução. 4. Liquidação da sociedade. 5. Processo de liquidação. 6. Os liquidatários. 7. Situações de responsabilidade na liquidação. 8. Efeitos da liquidação. 9. Regresso à actividade. Vigésima sexta aula [ ] 1. Constituição financeira e defesa do capital. 2. Capitais próprios e capitais alheios. 3. As reservas. Modalidades. 4. Distribuição de bens aos sócios. 5. Lucros e reservas não distribuíveis. 6. Perda de metade do capital social. 7. Os acordos parassociais. Caracterização. 8. A socialidade e a parasocialidade. 9. Modalidades de acordos parassociais. 10. O regime do artigo 17.º CSC. BONS EXAMES 7

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO COMERCIAL II (SOCIEDADES COMERCIAIS) ANO LETIVO 2015/2016, TURMA A Regência: Prof. Doutor António Menezes Cordeiro Colaboradores: Profs. Doutores

Leia mais

TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS INTRODUÇÃO 5 ABREVIATURAS 7 TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS CAPÍTULO I - A SOCIEDADE COMO ORGANIZAÇÃO JURÍDICA DA EMPRESA 11 1) Definição de contrato de sociedade 12 a) Elemento

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Empresas

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Empresas INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato Legislação Comercial Ficha Técnica Código das Sociedades Comerciais TÍTULO I - Parte geral CAPÍTULO I - Âmbito de aplicação CAPÍTULO II - Personalidade e capacidade CAPÍTULO III - Contrato de sociedade

Leia mais

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 ÍNDICE Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 TIPOS DE SOCIEDADES COMERCIAIS 1. Princípio da tipicidade 7 1.1. Sentido 7 1.2. Justificação 9 2. Caracterização geral dos tipos legais

Leia mais

CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS

CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS Fevereiro 2006 ÍNDICE 1. Boas Vindas 3 2. Horário e Funcionamento 4 3. Metodologia das Sessões 5 4. Programa 6 5. Calendarização das Sessões 7 6. Objectivos e Planificação

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico / / Aprovação do Conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular

Leia mais

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: PROGRAMA ABREVIADO PARTE

Leia mais

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE 1 CONTRATO DE SOCIEDADE 1 Elementos contratuais 2 Sociedades simples e empresárias 3 Sociedades não personificadas 4 Sociedade em comum 4.1 Patrimônio social e responsabilidade

Leia mais

Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro. Objectivos da disciplina:

Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro. Objectivos da disciplina: Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro Objectivos da disciplina: Pretende-se fornecer aos alunos elementos que permitam identificar o tipo

Leia mais

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO EMENTA Direito Comercial; Definição de Direito Comercial; Atos de comércio e a teoria da empresa; Direito de Empresa; Nome Empresarial; Estabelecimento Empresarial; Sociedades Empresariais Dos Vários tipos

Leia mais

SOCIEDADES ABERTAS E DO MERCADO 2014 PÓS-GRADUAÇÃO

SOCIEDADES ABERTAS E DO MERCADO 2014 PÓS-GRADUAÇÃO 2013-2014 PÓS-GRADUAÇÃO 2ª edição outubro de 2013 a fevereiro de 2014 ABERTAS E DO MERCADO 2014 PÓS-GRADUAÇÃO 2ª edição janeiro a junho de 2014 DIREITO COMERCIAL 2013-2014 PÓS-GRADUAÇÕES 2ª edição Em 2012/13

Leia mais

Código das Sociedades Comerciais

Código das Sociedades Comerciais CÓDIGOS ELECTRÓNICOS DATAJURIS DATAJURIS é uma marca registada no INPI sob o nº 350529 Código das Sociedades Comerciais Texto Simples Todos os direitos reservados à DATAJURIS, Direito e Informática, Lda.

Leia mais

INSTITUTO DE DIREITO DAS SOCIEDADES

INSTITUTO DE DIREITO DAS SOCIEDADES INSTITUTO DE DIREITO DAS SOCIEDADES Tema geral: O Direito das Sociedades e a crise de 2008/2010 PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DAS SOCIEDADES Coordenação: Prof. Doutor António Menezes Cordeiro Abertura: dia

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 5 Carga horária semanal 3 Períodos

Leia mais

1 Classificação das sociedades

1 Classificação das sociedades 1 Classificação das sociedades Qto à forma de exploração do objeto Qto à personificação Qto ao regime de constituição Qto à forma de constituição Qto à nacionalidade Qto ao capital Qto à responsabilidade

Leia mais

Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas

Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas PROGRAMA 1. Fundamentos da Contabilidade Financeira (1 hora: Sandra Alves) 1.1. A Contabilidade Financeira 1.1.1. Conceito e divisões da Contabilidade 1.1.2.

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito Comercial e das Sociedades

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito Comercial e das Sociedades INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

Direito das Sociedades. Programa. Pedro Caetano Nunes 2014/2015

Direito das Sociedades. Programa. Pedro Caetano Nunes 2014/2015 1 Direito das Sociedades Programa Pedro Caetano Nunes 2014/2015 1 2 1. Introdução 1.1 A sociedade enquanto ente jurídico e enquanto contrato 1.2. Possibilidade de o negócio institutivo de sociedade-organização

Leia mais

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro

Leia mais

1. A sociedade tem por objecto:.

1. A sociedade tem por objecto:. CONTRATO DE SOCIEDADE ANÓNIMA Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo de sociedade anónima e a firma. 2. A sociedade tem o número de pessoa colectiva e o número de

Leia mais

euros, dividido em acções do valor nominal de euros, pertencentes:

euros, dividido em acções do valor nominal de euros, pertencentes: CONTRATO DE SOCIEDADE ANÓNIMA A) Declaram constituir uma sociedade nos termos dos artigos seguintes: Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo de sociedade anónima

Leia mais

ESTATUTOS CAPÍTULO I. Denominação, sede, objecto e duração da sociedade ARTIGO 1º

ESTATUTOS CAPÍTULO I. Denominação, sede, objecto e duração da sociedade ARTIGO 1º ESTATUTOS CAPÍTULO I Denominação, sede, objecto e duração da sociedade ARTIGO 1º A sociedade anónima que, por força do Decreto-Lei nº 93/93, de 24 de Março, continua a personalidade jurídica da empresa

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR311 Direito Civil II - Parte Geral II

Programa Analítico de Disciplina DIR311 Direito Civil II - Parte Geral II 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 4 0 4

Leia mais

Lista de Jurisprudência sobre Direito das Sociedades *

Lista de Jurisprudência sobre Direito das Sociedades * Lista de Jurisprudência sobre Direito das Sociedades * (ordenada cronologicamente, com indicações sobre os assuntos tratados) Ac. STJ 16.3.76 - RLJ 3.590, ano 110, 1977 (conta em participação) Ac. STJ

Leia mais

Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas

Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas Contabilidade Geral Carga horária: 52 horas PROGRAMA 1. Fundamentos da Contabilidade Financeira (1 hora: Sandra Alves) 1.1. A Contabilidade Financeira 1.1.1. Conceito e divisões da Contabilidade 1.1.2.

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2015-2016 DIREITO COMERCIAL I e II PROFESSOR DOUTOR PEDRO PAES DE VASCONCELOS Primeira Parte Direito Comercial Geral. Sumário Summary I. O Direito Comercial. 1.O Comércio e o Direito Comercial.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização O Direito Societário, dentro do sistema jurídico brasileiro, está distribuído em duas etapas: a Teoria Geral do Direito

Leia mais

Diapositivo 3. U1 User;

Diapositivo 3. U1 User; A Empresa Societária (MDTF) Maria Miguel Carvalho 4 de novembro de 2011 Módulo II Estrutura organizatória das sociedades U1 Deliberações dos Sócios (Procedimento Deliberativo) 1 Diapositivo 3 U1 User;

Leia mais

CÓDIGO DO TRABALHO. CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito do trabalho. CAPÍTULO I - Disposições gerais

CÓDIGO DO TRABALHO. CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito do trabalho. CAPÍTULO I - Disposições gerais CÓDIGO DO TRABALHO Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro LIVRO I - Parte geral TÍTULO I - Fontes e aplicação do direito do trabalho CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito

Leia mais

NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO.

NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO. NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO Artigo Primeiro (Firma) A sociedade é constituída sob a forma de sociedade

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC)

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) SUMÁRIO Agradecimentos... 19 Nota do autor... 21 Prefácio... 23 Capítulo I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) 1. Introdução ao estudo do Direito... 25 2. Características, conteúdo e funções da

Leia mais

IMPUGNAÇÃO DE DELIBERAÇÕES SOCIAIS 2010/11

IMPUGNAÇÃO DE DELIBERAÇÕES SOCIAIS 2010/11 MESTRADO FORENSE IMPUGNAÇÃO DE DELIBERAÇÕES SOCIAIS 2010/11 PROGRAMA, MÉTODOS E BIBLIOGRAFIA I PROGRAMA (GERAL) INTRODUÇÃO As deliberações sociais e a assembleia geral I Deliberações dos sócios e dos accionistas

Leia mais

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução Sumário Nota do autor à segunda edição... 21 Nota do autor à primeira edição... 23 Prefácio à segunda edição... 25 Prefácio à primeira edição... 31 Capítulo I A Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL, INVESTIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO

DIREITO EMPRESARIAL, INVESTIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL, INVESTIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO Grupos societários e o regime legal das insolvências e recuperação de empresas Paulo Valério Relevância do tema no contexto da conferência a) Aspetos

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. ESPÉCIES DE EMPRESÁRIO 2. SOCIEDADES EMPRESÁRIAS TIPOS SOCIETÁRIOS Sociedade em Comum Sociedade em Conta

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DISCIPLINA: DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DISCIPLINA: DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES PLANIFICAÇÃO ANUAL MÓDULOS / CONTEÚDOS OBJECTIVOS DE APRENDIZAGEM TEMPO PREVISTO (BLOCOS 45 MINUTOS) OBSERVAÇÕES I MÓDULO 40 NOÇOES FUNDAMENTAIS DE DIREITO. NATUREZA SOCIAL DO HOMEM ORDEM SOCIAL NORMATIVA DIREITO, SENTIDOS

Leia mais

Teoria Geral do Direito Civil I

Teoria Geral do Direito Civil I Universidade de Macau Faculdade de Direito Teoria Geral do Direito Civil I Programa da disciplina Referências bibliográficas Ano lectivo de 2016/2017 Disciplina semestral do 2 ano jurídico Carga horária:

Leia mais

II Curso de Pós-Graduação em Direito da Insolvência e da Recuperação de Empresas

II Curso de Pós-Graduação em Direito da Insolvência e da Recuperação de Empresas II Curso de Pós-Graduação em Direito da Insolvência e da Recuperação de Empresas Organização: CIDP Centro de Investigação de Direito Privado Coordenação: Professor Doutor António Menezes Cordeiro Professor

Leia mais

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância CURSO DIS2409 Curso: DISSOLUÇÃO, LIQUIDAÇÃO, FUSÃO E CISÕES DE SOCIEDADES (ASPECTOS CONTABILÍSTICOS) 1 - OBJECTIVOS : O curso de DISSOLUÇÃO,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto;

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto; UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO PARA CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ PROGRAMA DE ESTUDOS Cargo: Advogado LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR 1. Quanto à

Leia mais

DIOGO COSTA GONÇALVES

DIOGO COSTA GONÇALVES UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE DIREITO DIOGO COSTA GONÇALVES CURRICULUM VITÆ LISBOA OUTUBRO 2015 CURRICULUM VITÆ DIOGO MANUEL COSTA GONÇALVES, que usa também DIOGO COSTA GONÇALVES, nasceu em Lisboa,

Leia mais

Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo Primeiro (Firma)

Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo Primeiro (Firma) Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo Primeiro (Firma) O Agrupamento Complementar de Empresas adoptará a denominação AFOCELCA Agrupamento Complementar

Leia mais

CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES

CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES (NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO CÓDIGO CIVIL, NA LEI 53/2015, DE 11 DE JUNHO, CONJUGADO COM O ESTATUTO DA ORDEM DOS SOLICITADORES E DOS AGENTES DE EXECUÇÃO) CONTRATO DE SOCIEDADE

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Económicas e Empresariais Licenciatura Contabilidade Unidade Curricular Contabilidade das Sociedades Semestre: 5 Nº ECTS: 6,0 Regente Prof. Dr. Sérgio

Leia mais

(NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES

(NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES (NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES OUTORGANTES: PRIMEIRO: F., natural da freguesia de concelho

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES

Leia mais

DIREITO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

DIREITO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS SOCIEDADES COMERCIAIS 4 de outubro de 2016 a 18 fevereiro de 2017 DIREITO DAS SOCIEDADES ABERTAS E DO MERCADO 26 janeiro a 2 de junho de 2017 12016-2017 DIREITO COMERCIAL PÓS-GRADUAÇÕES 5ª edição 2016-2017

Leia mais

Código das Sociedades Comerciais

Código das Sociedades Comerciais Código das Sociedades Comerciais Decreto-Lei n.º 262/86 Artigo 1.º - Aprovação do Código das Soc. Comerciais Artigo 2.º - Começo de vigência Artigo 3.º - Revogação do direito anterior [Rectificado pelo

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO AO DIREITO EMPRESARIAL! Pessoa jurídica vs. Pessoa física! Personalidade jurídica! Registro dos atos constitutivos! Empresa e empresário! EIRELI e sociedade

Leia mais

ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS...(nome da Sociedade)... [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e

Leia mais

Obrigações e contratos

Obrigações e contratos Obrigações e contratos Prof. Rafael Mafei Deveres e obrigações O O Direito subjetivo deveres de terceiros Obrigações: deveres de natureza patrimonial O Dois sujeitos: credor e devedor O Objeto: prestação

Leia mais

ELEMENTOS DA DISCIPLINA OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS. Participação Social. Docência: Evaristo Mendes

ELEMENTOS DA DISCIPLINA OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS. Participação Social. Docência: Evaristo Mendes Participação Social ELEMENTOS DA DISCIPLINA Docência: Evaristo Mendes Ano Letivo: 2012/2013 1.º Semestre Disciplina Obrigatória Carga horária: 3 h semanais 6 ECTS Ensino: Aulas Teórico-Práticas OBJETIVOS

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2015-2016 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro Madeira de Brito Mestre Isabel

Leia mais

Sumário. Agradecimentos Nota dos autores à 4ª edição Coleção sinopses para concursos Guia de leitura da Coleção...

Sumário. Agradecimentos Nota dos autores à 4ª edição Coleção sinopses para concursos Guia de leitura da Coleção... Sumário Agradecimentos... 13 Nota dos autores à 4ª edição... 15 Coleção sinopses para concursos... 17 Guia de leitura da Coleção... 19 Capítulo I LEI DE INTRODUÇÃO ÀS NORMAS DO DIREITO BRASILEIRO LINDB...

Leia mais

Regime Jurídico das Sociedades Comerciais

Regime Jurídico das Sociedades Comerciais Regime Jurídico das Sociedades Comerciais Sara Ferreira Ruben Pedro Nelson Elias Introdução O espírito associativo está muito presente na natureza humana. É muito frequente as pessoas constituírem agrupamentos

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II PATROCÍNIO

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

DIREITO COMERCIAL I (DIREITO COMERCIAL GERAL)

DIREITO COMERCIAL I (DIREITO COMERCIAL GERAL) DIREITO COMERCIAL I (DIREITO COMERCIAL GERAL) PROGRAMA * 2016-2017 [TAN] Coordenação e Regência: Prof. Doutor M. Januário da Costa Gomes PARTE I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I PARA UMA IDENTIFICAÇÃO PRELIMINAR

Leia mais

Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 Capítulo 2 Introdução ao Direito Civil... 15

Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 Capítulo 2 Introdução ao Direito Civil... 15 Sumário Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 1. Aspectos históricos... 1 2. A formação do Direito Civil... 6 3. Novos paradigmas do Código Civil brasileiro...11 3.1. Sistema aberto...12

Leia mais

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO)

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO) ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA (MODELO) Pelo presente instrumento, - [Nome do Advogado], [nacionalidade], [estado civil], advogado (a), inscrito(a) na OAB/RN sob n. [...], inscrito(a)

Leia mais

Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas. Sumário Plurifuncionalidade das formas jurídicas tidas em vista

Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas. Sumário Plurifuncionalidade das formas jurídicas tidas em vista Rui Pinto Duarte Novembro 2014 Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas Sumário 1. Considerações Gerais 1.1. Tipos de cooperação entre empresas; a cooperação horizontal como o objecto de atenção 1.2.

Leia mais

Sociedades 26/10/2010

Sociedades 26/10/2010 Prof. Thiago Gomes Empresariais Feedback aula anterior: Quem é o empresário? Quem é o empresário individual? O que é necessário para ser empresário individual? Impedidos de exercer a atividade empresarial.

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre DIREITO ADMINISTRATIVO II 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre LISBOA 2012 Regente: Prof. Doutor Fausto de Quadros Colaborador: Prof. Doutor Lourenço Vilhena de Freitas

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO E PRIVADO DOCENTE: Prof. Dr. Manoel Ilson Cordeiro Rocha ANO: 2017 EMENTA: Sociedade internacional e o Direito Internacional. Tratados internacionais

Leia mais

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES 1 TIPOS DE SOCIEDADES NO DIREITO BRASILEIRO SOCIEDADE EM COMUM não tem personalidade jurídica os sócios são ilimitadamente responsáveis SOCIEDADE SIMPLES atividades

Leia mais

Regime substantivo dos Contratos Administrativos (Parte Geral)

Regime substantivo dos Contratos Administrativos (Parte Geral) 17 de Novembro 2008 Regime substantivo dos Contratos Administrativos (Parte Geral) Raul Mota Cerveira Raul.cerveira@mirandalawfirm.com ntrodução Parte III, Título I do CCP: Contratos regulados: (i) Empreitada

Leia mais

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 010Vd oys {'BpBSdldw3 Ol!dl!G dp IBnUBW " I STJ00101622 2005 by Editora Atlas S.A. 1. ed. 2005; 2. ed. 2006; 3. ed. 2008;4. ed. 2009; 5. ed. 2010; 6. ed. 2012; 7. ed. 2013; 8.

Leia mais

PLANO DE ENSINO. EMENTA Teoria Geral do Direito Civil: capacidade civil, pessoas: natural e jurídica, negócio jurídico, contrato,

PLANO DE ENSINO. EMENTA Teoria Geral do Direito Civil: capacidade civil, pessoas: natural e jurídica, negócio jurídico, contrato, PLANO DE ENSINO FACULDADE: Faculdade de Ciências Humanas e Exatas de Juiz de Fora CURSO: Administração Período: 3º DISCIPLINA: Direito Empresarial Data: 2016 CARGA HORÁRIA: 40 h/a SEMANAL: 02 aulas TOTAL:

Leia mais

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (ii)

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (ii) Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (ii) CAMILA VILLARD DURAN Aula anterior: conceitos trabalhados! Pessoa Jurídica! Associações! Sociedade em conta de participação! Eireli vs. Empresário individual

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 26/3/2014 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 21/5/2014 Ficha de Unidade

Leia mais

UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO

UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO 1 Profª Roberta Siqueira Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia do curso constante

Leia mais

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos, filmes

Leia mais

A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias. Michele Schwan Advogada OAB/RS

A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias. Michele Schwan Advogada OAB/RS A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias Michele Schwan Advogada OAB/RS 86.749 As três modalidades de constituição de empresa mais utilizadas no Rio Grande do Sul, conforme a Junta

Leia mais

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA Pelo presente instrumento, - [Nome do Advogado], [nacionalidade], [estado civil], advogado(a), inscrito(a) na OAB/Ba sob n. [...], inscrito(a) no CPF/MF

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Empresarial I Código: DIR-461 Pré-requisito: - CH Total: 60 h Período Letivo: 2016.1 Turma:

Leia mais

Grelha de Correção Exame de Direito Administrativo I Turma Noite

Grelha de Correção Exame de Direito Administrativo I Turma Noite Grelha de Correção Exame de Direito Administrativo I - 2014-2015 - Turma Noite Responda, justificando, às seguintes questões: I 1. Qualifique, do ponto de vista da sua natureza jurídico-administrativa

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA DIRETORIA DE GRADUAÇÃO Área de Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas DISCIPLINA: Dos Contratos CÓDIGO CRÉDITOS CARGA HORÁRIA H119749 04 80 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM EMENTA

Leia mais

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia PROGRAMA I Introdução 1. O novo Código de Processo Civil: o processo legislativo e as alterações mais importantes a gestão

Leia mais

TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL

TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL LUÍS A. CARVALHO FERNANDES Professor Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL Vol. I INTRODUÇÃO PRESSUPOSTOS DA RELAÇÃO JURÍDICA 5.ª edição revista

Leia mais

PROVA ESCRITA NACIONAL DO EXAME FINAL DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE)

PROVA ESCRITA NACIONAL DO EXAME FINAL DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE) ORDEM DOS ADVOGADOS CNEF / CNA Comissão Nacional de Estágio e Formação / Comissão Nacional de Avaliação PROVA ESCRTA NACONAL DO EXAME FNAL DE AVALAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE) GRELHAS DE CORRECÇÃO ÁREAS OPCONAS

Leia mais

DL 495/ Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS

DL 495/ Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS DL 495/88 1988-Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS SOCIEDADES HOLDING Artigo 1º (sociedades gestoras de participações sociais) 1 As sociedades gestoras de participações

Leia mais

Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição

Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição Plano de Estudos: Sessões Docentes Data N.º de horas Contrato de trabalho: qualificação, presunção legal e figuras afins Nova ação

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista

Direito Empresarial e Trabalhista Profa. Dra. Silvia Bertani Direito Empresarial e Trabalhista As sociedades organização formada por duas ou mais pessoas, por meio de um contrato com ou sem o registro, para o exercício de uma atividade

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR323 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência

Programa Analítico de Disciplina DIR323 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina DIR33 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL A SOCIEDADE NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Art. 981. Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício de atividade econômica e a partilha,

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Teoria Geral do Direito Administrativo

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Teoria Geral do Direito Administrativo INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Enquadramento Jurídico da Atividade Empresarial

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Enquadramento Jurídico da Atividade Empresarial INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 28/10/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 16/12/2015 Ficha de

Leia mais

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Benigno Cavalcante MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Sumário Apresentação... 17 Abreviatura... 21 CAPÍTULO I HISTÓRIA DO DIREITO COMERCIAL 1. O Surgimento do Direito Comercial... 25 1.2. Evolução do Direito

Leia mais

Constituição e Estruturação de Sociedades Comerciais [6 ECTS]

Constituição e Estruturação de Sociedades Comerciais [6 ECTS] Rui Pinto Duarte Julho 2013 Constituição e Estruturação de Sociedades Comerciais [6 ECTS] Objetivo da disciplina: desenvolver o conhecimento dos problemas relativos à constituição e à estruturação das

Leia mais

Direito Processual Civil Executivo. Programa

Direito Processual Civil Executivo. Programa Direito Processual Civil Executivo Programa Rui Pinto Duarte 2010/2011 I Aspectos Gerais 1. Noção de acção executiva 2. O princípio do dispositivo na acção executiva (3.º, 810 e 675-A) 3. Execução individual

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Solicitadoria 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO (28127)

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I 1. INFORMAÇÕES GERAIS Professora: Maria Rafaela Junqueira Bruno Rodrigues Departamento: Direito Privado Disciplina: Direito Empresarial I Série: 2º

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE IDANHA-A-NOVA PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR. Curso Licenciatura em Solicitadoria. Unidade Curricular Direito de Obrigações II

ESCOLA SUPERIOR DE IDANHA-A-NOVA PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR. Curso Licenciatura em Solicitadoria. Unidade Curricular Direito de Obrigações II A preencher pelos Serviços Académicos Código do curso: Código da UC: ESCOLA SUPERIOR DE IDANHA-A-NOVA PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Curso Licenciatura em Solicitadoria Unidade Curricular Direito de Obrigações

Leia mais

Fiscalidade Carga horária: 36 horas

Fiscalidade Carga horária: 36 horas Fiscalidade Carga horária: 36 horas PROGRAMA 1. O Sistema Fiscal Português (1 hora: Sérgio Cruz) 1.1. Os impostos nos orçamentos do Estado 1.2. Evasão e fraude fiscais 1.3. Benefícios fiscais 1.4. Contencioso

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 Sumário Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 1.1. Antecedentes... 1 LU. O princípio...2 1.1.2. Operacionalidade.. 3 1.1.3. Forma... 3 1.2. Justiça distributiva e procedimento concursal... 4

Leia mais

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas.

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. 1ª Sessão a) conceito e fim da execução; b) formas do precesso de execução:

Leia mais

Apresentação Assembleias Instrução CVM 571/2015 FII. Outubro 2016

Apresentação Assembleias Instrução CVM 571/2015 FII. Outubro 2016 Apresentação Assembleias Instrução CVM 571/2015 FII Outubro 2016 REGULAMENTO Exclusão (i) dos fatores de risco; (ii) das remunerações de terceiros; (iii) despesas e encargos; (iv) informações periódicas.

Leia mais